Page 1


Guia médico

Revista Saúde Edição Edição 4 |44Janeiro | Junho . 2017 . 2019 | Umuarama.PR | Maringá.PR

Cirurgia Plástica

Dr. André Ricardo Steindorff Malheiros

CRM/PR 21911 | RQE 18583

Neurocirurgia Adulto e Pediátrica

Dra. Aline Pavan

CRM/PR: 20620 | RQE: 14854 RQE:2332 Av. Independência, 258 - Sala 201 CEP 87015-020 Zona 04 Maringá/PR Clínica Aline Pavan: Av. Carlos Correa Borges, 20 Maringá/PR 44 3025-3139

44 3047 9787 | 44 99122-8146 Rua Pernambuco, 21- CEP 87709-390 Paranavaí/PR 44 3045-0006 | 44 99122-8146

Dra. Ândrea Kraft

Dra. Beatriz Zagorski Quirino

Psiquiatria

Cirurgia Plástica

CRM/PR 16335 | RQE 2825

CRM/PR 27002 | RQE 20687

Clínica Maringá: Avenida Tiradentes, 1455 - Zona 01 Maringá/PR 44 3224-9553

Clínica Bruno Quirino Av. Nóbrega, 768 - Zona 04 Maringá/PR 44 3030-1313 | 99131-3330

Dr. Bruno Quirino

Dr. Enio Ventura

Cirurgia Plástica

Urologia

CRM/PR 34567 | RQE 19105

CRM/PR: 15216 | RQE: 10397

Clínica Bruno Quirino Av. Nóbrega, 768 - Zona 04 Maringá/PR 44 3030-1313 | 99131-3330

Centro Médico Rio Branco: Av. Rio Branco, 942 - Sala 09 Maringá/PR 44 3029.4730

Dr. Fabiano Gomes

Dr. Fábio Brandi

Ortopedia e Traumatologia

Cirurgia da Mão e Microcirurgia

Cirurgia da coluna Vertebral

CRM/PR: 19262 | RQE 15716

CRM/PR: 25132 | RQE 10998

Clínica Vita: Av. Carlos Correa Borges, 851 44 3031-4411

6

Revista Saúde | Junho . 2019 | rsaude.com.br

Clínica Vita: Av. Carlos Correa Borges, 851 44 3031-4411


Guia médico

Revista Saúde Edição 44 4 | |Janeiro Junho .. 2017 2019 || Umuarama.PR Maringá.PR

Dr. Gilson Kuroda

Dra. Glaucia Peron

Ortopedia e Traumatologia

Médica

Cirurgia do Joelho

CRM/PR 18296

Traumatologia Desportiva CRM/PR: 20522 | RQE 23647

Artmed: Clínica Vita: Av. Carlos Correa Borges, 851 44 3031-4411

Rua Joaquim Nabuco, 648 Maringá/PR 44 3026-3180 | 44 99809-0018

Dr. Gustavo B. Siqueira

Dr. Hasan Juda

Oftalmologia

Especialista em Dor

CRM/PR 19056 | RQE 11635

Reumatologia CRM/PR: 16334 RQE: 20774 | RQE: 23566

Instituto Oftalmológico: Av. Rio Branco, 886 - Maringá/PR 44 3029-4656

Clínica Maringá Rua Tiradentes, 1455 - Maringá/PR 44 9 9987-3745 / 3224-9553

Dr. Jefferson C.B.Gualda

Dr. Jorge Fiad

Dermatologia

Cirurgia Plástica

CRM/PR: 21291 | RQE: 14974

CRM/PR: 17501 | RQE: 9556

Av. Dr. Luiz Teixeir a Mendes, 2150 Maringá/PR 44 3025.1660

Av. Rio Branco, 886 - Maringá/PR 44 3029.4656

Dr. Marcio de Carvalho

Dra. Mariana Jorge Garcia

Urologia

Cirurgia Plástica

CRM/PR 12020 | RQE 6499

CRM/PR 21831 | RQE 544

UroMed: Rua Pioneiro Waldemar Gomes da Cunha, 514 - Jd. San Remo - Maringá/PR 44 3029-3600

Rua Santos Dumont, 2314 - Sala 101Centro Empresarial Braz José Jorge Abrão Maringá/PR 44 3346-2444 | 98824-0343

rsaude.com.br | Junho . 2019 | Revista Saúde

7


Guia médico

Revista Saúde Edição Edição Edição 42 4 |44Dezembro Janeiro | Junho . 2017 . 2018 2019 | Umuarama.PR | Maringá.PR

Dra. Marília Furlanetto

Dra. Mirelle José Ruivo

Dermatologista - RQE 20804

Ginecologia e Obstetrícia

CRM/PR 26925

CRM/PR: 22812 | RQE: 61

Centro Médico e Odontológico Sant’Ana Av. Nóbrega, 150 - Maringá - PR 44 3025-3839

Espaço Vivare Saúde e Estética: Filial em Maringá: Edifício Átrium, Av. Pedro Taques X Bento Munhoz, 294 - Sala 26 - Térreo Maringá - Paraná 44 9 9910-7671

Dr. Omar Abdalah

Dr. Orides Merino

Ortopedia e Traumatologia

Ortopedia e Traumatologia

Cirurgia da Coluna Vertebral

Cirurgia do Pé e Mão

CRM/PR 30744 RQE 22.999

CRM/PR: 15834 | RQE 7395

Clínica Vita: Av. Carlos Correa Borges, 851 44 3031-4411

Clínica Vita: Av. Carlos Correa Borges, 851 44 3031-4411

Dr. Orlando Monteiro

Dr. Pedro Navarro

Cirurgia Plástica

Ortopedia e Traumatologia Cirurgia do Ombro CRM/PR 39924 | RQE 23647

CRM/PR 18515 | RQE 15395

Betaclínica: Av. Humaitá, 743 - Maringá/PR 44 3026-6463 | 44 3224-4820

Dr. Rony E. B. Donega Oftalmologia CRM/PR 18215 | RQE 10652

Instituto Oftalmológico Av. Rio Branco, 886 - Maringá/PR 44 3029-4656

8

Revista Saúde | Junho . 2019 | rsaude.com.br

Clínica Vita: Av. Carlos Correa Borges, 851 44 3031-4411


Expediente

Revista Saúde Edição 44 | Junho . 2019 | Maringá.PR

REVISTA TRIMESTRAL Junho/2019 | ANO 11 | Nº 44 | Maringá.PR Editora Lopes e Rampani Ltda - CNPJ 07.986.256/0001-69 PI da Paixão ME - CNPJ 06.018.215/0001-16 ESCRITÓRIOS Umuarama (sede): Rua Paulo Pedrosa de Alencar, 4291 - Ed. Manhattan Garden - CEP: 87501-270 | Centro | Tel.: 44 3622-8270 e-mail: revistasaude@sempresaude.com.br - Maringá: Av. Carlos Borges 970 - CEP 87-060215 Tel.: 44 3346-4050 - e-mail: paulopaixão@sempresaude.com.br COLABORADORES LAYOUT E DIAGRAMAÇÃO: Alison Henrique, André Silva, Bruno Assunção, Dyego Bortoli, Jean Carlos, João Paulo Zequim, Marcio Garcia, Thiago Mantovani. CORREÇÃO ORTOGRÁFICA: Professora Tallis O. F. Resende e Professora Maria de Fátima dos Santos FOTOGRAFIAS: Joelma Handziuk - 44 99982-0404 JORNALISTA RESPONSÁVEL: Caio Henrique dos Santos Rosa - 0011175/PR CIRCULAÇÃO: Maringá e região FRANQUIAS Apucarana/Arapongas-PR - Leandro Henrique | Paula Renatha Pontim - comercial@sempresaude.com.br - 43. 9611-5553 | 43. 9611-5563 - Araçatuba/Bauru-SP - Anderson Hernandes - aracatuba@sempresaude.com.br - 18. 99740-2777 - Boa Vista-RR - Julio Graziani Carlos boavista@sempresaude.com.br - 95. 99169-4071 - Cacoal/Ji-Paraná-RO - Flávio Junior Bezerra Paixão - paixao@sempresaude.com.br - 69. 99278-5703 - Campo Mourão-PR - Rafael Morimoto - rafael@sempresaude.com.br - 44. 9911-8081 | 44. 8811-6206 - Chapecó-SC - Fábio Bortolone - chapeco@sempresaude.com.br - 49. 9916-5719 - Cianorte-PR - Paulo Paixão - cianorte@sempresaude.com.br - 44. 3269-6430 | 44. 9922-0310 - Criciúma-SC - José Carlos Junqueira Alvarenga - criciuma@sempresaude.com.br - 48. 9912-5253 - Cuiabá-MT - Márcio Costa - cuiaba@sempresaude.com.br - 66. 99683-1899 - Foz do Iguaçu -PR - Rosana Segovia - rosana@sempresaude.com.br - 45. 99912500 - Florianópolis-SC - Paulo Victor Frasson Cordeiro - floripa@sempresaude.com.br - 48. 9133-3334 | 48. 9610-5357 - Goiânia-GO - Tiago Brito - goiania@sempresaude.com.br - 62. 9951-1899 - João Pessoa-PB - José Adriano Danhoni Neves | Ednéia Tenório - joaopessoa@ sempresaude.com.br - 83. 98750-7070 | 83. 98812-7080 - Joinville-SC - Ana Paula de Campos - joinville@sempresaude.com.br - 47. 9930-6364 - Londrina-PR - Leandro Henrique | Paula Renatha Pontim - londrina@sempresaude.com.br - 43. 9611-5553 | 43. 9611-5563 Macaé/Rio das Ostras-RJ - Andreia Garcia | Paulo Cesar Ceranto - macae@sempresaude.com.br - 22. 98847-5455 | 22. 98842-9166 - Maringá-PR - Paulo Paixão - paulopaixao@sempresaude.com.br - 44. 3269-6430 | 44. 9922-0310 - Natal-RN - Dirceu Filho - natal@sempresaude. com.br - 83. 98788-7070 - Palmas/Araguaína-TO - Fábio Lima - palmas@sempresaude.com.br - 63. 98503-9960 - Paranavaí-PR - Paulo Paixão - paranavai@sempresaude.com.br - 44. 3269-6430 | 44. 9922-0310 - Ponta Grossa-PR - Sérgio Oliveira | Mara Megda - pontagrossa@ sempresaude.com.br - 42. 9987-8180 | 42. 8418-1290 - Porto Velho-RO - Arthur Marandola | Rafael Morimoto - portovelho@sempresaude. com.br - 69. 9366-1466 | 69. 9366-1470 - Presidente Prudente-SP - Alexandre Lúcio Martins - prudente@sempresaude.com.br - 18. 981115145 - Ribeirão Preto-SP - Eduardo Borges - ribeirao@sempresaude.com.br - 16. 99711-7770 - Rondonópolis-MT - Marcio Costa - 66. 99683-1899 - rondonopolis@sempresaude.com.br | Fernanda Lima - rondonopolis@sempresaude.com.br - 66. 98139-7824 - São José dos Campos-SP - Marcelo Piai | Verônica Venâncio - sjcampos@sempresaude.com.br - 12. 99625.8005 | 12. 99625-1005 - São José do Rio Preto-SP - Renato Dias Renovato - riopreto@sempresaude.com.br - 17. 99669-1700 - Sinop/Sorriso/Lucas do Rio Verde-MT - Emerson do Carmo - rampani@sempresaude.com.br - 66. 99994-2442 | Luiz Carlos Rampani - rampani@sempresaude.com.br - 66. 99659-7210 - Uberaba-MG - Wander Marcio Rosada - uberaba@sempresaude.com.br - 34. 9990-2479 - Uberlândia-MG - Wander Marcio Rosada - uberlandia@sempresaude.com.br - 34. 9990-2479 - Umuarama-PR - Ueslei Rampani | Marcelo Adriano - revistasaude@sempresaude.com.br - 44. 8407-0698 | 44. 9941-9930 | 44. 3622-8270

NOSSA CAPA Transforme-se na sua melhor versão Tecnologia e Inovação no Universo Feminina Dra. Michele Marques

Foto Capa Joelma Handziuk - 44 99982-0404

DIREÇÃO GERAL

Marcelo Adriano Lopes da Silva

FRANQUEADO DESTA UNIDADE

Ueslei Dias Rampani

Paulo Paixão e Andréia Gabriel

ENTRE EM CONTATO PARA MATÉRIAS E ANÚNCIOS Você também pode ler esta edição pelo aplicativo: REVISTA SAÚDE OFICIAL

Paulo Paixão: 44 9.9922.0310 | 44 3346.4050 paulopaixao@sempresaude.com.br Andréia Gabriel: 44 9.9929-2637 | 44 3346.4050 maringa@sempresaude.com.br

www.rsaude.com.br

Facebook/revistasaudemaringa

As matérias e imagens veiculadas são de responsabilidade dos seus autores.

10

Revista Saúde | Junho . 2019 | rsaude.com.br


Índice

14

Revista Saúde Edição 44 | Junho . 2019 | Maringá.PR

Tamanho do pênis: medidas que incomodam

50

Dr. Marcio de Carvalho

Dr. Jorge Andre Fiad Marques

16

Queimaduras

MMP-microinfusão de medicamentos na pele capilar

54

Queda de cabelo? Dra. Mirelle José Ruivo

Dra. Marília Furlanetto

20

Homens: Agora existe Implante de Hormônio para vocês !! Dra. Glaucia Peron

24

Cicatriz de Acne O que fazer para voltar a ter um rosto mais bonito Dr. Jefferson C. B. Gualda

28

Assimetrias e deformidades cranianas: o que fazer? Dr. André Ricardo Steindorff Malheiros

56 58

40

Blefaroplastia com elevação de supercílio Olhar cansado nunca mais Dr. Bruno Quirino Dra. Beatriz Zagorski Quirino

42

Ondas acústicas no pênis

60 62

Dr. Gilson Wassano Kuroda

Tratamento de varizes

28

36

40

48

sem cirurgia.

