Page 1


Guia médico

Revista Saúde Edição 14 | Maio . 2019 | Joinville.SC

Dra. Ana Raquel Xavier Feitosa Pediatria e Reumatologia Pediátrica CRM/SC 24361 RQE 14931 RQE 15028

Dr. Anderson Elias de Mello Coloproctologista e Cirurgia Geral CRM/SC 10219 RQE 7773 RQE 7774

Clínica Pequenos Anjos Rua Expedicionário Holz, 550 – Sala 910 9º Andar – Joinville/SC (47) 3207-2770 | 98857-9559

IdHera Rua Orestes Guimarães, 814 - América Joinville/SC (47) 3432-2020 | 9 8497-0720

Dr. André Renato de Freitas

Dr. André Sanches Pitzschk

Cirurgia Vascular e Cirurgia Vascular Ecografia Vascular com DOPPLER CRM/SC 7987 RQE 4240 RQE 13908

Neurocirurgia CRM/SC 14504 | RQE 7463

Cliniangio Rua Henrique Meyer, 280 - Sala 605/606 Centro - Joinville/SC (47) 3804-3988 | 98847-6553

Clínica Neurológica Rua Dr. Plácido Olímpio de Oliveira, 1244 Anita Garibaldi – Joinville/SC (47) 3451-2525

Dr. Andrei Koerbel

Dra. Andreia Elisa Baldissera

Neurocirurgia CRM/SC 8199 | RQE 5965

Pediatria CRM/SC 17714 RQE 11854

Clínica Neurológica Rua Dr. Plácido Olímpio de Oliveira, 1244 Anita Garibaldi – Joinville/SC (47) 3451-2525

Clínica Pequenos Anjos Rua Expedicionário Holz, 550 – Sala 910 9º Andar – Joinville/SC (47) 3207-2770 | 98857-9559

Dr. Carlos Renato Francalacci

Dr. Cláudio Edmundo Vendramini

Gastroenterologia Endoscopia Digestiva CRM/SC 7666 | RQE 4216 RQE 6662

Radiologia e Diagnóstico por Imagem CRM/SC 918 | RQE 431

Gastrocentro Rua Dr. Roberto Koch, 60 – Atiradores Joinville/SC (47) 3433-6620

Clínica São Marcos Rua Conselheiro Arp, 650 – América Joinville/SC (47) 3433-2051

Dra. Dalva Maria Alves Alcântara

Dr. Eduardo Longen

Gastroenterologia Endoscopia Digestiva

CRM/SC 12412 - RQE 13157 RQE 12644

Alergia e Imunologia e Pediatria

CRM/SC 5417 | RQE 2332 RQE 3820

Gastrocentro Rua Dr. Roberto Koch, 60 – Atiradores Joinville/SC (47) 3433-6620 8

Revista Saúde | Maio . 2019 | rsaude.com.br

IdHera Medicina e Saúde Rua Orestes Guimarães, 814 América - Joinville/SC (47) 3432-2020 | 98497-0720


Revista Saúde Edição 14 | Maio . 2019 | Joinville.SC

Dra. Emanuela Elisa Reiser Pediatria CRM/SC 15838 RQE 12825

Clínica Pequenos Anjos Rua Expedicionário Holz, 550 – Sala 910 9º Andar – Joinville/SC (47) 3207-2770 | 98857-9559

Dr. Fábio Augusto Selbach Cirurgia Plástica CRM/SC 13818 | RQE 12426

Guia médico Dr. Fabiano Mitsuhashi Yaguchi Cirurgia Plástica CRM/SC 20455 | RQE 12002

Rua Dr. Plácido Gomes, 561 – Anita Garibaldi – Joinville/SC (47) 3433-4155

Dr. Francisco Farias da Costa Junior Ginecologia e Obstetrícia e Mastologia CRM/SC 8019 | RQE 4785 RQE 12230

Rua Abdon Batista, 47 – Sala 801 Ed. São Marcos – Centro – Joinville/SC (47) 3028-0050 | 99749-1004

Rua Lages, 660 – Centro – Joinville/SC (47) 3032-2525

Dra. Georgia Cardoso de Souza

Dr. Gustavo Cerqueira e Silva

Pediatria e Medicina Intensiva Pediátrica CRM/SC 12475 RQE 8463 RQE 11222

Acupuntura CRM/SC 15339 | RQE 8127

Clínica Pequenos Anjos Rua Expedicionário Holz, 550 – Sala 910 9º Andar – Joinville/SC (47) 3207-2770 | 98857-9559

Clinifert Centro de Reprodução Humana Rua Dom Joaquim, 779 – Centro Florianópolis/SC (48) 3224-9117

Dr. Gustavo Sartorato

Dr. James Hugo Grüdtner

Médico CRM/SC 12506

Endocrinologista e Médico do Trabalho CRM/SC 4011 RQE 7301 RQE 270

CMC - Centro de Medicina Capilar Avenida Trompowsky, 291 Salas 801 e 802 - Torre 1 - Medical Tower - Trompowsky Corporate Centro - Florianópolis - SC 48 3333-2804 | 99993-5301 www.centrodemedicinacapilar.com.br

Dra. Juliana Polido de Araujo Gastroenterologia e Endoscopia CRM/SC 12396 | RQE 10274 RQE 12081

Gastrocentro Rua Dr. Roberto Koch, 60 – Atiradores Joinville/SC (47) 3433-6620

Rua Dr. Placido Gomes, 321 - Anita Garibaldi - Joinville/SC (47) 3028-0484 | 99624-4733

Dra. Julianny Nakano Ginecologia e Obstetrícia CRM/SC 27220 RQE 48204

Clínica São Marcos Rua Abdon Batista, 56 - Centro Joinville/SC (47) 3433-9299

rsaude.com.br | Maio . 2019 | Revista Saúde

9


Guia médico

Revista Saúde Edição 14 | Maio . 2019 | Joinville.SC

Dra. Karoline Bigolin Stiegemaier Pediatria e Gastroenterologia Pediátrica CRM/SC 18888 RQE 14776 RQE 17461

Ginecologia CRM/SC 2035 | RQE 301 RQE 9014 | 300

Clínica Pequenos Anjos Rua Expedicionário Holz, 550 - 9º Andar Sala 910 - Joinville/SC (47) 3207-2770 | 98857-9559

Clinifert Centro de Reprodução Humana Rua Dom Joaquim, 779 – Centro Florianópolis/SC (48) 3224-9117

Dra. Larissa Ferrari

Dra. Laura Burigo Lima Nery

Dermatologia CRM/SC 13811 | RQE 11817

Pediatria e Endocrinologia Pediátrica CRM/SC 17753 RQE 13961 RQE 14896

Spazio Derma Rua Alexandre Doehler – 129 – Sala 1103 – 11º andar – Centro Médico União – Centro – Joinville/SC (47) 3029 0007 | 98838 4978

Clínica Pequenos Anjos Rua Expedicionário Holz, 550 – Sala 910 9º Andar – Joinville/SC (47) 3207-2770 | 98857-9559

Dra. Ligia da Rosa

Dra. Lilian Rocha

Gastroenterologia e Hepatologia

Pediatria CRM/SC 11328 | RQE 6401

CRM/SC 12663 | RQE 8201 RQE 13116

Gastrocentro Rua Dr. Roberto Koch, 60 – Atiradores Joinville/SC (47) 3433-6620

Dr. Marcos Fernando Ferreira Subtil Ortopedia e Traumatologia CRM/SC 4408 | RQE 6930

Rua Henrique Meyer, 280 – Sala 308 Centro – Joinville/SC (47) 3278-3880

Dr. Marino Miloca Rodrigues Pediatria CRM/SC 27039 RQE 17148 RQE 17331

IOT - Instituto de Ortopedia e Traumatologia Rua Blumenau, 1316 - América Joinville/SC (47) 3433-2020 | 3043-8000

Clínica Pequenos Anjos Rua Expedicionário Holz, 550 - 9º Andar Sala 910 - Joinville/SC (47) 3207-2770 | 98857-9559

Dra. Mila Harada Ribeiro Cerqueira

Dra. Natacha Machado Araujo

Ginecologia CRM/SC 15255 | RQE 7600

Ginecologia CRM/SC 20516 RQE 11831

Clinifert Centro de Reprodução Humana Rua Dom Joaquim, 779 – Centro Florianópolis/SC (48) 3224-9117 10

Dra. Kazue Harada Ribeiro

Revista Saúde | Maio . 2019 | rsaude.com.br

Clínica Vitae Rua Marechal Deodoro, 84 - América Joinville/SC - (47) 98807-6005 Clínica Azulay & Zanella Rua Expedicionário Holz, 26 - Atiradores Joinville/SC - (47) 3207-1995


Revista Saúde Edição 14 | Maio . 2019 | Joinville.SC

Dra. Paola Rosevics Alberton Pasternak Pediatria CRM/SC 16289 RQE 10025

Clínica Pequenos Anjos Rua Expedicionário Holz, 550 – Sala 910 9º Andar – Joinville/SC (47) 3207-2770 | 98857-9559

Guia médico Dr. Paulo André Ribeiro Pediatria CRM/SC 9136 | RQE 13736

Clinigem Vacinas e Consultoria em Saúde Ltda Rua Ministro Calógeras, nº 708 - Centro Joinville/SC (47) 3433-8072 | 9 9968-00515

Dr. Paulo Felipe Pacher Roman

Dra. Priscila Pereira Cortes Pires

Otorrinolaringologia CRM/SC 19052 - RQE 10863

Pediatria CRM/SC 17074 RQE 9775

Rua Blumenau, 178 – Ed. Medclínicas América – Joinville/SC (47) 99646-0306

Clínica Pequenos Anjos Rua Expedicionário Holz, 550 – Sala 910 9º Andar – Joinville/SC (47) 3207-2770 | 98857-9559

Dra. Renata Gonçalves Ribeiro

Dr. Ricardo Bertolino da Silva

Pediatria CRM/SC 7581 | RQE 2175

Gastroenterologia e Endoscopia CRM/SC 10490 | RQE 8780 RQE 8118

Clinigem Vacinas e Consultoria em Saúde Ltda Rua Ministro Calógeras, nº 708 - Centro Joinville/SC (47) 3433-8072 | 9 9968-00515

Gastrocentro Rua Dr. Roberto Koch, 60 – Atiradores Joinville/SC (47) 3433-6620

Dra. Roberta Martinelli Fischer Gastroenterologia e Clínica Médica CRM/SC 13194 | RQE 10868 RQE 10938

Dr. Robison Siqueira Rosa Cirurgia do Aparelho Digestivo Cirurgia Geral CRM/SC 8850 | RQE 14915 RQE 4790

Gastrocentro Rua Dr. Roberto Koch, 60 – Atiradores Joinville/SC (47) 3433-6620

Gastrocentro Rua Dr. Roberto Koch, 60 – Atiradores Joinville/SC (47) 3433-6620

Dra. Thaís Engel Ribeiro

Dr. Thales Fretta Althoff Medeiros

Pediatria CRM/SC 5674 | RQE 2177

Clinigem Vacinas e Consultoria em Saúde Ltda Rua Ministro Calógeras, nº 708 - Centro Joinville/SC (47) 3433-8072 | 9 9968-00515

Ginecologia e Obstetrícia CRM/SC 18938 RQE 15196

Clínica Vitae Rua Marechal Deodoro, 84 – América Joinville/SC (47) 9 9637-2772 rsaude.com.br | Maio . 2019 | Revista Saúde

11


Índice 14 16

Revista Saúde Edição 14 | Maio . 2019 | Joinville.SC

Maquiagem prejudica a pele? Dra. Larissa Ferrari

Você, mulher com mais de 40 anos, sabe o que é CLIMATÉRIO?

50

Dra. Natacha Machado Araujo

18

O papel do Angiologista e Cirurgião Vascular na sua saúde

20

Exame para descobrir o sexo do bebê?

22

Tecnologia na infância. Como avaliar os limites que devem ser impostos?

Dr. André Renato de Freitas

Laboratório Proll-Med

52

24 26 28

30 32 36

56 58

Dr. Guilherme Gobbi Dr. José Felipe C. Barbosa Prof. Dr. Gustavo Siedschlag Dra. Íris Fonseca

Exercício físico como promoção da saúde João Felipe Tavella Lemos

Açúcar e envelhecimento

64

O tratamento de um futuro que começa agora Dra. Joana Beatriz Germiniani da Silva

40

Antibióticos - usar ou não?

66 68 70

Importância dos cuidados no pré e pós-operatório em cirurgia plástica

44 46

Tratamentos de inverno para a pele

Dr. Luís Henque Fischer Fabíola Ataíde

A Importância da Nutrição para Aptidão Física Grazìèlli DiasS

Revista Saúde | Maio . 2019 | rsaude.com.br

Dr. Renato C. Boni

Hidrocarbolipoclasia é a nova sensação para quem deseja perder gordura localizada

24

Vacina de febre amarela em alérgico a ovo. Pode? Dr. Eduardo Longen

Quiropraxia Instrumental: um método revolucionário de tratar a dor. Conheça a Quiropraxia sem estalos!

Dr. Marcos Fernando Ferreira Subtil

Obesidade: cirurgia bariátrica e balão intragástrico

40

Dr. Robison Siqueira Rosa

Alopecia Androgenética: como essa patologia afeta os homens? Sandra Geruza Lopes Sonia Cristina Lopes Cenci

74

Está mais difícil engravidar atualmente?

76

O Regulamento Interno nas empresas

78

32

Tratamento por Ondas de Choque

72

60 66

Graziela Tomelin

Dra. Mila Harada R. Cerqueira

78

Marcelo Pereira Lobo

Orelhas em abano e bullying Dr. Paulo Felipe Pacher Roman

80

Qual é a frequência ideal para a pratica de musculação?

82

Nota de esclarecimentos sobre vídeos divulgando informações falsas sobre a mamografia.

Dr. Fabiano Mitsuhashi Yaguchi

Aparelhos Ortodônticos Estéticosl

Novas Terapias

Benefícios de utilizar um Personal Trainer!!!

Carla Morante Dra. Lilian Rocha

ESPECIAL CAPA Inteligência Artificial: Até onde pode substituir a sensibilidade humana?

Rosana Evilim Silva Borges

Luciane Vieira

Alopecia Androgenética Feminina

48

60

Dr. Thales Fretta Althoff Medeiros

Reabilitação Oral e sua relação com doenças do Sistema Estomatognático

18

Cristine Reeck Farias

Um novo cuidado à saúde da mulher

38

42

12

Elaine Cristina Luiz Fernanda Nogueira Gôngora

Dr. Paulo André Ribeiro Dra. Renata Gonçalves Dra. Thaís Engel Ribeiro

Dr. Gustavo Sartorato

Dra. Priscila Pires

Relacionamento conjugal e terapia de casal: o que fazer com o lado sombrio do “conto de fadas”?

O papel da vacinação na prevenção de doenças graves

Jeanis Colzani

Dr. Francisco Farias da Costa Junior

84 86

Nootrópicos: as drogas inteligentes (ou smart drugs) existem mesmo? Ricardo A. Zastrow

Síndrome Metabólica Dr. James Hugo Grüdtner

86


Expediente

Revista Saúde Edição 14 | Maio . 2019 | Joinville.SC

REVISTA TRIMESTRAL Maio/2019 | ANO 04 | Nº 14 | Joinville.SC Editora Lopes e Rampani Ltda - CNPJ 07.986.256/0001-69 Franquia de Joinville - Campos e Bellio - Edição de Revistas LTDA - CNPJ 24.336.483/0001-68 ESCRITÓRIOS Umuarama (sede): Rua Paulo Pedrosa de Alencar, 4291 - Ed. Manhattan Garden - CEP: 87501-270 | Centro | Tel.: 44 3622-8270 e-mail: revistasaude@sempresaude.com.br - Maringá: Av. Humaitá, 452 - Centro Empresarial Dalla Costa - Sala 303 CEP: 87014-200 | Zona 4 | Tel.: 44 3346-4050 - e-mail: artemaringa@sempresaude.com.br COLABORADORES LAYOUT E DIAGRAMAÇÃO: André Silva, Alison Henrique, Bruno Assunção, Dyego Bortoli, Jean Carlos, Marcio Garcia e Thiago Mantovani. CORREÇÃO ORTOGRÁFICA: Professora Tallis Oliveira F Resende e Professora Maria de Fátima dos Santos FOTOGRAFIAS: Max Schwoelk e Alana Schwoelk - (47) 99929-1903 | Fernanda Puiatti Wagner - (47) 99982-6516 JORNALISTA RESPONSÁVEL: Caio Henrique dos Santos Rosa - 0011175/PR CIRCULAÇÃO: Joinville e Região Metropolitana TIRAGEM: 10.000 Exemplares FRANQUIAS

NOSSA CAPA CMC- Centro de Medicina Capilar Transplante Capilar Robótico: Tecnologia Contra a Calvície Dr. Gustavo Sartorato CRM/SC 12506

Foto Capa Stúdio A3 Fotografias

Apucarana/Arapongas-PR - Leandro Henrique | Paula Renatha Pontim - comercial@sempresaude.com.br - 43. 99611-5553 | 43. 99611-5563 - Araçatuba/Bauru-SP - Anderson Hernandes | Carol Lopes - aracatuba@sempresaude.com.br - 18. 99740-2777 | 18. 99813-7777 - Boa Vista-RR - Julio Graziani Carlos - boavista@sempresaude.com.br - 95. 99169-4071 - Campina Grande-PB - Everton Barros | Victor Lima - campinagrande@sempresaude.com.br - 83. 99988-0372 | 83. 99988-0429 - Campo Mourão-PR - Rafael Morimoto - rafael@sempresaude.com.br 44. 99911-8081 | 44. 98811-6206 - Chapecó-SC - Fábio Bortolone - chapeco@sempresaude.com.br - 49. 99916-5719 - Cianorte-PR - Paulo Paixão | Andreia Gabriel - cianorte@sempresaude.com.br - 44. 99922-0310 | 44. 3346-4050 - Criciúma-SC - José Carlos Junqueira Alvarenga | Sandra Alvarenga - criciuma@sempresaude.com.br - 48. 99912-5253 | 48. 99914-0810 - Cuiabá-MT - Márcio Costa - cuiaba@sempresaude. com.br - 66. 99683-1899 - Florianópolis-SC - Paulo Victor Frasson Cordeiro - floripa@sempresaude.com.br - 48. 99133-3334 | 48. 996105357 - Foz do Iguaçu -PR - Rosana Segovia - rosana@sempresaude.com.br - 45. 99991-2500 - Goiânia-GO - Tiago de Souza Brito | Josiane Vicentim - goiania@sempresaude.com.br - 62. 99649-2036 | 62. 98326-2003 - João Pessoa-PB - José Adriano Danhoni Neves | Ednéia Tenório - joaopessoa@sempresaude.com.br - 83. 98750-7070 | 83. 98812-7080 - Joinville-SC - Ana Paula de Campos | Bruno Bellio - joinville@ sempresaude.com.br - 47. 99930-6364 | 47. 99930-7637 - Londrina-PR - Leandro Henrique | Paula Renatha Pontim - londrina@sempresaude. com.br - 43. 99611-5553 | 43. 99611-5563 - Macaé/Rio das Ostras-RJ - Andreia Garcia | Paulo Cesar Ceranto - macae@sempresaude.com. br - 22. 98847-5455 | 22. 98842-9166 - Maringá-PR - Paulo Paixão | Andreia Gabriel - paulopaixao@sempresaude.com.br - 44. 99922-0310 | 44. 3346-4050 - Natal-RN - Dirceu Filho - natal@sempresaude.com.br - 83. 98788-7070 - Palmas/Araguaína-TO - Fábio Lima - palmas@ sempresaude.com.br - 63. 98503-9960 | 44. 99829-0245 - Paranavaí-PR - Paulo Paixão | Andreia Gabriel - paranavai@sempresaude.com.br - 44. 99922-0310 | 44. 3346-4050 - Ponta Grossa-PR - Sérgio Oliveira | Mara Megda - pontagrossa@sempresaude.com.br - 42. 99987-8180 | 42. 98418-1290 - Porto Velho-RO - Arthur Marandola - portovelho@sempresaude.com.br - 69. 99366-1466 | 69. 99366-1470 - Ribeirão Preto-SP - Eduardo Borges - ribeirao@sempresaude.com.br - 16. 99711-7770 - Rio Verde-GO - Marcelo Piai | Verônica Venâncio - rioverde@ sempresaude.com.br - 64. 99625-8105 | 64. 99625-8305 - Rondonópolis-MT - Marcio Costa | Fernanda Lima - rondonopolis@sempresaude. com.br - 66. 99683-1899 | 66. 98139-7824 - São José dos Campos-SP - Marcelo Piai | Verônica Venâncio - sjcampos@sempresaude.com. br - 12. 99625.8005 | 12. 99625-1005 - São José do Rio Preto-SP - Renato Dias Renovato | Kelly Renovato - riopreto@sempresaude.com. br - 17. 99669-1700 | 17. 99669-7771 - Sinop/Sorriso/Lucas do Rio Verde-MT - Emerson do Carmo | Luiz Carlos Rampani - rampani@ sempresaude.com.br - 66. 99994-2442 | 66. 99659-7210 - Uberlândia-MG - Wander Marcio Rosada - uberlandia@sempresaude.com.br - 34. 99990-2479 | 34. 99967-1225 - Umuarama-PR - Ueslei Rampani | Marcelo Adriano - revistasaude@sempresaude.com.br - 44. 98407-0698 | 44. 99941-9930 | 44. 3622-8270

DIREÇÃO GERAL

Marcelo Adriano Lopes da Silva

FRANQUEADOS DESTA UNIDADE

Ueslei Dias Rampani

Ana Paula de Campos

Bruno Bellio Soares

ENTRE EM CONTATO PARA MATÉRIAS E ANÚNCIOS Você também pode ler esta edição pelo aplicativo: REVISTA SAÚDE OFICIAL

Ana Paula de Campos: 47 99930.6364 Bruno Bellio Soares: 47 99930.7637 joinville@sempresaude.com.br

www.rsaude.com.br

Revista Saúde Joinville

As matérias e imagens veiculadas são de responsabilidade dos seus autores. rsaude.com.br | Maio . 2019 | Revista Saúde

13


Maquiagem prejudica a pele?

