Page 1

t ®

OUTUBRO 2009

RESERVE AGORA!

CANADÁ, Toronto Descobrimos para si uma cidade com a energia muito especial…

COCKTAIL BAR, animação no Comporta Café

Pág. 62

t ®

N.º 72 ★ OUTUBRO 2009

Já experimentou O NOVO SPA B&G NO TRÓIA DESIGN HOTEL?

VOUCHERS BLUE V I VA T O D O S O S D I A S U M M O M E N T O B L U E Reserve o Hotel Lusitano e a Herdade da Malhadinha Nova com descontos até 20%; faça uma massagem única a menos 25% e marque já um baptismo de mergulho em Sesimbra

MENSAL €3,95 PORTUGAL-CONTINENTE OUTUBRO 2009 N.º 72

Pág. 44


Document1

10/14/09

10:17 AM

Page 1

qlink

www.calvinklein.com


OUTUBRO 2009 WWW.REVISTABLUETRAVEL.BLOGSPOT.COM

12 PACÍFICO SUL | SAMOA D I A S PA C Í F I C O S Nuno Miranda traz-nos o relato de umas férias nas ilhas Samoa, entre o surf nas ondas perfeitas, dias de dolce far niente em praias paradisíacas, a simpatia de um povo de vida simples, uma vegetação luxuriante e muitas surpresas, num destino bem preservado e longe dos roteiros turísticos habituais. Momentos blue que este brand manager quis partilhar com os leitores e que o vai inspirar na sua próxima viagem.

44 TRÓIA | TRÓIA DESIGN HOTEL RENTRÉE NA PENINSULA Prolongue o espírito de Verão e faça uma escapadela de três dias em Tróia. A vinte minutos de barco de Setúbal, com um microclima favorável durante o ano inteiro, é uma óptima sugestão para descansar no Tróia Design Hotel, o novo projecto da Blue&Green, e explorar toda a beleza natural de uma das zonas mais bem preservadas do país. Desde as caminhadas pelo areal deserto, que se estende ao longo de 60km até Sines, aos passeios de barco para ver a única colónia de golfinhos residente na Península Ibérica, às aulas de kite surf, aos percursos de bicicleta na ciclovia e safaris de jipe nos arrozais da Comporta para observação de aves, descubra o lado mais selvagem desta península, onde o oceano Atlântico e o rio Sado se fundem...

TORONTO

62 CANADÁ | TORONTO E N ERG IA U RBANA Um país como o Canadá, cem vezes maior que Portugal, não se esgota numa só viagem. Nós optámos pelo charme e a movida das cidades da costa leste, e mesmo aqui a riqueza é tanta que decidimos trazer-lhe duas reportagens diferentes. Primeiro Toronto, a maior cidade canadiana junto às margens do lago Ontário; e na próxima edição Québec City, Património Mundial, com uma passagem pelo Parque Nacional La Jacques-Cartier, e Montréal, onde os portugueses marcam presença forte. Uma grande viagem blue ao encontro de um povo hospitaleiro, óptima gastronomia e paisagens deslumbrantes.

87 VOUCHERS BLUE DAY O Hotel Lusitano, na Golegã, a Herdade da Malhadinha, perto de Beja, as experiências da Odisseias e o CitySpa. A não perder, os descontos irresistíveis em estadias, momentos especiais e bem-estar, para viver o melhor de cada dia, todos os dias.


PURA DESCONTRACÇÃO Uma oportunidade de conhecer a requalificação da península a sul de Setúbal, onde o bom tempo promete prolongar o espírito de Verão, com estadia marcada no Tróia Design Hotel

Outubro 2009

N.O 72

08 A BLUE ESTEVE LÁ 10 CORREIO AZUL

L I V I N G 23 Room Service online; 8 retiros com atitude zen;

o Agua Spa em Londres; Central Park com as estrelas; escapadela em Alcobaça; dormir por menos de €100.

D E S I G N 31 O hotel Michelberger em Berlim; cinco hotéis M Ê S

N A

B L U E

T R A V E L

}

A

G O U R M E T 37 A nova Tasca da Esquina; o restaurante Feitoria, nas margens do Tejo; jantar no AdLib; chef em casa; a moda das pizzas artesanais; aulas de cozinha em Paris com insiders. 86 GUIA – TORONTO

t ®

OUTUBRO 2009

RESERVE AGORA!

CANADÁ, Toronto Descobrimos para si uma cidade com a energia muito especial… Pág. 62

t ®

N.º 72 ★ OUTUBRO 2009

Já experimentou

O NOVO SPA B&G NO TRÓIA DESIGN HOTEL? Pág. 44

R E D A C Ç Ã O VOUCHERS BLUE V I VA T O D O S O S D I A S U M M O M E N T O B L U E Reserve o Hotel Lusitano e a Herdade da Malhadinha Nova com descontos até 20%; faça uma massagem única a menos 25% e marque já um baptismo de mergulho em Sesimbra

MENSAL €3,95 PORTUGAL-CONTINENTE OUTUBRO 2009 N.º 72

E S T E

De regresso às nossas rotinas, trazemos-lhe retiros de ioga e meditação por este Portugal fora, para quem precisa de recarregar baterias de vez em quando, uma escapadela às portas de Lisboa, novas lojas para uma tarde de shopping ou a cozinha de Vítor Sobral para um almoço descontraído durante a semana, entre outras propostas irrecusáveis para aproveitar o melhor da vida. E já a pensar no Verão de São Martinho, demos um salto ao novo Blue&Green Tróia Design Hotel, onde os golfinhos, os passeios na Reserva Natural do Estuário do Sado, os almoços prolongados entre amigos e as caminhadas na praia prometem dias bem preenchidos. Do outro lado do oceano Toronto revela-se um destino surpreendente. Porta de entrada no Canadá, a cidade merece bem ser explorada com calma. Três dias bastam para lhe percorrer os bairros e entrar no dia-a-dia dos habitantes locais, entre as compras, jantares animados, dois museus a não perder e a subida à CN Tower, a quase 350m de altura, antes de partir à descoberta deste país imenso. Uma sugestão para as suas próximas férias grandes, que se completa na nossa próxima edição. Até lá, a equipa blue deseja-lhe boas viagens e ainda melhores leituras!

COCKTAIL BAR, animação no Comporta Café

{

com cor; novas lojas a não perder; três sugestões para a rentrée.

FOTOS: RICARDO POLÓNIO E MARCOS SOBRAL

6

B L U E

T R A V E L


Document1

10/14/09

12:27 PM

Page 1

qlink

www.vinhosdoalentejo.pt


A BLUE ESTEVE LÁ U

M A

F O R

M A

B L U E

T

R

Estivemos lá!” E

do espírito blue em tudo aquilo que lhe contamos.

I F E R E N

sentir na pele e na alma o prazer intenso da viagem. Depois, vem a partilha e a concretização

D

“Viver cada destino intensamente, ir além do óbvio, absorver como esponjas cada instante,

D

E

V I A J A

TRÓIA

TORONTO

TORONTO

PATRÍCIA CABRAL

MARCOS SOBRAL

ROSÁRIO SÁ COUTINHO

A península de Tróia ganhou um novo ímpeto com as obras de requalificação da Sonae Turismo, que começaram há alguns anos e ainda não estão concluídas, mas deixam vislumbrar um projecto de construção bem integrado na natureza. Para trás ficaram as torres da Torralta, que marcaram uma época mas que deixaram muito a desejar em termos paisagísticos e arquitectónicos. Actualmente o Tróia Resort, que abrange o Tróia Mar, Tróia Rio e os novos blocos de apartamentos com preocupações ambientais e arquitectónicas, reúne todas as condições para atrair as famílias a esta zona. Amplos espaços verdes, praias de bandeira azul, uma ciclovia que se estende praticamente ao longo de 10km e um clube de golfe são motivos mais que suficientes para uma escapadela aqui perto. Reserve um dos estúdios do recém-inaugurado Tróia Design Hotel e aproveite os dias de sol do Outono para passeios de barco pelo estuário do Sado, caminhadas na serra da Arrábida e safaris de jipe nos arrozais da Comporta.

Cheguei a Toronto! Cidade de dualidades. Cosmopolita embora simples, civilizada embora divertida, frenética embora acolhedora. Um daqueles sítios onde não nos importaríamos de viver, cheia de lugares trendy, cafés fashion e mulheres lindas! Uma cidade onde se vai de bicicleta... para a discoteca (!). E desde o mais executivo, até ao senhor do lixo que me levou ao melhor lugar escondido para fotografar a melhor vista da cidade (um exclusivo da blue!) as pessoas são realmente acolhedoras! Já para não falar num dos melhores bacalhaus que comi na minha vida num restaurante... japonês! Cidade louca, embora com sentido !

Aquela subida à CN Tower, num elevador transparente à velocidade estonteante de 22km por hora, quase me dava a volta ao estômago. Não querendo dar parte de fraca, tentei fundir-me com a parede de trás, cerrei os dentes e esperei a aterragem daquilo que me pareceu uma autêntica viagem à Lua, até aos 350m de altura 58 segundos depois! Mas foi, seguramente, uma experiência a não perder, embora me recusasse terminantemente a ficar de pé no pavimento envidraçado, de onde os carros lá em baixo na rua parecem formigas. Adorei Toronto. Para lá do Financial District, onde os arranha-céus parecem tocar as nuvens, descobre-se uma cidade intimista, os bairros de casas de tijolo e jardins bem arranjados, gente simpática e bem educada, e uma total segurança que nos permite gozar o melhor da cidade a qualquer hora. Por mim tinha lá ficado mais alguns dias!

TOME NOTA 8

B L U E

T R A V E L

MAIS FÁCIL. Siga a nossa classificação dos hotéis por onde andamos. Distinguimo-los pelo preço, pois o conforto e o espírito blue estão sempre garantidos!

q

DUPLO ATÉ €80

qq

DUPLO ENTRE €80 E €200

qqq

DUPLO A PARTIR DE €200


Document1

10/14/09

10:41 AM

Page 1

qlink

www.europcar.pt


CORREIO AZUL

E S C R E VA - N O S ! PARTILHE CONNOSCO E COM OS NOSSOS LEITORES AS SUAS EXPERIÊNCIAS DE VIAGEM. UM PASSEIO, UM HOTEL, UM BOM RESTAURANTE QUE DESCOBRIU OU O QUE MAIS DESPERTAR A VONTADE DE ESCREVER. POR CARTA OU MAIL, DÊ A CONHECER OS SEUS LUGARES E MOMENTOS PREFERIDOS... PARA A NOSSA MORADA: REVISTA BLUE TRAVEL, RUA VERA LAGOA, N.º 12, 1649 - 012 LISBOA OU PARA O E-MAIL: RCOUTINHO@BLUE.COM.PT

Não posso deixar de vos escrever, após ler a vossa reportagem sobre a Herdade do Sobroso (blue Travel n.º 70). Faço-o por duas razões: porque apesar de lá ter estado muito recentemente sinto já nostalgia ao ler as vossas descrições e principalmente porque, tratando-se de uma das inúmeras ofertas que abundam no nosso país em matéria de turismo rural, a experiência que nos proporciona é digna de nota, ao contrário do que acontece em muitos outros casos em que a experiência é vulgar ou mesmo negativa. Apesar de ser um destino aqui mesmo ao lado, aparentemente não tão excitante como muitos outros de que poderia falar, é precisamente o facto de ter um pequeno pedaço de paraíso à mão de semear que o torna tão especial! Penso que não posso acrescentar muito ao que já escreveram, a não ser confirmar que o espaço é acolhedor, exótico e cuidado e que nos sentimos em casa do primeiro ao último minuto. Ora, tal não seria possível sem o bom gosto de quem criou aquele espaço, mas acima de tudo é o carinho e dedicação do conjunto de pessoas que lá está diariamente, da Sofia à D. Josefa, que torna aquele local tão especial! São os pormenores que fazem toda a diferença e ali, já sei, vou voltar sempre... Despeço-me com a nota de que vale a pena ir até lá nem que seja só para almoçar ou jantar, pois não se pode viver sem conhecer as iguarias preparadas pela D. Josefa! Parabéns pelo vosso trabalho.

VIETNAME E CAMBOJA “Acabo de regressar de um périplo pelo Camboja e Vietname, inspirado numa dessas vossas reportagens (...) Obrigada, blue, pelos bons momentos que vivi por tua sugestão.” Sou uma fidelíssima leitora e coleccionadora das vossas revistas. Acabo de regressar de um périplo pelo Camboja e Vietname, inspirado nas vossas reportagens. Adorei o que vi! O Camboja e os seus templos são uma experiência inesquecível e fazem mesmo parte das "unforgettable places to see before you die"! Angkor tem uma magia especial e não é só Angkor Wat! O Bayon e o Ta Prhom são absolutamente mágicos e de uma riqueza cultural que chega a ser comovente, templos milenares inseridos num ambiente de selva tropical que parece querer envolvê-los no esquecimento, para os preservar das hordas que cada vez mais aí acorrem! Foi por aí que comecei a minha viagem que me levou a Ho Chi Minh City e ao delta do Mekong, a Hanói, a Halong Bay, Hue, Danag e Hoi An. O Vietname já não é o país do meu imaginário; as incongruências da "ideologia" chinesa, que os vietnamitas adoptaram, estão a descaracterizar este país tão belo. A globalização tem estes efeitos perversos! Passear na "velha" rua Catinat em HCMC faz-nos sentir numa rua sofisticada de uma qualquer cidade europeia! Mas as marcas do seu povo fazem-se sentir noutros bairros e noutros contextos. A forte marca civilizacional que esperava encontrar está diluída nestas cidades em que encontramos as Prada e Chanel deste mundo! Mas mesmo assim vale a pena! O povo é de uma gentileza e simpatia inexcedíveis e sentimo-nos como intrusos bem-vindos! E uma última palavra para os magníficos hotéis que encontrei – La Residence d'Angkor em Siem Reap, Park Wyatt em HCMC, Metropole em Hanói, La Residence em Hue, todos lindos de morrer, muito blue e com um serviço impecável! E para descansar das fadigas, nada como uma semana no absolutamente fabuloso The Nam Hai, perto de Hoi An! Tenho de confessar que são quase todos sugestões blue! Obrigada blue pelos bons momentos que vivi por tua sugestão. Espero voltar a usufruir de tais prazeres noutros destinos, com as tuas recomendações! Como aconteceu desta e doutras vezes! ODETE PATRÍCIO, VIA E-MAIL

CAMBOJA

H

1

Lagos H Templos H Monumentos

Arquitectura francesa H Lojas de decoração

HALONG BAY

Património Mundial pela UNESCO Ilhas rochosas H Grutas H Águas H azul-turquesa H Passeios de barco H

De Hanoi a Angkor

2

Entre os filhos do deus menor Vir ao Camboja é tocar a vertigem da história, a vida no seu extremo, é descer a um país que o mundo

1 6 DI AS PE L O

esqueceu e que a sorte sempre ignorou. De Phnom Penh a Angkor, num contraste com o “glamour” de outros tempos, grandezas e misérias numa encruzilhada fascinante.

O JA VI E T NA M E E CA MB

E

scolher uma via mais tradicional para entrar no Camboja, foi a ideia que nos ocorreu em Chau Doc, a última cidade vietnamita perto da fronteira. No Hotel Victoria e a troco de alguns dólares foi fácil encontrar um barco que nos levasse até Phnom Penh, a quatro horas dali. A partir do delta, o percurso é feito pelo do rio Mekong, que atravessa todo o Camboja. O barco, com capacidade para umas dez pessoas, partiu de manhã cedo para fazer a primeira paragem pouco depois, no check point fronteiriço de saída do Vietname. As formalidades tornaram-se mais complicadas quando o barco voltou a encostar à margem, agora na fronteira de entrada do Camboja. Sempre com cara de quem dormiu mal, os militares do posto demoram a verificar os passaportes e não perdoam a mais ínfima rasura. É em sítios como este, e supondo que são poucos os viajantes fluentes em cambojano, que um guia é muito útil. É que, caso haja problemas com a documentação, podem perder-se horas a fio tentar perceber qual é a questão.

6

ANGKOR A antiga capital do império Khmer H Angkor Thom H Angkor Wat H A cidade de Siem Reap

Primeiro Hanói, depois Saigão, o delta do Mekong e uma incursão pelo Camboja que tocou Phnom Penh e terminou nas ruínas de Angkor. Passo a passo, os instantes de 16 dias de viagem pelo Vietname e Camboja, pela história que já lá vai e pela vida real… H

PHNOM PENH A cidade esquecida Monumentos H arte khmer H Herança Pol Pot H Edifícios Art Deco

5

POR TIAGO SILVEIRA MACHADO & FOTOS DE YVES CALLEWAERT

T R A V E L

De regresso ao barco, no sentido contrário ao da corrente, começámos a percorrer a monótona paisagem em direcção a Phnom Penh. Largo, na distância entre margens, o Mekong corria castanho e tranquilo como sempre o vimos. Zona onde ocorreram intensas escaramuças militares, os primeiros quilómetros quase não deixam ver vivalma. Esporadicamente, do alto de um carro de bois, lá se vislumbrava um aceno, um ponto de vida no meio de um campo de arroz. Vazio, silencioso, rústico, repetidamente verde e de uma beleza desoladora, o cenário mantém-se assim até às portas de Phnom Penh. Mais do que um simples trajecto, esta primeira incursão no Camboja acabou por revelar-se uma viagem no tempo, um regresso ao passado ou o cartão-de-visita de um país medievo, rudimentar…

3 SAIGÃO A modernidade e as tradições numa só cidade H Mercados H Monumentos H Arquitectura de tradição francesa H Restaurantes H Bares H Lojas de decoração

4 H

DELTA DO MEKONG Um quinto do tamanho do país Hotéis coloniais H Mercado flutuante de Cai Be e Cai Rang H Templos

NOTA: POR UMA QUESTÃO DE ESPAÇO, A BLUE TRAVEL PODERÁ PUBLICAR APENAS EXCERTOS DAS CARTAS E E-MAILS QUE NOS SÃO DIRIGIDOS.