66

Implantes Dentários e Cirurgia Ambulatorial Bucomaxilofacial Dr. Angelo José Pavan

68

Obesidade Mórbida Dr. Luciano R. Munhoz

Quando meu filho deve usar aparelho nos dentes?

72

Redução de Papada Com o Método FreePen® de Intradermoterapia Pressurizada sem Agulhas Lilian Scarpin

Brainspotting: um novo método de psicoterapi Ana Beatriz F. Meneguetti

12

Estalidos no joelho

48

Dr. Rafael R. Tanuri

Dr. João Galvanin

Dra. Ana Paula Trainotti Dra. Mariana Matsunaga Medeiros

46

24

Implante Dentário

Dr. Enio Ventura

44

Dra. Mariana Jorge Garcia

Uma Doença Moderna Adriana Barbieri Cabrini

16

36

A sua face diz muito sobre você

Lentes de Contato Dr. Rony E. B. Donega Dr. Gustavo B. Siqueira

Revista Saúde | Junho . 2019 | rsaude.com.br

76

Especial Capa Seus exames estão normais, inclusive os hormonais mas você não se sente bem? Dra. Michele Marques

54 68


Tamanho do pênis: medidas que incomodam Ao longo da história, o pênis sempre foi considerado um símbolo da sexualidade masculina. De uma maneira geral, o homem sempre relacionou poder, força e potência com as dimensões do pênis. Esta crença faz gerar em muitos homens sensações de inferioridade, quando comparam “seu tamanho” com o de outros em banheiros, vestiários ou em filmes e revistas pornográficas, com prejuízo direto da auto-estima. Existe ainda o trauma psicológico que se inicia já na infância decorrentes de atitudes dos pais que passam a fazer comparações com o outro irmãozinho ou primos, desconhecendo que geralmente o pênis atinge seu tamanho definitivo em torno dos 16 anos de idade. É curioso notar que em muitos casos, a insatisfação vem com as medidas do pênis no estado flácido sem relação com a fase ativa do órgão, ou seja, a ereção. De acordo com a literatura médica o comprimento do pênis do homem adulto flácido varia de 8,5 a 9,4 cm e de 12,9 a 14,1cm em ereção. Apesar de não existir um consenso alguns autores consideram um pênis pequeno quando o comprimento flácido não ultrapasse 4 cm ou seja menor que 7,5 cm em ereção. A influência de temperatura, a obesidade e até mesmo a ansiedade podem alterar qualquer medida. Por este motivo muitos que acham seu pênis pequeno, na verdade se encontram dentro das medidas “ditas” normais e são considerados anatomicamente adequados. Do outro

lado, a profundidade da vagina varia de 9 a 12 cm e área de maior sensibilidade relacionada ao prazer sexual se encontra nos 3 cm iniciais, portanto o tamanho do órgão não pode ser considerado como fonte de maior prazer. As cirurgias Algumas técnicas têm sido indicadas para o aumento peniano, mas em princípio restritas somente para casos de micropênis, anomalias congênitas ou adquiridas. A cirurgia de alongamento peniano com objetivo estético em pênis normais é considerada como experimental pelo Conselho Federal de Medicina através da resolução 1478/97 e realizadas somente em pacientes selecionados, em centros médicos credenciados e gratuitamente. Uma das técnicas de alongamento mais populares, consiste no corte do chamado ligamento suspensor do pênis localizado próximo ao osso púbico e assim avançar órgão em 2 até 4 cm. O problema é que após esta cirurgia ocorre perda da angulação natural do pênis em ereção que passa a apontar sempre para baixo necessitando de apoio da mão para haver uma penetração. Além disso, é comum haver aderências ao osso ocasionando a chamada escrotalização que consiste na retração do pênis com diminuição do tamanho quando o objetivo era o aumento. Técnicas para o aumento do diâmetro peniano (“engrossamento”) preconizam-se a injeção de gordura, silicone líquido ou do PMMA (polime-

tilmetacrilato). Apesar de uma impressão inicial satisfatória, os resultados destas injeções não são duráveis e é comum ocorrer uma absorção irregular do material injetado resultando em curvaturas irregulares e nódulos no pênis. Cuidados necessários É necessário esclarecer que uma séria de sites e clínicas prometem soluções milagrosas com aparelhos (extensores, aparelhos de vácuo) ou exercícios sem nenhuma base científica. Em geral, os tratamentos são padronizados e seguem um manual básico com resultados decepcionantes. Caso haja alguma dúvida, é melhor consultar o urologista, que é o especialista treinado em cirurgias sobre o pênis, poderá esclarecer e orientar o caminho mais correto a seguir. É bom lembrar que existe um mito, talvez até uma fantasia na cabeça de certos homens de que tamanho maior é sinônimo de desempenho melhor ou de maior satisfação da parceira. Existe uma série de fatores como carinho, intimidade, atenção, cumplicidade, expressão de desejo, entre outros, que influenciam e têm um efeito muito mais profundo na vida sexual do homem do que alguns centímetros a mais.

DR. MARCIO DE CARVALHO Urologia CRM/PR 12020 | RQE 6499 CURRÍCULO • Titulado em Urologia pela Universidade Pierre e Marie Curie (Paris VI) e em Andrologia pela Universidade de Paris XI – Faculdade de Medicina Paris-Sud – França; • Ex Assistente Estrangeiro da Clínica Urológica do Hospital Cochin de Paris – França; • Mestre pela Universidade Federal de São Paulo -UNIFESP; • Ex Presidente da Sociedade Brasileira de Urologia - Secção Paraná.

www.ciesma.com.br

14

Revista Saúde | Junho . 2019 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA NAS PÁGINAS 6, 7 E 8


MMP-microinfusão de medicamentos na pele capilar Os avanços da tecnologia têm tra-

mentos é definida pelo especialista

zido muitas opções interessantes para

e varia de acordo com as necessida-

a dermatologia. Um método relativa-

des do paciente.

mente recente no mercado e que tem

O número de sessões varia de acor-

feito bastante sucesso ultimamente, é

do com a necessidade e o problema

a MMP (Microinfusão de Medicamen-

a ser tratado. O intervalo entre cada

tos na Pele).

uma delas deve ser de, no mínimo, um

O tratamento com MMP é eficaz

mês. Por isso, geralmente são realiza-

em várias condições da pele e do cou-

das em intervalos mensais. A melhora,

ro cabeludo, sobretudo nas alopecias(

normalmente, já é observada após 2

quedas de cabelos).

ou 3 sessões.

Trata-se de um método capaz de

Há ainda mais benefícios desta

inserir medicamentos ativos direta-

técnica: Como as medicações são in-

mente no local em que é necessária

fundidas bem superficialmente, ficam

essa aplicação. Tudo isso de maneira

mais restritas ao local em que deverão

menos dolorida e mais eficiente.

agir. Dessa maneira, o uso de medica-

Essa é uma técnica descomplicada,

mentos sistêmicos é cada vez menos

feita em consultório. O sangramento é

necessário, minimizando possíveis

bem superficial, quase inexistente.

efeitos colaterais!

Em cada situação escolhemos as

Não é à toa que a MMP é a última

medicações adequadas para infil-

palavra em termos de tratamento

trar diretamente toda a área afetada

para a calvície: os benefícios vão des-

do couro cabeludo, com a ajuda de

de a praticidade aos efeitos obtidos.

anestesia local. A mescla de medica-

Venha conhecer!!

DRA. MARÍLIA FURLANETTO Dermatologista CRM/PR 26925 | RQE 20804

16

Revista Saúde | Junho . 2019 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA NAS PÁGINAS 6, 7 E 8

O tratamento com MMP é eficaz em várias condições da pele e do couro cabeludo, sobretudo nas alopecias (quedas de cabelos).


Homens: Agora existe Implante

de Hormônio para vocês !!

DAEM (Distúrbios Androgênicos do Envelhecimento Masculino), é o conjunto de sinais e sintomas que ocorre devido a diminuição da concentração dos hormônios masculinos. A partir dos 30 anos de idade, já começa a ocorrer uma diminuição dos níveis de testosterona (principal hormônio masculino) e, com o envelhecimento, é desencadeado o então chamado hipogonadismo (parada de produção) em 20% dos homens. Sinais e sintomas A deficiência de testosterona pode causar: • Diminuição de Libido (diminuição do desejo sexual); • alteração da ereção; • diminuição da ereção matinal; • alteração do orgasmo; • ejaculação retardada; • declínio das habilidades cognitivas; • distúrbios do sono; • alterações do humor, como depressão, raiva e irritabilidade, perda da massa magra e força muscular, aumento da gordura visceral (abdome), atrofia testicular, osteopenia ou osteoporose, ginecomastia (aumento da mama); • diminuição dos pêlos corporais e diminuição da disposição com fadiga e sonolência. Diagnóstico Além das queixas do paciente, as concentrações de testosterona no sangue, do FSH e LH, são os hormônios determinantes para fazer diagnóstico desta diminuição de função hormonal

masculina. Os limites normais de testosterona variam entre 230 e 900ng/ dL O nível de testosterona deve ser medido na parte da manhã (antes das 10:00 da MANHÃ). A idade talvez seja o maior fator de risco, já que sabemos que a alteração hormonal aumenta com a idade, porém a Obesidade e a chamada Síndrome Metabólica também são fatores que podem desencadear o problema. Tratamento É necessária a reposição da testosterona, que pode ser feita de várias formas: Oral –não é recomendada devido a possíveis efeitos tóxicos ao fígado. Parenteral (injeção intramuscular) - as injeções podem ser as chamadas de curta ação, devendo ser injetadas a cada duas a quatro semanas ou as de longa ação, que devem ser injetadas a cada três meses. Transdérmica (gel) - pode ser de uso na axila ou espalhada em geral em regiões do corpo com poucos pelos (não pode ser utilizada no pênis!). Deve ser passada TODOS os dias, pois

não dura muito mais de 1 dia no organismo, e por isso também pode ter variação hormonal. Implante Bioabsorvível (Chip Hormonal) • Não transferem testosterona para outras pessoas (crianças e gestantes); • Fácil administração; • Maior estabilização hormonal (não tendo pico hormonal); • Absorção mais regular (evita pico); • Aceitabilidade; • Interessante para homens que esquecem ou não gostam de passar cremes; • Baixos índices de efeitos colaterais; • Conveniência de aplicação. A terapia de reposição da testosterona hoje é considerada bastante eficaz e segura quando bem indicada homens com sintomas e testosterona baixa no sangue. Não causando aumento de risco de câncer de próstata. No entanto, o controle regular é mandatório. Não existe idade limite para se iniciar o tratamento com reposição de testosterona.

Referências Bibliográficas 1. European Pharmacopoeia 7th ed, British Pharmacopeia 2014 2. Anya M. HILLERY, Andrew W. Lloyd, James Swarbrick 2001 – Drug Delivery and Targeting – for Pharmacists and Pharmaceutical Scientists (2001) Chapter 4. 3. Jed C. Kaminetsky, MD, Betsy Moclair, RN, BSN, Micah Hemani, MD, and Matthew Sand, MD - A Phase IV Prospective Evaluation of the Safety and Efficacy of Extended Release Testosterone Pellets for the Treatment of Male Hypogonadism. (J Sex Med 2011). 4. Alexander W. Pastuszak, Harsha Mittakanti, Joceline S. Liu, Lissette Gomez, Larry I. Lipshultz, And Mohit Khera - Pharmacokinetic Evaluation and Dosing of Subcutaneous Testosterone Pellets. (Journal of Andrology, Vol. 33, No. 5, September/October 2012). 5. David J. Handelsman, Mary-Anne Mackey, Chris Howe, Leo Turner and Ann J. Conway - An Analysis of Testosterone implants for androgen replacement therapy (Clinical Endocrinology (1997) 47, 311-316). 6. Abhinav Khanna, Saneal Rajanahally, Ryan Smith, Robert Coward, Jason Kovac, Marshall Gonzales, Larry Lipshultz, Houston, TX - Factors Influencing Patient Decisions To Initiate And Discontinue Testopel SubcutaneousTestosterone Pellets For Treatment Of Hyp gonadism. (The Journal Of Urology Vol. 189, No. 4S, Supplement, Tuesday, May 7, 2013) 7. Eduardo José Andrade Lopes, Tarsila Carvalho dos Santos,Plínio Moreira de Góes, Miguel Srougi - Implante subcutâneo de testosterona - SINOPSE DE UROLOGIA - ANO 11 - Nº 2 – 2007.

