Issuu on Google+

Grátis

Ano 16 - Edição 796 - 17 de Fevereiro 2017 - Tiragem: 15.000 exemplares

ARTIGO

Estamos pagando a conta, e com vidas Pág. 2

SOCIAL LIGHT

BERÇOS DO AEDES

Uma a cada quatro casas vistoriadas em Rio Preto pelos agentes da Secretaria da Saúde tem criadouro do mosquito espalhados pelos ambientes Pág. 3

Maria Fernanda Carvalho Pág. 7

Divulgação

EM NOME DO FIT

COLUNA SOCIAL

O prefeito de Rio Preto, Edinho Araújo (PMDB), viaja até Brasília e pede socorro ao ministro da Cultura, Roberto Freire, para realizar a 17ª edição do Festival Internacional de Rio Preto, o FIT. Uma das promessas de campanha eleitoral do chefe do Executivo foi resgatar a tradição e o sucesso do festival rio-pretense que viveu à míngua no governo de Valdomiro Lopes Pág. 5 Frederico Tebar e a badalação da sociedade Págs. 8, 9 e 10

POLÍTICA

Vereadora sanitário na UBS Central de Rio Preto Pág. 3 quer proibir atuação de carroceiros

Rio Preto busca pontos na estrada do Paulistão

Foto: Alex Pelicer/Gazeta de Rio Preto

ESPORTE

Aposentado encontra feto em vaso

Pág. 4

GERAL

Lei que restringe som alto é

regulamentada Pág. 6

Pág. 14

Leia mais no portal www.gazetaderiopreto.com.br

Sugestões de reportagens 17 99663-4151

L


Divulgação

2

GAZETA DE RIO PRETO | 17 DE FEVEREIRO 2017

Editorial

SOBE...

Prefeitura reabre inscrições para interessados em casas do Vida Nova Dignidade

DESCE...

Secretaria de Saúde confirma primeiro caso do vírus H3N2 em Catanduva

Estamos pagando a conta, e com vidas

DIREITO À CULTURA

EXPEDIENTE O jornal Gazeta de Rio Preto é distribuído gratuitamente em 400 pontos fixos e também em semáforos de grande fluxo nas principais avenidas de São José do Rio Preto.

Redação, Comercial e Administração

Rua Antônio de Godoy, 3822 Redentora. CEP 15015-100 Redação: 17 3231-3646 Comercial: 17 3353-9780 E-mail: cidades@gazetarp.com.br Diretora executiva Haydeé Tebar Mardegan Editor Luciano Moura

Redação Frederico Tebar, Ademir Terradas, Henrique Fernandes e Alex Pelicer Fotografia Nathália Uzum Articulistas Lucila Papacosta Conte Wilson Romano Calil Departamento financeiro Fátima Assaf Projeto Gráfico - Editoração Marcelo Arede Portal Priscila Silva - Sailor Web

Artigos assinados representam opiniões dos seus autores. “Não Jogue este impresso em vias públicas.”

Foto: Divulgação

O Festival Internacional de Teatro, o FIT, não é mais o mesmo, e já faz algum tempo. Basta conversar por alguns minutos com atores ou rio-pretenses amantes de artes cênicas para ouvir lamentos e narrações nostálgicas de festivais que ficaram no passado. Em que pese aquela velha história de o novo prefeito desdenhar daquilo que foi deixado pelo antecessor – aliás, essa é a principal acusação contra o ex-prefeito Valdomiro Lopes quando o assunto é o FIT – a população de Rio Preto merece um megafestival, independentemente da coloração partidária de quem comanda a Prefeitura. O cidadão brasileiro e, claro, por extensão o rio-pretense é exímio pagador de impostos. Sabe que o faz a contragosto e que pouco recebe em troca do que oferta. Justamente por isso, há de se pensar no direito constitucional à cultura e que essa seja, sobretudo, diversificada. Rio Preto merece receber companhias teatrais dos diferentes continentes, cada uma com sua proposta, visão artística e releitura do cotidiano. Baseada no real ou puramente ficcional, cada história contada no teatro agrega valor ao público que a assiste. Algumas dessas impressões podem durar para o resto da vida. Cultura de qualidade e acessível é um ingrediente fundamental para que uma sociedade evolua de maneira igualitária. É preciso questionar, provocar e exibir, atividades que o teatro faz como nenhuma outra expressão artística. Sobram saudades daqueles anos em que a proximidade do FIT gerava expectativa em toda a população. Do casal esperando a primeira oportunidade de estar junto diante de um espetáculo aos alunos que, em excursão, visitavam as peças alternativas montadas em espaços públicos, muitas vezes nada convencionais. Espetáculo de qualidade e gratuito é o mínimo que a cidade tem que oferecer aos seus moradores para que tenha início à verdadeira construção de uma sociedade mais crítica e participativa. Governo que investe em cultura não tem medo de ser avaliado pelo cidadão, tampouco do amadurecimento da democracia. Sabe que investir em eventos como o FIT é investir no futuro da cidade. Se o dinheiro minguou, faz bem o prefeito em buscar alternativas em Brasília. Mas ainda que a verba federal não venha é fundamental investir até o limite da responsabilidade entendendo que cultura não é nem jamais será um gasto, antes disso, é um dos melhores investimentos.

N

ão bastasse a dengue, zika, chikungunya, vemos um novo surto impactar a população. A febre amarela silvestre retorna após 37 anos sem registros tão altos de mortes. O Ministério da Saúde vê o caos nos hospitais e executa medidas de urgência para controle e a intensificação da vacinação. Daí me pergunto: como uma doença controlada há décadas aparece de forma tão abrupta? Respondo: incompetência e falta de gestão. Em uma entrevista à imprensa, o pesquisador sanitarista Cláudio Maierovitch afirma que um plano de contingência já estava pronto desde o início do ano passado. Mas, mesmo com o diagnóstico, as chamadas medidas preventivas da febre amarela foram adotadas tardiamente. A falta de uma visão sistêmica do Ministério da Saúde para os problemas que não estão na lista de prioridades fica evidente neste caso e em tantos outros. Além do mais, mortes inexplicadas de macacos nas regiões afetadas já haviam sido registradas desde 2014. O Ministério desdobra os planos e destina recursos para os Estados e municípios, que já estão trabalhando no limite e acabam por priorizar os atendimentos de emergência. Ou seja, o esforço é para apagar e controlar o incêndio e não para o prevenir. Por que só agimos depois que os problemas se agravam? A falta de profissionalização é, no meu entender, um dos principais problemas da gestão pública no Brasil. Ora, Ministérios e Secretarias de Saúdes Estaduais e Municipais lidam diretamente com a população e, sem não bastasse, com as suas vidas. Não seria o caso de realizar um processo de recrutamento e seleção de profissionais da saúde para ocupar os cargos de Ministro e Secretários, ao invés da indicação partidária ou convite do presidente? A condição sine qua non não deveria ser um profissional competente da área, preferencialmente sem filiação partidária e sem atuação política pregressa? Ser político não qualifica um bom gestor. Vale lembrar que o ministro da saúde, Ricardo Barros, não é médico. E a politização não é só dos ministérios, mas de toda a cadeia de valor da gestão pública. A forma como estamos conduzindo nossos processos afeta a credibilidade do País mundo afora. Será que depois de vivenciar o que aconteceu nos últimos dez anos, o Presidente Temer ainda não percebeu que esta política anacrônica, paroquial e leiloeira já não funciona mais? Outro fato importante. Pesquisadores analisam as causas do surto de febre amarela, que tem maior incidência em Minas Gerais. Nada está confirmado, mas o crime ambiental cometido em 2015 com o rompimento da barragem de Mariana é uma das teses. O incidente trouxe impactos irreparáveis na biodiversidade. Seria uma resposta da mãe natureza pelos erros cometidos? Se os Ministérios do Meio Ambiente e da Saúde trabalhassem de forma sistêmica e colaborativa, não deveriam ter investigado, proativamente, os possíveis desdobramentos? A indignação é propositiva, pois, no final, como em todos os últimos eventos, somos nós que pagamos a conta e, nesse caso, com vidas. Ou isso pouco importa? Jairo Martins é presidente executivo da FNQ


