{' '} {' '}
Limited time offer
SAVE % on your upgrade.

Page 1


Índice

12

“Estrias” O que são, seu tratamento e como prevenir? Dra. Aline Cabral

16

Por que todo Oftalmologista que usa óculos não opera seus próprios olhos? Dr. Fabrício Teno Castilho Braga

22

26

30

32

34

40

44

46

48

Revista Saúde Edição 12 | Julho . 2018 | Araçatuba.SP - Edição 12 | Julho . 2018 | Bauru.SP

66

68

70

Odontopediatria: o uso de chupeta

72

Profª. Drª. Vivian de A. Biella Passos

Doce que te quero Doce! Franciane de Moura Froes

Preenchimentos Cutâneos Dra. Vanessa Mello Tonolli

Escleroterapia Dr. Clewis Henri Munhoz Filho Dra. Patrícia Uchôa Barés

Encha-se de amor Vanessa Braga

Transplante Capilar - Técnica F.U.E Dr. Paulo Miranda

74

50

76

52

80

82

84

54

Gaba, o controlador do humor

Gabriela de Souza Canata Rodrigues

56

58 62

64

Dr. Antonio Fagnani Filho

Cirurgia Plástica e qualidade de vida Tipo de pé interfere na dor? Natalia Targas Lima

Importância do Enfoque Multidisciplinar na Reabilitação Oral Dra. Ivete Ap. de Mattias Sartori Dra. Elisa Mattias Sartori

8

88

Revista Saúde | Julho . 2018 | rsaude.com.br

Faceta de Porcelana e Lentes de Contato Dentais

16

Catarata e a Cirurgia a Laser, excelente oportunidade para se livrar dos óculos

Implante Coclear Uma realidade ao seu alcance

46

Nova terapia para o zumbido AUDIUMVITA

Obesidade Infantojuvenil Dra. Michele Molina Mari Salvariego

Odontologia de Alta Performance: Implantodontia, Prótese Protocolo Sobre Implantes De Porcelana, Zircônia e Acrílico

58

Como evitar o efeito sanfona Dr. André Reis

Referência em Estética Avançada Dra. Natasha Serigatto Daniel Baldim

34 66

90

Porque dormir bem é fundamental...

Dr. Fernando Suguita

86

Microagulhamento nas alterações estéticas

12

Dr. Daniel Mattos Zanatti

Elenice Maria Taglieri Romagnoli

Dr. Julio Palazzo de Mello

Os benefícios da Viscossuplementação

Camila Piccini Aiello Marcella Vitti Giusti Martorini

ABA – Análise do Comportamento Aplicada Microbiota

Dra. Andréia Stankiewicz

Dr. Marco Antonio de Castro Olyntho Jr

Edna Oliveira Aguiar

A fase de dentição infantil

Profa. Dra. Eloá R Luvizuto

Quando o não é um ato de amor Mariana de Toledo Chagas

Dr. Paulo Jaziel Pittelli

Dr. Rodrigo Albertini

Transformação do Sorriso Dr. Mauricio U. Watanabe

Intolerância à Lactose

Pneumonia tem prevenção, você sabia?

72

Bruna Hanl de Carvalho Abdo

94

Tratamento das Doenças Articulares Degenerativas (Osteoartrose) Dr. Carlos Eduardo Cury

96

Fome Emocional e fome Fisiológica: aprenda a diferenciar Victória Moreira

98

Lidando com o Diabetes – Aspectos Psicológicos Ethiene José Lourenzo

80


Expediente

Revista Saúde Edição 12 | Julho . 2018 | Araçatuba.SP - Edição 12 | Julho . 2018 | Bauru.SP

ARAÇATUBA/SP

REVISTA TRIMESTRAL

Cirurgia Plástica e qualidade de vida

Julho/2018 | ANO 3 | Nº 12 | Araçatuba.SP Julho/2018 | ANO 3 | Nº 12 | Bauru.SP Editora Lopes e Rampani Ltda - CNPJ 07.986.256/0001-69

Dr. Fernando Suguita Cirurgião Plástico - CRM/SP 109199 Fotógrafo: Nick Dalla - 18 99693-7877

KR7 Magazine Ltda. - Magazine Ltda - CNPJ 09.346.831/0001-94 ESCRITÓRIOS Umuarama (sede): Rua Paulo Pedrosa de Alencar, 4291 - Ed. Manhattan Garden CEP: 87501-270 | Centro | Tel.: 44 3622-8270 | e-mail: revistasaude@sempresaude.com.br Maringá: Av. Humaitá, 452 - Centro Empresarial Dalla Costa - Sala 303 | CEP: 87014-200 | Zona 4 | Tel.: 44 3346-4050 | e-mail: artemaringa@sempresaude.com.br COLABORADORES LAYOUT E DIAGRAMAÇÃO: Alison Henrique, André Silva, Bruno Assunção, Dyego Bortoli, Jean Carlos, João Zequim, Marcio Garcia, Thiago Mantovani. CORREÇÃO ORTOGRÁFICA: Professora Vera Lúcia Pimentel Maia Ribeiro FOTOGRAFIAS: Nick Dalla - 18 99693-7877 | Tuanny Barravieira - 14 99641-0548 JORNALISTA RESPONSÁVEL: Caio Henrique dos Santos Rosa - 0011175/PR CIRCULAÇÃO: Araçatuba, Birigui, Penápolis, Andradina, Bauru, Votuporanga, Fernandópolis, Jales e Santa Fé do Sul/SP, Três Lagoas/MS. FRANQUIAS

BAURU/SP Nova Terapia para o Zumbido Alessandra Remião Trabuco Urso Fonoaudióloga - CRFa 2-10924 Clínica Audiumvita Fotógrafo: Tuanny Barravieira - 14 99641-0548

FRANQUEADOS DESTA UNIDADE

Renato Dias Renovato

Apucarana/Arapongas-PR - Leandro Henrique | Paula Renatha Pontim - comercial@sempresaude.com.br - 43. 9611-5553 | 43. 9611-5563 - Araçatuba/Bauru-SP - Anderson Hernandes - aracatuba@sempresaude.com.br - 18. 99740-2777 - Boa Vista-RR - Julio Graziani Carlos - boavista@sempresaude.com.br - 95. 99169-4071 - Cacoal/ Ji-Paraná-RO - Flávio Junior Bezerra Paixão - paixao@sempresaude.com.br - 69. 99278-5703 - Campo Mourão-PR - Rafael Morimoto - rafael@sempresaude.com.br - 44. 9911-8081 | 44. 8811-6206 - Chapecó-SC - Fábio Bortolone chapeco@sempresaude.com.br - 49. 9916-5719 - Cianorte-PR - Paulo Paixão - cianorte@sempresaude.com.br - 44. 3269-6430 | 44. 9922-0310 - Criciúma-SC - José Carlos Junqueira Alvarenga - criciuma@sempresaude.com.br - 48. 9912-5253 - Cuiabá-MT - Cristiana L. G. Donegá - cuiaba@sempresaude.com.br - 65. 8111-2423 | 65. 9640-2423 Foz do Iguaçu -PR - Rosana Segovia - rosana@sempresaude.com.br - 45. 9991-2500 - Florianópolis-SC - Paulo Victor Frasson Cordeiro - floripa@sempresaude.com.br - 48. 9133-3334 | 48. 9610-5357 - Goiânia-GO - Tiago Brito - goiania@ sempresaude.com.br - 62. 9951-1899 - João Pessoa-PB - José Adriano Danhoni Neves | Ednéia Tenório - joaopessoa@ sempresaude.com.br - 83. 98750-7070 | 83. 98812-7080 - Joinville-SC - Ana Paula de Campos - joinville@sempresaude.com.br - 47. 9930-6364 - Londrina-PR - Leandro Henrique | Paula Renatha Pontim - londrina@sempresaude. com.br - 43. 9611-5553 | 43. 9611-5563 - Macaé/Rio das Ostras-RJ - Andreia Garcia | Paulo Cesar Ceranto - macae@ sempresaude.com.br - 22. 98847-5455 | 22. 98842-9166 - Maringá-PR - Paulo Paixão - paulopaixao@sempresaude. com.br - 44. 3269-6430 | 44. 9922-0310 - Natal-RN - Dirceu Filho - natal@sempresaude.com.br - 83. 98788-7070 Palmas/Araguaína-TO - Jefferson Fila de Andrade | Rafael Thomaz - palmas@sempresaude.com.br - 63. 98503-9960 | 63. 98426-2494 - Paranavaí-PR - Paulo Paixão - paranavai@sempresaude.com.br - 44. 3269-6430 | 44. 9922-0310 - Ponta Grossa-PR - Sérgio Oliveira | Mara Megda - pontagrossa@sempresaude.com.br - 42. 9987-8180 | 42. 84181290 - Porto Velho-RO - Arthur Marandola | Rafael Morimoto - portovelho@sempresaude.com.br - 69. 9366-1466 | 69. 9366-1470 - Presidente Prudente-SP - Alexandre Lúcio Martins - prudente@sempresaude.com.br - 18. 98111-5145 - Ribeirão Preto-SP - Eduardo Borges - ribeirao@sempresaude.com.br - 16. 99711-7770 - Rondonópolis-MT - Marcio Costa - rondonopolis@sempresaude.com.br - 66. 9683-1899 - São José dos Campos-SP - Marcelo Piai | Verônica Venâncio - sjcampos@sempresaude.com.br - 12. 99625.8005 | 12. 99625-1005 - São José do Rio Preto-SP - Renato Dias Renovato - riopreto@sempresaude.com.br - 17. 99669-1700 - Sinop/Sorriso/Lucas do Rio Verde-MT - Emerson do Carmo - rampani@sempresaude.com.br - 66. 99994-2442 - Luiz Carlos Rampani - rampani@sempresaude.com.br - 66. 9659-7210 - Uberaba-MG - Wander Marcio Rosada - uberaba@sempresaude.com.br - 34. 9990-2479 - Uberlândia-MG - Wander Marcio Rosada - uberlandia@sempresaude.com.br - 34. 9990-2479 - Umuarama-PR - Ueslei Rampani | Marcelo Adriano - revistasaude@sempresaude.com.br - 44. 8407-0698 | 44. 9941-9930 | 44. 3622-8270

DIREÇÃO GERAL

Anderson Hernandes Brito

Marcelo Adriano Lopes da Silva

Ueslei Dias Rampani

ENTRE EM CONTATO PARA MATÉRIAS E ANÚNCIOS Anderson Hernandes 18 99740-2777

Carol Lopes 18 99813-7777

Fernando Lima 14 99677-4767

aracatuba@sempresaude.com.br bauru@sempresaude.com.br www.rsaude.com.br

Você também pode ler esta edição pelo aplicativo: REVISTA SAÚDE OFICIAL

/revistasaudearacatubabauru

As matérias e imagens veiculadas são de responsabilidade dos seus autores.

rsaude.com.br | Julho . 2018 | Revista Saúde

9


“Estrias” DRA. ALINE CABRAL CRM/SP 155551

O que são, seu tratamento e como prevenir? Estrias são cicatrizes lineares e atróficas (com diminuição da espessura da pele). As causas das estrias podem estar ligadas a fatores genéticos, hormonais e um aumento de tensão na pele, como ocorre quando há um aumento de peso. Há uma ruptura do tecido elástico e conjuntivo da pele, formando, assim, as cicatrizes.

Mais Informações

12

As estrias, geralmente, são assintomáti-

altas doses de corticoides sistêmicos,

cas, mas coceira leve pode ocorrer no local,

doenças endócrinas, como a síndrome

na época do surgimento destas. Portanto,

de Cushing, doenças genéticas, como a

o incômodo principal das estrias é estético.

síndrome de Marfan, adolescência, obe-

Inicialmente, podem ser róseas ou arroxe-

sidade, pacientes que realizam exercícios

adas e, depois, tornam-se esbranquiçadas.

físicos exagerados com grande aumento

No início, também podem ser ligeiramente

da massa muscular, após cirurgia para

elevadas em relação à pele e, posterior-

aumento da mama (prótese de silicone) e

mente, tornam-se atróficas. Localizam-se,

em outras situações mais raras.

principalmente, nas mamas, nádegas, ab-

Na gravidez, ocorre em 50 a 80% das

dome e coxas, no sexo feminino, e nos bra-

grávidas, surgindo mais comumente no últi-

ços e costas, no sexo masculino.

mo trimestre. Parece relacionar-se com au-

Ocorrem, com maior frequência, du-

mento rápido de peso ou grande distensão

rante a gravidez, uso prolongado ou em

do abdome e/ou mama. Fatores genéticos

Revista Saúde | Julho . 2018 | rsaude.com.br


parecem também estar envolvidos, sendo mais frequentes em grávidas com história de estrias nas coxas e mamas surgidas durante adolescência ou com familiares que também apresentam estrias. O grande aumento de hormônios também propicia o surgimento de estrias durante a gravidez. Na adolescência, relaciona-se principalmente com crescimento e/ou aumento de peso rápidos e com a grande produção hormonal que ocorre nesta fase. Ocorre em 70% das mulheres e em cerca de 40% dos homens. O tratamento das estrias representa um desafio e os resultados nem sempre são satisfatórios. O ideal é que seja realizado logo que as estrias aparecem, na fase em que são recentes, rosadas, antes que se tornem tardias, brancas. Os tratamentos conhecidos podem ser feitos de forma isolada ou em associações: ácido retinóico em creme e em concentração elevada (pode causar irritação da pele e, por isso, precisa de acompanhamento de um especialista); creme com ácido glicólico; creme com vitamina C; microdermoabrasão; radiofrequência; vários tipos de luzes e laser – laser de corante pulsado (dye laser), excimer laser, luz intensa pulsada, laser Nd:YAG, laser de érbio, laser de CO2 fracionado, intradermoterapia e terapia percutânea de indução de colágeno (microagulhamento). Os resultados dos tratamentos são variáveis, pode haver melhora e até regressão das estrias, como nenhum efeito. Sempre é importante o uso de hidratantes que melhoram a qualidade da pele. Em relação à prevenção, é necessário ter em mente os fatores relacionados com o aparecimento das estrias. Deve-se evitar aumento de peso ou aumento excessivo da massa muscular, principalmente em períodos mais críticos, como na adolescência e gravidez. O uso de cremes e massagens durante a gravidez parece diminuir a incidência das estrias, portanto deve ser estimulado. rsaude.com.br | Julho . 2018 | Revista Saúde

13


DR. FABRÍCIO TENO CASTILHO BRAGA

Então... Sabia que essa é uma ideia errada? Estatisticamente os médicos oftalmologistas são submetidos à cirurgia para não usar óculos 4 vezes mais do que a população geral.

CRM/SP 84036 - RQE 44614 OFTALMOLOGIA • Formado e Especializado pela UNICAMP; • Título de Especialista pelo Conselho Brasileiro de Oftalmologia; • Membro das Sociedades Brasileira e Americana de Catarata e Cirurgia Refrativa; • Ciências Básicas em Oftalmologia pela Stanford University-USA; • Pai da Ana Luiza e Marido da Vanessa.

Mais Informações

16

A cirurgia para se deixar de usar óculos ou lentes de contato é uma das cirurgias mais realizadas na oftalmologia mundial, ficando atrás apenas das cirurgias de catarata. Ela é chamada de Cirurgia Refrativa com Excimer Laser. É um sonho distante para muitas pessoas que só não o realizam por medo, desconhecimento ou preconceito. Vamos agora entender um pouco mais sobre isso e desmistificar essa ideia. A Cirurgia Refrativa pode ser realizada em pessoas acima de 20 anos de idade que estejam com o grau estável há pelo menos 2 anos. Não deve ser realizada se o grau estiver modificando justamente para não haver a necessidade de retoques após algum tempo (apesar de estes retoques poderem ser realizados em pessoas que já foram operadas anteriormente quando necessário). Cumprido esse pré-requisito, o paciente será submetido a uma série de exames para verificar a condição de sua córnea e de outras partes dos olhos. Nessa fase, o médico avalia espessura e formato da córnea para saber se há segurança adequada para se indicar o procedimento. Vistos todos esses detalhes, o médico irá definir qual a melhor técnica para se aplicar o laser (PRK ou Lasik ). A definição da técnica irá determinar se a recuperação visual ocorrerá mais rápida ou lentamente, podendo variar en-

Revista Saúde | Julho . 2018 | rsaude.com.br

tre 3 e 10 dias basicamente. Essa definição da técnica ocorre de acordo com as condições da córnea, associado ao tamanho e tipo de grau do paciente, sempre pensando na maior segurança do procedimento e do resultado final. Algo importante para se saber também é que essa tecnologia está cada vez mais acessível, pois os custos para esse procedimento para os dois olhos são muito mais acessíveis do que todos pensam e os convênios dão cobertura para todos os graus de hipermetropia e para graus de miopia acima de cinco. O astigmatismo também é operado junto com a miopia ou hipermetropia. E, contrariando o que muita gente pensa, eu que escrevo essa matéria e que sou oftalmologista já fiz essa cirurgia há mais de 10 anos e me livrei do meu óculos de sete graus de miopia e dois graus de astigmatismo. Faço parte da estatística de médicos que fizeram a cirurgia refrativa e da estatística de pacientes satisfeitos com o resultado dessa fantástica tecnologia. Agora que você já sabe alguns pontos importantes desse assunto e que também tem o sonho de se livrar da dependência ao uso de óculos ou lentes de contato já pode optar pela realização desse sonho. Procure um oftalmologista especialista em cirurgia refrativa.

