Page 1


Índice

16

Revista Saúde Edição Edição 4 4| Janeiro | Junho. .2017 2018 | | Umuarama.PR Rio Verde.GO

O que é Invisalign

Dr. Almiro Rodrigues de Moraes Neto

46

Amígdalas e adenoide Dr. Felipe L. Damasceno Rocha

20

48

Cardiopatias O Coração e a Boca Dr. Leandro Oliveira Dias

Implantes Dentários Dra. Fernanda Ferreira da Silveira

18

Manutenção dos

Novos ares para consultórios médicos Mariana Teles Machado

32 16

48 20

ESPECIAL CAPA

24

Técnica All-on Four Rapidez e segurança em reabilitações totais fixas Dr. Regis Rocha Rodrigues Resende Dra. Katiuscia Bueno da Silva Resende

50

51

30

Aromaterapia transformação da qualidade de vida e saúde. Dra. Karla Roberta G. Almeida

34

Maria Sabrina Fetz

52 53 56

Paulo Roberto de Moura Rosa

Terapia de Reposição de Testosterona e função sexual Dr. José Fleury Fernandes Júnior

58

6

Desvendando o MD CODES Dra. Karla Fonseca

Revista Saúde | Junho . 2018 | rsaude.com.br

74 40

78 42

O Intestino e a Depressão Tratamento através da

Separação dos pais: quem sai ganhando e quem perde? Prof. Ma. Luciana Gomes Lima de Freitas

62

O que a Acreditação em Saúde e o Suporte Jurídico Especializado podem fazer pelas instituições de saúde e seus pacientes? Dra Nycolle Soares

Dr. Sérgio Vieira Gomes

44

Dr. Maurício Aurélio Monteiro

Benefícios das Órteses na recuperação de lesões

30

Osteoporose

Dra. Vanessa Carvalho

42

Dr. Thiago Monteiro

Microfisioterapia

40

56

Osteoartrite

Planejamento Estético Odontológico

50 28

Kênia C. Guerra

36

(o popular: “junta dura”)

Os benefícios do Ballet Clássico para crianças

Artrose no Ombro Dr. Gustavo Barboza

Independência Visual Dr. Elcio Nunes de Souza Jr.

na coluna? Dr. Bruno Roncaglio

28

Você sente dores

64

Moscas Volantes Dr. João Paulo Peloso

84 44 122 50


Expediente

Revista Saúde Edição 4 | Junho . 2018 | Rio Verde.GO

REVISTA TRIMESTRAL Junho/2018 | ANO 1 | Nº 4 | Rio Verde / Jataí.GO Editora Lopes e Rampani Ltda - CNPJ 07.986.256/0001-69 ESCRITÓRIOS Umuarama (sede): Rua Paulo Pedrosa de Alencar, 4291 - Ed. Manhattan Garden - CEP: 87501-270 | Centro | Tel.: 44 3622-8270 e-mail: revistasaude@sempresaude.com.br - Maringá: Av. Humaitá, 452 - Centro Empresarial Dalla Costa - Sala 303 CEP: 87014-200 | Zona 4 | Tel.: 44 3346-4050 - e-mail: artemaringa@sempresaude.com.br COLABORADORES LAYOUT E DIAGRAMAÇÃO: Alison Henrique, André Silva, Bruno Assunção, Dyego Bortoli, Jean Carlos, João Paulo Zequin, Marcio Garcia, Thiago Mantovani CORREÇÃO ORTOGRÁFICA: Professora Vera Lúcia Pimentel Maia Ribeiro FOTOGRAFIAS: IWATA JR - 64 3621-7174 | 64 98429-9063 e Silvana Palhares - 64 98414-0780 JORNALISTA RESPONSÁVEL: Caio Henrique dos Santos Rosa - 0011175/PR CIRCULAÇÃO: Rio Verde, Jataí e Região FRANQUIAS

NOSSA CAPA Núcleo Ortopédico Rio Verde Núcleo de especialistas em Ortopedia e Traumatologia Foto Capa Iwata Jr - 64 3621-7174 | 64 98429-9063

Fotos Iwata Jr. e Giuliana Conte

Apucarana/Arapongas-PR - Leandro Henrique | Paula Renatha Pontim - comercial@sempresaude.com.br - 43. 99611-5553 | 43. 996115563 - Araçatuba/Bauru-SP - Anderson Hernandes | Carol Lopes - aracatuba@sempresaude.com.br - 18. 99740-2777 | 18. 99813-7777 - Boa Vista-RR - Julio Graziani Carlos - boavista@sempresaude.com.br - 95. 99169-4071 - Campina Grande-PB - Everton Barros | Victor Lima - campinagrande@sempresaude.com.br - 83. 99988-0372 | 83. 99988-0429 - Campo Mourão-PR - Rafael Morimoto - rafael@ sempresaude.com.br - 44. 99911-8081 | 44. 98811-6206 - Chapecó-SC - Fábio Bortolone - chapeco@sempresaude.com.br - 49. 99916-5719 - Cianorte-PR - Paulo Paixão | Andreia Gabriel - cianorte@sempresaude.com.br - 44. 99922-0310 | 44. 3346-4050 - Criciúma-SC - José Carlos Junqueira Alvarenga | Sandra Alvarenga - criciuma@sempresaude.com.br - 48. 99912-5253 | 48. 99914-0810 - Cuiabá-MT - Márcio Costa - cuiaba@sempresaude.com.br - 66. 99683-1899 - Florianópolis-SC - Paulo Victor Frasson Cordeiro - floripa@sempresaude.com. br - 48. 99133-3334 | 48. 99610-5357 - Foz do Iguaçu -PR - Rosana Segovia - rosana@sempresaude.com.br - 45. 99991-2500 - Goiânia-GO - Tiago de Souza Brito | Josiane Vicentim - goiania@sempresaude.com.br - 62. 99649-2036 | 62. 98326-2003 - João Pessoa-PB - José Adriano Danhoni Neves | Ednéia Tenório - joaopessoa@sempresaude.com.br - 83. 98750-7070 | 83. 98812-7080 - Joinville-SC - Ana Paula de Campos | Bruno Bellio - joinville@sempresaude.com.br - 47. 99930-6364 | 47. 99930-7637 - Londrina-PR - Leandro Henrique | Paula Renatha Pontim - londrina@sempresaude.com.br - 43. 99611-5553 | 43. 99611-5563 - Macaé/Rio das Ostras-RJ - Andreia Garcia | Paulo Cesar Ceranto - macae@sempresaude.com.br - 22. 98847-5455 | 22. 98842-9166 - Maringá-PR - Paulo Paixão | Andreia Gabriel - paulopaixao@ sempresaude.com.br - 44. 99922-0310 | 44. 3346-4050 - Natal-RN - Dirceu Filho - natal@sempresaude.com.br - 83. 98788-7070 - Palmas/ Araguaína-TO - Fábio Lima - palmas@sempresaude.com.br - 63. 98503-9960 | 44. 99829-0245 - Paranavaí-PR - Paulo Paixão | Andreia Gabriel - paranavai@sempresaude.com.br - 44. 99922-0310 | 44. 3346-4050 - Ponta Grossa-PR - Sérgio Oliveira | Mara Megda - pontagrossa@sempresaude.com.br - 42. 99987-8180 | 42. 98418-1290 - Porto Velho-RO - Arthur Marandola - portovelho@sempresaude.com.br - 69. 99366-1466 | 69. 99366-1470 - Ribeirão Preto-SP - Eduardo Borges - ribeirao@sempresaude.com.br - 16. 99711-7770 - Rio Verde-GO - Marcelo Piai | Verônica Venâncio - rioverde@sempresaude.com.br - 64. 99625-8105 | 64. 99625-8305 - Rondonópolis-MT - Marcio Costa | Fernanda Lima - rondonopolis@sempresaude.com.br - 66. 99683-1899 | 66. 98139-7824 - São José dos Campos-SP - Marcelo Piai | Verônica Venâncio - sjcampos@sempresaude.com.br - 12. 99625.8005 | 12. 99625-1005 - São José do Rio Preto-SP - Renato Dias Renovato | Kelly Renovato - riopreto@sempresaude.com.br - 17. 99669-1700 | 17. 99669-7771 - Sinop/Sorriso/Lucas do Rio Verde-MT - Emerson do Carmo | Luiz Carlos Rampani - rampani@sempresaude.com.br - 66. 99994-2442 | 66. 99659-7210 - Uberlândia-MG - Wander Marcio Rosada - uberlandia@sempresaude.com.br - 34. 99990-2479 | 34. 99967-1225 - Umuarama-PR - Ueslei Rampani | Marcelo Adriano - revistasaude@sempresaude.com.br - 44. 98407-0698 | 44. 99941-9930 | 44. 3622-8270

DIREÇÃO GERAL

Marcelo Adriano Lopes da Silva

DIRETORES DA FRANQUIA

Ueslei Dias Rampani

Verônica Venâncio

Marcelo Piai

ENTRE EM CONTATO PARA MATÉRIAS E ANÚNCIOS Você também pode ler esta edição pelo aplicativo: REVISTA SAÚDE OFICIAL

Verônica Venâncio: 64 99625-8305 Marcelo Piai: 64 99625-8105 e-mail: rioverde@sempresaude.com.br

www.rsaude.com.br

Facebook/RevistaSaúdeRioVerdeeJataíGo

As matérias e imagens veiculadas são de responsabilidade dos seus autores. rsaude.com.br | Junho . 2018 | Revista Saúde

7


Guia médico

Revista Saúde Edição 4 | Junho . 2018 | Rio Verde.GO

Dr. Bruno Roncaglio Ortopedia e Traumatologia CRM/GO 20689 | RQE 10523

Nucleo Ortopédico Alameda Barrinha, 1800 - Vila Modelo Rio Verde - Goias/GO 64 3621-1544 | 64 3613-4010 64 99301-1390

Dr. Celso Luiz Lisita Filho

Dr. Elcio Nunes de Souza Jr.