GAZETA DE RIO PRETO | 17 DE FEVEREIRO 2017

3

CIDADES Foto: Alex Pelicer/Gazeta de Rio Preto

cidades@gazetarp.com.br

Uma em cada quatro casas tem criadouro do Aedes O secretário de Saúde de Rio Preto, Eleuses Paiva, durante coletiva à imprensa

Outro problema encontrado em Rio Preto durante as visitas dos agentes de endemias está relacionado à quantidade de casas fechadas Por Alex Pelicer

E

m Rio Preto, uma em cada quatro casas vistoriadas pelos agentes de endemias tem focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da febre amarela, dengue, chikungunya e zika vírus. Esse número alarmante foi divulgado pelo secretário de Saúde de Rio Preto, Eleuses Paiva, durante coletiva à imprensa. Outro problema encontrado é o número de imóveis fechados, que impedem o trabalho de inspeção. Para o secretário de saúde, os moradores erram ao esperar o avanço de uma doença para agir. “Desde o primeiro dia de governo falei com o prefeito Edinho que teríamos de fazer a nossa lição de casa, que é a limpeza da cidade. Colocamos nossos agentes nas ruas para envolver a sociedade e também conscientizá-la no combate ao Aedes. Um erro histórico a meu ver é agir somente na crise. É sempre assim, no período de chuvas todo mundo fica preocupado com o Aedes e depois esquece. Isso não pode acontecer”, afirma. De janeiro até o começo da semana, agentes de endemias visitaram em Rio Preto cerca de 154.288 imóveis. “Fazemos visitas de casa em casas procurando focos. O que nos preocupa, e muito, é que deste total de residências visitadas em pouco mais de 56 mil não foi possível entrar por estarem fechadas. Para sanar este problema começamos a fazer mutirões aos finais de semana para encontrarmos as pessoas que trabalham e ficam fora du-

rante a semana”, explica o secretário municipal de Saúde. Em relação aos imóveis que estão fechados – aluguel ou venda –, Paiva afirma que pretende se reunir com as imobiliárias e traçar uma nova estratégia. “Ainda estamos estudando essa estratégia que é uma reunião com estes estabelecimentos e verificar bairro a bairro quais imóveis estão na responsabilidade deles. Assim podemos elaborar um trabalho de inspeção nestas casas”, afirma. Segundo a Secretária de Saúde, mesmo com toda essa mobilização houve recusas de 1.202 proprietários de imóveis que não permitiram a entrada dos agentes. “O número pode ser maior, porque só registramos recusas quando a pessoa não autoriza a entrada. Existem aqueles que acabam ficando dentro do imóvel e não nos atende, neste caso registramos como imóvel fechado” explica o secretário. “Tenho ido pessoalmente aos mutirões e sabe o que me choca? É grande o número de criadouros mesmo com todas as informações passadas ano a ano. Sempre os mesmos discursos de cuidados e prevenção. Uma em cada quatro casa visitada tem foco do Aedes. Volto a dizer, temos que fazer a lição de casa. Estamos mobilizando várias secretárias, fazendo mutirões, limpando terrenos. Podemos fazer tudo o que for possível por nossa parte, mas se não houver colaboração por parte da população não vamos ter avanço”, alerta o secretário de Saúde.

Velhos problemas Segundo a Secretária de Saúde, os “berços” do Aedes ainda são os pneus. O segundo maior vilão são garrafas com gargalo virado para cima e acúmulos de água no fundo. “Os moradores tentam justificar que é só um buraquinho pequeno a boca da garrafa, aí quando olhamos dentro está cheio de larvas do Aedes”, conta Paiva.

Pratos em vasos de plantas sem areia, reservatórios atrás de geladeiras e calhas entupidas também aparecem na lista extensa de criadouros. “Nos vasos com planta basta alguns centímetros de areia e naqueles reservatórios de água atrás da geladeira, cinco gotinhas de detergente já resolvem. São coisas que sempre estamos explicando e ainda sim são a população não contribui”.

NA UBS CENTRAL

FETO É ENCONTRADO EM VASO SANITÁRIO Em Rio Preto, um aposentado de 65 anos encontrou um feto de aproximadamente 7 meses ainda envolto na placenta, em um vaso sanitário, na tarde de quinta-feira, dia 16, na Unidade Básica de Saúde (UBS) Central. O aposentado tirou o feto do vaso e chamou uma equipe do Samu. Médicos tentaram reanimar o bebê, que não resistiu. A Polícia Civil vai investigar o caso registrado como infanticídio. Uma testemunha disse aos policiais que viu uma mulher saindo do banheiro minutos antes do aposentado encontrar o feto. Até o fechamento desta edição, a mulher não tinha sido identificada pela polícia.

RECLAMAÇÕES

PROCON RIO PRETO FAZ MUTIRÃO PARA CONCILIAÇÃO

O Procon de Rio Preto encontrou uma forma criativa de buscar solução para o grande número de queixas que os consumidores apresentam. As empresas alvo do maior número de reclamações foram convocadas para um mutirão na sede do órgão. Funcionários do Procon e da empresa darão plantão nesta sexta-feira, durante todo o dia, para tentar um entendimento com os consumidores. Outros mutirões serão feitos nas próximas semanas. O Procon fica na Silva Jardim, 3.122, no Centro.

