Page 1

Grátis

Ano 17 - Edição 869 - 13 de Julho 2018 - www.gazetaderiopreto.com.br

POLITICANDO

O jornalista Raphael Ferrari traz os bastidores da política Pág. 5

SOCIAL LIGHT

Falha na execução dos corredores de ônibus

revolta rio-pretenses Intervenções na avenida Andaló tiram a paciência dos motoristas; valor inicial da obra era de R$ 53 mi já passa de R$ 62 mi por conta de aditivo e erros Pág. 4

Fotos: Alex Pelicer/Gazeta de Rio Preto

A formatura de Victor Beneditti guimarães Pág. 7

COLUNA SOCIAL

Frederico tebar e a badalação da sociedade Págs. 8, 9 e 10

ESPORTE

Basquete do América treina forte para os Regionais e Paulistão Pág. 14

Internacional, ousado e reflexivo A 18ª edição internacional do Fit Rio Preto termina neste sábado, dia 14, com peças e atrações Pág. 13

Edição diária no portal de notícias www.gazetaderiopreto.com.br

Sugestões de reportagens 17 3231-3646


2

GAZETA DE RIO PRETO | 13 DE JULHO 2018

Editorial

SOBE...

De quem é a culpa?

Rua 7 de Setembro em Engenheiro Schmitt ganha nova iluminação Alex Pelicer/Gazeta de Rio Preto

E

rros no projeto inicial, impasse entre Prefeitura e construtora responsável pela execução das obras e discussão de cunho político. O emaranhado de fatos que cercam a construção dos corredores de ônibus de Rio Preto, travam o processo, encarecem o serviço e causam uma série de transtornos à população, dividida entre as vantagens da implantação de um dispositivo de mobilidade urbana e impaciência com a situação atual da questão. As obras estão no pacote de heranças que o prefeito Edinho Araújo (MDB) recebeu do antecessor Valdomiro Lopes (PSB) e agora arca com as consequências de um projeto mal concebido. Mas, o que interessa aos motoristas de Rio Preto e região que circulam pelas ruas e avenidas da cidade, “contempladas” com aquilo que deveria ser uma melhoria, é a finalização do projeto e a tão sonhada fluidez do trânsito. O problema refletido agora no caso específico do trânsito de Rio Preto vem se tornado uma máxima, cada vez mais frequentes em projetos e obras que envolvem o dinheiro público, nas esferas municipal, estadual e federal. Em linhas gerais, o Brasil convive quase que naturalmente com informações referentes a desperdício e mau uso de verbas governamentais. Ainda ecoa nos noticiários, por exemplo, o malsucedido projeto da Copa do Mundo no Brasil, em 2014, que prometia deixar como legado a questão estrutural, que alcançaria aeroportos, estações de metrô e outros serviços essências, e que na prática, deixaram obras inacabadas, projetos mal executados quanto à qualidade e que escancararam a condição subdesenvolvimento do país nas questões de planejamento. No caso de Rio Preto, as cifras são, evidentemente, mínimas, se comparadas às questões de nível nacional, mas o aparente descaso na concepção do projeto traz agora transtornos que afetam o dia-a-dia dos condutores, comprometendo a qualidade do trânsito da cidade. Que as dores de cabeça que atingem o governo – independentemente de quem seja a culpa – sirvam de exemplo para que em projetos futuros a execução seja mais bem pensada, elaborada e, consequentemente, executada. Maiores cuidados e um melhor planejamento, certamente serão importantes para que se poupe tempo, dinheiro e desgaste de toda ordem, tanto para a classe política, quando para o cidadão, que simplesmente espera por serviços públicos de qualidade, o que, de fato, não seria pedir demais.

DESCE...

Pais esquecem criança de 2 anos em creche e vão buscá-la na delegacia

ARTIGO

A Seleção do Supremo

T

alvez os ministros do Supremo Tribunal Federal não tenham o mínimo de percepção do quanto são nocivos ao Brasil. Muitas vezes cruéis e insensíveis, não percebem que, ao favorecer e estimular a impunidade, são agentes provocadores da miséria, da escassez, da doença, do analfabetismo e da violência. Estimulam e perpetuam as barbáries das injustiças e as atrocidades das diferenças sociais que tanto maculam nossa caminhada civilizatória. Quantas decisões tomadas por vaidade, arrogância e competição pelo poder. Birrentos e vaidosos. Ávidos por câmeras e microfones. Estrelas toscas de um céu de astros corruptos e sem glória. Personagens de um teatro de horrores, protagonistas que envergonham a cena contemporânea da História do Brasil. Tristes tempos esses em que o nosso medo não vêm tão somente dos bandidos e dos políticos. Somos ameaçados diuturnamente pelas emboscadas do próprio Supremo. São tão poucas às vezes em que eles acertam o alvo da verdade e da dignidade das virtudes do Direito. E também são tão raras as vezes em que eles mantêm um veredicto de brio e digno, que os ministros do STF podem ser denominados dos azarões da Justiça. Uma Justiça fraca, titubeante, agonizante. Talvez o nome mais odiado hoje no Brasil seja Gilmar Mendes, uma celebridade do mal. Zomba da nossa indignação. Solta bandidos com um prazer e uma empáfia jamais pensados para um senhor de toga. Outros ministros seguem a mesma linha. Desmoralizam seus pares. São mexeriqueiros e instáveis. Quando vencidos em alguma questão que não lhes agrada, contrária a sua posição, procuram os holofotes e os microfones para derramar a bílis e vociferar o resultado do julgamento. Atitudes indignas, imaturas, inapropriadas com a elevada posição. Aliás, por atitudes impróprias para a função, um recente exemplo chamou a atenção de todo o mundo. Tanto que, após o segundo jogo do Brasil na Copa da Rússia, a imprensa da Inglaterra criticou Neymar. A ele coube adjetivos como trapaceiro, mimado, dramático. Eu acrescentaria birrento. Segundo definições, birra é o ato ou a disposição de insistir obstinadamente em um comportamento ou de não mudar de ideia ou opinião. É ainda o ato ou consequência daquele que contraria alguém por capricho: implicância. Trapaceiro é o que age ardilosamente; o desonesto. Mimado é o tratado com mimos, muito protegido. E dramático, quem faz drama sem motivos. Se a imprensa britânica se refere a Neymar nesse tom, com essas classificações, é porque, com certeza, ela ainda não conhece os jogadores que atuam no nosso STF, e, em especial, o time da Segunda Turma. A todas essas denominações dos atletas da nossa parca Justiça, some-se uma porção de intenções não reveladas, obscuras, e, ainda, a presunção e a obsessão pelo poder, e teremos o caldeirão que arde e consome a Justiça brasileira.

