Page 1


Guia médico

Revista Saúde Edição 8 | Dezembro . 2018 | Boa Vista.RR

Dr. Alberto Augusto Iglesias Ferreira Psiquiatra CRM/RR 1874 RQE 235

Dr. Alcione Lira de Mesquita

Ginecologia e Obstetrícia, Ultrassonografia em Ginegolocia e Obstetrícia CRM/RR 252 | RQE 312

Clínica Saúde e Vida Rua Alfredo Cruz, 687 - Centro - Boa Vista/RR (95) 3624-2494 | 98100-9189 | 99120-1467 ITE – Instituto de Terapia Especializada Rua Raul Prudente de Morais, nº 147, Caçari Boa Vista/RR (95) 3623-6699

Dr. Alexandre Magalhães Marques Oftalmologista CRM-697/RR RQE-184

Clínica Vision Rua Coronel Pinto, 397- Boa Vista - RR marques_alex.32@hotmail.com (95) 3624-1218

Dra. Ana Karine do Vale Psiquiatria CRM/RR 1343 RQE 671

Clínica Mãe de Deus Av. Major Williams, 1782, São Franscisco 95 3621-8562 | 3621-8563

Dra. Ana Paula Thome Silva Santiago

Dr. Antero Frisina

Itor Av. Nossa Senhora da Consolata, 930 - Centro Boa Vista-RR 95 3224-1652 | 981113636

Clínica Derma Roraima Alameda Canarinho, 90, Canarinho - Boa Vista/RR (95) 98111-6242

Dr. Bruno Miana Caiafa

Dr. Caio Silveira de Lacerda

Anestesiologia CRM/RR 1408 RQE 29

Cirurgia Vascular e Angiorradiologia e Cirurgia Endovascular CRM/RR 1748 RQE 169 RQE 168

CEAC – Centro Especializado em Angiologia e Cirurgia Vascular Avenida Major Williams, nº 673 - Centro - Boa Vista/RR 95-3224-7458

Cirurgia Plástica CRM/RR 1090 RQE 515

Geriatra CRM/RR 1742 RQE 155

Itor Av. Nossa Senhora da Consolata, 930 - Centro Boa Vista-RR 95 3224-1652 | 981113636

Dra. Daniela Oliveira

Dra. Darlene Feitosa

Oculista Associados de Roraima Av. Nossa Sra. da Consolata, 1780 - Centro, Boa Vista - RR 95 99123-1905 | 95 99123-1905

Cliniscan - Centro Clinico Imaginológico Avenida Ville Roy - 2160 Bairro Caçari – Boa Vista/RR (95) 3623-5000

Oftalmologia CRM/RR 1956 RQE 624

6

Hospital da Mulher Rua Melvin Jones, 126 - São Pedro - Boa Vista-RR 95 3621-8565

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

Cardiologia Pediátrica e Pediatria CRM/RR 1346 RQE 203 RQE 202


Revista Saúde Edição 8 | Dezembro . 2018 | Boa Vista.RR

Dra. Denise Matias dos Santos Cirurgia Pediátrica e Cirurgia Geral CRM/RR 675 RQE 421 RQE 420

Guia médico Dra. Elza Rezende Pneumologia CRM/RR 2008 RQE 701

Clínica Saúde e Vida Rua Alfredo Cruz, 687, Centro - Roraima - RR 95 99120-1467 | 98100-9189

Incordis - Instituto de Cardiologia R. Sindeuax Barbosa, 381, Boa Vista - RR, 69304-535 95 3623-1636 | 99130-7128

Dr. Emanoel Licarião

Dr. Eric Ferreira

Cardiologia

Cirurgia Geral e Oncologia Cirúrgica

CRM/RR 251 RQE 311

CRM/RR 1110 | RQE 78 | RQE 79

Incordis - Instituto de Cardiologia R. Sindeuax Barbosa, 381, Boa Vista - RR, 69304-535 95 3623-1636 | 99130-7128

Dra. Fabiana Zimmermann dos Santos lnfectologista CRM/RR 1250 RQE 85

Itor Av. Nossa Senhora da Consolata, 930 - Centro Boa Vista-RR 95 3224-1652 | 981113636

Dr. Fernando André Martins Ferreira Cirurgião de Cabeça e Pescoço CRM/RR 1643 RQE

Itor Av. Nossa Senhora da Consolata, 930 - Centro Boa Vista-RR 95 3224-1662 | 981113636

Incordis - Instituto de Cardiologia R. Sindeuax Barbosa, 381, Boa Vista - RR, 69304-535 95 3623-1636 | 99130-7128

Dra. Fernanda R. Penna Pellizzetti Ginecologia e Obstetrícia CRM/RR 965 | RQE 489

Clínica Pró-Saúde Rua Papa João Paulo II, 1876 - Silvio Botelho Boa Vista - RR (S3 Esquina com N11) 95 3627-8743 | 95 99161-9239

Dra. Gabriela Cáceres Sureda Oftalmologista CRM/RR 1120 | RQE: 522

Clínica Oculistas Associados de Roraima Av. Nossa Sra. da Consolata, 1780 Centro - Boa Vista - RR 95 3624-1406 rsaude.com.br | Dezembro . 2018 | Revista Saúde

7


Guia médico

Revista Saúde Edição 8 | Dezembro . 2018 | Boa Vista.RR

Dr. Harolodo Wislson Moreira da Silva Pediatria e Neurologia Pediátrica

Dra. Hirlana Gomes Almeida Oftalmologista CRM/RR: 1984 | RQE 639

CRM/RR 748 RQE 603 RQE 595

Incordis - Instituto de Cardiologia R. Sindeuax Barbosa, 381, Boa Vista - RR, 69304-535 95 3623-1636 | 99130-7128

Clínica Oculistas Associados de Roraima Av. Nossa Sra. da Consolata, 1780 Centro (95) 3624-1406

Dra. Imery Sampaio

Dr. Ivan Ferreira de Souza

Oftalmologia CRM/RR 684 RQE 425

Santa Luzia – Espaço Saúde Av. Major Williamns 2067, Centro – Boa Vista/RR imerysampaio@gbol.com.br (95) 3624-1663

Dra. Janaína Sousa Alergista e Imunologista CRM/RR 1272 RQE 122

Itor Av. Nossa Senhora da Consolata, 930 - Centro Boa Vista-RR 95 3224-1652 | 981113636

Dra. Jérula Lima Clínica Médica CRM/RR 1507 RQE 192

Itor Av. Nossa Senhora da Consolata, 930 - Centro Boa Vista-RR 95 3224-1652 | 981113636

8

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

Cardiologia e Ecografia CRM/RR 132 RQE 264

Incordis - Instituto de Cardiologia R. Sindeuax Barbosa, 381, Boa Vista - RR, 69304-535 95 3623-1636 | 99130-7128

Dr. Jean Carlos Lima Médico CRM/RR 1279

Incordis - Instituto de Cardiologia R. Sindeuax Barbosa, 381, Boa Vista - RR, 69304-535 95 3623-1636 | 99130-7128

Dra. Jéssica Figueiredo Oftalmologia CRM/RR 2023 RQE 689

Oculista Associados de Roraima Av. Nossa Sra. da Consolata, 1780 - Centro, Boa Vista - RR 95 99123-1905 | 95 99123-1905


Revista Saúde Edição 8 | Dezembro . 2018 | Boa Vista.RR

Guia médico

Dr. Jonathas Costa Lopes

Dra. Kássia Medeiros

Itor Av. Nossa Senhora da Consolata, 930 - Centro Boa Vista-RR 95 3224-1652 | 981113636

Itor Av. Nossa Senhora da Consolata, 930 - Centro Boa Vista-RR 95 3224-1652 | 981113636

Dr. Leomar Vieira Hitotuzi

Dra. Livia Sayuri F. Itikawa

Ortopedia e Traumatologia CRM/RR 1759 RQE 574

Radiologista CRM/RR 1232 RQE 646

Itor Av. Nossa Senhora da Consolata, 930 - Centro Boa Vista-RR 95 3224-1652 | 981113636

Dr. Lucas Monferrari Vianna Oftalmologia CRM/RR 1872 RQE 666

Oculista Associados de Roraima Av. Nossa Sra. da Consolata, 1780 - Centro, Boa Vista - RR 95 99123-1905 | 95 99123-1905

Dra. Maria Cátia Rodrigues Mastologia e Ginecologia CRM/RR 809 | RQE 458 | RQE 459

Rua Presidente Costa e Silva, 1322/5, São Francisco - Boa Vista - RR (95) 98116-7407 | 99163-3464

Psiquiatra CRM/RR 1522 RQE 583

Médica CRM/RR 1572

Clinica Quality Avenida Major Williams , 1655 – Centro – Boa Vista/RR dra.sayuri.itikawa@gmail.com (95) 3624-5033 | 98119-0510

Dra. Magda Noleto Clínica Médica CRM/RR 944 | RQE 483

Clínica Pró-Saúde Rua Papa João Paulo II, 1876 - Silvio Botelho Boa Vista - RR (S3 Esquina com N11) 95 3627-8743 | 95 99161-9239

Dr. Mario Maciel de Lima Urologia CRM/RR 1094 | RQE 518

Clínica Pró-Saúde Rua Papa João Paulo II, 1876 - Silvio Botelho Boa Vista - RR (S3 Esquina com N11) 95 3627-8743 | 95 99161-9239

rsaude.com.br | Dezembro . 2018 | Revista Saúde

9


Guia médico

Revista Saúde Edição 8 | Dezembro . 2018 | Boa Vista.RR

Dr. Messias de Almeida Mora Neto Médico

Dr. Patrick Rabelo José Ortopedia e Traumatologia CRM/RR 1383 RQE 164

CRM/RR 1022

Incordis - Instituto de Cardiologia R. Sindeuax Barbosa, 381, Boa Vista - RR, 69304-535 95 3623-1636 | 99130-7128

Dr. Ricardo Mendes dos Santos Oftalmologia

Itor Av. Nossa Senhora da Consolata, 930 - Centro Boa Vista-RR 95 3224-1652 | 981113636

Dr. Rodrigo Vasconcelos Dias Fisiatra CRM/RR 1287 RQE 145

CRM/RR 828 | RQE: 573

Clínica Oculistas Associados de Roraima Av. Nossa Sra. da Consolata, 1780 Centro - Boa Vista - RR 95 3624-1406

Itor Av. Nossa Senhora da Consolata, 930 - Centro Boa Vista-RR 95 3224-1652 | 981113636

Dr. Romulo Ferreira da Silva

Dr. Ruiter Botinelly

Oftalmologista CRM/RR: 266 RQE: 319 RQE: 320

Clínica Oculistas Associados de Roraima Av. Nossa Sra. da Consolata, 1780 Centro (95) 3624-1406

Dra. Silvia Vasconcelos Médica CRM/RR 1530

Clínica Pró-Saúde Rua Papa João Paulo II, 1876 - Silvio Botelho Boa Vista - RR (S3 Esquina com N11) 95 3627-8743 | 95 99161-9239

10

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

Cirurgião de Cabeça e Pescoço CRM/RR 1276 RQE 643

Itor Av. Nossa Senhora da Consolata, 930 - Centro Boa Vista-RR 95 3224-1662 | 981113636

Dra. Tatyanne Aguillera Médica CRM/RR 1515

Espaço Leal Av. Terencio Lima 1802 – Centro – Boa Vista/RR 95 98117-4934 | 99175-7447


Revista Saúde Edição 8 | Dezembro . 2018 | Boa Vista.RR

Guia médico

Dra. Thalita Gomes

Dr. Thiago V. Santos

Cirurgia Geral

Cirurgia Vascular

CRM/RR 1336 RQE 204

CRM/RR 1818 RQE 200

Incordis - Instituto de Cardiologia R. Sindeuax Barbosa, 381, Boa Vista - RR, 69304-535 95 3623-1636 | 99130-7128

Incordis - Instituto de Cardiologia R. Sindeuax Barbosa, 381, Boa Vista - RR, 69304-535 95 3623-1636 | 99130-7128

Dr. Thompson Faria

Dr. Vanderlei Sebastião de Oliveira

Oftalmologista CRM/RR: 1623 | RQE 645

Clínica Oculistas Associados de Roraima Av. Nossa Sra. da Consolata, 1780 Centro (95) 3624-1406

Dr. Vilson de Jesus C. Alves Nefrologia e Clínica Médica CRM/RR 641 | RQE 405 RQE 406

Clínica Pró-Saúde Rua Papa João Paulo II, 1876 - Silvio Botelho Boa Vista - RR (S3 Esquina com N11) 95 3627-8743 | 95 99161-9239

Patologia Clínica e Medicina Laboratorial CRM/RR 1069 RQE 105

Examme Av. Mario Homem de Melo, 5435 - Boa Vista/RR 95 3625-1108 | 3625-4558

Dr. Vitor Paracat Santiago Ortopedia e Traumatologia CRM/RR 1635 RQE 610

Itor Av. Nossa Senhora da Consolata, 930 - Centro Boa Vista-RR 95 3224-1652 | 981113636

Dr. Wilkcy Azevedo Oftalmologista CRM/AM: 8327 | RQE 602

Clínica Oculistas Associados de Roraima Av. Nossa Sra. da Consolata, 1780 Centro (95) 3624-1406

rsaude.com.br | Dezembro . 2018 | Revista Saúde

11


Índice Mastalgia

14

Dra. Maria Cátia Rodrigues

Dicas para cuidar do DNA e viver de forma mais saudável

16

Dra. Livia Sayuri F. Itikawa

Você já buscou de tudo para ter o corpo dos sonhos e nada funcionou. Chegou a hora de conhecer o Lipocarboinsulflação Palazzo

18

Thaine Malinowski

Transplante de Córnea

20

Dra. Hirlana Gomes Almeida Dr. Romulo Ferreira Da Silva

Luto Infantil

22

Elizânia Vasconcelos

A importância das contenções ortodônticas após o uso do aparelho fixo

24

Dr. Gabriel Barbosa

Depressão, Tristeza ou doença?

26

Revista Saúde Edição 8 | Dezembro . 2018 | Boa Vista.RR

A ortodontia em adultos

38

Retinopatia da prematuridade

42

28

46

30

34

Dra. Ana Karine Leitão do Vale

Sem Rugas com Botox

36 12

Dra. Tatyanne Aguillera

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

22

Dra. Denise Matias dos Santos

50

Dra. Darlene Sampaio

Hábitos que estragam os dentes

52

Dra. Isabela Machado

Posso parar de usar óculos?

56

24

34

36

38

Dr. Alexandre M. Marques

Implantes Hormonais Bioidênticos

60

Dra. Fernanda R. Penna Pellizzetti

O que é Ecocardiograma Fetal, como é feito e quando é indicado?