RIO PRETO

JOVEM BRIGA COM A MÃE E COLOCA FOGO NA COZINHA

Um jovem de 19 anos responderá pelos crimes de violência doméstica e dano qualificado após incendiar a cozinha da própria casa na noite de quarta-feira, dia 15, no Jardim Arroyo, em Rio Preto. Segundo o boletim de ocorrência, J.C.L. de 19 anos, teria ficado irritado quando chegou em casa e percebeu que a mãe tinha ido à igreja e não deixou o jantar pronto. Quando a dona de casa retornou, ela e o filho tiveram uma discussão. Transtornado, o rapaz ateou fogo na cozinha. As chamas atingiram também a lavanderia. O Corpo de Bombeiros foi chamado e controlou o fogo. Ninguém ficou ferido.

TRÂNSITO LOCAL

OBRAS NOS CORREDORES DE ÔNIBUS INTERDITAM RUAS

Os motoristas deverão redobrar a atenção em alguns trechos de Rio Preto. Várias ruas sofrerão interdições, a partir desta segunda-feira, dia 20, por causa de obras dos corredores de ônibus. São elas: rua João Mesquita – entre a rua Campos Sales até a Fritz Jacobs (meia pista); avenida Elias Tarraf – entre as ruas Alexandre Marini e a Antônio Antunes Jr. (meia pista); avenida Mirassolândia – na esquina da avenida Paraná (apenas um trecho); avenida Mirassolândia – na esquina da rua Salvador da Bahia (apenas um trecho); avenida Mirassolândia – na esquina da rua Ângelo Micucci (apenas um trecho); avenida Mirassolândia – na esquina da rua Nhandeara (apenas um trecho) e avenida Mirassolândia – na esquina da rua Manoel Moreno (apenas um trecho)


4

GAZETA DE RIO PRETO | 17 DE FEVEREIRO 2017

POLÍTICA cidades@gazetarp.com.br

Vereadora quer proibir atuação de carroceiros Claudia de Giuli afirma que antes é preciso oferecer alternativas aos profissionais que atuam na área Uma atividade profissional que atravessou os séculos pode estar prestes a se extinguir em Rio Preto. Isso porque, cada vez mais, as associações de proteção animal questionam o poder público, pedindo uma atitude enérgica diante das denúncias de maus-tratos sofridos por cavalos, éguas, burros e mulas utilizados para fazer os chamados “carretos”. Eleita majoritariamente por pessoas ligadas à causa animal, a vereadora Claudia de Giuli (PMB) protocolou dois requerimentos solicitando informações da Prefeitura sobre o andamento dos processos de cadastro e treinamento de carroceiros que atuam na cidade. A capacitação e o registro estão previstos em lei municipal de 2003, de autoria de Nilson Silva, que visava regulamentar a atividade e coibir maus-tratos. “Antes de propor a lei, preciso saber da situação atual. Se existem pais de família se sustentando com essa atividade, teremos de criar alternativas profissionais a essas pessoas antes de proibir”, justificou a vereadora. Ela reconhece, no entanto, que a maioria dos profissionais da área não procuram se cadastrar e não cumprem o que manda a lei. “De acordo com a

Legislação, os carroceiros cadastrados devem levar os animais até o Centro de Zoonoses a cada quatro meses para que eles sejam examinados, mas a gente sabe que a maior parte não segue essa determinação”, afirma. O objetivo da avaliação veterinária é identificar todo tipo de maus-tratos como agressões, alimentação inadequada ou insuficiente, exaustão física e ausência de equipamentos para evitar os ferimentos causados pelo atrito entre a carroça e o corpo do animal. Claudia disse à Gazeta que vai começar a ouvir os colegas de mandato para avaliar a probabilidade de a matéria ser aprovada no Plenário da Câmara. “Tenho que falar com cada um. Não tenho ideia do que eles pensam a esse respeito, mas creio que todos se preocupam com a saúde dos animais. Além disso, não vamos gerar desemprego, queremos antes oferecer outras atividades para essas pessoas.” Ela afirma ainda que não definiu uma data para a apresentação do projeto de lei, mas adianta que pretende “manter o debate até que o assunto seja deliberado na Casa”.

Rojões A vereadora também apresentou, no início da semana, projeto de lei complementar que proíbe a utilização de fogos de artifício barulhentos, como rojões, baterias de tiros e morteiros. A justificativa, segundo ela, é de que o ruído excessivo prejudica a audição de animais domésticos, principalmente cães, que tem maior sensibilidade ao som alto. “A lei não vai proteger apenas os animais. Muita gente não gosta dos rojões barulhentos. Quem tem filho pequeno, por exemplo. Sem falar que os acidentes com esse tipo de fogos de artifício são recorrentes”, afirma. Ela explica que a lei não se aplica aos shows pirotécnicos com fogos coloridos. “Quero mais é que esse tipo de fogos (coloridos) seja mais usados. São lindos de se ver e não agride ninguém” A proposta aguarda parecer da Comissão de Redação e Justiça para, se aprovado na CRJ, ir à votação no Plenário da Casa.

Foto: Alex Pelicer/Gazeta de Rio Preto

A vereadora Claudia de Giuli (PMB) durante sessão na Câmara de Rio Preto


GAZETA DE RIO PRETO | 17 DE FEVEREIRO 2017

5

GIRO POLÍTICO Foto: Divulgação/Prefeitura

Edinho durante reunião em Brasília com o ministro da Cultura, Roberto Freire, a quem pediu apoio para a realização do FIT

Por Ademir Terradas

PISANDO...

Inseguro sobre o tamanho do apoio que tem atualmente na Câmara, o governo de Edinho Araújo (PMDB) vem postergando a votação dos dois primeiros projetos de autoria da atual gestão já entregues aos parlamentares. A princípio, a ideia era convocar uma sessão extra em janeiro. Não rolou. Cogitou-se, então, pedir a votação em urgência na semana passada. Mais uma vez, faltou apoio na Casa. Agora, virou missão do presidente do Legislativo e colega de partido do prefeito, Jean Charles, (foto) identificar “o momento mais adequado” para apresentar as propostas.

...EM OVOS

Para salvar FIT, Edinho recorre a Brasília Segundo o prefeito de Rio Preto, festival precisa ‘voltar a ser um dos maiores do país’

Por Ademir Terradas Rearejar o FIT (Festival Internacional de Rio Preto) e devolver ao evento a relevância que fez da cidade referência em arte cênica no Brasil durante a primeira década deste século. Essa foi uma das principais promessas de campanha do prefeito Edinho Araújo (PMDB) e a grande aposta para atrair os votos dos artistas, assim como dos apreciadores de teatro. Porém, o primeiro ano de mandato é também de crise econômica generalizada em todo o país e a queda de receita, realidade amargada pela administração desde o primeiro dia de gestão. Diante disso, restou ao prefeito pedir socorro em Brasília. O chefe do Executivo se reuniu na quinta-feira, 16, com o ministro da Cultura, Roberto Freire, a quem pediu apoio para a realização do festival. Apesar da proximidade política entre eles, Edinho deixou o gabinete do ministro sem que nenhum valor em dinheiro da União fosse empenhado para ao FIT. Teve de se contentar com a promessa de que a proposta será analisada. “O projeto será avaliado e vamos definir qual é a melhor forma de ajudarmos a viabilizá-lo”, afirmou Freire. Segundo a assessoria da Prefeitura, Edinho infor-

mou ao ministro que a 17ª edição do festival rio-pretense será realizada na segunda quinzena de julho e que vai contar também, como acontece anualmente, com a parceria do Sesc. “Destaquei ao ministro Roberto Freire que o apoio do governo federal será fundamental para que o FIT volte a ser um dos mais importantes do país”, disse o prefeito.

