Page 1


O nosso programa de DESCONTOS ACUMULATIVOS!

É MUITO FÁCIL PARTICIPAR BASTA COMPARECER A UMA DE NOSSAS LOJAS COM O SEU CPF E PREENCHER OS DADOS. QUANTO MAIS VOCÊ COMPRA, MAIS DESCONTOS VOCÊ GANHA PARA ABATER EM SUAS PRÓXIMAS VISITAS.

saiba mais

farmaciaeconomize

.com.br/clube


Que você não economize no amor, na alegria e nos bons momentos que virão em 2019!

v

-


Guia médico

Revista Saúde Edição 18 | Dezembro . 2018 | Rondonópolis.MT

Dra. Ana Cláudia Amaral Vilela Pediatra Endocrinologia Pediátrica CRM/MT 6977 | RQE 2994 | RQE 4317 Clínica Aurora: Av. Sotero Silva, 1342, Vila Aurora Rondonópolis/MT 66 3421-6430 | 3026-0111 66 99909-2010

Dra. Ângela Miranda da Silva Reumatologista CRM/MT 5245 | RQE 2537

Ortopedia e Traumatologia CRM/MT 3980 | RQE 1989

Clínica Vittaclin Rua 7 de Setembro, 637, Vila Birigui, Rondonópolis/MT 66 3421-8817

Centro Médico São Mateus: Av. Aclimação, 265, Bosque da Saúde - Cuiabá/MT 65 3051-2250 | 3051-2184 65 3051-2130 | 3051-2187 65 99914-3006 (WhatsApp)

Dr. Altemar Lopes da Silva

Dr. Cleber Verquietini

Médico Neurologista Neurocirurgião CRM/MT 3858 | RQE 1974 | RQE 1975 Neuromed Care Av. Tiradentes, 1887, Centro, Rondonópolis-MT 66 3026-0152

10

Dr. Aleixo Petrenko

Ortopedia e Traumatologia CRM/MT 7263 | RQE 2892 | TEOT 12684

Clínica Dr. Altermar Lopes Av. Sagrada Família, 755 - Vila Aurora Rondonópolis-MT 66 3421-3093 | 99925-2013

Clínica Gama: Rua Humaitá, 1837 - Vila Birigui Rondonópolis-MT 66 99961-8423

Dra. Dayse Ribeiro Bertinetti

Dr. Diógenes Garrio Carvalho

Radiologia e Diagnóstico por Imagem CRM/MT 5745 | RQE 3061

Medicina do Trabalho CRM/MT 4142 | RQE 3463

Cedir: Rua Cafelândia, esq. com Arnaldo Etevan, 1776, La Salle, Rondonópolis-MT 66 3427-2600

Gera Medicina e Segurança do Trabalho/Perícia: Rua Afonso Pena, 809, Rondonópolis-MT 66 3424-0035 | 3426-5085

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br


Guia médico

Revista Saúde Edição 18 | Dezembro . 2018 | Rondonópolis.MT

Dr. Edilson Luiz Marques Neurologia | Neurocirurgia CRM/MT 4284 | RQE 1187 | RQE 1188 Neuromed Care Av. Tiradentes, 1887, Centro, Rondonópolis-MT 66 3026-0152 Dom Pedro II, 1490 - Santa Cruz, Rondonópolis - MT 66 3423-7229

Dr. Eduardo Soares Bettin Médico CRM/MT 5514

Dr. Eduardo Maciel Narvaes Urologista CRM/MT 7718 | RQE 3230

Urolaser Rua José Salmen, 603 - Vila Birigui, Rondonópolis-MT 66 3426-8651

Dr. Elemar dos Santos Bertinetti Radiologia e Diagnóstico por Imagem CRM/MT 1107 | RQE 1976

Cedir: Rua Cafelândia, esq. com Arnaldo Etevan, 1776, La Salle, Rondonópolis-MT 66 3427 2600

Cedir: Rua Cafelândia, esq. com Arnaldo Etevan, 1776, La Salle, Rondonópolis-MT 66 3427-2600

Dra. Éthel Barbosa Raunheitti de Souza

Dr. Everton de Mello

MÉDICA

Radiologia e Diagnóstico por Imagem CRM/MT 5925 | RQE 3347

CRM/MT 8237

Dermo Estetic Av. Jose Salmen, 557 - Vila Birigui, Rondonópolis/MT 66 3423-3208 | 66 9991-1011

Cedir: Rua Cafelândia, esq. com Arnaldo Etevan, 1776, La Salle, Rondonópolis-MT 66 3427-2600

Dr. Felipe Bastos de Lima

Dr. Fernando Borges Ribeiro

Neurocirurgia CRM/MT 6016 | RQE 3747

Urologista CRM/MT 4737 | RQE 1713

Neuromed Care Av. Tiradentes, 1887, Centro, Rondonópolis-MT 66 3026-0152

Urolaser Rua José Salmen, 603 - Vila Birigui, Rondonópolis-MT 66 3426-8651

Dr. Fernando Gakiya

Dra. Flavia Gomes Pessoa

Radiologia e Diagnóstico por Imagem CRM/MT 9048 | RQE 3942

Pediatria Endocrinologia Pediátrica CRM/MT 6516 | RQE 3770 | RQE 3927

Cedir: Rua Cafelândia, esq. com Arnaldo Etevan, 1776, La Salle, Rondonópolis-MT 66 3427-2600

Clínica Suprema Rua Fernando Corrêa da Costa, 2906, Jardim Guanabara II, Rondonópolis-MT 66 3423-4175 | 99989-1001 rsaude.com.br | Dezembro . 2018 | Revista Saúde

11


Guia médico

Revista Saúde Edição 18 | Dezembro . 2018 | Rondonópolis.MT

Dra. Franciane S. Pasqualotto Simão

Dr. Gabriel Chaves da Silva

Pediatria Gastroenterologista e Hepatologista Pediátrica

CRM/MT 9881 | RQE 4445

CRM/MT 5447 | RQE 2634 | RQE 2635 Clínica Vivere Rua Presidente João Goulart, 957 Vila Aurora, Rondonópolis-MT 66 3023-6404 | 9 9939-1828

Dr. Helil Faria de Queiroz Radiologia e Diagnóstico por Imagem CRM/MT 2911 | RQE 1956

Cedir: Rua Cafelândia, esq. com Arnaldo Etevan, 1776, La Salle, Rodonópolis-MT 66 3427-2600

12

Neurocirurgia

Neuromed Care Av. Tiradentes, 1887, Centro, Rondonópolis-MT 66 3026-0152

Dr. Helio Cavalcanti Garcia Neto Gastroenterologista CRM/MT 5971 | RQE 3953

Clínica Pró Vida Av. Amazonas, 407, Centro Primavera do Leste-MT 66 3498-4150 Endoclinica Rua Acyr de Rezende Souza e Silva, 1962 - Vila Birigui - Rondonópolis/MT 66 3426-9298

Dr. Henrique Manoel de B. Oliveira

Dr. Hygnas Goulart Jorge

Endoscopia CRM/MT 6115 | RQE 2491

CRM/MT 10197 | RQE 4673 | RQE 4674

Cedir: Rua Cafelândia, esq. com Arnaldo Etevan, 1776, La Salle, Rodonópolis-MT 66 3427-2600

Clínica Santé José Salmen, 573, Vila Birigui, Rondonópolis/MT 66 3427-0278

Dr. João Celso Garcia Cruvinel

Dr. José Arturo Llobet Malala

Médico

Pediatra

CRM/MT 9874

CRM/MT 7390 - RQE 4387

HOP - Hospital de Olhos de Primavera Avenida dos Lagos, 2892 Parque das Águas, Primavera do Leste-MT 66 99676-8885

Av. Lions Internacional, 239 - Parque Real - Rondonópolis/MT 66 3026-0102 | 98155-0254

Dr. José Felipe Horta Jr.

Dr. José Soares

Ginecologia - Obstetrícia CRM/MT 3598 | RQE 1573

Endoscopia CRM/MT 2893 | RQE 2491

Life Centro Médico Rua Acyr Rezende Souza e Silva, 2004 - Vila Birigui, Rondonópolis-MT 66 99935-6086 | 3022-4647

Cedir: Rua Cafelândia, esq. com Arnaldo Etevan, 1776, La Salle, Rondonópolis-MT 66 3427-2600

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

Cirurgia Geral | Cirurgia Torácica


Revista Saúde Edição 18 | Dezembro . 2018 | Rondonópolis.MT

Dr. Jose Valter Braga

Guia médico

Neurocirurgia

Dra. Larissa Fonseca dos Santos

CRM/MT 1328 | RQE 1922

Ginecologia e Obstetrícia

Neuromed Care Av. Tiradentes, 1887, Centro, Rondonópolis-MT 66 3026-0152

Medicina Fetal CRM/MT 6843 | RQE 2612 RQE 2945

R. Otávio Pitaluga, 1349 - Jd Urupes, Rondonópolis - MT 66 3421-5222

Ciame: Av. Fernando Corrêa da Costa, 1915 Vila Birigui, Rondonópolis-MT 66 3023-2231

Dr. Leandro Dutra Peres

Dr. Leandro Mrozinski

Cirurgia do Aparelho Digestivo Cirurgia Geral Cirurgia Videolaparoscópica

Cirurgia geral

CRM/MT 9035 | RQE 4283 | RQE 4338 | RQE 4339 Clínica Nutec Rua Efrem Caminschi - 499 Vila Birigui, Rondonópolis-MT 66 3022-9004 | 3022-9005

CRM/4751 | RQE 2057

Clínica Nutec Rua Efrem Caminschi - 499 Vila Birigui, Rondonópolis-MT 66 3022-9004 | 3022-9005

Dra. Leiliane Moura Matos

Dr. Leonardo Lemos Gul

Médica CRM/MT 7031

Cardiologia | Ergometria

Essenza Av. Governador Júlio José Campos, 174, Sagrada Família - Rondonópolis-MT 66 3022-9127 | 99909-9127

CRM/MT 4564 | RQE 14382 | RQE 100

Life Centro Médico Rua Acyr Rezende Souza e Silva, 2004 - Vila Birigui, Rondonópolis-MT 66 99969-4230 | 3022-4647

Dra. Luciana A. Horta

Dr. Marcelo Cerceau

Cirurgia Geral e Cirurgia Vascular CRM/MT 6215 | RQE 2303 | RQE 2304

Cirurgião Plástico

Life Centro Médico Rua Acyr Rezende Souza e Silva, 2004 - Vila Birigui, Rondonópolis-MT 66 3022-4647

Dr. Marcio Bertocco Meirelles Cirurgia Vascular CRM/MT 4681 | RQE 3936

Clinica Preservar: Av. Ary Coelho, 482 - Vila Birigui Rondonópolis/MT 66 3421 1505

CRM/MT 2304 | RQE 1955

Rua José Salmen, 497 - Vila Birigui Rondonópolis/MT 66 3426-8786

Dra. Melissa Giraldi Faria Médica Dermatologista CRM/MT 6377 | RQE 20643

Clínica Vitalle: Rua Armando Farjado, 397 - Vila Aurora - Rondonópolis-MT 66 3422-1649 | 98406-0408

rsaude.com.br | Dezembro . 2018 | Revista Saúde

13


Guia médico

Revista Saúde Edição 18 | Dezembro . 2018 | Rondonópolis.MT

Dr. Osvaldo Fraga Junior

Dra. Patricia Gaião Chaves

Cirurgia Geral

Médica CRM/MT 6995

Videolaparoscopia Cirurgia Bariátrica CRM/MT 6161 | RQE 2979 Obeso Gastro Av. Ary Coelho, 526 Rondonópolis/MT 66 3423-1462 | 3423-1987

Clínica Spazio Av. Lions Internacional, 51, Rondonópolis-MT 66 3422-9630

Dr. Pedro Luiz Carvalho e Silva

Dr. Rafael Costa Jomah

CRM/ MT 7779 | RQE 3876

Cirurgia Geral Coloproctologia CRM/MT 9279 | RQE 4022 | RQE 4023

Gênese Rua Otavio Pitaluga, 1063, centro, Rondonópolis-MT 66 3423 2333

Cedir: Rua Cafelândia, esq. com Arnaldo Etevan, 1776, La Salle, Rondonópolis-MT 66 3427-2600

Dr. Reisson Fabrício Abra de Paula

Dr. Rodrigo Kubo

Ginecologia e Obstetrícia

Cirurgião Plástico CRM/MT 4743 | RQE 1577

Medicina Nuclear CRM/MT 7619 | RQE 3280

Plastic Derm: Av. Lions Internacional, 380, Rondonópolis/MT 66 3422 9696 | 3422 0004

Cedir: Rua Cafelândia, esq. com Arnaldo Etevan, 1776, La Salle, Rondonópolis-MT 66 3427-2600

Dra. Sissy Helena Zancanaro Carniel

Dr. Thiago Guimarães Ferreira da Costa

Ginecologia e Obstetrícia CRM/MT 7607 | RQE 3181

Oftamologista

Cedir: Rua Cafelândia, esq. com Arnaldo Etevan, 1776, La Salle, Rondonópolis-MT 66 3427-2600

Dr. Victor Albuquerque

CRM/MT 7949 | RQE 3434 HOP - Hospital de Olhos de Primavera Avenida dos Lagos, 2892 Parque das Águas, Primavera do Leste-MT 66 99676-8885

Cirurgia Plástica

Dr. Victor Machado Mendes Leão

CRM/MT 8623 | RQE 3790

Pediatria CRM/MT 7601 | RQE 4392

Av. Érico Preza, 500, Espaço Milano, Jardim Itália, Cuiabá-MT 65 3365-5090 | 99605-1985 Rua São Salvador, 621, Campo Verde-MT 66 3419-4748 | 99699-0135 14

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

Clínica Suprema Rua Fernando Corrêa da Costa, 2906, Jardim Guanabara II, Rondonópolis-MT 66 3423-4175 | 99989-1001


Editorial

Revista Saúde Edição 18 | Dezembro . 2018 | Rondonópolis.MT

É MOMENTO DE AGRADECER POR UM ANO DE MUITAS CONQUISTAS E SE ENTUSIASMAR PELO QUE VEM POR AÍ! A todos nossos leitores, clientes e parceiros, o nosso muito obrigado! Que 2019 seja um ano de muito sucesso para todos nós! Chega dezembro e a gente sempre faz aquela retrospectiva sobre o que de bom e de ruim nos aconteceu. Para nós, só nos resta agradecer: foi um ano incrível! A Revista Saúde completou 4 anos em Rondonópolis, solidificou parcerias, abriu as portas para novos profissionais da saúde e recebeu muitos retornos positivos de nossos leitores. Se existia alguma dúvida, 2018 deixou ela para trás: a Revista Saúde realmente se tornou a principal publicação na área da saúde da região! Foi um ano de muito trabalho. Conciliar nosso cronograma com a agenda dos profissionais que se dedicam a cuidar do outro nem sempre é uma tarefa fácil. Emergências, cirurgias de última hora, aquele atendimento imprevisto que precisa ser feito e a foto e a entrevista agendadas para a Revista acabam sendo deixadas para outra hora. De coração, nós entendemos. Para além de nossa compreensão, sentimo-nos honrados em dar visibilidade a esse trabalho tão nobre que é o cuidado com a saúde das pessoas. Aos médicos e a todos os profissionais da saúde parceiros, obrigado por nos atenderem com tanto carinho e atenção, mesmo diante das suas rotinas tão apertadas. Em 2019, continuaremos com nossas ligações e mensagens do WhatsApp, sempre em busca das melhores informações para serem compartilhadas com a população de Rondonópolis, Primavera do Leste e região. Aos nossos leitores, nosso muito obrigada! Sem vocês, todo esse trabalho não teria o menor sentido. Obrigado pelos e-mails, mensagens e feedbacks positivos que recebemos. Saber que uma matéria publicada na revista fez a diferença para alguém já valeu todo nosso esforço. Em 2019, uma nova sede para a Revista Saúde, mais ampla e confortável para nossos clientes, será inaugurada já nos primeiros meses do ano. Além disso, os planos para que a Revista se torne cada vez mais digital já saíram do papel. A produção de vídeos com informações dos médicos para divulgação via WhatsApp é só uma das tantas novidades nas quais já estamos trabalhando. Estamos cheios de entusiasmo! O ano de 2018 vai deixar saudade, mas o ano novo já está batendo à porta cheio de grandes novidades. Seja muito bem-vindo 2019!

Márcio Costa e Fernanda Lima Diretores da cidade de Rondonópolis e Primavera do Leste-MT 18

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

Roupa: Colcci Rondonópolis Produção: Kelly Rezende Foto: Josué Pereira


R O N D O N P L A Z A SH O P P IN G | (6 6 ) 9 92 03 -872 0


Expediente

Revista Saúde Edição 18 | Dezembro . 2018 | Rondonópolis.MT

REVISTA TRIMESTRAL Dezembro/2018 | ANO 05 | Nº 18 | Rondonópolis, Primavera do Leste e Região.MT Editora Lopes e Rampani Ltda - CNPJ 07.986.256/0001-69 Franquia de Cuiaba e Rondonopolis/MT- IMPACTO MARKETING MT LTDA-EPP - CNPJ 21.366.830/0001-07 ESCRITÓRIOS Umuarama (sede): Rua Paulo Pedrosa de Alencar, 4291 - Ed. Manhattan Garden - CEP: 87501-270 | Centro | Tel.: 44 3622-8270 e-mail: revistasaude@sempresaude.com.br - Maringá: Av. Humaitá, 452 - Centro Empresarial Dalla Costa - Sala 303 CEP: 87014-200 | Zona 4 | Tel.: 44 3346-4050 - e-mail: artemaringa@sempresaude.com.br - Cuiaba e Rondonópolis - R. Barão do Rio Branco, 310 Vila Aurora, Rondonópolis - MT, 78740-110 | Tel.: 66 3423-7632 COLABORADORES LAYOUT E DIAGRAMAÇÃO: Alison Henrique, André Silva, Bruno Assunção, Dyego Bortoli, Jean Carlos, João Zequin, Marcio Garcia, Thiago Mantovani CORREÇÃO ORTOGRÁFICA: Lilian Martins FOTOGRAFIAS: Josue Pereira - 66 3422-9894 | Guilherme Silveira - 66 99974-4004 | Denis Lopes - 66 9 9974-4046 Rodolfo Roca Fotografia - 66 99940-2222 | Eduardo Araújo - Ciranda da Fotografia 66 9 9954-0199 Paulo Yoshihara - 66 9 9682-2149 | Sayllon Ferreira - 66 98127-1491 | Valter Arantes - 66 99994-8550 | Carol Chiarello - 66 99628-5676 Fares Rames - 66 99986-1091 | Clever Freitas - 66 99647-9616 JORNALISTA RESPONSÁVEL: Caio Henrique dos Santos Rosa - 0011175/PR | JORNALISTA: Lilian Juliana Martins - MTB 0049457/SP CIRCULAÇÃO: Rondonópolis, Primavera do Leste e Região

CAPA RONDONÓPOLIS

Uma trajetória de amor pela medicina

FRANQUIAS

Dra. Éthel Barbosa Raunheitti de Souza

Apucarana/Arapongas-PR - Leandro Henrique | Paula Renatha Pontim - comercial@sempresaude.com.br - 43. 99611-5553 | 43. 99611-5563 - Araçatuba/Bauru-SP - Anderson Hernandes | Carol Lopes - aracatuba@sempresaude.com.br - 18. 99740-2777 | 18. 99813-7777 - Boa Vista-RR - Julio Graziani Carlos - boavista@ sempresaude.com.br - 95. 99169-4071 - Campina Grande-PB - Everton Barros | Victor Lima - campinagrande@sempresaude.com.br - 83. 99988-0372 | 83. 99988-0429 - Campo Mourão-PR - Rafael Morimoto - rafael@sempresaude.com.br - 44. 99911-8081 | 44. 98811-6206 - Chapecó-SC - Fábio Bortolone - chapeco@sempresaude.com.br - 49. 99916-5719 - Cianorte-PR - Paulo Paixão | Andreia Gabriel - cianorte@sempresaude.com.br - 44. 99922-0310 | 44. 3346-4050 - Criciúma-SC - José Carlos Junqueira Alvarenga | Sandra Alvarenga - criciuma@sempresaude.com.br - 48. 99912-5253 | 48. 99914-0810 - Cuiabá-MT - Márcio Costa - cuiaba@sempresaude.com.br - 66. 99683-1899 - Florianópolis-SC - Paulo Victor Frasson Cordeiro - floripa@sempresaude.com.br - 48. 99133-3334 | 48. 99610-5357 - Foz do Iguaçu -PR - Rosana Segovia - rosana@sempresaude.com.br - 45. 99991-2500 - Goiânia-GO - Tiago de Souza Brito | Josiane Vicentim goiania@sempresaude.com.br - 62. 99649-2036 | 62. 98326-2003 - João Pessoa-PB - José Adriano Danhoni Neves | Ednéia Tenório - joaopessoa@sempresaude. com.br - 83. 98750-7070 | 83. 98812-7080 - Joinville-SC - Ana Paula de Campos | Bruno Bellio - joinville@sempresaude.com.br - 47. 99930-6364 | 47. 999307637 - Londrina-PR - Leandro Henrique | Paula Renatha Pontim - londrina@sempresaude.com.br - 43. 99611-5553 | 43. 99611-5563 - Macaé/Rio das Ostras-RJ Andreia Garcia | Paulo Cesar Ceranto - macae@sempresaude.com.br - 22. 98847-5455 | 22. 98842-9166 - Maringá-PR - Paulo Paixão | Andreia Gabriel - paulopaixao@sempresaude.com.br - 44. 99922-0310 | 44. 3346-4050 - Natal-RN - Dirceu Filho - natal@sempresaude.com.br - 83. 98788-7070 - Palmas/Araguaína-TO - Fábio Lima - palmas@sempresaude.com.br - 63. 98503-9960 | 44. 99829-0245 - Paranavaí-PR - Paulo Paixão | Andreia Gabriel - paranavai@sempresaude.com. br - 44. 99922-0310 | 44. 3346-4050 - Ponta Grossa-PR - Sérgio Oliveira | Mara Megda - pontagrossa@sempresaude.com.br - 42. 99987-8180 | 42. 98418-1290 - Porto Velho-RO - Arthur Marandola - portovelho@sempresaude.com.br - 69. 99366-1466 | 69. 99366-1470 - Ribeirão Preto-SP - Eduardo Borges - ribeirao@ sempresaude.com.br - 16. 99711-7770 - Rio Verde-GO - Marcelo Piai | Verônica Venâncio - rioverde@sempresaude.com.br - 64. 99625-8105 | 64. 99625-8305 Rondonópolis-MT - Marcio Costa | Fernanda Lima - rondonopolis@sempresaude.com.br - 66. 99683-1899 | 66. 98139-7824 - São José dos Campos-SP - Marcelo Piai | Verônica Venâncio - sjcampos@sempresaude.com.br - 12. 99625.8005 | 12. 99625-1005 - São José do Rio Preto-SP - Renato Dias Renovato | Kelly Renovato - riopreto@sempresaude.com.br - 17. 99669-1700 | 17. 99669-7771 - Sinop/Sorriso/Lucas do Rio Verde-MT - Emerson do Carmo | Luiz Carlos Rampani - rampani@sempresaude.com.br - 66. 99994-2442 | 66. 99659-7210 - Uberlândia-MG - Wander Marcio Rosada - uberlandia@sempresaude.com.br - 34. 99990-2479 | 34. 99967-1225 - Umuarama-PR - Ueslei Rampani | Marcelo Adriano - revistasaude@sempresaude.com.br - 44. 98407-0698 | 44. 99941-9930 | 44. 3622-8270

Médica - CRM/MT 8237

Foto Capa Foto Clever Freitas

DIREÇÃO GERAL

Marcelo Adriano Lopes da Silva

FRANQUEADOS DESTA UNIDADE

Ueslei Dias Rampani

Marcio Costa

Fernanda Lima

ENTRE EM CONTATO PARA MATÉRIAS E ANÚNCIOS Você também pode ler esta edição pelo aplicativo: REVISTA SAÚDE OFICIAL

Marcio Costa: 66 99683-1899 Fernanda Lima: 66 98139-7824 gerenciamt@sempresaude.com.br

www.rsaude.com.br

Facebook/ Revista Saúde Rondonópolis

As matérias e imagens veiculadas são de responsabilidade dos seus autores.