DRA. GLAUCIA PERON Médica

CRM/PR 18296

20

Revista Saúde | Junho . 2019 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA NAS PÁGINAS 6, 7 E 8


Cicatriz de Acne

O que fazer para voltar a ter um rosto mais bonito A doença de pele denominada acne vulgar, popularmente chamada “espinha do adolescente” que, aliás, abrange não apenas adolescentes, mas também, adultos e crianças, é uma das maiores queixas nos consultórios dermatológicos tanto pelo processo patológico, quanto pelo estigma social que ela representa. Trata-se de uma doença que se manifesta conforme a herança genética de cada indivíduo sendo muito influenciada por variações hormonais. É nos folículos sebáceos que se instalam as lesões de acne. Numa primeira etapa surgem os comedões, famosos cravos, (que já indicam uma fase inicial do problema). Com a evolução da doença, surgem os cistos, pústulas (as espinhas propriamente ditas), e em quadros mais severos ou prolongados, formam-se por fim as temidas cicatrizes. Existem várias modalidades de tratamento da acne com medicamentos

tópicos e orais. Quando o tratamento é tardio, ou é prejudicado por trauma (espremer espinhas) ou ainda quando a acne é mais intensa, inevitavelmente surgem as cicatrizes. Essas, nada mais são do que uma tentativa mal-sucedida de reparação tecidual, ou seja, a pele tenta consertar a lesão, mas faz isso com menos qualidade. Felizmente, hoje se utilizam várias técnicas que, quando combinadas, atingem um bom resultado na grande maioria dos pacientes. Entre os procedimentos mais indicados estão: peelings médios ou profundos, laser e pequenas intervenções

cirúrgicas. Todos esses tratamentos, cada um de uma forma diferente, estimulam a produção de novas fibras colágenas que são fundamentais para promover a recuperação do tecido cicatricial. Geralmente, é necessária a realização de várias sessões para atingir o melhor resultado possível, quer seja por descamação (como é o caso dos peelings e laser) ou por cirurgias como a dermoabrasão, o microagulhamento, a subcisão e o micropunch. Enfim, é possível sim, voltar a ter uma pele mais saudável e uniforme através dos tratamentos dermatológicos que estão disponíveis na atualidade.

DR. JEFFERSON C. B. GUALDA Dermatologia CRM/PR: 21291 - RQE: 13168 CURRÍCULO • Especialista em Clínica Médica pelo CNRM/ MEC-CFM; • Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia; • Membro Efetivo da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica.

24

Revista Saúde | Junho . 2019 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA NAS PÁGINAS 6, 7 E 8


Assimetrias e deformidades cranianas: o que fazer? Nas situações de assimetria sem melhora até os 5-6 meses de idade pode-se optar pelo uso de órtese (capacetinho). Alguns casos mais severos podem necessitá-lo já aos 3-4 meses de vida.

Diversos estudos mostram que as assimetrias e deformidades cranianas

podem necessitá-lo já aos 3-4 meses

com inúmeras complicações craniofa-

de vida.

ciais associadas aos desvios dos ossos

(plagiocefalias) são mais frequentes

Considera-se como assimetria se-

da face e da base do crânio, tais como:

do que se imagina, variando de 12 a

vera aquela que é facilmente detec-

astigmatismo, estrabismo, otite crôni-

40% nos recém nascidos.

tada, mas a medida do crânio e o as-

ca, distúrbios de mastigação, disfunção

pecto são de extrema relevância para

da

classificá-lo adequadamente.

(ATM), déficits de campos visuais, esco-

A imensa maioria dessas alterações podem ser revertidas por fisiote-

temporomandibular

rapia ou até mesmo com técnicas de

Outro aspecto importante é dife-

reposicionamento, desde que detec-

renciar as deformidades e assimetrias

A avaliação e o seguimento com

tadas precocemente.

(plagiocefalias) das cranioestenoses

médico especialista é essencial para

(craniossinostoses), pois estas neces-

a definição do diagnóstico, visando

sitam de tratamento cirúrgico.

orientar o melhor tratamento e a mu-

Nas situações de assimetria sem melhora até os 5-6 meses de idade pode-se optar pelo uso de órtese (ca-

Assimetrias não tratadas adequa-

pacetinho). Alguns casos mais severos

damente podem futuramente acarretar

liose, prognatismo, dentre outros.

dança de estratégia em tempo hábil caso não apresente boa evolução.

DR. ANDRÉ RICARDO STEINDORFF MALHEIROS Neurocirurgia Adulto e Pediátrica CRM/PR 20620 RQE 14854 | RQE 2332

28

articulação

Revista Saúde | Junho . 2019 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA NAS PÁGINAS 6, 7 E 8


Uma Doença Moderna tisfeitos nos sentiremos. Os padrões de beleza, de sucesso e de felicidade contínua e inalcançável nos deixam infelizes e frustrados, onde buscamos, desesperadamente, um livro de auto-ajuda atrás do outro em busca de um sentido e de felicidade. Ansiedade é um estado psíquico de apreensão ou medo provocado pela antecipação de uma situação desagradável ou perigosa. A ansiedade torna-se patológica quando atinge um valor extremo, com carácter sistemático e generalizado, em que começa a interferir no funcionamento saudável da vida do indivíduo.

Vivemos na era da Ansiedade No Brasil os índices relacionados a transtornos de ansiedade e depressão são altos. Segundo dados divulgados recentemente pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil é o país recordista com 9,3% da população sofrendo com a ansiedade, representando 18,6 milhões de pessoas em números absolutos.E por que esse aumento? Não estamos melhor que no passado? As pessoas não vivem mais tempo, e recebem mais tratamentos médicos do que antes? Não é verdade que um número maior de pessoas praticam atividades físicas e se alimentam melhor? Qualquer pessoa pensaria que pelo fato de termos evoluído e o mundo se modernizado, facilitando nossas vidas em muitos aspectos, o nível de ansiedade teria diminuído. Na verdade esse nível aumentou. O que explica isso? Ao longo do último século, nossos laços com outras pessoas passaram a ser frágeis e bem menos estáveis. O divorcio é muito mais comum e as

famílias estão divididas e espalhadas. As pessoas estão mais isoladas, e cada vez mais sozinhas. A crise econômica gerou desemprego,e como consequência a competição aumentou, instalando a insegurança em demasia. Muitas pessoas não podem contar com aposentadoria na velhice. Todos esses fatores contribuem para o sentimento de que a vida não é tão segura como já foi. Em muitos lugares a violência aumentou, nossas casas que antes eram sinônimos de segurança hoje não são mais. Nosso sentimento de autoconfiança deu espaço ao sentimento de que somos controlados por forças maiores. Ao mesmo tempo nossas expectativas em relação a uma vida perfeita, de felicidade, estampadas em redes sociais, sendo reforçado por uma infinidade de anúncios, consumismo, que demonstram o quanto nossas vidas seriam mais prazerosas se comprássemos os produtos certos, as comidas certas, as roupas certas. Quanto mais estivermos ligados em uma vasta lista de rede sociais, mais solitários e insa-

ADRIANA BARBIERI CABRINI Psicóloga - CRP:08/17280 CURRÍCULO • Psicologia com Habilitação em Formação de Psicólogo; • Psicológa Clinica; • Psico-Oncologista; • Especialista em Saúde Mental e Hospitalar.

@psicoadrianabcabrini psicoadrianabcabrini psicoadrianabcabrini@gmail.com 44 99725-5511

36

Revista Saúde | Junho . 2019 | rsaude.com.br

Há Esperança Há algo que podemos fazer? Sim. Como indivíduos, temos que fazer opções quanto ao modo como vamos lidar com essa situação, vale ressaltar que também temos mais oportunidades que não costumávamos ter. A psicologia moderna aprendeu muito sobre a ansiedade nas ultimas décadas, sabemos muito mais do que sabíamos sobre a origem da ansiedade, o modo como ela opera no cérebro e a natureza dos padrões comportamentais que ela gera. Tudo isso pode ajudá-lo a entender a forma que a ansiedade opera na sua vida. E compreender esse papel é fundamental para superar a ansiedade. As indicações são as de que a ansiedade é agora altamente tratável. Formas mais novas de terapia provaram ser eficazes no tratamento de transtorno de ansiedade, levando os pacientes a terem uma melhora significativa já no começo, conseguindo assim manter sob controle depois de alguns meses, ou até mesmo semanas de tratamento. Lembrando sempre que a determinação do paciente de mudar a vida para melhor é fundamental.


Blefaroplastia com elevação de supercílio Olhar cansado nunca mais A região das pálpebras e dos supercílios (sobrancelhas) sofrem com o passar dos anos: rugas cutâneas, bolsas de gordura abaixo dos olhos e queda desses tecidos ocorrem invariavelmente.

Em alguns casos, essas alterações podem se tornar desconfortáveis para o bem-estar e auto estima do paciente por transmitirem uma irreal sensação de cansaço, tristeza ou desânimo. Portanto, restaurar a beleza do local é também devolver o aspecto real da personalidade do paciente. A Cirurgia Plástica apresenta diversas técnicas cirúrgicas para restaurar o equilíbrio da região óculo-palpebral, que permite devolver uma aparência mais jovial e relaxada. A cirurgia plástica das pálpebras ou blefaroplastia pode ser realizada sozinha ou em conjunto com a elevação dos supercílios e é um procedimento que pode ser feito em qualquer idade. A pálpebra superior ou a pálpebra inferior ou ambas podem ser acessadas, com remoção do excesso de pele, remoção ou reposicionamento das bolsas de gordura, o que leva a uma melhora das alterações que tanto incomodam o paciente.

A blefaroplastia também pode beneficiar o campo visual, além do aspecto estético, se a pele da pálpebra superior estiver cobrindo parte do olho. Em casos onde o contorno e formato dos olhos estão alterados (ex: a parte branca do olho fica muito visível), é possível reforçar ligamentos da região durante a cirurgia para restaurar a firmeza e contorno local (cantopexia ou cantoplastia). Além disso, as rugas da região palpebral e periocular podem ser tratadas de várias maneiras como: laser, plasma, toxina botulínica, ou peeling. A elevação do supercílio (sobrancelhas) é conhecida no meio médico como Lifting Frontal, pode ser feita com ou sem o auxílio da técnica videoendoscópica. Nós optamos na maioria das vezes pela utilização do videoendoscópico porque permite menores incisões e cicatrizes, melhor visualização das estruturas e consequentemente, melhor resultado. Esta cirur-

gia melhora a queda dos supercílios, reposiciona as sobrancelhas numa região esteticamente mais favorável. Algumas vezes, com a elevação do supercílio, o excesso de pele da pálpebra superior se torna menos evidente e a cirurgia de blefaroplastia superior acaba não sendo mais necessária. Não existem cirurgias sem cicatrizes, o que existe é uma cirurgia bem planejada deixando cicatrizes finais bem escondidas e, quando possível, em relevos naturais da pele o que torna a cirurgia de elevação de supercílios quase que imperceptível. Portanto, tanto a blefaroplastia quanto a elevação dos supercílios são procedimentos cirúrgicos e, como tal, devem ser muito bem avaliados por você e por um cirurgião plástico. Há diversas maneiras de melhorar a aparência da região periocular. Um dos profissionais habilitados para essa abordagem é o cirurgião plástico especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).

DRA. BEATRIZ ZAGORSKI QUIRINO

DR. BRUNO QUIRINO Cirurgia Plástica

Cirurgia Plástica

CRM/PR 34567

CRM/PR 27002

RQE 19105

RQE 20687

40

Revista Saúde | Junho . 2019 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA NAS PÁGINAS 6, 7 E 8


Ondas acústicas no pênis

Ondas de choque ou ondas acústi-

A aplicação de ondas de choque no

cas são utilizadas muito em medicina

pênis melhoraria a ereção e a respos-

para tratamento de diversas patolo-

ta ao tratamento medicamentoso da

gias. Na urologia são utilizadas há 35

impotência, bem como melhoraria a

anos no tratamento de cálculos uriná-

curvatura peniana naqueles pacientes

rios, sem a necessidade de cirurgia. Na

que sofrem de doença de Peyronie.

ortopedia, no tratamento de enfermidades articulares inflamatórias.

Os resultados ainda são preliminares sem que haja uma unanimidade

Recentemente três grandes em-

da comunidade científica, embora os

presas da área médica, muito respei-

equipamentos tenham a permissão

tadas na urologia decidiram investir

da Anvisa para serem utilizados.

na andrologia com resultados ainda questionáveis.

Na urologia são utilizadas há 35 anos no tratamento de cálculos urinários, sem a necessidade de cirurgia. Na ortopedia, no tratamento de enfermidades articulares inflamatórias.

O tempo responderá se o tratamento valerá a pena...

DR. ENIO VENTURA

Urologia

CRM/PR: 15216 | RQE: 10397 CURRÍCULO • Formado pela Universidade Federal de Santa Maria - (UFSM)/RS; • Pós-Graduado em Cirurgia e Urologia pela Universidade Estadual de Londrina - (UEL)/PR; • Membro Titular da Sociedade Brasileira de Urologia.