62

Dr. Alcione Lira de Mesquita

É possível emagrecer sem passar fome?

64

Dra. Valquíria Nascimento

A terapia familiar na solução de conflitos

66

Maria Alice Moraes

Dr. Ângelo Peccini

Especial Capa Transtorno de Déficit de Atenção - TDAH

14

Hipertrigliceridemia em crianças e adolescentes com excesso de peso

Dr. Bruno Miana Caiafa

Como prevenir sua empresa de processos trabalhistas

Dra. Imery Sampaio

O que é a Cirurgia Pediátrica

Dr. Alberto Augusto Iglesias Ferreira

O que é Aneurisma da Aorta Abdominal?

Dr. Mauro Raposo Dra. Rachel Vasconcelo

5 Benefícios da Cirurgia Plástica. Você já os conhecia?

70

Dr. Antero Frisina

Moscas volantes

72

Dr. Lucas Monferrari Monteiro Viana Dr. Romulo Ferreira Da Silva

42 50


Expediente

Revista Saúde Edição 8 | Dezembro . 2018 | Boa Vista.RR

REVISTA TRIMESTRAL Dezembro/2018 | ANO 2 | Nº 8 | Boa Vista - RR Editora Lopes e Rampani Ltda - CNPJ 07.986.256/0001-69 Franquia de Boa Vista - Av. Jaime Brasil, 168 | Sala 44 | Centro | Tel.: 95 99169-4071 ESCRITÓRIOS Umuarama (sede): Rua Paulo Pedrosa de Alencar, 4291 - Ed. Manhattan Garden - CEP: 87501-270 | Centro | Tel.: 44 3622-8270 e-mail: revistasaude@sempresaude.com.br - Maringá: Av. Humaitá, 452 - Centro Empresarial Dalla Costa - Sala 303 CEP: 87014-200 | Zona 4 | Tel.: 44 3346-4050 - e-mail: artemaringa@sempresaude.com.br COLABORADORES LAYOUT E DIAGRAMAÇÃO: André Silva, Alison Henrique, Bruno Assunção, Dyego Bortoli, Jean Carlos, João Paulo Zequim, Marcio Garcia e Thiago Mantovani CORREÇÃO ORTOGRÁFICA: Professora Tallis Oliveira F. Resende e Professora Maria de Fátima dos Santos FOTOGRAFIAS: GEORGE AMARO (ATELIER F3) - ATELIERF3@GMAIL.COM +55 (95) 98111-0095- JULIO GRAZIANI - 99169-4071 JORNALISTA RESPONSÁVEL: Caio Henrique dos Santos Rosa - 0011175/PR CIRCULAÇÃO: Boa Vista e região FRANQUIAS Apucarana/Arapongas-PR - Leandro Henrique | Paula Renatha Pontim - comercial@sempresaude.com.br - 43. 9611-5553 | 43. 9611-5563 - Araçatuba/Bauru-SP - Anderson Hernandes - aracatuba@sempresaude.com.br - 18. 99740-2777 - Boa Vista-RR - Julio Graziani Carlos boavista@sempresaude.com.br - 95. 99169-4071 - Cacoal/Ji-Paraná-RO - Flávio Junior Bezerra Paixão - paixao@sempresaude.com.br - 69. 99278-5703 - Campo Mourão-PR - Rafael Morimoto - rafael@sempresaude.com.br - 44. 9911-8081 | 44. 8811-6206 - Chapecó-SC - Fábio Bortolone - chapeco@sempresaude.com.br - 49. 9916-5719 - Cianorte-PR - Paulo Paixão - cianorte@sempresaude.com.br - 44. 3269-6430 | 44. 9922-0310 - Criciúma-SC - José Carlos Junqueira Alvarenga - criciuma@sempresaude.com.br - 48. 9912-5253 - Cuiabá-MT - Cristiana L. G. Donegá - cuiaba@sempresaude.com.br - 65. 8111-2423 | 65. 9640-2423 - Foz do Iguaçu -PR - Rosana Segovia - rosana@ sempresaude.com.br - 45. 9991-2500 - Florianópolis-SC - Paulo Victor Frasson Cordeiro - floripa@sempresaude.com.br - 48. 9133-3334 | 48. 9610-5357 - Goiânia-GO - Tiago Brito - goiania@sempresaude.com.br - 62. 9951-1899 - João Pessoa-PB - José Adriano Danhoni Neves | Ednéia Tenório - joaopessoa@sempresaude.com.br - 83. 98750-7070 | 83. 98812-7080 - Joinville-SC - Ana Paula de Campos - joinville@ sempresaude.com.br - 47. 9930-6364 - Londrina-PR - Leandro Henrique | Paula Renatha Pontim - londrina@sempresaude.com.br - 43. 9611-5553 | 43. 9611-5563 - Macaé/Rio das Ostras-RJ - Andreia Garcia | Paulo Cesar Ceranto - macae@sempresaude.com.br - 22. 988475455 | 22. 98842-9166 - Maringá-PR - Paulo Paixão - paulopaixao@sempresaude.com.br - 44. 3269-6430 | 44. 9922-0310 - Natal-RN Dirceu Filho - natal@sempresaude.com.br - 83. 98788-7070 - Palmas/Araguaína-TO - Jefferson Fila de Andrade | Rafael Thomaz - palmas@ sempresaude.com.br - 63. 98503-9960 | 63. 98426-2494 - Paranavaí-PR - Paulo Paixão - paranavai@sempresaude.com.br - 44. 3269-6430 | 44. 9922-0310 - Ponta Grossa-PR - Sérgio Oliveira | Mara Megda - pontagrossa@sempresaude.com.br - 42. 9987-8180 | 42. 8418-1290 Porto Velho-RO - Arthur Marandola | Rafael Morimoto - portovelho@sempresaude.com.br - 69. 9366-1466 | 69. 9366-1470 - Presidente Prudente-SP - Alexandre Lúcio Martins - prudente@sempresaude.com.br - 18. 98111-5145 - Ribeirão Preto-SP - Josy Vilela Le Senechal - ribeirao@sempresaude.com.br - 16. 99711-7770 - Rondonópolis-MT - Marcio Costa - rondonopolis@sempresaude.com.br - 66. 9683-1899 - São José dos Campos-SP - Marcelo Piai | Verônica Venâncio - sjcampos@sempresaude.com.br - 12. 99625.8005 | 12. 99625-1005 - São José do Rio Preto-SP - Renato Dias Renovato - riopreto@sempresaude.com.br - 17. 99669-1700 - Sinop/Sorriso/ Lucas do Rio Verde-MT - Emerson do Carmo - 66. 9.9994-2442 - rampani@sempresaude.com.br - Luiz Carlos Rampani - rampani@ sempresaude.com.br - 66. 9659-7210 - Uberaba-MG - Wander Marcio Rosada - uberaba@sempresaude.com.br - 34. 9990-2479 Uberlândia-MG - Wander Marcio Rosada - uberlandia@sempresaude.com.br - 34. 9990-2479 - Umuarama-PR - Ueslei Rampani | Marcelo Adriano - revistasaude@sempresaude.com.br - 44. 8407-0698 | 44. 9941-9930 | 44. 3622-8270

NOSSA CAPA Benefícios do Botox Dra. Tatyanne Aguillera - CRM/RR 1515

Transtorno de Déficit de Atenção Dra. Ana Karine Leitão do Vale - CRM/RR 1343 - RQE 671

Foto Capa Jader Souza - (95) 99113-0352

DIREÇÃO GERAL

Marcelo Adriano Lopes da Silva

FRANQUEADO DESTA UNIDADE

Julio Graziani

Ueslei Dias Rampani

ENTRE EM CONTATO PARA MATÉRIAS E ANÚNCIOS Você também pode ler esta edição pelo aplicativo: REVISTA SAÚDE OFICIAL

Julio Granziani: 95 99169.4071 boavista@sempresaude.com.br

www.rsaude.com.br

Facebook/revistasaudeboavista

As matérias e imagens veiculadas são de responsabilidade dos seus autores.

rsaude.com.br | Dezembro . 2018 | Revista Saúde

13


Mastalgia

A avaliação adequada do paciente é importante para identificar se a dor se deve a alterações fisiológicas relacionadas a flutuações hormonais ou patologias, como por exemplo o câncer de mama.

Estima-se que 70% das mulheres apresentará episódio de dor mamária em algum momento. A avaliação adequada do paciente é importante para identificar se a dor se deve a alterações fisiológicas relacionadas a flutuações hormonais ou patologias, como por exemplo o câncer de mama. A dor mamária ou mastalgia é um sintoma muito frequente e constitui uma das principais queixas nos consultórios de mastologia. Ela pode ser dividida em mastalgia cíclica e acíclica e tem como diagnóstico diferencial a dor extra mamária. A mastalgia cíclica é responsável por dois terços dos casos, e está relacionada a alterações hormonais que acontecem devido a ovulação e que estimulam o tecido mamário normal resultando em dor. O aumento dos hormônios estradiol, progesterona e prolactina, determinam uma proliferação tecidual na mama e aumento da secreção intraductal resultando na sensação de ingurgitamento mamário e aumento da sensibilidade. Com a menstruação, acontece a diminuição dos níveis hormonais e a melhora dos sintomas. A dor geralmente acomete as duas mamas e principalmente a parte lateral da mama, próximo às axilas. Para a minoria das mulheres esses sintomas podem ser severos, necessitando de tratamento. A mastalgia acíclica não tem relação com ciclo menstrual, geralmente é unilateral, acontece em qualquer região da mama e pode ter diversas etiologias. Mamas grandes e pendulares por si só podem gerar esse tipo de mastalgia. Ectasia ductal ou dilatação

dos ductos mamários pode estar associada à inflamação local e dor. Terapia hormonal, cistos de grande volume, mastite ou infecção mamária, trauma local, medicações e câncer de mama também podem causar dor mamária acíclica. A dor extra mamária é causada por alterações em locais fora da mama com irradiação da dor para as mamas. A dor pode vir de alterações na parede torácica, esôfago, coração, coluna, pulmão, dentre outros. A dor na parede torácica pode ser devido a costocondrite esternocostal, que é um processo inflamatório nas articulações das costelas com o esterno e também é chamada de Síndrome de Tietze. A avaliação da paciente com uma história clínica e exame físico adequados muitas vezes é suficiente para o diagnóstico. Geralmente são solicitados mamografia e ultrassonagrafia das mamas de acordo com a faixa etária da paciente para afastar o diagnóstico de câncer de mama que, apesar de ter pouca relação com quadros de dor, tem o diagnóstico precoce como um dos principais fatores prognósticos. O tratamento da dor mamária depende de sua etiologia. Cerca de 70% das pacientes apresenta melhora importante dos sintomas após descartada a possiblidade de câncer de mama. Em alguns casos, medidas comportamentais como uso de sutiãs com boa sustentação melhora muito a dor. Outras pacientes podem necessitar de tratamento medicamentoso que deverá ser prescrito pelo mastologista após uma avaliação adequada.

DRA. MARIA CÁTIA RODRIGUES CRM/RR 809 MASTOLOGIA - RQE 459 GINECOLOGIA - RQE 458

14

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 6 A 11


Dicas para cuidar do DNA e viver de forma mais saudável Você já deve ter ouvido essa frase: “Minha genética é ruim, por isso tenho ou terei certa doença (ex: obesidade, diabetes, câncer ou doenças cardíacas). Esse raciocínio está relacionado ao fato de um histórico de muitos casos de uma determinada doença na mesma família. Mas, a Epigenética explica que não somos reféns dos nossos genes, somos muito mais do que herdamos dos nossos pais. Apenas 5% dos fatores que causam a maioria das doenças são genéticos, os outros 95% dependem do nosso estilo de vida, nossas escolhas. Podemos usar o exemplo de 2 mulheres com a genética igualmente desfavorável para trombose, uma delas é sedentária, tabagista e usa pílula anticoncepcional (ACO), a outra pratica atividade física, não fuma e não usa ACO. A chance da primeira manifestar a doença é muito maior do que a segunda. Esse resultado é explicado pela Epigenética. (“EPI: acima / genética: estudo dos genes) A expressão genética é influenciada por pensamentos, emoções, relacionamentos e meio ambiente que estamos inseridos, ou seja, nossos hábitos de vida tembém determinam a resposta do nosso DNA, deixando “marcas epigenéticas” positivas ou negativas, que poderão ser herdadas por gerações futuras.

Os cromossomos do nosso corpo são os locais onde estão armazenadas as informações do DNA e, estão localizados dentro do núcleo de todas as nossas células. Com o nosso envelhecimento, as pontinhas dos nossos cromossomos, chamadas de Telômeros começam a encurtar. Pessoas que têm telômeros mais curtos têm mais doenças degerenativas e vivem menos, enquanto pessoas que têm telômeros mais longos, apresentam mais saúde e vivem mais. A boa notícia é que podemos alongar nossos telômeros e cuidar melhor do nosso DNA através das dicas abaixo: • Ter pelo menos 7 horas de sono de qualidade • Atividade física e alongamentos (estar em movimento) • Meditação • Redução do estresse baseado na atenção plena (viver o presente) • Pensamentos positivos e resiliêntes frente ao stress • Praticar a Gratidão • Oração Através de alguns alimentos e suplementos:

“Pessoas que concentram sua mente no que estão fazendo no momento presente apresentam telômeros mais compridos. O foco mental é uma habilidade que você pode cultivar”. Um treino simples: Em alguns momentos do seu dia, fechar os olhos e focar a atenção apenas em inspirar e expirar. Faça isso durante alguns ciclos respiratórios e aproveite os benefícios!