Imagem meramente ilustrativa, não significando em hipótese alguma promessa de resultados. Extraída de depositphotos.com

Por que todo Oftalmologista que usa óculos não opera seus próprios olhos?


20

Revista SaĂşde | Julho . 2018 | rsaude.com.br


Transformação do Sorriso Quais as indicações para cada tipo de

DR. MAURICIO U. WATANABE CRO/SP 41818 CIRURGIÃO-DENTISTA • Cirurgião-Dentista com Formação Multidisciplinar; • Graduado pela Faculdade de Odontologia de Araçatuba (UNESP); • Especialista em Periodontia e em CTBMF; • Mestre em Odontologia na Área de Prótese Dentária; • Doutor em Ciência Odontológica na Área de Biomateriais; • Membro do Corpo Editorial da Revista The International Journal of Esthetic Dentistry; • Speaker Internacional atuante, com passagem por mais de 15 Países; • Ganhador dos Prêmios Galeria do Sorriso (SBOE - Sociedade Brasileira de Odontologia Estética) e Ateliê do Sorriso (APCD - Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas); • Ministra Cursos na Área de Odontologia Estética, já tendo atuado em quase todo o Território Nacional; • Desenvolve Trabalho como Líder de Opinião para Empresas como 3M (USA), Voco (Alemanha) e Ivoclar Vivadent (Liechtenstein).

Apesar da popularidade dos procedimentos odontológicos para transformação do sorriso, ainda existem muitas dúvidas por parte das pessoas quanto aos tipos de tratamento, suas características e indicações. Logicamente, somente após ser avaliado clinicamente por um profissional bem preparado e experiente, será possível saber qual o tratamento indicado. De qualquer forma, vamos procurar esclarecer a seguir, algumas dúvidas frequentes dos pacientes.

são preferencialmente indicadas para casos onde as mudanças a serem realizadas são pequenas e a cor dos dentes não precisa ser alterada. Uma indicação precisa é nos casos de fechamento de espaço entre os dentes (fechamento de diastema) (Fig. 01). Os laminados cerâmicos são a primeira escolha para casos de transformação do sorriso de maneira mais ampla, incluindo alterações de cor e forma dos dentes (Fig. 02). O que são laminados cerâmicos, facecontato” dentais?

Qualquer paciente pode ser submeti-

São diferentes termos que denominam

do ao procedimento de transformação do

as lâminas confeccionadas em cerâmica

sorriso com o uso de restaurações?

para serem coladas na porção frontal dos

A pessoa que estiver insatisfeita com a

dentes. O nome mais adequado é laminado

estética de seu sorriso deve consultar um

cerâmico. Este pode ser dividido em duas

profissional para avaliar se o caso pode ser

categorias: o laminado cerâmico fino que

resolvido com restaurações ou se envol-

tem espessura média de menos de 0,5 mm;

vem outros procedimentos, como ortodon-

e o laminado cerâmico convencional que

tia, periodontia, cirurgia ou outros proce-

apresentam uma espessura maior. É impor-

dimentos.

tante dizer que em muitos casos são utilizadas uma associação entre os dois tipos.

odontológicos mais utilizados nas trans-

Quando são indicados os laminados

formações dos sorrisos com o uso de res-

cerâmicos convencionais e os laminados

taurações?

cerâmicos finos?

Basicamente, podemos dizer que exis-

Os laminados cerâmicos convencio-

tem dois tipos de procedimentos para se

nais são indicados para situações onde os

realizar as transformações do sorriso, as

dentes já apresentam restaurações gran-

(Odontologia Estética)

restaurações realizadas com resinas com-

des ou estão posicionados mais para den-

18 3642-2481

postas e a aplicação de lâminas confeccio-

tro do arco. Os laminados cerâmicos finos

Rua São José, 648, Centro, Birigui/SP

nadas em cerâmica.

são indicados sempre que possível para as

@mauriciouwatanabe Mauricio Watanabe

22

As restaurações com resina composta

tas laminadas de porcelana e “lentes de

Quais os tipos de procedimentos Mais Informações

procedimento?

Revista Saúde | Julho . 2018 | rsaude.com.br


demais situações. Isto se deve à exigência de preparos mínimos para a sua utilização, tornando-o um procedimento muito conservador. Assim, os laminados cerâmicos finos podem ser indicados até mesmo para pacientes jovens. Os laminados cerâmicos convencionais e os finos são preparados da mesma forma? Os preparos dos términos para que o

01

dente receba laminados finos têm profundidade que varia de 0,2 a 0,4 mm. Medidas como essas só podem ser bem visualizadas durante os preparos com o uso de magnificação. Portanto, o uso de lupas com grande aumento ou do microscópio operatório que proporciona aumento de até 20X torna-se imprescindível durante essa fase. Quais as etapas para a transformação do sorriso com o uso de laminados cerâmicos?

02

Após o exame clínico inicial, são tiradas fotografias do(a) paciente e realizada a moldagem. Com o modelo do paciente e suas fotos, o cirurgião-dentista realiza o planejamento do caso desenhando novo sorriso, baseado nas dimensões da face, idade, etnia e gênero do paciente. Nesta etapa, pode ser realizado o chamado “mock up” que é a “prova” do novo design diretamente sobre os dentes do paciente. Para isso, são con-

mento, estas são unidas aos dentes. Nesta finalização, é importante adequar não somente a cor do cimento, mas também sua fluorescência. Um erro neste passo pode resultar num resultado insatisfatório em termos de cor e luminosidade. Quais os cuidados necessários após a finalização do caso?

feccionadas restaurações provisórias com

A manutenção periódica é necessidade

o mesmo formato dos dentes desenhados

não somente dos pacientes que sofreram

digitalmente. Se aprovado o design, ini-

transformações do sorriso, como também

ciam-se os preparos dos dentes. Logo em

daqueles que não apresentam restaura-

seguida, o arco preparado é moldado ou

ções. A limpeza para controle de placa e

escaneado e o material encaminhado ao

acúmulo de “tártaro” deve ser realizada

laboratório. No processo laboratorial, são

com periodicidade de 6 meses. Nesta ses-

utilizadas cerâmicas que apresentam cor

são, também é realizado o controle para

e opacidade adequadas para ocultar a co-

verificar o desenvolvimento de lesões ca-

loração do remanescente dental e obter

riosas. Por parte do paciente, as escova-

a cor final escolhida pelo profissional, em

ções diárias adequadas com o uso de cre-

conjunto com o paciente. Após alguns dias,

mes dentais com flúor e o uso regular do

as restaurações definitivas finalizadas são

fio dental são imprescindíveis para a longe-

provadas e após a escolha adequada do ci-

vidade das restaurações. rsaude.com.br | Julho . 2018 | Revista Saúde

23


Odontopediatria: o uso de chupeta

PROFª. DRª. VIVIAN DE AGOSTINO BIELLA PASSOS CRO/SP 67048 CIRURGIÃ-DENTISTA • Graduação em Odontologia pela Universidade do Sagrado Coração (USC), Bauru/SP; • Especialista em Odontopediatria e Dentística Restauradora pelo Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais (HRAC) – Universidade de São Paulo (USP), Bauru/SP; • Mestre em Odontopediatria pela Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB-USP); • Doutora em Ciências da Reabilitação (Área de Concentração Fissuras Orofaciais e Anomalias Relacionadas) pelo HRAC-USP, Bauru/SP; • Professora Colaboradora das Disciplinas de Odontopediatria, Dentística Restauradora e Materiais Dentários da Universidade do Sagrado Coração (USC), Bauru/SP.

Mais Informações

14 3021-5254 14 99696-9685 Araújo Leite, 38-24; Jardim Aeroporto. Bauru-SP

26

O uso de chupeta, denominado hábito de sucção não nutritiva, que acompanha a maioria das crianças desde o nascimento até a primeira infância, é uma questão não consensual entre os especialistas de saúde infantil. Para alguns dentistas e pediatras este hábito apresenta mais desvantagens que vantagens, enquanto que para outros se apresenta como um benefício para o bem-estar, tanto do bebê quanto da mamãe. Este hábito é considerado normal em bebês e crianças de pouca idade porque, de zero a dois anos, a criança encontra-se na chamada fase oral, onde a cavidade bucal é o meio de interação da criança com o exterior e a mesma apresenta necessidade de sucção como complemento para satisfação afetiva e de segurança, semelhante ao que ocorre quando suga o peito da mãe durante a amamentação natural. A chupeta acalma e transmite prazer nas mais variadas situações, como nos momentos de irritação ou nos episódios de cólicas, muito comuns em recém-nascidos. De acordo com a Associação Brasileira de Odontopediatria e o Ministério da Saúde, a idade limite para remoção do uso da chupeta seria em torno dos 3 anos de idade, mas que o ideal seria a retirada gradativa desse hábito até os 2 anos. O uso contínuo de chupeta por um tempo maior que o recomendado pode acarretar uma série de alterações na posição dos dentes e das arcadas dentárias, como as mordidas abertas anteriores (Figura 1), que além de acarretarem problemas estéticos trazem sérios prejuízos funcionais que podem afetar a mastigação, deglutição e até mesmo a fala. Quanto mais cedo a chupeta for eliminada, maiores as chances de autocorreção dos problemas. Especialistas sugerem que a chupeta pode interferir no desmame precoce e reforçam a recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS), que não aconselha que a chupeta seja oferecida para bebês que mamam exclusivamente no peito. A chupeta pode causar “confusão de bicos”, além de aumentar o espaço de

Revista Saúde | Julho . 2018 | rsaude.com.br

01

tempo entre as mamadas, levando a cessar o aleitamento materno. Recomenda-se que a chupeta não seja oferecida ou disponibilizada para a criança a qualquer momento do dia, mas somente durante o período do sono ou de tensões emocionais para atender às necessidades de consolo e acalento. Coibir o uso do acessório na escola, nos passeios ou mesmo em casa, ajudando a criança a se libertar dessa dependência emocional, utilizando como distração outras atividades ou brinquedos. Alguns cuidados devem ser tomados em relação ao uso da chupeta: recomenda-se um tamanho de bico para cada faixa etária, quanto ao formato do bico a preferência deve ser sempre pelos ortodônticos e feitos de silicone, por serem mais higiênicos e não favorecerem o acúmulo de bactérias. Escolher chupetas que apresentem a estrutura externa anatômica e o suporte de sustentação do bico amplo evitando riscos de ingestão e asfixia, além de ser vazado, prevenindo possíveis dermatites de contato ocasionadas pela saliva que, eventualmente, fica retida entre o acessório e a pele. A chupeta deve ser substituída sempre que estiver danificada e com o bico rachado ou com rupturas. Deve ser higienizada diariamente, seguindo as recomendações do fabricante, para que não se torne um foco de microorganismos causadores de diversas doenças bucais, como estomatites ou fungos. Para ajudar a criança a largar o hábito na idade recomendada, com o mínimo de trauma possível, recomenda-se procurar ajuda de um profissional de sua confiança. Uma consulta com o Odontopediatra irá ajudá-lo para que a remoção ocorra de forma gradativa e sem danos emocionais, ajudando a criança a crescer com saúde e sem limites para ser feliz!


28

Revista SaĂşde | Julho . 2018 | rsaude.com.br


Doce que te quero Doce!

FRANCIANE DE MOURA FROES CRN3 - 28325 NUTRICIONISTA • Formada em Nutrição pela Universidade Paulista (UNIP) em 2009; • Pós-Graduada em Nutrição Materno Infantil; • Pós-Graduanda em Nutrição Ortomolecular.

Você já sabe responder àquela questão do açúcar... qual tipo é o melhor? E quanto ao adoçante? Já decidiu qual o seu? Para te ajudar a escolher, neste mês, vamos esclarecer de forma prática e simples quem é quem nesta parada! Açúcar Refinado Devido ao seu fácil acesso, ao menor preço e também por ser o mais utilizado pela indústria, o refinado é o tipo de açúcar mais consumido no Brasil. Porém, não é a melhor escolha. Ele perde mais de 90% de seus nutrientes no processo de refinamento e contém substâncias químicas para que fique branco e fino. O consumo excessivo de açúcar refinado pode causar hiperatividade, inflamações, acne, lipogênese (acúmulo de gordura corporal) e risco de desenvolvimento de diabetes. Açúcar Cristal Não existe tanta diferença entre o cristal e o refinado. Apesar de possuir um pouco menos de aditivos químicos, ele também perde praticamente todos os seus nutrientes no processo de produção. Açúcar Mascavo Mais nutritivo que os outros, o açúcar mascavo não passa pelo processo de branqueamento, cristalização e refino, e ainda, possui um grande teor de melaço. Nele, é possível encontrar uma alta quantidade de cálcio e ferro. Açúcar Demerara Um tipo de açúcar mais artesanal, com valores nutricionais similares aos do mascavo, o demerara passa por um leve processo de refinamento, porém não recebe nenhum aditivo químico. Açúcares Orgânicos Com grãos mais grossos e mais escuros que o que forma o açúcar refinado, o orgânico é parecido com o mascavo. Mas, por não utilizar agrotóxicos ou produtos químicos em nenhuma das etapas de sua produção, consegue reter os nutrientes da cana.

18 3441-1880 18 99720-1913 eatwell_nutricao_franciane_ Dra. Franciane M Froes Nutricionista Rua Aquidaban, 300 - Araçatuba/SP

30

Açúcar Light Ele tem um alto poder adoçante por ser uma combinação do açúcar refinado comum com adoçantes artificiais. Devido à sua menor quantidade de açúcar pode ser uma boa opção para quem não consegue

Revista Saúde | Julho . 2018 | rsaude.com.br

se adaptar ao gosto dos adoçantes. Apesar de alguns açúcares serem mais nutritivos, lembre-se que “Ser mais nutritivo não significa que eles sejam menos calóricos. O ideal é tomar cuidado também com o consumo desses outros tipos”. Adoçantes Compostos por edulcorantes, essas substâncias apresentam um poder adoçante muito superior ao da sacarose (açúcar refinado) e, por isso, devem ser utilizadas em quantidades bem menores. Existem dois tipos de edulcorantes, os naturais (frutose, sorbitol, manitol e steviosídeo) e os artificiais (aspartame, ciclamato, sacarina, acessulfame-K, sucralose). O uso de adoçantes artificiais é uma boa alternativa para quem quer perder peso ou para os diabéticos, que não podem consumir açúcar em excesso, o que elevaria demais o nível de glicose deles. Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Alimentos para Fins Especiais e Congêneres (ABIAD), cerca de 35% da população em geral consomem algum tipo de produto dietético. E o campeão de consumo neste caso é o refrigerante zero. Mas, a ingestão desse tipo de alimento também deve ser feito com moderação. No caso do refrigerante, deve-se tomar cuidado devido à alta quantidade de sódio encontrada na bebida. Já em outros alimentos, o problema não é apenas a quantidade de sódio. Acontece, às vezes, de tirarem o açúcar e, para preservar consistência e melhorar sabor, acabar acrescentando mais gordura ao alimento. Então, às vezes, um ‘alimento diet’, que não tem açúcar, acaba tendo mais gordura do que um alimento normal. Existem algumas coisas que devem ser consideradas na hora de escolher qual é o melhor tipo de adoçante. Existe muita diferença do sabor residual de cada tipo de adoçante. Então, recomendamos que seja levado em conta a sua preferência em relação ao paladar e também o limite diário de cada um deles, para que não seja ultrapassado.


Quando o não é um ato de amor

MARIANA DE TOLEDO CHAGAS PSICÓLOGA - CRP 06/130355 • Graduada pela Universidade Estadual de Londrina (UEL); • Mestre em Análise do Comportamento pela mesma Instituição; • Realiza Atendimentos de Crianças, Adolescentes e Adultos e Supervisões.

18 3301-9717 18 98121-0696 inpac.ata@gmail.com inpac.ata Facebook: inpac.ata Rua Gov. Pedro de Toledo, 508. Araçatuba-SP 32

Dizer “não” é uma importante ferramenta para se dar limites aos filhos. Essencial para ensinar a lidar com frustrações e diferenciar o certo e o errado, é uma habilidade necessária para pais e educadores.

