Page 1


Project1:Layout 1 11/19/10 12:42 PM Page 1

)WTIGMEPMWXEWIQ%PXE6IPSNSEVME )WTIGMEPMWX W EWIQ%P   XE6IPSNS SEVME

%QSVIMVEW7LSTTMRKˆ'IRXVS'SPSQFS %QSV IMVEW7LST  TTMRKˆ'IRXVS'SPSQFS ' 'EWGEM7LSTTMRKˆ2SVXI7LSTTMRK EWGEM7LSTT TMRKˆ2SV   VXXI7LS STTMRK


qlink

www.boutiquedosrelogiosplus.pt


BT84-SUMARIO 84.qxd:BT-SUMARIO 79.qxd 11/22/10 11:53 AM Page 4

BLUE TRAVEL N.º 84 www.blue.com.pt

08 VIAJANTES BLUE | ANGOLA U MA VIAGE M ARC O - Í RI S Helena e Sofia são amigas desde o dia em que se sentaram a uma mesa a conversar e descobriram importantes pontos em comum: estavam na profissão errada, adoravam viajar e queriam voltar a ver a terra onde nasceram. Uma fotografa compulsivamente pessoas e lugares, outra gosta de fazer de conta que é repórter de viagens. Este é o relato da viagem-sonho de duas mães de família que se recusam a “crescer”.

36 FIM-DE-SEMANA | ALGARVE E S C A PA D E L A D E C H A R M E Rumo a Sul encontrámos a Casa d’ Alfarrobeira, em Vale d’ Éguas, para os lados de Almancil. Um lugar exclusivo com uma loja de decoração, ideal para passar o fim-de-semana e aproveitar para fazer algumas compras de Natal para trazer na bagagem. Três suites viradas ao jardim para dias de puro descanso, a ler, a conversar, a fazer uma massagem de relaxamento, e passear com tempo e vagar...

42 PORTUGAL | A LAREIRA EM FAMÍLIA 1 3 E S C A PA D E L A S PA R A O F R I O Conversar, namorar, lanchar, petiscar, ler, ou até não fazer nada. À lareira há um mundo de vivências a ter com quem mais gostamos. Partilha de histórias, pinhas, lenha e noites mais quentes com o fogo como pano de fundo em turismos rurais a garantir fins-de-semana que não vamos esquecer. Ora escolha e marque, de norte a sul do país!

LONDRES | AREA 10

54 LONDRES | PECKHAM U M R O T E I R O A L T E R N AT I V O Depois de bairro problemático e mal afamado, Peckham torna-se lentamente na luz emergente do mapa londrino de artes visuais. A blue deu uma volta pela “promessa”, e conheceu o conjunto de artistas e galerias que o têm roubado ao escuro e desencanto. Uma sugestão para aproveitar na sua próxima ida aos saldos da capital britânica.

74 TUNÍSIA | TUNIS Á F R I C A C O S M O P O L I TA O The Residence é, provavelmente, o melhor hotel de Tunis. Na capital deste Magreb com um gostinho a Europa, tem uma localização privilegiada para quem quer praia, monumentos, aldeias que pararam no tempo e incursões na labiríntica Medina. Todo o exotismo das arábias com o sofisticado carimbo da The Leading Hotels Of The World, numa escapadela para fazer em qualquer época do ano.


BT84-SUMARIO 84.qxd:BT-SUMARIO 79.qxd 11/22/10 3:09 PM Page 5

ESTE

MÊS

NA

BLUE

TRAVEL

Às portas do Natal trazemos-lhe uma edição recheada de sugestões para viver umas férias bem preenchidas. E é nestes dias mais frios que apetece estar a lareira, sen tados à volta de um lume crepitante, a saborear um chá ou um chocolate quente. Jogos em família, a leitura de um bom livro, aproveitar para contar histórias aos mais novos ou para ir adiantando os embrulhos, são coisas simples mas que se traduzem em momentos bem passados com quem nos está mais próximo. De norte a sul do País, escolhemos os nossos turismos rurais com as melhores lareiras, para criar um ambiente mágico onde a partilha vai marcar serões e tardes de chuva. Para quem anda sempre a correr as lojas nesta época do ano, juntámos o útil ao agradável e reservámos a estadia na Casa d’ Alfarrobeira, perto de Almancil. O Algarve é sempre uma óptima opção nos meses de Inverno e, além disso, aqui vai poder fazer algumas compras de Natal na loja de decoração da casa e trazer lembranças originais. E falando de compras, Janeiro é tempo de saldos em Londres. Depois de uma incursão por lojas únicas e mercados de rua, rume ao bairro de Peckham onde a cena artística mudou a face desta zona da margem sul do Tamisa, longe das galerias mainstream do outro lado do rio. A rematar esta edição sugerimos-lhe uma escapadela à Tunísia, onde as temperaturas mais amenas e os voos a bom preço convidam a fugir ao frio. A dois, porque namorar faz bem! Até lá, desejamos-lhe boas leituras e ainda melhores viagens! A

17 ISTO É BLUE 30 ISTO É GREEN 32 24 HORAS EM GUIMARAES 92 VOUCHERS BLUE TRAVEL

FOTO: ARQUIVO BLUE MEDIA

R E D A C C A O


PUB

6/1/10

10:56 AM

Page 1


blue LINK (pub):Layout 1 12/14/10 2:54 PM Page 1

qlink

www.sograpevinhos.eu


BT84-VIAJANTES.qxd:BT-VIAJANTES NOVA ZELÂNDIA.qxd 11/22/10 10:06 AM Page 8

V I A J A N T E S

B L U E

ANGOLA UMA VIAGEM ARCO-ÍRIS Helena e Sofia são amigas desde o dia em que se sentaram a uma mesa a conversar e descobriram importantes pontos em comum: estavam na profissão errada, adoravam viajar e queriam voltar a ver a terra onde nasceram. Desde então, tornaram-se cúmplices de gargalhadas e dores, vitórias e angústias. E por isso, fazer de um sonho antigo uma realidade foi fácil e natural. Desde a primeira piscadela de olho – “Olha lá, e se fossemos as duas...?” – até à hora do embarque, passou-se quase um ano de amizade em movimento. Uma fotografa compulsivamente pessoas e lugares, outra gosta de fazer de conta que é repórter de viagens. Este é o relato da viagem-sonho de duas mães de família que se recusam a “crescer”.

Sofia Nunes e Helena Machado POR

TEM ESPÍRITO BLUE? Procura sempre uma forma inteligente de viajar? Escolhe os hotéis que contribuem para o bem-estar das populações locais e para preservar o ambiente? Viveu momentos únicos que mudaram a sua vida? Partilhe connosco e sinta-se parte da equipa blue. Escreva-nos para avaliarmos a sua experiência para viajantesblue@blue.com.pt ou para Revista BLUE TRAVEL/viajantes blue, Rua Vera Lagoa, n.º 12, 1649 – 012 Lisboa.

8

B L U E

T R A V E L

Evoco as cores: os ocres e rosas da terra, os padrões nos tecidos das roupas das mulheres. Evoco os cheiros e os sabores que só são de lá: dos frutos, das comidas, do ar quente e doce. Recordo os sorrisos hospitaleiros e as conversas, os rostos anónimos e afáveis, os sons da fala e da música. E faço as contas: três mulheres pelas estradas de Angola, nove das 18 províncias percorridas, 5.000Km de espanto e descoberta, 26 dias de viagem, 2.000 fotografias e uns quantos filmes “para mais tarde recordar”, 40 anos elevados a momento blue.

O REGRESSO A LUANDA. Seis da manhã, primeiro dia. Só o coração sabe. Corpo e cabeça estão demasiado fatigados. Só o coração sente o regresso, comove-se na descida do avião, embacia o avistar das luzes das embarcações na baía, desperta com Luanda para a primeira hora do dia. A nossa anfitriã espera-nos. É a principal de muitos a quem deveremos a viagem em generosidade e bom humor. Uma das portas de entrada para um país onde caberiam 12 portugais, Luanda é a capital saída de 40 anos de conflito, refúgio de milhões de deslocados, num país de infra-estruturas arruinadas, pátria de uma geração que nasceu e cresceu na guerra. Entontece-nos a confusão, o lixo, o trânsito caótico, não encontramos padrões de beleza em que nos apoiarmos. Precisamos de algum tempo para nos deixarmos envolver pela beleza discreta desta enorme cidade velha e nova, confusa e charmosa, suja e moderna, pobre e rica, intimidante e convidativa. Só então conseguimos descobrir o pôr-do-Sol por trás dos musseques, o esplendor envelhecido da marginal da baía, o encanto desgrenhado das praias da ilha do Cabo – a língua de terra junto da cidade, onde S. Paulo de Loanda nasceu – e da ilha do Mussulo, a famosa zona de veraneio ao longo da costa.