Alimentos e Bebidas

Vitaminas

Fibras/ Grãos integrais

Vitamina D3

Vegetais, feijão, legumes

Vitaminas do Complexo B (ácido fólico)

Frutas secas/ Nozes Algas marinhas Frutas Ômega-3 (Salmão, Truta, Cavala e Sardinha) Café/ Chá verde

DRA. LIVIA SAYURI F. ITIKAWA CRM/RR 1572 MÉDICA

16

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 6 A 11

Vitamina C Vitamina E


Você já buscou de tudo para ter o corpo dos sonhos e nada funcionou. Chegou a hora de conhecer o Lipocarboinsulflação Palazzo É o jeito rápido, seguro e eficiente de alcançar o corpo que tanto deseja. É uma exclusividade da marca Priscila Palazzo, marca que possui mais de trinta mil resultados, documentados, no Brasil e no mundo. A técnica depende de um equipamento próprio chamado lipocarbo, com uma corrente única, e a associação de aparelhos de alta tecnologia, além da utilização dos nutracêuticos e cosmeceuticos. Envolve terapias avançadas que geram a morte das células de gordura, acelera o metabolismo local, reduzindo tanto a gordura localizada quanto a flacidez. Indicado para quem deseja eliminar a gordura localizada, tornou-se um dos protocolos mais buscados em todo o país, pois apresenta resultados satisfatórios em três semanas, sem o uso de intervenções cirúrgicas. O lipocarboinsulflação atende pacientes que estão no peso normal, mas com a gordura localizada elevada. E para pacientes que estão com sobrepeso, vamos lançar o LIPOCARBO PLUS SIZE, um protocolo especial pensado para esse público que está acima do peso. Lipocarboinsulflação Plus size é um tratamento estético para realçar as curvas de quem está acima do peso. Conseguimos resultados fantásticos, sem a obrigatoriedade de dietas e atividade fí-

sica, um protocolo que é seguro e eficaz, livre de remédios e cirurgias. O programa foi desenvolvido para você que tem uma gordura subcutânea considerável e já tentou de tudo, já realizou diversos tratamentos estéticos, nutricionais e não obteve o sucesso devido à falta de foco e estímulos para um resultado extraordinário. Nós temos uma oportunidade para você começar diferente, aumentando sua autoestima, confiança, foco e consequentemente melhorar seus hábitos e qualidade de vida! Entenda que não estamos contra uma alimentação saudável e sim começando de uma forma diferente, primeiro vamos apresentar resultados imediatos, para assim estimular e motivar o paciente a buscar um novo estilo de vida. Os resultados são fantásticos, na redução de gordura subcutânea, retenção de líquidos e medidas. Com uma estética de resultados e alta performance é possível. Começando com a estética, modelando o corpo, estimulando a pessoa a ter novos hábitos. Consiste em 4 meses de tratamento,

com o objetivo de diminuir a inflamação do paciente, porque grande maioria dos pacientes acima do peso, estão com grande processo inflamatório. Modular a microbiota intestinal, potencializar a desintoxicação hepática, diminuir a ansiedade, induzir a lipólise celular, estimular a apoptose e termogênese, aumentar a saciedade, inibir a lipogênese que é o aumento de gordura, estimular a síntese de colágeno e elastina. Pois o paciente lipocarbo, além de modelar o corpo, já trata a flacidez. O tratamento é indicado para homens e mulheres acima do peso com acumulo de gordura localizada nas regiões do abdômen, flancos, costas e quadril. O maior diferencial do tratamento é que após a diminuição e remodelação corporal, teremos um tratamento de manutenção que pode durar de 6 meses a 1 ano, como também a inclusão de atividade física e reeducação alimentar! Em Boa Vista, somos exclusivos com o lipocarboinsulflação Palazzo! Marque uma consulta e descubra o tanto que a estética científica pode transformar sua vida!

Em Boa Vista, somos exclusivos com o Lipocarboinsuflação Palazzo! Marque uma consulta e descubra o tanto que a estética científica pode transformar sua vida!

THAINE MALINOWSKI COREN RR 435230 – ENF

• Habilitada no método 5s em Roraima e licenciada Priscilla Pallazzo exclusivo em Boa Vista.

Modelar Estética e Saúde - Rua Patativa, 88 - Mecejana, Boa Vista - RR (95) 99125-0610 - modelart_estetica_adm@hotmail.com 18

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br


Transplante de Córnea O olho é formado por diversas estruturas, dentre elas, a córnea que é

to é por ordem cronológica de inscrição no cadastro técnico.

um tecido transparente localizado na

Quando adequadamente indicado

superfície ocular e fundamental para

e realizado por oftalmologista habili-

a visão (ver Figura 1). As doenças que

tado, o transplante de córnea é capaz

atingem a córnea são responsáveis

de restaurar a visão e melhorar a qua-

por cerca de 5% da cegueira reversível

lidade de vida dos pacientes e de seus

em todo o mundo e podem acarretar

familiares. Os transplantes de córnea

baixa visão aos pacientes e outros pro-

são classificados em óptico e tectô-

blemas como perda de produtividade

nico. A técnica cirúrgica pode substi-

no trabalho, diminuição da qualidade

tuir apenas uma parte da espessura

de vida, dependência de familiares e

da córnea (denominado de lamelar,

até mesmo depressão.

podendo ser anterior ou posterior)

Figura 1

Figura 2

Quando os óculos ou a lente de

ou toda a espessura (denominado de

contato não conseguem restaurar a

penetrante, que ainda é o mais reali-

visão desses pacientes com doença

zado em todo o mundo – (ver Figura

na córnea, o transplante de córnea é a

3). Como a córnea é um tecido imu-

melhor opção cirúrgica. O transplante

nologicamente privilegiado, por não

de córnea é um procedimento cirúrgi-

possuir vasos sanguíneos e linfáticos

co em que o tecido doente do pacien-

em sua estrutura, há um menor risco

te é removido e substituído por uma

de rejeição no receptor, se comparado

córnea sadia de um doador falecido

a outros transplantes, como o de cora-

(ver Figura 2). No Brasil, a doação de

ção ou de medula óssea. As indicações

órgãos e de córnea só pode ser efe-

para o transplante de córnea são di-

tuada após a autorização do familiar

ferentes entre os países e os estados

do doador falecido, por meio da assi-

brasileiros, a depender das condições

natura de um termo de doação, inde-

socioeconômicas, demográficas e de

pendentemente da vontade da pessoa

infraestrutura de cada população. As

com doença na córnea, o

em vida. A lista de espera para trans-

principais indicações descritas na litera-

transplante de córnea é a

plantes de córnea no Brasil é única em

tura são ceratocone, ceratite infecciosa

cada estado brasileiro, e o atendimen-

e ceratopatia bolhosa pseudofácica.

melhor opção cirúrgica.

Quando os óculos ou

a lente de contato não

conseguem restaurar a visão desses pacientes

DR. ROMULO FERREIRA DA SILVA

CRM-RR 1984

CRM/RR 266

OFTALMOLOGISTA – RQE 639

OFTALMOLOGIA– RQE 320

• Especialista em Córnea pela Universidade de São Paulo (USP) • Doutora em Oftalmologia e Ciências Visuais pela Universidade de São Paulo (USP)

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

DRA. HIRLANA GOMES ALMEIDA

20

Figura 3

• Mestre do Curso de Medicina na Universidade Federal de Roraima - UFRR

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 6 A 11


Luto Infantil Se para um adulto perder alguém é difícil, imagina para uma criança. Essa situação quando vivenciada na infância é uma das mais delicadas e precisa de muita atenção para não gerar prejuízo emocional. Como as crianças são mais vulneráveis e ainda estão se desenvolvendo cognitivamente e emocionalmente, elas precisam de maior acompanhamento, principalmente de um adulto e, em alguns casos, do profissional psicólogo. Muitas vezes, os adultos podem subestimar os efeitos das perdas na vida das crianças. Porém, a perda de um dos pais, por exemplo, provoca na criança sentimentos intensos, como: culpa, dor, medo, saudade, podendo ainda, acabar com o sentido da vida dela. Por isso, é importante reforçar que o adulto responsável pela criança, bem como todos que estão à sua volta, saibam qual a melhor forma de agir com a criança enlutada, ajudando-a a passar por esse momento tão difícil, da melhor forma possível. Outro ponto que dever ser levado em conta é o modo pela qual é feito o comunicado da morte para a criança, que pode contribuir ou atrapalhar o processo de luto. O ideal é que quem for dar a notícia sobre a morte para a criança respeite seu nível intelectual, e o que ela já conhece sobre o assunto. A partir daí, conte a verdade de forma clara, e em uma linguagem que a criança entenda. Um erro que muitos cometem é explicar a morte usando comparações, do tipo: “virou estrelinha”, “está dormindo”, “foi viajar”, “foi para o céu”,

“Deus levou”, pois como a criança não tem consolidado as capacidades de pensamento abstrato, ela vai interpretar tudo ao pé da letra. Outro ponto, também não se deve esconder e nem limitar informações sobre a morte para a criança. Ela deve ser familiarizada e preparada para este aspecto da vida, para que, desse modo, ela possa adquirir as competências necessárias à superação dos sentimentos de perda e luto futuros. Deve ser permitido à criança sentir as tristezas e desesperanças reais, sem empurrá-las para um estado de falsa alegria e esquecimento. Muitos adultos, por medo ou achar que não é necessário, não incluem a criança nas discussões sobre o morto, mas para que ela não sinta sozinha em sua dor, pode-se permitir o conforto de um luto compartilhado; pois, a família deve ser fonte de confiança e apoio, auxílio para ultrapassar os sentimentos negativos que vierem em decorrência da perda, ajudando-a a crescer e amadurecer. Em caso de doença terminal, a criança precisa ter contato físico e presente com o doente e, caso este esteja em casa, é bom que ela participe das tarefas de ajudar a tomar conta do familiar. Esta situação auxilia a criança a lidar melhor com a morte, prepara para atravessar o luto e reduzem problemas psicológicos futuros. É importante destacar que a forma como a criança reagirá à perda, serão fortemente influenciados pela forma como o adulto vai reagir a este momento. E, também, é necessário que se mantenha a rotina da criança.

Como as crianças são mais vulneráveis e ainda estão se desenvolvendo cognitivamente e emocionalmente, elas precisam de maior acompanhamento, principalmente de um adulto e em alguns casos do profissional psicólogo.

ELIZÂNIA VASCONCELOS CRP 20/04139 PSICOLOGIA ESPECIALIDADE CLÍNICA TERAPIA COGNITIVA - COMPORTAMENTAL

Ativa a Mente Av. Major Williams n 854 Bairro: São Francisco - HB Centro Empresarial Bloco H Sala P 2° Piso (95) 99146-4727 - elifv_1@hotmail.com 22

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br


A importância das contenções ortodônticas após o uso do aparelho fixo Quando um tratamento com aparelho ortodôntico chega ao fim, o paciente fica satisfeito por ter alcançado seu melhor sorriso. Entretanto, após a retirada do aparelho fixo, o tratamento continua de outra forma. As contenções ortodônticas contribuem para que o sorriso seja mantido corretamente e são utilizadas após o fim do tratamento ortodôntico. Têm como finalidade conter os dentes, sendo caracterizadas como passivas, ou seja, que não realizam movimentações dentárias. Por que é importante o uso das contenções? Ao realizar a movimentação dos dentes com o uso de aparelho fixo, há uma remodelação óssea e de fibras colágenas que dão suporte aos dentes. Até que o organismo reorganize as fibras colágenas e estabilize o tecido ósseo, há uma grande chance que os dentes retornem à posição original. Para evitar essa recidiva, o uso das contenções é essencial, até que os dentes estejam novamente estabilizados. Qual o tempo de utilização das contenções? Não há um consenso na literatura em relação ao tempo de utilização. Portanto, cada caso deverá ser analisado individualmente. Porém, considerando as situações mais comuns, é frequente que os profissionais indi-

quem a utilização da contenção 24 horas por dia nos primeiros seis meses. Posteriormente, o ortodontista pode alterar a frequência do uso da contenção. Nessa fase o paciente utilizará somente no período noturno, até que o tratamento esteja completamente finalizado. Contudo, as consultas periódicas ao ortodontista são fundamentais para o acompanhamento da estabilidade do caso, principalmente após a instalação das contenções. Quais as consequências do uso inadequado das contenções? A utilização inadequada (ou o não uso), das contenções após o tratamento com o aparelho fixo pode trazer alguns problemas para o paciente, como a perda do controle da função mastigatória e a estética do sorriso. O quadro pode incluir desalinhamento entre os dentes, abertura de espaços, além de problemas periodontais, retração gengival e comprometimento de todo o tratamento. Por isso, sempre siga corretamente as orientações do seu dentista. Contenção nos dentes inferiores Para os dentes inferiores são utilizadas contenções fixas localizadas na região lingual dos dentes (por trás). O ortodontista indicará o melhor modelo para o seu caso e, mantendo a higiene bucal adequada, não haverá problemas. Cuidados com as contenções ortodônticas O paciente deve retirar a contenção removível antes das refeições, com o objetivo de mantê-la limpa e

sem risco de danos. No entanto, é importante fazer uma limpeza diária adequada. A manutenção da contenção removível deve ser feita de maneira delicada, utilizando os mesmos produtos e acessórios de uma higiene bucal cotidiana, ou seja, uma escova e pasta de dentes, ou ainda, com água e sabão neutro. Existe também a possibilidade de reforçar a limpeza colocando o aparelho em um copo com enxaguante bucal que possua ação bactericida. No momento de guardar a contenção, sempre a coloque dentro da caixa apropriada, a qual é fornecida pelo ortodontista. Na contenção fixa inferior, além da escovação convencional, existem o passa fio e as escovas ortodônticas específicas que irão auxiliar na higienização. Todos os cuidados necessários no uso e higienização irão garantir um tratamento estável e de qualidade.

DR. GABRIEL BARBOSA CRO/RR 813

• Formado em Odontologia pela UNESP (Universidade Estadual Paulista) em 2011; • Especialista em Ortodontia pela Ortogeo/SP

CLÍNICA ORTO CLIN Av. Brigadeiro Eduardo Gomes, 4349, Mecejana - (95) 99146-4727 24

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br


Depressão, Tristeza ou doença?

A dificuldade em admitir ser portador de uma doença de ordem psíquica faz com que o indivíduo subestime, ou até ignore, seus sintomas e, consequentemente, demore a procurar ajuda.

É comum ouvirmos as frases: “estou deprimido HOJE” ou “fiquei deprimido AGORA”. Entretanto, o Transtorno Depressivo é mais do que um estado de humor momentâneo, é uma DOENÇA. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a depressão afeta 350 milhões de pessoas em todo o mundo. No Brasil, cerca de uma em cada dez pessoas sofre com essa doença, porém, embora seja altamente prevalente, carrega estigmas que dificultam seu diagnóstico precoce e tratamento adequado. O principal deles é o fato da depressão ser um “transtorno mental”. A dificuldade em admitir ser portador de uma doença de ordem psíquica faz com que o indivíduo subestime, ou até ignore, seus sintomas e, consequentemente, demore a procurar ajuda. Os sintomas depressivos podem ser confundidos com sentimentos comuns do ser humano. No entanto, passam a configurar um Transtorno Depressivo quando a variação do humor afeta negativamente aspectos da vida do paciente, seja da produtividade no trabalho e nos estudos às relações com outros indivíduos, passando pela qualidade do sono e a disposição física para realizar as atividades do dia a dia.