Cirurgia Vascular

Oftalmologia

CRM/GO 14.400 | RQE 10439

CRM/SP 9079 | RQE 4545

Hormonal Centro Clínico e Diagnóstico Rua Nizo Jaime de Gusmão, 369 Centro - Rio Verde/GO 64 3602-7339 | 64 98177-1569

Alameda Barrinha, 1500 Centro - Rio Verde/GO 64 3621-8060

Dr. Felipe L. Damasceno Rocha

Dr. Gustavo Barboza

Otorrinolaringologia

CRM/GO 16339 | RQE 7937

Ortopedia e Traumatologia

CRM/GO 19803 | RQE 26534

Clínica Renovare Av. Joaquim Cândido, 39 Pça. Dom Germano Jataí/GO - 64 3636-6523 | 64 99923-5043 Clínica Plena Rua Joaquim Caetano,2121 - Jataí/GO 64 3631-5080 | 64 3631-5090

Nucleo Ortopédico Alameda Barrinha, 1800 - Vila Modelo Rio Verde - Goias/GO 64 3621-1544 | 64 3613-4010 64 99301-1390

Dr. Henrique C. Cruvinel Filho

Dr. João Paulo Peloso

Cirurgia Plástica

CRM/GO 21820 | RQE Nº: 11114

Oftalmologia

CMR/GO 12839 | RQE 9318

Centro Médico de Referência (CMR) Rua Nizo Jaime de Gusmão, 800, Vila Santo Antônio - Rio Verde/GO 64 3611-0569 | 64 3602-1556

Alameda Barrinha, 26 Jd Brasília, Rio Verde-GO 64 3623-8838 | 3621-0756

Dr. José Fleury Fernandes Júnior

Dra. Karla Fonseca

Medicina

Médica CRM/GO 14832

CRM/GO 13938

Clínica Implario Alameda Barrinha 605 - Rio Verde/GO 64 3613-1802 8

Revista Saúde | Junho . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA NAS PÁGINAS 8 E 10

Clínica Santé Avenida 1 Esquina com a Rua 2, 180 - Parque dos Buritis, rotatória em frente o Posto da Bonopão e do Empório da Tribo - Rio Verde/GO 64 3621-5135


Guia médico

Revista Saúde Edição 4 | Junho . 2018 | Rio Verde.GO

Dr. Leandro Angel G. Rodrigues Cirurgia Plástica CRM/GO 9916 | RQE 5332

Clínica Vivace Alameda Barrinha, 1500 - Centro 64 3621-8060

Dr. Leonardo Parreira Gomide Cirurgia Vascular e Cirurgia Geral CRM/GO 15198 RQE 11855 | RQE 9728

Centro Clínico Hormonal Rua Nizo Jaime de Gusmão, 369 Centro, Rio Verde/GO 64 3602 7373 Clínica CEMP Av. das Paineiras, 157 Jd Santa Helena, Santa Helena de Goiás/GO 64 3614 1234 Clínica do Coração Rua Rozulino Ferreira Guimarães, 752 Centro - Rio Verde/GO 64 3621 4424

Dra. Luciana Rodrigues de Alencar Lisita Reumatologia CRM/GO 14401 | RQE 9185 Hormonal Centro Clínico e Diagnóstico Rua Nizo Jaime de Gusmão, 369 Centro - Rio Verde/GO 64 3602-7339 | 64 98177-1569

Dr. Maurício Aurélio

Dr. Plinio Torres Braga Netto

Ortopedia e Traumatologia

Medicina Infectologia

CRM/GO 2965 | RQE 4580

CRM/GO 12440

Nucleo Ortopédico Alameda Barrinha, 1800 - Vila Modelo Rio Verde - Goias/GO 64 3621-1544 | 64 3613-4010 64 99301-1390

Rua Nizo Jayme de Gusmão, 369 Térreo Centro - Rio Verde/GO 64 3602-7362

Dr. Rodrigo Gomide Cirurgia Geral, Cirurgia do Aparelho Digestivo e Gastroenterologia CRM/GO 11801 RQE 7512 | RQE 8530 | RQE 10903 Laboratório Hormonal Rua Nizo Jaime de Gusmão, 369 Vila Amália - Rio Verde/GO 3602 7362 Policlinica Médica Rua Teodomiro Rego, 117 Centro - Santa Helena de Goiás/GO 3641 1329

Dr. Thiago Monteiro

Dra. Rosana Regatieri Magalhães Endocrinologista CRM/GO 16415 | RQE 9361 Clínica Art Médica Rua Nizo Jaime de Gusmão, 1200 Setor Central – Rio Verde/GO 64 3613-5566 | 64 3623-4177 Clínica Alergo Vacinas Rua Nizo Jaime de Gusmão, 1200 Sala 3 Setor Central – Rio Verde/GO 64 3613-2828

Ortopedia e Traumatologia

Dr. Wanderlei Magalhães Filho

CRM/GO 17557 | RQE 9022

Otorrinolaringologia CRM/GO 16421 | RQE 8080

Nucleo Ortopédico Alameda Barrinha, 1800 - Vila Modelo Rio Verde - Goias/GO 64 3621-1544 | 64 3613-4010 64 99301-1390 10

Revista Saúde | Junho . 2018 | rsaude.com.br

Clínica Art Médica Rua Nizo Jaime de Gusmão, 1200 Setor Central – Rio Verde/GO 64 3613-5566 | 64 3623-4177 Clínica Alergo Vacinas Rua Nizo Jaime de Gusmão, 1200 sala 3 Setor Central – Rio Verde/GO 64 3613-2828


Editorial

Revista Saúde Edição 4 | Junho . 2018 | Rio Verde.GO

Trabalho com responsabilidade gera muitas conquistas! É com muita honra e alegria que trabalhamos em mais uma edição da Revista Saúde de Rio Verde, Jataí e região Sudoeste de Goiás, levando informação de qualidade dos profissionais da área da saúde para toda a população da região.

Além do sucesso da Revista em forma

Hoje, somos a maior e melhor revista impressa do Brasil pela seriedade e comprometimento com que servimos

impressa, o número de acessos ao portal

à população, com um material de quali-

rsaude.com.br, Facebook e Instagram

dade e de fácil entendimento.

vem aumentando consideravelmente

Para finalizar, gostaríamos de agrade-

em busca das matérias e anúncios dos nossos parceiros e clientes. A Revista Saúde impulsiona as matérias e anúncios de cada edição, selecionando um

cer imensamente a Deus por nossa família, amigos, parceiros e clientes e por mais esta edição.

perfil regional, sempre buscando por resultados satisfatórios.

Verônica Venâncio e Marcelo Piai | Franqueados da cidade de Rio Verde/GO 12

Revista Saúde | Junho . 2018 | rsaude.com.br

Grande abraço e uma ótima leitura!


O que ĂŠ Invisalign

DR. ALMIRO RODRIGUES DE MORAES NETO ORTODONTIA CRO/GO 3262 CRO/ESP 328 • Especialista pela USF-Universidade de São Francisco; • Membro da ABOR-Associação Brasileira de Ortodontia; • Membro da WFO (World Federation of Orthodontists).

“Invisalign ĂŠ a alternativa quase invisĂ­vel aos aparelhos ortodĂ´nticos convencionais, porque ao invĂŠs de movimentar os dentes por meio de peças coladas aos dentes do paciente, o Invisalign utilisa jogos de moldeiras sequenciais removĂ­veis, chamadas de alinhadores, que sĂŁo feitos sob medida para cada etapa do tratamentoâ€?.

        

64 3621-3001 | 3621-3142 Avenida Alameda Barrinha, 1580 Rio Verde-GO

16

Revista SaĂşde | Junho . 2018 | rsaude.com.br

Você pode usar confortavelmente seus alinhadores durante 22 horas por dia. E, como eles são removíveis, Ê facíl manter a higiene oral e desfrutar de sua alimentação normal. Enquanto você progride, trocando os alinhadores a cada uma ou duas semanas, as pessoas podem perceber uma mudança gradual em seu sorriso. O processo de tratamento com o Invisalign Ê tão simples quanto tecnicamente avançado. Tratamento Invisalign, passo a passo: • Assim que o Invisalign Doctor confirma que você estå elegível para o tratamento, ele escaneia ou faz moldagens de seus dentes; • Você recebe uma sÊrie de alinhadores personalizados para usar todos os dias e trocar em casa, a cada uma ou duas semanas, em mÊdia; • Você vai visitar o ortodontista a cada seis ou oito semanas para monitorar o progresso e receber novos alinhadores.


Amígdalas e adenoide As tonsilas palatinas e tonsilas faríngeas conhecida por amígdalas e adenoide, respectivamente, são órgãos linfoides localizados na boca e na rinofaringe.

DR. FELIPE L. DAMASCENO ROCHA OTORRINOLARINGOLOGISTA CRM/GO 19803 - RQE 26534

18

São responsáveis pela defesa do nosso corpo que junto com as tonsilas tubárias e lingual formam o anel de Waldeyer. Elas têm a função de bloqueio de vírus e bactérias, a fim de não permitirem a livre circulação desses microorganismos para dentro do corpo. A cirurgia de amígdala e adenoide é uma das mais realizadas no mundo, estimas se que, em 2017, tenham se feitos mais de 2 milhões de cirurgias em todo mundo. Existem vários fatores que indicam a cirurgia de amígdala e adenoide, tanto em adultos quanto em crianças. Em crianças menores de 12 anos, as principais causas de cirurgia são as hipertrofias das tonsilas, que são quando as glândulas crescem a ponto de obstruírem a passagem de ar, causando roncos e apneias. Outra causa muito comum de cirurgias são as amigdalites de repetição, que são quando se apresenta processos infecciosos bacterianos nas amígdalas da seguinte forma,

Revista Saúde | Junho . 2018 | rsaude.com.br

mais de 5 infecções em um único ano, 4 infecções por 2 anos consecutivos ou 3 infecções por 3 anos consecutivos. Nos casos dos adolescentes e adultos jovens, as causas mais comuns de cirurgias são as amigdalites de repetição do mesmo modo como foi descrito acima e os caseum, que são umas massinhas brancas que ficam grudadas nas amígdalas, causando mau - hálito e sensação de corpo estranho na garganta. Os caseum são nada mais que resto alimentares que ficam grudados nas criptias metabolizados e fermentados pelas bactérias. Em adultos mais velhos e idosos a causam são as mesmas das anteriores, porem ainda existe um risco de tumores malignos e benignos. Dentre os malignos em pacientes tabagistas, o tumor mais comum e o carcino espino celular , e nos não tabagistas o tumor mais comum das tonsilas são os linfomas. Entretanto caso tenha alguma duvida, sintomas que lhe causem desconforto ou preocupação, procure seu otorrino!!!

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA NAS PÁGINAS 8 E 10


Cardiopatias O Coração e a Boca Você sabia que a doença periodontal pode prejudicar a saúde do seu coração?

DR. LEANDRO OLIVEIRA DIAS CRO/GO 9453 CIRURGIÃO-DENTISTA IMPLANTE - PRÓTESE - ESTÉTICA.

Existe uma especialidade na odontologia que previne e trata das doenças que afetam os tecidos de sustentação e proteção, o que inclui gengiva e ossos. Esta especialidade é conhecida como periodontia e dentro desta área, existe uma doença muito comum chamada de doença periodontal. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a doença periodontal é uma das principais causas de perda dentária da população mundial. Essa patologia é identificada pela inflamação dos tecidos gengivais e consequentemente compromete o suporte dos dentes, que envolve ligamento periodontal, cemento e o osso. A higiene oral inadequada é um dos principais fatores que causa a doença periodontal, ou seja, quando a higienização não é feita corretamente, microorganismos e restos de alimentos se unem e formam uma placa bacteriana conhecida como biofilme. O acúmulo dessa placa nos dentes, quando não removida, causa um processo de inflamação nos tecidos gengivais e, quando não é interrompido, evolui para a periodontite.

Doença periodontal e os problemas cardíacos: Poucos sabem, mas a doença periodontal, além de prejudicar a saúde bucal, pode também progredir para uma doença no coração. Recentes pesquisas afirmam que a periodontite pode estar relacionadas ao desenvolvimento de doenças cardiovasculares, uma vez que os microorganismos e proteínas inflamatórias que estão presen-

Rua Abel Pereira de Castro, 739 St Central Rio Verde- GO (64) 3051-5500 (64) 99217-0335 dr.leandrodias30@gmail.com 20

Revista Saúde | Junho . 2018 | rsaude.com.br

tes no tecido periodontal, podem entrar na corrente sanguínea, afetando o sistema cardiovascular. Levantamentos mostraram que há uma relação entre a presença de bactérias causadoras da periodontite e o espessamento da parede dos vasos sanguíneos. A disseminação dessas bactérias e germes que têm origem na boca e chegam à corrente sanguínea dos pacientes, podem alcançar o coração e causar inflamações. O resultado pode ser a endocardite, uma infecção que acomete o revestimento interno do coração, além de aterosclerose (entupimento das artérias) e até mesmo AVC, mais conhecido como Acidente Vascular Cerebral.