Indivíduos que crescem sem limites têm dificuldade de enxergar e respeitar o outro, de compreender que têm direitos e deveres e de lidar com fracassos. É comum que apresentem descontrole emocional, comportamentos agressivos, problemas para seguir regras, falta de persistência e até mesmo transtornos de conduta e ajustamento social. Alguns pais têm dificuldade de dizer “não” aos seus filhos, pois acham que isso vai deixá-los infelizes. No entanto, é importante que saibam que humanos são naturalmente egocêntricos, sendo necessário que aprendam limites que favoreçam a compreensão de que não podem fazer tudo. O não na educação, quando ocorre de maneira contextualizada e com respeito, ajuda a conviver com o mundo e com os outros. Diante disso, que orientações podem ser dadas para que pais e educadores possam colocar o não em prática? 01 Explique o não: isso ajuda a distinguir certo e errado. No entanto, não caia na armadilha de ficar discutindo ou argumentando com a criança. Procure usar uma linguagem que seja compreensível para a faixa etária e repertório de seu filho. Com crianças menores, você pode dizer por exemplo “não pode, faz dodói”. Evite longos discursos para explicar o não; 02 Ensine alternativas: ajude seu filho a buscar soluções para a situação. Por exemplo, se não pode brincar com os ócu-

Revista Saúde | Julho . 2018 | rsaude.com.br

los do papai, diga “este não pode porque quebra! Que tal brincarmos com a boneca?”. Ou “você não pode ir ao cinema com seus amigos hoje. O que acha de chamá-los esta semana para ver um filme em casa?”; 03 Seja firme: mostre-se seguro ao dizer não. Isso não significa brigar e gritar. É muito importante que você seja consistente, ou seja, se disse não para algo, mantenha sua decisão, mesmo que seu filho insista ou faça birra. Isso evita que a criança teste os limites para conseguir o que quer. Quando disser não a crianças pequenas, ajude-as, fazendo gestos que demostrem sua desaprovação e, quando necessário, retirando-as das situações ou tirando delas objetos que não podem mexer;

Seja coerente: procure não variar as regras e limites de acordo com seu estado de espírito. Não diga sim para algo proibido se estiver bem-humorado ou não seja mais severo quando estiver de mau humor. Além disso, combine com os outros cuidadores o que pode e o que não pode. Isso diminui as chances de a criança testar as regras com diferentes pessoas; 04

Seja razoável: lembre-se que seu objetivo é ser autoridade com seu filho e não autoritário. Evite fazer ameaças ou usar força física. Apesar de não haver um limite de nãos que podem ser ditos no dia, sempre que possível utilize estratégias de educação positivas, como redirecionar o comportamento. E se seu filho fizer pedidos aceitáveis, diga sim! 05


Preenchimentos Cutâneos DRA. VANESSA MELLO TONOLLI CRM/SP 145.401 - RQE 47620 DERMATOLOGISTA

A procura por procedimentos estéticos não cirúrgicos aumentou cerca de 390% nos últimos 2 anos, segundo censo de 2016 da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Entre os procedimentos mais procurados, estão os preenchimentos: tratamentos pouco invasivos, com tempo de recuperação mínimo e custo mais baixo, se comparado a uma cirurgia plástica.

• Dermatologista Formada pela Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP; • Especialista em Cosmiatria pela Faculdade de Medicina do ABC - FCMABC; • Preceptora da Residência Médica em Dermatologia do Instituto Lauro de Souza Lima - ILSL; • Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia - SBD.

Imagem meramente ilustrativa, não significando em hipótese alguma promessa de resultados. Extraída de depositphotos.com

Mais Informações

34

O perfil dos pacientes que procuram por procedimentos estéticos também vem mudando. Cada vez mais as pessoas se conscientizam da importância da prevenção, levando à procura pelos tratamentos dermatológicos por pacientes mais jovens, em média dos 30 aos 50 anos. Para entendermos a função dos preenchedores, precisamos saber como se dá o envelhecimento da face. Na juventude, a “maçã do rosto”, chamada de região malar, é volumosa e iluminada, a região inferior dos olhos é bem preenchida e o contorno mandibular, definido. Assim, a face tem um formato de triângulo com o ápice para baixo. Já num rosto envelhecido, é possível notar uma queda dos tecidos faciais. Com o deslocamento da gordura malar, a região inferior dos olhos perde volume, forma-se o sulco nasolabial conhecido como “bigode chinês” e a região da mandíbula perde sua definição. Os sinais da idade, como flacidez da pele, linhas de expressão, perda de vo-

Revista Saúde | Julho . 2018 | rsaude.com.br

lume no rosto e nas mãos, que tanto incomodam a maioria dos pacientes, hoje podem ser tratados de forma segura e com ótimos resultados. O que é preenchimento? O preenchimento é um dos tratamentos mais realizados atualmente e consiste na injeção de substâncias dentro da pele ou logo abaixo dela, elevando-a, diminuindo a sua profundidade e dando volume. Existem vários tipos de preenchedores cutâneos, e a escolha do ideal a ser usado é feita, considerando-se o tipo de pele, o local a ser tratado e a profundidade. O mais utilizado é o ácido hialurônico, uma molécula complexa de açúcar que está presente em todos os órgãos humanos, principalmente na pele, onde é responsável por dar volume à mesma. Ele é biocompatível, biodegradável e tem alto poder de preenchimento, pois retém moléculas de água à sua volta, produzindo volume no local tratado.


Quais são as indicações de preenchimento? Podemos utilizar os preenchedores para dar sustentação à face, aplicando-os profundamente. Já se aplicados mais superficialmente, promovem efeito lifting dos tecidos e estímulo de colágeno. Outras indicações são: para correção do sulco nasolabial, conhecido como “bigode chinês”, “linhas de marionete” (continuação do sulco nasolabial, abaixo da boca); aumento e contorno dos lábios; correção de olheiras, lobo de orelhas e reposição de volume facial e do dorso das mãos. Como é feita a aplicação? O preenchimento é um procedimento feito em consultório, de forma rápida e segura. É realizada uma anestesia apenas no local a ser tratado. O efeito do procedimento dura em média de 12 a 14 meses, podendo variar de pessoa para pessoa. Pescoço, colo e dorso das mãos Além da face, existem outras áreas importantes, que “entregam” a idade, se não forem tratadas: o pescoço, o colo e o dorso das mãos. Para tratar as linhas do pescoço e do colo, utilizamos um tipo especial de preenchedor, mais fino e superficial, que proporciona hidratação intensa, amenizando as rugas e melhorando a textura. Já as mãos costumam perder o volume ao longo dos anos, com diminuição da musculatura e afinamento da pele, tornando fácil enxergar os tendões e ossos, processo que chamamos de “cadaverização”. Isso pode ser corrigido através da aplicação dos preenchedores, que além de dar volume, também estimulam muito a formação de colágeno pela pele. O mais importante no tratamento com preenchedores é a obtenção de um resultado natural, sem excessos, e de forma segura. Para isso, é importante que o paciente procure um profissional competente e habilitado. Para saber mais, visite a página da Sociedade Brasileira de Dermatologia – SBD.

Imagem meramente ilustrativa, não significando em hipótese alguma promessa de resultados. Extraída de depositphotos.com

rsaude.com.br | Julho . 2018 | Revista Saúde

35


Memória afiada é o tema do momento O que significa memória para você? Para a neurociência, trata-se de toda informação que pode ser armazenada nos circuitos neurais e que tem influência no funcionamento do cérebro depois de ter sido “fixada” na mente. Mas, o que é possível fazer para mantê-la ativa e saudável? Você pode começar adotando novos hábitos para manter sua memória afiada, como uma boa noite de sono, alimentação equilibrada e prática de exercícios físicos e cognitivos. Uma excelente alternativa para melhorar o desempenho do cérebro e turbinar a memória é praticar a ginástica cerebral, com a metodologia do SUPERA. Com aulas semanais de 2h de duração, o treinamento com a ginástica cerebral vai impulsionar suas habilidades cognitivas a partir de atividades lúdicas e desafiadoras. A metodologia conta com um material didático exclusivo, jogos pedagógicos e online, cálculos com ábaco e dinâmicas em grupo. Tudo isso vai fortalecer suas conexões neurais e manter sua memória afiada. E isso vai refletir no seu cotidiano! Para lembrar do conteúdo no momento da prova, recordar os itens da lista do supermercado ou saber, na ponta da língua, quais são os principais tópicos daquela apresentação importantíssima para o chefe, é necessário preparar o cérebro para receber essa carga de informações. Conheça alguns tipos de memória Emocional Relacionada a sensações, este tipo de memória pode ter cheiros, luminosidade ou sons que remetem a situações agra-

dáveis ou não, mas que fazem parte das lembranças. Sabe aquele cheiro de comida caseira que te faz lembrar a infância? Pois bem, este é uma memória emocional. Declarativa Já as lembranças que fazem parte dos fatos que você consegue contar são as chamadas memórias declarativas, como fatos, nomes ou acontecimentos. As perdas de memória declarativas são comuns durante o envelhecimento e podem estar relacionadas ao fato de dar menos atenção aos acontecimentos corriqueiros. Ao mesmo tempo, podem estar associados a doenças como estresse crônico, depressão ou até as temidas demências como o Mal de Alzheimer. Não declarativas São memórias que não podem ser contadas ou ensinadas oralmente bom exemplo disso é aprender a dirigir. Apesar da teoria, você só vai aprender se experimentar até que consiga realizar a atividade. Esse tipo de memória envolve outras áreas cerebrais como o cerebelo e os núcleos da base, que podem também ser afetadas por lesões ou doenças de Parkinson, onde os circuitos do cérebro não conseguem mandar os comandos certos para que os músculos executem funções tão simples como andar ou engolir alimento. Agora que você já conhece alguns tipos de memória e como mantê-la afiada, que tal começar desde já a prática da ginástica cerebral e colher muitos benefícios?


Escleroterapia

DR. CLEWIS HENRI MUNHOZ FILHO CRM/SP 136.883 CIRURGIA VASCULAR • Possui Graduação em MEDICINA pela Universidade Federal da Grande Dourados/ UFGD em 2008; • Treinamento em Cirurgia Geral (2010/2012) pelo Colégio Brasileiro de Cirurgiões/CBC no Hospital IELAR/São José do Rio Preto/SP; • Treinamento em Cirurgia Vascular (2012/2014) Invase - Hospital Beneficência Portuguesa/São José do Rio Preto/SP pela Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular/SBACV; • Médico Legista do Estado de São Paulo e Médico com Experiência em Urgência e Emergência, Cirurgia Geral, Cirurgia Vascular e Ecografia Vascular.

A escleroterapia, conhecida como “aplicação de vasinhos”, é um procedimento de injeção de medicamentos, chamados de agentes esclerosantes, nas veias, com o objetivo de eliminá-las.

Ela pode ser feita em vasos de menor calibre (telangiectasias), como também em vasos mais calibrosos (veias reticulares e varizes). O líquido injetado “seca” os vasos, impedindo que o sangue siga passando por eles. A circulação segue passando pelas veias saudáveis, sem comprometer o bom funcionamento do sistema circulatório. Os principais agentes esclerosantes líquidos são: glicose, polidocanol e maleato de etamolamina. Há, ainda, a escleroterapia com espuma, utilizada em vasos mais calibrosos, inclusive no tratamento de safenas, muitas vezes sendo uma alternativa em pacientes com indicação cirúrgica para tratamento de varizes.

Mais Informações

Nesta matéria, iremos nos ater à escleroterapia para fins estéticos. Os famosos vasinhos costumam causar bastante incômodo, principalmente

40

Revista Saúde | Julho . 2018 | rsaude.com.br

em países de clima tropical, onde as pernas estão frequentemente expostas. Por isso, a escleroterapia é um procedimento muito procurado pelos pacientes a fim de melhorar a aparência das pernas. O tratamento deve ser sempre realizado por angiologista ou cirurgião vascular habilitado e sua indicação deve ser precedida de uma avaliação minuciosa, às vezes complementada por ultrassom doppler. Na avaliação, o cirurgião poderá determinar qual o tempo de tratamento e se haverá necessidade de associação com outros métodos, como laser transdérmico ou


cirurgia de microvarizes. Normalmen-

COM VASINHOS

te, a realização do tratamento é feita através de sessões, que podem durar de 30 minutos a uma hora, dependendo do volume de medicação injetada. O número de sessões necessárias vai depender de cada caso e do objetivo a

DRA. PATRÍCIA UCHÔA BARÉS

ser alcançado.

CRM/SP 124526 RQE 54867

A escleroterapia pode provocar dor ou desconforto quando a agulha é inserida na veia ou depois, quando o líquido é injetado, podendo surgir uma sensação de queimação no local. No entanto, essa dor costuma ser suportável ou pode ser atenuada com o uso de frio local ou pomadas anestésicas. As principais complicações da escleroterapia são o aparecimento de he-

ANGIOLOGIA E CIRURGIA VASCULAR • Possui Graduação em MEDICINA pela UNESP Faculdade de Medicina de Botucatu (2006); • Residência em Cirurgia Geral (2009/2011) pela FAMECA - Faculdade de Medicina de Catanduva; • Residência em Cirurgia Vascular e Angiologia (2011/2013) pela FAMEMA - Faculdade de Medicina de Marília; • Médica com Experiência em Urgência e Emergência, Cirurgia Geral, Cirurgia Vascular e Ecografia Vascular.

matomas ou manchas escurecidas, que tendem a se resolver espontaneamente. Alguns cuidados podem ser tomados para diminuir a incidência desses

NORMAL

efeitos indesejáveis, como uso de meia ou atadura elástica após o procedimento e evitar exposição solar por algumas semanas. Quanto à atividade física ou necessidade de afastamento do trabalho, normalmente o paciente pode retornar para suas atividades logo após o procedimento. Como a doença venosa é crônica e está associada a diversos fatores de risco, é comum o surgimento de novos vasinhos ao longo do tempo. Por isso, é importante manter hábitos saudáveis e acompanhamen-

Mais Informações

to regular com o cirurgião vascular, que poderá indicar o melhor tratamento individualizado. rsaude.com.br | Julho . 2018 | Revista Saúde

41


44

Revista SaĂşde | Julho . 2018 | rsaude.com.br


Transplante Capilar

Técnica F.U.E (Follicular Unit Extraction)

F.U.E, sigla em inglês, que significa extração de unidades foliculares. Trata-se da técnica mais moderna usada, hoje, no transplante capilar. Ela consiste na retirada fio a fio da área doadora, para ser transplantada da mesma forma para a área calva. A técnica inovadora é, sem dúvida, a mais utilizada na Europa, nos Estados Unidos e, atualmente, no Brasil. É considerada uma evolução da técnica convencional até então utilizada, a técnica F.U.T (Follicular Unit Transplantation), sigla também em inglês, para o transplante de unidades foliculares, cujos folículos eram retirados por meio de incisões de 0,8 a 1,8 centímetros de diâmetro, deixando uma cicatriz linear na área doadora, onde é retirada uma faixa do couro cabeludo. Tende a mais dores, quando comparada a técnica F.U.E. As duas técnicas podem ser realizadas, simultaneamente, se houver interesse e indicação. Neste caso, a técnica é denominada de híbrida. Com a atual técnica (F.U.E), há além de maior naturalidade, no resultado final, inúmeras outras vantagens. A principal delas é a ausência de cicatrizes lineares na área doadora. Sem falar que o pós-operatório, em geral, é rápido e indolor.

46

CIRURGIA O cirurgião trabalha simultaneamente com sua equipe, para que, em média, o processo todo (entre a retirada e o transplante) seja concluído em cerca de 8 horas. A cirurgia é realizada em ambiente hospitalar com anestesia local e leve sedação para minimizar o desconforto, a alta acontece no mesmo dia. Durante a recuperação, apenas atividades físicas intensas devem ser evitadas, nos primeiros 10 dias, após o procedimento. É proibida a exposição solar, pelo menos, por 30 dias. São retirados cerca 1,8 a 2,2 mil unidades foliculares em cada cirurgia (cada unidade folicular pode ter de 1 a 4 fios). Logo, podem ser transplantados de 4 a 6 mil fios, por sessão, dispostos na área receptora de forma individualizada.

UNIDADE FOLÍCULAR

Revista Saúde | Julho . 2018 | rsaude.com.br

SIMULAÇÃO DO PROCESSO VANTAGENS Além de não deixar cicatriz linear (preocupação muito frequente), o paciente ficará apenas com micro marcas (imperceptíveis) no couro cabeludo. Mesmo essas, logo são encobertas pelos novos fios. Em apenas sete dias, o paciente já pode retomar suas atividades profissionais, físicas (leves) e sociais. Também já poderá realizar o primeiro corte de cabelo, com a máquina no número dois. A técnica F.U. E permite retirar unidades foliculares nas áreas (antes impensadas) da nuca, da barba, da região sobre as orelhas e demais áreas onde nascem pelos. Evidente, desde que sejam equivalentes aos do couro cabeludo, algo que a técnica F.U.T (Follicular Unit Transplantation) não


Em apenas sete dias, o paciente já pode retomar suas atividades profissionais, físicas (leves) e sociais. Também já poderá realizar o primeiro corte de cabelo, com a máquina no número dois. permitia. E, por ser praticamente indolor, não é necessário o consumo elevado de analgésicos no pós-operatório. INDICAÇÕES

Se houver indicação para o transplante capilar com a técnica convencional (F.U.T), há também com a técnica F.U.E. Entretanto, essa última é sempre mais indicada para quem deseja: Evitar cicatrizes lineares, por desejar manter o corte de cabelo bem curto; Retornar de forma rápida às suas atividades, em geral, os atletas, executivos, entre outros; Para quem fez o transplante pela técnica convencional (F.U.T) e a perdeu devido à perda da elasticidade cutânea na área doadora;

Pacientes com tendência a cicatrizes mais largas; Reparar transplantes mal-sucedidos com aspecto de “cabelo de boneca” (tufos); Em áreas muito grandes, pode haver necessidade de múltiplas sessões. PÓS-TRANSPLANTE Os folículos transplantados caem - entre o 15º e o 30º dia - após a cirurgia, para voltarem a nascer após três meses da realização do transplante. Os fios vão crescer, em média, 1 centímetro por mês. O paciente terá um resultado parcial do procedimento a partir do sexto mês, etapa em que será possível verificar em torno de 50% a 60% do resultado final. A cobertura total dos fios será observada dentro de 12 meses após o transplante capilar. Caso o paciente deseje fazer uma nova sessão, é preciso aguardar em média nove meses, para um novo procedimento. Nosso objetivo é oferecer aos nossos pacientes resultados naturais e de alta densidade. Para isso, mantemos uma equipe treinada e atualizada no que há de melhor para o tratamento da calvície.