ENTREGA OFICIAL

O ministro da Cultura ressaltou também, segundo a assessoria, a disposição da pasta em contribuir para a execução de projetos culturais de Rio Preto. Outra prioridade é a entrega oficial do CEU (Centro de Artes e Esportes Unificado) – obra do PAC que fica no bairro Nova Esperança, zona norte de Rio Preto e está praticamente concluída. Freire afirmou que o ministério dará o apoio necessário para que o CEU seja entregue o mais rápido possível à comunidade envolvida. “Vamos procurar fazer um convênio. O que tivermos de acervo de filmes, por exemplo, iremos disponibilizar à Prefeitura”, disse.

O grupo de oposição, liderado por Paulo Pauléra (PP) e Fábio Marcondes (PR), já mandou o recado ao secretário de Governo Jair Moretti – interlocutor do prefeito junto à Câmara – que as aprovações só sairão se as negociações ocorrerem em igualdade de condições. Os dois projetos criam nove cargos comissionados; as diretorias de Bem-Estar Animal e de Acessibilidade e Mobilidade; além de três divisões na Defesa Civil. O impacto financeiro previsto é de aproximadamente meio milhão de reais por ano.

NOVELA

Edinho nomeou nesta semana José Villanova como diretor do Mercado Municipal. Professor na Faculdade D. Pedro II desde 1993, ele é formado em desenho e artes gráficas pela Escola Nacional de Belas Artes, no Rio de Janeiro. Terá a oportunidade de dar um capítulo final à novela da restauração do prédio histórico – promessa renovada pela nova gestão.

FÔLEGO

A Secretaria da Fazenda de Rio Preto comemora o sucesso do desconto oferecido para o pagamento em parcela única do IPTU 2017. Isso porque 64,7 mil contribuintes (30,2% do total) decidiram se livrar do débito de uma vez só. O montante – que ficou dentro da meta do governo – ajudará a desafogar o caixa que, como o próprio prefeito vinha divulgando, foi recebido do antecessor “bem magrinho”.

ENXUGA

Justamente por isso, a torneira do Executivo andava seca, tanto que cargos comissionados estão sendo mantidos vagos em diversas secretárias com o intuito de poupar os cofres públicos. As horas-extras também foram cortadas por tempo indeterminado.

NA BRONCA

O deputado estadual João Paulo Rillo (PT) anda insatisfeito com a bancada petista na Assembleia Legislativa. O rio-pretense estaria sendo boicotado pelos colegas de legenda por ter se recusado a compor acordo da oposição com o governo Alckmin em troca de emendas ao orçamento. Rillo cogita até a possibilidade de deixar a sigla – a única que integrou em toda a sua vida política.


6

GAZETA DE RIO PRETO | 17 DE FEVEREIRO 2017

GERAL

“Conversando

Anthônia”

cidades@gazetarp.com.br

Por Lucila Papacosta Conte

Foto: Divulgação

Quem estiver com som alto poderá ser multado em R$ 1 mil. Em caso de reincidência no período de 30 dias, o montante pode ser quadruplicado

Lei que restringe som alto é regulamentada A PM fica responsável por fiscalizar e realizar o auto de infração e a notificação de multa, além de também julgar recursos interpostos pelos infratores Da Redação O governador Geraldo Alckmin regulamentou na quinta-feira, dia 16, a Lei nº 16.049/2015, que restringe ruídos causados por aparelhos de som instalados em veículos estacionados em vias públicas ou calçadas particulares. A PM fica responsável por fiscalizar e realizar o auto de infração e a notificação de multa, além de também julgar recursos interpostos pelos infratores. A íntegra da regulamentação será publicada na edição de sexta-feira, dia 17, do Diário Oficial do Estado. Os limites de intensidade de emissão de ruídos sonoros têm como parâmetro a Resolução do Conselho Nacional de Trânsito – Contran nº 624/2016, que não exige mais utilização de aparelhos de medição para constatação do ruído excessivo, bastando a constatação pela fiscalização da existência de som audível pelo lado externo, que perturbe o sossego público. A apreensão provisória do veículo, na hipótese de descumprimento à ordem de redução do volume sonoro, somente será adotada quando não for possível a retirada do aparelho de som nele instalado sem provocar danos ao veículo ou ao equipamento. Será emitido o Comprovante de Recolhimento e de Remoção – CRR, disponibilizado pelo Departamento Estadual de Trânsito – Detran/SP, notificando-se, sempre que possível, o proprietário ou condutor, no ato da apreensão, ficando sob custódia do Detran/SP, que realizará a cobrança das despesas de remoção e estadia. Quando houver possibilidade da retirada do aparelho de som, será apreendido provisoriamente pela autoridade policial e emitido o Auto de Apreensão Provisória (AAP) e, da mesma forma, notificando-se, sempre que possível, o proprietário ou possuidor, no ato da apreensão. No AAP constará, além das características do aparelho de som, o endereço e o horário de atendimento da ocorrência. O proprietário será multado em R$ 1 mil. Em caso de reincidência no período de 30 dias, o montante pode ser quadruplicado.

Sobre a Defesa

No prazo de 30 dias, o proprietário poderá apresentar defesa do Auto de Infração à PM, cabendo um único recurso à instância superior, que será apreciado no prazo de até 30 dias.