Muito se fala sobre pele e os efeitos da maquiagem, já que ela está inserida na rotina das mulheres diariamente, mesmo em momentos de descanso e lazer. E aí fica a questão: prejudica ou não? Isoladamente a maquiagem prejudica sim, mas outros fatores como poluição, stress e falta de sono também apresentam efeito negativo, mas que podem ser minimizados. Eu mesma uso maquiagem diariamente, e amo, então seria uma hipocrisia dizer para evitar. O que eu indico são os cuidados pré e pós maquiagem, utilização de produtos com menos impacto negativo, para que tenha o mínimo de prejuízo, e o máximo de benefício da rotina de cuidados.

Agora você deve estar se questionando quais são esses cuidados, e eu te digo: • Tenha um dermatologista de confiança, estabeleça uma rotina de cuidados de pele (em casa e em consultório) e siga religiosamente, sem exceção. Não adianta ter os melhores produtos, se eles não são usados com frequência. • Faça limpeza de pele com frequência, pois a maquiagem deixa a pele mais propensa à oleosidade e aparecimento de cravos; • Faça todo seu skin care antes da maquiagem, aplique sempre protetor solar, e em seguida faça sua maquiagem. • Procure produtos para substituir a base no dia a dia, como por exemplo protetor com cor, BB cream, e deixe a base para ocasiões especiais; • Durante o dia, se sentir oleosidade na pele, ao invés de aplicar mais

pó, faça uso de água termal específica para peles oleosas, quantas vezes sentir necessidade. • Sempre remova a maquiagem antes de dormir. Independente do tipo do produto utilizado, certifique-se de usar mais de um algodão ou lencinho, até que a pele esteja realmente limpa, além de verificar o modo de uso, e a necessidade de lavar o rosto posteriormente. • Após a remoção da maquiagem, faça uso dos produtos de skincare indicados pelo médico, antes de dormir. No consultório médico existem variados tratamentos e abordagens para manter a qualidade da pele, evitar o envelhecimento precoce, melhorar o viço, promover mais luminosidade, diminuir poros e deixar a pele ainda mais bonita, como radiofrequência microagulhada, peeling médico, skinboosters, lasers, MMP, botox e preenchimento. O tratamento médico ideal é prescrito pelo médico, dependendo da queixa do paciente, e é individual. Pode parecer muita coisa, e ocupar muito do seu tempo, pode ser que você diga que não tem tempo ou paciência para isso, mas te garanto que com o tempo você fará esse passo a passo com muita rapidez, e sentirá muita diferença na qualidade da pele a médio e longo prazo.

DRA. LARISSA FERRARI CRM/SC 13811 DERMATOLOGIA - RQE 11817

• Graduação em Medicina pela Universidade Regional de Blumenau/SC; • Titulo de Especialista em Dermatologia pela Associação Médica Brasileira; • Membro Titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia; • Especialização em Melanoma no Hospital Clinic/ Barcelona/ Espanha; • Membro Especialista do Grupo Brasileiro de Melanoma; • Membro Especialista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica; • Dermatologista na Clínica Spazio Derma.

14

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 8,9,10 e 11.

Revista Saúde | Maio . 2019 | rsaude.com.br


Você, mulher com mais de 40 anos, sabe o que é CLIMATÉRIO? ESTROGEN HORMONE LEVEL

lhos ainda pequenos. Nada de cabelo branco, nada de netos, trabalham , são ativas .... Mas estão assustadoramente cansadas. Cansaço físico, emocional, sexual... E como saber se realmente você passa por isso? Costumo ouvir as pacientes justificando seus sintomas pela carga atribulada, estresse, rotina... E pode até ser, porque afinal de

contas somos seres interligados ao nosso meio ambiente. Mas o momento da consulta ginecológica é justamente para trazer à tona como você se sente: como mãe, esposa, profissional.... Como mulher!! Não tenha medo! Exponha suas fragilidades. Uma boa conversa e a dosagem dos níveis hormonais fecham o diagnóstico. O tratamento, apesar de muito simples, muda a nossa vida! Entenda os números:

Conheça os tratamentos: • Mudança nos hábitos de vida: reavalie sua dieta e introduza atividade física na sua rotina; • Meditação; • Acupuntura; • Fitoterápicos; • Terapia hormonal; • Associe um método contraceptivo seguro até a confirmação da menopausa.

• 80% das mulheres apresentam sintomas climatéricos entre os 40 e 55 anos; • 75% relatam consequências negativas sobre a vida sexual; • 68% se sentem menos atraentes; • 36% se sentem mais velhas; • 33% relatam efeitos negativos no relacionamento; • 26% mencionam efeito negativo na autoestima; • 25% apresentam queixa na qualidade de vida.

DRA. NATACHA MACHADO ARAUJO CRM/SC 20516 GINECOLOGIA RQE 11831

• Título de Especialista pela Federação Brasileira de Gineco-Obstetrícia -TEGO 0685/2005; • Coordenadora do Ambulatório de Patologia do Trato Genital Inferior do Hospital Regional Hans Dieter Schimitd; • Professora Adjunta de Ginecologia - UNIVILLE; • Membro da Sociedade Brasileira de Climatério - SOBRAC; • Médica Autorizada pelo Laboratório Elmeco em Implantes Hormonais; • Mestranda em Saúde - UNIVILLE.

16

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 8,9,10 e 11.

Revista Saúde | Maio . 2019 | rsaude.com.br

*fonte: Associação Brasileira de Climatério

Não é preciso perguntar duas vezes se o assunto for menopausa! As mulheres em geral, sabem muito bem sobre os famosos calorões associados à suspensão dos ciclos menstruais. Mas e o tal de climatério, será também tão conhecido? Trata-se justamente do período de transição entre a fase reprodutiva da mulher e a menopausa, que é a ultima menstruação. E pasme! O climatério pode ter início até 10 anos ANTES da menopausa. É comum atender no consultório mulheres a partir dos 40 anos com queixas de cansaço exagerado, desânimo, dificuldade para dormir, diminuição no desejo sexual, dificuldade na lubrificação vaginal, início de incontinência urinaria, irritabilidade, dificuldade de memória... Perceba que não citei calorão e, muito menos, ausência de menstruação! É comum, nesta fase, os ciclos ocorrerem normalmente e mesmo com sintomas sugerindo que a menopausa está próxima, há ainda o risco de gravidez. Isso porque o processo de envelhecimento inicia-se gradativamente após os 35 anos e depois dos 40 já é possível observar sinais de hipoestrogenismo, ou seja, menor produção de hormônios pelos ovários. Mas, a falência completa ainda não aconteceu. Quando buscamos informações na internet sobre menopausa, vemos imagens de senhoras de cabelos brancos, abanando-se com leques ou diminuindo seu sofrimento na frente de ventiladores. A mulher climatérica é diferente. São jovens senhoras. Fi-


O papel do Angiologista e Cirurgião Vascular na sua saúde A pergunta que se faz hoje e que

40 anos para os homens e para as mu-

gera muitas incertezas: o que faz um

lheres, após a menopausa. “Um exame

angiologista ou cirurgião vascular? O

físico detalhado, um ultrassom das ar-

angiologista ou cirurgião vascular é o

térias e veias, uma atenção maior para

profissional médico que cuida das do-

a hereditariedade e fatores de risco

enças da circulação, especialmente a

como tabagismo, hipertensão, diabe-

circulação periférica ou dos membros,

tes, obesidade e gestação leva à busca

e são doenças que acontecem o ano

de sinais e sintomas que possam iden-

inteiro.

tificar problemas vasculares”, afirma

As doenças cardiovasculares são

o Dr. André. Um tratamento precoce

a principal causa de morte em todo o

das varizes, evitando o aparecimento

planeta. Segundo a OMS, cerca de 17

de úlceras, manchas e dor na perna

milhões de pessoas morrem todos os

que pode ser de origem vascular. Um

anos vítimas de doenças como derra-

ultrassom bem feito de carótidas pode

mes, aneurismas e infarto. Geralmen-

prevenir um AVC, um ultrassom de ab-

te, as doenças vasculares são silencio-

dome, acima dos 50 anos, pode diag-

sas e o diagnóstico precoce é o grande

nosticar um aneurisma de aorta.

desafio.

Tratamento dos distúrbios do co-

A grande maioria das pessoas pro-

lesterol e triglicerídeos, o incentivo

cura o profissional na fase de trata-

à atividade física e reeducação ali-

mento, quando o ideal seria na fase de

mentar são algumas das medidas que

prevenção da saúde vascular. No caso

visam a melhora da saúde vascular e

cirurgião vascular é o

das mulheres, elas até procuram o

diminuem os riscos das doenças vas-

profissional médico que

consultório com mais frequência, já os

culares, mas ocorre que estas doenças

cuida das doenças da

homens, existe uma dificuldade maior.

também se manifestam em indivíduos

circulação, especialmente

Qual a idade ideal para um checkup vascular? Acredita-se que acima dos

com uma vida ativa e equilibrada. A palavra é: Equilíbrio. E lembre-se que a prevenção ainda é o melhor remédio.

O angiologista ou

a circulação periférica ou dos membros, e são doenças que acontecem o ano inteiro.

DR. ANDRÉ RENATO DE FREITAS

CRM/SC 7987 CIRURGIA VASCULAR - RQE 4240 CIRURGIA VASCULAR - ECOGRAFIA VASCULAR COM DOPPLER - RQE 13908

• Membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV)

18

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 8,9,10 e 11.

Revista Saúde | Maio . 2019 | rsaude.com.br


JEC

Exame para VITOR MIRANDA E, AGORA, descobrir A PAIXÃO DA CIDADE! o sexo do bebê?

O propósito do Proll-Med é, acima de ente com o tudo, saúde de vida a A Sexagem Fetalfornecer é um exame parae aqualidade clusivo, sendo necessária uma 2ª cor, teve seus seusdopacientes. Masévai incentivo determinação sexo do bebê, rea-além: leta,ono mínimo, ao após 2 semanas para empresário lizado comesporte uma amostra de sangue da obter-se um resultado conclusivo. é uma das bandeiras fortemente 07, passando mãe. Durante a gestação, uma pequelevantadas pelo laboratório. Não por acaso, oratórios. na quantidade de células fetais passa O que pode causar um resultado ero atual materna. garoto Opropaganda para a circulação teste rado?da rede de e emergente, analisa o DNA fetal presente san- O resultado de sexo feminino, que laboratórios é o no lutador joinvilense Vitor mente atento gue materno. Mais especificamente, posteriormente for Miranda, lutador de MMA, multicampeão, e verificado como u muito para o teste baseia-se na identificação de sendo do sexo masculino, deve-se que já foi gênicas) da categoria principal do UFC. à quantidade insufipartes (sequências do croprincipalmente de expansão Futsal, campeão nacional em 2017, Além dos exames mossomo Y, o que determina as carac- ciente tradicionais de células fetaisKrona no momento o Dr. Giscard. terísticas disponibilizados sexuais masculinas. da coleta, em especial também se esta fortem re- o carinho do torcedor, e a porComo laboratórios de análises e atento apenas às indivíduos do sexo masculino alizada antes da 8ª semana de gestaclínicas, o Proll-Med é referência em exames parceria do Proll-Med se estende às quadras. possuem esse cromossomo dentro de ção, ou ainda, a aspectos relacionabriu unidades “Quem é natural de Joinville, ou até mora com foco em aumento de performance da cidadesuas e células, sua presença na amostra dos à viabilidade (<48h) e qualidade aqui há tempo, sabe que o JEC é e desempenho atletas - Para sejam analisada indica um menino e afísico sua au-de da amostra. o resultado do algum sexo s afastados, sência indica uma menina. Trata-se de masculino que posteriormente for ve- mais do que um clube local profissionais, amadores e a todos.um teste não invasivo, com excelente rificado uma gravidez de feto feminino – é a paixão do joinvilense. ou de final de semana. “O “O esporte grau de acerto. A mulher não precisa as causas incluem: a mãe ter recebido tórios conta esporte proporciona bemde sangue ou transplante Independente da situação o apenas de emnenhuma preparação especial (não transfusãoproporciona há necessidade jejum) e disposição todas as de estar, de vitalidade, e, órgão de um homem; a mãe ter sido do time, o torcedor vai à aí, Camboriú, grávidas podem se submeter a ele. submetida a procedimento de hipe- Arena, torce, grita, apoia além de tudo, pode aumentar bem-estar, cisco do Sul, rovulação e/ou fertilização in vitro. nossa longevidade” afirma Este exame detecta uma possível Neste caso, não é incomum que um incondicionalmente. E isso é egrinho. Mas vitalidade, Giscard, que também é mais embriões gravidez? ou não sobrevivam e especial! O esporte faz isso or aí: “Temos Não, este exame uma pos- dos estudos mostram que a e, detecção adeptonão edetecta entusiasta disposição alémdo com as pessoas, o JEC faz do estado, sível gravidez. Assim, se uma mulher DNA destes embriões pode ocorrer isso com o joinvilense!”, disse desportos. que não estiver grávida fizer o teste o durante de um período após o aborestão sendo tudo, pode Motivado por essaao afinidade resultado será correspondente de tamento. Alguns estudos associam o entusiasmado empresário s novidades”, A Sexagem contrato, Fetal em é e atuação naApeárea da uma gestação do sexoefetiva feminino. ainda aaumentar possibilidade deste tipo de após assinar o nossa nas mulheres comogravidez confirmaresultado, com a coleta e a manipu- dezembro de 2018. um exame para a saúde, Proll-Med se tornou da devem realizar o exame. lação daslongevidade” amostras por profissionais Com isso, sócios do do JEC o mais novo patrocinador determinação sexo do sexo masculino. e seus dependentes terão do Joinville Esporte Clube. Pode haver resultado inconclusivo? do bebê, é realizado Como qualquer outro E se a gravidez (gêmeos)? descontos de até 40% em serviços ProllO time da exame cidade,laborabicampeão nacionalforegemelar torial, a sensibilidade e a especificidaSe a gravidez for gemelar: em gêmeos com amostra de benefícios que atualmente disputa a Campeonato Med, numa mutualidade deuma de do teste não são de 100%. A sen- univitelinos, os bebês terão o mesmo o clube, e mãe. o e aquando Sérieo D sexo, do Campeonato sangue da sibilidade Catarinense varia de até 70%, assim o resultadoentre é valido para a sociedade joinvilense laboratório, que visa fortalecer o esporte em Brasileiro, é uma das paixões joinvilenses. exame é realizado antes da 8ª semana ambos. Em gêmeos bivitelinos, com de gestação e até 98,2%, a 8ª se- demais de uma placenta, cenário a presença doe nacional. local Assim como após no futebol campo, o JEC/

mana de gestação. Por este motivo, recomendamos que a coleta da amostra seja realizada a partir da 8ª semana de gestação. Em aproximadamente 5% dos casos, o resultado pode ser incon-

NOVA SEDE

cromossomo Y indica que um dos bebês é do sexo masculino, não podendo determinar o sexo do outro feto. A ausência de DNA masculino indica gravidez de duas meninas.

O Proll-Med Laboratórios anuncia também que, em breve, irá inaugurar sua nova sede, na Rua Blumenau 355 (antiga Quimidrol), no centro de Joinville. Além da (47)privilegiada, 3422-0818 | prollmed.com.br localização a estrutura do local Matriz: Rua Blumenau, 255 - Centro - Joinville/SC irá duplicar a eficiência do laboratório matriz, /prollmed @prollmed aplicando a já conhecida tecnologia de ponta às múltiplas salas dispostas no prédio. 20

47 3422.0818 prollmed.com.br Revista Saúde | Maio . 2019 | rsaude.com.br

prollmed


Tecnologia na infância. Como avaliar os limites que devem ser impostos? Nos dias de hoje é muito difícil nos mantermos longe da tecnologia, tudo ao nosso redor é baseado nisso. Começou com a televisão, surgiram os computadores e mais recentemente os tablets e smartphones que facilitam nossas vidas todos os dias. Com tantos benefícios e facilidades que eles nos trazem, como mensurar os problemas que eles também podem causar às nossas crianças e à sociedade como um todo? Muitos estudos vêm surgindo sobre esse tema pois a exposição precoce e exagerada vem trazendo prejuízos graves as nossas crianças e adolescentes. Situações como déficit de atenção, atrasos cognitivos, distúrbios de aprendizagem , impulsividade, dificuldade em lidar com sentimentos como a frustração e a raiva, obesidade, privação de sono e risco de dependência grave com a tecnologia são as consequências mais importantes que estamos vivenciando cada vez mais. Por conta desses riscos, em 2014 a Academia Americana de Pediatria e a Sociedade Canadense de Pediatria recomendaram limites para a exposição das crianças a todo tipo de mídia. Para as entidades, o ideal é que apenas depois dos 2 anos de idade as crianças comecem a ter contato com esses aparelhos e por tempo limitado. Até os 5 anos, as crianças só deveriam ficar no máximo 1 hora diante das te-

LONGE DAS TELAS Saiba qual o limite de uso das tecnologias da informática por crianças e adolescentes

PARA TODAS AS IDADES • Não usar telas por pelo menos 1 hora antes de dormir; • Não usar telas durante as refeições; • Orientar sobre os riscos de conversas com desconhecidos; • Ensinar a não compartilhar informações pessoais e fotos; • Promover educação digital.

las. O tempo aumenta para 2 horas para crianças de 6 a 12 anos e para 3 horas a partir dos 13 anos. Não é indicado que crianças abaixo de 13 anos tenham seu próprio smartphone. Nunca deixar eletrônicos ligados na hora das refeições, desligar sempre pelo menos 1 hora antes do horário de dormir, evitem usar a mídia como a única forma de acalmar seu filho em algumas situações, controlar o conteúdo que é acessado são orientações de extrema importância. Não deixar adolescentes isolados nos seus quartos com eletrônicos e sempre estimular atividade física pelo menos 1 hora por dia para todos. Com certeza a tecnologia nos traz muitos benefícios, não conseguiremos afastar 100% nossas crianças dela e

a ideia não é essa, é realmente usar com critérios, com limites e bom senso para que possamos manter um bom relacionamento entre os pais e os filhos com brincadeiras que estimulem a criatividade, o contato com a natureza, com texturas, com outras crianças e com os animais. Os pais também precisam controlar o tempo de uso para poder impor os limites. O mais importante é manter diálogo com a criança, mostrandose disposto a esclarecer dúvidas e explicar os motivos pelos quais é preciso usar com cautela as novas tecnologias. Então, sejam pais, mães, avós, avôs, madrinhas, padrinhos, criem esse vínculo de confiança com seus filhos. O que fazemos hoje é o reflexo do que eles serão na vida adulta.