EXPEDIENTE

Redentora. CEP 15015-100 Redação: 17 3231-3646 Comercial: 17 3353-9780 E-mail: cidades@gazetarp.com.br Diretora executiva Haydeé Tebar Mardegan Editor Luciano Moura

Roberto Lima Filho Doutor em Ortodontia pela UFRJ

Fotografia Nathália Uzum Articulistas Izabela de Paula Thiago Guimarães

Projeto Gráfico Marcelo Arede Diagramação Matheus Isso Portal Priscila Silva - Sailor Web

Artigos assinados representam opiniões dos seus autores. “Não jogue este impresso em vias públicas.”

(17) 3229-1606 - 98111-8004

Divulgação

O jornal Gazeta de Rio Preto é distribuído gratuitamente em 400 pontos fixos e também em semáforos de grande fluxo nas principais avenidas de São José do Rio Preto. Redação, Comercial Redação e Administração Frederico Tebar, Getúlio Salvador, Raphael Ferrari, Henrique Fernandes e Alex Pelicer Rua Antônio de Godoy, 3822


GAZETA DE RIO PRETO | 13 DE JULHO 2018

3

CIDADES cidades@gazetarp.com.br

Em 10 dias, 2,3 toneladas de

maconha são apreendidas em rodovias da região

Colaboração/ Polícia Militar

Motorista foi preso ao ser flagrado transportando 876 quilos da droga na Washington Luíz; outras apreensões foram realizadas nas rodovias BR-153 e Euclides da cunha Por Alex Pelicer m motorista foi preso em flagrante, transportando 826 quilos de maconha, na rodovia Washington Luiz (SP-310), próximo a Uchoa, na quinta-feira, dia 12. Esta foi a quarta grande apreensão nas estradas da região de Rio Preto em 10 dias. Somada, a quantidade de droga tirada de circulação é de aproximadamente 2,3 toneladas. O capitão da Polícia Rodoviária Estadual Cláudio Ferreira da Silva, afirma que o volume de drogas é alto nas estradas da região, devido ao fato de Rio Preto estar na rota do tráfico dos grandes centros. “A nossa posição geográfica nos deixa no caminho entre os fornecedores e os grandes centros consumidores de entorpecente. Geralmente, nas apreensões que fazemos, a droga saí do Paraguai ou da Bolívia, passa pelo Mato Grosso do Sul e segue para grandes centros como Belo Horizonte, Ribeirão Preto, Campinas e até mesmo São Paulo ou Rio de Janeiro.” Na apreensão desta quinta-feira, policiais suspeitaram de um veículo Fiat/ Toro que transitava pela rodovia. Foi dada a ordem de parada, mas o motorista não obedeceu e tentou fugir. Durante a perseguição, o condutor perdeu o controle da direção e saiu da pista, ficando preso no canteiro central da rodovia, próximo ao quilômetro 405. O motorista ainda tentou fugir a pé, mas foi preso. No compartimento de carga do utilitário foram en-

U

contrados 752 tabletes de maconha, que pesados somavam 826,8 quilos da droga. O motorista foi levado para delegacia de Uchoa e ficará à disposição da Justiça. A Polícia Civil irá investigar qual seria a origem e destino do entorpecente. “O tráfico de drogas já é grave por si só, porém ele alimenta uma cadeia de outros crimes. Um exemplo é o Fiat Toro, apreendido nesta quinta-feira, que é produto de roubo. Ou seja, para se mantiver ativo, o tráfico necessita de outras ramificações na criminalidade. Isto é, estamos usando apenas um exemplo dentre vários. Com a droga no varejo temos registros de homicídios por cobranças de dívidas do tráfico” diz o capitão Cláudio. “Por vezes os traficantes usam a rotas que passam por Rio Preto, seja pela BR-153, Euclídes da Cunha, Feliciano Salles Cunha ou Washington Luiz. Para combater estas ações, é feito um trabalho continuo das forças policiais de modo geral. Seja ela, a Polícia Militar por meio das unidades nos centros urbanos, das policias rodoviárias federal e estadual nas estradas, e no trabalho investigativo das polícias Federal e Civil. Todo esse esforço acaba levando a essas apreensões”, afirma.

Outras apreensões

Na semana passada, dia 4, a Polícia Rodoviária Federal fez a maior apreensão do mês na rodovia BR-153,

próximo a José Bonifácio. Uma tonelada de maconha foi localizada no interior de dois carros. Segundo a PRF, em uma fiscalização de rotina, próxima a praça de pedágios, policias suspeitaram da atitude de dois motoristas. Foi dada ordem de parada, mas nenhum dos condutores obedeceu. Durante perseguição, um dos veículos seguiu sentido Rio Preto e o outro para José Bonifácio. Um dos motoristas foi abordado e preso. Já o outro abandonou o veículo e fugiu a pé em uma região de mata. No porta-malas dos dois carros haviam centenas de tabletes de maconha. O motorista preso, o entorpecente e os veículos apreendidos foram levados para a Delegacia da Polícia Federal em Rio Preto. Um dia antes, no dia 3, a PRF já havia apreendido duas pessoas transportando 32 quilos de maconha na rodovia BR-153, no mesmo local. A droga estava escondida no fundo falso do porta-malas do veículo. No dia 12 do mês passado, na rodovia Euclides da Cunha (SP-320), um homem foi ao preso transportando 373 quilos de maconha. A apreensão aconteceu próximo ao município de Jales. Os 560 tabletes do entorpecente estavam espalhados pelo porta-malas e no banco traseiro. O motorista foi preso detido e levado para Delegacia da Polícia Federal.


4

Gazeta DE Rio pRETO | 13 de JULHO 2018

POLÍTICA cidades@gazetarp.com.br

Falha na execução dos

corredores de ônibus expõe

erros na elaboração do projeto

Alex Pelicer/Gazeta de Rio Preto

Intervenções na Andaló tiram a paciência dos motoristas; valor inicial que era de R$ 53 mi já passa de R$ 62 mi por conta de aditivo

Por Raphael Ferrari otoristas de Rio Preto que trafegam por ruas e avenidas da área central até hoje questionam a eficiência dos corredores exclusivos para ônibus. A obra teve início em 2016 durante o governo de Valdomiro Lopes (PSB) e está a cargo da Constroeste. A empresa ganhou a licitação com proposta de R$ 53,7 milhões e a obra deveria ter sido concluída no ano passado. Hoje o valor saltou de R$ 53,7 milhões para R$ 62,1 milhões, valor R$ 8,4 milhões a mais alto do que o previsto. Vários erros foram apontados na execução do projeto o que obrigou o atual governo do prefeito Edinho Araújo (MDB) autorizar, em janeiro deste ano, um aditivo de 15,6% que resultou no montante de R$ 62,1 milhões. São várias as falhas apontadas no projeto, desde a falta de obras de acessibilidade, desnível entre a massa asfáltica das vias com as guias das calçadas ou canteiros centrais das avenidas, até mesmo a execução equivocada na pavimentação da faixa de rolamento por onde será destinado o trafego exclusivo dos ônibus. A Gazeta de Rio Preto percorreu algumas vias para entender o que pensam os motoristas sobre o assunto, uma vez que os corredores deixam mais incertezas do que garantias de um trânsito com maior fluidez. “Tem que responsabilizar quem errou, seja o prefeito, a empresa,