22

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br


Índice

Revista Saúde Edição 18 | Dezembro . 2018 | Rondonópolis.MT

26

O que é colelitíase ou pedra na vesícula?

50

Dr. Osvaldo Fraga Junior

Dr. Fernando Borges Ribeiro

30

Varizes e o inchaço das pernas Dr. Marcio Bertocco Meirelles

51

32

Dr. Cleber Verquietini

52

34

Dra. Nádia Janzkovski C. de Mello Guilherme Sfier de Mello

36

54

Os benefícios da Fisioterapia antes, durante e após a gravidez

Bronquiolite Viral Aguda

34

Dr. José Arturo Llobet Malala

58

Dra. Franciane S. Pasqualotto Simão

40

30

Meu bebê chora muito. Será Cólica do Lactente?

Dr. Eduardo Maciel Narvaes

Dra. Karina Aguirre

Lentes de Contato Dentais

Biópsia de Próstata

Sarcopenia

Tratamento minimamente invasivo para o Câncer de Próstata em Rondonópolis

ESPECIAL CAPA Dra. Éthel Barbosa Raunheitti de Souza: Do Rio de Janeiro a Rondonópolis, uma trajetória de amor pela medicina

40

36

Dra. Éthel Barbosa Raunheitti de Souza

Quem nunca reclamou de dor na coluna? Dr. Aleixo Petrenko

42

60

Urticária na infância

Dra. Éthel Barbosa Raunheitti de Souza

42

Avaliação Neuropsicológica na Infância e Adolescência: Quando é necessária? Andréia Testa Guedes

62

Dra. Katiuscia Soares Wurzius

44

Cirurgia Ortognática Dr. Rafael Conte Dra. Alinne Almeida Conte

46

DIU: Mitos e verdades Dra. Larissa Fonseca dos Santos

64

48 24

Fábio Rodrigues Vieira

MD CODES Os Códigos Médicos

Dra. Melissa Giraldi Faria

66

48 Cirurgia Plástica e qualidade de vida

Dr. Reisson Fabricio Abra de Paula

Laserterapia no tratamento da dor

Microfisioterapia no período da gestação

70

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

Esteatose Hepática

Dr. Helio Cavalcanti Garcia Neto

46

51


Índice

Revista Saúde Edição 18 | Dezembro . 2018 | Rondonópolis.MT

72

Neuropsicologia e TOD Transtorno de Oposição Desafiante, mais comum do que imaginamos... Priscila Leiva duarte

52

74

Botox e Preenchimento Facial

92

Dr. Ulisses Genari Filho

Gestante pode fazer exercício físico?

94

Prof. José Elielcio Novaga

Psicanálise um olhar em Psico-Oncologia Eliane Castro

60

Quando devo procurar um psicanalista? Qual o motivo de se fazer análise?

96

76

62

Dr. José Felipe Horta Jr.

64

80

Rhaysa Pina Oliveira

Humanização do parto: Cesárea x Normal

Odontologia Estética Minimamente Invasiva Dra. Suellen C. Scalssavara

Ortodontia em adultos: MINI-IMPLANTES

98

Dr. Gustavo Charafeddine Bulamah

102

82

76

A avaliação psicológica como um prognóstico imprescindível nos processos de seleção de pessoal Emanuelle Campos Lima M. de Melo

80

Efeito lifting e contorno com estímulo de colágeno duradouro Dra. Patricia Gaião Chaves

104

Fotodepilação: É a solução para os seus pelos Gisliane Oliveira dos Santos

84

Glaucoma: Uma causa de cegueira silenciosa Dr. João Celso Garcia Cruvinel Dr. Thiago Guimarães Ferreira da Costa

88

86

O que é um retratamento endodôntico?

106

Tatiane Pará

110

Dra. Jessyka Schwartz

104

88

Tratamento sem Cirurgia para Dores nas Costas e Ciático

A Articulação Temporomandibular (ATM) Dra. Ariane Paredes

114

Como é a avaliação psicológica para porte de arma de fogo? Aline Machado

Dr. Rafael Cavallini

90

Hidroginástica e seus benefícios

Câncer Gástrico Dr. Leandro Dutra Peres Dr. Leandro Mrozinski

118

A saúde do trabalhador como direito humano fundamental Angela Alves de Sousa Sandra Mara Franco Sette

rsaude.com.br | Dezembro . 2018 | Revista Saúde

25


Foto: Josué Pereira

O que é colelitíase ou pedra na vesícula?

DR. OSVALDO FRAGA JUNIOR CRM/MT 6161 CIRURGIA GERAL - RQE 2979 VIDEOLAPAROSCOPIA CIRURGIA BARIÁTRICA

A colelitíase é mais conhecida como a pedra na vesícula. Para entendê-la é preciso compreender o que é vesícula biliar e como ela trabalha. Vesícula biliar é um pequeno órgão em formato de saco que fica logo abaixo do fígado. Ela armazena a bile, um líquido composto por água, colesterol e sais biliares, que é despejado no intestino para ajudar na digestão de gorduras. Quando ocorre um desequilíbrio na concentração desses componentes, ocorre a formação de cálculos.

TAMANHOS As pedras na vesícula podem ter diversos tamanhos e seu tipo não impede que elas sejam bem grandes ou pequenas. Conduto hepático

Fígado

Vesícula bilar

Cálculo Conduto cistico Cálculos

Duodeno

pedras na vesícula (colelitiase)

zam sinais de sua presença. Entretanto, quando existem pedras grandes, muitas pedras pequenas ou quando alguma delas entra no ducto biliar e o bloqueia, os sintomas aparecem. Eles são os seguintes: • Cólicas; • Dor abdominal do lado direito; • Náuseas e vômitos; • Icterícia. COMO É FEITO O DIAGNÓSTICO? Através de exames de imagens, por ultrassom (95 a 99% de eficácia), por tomografia. TRATAMENTO Em casos assintomáticos (poucos cálculos), pode-se optar por acompanhamento clínico, porém, há um risco de migração desse cálculo pelas vias biliares e causar obstrução. O tratamento definitivo é cirúrgico e consiste na retirada dos cálculos e da vesícula biliar. Ele pode ser realizado por duas vias: • Videolaparoscopia: técnica minimamente invasiva, com ótimos resultados e um retorno mais precoce às atividades do cotidiano. • Colecistectomia: técnica realizada por incisão (corte).

pedras no canal da bile (coledocolitiase)

Ducro coédoco

SINTOMAS Muitas vezes, a colelitíase não apresenta sintomas. Isso acontece porque as pedras podem ser muito poucas e pequenas para que produ26

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 10 A 14


Foto: Josué Pereira

Varizes e o inchaço das pernas Uma das queixas muito frequentes em atendimento dos cirurgiões vasculares é o edema dos membros inferiores popularmente conhecidos por “inchaço das pernas”. DR. MARCIO BERTOCCO MEIRELLES CRM/MT 4681 - RQE 3936 CIRURGIA VASCULAR

O corpo humano é constituído entre 60% e 65% de água que fica distribuída dentro (intracelular) e fora (extracelular) das células. Quando a quantidade de líquido altera-se, aumentando a que está no espaço extracelular, ocorre o edema (inchaço). Esse inchaço pode se manifestar em qualquer parte do corpo. Neste artigo, trataremos especificamente do que ocorre nos membros inferiores. Há diversas alterações que podem afetar esse equilíbrio entre a quantidade de líquido dentro e fora das células: • O uso de medicações: muitos anti-inflamatórios, drogas usadas no tratamento da hipertensão, em especial os inibidores dos canais de cálcio - como a nifedipina e amlodipina, por exemplo - diversos hormônios, entre outras; • Doenças de órgãos específicos, como as que atingem o coração, causando insuficiência cardíaca, ou as que comprometem o funcionamento dos rins, diminuindo sua capacidade de filtração e de eliminação principalmente de sal (sódio), ou ainda aquelas que alteram o funcionamento do fígado, patologias de tireoide; • Linfedema que é o acúmulo de líquido e proteínas no tecido subcutâneo, abaixo da pele, por obstrução ou mal funcionamento dos vasos linfáticos. Com sua progressão, ocorrerão alterações tanto funcionais quanto estéticas que alteram a qualidade de vida dos seus portadores; quando atingem grandes proporções são também chamados de elefantíase; • Profissões que exigem a permanência em pé ou sentado por longos períodos, o que causa um aumento da pressão hidrostática, resultando em extravasa-

30

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

mento de líquido do meio intracelular para o extracelular; • Alterações do sistema venoso profundo, as quais acarretarão maior dificuldade de retorno do sangue ao coração, o que pode ocorrer nos casos de trombose venosa, por exemplo; • Varizes dos membros inferiores que são veias superficiais dilatadas que, normalmente, apresentam tortuosidades no seu trajeto. Pelo exposto, pode-se perceber que há vários motivos para se ter inchaço nas pernas e nem sempre o edema será em consequência da presença de varizes. O tratamento a ser estabelecido vai depender do diagnóstico, tendo em vista que essas alterações também podem ocorrer concomitantemente como, por exemplo, um paciente que tenha insuficiência cardíaca ou insuficiência renal e varizes ou ainda qualquer outra combinação entre as causas citadas acima. O seu médico é quem poderá lhe orientar quanto ao diagnóstico e, na maioria das vezes, o cirurgião vascular consegue quantificar em quanto o tratamento das varizes poderá reduzir o edema.

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 10 A 14


Diagnóstico por Imagem

• Ressonância Magnética • Tomografia Computadorizada Multislice • Mamografia Digital • Ultrassonografia Geral e Doppler Colorido • Densitometria Óssea • Radiologia Digital (RX) • Biópsia Guiada por Ultrassom (Tireoide e Fígado)

Endoscopia

• Endoscopia Digestiva Alta • Colonoscopia • PH-Metria e Manometria Esofágica • Endoscopia em Cirurgia Bariátrica • Gastrostomia Endoscópica • Broncoscopia • Colangiopancreatografia Endoscópica Retrógrada • Papilotomia Endoscópica

Medicina Nuclear • Cintilografia Cardíaca • Cintilografia Óssea • Cintilografia Pulmonar • Cintilografia Cerebral • Cintilografia da Tireoide • Cintilografia Oncológica • Cintilografia com Gálio-67 • Cintilografia do Corpo Inteiro com Iodo-131 • Pesquisa de Refluxo Gastroesofágico • Cintilografia para Determinação do Tempo de Esvaziamento Gástrico

Laboratórios • Laboratório de Análises Clínicas • Laboratório de Anatomia Patológica

Convênios e parceiros comerciais que atendemos: • Unimed • São Francisco • Serv Saúde • Cassi • Prudential • Fusex • Sindicato do Comércio • Capesesp • RR Card • Perpétuo Socorro • União Familiar

• Plano Vida • Postal Saúde (Correios) • Agemed • Funerária Bom Jesus • Bradesco Saúde • Sindspen – Sind. dos Serv. Penitenciários • Geap • Amil • Cdl • Saúde Caixa • Sul América

• Economy Brasil • Carmed • E-Vida • E-Pharma • Funeraria Parque das Rosas • Life Saude • Mediservice • Parmed • Prevent • Vale Saude • Sindicato Rural de Rondonópolis

• Sindicato Rural de Pedra Preta • Sindicato de Agricultura Familiar Pedra Preta • Sindicatos Bares e Restaurantes • Independence Card • Sitiar • Pax São Judas Tadeu • Pax São Francisco • MT Plano Familiar • Cesta de Ouro + Saúde • Leste Vida


Sarcopenia O que é?

CRM/MT 7263 RQE 2892 - TEOT 12684 ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA • Médico Ortopedista e Traumatologista pelo Departamento de Ortopedia e Traumatologia (DOT) - Santa Casa de São Paulo; • Especialista em Cirurgia de Joelho e Artroscopia pelo DOT Santa Casa de São Paulo; • Membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT); • Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia de Joelho.

32

A prevalência de sarcopenia na população geral de idosos é de 15%. As taxas são fortemente associadas à idade, chegando a 46% entre os indivíduos maiores de 80 anos. Outros fatores associados de forma independente são a presença de comprometimento cognitivo, baixo nível socioeconômico, tabagismo e comprometimento do estado nutricional. A sarcopenia do idoso pode ser causada por alterações hormonais e fisiológicas do próprio envelhecimento e por doenças que ocorrem frequentemente na velhice, mas está principalmente associada ao sedentarismo e à má alimentação. Doenças que limitam a mobilidade, problemas dentários e até a depressão são fatores que influenciam para o aparecimento de perda da massa magra nos idosos. Nas pessoas saudáveis, a diminuição da massa magra, geralmente, inicia-se após os 30 anos de idade, com perdas em torno de 1% a 2% ao ano. Sem medidas preventivas, idosos com 80 anos de idade podem ter somente 50% de sua massa muscular da juventude. Entretanto, a sarcopenia não está ligada apenas ao envelhecimento. Algumas doenças como o câncer, processos infecciosos ou inflamatórios graves, traumatismos sérios, doenças neurológicas levam a uma perda de massa muscular acelerada, muito mais grave do que aquela que ocorre no envelhecimento. A sarcopenia tem implicações diretas na qualidade de vida, no metabolismo ósseo e aumenta o risco de lesões e fraturas decorrentes das quedas.

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

• Normal

DR. CLEBER VERQUIETINI

• Sarcopenia

Foto: Josué Pereira

A palavra derivada do grego significa “pobreza de carne” e diz respeito à diminuição da massa magra (músculos) no corpo. A doença é diagnosticada através dos critérios de baixo índice de massa magra, diminuição de força muscular e baixo desempenho físico.

Quais os sinais e sintomas? A perda de massa muscular costuma demorar para ser percebida. Alguns dos primeiros sinais são: 1. Dificuldade em realizar atividades físicas, anteriormente consideradas fáceis, como subir escada, trocar uma lâmpada e carregar malas ou compras; 2. Desequilíbrio ao andar em terrenos acidentados, como ruas com desníveis e buracos; 3. Quedas constantes, geralmente quando a perda muscular já está em estado avançado. Como prevenir ou minimizar? Atividade física e uma dieta equilibrada orientada por profissional e rica em proteínas - principalmente para os pacientes idosos que não tenham nenhuma contraindicação para isso - são os meios mais eficazes para prevenir ou minimizar a sarcopenia. MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 10 A 14


Fotos: Clever Freitas

Lentes de Contato Dentais DRA. NÁDIA JANZKOVSKI CARDOSO DE MELLO CRO/MT 5335 CIRURGIÃ-DENTISTA

Fotos: Clever Freitas

• Especialista em Prótese Dentária; • Mestre em Lasers em Odontologia.

GUILHERME SFIER DE MELLO CRO/MT 5334 CIRURGIÃO-DENTISTA • Especialista e Mestre em Ortodontia e Ortopedia Facial.

@ortolaserodonto

66 3421-9956 66 99203-6173 Rua Barão do Rio Branco,153 Centro, Rondonópolis-MT

34

A odontologia estética tem evoluído muito e, hoje, podemos afirmar que as lentes de contato dentais são o que há de mais sofisticado na estética dental.

Facilmente encontradas nos sorrisos perfeitos das capas de revistas e artistas de TV, as lentes de contato são uma excelente alternativa para quem quer conquistar um sorriso bonito, com resultados rápidos e extremamente satisfatórios. Chamamos esse tipo de procedimento de facetas ou lentes de contato por se tratarem de capas de porcelana, extremamente finas e discretas, parecidas com lentes de contato para os olhos. Quem vê uma estrutura aparentemente tão fina e delicada imagina que se trata de algo frágil e descartável, mas na verdade é exatamente o contrário, pois as lentes de contato se unem aos dentes naturais formando uma unidade sólida, forte e duradoura. A resistência e a durabilidade resultantes da união entre os materiais de alta qualidade e a anatomia dos dentes naturais são vantagens inquestionáveis. Quem procura um sorriso perfeito irá facilmente se encantar pela técnica que possui diversas indicações, dentre elas: dentes muito pequenos, dentes desgastados, dentes desalinhados, dentes separados (diastemas) e dentes manchados. Após a avaliação inicial, o dentista faz uma moldagem de estudo da boca do paciente para obter um modelo de gesso o qual servirá para o enceramento, estágio onde o protético faz um teste em cera de como ficarão os dentes de porcelana. A segunda etapa é o preparo dos den-

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

tes, levando por base o enceramento feito no modelo, o qual guiará o cirurgião dentista na quantidade de desgaste necessária para se confeccionar as peças de porcelana. O terceiro passo é a realização da moldagem da boca com os dentes preparados e polidos, com extrema precisão para que o protético possa confeccionar as porcelanas com extrema qualidade. A seguir, é feita a instalação de provisórios para que fiquem até a chegada das porcelanas definitivas e para que o paciente tenha em mente como ficará o tratamento final. Qualquer observação de mudança deverá ser feita nessa etapa de teste. A quarta e última etapa é a instalação das facetas ou lentes de porcelana. Removem-se os provisórios e se inicia os processos de preparo para a cimentação (colagem) de cada peça de porcelana. Ao final da cimentação, são realizados os polimentos e ajustes para garantir o sucesso do procedimento. Como qualquer tratamento estético, ao final do procedimento, o cirurgião dentista esclarecerá ao paciente sobre os cuidados necessários e retornos de acompanhamento. Vale a pena ressaltar que o profissional especialista em Prótese Dentária é o mais capacitado para realizar este tipo de procedimento. O sorriso dos seus sonhos pode se tornar realidade. Agende uma consulta!


Foto: Clever Freitas

Meu bebê chora muito. Será Cólica do Lactente? DRA. FRANCIANE S. PASQUALOTTO SIMÃO CRM/MT 5447 PEDIATRIA - RQE 2634 GASTROENTEROLOGIA E HEPATOLOGIA PEDIÁTRICA RQE 2635

Pelos critérios de Roma III, Cólicas do Lactente são paroxismos de choro, irritabilidade e agitação em lactentes com menos de 4 meses, que duram 3 ou mais horas, pelo menos por 3 dias por semana, por pelo menos uma semana. Os paroxismos começam e acabam de forma abrupta e nenhuma causa aparente para o quadro é encontrada. Além do mais, o lactente continua crescendo normalmente. Sendo uma patologia que afeta de 20% a 30% dos lactentes até 3 meses. Recentemente, foram elucidadas algumas etiologias para esta patologia que aflige muitos pais. Sabe-se que ela é multifatorial. Porém, em lactentes com cólica ocorre um desequilíbrio do SNC do Eixo-Microflora-Intestino-Cérebro, culminando com crises de choro. Esse desequilíbrio do SNC dos lactentes é reforçado pelo fato de que crianças que nascem com problemas SNC apresentam crises de choro de forma mais intensa, assim como bebês de mães com depressão. Alteração no sistema circadiano do cortisol, temperamento do lactente, deficiente prestação de cuidados parenterais, pais tensos e inseguros e diferenças culturais também são causas de Cólica do Lactente. Outro fator que vem sendo cada vez mais abordado e estudado está fundamentado nas alterações da microbiota intestinal destes pacientes, onde temos reduzida quantidade de bifidobacterias e lactobacilos e o aumento de bactérias coliformes formadoras de gases que aumentam dor e a cólica. Como se dá o diagnóstico? O diagnóstico da Cólica do Lactente é clinico, através de uma história detalhada e de um exame físico pormenorizado para afastar outras causas orgânicas de choro. A cólica, em 95% dos casos, é autolimitada e apenas 5 % apresentam causa primária e orgânica. O reconhecimento do problema, o apoio para tranquilizar a família e, principalmente, a explicação aos pais sobre a benignidade da cólica são medidas importantes.