A importância de uma correta higiene bucal: O melhor caminho para evitar a periodontite é a prevenção. Manter uma boa higiene bucal irá afastar significativamente o risco do desenvolvimento da doença periodontal. A recomendação é velha conhecida de todos nós: escovar os dentes sempre após as refeições e fazer o uso do fio dental corretamente. Além disso, visitas regulares ao dentista e a realização de exames periódicos são de extrema importância para manter a saúde bucal em dia e os dentes sempre saudáveis. Pronto Implante, Você sabia que a doença periodontal pode prejudicar a saúde do seu coração, 2017. Disponivel em: http://prontoimplante.com.br/artigos/voce-sabia-que-a-doenca-periodontal-pode-prejudicar-a-saude-do-seu-coracao.


Técnica All-on Four Rapidez e segurança em reabilitações totais fixas DR. REGIS ROCHA RODRIGUES RESENDE CRO/GO 7075 MESTRE E ESPECIALISTA EM IMPLANTE;

Nas técnicas tradicionais da implantodontia,

grande maioria das vezes, é possível realizar a “

para que seja possível instalar os implantes em

Carga Imediata “, que é a instalação da prótese

arcadas com pouca disponibilidade óssea, é ne-

fixa logo após a instalação dos implantes . Para

cessário realizar anteriormente a reconstrução

tanto, a Carga Imediata deve ser muito bem in-

ESPECIALISTA EM PRÓTESE DENTÁRIA.

destas arcadas através de enxerto ósseos. Esses

dicada pelo dentista, pois somente ele poderá

enxertos ósseos, na maioria das vezes; devem

definir no ato da cirurgia se será possível ou não

DRA. KATIUSCIA BUENO DA SILVA RESENDE

ser removidos de áreas doadoras do próprio

realizá-la, através de medições da estabilidade

paciente, como da bacia ou do crânio. Além de

primaria dos implantes com instrumentos espe-

CRO/GO 7414

desconfortáveis, essas cirurgias de enxerto au-

cíficos para esse fim. Se bem indicada, a Carga

ESPECIALISTA EM PRÓTESE DENTÁRIA.

menta muito o tempo de tratamento, que passa

Imediata é extremamente benéfica para o pa-

a ser de, no mínimo, 1 ano antes de se instalar os

ciente e para os implantes.

dentes fixos. A técnica All-on-4 foi criada e desenvolvi-

mastigatória de forma altamente eficiente, se-

da na Europa, e, há mais de 10 anos vem sendo

gura e rápida, através da Técnica All-on-Four.

utilizada e pesquisada mundialmente, com al-

Além disso, a estética dessas reabilitações é

tíssimas taxas de sucesso relatadas em todos

maravilhoso, possibilitando a recuperação da

os estudos na literatura científica internacional.

auto-estima e da alegria de sorrir, condições

Temos grande orgulho de termos sido uma das

primordiais para a vida de qualquer pessoas , in-

primeiras equipes no Brasil a utilizar esta téc-

dependente de sua idade ou sexo! Afinal, todos

nica, e, hoje, contamos com uma das maiores

nós temos o direito de sorrir e se alimentar sem

casuísticas mundiais neste tipo de tratamento:

medo e com prazer!

assim, nos tornamos referência neste tipo de procedimento. Esta técnica possibilita realizar o tratamento com implantes sem a necessidade de ser realizar enxertos ósseos, através de algumas modificações nas angulações convencionais de instalação dos implantes. Com essas pequenas modificações, tornou-se possível eliminar os enxertos ósseos, e reduzir o tempo de tratamento de 1 ano na técnica convencional para 2 a 3 dias com a técnica All-on-4. Além disso, na Rua Honorino Campos Leão, 9 Rio Verde- GO

(64) 3623-4989 (64) 99302-2262 Rua Pedro Romualdo Cabral, 566 Centro Santa Helena - GO

(64) 3641-1028 24

Portanto, hoje é possível devolver a função

Revista Saúde | Junho . 2018 | rsaude.com.br


Independência Visual

Lentes trifocais mudam a vida de quem tinha catarata.

DR. ELCIO NUNES DE SOUZA JR. OFTALMOLOGIA CRM/GO 9079 | RQE 4545 • Formado em Medicina pela USPUniversidade de São Paulo; • Especialização em Oftalmologia - USP; • Especialista em Doenças Oculares Externas e Transplantes de Córnea - USP; • Atua em Rio Verde desde 2001.

28

Com o passar dos anos, a idade chega e a visão começa a dar sinais de que já não é mais a mesma. “Uma das causas da perda, total ou parcial, da visão é a catarata, uma doença comum, e que é a causa de cegueira em 47,8% dos casos registrados pela OMS. A catarata, que atinge principalmente pessoas com mais de 60 anos, resulta na perda da transparência do cristalino do olho, deixando a pessoa com dificuldades para enxergar e sensível à luz”, é o que afirma o Doutor Cirurgião Elcio Nunes. O uso de óculos pode ajudar a minimizar os sintomas, mas quando a doença evolui, a solução passa a ser cirúrgica. Dr. Elcio garante que o procedimento microcirúrgico para tratamento da doença é simples, considerado um dos mais seguros dentro da medicina atual. A cirurgia de catarata consiste em uma substituição do cristalino do olho, por uma prótese, uma lente artificial, que deverá ser implantada dentro do olho do paciente. Conhecida como lente intraocular, a

Revista Saúde | Junho . 2018 | rsaude.com.br

prótese permanecerá ali sem perda da transparência, tal procedimento faz parte das competências clínicas do Dr. Elcio. O que há de novo é o uso de lentes trifocais no lugar das lentes simples e, como o próprio nome diz, as novas lentes permitem aos pacientes uma melhora na visão em 3 distâncias, perto, intermediário e longe. Por isso, as lentes trifocais substituem o uso de óculos pelos pacientes, promovendo independência visual. Dr. Elcio ressalta que, tanto a cirurgía de catarata, quanto o implante das lentes trifociais são decisões que devem ser tomadas por um profissional qualificado e munido das informações necessárias para dar tal diagnóstico. Se você está em dúvida quanto a sua necessidade ou condição de realizar tal intervenção, procure seu oftalmologista de confiança. Dr. Elcio é especialista em transplante de córnea e atende seus pacientes na Clínica Vivace, em Rio Verde, Goiás. Procure o Dr. Elcio para saber mais sobre lentes trifocais e catarata.

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA NAS PÁGINAS 8 E 10


Aromaterapia transformação da qualidade de vida e saúde. É uma enorme satisfação e uma grande responsabilidade chegar até vocês através desta publicação, pensada principalmente em trazer maior conhecimento sobre os benefícios dos aromas do nosso dia a dia. DRA. KARLA ROBERTA G. ALMEIDA FARMACÊUTICA • Farmacêutica e Bioquímica pela UNIRV; • Aromaterapeuta pelo Instituto RS-Saúde.

Os produtos naturais são utilizados pelo homem desde tempos antigos como principal ferramenta na prática de terapias naturais, com o objetivo de procurar o alívio e a cura de doenças através, por exemplo, do uso de plantas. Gradualmente, as plantas aromáticas e os seus óleos essenciais passaram a fazer parte de técnicas de prevenção e de tratamento de doenças, nomeadamente em contextos em que a presença dos médicos era quase inexistente, como no caso dos meios rurais. O Ministério da Saúde anunciou recentemente a inclusão de dez tratamentos, como: aromaterapia, florais e imposição de mãos no Sistema Único de Saúde (SUS). Essas terapias são chamadas de práticas integrativas e são consideradas complementares aos tratamentos médicos tradicionais. Elas também são usadas como forma de prevenção de doenças ,como depressão e hipertensão. A aromaterapia é o uso dos aromas; óleos essenciais, extraídos das plantas, substância concentrada com propriedades curativas; utilizados nos mais diversos tratamentos, que tem por finalidade o alcance do bem-estar físico e mental dos pacientes. Os óleos essenciais podem ser utilizados de diversas formas: inalados, aplicados ao cor-

64 3050-0400

Rua Rui Barbosa 750 Centro Rio Verde- GO www.provanza.com.br Provanza Rio Verde provanzarioverde

30

Revista Saúde | Junho . 2018 | rsaude.com.br

po por meio de massagens, compressas ou escalda-pés, banhos relaxantes de banheira, afim de restaurar as energias curativas. O mais conhecido óleo essencial é o de lavanda; utilizado para combater depressão, insônia, tensão e cansaço; uma gota do óleo no travesseiro te trará uma ótima noite de descanso. A lavanda também tras benefícios estéticos, excelente para a pele, tem poder anti-inflamatório e é um poderoso hidratante corporal. O óleo essencial de gerânio, por exemplo, é excelente para mulheres no climatério ou na menopausa por ser considerado um fito-hormônio. Para combater dores musculares, a aromaterapia também tem resposta: Hortelã-pimenta, gengibre e eucalipto, diluídos em óleo vegetal de andiroba ou copaíba - poderosos anti-inflamatórios - trazem alívios significativos. Atualmente, a aromaterapia é uma forma de tratamento reconhecida pela OMS (Organização Mundial da Saúde, trazendo o conhecimento tradicional como uma fonte para pesquisas na busca por novas terapêuticas efetivas que contemplem os cuidados atuais para a saúde. Lembrando sempre que é necessário buscar conhecimento e indicações com um aromaterapeuta.


MARIA SABRINA FETZ

KÊNIA C. GUERRA

Buriti Shopping Rio Verde - GO (64) 3016-0123 | 99611-5678 34

Dançar não só é divertido como também muito favorável ao bem-estar físico e emocional das crianças. Além de melhorar a coordenação motora, a dança também ajuda a criança a ser mais disciplinada e mais esforçada. O Ballet Clássico é uma das danças mais recomendadas às crianças quando são pequenas. O Ballet favorece a criatividade, a musicalidade e o trabalho em grupo. Conheça mais sobre os benefícios do Ballet Clássico para as crianças. O que é o Ballet Clássico? O ballet clássico consiste em unir a técnica, a música e a atuação nos movimentos. São habilidades que as crianças vão adquirindo pouco a pouco através de exercícios e posturas . Exige disciplina, boa postura e ritmo. Com o ballet, as crianças podem desfrutar de muitos benefícios, como: • melhora da coordenação motora; • aumenta a concentração; • noções de espaço e de localização; • aumenta a flexibilidade; • mais resistência corporal; • corrige e melhora a postura; • estimula o desenvolvimento intelectual; • ajuda a expressão e memória; • aumenta a autoestima; • ajuda a fazer amigos; • melhora o equilíbrio e reflexos. O Ballet Clássico segundo a idade da criança O ballet clássico se divide em 2 diferentes categorias, segundo a idade da criança: a baby class e ballet infantil. A baby class está direcionada a crianças de 3 a 6 anos de idade. O principal objetivo das aulas é divertir e estimular a imaginação da criança. As crianças brincam, jogam, se divertem e aprendem ao mesmo tempo. Elas aprendem exercícios com movimentos que estimulam a motivação, a criatividade e a expressão. Nesta fase, a criança aprende a ser mais independente e a controlar as suas habilidades motoras e intelectuais, e a reconhecer as suas capacidades. O ballet infantil está direcionado às crianças maiores de 7 anos já que exige mais disciplina, mais musicalidade e domínio do seu corpo. Através de uma sequência de exercícios, as aulas seguem movimentos básicos com exercícios de barra e de centro, que têm como meta desenvolver e fortalecer a musculatura das pernas, a postura do corpo e a coordenação motora. MUITO IMPORTANTE: Os pais não devem obrigar nem pressionar a criança a fazer Ballet. É importante que a criança curta e sinta prazer com a prática desta atividade. O ballet clássico possui os 7 movimentos básicos de qualquer outra atividade física: saltar, estirar, dobrar, elevar, girar, deslizar, lançar-se ou pular.