M

enfim, alguém tem que arcar com o prejuízo”, diz o comerciante Antônio de Souza. “Olha, eu percebo que este projeto foi para inglês ver. Tem vias que não precisaria de corredor, como o caso da Bernardinho (de Campos) e mesmo assim vão colocar faixa exclusiva de ônibus lá. Acho que falta estudo”, diz a professora Maria Aparecida do Carmo. Para Joel de Araújo, Rio Preto não necessitaria neste momento de vias exclusivas para o transporte coletivo. “Mesmo não sendo da área, percebo que em determinados locais, os corredores mais vão atrapalhar do que ajudar na fluidez do trânsito. Você destinar uma faixa exclusiva para o ônibus em determinados horários de pico vai dar resultado contrário.” diz.

De quem é a culpa?

Bombardeada por críticas em relação a obras de Mobilidade Urbana, projetadas e iniciadas por Valdomiro, o governo Edinho anunciou há alguns meses a intenção de realizar perícia para detectar os culpados pelas falhas na execução do projeto dos corredores e o gasto além do previsto em contrato. Questionada sobre o assunto, se de fato a tal perícia foi realizada, a Prefeitura informou que ainda “está viabilizando a contratação de uma auditoria técnica terceirizada e após a análise o parecer será enca-

minhado à Comissão de Licitação da Prefeitura”. Desde o dia 7 de maio a Prefeitura de Rio Preto, por meio da Secretaria de Obras, realiza a adequação da altura do canteiro central da avenida Alberto Andaló com relação ao nível do asfalto. O canteiro está sendo elevado, para que a guia fique mais alta do que o pavimento asfáltico. As obras no canteiro central são necessárias para corrigir um erro no projeto inicial dos corredores de ônibus. Os novos corredores previram um novo recapeamento na avenida Alberto Andaló, porém o asfalto foi sobreposto ao já existente, com isso a camada ficou mais alta que a guia, o que atrapalha a passagem de pedestres, impede a acessibilidade para pessoas com deficiência e prejudica o escoamento das águas das chuvas. Procurado o governo Edinho respondeu que as correções são necessárias e que tem de cumprir a obra em andamento projetada na administração passada e que é realizada com recursos da Caixa Econômica Federal. Os reparos também são feitos pela Constroeste. Até então a Prefeitura apontava que a responsabilidade das falhas era da ATP Engenharia, empresa responsável pelo projeto da obra de mobilidade urbana. A Constroeste, por sua vez, sempre afirma que apenas executou o que estava previsto em contrato.


GAZETA DE RIO PRETO | 13 DE JULHO 2018

POLÍTICA

5

Por Raphael Ferrari

POLITICANDO

cidades@gazetarp.com.br

CPI da Emurb

BOMBA-RELÓGIO

O confronto entre moradores da Favela do Brejo Alegre, Polícia Militar e agentes da Guarda Municipal, na terça-feira, dia 10, revela o caos habitacional surgido em Rio Preto nos últimos anos. Falta de políticas públicas e fiscalizações de órgãos competentes fizeram explodir o número de sem-teto. Hoje já são 51 famílias no Brejo Alegre, que corresponde a 120 pessoas. Na Favela da Vila Itália, estima-se 300 famílias com 1,2 mil pessoas.

convoca mulher e irmã de Liszt Abdala

JOGO DE EMPURRA-EMPURRA

A favela da Vila Itália e a do Brejo Alegre fazem parte de um processo de regularização fundiária, contudo é um problema mais complexo e que envolve vários fatores, como o recrudescimento da crise econômica e o déficit habitacional. A Prefeitura de Rio Preto que aciona a Justiça e deseja a posse das áreas para ontem é a mesma que quando confrontada a dar acomodação digna às famílias sempre se limita a dizer que vem realizando estudos para tal. Nada de concreto na prática e a torcida para que essas pessoas saiam das áreas por livre e espontânea vontade.

CONTRATO DE GAVETA

Divulgação/ Câmara de Rio Preto

investigações mostram que parentes do ex-secretário participaram de licitação de forma irregular; caso motivou a saída dele da secretaria de Desenvolvimento

Por Raphael Ferrari CPI da Emurb (Empresa Municipal de Urbanismo) deve colher nesta sexta-feira, dia 13, os depoimentos de Liszeila Reis Abdala, irmã do ex-secretário de Desenvolvimento da Prefeitura de Rio Preto, Liszt Abdala e Fany Cristina Warick, mulher dele. As duas foram convocadas pelo presidente da Comissão, vereador Marco Rillo (PT), para esclarecimentos sobre fraude na licitação da Área Azul Digital. Elas são proprietárias de empresas que participaram do processo licitatório para implantação de sistema de cobrança digital para estacionamento na Área Azul. As investigações no Legislativo indicam que as empresas de Liszeila e Fany, ligadas ao ex-secretário Liszt, teriam apenas participado da licitação, mas que tudo já estava acertado para que a empresa Innovare, do empresário Wagner Costa, vencesse a disputa e implantasse o aplicativo. O exsecretário Liszt deixou o cargo em meio às denúncias de irregularidades envolvendo os familiares. A Área Azul digital, que sequer saiu do papel no início do ano, foi considerada uma fraude por sindicância da própria Prefeitura e motivo de ação de improbidade movida pelo Ministério Público contra a ex-presidente da empresa Vânia Pelegrini. Os problemas fizeram com que ela deixasse o cargo, em janeiro. O contrato com empresa de Wagner foi rescindido. Ele ganhou a licitação, com proposta de R$ 79 mil, em julho do ano passado. Em relação aos depoimentos desta sexta-feira, o presidente da CPI, vereador Marco Rillo, quer saber se as empresas dos parentes de Liszt desenvolviam trabalhos semelhantes que possam justificar o convite da Prefeitura na concorrência. “Até onde eu sei são empresas de telefonia. Não estou convencido de nada”, afirmou o petista.