Mais Informações

DR. PAULO MIRANDA CRM/SP 108.754 - RQE 36851 - CIRURGIA PLÁSTICA • Membro da Associação Brasileira de Cirurgia da Restauração Capilar - ABCRC.


ABA – Análise do Comportamento Aplicada EDNA OLIVEIRA AGUIAR CRP 06/70209 PSICÓLOGA • Graduação em Psicologia na Universidade do Sagrado Coração; • Pós-Graduação em Terapia Cognitiva TCC pelo instituto de Terapia ITC São Paulo; • Pós-Graduação LATO SENSO em Educação Especial - Autismo e Síndrome de Down - Faculdade Internacional de Curitiba; • Especialização em Psicopedagogia; • Pós-Graduada Neuropsicóloga Centro Sul Brasileiro de Pesquisa Extensão; • Aplicadora da Metodologia ABA.

O diagnóstico de crianças com Transtorno do Especto do Autismo vem crescendo, em nível mundial e em todas as camadas sociais da população.

O Centro de Avaliação e Reabilitação em Psicologia e Fonoaudiologia conta, a partir de agora, com uma sala para atendimento especializado no método ABA ( Análise do Comportamento Aplicada). A ABA (Análise do Comportamento Aplicada) é uma ciência que busca o entendimento e a melhoria do comportamento humano, talvez seja mais conhecida como uma intervenção para pessoas com Especto Autista, mas esse método pode e é utilizado,também, efetivamente, para outras populações, tais como crianças e adultos com Transtorno de Deficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) e Distúrbio de Conduta. A profissional responsável pela aplicação e desenvolvimento do método ABA no Centro de Avaliação e Reabilitação em Psicologia e Fonoaudiologia é a Psicóloga Edna O. Aguiar.

Edna O. Aquiar Pisicóloga

CRP: 06/70209

14 3010-3142 14 99798-4843 centrodeavaliacao.reab@hotmail.com

Rua Manoel Bento Cruz, 18-85 Higienópolis - Bauru/SP

48

Revista Saúde | Julho . 2018 | rsaude.com.br


Microbiota ELENICE MARIA TAGLIERI ROMAGNOLI CRN: 49814 NUTRICIONISTA • Pós-Graduanda em Nutrição Hospitalar (IIAE) Instituto Israelita Albert Einstein.

18 3624-2009 18 99708-4442 Elenice Romagnoli eleniceromagnoli Rua Cussy de Almeida Júnior, 224 - Araçatuba- SP 50

O intestino humano é hospedeiro de aproximadamente 10¹⁴ bactérias, as quais podem atingir até 1000 espécies. Isto significa que o número de bactérias no intestino humano é 10 vezes superior ao número total de células do corpo humano.

Ao conjunto dessas bactérias é dado o nome de microbiota. Estima-se que a microbiota tenha 100 vezes mais genes do que os genes presentes no corpo humano, portanto podemos dizer que as bactérias do intestino controlam o funcionamento do mesmo; tem relação com os desejos alimentares, com o humor e ganho de peso? Sim! As proporções da microbiota podem variar muito entre os indivíduos, podendo ocorrer mudanças significativas no decorrer da vida, com modificações que estão relacionadas à dieta e ao estado de saúde do indivíduo. Cada bactéria de maneira individual ou em família depende de algum nutriente para sobreviver. Algumas se alimentam de carboidrato e outras de gordura, então, o seu hábito alimentar vai determinar, sim, quais espécies de bactérias ou microbiota irão povoar o seu intestino. Indivíduos que fazem a base de sua alimentação os carboidratos simples e refinados (farinha branca e arroz branco) possuem maior quantidades de bactérias que fermentam esses nutrientes, por isso, sentem vontade de comer doces todos os dias. Cientistas descobriram que 50% da dopamina e grande parte da serotonina que existem livres no nosso organismo são de origem intestinal. Essas substâncias também são estimuladas pelo doce, e quando os níveis de dopamina e serotonina estão baixos, sentimos mais vontade de comer doces.

Revista Saúde | Julho . 2018 | rsaude.com.br

Algumas bactérias também podem influenciar na produção de grelina e leptina, os hormônios da fome e da saciedade. Níveis saudáveis desses hormônios ajudam no autocontrole e evitam a compulsão por doces e outros carboidratos refinados. Conclusão, a microbiota intestinal influencia hormônios que aumentam ou diminuem o seu autocontrole, seus níveis de compulsão e até sua felicidade. E quem controla sua microbiota? VOCÊ...alimentando as bactérias certas e deixando de alimentar as bactérias erradas. Mas, como fazer para alimentar somente as bactérias certas que podem ajudar a reduzir a vontade de comer doce. Algumas dicas: 1. Não faça dos carboidratos refinados seu hábito alimentar, ou seja, não consuma todos os dias; 2. Prefira sempre alimentos integrais, eles estimulam a produção da serotonina; 3. Inclua no seu cardápio verduras, legumes e frutas, são fontes de vitaminas e minerais, além de possuírem fibras que impedem a proliferação de bactérias patogênicas; 4. Inclua sementes de girassol, abóbora, gergelim e oleaginosas são ricas em magnésio que estimula a dopamina e a serotonina; 5. Pratique atividade física no mínimo 30 minutos todos os dias.


Gaba, o controlador do humor

Frequentemente, chega no consultório algum paciente em uso de medicações anticonvulsivantes, como Depakote, Trileptal, entre outros, para o controle do humor, e fica no ar o porquê do uso dessas medicações. A resposta está no neurotransmissor, o GABA.

DR. JULIO PALAZZO DE MELLO MÉDICO NUTRÓLOGO CRM/SP 83.054 | RQE 25.912

Mais Informações

Na revista Nature Comunications, do

O MÉDICO NUTRÓLOGO age primei-

mês de março agora, colocaram que o neu-

ramente dosando este neurotransmissor,

rotransmissor chamado GABA está no cen-

por exames de sangue, avaliando a necessi-

tro das atenções, quando o assunto é o con-

dade da sua reposição através do seu ami-

trole do humor e pensamentos indesejados.

noácido percursor, neste caso a TAURINA

Este neurotransmissor, o GABA, é pouco

e a GLUTAMINA na forma injetável.

conhecido de população, porém o seu efeito

É uma característica da nutrologia ava-

inibitório no cérebro, o torna um dos prin-

liar primeiro qual é o neurotransmissor en-

cipais aliados no combate as instabilidades

volvido no problema. “Abaixo vou colocar

do humor, no controle do comportamento

algumas diferenças entre eles, e após a

agressivo e dos pensamentos negativos e

identificação por exames de sangue, aí sim

nos transtornos de personalidade.

inicia-se o tratamento”.

GABA

SEROTONINA

DOPAMINA

Comportamento agressivo

Humor

Motivação

Pensamentos negativos

Sono

Libido (na mulher)

Pensamentos indesejados

Controle do peso

Concentração e nervosismo

Entre outros sintomas

Ansiedade

Controle da fadiga

Depressão

Entre outros sintomas

Entre outros sintomas

52

Revista Saúde | Julho . 2018 | rsaude.com.br


Microagulhamento nas alterações estéticas GABRIELA DE SOUZA CANATA RODRIGUES CREFITO 146765-F FISIOTERAPEUTA • Fisioterapeuta Licenciada no Método Blindado Europeu; • Mestre em Fisioterapia; • Especialização em Fisioterapia Dermatofuncional; • Capacitação em Ciência da Estética com Alta Tecnologia - Porto | Portugal; • Docente.

18 3621-8391 18 99793-4912 gabriela_canata@hotmail.com fisioterapeuta_gabrielacanata Gabriela Canata Rodrigues Fisioterapeuta Rua Bandeirantes, 702 Centro – Araçatuba-SP

54

O microagulhamento, também conhecido como indução percutânea de colágeno, é uma técnica com eficácia comprovada para o tratamento de diferentes disfunções estéticas.

Trata-se de uma técnica que consiste na aplicação de um equipamento constituído de plástico polietileno, com haste, contendo um rolo tubular com finas agulhas de aço inoxidável esterilizadas por raios gama. As agulhas podem oferecer profundidade a partir de 0,25mm até maiores profundidades. Este parâmetro é eleito, dependendo das necessidades que a pele do paciente apresenta, bem como do âmbito de atuação do profissional. O desconforto do paciente tende a ser leve a moderado. Pode-se usar anestésico tópico antes da aplicação. Na aplicação, são produzidos canalículos na epiderme, sem que a mesma sofra destruição. Instantaneamente, alterações em nível tecidual são iniciadas e podem ser dividida em três fases: inflamatória ou de injúria, cicatrização ou proliferação e maturação do colágeno. Cada uma dessas fases é caracterizada pelos sinais que a pele apresenta, por isso, no ato da aplicação pode-se notar vermelhidão transitória que durará entre 24 e 48 horas. No período de 14 a 21 dias após, há novo colágeno formado na pele. Por este motivo, o microagulhamento é um recurso em que os resultados podem ser percebidos em poucos dias, motivo pelo qual é tão procurado e bem visto pelos pacientes. Juntamente com a indução de colágeno, promovida pelo microagulhamento, a associação com cosméticos específicos e indicados para uso da técnica, podem oferecer resultados que vão além. Esta associação é conhecida como “drug-delivery”, e os cosméticos empregados podem consistir em produtos enriquecidos com fatores

Revista Saúde | Julho . 2018 | rsaude.com.br

de crescimento epidérmico, fator de crescimento capilar, ativos clareadores, estimuladores da renovação celular, vitaminas e nutrientes. São estas associações que fazem da técnica uma indicação para tratamento de manchas, rejuvenescimento, cicatrizes de acne, estrias, queda capilar, flacidez de pele, entre outras. Vale ressaltar que os cosméticos associados devem ser compatíveis com a técnica e a indicação, sendo apenas o profissional apto a eleger os mesmos. Por este motivo, a técnica jamais poderá ser empregada de forma leiga pelo paciente em casa. Deve-se, impreterivelmente, consultar um profissional especializado, caso contrário, complicações graves podem acometer à pele, como: queimaduras, manchas decorrentes da inflamação, infecções de pele, dermatites e lesões mais persistentes. Por se tratar de um procedimento relativamente invasivo, o paciente deverá ser avaliado previamente, por existirem contraindicações. Cuidados antes, durante e depois da aplicação, também precisam ser respeitados pelo profissional e pelo paciente, como assepsia adequada da pele, do local e das mãos, utilização de equipamentos de proteção individual e materiais estéreis e descartáveis, e outras formas de prevenção, a fim de garantir a biossegurança e, sobretudo, obter os resultados no tratamento.


Porque dormir bem é fundamental... Dormir adequadamente interfere diretamente sobre a saúde e a qualidade de vida. Embora muita gente não dê grande valor às horas de sono dormidas durante a noite, dormir mal ou dormir pouco ao longo da vida pode gerar ou se tornar um agravante em sérios problemas cardíacos ou respiratórios. Cuidar da qualidade e das horas dormidas VIVAVITA Odontologia e Saúde, dispomos da polissonografia domiciliar, que é o exame do por dia é muito importante. Segundo os últimos estudos, quase 40% sono feito com um equipamento portátil, onde CIRURGIÃO-DENTISTA da população sofre de problemas respirató- o paciente o utiliza na sua residência, na sua CRO/SP 28.090 rios durante o ciclo do sono, trazendo uma própria cama e com seu travesseiro, muito fácil • Especialista em Ortopedia série de consequências para sua saúde, como de usar, e que nos dá informações importantes Funcional dos Maxilares; a sonolência diurna excessiva, cansaço exage- e confiáveis quanto ao diagnóstico e acompa• Pós-Graduação em Ortodontia e rado, diminuição da oxigenação sanguínea, hi- nhamento dos ajustes necessários do aparelho Ortopedia Facial e Odontologia pertensão arterial, maior incidência de cardio- intraoral, para que os objetivos do tratamento do Sono; patias e AVC, e muitas outras comorbidades que são o controle do ronco e da apneia do • Professor Assistente dos Cursos de Especialização e como diabetes, obesidade, diminuição da libi- sono principalmente, sejam alcançados com sede Atualização em Ortopedia do e impotência para os homens, alterações gurança, otimizando os resultados e reduzindo Funcional dos Maxilares do do humor, irritabilidade, perda de memória o tempo do tratamento ativo. Apesar da polisNEOM-RB em SP; recente, déficit de aprendizagem e dificulda- sonografia domiciliar não ser tão completa e • Membro da ABS - Associação de de concentração, e muitas outras patolo- não substituir a polissonografia do Tipo I, feita Brasileira do Sono e da ABROS gias associadas à baixa qualidade do sono que no laboratório do sono para a avaliação inicial e – Associação Brasileira de podem ser desencadeadas ou potencializadas final conclusiva do caso, ela nos possibilita um Odontologia do Sono. dos por ele.Dispositivo Além disso, podem prejudicar o rela- tratamento mais ágil e seguro com o uso para prueba de Dispositivo para prueba de sueño domiciliaria sueño domiciliaria cionamento conjugal e atrapalhar o sono de Aparelhos Intraorais. outros membros da família devido à ocorrênApneaLink Air: especificaciones ciatécnicas de roncos de alta intensidade. Uma abordagem multidisciplinar se faz neDescargar aplicación Registrador cessária na maioria dos casos, participando o Descarga para PC Hardware mejorado médico do sono (várias especialidades), o denSensor de esfuerzo respiratorio EasySense Batería interna tista, a fisioterapia, a fonoaudiologia, a nutrição Oximetría Baterías alcalinas AAA Indicadores lumínicos eMemoria outrasinterna áreas da saúde podem ajudar no ree- Indicador de prueba completa quilíbrio desses Período de registro: 48 horasdistúrbios, cada um no melhor - indicador de flujo respiratorio Reloj interno - Indicador de conexión del sensor de esfuerzo momento e indicação. - Indicador de conexión de oximetría Dimensiones A Odontologia do Sono pode contribuir Registrador; 62 x 102 x 30 mm (2,4“ x 4“ x 1,2“) Registro de señales muito com o tratamento dos distúrbios do sono, Oxímetro de pulso: 53 x 20 x 15 mm (2,1“ x 0,8“ x 0,6“) Esfuerzo respiratorio principalmente em relação à Apneia Obstrutiva Flujo respiratorio Peso del registrador: 66 g (2,3 oz) do Sono e o Ronco. Ronquido Saturación de oxígeno en sangre O dentista, por passar um maior tempo em Pulso contato com o paciente, pelo fato dos tratamenTensión de la batería tos odontológicos normalmente demandarem várias consultas e controles periódicos, pode e deve investigar as condições do sono do paciente, através do exame clínico, de questionários, exames de imagens e laboratoriais, inclusive da PruebaEstamos de sueño domiciliaria facilitada polissonografia, que é o exame que investiga os investindo e modernizando para distúrbios que prejudicam a qualidade do sono. oferecer aos nossosy pacientes, um tratamento ApneaLink Air ofrece el rendimiento la confi abilidad de 18 3622-3358 | 99672-3358 nuestros conocidos productos ApneaLink en un dispositivo más no mais Atualmente, dois tratamentos muito inconfiável, eficiente, rápido e baseado Rua Cussy de Almeida Jr, 765-A elegante y fácil de utilizar. Gracias a su operación con tan solo dicados para o tratamento do ronco e Apneia alto grau de conhecimento técnico e científico. un toque y al botón intuitivo 'Start/Stop' (enceder/apagar) nunca Centro - Araçatuba-SP Obstrutiva do Sono são o CPAP – aparelho de Se los você sofre ou desconfia de problemas fue tan fácil para pacientes prepararse y utilizarlo con éxito. Además, el indicador de prueba completa a minimizar pressão positiva, e o AIO – aparelho intraoral, com a qualidade do seuayuda sono, venhalasnos visitar, repeticiones innecesarias de la pruebas y aumenta la satisfacción vivavitaa que deve ser instalado e acompanhado pelo nós poderemos ajudá-lo a dormir melhor, afidel paciente. www.vivavita.com.br cirurgião-dentista do sono, para a sua correta nal, quem dorme bem vive muito melhor, não fagnani@vivavita.com.br utilização e calibragem, evitando ou tratando é mesmo?! ResMed.com Esperamos você! VIVAVITA Odontologia e Saúde possíveis efeitos colaterais, sendo que aqui na

DR. ANTONIO FAGNANI FILHO

ResMed Corp. San Diego, CA, EE. UU. +1 858 836 5000 o 1 800 424 0737 (llamada gratuita). ResMed Ltd Bella Vista, NSW, Australia +61 (2) 8884 1000 o 1 800 658 189 (llamada gratuita). Para obtener información acerca de otras sucursales de ResMed en todo el mundo, consulte el sitio web ResMed.com. ApneaLink es una marca de ResMed R&D Germany GmbH y está registrada en la Oficina de Patentes y Marcas de Estados Unidos. ©2014 ResMed. Las especificaciones se pueden modificar sin previo aviso. 1017521/1 2014-06

56

Revista Saúde | Julho . 2018 | rsaude.com.br

0123


ESPECIAL CAPA | ARAÇATUBA

Cirurgia Plástica e qualidade de vida Inicialmente devemos definir o que é qualidade de vida!