ALGORITMOS

“... SÉRIE METÓDICA DE PASSOS QUE PODE SER UTILIZADA PARA A RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS E TOMADA DE DECISÕES.” Já ouvimos dizer que em nós existe uma “ multidão” de vozes. É frequente que conversemos com ideias opostas no mesmo dia; muitas vezes, em poucos minutos, mudamos de opinião. Isso pode nos levar aos consultórios dos psiquiatras e por serem estranhas e desconfortáveis tais oscilações, de tempo em tempo, buscamos medicamentos para aplacar tal polifonia. Amáveis leitores, não se assustem. Estou escrevendo isso para introduzir partes importantes de dois livros: HOMO DEUS de Harari e AMOR LÍQUIDO de Bauman – duas vozes importantes que se avultaram em considerações sobre o tempo em que vivemos. Escrevem enquanto vivem e sentem os impactos dos acontecimentos. Bauman, sociólogo polonês, morreu aos 91 anos, no início deste ano e deixa obra extraordinária, pois viveu registrando com erudição e sensibilidade aguçada a “modernidade líquida” e a fragilidade dos laços humanos e a “ cegueira moral” que se instaura na vida organizada para consumo. Harari, professor de História na Universidade Hebraica de Jerusalém, com apenas 40 anos, publicado em 35 países consegue além de escrever uma breve história da humanidade em seu best-seller SAPIENS, continuar a nos incentivar para que, ao compreendermos sua visão de mundo com recém lançado no Brasil: HOMO DEUS, possamos repensar nossas certezas e, principalmente a ideia de que estamos agindo por vontade própria. São muitas informações que podem ser preciosas para nos auxiliar na compreensão desse emaranhado universo de notícias e de “mandamentos” diferentes e divergentes, que chegam até nós como avalanches. Dados que iremos acrescentar aos que cada um de nós já tem e com eles continuarmos a religião do momento, segundo Harari: DATAÍSMO. Caríssimos leitores, não será possível explicar apenas neste espaço o que significam termos como esse – pois para que aconteça o entendimento cada um precisará ler e pesquisar sobre o que seja algo tão simples como os ALGORITMOS. Não estou divagando, podem acreditar em mim! Os textos que estou sugerindo com pequenas doses de “provocações” são relevantes para todos nós e podem nos defender assim como vacinas contra doenças provocadas por picadas de mosquitos transmissores de vírus. Um dos raciocínios desenvolvidos por Bauman chega a nos assustar se não o considerarmos como algoritmo dos reality shows: “a vida é um jogo duro para pessoas duras. Cada jogo começa do zero, méritos passados não contam, você tem tanto valor quanto os resultados de seu último duelo.” Em nossas relações afetivas deixamos de lado tanta frieza, pois, felizmente, ainda não se conseguiu formatar um padrão de comportamentos finitos para sentimento tão infinito e grandioso como o amor. Para aplicações nas bolsas de valores, para se encontrar um organizador de festas ou de armários tudo bem, valem as tabelas e os protocolos. Para se receber convidados para um jantar também vale a “pequena ética” – mas, sem o brilho nos olhos certamente tudo ficará insosso e desumanizado. A inteligência artificial existe hoje e nós convivemos com sua autoridade em quase todos nossos instantes – haja vista as pesquisas constantes que fazemos no celular. Há dias, pedia desculpas por apenas dar parte dos significados de uma palavra a um grupo de amigos que estavam todos pesquisando com grande rapidez e sem nenhuma preocupação de ferir minha já pífia estima. Todos estavam preocupados com o resultado e a cada significado lido mais se engrandeciam. Fiquei perplexa por vivenciar tal comportamento. Seguiam à risca o padrão estabelecido hoje em todo o mundo civilizado. Uma das afirmativas de Harari ao concluir HOMO DEUS precisou ser repensada naquele momento... frente ao grupo de amigos, tão especializados em pesquisas nas enciclopédias virtuais: será a vida APENAS um processamento de dados e a inteligência estará mesmo se desacoplando da consciência? Algoritmos não conscientes, mas altamente inteligentes poderão, em breve, nos conhecer melhor do que nós mesmos? Será possível responder com tranquilidade e segurança, prezados leitores, o que é mais valioso HOJE para nós: a inteligência ou a consciência? Lucila Papacosta Conte, escritora e mediadora de estudos literários e filosóficos na Casa das Flores. Anthônia, heterônimo de Lucila – nas Cartas de Anthônia lucila@gazetarp.com.br


GAZETA DE RIO PRETO | 17 DE FEVEREIRO 2017

SOCIAL - CULTURA - ENTRETENIMENTO

Foto: Arquivo

www.GAZETADERIOPRETO.com.br

Maria Fernanda Carvalho

Destaque para a bonita Maria Fernanda Carvalho, que comemora seu aniversário neste sábado (dia 18) reunindo 80 amigos no salão de festa do condomínio Quinta do Golfe, onde a família reside. O agito será temático: “Boteco da Maria”. Ela é filha do casal Elias e Dionéia Batista de Carvalho.

7


8

GAZETA DE RIO PRETO | 17 DE FEVEREIRO 2017

FREDERICO TEBAR frederico@gazetarp.com.br

Fotos: Nathália Uzum

À VENDA

*Já estão sendo vendidos os ingressos para o show da cantora Maria Gadu, dia 11 de março. O salão do Automóvel Clube será dividido em três setores: Pista (R$40 meia e R$80 inteira), Camarote Open Bar e Open Food (R$130) e Mesa com quatro lugares por R$600. *A venda pode ser feita na loja água de Cheiro do Riopreto Shopping ou por meio do site www.megabilheteria.com.

O ÚLTIMO

VAI TER!

A 25ª edição Feijoada do Nenê vai mesmo acontecer. E nem poderia ser diferente. O anúncio de todas as novidades será feito pelos sobrinhos do saudoso Nenê Homsi, no começo da próxima semana. Vai surpreender...

*O último dos terrenos da avenida Alberto Andaló, uma esquina entre o edifício Antares e o Chess Pub, começou a receber uma obra. Ali serão erguidos dois prédios. A informação – dada por gente lá de dentro construção – diz que serão inaugurados uma grande farmácia de rede e um sofisticado açougue de carnes nobres.

Kelvin e Larissa Faria Kaiser prestigiam enlace nos salões do Villa Conte

ALTAR I

Guilherme, filho de Valdir e Mara Cristovam vai se casar. A noiva é a médica Gabriela, filha de Anderson Negreziolo Teixeira e Ruth Souza Leite. Entretanto, o casamento não será aqui, nem lá. O cenário escolhido foi o Sítio do Carroção, resort da família da noiva, na cidade de Tatuí. O enlace será às 16h30, do dia 15 de abril.

*Farmácia, aliás, deve ser um negócio dos mais lucrativos. Elas se multiplicam a todo momento, sempre ocupando prédios de alugueis altíssimos. Raramente se vê alguma fechar as portas... Juliana Sestini Assaf leva as sobrinhas Maria Eduarda e Ana Julia para comemoração infantil

ALTAR II

Osvaldo e Thais Mazer casam a bonita filha Tatiana, no dia 18 de março, com Alex, filho de Helvecio e Maria Betania Vieira Pereira. Cerimônia e caprichada festa terão como palco o salão do Buffet Felix Petrolli.

Foto: Ricardo Boni

AGITO

MAIS UM

Muito em breve a cidade ganhará seu terceiro Food Park. Este terá com foco os moradores da região norte. O empreendimento (um grande pátio para que food trucks estacionem ali com a devida estrutura) está sendo erguido na avenida Philadelpho Gouveia Neto.

NOVO COMANDO

*Com o fim do contrato de 10 anos com os irmãos Faria, o empresário Michele Conte disse que, a partir deste ano, passa a organizar uma festa de Réveillon grandiosa em seu salão, o Villa Conte. Segundo ele, a organização já começou. A ideia inicial é oferecer outra proposta a um público exigente.