Revista Saúde | Junho . 2018 | rsaude.com.br

Bons motivos para você fazer ballet! Alongamentos, saltos, giros... Muitos fogem do ballet por acharem monótono, mas estão enganados! As aulas de ballet são puxadas! Parecer ou ser lenta torna ainda mais puxado, acreditem! Quando está devagar dó mais... Mas, hoje estou aqui a favor do Ballet! Sim, eu sou uma defensora do ballet e acredito que todo esforço vale a pena e são vários os motivos pelos quais você também deveria dançar ballet: • Vai ganhar condicionamento físico. O ballet exige bastante do corpo e se torna uma ótima alternativa para melhorar a forma e o condicionamento físico. Também vai ganhar força, resistência muscular, condicionamento cardiorrespiratório e flexibilidade. Faça seu ballet e seu corpo agradecerá! • Vai ganhar autoestima. Com as aulas vai começar a se sentir mais segura e confiante. Se levar as dificuldades e os aprendizados para sua vida, vai melhorar a maneira com que você enfrentará obstáculos. • Vai deixar seu metabolismo mais rápido. Para conseguir realizar os passos fará esforços, e para isso terá que ter energia, ou seja, o organismo necessita trabalhar mais para proporcionar energia suficiente para as atividades. • Vai gastar calorias O gasto calórico varia de acordo com o tempo de aula, intensidade e pessoa, mas em média podemos considerar de 250 a 300 calorias por hora aula de ballet. • Vai ganhar flexibilidade Os alongamentos e os estimulam diferentes amplitudes de movimento e quanto mais praticar maiores serão esses ganhos. • Vai ganhar consciência corporal Nosso corpo é o instrumento de trabalho, logo, com a prática vamos nos conhecer e entender melhor nosso corpo e suas respostas. • Vai melhorar sua musicalidade Ritmo é algo que pode ou não nascer com você, mas não nasceu, vai ter que literalmente aprender a dançar conforme a música. • Vai ganhar coordenação Não é todo mundo que consegue fazer o braço e a perna, lembrar da cabeça, prender a barriga, respirar, entender a sequência, ao mesmo tempo e com facilidade. São todos que conseguem chutar ou defender com o lado esquerdo do corpo. • Vai te deixar mais leve O ballet acalma, emociona e faz feliz! Ah, eu acho que ficaria aqui por muito tempo defendendo o ballet e tendo motivos para você entrar neste mundo. Venha conhecer nosso Ballet Allure Studio de dança em Rio Verde no Buriti Shopping.

fonte: http://br.guiainfantil.com/

Os benefícios do Ballet Clássico para crianças


Planejamento Estético Odontológico

PAULO ROBERTO DE MOURA ROSA ODONTOLOGIA - CRO: 3431 • Graduação: Odontologia - Faculdade de Odontologia de Presidente Prudente - SP - 1980; • Pós Graduação: Endodontia - UNESP - Araçatuba - SP - 1986 - 1987; • Pós Graduação: Implantodontia ABENO - SP - 2000 - 2002.

Com a grande procura por tratamento Estética Restaurador nos consultórios odontológicos, os cirurgiões-dentistas devem ter muito cuidado para conduzir estes tratamentos, pois, na maioria das vezes os pacientes nos procuram, porque estão com dentes desgastados, quebrados, manchados, às vezes, até com vergonha de sorrir, isso os leva a exigir um tratamento rápido, mas, devido à complexidade do caso, devemos realizar um planejamento meticuloso, para executar estes tratamentos com maior segurança e previsibilidade possível. Estes tratamentos podem ser realizados de duas formas, por meio direto, que seria realizado no consultório com resinas compostas e por meio indireto, que são feitas no laboratório de prótese, com laminados cerâmicos (lentes de contato), facetas ou coroas. O planejamento possui quatro etapas. Primeira etapa: Abordagem Inicial Onde o paciente vai relatar suas principais queixas, sua insatisfação com seus dentes e sorriso, relatando ao dentista o que gostaria que mudasse. Segunda etapa: Radiografia e Fotografia Radiografia: para verificar se todos os tecidos dentais e adjacentes estão saudáveis. Fotografia: através dela pode-se observar as imperfeições dos dentes e do sorriso em geral.

64 3602 7383 64 9 9917 5725

Rua Nizo Jaime de Gusmão - 369 - Sala 03 - Ed. Hormonal - Centro - Rio Verde/GO

36

Revista Saúde | Junho . 2018 | rsaude.com.br

Terceira etapa: Modelo de Estudos e Enceramento de Diagnóstico O dentista faz a moldagem da arcada superior e inferior do paciente, envia para o laboratório de prótese. Com o modelo de estudo em mãos, o técnico em prótese dental (TPD), vai realizar o enceramento dos dentes no modelo, seguindo as instruções obtidas com o dentista, dando novo tamanho e forma aos dentes do paciente. Quarta etapa: MOCK UP Quando traduzido da língua inglesa, significa maquete ou modelo, na odontologia podemos dizer ensaio restaurador. O MOCK UP é a transferência do enceramento feito no modelo, para a boca do paciente, onde poderá visualizar as mudanças no tamanho e forma dos dentes e sorriso, Este MOCK UP pode ser removido no consultório após aprovação, ou o paciente poderá ir para casa e mostrar para seus familiares, para que os mesmos aprovem ou não as mudanças no seu padrão estético, lembrando que MOCK UP é apenas um “test drive”, podendo ser mudado. “Nós Cirurgiões-Dentistas, temos como objetivo oferecer o melhor tratamento para nossos pacientes, e só após todas estas etapas realizadas, com a aprovação final do paciente, é que daremos início ao tratamento definitivo.”


Terapia de Reposição de Testosterona e função sexual

DR. JOSÉ FLEURY FERNANDES JÚNIOR MÉDICO CRM/GO 13938 • Pós-Graduado em Nutrologia pela Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN); • Pós-Graduado em Fisiologia Hormonal e Medicina Regenerativa pelo Instituto Universitário Camargo Pedrosa (IUCAP)-SP • Pós-Graduado em Fisiologia Hormonal e Medicina Regenerativa - Sobraf (Grupo Longevidade Saudável)-SP; • Pós-Graduado em Medicina Estética pela IAAM / ASIME (Internacional Association Of Aesthetic Medicine)- SP; • Pós-Graduado em Dermatologia pela IAAM /ASIME (Internacional Association Of Aesthetic Medicine) - RS; • Pós-Graduado em Urgência , Emergência e UTI Pela Fundação Unimed; • Pós-Graduado em Medicina Ortomolecular; • Membro da Academia Brasileira de Laser; • Professor do Laboratório de Simulação Realística da FAMERVUNIRV.

40

Nas duas últimas décadas, têm testemunhado um aumento significativo no número de prescrições de reposição de testosterona (TRT), com valores estimados que sugerem um aumento de cerca de 500% desde 1993. As razões por trás desse aumento estrondoso, incluem o aumento da prevalência de deficiência fisiológica de testosterona em dentrimento de novas formas farmacêuticas, incluindo a via transdérmica. Porém , o crescimento do conhecimento sobre o assunto e seu compartilhamento tambem influenciaram esse cenário. A Terapia de Reposição de Testosterona (TRT) , quando acompanhada por profissional médico, com a devida atenção em relação à seleção adequada da forma de administração, bem como acompanhada dos níveis hormonais através de exames de sangue regulares para otimizar o tratamento e evitar efeitos colaterais, pode reverter diversas desordens reacionadas ao avanço da idade. Segundo estimativas, os benefícios do aumento da longevidade masculina em cerca de 2% ao ano, pode ser atingido quando o tratamento é proposto de forma criteriosa e controlada por exames obedecendo ao objetivo de restabelecimento da normalidade e equilíbrio hormonal do homem. O primeiro sintoma observado pelos homens, causado [por baixo nível de testosterona é a função sexual prejudicada. Publicado, em 2016, pelo the new england journal of medicine ( revista medica de renome internacional), estudo que envolveu 790 homens acima de 65 anos, com sintomas de andropausa ( menopausa masculina ) obteve como resultado o aumento dos níveis séricos de testosterona compatíveis à idade de 19 a 40 anos, após TRT realizada através de gel a 1% de testosterona . Foi utilizado como dose inicial 5% ao dia, sendo que após cada medição, os ajustes individuais de dosagens foram aplicados . O aumento dos níveis de testosterona resultou numa maior atividade e desejo sexual, bem como a função erétil e melhorias do humor. A prevalência de disfunção erétil aumenta acentuadamente com a idade. A TRT melhora moderadamente o aumento de ereções noturnas, pensamentos e motivações sexuais, número de relações sexuais bem-sucedidas e satisfação sexual. Basicamente, os efeitos são mais positivos sobre

Revista Saúde | Junho . 2018 | rsaude.com.br

a libido do que a função erétil. Homens com maior atividade sexual apresentam níveis de testosterona biodisponível e livre mais elevados, quando comparados a o homens com baixa frequência sexual. Homens com idade mais avançada requerem níveis mais elevados de testosterona livre circulante para manter a libido e a função erétil do que homens jovens. Para avaliar a necessidade do uso da terapia de Reposição de Testosterona, forma de uso e dose, procure um médico capacitado que esteja familiarizado com esta terapia.

Benefícios potenciais da terapia de reposição de testosterona: • Melhorar o desejo e a função sexual; • Aumentar a densidade mineral óssea; • Melhorar o humor, energia e a qualidade de vida; • Mudar a composição corporal e melhorar a força e massa muscular; • Melhorar a função cognitiva; • Prevenir doenças cardiovasculares; • Auxiliar no tratamento da diabetes mellitus tipo 2; • Prevenir risco de mortalidade por todas as causas; • Prevenir a inflamação crônica.

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA NAS PÁGINAS 8 E 10


Benefícios das Órteses na recuperação de lesões Órteses para Membros Superiores Dispositivo permanente ou transitório utilizado para auxiliar as funções, alinhar, prevenir deformidades e/ou tratar, auxiliando no processo de reabilitação. Classificam-se em duas categorias:

DR. SÉRGIO VIEIRA GOMES TERAPEUTA OCUPACIONAL CREFITO 10695-TO

Estáticas São aquelas cujos componentes não são móveis Dinâmicas Atingem seus objetivos através de forças de tração e da possibilidade de movimentação. Órteses para Membros Inferiores AFO - Órtese Tornozelo Pé Essas órteses são indicadas para manter a articulação do tornozelo na posição funcional, controlar a motricidade, aprimorar a independência, a qualidade da marcha, equilíbrio do tônus, evitar atrofias e contraturas. Órtese de Posicionamento Não articulada - Posiciona tornozelo na posição funcional (90º), evitando atrofia, contraturas, etc. Órtese Articulada Posiciona tornozelo na posição funcional (90º) permitindo dorsiflexão e flexão plantar auxiliando, no processo da marcha. Resumidamente, as órteses são aplicadas para intervir nas lesões e recuperação dos tecidos ósseos, articular/ligamentar, dos vasos, nervos, cobertura cutânea, fáscia e músculos, com a indicação de: • Proteção - Prevenção; • Repouso - Função; • Imobilização - Substituição; • Bloqueio - Estabilização; • Controle de Mobilidade - Manutenção.

Rua Nizo Jaime de Gusmão, 369 Centro, Centro Clínico Hormonal, Rio Verde - GO sergiovg5@hotmail.com (64) 99907-7823 42

Objetivos • Normalização ou diminuição da influência de tônus anormal e atividade reflexa; • Facilitação dos componentes do movimento normal na sequência desenvolvimental; • Manutenção do alinhamento corporal, manutenção das amplitudes de movimento dentro dos parâmetros funcionais, controle ou prevenção de deformidades ou contraturas musculares; • Prevenção de úlcera por pressão; • Aumento do conforto e tolerância da postura desejada;

Revista Saúde | Junho . 2018 | rsaude.com.br

• Diminuição da fadiga; • Melhora das funções respiratórias, oral-motora, circulatório e digestiva; • Maximização da estabilidade para aumentar a função; • Facilitação da provisão de cuidados (alimentação, higiene, etc.) Indicação Todos os indivíduos usuários de cadeiras de rodas ou outros sistemas de mobilidade sentado (scooters, carrinhos, etc.).