58

Revista Saúde | Julho . 2018 | rsaude.com.br

É um sentimento geral de bem-estar. Este sentimento engloba diversos aspectos da vida: físico, emocional e social. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), qualidade de vida é a percepção do indivíduo, de sua posição na vida, no contexto da cultura e sistema de valores nos quais ele vive e em relação às suas metas, expectativas, padrões e interesses. Mesmo quando as causas de desconforto psicológico são pequenas deformidades ou falhas estéticas menores, estas podem se tornar a causa de sentimento de inferioridade ou fator de conflito emocional. Existem várias motivações para realizar a cirurgia plástica. Dentre os aspectos psicossociais, podem ser classificados, como: motivações internas, motivações externas ( necessidades de satisfazer os outros, ambições sociais ou profissionais). O principal objetivo da cirurgia plástica é realizar procedimentos cirúrgicos para corrigir defeitos que incomodam o aspecto psicossocial da (o) paciente e contribuir na melhora de qualidade de vida e satisfação pessoal.


Após um procedimento cirúrgico bem-sucedido, onde o resultado ficou como a (o) paciente esperava, é natural que haja um ganho na autoestima e isto reflita de maneira direta nos relacionamentos afetivos, familiares e sociais. Por exemplo, as crianças que sofrem bullying devido ao problema da orelha em abano apresentam vários transtornos emocionais ( timidez, vergonha, inferioridade), que interferem negativamente no seu desenvolvimento afetivo. Há relatos de mães que não cortam o cabelo das crianças para camuflar o problema, há histórias de meninas que colavam a orelha para fechar o abano. As adolescentes que esperam ansiosamente pelo aumento mamário e isto não acontece, devido à herança genética, deixando-as frustradas e incomodadas para usar roupas decotadas e roupas íntimas. Há relatos de pacientes que chegaram a usar 03 (três) peças de sutiã para o enchimento do volume mamário, e existem casos onde a paciente nunca deixou de usar sutiã com roupas de festa, mesmo quando o modelo dispensa o uso do mesmo. Os adolescentes meninos que possuem lipo ginecomastia ou ginecomastia isolada ( acúmulo de volume nas mamas devido ao aumento de gordura/glândula) sofrem muito trauma quando a ocasião necessita a retirada da camiseta. Meninos que chegam a entrar na piscina ou no mar usando camisa; no futebol (time

de camisa contra sem camisa). As mulheres que já passaram por uma, duas, três ou mais gestações, que já suportaram todas as mudanças de pesos, mudanças hormonais, distensão da musculatura e da pele, surgimento de estrias, acúmulo de gordura e todas as mudanças que ocorrem no transcorrer de nove meses de gestação. Infelizmente, algumas mudanças não é culpa da paciente, e sim sequelas da gestação; e por mais que a mulher seja disciplinada no aspecto alimentar e de atividade física, tem imperfeições que só a cirurgia plástica poderá resolver. A cirurgia plástica, nestes casos, é como um prêmio/ oportunidade para aquela que sofreu mudanças, às vezes, irreversíveis da gestação, de no mínimo voltar a ficar esteticamente próxima do anterior à gestação. Após a meia idade, é comum, tanto em homens quanto em mulheres, o acúmulo de pele e bolsas de gordura nas pálpebras. Este excesso de pele nas pálpebras superiores pode causar um peso no olhar e dar a sensação à paciente que está triste ou brava. Sem contar a insatisfação e dificuldade da paciente em passar sombra ou rímel ao fazer maquiagem. Podemos concluir que, independentemente da idade e do sexo, o mais importante é estarmos bem com a nossa autoestima. Isso é fundamental para a nossa qualidade de vida, e a Cirurgia Plástica está presente com esse objetivo.

DR. FERNANDO SUGUITA CRM/SP 109199 CIRURGIÃO PLÁSTICO • Formado na Faculdade de Medicina de Marília - FAMEMA; • Título de Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica; • Residência Cirurgia Plástica na FAMERP | (Serviço do Dr Bozola); • Residência Médica em Cirurgia Geral na FAMERP; • Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Mais Informações

rsaude.com.br | Julho . 2018 | Revista Saúde

59


Tipo de pé interfere na dor? O arco do pé normal é o mais comum e o mais eficiente quando se fala em distribuição de carga e amortecimento de impacto. Quando há variação anatômica de altura desse arco, há uma perda de eficiência do amortecimento e absorção do impacto. O que são Pé Chato e Pé Cavo: NATALIA TARGAS LIMA FISIOTERAPEUTA - OSTEOPATA CREFITO 3/ 146760-F • Especialista em Biomecânica do Movimento; • Membro da Sociedade Internacional de Pesquisa em Marcha e Postura (ISPGR).

Mais Informações

17 3216-2500

98119-6474

Av. Presidente Juscelino Kubitchek de Oliveira, 855 - Loja 2 - Jd. Panorama São José do Rio Preto/SP

62

O pé chato e o pé cavo são variações anatômicas dos tipos de arco dos pés. Essas variações podem deixar a pessoa mais suscetível a alguns tipos de lesão nos pés. O arco do pé normal é o mais comum e o mais eficiente quando se fala em distribuição de carga e amortecimento de impacto. Quando há variação anatômica de altura desse arco, há uma perda de eficiência do amortecimento e absorção do impacto. Os pés cavos (com arcos mais altos) têm uma área de apoio menor e as pressões são bem concentradas no calcanhar e na parte da frente do pé, podendo causar dores nesses locais. Esse tipo de pé normalmente está relacionado com a supinação do pé (utilizar mais a parte de fora do pé) durante o caminhar. Além de ser um pé mais rígido e, por isso, ter menos eficiência na absorção de impacto e maior suscetibilidade a fascite plantar, metatarsalgias e dores no calcanhar. Os pés chatos ou planos (com arcos mais baixos) têm uma área grande de apoio, praticamente toda sola do pé está em contato com o solo. Esse tipo de pé, normalmente, está relacionado com a pronação durante o caminhar, com isso as pressões estão mais localizadas nas partes de dentro dos pés. Os pés chatos são muito comuns em crianças, pois o pé ainda está em formação e tende a ficar normal a partir da primeira década de vida. Por serem pés com mais mobilidade, também não têm tanta eficiência para absorção de impacto e estão ligados a lesões como: fascite plantar, insuficiência e tendinite do tibial posterior, dor no tornozelo e joelho, sesamoidite e joanetes.

Revista Saúde | Julho . 2018 | rsaude.com.br

Diferenças entre cada tipo de pé, suas impressões e desvios de calcanhar respectivos

Como Tratar?

É fundamental realizar um teste de pisada, para que seja verificado algum desalinhamento no corpo em posição estática (postura ereta) e dinâmica (caminhar e correr). A partir deste diagnóstico e informação, é possível realizar a montagem de uma Palmilha personalizada de acordo com a individualidade de cada pé, que podem ser postural (corrigindo alterações posturais, estruturais, melhorando dores e disfunções) ou esportiva (direcionada a atletas, visando maior conforto, redução de lesões e desempenho durante a atividade física). Elas são fabricadas com material termo moldável que molda toda a estrutura do pé. São bem leves e finas, além de serem adaptáveis na maioria dos calçados fechados.


Importância do Enfoque Multidisciplinar na Reabilitação Oral A Odontologia oferece cursos que capacitam os cirurgiões-dentistas em distintas áreas, são as chamadas especialidades. DRA. IVETE AP. DE MATTIAS SARTORI CRO/SP 21076 CIRURGIÃ-DENTISTA • Formada pela UNESP Araçatuba; • Especialista em Dentística - UNESP Araçatuba; • Especialista em Periodontia - APCD Bauru; • Mestra e Doutora em Reabilitação Oral - USP Ribeirão Preto; • Professora dos cursos de Especialização em Implantodontia na PROFIS Bauru e FUNDECTO São Paulo; • Professora do Mestrado em Implantodontia no ILAPEO Curitiba; • Professora dos cursos de Aperfeiçoamento em Implantodontia na Clínica Mollaris Leiria (Portugal); • Consultora científica da empresa Neodent Curitiba.

DRA. ELISA MATTIAS SARTORI CRO/SP 88324 CIRURGIÃ-DENTISTA • Formada pela Universidade do Sagrado Coração; • Especialista em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial - Universidade do Sagrado Coração/CFO; • Mestra e Doutora em Odontologia com área de concentração em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial UNESP Araçatuba; • Pós-Doutorado em BiotecnologiaUniversity of Michigan (Ann Arbor, EUA); • Professora do curso de Odontologia na Universidade Brasil Campus Fernandópolis; • Coordenadora da Especialização em Implantodontia na Universidade Brasil Campus Fernandópolis; • Professora dos cursos de Aperfeiçoamento em Cirurgia Oral Menor no IBEO São José do Rio Preto e NEOF Fernandópolis; • Consultora Neominds da empresa Neodent Curitiba.

64

Quando profissionais de especialidades distintas se juntam para analisar casos que necessitam de reabilitações por terem sofrido perdas dentárias, ou por terem discrepâncias de desenvolvimento, o planejamento e a condução dos casos tornam-se mais exitosos. Com essa proposta, chega em Bauru uma equipe apta a oferecer soluções para os mais distintos tipos de problemas que afetam a boca, os dentes e a face como um todo. A Dra. Ivete é especialista em periodontia (tratamento das doenças que afetam o suporte dos dentes, implantes e a gengiva) e Dentística (restaurações e estética). Mestra e doutora em reabilitação oral, professora da área de prótese em cursos de graduação e pós-graduação há 25 anos, autora de vários capítulos de livros e artigos que abordam o tema. A Dra. Elisa é especialista, mestra e doutora na área de cirurgia e traumatologia bucomaxilofacial. Professora da área de cirurgia e implantodontia há 8 anos e possui pós-doutorado em biotecnologia pela Universidade de Michigan. Trabalham em equipe na avaliação e tratamento de todos os casos que se apresentam para tratamento com necessidade de reabilitações, possuindo vários artigos científicos e capítulos que descrevem alguns dos tratamentos já realizados. Com essa filosofia de trabalho, a clínica oferece desde tratamentos básicos envolvendo prevenção de problemas dentários até reabilitações de pacientes totalmente desdentados ou de pacientes que apresentam grandes deformidades faciais. Tratamentos estéticos, como: clareamento dental, restaurações, facetas e laminados de porcelana (as conhecidas “lentes de con-

Revista Saúde | Julho . 2018 | rsaude.com.br

tato”), coroas em porcelana, dentaduras e próteses suportadas por implantes são rotinas nos atendimentos. Quanto a parte cirúrgica, é possível contar com exodontias (extrações dentárias) simples ou mais complexas (como extrações de dentes que não erupcionaram, os chamados dentes inclusos), instalação de implantes e também tratamentos para tornar as áreas deficientes aptas a receberem os implantes (enxertos de osso ou de biomateriais). Além disso, são tratados casos que necessitam de cirurgias para solucionar discrepâncias faciais, as cirurgias ortognáticas e tratamentos de tumores da boca. Tudo isso é realizado utilizando o que existe de mais atual, como: instalação de implantes por cirurgia guiada (planejamento em computador e instalação dos implantes sem necessidade de abrir a gengiva), próteses confeccionadas por máquinas computadorizadas (as próteses CAD-CAM) e a possibilidade de realizar próteses sem necessidade de moldagem, fazendo a captura dos arcos através de escaneamento intrabucal. São profissionais que têm forte histórico nas áreas de atuação e agora chegam para oferecer essa filosofia de trabalho em Bauru.


Intolerância à Lactose DR. PAULO JAZIEL PITTELLI CRM/SP 91837 CIRURGIA GERAL - RQE 23060 CIRURGIA DO APARELHO DIGESTIVO - RQE 23061

O que é Lactose e o que significa intolerância à lactose? Lactose é um dissacarídeo (açúcar) presente no leite e nos derivados de leite. A Lactose é normalmente digerida no nosso intestino através de uma enzima chamada lactase e decomposta em glicose e galactose, que serão absorvidos e usados pelo nosso organismo como forma de energia. A intolerância à lactose acontece quando, por alguma razão, temos pouca ou nenhuma lactase para digerir a lactose. Isso faz com que a lactose chegue íntegra ao intestino grosso, onde as bactérias que, normalmente, temos por lá, a chamada flora intestinal, provoquem fermentação, produção de ácido lático e gases e retenção de líquidos. Acredita-se que até 75% da população mundial tenha algum grau de intolerância à lactose.

Mais Informações

66

Intolerância à Lactose é o mesmo que alergia ao leite?

Não. Alergia ao leite é uma condição totalmente diferente, onde há uma reação imunológica ao leite e que pode causar, desde apenas uma urticária ou pele áspera, até casos graves com bronquite e dificuldades respiratórias.

Revista Saúde | Julho . 2018 | rsaude.com.br


Quais os tipos de intolerância à lactose?

• Congênita – podemos nascer com a capacidade de produzir a lactase reduzida ou até ausente, mas isso é uma condição bem rara e hereditária (herança autossômica recessiva); • Primária – quando perdemos a capacidade, com o passar dos anos, de produzir a lactase e isso começa a acontecer a partir da segunda década de vida e tende a aumentar progressivamente no decorrer dos anos; • Secundária – quando a deficiência de lactase acontece por algum outro problema ou doença, como na doença de Crohn, nas cirurgias com grandes ressecções intestinais, na doença Celíaca e nos quadros de alergias.

Quais são os sintomas?

O mais comum são os pacientes se queixarem de distensão abdominal, inchaço, gases, cólicas abdominais, diarreia e, às vezes, constipação. Menos comumente, pode haver náuseas e vômitos. Os sintomas, como você pode ver, são inespecíficos, ou seja, são sintomas comuns a várias outras situações e é importante lembrar que a intensidade dos mesmos vai variar na dependência da quantidade de lactase que o paciente é capaz de produzir e da sensibilidade de cada paciente às alterações que acontecem com a chegada da lactose intacta no intestino grosso.

Como é feito o diagnóstico?

O exame mais comumente solicitado é feito com a ingestão de grande quantidade de lactose e, depois de um tempo, faz-se a dosagem de glicose no sangue do paciente. O resultado é positivo quando não temos um aumento significativo da glicose no sangue depois de ingerir a lactose. Existem mais dois outros métodos, um deles se faz medindo a quantidade de hidrogênio expirado pelo paciente, após ter ingerido altas doses de lactose e o outro se faz medindo a acidez das fezes. Nestes casos, o exame é positivo quando há aumento dos níveis de hidrogênio expirado e um aumento importante da acidez das fezes, por causa da formação do ácido lático.

Existe tratamento para a intolerância à lactose?

Não. Essa condição não se trata verdadeiramente de uma doença e o que fazemos é apenas orientar uma dieta pobre em lactose e fazer a reposição da lactase no leite ou em cápsulas ou tabletes, quando o paciente vai fazer uso de leite e derivados. Os pacientes, inicialmente, são orientados a se privar de leite e derivados para que ocorra o alívio dos sintomas e, depois disso, fazemos a reintrodução gradual destes alimentos até que o paciente volte a desenvolvê-los. Isso é importante para se avaliar a tolerância do paciente a esses alimentos, porque a ideia é que o paciente continue a fazer uma dieta com lactose, mas que não lhe cause sintomas. Acredita-se que, se tirarmos a lactose completamente da dieta, a tendência será a diminuição da produção de lactase e a piora do quadro clínico, quando houver exposição a estes alimentos. Como o leite e os derivados são uma importante fonte de cálcio na nossa dieta, esse é outro motivo pelo qual tentamos não nos privar totalmente desses alimentos. A reposição de cálcio pode ser necessária e pode ser feita através de suplementos, mas, idealmente, deve-se tentar uma dieta com alimentos ricos em cálcio, como brócolis, espinafre, couve, gergelim, linhaça, sardinha, grão de bico e tofu, entre vários outros. Também é importante atenção aos níveis de vitamina D, porque ela é necessária à absorção de cálcio pelo organismo e, comumente, usamos probióticos para ajudar no alívio dos sintomas.

rsaude.com.br | Julho . 2018 | Revista Saúde

67


A fase de dentição infantil DRA. ANDRÉIA STANKIEWICZ

Os dentes começam a se formar ainda durante a vida intrauterina, por volta de seis semanas.

CRO/SP 93816 CIRURGIÃ-DENTISTA • Cirurgiã-Dentista Formada pela UFRGS; • Especialista em Odontopediatria; • Especialista em Ortopedia Funcional dos Maxilares; • Especialista em Aleitamento Materno; • Pós-Graduação em Odontologia Hospitalar e Intensiva; • Pós-Graduação em Odontoneonatologia; • Pós-Graduação em Respiração Bucal; • Pós-Graduação em Laserterapia; • Membro da Associação Brasileira de Odontologia Neonatal e Aleitamento Materno; • Doula e Educadora Perinatal/ Parental; • Instrutora de Shantala; • Mãe da Luiza e do Pedro.