A

Entre as irregularidades na Área Azul de Rio Preto, como venda de talões falsificados por parte de funcionários e troca de cheques de terceiros com dinheiro da Emurb, o que mais pode comprometer o prefeito Edinho Araújo é o desvio de finalidade de R$ 350 mil. O montante foi autorizado no ano passado pela Câmara Municipal para ser investido exclusivamente na implantação da Área Azul Digital. As investigações da CPI apontam que grande parte desse recurso foi para o pagamento de salários atrasados dos funcionários da empresa pública. Se comprovada a irregularidade, pode ser aberta uma comissão processante contra o prefeito. A licitação do aplicativo digital foi concluída em julho. Pagamentos mensais de cerca de R$ 6 mil foram feitos já a partir de agosto. Entre equipamentos, como impressas, e contato para uso de celulares, a despesa total seria inferior a R$ 200 mil. No entanto, o empresário Wagner Costa, um dos pivôs do caso, afirma que todo recurso do aporte, R$ 350 mil, foi para salários atrasados da empresa pública. As informações teriam sido apresentadas ao secretário de Governo, Jair Moretti, que depois se reuniu com 11 vereadores para discutir o uso da verba. O projeto de Edinho foi aprovado em sessão extraordinária em 15 de dezembro.

Outro lado

Sobre o fato de ter utilizado dinheiro para pagar salários de funcionários da Emurb, a Prefeitura informou à época, por meio de nota, que o dinheiro do aplicativo está separado em uma conta específica. “Os recursos repassados entraram no caixa geral (único) da Emurb para aplicação no sistema de Área Azul digital, de acordo com o cronograma de execução. A Comissão de Auditoria abriu uma conta específica, onde está depositado o saldo remanescente”.

Se não bastasse a falta de moradias populares tanto Prefeitura como Caixa Econômica Federal são tímidas na fiscalização de irregularidades nos conjuntos populares ‘Minha Casa, Minha Vida’. São vários os proprietários que alugam as casas e vão viver em áreas valorizadas, os chamados “contratos de gaveta”, tudo por debaixo dos panos. Tem também aqueles que não mereciam ter a moradia e as tem. A Prefeitura diz que quando sabe de algo encaminha para a Caixa que é a responsável pela fiscalização. Basta uma passadinha por esses conjuntos e irregularidades deste tipo saltam aos olhos.

PREFEITURINHAS

Durante a campanha eleitoral de 2016 o então candidato Edinho Araújo (MDB) bradava aos quatro cantos que em seu governo iria acabar com as chamadas “prefeiturinhas”. Secretarias comandadas por vereadores e inchadas por indicações políticas. Passado um ano e meio de governo e Edinho já abriu a porteira. Acomodou de uma vez só quatro nomes indicados pelo vereador Fábio Marcondes (PR). Cargos estratégicos no Trânsito. É a velha política do “toma lá, dá cá” entre Executivo e Legislativo, onde os interesses da cidade ficam em segundo plano.

CIUMEIRA

Se Edinho trouxe Marcondes ao seu lado acomodando seus auxiliares, vereadores que desejam mais espaço no governo prometem o ‘inferno’ no retorno dos trabalhos Legislativos. Um dos mais descontentes é Jorge Menezes (PTB), aliado de primeira hora de Edinho nas eleições que ficou sem força no primeiro escalão. Anderson Branco (PR) e Paulo Pauléra (PP) são outros dois exemplos que desejam para ontem maior atenção de Edinho.

SÓ DÁ ELE

Quem acompanha as redes sociais deve ter se impressionado com a quantidade de vídeos em que o ex-prefeito e pré-candidato a deputado federal Valdomiro Lopes (PSB) aparece. Não é para menos. Com o governador Márcio França (PSB), do mesmo partido, dando as cartas no Palácio dos Bandeirantes e liberando recursos às cidades do interior, Valdomiro não perde tempo. Como um “papagaio de pirata” aparece ao lado de prefeitos da região falando das verbas obtidas. Em Rio Preto, sentou até na mesma mesa de Edinho para fazer lobby em torno de verba de R$ 4 milhões para recapeamento de ruas na cidade.


6

Gazeta DE Rio pRETO | 13 de JULHO 2018

SAÚDE cidades@gazetarp.com.br

Casos de meningite bacteriana

disparam em Rio Preto No ano passado a cidade registrou 120 casos da doença, apontada como a principal causa de surdez neurossensorial; crianças são responsáveis por 60% do total computado

Por Getúlio Salvador s números de casos de meningite subiram drasticamente em Rio Preto, no ano passado, chegando a 120 registros. O índice é alarmante se comparado ao de 2011, quando três pessoas sofreram com a doença. Já neste ano, até o mês de maio, foram registrados 52 casos, sendo 38 virais, cinco bacterianas e cinco bacterianas do tipo doença meningocócicas, que causaram três mortes. A maior preocupação dos especialistas é o súbito aumento de casos e o risco de sequelas, que variam, causando surdez, retardo mental, cegueira, entre outros distúrbios. Segundo pesquisa publicada pela Revista Portuguesa de Otorrinolaringologia e Cirurgia CévicoFacial, a meningite bacteriana afeta 35% dos adultos, dos quais, 4% destes sofrem com a surdez profunda bilateral. “O cérebro e a coluna espinhal são órgãos de extrema importância que controlam funções vitais em nosso organismo, podendo gerar deficiências ao paciente, por isso o diagnóstico precoce é essencial para saber qual o agente causador e os medicamentos para limitar a progressão da doença”,

O

A N I V E R S Á R I O

Divulgação

VENHA PARA A MAIOR REDE DE ÓTICAS DO PAÍS E APROVEITE

O otorrinolaringologista Vagner Rodrigues

explica o otorrinolaringologista Vagner Rodrigues. Willian foi diagnosticado com meningite há cerca de um ano e meio, mas sofre com as consequências da doença até hoje. “Infelizmente, o diagnóstico veio tarde demais. Mesmo com um ótimo tratamento, perdi 100% da audição em ambos os lados. Atualmente, consigo ouvir por meio de um dispositivo eletrônico chamado Implante Coclear.” Entre os sintomas mais frequentes estão febre alta, fortes dores de cabeça, náuseas, rigidez corporal e até convulsões. Os grupos de risco são formados por crianças de até cinco anos, jovens adultos na casa dos 20, mulheres gravidas, baixa imunidade, portadores de Aids e diabetes. Lugares fechados e com aglomeração também estão presentes na lista de risco por favorecerem a proliferação dos germes. O diagnóstico pode ser obtido por meio de exames

de sangue, exames de imagem e diagnóstico físico e o método de prevenção mais indicado é a vacinação meningocócica, vacina contra a papeira, vacina antipneumocócica e vacina hib. Em Rio Preto, a cobertura vacinal está em 66%. O médico Vagner Rodriguez ressalta que após a contaminação é necessário fazer exames auditivos como audiometria, audiometria de tronco encefálico, otoemissões acústicas e tomografia, para certificar quais os níveis de audição e possíveis danos. O cuidado com os ouvidos pode ajudar a prevenir a doença, porque até mesmo uma otite (infecção do canal atrás do tímpano) pode ocasionar a meningite, por conta da localização da membrana que está próxima ao ouvido médio. A doença pode provocar também sequelas neurológicas na primeira fase da infância.