42

Revista Saúde | Junho . 2019 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA NAS PÁGINAS 6, 7 E 8


Quando meu filho deve usar aparelho nos dentes? Uma dúvida muito frequente entre os pais, afinal devemos aguardar a troca de todos os dentes de leite ou esperar atingir a adolescência? A resposta é não. Não há uma regra que determine uma idade específica ou ideal para iniciar o tratamento ortodôntico, quando há necessidade de intervir, deve-se iniciar o tratamento ainda na infância, pois tão importante quanto corrigir um problema, é identificá-lo e intercepta-lo para prevenir que se agrave no futuro. De uma forma simples, geralmente em alguns casos, devido a fatores tanto genéticos, como habituais (chupeta, mamadeira, dedo em excesso), algumas crianças não apresentam apenas problemas dentários, mas de crescimentos ósseos também, (crescimentos anormais de maxila e mandíbula); e justamente devido a esses fatores, durante o período de surto de crescimento da criança, a intervenção com os aparelhos são mais eficientes. Cada paciente apresenta suas particularidades, que devem ser avaliadas

pelo dentista para indicar o tipo de tratamento e quando iniciar. Geralmente, mas não é regra, a partir dos 6 anos de idade seria uma boa média para o início do tratamento caso necessário, pois as crianças já apresentam maior cuidado de manutenção e higiene do aparelho, mas é indispensável a supervisão de um adulto. A intervenção com aparelhos nas crianças, que ainda apresentam dentes decíduos (de leite), geralmente ocorre com o uso de aparelhos ortopédicos, como o próprio nome diz, ele auxiliará no tratamento dentário e do crescimento maxilar e mandibular da criança. Por isso, é fundamental o comprometimento e a boa colaboração do paciente, principalmente nos casos de aparelhos removíveis, em que o uso do aparelho depende totalmente dele, por ser móvel, se não for utilizado pelo total de horas

diárias determinadas pelo dentista o resultado do tratamento pode ser prejudicado. Em relação ao tipo de aparelho, fixo ou removível, é o dentista quem determina qual é o ideal e indicado para cada caso, através de estudos diagnósticos. Se os dentes do seu filho (a) apresentam alguma alteração que você não acha normal, procure um profissional para te orientar!

DRA. ANA PAULA TRAINOTTI

DRA. MARIANA MATSUNAGA MEDEIROS

Cirurgiã-Dentista CRO 25691

Cirurgiã-Dentista CRO 24198

• Ortodontia • Implantes • Facetas • Lentes de Contato • Clínica Geral • Endodontia.

44 3354-1945 9.9848-1945 Av. Cerro Azul, 614 - Jardim Novo Horizonte, Zona 2, Maringá - PR (Estacionamento próprio)

44

Revista Saúde | Junho . 2019 | rsaude.com.br

trainottimatsunaga @odontologiamap


Brainspotting: um novo método de psicoterapia O que é Brainspotting? O brainspotting é um método de psicoterapia, desenvolvido por David Grand, que possibilita acessar, processar e superar traumas e emoções negativas. Isso é feito através da localização de pontos relevantes no campo visual do paciente, que dão acesso a experiências não resolvidas armazenadas subcorticalmente. Ele faz uso da habilidade natural do cérebro para autorregulação e processamento de experiências e informações. Ele trabalha com a parte mais profunda do cérebro e com o corpo através do acesso direto ao Sistema Nervoso Autônomo e Límbico, do Sistema Nervoso Central. De modo que o Brainspotting é um método de tratamento que tem resultados psicológicos, emocionais e físicos. Como funciona? O lema do Brainspotting é “onde você olha afeta como você se sente”, ou seja, se algo te incomoda, o modo como você sente isso mudará dependendo do lugar para onde você olha (esquerda ou direita). Isso porque nossos olhos e cérebro estão entrelaçados, e os sinais enviados para nossos olhos são profundamente processados na mente. Mas quando há um trauma, este pode sobrecarregar a capacidade de processamento da mente, deixando esquecidas partes do trauma, que ficam bloqueados em um estado não processado.

Desse modo, o brainspotting faz uso de nosso campo de visão para encontrar onde esses traumas estão localizados na nossa mente, e encontrar essa informação interna perdida. Mantendo o olhar focado em um ponto externo específico, mantemos o foco na mente no ponto interno onde o trauma está armazenado, a fim de promover o processamento profundo que conduz a liberação e a resolução do conflito. Para que o Brainspotting pode ser utilizado? Esse método de psicoterapia pode ser utilizado para tratar ansiedade; fobias; pânico; superar emoções negativas como angústia, tristeza, raiva e medo; traumas físicos e/ou emocionais; fibromialgia e outras condições de dor crônica, ou fadiga crônica; transtorno de estresse pós-traumático; pacientes que apresentam diferentes níveis de dissociação; e para melhorar desempenho profissional, acadêmico, esportivo; entre outros. O que acontece em uma sessão de Brainspotting? Em uma sessão de Brainspotting o terapeuta pergunta sobre o que o paciente quer trabalhar e verifica se a pessoa está “ativada” para esse fim. A ativação se refere a emoções e sensações corporais, e para que o Brainspotting funcione é preciso que a pessoa esteja ativada, pois o cérebro em um estado de descanso é muito dife-

rente de um que está ativo. Depois disso é preciso verificar o quanto a pessoa está ativada, o que é importante não só para avaliar onde o paciente começa, mas também para verificar seu progresso no decorrer das sessões. Em seguida é pedido para o paciente localizar onde está sentindo a ativação de seu corpo no momento, a fim de deixá-lo em seu corpo-cérebro, pois estes são interconectados e inseparáveis. De modo que as experiências do corpo são como uma forma de rastreamento cerebral, ou seja, quando a pessoa sintoniza seu corpo, também está acessando e focando sua atividade cerebral. E por fim, parte-se para encontrar o brainspot (ponto cerebral que dá acesso a questão que o paciente quer trabalhar).

ANA BEATRIZ F. MENEGUETTI Psicóloga CRP-08/22904 CURRÍCULO • Graduação em Psicologia pela Unicesumar (2016); • Pós-Graduação Especialização em Criminal Profiling pelo IPEBJ; • Formação em BrainSpotting.

44 99970-9991 anabmeneguetti@hotmail.com Rua Santa Joaquina de Vedruna, 608 Sala 03 - Zona 5 - Maringá - PR

46

Revista Saúde | Junho . 2019 | rsaude.com.br


Lentes de Contato

São lentes que ficam em contato com a superfície ocular, mais precisamente em contato com a córnea, com o objetivo de proporcionar melhor qualidade visual. Suas indicações são estéticas (substituição dos óculos ou mudanças na cor dos olhos) ou terapêuticas, decorrentes de doenças corneanas (por exemplo: Ceratocone). As lentes são divididas quanto ao material de fabricação em Rígidas Gás-Permeáveis ou Gelatinosas, e quanto ao período de uso em anuais ou descartáveis, sendo estas de descarte diário, semanal ou mensal. Há indicações específicas para cada tipo de lente, dependendo do tipo de grau e patologia do paciente. A adaptação de uma Lente de Contato envolve uma avaliação oftalmológica cuidadosa, sendo observada a função lacrimal, doenças corneanas, conjuntivais, palpebrais e ciliares, podendo haver contra-indicação relativa

ou absoluta ao uso, dependendo do tipo e da intensidade da patologia, orientação de higiene, conservação e manipulação das lentes e soluções de conservação acompanhamento especializado para prevenção de eventuais intercorrências. A má adaptação (realizada por profissionais não habilitados) pode ocasionar consequências graves à saúde ocular, como conjuntivite crônica, ceratites (inflamações da córnea), úlceras corneanas, levando a interrupção temporária ou definitiva do uso de lentes e prejuízo irreversível a visão. Da mesma forma, as Lentes de Contato Coloridas devem seguir os mesmos cuidados, para que estas possam proporcionar os efeitos estéticos esperados. Portanto, a Lente de Contato é uma excelente e útil opção para os pacientes, desde que adaptada com profissionais capacitados (Oftalmologistas).

DR. GUSTAVO B. SIQUEIRA

DR. RONY E. B. DONEGA

Oftalmologista

Oftalmologista

CRM/PR 19056

CRM/PR 18215

RQE 11635

RQE 10652

CURRÍCULO

CURRÍCULO • Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica Ocular; • Mestrado em Plástica Ocular pela FMRP/USP.

48

Revista Saúde | Junho . 2019 | rsaude.com.br

As lentes são divididas quanto ao material de fabricação em Rígidas Gás-Permeáveis ou Gelatinosas, e quanto ao período de uso em anuais ou descartáveis, sendo estas de descarte diário, semanal ou mensal. Há indicações específicas para cada tipo de lente, dependendo do tipo de grau e patologia do paciente.

• Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica Ocular; • Mestrado em Plástica Ocular pela FMRP/USP.

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA NAS PÁGINAS 6, 7 E 8


44 3029-4656 | Av. Rio Branco, 886 - Zona 05 | Maringรก / PR


Queimaduras As queimaduras, dentro da medicina, é o acometimento mais dramático pelo qual o corpo humano pode ser acometido. Tanto pela dor, quanto pelas intercorrências que podem haver durante o seu tratamento agudo e pelas sequelas estéticas e funcionais.

Pele normal

Queimaduras de primeiro grau

Queimaduras de segundo grau

Queimaduras de terceiro grau

As queimaduras vão variar de acordo com seu agente causador: líquidos

Atinge a camada mais profunda da

aquecidos, líquidos inflamáveis, pro-

pele, a derme. Caracteriza-se pela for-

dutos químicos, radiações, elétricos...

mação de bolhas.

Quanto à profundidade das quei-

Terceiro grau atinge todas as camadas

maduras, elas podem variar, de acor-

da pele, podendo atingir a gordura,

do com a classificação mais usual, em primeiro, segundo e terceiro graus. Primeiro grau Atinge apenas a camada superficial da pele. O exemplo mais clássico é o vermelhidão causado pelas queimaduras solares leves.

50

Revista Saúde | Junho . 2019 | rsaude.com.br

Segundo grau

músculos e ossos. A queimadura é um evento sistêmico, pois pode-se ter acometimentos graves tipo insuficiência renal, cardíaca, respiratória ... apenas com o envolvimento um membro. Se não tratada adequadamente pode levar a sequelas graves e até à morte.


Cada parte do corpo terá um tra-

de no posto de atendimento mais

• Não tente estourar as bolhas pro-

tamento e conduta específica, pois

próximo do local do acidente, para

vocadas pela queimadura. Elas se

reage det maneiras diferentes. O tra-

que sejam tomadas as providên-

manifestam nas queimaduras de

tamento inicial visa preservar a vida e

cias necessárias para o sucesso da

segundo grau e devem ser manu-

prevenir ou minimizar as sequelas.

recuperação e também para evitar

seadas apenas por um profissional

o agravamento da lesão.

especializado. Ou seja, não devem

O índice de mortalidade é muito diretamente proporcional à

• Se não houver Posto de Saúde nas

porcentagem de área queimada e à

proximidades, deve-se acionar os

mo esvaziadas com uma agulha.

profundidade da queimadura, bem

serviços de socorro do SAMU e do

• Ao retirar esse curativo natural em

como seu agente causador.

Corpo de Bombeiros ou procurar

alto e

Para os sobreviventes, de queimadu-

uma Emergência hospitalar.

ras graves, as sequelas serão para a vida toda. Devendo ser tratadas por uma série de cirurgias e medidas clínicas.

Os contatos pra ligação gratuita são: Samu 192 e Bombeiros 193.

As principais sequelas são as funcionais e estéticas.

ser rompidas, estouradas ou mes-

casa, o ferimento estará exposto a instrumentos possivelmente contaminados e pode infeccionar. Se houver necessidade de cobrir o ferimento a caminho do serviço de Saúde, o indicado é envolvê-lo

Cuidados: • Não passe no local atingido ne-

num pedaço de pano limpo. • Tecidos ou materiais que grudam no

Primeiros socorros:

nhum produto ou receita caseira.

• Em caso de acidente envolvendo

Qualquer substância que seja pas-

queimaduras, o primeiro cuidado

sada sobre a pele queimada vai ir-

é extinguir a fonte de calor, ou seja,

ritá-la. Há também o alto risco de

impedir que permaneça o contato

infecção por bactérias, fungos e

do corpo com o fogo, líquidos e su-

vírus presentes nesses produtos, já

perfícies aquecidas, entre outras

que a barreira natural do organis-

vestimenta e permanecer assim até

causas do acidente.

mo – a pele – está danificada.

a chegada ao pronto-socorro, para

ferimento, como o algodão, devem ser evitados. O paciente queimado não deve retirar a roupa que estiver usando, ainda que houver sido atingida pelo fogo. O ideal é molhar a

evitar que as bolhas estourem e que

• Em seguida, procure lavar o local

• Não passe nenhuma pomada no

atingido com água corrente em tem-

local atingido. A pele fica extrema-

peratura ambiente, de preferência

mente sensível após uma queima-

• Outro cuidado é retirar acessórios,

por tempo suficiente até que a área

dura e as pomadas, ainda que ad-

como pulseiras e anéis, pois o cor-

queimada seja resfriada.

quiridas em farmácias, machucam

po incha naturalmente após uma

• Também é importante buscar o

ainda mais as células cutâneas po-

queimadura e esses objetos po-

auxílio de um profissional de saú-

dem irritar a pele e gerar infecções.

dem ficar presos.

a pele seja arrancada.

DR. JORGE ANDRE FIAD MARQUES Cirurgia Plástica e Reparadora CRM/PR 17501 | RQE 9556

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA NAS PÁGINAS 6, 7 E 8

rsaude.com.br | Junho . 2019 | Revista Saúde

51


Queda de cabelo? A perda de cabelo é um problema comum e que atinge milhões de homens e mulheres em todo o mundo. Inúmeros fatores podem causar perda dos cabelos. Dependendo da causa, há maneiras diferentes de lidar com o problema.