Mais Informações

Atendimento em consultório, domicílio e hospital. vivavitaa www.vivavita.com.br andreia@vivavita.com.br /VIVAVITA - Odontologia e Saúde

18 3622-3358 | 99672-3358 Rua Cussy de Almeida Jr, 765-A Centro - Araçatuba/SP

68

Ao nascer, a dentição decídua do bebê já se encontra em processo avançado de desenvolvimento. Os primeiros “dentes de leite” costumam erupcionar na cavidade bucal em torno dos seis meses de vida em uma sequência mais ou menos previsível: incisivos centrais inferiores, incisivos centrais superiores, incisivos laterais superiores, incisivos laterais inferiores, primeiros molares superiores e inferiores, caninos superiores e inferiores, segundos molares inferiores e segundos molares superiores. Em geral, aos 3 anos de idade, a dentição decídua já está completamente formada e em função na cavidade oral. Alterações na cronologia e sequência podem acontecer e, muitas vezes, são compatíveis com a normalidade. Com menor frequência, podem indicar problemas de ordem genética, congênita ou locais que precisam ser avaliados, como malformações ou agenesias, cistos, hematomas de erupção, dentre outros. Existem casos de bebês que já apresentam dentes ao nascer (“dentes natais”) ou, ainda, quando recém-nascidos, durante o primeiro mês (“dentes neonatais”). Estes devem ser avaliados por um odontopediatra para diferenciar se fazem parte da série normal ou se são dentes extranumerários e se estão bem implantados ou correm algum risco de aspiração. O nascimento dos dentes constitui um processo orgânico fisiológico, contudo, frequentemente, é acompanhado por sintomas característicos que costumam deixar os pais preocupados: irritabilidade, choro, salivação aumentada, sono agitado, alteração de apetite, desconforto. Quando os dentes irrompem na gengiva, pode ocorrer uma reação inflamatória local, alteração da

Revista Saúde | Julho . 2018 | rsaude.com.br

imunidade e até mesmo predispor a alguma infecção. De fato, muitos bebês apresentam simultaneamente febre, coriza, diarreia, assadura e outros sintomas importantes que devem ser avaliados pelo dentista e também pelo médico pediatra. O uso de medicamentos e pomadas, na maioria das vezes, é desnecessário e apresenta potenciais efeitos colaterais, desde aumento de engasgos até possíveis alergias ou reações aos componentes da formulação. A automedicação é totalmente contraindicada. O uso do laser de baixa intensidade pode aliviar bastante o desconforto dessa fase. Frio local, massagem com gaze ou dedeira, mordedores e estímulo à mastigação costumam ser métodos seguros e eficazes para auxiliar o processo de erupção. A chegada de cada dente nunca ocorre de forma aleatória, ela se relaciona às fases de desenvolvimento: os primeiros dentinhos chegam quando o bebê começa a sentar sozinho, comer e engatinhar, o levante vertical com a chegada dos molares coincide com a capacidade de ficar em pé e caminhar, os caninos com a fase de desenvolvimento da autonomia e personalidade e assim por diante. A dentição decídua começa a trocar pela permanente por volta dos 7 anos, quando a energia vital requerida para o desenvolvimento físico já pode ser direcionada para uma nova fase, com maior ênfase no pensar. Neste momento, os dentes já estarão todos formados e iniciarão um novo processo de erupção que irá se estender até a adolescência. Vivenciar esses processos com naturalidade, conexão e consciência, faz com que a vitalidade das crianças seja preservada e seu sorriso se mantenha saudável e feliz.


Os benefícios da Viscossuplementação

DR. RODRIGO ALBERTINI CRM/SP 125690 | RQE 69035 TEOT: 12112 ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA • Formado pela Faculdade de Medicina de Catanduva; • Membro Titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia; • Membro Titular da Associação Brasileira de Medicina e Cirurgia do Tornozelo e Pé;

Os viscossuplementos são produtos de aspecto gelatinoso compostos por Ácido Hialurônico (AH), substância fundamental para a manutenção da cartilagem articular.

Os viscossuplementos podem ser

mente entre atletas e esportistas com

aplicados dentro da articulação para

grande volume de treino. Hoje, sabe-se

minimizar os sintomas e os efeitos

que o ácido hialurônico está ligado a:

causados pela inflamação e a deterioração da cartilagem, que ocorrem na osteoartrite (OA). Existem produtos com ácido hialurônico de baixo peso molecular que atuam principalmente na lubrificação da junta, além de ajudar as células da articulação a formar o líquido que banha a articulação, ou seja, o líquido sinovial.

O ácido hialurônico de alto peso molecular destaca-se por atuar na absorção de carga e estresse da articulação. 
O tratamento com viscossuplementação é uma terapia de indicação médica e pode ser utilizado em pacientes que apresentam dor ou desconforto articular decorrentes da lesão da cartilagem articular. Mais Informações

70

• Redução da ativação de células inflamatórias responsáveis pelo desencadeamento da cascata inflamatória que causa destruição articular da artrose; • Estímulo da produção do próprio ácido hialurônico (endógeno), com melhoria da viscosidade do líquido sinovial; • Estabilização da degradação da matriz cartilaginosa; • Estímulo da produção de células cartilaginosas e do colágeno tipo II; • Ação direta e receptores de dor articular causando analgesia prolongada. Portanto, concluímos que a utiliza-

Nos últimos anos, com a melhor

ção do acido hialurônico, quando bem

compreensão dos efeitos do ácido

indicada, melhora muito a qualidade de

hialurônico na articulação, levou a ci-

vida dos pacientes, principalmente nos

ência a pesquisá-lo melhor, principal-

que vêm sentindo dores articulares.

Revista Saúde | Julho . 2018 | rsaude.com.br


Faceta de Porcelana e Lentes de Contato Dentais PROFA. DRA. ELOÁ R LUVIZUTO CRO/SP 86536 CIRURGIÃ-DENTISTA • Cirurgiã-Dentista com Formação Multidisciplinar; • Graduada pela Faculdade de Odontologia de Araçatuba/UNESP (FOA-UNESP); • Professora da Disciplina de Clínica Integrada da UNESP-FOA; • Professora do Curso de Capacitação em Harmonização OroFacial (Toxina, Preenchimento com Ácido Hialurônico, Bichectomia) na Odontologia, já tendo atuado em quase todo território nacional; • Speaker Internacional atuante (Estados Unidos); • Especialista em Implantodontia; • Especialista em Periodontia pela Faculdade de Odontologia de Araraquara/UNESP; • Mestre e Doutora em Odontologia, área de Clínica Integrada pela FOAUNESP; • Pós-Graduada pela Universidade de Medicina de Viena/Áustria; • Pós-Doutorado em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial pela FOA-UNESP; • Membro da Sociedade Brasileira de Toxina Botulínica e Implantes Orofacial; • 54 artigos publicados em revista científica internacional; • 20 artigos publicados em revista científica território nacional.

Imagem de algumas facetas de porcelana previamente à instalação na boca do paciente.

A odontologia e seu avanço científico tem sido motivo de grande destaque na melhoria das técnicas que visam um sorriso mais estético e harmonioso. Prometendo a solução para o “sorriso ideal” tão almejado, podemos contar com as lentes de contato dentais e facetas de porcelana, a técnica mais atual para a melhoria não somente da estética do paciente, como também de sua autoestima e bem estar. As lentes de contato e facetas são lâminas finas colocadas sob os dentes para correção de imperfeições, tamanho e alteração de cor dos dentes naturais. Para a transformação do sorriso, é necessário que as lâminas ocupem todos os dentes que aparecem na linha

Mais Informações

72

Revista Saúde | Julho . 2018 | rsaude.com.br

do sorriso, deixando o resultado mais natural e mais estético. As lentes de contato dentais possuem espessura extremamente fina e translúcida, de aproximadamente 0,2 a 0,4 mm. São feitas de cerâmica (porcelana), e o desgaste do dente natural é muito pequeno ou nenhum. Por serem tão finas, a cor do dente natural pode transparecer após as lentes instaladas, portanto, grandes alterações de cor nos dentes ou manchas escuras não serão possíveis esconder. As lentes são minimamente invasivas, indicadas para correções pequenas, como formato irregular, aumento do comprimento e da largura, fechamento de espaços e diastemas, e arredondamento de ângulos.


Em contrapartida, a faceta dental necessita de um desgaste maior no dente, geralmente para corrigir desalinhamento e má posição dental, escurecimento ou manchas e até mesmo um dente girovertido, necessitando um desgaste do esmalte para que a espessura da porcelana, de aproximadamente 0,7 mm, possa esconder as “imperfeições” já existentes. Dentes com trincas ou quebrados também são indicados para a colocação de facetas dentais, uma vez que estas são realizadas em porcelana e são mais resistentes do que a resina comum utilizada para restaurações. Algumas vantagens das lentes de contato dentais e das facetas é que, além de serem mais resistentes a fraturas que o dente natural, possuem baixa manutenção, já que a porcelana não altera a cor após a ingestão de bebidas e alimentos com corantes e até mesmo o fumo. E, além de tudo, ainda têm duração de 8 a 15 anos, variando de acordo com cada paciente, hábitos de higiene oral e presença ou ausência de hábitos nocivos de mastigação. Lembrando que, após a instalação das lentes de contato ou facetas, é necessário que o paciente continue se dedicando com seus hábitos de higiene bucal para um devido sucesso do tratamento e a longevidade do procedimento realizado na cavidade bucal. A melhor técnica para ser usada deve ser escolhida juntamente com a cirurgiã-dentista, através de um planejamento e análise da correção de imperfeições do sorriso, individualizando o tratamento para cada paciente. As lentes de contato dentais e as facetas de porcelana são uma técnica inovadora para reabilitação oral, que agem muito além da odontologia estética, devolvendo a autoestima e a vontade de sorrir de novo aos pacientes. Não perca a oportunidade de transformar seu sorriso e agende uma avaliação com a Dra. Eloá R Luvizuto.

Clínica Santa Elisa 18 3623-2301 18 99716-7177 Rua Rio de Janeiro, 446 - Araçatuba/SP www.dentistaaracatuba.com.br www.eloaluvizuto.com.br

rsaude.com.br | Julho . 2018 | Revista Saúde

73


Catarata e a Cirurgia a Laser, excelente oportunidade para se livrar dos óculos DR. MARCO ANTONIO DE CASTRO OLYNTHO JR CRM 92.737 | RQE 31.927 | MÉDICO OFTALMOLOGISTA • Especialista em Cirurgia Refrativa, Catarata e Glaucoma; • Título de Especialista em Oftalmologia, emitido pela Associação Médica Brasileira e Conselho Brasileiro de Oftalmologia; • Pós-Graduação em Cirurgia Refrativa e Catarata pela Ulster University - Reino Unido; • Especialista em Glaucoma pela Clínica Oftalmológica da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo - Hospital das Clínicas; • Residência Médica em Oftalmologia pelo Instituto CEMA - Hospital Especializado, São Paulo-SP; • Graduação em Medicina pela Universidade Estadual de Maringá; • Membro da Academia Americana de Oftalmologia - AAO; • Membro da Sociedade Europeia de Cirurgiões de Catarata e Refrativa - ESCRS; • Membro da Sociedade Brasileira de Glaucoma - SBG; • Membro Titular da Associação Brasileira de Catarata e Cirurgia Refrativa - ABCCR / BRASCRS; • Membro da International Society of Glaucoma Surgery.

Mais Informações

74

Pessoas com mais de 50 anos precisam fazer acompanhamento regular com oftalmologista, pois é a partir desta idade que a catarata pode ser diagnosticada no estágio inicial.

A baixa visão é um dos sintomas e, por conta disso, é importante a consulta com oftalmologista especializado, para que importantes exames diagnósticos sejam feitos e o tratamento mais adequado seja indicado, antes que a catarata avance. Muitos pacientes ainda atuam no mercado de trabalho, e ter uma boa visão ajuda, não somente na execução das tarefas, mas também na autoestima e qualidade de vida. Assim que o diagnóstico, é feito já é possível realizar a cirurgia. O procedimento é seguro e eficiente, caso o paciente opte pela cirurgia de catarata com laser, o pós-operatório é mais rápido e preciso. Apesar de muitos pensarem que estão realizando a cirurgia a laser, quando são submetidos a cirurgia de catarata, na verdade estão sendo submetidos à cirurgia hoje considerada tradicional, que é a cirurgia de catarata por facoemulsificação, onde se utiliza um ultrassom para dissolver a catarata. A cirurgia de catarata a laser é realizada em poucos centros de excelência no Brasil e está disponível em nossa região. Neste procedimento, não é utilizado bisturis e outros instrumentos para o início da cirurgia. As incisões na córnea e no cristalino são realizadas com raios laser de alta precisão, permitindo um resultado mais previsível, o que resulta em um resultado visual mais próximo do que foi programado.

Revista Saúde | Julho . 2018 | rsaude.com.br

O cristalino com a catarata é dividido em dezenas de pequenos pedaços, que são aspirados para fora do olho para que uma lente seja implantada para corrigir a visão. O uso da lente é imperceptível e existem, atualmente, lentes com qualidade ótica surpreendente, mantendo a visão o mais próximo possível para o paciente. A lente implantada dentro do olho pode corrigir a visão somente para longe, corrigindo graus de miopia e hipermetropia, e podem ser implantadas lentes que corrigem também o astigmatismo. Essas são lentes monofocais, que permitem o foco somente para uma distância, necessitando de óculos para perto. Há lentes especiais que corrigem, além da visão para longe, também a visão para perto, com o implante de lentes bifocais, e há as lentes Trifocais, que corrigem a visão para longe, meia distância e perto, permitindo independência do uso dos óculos. A cirurgia de catarata costuma ser bem rápida, cerca de 15 minutos, e o paciente sai do centro cirúrgico e continua sua recuperação em casa. A anestesia é tópica, com uma leve sedação para o paciente ficar mais relaxado durante o procedimento. Quem usa óculos sabe como é desconfortável no dia a dia realizar tarefas rotineiras, por isso a cirurgia de catarata com correção refrativa, devolve mais que uma boa visão, ela influi diretamente na qualidade de vida do paciente.


Implante Coclear Uma realidade ao seu alcance

CAMILA PICCINI AIELLO CRFA 17.506 FONOAUDIÓLOGA • Fonoaudióloga Formada pela Faculdade de Odontologia de Bauru – FOB/USP; • Mestrado pela Faculdade de Odontologia de Bauru – FOB/USP; • Residência em Saúde Auditiva pelo Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais – HRAC/USP; • Especialização em Audiologia Clínica;

Quando os aparelhos auditivos convencionais não são suficientes para auxiliar as necessidades auditivas, o Implante Coclear passa a ser uma opção para restabelecer a audibilidade de fala e dos sons tão importantes em nosso dia a dia.

MARCELLA VITTI GIUSTI MARTORINI CRFA 18.215 FONOAUDIÓLOGA • Fonoaudióloga Formada pela Faculdade de Odontologia de Bauru FOB/USP; • Especialização em Audiologia Clínica e Educacional com Ênfase em Implante Coclear pelo HRAC - FOB/USP; • Aperfeiçoamento em Programação de Implante Coclear por AlfaInstituto da Comunicação e Audição.

14 3206-0600 14 99631-7095 reabilita@funcraf.org.br Rua Engenheiro Saint Martin, 27-49, Jardim Aeroporto.

76

O Implante Coclear, também conhecido como “Ouvido Biônico”, é um dispositivo eletrônico constituído pelo componente interno, o qual é implantado cirurgicamente, que estimula, por impulsos elétricos, o nervo auditivo e pelo componente externo composto pelo processador de fala, microfone e antena. Sua função é de substituir as células da cóclea, órgão responsável pela audição, que estão com sua função prejudicada. Sua indicação é realizada pelo médico otorrinolaringologista, tanto para crianças como para adultos, nos casos mais graves de perda auditiva de grau severo a profundo bilateral, que apresentam ausência ou resultados muito limitados com os aparelhos auditivos. Desta forma, faz-se necessária uma bateria de exames laboratoriais, de imagens e funcionais, avaliação fonoaudiológica que inclui testes audiológicos e testes com e sem aparelhos auditivos para definir a necessidade e possibilidade da realização da cirurgia.

Revista Saúde | Julho . 2018 | rsaude.com.br

ATENDIMENTO PARTICULAR E A CONVÊNIOS: Especialidades: Otorrinolaringologia; Fonoaudiologia; Psicologia; Cirurgia Plástica com enfoque Craniofacial.

Nossos serviços: Consultas; Cirurgias; Exames Auditivos; Aparelhos Auditivos; Implante Coclear.

Venha nos fazer uma visita, tire suas dúvidas e conheça nossos profissionais e serviços!


HISTÓRIA / INSTITUCIONAL A história da Farma Sorelle mistura empreendedorismo com responsabilidade social. Uma trajetória de respeito, confiança e valorização aos clientes, colaboradores e parceiros que serve de base para que a Farma Sorelle continue sempre inovando e trazendo novidades, como a linha VET, sendo a primeira e única farmácia da região autorizada a manipular produtos veterinários, dentro de todos os padrões de qualidade exigidos. MANIPULAÇÃO O laboratório de manipulação de medicamentos e cosméticos da Farma Sorelle possui alto nível de qualidade, respeitando todas as normas de boas práticas deste segmento, atendendo a rigorosos padrões de garantia de qualidade exigidos pela ANVISA E MAPA.

VANTAGENS DA MANIPULAÇÃO • A formulação individualizada personaliza seu tratamento; • Várias opções de formas farmacêuticas, facilitando a administração e adesão ao tratamento; • Possibilidade de prescrição de produtos descontinuados pela Indústria Farmacêutica; • Associação de vários ativos em um só produto, tornando-o mais prático e econômico; • Adequação de dosagem e quantidade para cada tratamento. DROGARIA A Farma Sorelle oferece o que há de melhor em medicamentos, produtos de higiene e beleza. Possui atendimento diferenciado, serviços qualificados, ambiente familiar e infraestrutura voltada para a total satisfação do cliente. A EQUIPE TÉCNICA É FORMADA POR PROFISSIONAIS EXPERIENTES EM: • • • • • • • • •

Farmácia Fitoterápica; Manipulação; Indústria Farmacêutica e Cosmética; Desenvolvimento de produtos; Controle de Qualidade; Garantia de Qualidade; Equivalência Farmacêutica; Atendimentos ao público; Indústria Veterinária.