Os principais sintomas são: • Humor deprimido (tristeza, desânimo, pensamentos negativos – variando do desejo de desistir diante de um obstáculo tido como insuperável à ideação suicida);

• Perda de interesse por atividades que antes eram prazerosas; • Alterações do sono (diminuição ou aumento); • Alterações do apetite e do peso (diminuição ou aumento); • Diminuição do interesse sexual; • Diminuição da energia, fadiga e dores no corpo; • Falta de concentração, raciocínio e dificuldade na tomada de decisões; • Irritabilidade, agitação e/ou retardamento psicomotor; • Sentimento de culpa e/ou inutilidade. Para que o diagnóstico de Transtorno Depressivo seja firmado, é necessária a presença dos sintomas enumerados nos itens 1 ou 2, conjugados com pelo menos outros quatro, presentes por no mínimo 2 semanas, todos os dias e na maior parte do dia. Dentre os fatores de risco, destacam-se episódios depressivos prévios; história familiar de depressão; sexo feminino; idosos; pessoas que sofrem perdas significativas; presença de doenças crônicas (cardiopatias, hipertensão, asma, diabetes, obesidade, doenças osteoarticulares, fibromialgia, entre outras); portadores de ansiedade; indivíduos com profissões geradoras de estresse e dependência de álcool/drogas. O diagnóstico adequado e a instituição do tratamento são necessários o quanto antes, pois a terapêutica com medicações específicas (antidepressivos), psicoterapia e mudanças de estilo de vida são altamente eficazes.

DR. ALBERTO AUGUSTO IGLESIAS FERREIRA CRM /RR 1874 PSIQUIATRA - RQE 235

• Membro Titular da Associação Brasileira de Psiquiatria – ABP

26

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 6 A 11


O que é Aneurisma da Aorta Abdominal? Aneurisma da aorta abdominal (AAA) é uma dilatação (abaulamento) dessa artéria na altura do abdômen, com um aumento de pelo menos 50% do seu diâmetro normal. A aorta é a maior artéria do corpo humano, e leva sangue do coração para todos os órgãos, passando pelo tórax e abdômen. O AAA é uma doença grave, com altas taxas de mortalidade, mas com grandes chances de cura quando diagnosticado precocemente. Cerca de 4% da população sofre com o problema e, em pessoas com mais de 60 anos, o percentual aumenta para 6%, tendo seu pico em pessoas entre 75 e 80 anos (10%). Algumas vezes pode se apresentar em faixas mais jovens da população, mas é raro.

Aorta Normal

Aorta com Aneurisma

• • • • •

Altura elevada; Doença arterial coronariana; Doença cerebrovascular; Arteriosclerose; Hipercolesterolemia.

Causas Os dados são estatísticos e tudo indica que se deve à aterosclerose, que é caracterizada pela presença de placas de gordura nas artérias. Entretanto, estudos recentes mostram sua relação com uma alteração na estrutura da parede da aorta. Se não for tratado, o aneurisma cresce, tornando as paredes da artéria mais frágeis, até que se rompam. A ruptura de um aneurisma da aorta abdominal pode levar à morte.

Prevenção O melhor tratamento é a prevenção, portanto, quem possui dois fatores de risco ou mais deve procurar um angiologista ou cirurgião vascular. O diagnóstico é realizado através de exame clínico, radiografia de abdome, ultrassonografia com Doppler e/ou angiotomografia/ angiorressonância do abdômen e pelve. Ou seja, exames acessíveis e pouco invasivos. Em casos de ruptura do aneurisma, a taxa de morte é de 90%. Metade dos pacientes com rotura não chega com vida ao hospital. Atendimento médico e imediato é essencial nesses casos. Para reduzir o risco de desenvolver aneurismas da aorta abdominal, mantenha uma dieta saudável para o coração, exercite-se, pare de fumar e reduza a tensão do dia a dia. Controle também seu colesterol por meio de medicamentos que o médico poderá lhe recomendar. Além disso, se lhe forem receitados medicamentos para pressão arterial ou diabetes, siga a orientação médica corretamente.

Fatores de risco Os fatores de risco para o desenvolvimento de um aneurisma da aorta abdominal incluem: • Idade acima dos 60 anos; • Tabagismo (cerca de 75% dos AAA ocorrem em fumantes); • Ser do sexo masculino (4 a 6 vezes mais); • Histórico de aneurisma na família; • Hipertensão; • Colesterol alto; • Histórico de outro aneurisma vascular;

Tratamento O tratamento quando iniciado precocemente é focado no aconselhamento a cessar o hábito de fumar e encorajar a procurar tratamento apropriado para hipertensão arterial sistêmica, dislipidemia, diabetes e outros fatores de risco da aterosclerose. O tratamento cirúrgico pode ser aberto ou fechado por via endovascular (com endopróteses). Entre em contato com o seu cirurgião vascular para entender melhor seu tratamento.

DR. BRUNO MIANA CAIAFA CRM/RR-1748 CIRURGIA VASCULAR - RQE 169 ANGIORRADIOLOGIA E CIRURGIA ENDOVASCULAR - RQE 168

28

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 6 A 11


Como prevenir sua empresa de processos trabalhistas Saiba quais medidas podem ajudar você a prevenir sua empresa de processos trabalhistas A relação entre empregador e empregado vai além da confiança mútua, da rotina e do respeito. Essa relação precisa estar fincada às leis, mantendo-se sempre em coerência com a legislação trabalhista. Nunca se sabe quando um ex-funcionário moverá um processo contra a empresa. Por isso, é fundamental estar preparado para esse tipo de percalço. Apesar do número de ações trabalhistas despencarem pela metade neste ano, não se deve deixar a prevenção dos processos trabalhistas de lado. Prevenir empresa de processo trabalhista só traz benefícios para o empresário e para o colaborador. Mas você sabe como fazer como prevenir sua empresa de ações trabalhistas? Esse artigo é ideal para que você e sua empresa estejam em perfeita harmonia com os colaboradores. Tenha um regulamento interno Elabore um conjunto de regras que devem ser seguidas pelos funcionários e apresente-as na hora da contratação. Caso você já tenha um quadro de funcionários, prepare um treinamento com os seus colaboradores para que eles conheçam as leis internas da empresa. Ao compartilhar com o colaborador as regras internas da empresa, você estará contribuindo para a conscientização ética do trabalhador, deixando claro o que pode ou não pode ser feito na empresa.

Conheça os sindicatos Saiba quais são os sindicatos da categoria dos seus colaboradores. Dessa maneira, você estará sempre atento às leis e às necessidades mais importantes de cada categoria. Tenha um setor de RH bem estruturado Contratar profissionais de RH para a empresa é fundamental para a construção de um quadro de funcionários satisfeitos e eficientes. O setor de RH formado por profissionais especializados torna as contratações mais assertivas, diminuindo o número e a frequência de demissões. Além disso, o setor de RH é responsável por montar o plano de carreira do funcionário, estudando as melhores oportunidades de promoções, aumentos salariais e benefícios. Esses pontos deixam o colaborador mais feliz em trabalhar para a sua empresa. Faça acordos Se a sua empresa se preocupa em sempre seguir as leis trabalhistas, não deve ter uma preocupação a mais na hora da demissão. No entanto, é importante ter bom senso em situações que exijam a flexibilidade da empresa. Alguns funcionários buscam tornar a demissão mais trabalhosa que o normal, o que pode prejudicar a empresa futuramente. Por isso, consulte os assessores sobre possíveis acordos que podem prevenir a empresa de processos trabalhistas no futuro. Engaje o colaborador Estabeleça alguns planos de comunicação interna. Mostre ao colaborador o quão ele é importante dentro do cenário da empresa.

DR. ÂNGELO PECCINI ADVOGADO

angelo.peccini@peccini.adv.br www.peccini.adv.br

30

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

Faça confraternizações, eventos, aniversariantes do mês. Se possível, contrate um profissional responsável pelo endomarketing, marketing interno da empresa, para que as ações sejam mais eficazes. Assim, sabendo da sua importância na empresa e tendo dentro do ambiente de trabalho, espaço e voz, o colaborador fica mais feliz. Treine os seus colaboradores Ofereça aos seus colaboradores a possibilidade de aprimoramento profissional. Disponibilize treinamentos, bolsas de estudo, palestras e workshops para os colaboradores. Fazendo isso, a empresa ganha profissionais mais qualificados e os colaboradores adquirem conhecimentos extras, contribuindo para a realização profissional de cada um. Dê feedbacks Instrua as lideranças para que sempre seja dado feedback ao trabalhador. O feedback nada mais é do que um retorno sobre o trabalho realizado pelo profissional. Esse retorno sempre vem acompanhado de dicas e pontos positivos, além de críticas construtivas para a carreira do trabalhador. O feedback é importante para que o empregado se sinta visto e conheça os seus pontos que precisam ser melhorados, assim como os pontos em que ele se sai melhor. Prevenir sempre é a melhor solução! Antever os processos trabalhistas é uma boa atitude a ser tomada pelos empresários. Dito isto, você já pode começar a trabalhar todas as dicas acima e ser um empresário admirado pelo seu colaborador e, de quebra, prevenir a empresa dos processos trabalhistas. Gostou do conteúdo? Não perca nenhum artigo!


Especial Capa

Transtorno de Déficit de Atenção - TDAH O transtorno do déficit de atenção e hiperatividade, conhecido pela sigla TDAH, é caracterizado pela presença simultânea, ou não, de sintomas como desatenção, hiperatividade e impulsividade. Esta é uma doença comum da infância, mas também pode persistir nos adultos quando não é tratada ainda quando criança. Os primeiros sinais desta doença são excesso de desatenção, agitação, teimosia, agressividade ou atitudes impulsivas, que fazem com que a criança tenha um comportamento inadequado, que prejudicam o rendimento na escola, já que ela não presta atenção, não se concentra e se distrai facilmente, além de poder causar muito estresse e desgaste aos pais, familiares e cuidadores. Estes sintomas surgem, principalmente, antes dos 7 anos de idade e são mais fáceis de identificar nos meninos do que nas meninas, pois eles têm tendência para mostrar sinais mais claros. As suas causas não são conhecidas, mas existem alguns fatores genéticos e ambientais, como problemas e conflitos familiares, que 34

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

podem levar ao aparecimento e persistência da doença. A criança hiperativa pode demonstrar este comportamento em qualquer lugar, como na escola, em casa, na igreja, e são muito desgastante aos pais, cuidadores ou professores. Antes de se pensar em déficit de atenção e hiperatividade, é importante observar os sinais que a criança demonstra e tentar entendê-la, já que o nervosismo, medo ou cansaço, por exemplo, são situações que também podem gerar alterações no comportamento. O que fazer em caso de suspeita Caso se suspeite de TDAH, é importante consultar o pediatra para ele observar o comportamento da

criança e avaliar se existe necessidade de preocupação. Caso ele identifique sinais do transtorno, poderá indicar a consulta de outro especialista, pois, normalmente, o diagnóstico do transtorno do déficit de atenção e hiperatividade é feito por um psiquiatra ou neuropediatra na idade pré-escolar. Para confirmar o diagnóstico, o especialista poderá pedir para observar a criança na escola, em casa e nos outros locais do seu dia-a-dia para confirmar se existem, pelo menos, 6 sinais que indiquem a presença do transtorno. O tratamento deste transtorno inclui o uso de medicamentos prescritos pelo psiquiatra como a Ritalina, além de terapia comportamental com psicólogo ou a combinação destes.

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 6 A 11


Especial Capa

Se tem dúvidas se é TDAH, faça o nosso teste respondendo as questões à seguir: Quais são os sintomas Os sinais que ajudam a identificar o transtorno do déficit de atenção de hiperatividade são divididos em 3 grupos: 1. A desatenção pode ser identificada por: 2. Dificuldade para prestar atenção ou errar por descuido em atividades lúdicas, escolares ou de trabalho; 3. Parecer não escutar quando fala com ele; 4. Não seguir instruções em tarefas escolares, domésticas ou deveres profissionais; 5. Perder coisas necessárias para tarefas ou atividades;

Já a hiperatividade tem as seguintes características: 1. Agitar as mãos ou os pés ou se remexer na cadeira; 2. Abandonar a cadeira da sala de aula ou outras situações onde se espera que permaneça sentado; 3. Correr ou escalar objetos de forma exagerada, em situações inapropriadas; 4. Dificuldade em brincar ou envolver-se silenciosamente em atividades de lazer; 5. Estar frequentemente “a mil” ou muitas vezes agir como se estivesse “a todo o vapor”; 6. Falar de forma exagerada. Os sintomas de impulsividade são:

6. Evitar tarefas que exigem esforço mental constante;

7. Dar respostas precipitadas antes das perguntas terem sido concluídas;

7. Esquecimentos frequentes em atividades diárias.

9. Interromper ou se meter em assuntos dos outros.

8. Ter dificuldade em esperar a sua vez;

rsaude.com.br | Dezembro . 2018 | Revista Saúde

35


Especial Capa

Sem Rugas com Botox Como a substância é utilizada para fins estéticos e retardam as temidas rugas e linhas de expressão.

Com a aplicação de pequenas doses do Botox ou toxina botulínica, essas linhas são amenizadas, proporcionando um aspecto mais natural.

36

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

Uma grande parte das pessoas que buscam permanecer jovens procuram no mercado da estética vários tipos de tratamentos para beleza, como o uso de cremes, cirurgias plásticas e aplicação direta de substâncias. Sobre o Botox Entre diversos tipos de tratamentos estéticos que proporcionam um ótimo resultado final, um dos mais procurados atualmente é a toxina butulínica tipo A. Conhecida também por botox. Trata-se necessariamente de uma substância produzida a partir de uma proteína derivada

da bactéria Clostridium botulinum. Ele é geralmente indicado para amenizar rugas e linhas de expressão e, hoje em dia, é usado também em várias áreas da medicina. O uso de toxina botulínica é seguro e, hoje, representa um dos melhores tratamentos estéticos realizados no Brasil e no mundo. Ela é indicada

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 6 A 11


Especial Capa

para evitar o desenvolvimento de linhas de expressão, conhecidas também como ‘’pés de galinha’’ e vincos entre as sobrancelhas (cara de bravo) e rugas da testa. Como funciona o Botox Os músculos do rosto se contratem constantemente. Com o passar do tempo, ocasionam as linhas de expressão. Com a aplicação de pequenas doses do Botox ou toxina botulínica, essas linhas são amenizadas, proporcionando um aspecto mais natural, suavizando rugas do rosto, em geral, pescoço, cantos da boca, entre outros locais. As aplicações devem ser dosadas e pequenas, proporcionando, assim, o relaxamento da musculatura, dando uma aparência mais agradável e rejuvenescida. os primeiros resulta-

As aplicações devem ser dosadas e pequenas, proporcionando assim o relaxamento da musculatura, dando uma aparência mais agradável e rejuvenescida.

dos acontecem entre 48 e 72 horas, o resultado pleno aparece com 15 dias após a aplicação.” Uso preventivo O uso do Botox diminui a força de contração da musculatura. Ao longo do tempo, ele impede que as rugas deixem de ser provocadas através desta contração, deixando a pele menos marcada e ainda mais bonita. Além disso, o Botox pode ser utilizado para realçar o formato das sobrancelhas, dado um aspecto mais atraente. As jovens podem fazer uso de pequenas doses do Botox como prevenção, adiando o aparecimento das rugas.

rsaude.com.br | Dezembro . 2018 | Revista Saúde

37


A ortodontia em adultos A odontologia evoluiu nos últimos anos sob o ponto de vista técnico, científico e preventivo, permitindo que um maior número de pacientes mantenha seus dentes até a idade senil. Conscientes do valor dos dentes e desejosos de mantê-los com o melhor aspecto funcional e estético, observamos hoje uma maior procura de pacientes adultos nos consultórios de ortodontia. Diversas razões justificam esse acontecimento: conscientização da necessidade advinda da correção dos dentes por parte das pessoas que têm compromissos sociais, afetivos e profissionais; aparelhos mais modernos e confortáveis; maior acesso à informação pela sociedade, sabendo que os aparelhos ortodônticos realmente podem melhorar não só a aparência dos dentes e a face, mas também um maior bem-estar psicológico, melhor auto-imagem e, como consequência, um maior êxito social. Falando de aparelhos ortodônticos, devemos salientar que existem hoje vários tipos. Converse com um profissional para saber qual é o indicado para você. Uma grande preocupação dos clientes adultos é a sensibilidade durante a movimentação dos dentes. Isso também reduziu-se bastante, graças aos novos fios ortodônticos, hoje fabricados com tecnologia avançada, usando ligas que contêm níquel, titânio, molibidênio, etc.