DRA. PRISCILA PIRES

CRM/SC 17074 RQE 9775

22

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 8,9,10 e 11.

Revista Saúde | Maio . 2019 | rsaude.com.br


Relacionamento conjugal e terapia de casal: o que fazer com o lado sombrio do “conto de fadas”? Tudo se inicia com muita expectativa: a troca de olhares, o frio na barriga do primeiro encontro, a admiração pela conversa, pelo cuidado e atenção que o outro demonstra. Nesse início tudo é muito atrativo e interessante: a calça desbotada parece ser super estilosa, a barba malfeita é um charme, o modo direto e objetivo dela se expressar é sinal de personalidade forte, o jeito pacato dele demonstra tolerância e doçura. Tudo parece se encaixar, você chega a pensar que realmente encontrou sua cara metade, sua alma gêmea, até que... Com a convivência, você acaba descobrindo o lado sombrio do conto de fadas: começa a se incomodar com a maneira dele se vestir, começa a achar que a barba malfeita é desleixo, que o jeito pacato é falta de posicionamento e passividade, passa a traduzir a personalidade forte de antes como intransigência e grosseria. Pois é, com o passar do tempo e com novas fases e desafios do relacionamento, aquilo que era qualidade vira defeito e pode ficar difícil conviver de maneira harmoniosa com o outro. Os casais podem enfrentar embates frequentes, brigar, discutir, terem dificuldades de chegar a um consenso; o carinho e cuidado com o outro podem já não ser tão frequentes e podem haver

ELAINE CRISTINA LUIZ CRP 12/06859

• Psicóloga • Terapeuta de Casal • Mestre em Análise do Comportamento pela UFSC e Coach

R. Max Colin, 1917, sl. 04 Joinville/SC | (47) 9 9137-7417 elainecluiz@gmail.com www.elaineluiz.com.br

24

Revista Saúde | Maio . 2019 | rsaude.com.br

muitas acusações de ambas as partes. Quando isso acontece, os casais tentam resolver os problemas de diversas maneiras, mas, muitas vezes, é difícil entender o que está acontecendo e encontrar uma saída. A busca pela terapia de casal geralmente acontece nesses momentos, como uma tentativa de clarear a situação e buscar alternativas para a resolução dos conflitos. Geralmente, os casais chegam à terapia com uma explicação para os problemas que estão vivenciando e é comum que essa explicação seja que o comportamento do outro é que está causando as dificuldades. Na terapia comportamental para casais, uma etapa importante, é entender que os problemas vivenciados são geralmente produtos de diferenças de comportamento entre o casal, ou seja, o problema não acontece porque o outro está errado, mas porque existe uma diferença entre o modo com que ele pensa, se comporta e o meu modo de pensar e me comportar. É muito difícil entender os problemas como produto de diferenças, mas quando isto acontece, os dois conseguem ter mais empatia um pelo outro e assim há uma tendência em se reduzir as acusações e maior abertura para as mudanças necessárias.

O casal passa por um processo para identificar as áreas principais de conflito, aprender a analisar tais situações de maneira a entender o que as desencadeiam e a desenvolver estratégias para lidar com tais dificuldades (o objetivo é clarear o caminho). Problemas de comunicação são frequentes nos relacionamentos e, portanto, o desenvolvimento de habilidades para melhorar o diálogo, compreensão e escuta são essenciais para a resolução de conflitos ao longo de todo o processo terapêutico. Talvez, em um primeiro momento seja difícil aceitar que o seu conto de fadas pode passar por momentos sombrios, mas em contrapartida, entender estas dificuldades como oportunidades para o crescimento da relação, pode fazer com que essa história seja muito mais interessante, prazerosa e real. FERNANDA NOGUEIRA GÔNGORA CRP 12/08900

• Psicóloga Clínica • Terapeuta de Casal • Mestre em Análise do Comportamento pela UEL, Formação em Terapias Comportamentais Contextuais.

R. Alexandre Dohler, 129, sl. 1001 Joinville/SC | (47) 9 8841-2296 fergongora_9@hotmail.com www.fernandagongorapsicologa.com


Um novo cuidado à saúde da mulher

A frequência na academia está diminuindo, naquelas que ainda resistem em ir. Acordar, só depois do quinto despertador. Maior irritabilidade e intolerância, se misturam com momentos de tristeza, em outros, com ansiedade.

A mulher, a partir dos 35 anos começa a sentir os efeitos das quedas hormonais. O metabolismo cada vez mais lento mantém um cansaço natural dia após dia. A frequência na academia está diminuindo, naquelas que ainda resistem em ir. Acordar, só depois do quinto despertador. Maior irritabilidade e intolerância, misturam-se com momentos de tristeza, em outros com ansiedade. Sem falar da libido, essa nunca mais ouviu falar. Muitas mulheres passam por isso, não necessariamente por tudo, mas pelo menos um desses sintomas. E por serem queixas frequentes no chá das cinco, concluem que o corpo está envelhecendo e simplesmente aceitam. Algumas rotinas são bastante influentes para retardar o envelhecimento, cada fator deve ser analisado e corrigido detalhadamente. Sono - Não precisamos dormir para descansar, mas sim para reparar. Diversos estudos têm mostrado que mudanças comportamentais, às quais chamamos de “Higiene do Sono”, são suficientes para despertar com mais disposição, diminuir a irritabilidade, melhorar concentração e memória, e ainda, auxiliam no processo de controle do peso. Alimentação - O sobrepeso e obesidade são a condição endócrina

que trazem diversos prejuízos à saúde, incluindo doenças cardiovasculares e cânceres. Reaver os cuidados alimentares, melhorar a ingesta hídrica e suplementar vitaminas e minerais, podem ser essenciais para recuperar o ânimo. Atividade Física - Um de cada dois brasileiros não pratica qualquer atividade física. Apesar da caminhada ser a atividade mais praticada, é recomendado intercalar aeróbico e atividade resistida. Praticantes têm maior facilidade de se alimentar adequadamente, menor risco de doenças cardiovasculares, além produzir hormônios do bem-estar. Stress - O bem-estar é algo difícil de ser conseguido na correria do dia a dia. Algumas técnicas para combater o stress, como yoga e meditação têm sido usado em crianças a idosos, com o objetivo de diminuir a irritabilidade e ansiedade, melhora de concentração e rendimento no trabalho. Por fim, diversos fatores modificáveis influenciam na Saúde da Mulher, no entanto, a pausa da produção hormonal pelos ovários é cronológica. Nessa fase, a escolha é a já consolidada Terapia de Reposição Hormonal. O maior erro que uma mulher pode cometer é sacrificar a sua saúde a qualquer outra vantagem.

DR. THALES FRETTA ALTHOFF MEDEIROS CRM/SC 18938 GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA - RQE 15196

• Especialização em Ginecologia Endócrina e Climatério – UNIFESP ; • Título de Especialista em Ginecologia e Obstetrícia – TEGO 144/2017; • Membro da Sociedade Brasileira de Climatério (SOBRAC); • Médico autorizado pelo laboratório Elmeco - Implantes Hormonais.

26

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 8,9,10 e 11.

Revista Saúde | Maio . 2019 | rsaude.com.br


Reabilitação Oral e sua relação com doenças do Sistema Estomatognático Com o avanço das técnicas reabilitadoras de sorriso, como as famosas lentes de contato, cada vez mais os dentistas se adaptam com cursos rápidos para aprender a técnica e começar a oferecer mais um serviço que está em alta entre os pacientes. Como resultado dessa grande procura, cada vez mais vemos casos sendo resolvidos com os famosos laminados cerâmicos. O que devemos nos atentar é a real necessidade desses casos serem resolvidos dessa forma. O paciente procura estética no sorriso, porém cabe o profissional lembrar que um sorriso bonito é um sorriso que funciona em perfeita harmonia estética e principalmente funcional. Os dentes são balisadores que limitam a movimentação do único osso biarticulado do corpo humano, a mandíbula, portanto se eles não cumprem sua função a ATM (articulação temporomandibular) sofre e as consequências podem ser avassaladoras para o sistema estomatognático que é responsável pelos

DR. GUILHERME GOBBI CRO/SC 11867

• Especialista em Implantodontia • Cirurgia Oral Menor; • Credenciado em Bichectomia; • Credenciado em Cirurgia Guiada; • Odontologia Digital.

movimentos de sucção, mastigação, deglutição, respiração e fala. A oclusão possui uma íntima relação com as funções estomatognáticas e, apesar dos desvios oclusais serem características inerentes ao ser humano, não significa que a oclusão esteja confortável e que promova uma mastigação eficiente. Além disso, a oclusão determina o padrão de movimento e posição da mandíbula, e a instabilidade oclusal pode ser uma razão para a sobrecarga do sistema mastigatório, e também pode levar a danos à ATM. Estímulos nociceptivos provenientes da oclusão e/ou da ATM podem gerar comportamentos musculares compensatórios, como distúrbios miofaciais orofaciais, entre eles a disfunção temporomandibular (DTM). Portanto a importância de saber diferenciar uma reabilitação estética de uma reabilitação oral é muito grande. Procuramos em nossa equipe de espiacilistas fazer disso uma preocupação constante. Desde a Odonto-

DR. JOSÉ FELIPE C. BARBOSA CRO/SC 11735

• Especialista em Ortodontia • Invisalign Doctor

PROF. DR. GUSTAVO SIEDSCHLAG CRO/SC 11105

• Excelência em Odontologia Preventiva e Estética. Especialista, Mestre e PhD em Dentística Restauradora (UFSC).

Clínica Saguaçu - Av. Aluísio Píres Condeixa, 2763 - Saguaçu - Joinville/SC - (47) 3804-8666 Clínica Rio bonito - Rua XV de outubro, 3547 - Rio Bonito - Joinville/SC - (47) 3437-0505 Interdentodonto Interdent Odontologia 28

Revista Saúde | Maio . 2019 | rsaude.com.br

pediatria, Ortodontia, Cirurgia e Dentística Estética e reabilitadora. Todos trabalhando em conjunto em prol da saúde geral do paciente, fazendo sentido a famosa frase “Saúde começa pela boca”. Sendo assim, se você sofre com aquela famosa sinusite, enxaquecas constantes, problemas de postura, entre outras que nunca parecem desaparecer, saiba que existe sim uma grande chance de você precisar de um dentista e não de um médico.

DRA. ÍRIS FONSECA CRO/SC 11746

• Especialista em Odontopediatria


Exercício físico como promoção da saúde Você sabia que a Organização Mundial da Saúde prevê que em 2050 o mundo terá 2 bilhões de pessoas com mais de 60 anos? É uma realidade muito longe para você? Pois bem, se você tem por volta de 30 anos de idade com certeza será uma delas. E o que você estava fazendo hoje para se preparar para ter longevidade, saúde e disposição? Quanto mais jovem você definir uma rotina de exercícios e cuidados com o seu corpo, mais bem preparado você estará. A cada ano que passa, o nosso corpo vai perdendo massa muscular, força e mobilidade e, consequentemente, as articulações, ossos e músculos vão envelhecendo, ficando frágeis, necessitando de mais atenção e cuidados especiais. O corpo humano precisa de movimento para preservar a sua funcionalidade, prevenir lesões, doenças osteoarticulares, a sarcopenia (perda de massa magra) e a perda de força muscular. Muito provavelmente você já deve ter sentido dores na lombar, no joelho ou no tornozelo, sem falar nas dores na nuca e nos ombros devidos às tensões e ao stress. Algumas pessoas têm dores mais intensas, outras sentem dores mais leves, mas o fato é que a dor é um sinal do seu corpo informando que algo está errado. É seu corpo pedindo ajuda para manter a qualidade da mobilidade, de força, de equilíbrio e de flexibilidade. Você precisa ter consciência de que a prática regu-

lar de exercícios, desde que corretos e adequados as suas necessidades, pode reduzir, eliminar e prevenir esses incômodos desconfortos ao se deslocar e realizar atividades corriqueiras. O exercício físico é o mais poderoso método para prevenir lesões ou reabilitar o seu corpo para uma condição física adequada. Não se engane acreditando que a dor é um aviso para você ficar parado. São raros os casos em que a imobilização será a solução e, na maioria das situações, a ausência de movimento deve ser apenas temporária. Além disso, inúmeras pesquisas apontam para benefícios relacionados ao aumento da capacidade de raciocínio, memorização, concentração, atenção e percepção. Funções cognitivas essenciais tanto para profissionais quanto para estudantes. E aqui vou reforçar o que você já deve ter ouvido muitas vezes: O exercício físico faz bem para o corpo e para a mente. É importante que você tome a sua decisão, mas também é imprescindível que você tenha atitude. Escolha um programa de treinamento que seja adequado a você, que seja planejado levando em conta suas especificidades pessoais e profissionais, seus objetivos e suas necessidades. Mas, fique atento! Um planejamento de exercícios deve ser estruturado por um método que apresente variabilidade de estímulos para que o seu corpo tenha respostas diferentes e mantenha a constância nos treinos para não perder os resultados já alcançados.

“Você irá gastar tempo e dinheiro com a sua saúde, isso é fato. Sua decisão se resumirá em uma simples escolha: exercícios físicos ou consultórios médicos.” Michael Boyle

Iniciar um programa de exercícios pode parecer difícil, então, comece aos poucos, faça algo que você goste, que lhe dê prazer, descontração e relaxamento. Procure um profissional de Educação Física habilitado e capacitado que irá analisar tecnicamente as suas necessidades. Seja sincero com ele. Diga o que você não gosta, fale de suas dificuldades e limitações. Defina com esse profissional seus objetivos e o caminho a ser percorrido. Ele irá planejar um programa de treinamento específico para você e irá ajudá-lo a alcançar suas metas.

JOÃO FELIPE TAVELLA LEMOS PERSONAL TRAINER CREF 023221-G/SC

• Bacharel em Educação Física - Univille • Personal Trainer • Pós-Graduando em Preparação Física nos Esportes - UFPR

(47) 996109192

joaofelipetavella@gmail.com 30

Revista Saúde | Maio . 2019 | rsaude.com.br

@joaotavellatrainer


Açúcar e envelhecimento O açúcar (glicose) adere a uma molécula de proteína formando os chamados AGEs - Advanced Glycotion and Products-que são produtos que estimulam o envelhecimento. O açúcar em excesso e também os alimentos altamente glicêmicos, favorecem a glicação (processo metabólico que tem a ver com inflamação da célula, implicando no envelhecimento) porque há sobra destas moléculas que geram não só a glicação, mas também alterações na insulina. A glicação aumenta com a idade, e o álcool é uma fonte importante de açúcar provo-cadora da glicação. Um dos primeiros especialistas a citar o assunto foi o médico e pesquisador americano Nicholas Perricone. “Quando os açúcares e os amidos são ingeridos, causam um surto de inflamação por todo o corpo. Eles podem aderir ao colágeno em nossa pele e em outras partes do corpo, por um processo chamado glicação.” O açúcar em excesso aumenta o nível de glicose no sangue que por sua vez aumenta a insulina circulante, com o tempo há o que chamamos de resistência à insulina, interferindo nos hormônios e também provocando acnes. É fato que o envelhecimento cutâneo é um processo contínuo, que não pode ser parado. Mas há formas de minimizar sua ação. “Uma alimentação balanceada e rica em vitaminas, minerais e antioxidantes (como vita-

minas E, C e A, polifenóis e selênio) pode retardar esse efeito e melhorar o aspecto da pele. Além disso, os AGEs produzidos pela glicação podem afetar, também, a estrutura da parede das artérias, deixando-as rígidas. Portanto não é preciso deixar de comer alimentos doces ou com carboidratos, mas podemos fazer certas substituições como: • trocar o arroz branco por arroz parboilizado que possui índice glicêmico menor ou então usar o arroz integral; • usar os pães e massas integrais ao invés dos pães e massas com farinhas brancas; • minimizar as bebidas alcóolicas. • ingerir doces feitos com açúcar mascavo ou orgânico em quantidades menores; • as frutas devem ser a substituição para os alimentos com açúcares; • evitar refrigerantes; • todos esses alimentos quando substituídos, muitas vezes seu valor energético pode nem mudar, mas possuem muito mais vitaminas e minerais contribuindo para a saúde da pele e do organismo como um todo. É preciso aprender a fazer escolhas, escolhas mais saudáveis, escolhas essas que mudarão o metabolismo por completo. Quando opta-se por procurar nas prateleiras dos supermercados por alimentos mais saudáveis, naturais, com menos gorduras e condimentos, menos açúcar, aos poucos o organismo vai agradecendo com respostas rápidas metabólicas que são percebidas no dia a dia.

Pele mais bonita, cabelos mais sedosos, gordura diminuindo evitando assim vários males causados por seu excesso, entre outras variáveis importantes. Porém gosto sempre de frisar que juntamente com todo esse cuidado é importante incorporar uma atividade física diária e muita hidratação, todos os nutrientes somente serão metabolizados de forma completa quando estamos hidratados. E sua pele? Ela agradece.

LUCIANE VIEIRA CRN 6493

• Nutrição Esportiva e Estética.

JBC Escritórios Virtuais - Rua Dr. João Colin, 1285 - Sala Chile - América - Joinville/SC @dralucianenutricionista (47) 98832-2142 32

Revista Saúde | Maio . 2019 | rsaude.com.br


Carmem Azevedo, mãe, esposa e empresária de sucesso em depoimento conta-nos um pouco de sua trajetória e a maneira que consolidou a Carmem & Co. como uma das marcas favoritas entre as mulheres, quando o assunto são joias e acessórios de luxo. Estou ligada com joias e semi joias desde muito jovem, pois sempre amei essa área, trabalhei durante 22 anos em escritório vendendo e restaurando joias que proporcionassem sempre o melhor para minhas clientes. Para minha felicidade, meus produtos foram fazendo sucesso entre as pessoas da sociedade, quando surgiu a oportunidade de crescimento e então decidi abrir minha primeira loja de joias. Foi com certeza um momento muito especial na minha vida. Ao abrir as portas, senti meu trabalho amadurecido, era o momento de dar meu voo apostando nas novas tendências do mercado da moda. Na loja, as peças passam por meu olhar apurado e cuidadoso nas escolhas, traduzem bem a minha paixão e o meu desejo de mostrar através delas a sofisticação perfeita para todos os estilos, do clássico ao contemporâneo! Sinto-me realmente muito sortuda de poder fazer algo que me traz tanta realização e proporcionar as minhas clientes felicidade!

Aqui na Carmem & Co., prezamos muito pela qualidade das marcas com qual trabalhamos, então pensando nesse quesito, trabalhamos com nossa própria marca a Carmem & Co., além de marcas como Gold Skill, Isla Bolsas, Maria Dolores, Swarovski e Camila Klein. Além do envolvimento com essas marcas, após conversas com nossas clientes e as experiências adquiridas com anos na área, notamos que todas nós temos alguma peça que não gostaríamos de nos desfazer, pensando nisso também fazemos restaurações de peças. Esse contato direto com as clientes, em busca de sempre estar melhorando me deixa muito satisfeita por poder fazer algo que me traz tanta realização, e proporcionar as minhas clientes felicidade!