ESPECIAL CAPA - BAURU

Conhecida como NEUROMODULAÇÃO ACÚSTICA COM RESET COORDENADO (Neuromodulação

Nova terapia para o zumbido

Acústica CR, no Inglês), a terapia reduz o sintomas do Zumbido.

Segundo dados de 2012 da Organização Mundial da Saúde (OMS), o zumbido afeta 278 milhões de pessoas. No Brasil, são 28 milhões de pacientes que convivem com a sensação de ruído constante no ouvido. Nos casos mais graves, o problema pode levar à perda de sono, depressão e ansiedade. Esta terapia é a primeira a reduzir ZUMBIDO no ouvido, esta técnica foi estudada por volta dos anos 2009/ 2010 pela Alemanha, Coreia e Inglaterra, sendo desenvolvida na Inglaterra (2010). Conhecida como NEUROMODULAÇÃO ACÚSTICA COM RESET COORDENADO (Neuromodulação Acústica CR, no Inglês), a terapia reduz o sintomas do Zumbido. Até agora incurável, o tratamento do ZUMBIDO costuma ter o objetivo de ajudar o paciente a ignorar o barulho incômodo e continuar levando sua vida normalmente. A nova terapia, portanto, constitui um avanço considerável neste cenário.

80

Revista Saúde | Julho . 2018 | rsaude.com.br


A Neuromodulação Acústica CR foi desenvolvida a partir de terapias que envolvem o estímulo dos neurônios através de uma sonda introduzida no cérebro, usadas em doenças neurológicas como Parkinson. Mas, diferentemente da invasiva técnica chamada de Estimulação Cerebral Profunda, tudo o que este procedimento requer é que os pacientes usem um par de fones de ouvido especial por três vezes por semana, com uma durabilidade de 30 (trinta) minutos a sessão, totalizando 12 sessões mensais, é aconselhável para um excelente resultado, realizar o tratamento pelo menos 3 meses. Este tratamento personalizado para o ZUMBIDO no ouvido consiste em que o paciente através dos fones perceba uma série de tons afinados com a frequência característica do tipo de zumbido que aflige o paciente, estes tons são controlados por meio de um programa específico, juntamente com o profissional, onde podemos observar o quanto de melhora ocorre em cada sessão. A ideia é que isso perturbe os padrões rítmicos de zumbido criados pelas células nervosas auditivas. Tambem são aplicados questionários específicos, como o Tinnitus Handicap Iventory (THI) que tem o objetivo de identificar as dificuldades que podem ser experienciadas por causa do ZUMBIDO; Avaliação Audiológica; outros exames complementares e aconselhamentos.

Alessandra Remião Trabuco Urso

Fonoaudióloga - CRFa 2-10924 • Fonoaudióloga Responsável Técnica

Para maiores esclarecimentos, agende uma avaliação com nossos profissionais!

Audiumvita STARKEY Bauru 14 3018 2616 | 14 99123 3328 Rua Virgílio Malta, 17-38 - Vila Mesquita - Bauru/SP www.audiumvita.com.br | contato@audiumvita.com.br |

Audiumvita distribuidor Starkey Bauru rsaude.com.br | Julho . 2018 | Revista Saúde

81


Obesidade Infantojuvenil Obesidade infantojuvenil é quando uma criança ou adolescente tem um peso maior do recomendado para seu peso e altura.

DRA. MICHELE MOLINA MARI SALVARIEGO CRM/SP 117470 ENDOCRINOLOGIA PEDIÁTRICA RQE 48662-1 PEDIATRIA - RQE 48662

Em linhas gerais, a pediatria atua até os 21 anos de idade da vida de uma pessoa, acompanhando desde o recém-nascido, o crescimento e desenvolvimento das crianças para saber, por exemplo, se estão na altura correta e se estão viáveis para seguir a vida adulta. Antes, um problema de adultos, hoje, tem se tornado mais e mais frequente em crianças e adolescentes. De acordo com a Organização Pan-Americana de Saúde, cerca de 15% das crianças e 9% dos adolescentes têm problemas com obesidade.

Mais Informações

Algumas causas de obesidade infantojuvenil: 1. Alterações Hormonais; 2. Erros Nutricionais; 3. Alguns Fatores Emocionais; 4. Fatores Socioambientais e Culturais.

82

Revista Saúde | Julho . 2018 | rsaude.com.br

Como consequências, teremos um adolescente com transtornos de ansiedade e depressão, gerando aí todo um ciclo negativo de vida, a começar, por exemplo, com baixa autoestima, dificuldades de respiração, problemas com o sono e prejuízos na aprendizagem. Sem falar nos problemas precoces, como a dislipidemia (gordura no sangue) e problemas cardiovasculares precoces, muitas vezes chegando à vida adulta com uma série de problemas de saúde, geralmente antes dos 40 anos, o que é muito triste.

Para saber mais detalhes sobre tal patologia, marque uma consulta com o seu médico!


Odontologia de Alta Performance: Implantodontia, Prótese Protocolo Sobre Implantes De Porcelana, Zircônia e Acrílico DR. DANIEL MATTOS ZANATTI CRO/SP 95331 CIRURGIÃO DENTISTA • Formado pela Universidade do Sagrado Coração; • Especialista em Cirurgia e Implantodontia pela APCD Bauru; • Pós-Graduação em REABILITAÇÃO FACIAL ESTÉTICA; • Florida Hospital Nicholson Center | Orlando - EUA; • Pós-Graduação em Reabilitação Facial Estética e Habilitação em Agregados Plaquetários. SOEPAR; • Curso: Reabilitação Facial Estética, Preenchimentos Faciais e Fios PDO de Sustentação. FDU BRASIL; • Membro da SOCIEDADE BRASILEIRA DE TOXINA BOTULÍNICA E IMPLANTES FACIAIS NA ODONTOLOGIA.

Mais Informações

CIRURGIA GUIADA POR COMPUTADOR: IMPLANTES SEM CORTE

Implantodontia Cirurgia Bucal Harmonização Facial

18 3305-6570 18 98140-2604 Rua Euclides da Cunha, 91, Bairro das Bandeiras - Araçatuba/SP

84

Revista Saúde | Julho . 2018 | rsaude.com.br


Da busca de harmonia no sistema estomatognático, nas terapias de reabilitação oral, ambiciona-se o restabelecimento relacionado aos quesitos funcionais e estéticos para adquirir-se êxito. Por meio de uma sequência correta do planejamento até a fase da execução dos procedimentos cirúrgicos e protéticos restauradores, percebe-se que esta integração torna-se imprescindível para uma correta condução dos casos clínicos. Em virtude de estarmos diante de recursos tecnológicos relacionados à manipulação de imagens e sistemas computadorizados de tecnologia de prototipagem rápida, estes podem ser empregados para otimizar o planejamento e execução cirúrgica por meio de uma simulação cirúrgica, proporcionando velocidade, conforto e segurança aos pacientes. Cirurgia Guiada por Computador: Implantes sem corte Na odontologia moderna, uma das especialidades que vêm apresentando maior desenvolvimento é a implantodontia, em função dos excelentes profissionais que temos hoje no país, e também em função dos grandes avanços tecnológicos ocorridos nos últimos anos. Diversas técnicas que utilizamos hoje em dia, só são possíveis devido ao desenvolvimento de materiais e tecnologias de ponta que permitiram criar procedimentos mais rápidos, seguros e confortáveis. Um desses avanços recentes é a técnica da cirurgia guiada por computador, ou planejamento cirúrgico virtual. Nesta modalidade, é necessário que o paciente realize inicialmente uma tomografia computadorizada dos maxilares onde serão instalados os implantes. Utilizando-se essa tomografia em conjunto com um software específico de planejamento virtual, é possível que a cirurgia de instalação dos implantes seja realizada inicialmente no computador, colocando os implantes na posição exata que desejamos que eles fiquem em boca. Desta forma, os implantes são planejados para serem instalados com um posicionamento tridimensional perfeito.

Assim que o planejamento cirúrgico virtual estiver perfeito, o software permite a confecção automatizada de um guia cirúrgico de precisão, que é um artefato que permite replicar em boca exatamente o que foi planejado no computador. Assim, utilizando-se esse guia cirúrgico de precisão, não é necessário realizar os cortes e o descolamento da gengiva para visualização do leito cirúrgico, como é feito na técnica convencional. Os implantes são instalados imediatamente após a realização da anestesia e instalação da guia cirúrgica, sem cortes, apenas com pequenas perfurações nos locais onde serão instalados os implantes. Desta forma, o ato cirúrgico se torna extremamente simplificado e mais rápido. A consequência disto é um quadro pós-operatório muito mais confortável para os pacientes, durante o período de cicatrização. Ainda há muito a se aprimorar nesta tecnologia de planejamento cirúrgico virtual, a cada ano os softwares se tornam mais precisos e confiáveis, e os resultados obtidos com esta técnica se tornam cada vez melhores. Sem dúvida, trata-se do futuro da especialidade. Em um futuro muito próximo, todo o planejamento e a realização das cirurgias e das próteses sobre implante será mediado por tecnologias virtuais como escaneamento 3D da boca, confecção CAD/CAM das próteses sobre implante, entre outras, que substituirão procedimentos desagradáveis da odontologia convencional, tornando-a ainda mais confortável. Mas isso será tema para as próximas colunas.

rsaude.com.br | Julho . 2018 | Revista Saúde

85


Como evitar o efeito sanfona DR. ANDRÉ REIS

A mudança do comportamento alimentar vai acontecer gradativamente e os prazeres serão sim mantidos, mas com sabedoria.

MÉDICO CRM/SP 58.677

O que me motiva como médico é ouvir coisas como: “Doutor, consegui vestir uma calça que há anos não vestia... Mudei da numeração 40 para o 36... Hoje me sinto mais bonita, tudo mudou na minha vida... Mudou muito minha autoestima e minha disposição, as pessoas comentam que estou bem e olhar no espelho, e gostar de mim é maravilhoso...”. “Doutor, melhorou muito minha disposição, hoje tenho mais energia e até no futebol, corrida estou melhor...”.

Mais Informações

86

Quantas pessoas conhecemos que fazem dietas, ficam felizes e após alguns meses volta a engordar e ganham tudo que emagreceram? Fazem um enorme sacrifício, tomam somente chás, shakes, saladas por meses e depois liberam tudo e voltam e ganhar peso. Calma, não adiante sair tentando qualquer dieta ou mesmo pegar uma dieta qualquer seja na internet ou da amiga, cada um tem seu padrão, seu metabolismo e suas necessidades fisiológicas que devem ser respeitadas bem como avaliar seus exames. Costumo dizer que quando isso acontece de seguir algo aleatório a pessoa consegue ir ate um ponto e depois não consegue mais e perde tudo.

Revista Saúde | Julho . 2018 | rsaude.com.br

O que buscamos em um planejamento alimentar para perda de gordura é atender as necessidades básicas e fisiológicas de acordo com a atividade, idade, taxas metabólica e habito de cada um. Benefícios de um acompanhamento personalizado para perda de gordura: Melhora da disposição; Melhora da autoestima; Maior perda de gordura; Redução da fome; Melhora da pressão sanguínea; Diminuição dos triglicerídeos; Redução dos níveis de insulina no sangue; Melhora da qualidade do sono, etc. Se realmente a pessoa deseja parar com este vai e vem de emagrece e engorda algumas medidas devem ser tomadas as quais eu aplico no método que uso: 1. Tome a decisão quando estiver pronto para enfrentar as mudanças necessárias; 2. Procure um profissional médico que acompanhe você; 3. Faça exames específicos; 4. Restaure sua energia e disposição; 5. Estabeleça uma rotina de atividade física para cada etapa; 6. Busque seu objetivo.


Referência em Estética Avançada Jovens Empresários revolucionam a Estética, com Métodos Inovadores contra gordurinhas Localizadas e Ultra Performance Detox.

DRA. NATASHA SERIGATTO ESPECIALISTA EM ESTÉTICA AVANÇADA

Seu corpo sem gordura localizada, conheça o Método Abdômen Lacrado®. Criado pela Especialista em Estética Avançada Natasha Serigatto, a técnica envolve associações de diversas terapias para o tratamento da gordura localizada, tendo como base a criolipólise Avançada 360º. O procedimento personalizado começa a apresentar resultados aparentes a partir do 7 dias e elimina até mesmo a gordura incapaz de ser com-

batida com dieta e exercícios físicos. Além de não fazer a utilização de anestesias, cortes ou intervenções cirúrgicas, o tratamento é totalmente indolor. Com 9 anos de experiência na área, especializações e diplomatura Europeia, Natasha Serigatto é proprietária da Clínica Vida Estética e atua no desenvolvimento de protocolos exclusivos para sua clínica, que já está chamando atenção pela qualidade e inovação em seus servi-

@NSvidaestetica - Natasha Serigatto & Daniel Baldim Vida Estética @vidaesteticabauru Rua Gerson França 18-82, Estoril, Bauru/SP

88

Revista Saúde | Julho . 2018 | rsaude.com.br


ços. Inclusive recebeu recentemente um prêmio concedido pela ANCEC | Agência Nacional de Cultura, Empreendedorismo e Comunicação, como Clínica Referência Nacional no segmento de Estética. As mais recentes criações, foram o Método ABDÔMEN LACRADO® que atualmente está fazendo muito sucesso, pelos seus resultados impactantes e o FAST BODY DETOX® que foi lançada agora em nosso SPA - uma sessão de Ultra Performance Detox, que visa desintoxicação Rápida do corpo. (Importante ressaltar que esses dois métodos, o paciente só irá encontrar na clínica Vida Estética, por serem exclusivos), “É necessário agendar uma consulta para que ocorra uma avaliação prévia personalizada para cada paciente”.Principais

preocupações das mulheres: “gordura localizada e celulite”. Principais preocupações dos homens: “os homens estão cada vez mais vaidosos. Procurando cada vez mais tratamentos estéticos para redução de gordura local abdominal”. Método Abdômen Lacrado: “procedimento exclusivo, com base na literatura científica, que envolve associações de diversas terapias para o tratamento da gordura localizada, tendo como base a criolipólise”. Sendo um tratamento de 8 semanas. Benefícios do método: “procedimento apresenta resultados rápidos e eficazes sem efeito Cinderela e Elimina até mesmo aquela gordura incapaz de ser combatida com dieta e exercícios físicos”.

DANIEL BALDIM EDUCADOR FISÍCO E EMPRESÁRIO

14 3011 7355 14 98137-4262 rsaude.com.br | Julho . 2018 | Revista Saúde

89


INFORME PUBLICITÁRIO

Pneumonia tem prevenção, você sabia? As doenças pneumocócicas são causadas por uma bactéria conhecida como Streptococcus pneumoniae, cujos sorotipos podem ocasionar doenças pneumocócicas invasivas (como, por exemplo, meningite, pneumonia bacteriana e septicemia) e doenças pneumocócicas não invasivas (pneumonia, otite e sinusite, por exemplo). A transmissão do pneumococo ocorre através de gotículas de saliva e muco, sendo que, em alguns casos, os portadores da bactéria não apresentam sintomas da doença, mas podem infectar outras pessoas.

Não há restrição de idade para que se contraia alguma doença pneumocócica, porém, algumas idades ou quadros de saúde apresentam maior predisposição à manifestação de algumas delas, como é o caso de pessoas acima de 50 anos, ou pacientes com doenças cardíacas e pulmonares.

Não há restrição de idade para que se contraia alguma doença pneumocócica, porém, algumas idades ou quadros de saúde apresentam maior predisposição à manifestação de algumas delas, como é o caso de pessoas acima de 50 anos, ou pacientes com doenças cardíacas e pulmonares. Em crianças menores de 5 anos, as doenças pneumocócicas estão entre as principais causas de morte preveníveis. As vacinas disponíveis mais efetivas na atuação contra as doenças pneumocócicas são as vacinas pneumo 13 e a pneumo 23. A vacina pneumocócica conjugada, também conhecida como Prevenar 13, é uma vacina que ajuda a proteger contra 13 tipos diferentes da bactéria Streptococcus pneumoniae, responsável por doenças como pneumonia, meningite ou otite média, por exemplo. A primeira dose da vacina deve ser feita no bebê a partir dos 2 meses de idade, para garantir a melhor proteção. Já no adulto, a vacina apenas precisa ser aplicada 1 vez.