Perder cabelo é normal. Cerca de 50 a 100 fios de cabelo caem da cabeça de todas as pessoas diariamente. No entanto, muitas pessoas apresentam uma perda de cabelos mais acentuada, o que pode ser um sinal de algum problema de saúde mais grave. A queda de cabelo é uma queixa mais comum entre as mulheres e, quando patológica, têm diversas causas, por exemplo doenças da tireoide, deficiência de ferro, amamentação, doenças infecciosas e autoimunes, entre outras. Mudanças hormonais e no metabolismo podem levar à queda de cabelo temporária, o que justifica boa parte dos casos de mulheres que apresentam o problema. Essas mudanças podem ocorrer durante a gravidez ou parto, devido à irregularidade no uso de pílulas anticoncepcionais e também na menopausa. A forma como sua queda de cabelo será tratada dependerá da causa do problema. Dentre os tratamentos, podemos utilizar tratamentos, medicamentos que podem ser utilizados via oral e também aplicando diretamente no couro cabeludo e também procedimentos como a mesoterapia capilar que consiste em realizar uma aplicação diretamente no couro cabeludo,

por meio de uma agulha fina, de substâncias capazes de melhorar a circulação sanguínea da região e estimular o crescimento saudável dos fios. Normalmente a substância aplicada é uma mistura de vitaminas, aminoácidos e minoxidil, que juntos atuam promovendo o crescimento dos fios e garantem um aspecto bonito e saudável. O MMP Capilar consiste em um tratamento similar ao tradicional “drug delivery” ou mesoterapia capilar, porém com maior eficácia. O MMP ® possibilita a montagem de um harmonioso “blend” de princípios ativos capilares. A penetração da agulha vai liberando lentamente os componentes da fórmula, não sendo necessária aplicações com frequências semanais ou quinzenais, como na mesoterapia. A aplicação é realizada com intervalo mensal. A quantidade de sessões necessárias depende do estágio da queda capilar. É no tratamento da alopecia androgenética (calvície) que essa técnica tem tido os resultados mais consistentes. E ainda, temos o transplante fio a fio (FUE), técnica que consiste na obtenção das unidades foliculares individualmente através de um PUNCH, onde existe uma abertura cortante na ponta que é responsável pela retira-

da dessas unidades. Após a remoção dos folículos, ficam apenas pequenos furos como buracos de agulhas, cicatrizando totalmente de 3 a 7 dias. Com o FUE é possível realizar sessões sequenciais para complementação de resultado, não sendo mais necessário esperar até 1 ano como nas cirurgias por faixa. Os intervalos para realizar uma nova sessão de FUE são muito menores, podendo ser em dias consecutivos. Na técnica do FUE o trauma cirúrgico é mínimo, proporcionando recuperação praticamente sem dor aos pacientes e com retorno imediato ao trabalho e em 15 dias para atividade física.

DRA. MIRELLE JOSÉ RUIVO Ginecologia e Obstetrícia CRM/PR: 22812 - RQE: 61 CURRÍCULO • Graduação pela Universidade de Ribeirão Preto (UNAERP); • Residência Médica – Ginecologia e Obstetrícia Universidade Estadual de Maringá (UEM); • Pós-Graduação em Videolaparoscopia e Cirurgia Minimamente Invasiva Hosp. Parque Belém/RS; • Fellow em Videolaparoscopia no McGill University Health Center - Montreal Canadá; • Título de Especialista em Ginecologia / Obstetrícia / FEBRASGO; • Membro da Sociedade Brasileira de Cosmetoginecologia.

54

Revista Saúde | Junho . 2019 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA NAS PÁGINAS 6, 7 E 8


Envolva-se em uma atmosfera relaxante • Massagem Relaxante; • Massagem com Velas; • Massagem Bamboo; • Terapia com Pedras Quentes. Tratamentos Estéticos Faciais • Limpeza de Pele; • Peeling Diamante; • Dermaroller; • Rejuvenescimento; • Tratamento de Rugas e Flacidez;

• Tratamento de Manchas; • Botox; • Peelings; • Preenchimentos; • Sculptra; • Skinbooster; • Fios de Sustentação para Face e Corpo; • Lasers para Manchas, Rugas e Rejuvenescimento (Harmony / CO2 / Fotona). Corporais • Drenagem Linfática (Também para Gestantes); • Pós-Operatório;

• Massagem Modeladora; • Detox Corporal; • Criolipólise; • Laser para Tratamento de Gordura Localizada, Flacidez, Celulite e Estrias; • Depilação Definitiva à Laser; • Preenchimento Vulvar; • Rejuvenescimento Vaginal com Laser; • Criofrequência.


A sua face diz muito sobre você Muitas pessoas não têm consciência do porquê percebem determinadas faces como agradáveis, amigáveis, profissionais e atraentes. Há, em geral dois motivos que levam uma pessoa a querer fazer uma plástica facial: • Aliviar a sensação da face cansada que não combina com o espirito de juventude que possui; • Sentir-se mais segura e satisfeita com a própria aparência no meio social e profissional. Olhando o seu álbum de fotos por acaso você está sentindo a sua fisionomia não atraente ou cansada? O relógio vai passando, mas não precisamos transparecer no mesmo ritmo o transcorrer do tempo. A partir dos 30 anos, inicia-se um processo de perda de água pela pele e as fibras de colágeno tendem a diminuir. A pele tornase mais flácida e começa a ocorrer o aprofundamento do “bigode chinês” e olheiras. Após os quarenta anos, a pele se torna mais frouxa, e as rugas e sulcos começam a surgir, perpendiculares às linhas dos músculos aparecendo as rugas laterais do sorriso e olhos. Após os cinquenta anos, o canto dos lábios começa a cair surgindo as “marionetes” e também há a queda da ponta do nariz. Há uma sensação de sobra de pele e perda de contorno na face. Simplificando, a face envelhece por dois motivos: queda pela gravidade e perda de volume.

Nesse transcorrer a indicação de vários tratamentos não- cirúrgicos podem ser realizados incluindo a aplicação de ácido hialurônico, toxina botulínica, bioestimuladores de colágeno como hidroxiapatita de cálcio (Radiesse, Rennova), ácido poli-láctico (Sculptra), policaprolactone (Ellanse) e tratamentos de pele tensores e clareadores (lasers e peeling químicos). Porém, quando é evidente a necessidade de reposicionamento das estruturas flácidas da face e pescoço, a cirurgia de lifting facial ou também chamada ritidoplastia é indicada com ótimos e duradouros resultados. O lifting facial, se baseia em recolocar os tecidos flácidos mais lateral e superiormente, através de pontos de sustentação que desenham nova-

mente os contornos faciais perdidos, assim como adaptar a pele que ficou em excesso na face e pescoço. As cicatrizes são colocadas de forma a camuflar ao máximo sua aparência e assim, contornam as orelhas e sobem em direção ao couro cabeludo. É uma cirurgia de passos delicados e assim, não deve perder qualidade em função da pressa. Dura cerca de quatro a seis horas, dependendo das associações cirúrgicas como pálpebras, sobrancelhas, mento, injeções de gordura e lipoaspirações. A expressão facial influência a percepção da emoção! Pense sobre isso: a mensagem emocional que você quer passar pode não refletir hoje exatamente como se sente. O seu “cartão de visitas” pode dizer muito por você!

DRA. MARIANA JORGE GARCIA Cirurgia Plástica CRM/PR 21831 | RQE 544

56

Revista Saúde | Junho . 2019 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA NAS PÁGINAS 6, 7 E 8


Implante Dentário É uma estrutura feita de titânio (como uma raiz do dente) que é posicionada cirurgicamente no osso maxilar abaixo da margem gengival que permite ao dentista montar dentes substitutos ou pontes para essa área. Um implante não se solta como uma dentadura. Os implantes dentários também beneficiam a saúde bucal em geral, porque eles não têm que ser apoiados em outros dentes, como as pontes. Cuidados com os implantes: A maioria dos implantes dentais são eficientes, e existem algumas etapas que você pode seguir para auxiliar na garantia do sucesso e fazer com que o implante dure. Pratique uma boa higiene bucal, evite o fumo, evite mastigar alimentos duros e consulte o dentista regularmente. Tipos de implantes: O tipo de implante mais recomendado na atualidade é o ósseo integrado que se mostrou uma revolução no tratamento de pacientes parcial ou totalmente desdentados. Implantes ósseo integrado: - são implantados por meio cirúrgico diretamente no osso maxilar. O período da osseointegração (integração ao osso) leva em média 4 a 6 meses dependendo da região a receber o implante. Após este período, uma segunda cirurgia é necessária para ligar o implante ao meio bucal, nesta fase o cirurgião dentista remove a gengiva que está recobrindo o implante e finalmente, um dente artificial (ou dentes) é conecta-

do ao implante, individualmente, ou agrupado em uma prótese que pode ser de dois tipos: Prótese Protocolo: - Prótese total, fixada sobre 4 a 8 implantes em média, este tipo de prótese é parafusada e retirada apenas pelo seu dentista, é uma prótese que confere boa estética e é uma ótima opção para quem pretende fugir da dentadura. Prótese Overdenture: - Prótese total removível sobre implante, este tipo de prótese é mais barata que a prótese protocolo porque exige menos implantes (2 a 6 em média) e é confeccionada em resina. Esta

prótese é como uma dentadura, porém, tem um encaixe em uma barra que conecta os implantes à prótese, conferindo a esta mais estabilidade e retenção. Esta prótese pode ser retirada pelo paciente e por isto a sua higienização é facilitada. • Os pinos são colocados cirurgicamente sob a gengiva. • Dentes artificiais, agrupados em uma ponte, são encaixados nos pinos. • Os implantes oferecem um encaixe bastante estável e firme. • Implantes servem de base para dentes substitutos isolados.

DR. RAFAEL R. TANURI CRO/PR: 14058 CURRÍCULO • Especialista em Ortodontia e Ortopedia Facial; • Especialista em Implantes Dentários.

44 3031-6799 9 9142-3813 Av. 19 de Dezembro, 369 - Salas 3 e 4 - Maringá - PR www.odontologiatanuri.com.br

58

Revista Saúde | Junho . 2019 | rsaude.com.br


Estalidos no joelho

O joelho é uma articulação central do corpo humano e exerce função essencial para a locomoção. Dor no joelho é uma queixa muito comum e em alguns casos está associada a estalidos e crepitações.

A maioria dos pacientes apresen-

em pacientes assintomáticos. Cabe

tam estalidos na frente do joelho (ró-

ao ortopedista avaliar corretamente a

tula ou patela). Exercícios de agacha-

causa da dor e realizar o diagnóstico

mento excessivo, subidas e descidas

diferencial com outras patologias do

de degraus ou rampas são atividades

joelho que também podem provocar

que potencializam a dor e os estalidos.

estalidos: lesões meniscais, ligamen-

Nesses pacientes há um desba-

tares, corpos livres articulares, artro-

lanço da musculatura dos joelhos e

se, entre outras.

dos quadris, que faz com que a pa-

Para o tratamento é essencial re-

tela “deslize” sobre o fêmur de ma-

abilitar a musculatura com exercícios

neira inadequada. A consequência

de alongamentos e fortalecimento,

disso é um desgaste precoce dessa

com profissionais especializados. Me-

cartilagem, chamada condromalá-

dicações analgésicas e para a cartila-

cea patelar.

gem aliviam os sintomas, porém em

A alteração da cartilagem da patela é também comumente observada

curto período de tempo. A cirurgia é raramente indicada.

DR. GILSON WASSANO KURODA Ortopedia e Traumatologia Cirurgia do Joelho Traumatologia Desportiva CRM/PR: 20522 | RQE 23647

60

Revista Saúde | Junho . 2019 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA NAS PÁGINAS 6, 7 E 8


DIRETOR TÉCNICO MÉDICO: DR. ORIDES RINALDI MERINO - CRM 15834-PR / RQE 7395

DR. FABIANO GOMES

DR. ORIDES MERINO

DR. PEDRO NAVARRO

DR. OMAR ABDALLAH

DR. FABIO AQUINO

DR. GILSON KURODA

CRM/PR 25132 | RQE 10998

CRM/PR 15834 | RQE 7395

CRM/PR 39924 | RQE 23647

CRM/PR 30744 | RQE 22999

CRM/PR 34488 | RQE 19262

CRM/PR 20522 | RQE 15716

Ortopedia e Traumatologia

Ortopedia e Traumatologia

Ortopedia e Traumatologia

Ortopedia e Traumatologia

Ortopedia e Traumatologia

Ortopedia e Traumatologia

Cirurgia da Coluna Vertebral

Cirurgia do Pé e Tornozelo

Cirurgia do Ombro

Cirurgia da Coluna Vertebral

Cirurgia da Mão e Microcirurgia Cirurgia do Joelho

(Novo medico em coluna)

vitaortopedia facebook.com/vitaortopedia

(44) 3031-4411 Av. Carlos Correia Borges, 851 | Maringá - PR vitaortopedia.com.br

Traumatologia Desportiva


Tratamento de varizes sem cirurgia. O que são varizes? Varizes são veias dilatadas e tortuosas que se desenvolvem sob a superfície cutânea. Dependendo da fase em que se encontram, podem ser de pequeno, médio ou de grande calibre. As veias mais acometidas pela doença varicosa são as dos membros inferiores: nos pés, pernas e coxas. Algumas pessoas apresentam minúsculas ramificações, de coloração avermelhada ou ligeiramente azulada. Estes casos costumam ser assintomáticos e provocam apenas desconforto estético em seus portadores. Esses pequenos vasos são de localização subdérmica e são chamados também de micro varizes, aranhas vasculares e teleangiectasias. Como se formam as varizes? As varizes se constituem num dos problemas mais antigos do ser humano. O sangue é bombeado pelo coração para dentro das artérias que, por sua vez, levam este sangue para todas as partes de nosso corpo. Todas as células de nosso organismo são nutridas por este sangue. Já as veias têm como função drenar o sangue de volta para o coração. Este caminho que o sangue percorre desde a sua saída do coração pelas artérias até o seu retorno pelas veias para o coração recebe o nome de circulação, como o coração fica bem distante dos pés e das pernas, o sangue desce muito facilmente do coração até as pernas e os pés, através das artérias, mas precisa desenvolver esforço muito grande para voltar dos pés e pernas até o coração. E este esforço é desenvolvido contra a força da gravidade. Esta tarefa de retorno venoso é executada pelas veias, por isso é importante caminhar, pois quando pisamos o sangue acumulado nos pés é bombeado para cima. Algumas pessoas têm veias mais fracas e menos resistentes a este trabalho contínuo e isso pode dificultar o retorno venoso.