Desvendando o MD CODES A cada dia surgem mais novidades no mundo da estética. Atualmente temos, diversos tipos de técnicas para tratamentos dermatoestéticos, sejam corporais ou faciais. Entre tantas inovações, um método recente, ainda em fase de descobrimento pelas pessoas, é o MD Codes (Medical Codes).

DRA. KARLA FONSECA MÉDICA - CRM/GO14832 • Dermatologia - Faculdade IPEMED de Ciências Médicas; • Dermatologia Cirúrgica - Hospital da Gamboa; • Dermatologia Estética - ISBRAE.

O MD Codes é uma técnica em que pontos de injeções são criados para realizar o preenchimento da derme, sendo excelentes para rejuvenescer e melhorar os resultados da aparência do rosto de acordo com cada caso. Ou seja, o MD Codes e uma técnica que utiliza uma série de pontos precisos criados para orientar os tratamentos com preenchimento no rosto, que consistem em um número variável de pontos, divididos em áreas anatômicas da face. O MD Codes é um tratamento feito sob medida para o paciente, em que se realizará a harmonização facial a partir da sua queixa principal. Ao contrário dos métodos tradicionais de preenchimento facial, o MD Codes não busca apenas os resultados pontuais, mas sim a harmonização facial de forma global. O MD Codes é, assim, um procedimento fundamental para auxiliar o paciente a entender a motivação do seu tratamento. Usando o MD Codes, o paciente aponta as áreas que deseja que sejam tratadas, a fim de que o médico dermatologista possa discutir e apontar-lhe os pontos ideais para seu tratamento. É bastante comum que pacientes não saibam os pontos exatos que deverão ser

tratados para auxiliar a correção das áreas que lhes causam insatisfação. O MD Codes explica porque a melhora em uma determinada área do rosto pode ser alcançada sem que o produto seja aplicado diretamente nela, mas, tratando-se uma região vizinha ou mesmo distante da área alvo para se obter o resultado desejado pelo paciente. O MD Codes, que nada mais é do que o preenchimento da derme, pode ser utilizado na face por inteira, proporcionando rejuvenescimento e volume, com um resultado natural e esteticamente muito bonito. Os locais em que mais se utiliza a técnica são nos pontos da testa, bochechas, olho, queixo e lábios. O procedimento MD Codes pode ser feito sem necessidade de parar suas atividades e voltar ao trabalho no mesmo dia da aplicação. O MD Codes é indicado para homens e mulheres, a partir do momento em que apresentarem rugas e linhas de expressão, além de flacidez, de leve à moderada. O tratamento com o ácido hialurônico pode durar de 8 a 18 meses, dependendo da resposta individual de pessoa a pessoa.O resultado aparece no mesmo dia e, ao contrário de uma intervenção cirúrgica, não demanda nenhum período de recuperação. Referência Bibliografica: Dr. Mauricio de Maio

44

Revista Saúde | Junho . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA NAS PÁGINAS 8 E 10


Manutenção dos Implantes Dentários O sucesso do tratamento com implantes dentários não depende somente da qualidade dos materiais utilizados e do conhecimento técnico do cirurgião-dentista, mas também da manutenção dos resultados durante os anos seguintes.

DRA. FERNANDA FERREIRA DA SILVEIRA CIRURGIÃ-DENTISTA CRO/GO 9534 • Graduada pela Faculdades Integradas de Santa Fé do Sul-SP (FUNEC); • Ortodontia; • Implantodontia.

64 3623-4989 64 98128-2335

Rua Honorina Campos Leão, 9 Centro - Rio Verde- GO

46

Quando se fala em manutenção de implantes dentários, não nos referimos necessariamente em “troca de peças”, como se pode imaginar, mas sim em cuidados com limpeza, mastigação e o comprometimento do paciente com relação às visitas regulares ao consultório odontológico. São condutas necessárias para preservação da saúde dos tecidos ósseo e gengival em torno do implante. A manutenção dos implantes divide-se em duas classes: os cuidados diários, em casa e os cuidados profissionais, no consultório. A higienização oral no paciente com implantes dentários não é uma tarefa muito difícil e pode ser realizada praticamente da mesma forma que uma pessoa com dentes naturais costuma fazer, ou seja, escovação após as refeições, o uso de fios dentais e antissépticos bucais para evitar a formação de placa bacteriana, cáries nos dentes remanescentes (se for o caso), gengivites, periodontites e peri-implantite. Apenas alguns modelos de próteses, por exemplo, o protocolo de Branemark, exigem uma atenção especial quanto à higienização. As visitas regulares ao consultório também são parte importante para manutenção dos implantes e das próteses. No primeiro ano após a cirurgia, elas são necessárias para acompanhar o processo cicatricial, ou seja, a osseointegração dos implantes. Para isso, é necessário a realização de exames de imagem (radiografias). As visitas nos anos seguintes são necessárias para acompanhar a saúde e a preservação dos tecidos ósseos e gengivais em torno dos implantes. Nessas visitas, o dentista

Revista Saúde | Junho . 2018 | rsaude.com.br

também vai verificar a necessidade de fazer uma limpeza profissional para eliminar acúmulo de placa bacteriana na superfície da prótese. Vale ressaltar que o paciente que recebeu os implantes dentários para substituir dentes que foram perdidos por causa de doenças periodontais devem ter cuidados redobrados com a higiene oral e retornar com mais frequência ao consultório, porque a chance de a doença voltar é ligeiramente maior. O intervalo das visitas depende de cada caso e é determinado assim que o tratamento é finalizado. Deve-se ter cuidado ao mastigar alimentos ou objetos muito duros. Os materiais utilizados pela Prime Odontologia nos implantes dentários e nas próteses são de excelente qualidade, mas o cuidado com a mastigação do paciente com implantes dentários deve ser idêntico ao de pessoas com dentes naturais. Eventualmente, pode ser necessário trocar alguma peça. Isso ocorre quando: • Não houve cuidados com higiene oral por parte do paciente e, eventualmente, houve a corrosão de algum dos materiais; • O paciente mastigou algum alimento ou objeto muito duro e houve fratura da prótese; • O retorno da doença periodontal consumiu o osso e/ou a gengiva que sustentavam o implante e ele ficou móvel ou caiu. Nesse caso, pode ser necessário realizar um enxerto ósseo para reconstrução da estrutura ideal para reimplantar o pino.


INFORME PUBLICITÁRIO

Novos ares para consultórios médicos No projeto de Arquitetura de Interiores de Consultório Médico, além das normas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, de seguran-

MARIANA TELES MACHADO ARQUITETA E URBANISTA • CAU A74119-1 • Graduada pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás em 2011 • Especializada em Construção Civil: Gestão e Avaliação nas Construções pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) em 2014

ça e higiene, deve-se levar em conta o conforto dos pacientes e acompanhantes, como também dos profissionais que nele trabalham. O importante é que sejam avaliadas as reais necessidades do cliente, sendo fundamental que o arquiteto entenda o trabalho desenvolvido por aquele profissional e pelo estabelecimento de saúde. Deve-se, inicialmente, realizar a definição do layout da recepção, da sala de espera e do consultório, pois deste é que vai resultar todo o fluxo de pessoas dentro do espaço. No entanto, a escolha dos materiais, das cores e o planejamento de iluminação adequada para o ambiente são fundamentais. O projeto tem que ser inteligente, sustentável e ser imaginado com uma vida útil longa, prevendo a possibilidade de aumento da capacidade de atendimento e estar pronto para as prováveis expansões tecnológicas, atendendo a demanda de novos equipamentos. A iluminação correta e o mobiliário bem projetado são de extrema importância para o bom atendimento. Recomendável, também, atender as Normas de Acessibilidade, permitindo livre acesso de Portadores de Necessidades Especiais ao consultório e aos demais ambientes da clínica. Vale ressaltar, que para o projeto de interiores de consultório médico, sala de procedimentos, recepção e sala de espera, o ideal é que não pareça com um ambiente hospitalar e que não transmita uma impressão desconfortável, sendo importante passar a sensação de aconchego. Hoje em dia, agradar os clientes faz toda a diferença, ir a um consultório onde há a preocupação com o conforto de seus pacientes,

marianateles.arq@gmail.com Rio Verde - GO (64) 98146-5556 (64) 3050-3039 48

oferecendo um ambiente agradável, só ajudará a reforçar o propósito da medicina – o cuidado à vida e respeito ao ser humano.

Revista Saúde | Junho . 2018 | rsaude.com.br


Especial Capa

Você sente dores na coluna?

A dor na coluna é a segunda maior queixa e, também, a segunda maior causa de afastamento do trabalho no Brasil.

A “dor nas costas” ou “dor lombar” é denominada Lombalgia. Estima-se que 65 a 80% das pessoas já tenham vivenciado pelo menos um episódio de dor lombar ao longo da vida, atingindo cerca de 50 milhões de brasileiros por ano. Os sintomas vão desde dores fortes, desconfortos, queimações, crises com “travamentos”, incapacidade de ficar com o corpo ereto ou até mesmo manter-se em pé. As principais causas são: • Má postura; • Esforços repetitivos; • Excesso de peso; • Pequenos traumas; • Hérnia de disco; • Artrose (bico de papagaio); • Sedentarismo; • Fatores emocionais. A dor lombar, em alguns casos, pode tornar-se crônica (persistir por mais de 3 meses) em até 10% das pessoas, sendo responsável por até 80% dos afastamentos do trabalho, mais frequente entre 35 a 55 anos de idade.

O tratamento varia de acordo com as causas e a condição clínica do paciente. Usualmente, o tratamento inicial é conservador, utilizando-se repouso, medicações e fisioterapia. Nos casos mais graves e dependendo da patologia associada à lombalgia, cirurgias podem ser recomendadas. Para prevenir a lombalgia, você pode seguir as seguintes orientações: • Realizar atividades físicas regulares; • Possuir uma alimentação equilibrada e saudável; • Evitar o sobrepeso; • Corrigir e manter-se alerta a postura; • Não permanecer curvado por muito tempo; • Ao abaixar-se, dobrar somente os joelhos e não a coluna. Mas, lembre-se: para saber qual o melhor tratamento indicado para sua dor, você deve sempre procurar um médico especialista.

DR. BRUNO RONCAGLIO CRM 20689 / RQE 10523 / TEOT 14084 ORTOPEDIA E CIRURGIA DA COLUNA VERTEBRAL • • • • •

50

Revista Saúde | Junho . 2018 | rsaude.com.br

Membro Titular da Sociedade Brasileira de Coluna; Membro Titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia; Membro da AOSPINE; Professor do Curso de Medicina da UNIRV; Coordenador da Liga Acadêmica de Ortopedia da UNIRV.