36

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

O pediatra e ou o especialista devem desfazer mitos e, sobretudo, aliviar o sentimento de culpa dos pais. Devemos evitar a prescrição de drogas que podem trazer efeitos adversos e de expor os bebês a exames e procedimentos desnecessários. Algumas estratégias podem ser necessárias para alívio da dor e para ajudar os pais na interação com o bebê: acolhimento, manter uma rotina e higiene do sono, desencorajar as trocas de fórmulas infantis, acalmar o bebê no colo, decúbito ventral (Stomach), massagens, bolsas térmicas, Swadding (enfaixamento), Shush (ruído branco) e a manutenção do aleitamento materno. O uso de probióticos em bebês que estão em aleitamento materno vem sendo recomendado após alguns estudos de revisão e metanálise. Essas medicações visam principalmente corrigir a disbiose da flora intestinal. Portanto, como vários fatores contribuem para a Cólica do Lactente é improvável que se encontre uma única intervenção que solucione o problema na população em geral. Ficar atento aos sinais de alarme e, em situações específicas, fazer o teste terapêutico para DRGE (Doença do Refluxo Gastroesofágico) ou para alergia alimentar, para confirmar ou afastar essas morbidades, parece ser, por enquanto, o mais recomendado. A cólica não é uma entidade simples, causada por apenas um fator etiológico. “Nenhum fator isolado explica sistematicamente a cólica” e “um médico solidário é importante para a resolução do problema”. MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 10 A 14


Foto: Raphael Moraes

Quem nunca reclamou de dor na coluna? DR. ALEIXO PETRENKO CRM/MT 3980 | RQE 1989 ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA

Segundo dados do IBGE, as dores nas costas (lombalgia, hérnia de disco lombar, hérnia de disco cervical e discopatia degenerativa) são a terceira causa de aposentadoria precoce e a segunda em licença ao trabalho. No Brasil, já existem mais de 5,2 milhões de portadores de hérnia de disco. A maior parte desse público consegue amenizar ou eliminar as dores com medicação e com a prática de exercícios físicos, como pilates ou sessões de fisioterapia. Mas um pequeno contingente precisa se submeter a um procedimento cirúrgico. Até tempos atrás, a única opção era a cirurgia convencional, com corte que chega a 20 centímetros, dependendo do problema, e com pós-operatório delicado. Atualmente, no entanto, já é possível tratar artrodese lombar e hérnia de disco por meio da cirurgia minimamente invasiva, aquela realizada com pequenos cortes ou incisões, através de instrumentos cirúrgicos longos que são introduzidos até o local e acompanhados por câmeras e monitores de vídeo. O que é cirurgia minimamente invasiva da coluna? É um conjunto de procedimentos que visa o tratamento das doenças da coluna de uma forma menos agressiva para o corpo e, desta forma, traz uma recuperação mais ágil, um retorno mais rápido às atividades profissionais e habituais, e também apresenta menor risco de complicações cirúrgicas e pós-operatórias. Por exemplo, o risco de sangramento e infecção é

40

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

menor, haja visto que os cortes são menores e, em muitos destes procedimentos, até mesmo inexistentes, pois podem ser feitos com agulhas ou com auxílio de endoscópio. As principais doenças tratadas com estas técnicas são as doenças degenerativas da coluna, que incluem as famosas hérnias de disco e os famosos bicos de papagaio. Outras doenças como fraturas, tumores e deformidade - também podem, muitas vezes, serem tratadas por técnicas minimamente invasivas da coluna. Porém, os principais alvos são aqueles problemas relacionados à hérnia de disco. Quais são as vantagens da cirurgia endoscópica da coluna, quando comparada com a cirurgia convencional? De uma forma geral: menor tempo de cirurgia, menor risco de sangramento ou de infecção, sem necessidade de anestesia geral, retorno mais rápido às atividades habituais e profissionais, menos dor pós-operatória, já que o corte é menor ou até mesmo inexistente e a musculatura é discretamente mobilizada e separada, ao contrário do que acontece nas cirurgias convencionais na qual a musculatura precisa ser “descolada” do osso. MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 10 A 14


Foto: Josué Pereira

Avaliação Neuropsicológica na Infância e Adolescência: Quando é necessária? A Avaliação Neuropsicológica tem como objetivo estudar as relações entre a atividade cerebral, cognitiva e comportamental.

ANDRÉIA TESTA GUEDES CRP/MT 18-02228 PSICÓLOGA INFANTOJUVENIL • Atendimento Infantojuvenil; • Avaliação Neuropsicológica Infantojuvenil; • Pós-Graduada em Avaliação Neuropsicológica pelo Instituto Brasileiro de Neuropsicologia e Ciências Cognitivas/DF.

Salute Clínica Integrada

66 3302-5777 66 99963-5777 Av. Governador Júlio José de Campos, 1562, Parque Sagrada Família Rondonópolis/MT

42

Esse tipo de avaliação se baseia na análise funcional dos processos cognitivos, tais como: atenção, linguagem, memória, percepção, praxias, raciocínio e funções executivas. A Avaliação Neuropsicológica na infância e adolescência pode ser realizada nos casos de atraso no desenvolvimento, nos problemas neurológicos (como dano cerebral após traumatismo craniano), em problemas de aprendizagem, nos quadros psicopatológicos, nos transtornos invasivos do desenvolvimento e nas síndromes genéticas. No que se refere a aprendizagem, existem muitas queixas de pais e professores relacionadas ao desempenho das crianças e adolescentes. Dentre os principais transtornos que afetam o desempenho escolar encontram-se o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade, Dislexia, Discalculia, Transtorno de Linguagem, Transtorno do Processamento Auditivo Central e Dificuldade na Memorização. Independentemente de quais sejam as dificuldades ou o tipo de transtorno, o processo de aprendizagem da criança ou adolescente sofrerá interferência negativas. A Avaliação Neuropsicológica, além de fornecer importantes informações

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

diagnósticas para a compreensão do funcionamento da criança ou adolescente, tem importante papel do ponto de vista preventivo. A identificação precoce dos transtornos do desenvolvimento é fundamental para estabelecer rotinas de tratamento e orientações na prevenção de dificuldades e transtornos em outras etapas da vida. O mais importante de tudo é que os pais e a escola percebam a criança como um todo, observando sempre seu desempenho cognitivo, comportamental, emocional, suas potencialidades e dificuldades. O auxílio da Avaliação Neuropsicológica será necessário quando ocorrer alterações que influenciem negativamente esses processos.


Foto: Josué Pereira

Cirurgia Ortognática Cirurgia estética ou funcional? CIRURGIA ORTOGNÁTICA é o tratamento ortodôntico-cirúrgico indicado para correção das deformidades dentofaciais. DR. RAFAEL CONTE CRO/MT 5807 CIRURGIÃO-DENTISTA

Foto: Josué Pereira

• Especialista em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial; • Mestrando em Disfunção das Articulações Temporomandibulares e Dor Orofacial.

• Nesta radiografia lateral da face, podemos observar o aumento do espaço respiratório da via aérea após o avanço maxilomandibular.

DRA. ALINNE ALMEIDA CONTE CRO/MT 5348 CIRURGIÃ-DENTISTA • Especialista em Endodontia e Ortodontia.

66 3023 3006 66 99930 0234 Rua Treze de Maio 2065 Térreo, Jardim Guanabara, Rondonópolis/MT

44

Este tratamento é funcional, pois a principal queixa relatada pelos pacientes que procuram este tipo de atendimento nos consultórios bucomaxilofaciais, são as alterações de forma, tamanho e posição entre os maxilares, dificultando a mastigação, a fonação, podendo também causar prejuízos respiratórios e comprometimento da qualidade do sono. Essas alterações podem contribuir para o surgimento em longo prazo de doenças cardiovasculares, como hipertensão arterial (pressão alta), infarto do miocárdio, morte súbita e acidentes vasculares cerebrais (AVC), principalmente quando há o desenvolvimento da Síndrome da Apnéia Obstrutiva do Sono (SAOS). O benefício estético gerado após a cirurgia ortognática se dá pelo repo-

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

sicionamento dos maxilares, trazendo harmonia ao esqueleto facial em relação ao crânio. Osteotomias e fixações previamente planejadas são realizadas com o principal objetivo de melhoria na qualidade respiratória, melhor distribuição das forças mastigatórias, equilibrando assim, as funções do sistema estomatognático, reduzindo também a sobrecarga nas articulações temporomandobulares (ATMs).


Foto: Clever Freitas

DIU: Mitos e verdades

DRA. LARISSA FONSECA DOS SANTOS CRM/MT 6843 GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA

O dispositivo intrauterino, o DIU, é um dos métodos contraceptivos mais seguros atualmente. O DIU de cobre oferece risco de gravidez de 0,8%, enquanto o DIU com hormônios oferece risco de 0,2%. O anticoncepcional oral (pílula) tem um risco de 9% de gestação! Apesar disso, ele é utilizado por menos de 5% das brasileiras em grande parte devido aos mitos que podem deixar muitas mulheres em dúvida.

RQE 2612 MEDICINA FETAL - RQE 2945 • Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia pela UFSM; • Residência Médica em Medicina Fetal pela UFSM; • Pós-Graduação em Ecocardiografia e Cardiologia Fetal pelo Instituto EcoKid/SP; • Professora de Ginecologia e Obstetrícia no curso de Medicina da UFR.

1. O DIU aumenta o risco de infecções na mulher Mito. Os riscos do surgimento de uma infecção são muito baixos. 2. Mulheres que nunca tiveram filhos podem usar DIU Verdade. O DIU pode ser utilizado por mulheres sem filhos. Entretanto, é necessário passar por uma consulta com um ginecologista para orientações. 3. O DIU é um método abortivo Mito. O DIU impede uma gravidez ao impossibilitar a junção do óvulo com o espermatozoide. Por causa disso, o dispositivo age muito antes da fecundação, de forma que ele não provoca aborto. 4. O DIU pode atrapalhar a relação sexual Mito. O DIU tem um fio muito fino para facilitar sua retirada que não atrapalha a relação sexual nem causa prejuízos ao prazer da mulher. 5. A implantação do DIU é dolorida Depende. A dor está mais relacionada à sensibilidade de cada mulher. A colocação do DIU pode ser feita no consultório médico ou em um centro cirúrgico com sedação. 6. É normal sentir incômodos no útero depois de colocar o DIU Verdade. No início, o DIU pode causar desconforto por ainda não estar completamente acomodado. 7. O DIU é um método caro Depende. O custo de um DIU, principalmente o hormonal, realmente é mais alto do que o preservativo ou a pílula. Porém, é preciso considerar que ele pode ser utilizado por 5 a 10 anos, tornando-se uma opção mais em conta ao longo do tempo.

46

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

8. O DIU pode alterar seu fluxo menstrual Verdade. O DIU com hormônio pode diminuir ou até interromper o fluxo menstrual. O DIU de cobre, por sua vez, pode aumentar a intensidade e a duração do fluxo menstrual. 9. É necessário fazer manutenção periódica do DIU Verdade. Um dos riscos do DIU é que ele se desloque ou seja rejeitado pelo corpo (quando não está bem posicionado). Por isso, é necessário fazer exames para observar se ele se acomodou corretamente. Quais são os tipos de DIU? • DIU hormonal (Mirena): dura 5 anos. Contém hormônio e libera esta substância no útero causando atrofia de sua camada interna (endométrio). A quantidade de hormônio absorvida para o organismo é muito baixa e, por esse motivo, os efeitos colaterais são mínimos. • DIU de cobre: dura 10 anos. É o tipo mais utilizado no mundo. Pode alterar sangramento e cólicas em algumas pacientes. Não possui hormônio. • DIU de cobre com prata: dura 5 anos. Possui maior eficácia e menos efeitos colaterais que o DIU de cobre. Não possui hormônio. • Mini DIU: DIU de cobre menor, com duração de 5 anos. Para as mulheres que ainda não têm filhos e possuem um útero pequeno. Não possui hormônio. O melhor método contraceptivo varia de mulher para mulher. Porém, para que você possa decidir, é necessário estar bem informada! MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 10 A 14


Foto: Cléver Freitas

LASERTERAPIA NO TRATAMENTO DA DOR FÁBIO RODRIGUES VIEIRA CREFITO 9/185330 F FISIOTERAPEUTA

A Laserterapia de Baixa Potência é uma modalidade de tratamento não invasiva e de baixo custo que vem sendo amplamente utilizada na prática clínica fisioterápica para o alívio de dor e regeneração tecidual.

• Fisioterapeuta Graduado pela Universidade de Itaúna (MG); • Pós-Graduado em Terapia Intensiva Adulto, Pediátrica e Neonatal pela Faculdade Redentor (RJ); • Pós-Graduado em Reabilitação em Ortopedia e Traumatologia com Ênfase em Terapia Manual (ES).

Dentre os efeitos terapêuticos, encontram-se: anti-inflamatório, analgésico e modulador da atividade celular, os quais têm sido comprovados em diversos estudos.

Indicações:

• Artrites e Artroses; • Paralisia Facial; • Síndrome do Túnel do Carpo; • Lombalgias e Cervicalgias; • Epicondilites; • Tendinites; • Esporão de Calcâneo; • Processos Cicatriciais; • Úlceras de Pressão; • Cicatrização Fissuras Mamilares; • Queimaduras; • Edemas; • Lesões Musculoesqueléticas; • Espasmos Musculares. @fabiofisioroo fabiorodriguesfisio@hotmail.com Clínica Evelin Voos

66 99907-8789

Rua Padre Anchieta, 1413, Vila Aurora, Rondonópolis/MT

48

Além disso, a terapia com laser não oferece incômodo ao paciente e não tem efeitos colaterais (pode ser usado em idosos, crianças, gestantes e pessoas com intolerância a medicamentos).

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br


TRATAMENTO MINIMAMENTE INVASIVO

Fotos: Paulo Yoshihara

para o Câncer de Próstata em Rondonópolis

DR. FERNANDO BORGES RIBEIRO CRM/MT 4737 UROLOGISTA - RQE 1713 • Pós-Graduação em Cirurgia Urológica Minimamente Invasiva pelo Hospital Sírio Libanês/SP; • Residência Médica em Urologia e Cirurgia Geral pela Universidade Estadual de Londrina - UEL/PR; • Membro da Endourological Society; • Membro da Sociedade Brasileira de Urologia - SBU; • Membro da Sociedade Brasileira de Videocirurgia - SOBRACIL; • Membro da Confederação Americana de Urologia - CAU.

Cirurgia Convencional

O CÂNCER DE PRÓSTATA é o segundo câncer mais comum entre os homens (atrás apenas do câncer de pele não melanoma). Em valores absolutos, é o sexto tipo mais comum no mundo e o mais prevalente em homens, representando cerca de 10% do total de cânceres. Estima-se que, no ano passado, 68.800 novos casos de câncer de próstata tenham sido descobertos no Brasil, com um registro de 13.772 mortes. Agora, se você recebeu o diagnóstico de tumor na próstata, o que fazer? A cura é possível? Qual o melhor tratamento? Quem responde é o cirurgião urologista Fernando Borges Ribeiro, do Serviço de Uro-Oncologia do Hospital de Câncer de Rondonópolis, pioneiro na cidade em prostatectomia radical videolaparoscópica. A remoção cirúrgica da próstata é o tratamento com maior índice de cura existente para o tratamento do câncer em pacientes com expectativa de vida com mais de 10 anos e com tumores restritos à próstata, ou seja, sem indícios de metástase. O objetivo primário da cirurgia é a remoção do câncer, buscando a cura em mais de 90% dos casos. Em segundo plano, buscamos diminuir o sofrimento e as complicações oriundas da

50

Cirurgia feita por vídeo

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

cirurgia convencional, ou seja, a preservação da continência urinária, da função sexual do paciente, menor dor pós-operatória, menor sangramento, melhor resultado cosmético e retorno mais rápido ao trabalho. A prostatectomia radical videolaparoscópica é um procedimento minimamente invasivo que oferece um grande benefício aos pacientes, pois remove a glândula através de pequenos orifícios no abdome, com o auxílio de uma câmera que aumenta a imagem em cerca de 16 vezes. A técnica proporciona menor sangramento, menor tempo de internação, menor dor pós-operatória, menor risco de infecção, retorno mais precoce ao trabalho e melhor resultado estético. Essa cirurgia pode ser ainda mais precisa e refinada, obtendo-se melhores resultados, quando se associa o uso do robô (cirurgia robótica), método disponível em alguns hospitais de ponta no país. O tratamento cirúrgico para o câncer de próstata é realizado há mais de anos pela equipe do Hospital do Câncer de Rondonópolis e, desde 2012, esse procedimento passou a ser realizado pela via laparoscópica, trazendo melhores resultados e menores efeitos colaterais no tratamento. MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 10 A 14


BIÓPSIA DE

Fotos: Paulo Yoshihara

PRÓSTATA Tire suas dúvidas DR. EDUARDO MACIEL NARVAES

Atualmente, o câncer de próstata é o tipo de câncer mais comum do homem, representando a quarta causa de morte por câncer no Brasil, sendo a segunda causa de morte por câncer no sexo masculino.

A frequência do câncer da próstata aumentou de forma explosiva nos últimos anos, consternando a ciência médica e os homens em geral. Notícias e reportagens inundaram os meios de comunicação, com duas consequências imediatas: os homens estão mais conscientes dos problemas da próstata, o que é bom; mas, informações desencontradas têm gerado aflições indevidas, o que é ruim. O rastreamento (triagem) do câncer de próstata é feito por meio do exame de Toque Retal e da dosagem do PSA (exame de sangue). Quando um desses dois exames estiverem alterados, com suspeita para câncer, deve-se realizar a Biópsia da Próstata. A biópsia da próstata consiste na retirada de pequenos fragmentos da glândula, para análise microscópica do material por um médico patologista. Apenas este exame é capaz de confirmar ou afastar a possibilidade de câncer de próstata. O procedimento é realizado com sedação e anestesia local, ou seja, é indolor. Após a sedação, introduz-se o aparelho de ultrassom no reto, onde realiza-se a coleta do material com agulha fina, podendo-se retirar o número de fragmentos que forem necessários. O proMAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 10 A 14

CRM/MT 7718 UROLOGISTA - RQE 3230 • Graduação pela Universidade Federal de Santa Catarina UFSC; • Residência em Cirurgia Geral pela Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto SP; • Residência em Urologia pela Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto SP; • Título de Especialista em Urologia pela Associação Médica Brasileira (AMB); • Membro da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU); • Professor do Curso de Medicina da UFMT.

cedimento é considerado de baixo risco para complicações, mas, como todo procedimento médico, existem alguns riscos que podem ser: infecção na próstata (prostatite), sangramento (fezes, urina ou sêmen), febre ou dores. Deve-se manter repouso durante 2 a 3 dias, enquanto a análise do material é realizada ficando pronta alguns dias depois. Em alguns casos, pode acontecer da biópsia ser negativa, e a dúvida diagnóstica persistir, sendo necessário coletar mais material (maior número de fragmentos) ou direcionar os fragmentos para alguma área suspeita específica da próstata. rsaude.com.br | Dezembro . 2018 | Revista Saúde

51


Foto: Clever Freitas

Os benefícios da Fisioterapia antes, durante e após a gravidez DRA. KARINA AGUIRRE CREFITO 9 2448 12 F FISIOTERAPEUTA UROGINECOLÓGICA • Fisioterapeuta Pélvica

@karinaguirrefisioterapeutapelvica @karina_aguirre20 @karinaaguirre_fisio Fisioclin Fisioterapia

66 3422-3888 66 9 9996-3888 Rua Sagrada Familia, 975 - Vila Aurora Rondonópolis - MT

52

A gestação causa uma série de alterações no corpo da mulher que são necessárias para o desenvolvimento do bebê. Tais mudanças podem gerar dores, desconforto e limitações em suas atividades de vida diária.

A gestação causa uma série de alterações no corpo da mulher que são necessárias para o desenvolvimento do bebê. Tais mudanças podem gerar dores, desconforto e limitações em suas atividades de vida diária. Sendo assim, o ideal é que, ao engravidar, a mulher procure um fisioterapeuta para realizar a Fisioterapia Obstétrica, que tem objetivo de proporcionar conforto para o período. O tratamento se baseia em exercícios de alongamento, respiração, relaxamento, além de fortalecimentos de músculos específicos sobrecarregados na gravidez, preparo da musculatura abdominal e do assoalho pélvico ou períneo. A Fisioterapia Obstétrica ainda auxilia as pacientes com queixas comuns de câimbras, falta de ar e inchaço, fazendo com que a gestante viva essa fase com melhor qualidade de vida e se prepare para o parto. Além do preparo global realizado por fisioterapeutas, o ideal é que toda gestante faça um treinamento específico com o assoalho pélvico, que é uma rede de músculos que fecha a cavidade inferior da pelve e que sustenta bexiga, útero, intestino e ainda controla urina, fezes e funções sexuais. Independente se o parto for cesariano ou normal, é importante que a mulher se atente ao assoalho pélvico e passe por uma avaliação com um Fisioterapeuta, pois, mesmo que não tenha sintomas e independente da via de parto, a MAP (Musculatura do Assoalho Pélvico) sofre sobrecargas. O profissional irá preparar a rede de músculos para a sobrecarga e evitar disfunções dessa musculatura. Preparo para o parto normal Para quem tem essa opção e pode, as fisioterapeutas esclarecem que tem que ser realizado um preparo específico dos músculos para o momento do período expulsivo do nascimento, evitando lesões musculares como laceração ou episiotomia (que é o pic, quando o médico tem

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

que cortar o períneo no momento do parto). “Ou seja, quanto melhor essa mamãe se preparar menos dor irá sentir, e com o preparo do assoalho pélvico para a chegada do bebê, consequentemente, mais segura e ativa ela estará na hora do parto”. Trabalho de parto Além de todo o preparo durante a gravidez, especificamente no final da gestação para o parto normal, a Fisioterapia Obstétrica também atua no trabalho de parto. “O objetivo é adotar com a paciente exercícios que estimulem a descida do bebê em posições verticais, tais como a caminhada, exercícios de cócoras e na bola de pilates, tendo em vista que esses treinamentos aumentam o diâmetro da pelve, auxiliando na descida do feto. São recursos de alívio de dor, sem a introdução de meios farmacológicos”. É importante acrescentar que são usados recursos como a Termoterapia, a massagem, o uso da Estimulação Elétrica Transcutânea (TENS) e exercícios respiratórios. “Então acompanhamos a paciente desde o início do trabalho de parto até o nascimento do bebê”. Durante o acompanhamento, são fornecidas informações sobre as alterações que a gestante irá passar, as fases do trabalho de parto e o que a futura mamãe deverá fazer em cada etapa. Com o auxílio da Fisioterapia Obstétrica, os pais ficam ativos, prevendo como vai ser o trabalho de parto e a gestante se torna protagonista do grande momento. Fisioterapia no pós-parto Tão importante quanto no pré-parto, a Fisioterapia Obstétrica também é fundamental no pós-parto. Mesmo para aquelas que não passaram por um parto normal, é importante voltar ao fisioterapeuta para analisar e a reavaliar a musculatura abdominal e do assoalho pélvico, para ver se houve alguma disfunção após a gestação.


BRONQUIOLITE

Viral Aguda Foto: Josué Pereira

O que é Bronquiolite viral aguda?

DR. JOSÉ ARTURO LLOBET MALALA CRM/MT 7390 - RQE 4387 PEDIATRA

Trata-se de uma doença viral que inflama a parte mais delicada do pulmão dos bebês (os bronquíolos). Essas estruturas do pulmão são a continuidade dos brônquios, que conduzem o ar para dentro dos pulmões.

Quem é o causador dessa doença?

A bronquiolite aguda é, na maioria das vezes, causada por vários vírus respiratórios, sendo o mais comum o vírus sincicial respiratório (VSR). Outros vírus, como adenovírus, parainfluenza, influenza e rinovírus, também podem causá-la.

Como posso reconhecer a doença?

Como toda doença respiratória inicia-se como um resfriado, com obstrução nasal, coriza clara, tosse, febre, recusa das mamadas e irritabilidade de intensidade variável. Após um ou dois dias, o quadro evolui para tosse mais intensa, dificuldade para respirar, respiração rápida e sibilância (chiado/ chio de peito). Por vezes, podem haver sinais e sintomas mais graves, como sonolência, gemência, cianose (arroxeamento dos lábios e extremidades) e pausas respiratórias.