Em muitos pacientes adultos devemos assinalar que a terapia ortodôntica é necessária como complemento nos casos de cirurgia ortognática (casos de grandes desvios ósseos); na reabilitação protética (na ausência de dentes); na disfunção da articulação têmpora-mandibular (ATM) e, principalmente, em pacientes com problemas periodontais que necessitam manter a integridade dos tecidos de sustentação e proteção dos dentes pela eliminação das interferências oclusais. Em decorrência dessa nova demanda, os ortodontistas são motivados a adquirir conhecimentos científicos e terapêuticos adequados ao tratamento, diferente daqueles planificados para as crianças e adolescentes. Devemos enfatizar ainda, que ao tratar adultos, não contamos mais com o potencial de crescimento ativo presente nos jovens, que poderia auxiliar a correção das más oclusões dentárias e esqueléticas. É importante lembrar que o interesse no tratamento ortodôntico em adultos ainda é pequeno, comparado com o número de pacientes que procuram tratamento. Talvez isso ocorra porque as pessoas não foram previamente alertadas pelo clínico geral da necessidade do tratamento. Os estudos revelam que a estética dental e facial é o principal fator que motiva os pacientes adultos de ambos os sexos a buscarem tratamento, seguido pelo

alívio nas disfunções articulares e melhora da saúde fisiológica e dentária. Feitas estas ponderações, podemos enfatizar que o tratamento ortodôntico em adultos é uma realidade, com grande porcentagem de êxito para o profissional especializado e para o paciente motivado e que todos os esforços a serem desprendidos de ambas as partes serão gratificantes pois, um belo sorriso pode ser encantador, cativante, doce, meigo e até mesmo atraente. Ou não?

DR. MAURO RAPOSO CRO RR-423

CIRURGIÃO DENTISTA • Especialista em Implantes

DRA. RACHEL VASCONCELO CRO RR-407 CIRURGIÃ DENTISTA

• Especialista em Ortodontia

Clínica titanium - Rua Cecília Brasil, 869 - Centro - Boa Vista/RR - Tel: (95)99148-5119 | 3623-1789 38

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br


Retinopatia da prematuridade A doença atinge principalmente os bebês prematuros ou com baixo peso ao nascimento e pode causar cegueira Existe uma doença que não é muito conhecida pelos pais e precisa ser difundida: a retinopatia da prematuridade. Atinge principalmente os bebês prematuros ou com baixo peso ao nascimento (os bebês nascidos antes de 36 semanas e com peso abaixo de 1600 gramas são os mais propensos). A retinopatia da prematuridade é o crescimento desorganizado dos vasos sanguíneos que suprem a retina (camada mais interna do globo dos olhos) do bebê. Esses vasos podem sangrar e, em casos mais sérios, a retina pode descolar e ocasionar a perda da visão da criança. Isso acontece mais nos bebês prematuros pela imaturidade desses vasos sanguíneos. Os vasos terminam de se formar até o final da gestação e nos prematuros não estão totalmente formados. Mesmo crescendo após o nascimento prematuro, podem crescer de modo desarranjado, ocasionando a retinopatia. Outro fator que pode ocasionar a doença é o uso irracional de oxigênio no berçário. As Unidades de Terapia Intensiva não podem abrir mão do uso do oxigênio para salvar vidas ou para não deixar sequelas cerebrais, mas o nível de oxigênio usado pelos médicos

é mais baixo do que antigamente, sem que isso cause dano ao bebê ou aumente a possibilidade de retinopatia. A incidência dessa doença aumentou devido à tecnologia avançada da medicina que permite a sobrevida de bebês cada vez menores. Atinge meninos e meninas de maneira igual, um terço dos bebês com peso inferior a 1500 gramas e mais de 80% dos bebês com peso inferior a 1000 gramas. Fique atenta, mamãe - O não encaminhamento precoce dos pediatras e a falta de preparo de alguns oftalmologistas para diagnosticar e tratar a retinopatia pode ser a causa de grande quantidade de crianças cegas. A retinopatia da prematuridade é uma das maiores causas de cegueira no Brasil. A retinopatia que se encontra nos dois primeiros estágios regride espontaneamente. O primeiro exame deve ser realizado entre a quarta e sexta semana de vida do bebê e ser acompanhado até que os vasos se formem totalmente ou até a regressão total da doença. Se a criança apresenta a doença no estágio 3 é necessário um tratamento com laser ou crioterapia, que paralisam a progressão da doença. A partir do quarto estágio uma cirurgia é recomendada, mas a probabilidade de baixa visão e cegueira é maior. Os bebês que tiveram a regressão espontânea e mesmo os prematuros devem fazer acompanhamento anual ou aos retornos recomendados pelo oftalmologista, pois há riscos de

outros problemas como estrabismo, diferenças de grau entre os olhos, necessitando muitas vezes de óculos. Informe-se com o pediatra do seu bebê sobre a retinopatia da prematuridade e como diagnosticá-la precocemente. Dicas • Mamãe, faça um bom pré-natal durante toda a gestação, assim poderá evitar um parto prematuro. • Tire todas as dúvidas que tenha com o médico, ele saberá melhor como suprimi-las. • A melhor forma de evitar sequelas da retinopatia da prematuridade é a prevenção. Peça ao médico o exame da doença.

DRA. IMERY SAMPAIO CRM/RR 684 OFTALMOLOGIA – RQE 425

42

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 6 A 11


Saiba quais os benefícios dos medicamentos manipulados Os benefícios dos medicamentos manipulados não se restringem apenas a doses personalizadas, mas também na forma farmacêutica adequada que pode ser em cápsula com cores diferentes ou incolores, sachês, gotas sublinguais, óvulos, cremes, géis, pomadas e outros. O setor magistral representa um importante segmento do mercado brasileiro de medicamentos. No início eram poucos estabelecimentos e eram voltados mais à dermatologia ou à homeopatia, com foco na individualização da prescrição. Com a entrada dos medicamentos genéricos no mercado, o segmento passou a poder manipular mais medicamentos. A manipulação necessita de seleção criteriosa de princípios ativos e da análise da dose para obter a eficácia terapêutica desejada. A fórmula magistral valoriza o médico que a prescreve, melhora a relação médico-paciente e permite uma individualidade de tratamento para o paciente que, como pessoa única e individual em seus sintomas, nem sempre se adapta a formulações já existentes. Uma ferramenta indispensável na qualidade de manipulação dos medicamentos é o controle de qualidade, que necessita uma adequação de área física, aquisição de equipamentos e treinamento contínuo de pessoas. A manipulação é uma prática que exige grande responsabilidade e profundo conhecimento dos profissionais de saúde envolvidos, sendo necessário o constante aperfeiçoamento e modernização das técnicas de manipulação. O medicamento manipulado tem como principal característica a preparação personalizada para um determinado paciente que apresenta a prescrição realizada por profissional habilitado. As dosagens são especialmente individualizadas conforme a necessidade terapêutica do paciente com quantidade apropriada para uma terapêutica eficaz e sem desperdícios.


O que é a Cirurgia Pediátrica A Cirurgia Pediátrica é a área da cirurgia que trabalha com crianças. Este setor existe por que as operações em crianças são bastante diferentes das que os cirurgiões de adultos estão acostumados a praticar diariamente. Ao contrário do que se poderia pensar, as cirurgias em pacientes infantis ou adolescentes têm características próprias e não são simples intervenções em adultos em miniatura. Para se tornar cirurgião pediátrico, o médico tem de cumprir período de dois anos de residência em cirurgia geral. Após isso, ele ainda fará mais três anos de residência em cirurgia pediátrica, quando verá as diferenças existentes no tratamento de adultos e de crianças. Além de serem mais delicadas de se operar, por se tratar de corpos menores e ainda em desenvolvimento, as crianças ainda apresentam problemas específicos, desde o período que antecede o nascimento até a adolescência. Assim, normalmente as operações são realizadas com aplicação de anestesia geral e não necessitam que o paciente durma no hospital. Casos cirúrgicos muito comuns em crianças são as hérnias inguinais, hérnia umbilical, testículos que não estão situados na bolsa escrotal, hipospa-

dia e fimose, entre outros. Depois da residência em Cirurgia Pediátrica, o médico ainda realiza provas escrita e oral e, caso aprovado, recebe o título de Cirurgião Pediátrico. Em geral, os cirurgiões pediátricos trabalham em conjunto com neonatologistas ou pediatras, a fim de se encontrar a melhor solução para cada caso. Áreas específicas A Cirurgia Pediátrica compreende diversos campos, cada um contando com sua especificidade: Pré-natal – Período que engloba toda a gravidez, quando são feitos exames para verificar se o bebê está se desenvolvendo de forma ideal. Caso surja algum problema, o cirurgião pediátrico conscientiza os pais da situação e toma as medidas cirúrgicas adequadas, após o nascimento da criança e, em alguns casos (hidrofenoses, válvulas de uretra, por exemplo), o cirurgião atua na criança ainda no útero, realizando derivações urinárias. Neonatal – Fase de tratamento ao recém-nascido até os 28 dias de idade, cuidando de bebês prematuros ou a termo. A atuação do cirurgião pediátrico consiste na constatação de malformações congênitas e de como tratá-las cirurgicamente. Urologia Pediátrica – Os casos mais frequentes nos quais os cirurgiões pediátricos atuam são relativos a malformações e doenças nos órgãos genitais e urinários.

Em geral, os cirurgiões pediátricos trabalham em conjunto com neonatologistas ou pediatras, a fim de se encontrar a melhor solução para cada caso.

Trauma – É um dos principais motivos de morte de crianças e adolescentes em todo o mundo, e os cirurgiões pediátricos estão preparados para lidar com a maioria das situações traumáticas. Oncologia Pediátrica – Muitas crianças acabam desenvolvendo tumores, sejam eles benignos ou malignos. O cirurgião pediátrico tem a função de realizar o tratamento cirúrgico mais eficaz para a criança. Videolaparoscopia – Modalidade que cada vez mais faz parte da cirurgia pediátrica, mas que necessita de um aprendizado específico.

DRA. DENISE MATIAS DOS SANTOS CRM/RR 675 CIRURGIA PEDIÁTRICA | RQE 421 CIRURGIA GERAL | RQE 420

46

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 6 A 11


Hipertrigliceridemia em crianças e adolescentes com excesso de peso A predominância da obesidade na infância e na adolescência cresce drasticamente, apresentando origem multifatorial, porém fortemente influenciada por uma alimentação pobre em nutrientes e rica em energia . A obesidade tem como risco potencial sua permanência e agravo na vida adulta, sendo o risco de uma criança obesa permanecer nesta condição na vida adulta de 25%, aumentando para 80%, quando o excesso de peso se instala durante a adolescência. Calcula-se que no futuro haja mais adultos que, além de obesos, irão sofrer de patologias que podem ter raízes na infância, como na doença cardiovascular do adulto . O excesso de peso (sobrepeso/ obesidade) está associado a problemas relevantes de saúde na população pediátrica, bem como para adulta, uma vez que ocasiona alterações na pressão arterial e no metabolismo lipídico e glicídico, condições que predispõem às DCVs (Doenças Cardiovasculares) . Desse modo, a obesidade representa um componente essencial no conjunto de fatores de risco cardiovascular, sendo um parâmetro fundamental para identificação e intervenção precoce com vistas à prevenção dos agravos cardiovasculares . Estudos mostram que a maioria dos adolescentes avaliados cursavam com elevada prevalência de obesida-

de acentuada, fato que se tem associado às intensas transformações fisiológicas observadas nesta faixa etária, especialmente com o maior depósito de gordura em regiões específicas do corpo, como nas meninas, nos seios e glúteos; além disso, fatores como a inadequação da dieta, decorrente do aumento das necessidades energéticas e de nutrientes para atender à demanda do crescimento, e os socioculturais, como a adesão ao estilo de vida sedentário, têm contribuído para tornar esta faixa etária um grupo de risco nutricional. A hipertrigliceridemia já é uma importante alteração lipídica naqueles sujeitos com excesso de peso, com médias superiores nos que se enquadravam antigamente no grupo de obesidade acentuada aumentando ainda mais essa preocupação. Os triglicerídeos são lipídeos compostos por uma molécula de glicerol e três de ácidos graxos e se apresentam

abundantemente na natureza. Eles são responsáveis pela produção de energia para o funcionamento adequado do organismo, podendo ser provenientes da alimentação ou de sínteses feitas no próprio organismo. Quando em altos níveis, podem resultar em aumento do risco de desenvolvimento de doenças coronarianas, especialmente nos casos associados a fatores de risco, como a obesidade . A partir de resultados obtidos em estudo, foi possível verificar alta prevalência de hipertrigliceridemia entre as crianças e adolescentes com excesso de peso, superior no sexo feminino e nos adolescentes e associando-se inversamente com a condição socioeconômica. Ressalta-se, portanto, a importância do levantamento desses dados para o desenvolvimento de estratégias que visem intervir para reversão desses casos e prevenção dos fatores de risco que possam culminar com o desenvolvimento de DCV.