BT84-VIAJANTES.qxd:BT-VIAJANTES NOVA ZELÂNDIA.qxd 11/22/10 10:06 AM Page 9

MERCADO NO NAMIBE

BAÍA DE LUANDA


BT84-VIAJANTES.qxd:BT-VIAJANTES NOVA ZELÂNDIA.qxd 11/22/10 10:06 AM Page 10

QUEDAS DE CALANDULA, EM MALANGE

A BANHOS NO MUSSULO

ALDEIA EM CUANZA NORTE


BT84-VIAJANTES.qxd:BT-VIAJANTES NOVA ZELÂNDIA.qxd 11/22/10 10:06 AM Page 11

VIAJANTES BLUE

|

ANGOLA

Começamos a recuperar parte de um passado que muitos têm por garantido: o local onde se nasceu, a escola onde se estudou, a rua onde se brincou, pedaços da pessoa que já fomos…

A CAMINHO DO HUAMBO. Seis da manhã, sétimo dia. Sol, calor e vida a palpitar fazem-nos sair da cama cedo. Na “descida”, desenrolam-se vastas planícies de embondeiros imponentes e estranhamente belos, florestas de cactos gigantes, montanhas longínquas, pequenas aldeias ou quimbos à face das estradas, onde o tempo parou; mercados de rua onde se vendem cheiros, cores e sabores numa abundância de frutos que a terra dá – “Compra, madrinha!”, dizem os sorrisos das mulheres, “ajuda-me a sobreviver…”; porcos, vacas e cabras placidamente atravessando a estrada de alcatrão e uma ou outra picada. A cidade do Huambo, uma das mais martirizadas pela guerra, é agora um dos melhores exemplos de reconstrução com as suas largas avenidas e jardins. Ao amanhecer, mulheres com os bebés às costas varrem a rua. Trazemos imagens de velhas carruagens junto ao bairro dos ferroviários. Planeamos uma grande viagem de comboio para quando as linhas estiverem recuperadas. Continuamos a resgatar memórias, com a missão de viajar no tempo, também para familiares e amigos. Nas igrejas preservaram-se os registos de casamento e baptismo. Das casas, por vezes, ficaram só paredes e mato onde um dia se viveu outra vida. DE JIPE ATE HUÍLA. A sul espera-nos o Lubango e longas picadas todo-o-terreno e toda-a-paciência. Muitas estradas estão ainda em reconstrução, e uma das melhores formas de conhecer e viajar em Angola é incorporando expedições organizadas por operadores turísticos como a agência TTT – Turismo Todo Terreno. Pudemos conhecer Jorge Portugal, o “pai” do Raid Cacimbo que entre Julho e Agosto, época do Inverno angolano, dá a conhecer Angola na sua plenitude, de forma simples e ecológica, numa viagem verdadeiramente inesquecível, em contacto com a natureza e com a cultura deste e de outros países da África Austral, dado que o raid já se tem estendido à Namíbia, Botswana, África do Sul e Moçambique. A paisagem renova-se e surpreende. Perante a Fenda da Tundavala, colossal corte na montanha a mil metros de altitude, rendemo-nos em vertigens e gargalhadas; calámo-nos tentando imaginar a guerra a habitar este cenário. Na Serra da Leba nasce uma estrada-serpente deslizando entre enormes escarpas, cascatas e vegetação. No Lubango, Namibe, Benguela, Lobito entramos num estranho túnel do tempo como quem passeia pelo cenário abandonado de um filme: são cidades que renascem do seu antigo esplendor desbotado, que guardam o peso da história na arquitectura colonial decadente, que ao serem recuperadas são património de identidade e memória. Entre acácias vermelho vibrante e jacarandás violeta suave, percorremos ruas de fachadas esquecidas ao lado de novas em cores vivas, o velho e o novo, o passado e a reconstrução.

ÚNICA NO PLANETA A Welwitschia mirabilis é considerada um fóssil vivo e só existe no deserto do Namibe, no Sul de angola e na Namíbia. As suas folhas chegam a atingir os quatro metros de comprimento, e julga-se que pode viver mais de mil anos

B L U E

T R A V E L

11


BT84-VIAJANTES.qxd:BT-VIAJANTES NOVA ZELÂNDIA.qxd 11/22/10 10:06 AM Page 12

VIAJANTES BLUE

|

ANGOLA

ANIVERSÁRIO FRENTE AO MAR Celebrar 40 anos em Cabo Ledo, uma das muitas praias da costa a sul de Luanda, bonita e paradisíaca, espaçosa, sossegada, com águas quentes e afáveis, com ondas perfeitas e compridas que fazem surfistas felizes, com aldeias de pescadores onde lagosta e bom peixe se compram a preços justos, e um empreendimento turístico – a Pousada Doce Mar – de pequenas casas onde se vive literalmente na praia.

NATUREZA E INOVAÇÃO NO NAMIBE. Junto à costa, cada vez mais a sul, percorremos o início do deserto que ocupa toda a província estendendo-se à vizinha Namíbia no que serão algumas das mais belas paisagens do planeta. Terra dourada, formações rochosas feitas esculturas, plantas carnívoras gigantes e o carro deslizando numa recta sem fim a uma batida funky com que uma das nossa anfitriãs balança os seus sorridentes 12 anos. Em incursões mais profundas descobre-se o Parque Nacional de Iona, a sua fauna e flora, pinturas rupestres, lagos termais; pode-se ainda testemunhar outros modos de vida, esquecidos no tempo e no espaço, das tribos que aqui vivem, algumas tal como há 400 anos. Um outro bom exemplo de turismo na região é o lodge Omahua (pedra, em dialecto local) com os bungalows e restaurante construídos nas grutas de rochedos graníticos. Álvaro Baptista é o autor deste projecto de turismo ecológico e sustentável, que fomenta o repovoamento da região com as espécies animais que nela habitavam antes de anos de conflito e negligência. O deserto estende-se até à costa de enormes dunas, barcos e ossos de baleia encalhados, flamingos, focas e abundante vida marinha – o início, a norte, da famosa costa dos Esqueletos.

POUSADA DOCE MAR Fica em Cabo Ledo, província de Bengo, na costa Sul de Luanda. As cadeiras de praia, num areal quase deserto, convidam e ficar por ali, olhando um mar de águas calmas. Na aldeia de pescadores, ali perto, vende-se peixe e marisco fresco

O REGRESSO A NORTE. Seis da manhã, 15º dia. A “subida” até Benguela faz-se pelo litoral. Constatamos que a felicidade pode estar num troço de estrada asfaltada ou no simples acto de abrir a torneira e ver água a correr. No Sumbe, Cuanza Sul, almoço de lagosta a preço de bitoque em frente à praia: a felicidade também pode estar aqui. No Bengo, costa de praias paradisíacas, da foz do rio Cuanza, do Parque Nacional da Kissama, um dos maiores do país, da paisagem de outro planeta do miradouro da Lua. Seguimos depois para Cuanza Norte e Malange, onde as florestas são mais verdes e húmidas. As vertiginosas quedas de água de Calandula, em Malanje, trazem-nos o brado e a força do Cuanza correndo sobre rochas ancestrais. O FECHAR DE UM CICLO. Seis da manhã, 26º dia, de volta a Luanda. Arrumámos o passado. Testemunhámos um país em crescimento. Reconhecemo-nos viajando. A minha companheira de viagem e fotógrafa de serviço roubou uma foto a um menino que ia para a escola, levando uma pequena cadeira de plástico. Servirá para se sentar ouvindo a lição, e a sua sala de aula poderá estar na sombra de uma árvore. Percorríamos a província do Huambo, no planalto central, e quase todas as crianças que se dirigiam para a escola carregavam um pequeno banco ou cadeira de plástico, por vezes de madeira. Invariavel mente sorriam. Talvez só por serem crianças. Talvez por viverem em paz no seu país, por poderem ir à escola, talvez por serem um futuro bem melhor de um passado tão sofrido. E

12

B L U E

T R A V E L


BT84-VIAJANTES.qxd:BT-VIAJANTES NOVA ZELÂNDIA.qxd 11/22/10 10:06 AM Page 13

ESTRADA DA SERRA DE LEBA

O RIO QUEVE, NO CUANZA SUL

PESCA ARTESANAL NO NAMIBE


blue LINK (pub):Layout 1 12/14/10 3:03 PM Page 1

qlink

www.sograpevinhos.eu


Project2:Layout 1 11/22/10 11:48 AM Page 1


BT84-ISTOÉBLUE.qxd:BT83-ISTOÉBLUE.qxd 11/22/10 10:46 AM Page 17

L I V I N G

>

ISTO É BLUE!

N O V I D A D E S

T E N D Ê N C I A S

G O U R M E T

A PUREZA DA COR Os brancos dominam nos quartos do Waikiki, onde os tons naturais, as madeiras e os pormenores de design criam ambientes tranquilos. Pelas grandes janelas entram as vistas rasgadas da cidade de Honolulu, do porto ou do oceano Pacífico. Duplo a partir de €255

HAVAI

New!