Luis Carlos de Souza e Dalva Ferrari clicados em evento promovido pelo Senac

Samy de Almeida comemora 4.0 neste sábado (18) com agito dos bons, a partir das 19h, no espaço Algodoeira. O aniversariante e a esposa, Bruna Spotti, querem “tudo junto e misturado”: amigos de Rio Preto, de São Paulo e de outras praças.


GAZETA DE RIO PRETO | 17 DE FEVEREIRO 2017

Foto: Ricardo Boni

NO AR

FALÊNCIA

*O ator rio-pretense Bruno Nabuco entra em cena nacionalmente neste domingo (19). Ela será protagonista de uma das famosas pegadinhas do SBT, com início às 20h, para todo o Brasil. *Sempre em movimento. No ano passado, Nabuco participou do quadro “Eles Decidem” no programa Fantástico; também fez parte do elenco do humorístico “Partiu Shopping” ao lado de Tom Cavalcante no Multishow e estreou neste segmento de pegadinhas no programa “Te Peguei na TV”, do apresentador João Kléber.

*Considerada um dos endereços gastronômicos mais tradicionais (foi fundada em 1975) e importantes do Rio de Janeiro, a churrascaria Porcão teve sua falência decretada no começo desta semana. A crise não vem de hoje.

O secretário de Cultura Pedro Ganga prestigia noite de autógrafos no Riopreto Shopping Fotos: Nathália Uzum

TARDE DO BEM

A direção da Capacc realiza sua tradicional Tarde Beneficente no dia 7 de março, a partir das 15h, no Buffet Felix Petrolli. O encontro será regado a saborosas iguarias, sorteios de brindes e muita diversão. Os convites já estão à venda por R$ 60. Adquira o seu pelo telefone (17) 3227 2676.

*O comunicado feito pela empresa Seven Produções foi publicado na véspera, via redes sociais: “Em virtude de gravações, o stand up com Sérgio Mallandro teve que ser adiado, em breve iremos divulgar a nova data. Ingressos adquiridos pelo site serão estornados. Nos pontos de vendas físicos apresentar o ingresso para reembolso”.

AULÃO

DA MEDICINA

Tuca e Fábio Martinez, ele vice-prefeito de Olímpia, durante evento em Rio Preto

A turma da medicina da Unilago agita a noite de 10 de março, com edição bombada da Medfest, no Automóvel Clube. O evento receberá a famosa dupla Humberto & Ronaldo.

CÓPIA FIEL

MAIOR RENDA

O filme “Minha Mãe é uma Peça 2” em cartaz nos cinemas desde dezembro é a maior renda nacional da história, com mais de R$ 117 milhões. Já levou cerca de 8,8 milhões de espectadores a salas de cinemas por todo o Brasil.

*Relembrando: há quase dois anos “representantes” da marca estiveram aqui na cidade para a compra de uma tradicional churrascaria. Sacramentaram o negócio para transformá-la numa filial, mas os cheques do pagamento voltaram por falta de fundos e o negócio foi desfeito. Nesta sexta feira (17), a partir das 18h, a academia Ecco Fitness realiza na Represa Municipal uma aula aberta de Power Jump liderada pelos professores Adriano Leandro e Leonardo Oliani. O evento é aberto ao público. Haverá degustação de produtos fitness e sorteio de brindes.

NÃO VEIO

*O fato tem se tornado recorrente por aqui. Depois de 60 dias de divulgação, o stand up comedy de Sérgio Mallandro que aconteceria na quarta-feira em Rio Preto, foi cancelado.

9

Brenda Fabri e Gui Rodrigues em noite badalada no bairro Redentora

O fundador do Grupo Amil, Edson Bueno, que morreu de infarto nesta semana aos 73 anos, contava que em cada uma de suas residências (Rio, Búzios e São Paulo) tinha uma cópia fiel, com mesmo mobiliário e projeto arquitetônico de sua sala de trabalho na matriz da empresa na Avenida das Américas. E justificava tal excentricidade: “O escritório é o único lugar onde ganho dinheiro; fora dele eu só gasto”. Em 2012 ao vender a Amil para a United Health, ele embolsou a bagatela de US$ 4,9 bilhões.


10

GAZETA DE RIO PRETO | 17 DE FEVEREIRO 2017

FREDERICO TEBAR frederico@gazetarp.com.br

Fotos: Nathália Uzum

Rubens e Estefania Alvarenga em noite de homenagens na Câmara Municipal

Luciano Pacheco e Iris Rocha clicados em noite inaugural

Luciane Borgonovi toda chique em evento empresarial na cidade

As irmãs Carla e Carina Rezende conferem burburinho fashion

A blogueira Ruhama Junqueira marca presença em desfile na cidade


GAZETA DE RIO PRETO | 17 DE FEVEREIRO 2017

11

SAÚDE cidades@gazetarp.com.br

Pacientes com menos de 30 anos

aderem ao botox para prevenir rugas

A dermatologista Joana Tebar afirma que a indicação da toxina botulínica deve ser feita com bom senso para que seja mantida a harmonia da face, sem descaracterizar o rosto do jovem paciente Alex Pelicer/Gazeta de Rio Preto

Da Redação

T

emidas principalmente pelas mulheres, as rugas na testa e ao redor dos olhos são os principais sinais de idade avançada. Para amenizar os efeitos do tempo sobre o rosto, a toxina botulínica normalmente é utilizada em pacientes a partir dos 40 anos. Agora, a novidade é a aplicação de forma preventiva, em homens e mulheres com menos de 30 anos. De acordo com a dermatologista Joana Tebar, alguns pacientes já têm uma predisposição genética para rugas em determinadas regiões. Nestes casos, recorrer à toxina botulínica é uma saída para evitar sinais mais profundos. “Os estudos e as aplicações do botox evoluíram muito nos últimos anos. Antes, se achava que, passado o seu efeito, as linhas de expressão voltariam. Mas atualmente os resultados são muito satisfatórios. Ele consegue educar a musculatura, para envelhecer com um ar mais leve”, afirma. No entanto, a indicação da toxina deve ser feita com bom senso. Para que seja mantida a harmonia da face, sem descaracterizar o rosto do jovem paciente, a aplicação só deve acontecer em casos em que realmente há necessidade. “A aplicação da toxina botulínica não é igual para todos, depende de avaliações individuais. Isso porque cada pessoa contrai a musculatura da face de uma maneira. Tanto que há pacientes que apresentam muitas rugas em um local, e poucas em outro”, afirma a dermatologista. Quem quiser evitar a intervenção antes dos 30 anos deve investir na precaução. Fazer uso de filtro solar todos os dias, assim como de cosméticos, ajuda a manter uma boa aparência da pele, sem as indesejadas linhas de expressão.