B L U E

Camboja

2

PATRÍCIA MASCARENHAS, VIA E-MAIL

10

2

De Hanoi a Angkor

HANÓI A misteriosa capital do Vietname H

ILUSTRAÇÃO MONICA CATALÁ

HERDADE DO SOBROSO “(…) vale a pena ir até lá nem que seja só para almoçar ou jantar, pois não se pode viver sem conhecer as iguarias da D. Josefa!”

>>>

MENINOS DO RIO UMA VIAGEM EM SEIS ETAPAS

Passeiam-se às centenas na Sisowath Quay, a avenida marginal de Phnom Penh. Muitos estão abandonados e vivem em comunidade. Despreocupados, como se não houvesse amanhã, adoram brincar com quem chega. Sem dúvida, um dos momentos que mais no tocou

Para apoio a esta reportagem mostramos-lhe aqui o nosso percurso durante 16 dias. A preto, os trajectos de carro, a pé e de barco. A encarnado, a ligação de avião entre Hanói e Saigão 122

B L U E

T R A V E L


Document1

10/14/09

10:45 AM

Page 1

qlink

www.kaffa.pt


V I A J A N T E S

B L U E

SAMOA DIAS PACÍFICOS Nuno Miranda tem 32 anos e é formado em Economia. Após breves experiências a trabalhar em consultoria e área comercial, descobriu que o marketing tinha mais que ver com ele. Hoje é brand manager numa empresa portuguesa que acaba de o transferir para o Brasil. O que mais gosta de fazer na vida é viajar. Ainda bastante novo esteve em Londres, Nova Iorque, Rio de Janeiro e na Venezuela. Quando começou a trabalhar passou a investir a poupança em viagens e, na companhia da namorada, Rita, tem escolhido destinos mais afastados, muito pelo fascínio do surf e pelos locais “ainda por descobrir”. Pacific Highway, nos EUA, Costa Rica, Panamá, Nicarágua, Havai, Filipinas, ilhas Mentawai (Indonésia)... e, deste Verão, traz-nos o relato da viagem a Samoa.

POR

Nuno Miranda

TEM ESPÍRITO BLUE? Procura sempre uma forma inteligente de viajar? Escolhe os hotéis que contribuem para o bem-estar das populações locais e para preservar o ambiente? Viveu momentos únicos que mudaram a sua vida? Partilhe connosco e sinta-se parte da equipa blue. Escreva-nos para avaliarmos a sua experiência para viajantesblue@blue.com.pt ou para Revista BLUE TRAVEL/viajantes blue, Rua Vera Lagoa, n.º 12, 1649 – 012 Lisboa.

12

B L U E

T R A V E L

Tudo começou com a habitual pergunta que surge sempre depois de regressarmos de férias: “Onde é que vamos na nossa próxima viagem?!” Desta vez, decidimos fazer uma viagem um pouco diferente do habitual: uma viagem mais longa, daquelas que dá a sensação que não temos apenas 22 dias úteis de férias por ano, daquelas que dá para esquecer como passamos normalmente a maioria dos nossos dias. Como tínhamos acumulado alguns dias de férias do ano passado, achámos que esta seria a oportunidade para conhecer o outro lado do globo, literalmente. Há muitos anos que queríamos viajar para as ilhas do Pacífico Sul. Nomes como Tahiti ou Fiji Islands têm uma espécie de magia que nos põe a sonhar imediatamente com cenários paradisíacos que nos fazem suspirar. Acho que o Pacífico Sul deve fazer parte do imaginário de qualquer pessoa, mesmo que não seja um viajante apaixonado.

RUMO AO PACÍFICO SUL. Depois de alguma pesquisa, acabámos por escolher três conjuntos de ilhas que pareciam ser uma boa combinação entre o menos e o mais explorado: Tonga, Samoa e Fiji. Com a pesquisa, ficámos com a ideia de que Fiji seria talvez o destino menos interessante, por já estar muito “batido”, mas se estava mesmo ali ao lado, não podíamos deixar de ir! Acho que para esta escolha também não é indiferente o facto de, desde criança, guardar na minha memória uma imagem do meu pai com calças à boca de sino, umas socas e uma T-shirt branca com uma palmeira desenhada que dizia por baixo: “Fiji Islands”.


BOAS SURPRESAS Samoa surpreende pelas boas ofertas turísticas, numa ilha ainda muito virgem e bem preservada. O Coconuts Beach Resort (www.coconutsbeachclubsamoa.com), na costa sul de Upolu, a ilha mais desenvolvida de Samoa, nasceu de um sonho do casal Rose, advogados americanos que trocaram uma vida de sucesso em Beverly Hills por esta ilha paradisíaca. Mesmo os quartos mais baratos (as Coco Suites), são enormes, com uma sala de estar e duas casas de banho. Delicie-se com a cozinha gourmet de Mika


VIAJANTES BLUE

|

SAMOA

FAZER AMIGOS DENTRO DE ÁGUA Um dia de surf. Condições perfeitas: sem vento, meia maré a encher, mar glass, ondas tubulares e... apenas eu, a Rita e um grupo de três australianos dentro de água. Apanhámos ondas à vez, respeitando sempre a ordem, e, depois de cada onda, vínhamos com um sorriso enorme, como se tivesse sido a melhor onda das nossas vidas (o que em muitos casos era verdade). No fim alguém perguntava: “Então, a onda foi boa?” E a resposta era sempre: “Sim, excelente!” Foi um dia inesquecível, em que fizemos amigos para a vida.

Samoa acabou por ser o país que mais nos surpreendeu e, por isso, o elegemos como o melhor da viagem. Desde o momento em que aterrámos e o avião abriu as portas, o cheiro da terra fez-nos adivinhar que aquele país tinha mais para oferecer do que esperávamos. E tinha mesmo. Depois das habituais confusões no aeroporto com transfers, transporte de bagagem e preços, lá seguimos para o resort. A viagem, relativamente curta (30 minutos), permitiu-nos ter uma primeira ideia da paisagem, que oferece mais do que um habitual destino tropical: além das inevitáveis palmeiras, que crescem por todo o lado, há um contraste marcante entre as montanhas acidentadas cheias de vegetação de um lado, e as praias idílicas de areia branca e mar azul-turquesa, do outro. As enormes cascatas de água que se encontram bem perto da estrada e que paramos para ver põem-nos a pensar que esta viagem já valeu as trinta horas de voos e de esperas...

MAS A MAIOR MARAVILHA DE SAMOA só a iríamos descobrir no decorrer dos dias seguintes: o seu povo, muito orgulhoso da sua cultura, que vive lado a lado com estas maravilhas da natureza. A cultura samoana reflecte-se em tudo, desde a arquitectura particular das casas até à maneira de ser das pessoas e de como tratam os estrangeiros, passando pela comida e os trajes que usam. Gente, cultura e natureza são os elementos que dão vida a estas ilhas únicas. O resort foi uma boa escolha: o Coconuts Beach Resort fica na parte sul da ilha mais desenvolvida de Samoa: Upolu. Os donos, o casal Rose, raramente são vistos por lá, pois andam em constantes viagens pelo mundo. Advogados americanos, exerciam a actividade com muito sucesso em Beverly Hills, mas decidiram mudar radicalmente de vida. Ficámos nos quartos mais baratos (as Coco Suites), sem vista directa para a praia, mas gigantes: uma sala com dois sofás de bambu de estilo oriental, onde dormíamos a sesta, duas casas de banho enormes e o quarto de dimensões pouco habituais em hotéis europeus. As refeições eram do mais gourmet possível para uma ilha tão virgem e longínqua.

AS PEQUENAS GUERREIRAS Fizeram questão de posar para a foto quando as encontrámos numa caminhada até a uma vila próxima do resort

B L U E

T R A V E L

15


Eram mesmo consideradas as melhores da região e motivo de visita de vários habitantes da ilha e turistas de outros resorts. Mika é o nome do responsável pelos pratos deliciosos do Coconuts Beach. Antigo dono de alguns restaurantes em Honolulu e amigo do casal Rose, ouviu uma conversa dos amigos sobre mudar para um sítio paradisíaco. Mika lançou o repto: “Digam-me quando vão e eu vou com vocês. Vão precisar de alguém para gerir o bar e a cozinha.” E assim foi.

AS TRADICIONAIS “FALES” São um símbolo de Samoa e encontram-se por toda a parte. Espelham bem a simplicidade e beleza desta ilha

SURF, PRAIA E O DOLCE FAR NIENTE. O dia-a-dia começava bem cedo para nós em Samoa: um havaiano de seu nome Nick tocava à porta do nosso quarto de manhã para irmos surfar as esquerdas inesquecíveis de Samoa. O trajecto de barco até às ondas era como navegar num aquário gigante onde se podiam ver imensas tartarugas de vários tamanhos e cores, tubarões, raias, peixes coloridos e o coral, perigosamente próximo do casco na maré mais vazia. Nick foi um dos primeiros estrangeiros a mudar-se para Samoa. Atraído pela perfeição e pouco crowd das ondas samoanas, mudou-se em 2003 e vive agora a transportar surfistas para as ondas. É certamente um dos melhores guias para surf e snorkelling, em Samoa. Depois da manhã intensa no mar e do esforço físico seguia-se o almoço do talentoso e experiente Mika. Era sempre uma escolha difícil de fazer entre um menu bastante variado e completo, sempre com pratos de deixar água na boca. O Chicken milanese é um must. À tarde, nada como experimentar os fabulosos smoothies, à sombra da palmeira e com vista para o mar, onde se podem observar bem de perto os pescadores a sair com as canoas tradicionais para apanhar o peixe do dia: sem dúvida um momento blue! MUITA SIMPATIA. Mas existem muitas outras hipóteses de ocupar os dias em Samoa: entre o snorkelling, banhos de sol, caminhadas pela praia, voltas de carro pela ilha, visitas a pé às vilas mais próximas e a inevitável visita à capital, Apia. O concierge Albert, um samoano supersimpático, chefe de família que, orgulhosamente, nos mostrou as suas tatuagens, tinha sempre óptimas sugestões de programas para fazer. As conversas com os guias samoanos eram sempre muito interessantes e sobre vários assuntos. O que mais retive dessas conversas foi a pureza e a genuinidade de quem vive a vida numa ilha em que a natureza tudo dá, bem distante das grandes cidades e do ritmo acelerado do dia-a-dia com os minutos todos contados. O lado humano de Samoa é realmente o que faz deste país um destino único e inesquecível. Na nossa memória ficaram marcados os frequentes encontros nas estradas com samoanos de porte físico intimidante e ar ameaçador, ainda mais se juntarmos a habitual catana afiada na mão. Mas, face a um sorriso nosso, devolvem-nos o sorriso mais aberto e amistoso do mundo, acompanhado de um ternurento: “Talofa!”

16

B L U E

T R A V E L


NATUREZA NO SEU MELHOR Mar com tonalidades incríveis de azul, árvores gigantes que pairam sobre a estrada, cascatas que se encontram no meio do caminho e as fales do resort Virgin Cove (www.virgincove.ws), numa das praias mais virgens e exclusivas de Samoa. A ilha de Upolu tem cerca de 70km de comprimento por 20km de largura, e uma elevação central a 950m de altitude de onde a vista tudo alcança


VIAJANTES BLUE

|

SAMOA

MOMENTO BLUE | UMA SURPRESA INESQUECÍVEL Fiz anos durante a viagem, mas não tinha nada planeado para a comemoração, estava previsto ser um dia igual aos outros. A minha namorada Rita planeou um jantar surpresa com o staff do hotel Coconuts Resort. Sem estar à espera, à hora habitual do jantar, fui levado para o topo de uma estrutura de madeira com uma vista privilegiada sobre o mar. É uma espécie de “miradouro” do resort, mas nunca lá tinham feito um jantar antes. Começámos a jantar ainda de dia e terminámos já com noite cerrada. Não faltou o tradicional bolo de aniversário com velas e o “happy birthday to you” cantado pelo staff do resort, mais o havaiano Nick e sua namorada que também sabiam da surpresa. Foi realmente um momento blue esta surpresa, num sítio inesperado com uma vista esplêndida, um pôr do Sol inesquecível e um jantar à luz das velas.

Outra recordação que levamos são as inúmeras crianças que andam pelas estradas, normalmente vestidas com o uniforme escolar, de cores diferentes conforme a escola, e pés descalços. É claro que a tradicional lava-lava é um traje obrigatório. É impressionante a juventude que a ilha transpira: ao contrário do Velho Continente, envelhecido, aqui, mais de metade da população é menor de 25 anos e isso sente-se claramente. A alegria e a vontade das crianças em ver os palagi (estrangeiros) é contagiante, adoram posar para a câmara e mais parecia que estavam a ver uma máquina fotográfica pela primeira vez... As casas típicas são totalmente abertas para permitir que o vento refresque o calor que se faz sentir o ano inteiro. Nestas fales têm também lugar as reuniões familiares, trabalha-se, dorme-se e vê-se quem passa. Normalmente, todas as casas integram jardins muito bem arranjados, repletos de vegetação e de plantas locais, sem lugar para luxos, mas com uma simplicidade elegante.

ENTRE NA ONDA! Aos sábados à noite têm lugar os tradicionais espectáculos de Fia Fia. Inclui normalmente um buffet de comida tradicional e show de entretenimento típico da região: um contraste incrível da suavidade e elegância da dança das mulheres com a força e a imponência da dança dos homens. Muito provavelmente também será chamado, como eu, para participar na dança... Para fechar a semana, o melhor programa é a visita à igreja no domingo. É um ritual sagrado entre o povo samoano e um convite obrigatório aos estrangeiros, que têm sempre lugar reservado nesta cerimónia religiosa de que os locais tanto se orgulham.

MOMENTOS MÁGICOS Mais um final de dia no Coconuts Beach Resort onde, por vezes, o céu cinzento e os raios que se vêm perto das montanhas contrastam com a calma que se sente junto ao mar

FICÁMOS TOTALMENTE RENDIDOS A ESTE PAÍS: em Samoa não há praias cheias de gente, a temperatura média do ar ronda os 30 graus centígrados o ano inteiro e a água está sempre nos 25 graus. A fruta é apanhada no momento e o peixe chega todos os dias pela mão dos pescadores locais, que vemos partir da praia nas suas canoas tradicionais. O povo é único pela sua simplicidade e pelo orgulho na sua cultura. E aqui, a vida move-se a um ritmo doce e lento... O mais difícil é mesmo voltar para casa... E B L U E

T R A V E L

19


imenso

SABER


Document2

9/7/09

2:27 PM

Page 1

qlink

www.sogrape.pt


Assinaturas blue

Todos os meses, receba sugestões e ideias

para partilhar com a família e amigos, em casa ou pelo País fora, propostas vindas dos quatro cantos do Mundo e as tendências do momento… sempre com o espírito blue

t ®

RESERVE AGORA!

OUTUBRO 2009

CANADÁ, Toronto Descobrimos para si uma cidade com a energia muito especial…

COCKTAIL BAR, animação no Comporta Café

Pág. 62

t ®

N.º 72 ★ OUTUBRO 2009

Já experimentou

O NOVO SPA B&G NO TRÓIA DESIGN HOTEL?

MENSAL €3,95 PORTUGAL-CONTINENTE OUTUBRO 2009 N.º 72

Pág. 44

VOUCHERS BLUE V I VA T O D O S O S D I A S U M M O M E N T O B L U E Reserve o Hotel Lusitano e a Herdade da Malhadinha Nova com descontos até 20%; faça uma massagem única a menos 25% e marque já um baptismo de mergulho em Sesimbra

10

edições

20 edições

39,5€ (-12,5%)

10

34,50€

edições

79€ (-25%)

58,50€

20 edições

32€ (-12,5%)

4

27,50€ 64€ (-25%)

47,50€

24€ (-12,5%)

21€

edições*

8

48€ (-25%)

edições* *trimestral

36€

Contactos para assinaturas: tel.: 219 226 000 I fax: 219 226 099 I assinaturas@marcopostal-epp.pt

t

BLUE MEDIA Rua Vera Lagoa, n .º 12, 1649 - 012 Lisboa, Tel.: 217 203 340 | Fax geral: 217 203 349 | Contribuinte n.º 508 420 237 DIRECTOR GERAL Paulo Ferreira | DIRECTOR DE ARTE E PROJECTO GRÁFICO Pedro Antunes, pantunes@blue.com.pt EDITORA Rosário Sá Coutinho, rcoutinho@blue.com.pt | EDITORA DE TEMAS NACIONAIS Rita do Amaral Dias, rdias@blue.com.pt REDACÇÃO Patrícia Cabral, pcabral@blue.com.pt | FOTOGRAFIA Ricardo Polónio, rpolonio@blue.com.pt | REVISÃO Elsa Gonçalves DIRECTOR COMERCIAL Paulo Ferreira, pferreira@blue.com.pt DEPARTAMENTO DE PUBLICIDADE Judite Conceição, jconceicao@blue.com.pt; Blue Day Travel, Maria Reis, mreis@blue.com.pt; Fax publicidade: 217 203 349 CORPORATE Designer: Alberto Quintas, aquintas@blue.com.pt; PRÉ-IMPRESSÃO Nuno Barbosa, nbarbosa@blue.com.pt IMPRESSÃO União Europeia | DISTRIBUIÇÃO Logista | DEPÓSITO LEGAL n.º 194642/03; Registado no E. R. C. n.º 124216 PROPRIEDADE: Paulo dos Reis Ferreira | Tiragem: 20.000 exemplares

{ INTERDITA A REPRODUÇÃO DE TEXTOS E IMAGENS POR QUAISQUER MEIOS }

O seu comentário é fundamental para melhorarmos a blue Travel a cada edição. Assim, criámos este e-mail para que nos possa apontar todos os defeitos que for encontrando na sua revista. Muito obrigado! qualidade@blue.com.pt


LIVING ROOM SERVICE ONLINE ✯ 8 RETIROS COM ATITUDE ZEN ✯ O AGUA SPA EM LONDRES CENTRAL PARK COM AS ESTRELAS ✯ ESCAPADELA EM ALCOBAÇA ✯ DORMIR POR MENOS DE €100

SERVIÇO ONLINE

Room Service

A ARTE DE VIVER

B L U E

T R A V E L

SELECÇÃO E TEXTOS PATRÍCIA CABRAL, ROSÁRIO SÁ COUTINHO

O conceito é simples e ensina-nos a saborear cada momento da vida com qualidade. Basta ir à Internet, entrar no site da Room Service e escolher o serviço que pretende. Desde o pão quente à porta com o jornal a arranjos de flores para dar alegria à casa, aos programas para os miúdos ou ter alguém que lhe trate da roupa, muitos são os serviços oferecidos. Dividido em seis áreas temáticas – bem comer, bem crescer, bem estar, bem parecer, bem viver e bem cuidar – é ideal para quem precisa de organizar o dia-a-dia e conseguir ter algum tempo de sobra para olhar por si. www.roomservice.pt

23


LIVING

MONTE MARIPOSA

MONTE MARIPOSA

Retiros de meditação

PORTUGAL

ATITUDE ZEN Fugir à rotina do dia-a-dia, encontrar a paz interior através da prática da meditação ou de outras terapias alternativas é a proposta de cinco retiros do Meco ao Algarve. Diga adeus ao stress e comece o ano que se avizinha com uma outra atitude...