THE WAIKIKI EDITION Inaugurou em Outubro e é o primeiro hotel de uma nova cadeia criada por Ian Shrager em parceria com a Marriott, a dois passos da célebre praia de Wakiki, na costa sul da ilha havaiana de Oahu. Personagem incontornável do mundo da hotelaria, Shrager foi um dos fundadores do mítico Studio 54 e responsável pelo Morgans Hotel, em Nova Iorque, que introduziu o conceito de boutique hotel no início dos anos 80. A sua marca ficou também em hotéis tão marcantes como o Delano e o Shore Club, em Miami, o Mondrian em Hollywood, o Gramercy Park, em Nova Iorque ou o St, Martins Lane, em Londres. O projecto foi concebido em colaboração com a dupla George Yabu e Glenn Pushelberg , que também assinam hotéis como o Las Alcobas, na Cidade do México ou o W em Times Square, e pretende combinar bom design, inovação, serviço personalizado e a cozinha excepcional do chef Masaharu Morimoto. www.editionhotels.com B L U E

T R A V E L

17


BT84-ISTOÉBLUE.qxd:BT83-ISTOÉBLUE.qxd 11/22/10 10:56 AM Page 18

New UM CHEF EM EXPANSÃO Restaurante Santi, Marina Bay Sands, Singapura www.marinabaysands.com Depois do seu primeiro restaurante fora de Espanha, o Ossiano, no Atlantis The Palm, no Dubai, Santamaria inaugurou em Junho o Santi, o seu primeiro projecto na Ásia. Tendo por modelo o Can Fabes, o restaurante Santi fica no novíssimo Marina Sands Bay, em Singapura, cujas imagens da maior piscina do Mundo a 200m do chão fizeram furor este Verão. A ementa combina os pratos da cozinha mediterrânica com as raízes catalãs do chef e influências asiáticas, num espaço que também teve a sua mão na decoração.

ESPANHA

|

COSTA BRAVA

Detentor de sete estrelas Michelin – três para o restaurante Can Fabes, em Sant Celoni, duas para o restaurante Santceloni, em Madrid, uma para o restaurante Evo, em Barcelona, e uma para o restaurante Tierra, em Toledo – o chef catalão Santi Santamaria dispensa apresentações. Mas longe de se acomodar ao sucesso até agora conquistado, Santamaria continua a apostar nos seus projectos, levando a sua cozinha além fronteiras com a abertura de um restaurante no Dubai, em 2009, e outro em Singapura, inaugurado em Junho deste ano. Como se não bastasse, quem passar pela sua renovada casa-mãe neste Inverno vai poder contar com a mestria de outro chef de renome – Xavier Pellicer, galardoado com duas estrelas Michelin no restaurante Àbac, juntou-se à equipa e promete deliciar-nos com os pratos da nova carta. Restaurante Can Fabes, c/ Sant Joan, 6, Sant Celoni, Tel.: +34.93.867.2851, www.canfabes.com

18

B L U E

T R A V E L

T E X T O Rosário Sá Coutinho

2 CHEFS, 9 ESTRELAS


BT84-ISTOÉBLUE.qxd:BT83-ISTOÉBLUE.qxd 11/22/10 10:47 AM Page 19

ISTO É BLUE

SANTAMARIA E PELLICER assinam a ementa do renovado Can Fabes, na Costa Brava dois mestres a quatro mãos para uma verdadeira EXPERIÊNCIA GASTRONÓMICA CAN FABES

CAN FABES

+ 6 MESAS A NAO PERDER . Santceloni Paseo de la Castellana, 57, Madrid Tel.: +34.91.210.8840 www.restaurantesantceloni.com

. La Manzana Hotel Hesperia Madrid Paseo de la Castellana, 57, Madrid Tel.: +34.91.210.8812

. Evo Hotel Hesperia Tower Gran Vía, 144, Barcelona Tel.:+34.93.413.5030 www.evorestaurante.com

. Bouquet {Receita do chef } UMA RECEITA 3 ESTRELAS

ESCABECHE DE PEIXE

Hotel Hesperia Tower Gran Vía, 144, Barcelona Tel.:+34.93.413.5030

. Tierra 200g de peixe-aranha | 200g de cantarilho 200g de rascasso-vermelho | 2 chalotas | 2 cebolas 4 cenouras pequenas | 4 courgettes pequenas 4 batatas pequenas | 1L de azeite | 1/4L de vinho branco 1/4L de vinagre de Jerez | 1 pitada de pimenta em grão 8 dentes de alho sem pele | 2 folhas de louro açafrão q.b. | 1 ramo de tomilho PREPARAÇÃO 1. Remover as espinhas dos peixes e cortá-los em pedaços. Temperar com sal e pimenta e dourá-los do lado da pele. Cortar as cenouras e as courgettes em troços. Cortar as cebolas em juliana

Hotel Valdepalacios Ctra. de Oropesa a Puente del Arzobispo, km 9 Torrico, Toledo Tel.: +34.92.545.7534 www.valdepalacios.es

. Ossiano Atlantis The Palm, Dubai www.atlantisthepalm.com

2. Descascar as batatas e cortá-las em rodelas com cerca de 1cm de espessura. Picar e dourar as chalotas em azeite numa caçarola. 3. Em seguida, adicionar o restante azeite, o vinho branco, o vinagre, o alho, a pimenta em grão, o louro, açafrão e tomilho. Quando levantar fervura, manter em lume brando e adicionar as batatas. 10 minutos depois adicionar as courgettes e as cenouras. 5 minutos depois adicionar os peixes. 4. Deixe ferver apenas um minuto e meio, retire do lume e deixe o peixe amornar no escabeche. B L U E

T R A V E L

19


BT84-ISTOÉBLUE.qxd:BT83-ISTOÉBLUE.qxd 11/22/10 10:47 AM Page 20

CAFE CIÊNCIA

NEW FACES

SANDALWOOD

CAFE CIÊNCIA

NEW FACES

SANDALWOOD

CAFE CIÊNCIA

NEW FACES

SANDALWOOD


BT84-ISTOÉBLUE.qxd:BT83-ISTOÉBLUE.qxd 11/22/10 10:48 AM Page 21

LISBOA CAFE CIÊNCIA Parque das Nações – Alameda dos Oceanos; Lote: 2.10.01 Horário: Aberto todos os dias das 9h às 20h www.cafeciencia.com/pt

ISTO É BLUE

O Grupo Lágrimas abraçou mais um desafio ao inaugurar a cafetaria Café Ciência no Pavilhão do Conhecimento – Ciência Viva. Com uma esplanada, este novo espaço, inspirado nas cafetarias dos melhores museus por esse mundo fora, foi desenhado pelo arquitecto Carrilho da Graça e tem peças de design assinadas por criadores de renome como Marcel Wanders. Aqui pode fazer refeições ligeiras à base de saladas, tostas, carpaccios, crepes, sumos naturais, gelados Artisani, entre muitas outras opções. Ao Domingo não perca o delicioso brunch aqui servido, enquanto navega na internet disponível gratuitamente para os clientes.

LISBOA HIPPOPOTAMUS Av. D.João II, Parcela 1.14, Lote 3; Parque das Nações Tel.:218.925.291; www.tivolihotels.com Para quem é apreciador de carne grelhada, o restaurante Hippopotamus, no hotel Tivoli Oriente, é uma excelente opção. Com menus a partir de €10.90, que inclui prato e bebida, e um especial para crianças a €6.90, permite-lhe poupar naqueles almoços de família. A grande especialidade é a carne de vaca Charolesa, mas também há porco, borrego e frango. À sobremesa tem os gelados Ben&Jerry's com sabor a Farófia e Crème Brûlée para os mais gulosos.

ESTORIL SANDALWOOD CAFE THAI SPA CUISINE Banyan Tree Spa Estoril; Rua Particular – Hotel Palácio Tel.: 214.658.600; Horário do restaurante: Aberto todos os dias das 9h às 21h e almoços das 12h às 16h www.banyantreespa.com O Sandalwood Café Thai Spa Cuisine, no Banyan Tree Spa Estoril, segue a máxima «Good spa, good food». Por isso, da próxima vez que fizer uma relaxante massagem, faça também uma refeição saudável no restaurante. Com uma ementa inspirada na cozinha típica thai, tem pratos como Pad Thai Goong, massa de arroz e sobremesas como Tim Krob, castanha asiática com leite de coco gelado, Sanskaya Fak Thong e leite de creme de abóbora.

VILA NOVA DE GAIA NEW FACES

T E X T O S Patrícia cabral

Rua Engenheiro Rocha Melo nº1; Piscinas da Granja Tel.: 917.786.515; Horário: De Terça a sexta das 12h30 às 15h; e das 19h30 às 23h; Sábado e Domingo das 12h30 às 15h; das 19h30 às 24h. Encerra à Segunda www.newfaces.com.pt Situado no Complexo das Piscinas da Granja, em Vila Nova de Gaia, o New Faces é um restaurante, bar e lounge com um ambiente sofisticado. Com uma decoração minimalista, tem uma vista fantástica para a praia da Granja. A ementa, baseada na cozinha de autor, tem um menu de degustação, outro especialmente concebido para as crianças, pratos vegetarianos, massas, entradas frias e quentes. Dos pratos de carne não deixe de experimentar a Prediz recheada com frutos secos e puré de batata aromatizado com trufa preta.

New

HIPPOPOTAMUS

RESTAURANTES

SABORES REQUINTADOS Desde as refeições saudáveis no restaurante do Banyan Tree Spa, no Estoril, ao Café Ciência, a nova aposta do grupo Lágrimas,no Pavilhão do Conhecimento, ou o sofisticado New Faces, em Vila Nova de Gaia, saiba onde se fazem as melhores refeições.