Mais de 6 milhões de pessoas ainda não se vacinaram contra gripe

DE ARMAÇÕES GRÁTIS PARA TODO O BRASIL

PRA TE VER BEM

Promoção válida de 1º a 31 de julho de 2018 ou enquanto durarem os estoques. Armação grátis somente para os modelos selecionados e sinalizados nas lojas, ofertada exclusivamente mediante compra das lentes com valor mínimo de R$ 399,00 (trezentos e noventa e nove reais). Válido somente uma armação por cliente, por nota fiscal. A armação será entregue somente no ato da compra das lentes, não sendo possível recebêla posteriormente. A quantidade de 1 (um) milhão de armações se refere ao estoque total das lojas participantes da promoção em todo o Brasil. Promoção sujeita a disponibilidade de estoque. Quantidade mínima de 50 peças por loja participante. Formas de pagamento: dinheiro ou nos cartões de débito / crédito. Para compras nos cartões de crédito, consulte as bandeiras disponíveis antecipadamente e as possibilidades de parcelamento. Algumas lojas Óticas Diniz, por razões burocráticas, podem não aceitar todas as bandeiras de cartão de crédito. Consulte as lojas participantes. Eventuais erros têm preservado o direito de retificação. Promoção não cumulativa com outras promoções da rede Óticas Diniz. Imagens meramente ilustrativas.

R-DIN-12447.1.9-BANNER ANIVERSÁRIO.indd 1

Mais de 6 milhões de pessoas que pertencem aos chamados grupos prioritários ainda não se vacinaram contra a gripe este ano. De acordo com o Ministério da Saúde, gestantes e crianças foram os que menos procuraram as salas de imunização, com cobertura de 76,4% e 73,6%, respectivamente. Ao todo, 493.710 grávidas e 3,3 milhões de crianças com idade entre 6 meses e 5 anos ainda não receberam a dose. Segundo o último boletim epidemiológico da pasta, 50,4 milhões de pessoas foram imunizadas. Desse total, 20,2 milhões são idosos; 4,4 milhões, trabalhadores da saúde; 2,2 milhões, professores; 358,9 mil, puérperas (até 40 dias de pós-parto) e 643,3 mil, indígenas. Conforme o balanço, em todos esses grupos, atingiu-se a meta de vacinação, fixada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em 90%. Desde 12/06/18 17:20

o dia 25 de junho, os municípios que ainda tinham doses da vacina contra a gripe disponíveis estenderam a imunização também para crianças de 5 a 9 anos e para adultos de 50 a 59 anos, conforme recomendação do governo federal. Nesses dois grupos, já foram aplicadas 997.182 doses, sendo 411.474 em crianças e 585.708 em adultos.

Casos

Até o dia 6 deste mês, foram registrados 4.226 casos de influenza em todo o país, com 745 óbitos. Desse total, 2.538 casos e 495 óbitos foram por H1N1, além de 889 casos e 127 óbitos por H3N2. Além disso, há 317 registros de influenza B, com 44 óbitos e outros 482 notificações de influenza A não subtipado, com 79 óbitos. (Com informações da Agência Brasil)


GAZETA DE RIO PRETO | 13 DE JULHO 2018

7

SOCIAL - CULTURA - ENTRETENIMENTO

www.GAZETADERIOPRETO www.GAZETADERIOPRETO.com.br GAZETADERIOPRETO.com.br

Dr. Victor Beneditti Guimarães *Destaque para o jovem Victor Beneditti Guimarães, que no último final de semana formou-se em medicina pela Faceres depois de brilhante escalada de estudos.

*Filho da querida e elegante Ana Paula Fogolin Beneditti Guimarães e do Professor Dr. Sérgio Mussi Guimarães, respeitado médico clínico geral e intensivista, Victor sempre se mostrou dedicado aos estudos. Fez curso de espanhol em Barcelona, concluiu high school na renomada Saint Johnsbury Academy nos Estados Unidos e durante o período acadêmico foi um aluno brilhante mergulhando em oportunidades de cursos nacionais e internacionais inclusive por duas vezes tendo realizado aprimoramento na universidade norte-americana Harvard. Tudo isso soma-se a uma educação familiar exemplar, digna dos melhores elogios.

*Nas fotos, o mais jovem médico da cidade clicado em sua colação de grau e depois no baile, ao lado dos pais Sérgio e Ana Paula e da irmã Laura.

Foto Arquivo

*No último final de semana durante as festividades que deram o que falar – inclusive com show da pop star Anitta–, Victor celebrou as conquistas recebendo amigos do México, Rússia, que aqui aterrissaram para prestigiá-lo. Resultado nítido de um jovem gente boa, humano e extremamente determinado. Etapa concluída com sucesso e início de novos planos, com foco na residência médica e depois, doutorado no exterior.


8

GAZETA DE RIO PRETO | 13 DE JULHO 2018

FREDERicO TEBAR frederico@gazetarp.com.br

Fotos: Leandro Augusto

CASA NOVA

A bonita chácara que pertenceu a Waldemar de Oliveira Verdi foi vendida para o casal Maxwell Andrade e Giulia Nagamine. A ideia é ter mais espaço quando vierem de Paris para as férias com os quatro filhos. Atualmente eles mantêm residência no condomínio Green Palm. A reforma do novo lar será assinada por Fernando Roma.

A FORÇA DOS MUFFATO

SUPERSTIÇÃO

Antes de começar, um aviso: hoje é sexta-feira, 13. Conheço vários supersticiosos, mas ainda não fui apresentado a um que fica em casa em respeito à essa data. Então vamos ao que interessa...

*Após sete meses de trabalho em ritmo acelerado, o Grupo Muffato inaugurou com festão, o Max Atacadista da Região Norte, sua terceira unidade na cidade. *Com investimento de R$ 50 milhões, o empreendimento chega com a bandeira de atacarejo, 20 mil m² de área construída, estacionamento com 600 vagas e gerando 400 empregos.

INAUGURAÇÃO

*Nesta sexta-feira (dia 13) os rio-pretenses vão conhecer uma nova maneira de fazer as refeições com agilidade sem abrir mão do conceito gourmet. Inaugura no Riopreto Shopping a mais nova aposta do empresário Denílson Lugui: a Lug’s All Time Gourmet. *O cardápio é composto por opções como: caneca gelada de chopp, chás, soda italiana, pratos gourmet e o carro chefe intitulado “o melhor frango e batata do mundo”. Tem mais: neste mês de inauguração o chopp puro malte é em dobro. Comprou um, ganha outro.