CASA SHANTI

CASA SHANTI

MONTE MARIPOSA

1. TAVIRA

MONTE MARIPOSA A 15km de Tavira encontra este centro de retiros com lugar para 36 pessoas. Muito simples e funcional, tem diferentes tipos de alojamento, como cabanas de madeira, uma yurt e tipis. Workshops, formações e eventos temáticos são as actividades disponíveis. Entre os cursos mais interessantes destaca-se a Comunicação não Violenta, Xamanismo e Leitura da Aura. Há retiros conduzidos por mestres budistas e, ao longo do ano, decorrem encontros como o da passagem do ano, campo de Verão, entre muitos outros. Fazer refeições vegetarianas, cultivar o silêncio e aprender a conviver com os outros em harmonia são algumas das práticas que o esperam. Sta. Catarina da Fonte do Bispo; Duplo a partir de €20 Tel.: 281.971.420; www.montemariposa.pt

2. MAFRA

CASA SHANTI Junto ao Penedo do Lexim, a Casa Shanti é o lugar ideal para quem procura uns dias de descanso em ambiente rústico. Quatro casinhas de pedra servem de alojamento aos hóspedes que vêm para os cursos de meditação e refeições macrovegetarianas. Podem ainda ocupar-se da jardinagem e da agricultura biológica. Penedo do Lexim; Tel.: 935.330.389; www.casa-shanti.com >>>

Companheiro de viagem Descubra toda a nitidez e detalhe de imagem com o novo Nokia N86 com máquina fotográfica de 8MP incorporada. Um companheiro indispensável para as suas viagens.

24

B L U E

T R A V E L


LIVING

>>> { CONTINUAÇÃO }

RETIROS DE MEDITAÇÃO

3. FOROS DOS VALES

PAIS DE CIMA Perto de Cercal do Alentejo esta herdade convida a dias de meditação num ambiente de grande tranquilidade. Com lugar para 22 pessoas, tem quartos com duas e três camas e um outro de seis, para grupos. Os participantes colaboram nas tarefas domésticas como lavar a loiça e limpar as casas de banho. A agricultura é biológica e todas as refeições servidas são vegetarianas, macrobióticas e vegan. Ao longo do ano decorrem vários retiros de yoga e meditação, conduzidos por diferentes professores. Preço por pessoa €45; Tel.: 917.326.567; www.jampaias.com

4. MECO

QUINTA DO FRADE

PAIS DE CIMA

PAIS DE CIMA

PAIS DE CIMA

Enrique Bilbao, proprietário da Quinta do Frade – um B&B ecológico na Aldeia do Meco – é a alma desta casa que propõe dias em sintonia com a natureza. Passeios de bicicleta, a cavalo ou de barco, caminhadas na praia, yoga, pilates e massagens são alguns dos programas que esperam por si. Pode ainda inscrever-se num dos workshops, dos quais se destaca o «Medida, 3 dias para si», disponível anualmente, que inclui duas noites em quarto duplo, uma massagem, refeições ovo-lacto-vegetarianas, caminhadas ecológicas, alongamentos, técnicas de relaxamento, yoga e oficina da respiração. Duplo a partir de €80; Rua do Casalinho; Aldeia do Meco Tel.: 918.593.007; www.quintadofrade.com

5. MONCHIQUE

CASA KARUNA Na serra de Monchique este retiro rural com vista para o mar celebra a simplicidade. Aqui não existem luxos e vive-se em comunidade. Pode montar a sua tenda no exterior ou trazer um saco-cama e dormir num dos quartos individuais ou duplos. Existem cozinhas para fazer as suas refeições, cabinas para meditar, piscina natural com cascata e uma nascente de água. Disponível para grupos e seminários que aqui realizam retiros de meditação, aulas de yoga, sessões de acupunctura e astrologia. Refeições e alojamento €10 por dia; Tel.: 282.912.784

QUINTA DO FRADE

QUINTA DO FRADE

OUTROS RETIROS PARA IR! . Almancil QUINTA DA CALMA Tel.: 289.393.741 www.quinta-da-calma.com . Barragem de Santa Clara MONTE MARAVILHAS Tel.: 283.925.397 www.montemaravilhas.com . Bensafrim MOINHOS VELHOS Tel.: 282.687.147

Férias cá dentro! Para planear a sua próxima escapadela, aproveite o melhor de Portugal em hotéis, restaurantes e destinos no novo site www.sairmais.pt

B L U E

T R A V E L

25


LIVING

AGUA SPA

CENTRAL PARK

Guias célebres

VISITAR O PARQUE COM A VOZ DE ESTRELAS

LONDRES

Agua Spa

SPA FASHION O Agua Spa, no hotel Sanderson, em Londres, é um dos spots favoritos de estrelas de Hollywood como Gwyneth Paltrow, Kate Hudson e Eva Longoria. Se for fazer uma massagem ou outro ritual de bem-estar, o mais provável é cruzar-se com caras famosas da televisão ou do cinema. Catorze salas de tratamento, zona chill-out e de meditação estão à sua disposição. Confortáveis chaises-longues forradas a tecido branco e peças de design criam um ambiente requintado e de grande tranquilidade. www.sandersonlondon.com

P E TAI RWAYS | AN I MAI S E M PRI M E I RA C LAS S E Dan e Alysa foram os fundadores da Petairways, a primeira companhia área para animais de estimação a operar nos Estados Unidos. Com tarifas de ida que oscilam entre €150 e €300, é uma óptima solução para quem gosta de proporcionar todo o conforto ao seu fiel companheiro. Ao contrário de outras companhias onde os animais viajam na carga, aqui vão na cabina principal, na companhia dos donos ou das hospedeiras, e com direito a todos os mimos. Nova Iorque, Filadélfia, Los Angeles, Chicago, Washington, são alguns dos destinos da Petairways que pode marcar online. www.petairways.com

26

B L U E

T R A V E L

FOTO: RICARDO POLÓNIO

Kevin Bacon, Whoopi Goldberg, Sarah Jessica Parker, Isabella Rossellini, Sigourney Weaver, entre outras celebridades, emprestam a voz aos novos guias de áudio do Central Park, em Nova Iorque. Cada actor escolheu uma das 40 zonas do conhecido parque como Bow Bridge, Great Lawn ou Conservatory Garden. Os guias estão acessíveis através de um número criado para o efeito, que durante o percurso os visitantes podem contactar a partir de um telemóvel. www.centralparknyc.org


Document1

10/14/09

11:00 AM

Page 1

qlink

www.sogrape.pt


LIVING

A não perder!

MOSTEIRO DE SANTA MARIA DE ALCOBAÇA Tel.: 262.505.120, das 9h às 19h, €5, entrada livre para menores de 14 anos.

ALCOBAÇA

Escapadela

ENCONTRO COM A HISTÓRIA CHALLET FONTE NOVA

Uma casa de Turismo de Habitação onde se respira a força da história serve de ponto de partida para descobrir uma região recheada de boas sugestões. Desde os doces tradicionais à arte contemporânea, aproveite o melhor do Verão. CHALLET FONTE NOVA

CHALLET FONTE NOVA

CHALLET FONTE NOVA

BOAS REFEIÇÕES

BOAS COMPRAS...

. Restaurante Portas de Fora Rua Frei António Brandão, Tel.: 262.087.208

. Porcelanas Spal Ponte da Torre, Tel.: 262.581.751

. Restaurante António Padeiro Rua Dom Maur Cocheril, 27, Tel.: 262.582.295, www.antoniopadeiro.com

. Atlantis Casal da Areia, Cós, Tel.: 262.540.200

. Bar Estremadura Praça 25 de Abril, 80, Tel.: 91.461.9257

28

B L U E

T R A V E L

. Pastelaria Alcôa Doçaria Conventual, Rua D. Pedro V, Tel.: 262.597.474, www.pastelaria-alcoa.com

A dois passos do Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça, numa das ruas desta cidade histórica, esconde-se o Challet Fonte Nova, construído no último quartel do século XIX e recuperado nos anos noventa pelos pais da actual proprietária. Residência oitocentista com reminiscências palacianas, foi erguida sob influência das chamadas "casas brasileiras", com elementos de raiz tipicamente portuguesa. A decoração dos interiores tem a mão da proprietária, em conjunto com a designer de interiores Natália Koch, que criou um ambiente clássico e intemporal. Peças de antiquário, estuque nas paredes e no tecto, lustres, quadros a óleo, soalho de madeira envernizada, fotografias antigas, arranjos de flores cuidados... tudo se conjuga para uma atmosfera tranquila e propícia ao descanso, com os sons suaves da música clássica que se ouve em pano de fundo. Em 2008 foi criado o Fonte Nova Spa, onde pode fazer tratamentos da conceituada marca italiana Comfort Zone, que combina as filosofias europeia e oriental. Depois, parta à descoberta desta região, com tanto para oferecer. Duplo a partir de €120, Tel.: 262.598.300, www.challetfontenova.pt


Document3

9/8/09

3:24 PM

Page 1

qlink

www.fluxograma.com


POR MENOS DE €100

LOUSÃ

Duplo a partir de €80

QUINTAL DE ALÉM DO RIBEIRO Uma casa rural setecentista beirã, cuidadosamente recuperada por Manuel ES PASSARELL

Carvalhinho de Paiva e Maria José, a 4km da Lousã e a cerca de 20km de Coimbra. Na estrutura, manteve-se o calhau rolado e o xisto usados na região,

MAIORCA

Duplo a partir de €90

bem como os tectos de vigas de castanho e os soalhos de madeira. Os interiores lembram uma casa de aldeia, com camas antigas, arcas, alfaias agrícolas, e telefonias antigas que ainda funcionam. Há oito quartos e suites com nomes

ES PASSARELL

de profissões como Caçador, Carpinteiro, Costureira, Ferreiro, Sapateiro, Músico, uns mais expostos, outros mais recatados. A casa disponibiliza bicicletas para

Construída no século XIX, esta quinta tipicamente maiorquina foi transformada numa charmosa casa rural. A 40km da cidade histórica de Palma, tem uma costa de praias selvagens para explorar. Com um total de dez apartamentos, tem lugar para 24 adultos. Ao longo do ano tem à disposição uma série de programas de vários dias como visitas guiadas por Maiorca, passeios de bicicleta, montanhismo e roteiros de arte em várias localidades. Durante a semana o Es Passarell serve três jantares gourmet numa esplanada no exterior à luz de velas. Nos meses de Julho e Agosto organizam-se barbecues para famílias. Passeios de barco, cavalo, balonismo, mergulho e BTT são algumas das actividades que pode fazer durante a sua estadia nesta ilha. www.espassarell.com

30

B L U E

T R A V E L

explorar os trilhos da serra da Lousã, ou ir até ao rio dar um mergulho na praia fluvial do rio Ceira. Se preferir, deixe-se ficar na piscina da casa, assista à vindima e ao fabrico do vinho e da aguardente no alambique da casa, espreite as galinhas e os patinhos na capoeira ou entretenha os mais novos com o jogo da malha e o pião. Tel.: 239.996.480, www.alemdoribeiro.com


DESIGN O HOTEL MICHELBERGER EM BERLIM ✯ 5 HOTÉIS COM COR NOVAS LOJAS ✯ 3 SUGESTÕES PARA A RENTRÉE

BERLIM

Michelberger Hotel

CONCEITO URBANO

SELECÇÃO E TEXTOS PATRÍCIA CABRAL

Tom Michelberger, um alemão de 31 anos, ajudado por um grupo de amigos, foi o criador deste novo conceito para hóspedes com um espírito social e independente. Todos os detalhes foram pensados para lhe proporcionar uma experiência diferente. «A perfeição não cria memórias, porque as memórias resultam da interacção entre as pessoas, a atmosfera de determinado lugar e tudo aquilo que o envolve», diz Michelberger. Inaugurado em Setembro, este hotel, que em tempos foi uma fábrica, tem 119 quartos e custa apenas €60 por noite. Com uma atmosfera vibrante, recebe desde jovens artistas a realizadores e aventureiros. Um dos quartos chamado «Big One» – uma espécie de loft – que recebe oito pessoas é óptimo para uma banda em digressão ou para uma equipa de yuppies em reunião na cidade. www.michelbergerhotel.com

B L U E

T R A V E L

31


INTERNACIONAL DESIGN HOTEL

DESIGN

987 HOTEL

5 Hotéis inovadores

EUROPA

DORMIR COM COR Ficar num hotel de design não tem de ser uma experiência monocromática, em que tudo se encontra em perfeita harmonia. Por vezes gostamos de ser surpreendidos por ambientes diferentes e arrojados. Anote quatro hotéis na Europa que se destacam pelas cores vivas, um excelente motivo para acordar sempre bem-disposto e cheio de energia. INTERNACIONAL DESIGN HOTEL

1. BARCELONA

987 HOTEL Inaugurado recentemente, o 987, em Barcelona, representa mais um passo desta cadeia em proporcionar aos seus hóspedes estadias únicas. Depois de Praga, chega a vez de os catalães serem brindados com um espaço diferente e cheio de dinamismo. Perto do Paseo de Gràcia e a cinco minutos a pé da La Pedrera, combina o melhor da cidade com um ambiente vanguardista. Tem 92 quartos decorados num estilo avant-gard, onde não faltam os papéis de parede, tecidos vivos, objectos decorativos originais e muitos néons. Mallorca, 288; www.987hotels.com

2. LISBOA

INTERNACIONAL DESIGN HOTEL Em plena Baixa pombalina, a fachada exterior deste edifício não deixa adivinhar os interiores no mínimo surpreendentes. Com quatro pisos com conceitos diferentes, Urbano, Tribo, Zen e Pop, é uma verdadeira caixinha de surpresas. Se ficar no Urbano, espera-o graffiti e cores fortes, o Tribo aposta nas riscas e padrões, no Zen o ambiente é harmonioso e no Pop tem fluorescências e formas geométricas. Rua da Betesga, 3; Tel.: 21.324.0990 www.internacionaldesignhotel.com >>>

NOVO PERFUME | DELICIOUS ART Inspirado no movimento da arte pop, a marca DKNY lançou o Delicious Art, um perfume de edição limitada para festejar o aniversário do Be Delicious Woman. A embalagem, com um padrão às bolas e lettering a fazer lembrar os livros de banda desenhada, apetece comprar desde o primeiro minuto. Com um aroma fresco e sedutor, vai ser um dos musts para a temporada Outono-Inverno. www.dkny.com

32

B L U E

T R A V E L


>>> { CONTINUAÇÃO }

HOTÉIS INOVADORES

3. COPENHAGA

HOTEL TWENTYSEVEN É impossível ficar indiferente ao design escandinavo – tudo se conjuga na perfeição e o hotel Twentyseven não é excepção. Com o único ice-bar de Copenhaga, tem ainda uma sala de vinhos, onde se fazem provas, e um lounge. Com 200 quartos, a decoração é extremamente confortável. Paredes em tons pastel, mobiliário de linhas sóbrias e cores quentes preenchem os espaços. Uma óptima sugestão para ficar numa próxima visita a esta cidade. Longangstraede, 27; www.hotel27.dk

4. PARIS

COLOR DESIGN HOTEL Escolher um quarto com a sua cor preferida é uma das possibilidades deste hotel no centro de Paris. Com 46 quartos, divididos por um total de cinco pisos, aposta em cores brilhantes que oscilam entre o rosa, vermelho e prateados. Com um preço bastante acessível, o pequeno-almoço não está incluído na estadia. 35, Rue de Citeaux

HOTEL TWENTYSEVEN

5. BUDAPESTE

ATRIUM FASHION HOTEL Perto da estação de metro, permite chegar rapidamente a qualquer ponto da cidade. Adaptado para viajantes em trabalho, grupos ou famílias, o Atrium Fashion Hotel é uma das mais recentes novidades de Budapeste. Azul e verde são as cores que se destacam nos quartos e zonas comuns. Os 57 quartos estão equipados com ar condicionado, Internet sem fios e LCD-TV. Perfeito para quem gosta de um design descontraído e sem grandes pretensiosismos. Csokonai U 14; www.atriumhotelbudapest.com

COLOR DESIGN HOTEL

COLOR DESIGN HOTEL

LISBOA | Experimenta Design 258 criadores nacionais e internacionais, 77 eventos, fazem parte da 5.ª edição da Experimenta Design em Lisboa, este ano subordinada ao tema It’s all about Time. Prolongando-se até 8 de Novembro em vários espaços da cidade, tem quatro exposições nucleares que podem ser vistas no Museu do Oriente, Museus da Escola Politécnica, Sociedade Nacional de Belas-Artes e Museu Colecção Berardo. Saiba mais em www.experimentadesign.pt.