B L U E

T R A V E L

21


BT84-ISTOÉBLUE.qxd:BT83-ISTOÉBLUE.qxd 11/22/10 10:48 AM Page 22

ISTO É BLUE

NATAL 2010

AS MELHORES MORADAS PARA COMPRAS O Natal está à porta e as boas ideias para oferecer prendas originais não faltam. Seleccionámos várias moradas para fazer as suas compras a preços bastante acessíveis. Desde objectos de decoração, mobiliário de design, malas práticas ou artigos para crianças, entre no espírito da época e deixe-se seduzir por boas oportunidades...

LISBOA KNOC Centro Comercial Continente de Telheiras www.knoc.com.pt Se ainda não conhece, vale a pena espreitar a loja Knoc, no Centro Comercial Continente de Telheiras. Com preços bastante acessíveis, encontra os mais variados objectos de decoração para a casa. Muito coloridos, com um design inovador e prático, vão tornar qualquer decoração mais alegre. Existe ainda uma zona dedicada às crianças com diversos artigos seleccionados.

LISBOA MUJI Rua do Carmo, 63-75; www.muji.com

Go! LISBOA KITSCH KITCHEN www.mypopbrands.pt A marca holandesa Kitsch Kitchen, lançada em 1994 num mercado de rua em Amesterdão e conhecida pelos seus coloridos e utilitários sacos em algodão plastificado, já está em Portugal. Muito práticos, resistentes e laváveis, podem ser usados durante o ano inteiro. Desde sacos para as compras, de viagem ou para as crianças deixe-se seduzir por diferentes padrões. Pode encontrá-las nas lojas Pau de Giz e Piri-Piri, ambas em Campo de Ourique, e na Design Shop do Centro Cultural de Belém.

PORTO SERRALVES Rua D.João de Castro, 210 www.serralves.pt A loja da Fundação de Serralves já inaugurou o Bazar de Natal. Aqui pode encontrar desde artesanato urbano, brinquedos didácticos, acessórios de moda, produtos gourmet, artigos natalícios entre muitos outros, a preços para todas as bolsas.

A conhecida marca japonesa Muji inaugurou a sua primeira loja em Lisboa. Num espaço com 300m2 divididos em dois pisos, encontra desde objectos para a casa, mobiliário, produtos de cosmética, artigos de electrónica, roupa, acessórios, entre muitos outros. Aqui vai ter acesso às últimas tendências de marcas nacionais e internacionais a preços bastante competitivos.

LISBOA Rua Rodrigues Faria, nº103; Edifício 1, Lx Factory www.kare-lisboa.com «Templo de mobiliário e de vida» – este é o conceito da Kare Design, uma conhecida marca alemã que abriu recentemente uma loja na Lx Factory. Peças de design, mobiliário contemporâneo e iluminação recheiam este novo espaço. Perfeita para clientes cosmopolitas, deixe-se surpreender por objectos criativos e cheios de design.

A NOVA LINHA DA MERRY CUPCAKES Merry Rose&Me é a nova aposta desta marca que agora disponibiliza uma grande variedade de produtos como aventais, toalhas de mesa, luvas de cozinha, serviços de chá e até o livro de receitas para preparar os deliciosos e coloridos CupCakes em casa. Saiba mais em www.merrycupcakes.com

22

B L U E

T R A V E L

T E X T O S Patrícia Cabral

KARE DESIGN


SERRALVES

MUJI

KITSCH KITCHEN

KARE DESIGN

BT84-ISTOÉBLUE.qxd:BT83-ISTOÉBLUE.qxd 11/22/10 11:01 AM Page 23

EXPO CASA DAS HISTÓRIAS VICTOR WILLING – UMA RETROSPECTIVA Até 2 de Janeiro de 2011 não perca esta exposição na Casa das Histórias Paula Rego. Nesta mostra poderá ver a obra deste pintor e crítico já falecido. www.casadashistoriaspaularego.com


BT84-PROGRAMAS.qxd:BT83-ISTOÉBLUE.qxd 11/22/10 10:53 AM Page 24

ISTO É BLUE

SANTIAGO DO CACEM HOTEL CAMINHOS DE SANTIAGO Tel.: 269.825.350; www.hotelcaminhosdesantiago.pt Se ainda não tem programa para o último dia do ano, reúna a família e celebre a chegada de 2011 no Hotel Caminhos de Santiago. O programa para uma noite de alojamento custa €170 num quarto duplo e inclui tratamento especial à chegada, pequeno-almoço e late check-out. O jantar de festa será servido no restaurante O Peregrino e custa €75 por pessoa com bebidas incluídas. O menu é composto por Cestinhas de filo com misto de cogumelos, Garoupa à bolhão pato e Magret de pato recheado com bacon e tâmaras, com arroz escuro e pêra caramelizado a acompanhar. Para sobremesa tem o tradicional Torrão de mel e noz de Santiago.

MONCHIQUE LONGEVITY WELLNESS RESORT Tel.: 282.240.110; www.longevitywellnessresort.com

CELEBRAR DE NORTE A SUL A quadra festiva que se aproxima convida a passar bons momentos em família ou com os amigos. Do centro ao sul do país muitas são as propostas dos hotéis para celebrar de forma especial o Natal e o fim do ano. Seleccionámos quatro programas com preços acessíveis para tirar o melhor partido desta época, ou para aproveitar numa ocasião especial.

PORTO

Relax!

SHERATON HOTEL&SPA Tel.:22.040.4000; www.sheratonporto.com Se este ano quiser celebrar o Natal de forma diferente e sem o stress de organizar tudo em casa, o hotel Sheraton, no Porto, propõe um programa diferente para a véspera e dia de Natal. Para 24, o restaurante Porto Novo organiza uma ceia preparada pelo chef Jerónimo Ferreira, e para 25 será servido um buffett ao almoço. Para o jantar espera-o um menu tradicional, que nos faz recordar velhas memórias da casa dos nossos avós. Se pretender ficar no hotel nestas datas tem um quarto duplo por €155, que inclui um cálice de vinho do Porto à chegada, pequeno-almoço e acesso às instalações do spa.

24

B L U E

T R A V E L

GRUPO LÁGRIMAS HOT RATES www.evidenciahoteis.com Até 24 de Fevereiro de 2011, excepto Natal, fim do ano, Carnaval e feriados, aproveite as promoções de três hotéis do grupo Lágrimas. No Hotel Infante de Sagres, no Porto, para estadias minímas de três noites, o quarto duplo custa €120. Na Quinta das Lágrimas, em Coimbra, para duas noites consecutivas o duplo fica por €96. Por último, o Vila Monte Resort, em Moncarapacho, oferece o duplo por €80 se ficar três noites. Faça já as suas reservas! . Hotel Infante de Sagres Tel.:223.398.500 www.hotelinfantesagres.pt . Quinta das Lágrimas Tel.:239.802.380 www.quintadaslagrimas.pt . Vila Monte Resort Tel.:289.790.790 www.vilamonte.com

T E X T O S Patrícia Cabral

4 PROGRAMAS A NAO PERDER

Despedir-se de 2010 num ambiente de grande tranquilidade é a proposta do Longevity Wellness Resort, em Monchique. O programa inclui duas noites de alojamento em luxuosas suites com pequeno-almoço, cocktail de boas vindas, jantar de gala com bebidas, actividades infantis durante o jantar, ceia e brunch para o dia de ano novo. Este pacote custa €307 por pessoa e, se efectuar a sua reserva até 2 de Dezembro, tem 20% de desconto.


blue LINK (pub):Layout 1 12/14/10 3:21 PM Page 1

qlink

www.europcar.pt


BT84-ISTOÉBLUE.qxd:BT83-ISTOÉBLUE.qxd 11/22/10 10:48 AM Page 26

New ISTO É BLUE BARCELONA APARTMENTS SIXTY FOUR Passeig de Gràcia, 62; Tel.:+34.932.724.180 www.sixtytwohotel.com O Hotel Sixtytwo, num dos bairros mais carismáticos da cidade, ampliou a sua oferta ao inaugurar mais 16 apartamentos. Com o objectivo de transformar a estadia dos hóspedes numa experiência mais personalizada, apostam numa decoração elegante mas confortável. Para além de terem espaços amplos, houve uma preocupação acrescida com o design e qualidade dos materiais e mobiliário escolhido. Todos estão equipados com cozinha para que possa preparar as suas refeições. Os clientes podem ainda usufruir de todos os serviços do hotel. À chegada espera-o um cesto com os produtos de primeira necessidade para a casa.

LISBOA LX BOUTIQUE HOTEL Rua do Alecrim, nº12; Tel.: 213.474.394 Duplo a partir de €80; www.sixtytwohotel.com Situado numa das zonas históricas da cidade, o Lx Boutique Hotel foi alvo de uma remodelação profunda este ano. Com um conceito muito blue, todos os interiores são harmoniosos e em tons pastel. Outro dos grandes atractivos do Lx são os preços praticados: aqui pode dormir confortávelmente num quarto duplo por €80. Para uma experiência diferente, reserve a Xplendid Suite que ocupa uma área de 45 metros quadrados. Com uma atmosfera tranquila, permite que possa estar a trabalhar no computador e, ao mesmo tempo, apreciar a vista sobre o rio Tejo.