Quais as crianças que têm maior risco de adquirir a bronquiolite viral aguda?

As crianças mais novas (menores de um ano), os prematuros, os portadores de doenças cardíacas ou de doença pulmonar crônica (broncodisplasia), os imunodeficientes e os bebês que nascem com baixo peso estão no grupo daqueles que possuem maior risco de desenvolver quadros de bronquiolite mais graves, que necessitam de internação, por vezes em Unidade de Terapia Intensica (UTI).

Como é o tratamento desta doença?

Não existe nenhum tratamento específico para bronquiolite. Na maioria dos casos, especialmente das crianças sem fatores de risco, a evolução do quadro é benigna, sem necessidade de nenhum tratamento medicamentoso, evoluindo para cura. Nos casos em que há necessidade de algum tipo de 54

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

intervenção, a maior parte pode ser feita em casa, com acompanhamento da febre, observação do padrão respiratório e cuidados para manter o estado do bebê em termos de hidratação e nutrição em níveis adequados.

Como podemos prevenir a bronquiolite em casa?

O segredo é a prevenção! Medidas simples e eficazes nos cuidados de bebês, especialmente nos menores de um ano de vida e naqueles com fatores de risco, podem protegê-los dos quadros de bronquiolite. Por isso, é recomendável evitar o contato com crianças e adultos resfriados, lavar as mãos e higienizá-las com álcool 70%, principalmente antes de tocar os bebês. Também se sugere fugir de aglomerações, promover a amamentação e evitar o tabagismo passivo. Finalmente, deve-se buscar o acompanhamento pediátrico para monitorar o crescimento, a introdução adequada da alimentação e o cumprimento do calendário de vacinação.

Além dessas recomendações, existem outras?

Sim. É fundamental ficar atento quando um bebê se resfriar. Nessas ocasiões, o pediatra precisa ser consultado para repassar suas orientações. Em casos de tosse persistente, dificuldade para respirar, respiração rápida e sonolência, a criança deve ser levada para a avaliação médica imediatamente. Se o bebê for prematuro, cardiopata ou fizer tratamento para o pulmão, deve-se buscar informações sobre o uso e o acesso à imunoprofilaxia (Palivizumabe). MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 10 A 14


ESPECIAL CAPA

DRA. ÉTHEL BARBOSA RAUNHEITTI DE SOUZA:

Do Rio de Janeiro a Rondonópolis, uma trajetória de amor pela medicina Conheça a história da médica carioca, apaixonada por crianças e por tratar casos de alergia, que escolheu Rondonópolis como sua cidade do coração.

Em 2015, a médica Éthel Barbosa Raunheitti de Souza se mudou para Rondonópolis com a família. Na bagagem, uma pós-graduação em Pediatria pela UFRJ, outra em Alergia pela IPMED, finalizada em 2017, e a experiência de mais de 10 anos nos cuidados de crianças em pronto atendimentos no Rio de Janeiro. A relação da carioca com a cidade mato-grossense começou quando Éthel conheceu Dr. Alberto Carvalho de Souza Júnior, na faculdade de medicina onde estudavam. Éthel e Alberto começaram a namorar e visitavam com certa frequência Rondonópolis, cidade natal de Alberto. Os dois se formaram, construíram suas trajetórias profissionais, tiveram dois filhos e decidiram que Rondonópolis poderia ser um bom lugar para continuar a história da família. Na cidade, a médica foi convidada pelos cunhados, a Dra. Fernanda Figueira de Souza e Dr. Alexander Paul Winnikow, a fazer parte da clínica Dermo Estetic. Éthel aceitou o convite e começou a atuar no tratamento de alergias de adultos e crianças. “Por conta da minha trajetória, o tratamento de alergia em crianças acaba sendo meu maior foco”, explica a médica.

Criança me encanta” O trabalho com as crianças percorre mesmo toda a trajetória de Éthel. As memórias de menina estão relacionadas ao trabalho dos pais, a pediatra Maria Fátima Tourino Barbosa Raunheitti e o ginecologista e obstetra Fábio Gonçalves Raunheitti. “Eu tive sempre a influência da minha mãe. Lembro muito dela me levar junto no trabalho. Durante a faculdade, eu ainda tentei ver outras especialidades, mas não teve jeito, acabei caindo na pediatria”. Quem vê a disposição da Dra. Éthel no consultório talvez nem desconfie que ela recentemente foi mãe da terceira filha. Éthel é mãe de Letícia, de 11 anos, de João Lucas, de 5, e de Betina, de apenas 4 meses e meio. A afinidade com as crianças parece mesmo lhe encher de vida. “Criança transmite uma alegria. Mesmo quando estão doentinhas, elas abrem aquele sorriso. Depois, quando você consegue melhorar a criança, o carinho que ela tem com você é difícil definir. Criança me encanta”. No trabalho da Dermo Estetic, a realização profissional é grande na medida em que a médica consegue conciliar sua paixão pelas crianças e seus conhecimentos sobre os tratamentos de alergia. Quanto a Rondonópolis, a médica ilumina os olhos para falar sobre a cidade que escolheu para viver: “As pessoas me perguntam muito se eu tenho saudade do Rio e como é que eu vim parar aqui. Só sinto falta da minha família. Fui muito acolhida em Rondonópolis. Aqui é diferente”.

TEXTO POR: Lilian Martins

58

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 10 A 14


Dra. Éthel Barbosa Raunheitti de Souza

Foto: Cléver Freitas

CRM/MT 8237 MÉDICA


ESPECIAL CAPA

Urticária na infância “Doutora, meu filho está empolado!”. Relato frequente em pronto-atendimento pediátrico. Vamos então fazer um breve resumo do que pode se tratar esse quadro clínico tão comum na pediatria.

A urticária é uma manifestação clínica co-

pode ser desencadeada por inúmeros fatores,

mum na infância, caracterizada por lesões pa-

dentre eles: infecções - 47,9% (virais, bacteria-

pulosas, de tamanho variável, eritematosas,

nas, fúngicas e parasitárias); alimentos - 23,7%

pruriginosas (placas vermelhas elevadas, que

(amendoim, castanhas, frutos do mar, leite,

coçam), às vezes com sensação de queima-

ovo...); medicamentos - 12,4% (antibióticos,

ção, com pele voltando ao aspecto normal, ge-

anti-inflamatórios...); inalantes - 1,7%; picadas

ralmente em 1 a 24 horas. Classificada como

de inseto, contactantes - 0,2%; causas desco-

urticária aguda, quando apresenta duração dos sintomas menor que 6 semanas, e crônica, quando essa duração ultrapassa 6 semanas. Sendo a forma aguda a mais comum na infância, podendo estar associada ou não à angioedema predominantemente labial e palpebral (inchaço nos olhos e bocas). A urticária aguda acomete 15 a 20% da po-

60

nhecidas - 13%. A urticária crônica pode ser a manifestação inicial de doenças sistêmicas crônicas ou fenômenos de autoimunidade (Lúpus Eritematoso Sistêmico, Artrite Idiopática Juvenil, Hiper ou Hipotireoidismo, Linfoma, Mastocitose...), ou ainda as urticárias físicas (urticária ao frio, por pressão, solar, aquagênica...).

pulação em algum momento da vida. Estima-

Como se faz o diagnóstico?

-se prevalência entre 2,1 e 6,7% em crianças

Para o diagnóstico, é necessária uma história

e adolescentes. Pode ser desencadeada por

clínica bem detalhada, juntamente com exame

reações imunológicas (mediadas pela imuno-

físico. Na grande maioria das urticárias agudas,

globulina Ig E) ou não imunológicas (sem par-

não há necessidade de exames complementa-

ticipação da IgE). A urticária aguda na infância

res, mas, quando precisamos, podemos realizar

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br


NORMAL

o teste cutâneo (prick-test); exames de sangue para pesquisa específica de algum alérgeno, pelos métodos de RAST ou Immunocap; teste de provocação oral (para alimentos e medicamentos); teste de contato (Patch-test) quando suspeitamos de urticária de contato. Nas urticárias crônicas, solicitamos exames laboratoriais como: Hemograma completo, Imunoglobulinas, função renal, hepática e tireoidiana, sorologias para alguns vírus, exame de urina e fezes. E ainda alguns testes específicos para os

DRA. ÉTHEL BARBOSA RAUNHEITTI DE SOUZA CRM/MT 8237

casos de urticária física.

MÉDICA

Tratamento O tratamento é baseado na remoção do URTICÁRIA

agente causal, com orientação sobre a doença, e medicação sintomática. Sendo os anti-histamínicos de segunda geração os de primeira escolha, podendo ser necessária associação de outros medicamentos (corticosteroide, anti-histamínico H2). E nos casos de urticária crônica, medicações com ação imunossupressora (ciclosporina, colchicina, dapsona, anticorpo monoclonal anti - IgE...). A urticária ainda é um desafio para pediatras e alergistas. Procure sempre um médico para melhor avaliação e diagnóstico.

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 10 A 14

rsaude.com.br | Dezembro . 2018 | Revista Saúde

61


Foto: Eduardo Araújo

Microfisioterapia no período da gestação

DRA. KATIUSCIA SOARES WURZIUS CREFITO 9/49023-F FISIOTERAPEUTA • Microfisioterapia -P1,P2,P3,P4,P5,P6,P7,P8,P9 e Evolutivo MKE; • Leitura Biológica.

66 3023-1019 66 99692-1019 @clinicavitalleroo Rua Armando Farjado, 397 - Vila Aurora - Rondonópolis-MT

62

Nascida na França (Microkinesithèrapie) na década de 80 e trazida para o Brasil há alguns anos, a técnica tem se mostrado eficaz no tratamento de várias afecções das mais variadas origens que se instalam no corpo humano.

Com a palpação mínima, ela estimula a autocura do organismo, localizando no corpo as agressões (cicatrizes) sofridas e reapresentando-as novamente ao corpo para que ele as reconheça e tenha novamente a oportunidade de se autocorrigir. É uma terapia complementar e não substitui outras especialidades terapêuticas. Tem apresentado excelentes resultados para problemas emocionais, funcionais dos órgãos, musculares e ósseos, entre outros. Há uma grande gama de doenças e sintomas que a Microfisioterapia trata. Ela tem se mostrado como solução para quem já passou por outros especialistas anteriormente, mas não obteve um resultado satisfatório. Os resultados são sentidos logo após a primeira sessão. De modo geral, de 1 a 3 sessões são indicadas para a melhora do sintoma. E, entre as abordagens de tratamento, temos gestação onde o bebê, ainda no útero, passa por mudanças químicas e físicas que podem ser provocadas pelas emoções vividas pela mãe. Durante a gestação, o bebê está intimamente ligado à mãe podendo sentir, somatizar e confundir o sofrimento dela com seu próprio, sentindo suas dores, inseguranças, agitações, ansiedades e cansaço. Isso porque essa assimilação dos sentimentos e das emoções da mãe são as primeiras trocas que o bebê tem com o mundo exterior. Nessa fase, a criança tem inconsciente a parte ativa do cérebro, o que a leva a registrar e perceber realidades que nós conscientemente não percebemos. É por isso que os nossos problemas começam nessa época.

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

Tudo que a mãe passa - seja um trauma físico, químico, emocional - recente ou congênito, a criança “recebe”, “assimila” como sendo dela e gera assim bloqueios em seu organismo, altera a vitalidade de seus tecidos e órgãos. Dessa forma, os traumas que ficam inscritos no corpo da mãe normalmente ficarão também inscritos no corpo da criança. Sendo assim, a mãe passa, mesmo sem querer, seus problemas, seus traumas, desencadeando na vida do filho (seja na infância, na adolescência ou até mesmo na fase adulta) suas consequências, os sintomas, as doenças. Durante sua existência, ao se deparar com as emoções vividas no útero, o cérebro as reconhece e a partir daí a criança pode desenvolver algum sintoma ou doença. O pai também passa uma carga genética onde está contida toda informação sobre seus pais e suas descendências. A criança, então, apresenta essas duas informações genéticas Quando a gestante pode procurar a microfisioterapia? A gestante pode receber o tratamento em qualquer época da gestação e ainda pode aliviar sintomas comuns nesse período, como náuseas e vômitos, impaciência, inchaço e dor nas pernas e na coluna vertebral, desmaios, azia e queimação. A Microfisioterapia busca através da palpação no corpo os locais com a diminuição do ritmo vital (que é o que causa esses problemas). Desse modo, dá o estímulo para que o corpo reconheça o que está incomodando e restaure o equilíbrio do organismo.


MD CODES Foto: Eduardo Araújo

Os Códigos Médicos Atualmente, fala-se muito sobre MD Codes, mas muitos pacientes ainda não entendem o que é este procedimento. O MD Codes nada mais é do que uma técnica de PREENCHIMENTO facial.

DRA. MELISSA GIRALDI FARIA CRM-MT 6377 - RQE -20643 MÉDICA DERMATOLOGISTA • Médica Formada pela Universidade Luterana do Brasil–RS; • Residência/Especialização em Dermatologia pela Faculdade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre; • Pós Graduação em Dermatologia Estética pela International Association of Aesthetic Medicine; • Título de Especialista em Dermatologia pela SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIASBD e AMB (Associação Médica Brasileira); • Membro EFETIVO da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

64

O Cirurgião Plástico Dr. Maurício de Maio conseguiu mapear a face e, com pontos “estratégicos”, possibilitar um “lifting facial” sem corte, aumentando a sustentação facial, melhorando o contorno do rosto e, com isso, diminuindo sulcos, flacidez e rugas, devolvendo volume e jovialidade. São pontos que usamos diversos tipos de ácido hialurônico, destinados a dar mais ou menos volume, preencher mais ou somente hidratar determinada área, marcar pontos que valorizam o rosto de cada um com sua particularidade, deixando sempre naturalmente melhor. O MD Codes, ou Códigos Médicos, é um procedimento tranquilo, feito em consultório Dermatológico, com anestesia tópica ou local, com o paciente participando de cada melhora a cada preenchimento específico, já na mesma hora. É necessária uma ou mais sessões e essa técnica permite que o paciente saia do consultório com aspecto descansado e rejuvenescido, podendo voltar imediatamente às suas atividades normais, sem necessidade de afastamento. O Preenchimento com MD Codes dura em torno de 12 a 18 meses. Essa harmonia da face deve ser criteriosa e individualizada a cada pacien-

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

te em especial, com sua real necessidade. Deve ser indicada por seu Médico Dermatologista de Confiança. O Médico Dermatologista, Especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), é o médico APTO a realizar este procedimento, proporcionando a técnica adequada e a segurança necessária a todo procedimento dermatológico. Procure seu Médico Dermatologista (SBD). Sociedade Brasileira de Dermatologia (www.sbd. org. br) ou pelo Conselho Federal de Medicina (www.cfm.org.br).

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 10 A 14


Cirurgia Plástica e qualidade de vida Foto: Josué Pereira

Inicialmente devemos definir o que é qualidade de vida!

DR. REISSON FABRICIO ABRA DE PAULA CRM/MT 4743 | RQE 1577 • Membro da Sociedade Brasileira • de Cirurgia Plastica há 11 Anos.

66

É um sentimento geral de bem-estar. Esse sentimento engloba diversos aspectos da vida: físico, emocional e social. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), qualidade de vida é a percepção do indivíduo, de sua posição na vida, no contexto da cultura e sistema de valores nos quais ele vive e em relação às suas metas, expectativas, padrões e interesses. Mesmo quando as causas de desconforto psicológico são pequenas deformidades ou falhas estéticas menores, estas podem se tornar a causa de sentimento de inferioridade ou fator de conflito emocional. Existem várias motivações para realizar a cirurgia plástica. Dentre os aspectos psicossociais, podem ser classificados como: motivações internas, motivações externas (necessidades de satisfazer os outros, ambições sociais ou profissionais). O principal objetivo da cirurgia plástica é realizar procedimentos cirúrgicos para corrigir defeitos que incomodam o aspecto psicossocial da (o) paciente e contribuir na melhoria de qualidade de vida e satisfação pessoal. Após um procedimento cirúrgico bem-sucedido, onde o resultado ficou como a (o) paciente esperava, é natural que haja um ganho na autoestima e isto reflita de maneira direta nos relacionamentos afetivos, familiares e sociais. Por exemplo, as crianças que sofrem bullying devido ao problema da orelha de abano apresentam vários transtornos emocionais (timidez, vergonha, inferioridade), que interferem negativamente no seu desenvolvimento afetivo. Há relatos de mães que não cortam o cabelo das crianças para camuflar o problema, há histórias de meninas que colavam a orelha para fechar o abano. As adolescentes que esperam ansiosamente pelo aumento mamário e isto não acontece, devido à herança genética, deixando-as frustradas e incomodadas para usar roupas decotadas e roupas íntimas. Há relatos de pacientes que chegaram a usar 03 (três) peças de sutiã para o enchimento do volume mamário, e existem casos onde a paciente nunca deixou de usar sutiã com roupas de festa, mesmo quando o modelo dispensa o uso do mesmo. Os adolescentes meninos que possuem lipo ginecomastia ou ginecomastia isolada (acúmulo

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

de volume nas mamas devido ao aumento de gordura/glândula) sofrem muito trauma quando a ocasião necessita a retirada da camiseta. Meninos que chegam a entrar na piscina ou no mar usando camisa; no futebol (time de camisa contra sem camisa). As mulheres que já passaram por uma, duas, três ou mais gestações, que já suportaram todas as mudanças de pesos, mudanças hormonais, distensão da musculatura e da pele, surgimento de estrias, acúmulo de gordura e todas as mudanças que ocorrem no transcorrer de nove meses de gestação. Infelizmente, algumas mudanças não são culpa da paciente, e sim sequelas da gestação; e, por mais que a mulher seja disciplinada no aspecto alimentar e de atividade física, tem imperfeições que só a cirurgia plástica poderá resolver. A cirurgia plástica, nesses casos, é como um prêmio/ oportunidade para aquela que sofreu mudanças, às vezes, irreversíveis da gestação, de no mínimo voltar a ficar esteticamente próxima do anterior à gestação. Após a meia idade, é comum, tanto em homens quanto em mulheres, o acúmulo de pele e bolsas de gordura nas pálpebras. Este excesso de pele nas pálpebras superiores pode causar um peso no olhar e dar a sensação à paciente que está triste ou brava. Sem contar a insatisfação e dificuldade da paciente em passar sombra ou rímel ao fazer maquiagem. Podemos concluir que, independentemente da idade e do sexo, o mais importante é estarmos bem com a nossa autoestima. Isso é fundamental para a nossa qualidade de vida, e a Cirurgia Plástica está presente com esse objetivo. MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 10 A 14


MAIS ROCKY NA SUA IDEIA. MAIS ROCKY NO SEU SONHO.

SUA HISTÓRIA MERECE UM FILME.

Rua Afonso Pena, 433 - 6º Andar - Sala 603 - Centro • Rondonópolis - MT

youtube.com/rockyfilmes

facebook.com/rockyfilmes

66 3022 5023

vimeo.com/rockyfilmes


Foto: Josué Pereira

Esteatose Hepática DR. HELIO CAVALCANTI GARCIA NETO CRM/MT 5971 GASTROENTEROLOGISTA RQE 3953 • Membro Titular Federação Brasileira Gastroenterologia; • Membro Titular Sociedade Brasileira de Motilidade Digestiva e Neurogastroenterologia

Esteatose hepática, também conhecida como gordura no fígado, constitui-se em um acúmulo de gorduras dentro das células do fígado, os hepatócitos, podendo causar inflamação e fibrose.

Já tem sido chamada a nova epidemia do milênio, por ter ultrapassado em muito a prevalência da hepatite C. Está presente em cerca de 25% da população brasileira, representando a segunda maior causa de câncer de fígado no nosso país, sendo superada apenas pelas hepatites virais e compreendendo a terceira maior causa de transplante hepático nos EUA. Os dados são alarmantes. As causas são diversas: obesidade, hepatites virais, medicamentosas, colesterol e triglicérides alterados, hepatites autoimunes, cirrose biliar primária, doença de Chron e outras. Uma vez contraída a doença, devemos entender que se trata de uma doença evolutiva, ou seja, por si só ela evolui, mesmo que o fator desencadeante seja retirado. Por exemplo, se um indivíduo adquiriu essa doença por ter apresentado, em um período da vida, alteração de triglicérides, mesmo corrigindo esse último, lá estará a esteatose até que seja adequadamente tratada com atividade física moderada, dieta específica e calculada e, principalmente, medicações direcionadas para o grau da esteatose em que o paciente se encontrar. A esteatose tende a ser assintomática, mas em cerca de 20% dos casos pode apresentar um ou mais sintomas como 70

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

sensação de dor em peso do lado direito do abdômen, fadiga, má digestão, enjoos, boca amarga ou falta de apetite. Inicia-se acometendo acima de 5% até 33% das células do fígado na Esteatose grau I, também chamada leve, que evolui para grau II, moderada, quando até 60% das células já se encontram acometidas e, por fim, chega-se à Esteatose grave, ou grau III, com até 100% das células hepáticas doentes. De acordo com numerosos estudos, a esteatose progride, em 25% dos casos, em até 8 anos à cirrose hepática, além de, como na cirrose, constituir predisposição ao hepatocarcinoma. Qualquer grau de esteatose é passível de tratamento, desde que esse seja feito de maneira adequada e orientada por um especialista. Caso contrário, as estimativas não são nada animadoras. No caso de Esteatose diagnosticada, o especialista deve se preocupar em encontrar o agente causal, bem como o grau da esteatose, para, dessa forma, individualizar e otimizar o tratamento no mais eficiente e ágil possível. Enquanto nos casos em que a cirrose já se encontra estabelecida, o principal foco se torna o rastreamento do hepatocarcinoma e a preservação da função hepática para retardar ao máximo a necessidade de um transplante hepático. MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 10 A 14


NEUROPSICOLOGIA E TOD

Foto: Josué Pereira

Transtorno de Oposição Desafiante, mais comum do que imaginamos...

PRISCILA LEIVA DUARTE CRP 18/003314 NEUROPSICÓLOGA • Atendimento Clínico Infantil; • Avaliação Neuropsicólogica Infantil, Adulto e Idoso; • Consultoria Empresarial: Recrutamento e Seleção; • Neuropsicologa pela Universidade de Araraquara/SP; • Especialista em Reabilitação Neuropsicologica e treino Cognitivo.

Quando percebemos que a indisciplina e a

• Perda da paciência;

desobediência excedem o padrão normal?