B L U E

T R A V E L

33


DESIGN {LISBOA}

UGO PERSONALIZAR A CASA Costumamos dizer que a nossa casa tem muito de nós. Para se inspirar, visite a recém-inaugurada UGO, no Chiado, e faça algo personalizado no seu espaço. Aqui pode encontrar desde antiguidades às peças mais contemporâneas, do Oriente ao Ocidente, do rústico ao requintado. Só precisa mesmo é de tempo para apreciar e comprar. Marcas como Charles e Ray Eames, Robin Day e Jean-Louis Domecq são alguns dos nomes disponíveis. Largo da Trindade, 17

{LISBOA}

MARC BY MARC JACOBS ESTILO NO CHIADO

UGO

Novas aberturas

SHOPPING

3 NOVAS LOJAS

Vai abrir no Chiado, mesmo de frente para o Teatro de São Carlos, a primeira loja Marc by Marc Jacobs. O espaço ocupa um piso térreo de um antigo edifício histórico, onde nasceu o poeta Fernando Pessoa. Existe uma loja para senhoras, com um total de 115m2, e uma para homens apenas com 35m2. Na fachada exterior de ambas as lojas foram instalados novos toldos azuis e nos interiores destacam-se os acessórios desenhados por Stephan Jaklitsch Architects. Largo de São Carlos, 4; www.marcjacobs.com

Com o arranque da nova estação saiba quais as novidades para a temporada que se avizinha. Desde a nova loja da Geox em Nova Iorque à Ugo e à Marc by Marc Jacobs, em pleno Chiado, fique a par das novas tendências do mundo da moda.

{NOVA IORQUE }

GEOX MAIOR LOJA DO MUNDO EM MANHATTAN A Geox, a mundialmente conhecida marca de sapatos italiana, vai abrir a sua maior loja do mundo no coração de Manhattan. O espaço com três pisos, distribuídos por 557m2, vai reunir a colecção de homem, senhora e criança. Com um visual mais fashion, aposta numa decoração minimalista. Com 34 lojas nos Estados Unidos, a Geox não pára de evoluir, proporcionando aos seus clientes um calçado de qualidade. 34.th Street; www.geox.com

34

B L U E

T R A V E L

GEOX


?Û!C6H 76C86H


FOTO: CLAUDE SMEKENS

DESIGN

{ BÉLGICA }

D-HOTEL VISÃO DE ARQUITECTO Em Kortrijk, na Bélgica, uma quinta com um moinho de vento do século XIX foi transformada no D-Hotel. Desenhado pelo atelier belga de arquitectura Govaert en Vanhoutte, resulta de uma combinação harmoniosa entre tradição e contemporaneidade. Mesmo junto ao velho moinho foi construído um edifício ultramoderno com amplas janelas envidraçadas onde ficam os 34 quartos e 11 suites, decorados por nomes sonantes do design e da moda. A Fashion Suite foi decorada pelo estilista belga Natan, a Diamond pelo designer de joalharia italiano Hulchi Belluni e a Movie pelo realizador e actor Jan Verheven. Um centro de bem-estar, lounge, bar, são outros dos serviços disponíveis. www.d-hotel.be

D-HOTEL

Novas aberturas

HOTÉIS

AMAZIGH

{ ALJEZUR }

AMAZIGH

3 PROPOSTAS PARA A RENTRÉE Descubra um hotel com uma atmosfera jovem e dinâmica a preços surpreendentes no centro de Jerusalém, recarregue baterias no novo d-Hotel na Bélgica, que resulta da transformação de uma quinta tradicional num hotel de linhas contemporâneas e descubra o Amazigh Hostel, em Aljezur.

HOSTEL PARA VIAJANTES LIVRES Inaugurado em Agosto, o Amazigh Hostel, no centro histórico de Aljezur, é a nova proposta para uma escapadela a sul do país. Propriedade de Salvador Machaz, tem quartos duplos e outros com dois, três e seis beliches. Os preços variam entre €20 e €35 por pessoa. Tem uma cozinha equipada que permite fazer refeições locais e o pequeno-almoço inclui pão em forno de lenha e sumo de laranja natural. A dez minutos de carro estão as praias da Arrifana, Amoreira e Monte Clérigo. Tel.: 282.997.502; www.amazighostel.com

{ JERUSALÉM }

HOTEL MAMILLA FUSÃO ENTRE PASSADO E PRESENTE Numa cidade com o peso histórico e religioso de Jerusalém esperamos tudo menos encontrar um hotel como o recém-inaugurado Mamilla. Erguido no centro, tem vistas para a Torre de David e Porta de Jaffa, ambas na zona histórica. O projecto dos arquitectos Moshe Safdie e Piero Lissoni inaugura uma nova era no panorama hoteleiro desta cidade. «O hotel é essencialmente urbano. No fundo é a combinação de um edifício histórico com uma arquitectura contemporânea. Foi desenhado para estar no centro da acção», diz Safdie. Uma das maiores atracções do Mamilla é o restaurante na cobertura, que promete vir a tornar-se um dos lugares mais fashion de Jerusalém. www.mamillahotel.com HOTEL MAMILLA

36

B L U E

T R A V E L


GOURMET TASCA DA ESQUINA ✯ RESTAURANTE FEITORIA ✯ JANTAR NO ADLIB CHEF EM CASA ✯ PIZZAS ARTESANAIS ✯ AULAS DE COZINHA COM INSIDERS

LISBOA

Tasca da Esquina

PETISCOS À PORTUGUESA Vítor Sobral lançou-se em mais uma aventura gastronómica ao inaugurar em Junho o restaurante Tasca da Esquina. A blue esteve lá e felicita a equipa pelo ambiente descontraído, bons sabores da cozinha tradicional e preços acessíveis. Eu provei a Farinheira com favas, Bife à casa e rematei com o Bolo de chocolate, uma verdadeira tentação. Foi só pena o pão não estar fresco e estaladiço, como manda a tradição. Evite ainda as horas de almoço por serem especialmente barulhentas, porque apesar de o espaço ser pequeno está sempre cheio. Todos os meses há um chef convidado e diariamente a ementa do almoço varia, sempre com entrada e prato principal. Se optar por ficar nas mãos do chef, vai ser surpreendido com um menu de ficar com água na boca. Tem ainda os pratos à la carte como o Bacalhau de forno, Atum corado com batata-doce e Raia cozida em azeite.

SELECÇÃO E TEXTOS PATRÍCIA CABRAL

Rua Domingos Sequeira, 41C; Tel.: 21.099.3939 Horário: das 12h30 às 24h; Encerra ao domingo e segunda-feira ao almoço; www.tascadaesquina.com

B L U E

T R A V E L

37


GOURMET

ALTIS BELÉM&SPA

Restaurante Feitoria

COZINHA DE ALQUIMISTA Fomos experimentar o restaurante Feitoria no Altis Belém e ficámos rendidos aos sabores criativos do chef Cordeiro. Nesta sua estreia em Lisboa, depois de vários anos a dirigir a cozinha de hotéis e restaurantes no Norte do país, mostra-nos sem medo de arriscar uma ementa irreverente, elaborada à medida dos gourmands mais exigentes.

CHEF SEM TABUS Admira o talento de Ferran Adrià, o requinte de Alain Ducasse e a criatividade de Henrique Sá Pessoa, de quem é padrinho. Na cozinha do Feitoria, onde tem um laboratório interdito a curiosos, desenvolve as suas receitas com a mestria da experiência acumulada ao longo dos anos. “Sou de sonhos, acordo e digo vamos experimentar isto ou aquilo. Depois junto-me com o pessoal e testamos os pratos, uns são aprovados e outros não”, explica Cordeiro. Por isso trabalha com os melhores produtos do mercado: o peixe e as ostras vêm de Setúbal, a vitela de Miranda do Douro, a morcela de Viseu e a manteiga de ovelha, que vem para a mesa, é fornecida por um produtor que entrega 3kg por semana. “Tenho uma grande preocupação em dar a conhecer o que é nosso aos turistas que cá vêm.” Muitas das técnicas que pratica aprendeu no estrangeiro, nomeadamente o processo de maturação da carne. “É uma espécie de cozedura de frio, que a torna ainda mais macia”, acrescenta. O resultado é uma cozinha sem barreiras e cheia de imaginação.

Foi com vista para o Tejo, sentados numa das mesas da esplanada do Feitoria que iniciámos o nosso almoço com um amuse-bouche, que alterna diariamente. Pode escolher entre o menu criativo, uma surpresa preparada pelo chef, ou o de degustação de quatro ou cinco pratos. De entre os que experimentei recomendo para entrada o Carpaccio de toiro bravo, lascas de queijo curado ribatejano, salada de beldroegas e sorbet de vinho rosé Vale das Areias. Para prato principal faça como eu e vá para o Tornedó de novilho, que ao cortar-se parece manteiga. No final adoce a boca com uma Tortinha de Azeitão, à moda do chef Cordeiro ou uma Farófia de limão com doce de ovos. Neste restaurante é importante que venha com algum tempo para saborear os pratos, cujo tempo de preparação está indicado na lista. Uma curiosidade e uma informação útil para o cliente saber aquilo com que conta. Os vinhos, servidos também a copo, que melhor casam com cada prato estão assinalados na ementa. Para refeições mais ligeiras, e perfeita para estes dias de Verão, é a esplanada do restaurante Mensagem – voltada para a Doca do Bom Sucesso. Aqui pode escolher desde as saladas, risotos ou comida de tacho mais tradicional como Arroz de cabidela da aldeia ou de lingueirão com tomate e coentros. Aos domingos, entre as 11h30 e as 16h, é servido um brunch e todos os dias, excepto às segundas, há sushi e ostras. Doca do Bom Sucesso; Tel.: 21.040.0200 www.altishotels.com

38

B L U E

T R A V E L


SALMONETE COM CHANTERELLES E CÊPES, PENNE RECHEADO COM SAPATEIRA

A não perder!

CARTA DE DEGUSTAÇÃO DE AZEITES €65 POR PESSOA CARTA DE DEGUSTAÇÃO DE ÁGUAS Inclui a Volcanic Water, extraída de um vulcão extinto da Nova Zelândia, Acqua di Parma, de Itália, entre muitas outras.

CARANGUEJO DE CASCA MOLE PANADO COM SEMENTES DE SÉSAMO, SOPA FRIA DE MANGA E AR DE LARANJA

OUTRAS SUGESTÕES A PROVAR... . Entrada: Vieira corada com risoto de morangos

BOLO CREMOSO DE CHOCOLATE SOBRE MORANGO E GELADO DE CIDREIRA

. Prato de peixe: Cherne em papilotte aromático, timbale de batata ratte e rabo de boi com legumes salteados . Prato de carne: Vitela grelhada, batata-doce gratinada com queijo da serra e espargos verdes

FOTOS: RICARDO POLÓNIO

. Sobremesa: Papos de anjo em calda de poejo sobre carpaccio de ananás com noz-moscada moída e gelado de coco


GOURMET

Fomos experimentar o restaurante AdLib, no Sofitel Lisbon Liberdade, que desde 2008 é dirigido por Isabelle Alexandre, a única mulher entre os chefs de restaurante em Lisboa.

CASCAIS | SAWASDEE

CHEF EM CASA Agora já pode organizar um jantar tailandês em casa e convidar um grupo de dez amigos, isto sem a parte chata de ter de arrumar a cozinha no fim da noite. Basta ligar para o restaurante tailandês Sawasdee e contratar o novo serviço Chef ao Domicílio. O primeiro passo começa com uma reunião com o chef para decidir a ementa. Quatro horas antes da refeição a equipa de cozinheiros estará em sua casa com os ingredientes necessários à confecção dos pratos. Pode ainda contratar serviço de mesa, bebidas e arranjo de flores. No fim quando tudo estiver terminado vai chegar à sua cozinha e encontrar tudo impecavelmente arrumado. Beco Esconso, 11 – R/c; Largo de Camões; Tel.: 21.484.7967

LISBOA

AdLib

JANTAR NA AVENIDA Depois de uma carreira de mais de vinte anos e a passagem pelo Le Grand Ecuyer e Citronelle acrescenta agora o seu toque pessoal a uma cozinha de inspiração francesa. «Ser uma profissional competente é depositar paixão naquilo que fazemos, para evoluir, inovar, e sobretudo contribuir para o prazer dos nossos clientes. Na ementa pode encontrar pratos tradicionais como o Caldo verde com chouriço de Barrancos, Lascado de bacalhau com broa gratinada, entre muitos outros. Arrisquei no Gaspacho de pepino com requeijão e manjericão, perfeito para aqueles dias mais quentes do ano. Depois optei por saborear o prato favorito da chef: Duo de pombo: peito salteado, pernas confitadas com figos assados em Porto, que por ser tão tenro se desfazia na boca. Para sobremesa veio um carrinho com a La Parisienne, uma selecção da melhor pastelaria francesa e portuguesa. Num ambiente requintado, a fazer lembrar os bistros parisienses, numa mesa junto à janela, vimos a noite cair sobre a Avenida e os candeeiros que ladeiam a estrada a acenderem-se. Com preços entre os €8 e os €28 é romântico para um jantar a dois, ou se vier com um grupo de amigos pode ficar num recanto com uma mesa criada para o efeito. Av. da Liberdade, 127; Tel.: 21.322.8350; www.restauranteadlib.pt

40

B L U E

T R A V E L

PARIS | PARI FERMIER

FEIRA GASTRONÓMICA Entre 17 e 20 de Outubro decorre a Pari Fermier, uma das feiras mais importantes do calendário gastronómico europeu. São mais de 21 regiões da França que estão representadas neste megacertame que decorre seis vezes no ano. Pode visitar os 180 expositores com os diferentes produtos da época. A entrada, que custa €8 por pessoa, permite que possa provar os queijos, enchidos, ostras e outras iguarias trazidas por diferentes produtores. Para além de fazer óptimas compras, esta é uma boa oportunidade de conhecer o melhor de cada região. Espace Champerret; Porte de Champerret; www.parifermier.com


EUA | Receitas saudáveis

A MODA DAS PIZZAS ARTESANAIS Depois dos gelados artesanais a moda chegou às pizzas. Os ingredientes pouco saudáveis como bacon, chouriço, entre outras gorduras, que tornam as pizzas tão apetitosas, estão a ser substituídos por legumes frescos, provenientes de quintas orgânicas. De Nova Iorque a a Chicago, anote as moradas das melhores pizzarias. Numa próxima ida à Big Apple não deixe de ir à CO; (230, 9th Av.) e peça a pizza de espinafres frescos e três queijos, uma verdadeira delícia. Em Brooklyn, a Motorino (319, Graham Av.) é uma óptima escolha para quem gosta da massa fina e bem estaladiça. Já em Whashington pode e deve reservar mesa na Paradiso (Dupont Circle), um clássico com 18 anos de existência e onde se come a melhor pizza napolitana. O Joey's (Second Av.), é daquelas referências incontornáveis de Miami. Em Los Angeles a pizzaria Monza (641 N. Highland Av.) destaca-se pela original combinação de sabores, caso da cebola vermelha com um molho especial.

PARIS

Novidade

AULAS DE COZINHA COM INSIDERS Mais do que aulas de cozinha esta experiência dá-nos a conhecer como vivem e o que comem os parisienses nas suas casas. A ideia de realizar estes encontros gastronómicos partiu de Richard Nahem, o já famoso insider e criador do site Eye Prefer Paris Tours, www.eyepreferparistours.com, e da autora do best-seller “The Ethnic Paris Cookbook”, Charlotte Puckette. As aulas, para grupos máximos de seis pessoas, começam às 9h30 e terminam as 14h. O ponto de encontro é junto ao mercado, onde se vai comprar os frescos. Depois segue-se para a cozinha da residência particular da chef, perto da Torre Eiffel, onde se preparam as receitas que serão degustadas ao almoço. O preço das sessões é de €185 por pessoa e decorrem de quarta a domingo. www.eyepreferparistours.com/cooking-class

V I TA M I N WAT E R | BEBIDA URBANA A Glacéau Vitaminwater, uma bebida original de Nova Iorque, acaba de chegar a Portugal para tornar os seus dias mais refrescantes. Com seis sabores, framboesa, limão, laranja, pitaya, guaraná e frutado, é uma autêntica fonte de nutrientes para matar a sede a qualquer hora do dia. Encontra as coloridas garrafas, cada a €2,50, em bombas de gasolina e no El Corte Inglés.

B L U E

T R A V E L

41


9fXd\jX\d9iX^X 3;A3B3/<=A23D72/]`SabOc`O\bS 3f^]aWb]`^Oaa]cOaS`c[OW\abWbcWzx] \OQWRORSRS0`OUO;OWaQ]\VSQWR] ^]`;WUOWbOa]O^SZWR]R]bx]^]^cZO` ^`]^`WSbt`W]T]WOPSZaaW[O]TS`bO UOab`]\„[WQO_cSZVS»`[]c]acQSaa]

GXihl\[\<ogfj`ƒ‘\j#9iX^X K\c%1),*%)(.%'*(


Document1

10/14/09

11:07 AM

Page 1

qlink

www.jaguar.pt


TRテ的A

RENTRテ右 NA PENテ康SULA

{ FIM-DE-SEMANA BLUE NO TRテ的A DESIGN HOTEL }


Por P A T R Í C I A Fotos R I C A R D O

C A B R A L P O L Ó N I O

PROLONGUE O ESPÍRITO DE VERÃO e faça uma escapadela de três dias em Tróia. A vinte minutos de barco de Setúbal, com um microclima durante o ano inteiro, é uma óptima sugestão para descansar no Tróia Design Hotel, o novo projecto da Blue&Green, e explorar toda a beleza natural de uma das zonas mais bem preservadas do país. Desde as caminhadas pelo areal deserto, que se estende ao longo de 60km até Sines, aos passeios de barco para ver a única colónia de golfinhos residente na Península Ibérica, às aulas de kite surf, aos percursos de bicicleta na ciclovia e safaris de jipe nos arrozais da Comporta para observação de aves, descubra o lado mais selvagem desta península, onde o oceano Atlântico e o rio Sado se fundem...