LISBOA ALTIS PRIME E ALTIS PARK HOTEL

APARTMENTS SIXTY FOUR

HOTEIS

NOVAS ABERTURAS Se é um viajante inteligente e gosta de ficar instalado em hotéis com qualidade a preços surpreendentes, opte por uma das nossas propostas. Desde os novos apartamentos Sixty Four, em Barcelona, ao remodelado Lx Boutique Hotel ou o Altis Park, faça já as suas reservas para a época de férias que se avizinha.

Estratégicamente localizado junto ao Marquês de Pombal e Avenida da Liberdade, o Altis Prime, simboliza um novo conceito de apartamentos de luxo em pleno centro da capital. Tem 78 apartamentos divididos em oito estúdios, 59 Deluxe suites, dez Premium Suites e uma Penthouse. Todos estão equipados com as mais modernas tecnologias e kitchenette para fazer as suas refeições. Tem ainda acesso aos serviços do hotel Altis como o Health Club e piscina aquecida. Pode ir até ao sundeck com jacuzzi na cobertura e frequentar os restaurantes e bares disponíveis. Num ano estratégico para a marca em termos de novas aberturas, o grupo Altis apostou ainda na remodelação do Altis Park Hotel, na encosta das Olaias. Os 180 quartos têm agora uma cara nova, apostando num estilo mais moderno e sofisticado. A decoração é assinada pelo arquitecto Jorge Cid, que optou pelo uso de materiais contemporâneos.

MADRID | EXPRES DEL AEROPUERT0 Já está a circular esta nova linha de autocarros expresso entre o aeroporto de Barajas e o centro de Madrid. A funcionar 24 horas por dia, vem recolher passageiros de 15 em 15 minutos durante o dia, e de 30 em 30 minutos à noite. O bilhete custa €2 por pessoa.

26

B L U E

T R A V E L

T E X T O S Patrícia Cabral

www.altishotels.com


BT84-ISTOÉBLUE.qxd:BT83-ISTOÉBLUE.qxd 11/22/10 10:49 AM Page 27

LX BOUTIQUE HOTEL

ALTIS PRIME

ALTIS PARK HOTEL

LX BOUTIQUE HOTEL

ALTIS PRIME

ALTIS PARK HOTEL

LX BOUTIQUE HOTEL

ALTIS PRIME

ALTIS PARK HOTEL


BT84-ISTOÉBLUE.qxd:BT83-ISTOÉBLUE.qxd 11/22/10 10:49 AM Page 28

ESCOLHAS INTELIGENTES

DORMIR POR MENOS DE €100 ISTO É BLUE

As férias do Natal aproximam-se e chegou a altura de começar a pensar numa próxima escapadela aqui mesmo na Europa. O Hotel Pantone, no centro histórico de Bruxelas, é um verdadeiro achado que alia design à qualidade. Se optar por ficar por cá, o Monte da Moirana, em pleno Alentejo, é uma boa opção para uns dias de absoluto descanso.

VILA NOVA DA BARONIA [ALENTEJO] MONTE DA MOIRANA Vila Nova da Baronia; Tel.:214.142.832 www.montedamoirana.com A 30km de Évora e Beja, o Monte da Moirana está inserido na antiga Herdade do Barão. Com uma casa rústica recentemente restaurada, tem dois quartos que podem ser alugados independentemente ou como um T2. Para grupos superiores a seis pessoas é ainda disponibilizado um outro quarto. Durante a sua estadia pode aproveitar por explorar a zona de bicicleta, fazer longas caminhadas a pé ou ir de carro até às barragens do Alvito e Odivelas, que ficam relativamente perto. Oliveiras, sobreiros e árvores de fruta desenham a tranquila paisagem que convida a uns dias relaxantes no campo. duplo a partir de

€55


blue LINK (pub):Layout 1 12/14/10 3:47 PM Page 1

qlink

www.ana.pt


BT84-ISTOÉGREEN.qxd:BT83-ISTOÉBLUE.qxd 11/22/10 11:34 AM Page 30

SIGG GISELE BUNDCHEN

ISTO É GREEN

PARCERIA ENTRE MODA E SUSTENTABILIDADE A Sigg, conhecida em todo o mundo pelas suas garrafas de alumínio reutilizáveis e eco-friendly, associou-se a Gisele Bundchen para lançar uma nova garrafa. Esta edição limitada, foi desenhada pela modelo brasileira e distribuída no Eco Fashion Week, em Vancouver, no Canadá. Este modelo Sigg pode ser adquirido por €17.50 na loja online da marca, e as receitas revertem a favor da organização humanitária Watercan. www.sigg.com

4 PRÁTICAS SUSTENTÁVEIS

ATITUDE ECO Em contagem decrescente para a chegada do novo ano sugerimos-lhe que adopte uma série de práticas sustentáveis. Desde os passeios não poluentes de bicicleta, ao uso de garrafas recicláveis para o seu dia-a-dia ou a estadia em hotéis ecológicos, contribua para um ambiente mais saudável.

TRÓIA AQUALUZ TRÓIA AMIGO DO AMBIENTE O Aqualuz Suite Hotel Apartamentos, no Troiaresort, foi distinguido com a certificação de Eco-Hotel. Para o efeito foram implementadas uma série de medidas no sentido de optimizar os consumos de energia despendidos. De forma a garantir a obtenção da qualificação, teve de cumprir um conjunto de requisitos divididos por seis áreas: consumo de água, gestão de resíduos, segurança, licenciamento, gestão de energia e conformidade ambiental. www.aqualuz.com

BARCELONA HOTEL MARKET Numa próxima ida a Barcelona opte por ficar no hotel Market e alugar uma das bicicletas disponibilizadas para explorar a cidade. Para além de ser um veículo não poluente, permite que possa conhecer os principais bairros de forma tranquila. As Market Bikes são recolhidas na recepção, altura também em que lhe será entregue um mapa com os diversos percursos que pode fazer. Uma das alternativas propõe um roteiro pelo centro histórico com passagem pela Universidade, Praça Catalunya, Teatro do Liceu e o célebre mercado da Boquería. Comte Borrell, 68 Tel.: +34.933.325.1205 www.markethotel.com.es

30

B L U E

T R A V E L

CERTIFICADO FENG SHUI IMÓVEIS LAR EM HARMONIA Já pensou em transformar a sua casa ou escritório num lugar harmonioso? Com os certificados Feng Shui vai poder ficar a saber se o seu espaço transmite boas ou más energias. Através de uma avaliação das qualidades energéticas com base na estrutura, forma e materiais que compõem o interior de um imóvel, ficará a saber aquilo que deve alterar de forma a corrigir alguns aspectos menos favoráveis. O Feng Shui, que tem por base a filosofia oriental, é muito usado na arquitectura pelas vantagens que oferece. www.certificadofengshui.com

T E X T O S Patrícia cabral

VER A CIDADE DE BICICLETA


blue LINK (pub):Layout 1 12/14/10 3:50 PM Page 1

qlink

www.anselmo1910.com


BT84-24HORAS-GUIMARAES.qxd:BT83-ISTOÉBLUE.qxd 11/22/10 11:07 AM Page 32

ISTO É BLUE

24h ONDE DORMIR POUSADA DE SANTA MARINHA Largo Domingos Leite de Castro, Lugar da Costa Tel.:253.511.249; Escapada de 2 noites (programa válido até 31 de Março de 2011); €95 por noite para duas pessoas: inclui pequeno almoço e check out até às 18h; www.pousadas.pt Em pleno centro histórico de Guimarães, a pousada de Santa Marinha, resultante do restauro do Mosteiro dos Agostinhos, e distinguida com o prémio Nacional de Arquitectura em 1985, é uma excelente opção para ficar. Com 42 quartos e duas suites, garante total conforto e privacidade. Pode explorar a pé o magnífico jardim com as suas fontes em granito, os claustros e os balcões com amplas vistas sobre a cidade. No restaurante tem especialidades da cozinha portuguesa local como o Bacalhau com broa e o Arroz de Cabidela.

UM DIA NA CIDADE

Em contagem decrescente para ser a Capital Europeia da Cultura em 2012 (www.guimaraes2012.ppt), Guimarães desdobra-se em eventos e iniciativas de carácter cultural. Considerada uma das mais importantes cidades do país pelo seu passado histórico, encanta com as suas praças, ruas e monumentos. Seja em trabalho ou lazer venha descobrir as novidades para a temporada em restaurantes, lojas e exposições.

32

B L U E

T R A V E L

HOTEL FUNDADOR Av. D.Afonso Henriques, 740; Tel.:253.422.640, Duplo a partir de €55 com pequeno-almoço; http://hotelfundador.com Com uma excelente relação preço-qualidade, foi totalmente remodelado em 2005. Extremamente bem localizado, tem a vantagem de ter parque de estacionamento gratuito, o que lhe permite deixar o carro na garagem e percorrer tranquilamente as ruas do centro a pé. Com um total de 72 quartos, aposta numa decoração sóbria e todos têm acesso Wi-Fi. No último piso tem um bar onde pode tomar um copo ao fim da tarde enquanto observa as vistas sobre a cidade. Mesmo ao pé encontra o Centro Cultural Vila Flor, onde pode ir ver uma exposição durante a sua estadia.