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA NAS PÁGINAS 8 E 10


Especial Capa

Artrose no Ombro (o popular: “junta dura”) A dor no ombro e as crepi-

Este quadro ocorre após

taçõeses (estalos sentidos e até acidentes com fraturas graves, ouvidos) nas articulações do cor- em alguns com doenças reupo podem ser causadas desde matológicas e, principalmente, movimento de líquidos corpo- em pacientes na terceira idade, rais e de tendões, até desgastes nos quais já não há mais carticartiloginosos nas articulações.

lagem articular e a artrose ou o

No ombro, as crepitações desgaste se estabelece. seguem o mesmo princípio,

Assim como é feito no joe-

sendo que quando associado à lho e no quadril, o tratamendor, podem ser sinal de lesões to deste grande desgaste é a tendíneas, inflamações e des- substituição por uma prótese gaste articular.

no ombro, com intensão de

Algumas vezes, o desgas- melhora de dor,

A avaliação de um especialista pode fazer a diferença entre as chamadas “ bursites ”, e as várias patologias presentes no ombro. Procure um especialista em ombro que seja membro da Sociedade Brasileira de Ombro e Cotovelo (SBOC) e tire suas dúvidas.

o restabe-

te articular é tão intenso que, lecendo-o do movimento da além da dor e da crepitação, há articulação, e principalmente limitação do movimento, fican- o retorno às atividades do dia do realmente com aspecto dito a dia e, consequentemente da popular de “junta dura”.

qualidade de vida.

DR. GUSTAVO BARBOZA ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA CIRURGIA DO OMBRO E COTOVELO CRM/GO 16339 | RQE 7937 | TEOT 12299 • Formado pela Universidade Federal de Goias (UFG); • Ortopedista Especialista em Cirurgia do Ombro e Cotovelo; • Membro da Sociedade Brasileira de Ombro e Cotovelo.

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA NAS PÁGINAS 8 E 10

rsaude.com.br | Junho . 2018 | Revista Saúde

51


Especial Capa

Osteoartrite Segundo o Dr. Thiago de Almei-

O diagnóstico desta enfer-

da Monteiro, especialista em joelho

midade é clínico e radiográfico.

pela Sociedade Brasileira Cirurgia

Uma vez estabelecido o diagnos-

de Joelho (SBCJ), o estilo de vida e

tico, cabe ao médico assisten-

seus eventos cíclicos influenciam

te identificar principais fatores

a história natural da osteoartrite,

potencializadores dos sintomas

conhecida popularmente como des-

e progressores da enfermidade

gaste da articulação.

como, por exemplo, um mau ali-

A osteoartrite (OA) é a principal

nhamento articular, que pode

causa de incapacidade musculoes-

aumentar em até 5 vezes a evo-

A osteoartrite é a principal

quelética no mundo. Sua incidência

lução da mesma.

causa de incapacidade

aumenta no sexo feminino e após 60

O tratamento inclui adapta-

musculoesquelética no mundo.

anos de idade. Tem como seu princi-

ções no estilo de vida, medicações

Sua incidência aumenta no sexo

pal fator de risco, o sobrespeso e a

analgésicas e modeladoras da do-

feminino e após 60 anos de idade.

obesidade e sua principal causa ain-

ença podendo até ser cirúrgico,

da é primária (idiopática).

em caso de falência tereapêutica.

A OA do joelho se apresenta

A avaliação de um epecialis-

através de sintomas, como dor,

ta pode fazer toda a diferença no

edema articular (inchaço), calor,

resultado do tratamento. Procure

causando, assim, uma incapaci-

um médico especialsita em joelho

dade funcional importante, pre-

que seja membro titular da Socie-

judicando significativamente a

dade Brasileira de Cirurgia de Joe-

qualidade de vida.

lho (SBCJ) e tire suas dúvidas.!

DR. THIAGO MONTEIRO ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA - CRM/GO 17557 | RQE Nº: 9022 | TEOT 13450 • Formado pela Universidade Gama Filho; • Membro Titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia-SBOT; • Especialista em Clínica e Cirurgia do Joelho pela Sociedade Brasileira de Cirurgia do Joelho SBCJ;

52

Revista Saúde | Junho . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA NAS PÁGINAS 8 E 10


Especial Capa

Osteoporose Segundo o Dr. Mauricio Mon-

dos fatores de risco;

teiro, a Osteoporose é uma doen-

• Mulheres jovens na pós-meno-

ça silenciosa que causa o enfra-

pausa e homens entre 50 e 70

quecimento da estrutura óssea,

anos de idade com algum fator

deixando-a vulnerável aos impac-

de risco mais importante;

tos ocorridos durante o cotidiano,

• Homens com idade inferior a

levando à degeneração e à perda

70 anos e com fatores de risco

gradual da densidade do osso. Sua

para fraturas; entre outros.

Osteoporose

Normal

ocorrência está intimamente ligada à perda de cálcio ou à falta de

Por ser silenciosa, a osteoporo-

vitamina D no organismo, sendo a

se pode não apresentar sintomas,

principal doença óssea metabólica

embora o indivíduo já possa ser

que está fortemente relacionada

identificado com a doença através

com o avançar da idade, afetando

do exame de densitometria óssea.

mulheres numa proporção quatro

Esta doença nos ossos, ainda

vezes maior do que homens.

não tem cura, mas seu tratamento

A Sociedade Brasileira de Den-

pode melhorar a qualidade de vida

sitometria recomenda a realiza-

do indivíduo, diminuindo o risco de

ção do exame de densitometria

fraturas e de doenças associadas.

óssea nos seguintes casos:

Esta doença nos ossos, ainda não tem cura, mas seu tratamento pode melhorar a qualidade de vida do indivíduo, diminuindo o risco de fraturas e de doenças associadas.

O resultado de um tratamento pode depender do profissional

• Mulheres de 65 anos de idade

que acompanha o caso. Procure

ou mais e homens a partir dos

um médico especialista em orto-

70 anos, independentemente

pedia e tire suas dúvidas.

DR. MAURÍCIO AURÉLIO MONTEIRO CRM/GO 2965 ORTOPEDISTA E TRAUMATOLOGISTA - RQE Nº: 4580 MEDICINA DO TRABALHO - RQE Nº: 1839 MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA NAS PÁGINAS 8 E 10

rsaude.com.br | Junho . 2018 | Revista Saúde

53


O Intestino e a Depressão Tratamento através da Microfisioterapia

DRA. VANESSA CARVALHO FISIOTERAPEUTA CREFITO11: 80278-F • Microfisioterapia; • Diretora Clínica Corpo e Movimento.

Nós sabemos que os estados emocionais possuem uma relação íntima com a saúde do intestino, sabe-se que 90% da produção de serotonina (principal hormônio da “felicidade”), é produzido no intestino e 10% ocorre no cérebro. A partir disso, é prioridade o cuidado com a saúde intestinal. Um dos problemas mais comuns de intestino que a maioria das pessoas tem, e não sabem, é a disbiose - desequilíbrio da qualidade e/ou quantidade de bactérias, fungos e microrganismos presentes no órgão (microbiota intestinal). Pode ser causada por estresse contínuo (picos frequentes de cortisol), uso de antibióticos e má alimentação. Existe uma comunicação entre intestino e cérebro, fisiológica, veiculada pelo nervo vago. Mesmo aquela pessoa com hábitos de alimentação saudável, ainda continua com intestino preso e lento, pode-se identificar esse mau funcionamento a causas psíquicas (emocional, psicológica, afetiva, ambiental). A quantidade da microbiota intestinal interfere nas manifestações das emoções, comportamento e modo de vida. Uma microbiota intestinal saudável é tão importante que, na Holanda, já são realizados transplantes de microbiota para o trata-

A depressão é uma das patologias onde a Microfisioterapia atinge mais resultados, pois o terapeuta capta, no corpo do paciente, através da terapia manual, a memória agressora que ficou gravada e causou algum sintoma ou patologia. É um trabalho em nível subconsciente/inconsciente, pois de 8 a 10% das memórias ficam no pensamento consciente e 90% restante fica registrado no corpo (órgãos, tecidos e células). 64 3623-0696

Rua Fortunato de Castro, 122 , Bairro Odília, Rio Verde-GO

56

Revista Saúde | Junho . 2018 | rsaude.com.br

mento de diversas doenças, visto que esta tem um papel fundamental em nosso sistema imunológico. Na sessão de Microfisioterapia, é possível, entre a avaliação e a aplicação da técnica (terapia manual), o profissional perceber e encontrar os bloqueios que geraram esse desequilíbrio intestinal e causaram um estado depressivo no paciente, buscando a origem do problema, onde a pessoa viveu contrariedades e teve dificuldade de assimilar em nível subconsciente, a situação/ trauma vivida. Ou ainda o paciente viveu uma experiência e a percebeu de maneira suja, cruel e não consegue expurgá-la, superá-la, jogar para fora. Descoberta a causa do distúrbio intestinal, a terapeuta faz os desbloqueios pela terapia manual, informando e estimulando o corpo às reparações necessárias para promover a autocura. A técnica tem por objetivo reprogramar funções no organismo, estimulando o sistema imunológico a eliminar fisiologicamente as agressões emocionais vividas ao longo dos anos, que são causas de transtornos psíquicos (ansiedade, TOC - Transtorno Obsessivo Compulsivo, Depressão e Insônia).


Separação dos pais: quem sai ganhando e quem perde?

Na realidade, toda separação é uma questão de desejo sem amor, de um desejo que se tornou cansativo e aborrecido, de desejo morto entre dois adultos. Não levando em consideração o passado que o uniu com conjuge, nem o presente com os filhos, pois eles se tornam, nesse processo, a justificativa cínica para a separação: poupá-los do sofrimento.

58

1. Por que a separação tem sido a regra e não exceção dos casamentos? As separações sempre são justificadas porque, aparentemente, acabou o amor pelo companheiro ou cônjuge. É importante realçar que o casamento não se baseia em sentimentos de amor, mas na prática do amor. Isso se deve à cultura midiática de hoje, que enfatiza a “autorrealização”, o “ser fiel a si mesmo” ao invés de ser fiel aos compromissos e obrigações da união do casamento e da família. Infelizmente, na maioria dos casos, pela experiência clínica, a separação apresenta-se como a única forma, na maioria das vezes egoísta, de resolução dos problemas da relação conjugal, por parte de um cônjuge ou por ambos. As brigas, apresentadas como principal motivo, não são a causa do separação, o principal motivo é que cada um quer recuperar sua liberdade, seja ela de ação ou financeira, sem ter que ouvir as críticas do outro, que agora não é visto como cúmplice e companheiro. A justificativa, primeira considerada plausível para o casal e confirmada pela sociedade, é sempre a mesma: não existir mais amor e, acima de tudo, por não sentir o “desejo” que fazia dois seres, apesar de frequentes diferenças, ficarem juntos. O parceiro não preenche mais as expectativas de antes, não há mais a atração sexual, o parceiro não “o completa” não é a sua “alma gêmea” e, assim, aos poucos, deixa de fazer parte dos seus sonhos. Vale dizer, como na maioria dos relacionamentos humanos, as expectativas que unem um casal, no início de um relacionamento são