O tratamento de um futuro que começa agora

Os tratamentos com células-tronco estão cada vez mais acessíveis e eficazes, por isso, o armazenamento, a multiplicação e a preservação dessas células são uma forma cada vez mais concreta de preservar a saúde das novas gerações. As células-tronco mesenquimais obtidas a partir da polpa do dente de leite destacam-se dentre as fontes naturais por apresentar um excelente potencial para criopreservação e aplicação em terapias celulares. As células do dente de leite foram identificadas como tendo algumas características similares às células-tronco embrionárias, revelando um grande potencial de diferenciação. Além disso, elas apresentam excelente potencial de multiplicação quando comparados às outras fontes de células-tronco. Mui-

tas propriedades interessantes das células-tronco da polpa de dentes de leite são explicadas pela origem embrionária dessas células (ectomesenquimal), a mesma das células da pele e do tecido nervoso, por exemplo. Por isso, as células-tronco da polpa dos dentes de leite podem se diferenciar não apenas em tecido ósseo, adiposo e cartilaginoso, mas também em tecido epitelial e até mesmo em neurônios, tornando-a ainda mais versátil quanto ao seu uso terapêutico. O dente de leite guarda um tesouro precioso, capaz de beneficiar a saúde de seu filho durante toda a vida: células-tronco capazes de auxiliar na regeneração de diversos tipos de tecidos e órgãos. As células podem ser coletadas a partir da polpa dos dentes normalmente entre os 6 e 12 anos de idade, que corresponde ao período de troca da dentição de leite pela permanente. Quanto mais precoce acontecer a extração

do dente de leite, maior a qualidade e disponibilidade de células-tronco. Por isso, indica-se que, preferencialmente, as células-tronco sejam criopreservadas entre os 5 e 9 anos. O procedimento para obtenção da célula-tronco é minimamente invasivo se comparado a outras fontes naturais. É também parte de um evento natural da vida da criança (a extração do dente) que, independente da escolha pela criopreservação, deverá ser realizado. Com os avanços da medicina, o tratamento e até mesmo a cura de doenças que hoje são consideradas incuráveis estão se tornando algo cada vez mais possível e palpável. Isso engloba desde condições mais simples, como queimaduras e fraturas, até diabetes, Alzheimer e autismo, por exemplo. A Clínica Dents está credenciada junto a R-Crio para realização dos processos de coleta e esclarecimentos aos pacientes.

DRA. JOANA BEATRIZ GERMINIANI DA SILVA CRO/SC 4532

• Especialista em Ortodontia e Implantodontia; • Equipe com Clínico Geral e Endodontia Especializada.

Rua Dona Elza Meinert, 299 - Costa e Silva - Joinville/SC Fones:(47) 3425-4030 | 3025-3594 | 98900-0635 @jbodontologia45 Clínica Dents Odontologia Preventiva e Estética jbodontologia45@gmail.com 36

Revista Saúde | Maio . 2019 | rsaude.com.br


Alopecia Androgenética Feminina

Os procedimentos realizados na terapia capilar são fundamentais para a melhora do quadro. Cada caso exige um tipo de abordagem, e cada paciente necessita um plano de tratamento personalizado.

Você sabe qual é o significado do termo Alopecia Androgenética? Trata-se da calvície propriamente dita, a qual afeta tanto homens quanto mulheres. Hoje considerada a causa mais comum de perda progressiva decabelos no sexo feminino, geralmente ocorre em pessoas com predisposição genética (hereditária). Apesar de ser uma condição benigna, as mulheres são as que mais sofrem com essa doença. Além de perder os cabelos, a vida como um todo sofre um impacto emocional importante, afetando negativamente a autoestima, vida pessoal e profissional. A incidência na população feminina pode ocorrer em qualquer idade, contudo sua prevalência tem ápice entre 20 e 50 anos de idade. A queda dos cabelos inicia com a substituição dos fios grossos por fios cada vez mais finos e menores (miniaturização), até a interrupção do crescimento, levando à rarefação dos pelos. O padrão mais frequente de calvície feminina envolve uma perda difusa do fios, com raleamento mais visível no topo da cabeça (o local onde o cabelo é repartido vai se “alargando”, deixando cada vez mais à mostra o couro cabeludo). Outros inúmeros fatores constantemente “bombardeiam” a saúde

capilar feminina, como: higiene inadequada do couro cabeludo, excesso de processos químicos, alimentação inadequada, dietas rigorosas, uso de hormônios subcutâneos, anabolizantes, estresse, entre outros. Os procedimentos realizados na terapia capilar são fundamentais para a melhora do quadro. Cada caso exige um tipo de abordagem, e cada paciente necessita um plano de tratamento personalizado. Também podemos ajudar a: • Combater a queda dos fios; • Melhorar a haste capilar; • Promover o fortalecimento dos fios (evitar a miniaturização); • Combater a caspa; • Combater a oleosidade; • Promover e fortalecimento da cutícula; • Diminuir a porosidade nos fios; • Estimular o crescimento dos fios; • Combater o prurido, causado por dermatites e psoríases. É muito importante ficar atento! Sabendo de todos esses possíveis gatilhos para a queda capilar, a melhor opção é prevenir, e buscar auxílio de um especialista.

CARLA MORANTE

TERAPEUTA CAPILAR TRICOLOGISTA

• Formada pela Academia Brasileira de Tricologia. • IAT – International Association of Trichologist.

Rua Blumenau, 178 Sala 404 - Ed. Medclinicas - Joinville/SC (47) 99646-0306 beauty.by.carlamorante BeautyBy Carla Morante 38

Revista Saúde | Maio . 2019 | rsaude.com.br


Acompanhe o desenvolvimento do seu filho e fique atento a sinais de alerta para transtornos do neurodesenvolvimento! Nós, Júlia e Ana, somos psicólogas e trabalhamos com crianças há muitos anos. Nessa nossa trajetória acumulamos conhecimentos essenciais àqueles que têm crianças ou que trabalham com crianças e gostaríamos de compartilhar algumas informações com vocês. Existem marcos do desenvolvimento infantil e, considerando que abril é o mês de conscientização sobre o autismo, fique atento aos seguintes comportamentos, que devem estar presentes no desenvolvimento saudável: • Antes dos 6 meses: a criança reage com sorriso quando pessoas conversam e interagem; se antecipa para ser pego no colo, estendendo os braços; deve ser responsivo aos ambientes com pessoas; • Dos 6 aos 12 meses: aponta para as coisas, para mostrar ou pedir; busca interações com outras pessoas por meio de gritinhos, sorrisos ou balbucios; • Dos 12 aos 18 meses: segue com o olhar aquilo que as pessoas demonstram; parece perceber quando são chamados pelo seu próprio nome; faz gestos como “tchau”, “não”, “dá”;

(47) 3028-6527 |

• Dos 18 aos 24 meses: imita as brincadeiras que são ensinadas; tentam falar palavras para expressar o que querem; • Dos 24 aos 36 meses: fala frases de, pelo menos, duas palavras que não sejam somente por imitação ou repetição; brinca de faz de conta e compartilha as brincadeiras com outras crianças. Se seu filho NÃO apresentar algum desses comportamentos, TENHA PRESSA EM INVESTIGAR: busque ajuda especializada (neuropediatra, psicólogo infantil ou fonoaudiólogo). É fundamental que, diante da possibilidade de um atraso ou mesmo alteração no desenvolvimento, você possa ativar logo os tipos de apoios necessários para que o desenvolvimento da criança receba a atenção necessária. Assuma a direção no desenvolvimento do seu filho: sendo necessário, procure compreender com os profissionais o que é o melhor a fazer para auxiliar seu filho. Os pais devem ser os principais agentes do desenvolvimento da criança, garantindo que ela interaja com o mundo pelas formas mais efetivas. Tenha tempo para sua criança, estimule, brinque e esteja presente!

(47) 99145-7389

/lojadabiajoinville

ANA CAROLINA WOLFF MOTA PSICÓLOGA

• Mestre em Psicologia, Avaliação e Intervenção Especializadas do Espectro Autista

JÚLIA M. HEIN PSICÓLOGA

• Pós-Graduada em Psicoterapia Cognitivo Comportamental, • Mestre em Distúrbios do Desenvolvimento

Clínica Mediação - Rua Marcílio Dias, 324 Santo Antônio - Joinville/SC Fone (47) 3278-0444

Rua Lages, 660, Lojas 2 e 3 - Centro, Joinville - SC

lojadabia_educ

www.lojadabia.com.br


Antibióticos - usar ou não? Antibiótico é um medicamento que combate infecções, produzido natural ou artificialmente, impedindo o crescimento ou exterminando bactérias e outros microorganismos . Importante ressaltar que os antibióticos não têm utilidade para os vírus, que são agentes infecciosos desprovidos de metabolismo independente e necessitam de células vivas do hospedeiro (humano ou de outro animal) para se replicarem e causarem doença. A maioria das infecções triviais entre seres humanos são causadas por vírus (de 70 a 90%). Eles podem provocar infecções respiratórias como resfriados e gripes, acometerem os ouvidos, a garganta, os brônquios, os pulmões, os seios da face (sinusite) e até mesmo causar meningite. Portanto, a maioria dessas infecções não melhoram com o uso de antibióticos. O próprio organismo é que resolve a infecção produzindo células de defesa e anticorpos. Para tanto, é preciso apenas alimentos saudáveis ricos em proteínas, vitaminas e sais minerais e, eventualmente, de sintomáticos (remédios para melhora da dor e da febre, se houver). É comum médicos, principalmente pediatras, serem cobrados em prescrever antibióticos pelas famílias dos pacientes que apresentam febre. Pois há uma crença cultural de que eles são necessários em qualquer tipo de infecção febril e que são a única solução para a melhora. O que muita gente não sabe é que esses medicamentos podem baixar a imunidade e causar outros danos à saúde. Antibióticos podem causar diarreia com frequência devido ao desequilíbrio da microbiota

intestinal, pois matam as bactérias patogênicas (que estão causando a doença a ser tratada) mas infelizmente, também matam as bactérias protetoras, que evitam outras doenças, fazendo parte da nossa imunidade natural. Antibiótico é uma faca de dois gumes. Após a descoberta da penicilina em 1928, muitas doenças causadoras de morte precoce na população passaram a ser tratadas como doenças banais. A partir daí, outros antibióticos foram sintetizados pela indústria farmacêutica melhorando muito a qualidade de vida e a longevidade da população em geral. Porém, o uso abusivo de antibióticos, especialmente quando utilizados desnecessariamente, fizeram com que várias bactérias se tornassem resistentes aos mesmos. E por isso hoje ouvimos tanto falar em “super bactérias”. Essas são realmente perigosas porque não há alternativa para exterminá-las. Nem todas as infecções bacterianas necessitam de tratamento. O principal exemplo é a infecção intestinal que causa diarreia, vômitos e dor abdominal. Mais de 90% dos casos são provocados por vírus. E os menos de 10% restantes que são causadas por bactérias, não há indicação de tratamento com antibiótico (exceto em caso de cólera, salmonelose e outras raras gastroenterites). Porque na maior parte das vezes, o próprio organismo produz anticorpos e combate a infecção. Além disso, o extermínio das bactérias protetoras aumenta o risco de uma infecção mais invasiva pelas bactérias patogênicas que podem atingir a corrente sanguínea causando septicemia – infecção generalizada com alto índice de mortalidade. Somos gratos aos cientistas que inventaram os antibióticos, pois como foi dito, eles aumentaram a longevidade e a qualidade de vida com certeza. Mas devemos ter muita cautela ao pensar que só existe o lado bom. Por isso, a prescrição de um antimicrobiano deve ser muito bem pen-

sada e guiada por protocolos de rotinas médicas. Dicas para o bom uso de antibióticos: • Febre não significa necessidade de antibiótico. Quase todas as infecções virais também causam febre. • Usar somente sob prescrição médica. No Brasil, não é permitida a venda sem receita retida em farmácias. • Usar pelo tempo prescrito e não suspender o uso após melhora dos sintomas, mas sim conforme o tempo proposto em receita médica. Algumas infecções requerem tempo curto de antibioticoterapia; outras como nas sinusites, o tempo médio de tratamento é mais longo. O médico assistente sabe o tempo necessário para cada tipo de infecção. • Alguns antibióticos pediátricos devem ser guardados em geladeira após diluição, ou nem funcionam. E têm prazo de validade, após aberto. E lembre-se sempre de que o bom médico não é aquele que mais prescreve antibióticos, mas sim o que examina detalhadamente o paciente e sabe o momento correto em que esse recurso deve ser utilizado ou não.

DRA. LILIAN ROCHA CRM/SC 11328 PEDIATRA - RQE 6401

• Graduação: Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais - 1998 • Residência Médica: Centro Geral de Pediatria da FHEMIG - Belo Horizonte - MG • Título de Especialista em Pediatria pela Sociedade Brasileira de Pediatria • Título de Equivalência Médica pela Universidade de Lisboa - Portugal. • Trabalha em Consultório Particular e Plantonista da Emergência Pediátrica do Hospital Dona Helena

40

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 8,9,10 e 11.

Revista Saúde | Maio . 2019 | rsaude.com.br


Importância dos cuidados no pré e pós-operatório em cirurgia plástica Independente do tipo de cirurgia ao qual foi submetido, existem cuidados a serem seguidos que exigem um período de atenção até que se possa constatar o sucesso da cirurgia. O sucesso de uma cirurgia plástica não depende apenas da operação e do médico, deve-se atentar a todas as orientações do pré e principalmente do pós-operatório. Pré-Operatório: Antes de almejar o resultado de uma cirurgia plástica, deve-se ter perspectivas claras e realistas de como seu corpo é e de como ele pode mudar, evitando qualquer desapontamento mesmo com um ótimo resultado da cirurgia. Lembre-se, cada indivíduo é único, portanto seu corpo nunca será igual ao de outro paciente. Marque quantas consultas achar necessário para esclarecer todas as suas dúvidas sobre o procedimento. Informe-se sobre o tipo de anestesia, tipo de cirurgia, tempo cirúrgico, riscos cirúrgicos e anestésicos, cicatrizes. Respeite todas as orientações do préoperatório como: 1 – jejum 2 – medicamentos: informe ao seu médico todos os medicamentos de uso pessoal para poder saber quais poderão ser utilizados e quais deverão ser cancelados no dia ou véspera da cirurgia 3 – cigarro: não fume 4 – bebidas alcoólicas: evite 5 – higiene pessoal: banho com sabonete neutro 6 – não utilize esmalte, maquiagem, hidratantes ou óleos, jóias, relógios, bijuterias 7 – leia e assine o termo de consentimento e esclareça todas as suas dúvidas Pós-Operatório: No caso de uma cirurgia plástica, o pós-operatório costuma ser mais tranquilo pois o paciente mesmo que tenha comorbidades como diabetes e hipertensão

arterial, para citar os mais comuns, tudo deverá estar controlado antes da cirurgia, com todos órgãos e sistemas funcionando conforme o esperado. Isto não significa que não precisa seguir as recomendações de pós-operatório. Os cuidados que você adota depois da cirurgia plástica influenciam na velocidade da sua recuperação e na qualidade dos resultados. O período após a cirurgia é encarado como uma continuação do procedimento cirúrgico e sua duração pode ser de até seis meses. Alta Hospitalar Na grande maioria dos casos, pacientes sem complicações recebem alta hospitalar no mesmo dia da cirurgia. É extremamente recomendado estar acompanhado neste momento pois devido à anestesia não é recomendado sair sozinho muito menos dirigir devido à possibilidade de mal-estar, tontura, confusão e sonolência. Também dependendo do tipo de cirurgia poderá haver restrições nos movimentos, como após uma cirurgia de mama ou abdome. Curativos Dependendo da cirurgia, existem curativos específicos. Na rinoplastia, além da imobilização externa do nariz, existe o tampão que deve ser utilizado por 24-48 horas, causando certo receio em alguns pacientes. Neste caso é totalmente possível respirar pela boca. Na mamoplastia, o curativo compressivo pode permanecer por até 48 horas com a possibilidade de se utilizar drenos. Após este período poderá se utilizar o sutiã cirúrgico mantendo os cuidados na região da incisão somente. Na abdominoplastia, o curativo compressivo assim como na mamoplastia poderá permanecer por até 48 horas e também poderá existir o uso de drenos. Após este período poderá se utilizar da malha compressiva e os cuidados com a região da incisão. Cada cirurgião se utiliza de um método pessoal, por isso durante a explicação

sobre os cuidados não hesite, não deixe de esclarecer todas as sua dúvidas. Meias, Sutiã e Malhas Cirúrgicas Algumas cirurgias necessitarão do uso de vestimentas especiais. As meias cirúrgicas não são as de uso comum, possuem características especiais que atuam na profilaxia da trombose venosa. Possuem uma taxa de compressão definida e medidas específicas. Malhas e meias cirúrgicas são utilizadas em cirurgias específicas por um período de aproximadamente 30 dias. Mesmo que em alguns casos este uso cause um certo incômodo, é necessário respeitar o uso. Este tipo de produto auxilia a manter os tecidos em suas novas posições, facilitar a cicatrização e dar segurança à paciente. Drenagem Linfática A indicação da drenagem linfática depende de cada tipo de procedimento cirúrgico. Auxilia na eliminação de líquidos acumulados diminuindo o inchaço. Também pode auxiliar na diminuição da formação de fibroses após lipoaspiração. Sol Evite exposição solar nas áreas operadas, o que poderá comprometer tanto a cicatrização quanto a coloração da pele. O período mínimo é de 30 dias mas poderá variar conforme o caso. Cuidados Essenciais • Faça refeições leves; • Respeite a orientação sobre a posição de dormir e as restrições de alguns movimentos; • Beba bastante líquido, pelo menos 1,5 L de água; • Repouse; • Evite exercícios físicos ou grandes esforços; • Cuidados com o dreno se existir; • Retorne à clínica e mantenha contato com seu médico sempre que achar necessário.

DR. FABIANO MITSUHASHI YAGUCHI CRM/SC 20455 CIRURGIA PLÁSTICA - RQE 12002

• Graduação em Medicina pela Universidade Federal do Paraná - UFPR/PR • Residência Médica em Cirurgia Geral pela Universidade Estadual de Maringá - UEM/PR • Especialização Médica em Cirurgia Plástica pela Faculdade de Medicina de Marília - FAMEMA/SP • Título de Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP • Título de Especialista em Cirurgia Plástica pela Associação Médica Brasileira - AMB • Membro Especialista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP

42

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 8,9,10 e 11.

Revista Saúde | Maio . 2019 | rsaude.com.br


Aparelhos Ortodônticos Estéticos A evolução das tecnologias e o desenvolvimento de novos materiais para tratamentos ortodônticos, tornaram viável o tratamento em pessoas que desejam alinhar seu sorriso de uma maneira discreta. Os Alinhadores Transparentes são placas removíveis, para correção ortodôntica que possuem elasticidade para liberar forças leves e contínuas sobre os dentes movimentando-os à posição desejada. São uma alternativa ao aparelho ortodôntico convencional, que geralmente é feito com braquetes fixos aos dentes. Um conjunto de placas transparentes removíveis é confeccionado, com a finalidade de realizar a movimentação dos dentes gradualmente. A cada 15 dias, as placas são trocadas por novas que irão movimentar mais um pouco, repetindo esse processo até que se alcance o sorriso desejado. A principal vantagem para o paciente é visual, já que o alinhador é praticamente imperceptível no sorriso. Outro fator positivo é que sendo removível, o aparelho não é usado durante as refeições, o que facilita os procedimentos de higiene bucal. Vantagens: • Estético - transparente; • Tratamento mais rápido ; • Removível.

Como é confeccionado: Com um scanner é obtido o modelo digital do sorriso do paciente Um programa de computador vai simular as fases do tratamento até o resultado final. O paciente pode visualizar como seu sorriso vai ficar e tempo necessário para correção é previsto. Após a aprovação do planejamento, são confeccionados os alinhadores. Então, o ortodontista entrega um conjunto de placas a cada 15 dias até que seja concluído o tratamento. 
 Aparelhos Estéticos Autoligados: O sistema autoligado é uma tecnologia de ponta aplicada à ortodontia. São aparelhos fixos colados aos dentes, mas os braquetes são estéticos transparentes. Possuem algumas vantagens em relação aos aparelhos convencionais: • São transparentes ; • O tratamento é mais rápido ; • Raramente são necessárias exodontias (extrações dentárias). O tratamento é mais confortável para o paciente A escovação fica facilitada pois não são usadas ligaduras elásticas ao redor dos braquetes, as quais retém placa bacteriana. As duas formas apresentadas são uma alternativa mais discreta para corrigir problemas oclusais, consulte um especialista em Ortodontia para saber qual é a mais indicada para você.