T E X T O S Patrícia Cabral

GUIMARAES: BERÇO DO PAÍS


BT84-24HORAS-GUIMARAES.qxd:BT83-ISTOÉBLUE.qxd 11/22/10 11:08 AM Page 33

SHOPPING MEIA TIGELA Rua Santa Maria, 35-37; Tel.: 253.512.591 Horário: De Segunda a Sábado das 10h às 19h30 Domingo das 10h às 13h; www.meiatigela.com Espreite esta nova loja de artesanato contemporâneo, que surpreende com os seus objectos tradicionais transformados em peças de design. Se está com falta de ideias, aqui encontra boas sugestões para as suas compras de Natal.

ROLHAS&RÓTULOS Largo da Oliveira, n.º 11; Tel.: 253.048.068 Horário: De segunda a quinta das 10h às 24h Sexta, Sábado e vésperas de Feriado das 10h às 02h Domingo das 10h às 24h; www.rolhaserotulos.com

PAPA BOA

RESTAURANTE HISTÓRICO

BOAS REFEICOES RESTAURANTE HISTÓRICO Rua de Val Donas, n.º 4; Oliveira do Castelo (paredes meias com a Praça Santiago); Tel.: 915.429.700; Horário: Todos os dias das 10h às 24h; www.papaboa.pt/historico

EXPOSICOES A NAO PERDER CENTRO CULTURAL VILA FLOR Av. D. Afonso Henriques, 701; Tel.:916.329.543 Horário da exposição: De Terça a Sábado das 10h às 12h30 e das 14h às 19h Domingos e Feriados das 14h às 19h; www.ccvf.pt

Um antigo palacete do século XVII foi transformado neste restaurante inaugurado há um ano. Com um conceito inovador e ambiente requintado, oferece a possibilidade de fazer diferentes e saborosas refeições. Desde petiscos a tapas ou almoços mais elaborados, pode optar por diferentes menus. De segunda a sexta tem o almoço executivo que, por €8.50 inclui pão, azeitonas, sopa, prato principal, sobremesa, bebida e café.

«Histories of Mutual Respect». Para ver até 26 de Dezembro. Uma exposição de Gabriel Abrantes em colaboração com Benjamin Crotty, Daniel Schmidt e Katie Widloski. Aqui são apresentadas algumas obras em vídeo como «Visionary Iraq» e «A History of Mutual Respect», que conquistou o Leopardo de Ouro no Festival Internacional de Cinema de Locarno 2010, na Suíça.

PAPA BOA Rua Capitão Alfredo Guimarães; Tel.: 936.774.485 Horário: De Segunda a Sábado das 12h30 às 14h30 e das 19h30 às 22h30; Encerra ao Domingo www.papaboa.pt

Nesta winehouse, winebar e wineshop, encontra uma vasta selecção de vinhos, queijos, enchidos, entre muitos outros produtos gourmet. Pode ainda fazer as suas compras na loja online disponível no site, provar os vinhos e sentar-se na esplanada exterior.

MEIA TIJELA

SAO MAMEDE CENTRO DE ARTES E ESPECTÁCULOS Rua Dr. José Sampaio, 17-25; Tel.: 253.547.028 Horário: Segunda, Terça e Quintas das 10h às 24h Quartas e Sextas das 10h às 02h Sábados das 14h às 02h; Encerra ao Domingo www.sao-mamede.com

Dos mesmos donos do restaurante Histórico e, a dois passos do centro, é uma referência em termos de qualidade. Com uma arquitectura contemporânea e ambiente citadino, a cozinha está a cargo da chef Isabel Vitorino. Dos pratos de carne destaca-se o Magret de Pato com molho de mel e laranja e as Bochechas de porco preto com risotto de hortelã. Para quem preferir o peixe, experimente o Polvo à Papaboa ou o Folhado de bacalhau com legumes.

A funcionar no antigo cinema São Mamede, este edifício histórico foi transformado num importante pólo cultural. Uma galeria de arte, sala para espectáculos, livraria e café-concerto fazem parte deste espaço.

ROLHAS E RÓTULOS

B L U E

T R A V E L

33


EMOÇÃO É DAR MAIS À FAMÍLIA Com um carro assim e o fim-de-semana à porta, só apetece viajar. No novo Seat Alhambra o espaço é totalmente versátil. Cabem as crianças, o cão, as malas e, desta vez, ainda levamos tudo para a festa da Maria. A família, encantada. Tecnologia da mais avançada, segurança garantida, portas de correr eléctricas e tecto de abrir panorâmico! Eu, feliz. Um motor potente, económico e com emissões de carbono reduzidas! Um automóvel surpreendente.

www.clubseat.pt

SEAT ALHAMBRA.indd 1

10/15/10 1:08:58 PM


blue LINK (pub):Layout 1 12/14/10 3:54 PM Page 1

qlink

www.seat.pt


F.S. Algarve:F.S. Algarve 11/18/10 5:14 PM Page 36


F.S. Algarve:F.S. Algarve 11/18/10 5:15 PM Page 37

{ FIM-DE-SEMANA BLUE EM PORTUGAL }

ALGARVE E S C A P A D E L A

D E

C H A R M E

Rumo a Sul encontrámos a Casa d’ Alfarrobeira, em Vale d’ Éguas, para os lados de Almancil. Um lugar exclusivo com uma loja de decoração, ideal para passar o fim-de-semana e aproveitar para fazer algumas compras de Natal para trazer na bagagem. Três suites viradas ao jardim para dias de puro descanso, a ler, a conversar, a fazer uma massagem de relaxamento, e passear com tempo e vagar... Por R I T A

D O

A M A R A L

D I A S

SOL DE INVERNO. Em tempo de frio o Sul do País é destino eleito da blue sempre que surge uma oportunidade. E de preferência num Algarve calmo, longe de betão, caos e multidões. Para isso, há que rumar às suas extremidades ou um pouco para o interior, mesmo que esse interior esteja do mar a menos de cinco quilómetros em linha recta. É esse o caso do destino que sugerimos nesta escapadela. Na zona de Almancil, destinou-se um lugar de charme, exclusivo, tranquilo, onde quem chega descansa, lê, ouve música, descontrai e regressa à cidade como novo. E ainda terá hipótese, se for para aí virado, de conversar com os seus proprietários e sair de lá com um projecto de decoração para a sua casa. Pois, porque Carlos Rocha, um dos donos da Casa d’ Alfarrobeira, é decorador e pintor, por isso todos os quadros que aí verá expostos são de sua autoria e poderá, mesmo, adquiri-los.

CASA D’ALFARROBEIRA Este spot muito exclusivo, ideal para um pequeno grupo de amigos, tem três suites num pavilhão com uma varanda que pode ser dividida por telas caso os hóspedes pretendam maior privacidade. Conte, ainda, com terraço, solário e alpendre, sala polivalente, mini-biblioteca e piscina. Vale d’ Éguas, Almancil Tm.: 917.303.194 ou 918.610.034 Suite a partir de €85 noite (mínimo duas noites de estadia; idade de alojamento superior a doze anos)

ONDE COMER

. Pequeno Mundo Cozinha francesa Almancil, Tel.: 289.399.866

FIM-DE-SEMANA COM COMPRAS. Também a decoração das suites e espaços comuns está a seu cargo, sob a marca “da casa”, White&Kaki, nas suas três vertentes – “Colonial”, “Colonial Praia” e “Urban” onde predominam sempre os vidros, conchas, enfim, elementos étnicos de origem global onde as influências em virtude das várias viagens dos proprietários é muito presente. Aliás, marca essa que prevalece na loja da Casa d’ Alfarrobeira onde poderá comprar quase tudo o que vê distribuído pelos diferentes espaços... Das molduras aos espelhos, dos candeeiros aos tapetes, e ainda encomendar cortinados, almofadas, colchas e o que mais precisar e lhe apetecer. Por isso, porque não inspirar-se e aproveitar esta escapadela para fazer as algumas compras de Natal com presentes a preços para todas as bolsas? >>>

. Y.Not Cozinha de fusão Escanxinas, Almancil, Tel.: 289.355.059 . Churrasqueira de Almancil Grelhados Almancil, Tel.: 289.393.324 . Malveiro Cozinha moçambicana e regional Vale de Éguas, Almancil, Tm.: 917.824.131 . Couleur de France Cozinha internacional Vale de Éguas, Almancil, Tel.: 289.399.515

B L U E

T R A V E L

37


F.S. Algarve:F.S. Algarve 11/18/10 5:15 PM Page 38

DESCANSE, PASSEIE E FAÇA COMPRAS na loja da Casa d’ Alfarrobeira sol, ar livre, sossego e ainda escolher OS PRESENTES DE NATAL PARA OS AMIGOS

A NOSSA LISTA DE COMPRAS PARA OFERECER...

.

... à mãe Espelho oval €90 Frascos de cerâmica azul €55 cada

.