Revista Saúde | Junho . 2018 | rsaude.com.br

irreais e, à medida que o tempo passa, isso torna-se mais e mais claro. Na realidade, toda separação é uma questão de desejo sem amor, de um desejo que se tornou cansativo e aborrecido, de desejo morto entre dois adultos. Não levando em consideração o passado que o uniu com conjuge, nem o presente com os filhos, pois eles se tornam, nesse processo, a justificativa cínica para a separação: poupá-los do sofrimento. 2. Qual é o impacto de acontecer ou não a separação dos pais? A relação de um casal é complexa, existem acordos conscientes e inconscientes. Cada um dos cônjuges internalizará o modelo de casamento de seus pais, principalmente se este tenha sido instável e inseguro. Em função de suas próprias fantasias e desejos infantis, desenvolverá um padrão semelhante, que seguirá em sua intimidade conjugal, certamente isso pode impedir um vínculo livre e amadurecido do casal e com os filhos. Se o casal percebe essa situação disfuncional, que é a repetição das mesmas falhas no relacionamento conjugal de seus pais, o casamento está salvo, e também a capacidade de relacionar-se com o outro. Não passará, portanto, isso para seus filhos. Muitas doenças psicossomáticas, ressentimentos, frustrações e insegurança nos relacionamentos originam-se em indivíduos que viveram em lares de pais instáveis ou com pais separados. Vale dizer que relacionamento é autoestima, a construção de relações mais fortes e


sólidas consigo mesmo e com o outro. O altruísmo é parte fundamental, não o conceito disseminado e distorcido pela mídia: seja mais você! Ninguém é mais, sem o outro. A autoestima é uma condição conquistada e construída durante toda a vida, desenvolvida a partir do cuidado devotado dos pais para com a criança na infância. O casamento, assim, pode ser um espaço terapêutico. Se o cônjuge decidir cuidar do outro, acabará cuidando de si mesmo, restaurando sua capacidade de relacionar, sua autoestima e, consequentemente, construindo a dos filhos. É importante dizer que, na fase adulta, será muito mais difícil desenvolver o que deveria ter se iniciado na infância, aí entra o papel importante do psicoterapeuta especializado em terapia de casal e família. Ganha o indivíduo, ganha o casal e, mais, ainda os filhos que não desenvolverão transtornos emocionais em função dos desentendimentos e da separação dos pais.

o “bem” da criança pelos pais, mas que, na verdade, com o tempo, são desastrosas para a sua formação num todo. O estado de desentendimento entre os pais abala o filho, tão profundamente, e leva a uma outra situação extrema e emocionalmente dolorosa para os filhos, a de pais separados: condição que nenhum indivíduo sente-se feliz em noticiar. O silêncio sobre ele, pode ser interpretado pela criança como uma “sujeira” escondida debaixo do tapete, sobre o pretexto de poupá-la do sofrimento. Ninguém esconde uma fratura na perna, como se fosse uma sujeira. É preciso expô-la, tratá-la, mesmo que pareça impossível a recuperação total. É fato que há separações inevitáveis, em especial, nos casos de abuso emocional ou violência doméstica contra o cônjuge e filhos, e que mesmo depois de muitas tentativas de tratamento especializado para a família e o casal foram inevitáveis.

3. Como os filhos enxergam a separação dos pais? Na perspectiva da criança, a separação dos pais é vivenciada como a morte. A criança ou adolescente vive um luto, a partir do momento em que ela compreenda e vivencie essa realidade, mesmo que por motivos justificáveis, como já foi dito, há uma desestrutura em seu mundo emocional, ainda frágil e vulnerável. A criança sente-se ameaçada em sua própria existência, desenvolvendo angústia e insegurança em relação ao seu futuro, muitas vezes, sentindo-se culpada por uma realidade adulta, que ainda não pode compreender. Como em uma cirurgia, que é imprescindível a retirada do que já não está vivo e, caso cirurgião não o faça, o corpo pode vir a morrer sem o procedimento, a separação é um mal. O mesmo se dá quando a vida de um casal se torna insuportável para os dois ou para um. Esse clima de vida incompatível, que aparentemente justifica a separação, não pode ser passado para a criança como solução cirúrgica, já que a concepção de um filho e seu nascimento demonstra que o organismo venceu todas as etapas e ataques para proteger a criança. O casamento é um organismo vivo, que por si só explica que é melhor e vale a pena. Os estudos psicanalíticos dos distúrbios emocionais da vida adulta comprovaram que estes se originam em seus primeiros anos de vida. Sabe-se o quanto a criança sofre diante da separação dos pais, sofrimentos que estão articulados com o não dito ou com mentiras que são faladas para

4. O que fazer quando o casamento está em crise ou quando parece que o separação é a solução? A separação jamais deveria ser anunciada a uma criança. O perdão é melhor do que a separação. Esta traz dor e acontece onde há mágoa, rancor e o desejo de viver uma vida livre e sem compromisso com o outro, no caso, o cônjuge, os filhos e com Deus. Portanto, é negar que podemos amar o outro, mesmo com suas limitações. Fala-se muito em separação, porque se entende pouco o que é casamento e o benefício emocional que ele traz para o casal e os filhos. A ciência psicológica, especialmente a psicanalítica, comprova isso por meio de vários teóricos. As maiores vítimas emocionais da separação são os filhos. Evidentemente, há situações extremas e complexas que exigem uma análise cuidadosa, mas, provavelmente, a maioria das separações são originadas por causas injustificáveis à luz da Psicologia, que confirma a Palavra de Deus, sem necessariamente citá-la. Os pais nem sempre têm consciência de que no coração de uma criança existe um processo dinâmico emocional, do qual ela não pode falar e nem sabe lidar no momento da separação dos pais, mas só com o tempo as consequências aparecerão. Portanto, minha palavra final é de esperança para o casamento. Se não está conseguindo lidar com os dilemas e problemas da família, então procure urgentemente apoio de um profissional que não vá, a princípio, prepará-lo para a separação, e sim para reconstrução dos relacionamentos familiares.

PROF. MA LUCIANA GOMES LIMA DE FREITAS PSICOLOGA • Faculdade de Psicologia UNIRV; • Psicóloga Clínica – Terapia de Casais e Família; • CPPC- Membro do Corpo de Psicólogos e Psiquiatras Cristãos.

64 3623-0696

Rua Fortunato de Castro, 122 , Bairro Odília, Rio Verde-GO

rsaude.com.br | Junho . 2018 | Revista Saúde

59


O que a Acreditação em Saúde e o Suporte Jurídico Especializado podem fazer pelas instituições de saúde e seus pacientes? DRA NYCOLLE SOARES ADVOGADA - OAB 32.809 GO • Pós-Graduada em Direito Civil e Processo Civil; • MBA em Direito Médico e Proteção Jurídica Aplicada a Saúde; • Analista de Finanças pela FGV • Sócia do Lara Martins Advogados; • Formação em Acreditação da Saúde e Gestão da Qualidade- IPOG.

A segurança do paciente sempre foi um tema tratado com muita atenção e dedicação por todos que estão inseridos no âmbito dos serviços de saúde. Além desse engajamento já existente, nos últimos anos é possível ver claramente o empenho na preservação do bem-estar do paciente, no intuito de dar ao prestador de serviços condições adequadas ao seu trabalho, o que resultou na busca pelo movimento da Acreditação. Acreditação é “um sistema de avaliação e certificação da qualidade de serviços de saúde” e tem se tornado uma meta para aqueles que prestam serviços na área da saúde, desde clínicas odontológicas, até hospitais de alta complexidade, já que através da acreditação é possível desenvolver e implementar processos mais seguros e eficazes nessas instituições, trazendo benefícios, não só financeiros, mas, também, na dinâmica de funcionamento e relação com os pacientes. A instituição de saúde que investe na segurança do paciente e prevenção passa a ter condições de desenvolver um trabalho mais eficaz e com resultados positivos absolutamente significativos. Na atualidade, a reputação e a marca de uma instituição precisa ser fundamentada em uma prestação de serviço de excelência, já que os tempos em que o paciente possuía opções restritas, já se foram. Apesar do grande destaque que os veículos de comunicação dão à questão do erro médico, a prática mostra que os problemas das instituições não se concentram nesse tipo de situação e, na verdade possuem origens diversificadas. Atendimento na recepção, negativas de atendimento equivocadas, ausência de envio de documentos para os pacientes e incidentes ligados ao serviço de hotelaria são exemplos de situações que estão desvinculadas da atividade médica e cotidianamente trazem prejuízos aos estabelecimentos de saúde. Atuar somente após o surgimento do problema, implica em uma eficácia reduzida quanto à minimização de danos, por isso o movimento da Acreditação é muito importante para fornecer ferramentas adequadas para evitar possíveis erros.

62

Revista Saúde | Junho . 2018 | rsaude.com.br

Outra ferramenta extremamente eficaz é a atuação de um suporte jurídico especializado para desenvolver condutas e procedimentos – e até mesmo instituir isso através dos regimentos – que serão utilizados para a prevenção de erros e redução de danos. Muitas vezes, a adoção de um jurídico de cunho preventivo é vista como um gasto, quando na verdade deveria ser encarada como investimento. A Acreditação reforça a vertente da educação continuada que também deve ser um dos pilares de atuação de um jurídico voltado para atender prestadores de saúde, já que a informação utilizada de modo adequado é capaz de prevenir um sem número de erros e, por consequência ,prejuízos financeiros. A segurança do paciente passa pela garantia dos prestadores de serviço de uma atuação preservada pela proteção da qualidade do ambiente de trabalho e do uso de processos internos que possam proporcionar segurança e o alcance dos resultados almejados. Como efeito reflexo, quando existe a entrega de um serviço de qualidade, a instituição ou prestador de serviços reforça seu valor e, então, será capaz de se posicionar competitivamente no mercado. O foco na segurança do paciente traz ao centro o tema da Acreditação e a busca pela prestação de um serviço eficaz, seguro e rentável está ligado a ambos. Assim, resta para a elaboração de diretrizes competentes e adoção de condutas assertivas, a junção dos preceitos trazidos pela Acreditação ao suporte jurídico adequado, para que a máxima eficiência e segurança dos processos internos dos prestadores de saúde seja alcançada.


Moscas Volantes Uma das queixas mais comuns relatadas pelos pacientes ao procurar o oftalmologista é decorrente de Moscas Volantes.

DR. JOÃO PAULO PELOSO CRM/GO 21820 | RQE Nº: 11114 OFTALMOLOGIA • Residiência Médica pela Faculdade Estadual de Medicina de Marília/SP; • Felowship em Glaucoma e Catarata pela USP de Ribeirão Preto/SP; • Título de Especialista pelo Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO); • Professor do Curso de Medicina na UNIRV; • Cordenador do Departamento de Oftalmologia UNIRV; • Presidente da Liga de Oftalmologia da UNIRV.

64

Sintomas: percepção de enxergar pontos escuros, fios ou teias de aranha, filamentos retos ou circulares que aparentam estar diante dos olhos e surgem principalmente em ambientes iluminados, ao tentar ler ou ao olhar para céu e superfícies homogêneas. Causas: Existem várias. Ocorre quando há alterações do material presente dentro dos olhos, substância fluida conhecida como humor vítreo, que tem uma consistência semelhante a de uma gelatina. Com o processo de envelhecimento natural dessa substância, há redução do seu volume, levando ao seu desprendimento das paredes internas do olho. Com isso, há formação de pequenos grumos, isto é, pequenas proteínas ou condensações do humor vítreo, que são capazes de se movimentar dentro do Fluído ocular conforme movimentamos a cabeça. Quando a luz do ambiente penetra no olho acometido, esses grumos atuam como uma barreira para o feixe de luz, e produzem sombras no fundo do olho – são essas sombras que a pessoa percebe – dando a impressão de que há um objeto

Revista Saúde | Junho . 2018 | rsaude.com.br

externo ao olho, muitas vezes parecido com uma mosca. Outras causas que também alteram o humor vítreo e provocam os mesmos sintomas são: traumas ou cirurgias oculares – como correção de catarata ou de descolamento de retina, inflamação ocular interna (uveíte), depósitos de cálcio, dentre outras. Tratamento: Na maioria dos casos, não é necessário, pois, muitas vezes, as moscas volantes tendem a reduzir ou mesmo desaparecer espontaneamente. Nos casos persistentes, a pessoa acometida passa a se acostumar com esse fenômeno. Porém, em alguns casos, as moscas volantes podem estar associadas a rasgos na retina e necessitam de intervenção médica para evitar o seu descolamento, que pode levar à cegueira. Nestes pacientes, são realizados laser ou crioterapia ao redor da lesão retiniana para evitar que ela progrida. Acompanhamento: Recomenda-se acompanhamento regular (semestral ou anual) com o oftalmologista para avaliação de fundo de olho em busca de roturas na retina, prevenção do descolamento e da baixa de visão.