*Além do supermercado em si, com 20 mil itens, oferece também restaurante, cafeteria, paneteria, farmácia, ótica, lotérica e quiosques de sorvetes, churros e açaí. Edmar gubolin Rocha e Nayara Faitarone no badalado enlace de sábado

NOVO INQUILINO

O prédio onde funcionou a faculdade Dom Pedro II, na avenida Bady Bassitt, está em reforma. O novo inquilino também será da área educacional: colégio Intelectus. Minha fonte é digna: um dos pedreiros envolvido com a obra.

Bárbara Faitarone e Heitor Daud no casamento da irmã dela com Edmar Rocha

*Construído para ser uma operação sustentável do ponto de vista da preservação do meio ambiente, o Max Atacadista tem a maior usina solar em telhado do Brasil, com 7,5 mil e capacidade de para abastecer 650 casas/ano. *O grupo comandando pela família Muffato (que veio em peso para a noite inaugural) tem 43 anos de história e atua em 18 cidades do Paraná e interior de São Paulo. São 55 lojas e 13 mil colaboradores diretos, além de gerar 5 mil empregos indiretos. É a quinta maior rede de supermercados do país. Merecem aplauso.


GAZETA DE RIO PRETO | 13 DE JULHO 2018

Fotos: Leandro Augusto

5ª TEMPORADA

PREMIADA

*Casal 20 da comunicação, Guilherme Baffi e Marcela Castelini estão com tudo devidamente alinhado para a quinta temporada da Feijô da Press. A tarde festiva será dia 29 deste mês, no Villa Conte. Aberto para toda a sociedade, o evento reúne um grande número de figuras ligadas a comunicação. Os políticos também costumam marcar presença maciça. *Alguns atrativos: camiseta-convite com preço legal, feijoada by Villa Conte, cerveja Império, drinks com cachaça Dom Tápparo e shows das bandas Maestria do Samba, Lote 14 e Boteco das Amigas Os convites estão sendo vendidos na loja Diniz Prime do Riopreto Shopping.

*Com 10 anos de história, a Sanessol – empresa responsável pelos serviços de água e esgoto de Mirassol – acaba de entrar para o seleto grupo de empresas premiadas do Great Place to Work, na categoria Pequenas Empresas, como uma das melhores empresas para se trabalhar do interior do estado de São Paulo.

O empresário Ederson Muffato na concorrida inauguração do Max Atacadista, o terceiro empreendimento do grupo na cidade

A família Munhoz inaugura nesta sexta-feira (dia 13) a primeira unidade do posto Monte Carlo na cidade de Ribeirão Preto, mais exatamente na avenida Presidente Vargas. Daquele jeito: presenteando os novos clientes com picanha importada e cachaça Cabaré. Sérgio e Ana Paula Mussi guimarães, elegantes, na formatura do filho Victor

PESADO

Os jornais europeus batem pesado em Neymar. O Sunday Times, de Londres, disse que o jogador é “repulsivo e um insulto à integridade do esporte”.

ENCERRANDO

A doceria DiCaroli está encerrando suas atividades no bonito espaço que ocupava, na avenida Nadima Damha. A empresária Ana Paula Carnicer assumiu o comando da conveniência do posto BR Mania na avenida JK, onde levará muitas delícias lançadas na DiCaroli.

*A pesquisa reuniu 10 mil empresas em todo o mundo, abrangendo mais de 12 milhões de colaboradores em 53 países. O estudo é baseado na avaliação do nível de confiança dos funcionários em cinco dimensões: credibilidade, respeito, imparcialidade, orgulho e camaradagem.

DAQUELE JEITÃO...

LINE-UP DE PESO

A 27ª edição da Festa do Macário será neste sábado (dia 14), no Speed Park – Kartódromo Internacional de Birigui, às margens da rodovia Marechal Rondon. O evento com open bar premium conta com um line-up de peso: Cat Dealers, Gustavo Mota, ElekFantz, Royal Inc, On Fire Music (Bárbara Brunca e Taty Betin), Lothief, Cássio Yama e Dani Rocco.

9

Neide Gubolin Rocha no casamento do filho Edmarzinho com Nayara Faitarone

AME ENZO

*No dia 27 de julho, o bonito salão Casa Évora, em Mirassol, será palco do jantar beneficente em prol da campanha “Ame Enzo”. Os convites custam R$ 150 (individual) e R$ 250 (casal) e inclui jantar de alto nível, sobremesa e cerveja, refrigerante e água no sistema open bar. Para comprar basta ligar: 17 99273-2844. *A campanha “Ame Enzo” se espalhou pela internet e visa arrecadar fundos para o tratamento de Enzo, morador de Mirassol de seis meses diagnosticado com Atrofia Muscular Espinhal (AME). A doença é grave e pode ser fatal. Daí a comoção em torno do caso.


10

GAZETA DE RIO PRETO | 13 DE JULHO 2018

FREDERicO TEBAR frederico@gazetarp.com.br

Foto: Leandro Augusto

Edna Faitarone toda chique no papel de anfitriã no casório da filha Nayara com Edmar Rocha

Rodrigo e Karina Mara Rocha, padrinhos de Edmar e Nayara

thalita cunha, party-designer responsável pela elogiadíssima decoração do enlace de Edmar e Nayara

Ale Faitarone Neto na noite em que conduziu a irmã Nayara rumo ao altar da Redentora

A blogueira Brenda Pavanelli capricha no visual para o casamento que movimentou a society


Gazeta DE Rio pRETO | 13 de JULHO 2018

11


12

Gazeta DE Rio pRETO | 13 de JULHO 2018

gazeta indica

Óticas Diniz celebram aniversário em campanha com Fernanda Souza Apresentadora destaca promoção que vai dar 1 milhão de armações de graça aos consumidores

E

m julho, as Óticas Diniz – maior rede do varejo óptico do Brasil – completam 26 anos e prepararam uma campanha especial para a data. No filme, protagonizado por Fernanda Souza, a atriz e apresentadora comemora o aniversário da marca mostrando a ação promocional para o período. “Sem dúvida, é um marco para nós e nada mais justo do que festejá-lo com os nossos clientes. Eles são os verdadeiros responsáveis por termos chegado até aqui. Não à toa, o nosso conceito é ‘Pra Te Ver Bem’, já que estamos presentes em todos os momentos da vida deles e eles da nossa”, destaca Luciane Gomes, gerente de Marketing. Nos filmes de 30” e 15”, Fernanda Souza explica a ação “1 milhão de armações de graça para todo o Brasil”. O consumidor que escolher óculos de grau selecionados e sinalizados no balcão das mais de 1.000 lojas da rede paga somente as lentes, com valor mínimo de R$ 399 reais. O regulamento da ação está disponível no site www. oticasdiniz.com.br. Em São José do Rio Preto e região as franquias das Óticas Diniz tem o comando da empresária Vanessa Melo, que também faz de 2018 um ano de comemorações. “Estamos festejando 10 anos em Rio Preto por isso temos programado ações que beneficiam nossa clientela. Neste mês nossa loja Prime do Riopreto Shopping completa um ano e por isso lançamos uma promoção em que comprando óculos completo, presenteamos com óculos de sol da grife Atitude. Nossa missão é sempre surpreender esse cliente especial que tanto nos prestigia desde chegamos“, finaliza Vanessa.