... à avó Frascos de vidro €18 o pequeno e €22 o maior

.

... à tia Boleira de vidro €80

.

... ao pai Relógio de mesa €45

>>>

São três as suites equipadas com todo o conforto, inclusive laranjas para o sumo que acompanhará o pequeno-almoço que entregarão a cada manhã. Ficam no pavilhão White&Kaki, com uma varanda comum mas que poderá ser dividida caso os hóspedes não se conheçam ou desejem maior privacidade. Aproveite ainda o terraço, a sala de exposições de pintura, para ouvir música e com uma mini-biblioteca com as escolhas da casa e ainda livros de bolso que podem ser adquiridos, filmes, televisão e alguns jornais diários, ou o solário e o alpendre. Se preferir os espaços verdes, o jardim com características mediterrânicas é ideal para descontrair, com uma oliveira e alfarrobeira centenárias e algumas espécies de flora tropicais como as palmeiras, para além de yucas, frangipanis, ... e piscina para os dias quentes.

.

... à melhor amiga Saco de ráfia e cabedal €16

. ... ao melhor amigo Cavalos de terracota €186 cada

.

... à irmã Velas White&Kaki €14 a pequena e €18 a grande Difusor White&Kaki €28 Sabonete White&Kaki €5

38

B L U E

T R A V E L

MASSAGENS EXCLUSIVAS. Reflexologia, Shiatsu ou massagens de relaxamento, é só escolher e marcar que uma terapeuta especializada estará à sua disposição num alpendre se o tempo o permitir, na suite, à beira da piscina, no terraço com vista para o mar, enfim, onde preferir, sempre com música ambiente e um chá quando o ritual terminar. Depois, poderá sempre jantar num dos restaurantes da zona. Próxima da Quinta do Lago, Vale do Lobo e Vilamoura, a Casa d’ Alfarrobeira fica bastante central, logo próxima de restaurantes muito agradáveis que os seus proprietários costumam recomendar, tais como Pequeno Mundo, Y.Not, Churrasqueira de Almancil, Malveiro e Couleur de France, onde pode provar da cozinha de fusão à mediterrânica ou moçambicana. Um fim--de-se mana para descansar, fazer compras, provar o melhor da gastronomia internacional e até trazer na bagagem um projecto de redecoração de sua casa! E


F.S. Algarve:F.S. Algarve 11/18/10 5:16 PM Page 39

CHARME E TRANQUILIDADE Na Casa d’ Alfarrobeira reina o bom gosto. Conte sempre com romantismo, sossego, um ambiente descontraído e massagens “à la carte” a €50/hora.

COMEÇAR O DIA SEM PRESSAS O pequeno-almoço é entregue nas suites entre as 08h00 e as 10h00 num cesto e é constituído por croissants quentes assim como pão, compotas, queijos e manteiga, bolos miniatura, leite e cereais. Há sempre laranjas nas suites, assim como café expresso, chá e chocolate. A kitchenette está equipada com espremedor de laranjas, microondas..., enfim, tudo o que é necessário para fazer uma refeição ligeira. Assim, os hóspedes podem fazer a primeira refeição do dia na varanda ou no quarto, conforme preferirem, e ao seu ritmo.

O CONFORTO LÁ DE CASA Para além da kitchenette equipada, as três suites são climatizadas, têm Internet wireless e tv satélite. Cá fora, na varanda, há zonas de estar para um repouso absoluto, ler ou ouvir música.


Um restaurante de culto.

A arte de um grande Chefe. O prazer que se enaltece. A surpresa do paladar. Sabores afinal t達o nossos. Um lugar, cinco sentidos.


blue LINK (pub):Layout 1 12/14/10 4:00 PM Page 1

qlink

www.casino-povoa.com


BT84–LAREIRAS.qxd:BT84–LAREIRAS 11/23/10 2:43 PM Page 42

ALDEIA DE SÃO GREGÓRIO


BT84–LAREIRAS.qxd:BT84–LAREIRAS 11/23/10 3:53 PM Page 43

[

F

A

M

Í

L

I

A

À

L

A

R

E

I

R

A

]

10 escapadelas PARA O FRIO

CONVERSAR, NAMORAR, LANCHAR, petiscar, brincar, ler, estudar, dormir ou até não fazer coisa alguma. À lareira há um mundo de vivências a ter com quem mais gostamos. Partilha de histórias, quadro melancólico dos nossos avós a narrarem contos, imagem romântica de namorados que brindam divertidos... Pinhas, lenha e noites mais quentes com o enigmático fogo como pano de fundo em turismos rurais a garantir fins-de-semana em família que não vamos esquecer. Ora escolha e marque!

Por P A T R Í C I A C A B R A L e R I T A D O A M A R A L D I A S Fotos R I C A R D O P O L Ó N I O E A R Q U I V O B L U E

HERDADE DO REGUENGUINHO


BT84–LAREIRAS.qxd:BT84–LAREIRAS 11/23/10 2:43 PM Page 44


BT84–LAREIRAS.qxd:BT84–LAREIRAS 11/23/10 2:44 PM Page 45

1.

C O S TA V I C E N T I N A

CASAS DO MOINHO Rua 25 de Abril, 44 Aldeia Nova do Concelho, Odeceixe, Aljezur Tel.: 282.949.266 www.casasdomoinho.com Duplo a partir de €100 com pequeno-almoço

Nove casinhas caiadas de branco com janelas e portas azuis formam as Casas do Moinho, um projecto que resultou de um sonho dos proprietários e na vontade de partilhar este refúgio com novos visitantes. Situado na Aldeia Nova do Concelho é um lugar tranquilo, tendo a vantagem de estar perto de tudo. Desde as praias selvagens da Costa Vicentina aos trilhos pedestres para explorar através de belas paisagens circundadas por serras, a mãe natureza por aqui foi pródiga. As casas, todas com nomes diferentes, estão decoradas num estilo contemporâneo onde se destaca a madeira e a pedra. Estão equipadas com kitchenette, onde não faltam os electrodomésticos e utensílios necessários para cozinhar. No exterior tem uma agradável piscina com jacuzzi, onde pode aproveitar para ir a banhos sempre que o tempo o permitir. Tem ainda uma sala de refeições, sala de estar e convívio, bar e um barbecue – para fazer óptimos grelhados! Para quem procura uns dias de descanso este é o lugar ideal para estar em harmonia com a natureza.

CHÁ EM REDOR DA LAREIRA A partir das 17h na sala de estar, junto à lareira, é servido um bolo acabado de fazer e chá quente. Todos os dias há um diferente, entre os mais requisitados destacam-se o de laranja, o formigueiro e o bolo de chá. Os hóspedes não pagam qualquer valor adicional por este lanche caseiro.

SERÕES DE INVERNO Após o jantar, o serão prolonga-se a ver o crepitar das chamas da lareira e a saborear uma tábua de queijos e enchidos. Vem acompanhada de pão regional e um copo de vinho tinto. Esta é uma óptima altura para os hóspedes se conhecerem e trocarem opiniões sobre a estadia nesta zona tão diversificada em paisagens e belas praias.

B L U E

T R A V E L

45


BT84–LAREIRAS.qxd:BT84–LAREIRAS 11/23/10 2:44 PM Page 46

F A M Í L I A

À

L A R E I R A

>>>

carvalhos, medronheiros e cameleiras, e até a “zona dos bichos” a enternecer pequenos e graúdos, com as galinhas, patos, coelhos, ovelhas... No interior, snooker, mesa de jogo, várias zonas de estar e lareira, aquecem os dias mais frios. OS PAIS JOGAM E OS FILHOS BRINCAM Na Quinta do Cão, enquanto as crianças se divertem com brincadeiras infantis, os adultos têm à sua disposição uma mesa de jogo onde poderão fazer partidas de cartas, damas e xadrez.

3.

DÃO

PÓVOA DÃO Silgueiros, Viseu Tel.: 232.958.557 www.povoadao.com Duplo a partir de €65 sem pequeno-almoço. Cada casa tem direito a um cesto de lenha por dia

QUINTA DO CÃO

2. O frio do norte do país pede lareiras sempre a fumegar. Na Quinta do Cão, enquanto os adultos jogam snooker ou xadrez, as crianças brincam entretidas. Já em Póvoa Dão, há um cesto de lenha gratuito todos os dias!

DOURO

QUINTA DO CÃO Lugar do Cão, S. Lourenço do Douro, Marco de Canaveses Tm.: 917.201.078 www.quintadocao.com Duplo a partir de €110 com pequeno-almoço

Com sete quartos distribuídos por três casas, sendo uma delas a principal, a Quinta do Cão desce nos seus cinco hectares até tocar o rio Douro. O cenário é idílico, ideal para famílias, com parque infantil, polidesportivo, imensas árvores e arbustos como laranjeiras, limoeiros, pinheiros, >>>

46

B L U E

T R A V E L

Se há turismo que apetece fazer no Inverno é o de aldeia. E Póvoa Dão é exímia nesse campo. Escolha entre oito casas, com um, dois ou três quartos, sala com lareira, cozinha equipada, casa de banho... Depois agasalhe-se e passeie à beira do rio Dão ou por um dos trilhos assinalados: Póvoa Dão, Estrada Romana, Cascata do Negro e Carvalhal do Cabecinho. E aproveite um dos espaços do restaurante – principal, adega, escondido, varanda, reservados – para organizar um jantar para um grupo ou mais intimista, e o bar para conversas à lareira a petiscar tapas. DEGUSTAÇÃO REGIONAL Encomende no restaurante Póvoa Dão e jante no conforto de casa. Tábuas de queijos e enchidos, Cabrito à Serrana, Polvo à Lagareiro e Requeijão com doce de abóbora são algumas das sugestões que pode provar.