• Acessos de raiva;

Sabemos que tanto as crianças quanto os

• Baixa autoestima;

adolescentes apresentam comportamentos de

• Baixa tolerância a frustrações;

desobediência, oposição e testam os adultos,

• Discussões excessivas com adultos;

desafiando seus limites. É natural que esses

• Recusa em obedecer a solicitações ou regras;

comportamentos sejam observados tanto por

• Comportamento de indisciplina, desafiador,

pais quanto por professores. Contudo, o que fazer quando esses comportamentos se tornam excessivos e capazes de desestruturar uma re-

• Ou provocações às pessoas.

lação familiar/educacional harmoniosa? Até que ponto chega a ser um problema de indisciplina em casa e na sala de aula? É imprescindível ficar alerta a casos constantes de desobediência, uma vez que eles podem se agravar transformando-se em uma doença, um transtorno muito comum, conhecido como o Transtorno de Oposição Desafiante (TOD) ou

• Não aceita ou pede ajuda dos professores; • Discute com professores e colegas; • Apresenta agressividade com colegas de classe; • Não faz atividades escolares;

ridade que acarreta um prejuízo significativo ao funcionamento social, acadêmico e ocupacional (Serra-Pinheiro, Schmitz et al. 2004; Serra-Pinheiro, Guimarães et al. 2005; Giovannini 2014). Tanto a criança quanto o adolescente

• Não aceita críticas; • Desafia autoridade dos professores, coordenadores e demais educadores; • Deseja tudo do seu jeito; • Apresenta comportamento de “pavio curto” ou “esquentado” em sala de aula; • Não assume responsabilidade para si, acusa os outros por seu comportamento hostil.

discutem excessivamente com adultos, enfren-

TOD – Como pode ser tratado?

tam dificuldades em aceitar regras, não aceitam

Infelizmente, o TOD está associado com

responsabilidade devido a sua má conduta, in-

mau prognóstico na vida adulta, expresso por

comodam exageradamente os demais e perdem

alto risco de depressão, tentativas de suicídio,

facilmente o controle caso as coisas não saiam

abuso de substâncias e problemas com a lei.

da forma que eles esperam (Serra-Pinheiro, Schmitz et al. 2004; Teixeira 2013; Teixeira 2014). Qual Incidência do TOD? Estima-se que entre 2% e 16% das crianças em idade escolar apresentem TOD. É destacado como mais prevalente em crianças entre 9 e 10 anos. Sendo frequente em meninos, já na adolescência a fre-

72

• Dificuldade em realizar tarefas em grupo;

TOD – O que é?

e desobediente em relação a figuras de auto-

Atendimentos em Rondonópolis e Primavera do Leste (consultar dias e horários)

• Desempenho escolar comprometido;

• Recusa trabalhar em grupo;

comportamento negativista, hostil, desafiador

Avenida Dom Wunibaldo, 1271, Centro, Sala 204, Rondonópolis/MT

Sintomas na Escola: • Dificuldade interpessoal;

Desafiador de Oposição. É definido com um padrão recorrente de

66 99216-8983

opositor; • Irritação excessivamente;

quência é igual para meninos e meninas.

O diagnóstico e o tratamento precoce podem exercer um papel preventivo fundamental para o manejo e melhora dos sintomas. Terapia que tem se mostrado eficaz é a cognitivo-comportamental e a neuropsicologia, trabalhando com técnicas de manejo parental que têm como premissa modificar o comportamento da criança por meio da alteração na forma dos pais lidarem com ela, treino cognitivo para tra-

TOD – Sintomas?

balhar velocidade de processamento, tolerância

Os sintomas aparecem em várias circuns-

a frustrações, autoestima e autocontrole.

tâncias, contudo, sua repetição ocorre em

Busque um especialista caso perceba alguns

casa e no contexto escolar. Dentre os sinto-

dos sintomas acima. Ele pode dar melhor dire-

mas destacam-se:

cionamento e atuar pontualmente nos prejuízos.

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br


Foto: Josué Pereira

Psicanálise um olhar em Psico-Oncologia

ELIANE CASTRO CRP 18/03381 PSICÓLOGA • Cursando Especialização em Neuropsicologia (2017-2019) – IPOG Cuiabá\MT.

Esta publicação é um breve resumo referente a uma experiência dentro do campo teórico e prático de um Trabalho de Conclusão de Curso em Psicologia, “Psicanálise um olhar em Psico-Oncologia: “Angústia de perda no processo da Inexistênicia”. O trabalho foi fundamentado em 2 anos de atendimento no Núcleo Terapêutico Especializado em Cancerologia (NUTEC) – Rondonópolis\MT. O trabalho foi fundamentado em 2 anos

quências, mostrando a possibilidade de au-

de atendimento no Núcleo Terapêutico Es-

xílio para melhor enfrentamento e qualida-

pecializado em Cancerologia (NUTEC) –

de de vida do doente e de seus familiares.

Rondonópolis\MT. Compreendendo a importância da psi-

ou psicologia têm seus limites e buscam

cologia no atendimento aos pacientes em

o bem-estar do paciente. A medicina faz

tratamento contra o câncer, realizamos o

o que lhe permite nos aspectos a partir

encontro da medicina e da psicanálise no

de seus conhecimentos, sendo suas es-

âmbito da psico-oncologia. O paciente é

cutas sempre dirigidas aos sintomas de

escutado no mais além, que sabemos ter

um corpo. A psicologia, por sua vez, faz

como efeito a possibilidade de fazer com

a escuta, permitindo o seu falar em um

que o sujeito participe do processo do seu

outro lugar, que permeia sua subjetivi-

tratamento e ajude com a parte que lhe

dade e singularidade.

toca. Afinal de contas, trata-se de sua vida, do seu corpo, da sua história.

66 3022-4647 66 99962-5553 @centromedicolife

A dor é retrada pelo paciente quando recebe o diagnóstico de câncer, seus an-

Cada sujeito, ao se tornar um paciente

seios e medos são constantes diante do

em oncologia, contém uma subjetividade

que irá enfrentar. Durante o processo de

diferente. Nesse processo, há muitos so-

tratamento, essa dor é manifestada no

frimentos e dificuldades no enfrentamento

corpo, no emocional e no psicológico, re-

do diagnóstico e no tratamento. A partir

tratando, assim, seus significados na fa-

dessas necessidades, o acompanhamento

mília e em si. Os resultados alcançados

psicológico do paciente com câncer pro-

pela psicologia podem trazer o enfren-

põe o apoio psicossocial e psicoterapêu-

tamento e a ressignificação emocional

tico diante do impacto do diagnóstico, do

diante de seus medos, o que autoriza os

medo, das angústias vividas e suas conse-

pacientes a lutarem pela vida.

Rua Acyr Rezende de Souza e Silva, 2004. Vila Birigui. Rondonópolis-MT

74

Tanto o médico quanto a psicanálise

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br


Humanização do parto: Foto : Clever Freitas

Cesárea x Normal Entenda o porquê nos dias de hoje tanto se fala sobre essa questão.

CRM/MT 3598 GINECOLOGIA - OBSTETRÍCIA RQE 1573 - TEGO - 0437/05 • Curso de Estética Genital e Cosmetoginecologia (Brasília); • Fertilização de Baixa Complexidade Instituto Gera de Ensino e Pesquisas (São Paulo).

O Parto Cesárea Humanizado A cesárea humanizada defende que a mulher esteja acompanhada do pai ou familiar no centro cirúrgico. Além disso, a iluminação é reduzida. A iluminação no campo operatório é total, o que não acontece é a luz ao redor da mesa. Existe a possibilidade de se diminuir a luminosidade da sala, mas o campo cirúrgico tem que ser iluminado. Além disso, a mãe é mais valorizada e sua participação no parto é maior. Ela é informada pelo médico sobre tudo que está ocorrendo e, caso ela deseje, os campos cirúrgicos (tecidos que delimitam a cirurgia) podem ser abaixados para que a mãe veja seu bebê nascendo, sendo primeiro contato pele a pele da mãe com o recém-nascido; amamentação logo na primeira hora de vida; clampeamento e corte tardio do cordão umbilical; aroma e musicoterapia na sala, entre outras – tudo para deixar o momento mais calmo, leve e especial, sem traumas ou quaisquer tipos de choques para um ou outro. Diferentemente de uma cesárea normal, a mãe passa a ser mais valorizada e participante do momento. O Parto Normal Humanizado Nesse tipo de parto, toda atenção dos profissionais está direcionada a atender às necessidades da mulher. Tudo é elaborado para que a mulher tenha mais privacidade, espaço, ambiente com menos barulho, buscas alternativas de posições que aliviem a 76

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

Foto: Juliana Pavoni | Gestante: Juliana Alberti

DR. JOSÉ FELIPE HORTA JR.

A humanização nos partos não está presente apenas no PARTO NORMAL, pode estar presente também no PARTO CESÁREA. A principal característica para o tão falado nos dias de hoje “parto humanizado” é o ambiente, que deve ser de total conforto. Mas fique atento, pois qualquer que seja a opção deve ser sempre realizado em ambiente hospitalar, para total segurança materna e fetal.

dor, como caminhar, receber massagem, oferecer água, alimento e apoio emocional durante o trabalho de parto. Assim, o parto é pensado mais como uma mulher que precisa dar à luz, do que no que a medicina tem a oferecer em relação a medicamentos e procedimentos impessoais. No entanto, em alguns momentos, as práticas médicas são essenciais para que tudo corra bem no parto normal e, para isso, às vezes, são necessárias algumas intervenções médicas que só são realizadas em casos extremos de segurança para a mãe e o bebê, como, por exemplo anestesia, indução do parto, episiotomia e até mesmo a cesariana de urgência. A humanização do parto não significa mais uma nova técnica ou mais conhecimento, mas sim, o RESPEITO à fisiologia do parto e à mulher. “Nós recomendamos a prática da Humanização do Parto, independente do mesmo ser normal ou cesareana, trazendo para as futuras mamães o máximo de conforto durante todo o período do pré-natal até o nascimento do seu bebê, traduzindo o que realmente é a experiência de ser MÃE!”, conclui Dr. José Felipe Horta Jr. MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 10 A 14


DRA. SUELLEN C. SCALSSAVARA

A Odontologia segue caminhos que vão além de técnicas restauradoras, buscando restabelecer a função, a estética e o bem-estar do cliente, devolvendo-lhe a autoestima, o prazer em sorrir, ou seja, o prazer em viver.

CRO/MT 6552

(Mandarino 2003).

CIRURGIÃO-DENTISTA

Arquivo pessoal de tratamento realizado por Dra. Suellen C. Scalssavara

Foto: Fares Rames

Odontologia Estética Minimamente Invasiva

• • • •

Ortodontista; Reabilitação Oral; Estética Facial; Pós-Graduação em Rejuvenescimento Facial em Harvard; • Pós-Graduação em Anatomia Cirúrgica para Procedimentos de Harmonização Facial no MARC Institute de Miami.

Estamos vivenciando uma grande evolução na Odontologia Estética, no que se diz respeito a opções de tratamento e materiais disponíveis. A crescente busca por um sorriso harmônico, mais próximo aos impostos pelos padrões de beleza atuais, trouxe um grande desenvolvimento em tecnologias para a Odontologia. Um dos tratamentos mais procurados no consultório para a reabilitação estética é a utilização de laminados cerâmicos: lentes de contato e facetas de porcelana, sendo que uma difere da outra pela sua espessura.

66 3495-0128 Avenida Paraná, 760, Pva II Primavera do Leste/MT

80

Estética com aspecto natural Os laminados cerâmicos são capazes de devolver, de maneira bem natural, a cor, forma e função dos dentes que sofreram desgastes, que possuem manchas, restaurações extensas pigmentadas em região estética ou pequenas alterações de posicionamento. Até pouco tempo atrás, os pacientes apresentavam certa resistência na aceitação desse tipo de tratamento, havia o receio dos desgastes da estrutura dentária para a instalação dos laminados cerâmicos. Hoje, com o surgimento de porcelanas com maior resistência, podemos confeccionar peças extremamente finas. Em muitos casos, realizamos um tratamento minimamente invasivo, ou até mesmo sem desgaste dos dentes. Esse tipo de procedimento traz uma vantagem quanto à transmissão da luz, pois, utilizando porcelanas mais finas e translúcidas, podemos reproduzir as características do esmalte dentário.

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

Durabilidade comprovada por pesquisas Outra dúvida frequente dos pacientes é sobre a durabilidade desse tipo de tratamento. Estudos recentes mostram uma durabilidade acima de 10 anos e resultados satisfatórios (95%) em relação à aceitação do paciente nesse mesmo período. Esse elevado índice de satisfação tem tornado as restaurações com laminados cerâmicos sucesso praticamente absoluto. De acordo com a Academia Brasileira de Odontologia Estética (ABOE), o sorriso é um símbolo de realização, de satisfação e de felicidade, além de indicar saúde e amor próprio. A utilização de laminados cerâmicos, no tratamento estético odontológico, pode colaborar muito nesse processo de autocuidado com seu sorriso. Formação contínua para o a aplicação de laminados cerâmicos Na SUPREMA ODOONTOLOGIA AVANÇADA, temos o diferencial de formação profissional pelas melhores instituições de ensino do Paraná e de São Paulo. Nossos pacientes também podem contar com nosso aprimoramento profissional na área estética, realizado nos Estados Unidos, por meio de dois cursos: Pós-graduação em Rejuvenescimento Facial em Harvard e Pós-graduação em Anatomia Cirúrgica para Procedimentos de Harmonização Facial no MARC Institute de Miami. Os pacientes atendidos por nós podem ter a tranquilidade de saber que têm à disposição tecnologia de ponta e o cuidado de especialistas formados pelas principais referências de odontologia estética no mundo.


INFORME PUBLICITÁRIO Foto: Fares Rames

A avaliação psicológica como um prognóstico imprescindível nos processos de seleção de pessoal Dos aspectos da personalidade às condições percepto-racionais levantados na seleção de competentes profissionais, proporcionando competitividade à empresa.

EMANUELLE CAMPOS LIMA MOREIRA DE MELO CRP 18/00845 PSICOLOGA • Bacharel e Licenciada em Psicologia desde 2005, com Pós-Graduações em: Análise do Comportamento Aplicada; • MBA em Gestão de Pessoas; • Psicologia do Trânsito; • Administração com Ênfase em Cooperativismo pela FGV.

O papel do psicólogo no recrutamento e seleção é justamente encontrar candidatos que estejam alinhados aos objetivos da empresa, de forma assertiva, com avaliações calcadas em métodos cientificamente sustentados, chegando a respostas mais confiáveis que opiniões leigas no assunto ou o puro acaso. Na VISION, prestamos serviços de recrutamento e seleção totalmente customizados, visando conciliar a cultura e valores da empresa, o perfil da vaga e as competências técnicas e comportamentais dos candidatos. Somos uma empresa que trabalha com seleção de pessoal focada em competências e que oferece a maior bateria de testes psicológicos em um processo seletivo. Os testes avaliam construtos relacionados com a capacidade de desempenho, objetividade, controle geral e emocional, integração humana, dinâmica afetiva, perfil motivacional, neuroticismo, extroversão, abertura, amabilidade, conscienciosidade, entre outros fatores. Também são avaliadas questões relacionadas à administração do tempo, produtividade, condições percepto-racionais, como funcionamento do pensamento lógico, habilidades cognitivas, indicadores relacionados à memória, raciocínio verbal, raciocínio numérico e aos diversos tipos de atenção. Para os cargos de gestão, avaliamos a liderança situacional, que permite a avaliação dos estilos preferidos e de julgamento de um líder em uma série de contextos de tomada de decisão, possibilitando medir a precisão

VISION Soluções em RH e Psicologia 66 3498-3694

Rua Maringá, 669 – Centro Primavera do Leste/MT

82

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

do julgamento ao se defrontar com situações de liderança. O impacto da avaliação psicológica nos processos seletivos constitui-se do fato de que a empresa consegue, através da avaliação psicológica, filtrar os candidatos de acordo com as necessidades e exigências do cargo, podendo assim realizar um prognóstico do desempenho do novo colaborador. Há situações em que o candidato apresenta conhecimentos e habilidades potenciais à vaga ofertada, contudo sinaliza atitudes e comportamentos divergentes da cultura da organização, podendo acarretar dificuldades na realização do seu trabalho. Contudo, a seleção de profissionais competentes proporciona competitividade à empresa, além de reduzir rotatividade, perdas financeira, administração de tempo e clientes. Também, um bom processo seletivo reflete na qualidade de vida do profissional, pois, como dizemos, “não só a empresa seleciona o candidato, como o candidato seleciona a empresa”, ou seja, deve-se haver uma conciliação entre a vaga e o candidato. Se o mesmo se adaptar, ele irá executar as atividades com eficiência, diminuindo a probabilidade do burnout ou outras doenças correlacionadas ao desencadeamento de má qualidade ou stress no trabalho. Embora seja um processo complexo, percebe-se a necessidade e a importância de uma avaliação psicológica realizada por profissionais qualificados para um resultado positivo e efetivo para candidatos e empresas.


Foto: Carol Chiarello

Glaucoma: Uma causa de cegueira silenciosa DR. JOÃO CELSO GARCIA CRUVINEL CRM/MT 9874

Foto: Carol Chiarello

MÉDICO

DR. THIAGO GUIMARÃES FERREIRA DA COSTA CRM/MT 7949 - RQE 3434 OFTAMOLOGISTA

84

O glaucoma é um conjunto de doenças que lesam tipicamente o nervo óptico (nervo responsável pela conexão do olho ao cérebro) e, consequentemente, afetam a visão. Estima-se que cerca de 400 a 500 mil brasileiros sejam portadores de glaucoma nas suas diversas formas, sendo essa doença uma das principais causas de cegueira irreversível no Brasil e no mundo. A faixa etária mais prevalente é de pacientes acima de 60 anos, mas podem ser encontradas as variantes dessa doença em todas as idades, inclusive em bebês e crianças, o chamado glaucoma congênito. Os sintomas do glaucoma podem ser variados de acordo com sua etiologia. No glaucoma agudo, há um aumento abrupto da pressão ocular, o que causa dor súbita intensa e embaçamento visual, que, se não tratado rapidamente, pode levar a graves sequelas visuais. Porém, na maioria das vezes, como nos casos de glaucoma primário de ângulo aberto, que é o tipo de glaucoma mais prevalente no Brasil, não há sintomas nas fases iniciais da doença. O paciente normalmente só percebe algo de errado em sua visão quando a doença já está avançada e não é possível mais recuperar a perda visual já ocorrida. Uma vez detectado o glaucoma, existe tratamento para evitar a progressão da doença que, na maioria das vezes, é feito com uso contínuo de colírios para diminuir a pressão ocular. Em casos específicos são necessários tratamentos mais complexos como laser ou mesmo cirurgia.

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

Por isso, é muito importante a prevenção e o diagnóstico precoce, feito por médico especializado em oftalmologia, que é o único profissional habilitado para diagnosticar e tratar essa doença. Recomenda-se para população geral consultas oftalmológicas anuais e, para pessoas com histórico familiar de glaucoma, a recomendação é que consulte seu oftalmologista a cada seis meses. MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 10 A 14


Fotos: Carol Chianello

DR. THIAGO GUIMARÃES FERREIRA DA COSTA

DR. JOÃO CELSO GARCIA CRUVINEL

CRM/MT 7949 - RQE 3434

CRM/MT 9874

OFTALMOLOGIA

66 99676-8885

MÉDICO

www.hoppva.com.br |

@hoppva

Avenida dos Lagos, 2892, Parque das Águas, Primavera do Leste-MT


Foto: Carol Chiarello

O que é um retratamento endodôntico? DRA. JESSYKA SCHWARTZ CRO/MT 6400 CIRURGIÃ-DENTISTA

A realização da terapia endodôntica visa devolver o elemento dental à fisiologia da mastigação, a reparação tecidual periapical e o sucesso clínico. Para atingir tais objetivos, faz-se necessário realizar um tratamento endodôntico bem planejado e executado, de acordo com princípios biológicos.

• Clínica Geral; • Endodontia.

As bactérias que persistem no canal radicular, após o tratamento endodôntico, ou aquelas que contaminam o canal através das infiltrações coronárias são as principais responsáveis pelo fracasso do tratamento endodôntico (Siqueira, 2001), que pode ser observado pelo surgimento, persistência ou aumento de uma lesão periapical. Tal lesão pode ser diagnosticada pelos sinais e sintomas clínicos de inflamação e pelo exame radiográfico. O retratamento envolve a remoção dos materiais obturadores antigos dos canais, nova desinfecção e conformação de todos os canais, identificação e correção dos problemas encontrados no tratamento prévio, se possível, e, por fim, novo preenchimento dos canais com material selador. Trata-se, geralmente, de um procedimento de dificuldade elevada. Alguns problemas existentes no tratamento prévio podem não ser corrigíveis, sendo, nesse caso, a microcirurgia endodôntica uma alternativa. O retratamento endodôntico pode ser realizado por diversos motivos como: 1. Canais estreitos ou curvos; 2. Anatomia complexa dos canais; 3. Dente não restaurado a tempo de evitar uma recontaminação; 4. Restauração mal adaptada e contaminada por saliva; 5. Nova cárie levando bactérias ao canal tratado. 66 3495-0128 66 9 9917-9505 Avenida Paraná, 760, Pva II Primavera do Leste/MT

86

Referências: Siqueira J FJr. Aetiology of root canal treatment failura: why well-treatad teeth can fail.lnt Endod J. 2001; 34:1-10. Siqueira JFJr, Uzeda M, Fonseca MEL. Scanning electron microscopic evaluation of vitro dentina! tubules penetration by selected anaerobic bactéria. J Endod. 1996; 22 308-10

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br


Foto: Josué Pereira

Tratamento sem Cirurgia para Dores nas Costas e Ciático DR. RAFAEL CAVALLINI CREFITO9-170358 FISIOTERAPEUTA OSTEOPATA

Clínica Gama

66 3426-2206 66 99610-1116

O sistema de Flexão-distração foi desenvolvido pelo Dr. J.Mac Manis (D.O.), em 1900, nos Estados Unidos e aprimorado pelo Dr. Eckard (D.C). Trata-se de uma mesa que possui uma série de componentes eletromecânicos que tem por objetivo facilitar e pontencializar o efeito e benefício das técnicas manuais de reequilíbrio articular e postural, utilizados pela Osteopatia.

O principal recurso é um sistema eletrônico para descompressão (flexão-distração) do discos da coluna vertebral. O paciente permanece deitado durante o tratamento. A mesa possui ajustes para que o tratamento seja totalmente indolor. É aplicada uma força de descompressão associada à flexão da coluna vertebral exatamente no nível a ser tratado, ou seja, é altamente específico para cada paciente. A flexão-distração é, sem sombra de dúvidas, um dos mais eficientes sistemas para tratamento de patologias lombares, dentre elas, a hérnia de disco, artrose, estenose do canal vertebral e mais alguns tipos de lombalgias.