Nem todo mundo tem varizes, mas o principal fator de risco para se ter, é a presença desta doença na família: a hereditariedade. No entanto, existem outros fatores que contribuem para favorecer o aparecimento das varizes ou agravar as já existentes, como: O sexo: as mulheres são mais propensas do que os homens por causa dos hormônios femininos – principalmente a progesterona que favorece a dilatação das veias. A idade: as varizes costumam aparecer a partir de 30 anos e podem ir piorando com o passar dos anos. E é pouco frequente antes dos 30. Entretanto, as micro varizes ou “aranhas vasculares”, também chamadas de “vasinhos”, podem aparecer em pessoas bem mais jovens. Outros fatores favorecem o aparecimento das varizes tais como: a obesidade, tabagismo, traumatismo nas pernas, gravidez, entre outros. Complicações das varizes Quando temos varizes este sangue tende a ficar represado nas pernas. Em consequência, com o passar do tempo, os tecidos das pernas passam a ser menos oxigenados e menos nutridos, e se não tratadas de forma correta as varizes podem progredir e desenvolver severas complicações. Entre estas podemos citar: Dermatite; Trombose; Pigmentação e escurecimento da pele; Eczema (geralmente se inicia com prurido – coceira); Flebite (inflamação da veia) e Varicoflebite que consiste na inflamação das varizes. Esta inflamação pode vir acompanhada da formação de trombo decorrente do sangue que coagula. Esta trombose superficial pode progredir para as veias profundas e aumentar o risco de embolia pulmonar. Tratamento das varizes Existem diferentes tipos de tratamentos para as varizes e o diagnóstico é relativamente fácil na medida em que pode ser feito pela simples inspeção visual, muitas vezes auxiliado por um aparelho chamado de GPS VASCULAR. No entanto, se necessário, o médico poderá utilizar-se do exame

de ultrassonografia venosa realizada com o Doppler. O mais importante são as medidas preventivas. No entanto, quando estas medidas de precaução não são suficientes, existem tratamentos menos agressivos, como a escleroterapia química. Escleroterapia química: É provavelmente a técnica usada há mais tempo para o tratamento das micro varizes ou vasos e para as varizes de pequeno calibre. Consiste na injeção de substancias esclerosantes (glicose hipertônica isolada ou combinada com outros esclerosantes) dentro dos vasos fazendo com que se contraiam e desapareçam, expulsando o sangue para as veias normais. Embora essas injeções precisem ser repetidas em algumas veias, a escleroterapia e muito eficaz e com excelentes resultados quando bem indicadas e realizada por médicos experientes. No entanto, quando as veias afetadas já atingiram grandes calibres, o tratamento indicado é a cirurgia ou técnicas inovadoras como a espuma densa de polidocanol, ou a técnica chamada de ampliada. Espuma densa de polidocanol: Essa técnica consiste em criar uma espuma, no próprio consultório, e injetar em veias mais calibrosas, sem cortes ou anestesia, mesmo aquelas que tenham indicação de cirurgia. Esse tratamento é indicado principalmente para idosos, pessoas com sobrepeso ou com complicações que impeçam indicação cirúrgica. Escleroterapia ampliada: Consiste na injeção de volumes maiores dos produtos esclerosantes nas veias intermediárias, isso quer dizer: grandes calibres usamos a espuma de polidocanol, nas reticulares ou micro varizes usamos a técnica da ampliada e nos vasinhos mais finos a técnica de escleroterapia simples. Qual a vantagem dessas tecnicas? Não requer internação, anestesia, ou até mesmo repouso prolongado. Mas para isso precisa passar por uma avaliação médica criteriosa para que possa ser ministrado o tratamento mais adequado.

DR. JOÃO GALVANIN Médico - CRM/PR 12358 CURRÍCULO • Emagrecimento; • Mesoterapia; • Esclerose de Varizes; • Implantes Hormonais.

62

Revista Saúde | Junho . 2019 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA NAS PÁGINAS 6, 7 E 8


Implantes Dentários e Cirurgia Ambulatorial Bucomaxilofacial O CTB - é um Centro de Tratamento Bucomaxilofacial especializado em Cirurgias Bucomaxilofaciais, em Implantes Dentários e também com êxito em Procedimentos Cirúrgicos de Menor Porte, os quais podem ser realizados em nossa clínica, sem, entretanto, deixar de ter as mesmas exigências cirúrgicas de qualquer procedimento no que tange aos cuidados com o diagnóstico do estado geral do paciente e planejamento cirúrgico pertinente ao ambiente ambulatorial onde o procedimento é realizado visando à segurança do paciente e qualidade no resultado. Desta forma se destacam em Cirurgia Ambulatorial Bucomaxilofacial: 1. Remoções de dentes do siso; 2. Remoção de dentes supranumerários; 3. Biópsias; 4. Remoção de cistos odontogênicos 5. Tracionamentos dentários; 6. Realização de implantes osseointegrados; 7. Pequenos enxertos ósseos; 8. Procedimentos que envolvem a estética buco facial; Para nós do CTB, é de suma importância orientar bem os pacientes, a fim de, selecionada a opção

cirúrgica, a mesma transcorra sem intercorrências. Também fazemos uso da sedação consciente em nossa clínica, a qual apresenta estrutura adequada para que o paciente se sinta confortável durante o tratamento. É bom saber que dentro da especialidade de Cirurgia Bucomaxilofacial existem procedimentos que exigem ser em ambiente hospitalar, portanto a escolha do ambiente ambulatorial está intimamente ligada ao procedimento a ser realizado, seu tempo de execução, bem como sua complexidade.

Para nós do CTB, é de suma importância orientar bem os pacientes, a fim de, selecionada a opção cirúrgica, a mesma transcorra sem intercorrências.

DR. ANGELO JOSÉ PAVAN CRO 7444 CURRÍCULO • Doutor em Diagnóstico Bucal; • Mestre em Cirurgia Bucomaxilofacial; • Professor de Cirurgia Bucomaxilofacial da Universidade Estadual de Maringá; • Professor de Cursos de Especialização em Implantodontia.

44 3024-5646 44 9 9136-5874 www.ctbmaringa.com.br ctb@ctbmaringa.com.br ctbmaringa ctbmaringabucomaxilo CTB Maringá Rua Princesa Isabel, 564 - Zona 4 - Maringá - PR

66

Revista Saúde | Junho . 2019 | rsaude.com.br

EXCELÊNCIA EM RESULTADOS

• Cirurgias e Estética Bucomaxilofacial • Cirurgia dos dentes do siso e outros dentes não irrompidos • Implates Dentários • Cirurgia Ortognática/Mentoplatia • Cirurgia de Enxertos Ósseos • Cirurgias Ambulatoriais


Obesidade Mórbida O maior distúrbio nutricional em nosso meio atualmente, é a obesidade, que ocorre quando o acúmulo de gordura corporal atinge níveis que trazem consequências à saúde do indivíduo, tanto física quanto socialmente. Se num passado não muito distante o acesso aos alimentos era difícil e trabalhoso, tendo de serem produzidos e processados quase que artesanalmente; hoje são abundantes, acessíveis a todos, produzidos em larga escala através de processos industriais, hipercalóricos e geralmente de baixo valor nutricional. Some a esta realidade os avanços tecnológicos e tendência ao sedentarismo e o que resulta é uma sociedade doente, onde a média de peso individual vem subindo vertiginosamente nas últimas décadas. A obesidade é dita mórbida quando o excesso de gordura armazenada compromete seriamente o funcionamento do organismo, reduzindo drasticamente a expectativa de vida do obeso mórbido e trazendo muitas limitações com perda da qualidade de vida durante sua existência. É considerada obesa mórbida a pessoa que apresenta porcentagem de gordura na composição do peso corporal acima de 35% para as mulheres e de 30% para os homens. Entretanto, a maneira mais prática de calcular a obesidade mórbida é através do Índice de Massa Corporal (IMC), que faz uma relação entre o peso e a altura: Peso (kg)/Altura2 (m); sendo considerado obeso mórbido sempre que o IMC for maior ou igual a 40kg/m2, ou maior ou igual a 35kg/m2 quando já existirem problemas de saúde relacionados a obesidade: pressão alta, diabetes, problemas articulares, apnéia do sono, doença do refluxo gastroesofágico, entre outros. Acredita-se que o sobrepeso ou a obesidade ocorram

em cerca de 60% da população adulta no Brasil, sendo considerados uma epidemia responsável por significantes e crescentes custos de saúde e tornando-se um sério problema social. Embora o caráter genético não possa ser esquecido, o comportamento é o grande responsável pelo agravamento da obesidade, que ocorre sempre quando há uma ingestão maior de energia (calorias) do que se consegue gastar. Mas o problema não é de fácil solução, pois a correção passa invariavelmente por mudanças comportamentais muito significativas, fáceis de serem identificadas, mas muito difíceis de serem alcançadas, o que torna o tratamento clínico conservador (dieta, atividade física, medicamentos, etc.) muitas vezes frustrante, frequentemente levando a perdas de peso no início do tratamento seguido do reganho do peso, o conhecido e indesejável “efeito sanfona”. Como alternativa ao tratamento conservador e devido ao grande problema de saúde relacionado a obesidade mórbida, foi desenvolvido o tratamento cirúrgico, que pode ser realizado através de uma cirurgia abdominal minimamente invasiva (laparoscopia), e onde o cirurgião consegue alterar a anatomia do trato digestivo, seja por uma redução da capacidade de armazenamento do estômago, levando a saciedade precoce (perda do apetite); seja por alterações/ derivações no intestino, agindo assim na capacidade de absorção dos alimentos e melhorando o funcionamento metabólico/ hormonal do individuo operado. O tratamento cirúrgico, ao contrário do tratamento clínico, apresenta elevadas taxas de resolução da obesidade e pode ser considerado o tratamento de escolha para obesidade mórbida. Mas não se iluda, o tratamento precisa passar invariavelmente por uma mudança comportamental devendo a cirurgia ser encarada como

uma ferramenta, muito eficaz é verdade, para mudanças no estilo de vida, as quais deverão ser mantidas para a remissão completa da doença. É importante também informar que a cirurgia apresenta complicações relacionadas ao ato cirúrgico e nutricionais a longo prazo, que não podem ser esquecidas no momento de escolha do tratamento. Portanto, se você encontra-se nesta grande parcela da população obesa, que percebe diminuir suas expectativas de controle do peso através dos métodos tradicionais; procure profissional qualificado e informe-se sobre o tratamento cirúrgico da obesidade mórbida e veja se você se enquadra nos critério de cirurgia. A cirurgia bariátrica quando tecnicamente bem realizada, com o suporte adequado de uma equipe multidisciplinar (cirurgião, clínico, nutricionista, psicólogo, fisioterapeuta) e somada ao desejo de mudança comportamental e a disciplina do paciente, é um método muito eficaz e seguro para o tratamento da obesidade mórbida.

DR. LUCIANO R. MUNHOZ Cirurgia do Aparelho Digestivo CRM/PR 20192 | RQE 12255 / 12256

68

Revista Saúde | Junho . 2019 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA NAS PÁGINAS 6, 7 E 8


Redução de Papada Com o Método FreePen® de Intradermoterapia Pressurizada sem Agulhas Você sabe o que é o Método FreePen®? Com tantas técnicas lançadas recentemente, às vezes é difícil saber o que é e como funciona cada um dos procedimentos estéticos. Por isso, vamos explicar detalhadamente como funciona o Método FreePen® patenteado e desenvolvido pela maringaense Lilian Scarpin. A técnica já ganhou o Brasil afora através da mentoria da Dra. Lilian Scarpin, que ministra cursos da técnica em todo país, habilitando profissionais para trabalhar com este Método Inovador. O que é o Método FreePen® e quais os seus benefícios? O método FreePen® consiste na aplicação de ativos de última geração, através de uma pistola de pressão na pele ou no tecido subcutâneo (tecido de gordura), sem o uso de agulhas. O ativo aplicado é escolhido pelo profissional de acordo com o objetivo do tratamento, no caso da papada, é utilizado um liporedutor de alta tecnologia para reduzir a gordura da região que também possui ativos específicos para firmar a pele do local. Sendo assim, a técnica promove um resultado espetacular na redução da gordura e deixa a pele da região mais firme. A técnica é indolor, e o método tem o diferencial de personalizar o tratamento de acordo com o objetivo de cada pessoa, através de uma avaliação detalhada.