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA NAS PÁGINAS 8 E 10


#curtas |

Revista Saúde Junho . 2018 Rio Verde . GO

MOMENTO FAMÍLIA

FEIRA FISPAL FOOD SERVICE

Dr. Leandro Angel e sua esposa Katia Angel, com seus filhos, sendo fotografados por Iwata Jr.

Geraldo e sua esposa, Vauliane, na maior Feira da América Latina em São Paulo a Fispal Food Service, buscando novidades para Snooker Bar e Nelore Grill.

NOVA LOJA KAROL FLORES

FETZ COMEMORA 35 ANOS E 40 ANOS DE EMPREITEIRA

Inauguração da nova loja Karol Flores e Mimos, no Buriti Shopping, Rio Verde.

Evento em comemoração aos 40 de Empreiteira e 35 FETZ,

aconteceu em Rio Verde no dia 30 de abril no Floresta Eventos.

#estounocurtasdasaúde 66

Revista Saúde | Junho . 2018 | rsaude.com.br


Revista Saúde Junho . 2018 Rio Verde . GO

| #curtas

DR. HENRIQUE CRUVINEL NA 38ª JORNADA PAULISTA DE CIRURGIA PLÁSTICA.

DR. SAULO MARTINS PARTICIPANDO DO 18º CONGRESSO DE CIRURGIA ESPINHAL

DR. GUSTAVO BARBOSA PARTICIPANDO DO SIMPÓSIO DE CIRURGIA DO OMBRO EM PASSO FUNDO

DR. GUSTAVO BARBOZA COM SEU PROFESSOR DR OSVANDRE LECH, PRESIDENTE DA SOCIEDADE MUNDIAL DE OMBRO E COTOVELO

#estounocurtasdasaúde rsaude.com.br | Junho . 2018 | Revista Saúde

67


#social |

Revista Saúde Junho . 2018 Rio Verde . GO

FETZ COMEMORA 35 ANOS E 40 ANOS DE EMPREITEIRA Evento em comemoração aos 40 de Empreiteira e 35 FETZ, que aconteceu em Rio Verde no dia 30 de abril no Floresta Eventos. O tema da Festa de comemoração foi Trazer um pouco da Cultura de Áustria, para Goiás e, uma homenagem da Cidade de Treze Titlias, onde a FETZ começou. O Anfitrião foi o Sr. Carlos Fetz. 68

Revista Saúde | Junho . 2018 | rsaude.com.br


Revista Saúde Junho . 2018 Rio Verde . GO

| #social

INAUGURAÇÃO BELISSIMA No dia 10 de Maio Lucila recebeu amigos e clientes para o coquetel de inauguração da loja Lucila Branquinho no Buriti Shopping.


#social |

Revista Saúde Junho . 2018 Rio Verde . GO

NOITE DE FESTA No dia 01/06 teve Noitada Bruta com show de Rafael e Rondinelle animando a noite no Nelore Campestre Bar.

70

Revista Saúde | Junho . 2018 | rsaude.com.br


#social |

Revista Saúde Junho . 2018 Rio Verde . GO

4ª EDIÇÃO DA FEIJOADA DEMÓ VEÍCULOS No dia 21 de abril os empresários Domilicio e Cláudia reuniram amigos na 4ª Edição da Feijoada Demó Veículos, o evento aconteceu no restaurante Empório da Tribo em Rio Verde.

72

Revista Saúde | Junho . 2018 | rsaude.com.br


#social |

Revista Saúde Junho . 2018 Rio Verde . GO

ANIVERSÁRIO DE UM ANINHO O Cirurgião Plástico Dr. Antônio Moraes Filho e sua esposa a empresária Mariana celebram o primeiro ano de sua filha. Nós da Revista Saúde desejamos muita saúde e grandes alegrias a pequena Liz.

74

Revista Saúde | Junho . 2018 | rsaude.com.br


Guia de profissionais CIRURGIA DO APARELHO DIGESTIVO

MEDICINA INFECTOLOGIA

FÁRMACIA

Dr. Rodrigo Gomide

Dr. Plinio Torres Braga Netto

Dra. Karla Roberta G. Almeida

Laboratório Hormonal

Rua Nizo Jayme de Gusmão, 369 Térreo Centro - Rio Verde/GO 64 3602-7362

Provanza Rua Rui Barbosa 750 Centro - Rio Verde- GO 64 3050-0400

Rua Nizo Jaime de Gusmão, 369 Vila Amália - Rio Verde/GO 64 3602-7362

ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA

Rua Teodomiro Rego, 117

Dr. Bruno Roncaglio

Centro - Santa Helena de Goiás/GO

Núcleo Ortopedico

64 3641-1329

Alameda Barrinha, 1800 - Vila Modelo - Rio Verde/GO 64 3621-1544 | 64 3613-4010 | 64 99301-1390

CIRURGIA PLÁSTICA

Dr. Henrique C. Cruvinel Filho Centro Médico de Referência (CMR) Rua Nizo Jaime de Gusmão, 800 - Vila Santo Antônio - Rio Verde/GO 64 3611-0569 | 64 3602-1556

Dr. Gustavo Barboza Núcleo Ortopedico Alameda Barrinha, 1800 - Vila Modelo - Rio Verde/GO 64 3621-1544 | 64 3613-4010 | 64 99301-1390

Dr. Maurício Aurélio

Dr. Leandro Angel G. Rodrigues

Núcleo Ortopedico

Clínica Vivace

Alameda Barrinha, 1800 - Vila Modelo - Rio Verde/GO 64 3621-1544 | 64 3613-4010 | 64 99301-1390

Alameda Barrinha, 1500 - Centro - Rio Verde/GO 64 3621-8060

CIRURGIA VASCULAR

Dr. Celso Luiz Lisita Filho Hormonal Centro Clínico e Diagnóstico Rua Nizo Jaime de Gusmão, 369 Centro - Rio Verde/GO 64 3602-7339 | 64 98177-1569

Dr. Leonardo Parreira Gomide Centro Clínico Hormonal Rua Nizo Jaime de Gusmão, 369 Centro, Rio Verde/GO 64 3602 7373 Clínica CEMP Av. das Paineiras, 157 Jd Santa Helena, Santa Helena de Goiás/GO 64 3614 1234

Dr. Thiago Monteiro Núcleo Ortopedico Alameda Barrinha, 1800 - Vila Modelo - Rio Verde/GO 64 3621-1544 | 64 3613-4010 | 64 99301-1390

OFTALMOLOGIA

Dr. Elcio Nunes de Souza Jr.

Clínica Art Médica Rua Nizo Jaime de Gusmão, 1200, Setor Central – Rio Verde/GO 64 3613-5566 | 64 3623-4177 Clínica Alergo Vacinas Rua Nizo Jaime de Gusmão, 1200 Sala 3 Setor Central - Rio Verde/GO 64 3613-2828

MEDICINA

Dr. José Fleury Fernandes Júnior Clínica Implario Alameda Barrinha, 605 - Rio Verde/GO 64 3613-1802

Dra. Karla Fonseca Clínica Santé

ODONTOLOGIA

Dr. Almiro Rodrigues de Moraes Neto Accerti Avenida Alameda Barrinha, 1580 Rio Verde/GO 64 3621-3001 | 3621-3142

Dr. André Furquim Av. Rui Barbosa, 1111 - Centro - 3620-7700- Rio Verde - Goiás 64 3620-7700

Dra. Aritana Alves de Paula Monteiro Av. Rui Barbosa nº 1111 - Centro - 3620-7700- Rio Verde Goiás 64 3620-7700

Dra. Fernanda Ferreira da Silveira

Dra. Katiuscia Bueno da Silva Resende

Alameda Barrinha, 26 - Jd Brasilia - Rio Verde/GO 64 3623-8838 | 3621-0756

OTORRINOLARINGOLOGIA Clínica Renovare Av. Joaquim Cândido, 39 Pça. Dom Germano - Jataí/GO 64 3636-6523 | 99923-5043

Dra. Rosana Regatieri Magalhães

Clínica Corpo e Movimento Rua Fortunato de Castro, 122 , Bairro Odília, Rio Verde/GO 64 3623 0696

Dr.Jão Paulo Peloso

Dr. Felipe L. Damasceno Rocha

ENDOCRINOLOGIA

Dra. Vanessa Carvalho

Alameda Barrinha, 1500 - Centro - Rio Verde/GO 64 3621-8060

Rua Rozulino Ferreira Guimarães, 752 64 3621 4424

FISIOTERAPIA

Prime Odontologia Rua Honorina Campos Leão, 9 - Centro - Rio Verde- GO 64 3623-4989

Clínica do Coração Centro - Rio Verde/GO

Clínica Plena Rua Joaquim Caetano,2121 - Jataí/GO 64 3631-5080 | 3631-5090

Dr. Wanderlei Magalhães Filho Clínica Art Médica Rua Nizo Jaime de Gusmão, 1200, Setor Central – Rio Verde/GO 64 3613-5566 | 64 3623-4177 Clínica Alergo Vacinas Rua Nizo Jaime de Gusmão, 1200 Sala 3 Setor Central - Rio Verde/GO 64 3613-2828

REUMATOLOGIA

Dra. Luciana Rodrigues de Alencar Lisita Hormonal Centro Clínico e Diagnóstico Rua Nizo Jaime de Gusmão, 369 Centro - Rio Verde/GO 64 3602-7339 | 64 98177-1569

BIOQUÍMICA

Prime Odontologia Rua Honorino Campos Leão, 9 Rio Verde/GO 64 3623-4989 | 64 99302-2262 Rua Pedro Romualdo Cabral, 566 Centro Santa Helena/GO 64 3641-1028

Dr. Leandro Oliveira Dias Rua Abel Pereira de Castro, 739 St. Central Rio Verde/GO 64 992170335 | 64 36234989 | 64 30515500

Paulo Roberto de Moura Hormonal Rua Nizo Jaime de Gusmão - 369 - Sala 03 - Ed. Hormonal Centro - Rio Verde/GO 64 64 3602 7383 | 64 9 9917 5725

Dr. Regis Rocha Rodrigues Resende Prime Odontologia Rua Honorino Campos Leão, 9 Rio Verde/GO 64 3623-4989 | 64 99302-2262 Rua Pedro Romualdo Cabral, 566 Centro Santa Helena/GO 64 3641-1028

PSICOLOGIA

Prof. Ma Luciana Gomes Lima de Freitas Rua Fortunato de Castro,122 - Bairro Odília, Rio Verde-GO 64 3623-0696

TERAPEUTA OCUPACIONAL

AAvenida 1 Esquina com a Rua 2, 180 - Parque dos Buritis,

Dra. Arlette Ferreira dos Reis

Dr. Sérgio Vieira Gomes

rotatória em frente o Posto da Bonopão e do Empório da Tribo

Renovare Praça Dom Germano, 39 - Centro - Jataí/GO 64 3636 6523 | 64 99960 8683

Centro Clínico Hormonal Rua Nizo Jaime de Gusmão, 369 - Centro - Rio Verde - GO (64) 99907-7823

- Rio Verde/GO 64 3621-5135

76

Revista Saúde Edição 4 | Junho . 2018 | Rio Verde.GO

Revista Saúde | Junho . 2018 | rsaude.com.br


Revista Saúde Rio Verde - Edição 4 - 06/2018  
Revista Saúde Rio Verde - Edição 4 - 06/2018