Esta vacina é muito importante antes dos 2 anos de idade, pois é nesse período que existe maior risco de infecção pela bactéria. No entanto, pessoas com sistema imune comprometido, asma ou com mais de 50 anos também têm um risco mais elevado, devendo ser vacinadas. A forma de administração da vacina pneumocócica conjugada varia de acordo com a idade em que é a feita a primeira dose, sendo recomendado: • 1ª dose aos 2 meses: devem ser administradas 4 doses, aos 2,4, 6 e 15 meses; • 1ª dose entre os 7 e 11 meses: devem ser feitas 3 doses, sendo que cada uma deve ser administrada 2 meses após a anterior; • 1ª dose entre os 12 e 23 meses: são feitas 2 doses, sendo administradas com 2 meses de diferença; • 1ª dose após os 2 anos: só é necessário fazer uma dose única. Nos adultos, a dose única da vacina pode ser feita em qualquer idade, no entanto, é mais importante após os 50 anos ou em pessoas com asma, pressão alta, DPOC ou com doenças que afetam o sistema imune. Já a vacina pneumocócica 23-valente (polissacarídica) contém 23 sorotipos do pneumococo e abrange 90% dos principais sorotipos causadores das doenças pneumocócicas, protegendo contra pneumonia e infecções respiratórias de repetição. A vacinação está indicada a partir de 2 anos, mediante orientação médica e para adultos, especialmente acima de 50 anos. Fique atento aos esquemas e previna-se: vacinar é um ato de amor!

BRUNA HANL DE CARVALHO ABDO ENFERMAGEM - COREN 0126609

18 3301 5560 |

99819 4419

Rua Humaitá, 1078, Araçatuba/SP @imunovidavacinas contato@imunovida.com www.imunovida.com

90

Revista Saúde | Julho . 2018 | rsaude.com.br

C L Í N I C A

D E

V A C I N A Ç Ã O


Tratamento das Doenças Articulares Degenerativas (Osteoartrose) Condições reumáticas ou músculo esquelético compreendem mais de 150 doenças e síndromes, geralmente progressivas e acompanhadas de dor.

DR. CARLOS EDUARDO CURY CRM/SP 15.889 - RQE 6402 REUMATOLOGISTA • Membro da Sociedade Brasileira de Reumatologia; • Membro da Sociedade Paulista de Reumatologia; • Membro da Liga Internacional de Combate ao Reumatismo; • Membro da Liga Panamericana de Reumatologia; • Membro da Academia Brasileira de Reumatologia; • Ex-Professor da Faculdade de Medicina de Botucatu; • Conferencista em Eventos de Reumatologia com várias Publicações a Nível Nacional e Internacional.

A Osteoartrose (ou Osteoartrite) é uma dessas condições, inclusive a mais frequente. É uma doença degenerativa articular, muitas vezes acompanhada de inflamação e que afeta as articulações, principalmente a cartilagem articular. Está associada ao envelhecimento e ao seu uso contínuo (Estresse Articular) ao longo dos anos. Joelhos, quadris, dedos e região lombar da coluna são as mais afetadas. Todas estas condições que afetam os músculos e as articulações (Reumáticas) são as principais causas de morbidade e incapacidade, resultando em enormes gastos com saúde e perda de dias de trabalho, causando impacto social econômico importante. A Osteoartrose (Osteoartrite) é uma das 10 doenças mais incapacitantes nos países desenvolvidos, onde a longevidade é um fato presente. Estimativas (dados estatísticas) indicam que 10% dos homens e 20% das mulheres com mais de 60 anos apresentam sintomas da Osteoartrite e 80% terão limitações dos movimentos, com sérios prejuízos nas atividades do dia a dia.

Drogas que modificam o curso da doença São drogas que atuam no remodelamento e proteção da cartilagem. Temos várias delas (abaixo enumeradas), cuja eficácia e resposta terapêutica vai depender do estágio da doença e de cada paciente (caso a caso). As pesquisas nesta área são contínuas e constantes e cada vez mais próximas do controle da enfermidade.

Planejamento Terapêutico Feito o diagnóstico e estabelecida as articulações comprometidas, temos que elaborar o plano de tratamento, que vai depender da situação de cada paciente.

Drogas que combatem a dor e a inflamação Temos os analgésicos e anti-inflamatórios. O objetivo principal destas drogas é combater a dor e a inflamação. Temos várias classes de analgésicos e anti-inflamatórios. O uso do mesmos em longo prazo deve ser acompanhado do monitoramento das funções hepática e renal, entre outros itens. A indicação por parte dos médicos é fundamental.

Entendimento da Doença A primeira informação que o paciente acometido da Osteoartrite tem que ter, é o conhecimento do diagnóstico e o grau da enfermidade, bem como o prognóstico. Lembrando que cada caso é um caso e, de acordo com o grau da doença, o seu médico vai elaborar o tratamento. Médico, paciente e família devem compartilhar a evolução da enfermidade, cabendo ao médico uma orientação geral sobre a doença, os diferentes tipos de tratamento e o prognóstico.

Mais Informações

94

Tipos de Tratamento Basicamente dividimos em várias etapas: • Primeira Etapa: (O Estilo de Vida), onde a alimentação saudável, atividade física e o controle emocional ganham importância. estresse, Tensão emocional, Sedentarismo e Excesso de Peso devem ser levados em conta; • Segunda Etapa: (Tratamento Medicamentoso) em relação aos medicamentos, temos duas classes: os que interferem na evolução da doença (Drogas que modificam o curso da doença) e os que atuam na dor e na inflamação.

Revista Saúde | Julho . 2018 | rsaude.com.br

Temos: 1. Sulfato de Glicosamina associada ao Condroitina Sulfato; 2. O colágeno hidrolisado com vitaminas e minerais; 3. A Diacereína; 4. Extrato de óleo insaponificável de Abacate e Soja; 5. Drogas intra-articulares a base de Ácido Hialurônico (é um suplemento substituto temporário do líquido sinovial); 6. Outras drogas mais recentes vêm sendo pesquisadas.

Terceira Etapa: (Tratamento Cirúrgico) pode ser necessário em casos mais avançados, quando a destruição da cartilagem compromete o movimento da articulação ou a dor é muito limitante. As próteses de Quadril e Joelhos são amplamente utilizadas nos dias de hoje, com excelentes resultados. Recentemente, no Brasil, outras articulações já recebem prótese. Quarta Etapa: (Fisioterapia e Reabilitação) de acordo com cada caso. Àguas Termais, hidroterapia e exercícios em academia podem ser úteis em muitos casos. Recomendação Final O importante para todos os pacientes é o alívio dos sintomas e a melhora da mobilidade, através da ajuda dos profissionais da saúde: médico, fisioterapeuta, acupunturista, nutricionista, entre outros.


Fome Emocional e fome Fisiológica: aprenda a diferenciar VICTÓRIA MOREIRA

Já lhe aconteceu sentir um desejo incontrolável por algo extremamente doce ou salgado?

CRN: 45987 NUTRICIONISTA • Extensão em Comportamento Alimentar; • Pós-Graduada em Nutrição e Suplementação Esportiva pela Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp); • Pós-Graduada em Saúde Nutricional pelo Ganep de São Paulo; • Graduada em Nutrição pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (Puccamp).

Mesmo sabendo que acabou de comer há pouco tempo? E a ficar impaciente, com mau humor enquanto não prova aquilo que tanto deseja? Posso lhe dizer, então, que está perante sinais característicos de fome emocional, normalmente acompanhados por peso na consciência após a ingestão. Como identificar a fome física ou fisiológica? A fome física surge de forma gradual e mostra sinais de forma constante e com aumentos progressivos de intensidade, por exemplo, as sensações que o estômago está “vazio”. Com o passar do tempo, se não nos alimentarmos, podemos sentir uma fraqueza ou até dor de cabeça, tonturas e irritação. A fome física nos incentiva a alimentarmos assim que possível, mas não nos obriga a comer de imediato.

@nutrivicmoreira Clínica Evoluare

14 3243-0725

Rua Machado de Assis 8-31 - Bauru-SP Moreira Odontologia

18 3642-3468

Rua Anhanguera 116 - Birigui-SP

96

Como identificar a fome emocional? Normalmente, a fome emocional surge subitamente, isto é, em um momento não está pensando em alimentos, no minuto seguinte está com uma fome voraz. A fome aparece nos momentos em que achamos que precisamos nos recompensar com comida por algo que abalou o nosso estado emocional. Exemplos: um dia muito cansativo no trabalho, excesso de trânsito, brigas com alguém querido, desânimo em alguma etapa da vida, ansiedade. O problema é que a maioria das combinações são feitas

Revista Saúde | Julho . 2018 | rsaude.com.br

com açúcares e gorduras e isso faz com que as pessoas tenham uma relação errada com a comida. A angústia não irá embora, consumindo uma barra de chocolate, pode trazer uma euforia momentânea, porém seria mais adequado curar estes sentimentos procurando a origem deles e deixar para comer um chocolate com maior concentração de cacau em um momento feliz. Como reverter um processo onde a pessoa come somente por fome emocional? O primeiro passo é a pessoa saber identificar o que está sentindo, depois é importante procurar ajuda de um nutricionista junto a um psicólogo para começar a reverter esse processo. É necessário refazer o trajeto e mudar alguns conceitos aprendidos sobre diversas situações da vida, fazendo assim uma nova história de sucesso. “Eu sou a favor de uma relação mais tranquila com a comida, focando nos principais objetivos, é assim que eu acredito que deve ser a alimentação, nem cheia de restrições e nem completamente solta, no modo tudo ou nada há sempre a chance de descontrole. No entanto, a motivação é o fator primordial para adesão às mudanças no estilo de vida. Dando continuidade com paciência e equilíbrio, você pode muito mais do que imagina”, conclui a Nutricionista.


Siga: @drogavet

MEDICAMENTO VETERINÁRIO PETSONALIZADO A forma farmacêutica ideal aliado aos sabores favoritos dos animais, conheça o Manipulado DrogaVET®:

AUTORIDADE EM SAÚDE ANIMAL A DrogaVET, maior rede de farmácias de Manipulação Veterinária do Brasil, investe no cuidado da saúde e do bemestar animal com produtos e serviços desenvolvidos com carinho e inovação, para proporcionar a dose certa de saúde para cada pet. O compromisso e o rigor no preparo, presentes em cada Manipulado DrogaVET® geram maior aceitação pelos animais e maior eficácia dos tratamentos.

BAURU, SP 14 14

3243.2007 9 9863.6456

R. Gustavo Maciel, quadra 29-08, Jardim Estoril bauru@drogavet.com

drogavet.com.br


ETHIENE JOSÉ LOURENZO CRP- 06/121356 PSICÓLOGA CLÍNICA • Psicóloga Clínica na Associação de Diabetes Juvenil de Birigui; • Graduada pela Universidade Paulista de Araçatuba - (UNIP); • Referências Sociedade Brasileira de Diabetes.

18 3642-1929 18 3642-7207 /adj.birigui www.adjbirigui.org.br ADJ - Associação de Diabetes Juvenil da Região Noroeste Paulista Birigui-SP Rua João Galo, 1091 Centro - Birigui/SP

98

O Diabetes é uma síndrome metabólica de origem múltipla, decorrente da falta de insulina e/ou da incapacidade de exercer adequadamente os seus efeitos, o que ocasiona uma hiperglicemia (aumento de açúcar no sangue).

Os principais sintomas do diabetes costumam ser: sede constante, urina em excesso, fome frequente, perda de peso, fraqueza e alteração visual, podendo se manifestar em qualquer idade. A adesão ao tratamento do diabetes engloba muitos comportamentos diferentes, a dificuldade de aceitação e a implicação da não aderência ao tratamento, que contribuem para pior controle metabólico e possível desenvolvimento de complicações, com aumento de morbidade e mortalidade e piora na qualidade de vida do paciente. Assim que o paciente recebe o diagnóstico de diabetes, frequentemente se altera seu estilo de vida e, com o tempo, algumas dificuldades podem ser apresentadas pelo próprio paciente e seus familiares. O modo como cada indivíduo enfrenta a doença está relacionado à falta de apoio dentro da família, a exclusão no contexto social, suas crenças e valores. Criando um ciclo vicioso, a qual, por sua vez, torna-se uma fonte adicional de conflitos que somada à crescente negatividade dos familiares e pacientes leva a piorar a sua adesão e aceitação ao tratamento. É importante

Revista Saúde | Julho . 2018 | rsaude.com.br

saber que o bom controle do diabetes não depende exclusivamente da adesão ao tratamento, e sim, eventualmente, de automonitorização com frequência. Receber o diagnóstico de diabetes acarreta muitas vezes em um choque emocional para a pessoa, que não está preparada para conviver com as limitações decorrentes da condição crônica. Nesse conflito, existem ganhos e perdas, sentimentos ambíguos, gerando muita instabilidade emocional. Mudança de hábitos exigem motivação, planejamento e disciplina, uma rotina que, às vezes, fica difícil de ser cumprida e incorporada à vida diária pelo paciente com diabetes. O papel da psicologia consiste em intermediar a relação médico-paciente, facilitando esse diálogo. E, por ter uma escuta diferenciada, o psicólogo é capaz de intervir, de estreitar o vínculo entre o médico e seu paciente, criando condições para que o paciente se sinta acolhido e mais motivado em seu tratamento. Aumentando o repertório de habilidades sociais, ensinando estratégias de enfrentamento do estresse, melhora a comunicação familiar e sua qualidade de vida.

Imagem meramente ilustrativa, não significando em hipótese alguma promessa de resultados. Extraída de depositphotos.com

Lidando com o Diabetes – Aspectos Psicológicos


CRECI: 10.840PJ

IMÓVEL RURAL É NA MORAES

Agrobusiness

✔Fazenda

✔Haras

Atuando no mercado Imobiliário há 30 anos.

✔����

✔Chácara

Fazendas à Venda

Garça.......113 alq c/Café Borebi....240 alq c/Eucal

Lucianópolis........689 ha

Pira�nin�a.......617 ha Cabralia.............774 ha Lupércio............655 ha

Promissão.........1.210 ha

Lins......................968 ha Pirajuí..............1.016 ha

�uar�na..320 alq c/Pasto

Tibiriça..290 alq c/Pasto MS..........260 alq c/Pasto Marília..580 alq c/Pasto Pres Alves......1.101 ha

99772-3030 (14) 3321-7000


#curtas |

Revista Saúde Julho . 2018 Araçatuba e Bauru/SP

ESHRE ‘S 34TH ANNUAL MEETING Dra. Luciana Toquetão participa do ESHRE ‘S 34th annual meeting realizado no Centre de Convencions Internacional de Barcelona (CCIB) na Espanha, um dos mais importantes congressos científicos da Sociedade Européia de Reprodução Humana.

OS DESAFIOS DE UM NOVO BRASIL Sr. João Cruz, Dr. Antonio Fontanelli, Anderson Hernandes, Prof. Christian Lohbauer (Pré-Candidato a Vice Presidente do Brasil), Dr. Fabrício Teno, Eduardo Novaes (Pré-Candidato à Deputado Federal), Guilherme Coelho e Ricardo Faganello.

TRANSLADO STORE A empresária Sandra Silva em coquetel da @transladostore

CONGRESSO INTERNACIONAL DE MINDFULNESS Recém chegada do Congresso Internacional de Mindfulness na Espanha, onde vivenciou grandes reflexões e indagações sobre Mindfulness (técnica que é praticante e profissional apaixonada), Vanessa Braga teve um “delicioso encontro” com Jon Kabat Zin, o qual relata ter sido “uma experiência única e um sonho realizado!”

#estounocurtasdasaúde 102

Revista Saúde | Julho . 2018 | rsaude.com.br


#social |

Revista Saúde Julho . 2018 Araçatuba e Bauru/SP

02

01

03

04

06

05

07

08

COLÉGIO GERAÇÃO RAÍZES No dia 23/06, o Colégio Geração Raízes realizou sua tradicional Festa Junina. #arraiá #festajunina. 01- Ana Regina, Tiago e Vanessa. 02- Maria Teresa, Paula, Isabela. 03- Luca, Fábio e Cláudio. 04- Antônio, Francisco, Daniel e Pedro. 05- Luisa, Nicole e Catarina. 06- Tomás e Catarina. 07- Maria Teresa, Isabela e Igor. 08- Léo Rómulo. 104

Revista Saúde | Julho . 2018 | rsaude.com.br


#social |

Revista Saúde Julho . 2018 Araçatuba e Bauru/SP

01

03

02

04

06

08

05

07

09

10

ANFITRIÃ A empresária Priscila Marques (@anfitriã), que faz decoração de Festas Especiais em todo o Brasil. Fotos 01 a 04: Aniversário de 1 ano e batizado no Rio, com a mamãe Flávia e a madrinha Giovanna Antonelli. Fotos 05 e 06: Festa de aniversário em Campo Grande MS. Fotos 07 e 08: Festa de aniversário em Araçatuba-SP. Foto 09: Anfitriã decorando mesa em sua casa. Foto 10: Aniversário de 15 anos em Rio Preto. 106

Revista Saúde | Julho . 2018 | rsaude.com.br


#social |

Revista Saúde Julho . 2018 Araçatuba e Bauru/SP

CLÍNICA SUGUITA, RECÉM INAUGURADA No mês de Junho, o Dr. Fernando Suguita, sua esposa Elisangela Suguita e seu filhos Fernando Jyo Suguita e Letícia Jolie Suguita, apresentaram aos familiares e amigos, a estrutura da Clínica Suguita, recém inaugurada.

108

Revista Saúde | Julho . 2018 | rsaude.com.br


Revista Saúde Julho . 2018 Araçatuba e Bauru/SP

| #social

CLÍNICA SUGUITA, RECÉM INAUGURADA

rsaude.com.br | Julho . 2018 | Revista Saúde

109


Profile for Revista Saúde

Revista Saúde Bauru - Edição 12 - 07/2018  

Revista Saúde Bauru - Edição 12 - 07/2018