DR. LUÍS HENRIQUE FISCHER CRO/SC 5723

• Especialista em Implantodontia e Ortodontia; • Mestrado em Ortodontia, área em que atua como professor de pós-graduação há 10 anos; • Educação continuada em Odontologia pela New York University

R. João Pessoa, 925 - América - Joinville/SC - (47) 3425-1337 | 9 9688-0007 luisfischer Luisfischerodontologia 44

Revista Saúde | Maio . 2019 | rsaude.com.br


Tratamentos de inverno para a pele Durante o inverno, a umidade do ar baixa e as temperaturas mais frias levam à diminuição na transpiração e o consequente ressecamento da pele. Além disso, nesta época, é comum tomarmos banhos mais quentes, que provocam uma remoção da oleosidade natural de forma mais intensa, diminuindo o manto lipídico que retém a umidade da pele. O cuidado com a pele é essencial para quem deseja estar sempre bela, porém, nem sempre conseguimos manter a pele bonita e hidratada naturalmente, por isso recorrer aos procedimentos estéticos é a melhor opção e este é o motivo, que o Microagulhamento vem fazendo tanto sucesso. Microagulhamento O microagulhamento é um tratamento estético que serve para remover cicatrizes de acne, disfarçar manchas, outras cicatrizes, rugas ou linhas de expressão da pele através de uma estimulação natural feita com micro-agulhas que penetram na derme, favorecendo a formação de novas fibras de colágeno, que dão firmeza e sustentação à pele. Os pequenos canais formados pelo microagulhamento servem para facilitar a penetração de substâncias nas camadas mais profundas da pele, o “ Drug Delivery”. Diversos ativos podem ser aplicados, entre eles, a vitamina C que é um poderoso antioxidante

e clareador da pele, assim como os fatores de crescimento, que são grupos de proteínas que estimulam o crescimento específico de tecidos. Os fatores de crescimento agem na formação de um novo colágeno, como também estiulam novos fibroblastos. Este dano controlado desencadeia a liberação de mediadores químicos que estimulam as células formadoras de colágeno e elastina a restaurar a pele danificada, resultando numa melhora do aspecto geral da mesma. Peelings Peeling é todo processo em que há a remoção das camadas mais superficiais da pele, seja com o uso de um produto químico, físico ou laser. Ocorre destruição controlada de parte ou de toda epiderme, com ou sem a derme, levando à esfoliação e remoção de lesões superficiais, seguida pela formação de um novo tecido. Com essa remoção, a pele se reestrutura e se renova, além de haver

estimulação da produção de colágeno, substância que dá firmeza à pele. Dessa forma, os peelings são indicados para tratamentos de rejuvenescimento, manchas na pele, cicatrizes de acne, flacidez, entre outros problemas de pele. Mas o resultado varia conforma o profundidade do peeling feito. Indicações do peeling Ao remover uma camada da pele, o peeling a obriga a se reestruturar e se renovar, além de haver estimulação da produção de colágeno, substância que dá firmeza à pele. Dessa forma, os peelings são indicados para tratamentos de rejuvenescimento, manchas na pele (como o melasma), cicatrizes de acne, flacidez, entre outros problemas de pele. No entanto, em todo peeling, como a pele fica sensível por um tempo, é importante reforçar a proteção solar, reaplicando o filtro a cada duas horas. O uso de produtos com ácido ascórbico (vitamina C) também é bem-vindo.

FABÍOLA ATAÍDE FISIOTERAPEUTA CREFITO: 23013 - F

• Graduação em Fisioterapia pela Associação Catarinense de Ensino, Joinville; • Formação em Reeducação Postural Global, São Paulo; • MBA Gestão de Clínicas, Fundação Getúlio Vargas; • Habilitada Método Priscila Palazzo, São Paulo; • Habilitada Método Renata França, São Paulo; • Cursos de Formação em Depilação a Laser e Fotodepilação, Flaci10, Striort.

Rua Prudente de Morais, 1147 - Santo Antônio - Joinville/SC (47) 99214-9785 @fabiolahataide 46

Revista Saúde | Maio . 2019 | rsaude.com.br


rsaude.com.br | Maio . 2019 | Revista SaĂşde

47


A Importância da Nutrição para Aptidão Física

Embora acredita-se que exercício

cer parâmetros correlacionados com

Corpo, Mente e Espírito, dispõe do

físico seja todo e qualquer movimen-

níveis de saúde e qualidade de vida.

atendimento de uma nutricionista,

to praticado é importante ampliar

Sendo assim a nutrição assume papel

que atua diretamente alinhada com

sua definição pois o mesmo refere-

de extrema importância no que diz

o ciclo de treino em que o aluno se

-se a prática constante e regular de

respeito à condição saudável do indi-

apresenta. Colaborando assim com o

movimentos selecionados conforme

víduo, dando-lhe condições de práti-

profissional da Educação Física para

exigência da modalidade em questão,

cas esportivas condizentes com sua

a melhora do desempenho do aluno

respeitando a individualidade biológi-

estrutura física e metabólica.

dentro e fora de aula.

ca do ser e buscando meios que pos-

Considerando estes fatores po-

Temos como visão transformar vi-

sam desenvolvê-lo. Desta maneira o

demos observar a necessidade de um

das através do movimento, pois acre-

gesto motor simples e puramente pra-

acompanhamento nutricional indivi-

ditamos na evolução do ser como um

ticado passa a ser atividade física.

dualizado para um processo evolutivo

processo gradual e interno, revelado

contínuo afim de que os objetivos físi-

através de uma filosofia que desen-

cos sejam alcançados.

volve características físicas e mentais,

Define-se aptidão física como a habilidade do indivíduo em realizar atividades cotidianas em menor tempo

A Soul Treinamento Funcional,

tornando o indivíduo capaz de se auto

e com gasto energético equilibrado.

além de apresentar uma metodolo-

avaliar e buscar assim sua melhor ver-

Para tanto se faz necessário estabele-

gia exclusiva potencializando a tríade

são, sendo sua própria inspiração.

GRAZÌÈLLI DIASS CREF/SC 016618

EDUCAÇÃO FÍSICA

@sou.tf /soultreinofunc R. Coelho Neto, 1040 - Santo Antonio, Joinville/SC - (47) 99680-7960 48

Revista Saúde | Maio . 2019 | rsaude.com.br


rsaude.com.br | Maio . 2019 | Revista SaĂşde

49


O papel da vacinação na prevenção de doenças graves As doenças infectocontagiosas têm um importante papel na mortalidade em todas as idades e no mundo todo. No início do século XX foram a principal causa desta mortalidade. Alguns fatores foram essenciais para a diminuição dessas doenças graves, entre eles água potável, antibióticoterapia e, principalmente, vacinação. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), as vacinas previnem de 2 a 3 milhões de mortes no mundo por ano. Se a cobertura vacinal tivesse maior alcance, 1,5 milhão de mortes poderiam ser evitadas. Mas, quais as causas das baixas coberturas vacinais no mundo de hoje? Por que estamos deixando voltar doenças que estavam em vias de eliminação? A hesitação em vacinar vem da insegurança, do medo dos efeitos colaterais e de outros supostos riscos disseminados por notícias falsas, boatos e argumentos sem comprovação científica propagados principalmente pelas redes sociais. Mas os dados científicos mostram com excelência, a segurança e a eficácia das vacinas. A vacina da gripe, por exemplo, reduz 65% do risco de morte devido à

doença em pessoas saudáveis entre 6 meses e 17 aos, sem contar a proteção de adultos e idosos. A vacina do sarampo tem eficácia de 97% e, sua administração deve ser estimulada, pois se trata de doença grave, altamente contagiosa e que vem causando cada vez mais mortes em nosso país e em vários países da Europa – no Brasil foram 10.000 casos confirmardos até janeiro de 2019, o que fez nosso país perder o certificado de eliminação da doença concedido pela Organização Pan-Americana de Saúde 2016. O câncer do colo uterino é o terceiro mais frequente entre as brasileiras. Este tumor, que mata muito mais do que a febre amarela, por exemplo, é causado exclusivamente pelo vírus HPV e pode ser evitado por vacina. Portanto, entenda que o desenvolvimento de uma vacina segue altos padrões de exigência e qualidade em todas as suas fases, portanto são seguras. Desconfie de propagandas que questionem a segurança das vacinas. Mas lembre-se, a eficácia das vacinas depende também da conservação das vacinas, pois são produtos

sensíveis às variações de temperatura, sendo necessária conservação entre 2 – 8°C. Este processo é importante desde a fabricação até sua aplicação (cadeia de frio). Na CLILNIGEM VACINAS, contamos com cadeia de frio acoplada à gerador próprio, permitindo assim a segurança na conservação de nossas vacinas. A equipe médica e de enfermagem é treinada para atender a todos os possíveis efeitos colaterais, que mesmo raros, preocupam tanto pais e pessoas que recebem uma vacina. Estamos localizados, por isso, dentro de uma clínica médica e nossos médicos estão presentes sempre que solicitados. Contamos com aplicação de vacinas em pacientes alérgicos, com avaliação médica gratuita e com a presença do médico durante a aplicação.

DRA. THAÍS ENGEL RIBEIRO DRA. RENATA GONÇALVES DR. PAULO ANDRÉ RIBEIRO CRM/SC 5674 | RQE 2177 RIBEIRO CRM/SC 9136 | RQE 13736 Pediatria

CRM/SC 7581 | RQE 2175

Pediatria

Pediatria

50

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 8,9,10 e 11.

Revista Saúde | Maio . 2019 | rsaude.com.br


INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL: ATÉ ONDE PODE SUBSTITUIR A SENSIBILIDADE HUMANA? Não é de hoje que a tecnologia robótica deixou de ser apenas tema de

A corrida é exponencial na busca

curvatura e a densidade naturais. Os

pela beleza. Somente em 2015 foram

resultados atuais, na maior parte das

realizados mais de 23 milhões de pro-

vezes, passam despercebidos!

cedimentos estéticos no mundo! Não

Ou seja, a evolução ocorreu antes

é de se espantar que a evolução robó-

mesmo da inteligência artificial no

tica também chegasse na área médica.

transplante capilar começar. Mas qual

Lipoaspiração, próteses de silicone e

o melhor caminho a seguir: os algorit-

rinoplastia, são algumas das cirurgias

mos pré-definidos das máquinas ou o

mais procuradas. No entanto, foi o

olhar sensível e humano das mãos mé-

transplante capilar que mais evoluiu

dicas?

na última década. O progresso foi tan-

Sensibilidade Artística X Precisão

to que hoje existem equipamentos de

Robótica

alta tecnologia específicos para o pro-

Para realizar um transplante capilar,

cedimento.

é necessário retirar milhares de uni-

Por muito tempo, o transplante capilar foi sinônimo de algo inestético

dades foliculares a fim de restaurar a região calva.

e artificial, o que era esperado já que

A primeira, é a técnica FUT (Folli-

não seguia as características nativas

cular Unit Transplantation), que re-

dos cabelos. Eram implantados “tu-

move uma faixa da região posterior

filmes de ficção científi-

fos de cabelos” com várias unidades

do couro cabeludo e dissecam-se as

ca. Atualmente, os robôs

foliculares, em ângulos retos, como

unidades foliculares com a assistên-

fazem parte da rotina de

o cabelo das bonecas. Realmente, a

cia de microscópios 3D. Porém, deixa

profissionais do mundo

aparência não era muito agradável aos

uma cicatriz linear no local, em forma

olhos. Hoje, após uma evolução reali-

de sorriso, de orelha à orelha.

todo e aqui no Brasil não poderia ser diferente, principalmente em se tratando de medicina.

zada por médicos com profundo senso

A outra técnica é a FUE (Follicular

artístico, o transplante capilar respei-

Unit Extraction), onde as unidades

ta a formação do cabelo: utiliza ape-

foliculares são extraídas uma a uma

nas uma unidade folicular por incisão

por meio de um instrumento cilíndrico

com o propósito de recriar o ângulo, a

que realiza incisões minúsculas de 0,7 a 0,8 mm, chamado punch. Existe a modalidade FUE manual, realizada totalmente pelo médico e equipe com uma máquina manual, sem pontos e sem cicatriz linear. Já na modalidade FUE robótica existe a participação de equipamentos robóticos. A inteligência artificial no transplante capilar auxilia o médico: o robô automatiza toda etapa de extração das unidades foliculares, tornando-a mais rápida (cerca de 3 horas) e com resultados mais consistentes. Já a desvantagem na utilização da

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 8,9,10 e 11.


alta tecnologia no transplante capilar

É inevitável que um robô

Não existe uma técnica ab-

está no custo do sistema robótico, que é

realize melhor uma tarefa

soluta no transplante capilar,

tão repetitiva como a F.U.E,

devemos sempre priorizar o

perfeita para a automação.

paciente, caso a caso. Para

trabalho do médico aliado ao uso da

Mas, a arte, necessária para

quem ainda tem dúvidas so-

tecnologia robótica proporcionem um

recriar o cabelo naturalmen-

bre as técnicas utilizadas, ou

desempenho mais regular e até mes-

te durante a implantação, é

qual seria a melhor solução

mo superior comparado àquele reali-

algo tão delicado e sensível

para o seu caso, o primeiro

zado apenas pelas mãos humanas em

que apenas o toque e olhar

passo é agendar uma con-

humano são capazes de re-

sulta para que seja avaliada

alizar.

e sugerida a melhor opção

maior do que o das técnicas anteriores, em função da tecnologia empregada. Não há dúvidas de que o cuidadoso

matéria de procedimentos tecnicamente repetitivos. O robô é utilizado na primeira etapa da cirurgia: a extração das unidades foliculares. Retira do primeiro ao último fio com a mesma qualidade, pois não se cansa, não depende da coordenação mão-olho. Após a remoção dos folículos capilares, os mesmos passam por inspeção e preparo microscópico pela equipe para serem reimplantados nas áreas calvas. O robô é apenas um instrumento, embora altamente sofisticado, que segue parâmetros estabelecidos e com autonomia assistida e controlada. Portanto quem o opera deve saber exatamente o que está fazendo ao definir os parâmetros do robô em cada caso. É o médico à frente de todos os passos do procedimento do início ao fim, cerca de 6 horas.

cirúrgica.


Novas Terapias O planejamento conta com elaboração de diagnóstico individual para cada pessoa, incluindo, zonas de riscos e complicações possíveis, localização dos compartimentos de gordura facial e efeitos da toxina botulínica nas diversas zonas faciais.

Muitas vezes se pensa que pouco

sivelmente o sangramento durante as

osso nas arcadas dentárias, impossibi-

cirurgias, diminuindo inflamação, ede-

lita a utilização de implantes dentários,

ma e dor. Outros tratamentos também

sem lançar mão dos enxertos ósseos.

podem ser realizados, como remoção

Pois bem! Com novas técnicas e mate-

de cáries, muitas vezes sem anestesia,

riais apropriados, já se consegue, numa

e raspagem de cálculos dos dentes sem

grande parte das pessoas com pouca

afetar o esmalte dentário.

quantidade e qualidade óssea, fazer im-

Por outro lado, seguindo com novas

plantes por meio destas terapias. Cito

terapias pertinentes ao cirurgião den-

aqui, os expansores ósseos de última

tista, muito se fala sobre harmonização

geração, os quais dão condições de in-

facial, porém pouco se pensa em anato-

serir implantes em áreas que seriam

mia e planejamento facial.

impensáveis em inserí-los, sem realizar enxertos ósseos.

O planejamento conta com elaboração de diagnóstico individual para

Dentre o tema “novas terapias”

cada pessoa, incluindo, zonas de riscos,

também lançamos mão do “motor pie-

complicações possíveis, localização dos

zoelétrico”, nova geração de ultrassom

compartimentos de gordura facial e

para cirurgias e outros procedimen-

efeitos da toxina botulínica nas diversas

tos.

zonas faciais. Dentro da odontologia o

Cirurgias bem menos invasivas, que

ideal é pensar, primeiramente, no fim

não lesam tecidos moles, cortando ape-

terapêutico de diversas alterações e

nas osso com suavidade e com o máxi-

por conseguinte, conquistar linhas de

mo de precisão. Uma vez que não lesa

expressões faciais mais suaves, ao longo

tecidos moles, o dispositivo reduz sen-

de um tempo de terapia.

DR. RENATO C. BONI CIRURGIÃO-DENTISTA CRO 6490/SC

• Graduado em 1996 pela Universidade do Oeste Paulista de Presidente Prudente-SP • Mestre e Especialista em Implantodontia • Especialista em Ortodontia • Pós graduando em Cirurgia e Traumatologia Buco Maxilo Facial

Rua 9 de Março, 737, Sala 302 - Ed. Turim - Centro - Joinville/SC - www.renatoboni.com.br (47) 9665-3004 Telefone comercial: (47) 3433-3397 56

Revista Saúde | Maio . 2019 | rsaude.com.br


Hidrocarbolipoclasia

é a nova sensação para quem deseja perder gordura localizada

Na maioria das pacientes, o resultado é visível logo após a primeira sessão. Geralmente, a partir do segundo dia. No entanto, as mudanças estéticas mais avançadas serão percebidas após o período inflamatório da região trabalhada, que demora em média de 7 a 10 dias do protocolo.

Felizmente acabar com “aquela” gordurinha indesejável não é mais sinômino de cirurgia. Além da Criofrequência, técnica que elimina gordura localizada e flacidez, que já é realizada no Espaço C Estética, a HIDROCARBOLIPOCLASIA NÃO ASPIRATIVA veio somar dentre as alternativas de tratamentos estéticos sem intervenção cirúrgica e com efeito de lipólise (lipo = gordura; lise = quebra). A hidrocarbolipoclasia não aspirativa foi criada pelo médico italiano Maurizio Ceccarelli e implementada no Brasil pelo Dr. Prof. Pesquisador Rodrigo Fabrizzio Inacio, com o qual o Espaço C estética se capacitou e tem esse exclusivo método. A técnica não visa o emagrecimento, mas sim a redução de gordura. Os resultados são especialmente observados nos pacientes que praticam atividade física regular e controlam a alimentação, entretanto, não conseguem eliminar gorduras localizadas. A Hidrocarbolipoclasia consiste em procedimentos minimamente invasivos e totalmente seguros para redução da gordura localizada promovendo a liquefação da gordura pela ruptura dos adipócitos (células que armazenam a gordura). A técnica consiste em mini aplicações de uma solução salina com uma agulha hipodérmica (mesma usada para aplicação de insulina) na gordura a ser tratada com a finalidade de promover o inchaço do adipócitos e em seguida obedecer um rigoroso protocolo para finalização do procedimento que irá rapidamente bombardear a gordura localizada quase que de forma imediata, entregando ao paciente resultados incríveis em até 72 horas após a aplicação. O protocolo de tratamento ainda sugere que seja realizado associações de outros procedimentos, 4 dias após a sessão da hidrocarbolipoclasia, para potencializar o resultado da ténica. O

uso do modelador também é necessário durante o tratamento. As principais áreas do corpo que podem ser submetidas à hidrolipoclasia são abdômen inferior e superior, cintura, região ao redor do umbigo (periumbilical), culotes, região infraglútea, costas, coxas, pernas, braços e embaixo do queixo (submento). A sessão da hidrolicarbolipoclasia dura em média 1 hora. Dependendo do processo inflamatório gerado por conta das aplicações, em cada paciente, o intervalo para a realização de um novo protocolo varia entre 7 a 10 dias. A pessoa que se submeteu a técnica também pode voltar às suas atividades normais dois dias após o procedimento, desde que não sejam forçadas, já é possível retornar a rotina de exercícios leves, sem carga. Após quatro dias, volta-se ao seu ritmo normal. Na maioria das pacientes, o resultado é visível logo após a primeira sessão. Geralmente, a partir do segundo dia. No entanto, as mudanças estéticas mais avançadas serão percebidas após o período inflamatório da região trabalhada, que demora em média de 7 a 10 dias do protocolo. Nas contraindicações estão pacientes com angina instável; hipertensão não tratada; disfunção renal; imunodepressivos , esteatose hepática e distúrbios de circulação. Cada caso deve ser analisado de forma individual. Portanto, o primeiro passo para obter um resultado excelente é se submeter a uma avaliação com um profissional capacitado. Nessa avaliação deverá ser aferido o peso, percentual de gordura e medidas do paciente, além da coleta de algumas informações pertinentes a seus hábitos para que possa ser avaliado se esse é o melhor tratamento no momento. A avaliação é gratuita, nela você poderá esclarecer quaisquer dúvidas sobre a técnica melhor indicada para seu caso.