DRA. DARLENE SAMPAIO CRM/RR 1346 PEDIATRIA - RQE 203 CARDIOLOGIA PEDIÁTRICA - RQE 202

50

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 6 A 11


Hábitos que estragam os dentes Cuidar da saúde bucal vai muito além das escovações diárias recomendadas pelos dentistas. Além de dedicar tempo e esforço à atividade, principalmente após as refeições, é preciso ficar de olho em alguns hábitos corriqueiros que prejudicam os dentes, mas que passam despercebidos em muitas ocasiões. Num primeiro momento, gestos como palitar os dentes e roer as unhas soam inofensivos. Em longo prazo, porém, eles resultam em agressões graves à estrutura dental, com o desgaste das extremidades dos dentes e inflamações na gengiva. A musculatura envolvida no processo de mastigação também é impactada pelo esforço repetitivo, aumentando dores musculares e articulares durante as refeições. Confira outros comportamentos que podem comprometer a sua saúde bucal: Abrir embalagens com os dentes Apesar de muito comum, o hábito de abrir embalagens ou mesmo a garrafinha de água com os dentes não é nada saudável. A força excessiva utilizada no gesto pode estressar a estrutura dos dentes, causando fraturas e trincas. Além disso, a embalagem pode permanecer intacta, às custas de um dente bem dolorido. Melhor poupar o estresse e ter ao alcance das mãos qualquer outra ferramenta, como uma tesoura.

Morder tampas e pontas de canetas – Muitas pessoas que têm esse hábito nem sequer se dão conta disso. Em momentos de estresse ou concentração, leva-se a caneta à boca quase que por instinto, triturando o plástico com os dentes sem se dar conta do estrago. Assim como abrir embalagens com a boca, forças excessivas e hábitos parafuncionais (involuntários) frequentes, acabam causando um estresse excessivo e anormal na estrutura do dente e do periodonto, podendo causar trincas ou fraturas. Escovar os dentes de qualquer jeito – Na correria do dia a dia, muitos se esquecem da importância de fazer uma higiene bucal adequada e acabam deixando aquela escovação mais caprichada para depois. As doenças bucais envolvem bactérias como causa principal. Por isso, uma boa escovação não só ajuda a conquistar um bom hálito, como também previne a proliferação de micro-organismos que prejudicam dentes e gengivas. Café e vinho em excesso – O problema desse hábito não está nas bebidas em si, mas nos corantes presentes em cada uma delas. Tanto o café, quanto o vinho podem, com o tempo, deixar os dentes com um aspecto envelhecido já que os corantes podem manchar o esmalte dos dentes e escurecê-los com o tempo. Refrigerantes e açúcar – O cuidado com o consumo de refrigerantes e outras bebidas açucaradas deve ser redobrado, principalmente quando avaliamos o impacto na saúde dos dentes. Elas podem acabar com tecidos importantes para a proteção dos dentes, como o esmalte e a dentina, deixando-os expostos e mais sensíveis.

Palitar os dentes – O atrito de instrumentos externos, como no caso dos palitos de madeira, podem gerar perdas substanciais de estrutura dental, desgastando o esmalte, além de machucar a gengiva. Isso, aliás, pode causar a sua retração e expor a raiz dos dentes. Por isso, esqueça os palitinhos da mesa do almoço. Apenas o fio dental pode ser utilizado para fazer a limpeza entre os dentes de forma confiável e segura. Roer as unhas – Pessoas que já roeram ou ainda roem as unhas sabem que por trás do gesto aparentemente inofensivo existe uma válvula de escape para situações de estresse e tensão. E é justamente por isso que abandonar o vício é tão difícil, já que roer as unhas é algo automático, sem intenção – e nem por isso menos prejudicial. O atrito repetitivo acaba levando ao estresse de algumas estruturas dos dentes, que tendem a apresentar lascas e fraturas com mais facilidade, além de contribuir para a retração da gengiva e até a reabsorção radicular do dente, ou seja, um “encurtamento” da raiz do dente. E tem mais: o estresse causado pelo ato de roer as unhas pode piorar dores musculares entre as têmporas e mandíbulas, devido ao esforço e tensão progressivos durante a mastigação. Esses e outros hábitos cotidianos acabam comprometendo a saúde bucal da maioria das pessoas, contribuindo assim para desgaste dos dentes, inflamações na gengiva entre outros.

DRA. ISABELA MACHADO CRO RR 872 CIRURGIÃ-DENTISTA CLÍNICA GERAL

IMO Implantodontia e Estética - Rua Cecília Brasil , 736, Centro (95) 99166-9889 | 98113-4498 - dra.isabelamachado@gmail.com 52

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br


Posso parar de usar óculos?

A correção adequada do grau através do uso do laser é um procedimento indolor e rápido, porém está longe de ser um procedimento banal.

• Você tira os óculos para tomar banho somente quando entra no box? • Procura os óculos quando tem que sair da cama à noite? • Consegue ver as horas no seu relógio de cabeceira, se ele estiver a mais de 1 metro de você? • Se os seus óculos estiverem perdidos, você consegue achá-los facilmente? • Quando você vai à praia ou à piscina, tira os óculos para nadar? • Quando tira os óculos para nadar, consegue achar o seu grupo ao sair da água? • Tem medo de mergulhar numa piscina por não conseguir ver o fundo dela sem óculos? Se você respondeu SIM à maior parte dessas perguntas, você deve estar se perguntando, será que eu também posso parar de usar óculos? Existem duas opções para uma pessoa diminuir o uso dos óculos: usar lentes de contato ou corrigir o grau através do laser. Observe que escrevemos diminuir, pois, devido à intensa

atividade intelectual de hoje, é muito provável que você precise dos óculos em situações específicas, como dirigir à noite ou para uso prolongado de computador ou leitura. Porém, nem todos os graus podem ser corrigidos e, por isso, você tem que ser examinado pelo oftalmologista para avaliação do seu caso e para a indicação da melhor técnica. A correção adequada do grau através do uso do laser é um procedimento indolor e rápido, porém está longe de ser um procedimento banal. Exige equipamentos altamente especializados, tanto para o diagnóstico, como para a cirurgia, além de um ambiente cirúrgico seguro com pessoal especializado. Com isso, podemos prevenir complicações e insucessos. Podemos afirmar que a correção de graus com laser é uma realidade comprovadamente segura e rápida, com pequeno índice de complicação, desde que realizada nas condições que o procedimento exige. Posso parar de usar óculos? Bem provável...

DR. ALEXANDRE M. MARQUES CRM-697/RR OFTALMOLOGISTA RQE-184

• Professor da UFRR

56

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 6 A 11


Implantes Hormonais Bioidênticos Os hormônios bioidênticos são fabricados pelos laboratórios farmacêuticos e são idênticos aos produzidos pelo organismo. A terapia de modulação e reposição hormonal é utilizada para alívio da síndrome climatérica e andropausa, contribui para a melhoria da qualidade de vida, visa o equilíbrio entre hormônios e processos internos em mulheres e homens estabelecendo os níveis hormonais no organismo de cada indivíduo. A via transdérmica é considerada a mais segura e a dose utilizada é menor porque o hormônio não é metabolizado pelo fígado, transformado em muitos metalólitos diminuindo a biodisponibilidade. Consegue retardar a absorção, garantindo uma dose eficaz por mais tempo e ainda associar mais de um hormônio. Os implantes (pellets) são pequenos comprimidos com tamanho semelhante a grãos de arroz, de hormônios bioidênticos, que são colocados debaixo da pele, preferencialmente acima dos glúteos. Estes garantem que uma quantidade relativamente constante de hormônio atinja a corrente sanguínea, por um período de aproximadamente 6 meses sem a necessidade de ingerir, diariamente, hormônios. Benefícios dos implantes: • Preservação da autoestima , sexualidade, lubrificação vaginal, redução dos fogachos, aumento da libido;

• Aumenta a massa magra melhorando a musculatura e diminuindo a gordura corporal, melhora a textura da pele e a celulite; • Melhora a densidade óssea prevenido a osteoporose; • Prolonga a vida útil, social, sexual e profissional, reduz a TPM; • Diminui o risco de desenvolvimento de doenças degenerativas, cânceres de endométrio e intestino. Andropausa é uma patologia que afeta os homens a partir dos 35-40 anos de idade,caracterizada pela perda da libido ou desejo sexual, diminuição de massa muscular, perda de energia, depressão, disfunção erétil , tendo como causa o decréscimo na produção da testosterona. Durante muito tempo, foi considerado normal que a função erétil ou o nível de testosterona declinassem ao longo da vida de um homem. Hoje é considerada disfuncional e portanto tratável. A OMS reconheceu sua importância e incluiu o sexo como parâmetro de qualidade de vida e constatou que o sexo seguro, frequente e prazeroso, pode proteger o coração, evitar a insônia, aliviar o estresse, fortalecer o sistema imunológico, combater a ansiedade, regular o humor, emagrecer e até atrasar um pouco o ritmo do envelhecimento. Antes do procedimento são realizados exames para avaliar quais e quanto de hormônio são necessários.

DRA. FERNANDA R. PENNA PELLIZZETTI CRM/RR 965 GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA – RQE 489

60

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 6 A 11


O que é Ecocardiograma Fetal, como é feito e quando é indicado? O ecocardiograma fetal é um exame de imagem que normalmente é solicitado no pré-natal e que tem como objetivo verificar o desenvolvimento, tamanho e funcionamento do coração do feto. Assim, é capaz de identificar algumas doenças congênitas, como atresia pulmonar, comunicação interatrial ou interventricular, além de monitorar a resposta ao tratamento no caso de arritmias, por exemplo. Esse exame não necessita de preparo, normalmente é indicado a partir da 18ª semana de gestação e é recomendado para todas as gestantes, principalmente aquelas com mais de 35 anos ou que possuem história na família de cardiopatias congênitas. Como é feito? O ecocardiograma fetal é feito de forma semelhante à ultrassonografia, no entanto só são visualizadas as estruturas cardíacas do bebê, como válvulas, artérias e veias. É aplicado gel na barriga da grávida que é espalhado com um aparelho denominado transdutor, que emite ondas que são processas, transformadas em imagens e analisadas pelo médico. A partir do resultado do exame o médico poderá indicar se está tudo bem em relação ao sistema cardiovascular do bebê ou indicar alguma alteração cardíaca, podendo, assim, determinar se o tratamento pode ser

feito ainda durante a gestação ou se deve encaminhar a gestante para um hospital com estrutura adequada para realização de procedimento cirúrgico no feto logo após o nascimento. Para realizar o exame não é necessário nenhum tipo de preparo e normalmente dura em torno de 30 minutos. É um exame indolor que não causa risco para mãe ou para o bebê. O ecocardiograma fetal não é recomendado antes da 18ª semana de gestação, pois o sistema cardiovascular à visualização do sistema cardiovascular não é muito precisa devido à falta de maturação, e nem no final da gestação. Além disso, a posição, agitação e a gestação múltipla tornam difícil a realização do exame. Ecocardiograma fetal com doppler O ecocardiograma fetal com doppler além de permitir visualizar as estruturas cardíacas do feto também permite ouvir os batimentos cardíacos do bebê, podendo assim, verificar se os batimentos estão normais ou se há qualquer indicação de arritmia, podendo ser tratada ainda durante a gestação. Quando fazer? O ecocardiograma fetal deve ser feito juntamente com outros exames pré-natais e pode ser realizado a partir da 18ª semana de gestação, que é o período da gestação no qual já se torna possível ouvir os batimentos devido à maior maturação do sistema cardiovascular do feto. Veja o que acontece na 18 semana de gestação.

Além de ser indicado no pré-natal, esse exame é indicado para gestantes que: • Possuem histórico familiar de cardiopatias congênitas; • Tiveram alguma infecção que pudesse comprometer o desenvolvimento do coração, como a toxoplasmose e a rubéola, por exemplo; • Possuem diabetes, seja ela préexistente ou adquirida durante a gestação; • Fizeram uso de algum medicamento nas primeiras semanas de gestação, como antidepressivos ou anticonvulsivantes; • Possuem mais de 35 anos, pois a partir dessa idade aumenta-se o risco de malformações fetais. A realização do ecocardiograma fetal é muito importante para todas as gestantes, pois é capaz de identificar alterações cardíacas no bebê que podem ser tratadas ainda durante a gestação ou logo após o nascimento, evitando complicações mais sérias.

DR. ALCIONE LIRA DE MESQUITA CRM/RR 252 GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA - RQE Nº: 312 ULTRASSONOGRAFIA EM GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA - RQE Nº: 313

62

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 6 A 11


É possível emagrecer sem passar fome? A obesidade é uma realidade para 18,9% dos brasileiros. Já o sobrepeso atinge mais da metade da população (54%). Os dados são da Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção de Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) e foram divulgados dia 18 de junho de 2018, pelo Ministério da Saúde. Emagrecer também é uma questão de saúde. A obesidade pode levar a uma série de doenças, como hipertensão, doenças cardiovasculares e diabetes tipo 2, colocando em risco a vida da pessoa. Inicialmente para reverter um drama pessoal, a obesidade, Edivana Poltronieri que é professora, pesquisadora e fisioterapeuta dermatofuncional criou o Método 5S, com cinco estratégias que, juntas, formavam um tratamento multidisciplinar, com atenção à parte estética, nutricional e psicológica. Na época, criou um grupo no Whatsapp para compartilhar os resultados com amigas mais próximas, como um estímulo para não desistir no meio do caminho. Quando a redução de peso começou a aparecer, elas ficaram interessadas e se juntaram ao tratamento. Ao fim de 90 dias, Edivana havia emagrecido 24 quilos sem usar medicamentos, enquanto os outros participantes do projeto eliminaram entre 10 e 15 quilos em um ou dois meses. Aderir ao 5S, é fazer parte de um grupo de pessoas que compartilham do mesmo objetivo: emagrecer de vez! Você conhecerá pessoas que estão passando pelos mesmos desafios!

Para muitas pessoas obesas, os exercícios físicos são quase impossíveis. Por isso, o 5S não possui a obrigatoriedade de prática de atividade física, assim, o paciente pode emagrecer perdendo massa gorda, mantendo a massa magra com auxílio dos suplementos e diminuindo o percentual de gordura visceral sem forçar seus limites. Antes de qualquer coisa, vale lembrar que o 5S Estilo de Vida é um tratamento que cabe a todas as pessoas e idades, não sendo indicado em poucos casos, como: pacientes em tratamento de câncer*, pós-câncer somente mediante liberação médica, hipertensos e diabéticos descompensados, pacientes psiquiátricos, gestantes, lactantes, pós-bariátrica imediata, crianças e adolescentes até 13 anos, cardíacos descompensados, pacientes com convulsões, anêmicos, pós-cirúrgico imediato, praticantes de atividade física intensa, Insuficiência renal, degeneração muscular, linfedemas, outras doenças associadas *.

A Elizângela chegou à Fisiocorpo com o objetivo de entrar em um vestido para o aniversário da filha, já se passaram 2 meses e ela continua em tratamento, e a paciente já foi além do seu objetivo. Hoje ainda em tratamento, com a autoestima lá em cima e a saúde melhor.