Apresentadora Fernanda Souza

Inquérito faz show de lançamento no Sesc Rio Preto Na quinta-feira, 19 de julho, Inquérito se apresenta gratuitamente no Sesc Rio Preto com show do novo álbum, Tungstênio, o sexto na carreira do grupo e lançado em março.Fundado por Renan Inquérito e atuante desde 1999, Inquérito é reconhecido como um dos nomes mais longevos do rap feito no estado de São Paulo e mantém viva a cultura do Hip-Hop e da poesia marginal no interior. Com o novo álbum, atesta que ecletismo musical e audácia na métrica ainda são essenciais para fazer música relevante e transformadora. De cunho social e político, Tungstênio tem temas que variam entre educação, resiliência e autonomia. O álbum tem participações de nomes como Zeca Baleiro, Nicole, Tulipa Ruiz, Rashid, Diomedes Chinaski, além de participações internacionais como o português Luís Travassos, cantor/compositor de fado. Para este show em Rio Preto, Inquérito apresenta-se com Renan, Pop Black (backing vocals) e DJ Duh, na dinâmica clássica de MC, backing vocal e DJ, mais Gabriel Adorno (guitarra) e Marcelo Cruz (baixo).

Divulgação

Da Redação


GAZETA DE RIO PRETO | 13 DE JULHO 2018

13

CULTURA

A saideira do FIT RIO PRETO A 18ª edição internacional do Festival internacional de teatro de Rio Preto termina neste sábado, dia 14. Além de atrações no Graneleiro, há apresentações das obras “Chapeuzinho Vermelho”, “Preto”, “L’Après-Midi d’un Foehn Version 1”, “Entrelinhas”, “Chá das Almas Carbonizadas” e “Caliban – A Tempestade de Augusto Boal Tribo de Atuadores”. É preciso consultar a disponibilidade de ingressos no site fitriopreto.com.br.

Chapeuzinho Vermelho

Projeto Gompa e Rococó Produções | Porto alegre/RS A encenação propõe estética de teatro adulto ao mesmo tempo em que a fábula é pensada também para crianças. Uma história plena em imagens e sons gerados por meio da dança, da transformação cenográfica e da música. Dias: 13 e 14 de julho, às 15h Local: Teatro Municipal Paulo Moura

Chá das Almas Carbonizadas

Seriam Cômicos Cia. de Teatro | Rio Preto/SP A obra marca o aprofundamento da companhia na técnica do teatro verbatim, espécie de narrativa documental construída a partir das palavras exatas faladas por pessoas reais. Dia: 14 de julho, às 20h Local: Teatro Municipal Paulo Moura

Preto

Companhia brasileira de teatro | Curitiba /PR A montagem se articula a partir da fala pública de uma mulher negra, uma espécie de conferência sobre ques-

tões que incluem racismo, a realidade do negro e da negra no Brasil, hoje. O afeto e o diálogo, a maneira como lidamos com as diferenças e como cada um se vê numa sociedade marcada pela desigualdade. A peça é composta por uma série de tentativas de diálogos encenadas por Cássia Damasceno, Felipe Soares, Grace Passô, Nadja Naira, Renata Sorrah (em sua terceira peça com a companhia) e Rafael Lucas Bacelar. O músico Felipe Storino executa a trilha sonora ao vivo. Dias: 13 e 14 de julho, às 19h Local: Ginásio do Sesc

Entrelinhas

Coletivo Ponto Art | Salvador/BA O solo perpassa as violências psicológica, emocional e sexual contra a mulher para retratar como a voz feminina tem sido silenciada diante da força física, da mentalidade escravocrata e do comportamento machista dominador – mesmo com significativos avanços sociopolíticos aqui e ali. Dias: 13 e 14 de julho, às 21h30 Local: Teatro do Sesc

Caliban – A Tempestade de Augusto Boal Tribo de Atuadores

Ói Nóis Aqui Traveiz | Porto Alegre/RS Impulsionado pela idéia de que “somos todos Caliban”, o grupo gaúcho que há 40 anos conjuga alegria e indignação no teatro de rua encena criticamente a onda conservadora em curso na América Latina atualmente. Vide o forte retrocesso que o Brasil enfrenta nos direitos sociais. Boal (1931-2009) escreveu a versão da obra de Shakespeare no exílio, em 1974. Dia: 13, às 16h, Praça Dom José Marcondes (Calçadão) Dia: 14, às 19h, na Praça Frei Duarte (Parque Estoril)

L’Après-Midi d’un Foehn Version 1

Compagnie Non Nova | França Qual o tempo de vida de uma sacola de plástico? Da gênese em poliestireno de petróleo até ser descartada? A narrativa imagética consiste na viagem de uma pequena e anônima sacola, entre tantas outras, rumo à eternidade sem deterioração. Dias: 13 e 14 de julho, às 15h, 17h e 19h Local: Teatro Municipal Humberto Sinibaldi Neto


14

GAZETA DE RIO PRETO | 13 DE JULHO 2018

ESPORtE

GIRO ESPORTIVO

henrique@assessiva.com.br

Por Henrique Fernandes

Basquete do América treina

CAMPEÃO EM LONDRINA

forte para disputa dos

O tenista Natan Rodrigues, do centro de treinamento Alves & Oliveira Tennis/Instituto Thiago Alves, ficou com o título do ITF 18 anos ao bater no último sábado, dia 7, Diego Riviere, por 2 sets a 0, parciais de 6/4 6/2, no ITF 18 anos, em Londrina. Também em Londrina, Isadora Fares, pela categoria 12 anos, ficou com o vice. Na final, ela perdeu para Sofia Cohen, por 6/1 6/2.