CRISTINE REECK FARIAS • Esteticista Facial há mais de 7 anos

Espaço C Estética

47 3801-2683 | 99259-0193

Rua Pernambuco, 523 - Atiradores - Joinville/SC 58

Revista Saúde | Maio . 2019 | rsaude.com.br


Vacina de febre amarela em alérgico a ovo. Pode? A febre amarela é uma doença febril aguda cujo agente etiológico é um arbovírus. Tem início súbito, com sintomas gerais como febre, calafrios, dor de cabeça, dor lombar, dores musculares generalizadas, prostração, náuseas e vômitos. A forma grave caracteriza-se por apresentar insuficiência hepática e renal. Em muitos casos, evolui para óbito em aproximadamente uma semana. O período sazonal de transmissão de febre amarela silvestre (FAS) no Brasil ocorre entre os meses de dezembro e maio. A presença de macacos mortos e/ou doentes é um indicativo de que o vírus da febre amarela pode estar presente no local. Este ano, um caso de óbito por febre amarela ocorreu em Joinville, o que levou à necessidade de apliação da cobertura vacinal. A vacinação é a medida de proteção mais eficaz contra este agravo. Ela confere imunidade individual, sendo necessária cobertura vacinal (CV) de 100% nas áreas com recomendação de vacinação (ACRV), para que a população esteja efetivamente protegida. A vacina febre amarela é cultivada em ovos embrionados de galinha. Os embriões são homogeneizados e centrifugados. Não é aquecida em

nenhum momento de sua produção, assim quantidades residuais de proteína do ovo podem estar presentes. Por este motivo, a vacinação para o alérgico a ovo era contra-indicada pelo risco de reação alérgica grave. Atualmente, após estudos de vacinação em alérgicos, protocolos de aplicação foram definidos. Assim, se o indivíduo tem diagnóstico ou suspeita clínica de alergia a ovo, deve ser encaminhado ao alergista para a realização de investigação de possível sensibilização a ovo pelos testes cutâneos de hipersensibilidade imediata e/ou quantificação de IgE (Imunoglobina) específica sérica. Pacientes com história de reação alérgica ao ovo, mas com exames negativos, podem realizar aplicação da vacina sob supervisão médica em observação posterior de 30 a 60 minutos. Mas, se os testes cutâneos forem positivos, a aplicação deve ser realizada por método de dessensibilização, onde o alergista fraciona a dose e aplica em intervalos regulares com adequada monitorização. Devido ao crescimento das áreas endêmicas no país e pelo aparecimento de casos em nossa região, temos que ser cautelosos ao contraindicar a vacinação contra a febre amarela, uma doença com alta letalidade e para a qual não há tratamento específico. A vacinação continua sendo a forma eficaz de proteção contra a doença.

A vacina confere imunidade individual, sendo necessária cobertura vacinal (CV) de 100% nas áreas com recomendação de vacinação (ACRV), para que a população esteja efetivamente protegida.

DR. EDUARDO LONGEN CRM/SC 12412 ALERGIA E IMUNOLOGIA - RQE 13157 PEDIATRIA - RQE 12644

• Graduação em medicina pela Universidade da Região de Joinville -UNIVILLE; • Especialização em Alergia e Imunologia Clínica pelo Hospital de Clínicas da Faculdade de Medicina da USP; • Título de Especialista pela Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI); • Membro da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm); • Membro Especialista da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI).

60

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 8,9,10 e 11.

Revista Saúde | Maio . 2019 | rsaude.com.br


Quiropraxia Instrumental: um método revolucionário de tratar a dor. Conheça a Quiropraxia sem estalos! A Quiropraxia Instrumental (Método François Soulier) é um recurso inovador de manipulação vertebral e articular, na qual os ajustes são feitos através de um dispositivo mecânico de baixo impacto, com melhora dos bloqueios estruturais. Criado na França, o método se trata de uma síntese de diferentes técnicas de reflexologia francesa e européia. Com base no “Activator Methods”, consiste no conjunto de técnicas de ENM (Equilíbrio Neuromuscular) e MRR (Massagem Reflexa Rítmica), incluindo também um novo sistema de avaliação, com grande precisão no diagnóstico. Traz resultados iguais ou superiores ao do método convencional de Quiropraxia, porém de forma mais segura. Com a vantagem de não ter riscos, ser mais precisa e confortável para o paciente, sendo uma ótima opção aos que têm aversão a técnica manipulativa manual com estalos. Outra vantagem do método é que pode ser utilizado em qualquer faixa etária, desde crianças até idosos, além de pacientes com Osteoporose. Ainda que a técnica seja sutil, é bastante eficaz e traz resultados clínicos imediatos. Mais de 90% dos pacientes

apresentam melhora significativa já na primeira sessão. Pesquisas científicas também comprovam a eficácia do tratamento. É indicada em praticamente todas as patologias ortopédicas e dores articulares no geral, principalmente as de origem vertebral (Lombalgia, Cervicalgia, Dorsalgia), dores causadas por compressão nervosa (como por exemplo, a Ciatalgia, ou dor ciática), Osteofitose (bico-de-papagaio), Tendinites, Bursites, tensões musculares, distúrbios posturais, Escoliose, Cefaléias, disfunções da ATM (Articulação Temporomandibular), etc. Um simples desajuste vertebral ou articular, por menor que seja, acaba interferindo na biomecânica natural de todo nosso corpo. Inclusive podendo também refletir nos órgãos, causando enfermidades, já que existe uma conexão entre eles e a coluna. Com o desalinhamento da vértebra, o nervo é comprimido e se transforma em um obstáculo para que as “mensagens” (vindas do cérebro) cheguem ao “destinatário” (órgão). Portanto, a Quiropraxia Instrumental acaba agindo de forma global, tratando origem e causa do problema, e não apenas os sintomas. Então, ao menor sinal de dor, deve-se procurar um Fisioterapeuta Quiropraxista capacitado, pra que seja restabelecido novamente o equilíbrio e harmonia corporal.

Traz resultados iguais ou superiores ao do método convencional de Quiropraxia, porém de forma mais segura. Com a vantagem de não ter riscos, ser mais precisa e confortável para o paciente, sendo uma ótima opção aos que têm aversão a técnica manipulativa manual com estalos.

ROSANA EVILIM SILVA BORGES FISIOTERAPEUTA - CREFITO: 181002-F

• Certificação Internacional em Quiropraxia Instrumental (Método François Soulier) • Pioneira do método François Soulier em Joinville • Especialização em Dor, Dry Needling e Pilates • Formação em Terapias Quânticas e Parapsicologia Quântica

Rua General Valgas Neves, 301, SL 03 - Atiradores - Joinville/SC Rua Max Colin, 154 - América - Joinville/SC Rosana Borges Quiropraxia @rosanaborgesquiropraxia (47) 99753-3133 64

Revista Saúde | Maio . 2019 | rsaude.com.br


Tratamento por Ondas de Choque Um novo tratamento contra a dor e não invasivo! Definição É um tratamento indicado para as inflamações agudas e crônicas , ruptura de tendões , fascias e músculos, fraturas que não consolidam e outros que são citados abaixo. As ondas de choque são ondas acústicas de baixa, média ou alta energia que se propagam através do tecido até a região da dor. São administradas em Centros de Tratamento por médico habilitado. É uma inovação o tratamento da dor músculoesquelética por meio de Ondas de Choque. Um tratamento para sua dor com equipamento de última geração com procedência e tecnologia desenvolvida na Suíça. O Procedimento é exclusivo e só pode ser realizado por médico com formação e capacitação aprovado pela Sociedade Brasileira de Terapia por ondas de Choque, com treinamento e cursos específicos em Ondas de Choque ministrado por professores reconhecidos internacionalmente com experiencia e trabalhos publicados em Congressos e Cursos Internacionais. O Tratamento por Ondas de Choque se aplica a todas as tendinites, em específico: • Tendinite calcárea do ombro; • Epicondilite (cotovelo de tenista ou golfista); • Fascite plantar (com ou sem esporão); • Tendinite aquileana; • Tendinite patelar; • Bursite trocantérica; • Pseudoartrose;

• Retardo de consolidação de fraturas; • Síndrome miofascial – pontos de gatilho; • Síndrome Medial da Tíbia; • Lombalgia. Mecanismos de Ação: • Efeito analgésico; • Alterações estruturais no tecido, com aumento da atividade metabólica; • Estimulação do processo regenerativo do tecido; • Estimulação da formação óssea. Contra-indicações: • Placa de crescimento epifisário; • Coagulopatias (uso de anticoagulantes); • Infecção Sistêmica; • Hipersensibilidade a dor; • Tumores malignos; • Gestantes; • Região pulmonar; • Região cerebral ou medular. Vantagens: • Tratamento ambulatorial; • Tratamento não invasivo; • Mínimos efeitos colaterais. No Tratamento é o médico que recomenda o número de sessões. Em geral são 3 à 5 sessões para patologias crônicas. O tempo de aplicação varia conforme a patologia, em média 15 minutos a sessão. No início do tratamento, o paciente pode sentir um desconforto que some após alguns minutos. Trinta dias após a primeira aplicação, 80% dos pacientes sente pouco ou nenhuma dor.

DR. MARCOS FERNANDO FERREIRA SUBTIL CRM/SC 4408 ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA - RQE 6930

• Membro Titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia; • Membro Titular da Sociedade Sulamericana de Ortopedia e Traumatologia; • Membro Titular da Sociedade Médica Brasileira de Terapia por Ondas de Choque; • Membro da Sociedade Brasileira de Densiometria Óssea; • Membro da Associação Brasileira de Osteometabolismo; • Cirurgia e Vídeo Artroscopia do Joelho.

66

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 8,9,10 e 11.

Revista Saúde | Maio . 2019 | rsaude.com.br


Obesidade: cirurgia bariátrica e balão intragástrico A obesidade, definida como o acúmulo excessivo de gordura corporal no indivíduo, é reconhecida como uma doença e um problema de saúde pública a nível mundial. O parâmetro mais utilizado para diagnóstico é o da Organização Mundial da Saúde, o Índice de Massa Corporal (IMC), que identifica como peso normal quando o resultado do cálculo do IMC está entre 18,5 e 24,9. Considera-se obesidade quando o IMC está igual ou acima de 30, classificando-se como obesidade grau I se IMC entre 30 e 34,9; obesidade grau II se IMC entre 35 e 39; e obesidade grau III se IMC igual ou maior do que 40. Vários fatores estão envolvidos no desencadeamento da obesidade: fatores genéticos, estilo de vida (sedentarismo, maus hábitos alimentares), disfunções endócrinas, fatores psicológicos, entre outros. A obesidade é fator de risco para uma série de outras doenças tais como diabetes mellitus tipo 2, hipertensão arterial, doenças cardiovasculares e alguns tipos de câncer (útero, mama, próstata por exemplo). Segundo o Cirurgião do Aparelho Digestivo, Dr. Robison Siqueira Rosa, o problema é complexo e multifatorial, quase sempre envolve a participação de vários profissionais de saúde e o tratamento, que é para vida toda, pode incluir mudanças de hábitos de vida (dieta adequada e atividade física), uso de medica-

mentos, a colocação de balão intragástrico ou, até mesmo, cirurgia. Balão Intragástrico: é indicado para pacientes com IMC a partir de 27. Consiste em um dispositivo de silicone, altamente resistente, que é introduzido no estômago através de endoscopia, sendo insuflado com ar ou líquido. O procedimento é considerado seguro, de baixo risco, totalmente reversível, podendo ser retirado antes do tempo se houver necessidade, e ser repetido mais vezes se indicado. São poucas as contraindicações, como cirurgia prévia no estômago e hérnias de hiato volumosas. O tratamento deve incluir orientação e acompanhamento nutricional e atividades físicas, iniciadas a partir do 2º mês. Estima-se em 20% a perda do peso inicial, obtida em cerca de 80 % dos pacientes. O procedimento é realizado na GASTROCENTRO e 2 tipos de balão estão disponíveis, sendo 1 de 6 meses e, outro, reajustável, que pode permanecer até 1 ano no estômago. Cirurgia Bariátrica: a indicação da cirurgia depende do grau de obesidade, do tempo de doença e da existência ou não de co-morbidades. O paciente precisa apresentar obesidade há 5 anos, com falha na resposta a tratamentos anteriores, por pelo menos 2 anos. O IMC deve estar acima de 40 ou 35, para aqueles que apresentem co-morbidades (doenças agravadas pela obesidade e que melhoram com o tratamento), tais como diabetes tipo 2, apneia do sono, hipertensão arterial, doenças do colesterol, doença coronariana, osteoartrites e outras. A cirurgia é realizada em ambiente hospitalar, por videolaparoscopia, durando cerca de 01h e 30 min, tendo baixo risco de complicações, atualmente. A

alta acontece em 2-3 dias, em média, e a ingesta de líquidos e mobilização do paciente já iniciam no primeiro dia. Mais de 80 % dos pacientes obtém um controle adequado do peso, sendo fundamental um acompanhamento para toda a vida, com o objetivo de evitar o reganho de peso, que pode acontecer em até 20 % dos pacientes. No Brasil as cirurgias aprovadas e realizadas são o Bypass gástrico, o Sleeve e o Duodenal Switch, havendo outras técnicas sendo testadas, mas realizadas somente dentro de protocolos de pesquisa. Por fim, cabe salientar que a obesidade é uma doença crônica, complexa e que exige cuidados contínuos. A escolha do melhor tratamento deve ser discutida com o paciente e com todos os profissionais envolvidos. Após a redução do peso e controle das doenças, cuidados e hábitos de vida deverão ser permanentemente adotados.

DR. ROBISON SIQUEIRA ROSA

CRM/SC 8850 ESPECIALISTA EM CIRURGIA DO APARELHO DIGESTIVO - RQE 14915 ESPECIALISTA EM ENDOSCOPIA - RQE 17156

• Cirurgião do Aparelho Digestivo e Endoscopista na Gastrocentro

68

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 8,9,10 e 11.

Revista Saúde | Maio . 2019 | rsaude.com.br


Alopecia Androgenética: como essa patologia afeta os homens? Mesmo entre os homens menos vaidosos, não existem muitas outras

métodos são mais adequados e, assim, garante a eficácia deles.

coisas que podem afetar mais a autoestima do que o cabelo – ou a queda

Como é o processo de queda?

(falta) dele. Essa disfunção, também

A melhor forma de entender as

conhecida como calvície masculina

causas da queda de cabelo, o que é

ou alopecia androgenética, ao con-

calvície e, por consequência, os trata-

trário do senso comum, pode dar seus

mentos para alopecia androgenética é

Outro fator muito importante é o pa-

primeiros sinais em idades variadas e

conhecer o processo capilar, dividido

pel da testosterona neste processo,

possui diferentes graus de manifesta-

em três fases. Na primeira etapa, cha-

principalmente na fase telógena, pois

ção, desde a diminuição da espessura

mada anágena, ocorre o crescimento

cada folículo possui uma carga genéti-

dos fios até a queda total dos cabelos.

dos fios, que dura de três a cinco anos;

ca diferente e, em certas áreas da ca-

Na grande maioria dos casos, a cal-

logo após ocorre um período de tran-

beça, estas bolsas capilares carregam

vície, que ocorre por conta da genéti-

sição ou de pausa, conhecida por catá-

também uma enzima, a 5-alfa-reduta-

ca do homem, provoca a queda capilar

gena, em que os fios morrem, mas per-

se, que transforma a testosterona em

progressiva e pode chegar a até 95%

manecem unidos ao folículo capilar;

DHT (di-hidrotestosterona).

da área da cabeça após os 80 anos. No

por fim, na fase telógena, novos fios

A influência do DHT no couro ca-

entanto, existem casos em que se ma-

nascem e empurram os já “mortos” an-

beludo pode variar de acordo com a

nifesta de forma precoce, em homens

teriormente.

genética dos folículos: pode causar

com cerca de 20 anos. Como o cabelo

O que causa a queda de cabelo é

apenas a diminuição da espessura dos

faz parte da beleza da face e trans-

uma variação nessas fases, ou seja,

fios, a queda excessiva de cabelo nas

parece a personalidade da pessoa, é

além dos fios não crescerem de manei-

regiões próximas à testa, e, em casos

possível que também provoque nes-

ra apropriada na fase anágena, a etapa

mais graves, até a morte celular dos

ses jovens vários problemas psico-so-

telógena aumenta; como resultado, os

folículos de toda a cabeça, causando

ciais; por tal razão, o tratamento para

fios tornam-se incapazes de atingir a

perda total dos fios. Sempre consulte

calvície masculina deve ser feito com

superfície da pele por não consegui-

um especialista que possa lhe auxiliar

um especialista, que conhece quais

rem se desenvolver da melhor forma.

e indicar o melhor tratamento!

SANDRA GERUZA LOPES

TRICOTERAPEUTA CAPILAR

• Formada pela Hair School International • DNA Vital Hair Therapy • Membro da Associação Brasileira de Terapeutas Capilares e Cabeleireiros ABRATECC

Espaço Valenttino Centro de Terapia Capilar - Rua Germano Stein, 249, SL 20 - América - Joinville/SC 47 99928-3662 @espacovalenttino - www.espacovalenttino.com.br (47) 3026-3100 Espaço Valenttino 70

Revista Saúde | Maio . 2019 | rsaude.com.br

SONIA CRISTINA LOPES CENCI TRICOTERAPEUTA CAPILAR

• Formada pela Hair School International • DNA Vital Hair Therapy • Membro da Associação Brasileira de Terapeutas Capilares e Cabeleireiros ABRATECC


Benefícios de utilizar um Personal Trainer!!!

O Personal pode alterar os exercícios do seu treino e assim evitar que ele se torne entediante.

Realizar atividades físicas de maneira personalizada deixou de ser um “artigo de luxo” e passou a ser uma necessidade recorrente. Seja por falta de tempo, motivação passada nos treinos, ou pela flexibilidade de horários e locais, a figura do Personal Trainer passou a ser algo cada vez mais comum no dia a dia das pessoas. Hoje a preocupação não é apenas com a estética, mas também e, principalmente, com o bem-estar. Os clientes “alunos” buscam um acompanhamento profissional que garanta uma mudança não apenas física, mas emocional e comportamental. As pessoas querem viver mais dispostas, mais saudáveis, mais independentes e mais felizes e sabem que a prática de atividade física é a chave para uma vida mais energética. Principalmente para quem está começando a treinar e ainda não fez disso um hábito, ter um Personal Trainer ao seu lado será muito vantajoso. Pode ser uma ótima saída para aqueles que já tentaram inúmeras vezes, mas sempre abandonam o barco depois de alguns meses. O Personal Trainer sabe como lidar com alunos reticentes, trabalhar com a motivação e consegue oferecer aquela energia extra que é necessária para os exercícios. Você também terá a satisfação de mostrar e comentar com ele cada evolução que tiver. Além de diminuir o risco de lesões e gerar comprometimento, o acompanhamento personalizado pode trazer resultados melhores, duradouros e mais rapidamente.