*Somente mediante liberação e acompanhamento médico.

Além do 5S Tradicional, que é indicado para obesos adultos, também existe a versão do Método 5S Kids, que cuida dos nossos pequenos com toda a atenção e cuidados necessários. Temos também o 5S Slim que é indicado para finalizadores do 5S tradicional e/ou pessoas que querem reduzir o percentual de gordura a ganhar massa magra. A Clínica Fisiocorpo já trabalha a 1 ano com o 5S, tendo como responsável a Coach 5S Valquíria Nascimento, e nesse tempo já tivemos casos de sucesso que descobriram no 5S a felicidade de ter uma vida saudável, sociável e sustentável. Não deixe que o peso seja uma barreira para sua vitória, venha conhecer o 5S Estilo de Vida e se dê a oportunidade de ser FELIZ e SAUDÁVEL.

A Mariângela, paciente e funcionária da Fisiocorpo, antes do 5S Estilo de Vida já tinha tentado diversas dietas da moda, seu sonho era poder sair da casa dos três dígitos e voltar a praticar exercícios. Hoje com a autoestima lá em cima, ela continuou as práticas do 5S e eliminou no total 47Kg!

DRA. VALQUÍRIA NASCIMENTO FISIOTERAPEUTA DERMATOFUNCIONAL CREFITO 148941-F

Rua Pedro Rodrigues, 1440, Mecejana – Boa Vista-RR- 95 99156-9032 l 95 99122-9032 Clinicafisiocorporr Clinicafisiocorporr 64

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br


A terapia familiar na solução de conflitos Quando a relação com nossa família está abalada, como reatar esse laço? Com a terapia familiar é possível trabalhar delicados conflitos, no intuito de ter uma convivência mais saudável.

A terapia de famílias é uma forma de trabalho em nosso meio, embora já adotada há mais ou menos 30 anos na América do Norte e Europa. Ela é nova como proposta de atender ao mesmo tempo pais, filhos e até avós e tios, e, se necessário, até mesmo grupo de vizinhança e escola (speck e attneave 1976). A razão de se incluir toda a família no tratamento de problemas de ajustamento baseia-se no fato de que o que ocorre num indivíduo que vive numa família não decorre apenas de condições internas a ele, mas também de um intenso intercâmbio com o contexto mais amplo no qual está inserido. Ele não só recebe o impacto desse ambiente como atua sobre ele, influenciando-o. Nesse enfoque, o terreno da patologia, como diz Minuchin(1982), é a família. Não há quem não diga que a relação familiar é complexa, não é mesmo? O que é bastante natural, diga-se de passagem. Afinal, cada ser humano possui características singulares, que vão da idade, ao temperamento, com66

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

posição genética entre outros fatores. Neste sentido, é importante que o casal possua uma forte aliança e saiba lidar com os filhos na questão de autoridade. Contudo, mais do que isso, a família como um todo precisa saber lidar com conflitos, além de ter uma cultura de colaboração mútua que satisfaça a todos. Isso porque, quando existem conflitos não resolvidos, é muito provável que haja um distanciamento emocional da família, acarretando em uma disfunção psicológica tanto dos pais quanto dos filhos. A falta de comunicação, que comumente é o fato gerador desses conflitos, somando à dificuldade de solucionar os problemas familiares, pode acarretar em diversos fatores negativos tanto para o relacionamento amoroso dos pais como para a criação dos filhos. Isto não é algo que nenhuma família busca, não é mesmo? Relações pessoais nem sempre são fáceis de serem mantidas, seja no trabalho ou no nosso meio social. E, quando a relação com as pessoas que

A razão de se incluir toda a família no tratamento de problemas de ajustamento baseia-se no fato de que o que ocorre num indivíduo que vive numa família não decorre apenas de condições internas a ele, mas também de um intenso intercâmbio com o contexto mais amplo no qual está inserido.


formam parte de nossa família esta abalada, como reatar esse laço? Por meio da terapia familiar é possível trabalhar delicados conflitos, no intuito de ter uma boa convivência mais saudável para todos. A vida familiar é diferenciada por fatores sociais, religiosos, culturais e afetivos, mas sua estrutura é fundamental no desenvolvimento do ser humano. A família é composta por pessoas que possuem uma relação emotiva, tendo ou não ligação biológica entre si, formando o primeiro grupo do qual o indivíduo fará parte em sua vida. Objetivos da terapia familiar Entre os principais objetivos da terapia familiar estão: • Promover o autoconhecimento em nível individual e familiar; • Compreender a importância do diálogo e do respeito ao outro; • Reconhecer os padrões que geram os comportamentos; • Melhorar a comunicação e as relações entre os membros da família; • Compreender o papel de cada indivíduo no bom funcionamento da dinâmica familiar; • Aumentar a responsabilidade pessoal; • Favorecer mudanças construtivas de forma a harmonizar o ambiente familiar. Quando uma família precisa da ajuda de um psicólogo Quando a família não possui uma direção clara para solucionar seus problemas, dizemos que está em conflito. Ou seja, há uma situação de tensão que causa pressão em todos os indivíduos e é preciso realizar ajustes a fim de estabilizar a dinâmica familiar. O psicólogo atua justamente neste ponto: equilíbrio da dinâmica familiar através da terapia. Existem diversos fatores que podem levar uma família a precisar e

buscar a ajuda de um psicólogo. Normalmente há essa necessidade quando acontece um evento preocupante ou quando não é possível ter uma relação harmoniosa. Incapazes de lidar sozinhas com seus problemas, as pessoas tendem em tardar muito a procurar esse auxílio e, muitas vezes, a situação já está fora de controle provocando um sofrimento muito grande. Além da dificuldade nas relações, outro motivo para a realização da terapia familiar é quando há um membro passando por algum transtorno, como depressão, dependência química ou alcoolismo. Esses problemas podem interferir muito na estrutura familiar e a psicoterapia em família pode ser de grande ajuda. O contrário também acontece, quando esses transtornos emocionais ou comportamentais surgem como alerta de que há a necessidade de alguma intervenção na família. A conclusão é de que a família pode contribuir fortemente tanto para o surgimento como para o tratamento de um transtorno. Independente do motivo, é fundamental que os familiares estejam conscientes de que necessitam de ajuda para enfrentar seus problemas e, principalmente estarem abertos às mudanças propostas. Como funciona a terapia familiar O que se pretende com o atendimento psicoterapêutico familiar é auxiliar na resolução dos problemas, analisando a relação entre os componentes da família, os papéis desempenhados por estes, a contribuição de cada um nos conflitos que marcam a convivência. A terapia familiar parte do pressuposto de que a família é um sistema e, com isso, a mudança que acontece em um de seus membros interfere no todo. O papel do psicólogo nesse processo é de promover situações favoráveis a mudanças, por meio de um diálo-

go claro e aberto. Como cada família tem suas particularidades, a terapia é conduzida de forma personalizada, porém, seu funcionamento é similar. A dinâmica consiste em reunir os membros da família que irão retratar a sua convivência, abrindo espaço para que todos abordem suas sensações, conhecendo assim as experiências um do outro. Com essas informações sobre o contexto atual da família, somadas ao histórico, é possível determinar em conjunto quais as mudanças necessárias para alcançar o que se deseja. Durante o processo terapêutico são levantados os problemas visíveis pela família, mas também podem ser percebidos alguns problemas mascarados e de grande importância para a resolução dos conflitos. De acordo com cada caso, há a possibilidade de serem realizadas sessões separadas com determinados integrantes da família, como por exemplo, somente os pais ou apenas os filhos. Não há um prazo determinado para a finalização da terapia, tudo dependerá do que se pretende solucionar e do andamento das sessões. É importante ressaltar que a intenção não é de apontar culpados ou de julgar alguém, mas sim de realizar um comum esforço para encontrar a melhor forma de solucionar os problemas familiares. Deve-se ter em conta que cada um é responsável por essa melhoria e que o sucesso do progresso terapêutico apenas se dará com a adesão de todos os envolvidos.

MARIA ALICE MORAES CRP/ 20/3170-PSICOLOGA.

Rua Raul Cunha, 138, Mecejana (Próximo ao muro do 6 BEC) (95) 99137-1040 - 3225-5854 psicoclin@hotmail.com • www.psicoclinrr.com.br rsaude.com.br | Dezembro . 2018 | Revista Saúde

67


5 Benefícios da Cirurgia Plástica. Você já os conhecia? É muitas vezes dito que a beleza é apenas superficial, mas o que muitas pessoas esquecem de perceber é que é possível ser bonita (o) por dentro, bem como por fora. Temos a sorte de viver em uma época em que a tecnologia permitiu-nos a oportunidade de melhorar a nossa aparência. Isso é extremamente importante, dada a importância da aparência na sociedade de hoje. 1. Aparência física Este é o benefício mais evidente para se realizar a cirurgia plástica. Ele também pode aplicar-se a muitas áreas diferentes do corpo. No entanto, três das cirurgias mais populares são o aumento do seio (prótese de silicone), facelift, e lipoaspiração. Em relação ao aumento do seio, pode ser para aumentar o tamanho ou reduzir a mama. Um facelift pode aumentar consideravelmente a característica mais importante do corpo de alguém. E a lipoaspiração reduz o peso de alguém em um curto período de tempo. É importante ter em mente que, para algumas cirurgias plásticas , haverá inchaço e hematomas imediatamente após o procedimento cirúrgico. Isso vai desaparecer com o tempo, não precisa se preocupar.

2. Respiração Isso pode vir como uma surpresa para alguns leitores, mas se aplica especialmente à rinoplastia. Se alguém sofre de um desvio de septo isso pode ser corrigido durante a cirurgia, o que irá, em seguida, levar a melhora da respiração e não mais o ronco. 3. Postura Este benefício é muitas vezes esquecido, porque na maioria da vezes aplica-se a redução de mama. Se alguém reduz a quantidade de peso que está carregando, então ele vai colocar muito menos pressão sobre suas costas e ombros. Dores nas costas devem desaparecer rapidamente, o que deve, então, levar a uma melhor qualidade de vida e felicidade. Isso também pode ser altamente benéfico para alguém que anda, caminha, corre, ou pratica esportes competitivos. Ele vai colocar menos pressão sobre as articulações, o que irá, em seguida, levar à melhoria da qualidade do exercício, eficácia e longevidade. 4. Redução do Risco de doenças cardíacas Redução de mama pode ser exemplificada aqui, mas isso se refere principalmente à lipoaspiração. Se o peso significativo é removido, em seguida, ele vai melhorar a pressão arterial e colesterol. Isso também significa menos pressão sobre as articulações. Mais uma vez, qualquer um que estiver ativo irão se beneficiar enormemente com este procedimento. No entanto, mesmo aqueles que não são ativos irão ver uma melhoria em sua saúde e aparência.

5. Implicações na vida social Não é nenhum segredo que as pessoas de boa aparência são contempladas com diversas vantagens sobre pessoas de ‘não tão boa aparência’. Isto pode parecer superficial, mas é a forma como a sociedade funciona. Pessoas atrativas simplesmente têm melhores chances de carreira e sucesso social. Uma coisa liga à outra. Tudo começa com a aparência. Se você é atraente, então será mais fácil para você fazer amigos. Aqueles amigos lhe darão mais conexões, o que irá, em seguida, levar a mais oportunidades de carreira. Qualquer um envolvido em áreas como vendas ou entretenimento – onde a aparência desempenha um grande papel – apreciará vantagens significativas sobre os seus concorrentes se estes melhorarem a sua aparência com uma cirurgia plástica.

DR. ANTERO FRISINA CRM/RR 1090 CIRURGIÃO PLÁSTICO RQE 515

• Membro Associado da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

70

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 6 A 11


Moscas volantes Moscas volantes são pequenos

olho. Nem sempre as moscas volantes

pontos escuros, manchas, filamentos,

interferem na visão. Mas, quando pas-

círculos ou teias de aranha que pare-

sam pela linha de visão as partículas

cem mover-se na frente de um ou de

bloqueiam a luz e lançam sombras na

ambos os olhos. São percebidas mais

retina, a parte posterior do olho onde

facilmente durante a leitura ou quan-

se forma a imagem.

do se olha fixamente para uma parede clara. A denominação moscas volantes

Grupos de risco

vem do latim, pois há mais de dois mil

As moscas volantes ocorrem com

anos, na Roma antiga, as pessoas já

maior frequência após os 45 anos en-

usavam a expressão “muscae volitan-

tre as pessoas que têm miopia, as que

tes” para descrever esse problema of-

se submeteram à cirurgia de catarata

talmológico.

ou ao tratamento YAG Laser e também entre as que sofreram inflamação

Causas

dentro do olho.

Com o processo natural de envelhecimento, o vítreo – fluído gelatinoso

Tratamento

que preenche o globo ocular – con-

Caso as moscas volantes não estejam

trai-se, podendo se separar da reti-

relacionadas a um problema sério,

na em alguns pontos, sem que cause

como rasgos na retina, não será ne-

obrigatoriamente danos à visão. As

cessário tratamento. Com o passar do

moscas volantes são proteínas ou

tempo elas tendem a diminuir. Mas, se

minúsculas partículas de vítreo con-

as moscas volantes forem um sintoma

densado,

chamados

de rasgo, deve ser selado com laser

grumos, formadas quando o vítreo se

argônico ou por crioterapia, a fim de

solta da retina. Embora pareçam estar

evitar que eles provoquem o descola-

na frente do olho, na realidade, elas

mento da retina, o que pode ocasionar

estão flutuando no vítreo, dentro do

cegueira.

tecnicamente

Fonte CBO.

DR. RICARDO MENDES DOS SANTOS

Moscas volantes são pequenos pontos escuros, manchas, filamentos, círculos ou teias de aranha que parecem mover-se na frente de um ou de ambos os olhos.

DR. ROMULO FERREIRA DA SILVA CRM/RR 266

CRM/RR 828

OFTALMOLOGIA– RQE 320

OFTALMOLOGIA– RQE 573

• Mestre do Curso de Medicina na Universidade Federal de Roraima - UFRR

72

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 6 A 11


#curtas |

Revista Saúde Dezembro . 2018 Boa Vista . RR

VIAGEM AO PERU Dr. Gabriel Barbosa e Dra. Flávia, sócios no consultório Orto Clin, conhecendo o Glaciar Pastoruri no Peru.

CASA COR CEARÁ Arquiteta Cynara na Casa Cor Ceará em Fortaleza.

VISÍTA A DISNEY Dra. Tatyanne Aguillera e seus dois filhos Ana Clara e Rafael nos parques da Disney.

LUZ NA PASSARELA A arquiteta Cynara Freitas na passarela do Centro Cultural Dragão do Mar em Natal-RN.