A dermatologista Joana Tebar durante entrevista à Gazeta


12

GAZETA DE RIO PRETO | 17 DE FEVEREIRO 2017

GAZETA INDICA cidades@gazetarp.com.br

Carnafacul confirma Anitta, Gusttavo Lima e Bonde do Tigrão para a edição 2017 em Rio Preto

A

organização do Carnafacul confirmou três nomes de peso para a edição 2017: a cantora Anitta, o sertanejo Gusttavo Lima e a banda Bonde do Tigrão. O evento será dia 20 de maio, a partir das 16h, no Recinto de Exposições de São José do Rio Preto. Carnafacul é considerado o maior evento universitário do Brasil já tendo sido realizado em anos anteriores em Rio Preto e em outras cidades do país como, Florianópolis, Poços de Caldas, Marília, Pelotas e no ABC Paulista. Além de ter o abadá como convite, o evento também terá os artistas se apresentando em cima de trio elétrico. Haverá espaço open bar e praça de alimentação. A realização é assinada pelas empresas, Start Produções, Facilit Eventos e MJ Eventos.

Fotos: Nathália Uzum

Roberto Carlos se apresenta na região de Rio Preto

O

s fãs de Roberto Carlos podem comemorar. O rei já tem data para retornar a região de Rio Preto. Ele se apresentará dia 1º de abril, a partir das 21h, no Recinto de Exposições da cidade de Fernandópolis. O local será dividido em três setores: Arquibancada (R$80 inteira e R$40 meia); Cadeira Numerada Setor Azul (R$480); Cadeira Numerada Setor Amarelo (R$380); Camarote Vip para 12 Pessoas (R$3600) e Camarote Lateral para 12 Pessoas (R$ 2640). Exceto a arquibancada, todos os outros setores têm sistema open bar. O serviço com água refrigerante e cerveja não será servido durante o show. Será a primeira vez que o cantor se apresenta em Fernandópolis. O último show feito na região foi em 2015, no Centro Regional de Eventos, em São José do Rio Preto. A compra de ingressos está sendo feita por meio do site www. eventim.com.br.


GAZETA DE RIO PRETO | 17 DE FEVEREIRO 2017

13

ECONOMIA Foto: Alex Pelicer/Gazeta de Rio Preto

cidades@gazetarp.com.br

Varejo da região de Rio Preto elimina 1.385 empregos formais em um ano Segundo o Sincomercio, número de empregados no setor recuou 1,7% na comparação com dezembro de 2015 Da Redação

O

comércio varejista na região de Rio Preto fechou em dezembro 246 postos de trabalho, resultado de 2.684 admissões contra 2.930 desligamentos. No acumulado de 2016, foram eliminados 1.385 empregos com carteira assinada, representando um recuo de 1,7% do estoque de empregos em relação a dezembro de 2015. Assim, o varejo da região encerrou o ano com 79.937 trabalhadores. Entre as nove atividades pesquisadas, sete apresentaram recuo no estoque de empregos em dezembro na comparação com o mesmo mês de 2015. Os mais expressivos foram observados nos setores de lojas de vestuário, tecidos e calçados (-4,3%), concessionárias de veículos (-3,9%) e outras atividades (-2,8%). Os únicos segmentos que registraram variação positiva foram os de farmácias e perfumarias (0,3%) e materiais de construção (0,2%). Para o presidente do O Sindicato do Comércio Varejista (Sincomercio) de Rio Preto, Ricardo Arroyo, o cenário deste ano deve ser ainda muito difícil, pois o varejo não será capaz de recuperar as perdas de 2016, muito menos dos dois últimos anos. “Para a entidade, vai ser um ano em que a queda de empregos dos primeiros seis meses terá reflexo com a compensação pela geração nos últimos seis meses. Analisamos, porém, que só será possível este cenário se houver continuidade de queda da inflação, um estancamento da evolução do endividamento e da inadimplência, além da continuidade de quedas nas taxas de juros”, afirma.

Estado de São Paulo Em dezembro, no estado de São Paulo o comércio eliminou 5.133 empregos com carteira assinada, resultado de 66.721 admissões e 71.854 desligamentos, revertendo o cenário observado no mês anterior, quando 15.772 vagas foram abertas. Com isso, o varejo encerrou 2016 com um estoque total de 2.082.883 trabalhadores, queda de 2,2% na comparação com o mesmo período de 2015. De acordo com a assessoria econômica da Fecomercio/SP, mais de 107 mil empregos formais com carteira assinada foram extintos no comércio varejista do Estado de São Paulo nos dois últimos anos, o que demonstra o impacto da atual crise econômica no mercado de trabalho do maior varejo brasileiro.


14

GAZETA DE RIO PRETO | 17 DE FEVEREIRO 2017

GIRO ESPORTIVO

ESPORTE

Foto: Leo Roveroni/Assessiva Comunicação

henrique@assessiva.com.br

Por Henrique Fernandes

Jogadores durante treinamento no estádio Anísio Haddad

VISITA ILUSTRE

Mais um encontro de professores de karatê, da Federação de Karatê Paulista, no Projeto Paraíso, foi realizado no último sábado, dia 11, em Rio Preto. Vários professores participaram do encontro, que faz parte do módulo de transferência de conhecimento da entidade. Na ocasião, o presidente da Federação, Roberto Fuscaldo, recebeu a visita do prefeito de Rio Preto, Edinho Araújo, que estava acompanhado da secretária de Educação, Elisabeth Abelama Sena Somera. Eles foram conhecer o trabalho que é realizado no projeto quee atende centenas de crianças carentes.