Rua Humaitá, 1837, Vila Birigui. Rondonópolis - MT

88

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

Recente pesquisa publicada na revista BMC MusculosKeletal Disorders mostrou que 76% dos pacientes com hérnia de disco relataram melhora dos sintomas. E que, dos 57 pacientes envolvidos na pesquisa, apenas 2 tiveram que passar por cirurgia. Estudos publicados nas revistas Reumatology International Journal e Journal of Orthopaedic & Sports Physical Therapy concluíram que a flexão-distração ajuda e melhorar os sintomas produzidos por discos herniados. O Dr. Rafael Cavallini realiza um protocolo especializado para tratamento de hérnias discais e conta com a mesa de flexo-distração, sendo o pioneiro dessa técnica no estado de Mato Grosso.


Foto: Josué Pereira

Câncer Gástrico

DR. LEANDRO DUTRA PERES

Os tumores de estômago (câncer gástrico) são o quarto tipo mais comum e a terceira maior causa de morte por câncer no mundo.

CRM/MT 9035 CIRURGIA DO APARELHO DIGESTIVO - RQE 4283 CIRURGIA GERAL - RQE 4338

Foto: Josué Pereira

CIRURGIA VIDEOLAPAROSCÓPICA RQE 4339

DR. LEANDRO MROZINSKI CIRURGIA GERAL CRM/4751 | RQE 2057

90

No Brasil, ele ocupa a terceira posição em homens e a quinta posição em mulheres, excluindo-se os tumores de pele não melanoma. Estima-se, no Brasil, uma incidência de 13 casos novos por grupo de 100 mil habitantes, aproximadamente 21 mil casos novos neste ano, sendo quase o dobro da incidência em homens (65% desses casos em pessoas com mais de 50 anos). Ainda permanece uma doença de prognóstico muito ruim, visto que a única medida terapêutica com finalidade curativa é a cirurgia. Mas, para se ter bons resultados, é fundamental o diagnóstico precoce. Mesmo com a melhora nos métodos diagnósticos e terapêuticos, o diagnóstico precoce é difícil, veja que, por ser endêmico no Japão e intensamente investigado na população geral, tem-se somente 50% dos casos descobertos em fase precoce causando uma sobrevida global em 5 anos de 40 a 60%. Nos Estados Unidos, a sobrevida global chega a somente 25% em 5 anos, considerando o total de casos. No Brasil, são mais de 14 mil mortes ano. Dentre os fatores de risco para o câncer gástrico, está a infecção crônica pela bactéria H. pylori. Ela está para o câncer gástrico como o tabagismo está para o câncer de pulmão, causando seis vezes mais chance de desenvolver o tumor. Ainda, o consumo de sal em associação ao H. pylori e à gastrite atrófica representam um aumento de risco. Também: ingestão de bebidas alcoólicas, tabagismo, precária conservação de alimentos, compostos nitrosos, dietas pobres em frutas cítricas, obesidade, histórico de cirurgias gástricas prévias, pólipos gástricos, anemia perniciosa, úlcera gástrica, além de fatores genéticos, este último

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

sendo responsável por até 3% dos casos (mutações CDH1). Sintomas vagos e inespecíficos, como: perda de peso, fadiga, saciedade precoce, epigastralgia, disfagia, náuseas, desconforto abdominal e melena (fezes escurecidas por sangramento) comumente não levam a um aprofundamento nas investigações diagnósticas por uma série de razões relacionadas ao paciente, ao médico e ao sistema. Massa abdominal palpável, aumento de volume abdominal, gânglios palpáveis pelo corpo, icterícia e anemia profunda são indícios claros de doença avançada e piora nos índices de ressecabilidade e de curabilidade. A presença de um familiar com câncer gástrico tipo difuso antes dos 40 anos de idade ou de dois familiares de 1º ou 2º grau com câncer gástrico tipo difuso com qualquer idade ou história pessoal ou familiar de câncer tipo lobular mamário ou câncer gástrico tipo difuso antes dos 50 anos de idade devem levar o paciente a rígida investigação diagnóstica e testagem genética. A Endoscopia Digestiva Alta (EDA) com biópsia, associado à Tomografia Computadorizada (TC), e demais exames laboratoriais e avaliações nutricionais, fisioterápicas, cardíacas, cirúrgicas e oncológicas determinarão o seguimento terapêutico ao caso clínico abordado. Podem-se adotar procedimentos cirúrgicos, convencionais ou laparoscópicos (gastrectomias parciais ou total), associados a procedimentos radio-quimioterápicos pré ou pós-operatório, tudo isso na dependência da intenção de tratamento curativo ou paliativo da doença. Sendo assim, a procura por um serviço de referência se faz necessário para o melhor prognóstico do paciente. MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 10 A 14


Botox e Preenchimento Facial DR. ULISSES GENARI FILHO CRO/MT 4444 CIRURGIÃO-DENTISTA • Especialista em Cirurgia Bucomaxilofacial; • Implantes Dentários; • Fellow em Harmonização Orofacial pela Harvard Medical School.

Clínica Gama:

66 3421-4313 66 99694-2001 Rua Humaitá, 1837, Vila Birigui, Rondonópolis/MT

92

A toxina botulínica (BOTOX) é largamente empregada em tratamentos estéticos faciais, e agora ganha destaque também na odontologia.

Dr. Ulisses Genari utiliza o botox para tratar bruxismo, apertamento dos dentes, cefaleia, enxaqueca (de origem tensional), sorriso gengival, tratamento da assimetria facial, dores na articulação (ATM), sialorreia (salivação excessiva) e atenuar linhas de expressões faciais. Segundo ele, “a suavização das linhas de expressão, diminuição da transpiração excessiva e melhora na textura da face são efeitos benéficos da toxina”. O Botox, quando aplicado nos músculos, promove o bloqueio da acetilcolina, substância responsável pela contração muscular e com isso a musculatura torna-se relaxada e consequentemente inibe a dor e o efeito estético na região é notável. Já o preenchimento facial é um procedimento para embelezamento e reestruturação da pele envelhecida. O ácido

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

hialurônico é a substância usada para essa finalidade. Ele preenche rugas e sulcos, além de melhorar o contorno facial. Pode também ser utilizado para aumentar o volume dos lábios. Aliando o conhecimento das estruturas anatômicas faciais, os anseios dos pacientes e as novas substâncias presentes no mercado, podemos oferecer o que há de mais moderno, seguro e realmente eficaz, para tornar a vida dos pacientes mais bela e simétrica. Dr. Ulisses Genari é membro fundador da Associação Brasileira de Harmonização Oro-Facial, ministra palestras sobre Harmonização Facial, é Referência em Bichectomia, Coordenador do serviço de Cirurgia e Traumatologia Buco Maxilo Facial do Hospital Regional de Rondonópolis, além de ter feito pós-graduação pela Harvard Medical School (Boston-USA).


Gestante pode fazer exercício físico? Foto: Josué Pereira

“A gestante não só pode como deve fazer exercício físico”, alerta Elielcio, proprietário da Elielcio Academia e profissional de educação física especialista em exercício físico para gestante. “Além de não haver relatos de riscos, os benefícios são diversos: desde a manutenção do peso até a um melhor controle da glicemia e da pressão arterial”, explica o profissional.

A grávida Marcela Simão Jorge Munhoz em atividade na Elielcio Academia.

PROF. JOSÉ ELIELCIO NOVAGA CREF. 0628 MT GRADUADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA • Pós-Graduado em Metodologia da Atividade Física Personalizada.

Localizada na Av. Sothero Silva, 807, Vila Aurora, a Elielcio Academia conta com uma estrutura ampla e climatizada, ideal para a prática de musculação a qualquer hora do dia. A piscina é aquecida e a água recebe tratamento com ozônio, diminuindo os índices de irritação de pele e olhos. Tudo para garantir conforto e segurança para a gestante manter o ritmo saudável durante e após a gravidez. Agende uma visita, ligue 99657.3007 ou 3422.5746.

Com três aulas semanais de musculação, por exemplo, é possível evitar o diabetes gestacional, e, consequentemente, a chance da criança ser obesa e diabética no futuro. Elielcio, que já acompanhou várias gestantes, relata que a fraqueza muscular é outra preocupação constante, especialmente na lombar, o que pode levar a dores, dificuldades posturais e impedimentos nas atividades simples do dia a dia. Nesse sentido, a pesquisa de O’Connor et al (2011), descrita em Gentil (2018) , mostrou que 12 semanas de musculação, feitas 02 vezes por semana, levam a ganhos médios de 41% na força e 14% na resistência dos extensores lombares, diminuindo as famosas “dores nas costas”. Em sua academia, Elielcio disponibiliza treinos para a gestante desde o primeiro mês de gestação, ou assim que há liberação médica. A gestante é acompanhada de perto por um profissional de educação física que a orienta durante todo o treino,

(...) 12 semanas de musculação, feitas 02 vezes por semana, levam a ganhos médios de 41% na força e 14% na resistência dos extensores lombares, diminuindo as famosas “dores nas costas”.

94

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

garantindo conforto e segurança. Para esse público, as opções de exercícios físicos são: musculação, hidroginástica e natação. Além disso, a sensação de indisposição e cansaço, tão comuns durante a gravidez, pode ser amenizada e eliminada com a prática regular de exercício físico, aumentando a energia física e a disposição mental da mamãe. Ou seja, gestante fisicamente ativa e seu bebê possuem menores índices de depressão, obesidade, diabetes e maior desempenho cognitivo. Porém, alguns cuidados devem ser tomados com relação ao fluxo sanguíneo, por exemplo, evitar ficar muito tempo na mesma posição, e também é bom ficar atento para grandes elevações de frequência cardíaca (>90% máxima) e de temperatura. Por isso, cuidado com a hora do dia, o local, a hidratação e as roupas, que devem ser leves e confortáveis. • GENTIL, Paulo. Gestantes e Musculação. Disponível em www.PauloGentil. com.br. 2018.


T R A I N I N G F O R T W O Alto Giro traz a coleção cápsula pensada especialmente para grávidas. A fim de proporcionar total conforto e tranquilidade durante a prática de exercícios físicos, a marca traz uma cápsula completa em tecidos com elastano e gramatura para adequar-se ao corpo gestacional. Destaque da coleção é a tecnologia SEAMLESS que aparece como novidade em algumas peças. Esta tecnologia permite a eliminação de costuras laterais proporcionando maior conforto e liberdade de movimento. “Sempre amei me exercitar e, durante essa fase, precisei de roupas que pudessem me acompanhar e auxiliar nessa rotina. Foi por isso que, em conjunto com a Alto Giro, decidimos trazer uma coleção pensada especialmente para mulheres grávidas que assim como eu não abrem mão dos exercícios durante a gestação, mas prezam pelo conforto e bem-estar”, afirma Sabrina Sato, a mamãe do ano. Algumas peças da coleção além de estarem disponíveis na modelagem gestante estão na feminina padrão, as leggings SEAMLESS e a leg de impactus com recortes. Todas as peças estão disponíveis na Alto Giro Rondonópolis.

66 99984.9195 |

/altogiro.roo |

@altogiroroo

Loja Alto Giro Rondonópolis | Av. Sothero Silva, 807. Vila Aurora | Rondonópolis - MT

Fotos: Cléver Freitas

Marcela Simão Jorge Munhoz usa Alto Giro Rondonópolis.


Foto: Josué Pereira

Quando devo procurar um psicanalista? Qual o motivo de se fazer análise? “[A psicanálise] Ocupa-se de coisas simples, que são também imensamente complexas. Ocupa-se do amor e do ódio, do desejo e da lei, dos sofrimentos e do prazer, de nossos atos de fala, nossos sonhos e nossas fantasias. A psicanálise ocupa-se de coisas simples e complexas, mas eternamente atuais.” Juan-David Nasio (trecho do livro O prazer de ler Freud)

RHAYSA PINA OLIVEIRA PSICANALISTA • Formação em Psicanálise - NEP (Núcleo de Estudos Psicanalíticos).

66 99989-1822 Rua Francisco Félix, 255, Centro

96

Quando falamos em clínica psicanalítica, logo descartamos a ideia de medicalizações e outros recursos que dão suporte externo ao tratamento a ser realizado. Mas se não existe manuseio medicamentoso, por que fazer análise? Existem inúmeras questões que surgem quando o assunto é psicanalítico, entre elas podemos destacar: Quem pode fazer análise? Quando devo procurar um psicanalista? Para que fazer análise? Responder essas questões requer uma singularidade do indivíduo, porque, ao se deparar com a clínica, as realidades existentes muitas vezes são simplesmente esquecidas ou ignoradas por inúmeros motivos. Algumas pessoas enfrentam determinadas situações em que a cegueira psíquica leva-as a procurar diversos tipos de recursos de cura antes de se decidirem pelo tratamento com um profissional psicanalista. Quando essa procura pela análise finalmente acontece, tais pessoas chegam ao profissional sem nenhuma perspectiva de mudança, visto que o desespero se torna latente. Mas é preciso ir além do senso comum que acredita que a psicanálise é indicada apenas para casos extremos. Dentro da pluralidade de motivos que levam as pessoas em busca de um psicanalista - muitas vezes, entendidos como a “luz do fim do

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

túnel” - podemos destacar que a análise pode e deve existir como instrumento de apoio aos diversos assuntos que as pessoas lidam diariamente e que ela pode ser acessada por todos. É muito comum ouvir que é necessário algum tipo de patologia para a busca de um psicanalista, mas existem situações comuns que não são patologias e que incomodam e muito. Por exemplo, alguns medos que não são em grandes proporções, suas causas são conscientemente desconhecidas, mas eles evitam que certas atitudes sejam tomadas. Outro exemplo é um término de relacionamento que aparentemente foi tranquilo, mas uma das duas pessoas não consegue se relacionar afetivamente com outra, mesmo depois de um certo tempo ter se passado. A perda de uma pessoa muito querida gera uma dor que, muitas vezes, atrapalha o contato com a família, com os amigos, prejudica o trabalho e que não é apenas deixando de lado que essa situação vai deixar de existir. Esses são apenas alguns casos que exemplificam que fazer análise, ir em busca de um psicanalista, faz-se necessário em muitos momentos. É preciso enfrentar paradigmas impostos pela sociedade e barreiras criadas pelo próprio indivíduo para o amadurecimento na busca das causas de desconforto, de uma forma que se alcance o equilíbrio de sua própria existência.


Foto: Josué Pereira

Ortodontia em adultos: MINI-IMPLANTES DR. GUSTAVO CHARAFEDDINE BULAMAH CRO/MT 7693 CIRURGIÃO-DENTISTA • Cirurgião-Dentista pela USP Ribeirão Preto; • Pós-Graduado em Ortodontia pela USP - Ribeirão Preto; • Credenciado pela Invisalign.

66 3022-6010 66 9 9607-1016 @dr.gucharafeddine Rua Elenita Castro Cardoso, 527 Villa Aurora - Rondonópolis/MT

98

• Mini-implantes colocados entre raízes (ancoragem esquelética) para retração de dentes anteriores.

A ortodontia passou de uma realidade somente para crianças e adolescentes para uma especialidade procurada também por pacientes adultos e idosos.

Com a chegada desses pacientes nos consultórios, os ortodontistas se depararam com novos desafios. São pacientes que muitas vezes foram mutilados e perderam dentes em uma idade muito precoce e agora querem fechar ou preencher estes espaços. Geralmente, o paciente procura primeiramente um implantodontista o qual, em alguns casos, vê-se impossibilitado de colocar o implante porque não há espaço suficiente, já que o dente ao lado se movimentou e está “deitado” diminuindo o espaço; ou o dente superior extruiu, “cresceu”, e está mais alto dos que os outros. Então o paciente é encaminhado a um ortodontista que avalia o caso, podendo, através do uso de aparelhos ortodônticos, corrigir a posição desses dentes, gerando espaço adequado para o implante; ou, em alguns casos específicos, até mesmo fechar totalmente o espaço dispensando o uso de implante no final do tratamento. Para alguns casos, há a necessidade de uso de mini-implantes ou miniparafusos

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

que são pequenos dispositivos inseridos ao osso que permitem movimentações dentárias maiores e/ou uma ancoragem absoluta. Os mini-implantes são dispositivos de baixo custo, de simples colocação e remoção e de dimensão reduzida. Podendo ser utilizados também em casos onde o paciente não perdeu nenhum dente, mas que necessita de um movimento ortodôntico com maior controle. O paciente deve estar ciente de que este dispositivo vai ser instalado e utilizado durante o tratamento ortodôntico, diminuindo o tempo de tratamento e a necessidade de colaboração do paciente, mas que, ao final do tratamento, ele será removido. Os mini-implantes levam este nome, mas não devem ser confundidos com os implantes dentários. Além de terem tamanhos diferentes, têm funções diferentes: os mini-implantes são usados pelos ortodontistas para movimentações dentárias e os implantes, junto com a prótese, substituem o dente perdido.


EFEITO LIFTING Marcus Bordado - PhotoArt Fotografia

e contorno com estímulo de colágeno duradouro

DRA. PATRICIA GAIÃO CHAVES CRM/MT 6995 MÉDICA

102

O RADIESSE® é um injetável com efeito preenchedor que proporciona uma correção imediata devido ao seu gel matriz com microesferas de hidroxiapatita de cálcio. Além disso, RADIESSE® possui uma versatilidade que lhe trará um efeito lifting, de contorno e uma melhora na qualidade da pele, através da bioestimulação de colágeno que é induzida por esse principal componente (a hidroxiapatita de cálcio).

Estimula os mecanismos de regeneração da própria pele – há produção de colágeno novo ao longo das semanas e meses seguintes, tornando sua pele mais forte e mais elástica. Os resultados do tratamento com RADIESSE® são duradouros (cerca de 2 anos), mas não permanentes. Depois de injetado, o RADIESSE® proporciona correções imediatas. Ele pode suavizar instantaneamente as linhas do seu sorriso ou até contornar a linha da sua mandíbula. Ao longo das semanas seguintes, as microesferas de RADIESSE® estimulam a pele a produzir novo colágeno para uma aparência mais suave e natural. O novo colágeno produz um efeito de longo prazo que pode durar até 2 anos em muitos pacientes. Pode ser usada em mãos, braços, pescoço, colo e face.

Pescoço Geralmente, o pescoço e colo são um dos primeiros lugares a mostrar os sinais de envelhecimento, principalmente por serem ignorados nos cuidados diários de limpeza, hidratação e proteção. Agora é possível melhorar a aparência do pescoço com RADIESSE® • O preenchimento dérmico mais indicado para restaurar imediatamente a perda de volume do pescoço para resultados suaves e naturais, além de continuar estimulando próprio colágeno natural do corpo; • Ajuda a restaurar uma aparência mais jovem para o pescoço; • Proporciona resultados naturais suaves que duram até 2 anos na maioria dos pacientes.

Mãos Geralmente, as mãos são o primeiro lugar a mostrar os sinais de envelhecimento. Agora é possível melhorar a aparência das mãos com RADIESSE® • O preenchimento dérmico mais indicado para restaurar imediatamente a perda de volume das mãos para resultados suaves e naturais, além de continuar estimulando próprio colágeno natural do corpo; • Ajuda a restaurar uma aparência mais jovem para as mãos; • Reduz a aparência de tendões e veias; • Proporciona resultados naturais suaves que duram até 2 anos na maioria dos pacientes.

Braço Com o passar dos anos, muitas mulheres deixam de utilizar blusas decotadas e regatas pela aparência flácida dos braços. Agora é possível melhorar muito a flacidez desta área com RADIESSE® • Este preenchedor dérmico é o mais indicado para restaurar imediatamente a flacidez dos braços, além de continuar estimulando próprio colágeno natural do corpo; • Ajuda a restaurar uma aparência mais jovem dos braços; • Proporciona resultados naturais suaves que duram até dois anos na maioria dos pacientes.

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA DAS PÁGINAS 10 A 14


Fotodepilação: Foto: Josue Pereira

É a solução para os seus pelos GISLIANE OLIVEIRA DOS SANTOS TECNÓLOGO EM ESTÉTICA • Formada pela Faculdade Unopar; • Discente 5º Semestre de Fisioterapia; • Universidade Unic.

Clinica de Estética Sem Pêllo

66 3026-0689 66 99712-1314 Av. Gov. Júlio José de Campos, 8

104

Para aqueles que desejam ter uma pele lisinha e sem pelos, mas não desejam passar pelo desconforto de alguns tipos de depilação, a solução é fazer um tratamento com algumas sessões de fotodepilação, esse método é extremamente eficiente e duradouro apresentando resultados a partir da 1ª sessão, e o mais importante, sem dor.

A Fotodepilação é um método realizado através da Luz Intensa Pulsada (LIP). Esse procedimento é muito utilizado para remover os pelos indesejados de todo o corpo, especialmente peito, abdômen, braços, axilas, virilhas e pernas. Esse método destrói as células responsáveis pela germinação dos pelos, de modo que eles só voltem a crescer quando houver regeneração dessas células, o que pode demorar meses ou anos de acordo com cada organismo, pois como os pelos são uma proteção de nosso organismo, existem fatores que podem influenciar em seu crescimento. Esse método é menos agressivo que os outros métodos de depilação. Além disso, ela evita que os pelos fiquem encravados, clareia a pele manchada por depilações anteriores e melhora o aspecto da pele, também trata a foliculite uma inflamação do folículo piloso. A Luz Intensa Pulsada também é utilizada para o tratamento de Fotorejuvenescimento, é uma técnica não-ablativa, segura e eficaz, faz com que haja um aumento de até 50% da quantidade de fibras de colágeno e elastina, além de promover um aquecimento na pele fazendo com que haja uma vasodilatação dos vasos sanguíneos aumentando a circulação no local e isso ajuda a melhorar a oxigenação sanguínea proporcionando uma pele mais firme, menos flácida.

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

O tratamento para Fotorejuvenescimento envolve: • Clareamento de Manchas Escuras da pele causadas pela exposição ao sol e raios ultravioletas; • Tratamento das Rugas e Linhas de Expressão, que tem seu surgimento mais acentuado após os 30 anos de idade; • Tratamento de Acne ao combater as bactérias e inflamações relacionadas. Sem dúvida é uma tecnologia que trata com absoluta segurança. As recomendações variam de acordo com cada paciente e tratamento a ser realizado. Convidamos você para fazer a sua avaliação sem nenhum custo. Salientamos que as contraindicações ao tratamento LIP ficam para pessoas que estejam com a pele bronzeada ou sob o uso de roacutan, corticoides, ácido acetilsalicílico e remédios fotossensibilizantes. Durante o tratamento, é recomendado o uso de filtro solar diariamente. Na Clínica de Estetica SemPello, você encontra esses e vários outros tratamentos faciais realizados por profissionais qualificados na área da estética e aliados a aparelhos sofisticados de alta tecnologia. Venha conhecer os nossos tratamentos: • Limpeza de pele; • Peeling de diamante; • Peeling de cristal; • Peeling elétrico; • Peeling quimio; • Tratamento para manchas (melasma); • Tratamento para efelides (sardas); • Jato de plasma; • Blefaroplastia sem corte; • Microagulhamento; • Fototerapia para acne; • Fototerapia para rosácea; • Fotorejuvenescimento; • Fotodepilação.