#estounocurtasdasaúde 74

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br


Revista Saúde Dezembro . 2018 Boa Vista . RR

| #curtas

FÉRIAS MERECIDAS Dra. Valquíria Nascimento aproveitando as férias em Santiago no Chile.

LINDA BUENOS AIRES Advogado Ângelo Peccinni e sua esposa Ana Waleska Peccini em viagem a Buenos Aires.

SUÍÇA MARAVILHOSA A médica Dra. Livia Sayuri e seu noivo Helcio Mota de férias em Zermatt na Suíça.

BELO PASSEIO Dra. Thaine Malinowski aproveitando Santiago no Chile.

#estounocurtasdasaúde rsaude.com.br | Dezembro . 2018 | Revista Saúde

75


Guia de profissionais ALERGISTA E IMUNOLOGISTA

Revista Saúde Edição 8 | Dezembro . 2018 | Boa Vista.RR

CIRURGIA VASCULAR

Dra. Janaína Sousa

Dr. Bruno Miana Caiafa

Dra. Fernanda R. Penna Pellizzetti

Itor

CEAC – Centro Especializado em Angiologia e Cirurgia

Clínica Pró-Saúde:

Av. Nossa Senhora da Consolata, 930 - Centro - Boa Vista-RR

Vascular

Rua Papa João Paulo II, 1876 - Silvio Botelho - Boa Vista - RR (S3

95 3224-1652 | 981113636

Avenida Major Williams, nº 673 - Centro - Boa Vista/RR

Esquina com N11)

95-3224-7458

95 3627-8743 | 95 99161-9239

ANESTESIOLOGIA

Dra. Ana Paula Thome Silva Santiago Itor Av. Nossa Senhora da Consolata, 930 - Centro - Boa Vista-RR 95 3224-1652 | 981113636

CARDIOLOGIA

Dr. Emanoel Licarião Incordis - Instituto de Cardiologia R. Sindeuax Barbosa, 381, Boa Vista - RR, 69304-535 95 3623-1636 | 99130-7128

CARDIOLOGIA E ECOGRAFIA

Dr. Ivan Ferreira de Souza Incordis - Instituto de Cardiologia R. Sindeuax Barbosa, 381, Boa Vista - RR, 69304-535 95 3623-1636 | 99130-7128

CARDIOLOGIA PEDIÁTRICA

Dr. Antonio Carlos Sansevero Martins

Dr. Thiago V. Santos

INFECTOLOGISTA

Incordis - Instituto de Cardiologia

Dra. Fabiana Zimmermann dos Santos

R. Sindeuax Barbosa, 381, Boa Vista - RR, 69304-535

Itor

95 3623-1636 | 99130-7128

Av. Nossa Senhora da Consolata, 930 - Centro - Boa Vista-RR

Dr. Thiago Vieira Santos Itor Av. Nossa Senhora da Consolata, 930 - Centro - Boa Vista-RR 95 3224-1652 | 981113636

CIRURGIA DE CABEÇA E PESCOÇO

95 3224-1652 | 981113636

MASTOLOGIA

Dra. Maria Cátia Rodrigues Rua Presidente Costa e Silva, 1322/5, São Francisco - Boa Vista - RR mariacatiarodrigues@hotmail.com (95) 98116-7407 | 99163-3464

Dr. Fernando André Martins Ferreira Itor Av. Nossa Senhora da Consolata, 930 - Centro - Boa Vista-RR 95 3224-1652 | 981113636

MEDICINA

Dr. Jean Carlos Lima Incordis - Instituto de Cardiologia

Dr. Ruiter Botinelly

R. Sindeuax Barbosa, 381, Boa Vista - RR, 69304-535

Itor

95 3623-1636 | 99130-7128

Av. Nossa Senhora da Consolata, 930 - Centro - Boa Vista-RR 95 3224-1662 | 981113636

Dra. Livia Sayuri F. Itikawa Clinica Quality

CLÍNICA MÉDICA

Avenida Major Williams , 1655 – Centro – Boa Vista/RR dra.sayuri.itikawa@gmail.com

Itor

Dra. Jérula Lima

Av. Nossa Senhora da Consolata, 930 - Centro - Boa Vista-RR

Itor

95 3224-1652 | 981113636

Av. Nossa Senhora da Consolata, 930 - Centro - Boa Vista-RR

Dr. Messias de Almeida Mora Neto

95 3224-1652 | 981113636

Incordis - Instituto de Cardiologia

Dra. Darlene Feitosa Cliniscan - Centro Clinico Imaginológico Avenida Ville Roy - 2160 Bairro Caçari – Boa Vista/RR (95) 3623-5000

CIRURGIA GERAL E ONCOLOGIA CIRÚRGICA

Dr. Eric Ferreira

Dra. Magda Noleto

Esquina com N11)

Clínica Pró-Saúde:

95 3627-8743 | 95 99161-9239

Rua Papa João Paulo II, 1876 - Silvio Botelho - Boa Vista - RR (S3 Esquina com N11)

FISIATRA

R. Sindeuax Barbosa, 381, Boa Vista - RR, 69304-535

Itor

95 3623-1636 | 99130-7128

Av. Nossa Senhora da Consolata, 930 - Centro - Boa Vista-RR

Clínica Derma Roraima Alameda Canarinho, 90, Canarinho - Boa Vista/RR (95) 98111-6242

CIRURGIA PEDIÁTRICA

95 3623-1636 | 99130-7128

Dra. Silvia Vasconcelos

Dr. Rodrigo Vasconcelos Dias

Dr. Antero Frisina

R. Sindeuax Barbosa, 381, Boa Vista - RR, 69304-535

Rua Papa João Paulo II, 1876 - Silvio Botelho - Boa Vista - RR (S3

Incordis - Instituto de Cardiologia

CIRURGIA PLÁSTICA

(95) 3624-5033 | 98119-0510

Clínica Pró-Saúde:

95 3224-1652 | 981113636

76

GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA

95 3627-8743 | 95 99161-9239

Dra. Thalita Gomes Incordis - Instituto de Cardiologia R. Sindeuax Barbosa, 381, Boa Vista - RR, 69304-535 95 3623-1636 | 99130-7128

GERIATRA

Dr. Caio Silveira de Lacerda Itor Av. Nossa Senhora da Consolata, 930 - Centro - Boa Vista-RR

Dra. Tatyanne Aguillera Espaço Leal Av. Terencio Lima 1802 – Centro – Boa Vista/RR 95 98117-4934 | 99175-7447

95 3224-1662 | 981113636

GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA

NEFROLOGIA

Dr. Vilson de Jesus C. Alves

Dra. Denise Matias dos Santos

Dr. Alcione Lira de Mesquita

Clínica Pró-Saúde:

Clínica Saúde e Vida

Hospital da Mulher

Rua Papa João Paulo II, 1876 - Silvio Botelho - Boa Vista - RR (S3

Rua Alfredo Cruz, 687, Centro - Roraima - RR

Rua Melvin Jones, 126 - São Pedro - Boa Vista/RR

Esquina com N11)

95 99120-1467 | 98100-9189

95 3621-8565

95 3627-8743 | 95 99161-9239

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br


Guia de profissionais

Revista Saúde Edição 8 | Dezembro . 2018 | Boa Vista.RR

NEUROLOGIA PEDIÁTRICA

Dr. Harolodo Wislson Moreira da Silva Incordis - Instituto de Cardiologia R. Sindeuax Barbosa, 381, Boa Vista - RR, 69304-535 95 3623-1636 | 99130-7128

OFTALMOLOGIA

ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA

Dr. Patrick Rabelo José Itor Av. Nossa Senhora da Consolata, 930 - Centro - Boa Vista-RR 95 3224-1652 | 981113636

Dr. Vitor Paracat Santiago

Dr. Alexandre Magalhães Marques

Itor

Clínica Vision

Av. Nossa Senhora da Consolata, 930 - Centro - Boa Vista-RR

Rua Coronel Pinto, 397- Boa Vista - RR

95 3224-1652 | 981113636

marques_alex.32@hotmail.com (95) 3624-1218

Dra. Daniela Oliveira

PATOLOGIA CLÍNICA

Dr. Vanderlei Sebastião de Oliveira

ESTÉTICA

Thaine Malinowski T Modelar Estética e Saúde Rua Patativa, 88 - Mecejana, Boa Vista - RR modelart_estetica_adm@hotmail.com (95) 99125-0610

FISIOTERAPIA

Dra. Valquíria Nascimento Fisiocorpo Rua Pedro Rodrigues, 1440, Mecejana – Boa Vista-RR 95 99156-9032 l 95 99122-9032

NUTRIÇÃO

Examme

Dra. Romênia Penna

Av. Nossa Sra. da Consolata, 1780 - Centro, Boa Vista - RR

Av. Mario Homem de Melo, 5435 - Boa Vista/RR

Clínica Pró-Saúde:

95 99123-1905 | 95 99123-1905

95 3625-1108 | 3625-4558

Rua Papa João Paulo II, 1876 - Silvio Botelho - Boa Vista - RR (S3

Oculista Associados de Roraima

Esquina com N11)

Dra. Gabriela Cáceres Sureda Clínica Oculistas Associados de Roraima Av. Nossa Sra. da Consolata, 1780 - Centro - Boa Vista - RR 95 3624-1406

Dra. Hirlana Gomes Almeida

PNEUMOLOGIA

Dra. Elza Rezende Incordis - Instituto de Cardiologia R. Sindeuax Barbosa, 381, Boa Vista - RR, 69304-535 95 3623-1636 | 99130-7128

Clínica Oculistas Associados de Roraima Av. Nossa Sra. da Consolata, 1780 - Centro - Boa Vista - RR

PSIQUIATRIA

(95) 3624-1406 | 99123-1905

Dr. Alberto Augusto Iglesias Ferreira

Dra. Imery Sampaio

Clínica Saúde e Vida

Santa Luzia – Espaço Saúde

Rua Alfredo Cruz, 687 - Centro - Boa Vista/RR

Av. Major Williamns 2067, Centro – Boa Vista/RR

(95) 3624-2494 | 98100-9189 | 99120-1467

imerysampaio@gbol.com.br (95) 3624-1663

ITE – Instituto de Terapia Especializada Rua Raul Prudente de Morais, nº 147, Caçari - Boa Vista/RR

Dra. Jéssica Figueiredo Oculista Associados de Roraima

(95) 3623-6699

95 3627-8743 | 95 99161-9239

ODONTOLOGIA

Dra. Daniela Favalli CEAC – Centro Especializado em Angiologia e Cirurgia Vascular Avenida Major Williams, nº 673 - Centro - Boa Vista/RR 95-3224-7458

Dr. Gabriel Barbosa Clínica Orto Clin Av. Brigadeiro Eduardo Gomes, 4349, Mecejana- Boa Vista - RR (95) 99146-4727

Dra. Isabela Machado IMO Implantodontia e Estética Rua Cecília Brasil , 736, Centro dra.isabelamachado@gmail.com

Av. Nossa Sra. da Consolata, 1780 - Centro, Boa Vista - RR

Dra. Ana Karine do Vale

95 99123-1905 | 95 99123-1905

Clínica Mãe de Deus

Dr. Lucas Monferrari Vianna

Av. Major Williams, 1782, São Franscisco

Maria Alice Moraes

95 3621-8562 | 3621-8563

PSICOCLIN

Oculista Associados de Roraima Av. Nossa Sra. da Consolata, 1780 - Centro, Boa Vista - RR

(95) 99166-9889 | 98113-4498

Rua: Raul Cunha, 138, Mecejana - Próximo ao muro do 6 BEC

Dra. Kássia Medeiros

Boa Vista - RR

Itor

95 3224-5854 | 99914-4421 | 98115-2056

Dr. Ricardo Mendes dos Santos

Av. Nossa Senhora da Consolata, 930 - Centro - Boa Vista-RR 95 3224-1652 | 981113636

Dr. Mauro raposo

Clínica Oculistas Associados de Roraima

95 99123-1905 | 95 99123-1905

Av. Nossa Sra. da Consolata, 1780 Centro - Boa Vista - RR

RADIOLOGISTA

95 3624-1406

Dr. Leomar Vieira Hitotuzi

Dr. Romulo Ferreira Da Silva

Itor

Clínica Oculistas Associados de Roraima

Av. Nossa Senhora da Consolata, 930 - Centro - Boa Vista-RR

Av. Nossa Sra. da Consolata, 1780 - Centro - Boa Vista - RR

95 3224-1652 | 981113636

(95) 3624-1406 | 99123-1905

ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA

UROLOGIA

Dr. Mario Maciel de Lima

Clínica titanium Rua Cecília Brasil, 869 - Centro - Boa Vista/RR (95)99148-5119 | 3623-1789

Dra. Rachel Vasconcelo Clínica titanium Rua Cecília Brasil, 869 - Centro - Boa Vista/RR (95)99148-5119 | 3623-1789

PSICOLOGIA

Elizânia Vasconcelos

Dr. Jonathas Costa Lopes

Clínica Pró-Saúde:

Ativa a Mente

Itor

Rua Papa João Paulo II, 1876 - Silvio Botelho - Boa Vista - RR (S3

Av. Major Williams nº 854 - Bairro São Francisco

Av. Nossa Senhora da Consolata, 930 - Centro - Boa Vista-RR

Esquina com N11)

Hb Centro Empresarial Bloco H - Sala P - 2º Piso

95 3224-1652 | 981113636

95 3627-8743 | 95 99161-9239

(95) 99118-0707 rsaude.com.br | Dezembro . 2018 | Revista Saúde

77


#social |

Revista Saúde Dezembro . 2018 Boa Vista . RR

1

2

4

3

5

6

EVENTOS 1. Advogado Ângelo Peccini na entrega de carteiras aos novos advogados inscritos na OAB/RR. Presidente da Comissão da Jovem Advocacia de Roraima; 2. As amigas Dra. Erika Michetti, Suma Avila, Dra. Janaina Carneiro e a Terapeuta Cognitivo- Comportamental Elizânia Vasconcelos no Baile dos Médicos; 3. Dra. Valquíria Nascimento no 4° Congresso Internacional Científico Multidisciplinar em Estética que Ocorreu em São Paulo; 4. Ângelo Peccinni no aniversário do Dr. Oneildo Ferreira, na OAB/RR, Diretor Tesoureiro do Conselho Federal da OAB; 5. A Psicóloga Elizânia Vasconcelos com seu esposo Dr. Claude Vasconcelos no baile dos médicos, foto registrada pelo fotógrafo Alex Barroso; 6. A Dentista Isabela Machado na entrega do certificado da

Residência em Harmonização Orofacial, curso de 12 meses realizado em Brasília. 78

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br


Profile for Revista Saúde

REVISTA SAÚDE BOA VISTA - EDIÇÃO 8 - 10/12/2018  

REVISTA SAÚDE BOA VISTA - EDIÇÃO 8 - 10/12/2018