A blue ESTEVE LÁ! Setembro 2009


Design à beira de água Um ambiente sofisticado e decoração de estilo minimalista é o cenário que o espera no primeiro resort de cinco estrelas da marca Blue&Green, na península de Tróia. Com acesso directo à praia, através de uma passadeira de madeira, permite que possa estar em contacto permanente com a beleza do parque natural envolvente. No Tróia Design Hotel aproveite as duas piscinas, uma delas para crianças, três restaurantes, bar-lounge e um spa com 12 salas de tratamento.

DIA 1 | S EX TA- F E I RA À medida que o catamarã verde-alface avançava até ao ancoradouro junto à Marina de Tróia, a imponente torre, agora o Tróia Design Hotel, a nova coqueluche da Blue&Green, deixava antever uma estadia bem tranquila, depois das enchentes do Verão. Inaugurado em Julho e ainda em fase de soft opening, este resort de estilo cosmopolita é uma óptima escolha para uma escapadela de fim-de-semana. Um centro de congressos e o tão aguardado casino, ali mesmo ao lado, pretendem atrair a centralidade à península – um autêntico refúgio para figuras da monarquia europeia, políticos e futebolistas. «Queremos proporcionar aos nossos clientes uma oferta abrangente para o ano inteiro e não apenas direccionada para a época balnear. Vamos trabalhar essencialmente três vertentes a nível nacional: arte, gastronomia e vinhos. Estamos a preparar uma série de iniciativas para o Outono-Inverno, como cursos, workshops e provas de vinhos», afirma Miguel de Andrade, director do hotel. Saiba que a partir do mesmo tem acesso directo à praia Tróia Mar através de uma passadeira de madeira com bancos para descansar. Se gosta de longas caminhadas a pé, atravessando areais desertos, aproveite para ir até ao Bico das Lulas ou Aberta Nova – dois spots incontornáveis nesta costa que se estende ao longo de 60km até Sines. Se vier com um casal amigo, ou com a família, reserve a Master Suite 716-717, com PAIXÃO PELA ARTE Miguel de Andrade, director do hotel, não esconde o orgulho que sente pelo espólio artístico exposto no Tróia Design Hotel. Mas é a requintada sandália Cinderela, criada pela escultora Joana Vasconcelos, um dos trabalhos que mais o atrai. A obra original, feita com tachos e suas respectivas tampas, é diariamente limpa pelo staff, para se manter sempre brilhante

dois quartos comunicantes, sala de jantar, de estar e um terraço com jacuzzi. Para ter algum tempo para si, pode deixar as crianças, entre os 3 e os 12 anos, no Koala Club, que organiza gincanas, caça ao tesouro, workshops de cozinha, entre outras actividades. Contribuir para a divulgação da arte contemporânea através de uma exposição permanente de artistas portugueses é uma das particularidades mais interessantes do novo Tróia Design Hotel. Tanto nas áreas comuns, como nos quartos, pode ver uma colecção de 250 peças que engloba pintura, desenho e escultura. >>> 3 TRÓIA DESIGN HOTEL EEE

Península de Tróia; Tel.: 265.498.000; duplo a partir de €175, www.troiadesignhotel.com Desenhado nos anos 60 pelo arquitecto Conceição Silva, o edifício tem 14 pisos, e vistas rasgadas para a península de Tróia e oceano Atlântico. Habitado por uma colónia de morcegos, que entretanto foi transposta para um morcegário feito de raiz no Sul de Tróia, nunca tinha sido ocupado até ser remodelado pela equipa da Promontório Arquitectos, www.promontorio.net. Tem 61 quartos de luxo, 144 suites residenciais de um, dois, três quartos e estúdios. Se quiser pode tornar-se proprietário de um dos apartamentos, gozar o seu período de férias usufruindo de todas as comodidades do hotel, e alugar o espaço o resto do ano.

46

B L U E

T R A V E L


NO COMPORTA CAFÉ APROVEITA-SE o dia do nascer ao pôr do Sol Festas, beautiful people e música chill-out transportam-nos para a ATMOSFERA VIBRANTE DE IBIZA


UM CASAL DE SUCESSO Foi há sete anos que o Comporta Café abriu as suas portas, pela mão de Luís e Ana Carvalho. Pufs coloridos e redes na praia convidam a almoços descontraídos, num ambiente com muito salero

No átrio destaca-se a sandália de Joana Vasconcelos e duas peças do escultor Carlos Henrich. No restaurante B&G estão expostos 16 painéis de Pedro Cabrita Reis e os quartos e apartamentos têm quadros assinados por 44 artistas diferentes. André Cepeda, Carlos Correia, Daniel Barroca e Catarina Leitão são alguns dos nomes convidados, cujos trabalhos estão expostos nas cabeceiras das camas e salas de estar contíguas. Depois de ficarmos com uma primeira impressão do hotel, termos visto as obras de arte e usufruído dos espaços de lazer, esperava-nos um almoço na companhia de Luís e Ana Carvalho, os simpáticos donos do Comporta Café, na praia da Comporta.

ONDA CHILL OUT. Um jarro de sangria bem gelada introduziu o mote à conversa e deu-nos a conhecer a história que uniu este charmoso casal. «Esta praia diz-nos muito. A abertura do restaurante há sete anos coincidiu com o início da nossa relação», revela Ana, uma portuguesa que exibe com orgulho a sua costela espanhola da parte da mãe. E foi precisamente um ambiente com muito salero que vivemos na esplanada sobre a praia, onde pufs em tons de rosa e laranja convidam a beber caipirinhas com vista para o mar.

REFEIÇÕES A QUALQUER HORA No Comporta Café são servidos almoços até às 18h e pode fazer refeições ligeiras sempre que quiser. Hambúrgueres, saladas e sumos naturais fazem parte da ementa

B L U E

T R A V E L

49


TRIO MARAVILHA O italiano Kiko Pericoli (em baixo), o nortenho Mário Bastos e Cláudia Buchi preparam os cocktails servidos no bar do Comporta Café. Boa disposição e muita energia contagiam quem passa...


VERÃO TODO O ANO... Fechado apenas no mês de Dezembro, o Comporta Café adapta-se a cada estação. Desde as ementas que se vão alterando às mantinhas e chás quentes para os fins de tarde de Inverno, às sessões de shiatsu gratuitas ou concertos de música ao vivo, cultive a descontracção do Verão ao longo de todo o ano


SABORES REGIONAIS No restaurante B&G a ementa recria pratos da cozinha regional, que se faziam há trinta anos. Fricassé de navalhas, Pelins fritos com arroz de tomate, berbigão e pontas de grelos e Cachaço de porco preto são alguns dos mais emblemáticos

ESPÍRITO JOVEM Com apenas 23 anos, Tiago Bonito é o subchef do Tróia Design Hotel. Com conceitos diferentes, os três restaurantes apostam nos produtos frescos da estação

ARTE À MESA No B&G estão expostos 16 painéis de Pedro Cabrita Reis. Durante o jantar pode ver o chef a preparar os pratos na cozinha envidraçada do restaurante


«Pretendemos que o Comporta Café seja uma extensão da nossa própria casa. Criámos um ambiente personalizado. Todos os anos mudamos a decoração e proporcionamos aos nossos clientes programas diferentes», conta Luís. Desde as sessões de shiatsu a concertos de saxofone e música ao vivo, tudo é possível desde que esteja bom tempo. Durante o almoço tivemos a companhia do Eddie e do Adriano, dois gatos amarelos residentes que gostam de fazer a sesta na rede e pedinchar às mesas. Escusado será dizer que não resisti e lhes fui dando pedacinhos do camarão que enfeitava o meu delicioso Arroz de choco

COMO IR Siga pela A2 em direcção a Setúbal. Aqui apanhe o ferry para Tróia. Se quiser levar o carro para o outro lado, custa €9,50 uma viagem e o barco pára na zona de Sol Tróia. Se for apenas o passageiro o bilhete fica em €4 ida e volta. Neste último caso, a travessia demora 20 minutos e o catamarã atraca junto à Marina de Tróia, a dois passos do Tróia Design Hotel

com tinta. Terminámos a refeição no bar da praia, que a partir deste mês vai funcionar apenas no interior do Comporta Café, a ver preparar os cocktails num número bem ao estilo do filme «Cocktail», protagonizado por Tom Cruise. Kiko Pericoli, um italiano de Perugia, e o nortenho Mário Bastos, conhecido por El Mariachi, trocavam os shakers pelo ar e presenteavam-nos com o Liquid Passion, à base de maracujá, Fruit Daquiris, Cuban Mojitos, entre outros sabores bem calientes.

ADRENALINA NO RIO. Por ali ficaríamos até o Sol se pôr, não fosse termos prometido ao instrutor de kite surf assistir a uma aula. O ponto de encontro foi no Sol Tróia Rio e o Pedro Trindade Lopes, PP para os amigos, preparava o equipamento e media no aparelho a intensidade do vento ideal para se lançar às águas do Sado. «Quanto mais tempo estamos no ar maior é a adrenalina. Gosto de dar aulas porque é muito bom vê-los a evoluir», diz-nos com o ar descontraído de quem não tem o stress dos empregos citadinos. No regresso ao hotel, já ao cair da noite, a fachada com luz de várias cores iluminava os barcos da Marina. Com mesa marcada no B&G, o restaurante do hotel, experimentámos o menu de degustação preparado por Tiago Bonito, o subchef de 23 anos e uma das novas promessas da cozinha de autor. Creme de cherne com coentros frescos, Polvo confitado em azeite, batatinhas a murro e grelos com sabores do lagareiro marcou o início da ceia. Dos pratos de carne fomos para os Medalhões de porco preto, toucinho fumado e migas da Lousã e terminámos com uma degustação de gelados com cinco sabores diferentes.

OS PRATICANTES DE KITE SURF percorrem a península de Tróia de uma ponta a outra São momentos de pura adrenalina em que NÃO FALTAM MUITOS SALTOS E PIRUETAS

APRENDER A VOAR Pedro Trindade Lopes, conhecido por PP, é o dono do Naishcenter, onde pode aprender a fazer wind surf e kite surf. As aulas custam €20 por hora e decorrem na zona de Sol Tróia Rio. Urb. SolTróia, Lote 437; Tel.: 96.503.1284 www.troianaishcenter.com

B L U E

T R A V E L

53


REFEIÇÕES LIGEIRAS No Paprika Pool Bar, o restaurante da piscina, saboreiam-se pratos leves. Perfeito para vir almoçar, peça a Salada tropical de ananás fresca com espetadinha de gambas grelhadas e um sumo de laranja natural

COMECE A RENTRÉE com um estilo de vida saudável com massagens relaxantes e refeições ligeiras Uma caminhada junto ao mar é outro dos prazeres a ter se ficar no TRÓIA DESIGN HOTEL DIA 2 | S Á BAD O Os vários programas que preencheram a véspera não deixavam margem para dúvidas: precisava de um dia o mais tranquilo possível, a cuidar do corpo e da mente no spa. Assim que terminámos o pequeno-almoço, servido na brasserie Salinas, e um dos melhores que comi ultimamente nas minhas incursões pelo país, dirigi-me ao spa B&G, onde fomos recebidos por Stephanie Ribeiro, coordenadora do espaço. A mim coube-me o Ritual La Culla Di Olos – uma massagem de duas horas onde somos mimados dos pés à cabeça... Estendi-me numa marquesa com um colchão de água, onde uma estrutura de madeira chamada La Culla, que em italiano significa berço, resguardou o meu corpo. Depois limitei-me a fechar os olhos e entregar-me às mãos da Carolina. Inebriada pelos vapores que emanavam da banheira que se encontrava por baixo da marquesa, ainda senti a esfoliação à base de frutos silvestres, a lavagem com água morna e a aplicação de uma delicada loção de iogurte e mel. A partir daí ainda ouvi a terapeuta murmurar baixinho se estava confortável e depois confesso que apaguei e entrei noutra dimensão. Dali só tive forças para ir até à piscina panorâmica no terceiro piso, que nos dá a sensação de estarmos a navegar pelas águas do oceano, para começar a ler um livro antes do almoço.

+ 4 RESTAURANTES A IR DONA BIA Torre, Comporta; Tel.: 265.497.557 A provar: Filetes de peixe galo com açorda de ovas, arroz de amêijoa, berbigão e lingueirão. Horário: de segunda a domingo das 12h às 22h30. Encerra terça

A ESCOLA Cachopos, 75-80 (entre Álcacer do Sal e Comporta) Tel.: 265.612.816 A provar: Empada de coelho bravo, Batata de rebolão e Feijão adubado. Peça para sobremesa o doce da casa, uma mistura de pinhão moído com doce de ovos e canela. Horário: de terça a domingo das 12h às 16h e das 19h às 24h. Fecha à segunda-feira (durante o mês de Outubro está encerrado)

PRAIA DO PEIXE Praia do Pego, Carvalhal; Tel.: 91.306.1256 www.praiadopeixe.com A provar: Grande variedade de peixe grelhado, Arroz de tamboril, Arroz de choco e Choquinhos à Praia do Peixe. Horário: de quarta a domingo das 13h às 16h30 e das 20h às 23h. Encerra segunda e terça

>>>

BAR DOS PESCADORES

MOMENTOS DE BEM-ESTAR

Praia do Carvalhal; Tel.: 265.497.023 A provar: Sopa de peixe, Arroz de marisco, Linguadinhos fritos. Horário: de segunda a domingo das 12h às 24h. Encerra quinta

No spa B&G entregue-se a um dos tratamentos de assinatura como o La Culla Di Olos ou o Ritual da Alegria, uma massagem a quatro mãos que tem como objectivo proporcionar momentos de optimismo

B L U E

T R A V E L

55


Transformar uma antiga fábrica de arroz num restaurante foi um dos grandes desafios de Isabel Carvalho. Remodelado em 2006 aposta agora numa zona exterior com uma tenda árabe.

Se veio mesmo para descansar deixe o carro na garagem e ande de bicicleta ao longo da ciclovia que se estende até à urbanização Sol Tróia. Durante o percurso, aproveite o ar puro dos pinheiros e eucaliptos e veja os novos condomínios que estão a ser erguidos na zona pela Sonae Turismo. Perfeitamente integrados no meio ambiente e com um design inovador, nada têm que ver com a lógica arquitectónica que ditou a construção das torres que formavam a Torralta. Nós fomos até ao Tróia Golf, para um chá das cinco no bar na companhia do Henrique de Sousa, director de campo. Apesar de existir uma zona de acesso restrito podemos atravessar a ponte sobre a lagoa artificial, descansar à sombra dos pinheiros e subir até à esplanada do restaurante para para jantar a observar a vista.

JANTAR NO MUSEU. Munida de repelente por todo o corpo, porque as melgas do Museu do Arroz não perdoam, vimos o pôr-do-Sol a descer sobre os arrozais da Comporta, enquanto bebíamos uma caipirinha de limão e hortelã. Tentámos descobrir a receita da refrescante bebida mas o empregado não cedeu. «Tem limão, gelo e hortelã e mais uns pozinhos...», que Isabel Carvalho, dona do restaurante, garantiu não ser álcool porque costuma dar às crianças.

A ANFITRIÃ DO MUSEU DO ARROZ Isabel Carvalho gere há 14 anos este espaço, um dos spots incontornáveis da Comporta. Aqui os arrozes são a grande especialidade, caso do de lingueirão, por exemplo. Comporta; Tel.: 265.497.555; encerra à segunda-feira

56

B L U E

T R A V E L


CHÁ DAS CINCO Pegue na bicicleta e vá do hotel até ao Tróia Golf para tomar um chá ao fim do dia, com vista para a lagoa artificial ou almoçar no Club House. Situado no 1.º andar, para além de oferecer uma vista panorâmica que se estende até ao mar, tem um óptimos arrozes. Peça o Cherne em calda de farinheira, a €14,50 por pessoa, ou o Arroz malandro de tamboril e camarão, a €16 por pessoa. Tróia Golf Club House Tel.: 265.494.112


SAFARI NOS ARROZAIS Paulo Marques, dono da NaturWay, organiza passeios de jipe, para o máximo de oito pessoas, ao longo dos arrozais da Comporta. O percurso que dura entre duas a três horas permite que se possam observar os bandos de cegonhas juvenis (na imagem) que com a chegada do Outono-Inverno migram para África. Pegue no binóculo e observe as garças a levantar voo, uma das imagens preferidas dos fotógrafos. Durante o passeio vê-se também o cais palafítico, na Carrasqueira, uma obra-prima da arquitectura tradicional da década de 50 e um dos mais antigos da Europa. Esta empresa realiza também passeios pedestres na serra da Arrábida e em Tróia para grupos. NaturWay Tel.: 21.391.80.90 www.naturway.pt


Natureza em estado selvagem Até finais de Outubro os extensos arrozais da Comporta ganham uma luz especial. Percorra os trilhos a pé para observar a fauna e flora locais, prove um dos figos do diabo que crescem nos cactos e faça BTT ao longo dos trilhos de terra batida que se escondem entre as searas.

Para abrir o apetite para o jantar ainda petiscámos uma farinheira com ovos e pimentos padrón. O famoso arroz de lingueirão, uma das especialidades desta casa que já soma 14 anos, fez as honras da mesa que foi sendo animada pela boa disposição da anfitriã. «As pessoas já nos conhecem e temos clientes fiéis que vêm aqui almoçar e jantar. Costumam dizer vamos ali à Isabelinha e ao Tozé», revela Isabel.