Regionais e do Paulistão O técnico Manella espera ganhar ritmo com os reforços que estão chegando

AINDA NO TÊNIS

Por Henrique Fernandes

A

Léo Roveroni/Assessiva

equipe de basquete masculino do América EC/Unirp/Rodobens/Smel/3M está se preparando para os Jogos Regionais 2018. O time vem treinando duro, todos os dias, e espera ganhar ritmo com os reforços que estão chegando. O técnico Marininho Manella afirma que poderá fazer ajustes na equipe antes do início dos Regionais. O comandante da equipe falou sobre a preparação. “Estamos treinando todos os dias em dois períodos para que os jogadores estejam na melhor forma possível, houve várias chegadas de atletas, então este número grande de treinos ajuda no entrosamento”, afirmou o técnico. A competição que será disputada na cidade de Votuporanga, entre os dias 17 a 29 de julho, tem grande importância para a equipe e por isso o time de Marininho faz uma preparação específica para a disputa. “O Regionais será o primeiro campeonato que iremos disputar no ano e por isso estamos pegando pesado nessa fase de preparação, vamos defender o título e queremos sair de lá novamente campeões”. Sobre a expectativa para a competição, o ala-pivô Ygor acredita na sua equipe. “As expectativas são as melhores sempre visando o melhor desempenho da equipe. E claro que todos nós acreditamos no título e vamos pra lá para poder trazer o caneco, essa é a meta”. O grupo da equipe de Rio Preto é composto por: Estrela D’Oeste e Santa Fé do Sul. As outras equipes da região são: Ilha Solteira, Cedral e Castilho do Grupo B e Votuporanga, Mirassol e Jales, do Grupo C. Além dos Regionais, o time de basquete do América irá disputar o Campeonato Paulista A-1 e por isso contou com alguns reforços para o elenco. Chegaram o pivô João Miguel, o ala-armador Felipe Taddei e o time conta com a volta do ala-pivô Ygor e o armador David Brito, além de alguns outros jogadores. A competição neste ano contará com equipes como Corinthians, Bauru, São José, Paulistano, Liga Sorocabana e outros clubes importantes do estado de São Paulo. David, que jogou pelo Botafogo-RJ e alguns outros clubes do Rio de Janeiro, fala sobre a sua chegada. “A minha adaptação à equipe e a cidade está sendo muito boa, fui muito bem recebido pela equipe e pela comissão. A cidade é muito boa e tranquila, estou gostando bastante, será uma ótima experiência”. O armador fala também

Também nesta semana, em Londres, no tradicional torneio de Wimbledon, Mateus Alves estreou pela chave principal de simples e duplas. O atleta acabou não avançando. E vários tenistas do centro de treinamento Alves & Oliveira Tennis/Instituto Thiago Alves disputaram nesta semana o ITF Juniors de Curitiba. O técnico Edvaldo Oliveira acompanhou os atletas na competição.

da expectativa para o início do Campeonato Paulista. “Estamos treinando forte para a competir de igual para igual com os grandes. O Paulista está bem forte a cada ano, mas estamos focados para fazermos nosso melhor durante a competição”, afirmou o jogador. (Colaborou Léo Roveroni)

Confira os jogos do América no Paulistão:

28/07 – 17 horas - América/Unirp/Smel/3M x Bauru 03/08 – 20 horas - São José x América/Unirp/Smel/3M 04/08 – 20 horas –Mogi das Cruzes x América/Unirp/ Smel/3M 08/08 – 19h30 - América/Unirp/Smel/3M x Paulistano 11/08 – 17 horas - América/Unirp/Smel/3M x Osasco 14/08 – 20h10 – Sesi/Franca x América/Unirp/Smel/3M 16/08 – 20 horas – Corinthians x América/Unirp/ Smel/3M 17/08 – 19h30 - Pinheiros x América/Unirp/Smel/3M 22/08 – 19H30 - América/Unirp/Smel/3M x Liga Sorocabana 24/08 – 19h30 – Bauru x América/Unirp/Smel/3M 28/08 – 19h30 – Osasco x América/Unirp/Smel/3M 29/08 – 19h30 – Paulistano x América/Unirp/Smel/3M 01/09 – 17 horas - América/Unirp/Smel/3M x Pinheiros 08/09 – 17 horas - América/Unirp/Smel/3M x Corinthians 12/09 – 19h30 - América/Unirp/Smel/3M x Sesi/Franca 15/09 – 19 horas – Liga Sorocabana x América/Unirp/ Smel/3M 20/09 – 19h30 - América/Unirp/Smel/3M x Mogi das Cruzes 22/09 – 17 horas - América/Unirp/Smel/3M x São José

EM INTERLAGOS

Os alunos Marcelo Aquino e Aline Simões, da Briani Assessoria Esportiva, de Rio Preto, disputaram no último domingo (08) a Bike Series 3 horas, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. Foram três horas pedalando no circuito de Interlagos e voltaram para casa com bons resultados. Aquino ficou em segundo lugar na sua categoria e Aline faturou o quarto lugar na categoria elite. A próxima etapa da competição será no dia 25 de agosto, no Autódromo Velo Città, em Mogi-Guaçu/SP.

NA FINAL

Em sua primeira participação na SPFL, o Rio Preto Weilers fez uma campanha irretocável na fase regular e nas semifinais, derrotou o Corinthians Steamrollers por 21 a 06, no último domingo (08), em Santo André, garantindo a classificação para o Sampa Bowl. Agora, a final do Troféu Bes SPFL 2018 terá dois invictos frente a frente no dia 22 de julho no Estádio Bruno José Daniel: Portuguesa e Rio Preto Weilers.

BOA TEMPORADA

O atacante Guilherme Dellatorre está vivendo uma bela fase em sua carreira. Ex-jogador do Inter, Porto e do Atlético-PR, o jovem que se destacou para o futebol nacional ao ser o artilheiro da Copa São Paulo, em 2011, defendendo o Desportivo Brasil, atua desde o ano passado no Apoel, do Chipre. A sua equipe foi campeã nacional neste ano, com belas atuações de Dellatorre, e conquistou vaga na Liga dos Campeões. Na semana passada, Dellatorre marcou os quatro gols na goleada do seu time contra o Ermis Aradippou FC em partida amistosa. Um deles, um golaço, antes do meio-campo. O atleta se prepara agora para um duelo importante. Na próxima semana, o Apoel encara o Sūduva, da Lituânia, no jogo de volta dos playoffs da Liga dos Campeões.


GAZETA DE RIO PRETO | 13 DE JULHO 2018

TURISMO

tURiSMO

NÃO DEU PRA IR PARA A DISNEY EM OUTUBRO? VEJA NOSSA SUPER PROMOÇÃO PARA DEZEMBRO

15


16

Gazeta DE Rio pRETO | 13 de JULHO 2018

Gazeta de Rio Preto - 13/07/2018  

A Gazeta de Rio Preto configura-se como um dos mais fortes veículos impressos do Noroeste Paulista. Está embasada num projeto de grande circ...

Gazeta de Rio Preto - 13/07/2018  

A Gazeta de Rio Preto configura-se como um dos mais fortes veículos impressos do Noroeste Paulista. Está embasada num projeto de grande circ...

Advertisement