HIDROGINÁSTICA Foto: Josué Pereira

e seus benefícios TATIANE PARÁ CREF 002707-G/MT EDUCAÇÃO FÍSICA • Professora de Educação Física; • Graduanda em Fisioterapia.

A Hidroginástica é um exercício aeróbico leve e pode ser praticado por todos. O pouco impacto oferecido pela água e a diminuição do risco de contusões são dois dos principais motivos para a busca dessa atividade. O público varia entre gestantes, idosos, pós-operatório e até mesmo pessoas que buscam uma atividade dinâmica e atrativa. Uma aula de hidroginástica tem em média duração de 60 minutos e queima em torno de 400 a 600 calorias.

Alguns benefícios da Hidroginástica: • Melhora o sistema cardiovascular e respiratório; • Fortalecimento da musculatura; • Melhora na coordenação motora; • Ajuda na flexibilidade; • Ajuda na perca de peso; • Melhora a saúde mental; • Proporciona momentos de interação; • Melhora a qualidade de vida; • Auxilia e previne doenças crônicas.

@tati_para13 66 99627-4442

Atendimento personalizado 106

A Hidroginástica é uma das poucas atividades que podem ser realizada por individuo com pouco ou sem condicionamento físico e não é necessário saber nadar. Então, você que deseja sair do sedentarismo a Hidroginástica é uma boa opção para começar a exercitar-se.

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

Seja qual for sua limitação, busque praticar qualquer atividade física, sempre com a supervisão de um professor de Educação Física, para que você consiga alcançar seus objetivos, de uma maneira segura. (Tatiane Pará)


Fotos : Denis Lopes

A Articulação Temporomandibular (ATM) DRA. ARIANE PAREDES CRO/MT 7064 – CRO/SP 97.864 CIRURGIÃ-BUCOMAXILOFACIAL • Cirurgiã-Dentista pela Faculdade de Odontologia de Araçatuba (FOAUNESP) – Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho; • Residência em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial pelo Hospital Regional Sul de São Paulo – São Paulo – SP; • Professora de Odontologia na Universidade de Cuiabá (UNIC – Rondonópolis); • Estudante de P.h.D em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial pela Universidade Internacional da Catalunya (UIC) – Barcelona – Espanha; • Doutoranda em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial pela PUCRS - Porto Alegre - RS; • Fellowship em Cirurgia Ortognática pelo Instituto Maxilofacial – Teknon Medical Center – Barcelona Espanha; • Fellowship em Traumatologia Facial pela Universität Klinikum Freiburg – Freiburg – Alemanha; • Fellowship em Patologia, Cirurgia e Artroscopia de ATM pelo Hospital Clínico San Carlos – Madrid – Espanha; • Fellowship em Traumatologia e Reconstrução Facial pelo Hospital Universitário 12 de Octubre – Madrid – Espanha.

A articulação temporomandibular (ATM) é uma articulação sinovial, do tipo diartrose. Localiza-se anteriormente ao pavilhão auditivo (orelha). É uma articulação entre os ossos temporais do crânio e os côndilos da mandíbula. Há também outras estruturas componentes: a cápsula articular, o menisco, os ligamentos e os músculos relacionados com os movimentos da articulação. São em número de duas (direita e esquerda). Essa

66 3022-6010 66 99607-1016 Clínica La Sofie Rua Elenita de Castro Cardoso, 527 Vila Aurora – Rondonópolis – MT

110

articulação é abreviada e chamada na literatura científica de ATM.

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

A ATM é uma das articulações que mais trabalha. Basta falar ou mastigar para que os músculos, tendões, ligamentos e cartilagens que a constituem entrem em atividade. Como consequência do excesso de trabalho, ela pode sofrer traumas, além de apresentar processos inflamatórios, infecciosos, autoimunes e malformações. As desordens temporomandibulares (DTMs) representam as alterações musculares e articulares que envolvem a articulação. Uma das queixas mais frequentes, neste contexto, é a dor, que pode se manifestar na face, no ouvido, no fundo dos olhos, na cabeça ou no pescoço. Estalos na abertura de boca, sensação de entupimento no ouvido e até mesmo tonturas podem ocorrer. Por sua origem ser muitas vezes multifatorial, as (DTMs) exigem a avaliação de cirurgiões-dentistas, cirurgiões bucomaxilofacias e especialistas em disfunções temporomandibulares. O diagnóstico é clínico com a anamnese, inspeção, palpação e será apoiado por exames diagnósticos de imagem (radiografias ou ressonância magnética). Um interrogatório atento e bem conduzido quase sempre leva a um diagnóstico precoce e um tratamento adequado.


TELMOCAR: EXCELÊNCIA EM MECÂNICA AUTOMOTIVA DE NACIONAIS E IMPORTADOS Hoje, Rondonópolis e regiâo têm a Telmocar como referência em manutenção automotiva. Isso porque, desde 1985, quando o senhor Antelmo Dutra chegou com a família de Caxias do Sul-RS por aqui e abriu a oficina, a Telmocar sempre priorizou uma relação de confiança com seus clientes. “Nosso interesse é sempre atender o cliente da melhor forma possível. Sempre priorizando pela qualidade do serviço e das peças e isso acaba passando uma credibilidade muito grande”, conta Adalberto Mantovani Dutra, filho de Antelmo que conduz a Telmocar com o pai desde seus 14 anos. Antelmo, o pai, também começou cedo: aos 8 anos, conseguiu emprego em uma oficina e aos 18 já era chefe de oficina na Ford em Santa Catarina. Em Rondonópolis há 33 anos, Antelmo contabiliza 61 anos de profissão. O filho Adalberto aprendeu o ofício com o pai e se especializou nas linhas nacionais e importados, especialmente nos norte-americanos e nos alemães.

Investimento em tecnologia e parceria para o fornecimento de peças importadas Land Rover, BMW, Audi, Mercedez, Jeep e, linha Chrysler... A lista de marcas importadas atendidas pela Telmocar é grande. Os contatos fora do país e as parcerias com fornecedores de importados no Brasil agilizam a entrega de peças para os carros cuidados pela oficina. Para dar conta das especificidades que chegam à Telmocar, o investimento em equipamentos e na equipe de mecânicos especialistas é constante. “Nos últimos três anos, investimos pesado em tecnologia e vem muita coisa boa em 2019 para atender melhor nossos clientes”, relata Adalberto. Proximidade com os clientes O proprietário faz questão de reforçar que a relação tête-à-tête construída com os clientes vai continuar sendo prioridade na oficina. “Quando um cliente chega na empresa, ou ele vai tratar do que precisa com o meu pai ou comigo. É uma convivência próxima com quem chega na Telmocar. Boa parte dos nossos clientes são antigos. E quem é novo acaba ficando porque sabe da seriedade que a gente tem em todo processo”.

Agradecemos muito a confiança que nossos clientes têm em nosso trabalho. Desejamos que o ano que se inicia seja de muitas conquistas para todos nós. Texto: Lilian Martins


Fotos: Josué Pereira

Como é a avaliação psicológica para porte de arma de fogo? Conheça como é essa avaliação que só pode ser realizada por um profissional psicólogo inscrito no CRP e credenciado pela Polícia Federal. ALINE MACHADO CRP/MT 18/02146 • Especialista em Avaliação Psicológica; • Especialista em Perito do Trânsito, Psicóloga Organizacional; • Psicóloga Clínica, atua na Abordagem Terapia Cognitiva Comportamental; • Psicóloga credenciada Policia Federal Rondonópolis/MT.

Atendimento para avaliação psicológica 66 3424-2323 66 99603-5644

66 3423-7982 66 99653-0103 @clinicavitarondonopolis alinemachadok@hotmail.com Rua Otavio Pitaluga, 1373, Jd Urupes - Rondonópolis-MT

114

Antes de responder essa pergunta, é importante dizer que, segundo a Resolução do Conselho Federal de Psicologia (CFP 07/2003), a avaliação psicológica só pode ser realizada por um psicólogo. É ele quem vai analisar os diversos processos psicológicos que compõem o indivíduo e suas tendências comportamentais. Por meio de tal avaliação, é possível investigar diferentes características psicológicas. O mapeamento dos níveis de emoção, cognição, motivação, personalidade e memória, por exemplo, é parte fundamental do processo de avaliação psicológica, seja ela feita para qualquer finalidade. Quando o assunto é porte de arma de fogo, tal mapeamento precisa ser ainda mais minucioso. Seguindo a Lei nº 10.826, de 22 de dezembro de 2003, os interessados no registro e/ou posse de arma de fogo devem ter aptidão comprovada por uma avaliação psicológica. Desde a Lei Federal de Porte de Arma de fogo (Lei nº 9.437), de 20 de fevereiro de 1997, os psicólogos se viram diante da atribuição de propor um sistema adequado para que a avaliação psicológica para o porte de arma de fogo estivesse dentro dos padrões éticos, técnicos e científicos. Com isso, a Resolução n° 018/2008 do Conselho Federal de Psicologia determinou que para atuar na área de avaliação psicológica para a concessão de registro e/ ou porte de arma de fogo “é indispensável que o psicólogo esteja inscrito no Conselho Regional de Psicologia de sua região e credenciado pela Polícia Federal”. Quais são os indicadores necessários mapeados pelo psicólogo? Adaptação, atenção, autocontrole, afetividade, autocrítica, concentração, controle emocional, decisão, empatia, energia, equilíbrio, estabilidade, flexibilidade, maturidade, memória, meticulosidade, percepção, prudência, relacionamento interpes-

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

soal, resistência à frustração, segurança, senso crítico, sociabilidade. Quais são os indicadores restritivos? Reações relacionadas a transtornos mentais causados por uma condição médica geral, relacionados ao uso de substâncias, preconceito e fanatismo. É fundamental identificar se a pessoa que terá o porte da arma de fogo saberá decidir sobre a real necessidade de usá-la. A decisão deve ser tomada considerando sempre o menor dano possível. O instante decisivo sobre o uso da arma de fogo ou não é tomado no momento em que o medo ou raiva estão presentes. A capacidade de raciocínio precisa se sobressair a confusão emocional da situação crítica. É isso que a avaliação psicológica vai identificar. Conhecimentos sólidos em Psicologia são fundamentais para a realização desse tipo de avaliação. São eles que vão ajudar o psicólogo a distinguir uma leve disfunção cognitiva de uma mais severa e como isso pode gerar consequências no comportamento do sujeito que pretende portar uma arma de fogo. Desse modo, ao procurar uma avaliação psicológica para porte de arma de fogo deve-se considerar que ela deve ser realizada com parâmetros éticos, legais e institucionais.


Foto: Josue Pereira

A saúde do trabalhador como direito humano fundamental

ANGELA ALVES DE SOUSA OAB/MT 8.553 ADVOGADA • Mestre em Direito Empresarial e Cidadania; • Especialista em Responsabilidade Civil e Planejamento Tributário.

O direito à saúde se encontra inserido na Constituição Federal de 1988 no título destinado à ordem social, com objetivo de promover o bem-estar e a justiça social.

angelasousa@sousaesetteadvogados.com.br

Foto: Josue Pereira

drangelasousa@gmail.com

SANDRA MARA FRANCO SETTE OAB/MT 25.447/A | OAB/PR 45.210 ADVOGADA • Mestre em Direito Empresarial e Cidadania; • Especialista em Direito e Planejamento Previdenciário.

sandrasette@sousaesetteadvogados.com.br drsandrasette@gmail.com

Em seu artigo 6 º, a Constituição Federal estabelece como direitos sociais fundamentais a educação, a saúde, o trabalho, o lazer, a segurança, a previdência social, a proteção à maternidade e à infância. No artigo 196, a Constituição Federal reconhece a saúde como direito de todos e dever do Estado, que deve ser garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação. Desta forma, é possível observar que o constituinte elegeu a saúde como de peculiar importância, sendo tratada em capítulo próprio, demonstrando o cuidado e a preocupação com esse bem jurídico, já que está intimamente atrelado ao direito à vida. A Organização Mundial de Saúde (OMS) conceitua a saúde como “[...] um estado de completo bem-estar físico, mental e social, e não consiste apenas na ausência de doença ou de enfermidade”. No entanto, tal proteção não tem sido suficiente para impedir e/ou reduzir os índices de acidente de trabalho o Brasil. As estatísticas demonstram que de 2012 a 2018 o acidentômetro do Ministério do Trabalho registrou 4.083.397 comunicações de trabalho,

os quais resultaram em cortes e lacerações, fraturas, contusões, esmagamento e amputação. A consequência dessas ocorrências é o ônus econômico, pessoal e social, suportado por toda a sociedade, em especial pelo ente previdenciário que neste mesmo período gastou mais de R$ 27.612.549.960 com benefícios acidentários (auxílio-doença, aposentadoria por invalidez, pensão por morte e auxílio-acidente/sequelas). Há que ser salientado que os dados foram apurados levando-se em consideração as Comunicações de acidente de Trabalho emitidas pelos empregadores, ressaltando que nem todos são comunicados e muitos não são identificados de imediato. Dos benefícios mencionados acima, o auxílio-acidente é um direito deveras desconhecido pelo segurado. Ele é devido àquele que teve redução de sua capacidade laborativa, tendo as lesões já consolidadas, após a cessação do auxílio-doença, num percentual de 50% do valor do salário de benefício. Medida eficaz é aquela promovida através de atos preventivos, utilizando-se dos instrumentos de Medicina e Segurança do Trabalho e de planejamento previdenciário, de forma a evitar o dano ao trabalhador, ao empregador e a toda a sociedade.

Estatísticas sobre acidentes de trabalho no Brasil. Disponível em: https://www.unicesumar.edu.br/blog/acidentes-detrabalho-no-brasil/. Acesso em 27 out.2018.

118

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br


INFORME PUBLICITÁRIO

Marketing para profissionais da área da saúde Você já parou para pensar como os outros te enxergam? Cuidar da sua imagem é um passo importante para o sucesso. O mercado de marketing em saúde está em constante crescimento. Em um passado não tão distante, a propaganda médica consistia no bom trabalho que o profissional executava, o famoso “boca a boca”. Com a constante revolução dos meios digitais, as formas de interação com o paciente se tornaram muito mais efetivas e próximas, permitindo um “social” em tempo real com os seus seguidores. Além de fortalecer a sua marca, a interação com os pacientes nas plataformas digitais cria laços de confiança com o seu público. Afinal, quem não gosta de ler dicas e saber das novidades que ajudam a melhorar o dia-a-dia?

Atualmente, as pessoas estão mundialmente conectadas. Em dados recentes, somos mais de 100 milhões de usuários no Brasil. Entre esses usuários, mais de 70% procuram e confiam nas informações que estão presentes no Google. Também somos o país em que as pessoas passam mais tempo nas redes sociais, atrás somente das Filipinas. O Brasil tem uma média diária de 3h43min dedicadas à rede social, o que pode ser visto como uma boa oportunidade de crescimento no mundo dos negócios. E a internet é democrática. O que antes era possível apenas nos meios tradicionais (TV, rádio, revista etc.), com as redes sociais, é possível de

uma forma imediata. Assim, você tem a oportunidade de ter voz, de chegar até seu público, segmentar e apresentar os seus diferenciais e de aparecer para quem te procura, potencializando a comunicação da clínica, fidelizando os pacientes atuais, fortalecendo a marca e atraindo novos pacientes. Por fim, não tenho dúvidas de que, no atual cenário, investir em seu marketing é medida salutar. Contudo, antes de qualquer divulgação, recomendo que consulte um profissional para melhor direcionamento da propaganda quanto às principais normas, tais como o Código de Defesa do Consumidor, Código de Ética Médica e demais resoluções do CFM.

Escrito por: Ana Claudia Perfeito - Diretora de Planejamento

Combinamos vasta expertise em marketing ao conhecimento profundo das características singulares da área da saúde. Nossas ações são pautadas pela ética, respeitando as regulamentações de cada especialidade. CONHEÇA ALGUNS DE NOSSOS CLIENTES:

agenciatriademkt@gmail.com @triadepropaganda triadepropaganda 66 3423-7632 66 99683-1899 | 66 99655-6353 Rondonópolis - Mato Grosso 120

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br


#curtas |

Revista Saúde Dezembro . 2018 Rondonópolis . MT

CONGRESSO BRASILEIRO DE GASTROENTEROLOGIA PEDIÁTRICA Em busca de conhecimentos constantes, a pediatra gastroenterologista Dra Franciane S. Pasqualotto Simão participou do 17º Congresso Brasileiro de Gastroenterologia Pediátrica, que aconteceu entre os dias 28 de agosto e 1º de setembro, em Porto de Galinhas-PE.

IAAC - INTERNATIONAL ANATOMIC AND AESTHETIC COURSE A Dra. Leiliane Moura Matos esteve em Miami, nos Estados Unidos, para participar do IAAC - International Anatomic and Aesthetic Course. O evento reuniu profissionais de harmonização facial para compartilhar conhecimentos e realizar estudos avançados na área.

EVENTO INTERNACIONAL DE CIRURGIA CRÂNIO-MAXILOFACIAL A Dra. Ariane Paredes, cirurgiã bucomaxilofacial, foi até Munique, na Alemanha, para fazer uma apresentação oral de um de seus trabalhos no 24th EACMFS CONGRESS, que foi realizado entre os dias 18 e 21 de setembro. O evento, que é organizado pela Associação Europeia de Cirurgia CrânioMaxilo-Facial, trouxe para a Dra Ariane conhecimentos publicados pelas novas pesquisas em sua área de atuação.

CURSO BANDAGEM ELÁSTICA FUNCIONAL EM CUIABÁ A fisioterapeuta Dra. Cláudia Tsukamoto Arantes, da Clínica Vitalle, realizou o curso de Bandagem Elástica Funcional e Técnicas Manuais com o fisioterapeuta esportivo Dr. Wagner Leal e com o fisioterapeuta de terapia manual Dr. Fábio Ribeiro, em Cuiabá. A fisioterapeuta agora possui certificação na técnica não medicamentosa que é usada como tratamento para diferentes lesões.

#estounocurtasdasaúde 122

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br


#curtas |

Revista Saúde Dezembro . 2018 Rondonópolis . MT

FÉRIAS EM PORTUGAL! A reumatologista Dra. Ângela Miranda da Silva viajou para Portugal em busca do merecido descanso. Na foto, ela, toda feliz, faz pose no lindo jardim do Paço Episcopal em Castelo Branco.

SIMPÓSIO DE MEDICINA DA DOR EM NOVA IORQUE A anestesiologista e especialista em dor Dra Luciana Conte foi até Nova Iorque para participar do Simpósio de Medicina da Dor das Sociedades de Médicos Intervencionistas da Dor de New York e de New Jersey. O simpósio, que aconteceu entre os dias 8 e 11 de novembro, trouxe importantes atualizações para a área de atuação da Dra Luciana.

CILAD 2018 A Dra. Leiliane Moura Matos também esteve presente no Congresso Ibero Latino Americano de Dermatologia, realizado em São Paulo, entre os dias 14 e 17 de setembro. No Congresso, especialistas da área de dermatologia do Brasil e do mundo participaram de conferências, simpósios, workshops e cursos práticos.

III CONGRESSO DA ASSOCIAÇÃO MOTOGROSSENSE DE PSICANÁLISE A psicanalista Rhaysa Pina marcou presença no III Congresso da Associação Motogrossense de Psicanálise Falando d’Isso. Realizado no dia 20 de outubro de 2018, o congresso reuniu profissionais da área para a troca de experiências e pesquisas na área.

#estounocurtasdasaúde 124

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br


#social |

Revista Saúde Dezembro . 2018 Rondonópolis . MT

CORRIDA ALTO GIRO E REVISTA SAÚDE No dia 26 de setembro, a loja Alto Giro Rondonópolis realizou a corrida noturna Alto Giro Night Running. Foram 250 inscritos que percorreram as ruas centrais da cidade com muita energia e alegria. A corrida foi realizada com empresas parceiras: Elielcio Academia, Ciclo Sport Bicicletas, DVP, Ironage Isotônico, Mega Suplementos e, nós, da Revista Saúde. Os organizadores agradecem a participação dos atletas e dos voluntários que fizeram a noite memorável. Fotos Josué Pereira e Cléver Freitas. 126

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br


#social |

Revista Saúde Dezembro . 2018 Rondonópolis . MT

CORRIDA ALTO GIRO E REVISTA SAÚDE No dia 26 de setembro, a loja Alto Giro Rondonópolis realizou a corrida noturna Alto Giro Night Running. Foram 250 inscritos que percorreram as ruas centrais da cidade com muita energia e alegria. A corrida foi realizada com empresas parceiras: Elielcio Academia, Ciclo Sport Bicicletas, DVP, Ironage Isotônico, Mega Suplementos e, nós, da Revista Saúde. Os organizadores agradecem a participação dos atletas e dos voluntários que fizeram a noite memorável. Fotos Josué Pereira e Cléver Freitas. 128

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br


Dr. Fernando e Fernanda receberam familiares e amigos para comemorarem 1 aninho da pequenina Heloisa.