DIA 3 | D OM I N G O Reservamos o nosso último dia em Tróia para dois programas inesquecíveis: um safari pelos arrozais da Comporta e um passeio de barco para observação de golfinhos no estuário do Sado. Paulo Marques, dono da NaturWay, e Pedro Narra, um dos fundadores da Vertigem Azul, foram os nossos guias nesta excursão. O ponto de encontro foi na Marina e não foi difícil reconhecer a dupla acompanhada pela Be, a ternurenta cadela beagle do Pedro, que nos acompanhou nesta aventura. Fomos no jipe da NaturWay até à Comporta, onde percorremos os extensos arrozais que crescem de um lado e de outro dos trilhos. Enquanto o carro avançava peguei no binóculo e observei os bandos de garças a levantar voo, as cegonhas juvenis que migram para África durante o Inverno, entre outras aves que fazem desta paisagem o seu habitat natural. Ao nosso fotógrafo juntou-se o Pedro, que faz da fotografia um dos seus hobbies preferidos, e não quis perder estes momentos. Durante o percurso ainda podemos provar os figos do Diabo, que crescem nos cactos selvagens e têm uns picos semelhantes aos das urtigas. «Sou viciado nisto, tenho às caixas no frigorífico. Têm imensas vitaminas», contou Pedro enquanto descascava os frutos, ainda quentes do calor, e oferecia a todos na esperança de nos tornar adictos ao estranho sabor. A nossa viagem terminou na Carrasqueira, junto ao cais palafítico, uma obra-prima da arquitectura

AREAIS DESERTOS Exceptuando os meses de Julho e Agosto, a costa de Tróia que se estende ao longo de 60km até Sines é um autêntico paraíso. Praias como Aberta Nova, Altlântica, Bico das Lulas, Pego, Tróia Galé são autênticos santuários entre as dunas

tradicional da década de 50 e um dos mais antigos da Europa. Depois de uma manhã passada aos pulos no interior do veículo todo-o-terreno com a Be sentada nas minhas pernas, fomos estrear o novo catamarã da Vertigem Azul com lugar máximo para 80 pessoas. Recolhemos os passageiros no cais de Setúbal e prosseguimos viagem no encalço da comunidade de 25 golfinhos que reside entre as águas do estuário do Sado e o Atlântico. A nós juntou-se Maria João Fonseca, sócia de Pedro Narra na Vertigem Azul, e como não podia deixar de ser, a Be – mascote desta empresa.

B L U E

T R A V E L

59


CONTRIBUIR PARA A PRESERVAÇÃO DOS GOLFINHOS que habitam entre o estuário do Sado e o Atlântico É UMA DAS MISSÕES DA VERTIGEM AZUL


OBSERVAÇÃO DE GOLFINHOS O percurso é feito num catamarã com capacidade máxima para 80 pessoas. Custa €30 por pessoa e tem a duração de três horas

Desde lamber manteiga de amendoim trazida por umas americanas do Colorado, a comer batatas fritas oferecidas por uma portuguesa, tudo serviu para a cadela se entreter. Ao fim de uma hora a navegarmos avistámos os primeiros golfinhos, o que levou o grupo a concentrar-se na proa para ver os mamíferos passar debaixo do barco. Maria João distingue cada um, através das barbatanas dorsais, pelo nome e entusiasmada aponta «aquele é o Moisés, o mais pequenino. Mais à frente vai o Ligeiro, o Serrote e o Bisnau», acrescenta. De um momento para o outro ali estavam eles ao lado do barco, a mostrar as suas acrobacias. Alertar para a importância da preservação da única comunidade de golfinhos da Península Ibérica levou Pedro Narra e Maria João Fonseca a escreverem o livro «Golfinhos do Sado», publicado há dois meses. «Foi um projecto partilhado com fotografias óptimas captadas pelo Pedro. Temos também o objectivo de criar o museu do golfinho em Setúbal e apelar para a conservação desta espécie em risco de extinção», acrescenta.

ADEUS AO SADO. Ao longo de três horas de passeio jamais esqueceremos o encontro com os golfinhos em liberdade, um dos pontos altos desta escapadela a Tróia. Praias de bandeira azul, o mais extenso areal de Portugal e o verdejante Parque Natural da Serra da Arrábida fazem desta península um reduto natural de rara beleza. Uma combinação única entre mar e natureza para explorar de barco, de jipe, de bicicleta ou a pé. Faça a sua base no Tróia Design Hotel e aproveite o melhor da zona. e

3 dias

VAMOS A CONTAS

PORTUGAL

TROIA

Gasóleo

15€

Portagens

4,05€

Ferryboat (carro e condutor - ida e volta)

19€

Refeições

70€

2 noites no Tróia Design Hotel

175€

283,05€

{ Total por pessoa } * Os valores indicados estão sujeitos a alterações conforme a época do ano

EQUIPA AZUL Pedro Narra e Maria João Fonseca são os sócios da Vertigem Azul, que organiza passeios pelo estuário do Sado e costa marítima para observar a comunidade de golfinhos ali residente. Vertigem Azul; Tel.: 265.238.000 www.vertigemazul.com


OS SEGREDOS DO HOMEM DO LIXO “Know what? Jump in!”, foi a resposta homem do lixo, “born and raised in Toronto”, de pai italiano e mãe alemã, à pergunta de qual seria o melhor sítio para fotografar a skyline da cidade. Deixou-nos neste spot escondido da Central Island e passou lá para nos buscar uma hora depois. A imagem fala por si

E N E R G I A

U R B A N A

TORONTO UM PAÍS COMO O CANADÁ, cem vezes maior que Portugal, não se esgota numa só viagem. Nós optámos pelo charme e a movida das cidades da costa leste, e mesmo aqui a riqueza é tanta que decidimos trazer-lhe duas reportagens diferentes. Primeiro Toronto, a maior cidade canadiana junto às margens do lago Ontário; e na próxima edição Québec City, Património Mundial, com uma passagem pelo Parque Nacional La Jacques-Cartier, e Montréal, onde os portugueses marcam presença forte. Uma grande viagem blue ao encontro de um povo hospitaleiro, óptima gastronomia e paisagens deslumbrantes.

Por

ROSÁRIO SÁ COUTINHO

| fotos

MARCOS SOBRAL


A blue ESTEVE LÁ! Agosto 2009


Document1

10/14/09

11:17 AM

Page 1

qlink

www.sata.pt


INTIMIDADES É durante um passeio a pé pelas ruas de Toronto que melhor se sente a energia muito própria desta cidade. Depois da exposição no Royal Ontario Museum decidimos provar o hambúrguer de bisonte no diner em frente, uma carne magra, biológica e muito saborosa, enquanto conversávamos com o padre Webber, também ele um recém-chegado. Ao longo da Bloor Street West e da Yonge Street, decobrimos duas atmosferas bem diferentes: a primeira, elegante e blasé, a segunda, jovem e irreverente – duas boas opções para uma tarde de shopping. À Queen Street West convergem os gostos mais alternativos, sempre com a simpatia e boa disposição dos locais. Aproveite para percorrer a rota do street car 501, considerada uma das grandes rotas de eléctrico do mundo pela National Geographic Society, que o leva de Neville Park, a leste do centro, até The Beaches, a oeste


Eu já desconfiava, mas estes dias em Toronto confirmaram que os canadianos são, de facto, um dos povos mais educados e civilizados da terra. Basta pegar no mapa para ter logo alguém – mesmo um sem-abrigo numa esquina – a perguntar “can I help you?”; sempre que o Marcos apontava a objectiva na rua, o trânsito de peões desviava-se para não lhe estragar a foto, ou esperava pacientemente até que tivesse acabado; por aqui tudo é boa educação, e a um “thank you” respondem com um animado “my pleasure!” E foi mesmo um prazer andar a passear pelas ruas de Toronto.

A CIDADE BAIRO A BAIRRO. Queen Street West, Entertainment District, Little Italy, o bairro gay da Village... esta é uma cidade de bairros, onde cada zona tem a sua personalidade própria. Yonge Street, que dizem ter sido trilhada pelos índios huron em tempos idos, atravessa a cidade de norte a sul e separa as zonas leste e oeste. Aqui vive-se uma energia muito urbana, com uma mistura de lojas de roupa a preços acessíveis, cabeleireiros, nail bars com música tecno, lojas de discos, posters do Ronaldo, T-shirts, postais, sex shops, teatros e tudo o mais que se possa imaginar... enfim, tudo a condizer com uma “fauna” urbana de tatuados, friques, pimps e miúdas produzidas que vagueia pela rua. Já na elegante Bloor Street West, a norte de Queen’s Park, o ambiente é totalmente diferente, com nomes como a Cartier, Prada Hermès, Gucci, Gap, Louis Vuitton, Tiffany&Co ou Hugo Boss, que se prepara para abrir uma nova boutique, a fazerem desta rua a mais cara do Canadá.

NO RESTAURANTE AME vai cruzar-se com a beautiful people de Toronto saboreie os pratos da cozinha japonesa NUM ESPAÇO ACABADO DE ESTREAR

RESTAURANTE AME Num espaço de bom gosto, assinado pela dupla Munge e Leung, experimente os pratos da cozinha japonesa pela mão do chef Guy Rubino: sashimi, besugo grelhado no robata, barriga de porco com quadradinhos de manga e cogumelos shitake e, à sobremesa, uma sucessão de doces tentações como o merengue de limão com leite-creme, lemon curd, espuma de framboesas e gelado de pistácio, a mousse de chocolate com chocolate derretido e o parfait de nozes com gelado de maçãs verdes

B L U E

T R A V E L

67


PASSADO E PRESENTE Os edifícios de tijolo de inícios do século XIX que povoam bairros como Chinatown convivem em perfeita harmonia com os arranha-céus do Financial District, em plena Downtown de Toronto. Em baixo, o pátio exterior do restaurante Ultra,em Queen Street, para quem quiser jantar ao ar livre. Por toda a cidade, as bicicletas são o meio de transporte preferido


IMAGENS DE MARCA A folha de bordo, os sinais de trânsito para peões, os carros dos bombeiros... símbolos que nos rodeiam e nos lembram a cada minuto que estamos muito longe de casa. Em cima, o edifício da Assembleia Legislativa de Ontario, no Queen’s Park, e o mercado de Saint Lawrence, onde aos sábados os agricultores vêm vender os seus produtos


O projecto do Royal Ontario Museum foi esboçado por Daniel Libeskind num guardanapo de papel durante uma festa de família. A nova ala do museu abriu ao público em 2005, e é uma visita a não perder!

Na esquina com a Queen’s Park Road fica o Royal Ontario Museum, que em 2005 recebeu uma nova ala projectada por Daniel Libeskind. O “cristal de Michael Lee-Chin”, assim chamado em homenagem ao homem que doou 30 milhões de dólares ao museu, consiste numa série de estruturas prismáticas pontiagudas de vidro e aço que emergem da parte antiga do edifício num contraste surpreendente. Para Libeskind, que se inspirou nas colecções de minerais do museu, esta nova ala do ROM não tinha de ser “business as usual”, pelo contrário; “a criação de uma arquitectura comunicativa, sensacional e inesperada” – lê-se no site do museu – “assinala um despertar ousado da vida cívica do museu e da cidade”. E vale a pena entrar para ver uma das exposições temporárias, vagueando pelas novas galerias, espaçosas e cheias de luz que albergam as colecções de história natural e culturas dos quatro cantos do mundo.

DE QUEEN’S PARK A CHINATOWN. Descendo a Queen’s Park Road vai deparar-se com o Queen’s Park, nome dado em honra da rainha Vitória de Inglaterra (lembre-se que o Canadá tem por chefe de estado a rainha de Inglaterra). Extensos relvados oferecem-se aos locais e visitantes para uma pausa ou um piquenique – prática habitual entre os habitantes, que aproveitam a hora do almoço para comer uma sanduíche ou optam por um take-away e gozam o bom tempo à sombras das árvores frondosas, na companhia dos muitos esquilos, pretos e felpudos, que por ali andam no maior atrevimento à cata das migalhas deixadas para trás. Decidimos, como os locais, fazer almoços ao ar livre, de sanduíches ou o que apetecer, compradas nos vários sítios, desde os carrinhos de hotdogs, que encontra em cada esquina, aos restaurantes ou snack bars que lhe preparam uma lunch box para levar. Por aqui qualquer banco de jardim serve para uma pausa, para ver os mails no computador portátil, ouvir música ou ler o jornal durante a hora do almoço, na maior das descontracções. Quem se embrenha por Chinatown vai voltar a deparar-se com outra faceta de Toronto, talvez o seu lado mais cosmopolita. Só o cheiro das cozinhas é uma tentação! Entre as casas de tijolo de início do século XIX ergue-se a Art Gallery of Ontário, a que o canadiano Frank Gehry deu o seu traço tão característico em 2008. 70

B L U E

T R A V E L


UMA GEMA RARA Depois de ver a exposição do museu faça uma pausa no Food Studio para uma refeição ligeira preparada com produtos frescos do mercado local e ingredientes biológicos, ou deixe-se ficar para jantar no requintado – e caro! – C5, o restaurante gourmet no pináculo do cristal de Michael Lee-Chin, considerado um dos melhores da cidade


ART GALLERY OF ONTARIO Cerca de 80 mil obras de arte, desde peças de artistas inuit a pintura, escultura, fotografia e instalações contemporâneas, passando pelos mestres da arte europeia como Van Dyck, Rodin, Monet, Degas, Cézanne, Van Gogh, Picasso e Magritte

Trata-se da primeira obra do arquitecto na sua cidade-natal, com uma estrutura de madeira envidraçada com mais de 180m de comprimento que reflecte a vida ao longo da Dundas Street. Nas traseiras, virado ao jardim, nasceu uma nova ala forrada numa pele de titânio pintado que muda de cor conforme o ângulo de visão. Aqui, no relvado aparado de Grange Park, uma família entretém-se a jogar à bola, um rapaz treina um minúsculo chihuaua lançando-lhe uma bola, acolá um casal de namorados estende-se na relva aos segredinhos, um pai e uma filha desenham com lápis de cor numa mesa à sombra, e por todo o lado passa gente de bicicleta, de patins ou de skate.

DE REGRESSO A DOWNTOWN e ao Financial District parece que entrámos noutra cidade. Este é o bairro dos arranha-céus, intermináveis como o hotel Sheraton Centre, ou o Bank of Montreal, o edifício mais alto do Canadá com cerca de 300 metros de altura e em tempos o mais alto da cidade até à construção da CN Tower.

SHARP CENTRE FOR DESIGN A “table top”, como é conhecida a obra do arquitecto britânico Will Alsop, é outro dos ícones da cidade

72

B L U E

T R A V E L


FRANK GEHRY DOTOU A SUA CIDADE-NATAL de um edifício surpreendente a nova ala da Art Gallery of Ontario é UMA VERDADEIRA OBRA DE ARTE


????????????????????????? ??????????????? ??????????????? ??????????????? ??????????????? ??????????????? ??????????????? ??????????????? ??????????????? ??????????????? ??????????????? ??????????????? ??????????????? ??????????????? ??????????????? ???????????????

TOLERÂNCIA E LIBERDADE DE EXPRESSÃO parecem ser o mote desta cidade prepare-se para encontrar toda a espécie de figuras NUM PASSEIO PELA YONGE STREET


BREAKING NEWS Ao caminhar pela Queen Street West vai deparar-se com esta imagem de um carro de exteriores a irromper pela parede leste do edifĂ­cio da CityTv Toronto


2 SHERATON CENTRE TORONTO EE

Apesar de não ser aquilo a que habitualmente chamamos um hotel blue – por ser demasiado grande – tem uma excelente localização em pleno coração de Downtown. Vale a pena fazer o upgrade para um Club Room só para ter acesso ao Club Lounge no 43.º piso, de onde a vista tudo alcança. Em alternativa, peça um quarto virado ao jardim interior. Duplo a partir de €150


RESTAURANTE SPICE ROUTE Interiores cuidados e bom ambiente numa escolha certa para saborear as receitas da gastronomia asiática

ESPAÇOS COSMOPOLITAS oferecem-se aos visitantes mais atentos à hora do jantar, reserve mesa nos SPOTS MAIS IN DA CIDADE Passamos também pelo conjunto do Toronto-Dominion Centre, assinado por Mies van der Rohe no final dos anos sessenta, com um relvado entre os prédios onde uma manada de vacas de bronze, obra do escultor canadiano Joe Fafard, aproveita os raios de sol que conseguem penetrar. De entre todos destaca-se, é claro, a CN Tower, construída em 1976 com mais de 550m de altura. A subida até ao deck de observação a 346m da rua faz-se num elevador de vidro à velocidade estonteante de 22km/hora, deixando o estômago desprevenido quase esborrachado no chão, e é só por si uma experiência. Depois, e para quem tem os nervos de aço, há que ficar de pé sobre o pavimento de vidro a olhar os carros lá em baixo como miniaturas de brincar. Dizem que num dia claro (que não foi o nosso caso ) consegue ver-se a uma distância de 120km, até à fronteira com os Estados Unidos, e mesmo os vapores das cataratas do Niágara. Por mais uns dólares pode-se subir ao Sky Pod, uma centena de metros mais acima.