O comprometimento com um programa de exercícios regular pode se tornar um problema quando você se exercita por conta própria, já que é mais fácil não ir à academia ou até mesmo abandonar a prática de exercícios, uma vez que não existe nenhum responsável pelo mesmo. Quando você trabalha com um atendimento personalizado, um compromisso com ele é estabelecido, e por isso dificilmente irá faltar ou abandonar aos treinos. O Personal pode alterar os exercícios do seu treino e assim evitar que ele se torne entediante. Além disso, se um exercício especifico não funcionar para você, o profissional pode adaptar a fim de oferecer os mesmos benefícios. A segurança é um dos principais objetivos do Personal: Acompanhar todos os exercícios realizados, cada repetição, ensinando cada movimento para sua melhor execução, níveis de intensidade, intervalos, volume e outras variáveis dentro das possiblidades individuais do aluno, reduzindo imensamente o risco de lesões. Como o trabalho do Personal Trainer promove uma mudança relevante nos hábitos dos alunos, a evolução dos resultados acontece de forma mais segura. Mas nada disso funciona sozinho, é preciso dedicação e disciplina por parte do aluno. Assim como manter uma alimentação equilibrada. Escolhendo bons profissionais você tem a garantia de ter um treino adequado as suas necessidades e evolução no seu treino. E aí, você já fez seu treino hoje?

GRAZIELA TOMELIN

PERSONAL TRAINER - CREF/SC 11298-G

(47) 9 8425-2105 72

Revista Saúde | Maio . 2019 | rsaude.com.br

grazielatomelin@gmail.com

@grazielapersonal


Está mais difícil engravidar atualmente? 35% masculinas, 20% causas mistas e em 10 % dos casos, as investigações não chegam a conclusões definitivas, são as chamadas infertilidades sem causa aparente.

Entre sonhos, carreira profissional, viagens, estabilidade financeira e maior acesso a métodos contraceptivos, a maternidade ocupa hoje uma das últimas posições no checklist da mulher moderna. Mas, será que essa independência pode interferir no desejo de ser mãe?

SIM. A Dra. Mila Harada R. Cerqueira, explica que, a natureza não é generosa com as mulheres quando o assunto é fertilidade. Com o passar dos anos, inevitavelmente, os efeitos do tempo são sentidos e mulheres e homens funcionam de forma diferente. A mulher nasce com aproximadamente dois milhões de óvulos. Na puberdade, esse número cai para 300 mil óvulos e, diferentemente dos homens que produzem os espermatozoides continuamente, as mulheres não produzem novos óvulos ao longo da vida. À medida que envelhecem, a partir dos 35 anos, além de reduzir a reserva ovariana, a qualidade dos óvulos também vai ficando comprometida e perdendo a capacidade de formar embriões geneticamente saudáveis. E o homem nesse história? Os dados atualizados mostram que de 15% a 18% dos casais, do mundo, possuem problemas de infertilidade e não conseguem engravidar sem ajuda médica. De acordo com a Dra. Mila, o homem também tem peso significativo nos casos de dificuldade de gravidez. Cerca de 35% das causas de infertilidade são femininas,

Opções de tratamentos: Falhando em engravidar, o casal deve consultar um especialista para investigar as causas e opções de tratamentos. São eles: Coito programado - utiliza-se medicamentos para estimular a produção de óvulos na mulher, programando a ovulação e, assim, aumentando as chances de engravidar; Inseminação intrauterina - consiste na colocação de espermatozoides preparados e selecionados no interior da cavidade uterina, por meio de um cateter apropriado no período da ovulação. Pode ser feita com sêmen do companheiro ou de um doador; Fertilização in vitro - é a técnica mais utilizada e com maior taxa de gravidez. É indicada nos casos em que a mulher tem alterações nas trompas, endometriose, problemas de ovulação, ou quando o homem tem número baixo de espermatozoides ou mesmo ausência dos mesmos no ejaculado, ou quando o casal já está tentando engravidar há algum tempo. Os ovários são estimulados com hormônios. Os óvulos são coletados e inseminados com espermatozoides no laboratório. Os embriões resultantes são colocado no útero da mulher. Congelamento de óvulos é uma alternativa? Quando a mulher chega na faixa etária de 30 a 35 anos e tem planos de ser mãe no futuro, mas não em curto prazo, o congelamento de óvulos é aconselhável. O congelamento de óvulos deve ser encarado como uma segurança a mais, porém não como garantia absoluta de gravidez. “Importante ressaltar que o congelamento de óvulos não pode ser motivo para postergar a maternidade. Nós congelamos óvulos, não gravidez”– explica a médica Dra. Mila.

DRA. MILA HARADA R. CERQUEIRA - CRM/SC 15255 GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA - RQE 7600

74

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 8,9,10 e 11.

Revista Saúde | Maio . 2019 | rsaude.com.br


O Regulamento Interno nas empresas O Direito do Trabalho é regulamentado por diversos princípios jurídicos e regras, dentre as quais se destacam aquelas compiladas na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Ocorre que nem sempre é possível prever todas as situações decorrentes da relação de emprego e transformar em normas legais, de onde surgem vazios não contemplados pelo ordenamento legislativo. Neste sentido, são diversas as situações decorrentes da relação de emprego que não encontram soluções explícitas no ordenamento jurídico, pois são específicas a determinadas situações e operações comerciais, o que fez surgir outras fontes normativas, como por exemplo as convenções coletivas, os acordos coletivos e os regulamentos internos adotados pelas empresas. Os regulamentos internos possuem base legal no artigo 444 da CLT (“As relações contratuais de trabalho podem ser objeto de livre estipulação das partes interessadas em tudo quando não contravenha às disposições de proteção ao trabalho, aos contratos coletivos que lhes sejam aplicáveis e às decisões das autoridades competentes”) e no poder de direção atribuído ao empregador disposto no artigo 2º da CLT (“Considera-se empregador a empresa, individual ou coletiva, que, assumindo os riscos da atividade econômica, admite, assalaria e dirige a prestação pessoal de serviços”). No contrato de trabalho o empregador assume um direito de direção contínua sobre a atividade do empregado durante o curso da relação.

Desta forma, pode o empregador, exercendo seu poder diretivo, criar normas internas específicas e até mesmo um regulamento, com o objetivo de estabelecer normas complementares às já previstas na legislação trabalhista, definir regras de conduta interna e estabelecer bases favoráveis ao bom entendimento entre os empregados, com um padrão mínimo de respeito à moralidade e de garantia dos direitos da personalidade. O regulamento interno pode conter regras para disciplinar as relações pessoais e sociais existentes na empresa, assim como a de fixar e estabelecer as condições gerais e especiais da prestação do trabalho na empresa, atinentes a direitos e obrigações tanto dos empregados como do próprio empregador, sendo que geralmente estão relacionadas com a admissão, horário de trabalho, deveres e obrigações do empregado, proibições, aplicações de penalidades, uso de internet, uniforme, vestiário, veículos, bens e equipamentos, entre outros. É prudente destacar que as regras dispostas no regulamento interno não podem violar direitos já assegurados por lei, acordo ou convenção coletiva, sob pena de ferimento ao art. 9º da CLT e, por conseguinte, serem caracterizadas nulas de pleno direito, assim como, a empresa deve dar pleno conhecimento ao empregado do conteúdo do regulamento, para que possa cobrar futuramente uma eventual violação a regra. Outro ponto que merece destaque é que o Poder Judiciário Trabalhista tem aceito o uso dos regulamentos internos pelas empresas, para disciplinar a relação de emprego, naquilo que é permitido pela legislação trabalhista, conforme destacado nas seguintes decisões: “ENQUADRAMENTO FUNCIONAL. CUMPRIMENTO LITERAL DO REGULA-

MENTO INTERNO. O enquadramento funcional que obedece à literalidade da norma interna aprovada pela diretoria da empresa, cuja gênese está inserida no seu poder diretivo e regulamentar, não merece censura, notadamente quando obedece ao princípio constitucional da isonomia e gera incremento salarial.” (TRT 12a. Região; 4a. Câmara; RO 000834895.2010.5.12.0034; Relatora Desa. Maria Aparecida Caitano; julgado em 06/02/2012). “DESVIO DE FUNÇÃO. O desvio de função representa a alteração unilateral de função por parte do empregador, a qual resulta em prejuízos salariais ao empregado. Por ser fato constitutivo do seu direito, cumpre ao Autor Autora a sua prova (art. 818, CLT, art. 333, I, CPC). EXIBIÇÃO DE NORMA INTERNA DO EMPREGADOR. Ante o poder diretivo, ao empregador faculta-se estabelecer normas internas disciplinando procedimentos técnicos e administrativos. O regulamento de empresa é fonte do Direito do Trabalho, pois traça normas quanto às condições de trabalho. Por ser regramento próprio das partes, não é dado ao Julgador conhecê-lo previamente, pelo que cabe ao requerente comprovar a sua existência e conteúdo. Ainda que se entenda se tratar de documento interno do empregador, ao qual o trabalhador não teria livre acesso, cumpria ter requerido expressamente a sua juntada (...).” (TRT 2ª. Região; 14ª. Turma; RO: 00008993420125020054; Relator Des. Francisco Ferreira Jorge Neto; julgado em 27/02/2014). Portanto, o regulamento interno é uma importante ferramenta para que as empresas estabeleçam normas para disciplinar as relações entre os empregados e o empregador, além de demonstrar o funcionamento do local de trabalho e organizar a atuação dos empregados dentro do estabelecimento.

MARCELO PEREIRA LOBO OAB/SC 12.325 ADVOGADO

Rua Alexandre Doehler, 129 - Sala 402 - Centro - Joinville/SC - (47) 99181-3012 www.loboadvogados.com 76

Revista Saúde | Maio . 2019 | rsaude.com.br


Orelhas em abano e bullying Palavra incomum no vocabulário dos brasileiros, mas que causa sérios danos psicológicos para quem sofre suas consequências. O bullying, do inglês “ameaçar, intimidar”, refere-se à violência física ou psicológica sobre indivíduos incapazes de se defender. Recentemente, uma pesquisa mostrou que, nas escolas do Brasil, cerca de 60% dos alunos cometeram ou sofreram alguma forma de bullying nos últimos anos. Enquanto frequentar a escola para muitas crianças é motivo de alegria, rever professores, amigos e se divertir, para outras significa voltar às constantes humilhações, chacotas e isolamento. As vítimas, geralmente, são tímidas, introspectivas, retraídas e com baixa autoestima. Não se sentem aptas a reagir ou pedir a ajuda de um adulto, sentem vergonha da situação e aceitam caladas diariamente serem alvos de risos alheios. Já o agressor, normalmente uma criança maior, apresenta um perfil psicológico opositor, com dificuldades de entender e aceitar limites e, na maioria das vezes, é vítima ou espectador de agressões físicas e verbais dentro do próprio lar. Caso não tenha correções em seu comportamento,

esta criança tende a ser um adulto envolvido com abuso de álcool, drogas, violência doméstica ou assédio moral no trabalho, pois desenvolve, ao longo de sua juventude, a percepção de que pode tudo, de que para ele não existem limites. Entre as inúmeras vítimas dos bullies, as “orelhas em abano” apresentam predileção para alvo. “Dumbo”, “Topo Gigio”, “Orelhão” e “Fusca” são apenas alguns dos apelidos usados pelos agressores para expor as vítimas ao ridículo. Embora esta alteração na anatomia do pavilhão auricular não esteja associada a problemas auditivos ou outros tipos de doença, muitas crianças manifestam logo cedo o desejo de corrigir o formato da orelha para se livrar da perseguição alheia. A correção cirúrgica de orelhas em abano é conhecida como otoplastia e caracteriza uma intervenção simples. A idade mínima para realizar a cirurgia é de 6 anos de idade, com risco muito baixo, podendo ser realizada com anestesia local e sedação. O procedimento dura cerca de duas horas e o paciente pode deixar o hospital no mesmo dia, poucas horas após o término da cirurgia. A cicatriz localiza-se na região posterior da orelha, sendo discreta e, em muitos casos, imperceptível. O afastamento de atividades laborais e escolares, normalmente, fica entre 2 a 5 dias, e o retorno para atividades físicas após 3 semanas.

A correção cirúrgica de orelhas em abano é conhecida como otoplastia e caracteriza uma intervenção simples.

DR. PAULO FELIPE PACHER ROMAN CRM/SC 19052 OTORRINOLARINGOLOGIA RQE 10863

• Médico Graduado pela Universidade Federal do Paraná – UFPR; • Especialista em Otorrinolaringologia pelo Hospital Federal da Lagoa - RJ; • Especialista em Otorrinolaringologia pela Associação Brasileira de Otorrinolaringologia.

78

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 8,9,10 e 11.

Revista Saúde | Maio . 2019 | rsaude.com.br


Qual é a frequência ideal para a prática de musculação? A primeira coisa a decidir quando resolver começar um programa de treinamento é com que frequência você vai treinar, isto depende do tempo que você tem disponível para se dedicar ao treino de musculação e o nível de aptidão física no qual se encontra. Normalmente uma frequência eficaz é de 2 a 5 vezes por semana, você vai experimentar maiores resultados quando estiver apto a ir à academia com mais frequência, porém não esqueça que os períodos de repousos devem ser adequados para maximizar os ganhos. Embora uma frequência maior resulte em ganhos globais maiores, você não deve ser desencorajado se só tiver um ou dois dias na semana para treinar. É possível atingir resultados positivos mesmo com dois dias por semana. Qualquer tempo investido no treino de musculação é benéfico e ajuda a contribuir para um estilo de vida saudável. Você irá perceber que maiores benefícios irão surgir quando conseguir manter um treinamento mais consistente e regular. O ideal é não treinar os mesmos músculos em dias seguidos, uma boa divisão seria entre braços e tronco um dia e pernas em outro ou agrupar músculos que produzem movimentos corporais parecidos como no caso das empurradas e puxadas. Aproveitem as dicas e o mais importante é estar em movimento sempre, fazendo o que mais tráz alegria e bem estar ao seu dia a dia. No mundo acelerado em que vivemos, o exercício físico é uma ferramenta para aliviar o stress e a musculação com certeza é uma delas.

JEANIS COLZANI CREF 010578-G/SC INSTRUTORA DE GINÁSTICAS PERSONAL TRAINER

• Formada em Educação Física na Universidade de Joinville em 2009. • Pós Graduação pela Censupeg 2018. • Formação como professora de pilates pela escola Nanô de pilates 2017. • Especialização em treinamento funcional pelas escolas core 360 e Bpro. • Faixa preta 1 Dan de Karatê e campeã pan-americana nesta modalidade.

Academia ONE - Av. Marques de Olinda, 850 - Santo Antônio - Joinville/SC - (47) 3467-7683 | 9651-8001 80

Revista Saúde | Maio . 2019 | rsaude.com.br


CURSOS DE ARTES PARA A MELHOR IDADE A aposentadoria é esperada por muitos, mas quando chega, muita gente acaba ficando sem saber o que fazer. O Belas Artes oferece mais de 40 cursos de artes, ótimas opções para quem busca por atividades na terceira idade. Para falar melhor sobre a importância de estar em constante aprendizado, entrevistamos a terapeuta ocupacional, Scarlet Murara, que exerce sua profissão há mais de 8 anos e tem como missão resgatar a essência do idoso: Belas Artes: Há um momento adequado para começar as atividades na terceira idade? Scarlet Murara: O resgate da parte educacional varia muito, o que se recomenda é que o paciente comece desde o início, como uma conta poupança. Hoje, considera-se o idoso a partir dos 60, 65 anos. Não precisa ter um problema, estimular o cérebro é importante desde cedo. Tendo escolaridade, tendo conhecimento, tendo cultura, o cérebro encontra novos caminhos para suportar possíveis problemas. Belas Artes: Quem está na terceira idade, já viveu diferentes fases da vida e é nessa idade que geralmente vem a aposentadoria. O que acontece nesta fase? Scarlet Murara: Chamamos de síndrome do “ninho vazio”, pois passaram a vida inteira ocupados e o sonho de consumo era ficar em casa, livre. Mas é necessário estimular outras áreas do cérebro, ter convivência com outras pessoas. Não adianta comer arroz e feijão todo dia, por exemplo, é necessário acrescentar outras coisas. Belas Artes: Realmente, vivenciar novas experiências certamente continua sendo importante. Acreditamos que “o novo” deve acontecer durante toda a vida, e principalmente na aposentadoria, pois é a partir do desconhecido que acontecem novas conexões. Você poderia explicar? Scarlet Murara: Por conta da neuroplasticidade da estrutura neural, o aprendizado gera um processo de regeneração cerebral. Belas Artes: E fazer uma atividade semanal, já é suficiente? Scarlet Murara: Fora do país os idosos tem atividades constantes, diariamente. No Brasil, em média de 2 a 3 vezes por semana. O importante é estar em atividade. Belas Artes: Você vê uma diferença entre homens e mulheres na procura por estas atividades? Scarlet Murara: Sim, as mulheres são mais suscetíveis. Elas participam um pouco mais, elas interagem, elas querem saber o que é. Os homens, eles têm uma certa resistência no começo, até pra aceitar a terceira idade, porque tem uma questão masculina por trás “eu que pagava as contas da casa, eu que dominava a situação”. Eles querem ter um poder ainda, então isso mexe com a fragilidade masculina e com isso a autoestima e o quadro depressivo se instaura ali, com muita frequência. Então a gente vê muitos idosos, principalmente quando eles não conseguem executar aquela ocupação que executavam, em um quadro depressivo, principalmente em homens. As mulheres geralmente conseguem driblar a situação.

Belas Artes: Existem estratégias para conquistar esse público masculino? Scarlet Murara: Os homens geralmente gostam de roda de conversa, jogos que instiguem a pensar, estratégias, política, economia, algo que faça eles entrarem no universo que é deles. Mas tudo vai depender de como foi construída a cultura daquele idoso. As atividades serão direcionadas para aquilo que eles gostam. Tanto para homens quanto para mulheres, o terapeuta vai definir as atividades em cima das informações de gostos pessoais e necessidades. Belas Artes: Trabalhando com arte educação e pesquisando sobre isso, percebemos que o prazer atrelado à atividade surte mais efeito sobre os resultados do aprendizado. Poderia falar sobre isso? Scarlet Murara: Sim, o idoso tem uma essência que deve ser respeitada e ele pode contribuir muito para outras pessoas. O que muitos pensam é: “me aposentei, perdi a identidade, não sou mais útil”. Mas é importante mostrar para o idoso que queremos preservar a identidade dele. Belas Artes: Como a escolha do curso deve ser feita? Quais medidas devem ser pesadas? Scarlet Murara: É primordial identificar se o idoso tem capacidade (física e mental) de estar executando a atividade proposta e até que ponto ele consegue executar a ação. Porque ele pode ter muita vontade, mas se ele não conseguir realizar a ação, poderá ficar frustrado. Por exemplo, há as coordenações motoras ampla e fina – no caso de um idoso com parkinson, a atividades direcionadas devem ser as que utilizem a coordenação motora ampla. Nesta fase é importante valorizar o que o idoso tem de melhor a oferecer e não expô-lo as situações negativas. Os diversos cursos de artes podem agir nas mais variadas necessidades corporais do idoso, como visualização, coordenação motora, sequenciamento, memória, consciência corporal, definição de limites. E devem ser feitas com acompanhamento médico, pois o processo fisiológico do idoso é diferente de uma pessoa nova. No Belas Artes, os professores são capacitados para atender alunos da terceira idade e as turmas são divididas de acordo com as necessidades de cada grupo. Nas aulas de teatro, desenho e pintura, jovens, adultos e idosos podem trabalhar juntos, trocar experiências e vivenciar a arte em suas mais variadas possibilidades. Para as aulas de música e dança, os grupos são especiais, separados para o ensino personalizado à fase de vida do idoso. Nos dois casos, os alunos são imergidos em uma experiência cheia de arte e muita novidade. Conheça os cursos do Belas Artes Joinville


Nota de esclarecimentos sobre vídeos divulgando informações falsas sobre a mamografia.

O auto-exame detecta o tumor quando o mesmo já esta em uma fase adiantada, não tendo estudo que comprove qualquer beneficio a redução da mortalidade, não devendo ser adotado como metido de rastreamento.