A técnica também é indicada para diversos tipos de tratamentos, além da redução da Papada, como: celulite, gordura localizada, redução de medidas, estrias, flacidez, alopecias, queda de cabelo, rejuvenescimento e revitalização da pele da face, em homens e mulheres. Contraindicações do Método FreePen® O tratamento é contraindicado em casos de doenças de pele no local em que o produto será aplicado, para gestantes, lactantes, cardíacos, pacientes com doenças crônicas e também nos casos de alergia às substâncias que são utilizadas no processo. Por isso a consulta e avalição com o profissional é obrigatória, e de grande valor na seleção do paciente e indicação do tratamento estético. Como é feita a aplicação? O Metodo FreePen® consiste na utilização de uma caneta pressurizada que não utiliza agulhas, e que permitem a administração de princípios ativos para dentro da pele ou no tecido subcutâneo (tecido de Gordura) de

LILIAN SCARPIN

Micropigmentação e Estética

72

Revista Saúde | Junho . 2019 | rsaude.com.br

forma não invasiva. O dispositivo funciona como uma base de propulsão do jato de alta velocidade quem rompe o tecido epitelial epidermal (a pele), conseguindo colocar os ativos sem o uso de agulhas. Os ativos utilizados podem conter um conjunto de aminoácidos, vitaminas, lipolíticos, substâncias eutróficas, substratos nutrientes e extrato de enzimas e plantas. Todo o material utilizado na técnica tem autorização da ANVISA. Duração do tratamento Os resultados começam a aparecer logo após a primeira sessão, comumente nas primeiras 48h (no caso dos tratamentos para gordura localizada), e isto é totalmente dependente das substâncias usadas, que deve ser devidamente selecionada para cada caso e para cada paciente, pelo profissional, que deve ser muito bem capacitado e treinado em seus conhecimentos. As sessões duram em média 15 -30 minutos cada uma. E a quantidade de sessões podem variar de acordo com o objetivo e da quantidade de gordura da região a ser tratada.


• Forros e divisórias em gesso acartonado • Forro acústico mineral • Forro PVC • Forro gesso plaquetas • Steel FRAME

Residência A|S Estamos atentos aos pequenos detalhes transformando cada obra em única. O nosso diferencial está em planejar um ambiente útil e agradável, entendendo que cada usuário tem seu estilo e sua necessidade.

44 3224-0604

Rua Ema, 515 | Jardim Everest | Maringá-PR

www.gessopontocom.net

Requinte sofisticação e qualidade ao seu alcance!


E S P E C I A L C A PA

Seus exames estão normais, inclusive os hormonais, mas você não se sente bem? A Pergunta é: como queremos envelhecer? Entenda a Fisiologia do Envelhecimento.......

Entenda a fisiologia do envelhecimento. Hoje, mais da metade da população mundial vai viver mais tempo na menopausa do que antes dela. Por isso é importante entender a fisiologia do envelhecimento. A fisiologia hormonal vai determinar como se vai envelhecer. Quando conseguimos entender a

a progesterona, a testosterona, o GH

mos principalmente testosterona, a

fisiologia do envelhecimento, passa-

(hormônio do crescimento), que é

qual regula o ciclo do sono.

mos a compreender que a natureza

também responsável pela manuten-

Ademais, com o envelhecimento pas-

nos mata de forma elegante, já que vai

ção das massas musculares e óssea.

samos a ter inflamações, dores crônicas,

roubando aos poucos os nossos hor-

Um dos principais hormônios que está

fibromialgia, poliartrite, poliartralgia, vis-

mônios. Então começamos a dormir

intimamente relacionado ao envelhe-

to que os hormônios esteróides (que são

menos, a cansar mais e, não percebe-

cimento é a pregnenolona, cuja fun-

analgésicos e anti-inflamatórios naturais

mos isso, pois é um movimento mui-

ção é manter os impulsos nervosos,

produzidos pelo nosso corpo), também

to sutil. Vamos aos poucos perdendo

preservar a capacidade de raciocínio,

diminuem muito.

a memória, o raciocínio, a cognacão,

reduzir riscos de demência e manter a

A Mulher sente menos dor do que

a visão, isto é a natureza nos leva os

capacidade cognitiva. Ou seja, é fun-

o homem por ter níveis mais elevados

hormônios que poderiam nos estar

damental para vida como precursor

de progesterona, o homem emagrece

dando melhor sustentabilidade.

dos hormônios esteroides.

mais rápido e ganha mais massa mus-

Quando começamos a envelhecer,

Quando ficamos mais velhos, te-

perdemos a capacidade de queimar

mos mais despertares noturnos, não

gordura, pois se deterioram os hor-

dormimos tão bem e começamos o

mônios que realizam esse processo:

engordar. isto ocorre porque perde-

cular que a mulher por ter um nível mais elevado de testosterona. Retardar o envelhecimento é possível!

A vida é feita de escolhas! Seja autor da sua própria história. Sua Saúde física e mental é seu bem mais precioso! 76

Revista Saúde | Junho . 2019 | rsaude.com.br


DRA. MICHELE MARQUES Fisioterapeuta - Crefito 186717F • Terapia Ortomolecular; • Coaching em Saúde Física e Mental da Mulher.

Dra. Michele Marques

Dra. Michele Marques Espaço Mulher Rua Martin Afonso,661 zona 2 44 9.8457-2520


E S P E C I A L C A PA

Nanotecnologia aplicada a Juventude e disfunção metabólica da Mulher! O Futuro do Futuro.... Como a Nanotecnologia pode contribuir para sua saúde e beleza! A nanotecnologia apresenta-se como um segmento científico polivalente e promissor, com a possibilidade de transformar distintas áreas do conhecimento e reestruturar cadeias produtivas, tais como, a área da saúde, beleza e em especial os medicamentos naturais. Em evidência, a nanotecnologia

função metabólica da mulher e longe-

partir de princípios ativos já existente

por se tratar de uma inovação, possi-

vidade , a Dra. Michele Marques, com

na natureza, com nanotecnologia tra-

bilita resultados mais eficazes no pa-

um olhar focado nas mulheres após 40

tamentos específicos para a pele da

pel dos fármacos.

anos, realizou alguns estudos quan-

mulher madura.

titativos e qualitativos, juntamente

Inovando para que as mulheres

Quais são os benefícios de usar a

com uma equipe multidisciplinar, re-

possam conquistar, mais rapidamente

nanociência?

alizados na USP/SP, com o objetivo

e sem riscos, sua melhor versão, física

As atividades de pesquisa e desen-

de integrar saúde física, emocional e

e emocional.

volvimento em nanociência e nano-

entender melhor o desequilíbrio hor-

Foi criado Protocolos de tratamen-

biotecnologia, vem revolucionando

monal e suas consequências físicas e

tos naturais para emagrecimentos,

a área da saúde. Propriedades como

psicológicas no universo feminino.

disfunção metabólica da mulher, an-

diâmetro subcelular, capacidade de

Buscando unir beleza, saúde físi-

liberação controlada, susceptibilida-

ca e emocional da mulher, de forma

Além de uma linha toda elaborada

de de ativação externa, entre outras,

natural, a Dra Michele Marques, criou

com nanotecnologia para o tratamento

fazem dos sistemas e dispositivos na-

protocolos personalizados, após um

de rejuvenescimento com resultados.

nobioestruturados elementos porta-

trabalho de estudos de casos clínicos,

Quer comer chocolates e ainda dimi-

dores de futuro nas ciências médicas,

juntamente com uma equipe multidis-

nuir a ansiedade e vontade de comer do-

especialmente na área farmacêutica.

ciplinar: farmacêuticos, nutricionis-

ces? Ajudando na TPM? Nós temos!!!!!

Após um ano e meio de pesquisas e

tas, endócrinos, psicólogos, dentistas

estudos em fisiologia aplicada na dis-

e fisioterapeutas, para desenvolver a

Nanotecnologia no Universo Feminino! Que tal chegar aos 40+50+60+Divas? Reinvente se! 78

Revista Saúde | Junho . 2019 | rsaude.com.br

siedade e depressão.

Mulheres ainda tem muito mais para vc nesta Matéria!!!!!


DRA. MICHELE MARQUES Fisioterapeuta - Crefito 186717F • Terapia Ortomolecular; • Coaching em Saúde Física e Mental da Mulher.

Dra. Michele Marques

Dra. Michele Marques Espaço Mulher Rua Martin Afonso,661 zona 2 44 9.8457-2520


E S P E C I A L C A PA

Projeto Borboletas: Saúde Física e Emocional da Mulher Transforme-se na sua melhor Versão..... Reinvente se! Redescubra se! Reescreva sua Historia! Republique se! Mulher uma jóia preciosa....aos olhos de Deus. Com um olhar carinhoso visando o público feminino, a Dra. Michele Marques, deu inicio a um grande projeto, onde o principal objetivo é transformar mulheres em suas melhores versões. Agregando em suas palestras outras profissionais, para juntas levar a todas as outras mulheres conhecimento, apoio, oportunidades redescobertas, criando novos horizontes que vem transformando vidas. A mulher gera um filho tem seu corpo, muita das vezes marcado por uma gestação. são extremamente cobradas, tendo de ser mães, esposas, profissionais, e ainda , estarem lindas e magras, entre outras cobranças que a sociedade hoje impõem, pseudo perfeitas, verdadeiras maquinas! Claro!!!! Não vale chorar e muito menos surtar.....

Nós mulheres sexo Frágil? NÃO!!! Somos verdadeiras guerreiras Sem contar que os hormônios femininos, quando alterados geram comportamentos que podem comprometer esta mulher emocionalmente, criando assim patologias psíquicas, limitando seu desenvolvimento cognitivo e comportamental, fazendo com que a mesma sem ter este conhecimento acredite que não é capaz! Se tornando refém de si mesmas, por causa de uma disfunção bioquimica, ocasionada por uma disfunção hormonal. Não temos mais espaço para profissionais engessados. É necessário que os diplomas fiquem pregados na parede e as ferramentas adquiridas do conhecimento saiam de um espaço físico e chegue até as pessoas, com o objetivo de realmente transformar vidas. Conhecimento sem atitude humana, é como uma ferrari na garagem! Saúde Física, Emocional da Mulher são as bases deste projeto.

DRA. MICHELE MARQUES Fisioterapeuta - Crefito 186717F • Terapia Ortomolecular; • Coaching em Saúde Física e Mental da Mulher.

Dra. Michele Marques Dra. Michele Marques Espaço Mulher Rua Martin Afonso,661 zona 2 44 9.8457-2520

80

Revista Saúde | Junho . 2019 | rsaude.com.br

As palestras tem como finalidade agregar profissionais, resgatar mulheres e transformá-las em sua melhor versão. Tudo que é arrecadado nas palestras como agasalhos, alimentos, brinquedos, são doados para as instituições Participe você também e faça a diferença.


Revista Saúde Junho . 2019 Maringá . PR

#curtas |

VIAGEM O empresario Inácio Paganini e família curtiram uma maravilhosa viagem num cruzeiro nas Bahamas.

CONHECIMENTO Dra. Mariana Garcia participou do 1ºcurso Internacional de Rinoplastia Aberta nos dias 09,10 e 11 de maio no Grand Hotel Rayon em Curitiba.

MOMENTO DE DESCONTRAÇÃO Dra. Michele Marques e o empresário Altamiro Antônio em mais uma noite agradável na Trè Riche, na quarta é delas.

FÉRIAS O casal Lincoln Goes e Luciane aproveitando as férias em família na Disney.

#estounocurtasdasaúde rsaude.com.br | Junho . 2019 | Revista Saúde

81


#curtas |

Revista Saúde Junho . 2019 Maringá . PR

ENSAIO FOTOGRÁFICO Dra. Michele Marques em momentos de descontração e produção para as fotos da capa da Revista Saúde Maringá

CONGRESSO Dra. Adriana Beletato Balancieri participou do 13º Congresso Brasileiro Pediátrico de Endocrinologia e Metabologia na Costa do Sauípe - BA. Desde 2005 participando desse congresso apresentando trabalho científico e discutindo com as atualizações com os principais profissionais da área no Brasil.

IRONMAN BRASIL 2019 O cirurgião plástico Orlando Monteiro feliz da vida após o término do Ironman Brasil 2019, realizado em 26 de maio, em Florianópolis, junto da sua esposa Carla Araújo e da filha Helena.

FÉRIAS Dr. Jefferson Gualda e sua família curtindo as férias na Itália.

#estounocurtasdasaúde 82

Revista Saúde | Junho . 2019 | rsaude.com.br


#social |

Revista Saúde Junho . 2019 Maringá . PR

1

3

2

4

6

8

5

7

9

10

CONQUISTA A paganini Corretora e Assessoria expandem os negócios e atinge quase todo o Brasil. Inácio Paganini nas fotos com seus diversos profissionais atuantes.” 1. Equipe Belo Horizonte - MG, 2. Equipe Recife - PE, 3. Equipe Curitiba - PR, 4. Equipe Rio de Janeiro - RJ, 5. Equipe Manaus - AM, 6. Equipe Niteroi RJ, 7. Equipe Florianópolis - SC, 8. Equipe Ribeirão Preto - SP, 9. Equipe Porto Alegre - RS, 10. Equipe São Paulo - SP, 11. Equipe Maringá - PR, 12. Equipe São José do Rio Preto -SP, 13. Equipe Vitória - ES. 84

Revista Saúde | Junho . 2019 | rsaude.com.br


Revista Saúde Junho . 2019 Maringá . PR

| #social

11

12

13

PREMIAÇÃO Num grande evento da Sociedade Brasileira de Direito Médico e Bioética, no Costão do Santinho em SC, a Paganini Corretora foi premiada com o melhor desempenho e resultado nacional.

rsaude.com.br | Junho . 2019 | Revista Saúde

85


#social |

Revista Saúde Junho . 2019 Maringá . PR

ROTARY CLUB MARINGÁ O Rotary Club Maringá Novo Centro realizou no dia 10 de Abril o 12º Risoto beneficente em prol da Wajunkai, com o Bingo tradicional deste club, sob o comando do Sr. Michel Oliveira, Presidente atual. Onde reuniu mais de 700 pessoas no Country Club de Maringá.