BOAS DICAS EM DOWNTOWN. Durante o passeio por Downtown não deixe de passar pela Petite Thuet, no n.º 1 da King Street West. Trata-se do mais recente projecto do conceituado chef Marc Thuet e da mulher Biana Zorich, cujo restaurante gourmet fica um pouco mais à frente – um café-pastelaria minúsculo numa antiga charcutaria onde pode tomar o pequeno-almoço ou levar consigo croissants, saladas, sopas, deliciosas sanduíches ou a especialidade do dia, para comer num dos jardins da zona. Junto ao mercado de Saint Lawrence, na zona onde nasceu a cidade em 1793, rodeado de edifícios vitorianos, reserve mesa para jantar no Le Papillon, com salas amplas de paredes de tijolo, soalho de madeira e candeeiros de ferro forjado, num ambiente descontraído. No Verão fique pelas mesas da esplanada na Front Street. B L U E

T R A V E L

77


Em alternativa, avance até ao Distillery District, onde fica o Gilead Café, do também conceituado chef Jamie Kennedy, sem o requinte – ou os preços – do seu célebre restaurante Jamie Kennedy at the Gardiner, ou o Balzac’s Coffe House, num edifício da era industrial onde funcionou em tempos uma casa de bombagem da velha destilaria. Se ainda lhe sobram pernas vá até ao Harbourfront, a zona junto ao lago Ontário onde no Verão há concertos gratuitos ao ar livre, exposições e actividades para preencher uma tarde de passeio.

À NOITE É PARA QUEEN STREET WEST, o bairro hip, cool e trendy, o Soho de Toronto, que tudo converge. Para lá dos estúdios da televisão canadiana CTV, encontra lojas de moda mais alternativa, galerias de arte, bares e restaurantes cheios de gente animada. Pode percorrê-la a pé, mesmo de noite, que é seguríssima, e vai dar-lhe o feeling mais autêntico da movida da cidade entre ferraris, maseratis, porsches e lamborghinis que deixam qualquer um com os olhos em bico. Decidimos espreitar o Ultra, o restaurante e bar mais fashion da cidade. Escondido por detrás de uma porta discreta, o soalho de madeira escura, paredes de tijolo, molduras pretas trabalhadas e luzes de néon a mudar de cor no bar, criaram um ambiente jovem e despretensioso, à meia luz e com música de DJ, a condizer com a clientela de beautiful people que já enche o restaurante.

PARA TODOS OS GOSTOS À hora do almoço faça como os locais e passe pelo mercado de Saint Lawrence (em baixo) para petiscar aquilo que as diferentes bancas oferecem. Os yuppies preferem o Jump Café & Bar na Wellington Street West, dos mesmos donos do conceituado Canoe

O CAMPO NA CIDADE É isso que nos faz lembrar a obra “The Pasture”, do escultor canadiano Joe Fafard, à sombra do Toronto-Dominion Centre, assinado por Mies van der Rohe no final dos anos sessenta

78

B L U E

T R A V E L


AS CORES DE YONGE STREET Encontros imediatos ao longo da artĂŠria mais movimentada de Toronto. A cara de mau para a fotografia logo se desfez num sorriso rasgado...


GRELHADOS, MASSAS, TARTES CASEIRAS... ... e pastelaria com fornos à vista fazem do Richtree a escolha dos habitantes locais. Não fosse pela música de fundo, desde Céline Dion aos Eagles e Ricky Martin, passando por todo o género de country canadiano, este seria um sítio perfeito!

É BOM SABER QUE O CHIADO, o restaurante português na College Street é há muitos anos considerado UMA DAS MELHORES MESAS DE TORONTO LA MAQUETTE Em Downtown, uma esplanada virada aos Sculpture Gardens, frente à Catedral de Saint James, para um almoço entre instalações e obras contemporâneas de diferentes artistas

“Venham, querem conhecer o chef?” Aceitámos o convite do simpático chefe de sala e entrámos pela cozinha dentro, onde Chris Zielinski, americano de origem polaca, está em plena hora de ponta. Apesar da confusão de pratos a sair e a entrar, foi conversando connosco enquanto colocava uma ervinha a rematar um prato, ou um fio de molho colorido numa entrada. “O melhor aqui é provarem um pouco de tudo, misturar e partilhar.” Acabamos por ficar nas suas mãos, sem voto na matéria, à mercê de uma sucessão de iguarias da gastronomia asiática que foram chegando à nossa mesa: tarteletes de atum com sésamo, mini-hambúrgueres de kobe, tacos de lagosta, cocktail de camarão, rolinhos de kobe com cogumelos shitake e vinaigrette de soja e perninhas de pato, tudo disposto num grande prato rectangular para que pudéssemos partilhar a refeição. Seguiu-se a sobremesa, um gelado de baunilha e canela regado com xarope, uma pequena torta de manga e café e uma deliciosa mousse de chocolate, tudo preparado pela chef de pastelaria mexicana Ília Herrera. E tudo delicioso, para acompanhar com vinho chileno, argentino, californiano, francês, italiano ou neozelandês, entre as muitas escolhas da garrafeira. Um único senão: a música demasiado alta para quem quer conversar ao jantar. >>>

RICHTREE MARKET RESTAURANT Há vários espalhados pela cidade e são a escolha certa para um almoço em família. Um conceito original onde pode escolher a refeição nas várias bancas de mercado que é feita na hora, à sua frente, e registada num cartão para pagar à saída. De tabuleiro na mão, escolha uma das diferentes salas, cada uma com o seu ambiente, seja a imitar uma trattoria italiana ou um bistro francês, ou fique pela zona central debaixo das parreiras falsas

80

B L U E

T R A V E L


RESTAURANTE ULTRA Foi remodelado em Janeiro deste ano pela dupla de designers de interiores Alessandro Munge e Sai Leung, várias vezes premiados e responsáveis pelos interiores do novo Harmon Hotel em Las Vegas, projectado por Sir Norman Foster, entre outros projectos de topo. Este é um dos vários restaurantes e spots nocturnos de Charles Khabouth, considerado “o rei da noite” de Toronto


QUEEN STREET WEST Lojas de roupa, galerias de arte, bares e restaurantes onde se junta a tribo mais alternativa da cidade. É conhecida como a Soho de Toronto, e vai perceber porquê se passar por aqui de dia ou de noite. Seguríssima a qualquer hora, e com animação garantida


Um postal perfeito é o que vai encontrar ao fim do dia em Centre Island. Deixe-se ficar até o Sol se pôr no horizonte, para lá das águas calmas do lago Ontário, quando as luzes da CN Tower entram numa dança ritmada de azuis, vermelhos e brancos, aponte a máquina e dispare...


Se prefere ambientes mais tranquilos experimente o Ame, o tal restaurante japonês que tinha acabado de abrir quando lá estivemos, não muito longe do Ultra. Pode vir só beber um vinho a copo e petiscar um sushi na zona do bar, com mesas de madeira baixas, ou deliciar-se com a cozinha de Guy Rubino. Devo dizer que estava algo desconfiada do prato de bacalhau que nos foi sugerido – grelhado e caramelizado – mas confesso que foi dos melhores bacalhaus que me foi dado provar, uma posta alta, com as lascas brancas e macias a soltarem-se do lombo, absolutamente divinal! Restou-nos rebolar de volta ao hotel num passeio tranquilo pelas ruas do Entertainment District, que àquela hora já estavam ao rubro. Dois ou três dias em Toronto vão fazê-lo sentir-se como em casa. Depois, será tempo de partir à descoberta deste país que tem tanto para oferecer aos viajantes. Mas antes, não deixe de fazer a travessia de ferryboat até à Central Island, de preferência ao fim do dia, para ter aquela vista da cidade. E se não se importar com os magotes de turistas americanos, pode sempre dar um salto às cataratas do Niágara e fazer a excursão de barco até bem perto das quedas, vestindo o kispo para se proteger dos salpicos. Os principais hotéis organizam saídas diárias, uma vez que Niagara Falls fica a uns escassos 120 quilómetros de Toronto. Se vier para assistir aos Jogos Olímpicos de Inverno, será tempo de embarcar num voo de cinco horas para Vancouver, na costa leste. Nós optámos por ir até Québec City, Património Mundial, em busca do charme colonial, dos bistros e das paisagens naturais, com uma passagem por Montréal para mais um banho de cultura urbana antes do regresso a casa. Não perca na nossa próxima edição! e VENHA CONNOSCO NA PÁG. 86

VAMOS A CONTAS

CANADÁ

TORONTO

Voos

530€

3 noites no Sheraton Centre

225€

Transportes Refeições

85€ 150€

990€

{ Total por pessoa } * Os valores indicados estão sujeitos a alterações conforme a época do ano

B L U E

T R A V E L

85


VENHA CONNOSCO U

M A

F O R

B L U E

R V I A J A

1. QUANDO IR Na primavera ou no Verão, quando a temperatura deixa de ser de muitos graus negativos e o bom tempo permite andar na rua; a partir de meados de Setembro, para encontrar aquelas cores de fogo que tanto caracterizam as paisagens canadianas.

2. ONDE DORMIR Sheraton Centre Hotel 123, Queen St. West Tel.: 416.361.1000 www.sheratontoronto.com Duplo a partir de €150

Richtree Market Restaurant 181, Bay St. Tel.: 416.366.8986 €14,50

Chiado Restaurant 864 College Street Tel.: 416.538.1910 Gilead Café 4 Gilead Place www.jamiekennedy.ca

Le Papillon on Front 69, Front St. East Tel.: 416.367.0303, www.lepapillononfront.com

Balzac’s Coffe House 55, Mill St. Bld 60 Tel.: 416.207.1709, www.balzacscoffee.com

Hard Rock Café 279, Yonge St. www.hardrock.com €12

4. A NÃO PERDER CN Tower 301, Front St. West; Tel.: 416.868.6937 www.cntower.ca Adultos a partir de €14, crianças, até aos 12 anos, a partir de €9,45

Jump Café & Bar 18, Wellington Street West Tel.: 416.363.3400 Canoe Restaurant & Bar 66, Wellington Street West 54th Floor, Dominion Bank tower Tel.: 416.364.0054 Spice Route 499, King st. West Tel.: 416.849.1808, www.spiceroute.ca Ame 19, Mercer St. Tel.: 416.599.7246 €50

Para conhecer melhor os bairros da cidade e planear uma visita sem perder tempo, consulte os sites dos diferentes bairros de Toronto, com guias de compras, restaurantes, hotéis e eventos culturais. Espreite também o endereço www.torontoneighbourhoodguide.com, as boas dicas da revista “Toronto Life” em www.torontolife.com, e o site oficial do turismo da cidade www.toronto.ca.

Petite Thuet 1, King St. West Tel.: 416.867.7977 €3,50

86

B L U E

T R A V E L

Art Gallery Ontario 317, Dundas St. West Tel.: 416.979.6648, www.ago.net Adultos €11,35, crianças até aos 12 anos €6

5. TORONTO BAIRRO A BAIRRO

3. BOAS REFEIÇÕES

Cora 277, Wellington St. West Tel.: 416.598.2672 www.chezcora.com

Royal Ontario Museum 100 Queen’s Park Tel.: 416.586.8000, www.rom.on.ca Adultos, €14, crianças até aos 14 anos €9,45

The Distillery District: www.thedistillerydistrict.com CN TOWER

Harbourfront Centre: www.harbourfrontcentre.com

E

SETEMBRO 2009

Ultra 314, Queen St. West Tel.: 416.263.0330, www.ultratoronto.com €50 La Maquette 111 King Street East Tel.: 416.366.8191

D

DADOS CONFIRMADOS EM

Tim Hortons 145 King St. West 90 Adelaide St. West 100 Wellington St. West www.timhortons.com É o Starbucks canadiano e existem vários espalhados pela cidade

E

TORONTO

T

Estivemos lá!”

I F E R E N

do espírito blue em tudo aquilo que lhe contamos.

D

sentir na pele e na alma o prazer intenso da viagem. Depois, vem a partilha e a concretização

M A

“Viver cada destino intensamente, ir além do óbvio, absorver como esponjas cada instante,

Downtown Yonge www.downtownyonge.com Downtown www.downtowntoronto.ca

INFORMAÇÕES ÚTEIS Gorjetas Quem já viajou nos Estados Unidos ou no Canadá sabe que é esperada uma gorjeta em todos os serviços, principalmente nos restaurantes mas também nos táxis, hotéis, etc. Calcule entre 15% a 20% sobre o valor da factura antes das taxas, e se sair sem deixar nada vai ficar mal visto! Taxas Saiba que todos os serviços – hotéis, táxis, refeições, compras, etc. –, estão sujeitos a diferentes taxas e que os preços podem, à partida, não reflectir o valor final. No estado do Ontário e em Toronto conte com uma taxa de 5%, uma taxa provincial de 8% e, por vezes, outra de 10%. Transportes Em Toronto é seguro andar de metro, e tem sempre ligações à superfície com os autocarros e eléctricos. www3.ttc.ca.

8. COMO IR A SATA (Tel.: 707.227.282, www.sata.pt) tem voos directos para Toronto às sextas-feiras: Lisboa/Toronto - 15h30; 18h35, com a duração de 08h05. E sábados: Lisboa/Ponta Delgada/Toronto - 12h50; 18h45, com a duração de 10h55. E regresso às sexta-feiras: Toronto/Ponta Delgada/Lisboa - 21h45; 18h10 (dia seguinte), com a duração de 15h25. Aos sábados, Toronto/Lisboa - 20h45, com a duração de 07h00. Tarifas a partir de €533,68 ida e volta.


V I V A

T O D O S

O S

D I A S

U M

M O M E N T O

B L U E . . .

GUIA DE VOUCHERS H O T É I S

E X P E R I Ê N C I A S

S P A S


VOUCHERS

HOTEL LUSITANO

20 % Desconto VOUCHER BLUE Nº

QUARTO DUPLO

01

VOUCHER DISPONÍVEL NA PÁG. 95

A PARTIR DE

€150

GOLEGÃ | RIBATEJO

HOTEL LUSITANO Para lá da Feira da Golegã, que todos os anos coloca esta vila histórica em destaque no mapa de Portugal, fomos explorar uma região fértil em agricultura, lezírias a perder de vista, quintas de famílias brasonadas, cavalos Puro Sangue Lusitano e uma reserva natural com 816 hectares. Foi no Hotel Lusitano que encontrámos um refúgio de charme, onde nos sentimos em casa, a começar pelos seus quartos, spa, passando pelo restaurante, e que nos deu a conhecer o melhor da capital do cavalo em passeios de charrete, restaurantes típicos e provas de vinhos. Por estas bandas ouve-se os cascos dos cavalos a percorrer as ruelas e o sino da igreja matriz a dar horas, interrompendo o silêncio que paira no ar, num fim-de-semana com sabor campestre. Uma das grandes vantagens desta vila é estar a cerca de uma hora de Lisboa, o que permite meter-se no carro e vir apenas por um dia ou, se preferir, passar o fim-de-semana a recarregar baterias. Apesar de já ter ouvido falar bem do Hotel Lusitano, estava curiosa em relação ao que me esperava. Foi uma agradável surpresa. Para além de estar no centro, mesmo em frente à Casa-Estúdio Carlos Relvas, tem o charme de uma quinta do século passado adaptada às necessidades do nosso tempo. Se reservar o quarto 210, uma das acolhedoras mansardas da casa velha, pode não só apreciar a vista panorâmica para a casa que pertenceu a Relvas, como para a lezíria verdejante. www.hotellusitano.com 88

B L U E

T R A V E L

PURO BEM-ESTAR No Hotel Lusitano vive-se o melhor do campo em ambiente requintado. Somos acolhidos com um chá de boas-vindas e, durante toda a estadia, presenteiam-nos com pequenos mimos. Desde o docinho à hora de deitar, ao menu de almofadas, ou às massagens no spa, tudo é pensado para nos proporcionar os melhores momentos.


VOUCHERS

HOTEL DE CHARME Em pleno centro da Golegã, esta quinta, datada do início do século XX, pertencia a uma família local e quando foi comprada estava em ruínas. O projecto, da autoria do arquitecto Francisco Quintanilha, compreende um total de 24 quartos distribuídos pela ala nova e o edifício antigo

B L U E

T R A V E L

89


VOUCHERS

EXPERIÊNCIAS PARA A VIDA Há mil e um pretextos para uma escapadela na Malhadinha: refeições gourmet, workshops de cozinha, sessões de spa, provas de vinhos, passeios a cavalo ou de balão, entre muitos outros.

HERDADE DA MALHADINHA NOVA

10 % Desconto VOUCHER BLUE Nº

02

VOUCHER DISPONÍVEL NA PÁG. 95

ALBERNOA | BEJA

HERDADE DA MALHADINHA NOVA

QUARTO DUPLO A PARTIR DE

€250

90

B L U E

T R A V E L

Numa propriedade a perder de vista, rodeada de vinha por todos os lados, encontramos a Herdade da Malhadinha Nova, produtora de vinhos de referência no Baixo Alentejo. Do restaurante às actividades ao ar livre, passando pela Country House & Spa, tudo foi pensado ao pormenor. E neste caso é o desarme. Um campo de sorgo, recentemente ceifado e destinado à alimentação dos animais, é o nosso “tapete vermelho” para entrar neste monte recuperado com apuro. Primeiros indícios: o respeito pela traça original é óbvio mas nenhum lugar-comum poderia passar impune, pelo que a típica faixa azul alentejana é aqui azul-bebé. Já no interior, há música ambiente, chill out. Não que fosse necessária, mas é um pormenor fabuloso. Como o chão de tijoleira, os candeeiros Philippe Starck, os tapetes feitos por pessoas com necessidades especiais, as peças de mobiliário compradas a outros montes, abandonados, e recuperadas em antiquários locais, o tecto de madeira que esconde o ar condicionado, o Wine Bar iluminado pelo candeeiro criado, em 1907, por Mariano & Madrazoo, o deck com a infinity pool sobre a vinha ou, uma vez no quarto, um banho retemperador com amenities da Bulgari (incluindo as velas com aroma a jasmim), numa “tina” desenhada, também, por Philippe Starck. Até parece que o designer patrocina a Country House. Não. Os seus proprietários, Rita e João Soares, é que têm bom gosto. Por tudo isto e muito mais, estamos perante o que de melhor se faz em território nacional. www.malhadinhanova.pt


NO SOSSEGO DO ALENTEJO O vinho é a inspiração da Malhadinha: da decoração às provas na adega, ao próprio enquadramento da Country House & Spa e do restaurante, no meio das vinhas, tudo para uma tranquilidade absoluta.