O Colegio Brasileiro de Radiologia (CBR), a Sociedade Brasileira de Mastologia (SBMO e a Federação Brasileira das Associaçoes de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASCO), veem-se no dever de divulgar uma nota de esclarecimento em resposta a vídeos publicados recentemente na mídia eletrônica (YOUTUBE). Que disseminam de maneira irresponsavel informações distorcidas sobre a detecção e diagnóstico do câncer de mama. Assim, gostaríamos de afirmar. 1- O câncer de mama é o tumor mais frequente entre as mulheres e a principal causa de morte por tumor no Brasil e no mundo. Entretando, no Brasil, diferentemente dos países desenvolvidos, a mortalidade pelo câncer de mama continua aumentando. 2- A causa do contínuo aumento da mortalidade é a falta de programas de rastreamento adequados ou a baixa adesão da população aos programas oferecidos – principalmente devido à falta de informação ou então acesso à informações distorcidas, como estas recentemente veiculadas. Também se deve a falta de acesso em tempo hábil aos tratamentos recomendados. 3- Deve-se enfatizar que a mamografia e o único exame que, quando realizado de maneira sistemática a partir dos 40 anos, em mulheres assintomáticas, comprovadamente leva a uma redução da mortalidade pelo câncer de mama. Isso foi demonstrado através de grandes estudos realizados em mais de 500 mil mulheres, sendo observada uma redução da mortalidade que variou entre 10% a 35% no grupo de mulheres submetidas ao rastreamento em relação as que não eram submetidas.

4- Dessa forma, as principais sociedades médicas no Brasil e no mundo são unânimes em recomendar o rastreamento mamográfico para as mulheres assintomáticas, iniciando a partir dos 40 ou 50 anos (dependendo do pais), com uma periodicidade anual ou bienal ( também variando em alguns países). No Brasil, as sociedades medicas recomendam o rastreamento mamografico anual para as mulheres entre 40 a 75 anos. 5- O auto-exame detecta o tumor quando o mesmo já está em uma fase adiantada, não tendo estudo que comprove qualquer benefício à redução da mortalidade, não devendo ser adotado como metido de rastreamento. 6- O risco de câncer rádio induzido é extremamente baixo, tendo em consideração as doses de radiação envolvidas em cada exame. E não existem estudos que demostrem que os riscos excedem os benefícios, na faixa etária recomendada. 7- Citação de absurdos como uma biópsia leva a desenvolver câncer foge à compreensão de qualquer medico com um mínimo de conhecimento na área oncológica. Dessa forma, a indignação é porque muitas mulheres que assistem a esses vídeos podem considerar não realizar a mamografia. Isso pode significar a perda da chance de detectar o tumor de mama em uma fase inicial, em que se pode oferecer a possibilidade de cura e tratamento menos agressivos. Comissão Nacional de Mamografia Colégio Brasileiro de Radiologia, Sociedade Brasileira de Mastologia, Federaçao Brasileira das Associações e Obstetrícia. São Paulo, 15 De Abril de 2019.

DR. FRANCISCO FARIAS DA COSTA JUNIOR CRM/SC 8019 GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA - RQE 4785 MASTOLOGIA - RQE 12230

• Graduação em Medicina pela Universidade Católica de Pelotas; • Título de Especialista em Ginecologia e Obstetrícia; • Título de Especialista em Mastologia realizada; • Título de Especialista em Área de Atuaçâo em Mamografia; • Pós-Graduação de Especialização em Auditoria na Saúde, pela Universidade de Ribeirão Preto, Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Interdisciplinar de Saúde; • Médico Responsável pelo Serviço de Mamografia da Clínica CEDUS (Diagnosis), em Joinville-SC.

82

Revista Saúde | Maio . 2019 | rsaude.com.br


Nootrópicos: as drogas inteligentes (ou smart drugs) existem mesmo? Imagine se todas as manhãs, antes de ir para o trabalho, você tomasse uma cápsula que, além de te deixar mais ligado e concentrado, melhorasse a memória e impulsionasse a criatividade e a produtividade. É isso que cada vez mais pessoas estão fazendo em lugares como o Vale do Silício, considerada a capital mundial da indústria da tecnologia, onde os chamados nootrópicos vêm se popularizando nos últimos anos. Essas substâncias – cujo nome vem do grego “nóos” (mente) e “tropo” (direção) – são capazes de ajudar a melhorar o desempenho mental sem produzir efeitos colaterais. Certo? Bom, vamos por partes: Sim, podemos dizer que as “smart drugs” (drogas inteligentes) existem, mas elas precisam ser divididas em duas categorias: sintéticas e naturais. Piracetam, Ritalina e Modafinil, por exemplo, são drogas sintéticas e devem ser utilizadas mediante prescrição médica para distúrbios como a narcolepsia (distúrbio do sono) e déficit de atenção. Indivíduos sadios, sem qualquer problema neurológico, estão fazendo uso dessas drogas com a finalidade de melhorar a cognição, memória e velocidade de raciocínio. Os resultados são extremamente controversos e seu uso indiscriminado e abusivo totalmente desaconselhado. Não caia nessa armadilha!

Já as “smart drugs” naturais podem ser encontradas na nossa alimentação mesmo, ou utilizadas na forma de suplementos manipulados. Estamos falando de determinadas vitaminas, minerais e aminoácidos, que, quando usados da forma correta, têm demonstrado uma melhora no processo de memória, cognição e disposição em certos indivíduos. Os estudos, apesar de ainda preliminares, demonstraram bons resultados, fazendo com que alguns médicos já iniciassem o processo de prescrição de alguns suplementos para o tratamento e, principalmente, a prevenção de doenças neurodegenerativas como Alzheimer e Parkinson. É o caso do uso em altas dosagens de Ômega 3 (rico em DHA e EPA, ácidos graxos poli-insaturados), Vitamina B12, Vitamina E e Magnésio. Além destes, entre os nootrópicos naturais, podemos destacar também fitoterápicos como o Ginkgo biloba e Rhodiola rosea, aminoácidos como L-Triptofano, L-Theanina, Fosfatidilserina e Bitartarato de Colina, minerais como o Selênio e Fósforo (além do magnésio, mencionado acima) e vitaminas, como a Piridoxina (vitamina B6) e Tiamina (vitamina B1). Todos têm demonstrado ótimos resultados quando falamos em melhora no aporte de oxigênio para o cérebro, memória e proteção neural. Mas aqui vale uma ressalva: hoje, o que se sabe com certeza é que a atividade cerebral melhora com o exercício físico. Portanto, é preciso estimular a mente, mas de preferência de forma orgânica, fisiológica, através de algumas técnicas já estabelecidas. Podemos melhorar nossa memória fazendo palavras cruzadas,

por exemplo, ou lendo com mais frequência. Ainda, fazendo caminhos diferentes para o trabalho e principalmente, nos exercitando rotineiramente. O que a memória não gosta é de acomodação. Quanto menos é trabalhada, menos eficaz ela se torna. E um último detalhe: Esquecer também é importante! O esquecimento é um mecanismo de eliminação natural de informações desnecessárias, sem o qual viveríamos com uma sobrecarga do sistema nervoso. O escritor argentino Jorge Luis Borges (1899-1986) escreveu um conto sobre o assunto (Funes, o Memorioso) no qual relata um personagem que se lembrava de tudo, não apenas “de cada folha de cada árvore de cada monte, mas cada uma das vezes que a havia percebido ou imaginado”. Borges apresenta essa habilidade como um tormento paralisante. Funes guardava tanta informação que, para reconstituir um dia, gastava outro dia inteiro. Era alguém talvez até incapaz de pensar, porque “pensar é esquecer detalhes, é generalizar, abstrair”.

RICARDO A. ZASTROW FARMACÊUTICO BIOQUÍMICO CRF/SC 4152

Rua Iririú, 3536, Joinville-SC - (47) 3027-1507 | 84

Revista Saúde | Maio . 2019 | rsaude.com.br

99186-7382

/Formulatto Manipulação


Síndrome Metabólica É um conjunto de doenças que podem desencadear um maior risco de problemas cardiocirculatórios como infarto do miocárdio, AVC e obstrução de artérias. A base desta tão falada síndrome é a resistência à ação da insulina, daí ser também conhecida como Síndrome de Resistência à Insulina. Seu aparecimento tem como base principal o consumo de alimentos industrializados em excesso e a falta de atividades físicas, produzindo um ganho de peso.

Inicialmente a síndrome é assintomática e sua prevenção está na avaliação precoce e

tratamento preventivo especializados.

Os principais fatores que desencadeiam a síndrome são: • Obesidade: maior quantidade de gordura abdominal, avaliada pela circunferência abdominal (>102 cm em homens e > 88 cm em mulheres) e IMC > 30; • HDL < 40 em homens e < 50 em mulheres; • Triglicerídeos > 150; • Hipertensão arterial sistêmica em tratamento ou PA > 135 x 85 • Glicemias de jejum > 110. Quando ocorrerem 3 ou mais deste fatores, confirma-se o diagnóstico de Síndrome Metabólica. Alguns sinais ajudam a identificar esta síndrome: • Acantose nigricans. Escurecimento da pele (hiperpigmentação) principalmente em dobras na parte interna dos cotovelos, axilas e pescoço;

• Acrocórdons. Pequenas lesões escurecidas, tipo verrugas na região do pescoço. Outros fatores de risco associados são o sedentarismo, diabetes na família e colesterol elevado. Inicialmente a síndrome é assintomática e sua prevenção está na avaliação precoce e tratamento preventivo especializados. A prevenção desta síndrome consiste em: • Incrementar atividades físicas frequentes e regulares (150 minutos/ semana ou mais); • Dieta adequada com frutas, verduras, legumes, proteínas, carboidratos complexos (grãos integrais), gorduras boas (Ômega 3 e 6), redução do sal, gorduras saturadas e açúcar. A meta final é a perda de peso. O objetivo da prevenção é evitar o aparecimento de doenças cardiovasculares, diabetes mellitus e reversão da hipertensão arterial ou de seu início. Existe cura desta doença complexa? Sim. À medida que se reduz o peso e a quantidade de gordura abdominal, consegue-se reduzir a resistência insulínica e reverter todo o processo e até ficar sem medicamentos.

DR. JAMES HUGO GRÜDTNER CRM/SC 4011 ENDOCRINOLOGISTA - RQE 7301 MÉDICO DO TRABALHO - RQE 270

• Graduação em Medicina pela Universidade Federal de Santa Catarina; • Título de Especialista em Endocrinologia.

86

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 8,9,10 e 11.

Revista Saúde | Maio . 2019 | rsaude.com.br


#curtas |

Revista Saúde Maio . 2019 Joinville . SC

NASCIMENTO DE BETINA MACHADO SELL A chegada de um bebê sempre traz muita alegria e felicidade. Parabéns aos papais Thayse Machado Sell e Kleber Sell, pelo nascimento de Betina Machado Sell no dia 24 de Abril. Foto registrada pela querida Alana Schwoelk.

INAUGURAÇÃO DA FRANQUIA INSTITUTO TRATA JOINVILLE Um novo conceito e considerado o melhor protocolo do mundo (pela revista internacional Jospt) para reabilitação de diversas patologias do Joelho e Quadril. Os sócios e especialistas Dr. Luiz Fernando Wandembruck e Dra. Ketlin C. Girardello, ambos fisioterapeutas e Jane Goedert, diretora administrativa, juntamente com Dr. Thiago Fukuda, fisioterapeuta e idealizador do Instituto, consideram que a cidade recebeu um presente com a chegada desta unidade em Joinville.

PALESTRA DE VITOR MIRANDA PARA ATLETAS DO JEC

III SEMINÁRIO DE LONGEVIDADE SAUDÁVEL

Os atletas e Comissão Técnica do JEC participaram no 24 de abril, de uma palestra motivacional no campus da Unisocies. A palestra foi conduzida pelo lutador joinvilense Vitor Miranda, que contou suas adversidades pessoais, de sua carreira como lutador, e como superou estes momentos adversos, até chegar no seu objetivo profissional. Além dos atletas, também estiveram presentes diretores, patrocinadores e convidados. O evento foi uma iniciativa do Proll-Med Laboratórios de Análises Clínicas, empresa comandada pelo Dr. Giscard Siervo.

Nos dias 12 e 13 de Abril, Dr. Bruno Gustavo particiou do III Seminário de Longevidade Saudável em São Paulo/SP com o renomado Dr. Thierry Hertoghe. Autor de vários livros como “The Hormone Handbook”, “Hormone Solution”, Dr. Thierry Hertoghe é o presidente da International Hormone Society (mais de 2.500 médicos) e da Sociedade Mundial de Medicina Antienvelhecimento (mais de 7.000 médicos).

#estounocurtasdasaúde 88

Revista Saúde | Maio . 2019 | rsaude.com.br


#social |

Revista Saúde Maio . 2019 Joinville . SC

REDE ÓTICA AURORA No mês de abril, foi inaugurada a loja de número 7 da rede Ótica Aurora. Administração familiar, qualidade nos serviços e atendimento que cativam há 23 anos. Agora os moradores do bairro Fátima e região poderão conhecer todos os produtos e serviços da ótica que é administrada pelo casal empreendedor, Ana Paula e Eliel, que estão à frente desse novo estabelecimento. 90

Revista Saúde | Maio . 2019 | rsaude.com.br


#social |

Revista Saúde Maio . 2019 Joinville . SC

INFLUENSSE.ME Prêmio “influensse.me”, para a Influenciadores Digitais de Joinville. Evento incrível, marcado pela presença dos principais Influencer’s, jornalistas, apresentadores e outro profissionais da publicidade que abrilhantaram ainda mais à noite. O seleto ambiente do Bistrô Ruah Jardins, que teve uma gastronomia sofisticada e de altíssimo nível para os paladares mais exigentes. Uma realização das empresas Karam Eventos, Agência Vouk e Ok Lazer e Eventos . Fotos: Leandro Soares 92

Revista Saúde | Maio . 2019 | rsaude.com.br


Guia de profissionais ADVOCACIA

Revista Saúde Edição 14 | Maio . 2019 | Joinville.SC

NUTRIÇÃO

Marcelo Pereira Lobo

Luciane Vieira

Rua Alexandre Doehler, 129, Sl. 402 - Centro - Joinville/SC

JBC Escritórios Virtuais - Rua Dr. João Colin, 1285 - Sala Chile América - Joinville/SC (47) 98832-2142

(47) 99181-3012

APARELHOS AUDITIVOS

Dr. Nildo Manuel Duarte DigSom Rua Anita Garibaldi, 164 - Anita Garibaldi - Joinville/SC (47) 3033-5050

ENFERMAGEM

MICROPIGMENTAÇÃO

Miriã Valverdes Rua Jaboticabal, 935 - Comasa - Joinville/SC (47) 9 9675 6136

ODONTOLOGIA

Arthur Eduardo Machado Life Supply (47) 99274-6701

Graziela Tomelin grazielatomelin@gmail.com (47) 9 8425-2105

Grazìèlli Diass

Dr. Diego Eduardo Vieira

Rua Coelho Neto, 1040 - Santo Antônio - Joinville/SC

Rua Desembargador Nelson Nunes Guimarães, 238 Atiradores - Joinville/SC (47) 99118-1675

(47) 99680-7960

Dr. Guilherme Gobbi

Rua Marques de Olinda, 850 - Santo Antonio - Joinville/SC

Clínica Interdent Clínica Saguaçu - Av. Aluísio Píres Condeixa, 2763 - Saguaçu Joinville/SC (47) 3804-8666

(47) 3467-7683 | 9651-8001

Clínica Rio bonito - Rua XV de outubro, 3547 - Rio Bonito Joinville/SC (47) 3437-0505

(47) 99610-9192

Rua Ministro Calógeras, 708 - Centro - Joinville/SC

Dr. Gustavo Siedschlag

(47) 3433-8072 | 9 9968-00515

Ana Carolina Wolff Mota

Clínica Interdent Clínica Saguaçu - Av. Aluísio Píres Condeixa, 2763 - Saguaçu Joinville/SC (47) 3804-8666

Alana Araldi Clinigem Vacinas e Consultoria em Saúde Ltda Rua Ministro Calógeras, 708 - Centro - Joinville/SC (47) 3433-8072 | 9 9968-00515

Odineira da Silva Brun Clinigem Vacinas e Consultoria em Saúde Ltda Rua Ministro Calógeras, 708 - Centro - Joinville/SC (47) 3433-8072 | 9 9968-00515

Elizete Krombauer Melo Clinigem Vacinas e Consultoria em Saúde Ltda

ESTÉTICA

Cristine Reeck Farias Espaço C Estética Rua Pernambuco, 523 - Atiradores - Joinville/SC 47 3801-2683 | 99259-0193

FARMÁCIA

Ricardo A. Zastrow Rua ririú, 3536 - Iririú - Joinville/SC 47 3027-1507 e 99186-7382

FISIOTERAPIA

Jeanis Colzani

João Felipe Tavella Lemos joaofelipetavella@gmail.com

PSICOLOGIA

Clínica Mediação Rua Marcílio Dias, 324 - Santo Antônio - Joinville/SC (47) 3278-0444

Clínica Rio bonito - Rua XV de outubro, 3547 - Rio Bonito Joinville/SC (47) 3437-0505

Elaine Cristina Luiz

Dra. Íris Fonseca

(47) 9 9137-7417

Clínica Interdent Clínica Saguaçu - Av. Aluísio Píres Condeixa, 2763 - Saguaçu Joinville/SC (47) 3804-8666

Rua Max Colin,1917, Sl. 04 - Centro - Joinville/SC

Fernanda Nogueira Gôngora Rua Alexandre Dohler, 129, Sl. 1001 - Centro - Joinville/SC (47) 9 8841-2296

Clínica Rio bonito - Rua XV de outubro, 3547 - Rio Bonito Joinville/SC (47) 3437-0505

Júlia Margarida Hein

(47) 99224-9785 | 99181-9897

Dra. Joana Beatriz Germiniani da Silva

Rua Marcílio Dias, 324 - Santo Antônio - Joinville/SC

Dra. Ketlin C. Girardello

Rua Dona Elza Meinert, 299 - Costa e Silva - Joinville/SC (47) 3425-4030 | 3025-3594 | 98900-0635

(47) 3278-0444

Fabíola Ataíde Rua Prudente de Morais, 1147 - Santo Antônio - Joinville/SC

Rua Max Colin 704 – América – Joinville/SC (47) 3027-2558

Dr. Luiz Fernando Wandembruck Rua Max Colin 704 – América – Joinville/SC (47) 3027-2558

Rosana Evilim Silva Borges Rua General Valgas Neves, 301, SL 03 - Atiradores - Joinville/SC Rua Max Colin, 154 - América - Joinville/SC (47) 99753-3133

Dr. José Felipe C. Barbosa Clínica Interdent Clínica Saguaçu - Av. Aluísio Píres Condeixa, 2763 - Saguaçu Joinville/SC (47) 3804-8666

Clínica Mediação

TERAPIA CAPILAR

Carla Morante Rua Blumenau, 178, Sl. 404 - Ed. Medclínicas - Centro Joinville/SC (47) 99646-0306

Clínica Rio bonito - Rua XV de outubro, 3547 - Rio Bonito Joinville/SC (47) 3437-0505

Sandra Geruza Lopes Espaço Valenttino Centro de Terapia Capilar

Dr. Luís Henrique Fischer

Rua Germano Stein, 249, Sl. 20 - América - Joinville/SC

R. João Pessoa, 925 - América - Joinville/SC contato@odontologiafischer.com.br (47) 3425-1337 | 9 9688-0007

(47) 3026-3100 | 99782-3018

Proll-Med Laboratório

Dr. Renato C. Boni

Espaço Valenttino Centro de Terapia Capilar

Matriz: Rua Blumenau, 255 - Centro - Joinville/SC

Rua Nove de Março, 737, Sl. 302 - Centro - Joinville/SC

Rua Germano Stein, 249, Sl. 20 - América - Joinville/SC

(47) 3422-0818

(47) 3433-3397 | 9665-3004

(47) 3026-3100 | 99782-3018

LABORATÓRIO

Dr. Giscard Siervo Conte

94

PERSONAL TRAINER

Revista Saúde | Maio . 2019 | rsaude.com.br

Sonia Cristina Lopes Cenci


Profile for Revista Saúde

REVISTA SAÚDE JOINVILLE - EDIÇÃO 14 - 21/05/2019  

REVISTA SAÚDE JOINVILLE - EDIÇÃO 14 - 21/05/2019