86

Revista Saúde | Junho . 2019 | rsaude.com.br


Revista Saúde Junho . 2019 Maringá . PR

| #social

Fotógrafo José Carlos Ronchin

ROTARY CLUB MARINGÁ

rsaude.com.br | Junho . 2019 | Revista Saúde

87


#social |

Revista Saúde Junho . 2019 Maringá . PR

10 TORNEIO TERUO MATSUDA DE GOLFE - MEMORIAL Nos dias 13 e 14 de abril aconteceu no Alphaville o 10º Torneio Teruo Matsuda Memorial no Maringá Golf Clube Estiveram presente 138 participantes: paranaenses, paulista, paraguaios e argentinos.

88

Revista Saúde | Junho . 2019 | rsaude.com.br


Revista Saúde Junho . 2019 Maringá . PR

| #social

10 TORNEIO TERUO MATSUDA DE GOLFE - MEMORIAL

rsaude.com.br | Junho . 2019 | Revista Saúde

89


#social |

Revista Saúde Junho . 2019 Maringá . PR

HÁ 10 ANOS NA CIDADE DE MARINGÁ-PR, A MAIOR REDE DE ÓTICAS DO BRASIL, INICIA UM NOVO TEMPO. Sob nova direção desde o início do ano, a Ótica Diniz realizou no mês de Março/19 um coquetel de reinauguração. Dentre os convidados, se fizerem presentes: médicos oftalmologistas, laboratórios ópticos, parceiros e também diretores da franquia de outras regiões. Com uma nova visão e anseio de entrarem no mercado de Maringá, trazendo inovação, tecnologia e excelência no atendimento, os diretores Everton Diniz e Monica Diniz, já colhem frutos e celebram o sucesso em poucos meses de trabalho. “Este é apenas o início. Maringá é uma cidade promissora. Temos este e outros projetos para a cidade e região”, comenta a sócia proprietária Monica Diniz. 90

Revista Saúde | Junho . 2019 | rsaude.com.br


#social |

Revista Saúde Junho . 2019 Maringá . PR

ADVENTURE CUP 2019 A Adventure Cup é organizada pela ASCPE – Associação Catarinense em Prol do Esporte e Cultura A 2ª Etapa da Adventure Cup realizada no dia 13 de Abril de 2019, na cidade de Araquari / SC foi um sucesso tanto no número de competidores, como de satisfação. Os UTVS merecem um parágrafo a parte, pelo espetáculo que dão ao público, pela intensa disputa que foi especial, segundo a segundo, e também pelo excelente clima entre todos os competidores. Foi um show de imagens e altíssima velocidade. 92

Revista Saúde | Junho . 2019 | rsaude.com.br


#social |

Revista Saúde Junho . 2019 Maringá . PR

ADVENTURE CUP 2019 A Adventure Cup é organizada pela ASCPE – Associação Catarinense em Prol do Esporte e Cultura A 2ª Etapa da Adventure Cup realizada no dia 13 de Abril de 2019, na cidade de Araquari / SC foi um sucesso tanto no número de competidores, como de satisfação. Os UTVS merecem um parágrafo a parte, pelo espetáculo que dão ao público, pela intensa disputa que foi especial, segundo a segundo, e também pelo excelente clima entre todos os competidores. Foi um show de imagens e altíssima velocidade. 94

Revista Saúde | Junho . 2019 | rsaude.com.br


Revista Saúde Junho . 2019 Maringá . PR

| #social

FORMATURA Ágatha Bravo comemorando em grande estilo, com os familiares e amigos a grande noite do baile de sua formatura em Nutrição, o evento foi realizado no Fashion Hall

rsaude.com.br | Junho . 2019 | Revista Saúde

95


#social |

Revista Saúde Junho . 2019 Maringá . PR

11 ANOS DE REVISTA SAÚDE EM MARINGÁ No dia 21/03/2019 a Revista Saúde de Maringá, reuniu clientes, amigos, parceiros e colaboradores, no aniversário de 11 anos da franquia de Maringá, evento realizado no Giardino Eventos.

96

Revista Saúde | Junho . 2019 | rsaude.com.br


Revista Saúde Junho . 2019 Maringá . PR

| #social

Fotógrafo J. Adilson

11 ANOS DE REVISTA SAUDE EM MARINGÁ

rsaude.com.br | Junho . 2019 | Revista Saúde

97


#social |

Revista Saúde Junho . 2019 Maringá . PR

11 ANOS DE REVISTA SAÚDE EM MARINGÁ No dia 21/03/2019 a Revista Saúde de Maringá, reuniu clientes, amigos, parceiros e colaboradores, no aniversário de 11 anos da franquia de Maringá, evento realizado no Giardino Eventos.

98

Revista Saúde | Junho . 2019 | rsaude.com.br


Revista Saúde Junho . 2019 Maringá . PR

| #social

Fotógrafo J. Adilson

11 ANOS DE REVISTA SAUDE EM MARINGÁ

rsaude.com.br | Junho . 2019 | Revista Saúde

99


#social |

Revista Saúde Junho . 2019 Maringá . PR

11 ANOS DE REVISTA SAÚDE EM MARINGÁ No dia 21/03/2019 a Revista Saúde de Maringá, reuniu clientes, amigos, parceiros e colaboradores, no aniversário de 11 anos da franquia de Maringá, evento realizado no Giardino Eventos.

100

Revista Saúde | Junho . 2019 | rsaude.com.br


Revista Saúde Junho . 2019 Maringá . PR

| #social

Fotógrafo J. Adilson

11 ANOS DE REVISTA SAUDE EM MARINGÁ

rsaude.com.br | Junho . 2019 | Revista Saúde

101


#social |

Revista Saúde Junho . 2019 Maringá . PR

11 ANOS DE REVISTA SAÚDE EM MARINGÁ No dia 21/03/2019 a Revista Saúde de Maringá, reuniu clientes, amigos, parceiros e colaboradores, no aniversário de 11 anos da franquia de Maringá, evento realizado no Giardino Eventos.

102

Revista Saúde | Junho . 2019 | rsaude.com.br


Revista Saúde Junho . 2019 Maringá . PR

| #social

Fotógrafo J. Adilson

11 ANOS DE REVISTA SAÚDE EM MARINGÁ No dia 21/03/2019 a Revista Saúde de Maringá, reuniu clientes, amigos, parceiros e colaboradores, no aniversário de 11 anos da franquia de Maringá, evento realizado no Giardino Eventos.

rsaude.com.br | Junho . 2019 | Revista Saúde

103


#social |

Revista Saúde Junho . 2019 Maringá . PR

COMEMORAÇÃO DE 1 ANO A Clinica Vivare Estética comemorou seu primeiro ano em Maringá,no edifício atrium no dia 11/05 e contou com a presença da influencer e modelo Adriana Santana,os amigos e clientes prestigiaram esse dia de muitas novidades.

104

Revista Saúde | Junho . 2019 | rsaude.com.br


Guia de profissionais CIRURGIA PLÁSTICA

Revista Saúde Edição 44 | Junho . 2019 | Maringá.PR

PSIQUIATRIA

Dra. Aline Pavan

Dra. Ândrea Kraft

Clínica Aline Pavan

Clínica Maringá

Av. Carlos Correa Borges, 20 - Maringá/PR

Avenida Tiradentes,1455 - Maringá/PR

44 3025-3139

44 3224-9553

Dra. Beatriz Zagorski Quirino Clínica Bruno Quirino: Av. Nóbrega, 768 - Zona 04 - Maringá/PR 44 3030.1313 | 9.9131.3330

OFTALMOLOGIA Dr. Gustavo B. Siqueira Instituto Oftalmológico

Dra. Lilian Scarpin Av. Horácio Racanello 3640 sala 07 - Maringá/PR Rua Bernadino Bogo, 250 - Mandaguaçu/PR 44 3245.1610 - 44 9.9839.7752 - 44 3025-1610

FARMÂCIA Flavia Leonel Ayres

Av. Rio Branco, 886 - Maringá/PR

Bioessência

Dr. Bruno Quirino

44 3029-4656

Av. Curitiba, 160 - Zona 04 - Maringá/PR

Clínica Bruno Quirino:

Dr. Rony E. B. Donega

44 98428.2335 - 44 3030.1515

Av. Nóbrega, 768 - Zona 04 - Maringá/PR 44 3030.1313 | 9.9131.3330 Dr. Jorge Fiad Av. Rio Branco, 886 - Maringá/PR 44 3029.4656 Dra. Mariana Jorge Garcia Rua Santos Dumont, 2314 - Sala 101 Centro Comercial Braz José Jorge Abrão - Maringá/PR 44 3346-2444 | 98824-0343 Dr. Orlando Monteiro Betaclínica Av. Humaitá, 743 - Maringá/PR 44 3026-6463 | 44 3224-4820

CLÍNICA MÉDICA Dr. Hasan Juda Clínica Maringá: Rua Tiradentes, 1455 - Maringá/PR 44 9 9987-3745 / 3224-9553

DERMATOLOGIA Dr. Jefferson C.B.Gualda Av. Dr. Luiz Teixeir a Mendes, 2150 - Maringá/PR 44 3025.1660 Dra. Marília Furlanetto Centro Médico e Odontológico Sant’Ana: Av. Nóbrega, 150 44 3025-3839 | 9 9114-3839

GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA

Instituto Oftalmológico Av. Rio Branco, 886 - Maringá/PR 44 3029-4656

ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA Dr. Fabiano Gomes

Dra. Mirelle José Ruivo Espaço Vivare Saúde e Estética:: Filial em Maringá:

FISIOTERAPIA Dra. Michele Marques 44 98457.2520

FONOAUDIOLOGIA

Clínica Vita:

Isabela Maria Rolin

Av. Carlos Correa Borges, 851 - Maringá/PR

Prosom

44 3031-4411

Av. Cidade Leiria,543

Dr. Fábio Brandi

44 3041-4434

Clínica Vita:

ODONTOLOGIA

Av. Carlos Correa Borges, 851 - Maringá/PR 44 3031-4411 Dr. Gilson Kuroda Clínica Vita: Av. Carlos Correa Borges, 851 - Maringá/PR

Dra. Ana Paula Trainotti Trainotti & Matsunaga Av. Cerro Azul, 614 - Jardim Novo Horizonte, Zona 2, Maringá - PR

44 3031-4411

44 3354-1945 | 9.9848-1945

Dr. Omar Abdalah

Dr. Angelo José Pavan

Clínica Vita:

Rua Princesa Isabel, 564 - Maringá/PR

Av. Carlos Correa Borges, 851 - Maringá/PR

44 3024-5646 / 9.9156-5874

44 3031-4411 Dr. Orides Merino Clínica Vita: Av. Carlos Correa Borges, 851 - Maringá/PR 44 3031-4411 Dr. Pedro Navarro Clínica Vita: Av. Carlos Correa Borges, 851 - Maringá/PR 44 3031-4411

REUMATOLOGIA

Dra. Mariana Matsunaga Medeiros Trainotti & Matsunaga Av. Cerro Azul, 614 - Jardim Novo Horizonte, Zona 2, Maringá - PR 44 3354-1945 | 9.9848-1945 Dr. Rafael R. Tanuri Odontologia Tanuri Av. 19 de Dezembro, 369 - Salas 3 e 4 - Maringá/PR 44 3031.6799

Edifício Átrium, Av. Pedro Taques X Bento Munhoz, 294 - Sala

Dr. Hasan Juda

26 - Térreo - Maringá - Paraná

Clínica Maringá:

44 9 9910-7671

Rua Tiradentes, 1455 - Maringá/PR

Implante Ingá

44 9 9987-3745 / 3224-9553

Av. Itororó, 597 - Maringa - Paraná

MÉDICO Dra. Glaucia Peron Artmed: Rua Joaquim Nabuco, 648 - Maringá/PR 44 3026-3180 | 44 99809-0018

NEUROCIRURGIA Dr. André Ricardo Steindorff Malheiros Av. Independência, 258 - Sala 201 CEP 87015-020 Zona 04 Maringá PR

106

ESTÉTICA

UROLOGISTA Dr. Enio Ventura Centro Médico Rio Branco: Av. Rio Branco, 942 - Sala 09 - Maringá/PR 44 3029.4730

Dr. Rodrigo Cardoso Machado

44 3266-1788

PSICOLOGIA Adriana Barbieri Cabrini 44 9.8448-8257

UROLOGISTA Dr. Marcio de Carvalho

Ana Beatriz F. Meneguetti Centro Empresarial Braz Jose Jorge Abrão

44 3047 9787 | 44 99122-8146

UroMed

Rua Pernambuco, 21- CEP 87709-390

Rua Pioneiro Waldemar Gomes da Cunha, 514

Rua Santa Joaquina de Vedruna, 608

Paranavaí/PR

Jd. San Remo - Maringá/PR

Sala 03 - Zona 5 - Maringá - PR

44 3045-0006 | 44 99122-8146

44 3029-3600

44 99970-9991

Revista Saúde | Junho . 2019 | rsaude.com.br


Profile for Revista Saúde

REVISTA SAÚDE MARINGÁ - EDIÇÃO 44 - 06/06/2019  

REVISTA SAÚDE MARINGÁ - EDIÇÃO 44 - 06/06/2019