Gestantes | Newborn |Aniversรกrios | Casamentos eventos empresariais

99914-9961 99914-9961

Rua Ariadne Feltrim Campos, 244, Vila Aurora - Rondonรณpolis-MT (66) (66)


Anna Nery e JosĂŠ Maria

facebook.com/iJosuePereira w ww. j os ueperei ra. com. br


#social |

Revista Saúde Dezembro . 2018 Rondonópolis . MT

COQUETEL DE INAUGURAÇÃO DA CLÍNICA JOÃO E MARIA A Psicóloga Juliana Fanchi inaugurou, na noite do dia 17 de setembro, a Clínica João e Maria em Rondonópolis. O empreendimento tem por objetivo cuidar da saúde mental de seus pacientes, através de terapias da área. Foi uma noite memorável, cheia de entusiasmo e alegria. Juliana recebeu os convidados para conhecer de perto as instalações da clinica com direito a um saboroso coquetel. Fotos: Josué Pereira. 132

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br


#social |

Revista Saúde Dezembro . 2018 Rondonópolis . MT

JANTAR DENTISTAS - 19/10 No dia 19 de Outubro, foi realizado o tradicional Jantar de Confraternização dos Dentistas pela Associação Odontológica. O evento reuniu diversos profissionais e seus familiares, em noite alegre e agradável no sempre aconchegante Restaurante Guelere Delicatessen. 134

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br


#social |

Revista Saúde Dezembro . 2018 Rondonópolis . MT

JANTAR DENTISTAS - 19/10 No dia 19 de Outubro, foi realizado o tradicional Jantar de Jantar de Confraternização dos Dentistas pela Associação Odontológica. O evento reuniu diversos profissionais e seus familiares, em noite alegre e agradável no sempre aconchegante Restaurante Guelere Delicatessen. 136

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br


#social |

Revista Saúde Dezembro . 2018 Rondonópolis . MT

TALK SHOW - CANCER DE MAMA No mês conhecido mundialmente como Outubro Rosa, a Revista Saúde e a loja Alto Giro Rondonópolis organizaram o “Talk Show Revista Saúde. Câncer de Mama: a prevenção que faz a diferença”. Realizado na Academia Elielcio, no dia 31 de outubro, o evento contou com a fundamental participação dos profissionais de saúde da área: o mastologista Dr. Renato Augusto Menegaz, a dermatologista Dr. Helio Ceravolo, a psicóloga Suely Malimpensa Leiva, a fisioterapeuta Selma Mendonça e o Educador Físico José Elielcio Novaga. 138

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br


Revista Saúde Dezembro . 2018 Rondonópolis . MT

| #social

TALK SHOW - CANCER DE MAMA A conversa com os profissionais, mediada pela proprietária da Alto Giro Celeste Novaga, foi acompanhada por uma plateia atenta e interessada em tirar dúvidas sobre a prevenção e o tratamento do câncer de mama. Todo dinheiro arrecadado com a venda dos convites para o evento foi doado para a APOR (Associação dos Pacientes Oncológicos de Rondonópolis), que foi representada no evento pelo Diretor Flávio Rocha. Fotos Cléver Freitas e Josué Pereira rsaude.com.br | Dezembro . 2018 | Revista Saúde

139


#social |

Revista Saúde Dezembro . 2018 Rondonópolis . MT

HOPE FAISHON DAY II A Hope Rondonópolis realizou, no dia 20 de setembro, o Hope Fashion Day II, um coquetel de lançamento da Coleção Verão 2018/19. A proprietária da loja Denise Freitas recebeu suas clientes que ficaram encantadas com a beleza e sofisticação das novas peças. Fotos: Vivi Lins. 140

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br


Guia de profissionais

Revista Saúde Edição 18 | Dezembro . 2018 | Rondonópolis.MT

CARDIOLOGIA

ENDOCRINOLOGIA PEDIÁTRICA

Dr. Leonardo Lemos Gul

Dra. Ana Cláudia Amaral Vilela

Life Centro Médico Rua Acyr Rezende Souza e Silva, 2004 - Vila Birigui, Rondonópolis-MT 66 99969-4230 | 3022-4647

Clínica Aurora Av. Sotero Silva, 1342, Vila Aurora, Rondonópolis/MT 66 3421-6430 | 3026-0111 | 99909-2010

CIRURGIA DO APARELHO DIGESTIVO

Dr. Leandro Dutra Peres Clínica Nutec Rua Efrem Caminschi - 499, Vila Birigui, Rondonópolis-MT 66 3022-9004 | 3022-9005

CIRURGIA GERAL

Dr. Leandro Mrozinski Clínica Nutec Rua Efrem Caminschi - 499, Vila Birigui, Rondonópolis-MT 66 3022-9004 | 3022-9005

Dr. Osvaldo Fraga Junior Obeso Gastro Av. Ary Coelho, 526 - Rondonópolis/MT 66 3423-1462 | 3423-1987

Dra. Flavia Gomes Pessoa Clínica Suprema Rua Fernando Corrêa da Costa, 2906, Jardim Guanabara II, Rondonópolis-MT 66 3423-4175 | 99989-1001

ENDOSCOPIA

Dr. Henrique Manoel de B. Oliveira Cedir Rua Cafelândia, esq. com Arnaldo Etevan, 1776, La Salle, Rondonópolis-MT 66 3427-2600

Dr. José Soares Cedir Rua Cafelândia, esq. com Arnaldo Etevan, 1776, La Salle, Rondonópolis-MT 66 3427-2600

Dermo Estetic Av. Jose Salmen, 557 - Vila Birigui, Rondonópolis/MT 66 3423-3208 | 66 9991-1011

Dra. Leiliane Moura Matos Essenza Av. Governador Júlio José Campos, 174, Sagrada Família Rondonópolis-MT 66 3022-9127 | 99909-9127

Dra. Patricia Gaião Chaves Clínica Spazio Av. Lions Internacional, 51 - Rondonópolis-MT 66 3422-9630

MEDICINA DO TRABALHO

Dr. Diógenes Garrio Carvalho Gera Medicina Rua Afonso Pena, 809, Rondonópolis-MT 66 3424-0035

MEDICINA NUCLEAR

Dr. Rodrigo Kubo

Dr. Marcelo Cerceau

Dra. Franciane S. Pasqualotto Simão

Cedir Rua Cafelândia, esq. com Arnaldo Etevan, 1776, La Salle, Rondonópolis-MT 66 3427-2600

Rua José Salmen, 497 - Vila Birigui - Rondonópolis/MT 66 3426-8786

Clínica Vivere Rua Presidente João Goulart, 957 Vila Aurora, Rondonópolis-MT 66 3023-6404 | 9 9939-1828

Dr. Altemar Lopes da Silva

CIRURGIA PLÁSTICA

Dr. Reisson Fabrício Abra de Paula Plastic Derm Av. Lions Internacional, 380, Rondonópolis/MT 66 3422 9696

Dr. Victor Albuquerque Av. Érico Preza, 500, Espaço Milano, Jardim Itália, Cuiabá-MT 65 3365-5090 | 99605-1985 Rua São Salvador, 621, Campo Verde-MT 66 3419-4748 | 99699-0135

CIRURGIA TORÁCICA

GASTROENTEROLOGIA E HEPATOLOGISTA PEDIÁTRICA

GASTROENTEROLOGISTA

Dr. Helio Cavalcanti Garcia Neto Clínica Pró Vida Av. Amazonas, 407, Centro - Primavera do Leste-MT 66 3498-4150 Endoclinica Rua Acyr de Rezende Souza e Silva, 1962 - Vila Birigui Rondonópolis/MT 66 3426-9298

GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA

Dr. Hygnas Goulart Jorge Clínica Santé José Salmen, 573, Vila Birigui, Rondonópolis/MT 66 3427-0278

CIRURGIA VASCULAR

Dra. Luciana A. Horta Life Centro Médico Rua Acyr Rezende Souza e Silva, 2004 - Vila Birigui, Rondonópolis-MT 66 3022-4647

Dr. Marcio Bertocco Meirelles Clínica Preservar Av. Ary Coelho, 482 - Vila Birigui - Rondonópolis/MT 66 3421-1505

COLOPROCTOLOGIA

Dr. Rafael Costa Jomah Cedir Rua Cafelândia, esq. com Arnaldo Etevan, 1776, La Salle, Rondonópolis-MT 66 3427-2600

DERMATOLOGISTA

Dra. Melissa Giraldi Faria Clínica Vitalle Rua Armando Farjado, 397 - Vila Aurora - Rondonópolis-MT 66 3422-1649 | 98406-0408

142

Dra. Éthel Barbosa Raunheitti de Souza

Dr. José Felipe Horta Jr. Life Centro Médico Rua Acyr Rezende Souza e Silva, 2004 - Vila Birigui, Rondonópolis-MT 66 99935-6086 | 3022-4647

Dra. Larissa Fonseca dos Santos Ciame: Av. Fernando Corrêa da Costa, 1915 - Vila Birigui, Rondonópolis-MT 66 3023-2231

Dr. Pedro Luiz Carvalho e Silva Gênese Rua Otavio Pitaluga, 1063, Centro, Rondonópolis-MT 66 3423-2333

Dra. Sissy Helena Zancanaro Carniel Cedir Rua Cafelândia, esq. com Arnaldo Etevan, 1776, La Salle, Rondonópolis-MT 66 3427-2600

MEDICINA

NEUROLOGIA Neuromed Care Av. Tiradentes, 1887, Centro - Rondonópolis-MT 66 3026-0152 Clínica Dr. Altermar Lopes Av. Sagrada Família, 755 - Vila Aurora - Rondonópolis-MT 66 3421-3093 | 99925-2013

Dr. Edilson Luiz Marques Neuromed Care Av. Tiradentes, 1490, Centro, Rondonópolis-MT 66 3026-0152 Dom Pedro II, 1490 - Santa Cruz, Rondonópolis - MT 66 3423-7229

Dr. Felipe Bastos de Lima Neuromed Care Av. Tiradentes, 1887, Centro, Rondonópolis-MT 66 3026-0152

Dr. Gabriel Chaves da Silva Neuromed Care Av. Tiradentes, 1887, Centro, Rondonópolis-MT 66 3026-0152

Dr. Jose Valter Braga Neuromed Care Av. Tiradentes, 1887, Centro, Rondonópolis-MT 66 3026-0152 R. Otávio Pitaluga, 1349 - Jd Urupes, Rondonópolis - MT 66 3421-5222

OFTALMOLOGIA

Dr. João Celso Garcia Cruvinel HOP - Hospital de Olhos de Primavera Avenida dos Lagos, 2892 Parque das Águas, Primavera do Leste-MT 66 99676-8885

Dr. Eduardo Soares Bettin

Dr. Thiago Guimarães Ferreira da Costa

Cedir Rua Cafelândia, esq. com Arnaldo Etevan, 1776, La Salle, Rondonópolis-MT 66 3427-2600

HOP - Hospital de Olhos de Primavera Avenida dos Lagos, 2892 Parque das Águas, Primavera do Leste-MT 66 99676-8885

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br


Guia de profissionais

Revista Saúde Edição 18 | Dezembro . 2018 | Rondonópolis.MT

ORTOPEDIA

ADVOCACIA

Dr. Cleber Verquietini

Angela Alves de Sousa

Clínica Gama Rua Humaitá, 1837 - Vila Birigui - Rondonópolis-MT 66 99961-8423

angelasousa@sousaesetteadvogados.com.br

ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA

Dr. Aleixo Petrenko Centro Médico São Mateus: Av. Aclimação, 265 - Bosque da Saúde - Cuiabá/MT 65 3051-2250 | 3051-2184 | 3051-2130 | 3051-2187 65 99914-3006 (WhatsApp)

PEDIATRIA

drangelasousa@gmail.com

Sandra Mara Franco Sette sandrasette@sousaesetteadvogados.com.br drsandrasette@gmail.com

EDUCAÇÃO FÍSICA

Tatiane Pará Atendimento personalizado 66 99627-4442

Dr. José Arturo Llobet Malala Av. Lions Internacional, 239 - Parque Real - Rondonópolis/MT 66 3026-0102 | 98155-0254

Dr. Victor Machado Mendes Leão Clínica Suprema Rua Fernando Corrêa da Costa, 2906, Jardim Guanabara II, Rondonópolis-MT 66 3423-4175 | 99989-1001

RADIOLOGIA

Dra. Dayse Ribeiro Bertinetti Cedir Rua Cafelândia, esq. com Arnaldo Etevan, 1776, La Salle, Rondonópolis-MT 66 3427-2600

Dr. Elemar dos Santos Bertinetti Cedir Rua Cafelândia, esq. com Arnaldo Etevan, 1776, La Salle, Rondonópolis-MT 66 3427-2600

Dr. Everton de Mello Cedir Rua Cafelândia, esq. com Arnaldo Etevan, 1776, La Salle, Rondonópolis-MT 66 3427-2600

Dr. Fernando Gakiya Cedir Rua Cafelândia, esq. com Arnaldo Etevan, 1776, La Salle, Rondonópolis-MT 66 3427-2600

Dr. Helil Faria de Queiroz Cedir Rua Cafelândia, esq. com Arnaldo Etevan, 1776, La Salle, Rondonópolis-MT 66 3427-2600

REUMATOLOGISTA

Dra. Ângela Miranda da Silva Clínica Vittaclin Rua 7 de Setembro, 637, Vila Birigui, Rondonópolis/MT 66 3421-8817

UROLOGIA

Dr. Eduardo Maciel Narvaes Urolaser Rua José Salmen, 573 - Vila Birigui, Rondonópolis-MT 66 3426-8651

Dr. Fernando Borges Ribeiro Urolaser Rua José Salmen, 573 - Vila Birigui, Rondonópolis-MT 66 3426-8651

144

FISIOTERAPIA

Dra. Cláudia Tsukamoto Arantes Acqua Fisio Rua Rosa Bororo, 1187, Bairro São Francisco - RondonópolisMT, Anexo Academia Hidrolife 66 99954-2396 Clínica Vitalle Rua Armando Farjado, 397 - Vila Aurora - Rondonópolis-MT 66 3023-1019 | 99692-1019

Dra. Daiana C. Lotti Fisioclin Avenida Sagrada Família, 975 - Vila Aurora - Rondonópolis-MT 66 3422 3888 | 99996-3888

Dra. Érica Pepelisk Of Acqua Fisio Rua Rosa Bororo 1187 Bairro São Francisco - Rondonópolis Anexo Academia Hidrolife 66 99978-0827

Dr. Fábio Rodrigues Vieira Evelin Voos Av. Padre Anchieta, 1413 - Vila Aurora - Rondonópolis-MT 66 3421-9347 | 9 9984-0011

Dra. Isabella L. Gatto Essenza Av. Governador Júlio José Campos, 174, Sagrada Família Rondonópolis-MT 66 3022-9127 | 99909-9127

Dra. Isadora Moterani Marques Acqua Fisio Rua Rosa Bororo 1187 Bairro São Francisco - Rondonópolis Anexo Academia Hidrolife 66 99640-5757

Dra. Katiuscia Soares Wurzius Clínica Vitalle Rua Armando Farjado, 397 - Vila Aurora - Rondonópolis-MT 66 3023-1019 | 99692-1019

Dra. Karina Aguirre Fisioclin Fisioterapia Rua Sagrada Familia, 975 - Vila Aurora - Rondonópolis - MT 66 3422-3888 | 9 9996-3888

Dra. Mariellen Kintof da Rocha

Dra. Selma Mendonça Life Centro Médico Rua Acyr Rezende Souza e Silva, 2004 - Rondonópolis/MT 66 3022-4647

Dra. Valeria K Bender Costa Fisioclin Avenida Sagrada Família, 975 - Vila Aurora - Rondonópolis-MT 66 3422 3888 | 99996-3888

FISIOTERAPIA OSTEOPATIA

Dr. Rafael Cavallini Clínica Gama Rua Humaitá, 1837, Vila Birigui, Rondonópolis-MT 66 3426-2206 | 66 99610-1116

FONOAUDIOLOGIA

Clariana Garcia Cestari Pachioni Clínica João e Maria Rua Domingos de Lima, 874, Vila Aurora - Rondonópolis-MT 66 3422-4064 | 9 8402-6139

Janaina Salgado Martins Áudios Soluções Auditivas - Anexo IOR Av. João Ponce de Arruda, 2326 Centro – Rondonópolis -MT 66 99668-8893 | 3026-2553

NEUROPSICÓLOGA

Priscila Leiva duarte Avenida Dom Wunibaldo, 1271, Centro, Sala 204, Rondonópolis/MT 66 99216-8983

NUTRICIONISTA

Dra. Emanueli krauspenhar Fisioclin Avenida Sagrada Família, 975 - Vila Aurora - Rondonópolis-MT 66 3422-3888 | 99996-3888

Dra. Greice D. Pesavento Life Centro Médico Rua Acyr Rezende Souza e Silva, 2004 - Rondonópolis/MT 66 3022-4647 | 99682-9630

Jomara Fernanda S. Santos Life Centro Médico Rua Acyr Rezende Souza e Silva, 2004 - Rondonópolis/MT 66 98132-8913 | 3022-4647

Dra. Valéria Neris Clínica Vitalle Rua Armando Farjado, 397 - Vila Aurora - Rondonópolis-MT 66 3023-1019 | 99692-1019

ODONTOLOGIA

Dra. Alessandra Vicentin Clínica Spazio Av. Lions Internacional, 51, Vila Aurora - Rondonópolis/MT 66 3422-9630

Dra. Alinne Almeida Conte

Clínica Vitalle Rua Armando Farjado, 397 - Vila Aurora - Rondonópolis-MT 66 3023-1019 | 99692-1019

Instituto Nova Face Rua Treze de Maio 2065 Térreo, Jardim Guanabara, Rondonópolis-MT 66 3023-3006 | 99930-0234

Dra. Priscilla Vitor Backes

Dra. Ariane Paredes

Acqua Fisio Rua Rosa Bororo 1187 Bairro São Francisco - Rondonópolis Anexo Academia Hidrolife 66 99214-9868

Clínica La Sofie Rua Elenita de Castro Cardoso, 527 Vila Aurora – Rondonópolis – MT 66 3022-6010 | 66 99607-1016

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br


Guia de profissionais

Revista Saúde Edição 18 | Dezembro . 2018 | Rondonópolis.MT

Dr. Guilherme Sfier de Mello Ortolaser Odontologia Rua Barão do Rio Branco,153, Centro, Rondonópolis-MT 66 3421-9956 | 99203-6173

Dr. Gustavo Charafeddine Bulamah La Sofie Rua Elenita Castro Cardoso, 527, Villa Aurora -Rondonópolis/MT 66 3022-6010 | 9 9607-1016

Dra. Jessyka Schwartz Suprema Odontologia Avançada Avenida Paraná, 760, Pva II Primavera do Leste/MT 66 3495-0128 | 99917-9505

Dr. José Marques da Silva Neto Clínica Aurora Av. Sotero Silva, 1342, Vila Aurora, Rondonópolis/MT 66 3421-6430 | 3026-0111 | 99909-2010

Dra. Lorrany Felizarte Life Centro Médico Rua Acyr Rezende Souza e Silva, 2004 - Rondonópolis/MT 66 3022-4647 | 67 99277-0506

Dra. Nádia Janzkovski Cardoso de Mello Ortolaser Odontologia Rua Barão do Rio Branco,153, Centro, Rondonópolis-MT 66 3421-9956 | 99203-6173

Dr. Rafael Conte Instituto Nova Face Rua Treze de Maio 2065 Térreo, Jardim Guanabara, Rondonópolis-MT 66 3023-3006 | 99930-0234

Dr. Rodrigo de Castro Souza

Ana Maria Anghinoni Clínica Vitalle Rua Armando Farjado, 397 - Vila Aurora - Rondonópolis-MT 66 3023-1019 | 99692-1019

Andréia Testa Guedes Salute Clínica Integrada Av. Governador Júlio José de Campos, 1562, Parque Sagrada Família Rondonópolis/MT 66 3302-5777 | 99963-5777

Alexsander César de Oliveira Grupo Psiquê - Avaliação Psicológica e Gestão de Pessoas Avenida João Ponce de Arruda, 1976, Centro-Rondonópolis-MT 66 3022-1038 | 9 9928-3108

Alisson Fernandes Coutinho Lins Grupo Psiquê - Avaliação Psicológica e Gestão de Pessoas Avenida João Ponce de Arruda, 1976, Centro-Rondonópolis-MT 66 3022-1038 | 9 9928-3108

Aline Bertoni Life Centro Médico Rua Acyr Rezende Souza e Silva, 2004 - Rondonópolis/MT 66 99954-9630 | 3022-4647

Aline Machado Clínica Vita Rua Otavio Pitaluga, 1373, Jd Urupes - Rondonópolis-MT 66 3423-7982 | 99653-0103 Atendimento para avaliação psicológica 66 3424-2323 | 99603-5644

Eliane Castro

Clínica Spazio Av. Lions Internacional, 51, Vila Aurora - Rondonópolis/MT 66 3422-9630

Life Centro Médico Rua Acyr Rezende de Souza e Silva, 2004. Vila Birigui. Rondonópolis-MT 66 3022-4647 | 99962-5553

Dra. Roseni G. De Carvalho

Emanuelle Campos Lima Moreira de Melo

Life Centro Médico Rua Acyr Rezende Souza e Silva, 2004 - Rondonópolis/MT 66 3022-4647 | 99640-8766

VISION Soluções em RH e Psicologia Rua Maringá, 669 – Centro Primavera do Leste/MT 66 3498-3694

Dra. Suellen C. Scalssavara

Juliana Franchi

Suprema Odontologia Avançada Avenida Paraná, 760, Pva II Primavera do Leste/MT 66 3495-0128

Clínica João e Maria Rua Domingos de Lima, 874, Vila Aurora - Rondonópolis-MT 66 3422-4064 | 9 8402-6139

Dr. Ulisses Genari Filho

Luana Santos Duarte

Clínica Gama: Rua Humaitá, 1837, Vila Birigui, Rondonópolis/MT 66 3421-4313 | 99694-2001

Life Centro Médico Rua Acyr Rezende Souza e Silva, 2004 - Rondonópolis/MT 66 99913-0695 | 3022-4647

Dr. Vinícius Gustavo Martins Ribeiro

Marlucia Teixeira Castilho

Clínica Spazio Av. Lions Internacional, 51, Vila Aurora - Rondonópolis/MT 66 3422-9630

PERSONAL TRAINER

Cíntia Lima

Espaço Mente e Saber Rua João Pessoa, 941, Centro - Rondonópolis/MT 66 3022-3844 | 99984-2890

Renata C.Sousa

Atendimento personalizado 66 9 9959 9072

Clínica João e Maria Rua Domingos de Lima, 874, Vila Aurora - Rondonópolis-MT 66 3422-4064 | 9 8402-6139

Gregório Ribeiro

Sarah Basso

Atendimento personalizado 66 99986-5125

Clínica João e Maria Rua Domingos de Lima, 874, Vila Aurora - Rondonópolis-MT 66 3422-4064 | 9 8402-6139

PSICANALISTA

Rhaysa Pina Oliveira Rua Francisco Félix, 255, Centro 66 99989-1822

146

PSICOLOGIA

Silmara Soletti Clínica Vitalle Rua Armando Farjado, 397 - Vila Aurora - Rondonópolis-MT 66 3023-1019 | 99692-1019

Revista Saúde | Dezembro . 2018 | rsaude.com.br

PSICOPEDAGOGIA

Keila Ferreira Pinto Damasceno Clínica João e Maria Rua Domingos de Lima, 874, Vila Aurora - Rondonópolis-MT 66 3422-4064 | 9 8402-6139


Profile for Revista Saúde

REVISTA SAÚDE RONDONÓPOLIS / PRIMAVERA DO LESTE - EDIÇÃO 18 - 12/2018  

REVISTA SAÚDE RONDONÓPOLIS / PRIMAVERA DO LESTE - EDIÇÃO 18 - 12/2018