ÚLTIMA SELETIVA

Rio Preto busca pontos na estrada do Paulistão Com a tranquilidade de estar fora da zona de rebaixamento, o Jacaré viaja até Rio Claro para enfrentar o Velo Clube, no domingo Da Redação pós vencer sua primeira partida no Paulista da Série A-2, na última terça-feira, dia 14, no estádio Anísio Haddad, contra a equipe do União Barbarense, por 4 a 1, o Rio Preto terá dois confrontos longe dos seus domínios. O retrospecto neste campeonato não é ruim, já que na segunda e terceira rodada, contra Capivariano e Taubaté, respectivamente, o Jacaré voltou com dois pontos na bagagem. Agora, com a tranquilidade de estar fora da zona de rebaixamento, o Rio Preto viaja até Rio Claro para enfrentar o Velo Clube, no domingo, dia 19, às 10h. Depois segue até a cidade Batatais para encarar o time da casa no sábado de Carnaval, dia 25, às 20h. O técnico Luciano Dias falou como será o planejamento para duas partidas fora de casa e qual a meta de pontuação para trazer na bagagem. “Temos que pontuar, tivemos dois jogos em casa e acabamos que fazendo só três pontos e agora vamos enfrentar dois adversários que estão embolados com a gente. Não podemos perder a chance nessas partidas. O elenco vem melhorando a cada jogo e precisamos tomar cuidado para que não ocorra novamente o que aconteceu nas outras partidas fora de casa. Temos que ter atenção para conseguir as vitórias”. Um dos destaques da equipe é o atacante Sávio, que entrou em uma partida fora de casa fez gol e não sentiu a pressão dos adversários. Agora, mais tranquilo pela vitória e a apenas três pontos do G-4, o artilheiro rio-pretense espera voltar para casa com mais pontos e gols na competição. “Os três pontos que conseguimos nesse jogo em casa foi muito importante, saímos da zona de rebaixamento, mas ainda precisamos lutar muito pelo acesso. Temos que fazer o máximo para minimizar os erros contra o Velo e o Batatais para voltar contra o São Caetano em uma situação melhor”. Ambos os confrontos são contra concorrentes diretos na tabela do Jacaré e para fugir de vez da zona de rebaixamento o elenco precisa estar muito concentrado na partida, como diz o volante Ewerton Ageu. “Nossa equipe não vinha conseguindo segurar o resultado quando estava à frente do placar. Já nesse último jogo, contra o União Barbarense já conseguimos. O professor sempre pede para que a gente tenha tranquilidade e muita atenção quando estamos na frente do placar e nesses dois jogos fora a atenção tem que ser ainda maior”. (Colaborou Leo Roveroni)

A

Será realizada neste sábado, dia 18, a última seletiva do primeiro semestre deste ano para jovens que queiram jogar no time de futebol americano do Rio Preto Weilers. A seletiva será no campo do Estoril, a partir das 9h30. Os interessados em participar devem ter no mínimo 16 anos, ir vestindo roupas para a prática esportiva e estar de tênis ou chuteiras. As inscrições para a seletiva estão sendo feitas no site do time www.weilers.com.br.

APRESENTAÇÃO OFICIAL

Na próxima quarta-feira, dia 22, o time de voleibol feminino de Rio Preto se apresenta oficialmente para a temporada deste ano. A apresentação será na sede do Rio Preto Automóvel Clube, que contará com diretores do clube, autoridades e patrocinadores do time. Neste ano, o time representa a cidade nos Jogos Regionais, Campeonato Paulista e Jogos Abertos do Interior.

EM PORTO ALEGRE

Na semana passada, os tenistas Mateus Alves e Victor Hugo Remondy Pagotto, do centro de treinamento Thiago Alves Tennis Team, de Rio Preto, disputaram o 34º Campeonato Internacional Juvenil de Tênis de Porto Alegre. Alves, de 16 anos, jogou na categoria 18 anos e Victor Hugo na chave principal dos 12 anos. O ex-top 100 Thiago Alves acompanhou os tenistas em Porto Alegre.

CICLOVIA DE VOLTA

A área de esportes em Rio Preto terá muita agitação neste fim de semana. A Ciclofaixa de 17 quilômetros estará aberta no domingo, dia 19, entre 7 e 13h, para os apaixonados por ciclismo. Todo o trecho terá sinalização e pessoal de apoio e segurança. Vale curtir com a família toda.

JOVENS DO AMÉRICA

A diretoria do América realizou nesta semana avaliações em busca de jovens talentos para integrarem o time que disputará o Campeonato Paulista Sub-15 e Sub-17 deste ano. A empresa Brumed Sports, parceira do clube, é responsável pela formação e desenvolvimento do trabalho com as equipes. As avaliações foram realizadas pelos técnicos Luiz Rocha Ribeiro Filho, o Cuquinha, e João Santos. Mais informações pelo (17) 99240-1764.


GAZETA DE RIO PRETO | 17 DE FEVEREIRO 2017

15

TURISMO Foto: Divulgação

A MANEIRA MAIS DIVERTIDA DE CURTIR SUAS FÉRIAS

Programas de Férias: a maneira mais divertida de aperfeiçoar um idioma com possibilidade de escolher qual cidade deseja viver essa experiência. A badalada Los Angeles (foto) é uma das mais procuradas

A

s férias do começo de ano chegaram ao fim e agora é hora de programar como serão as férias no mês de julho! Os Programas de Férias da Experimento foram desenvolvidos para jovens de até 18 anos que querem viajar para o exterior, aperfeiçoar um idioma, desenvolver habilidades ou praticar esportes, se divertindo e aprendendo num ambiente internacional. Os roteiros incluem o curso, passeios e inúmeras atividades, além de apoio e supervisão de líderes da Experimento ou monitores locais. Onde? Você decide! São muitas as opções: Califórnia, Nova York, Santa Barbara, Malibu ou se preferir algo fora dos Estados Unidos, as opções são Vancouver (Canadá), Paris (França) e Barcelona (Espanha). No Programa California Experience, por exemplo, você vai experimentar a vida universitária americana, vivendo por duas semanas

no campus da LMU – Loyola Marymount University e sentir o gostinho do dia a dia daqueles que moram em Los Angeles, a maior cidade da Califórnia - centro de negócios, cultura, moda e capital do cinema mundial! As aulas de inglês são combinadas com muitas atividades e passeios em Hollywood, Beverly Hills, Chinatown, Venice Beach, além de compras em outlets e muito mais. E na última semana, uma incrível viagem pela costa oeste americana, passando por cidades como São Francisco, Santa Barbara, Santa Monica, entre outras. Muito aprendizado, cultura, lazer e diversão estão garantidos nas suas próximas férias, enquanto você aprende e pratica inglês, conhecendo novas pessoas e explorando lugares incríveis! Procure a sede da L.A. Viagens, no bairro Redentora em Rio Preto, e conheça detalhes de cada um dos roteiros preparados para o mês de Julho de 2017!

FOLIA COM OFERTA

TURISMO DA GAZETA melhores dicas e roteiros de viagem

Daqui uma semana começa o Carnaval nos quatro cantos do país! Ainda não decidiu sua rota? Procure uma das oito lojas da CVC em Rio Preto e encontre a opção certa... badalar e curtir as cidades mais efervescentes ou aproveitar os dias de folia para descansar em um cenário exuberante. E tem mais: mesmo em cima da hora, a CVC tem pacotes promocionais. Vai perder? EM ALTO MAR

Promoção imperdível by Iza Travel: cruzeiro incrível pelos paraísos caribenhos, com o 2º hóspede grátis, em saídas selecionadas! Para conhecer esses verdadeiros paraísos tropicais, você pode embarcar no MSC Opera, em Havana, Cuba, ou partir de Miami, Estados Unidos, a bordo do MSC Divina! Esses dois transatlânticos contam com diversão e entretenimento para todas as idades, assim como paradas em portos incríveis. Entre em contato com a equipe da Iza Travel e aproveite esta grande oportunidade!


16

GAZETA DE RIO PRETO | 17 DE FEVEREIRO 2017


Gazeta de Rio Preto - 17/02/2017