B L U E

T R A V E L

91


VOUCHERS

EXPERIÊNCIAS | EM TODO O PAÍS

GOCAR EM LISBOA

ODISSEIAS

. A EXPERIÊNCIA: Durante duas horas, este

Juntar um grupo de amigos, fazer uma surpresa à namorada, partilhar momentos divertidos com a família! A Odisseias propõe uma série de experiências para quem quiser toda a adrenalina no ar, terra ou água, ou umas horas de tranquilidade em massagens e passeios mais relaxantes. Nesta edição fique com Gocar em Lisboa, uma mudança completa no seu guarda-roupa, golfinhos no Sado e mergulho em Sesimbra . www.odisseias.com

carro vai ser o seu guia turístico da cidade de Lisboa. Um guia nada convencional com um computador a bordo e dotados de tecnologia de ponta GPS, estes veículos vão-lhe disponibilizar toda a informação turística, histórica, cultural e paisagística da nossa capital, indicando-lhe curiosidades e informações recheadas de humor.

. DURAÇÃO: 2 horas. . DATAS: Todos os dias, das 9h às 18h. . INCLUI: Duas horas de tour pela cidade de Lisboa a bordo de um Gocar; gasolina; seguro.

. ROTAS DISPONÍVEIS: Centro-Baixa, passa nos principais pontos situados na Baixa Pombalina, desde monumentos aos bairros típicos de Lisboa, contemplando majestosas vistas sobre Lisboa nos vários miradouros em que paramos; Belém, com o Padrão dos Descobrimentos, o Mosteiro dos Jerónimos e o Centro Cultural de Belém, numa viagem descontraída junto ao rio; Expo, para descobrir o contraste entre a Lisboa moderna, levando-o a conhecer o Parque das Nações, e os antigos bairros do Beato e Xabregas. Preço: €50 por carro para 2 pessoas

92

B L U E

T R A V E L

REVOLUÇÃO NO GUARDA-ROUPA . A EXPERIÊNCIA: Pronto para uma revolução no seu guarda-roupa? Através de uma análise profunda, os nossos consultores vão adaptar o seu guarda-roupa às suas actividades e estilo de vida, através da eliminação das peças que não funcionem para o seu estilo e silhueta. O objectivo desta experiência é tornar o seu guarda-roupa funcional e de fácil actualização, assim como permitir-lhe perceber que tipo de peças o valorizam mais e a sua correcta coordenação no dia-a-dia. Poupe tempo, com a ajuda de especialistas como a Consultora de Imagem, Formadora e Psicóloga na área Social e das Organizações, Alexandra Simões de Carvalho, uma das precursoras no mercado de Consultoria de Imagem em Portugal.

. LOCAL: Lisboa. . DURAÇÃO: 4h Preço: €260 por pessoa


OBSERVAÇÃO DE GOLFINHOS NO SADO

BAPTISMO DE MERGULHO NO MAR

. A EXPERIÊNCIA: Venha ao estuário do Sado

. DURAÇÃO: 4h

A EXPERIÊNCIA: Esta experiência decorre com a supervisão de um dive master, um formador credenciado. Começamos com um briefing sobre o material utilizado na prática do mergulho, seguido de uma explicação dos procedimentos subaquáticos, incluindo comunicação debaixo de água. Está então pronto a mergulhar no fascinante e enigmático mundo subaquático, inserido num grupo de curso de mergulho. Quando regressar à superfície, vai estar desejoso de voltar a mergulhar.

. DATAS: Todo o ano (marcação sujeita a um

. LOCAL: Sesimbra.

conhecer uma das comunidades mais simpáticas que lá reside: o golfinho-roaz. Estes golfinhos avistam-se com frequência em estuários e encontram-se em grupos de 2 até 25 indivíduos. Não deixe de conhecer estes afáveis animais, num passeio por uma das mais belas zonas do nosso país!

. LOCAL: Setúbal.

.

grupo mínimo de participantes).

. VESTUÁRIO: É aconselhável trazer chapéu, creme protector, calçado de sola de borracha, agasalhos. No Verão, fato de banho e toalha.

. OUTRAS INFORMAÇÕES: Este passeio é realizado a bordo de um catamaran com capacidade para 60 pessoas; as saídas são efectuadas às 9h30 e 14h30.

. DURAÇÃO: Cerca de 2 horas . DATAS: todo o ano. ODISSEIAS

.

INCLUI: Seguro, equipamento técnico (fato, cinto de chumbos, botas, luvas, barbatanas, máscara, tubo, regulador, colete e garrafa).

. VESTUARIO: Fato de banho, chinelos e toalha de banho.

Preço: €40 por pessoa Preço: €79,90 por pessoa

10 % Desconto VOUCHERS BLUE Nº

03 A 06

VOUCHER DISPONÍVEL NA PÁG. 95

B L U E

T R A V E L

93


VOUCHERS

SPA | LISBOA

CITY SPA

RITUAIS À SUA MEDIDA

De um bom spa urbano espera-se quase tudo o que um spa de resort nos dá (envolvência paisagística à parte!): por um lado, paz, sossego, tranquilidade, ambiente zen, ou seja, tudo o que nos afaste da confusão citadina, ainda que por breves momentos, e, por outro, excelentes tratamentos. No City Spa, rituais e decoração complementam-se. Os primeiros, sendo o propósito de cada visita, deixam-nos rendidos e com vontade de voltar – no caso dos Rituais de Relaxação, por exemplo, da Chuva de Aromas à Massagem de Costas Especial, da Reflexologia à Massagem Pré-Mamã (certificada pelo Natural Child Birth Trust), o chavão “difícil é mesmo escolher” serve como uma luva. A segunda, propositadamente discreta mas extremamente acolhedora, faz brilhar os ditos rituais. E depois, da essência que paira no ar às velas e à música, da sala de relaxamento com chá ayurvédico, fruta, bolinhos leves e água à nossa disposição ao hammam com aromaterapia e cromoterapia, não vamos querer sair daqui e vamos viciar-nos e repetir cada tratamento, nomeadamente o Ritual de Massagem Ramayana – originária de Bali e inspirada nas suas tradições, com movimentos delicados relembra as danças da ilha dos Deuses. O calor das compressas aromatizadas e o seu intenso aroma, encorajam à relaxação imediata (55 min., €87). www.cityspa.com.pt

as suas preferências – da luz à música

94

B L U E

T R A V E L

Escolha a massagem e indique ou temperatura da sala – que as terapeutas do City Spa cumprem-nas à risca.

CITY SPA

O 2E D0ES% CONT

D

25 % Desconto

DOS NUMMENTOS A UAIS T A TR S RIT O DO LAXAÇÃ E DE R

NO RITUAL DE MASSAGEM RAMAYANA

VOUCHER BLUE Nº

07

VOUCHER DISPONÍVEL NA PÁG. 95


VOUCHERS

VOUCHER BLUE TRAVEL Nº 01

VOUCHER BLUE TRAVEL Nº 02

VOUCHER BLUE TRAVEL Nº 03

HOTEL LUSITANO 20%

HERDADE DA MALHADINHA NOVA 10%

ODISSEIAS - GOCAR 10%

. A Country House & Spa da Herdade da Malhadinha

turístico da cidade de Lisboa. Um guia nada convencional com um computador a bordo e dotados de tecnologia de ponta GPS, estes veículos vão-lhe disponibilizar toda a informação turística, histórica, cultural e paisagística da nossa capital, indicando-lhe curiosidades e informações recheadas de humor.

. Este hotel de charme, em pleno centro da Golegã,tem um total de 24 quartos: nove quartos e uma suitena ala nova, que foi erguida de raiz, e 14 no edifício antigo, ao qual foi acrescentado um piso aos dois que já tinha.

Nova tem 10 quartos (7 standard e 3 suites), sala de estar, biblioteca, wine bar, piscina e spa. . O alojamento inclui: pequeno-almoço, aperitivo de boas-vindas, fruta fresca e garrafa de vinho no quarto; acesso a equipamento de BTT e pesca; assistência do guest experience team, visita à propriedade e à adega; uma prova de vinhos e uso total do spa.

VALIDADE: 31 DE DEZEMBRO

. Durante duas horas, este carro vai ser o seu guia

VALIDADE: 30 DE DEZEMBRO

VALIDADE: 31 DE DEZEMBRO

VOUCHER BLUE TRAVEL Nº 04

VOUCHER BLUE TRAVEL Nº 05

VOUCHER BLUE TRAVEL Nº 06

ODISSEIAS - REVOLUÇÃO

ODISSEIAS - OBSERVAÇÃO

ODISSEIAS - BAPTISMO

NO GUARDA-ROUPA

DE GOLFINHOS NO SADO

DE MERGULHO NO MAR

10%

10%

10%

. Através de uma análise profunda, os nossos

. Venha ao estuário do Sado conhecer uma das comunidades mais simpáticas que lá reside: o golfinho-roaz. Estes golfinhos avistam-se com frequência em estuários e encontram-se em grupos de 2 até 25 indivíduos. Não deixe de conhecer estes afáveis animais, num passeio por uma das mais belas zonas do nosso país!

. Esta experiência decorre com a supervisão de um dive master. Começamos com um briefing sobre o material utilizado na prática do mergulho, seguido de uma explicação dos procedimentos subaquáticos, incluindo comunicação debaixo de água. Está então pronto a mergulhar no fascinante e enigmático mundo subaquático, inserido num grupo de curso de mergulho.

consultoresvão adaptar o seu guarda-roupa às suas actividades e estilo de vida, através da eliminação das peças quenão funcionem para o seu estilo e silhueta. O objectivo desta experiência é tornar o seu guarda-roupa funcional e de fácil actualização, assim como permitir-lhe perceber que tipo de peças o valorizam mais e a sua correcta coordenação no dia-a-dia. VALIDADE: 31 DE DEZEMBRO

VALIDADE: 31 DE DEZEMBRO

VALIDADE: 31 DE DEZEMBRO

VOUCHER BLUE TRAVEL Nº 07

CITY SPA 20% e 25% . 20% de desconto num dos tratamentos dos Rituais de Relaxação e 25% de desconto no Ritual de Massagem Ramayana. - Inclui um chá ayurvédico e acesso ao hammam com cromoterapia e aromaterapia e à sala de relaxamento.

Viva todos os dias um

MOMENTO BLUE... VALIDADE: 31 DE DEZEMBRO

ESCOLHA, MARQUE E APROVEITE ESTES VOUCHERS! B L U E

T R A V E L

95


VOUCHERS

VOUCHER BLUE TRAVEL Nº 03

VOUCHER BLUE TRAVEL Nº 02

VOUCHER BLUE TRAVEL Nº 01

ODISSEIAS - GOCAR

HERDADE DA MALHADINHA NOVA

HOTEL LUSITANO

Fim-de-semana (2 noites/duplo)

Rua Gil Vicente, 4 Golegã Tel.: 249.979.170 www.hotellusitano.com

10% de desconto na experiência Gocar em Lisboa Outras informações: Como caução, é solicitado um depósito de €100 na altura em que irá realizar a sua experiência. O Gocar só poderá ser conduzido por maiores de 18 anos, com carta de veículos ligeiros. Preço: €50 por carro para 2 pessoas Rua Quinta das Palmeiras, Lj. 31A - Oeiras Tel.: 707.208.020 ou 214.589.800 (atendimento dias úteis das 10h às 19h) www.odisseias.com

Preço: quarto a partir de €250

Preço: duplo a partir de €150

Albernoa, Beja Tel.: 284.965.432 www.malhadinhanova.pt

VOUCHER BLUE TRAVEL Nº 06

VOUCHER BLUE TRAVEL Nº 05

VOUCHER BLUE TRAVEL Nº 04

ODISSEIAS - BAPTISMO

ODISSEIAS - OBSERVAÇÃO

ODISSEIAS - REVOLUÇÃO

DE MERGULHO NO MAR

DE GOLFINHOS NO SADO

NO GUARDA-ROUPA

10% de desconto na experiência Observação de Golfinhos no Sado

Preço: €260 por pessoa

10% de desconto na experiência Baptismo de Mergulho no Mar Preço: €79,90 por pessoa Rua Quinta das Palmeiras, Lj 31A - Oeiras Tel.: 707.208.020 ou 214.589.800 (atendimento dias úteis das 10h às 19h) www.odisseias.com

Preço: €40 por pessoa Rua Quinta das Palmeiras, Lj 31A - Oeiras Tel.: 707.208.020 ou 214.589.800 (atendimento dias úteis das 10h às 19h) www.odisseias.com

10% de desconto na experiência Revolução no Guarda-Roupa Rua Quinta das Palmeiras, Lj 31A - Oeiras Tel.: 707.208.020 ou 214.589.800 (atendimento dias úteis das 10h às 19h) www.odisseias.com

VOUCHER BLUE TRAVEL Nº 07

CITY SPA - Horário: de segunda a sexta, das 10h às 21h. Sábados e feriados das 10h às 20h. Encerra aos domingos.

Viva todos os dias um

MOMENTO BLUE... ESCOLHA, MARQUE E APROVEITE ESTES VOUCHERS! 96

B L U E

T R A V E L

R. Gonçalves Zarco, 19A Restelo, Lisboa Tel.: 213.632.492/3 www.cityspa.com.pt


R E G U L A M E N T O

V O U C H E R S

Os vouchers blue Travel existem para si, para o seu bem-estar, para que possa continuar a usufruir com menor custo de todas as experiências a que já se habituou no seu dia-a-dia, fins-de-semana ou férias.

1. Todos os meses seleccionamos os melhores

4. Para utilizar os vouchers deverá apresentá-los

produtos, os melhores locais e os melhores

no local que escolheu ou, em caso de marcações

momentos para que desfrute ao máximo do espírito

por telefone, mencioná-los desde a reserva

blue, podendo utilizar todos os vouchers

e apresentá-los no momento de chegada ao local.

que lhe proporcionamos! 5. As ofertas dos vouchers não 2. Cada vouchers pode ser utilizado apenas

são acumuláveis com outras promoções

uma vez e unicamente até à sua data-limite,

e estão dependentes das vagas disponíveis.

indicada no respectivo cupão. Para que possa ser validado por cada entidade - (restaurante,

6. Os preços apresentados nas páginas da revista

hotel, spa, loja, etc.) - aquando da sua utilização

correspondem aos preços de balcão, recaindo

é imprescindível a sua entrega no local pretendido.

sobre os mesmos os descontos de cada voucher.

3. Os vouchers poderão ter especificidades

Para mais informações, contacte o Tel.: 217.203.340

diferentes, pelo que deverá sempre consultar, o cupão da oferta desejada.?

A não perder!

VOUCHERS BLUE COOKING Não perca ainda as oportunidades da revista blue Cooking deste mês para restaurantes e lojas gourmet: Malhadinha Nova, Espaço da Rosa, Capriola, Port’s & Co, Estado Líquido Fusion Sushi, Psi e Santos Sabores.

B L U E

T R A V E L

97


P A S S AT E M P O

PARTICIPE E GANHE!!! 1 Fim-de-semana para duas pessoas no Hotel Lusitano

SEJA O VENCEDOR! tel.:760 102 584

COMO PARTICIPAR?

REGULAMENTO DO PASSATEMPO

1 - Ligue o 760 102 584 * ;

6 - Os vencedores serão publicados na blue Travel 2 números após o da edição do passatempo.

2 - Siga as instruções e responda acertadamente à questão do mês "Quantos vouchers tem a edição deste mês?" ; 3 - Os telefonemas desta edição serão válidos até às 23:59 horas do último dia do mês de capa da revista. 4 - O telefonema premiado este mês será: Telefonema nº 5000 - Fim-de-semana para duas pessoas no Hotel Lusitano

7 - É necessária marcação prévia para usufruto e levantamento do prémio no local correspondente. No caso do usufruto, este pode estar dependente do número de vagas e da validade atribuída a cada prémio. Este prémio não é válido para Natal ou Passagem de Ano; 8 - O levantamento do prémio/usufruto implica a apresentação da revista onde foi comunicado o passatempo;

9 - Os prémios terão de ser reclamados no prazo máximo de 2 meses, após a data de publicação dos códigos vencedores na revista; 10 - Em caso de não validação do prémio através da apresentação da revista, ou em caso de telefonemas insuficientes, o prémio ficará sem efeito; 11 - Os passatempos são realizados pela blue Day em conjunto com a Sonaecom. * custo por chamada: €0,60 + Iva

5 - Cada leitor poderá participar, ao longo do mês, por um número de vezes ilimitado;

VENCEDORES PASSATEMPO

Palmolive

VOUCHERS HOTEL Ana Fernandes - Lisboa Frase: Um Blue Day com Palmolive é aquele em que o meu bem-estar é tão grande que se consegue ver. Célia Jorge - Mem Martins Frase: Para um Blue Day gozar, e do stress ficar descansada, Palmolive tenho que usar para a pele ficar bonita e hidratada. José Santos - A-dos-cunhados Frase: Com Palmolive, um Blue Day vai surgir, aquele dia cheio de amor, em que só nos apetece sorrir!

98

B L U E

T R A V E L

CABAZES DE PRODUTOS PALMOLIVE Lisboa - Maria Santos; Joana Teixeira; Luís Filipe; Ana Fernandes. Barreiro - Carla Pereira; José Mendes; Maria Silva. Carnaxide - Ricardo Antunes. Mem Martins - Célia Jorge. Porto - Maria Costa.


Document1

10/14/09

11:26 AM

Page 1

qlink

www.spain.info/pt


Document1

10/14/09

11:35 AM

Page 1

qlink

www.boutiquedosrelogios.pt

Blue Travel 72  

Canadá; Toronto Fim-de-semana em Troia Viajantes blue Samoa

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you