BT84–LAREIRAS.qxd:BT84–LAREIRAS 11/23/10 2:45 PM Page 47

QUINTA DO CÃO

QUINTA DO CÃO

QUINTA DO CÃO

PÓVOA DÃO

PÓVOA DÃO

PÓVOA DÃO

PÓVOA DÃO

PÓVOA DÃO

PÓVOA DÃO


BT84–LAREIRAS.qxd:BT84–LAREIRAS 11/23/10 2:46 PM Page 48


BT84–LAREIRAS.qxd:BT84–LAREIRAS 11/23/10 2:46 PM Page 49

F A M Í L I A

À

L A R E I R A

4.

S ERRA DA E ST RE LA

CASAS DA RIBEIRA Rua da Ribeira; Póvoa Velha; Seia; Tel: 238.311.221 www.casasdaribeira.com Uma casa para duas pessoas custa €35 durante a semana e €40 ao fim-de-semana

As Casas da Ribeira são um grupo de onze casas de pedra, recuperadas por João Trabucco, arquitecto. Todas têm lareira e aquecimento central – e pela manhã lá está o pão pendurado à porta de casa para o pequeno-almoço completo (queijo, fiambre, requeijão, doce de abóbora, café, leite, etc.). Durante a época de neve pode experimentar andar de trenó puxado por Huskies, Samoyedos e Serras da Estrela. Mas também tem passeios em motas de neve ou então poderá alugar aqui os esquis para subir já equipado até às pistas da Torre. PASSEIOS NA NEVE Os passeios de neve com raquetes são uma das actividades preferidas pelos hóspedes. Com diferentes percursos, os caminhantes são conduzidos pelo manto branco por um guia experimentado. À chegada a casa sabe bem acender a lareira, aquecer os pés e tomar um chá bem quente em boa companhia.

5.

S E R R A S D 'A I R E E CANDEEIROS

CASA DOS MATOS

6.

R I B AT E J O

MONTE DO AREEIRO

Rua D. Fuas Roupinho; Alvados, Porto de Mós Tm.: 967.601.607; www.casadosmatos.com Duplo a partir de €75 com pequeno-almoço

Estrada Nacional 114, São José da Lamarosa, Coruche Tm.: 919.359.980; www.montedoareeiro.com A partir de €112,50 com pequeno-almoço, 2 pessoas e €150 para 4 pessoas

Depois de uma noite bem dormida num dos oito quartos da casa, tem à sua espera um pequeno-almoço caseiro. Pão cozido no forno de lenha da propriedade, ovos frescos da galinha da D. Laurinda, leite do dia das vacas do Sr. Adelino e compotas de fruta da mãe da Rita, a proprietária, fazem parte do repasto. Já reconfortados, sabe bem sair e ficar a observar a paisagem. Parte da estrutura original da casa foi mantida: a antiga eira foi transformada na sala de estar e a velha cisterna continua a ocupar o seu lugar. Ao jantar não perca os petiscos do Avô João, um mestre na arte de bem cozinhar.

Dos passeios pedestres, equestres, de bicicleta e até micológicos para descobrir o mundo mágico dos cogumelos selvagens, do balonismo ao golfe, das massagens aos afazeres de uma horta biológica, são muitas as actividades que pode fazer no Monte do Areeiro, para os lados de Coruche. Mesmo de Inverno, pode aproveitar o ar puro do Ribatejo e ficar alojado numa das três acolhedoras casas de campo – Coelho, Javali e Perdiz –, todas com dois quartos, casa-de-banho, kitchenette equipada, sala com lareira, terraço ou alpendre para refeições em dias amenos.

MOMENTOS DE POESIA

PARA UMA NOITE À LAREIRA

Este programa, que decorre na sala com lareira, consiste num jantar com recital de poesia. Ao longo da refeição vão sendo declamados poemas alusivos aos diferentes pratos e bebidas. Com a água Miguel Torga, para o vinho Ricardo Reis, na entrada Sophia de Mello Breyner Anderson, para o peixe Herberto Helder, na carne José Carlos Ary dos Santos e a sobremesa remata com Eugénio de Andrade.

Um "kit" apresentado numa tábua de sobreiro com o ferro da casa gravado a fogo, onde se põe o queijo e os enchidos – farinheira, chouriço, morcela... O pão caseiro está num cesto ao lado, juntamente com o vinho tinto Padre Pedro Casa Cadaval e os copos, em cima da mesa de apoio... à lareira. Preço: €25

B L U E

T R A V E L

49


BT84–LAREIRAS.qxd:BT84–LAREIRAS 11/23/10 2:47 PM Page 50

F A M Í L I A

À

L A R E I R A

Há mil e uma actividades a fazer à lareira: ler, conversar, fazer bolos e bolinhos, embrulhar ou abrir os presentes de Natal... Amigos e famílias juntam-se, horas a fio, a seguir este ritual milenar.

7.

8.

ALDEIA DE SÃO GREGÓRIO

HERDADE DO REGUENGUINHO

Santiago Rio de Moinhos, Borba Tel: 962.468.010 www.saogregorio.com Casa T2 (quatro pessoas) a partir de €270 até 3 noites

Espadanal, Cercal do Alentejo Tel.: 269.904.985 ou 96.750.3597 www.reguenguinho.com Duplo a partir de €100 com pequeno-almoço

Quatro casas (três T2 e um T1) para alugar desenham esta aldeia, que estava abandonada e foi adquirida em 1998 com o objectivo de a recuperar e transformar num turismo de aldeia. As casas mantiveram intacto o estilo arquitectónico e a traça original característica do século XV. Durante a sua estadia pode fazer passeios pedestres pela zona, visitar lugares de interesse histórico, andar de bicicleta ou descer de canoa o rio Guadiana. No exterior tem uma piscina para aproveitar sempre que o tempo o permitir.

A Herdade do Reguenguinho tem três quartos, três suites e duas palafitas, onde há duas lareiras, mas todos os hóspedes podem estar a conversar, lanchar ou ouvir música ao crepitar do lume da sala de estar da casa principal, onde há revistas, livros e fotografias para quem quiser passar uma tarde de Inverno a trocar experiências de viagens, dado que os seus proprietários têm por ali vestígios espalhados de tantos países por onde andaram. Cá fora, alpendres, mil almofadas à beira da piscina e os olhos postos nos 17 hectares da propriedade...

ASSAR CASTANHAS À LAREIRA

BOLO DE CHOCOLATE DA HERDADE PARA O LANCHE

ALENTEJO

Todas as casas têm lareira e as noites frias convidam àqueles momentos românticos em redor do fogo. Apesar de estarem equipadas com aquecimento central, os hóspedes não dispensam o calor tradicional das antigas lareiras. Desde assar castanhas ou chouriço tudo serve de pretexto para tornar o ambiente mais acolhedor e deixar fluir a conversa.

ALENTEJO

4 ovos; 18 c. de sopa de açúcar; 1 copo de leite 50g de chocolate preto; 18 c. de sopa de farinha 1 c. de chá de fermento; 4 c. de sopa de chocolate em pó 4 c. de sopa de cacau; 18 c. de sopa de óleo açúcar em pó q.b.; quadradinhos de chocolate q.b. - bater os ovos inteiros com o açúcar até ficar um creme esbranquiçado; - aquecer o leite em lume brando, deitar o chocolate preto e ir mexendo até este derreter; - juntar ao creme a farinha, o fermento, o chocolate e o cacau em pó, o óleo e o leite com o chocolate derretido. Bater bem; - levar a forno médio (pré-aquecido) numa forma untada e polvilhada mais ou menos 45 minutos; - retirar do forno, deixar arrefecer, polvilhar com açúcar em pó e decorar com quadradinhos de chocolate.

50

B L U E

T R A V E L


BT84–LAREIRAS.qxd:BT84–LAREIRAS 11/23/10 2:47 PM Page 51

ALDEIA DE SÃO GREGÓRIO

ALDEIA DE SÃO GREGÓRIO

HERDADE DO REGUENGUINHO

HERDADE DO REGUENGUINHO

ALDEIA DE SÃO GREGÓRIO

HERDADE DO REGUENGUINHO

HERDADE DO REGUENGUINHO

HERDADE DO REGUENGUINHO


BT84–LAREIRAS.qxd:BT84–LAREIRAS 11/23/10 2:48 PM Page 52

CASA DO ALTO DA EIRA


BT84–LAREIRAS.qxd:BT84–LAREIRAS 11/23/10 2:48 PM Page 53

F A M Í L I A

9.

BAI XO ALE N T E J O

10.

CASA DO ALTO DA EIRA

QUINTA DA CORTE

Rua do Alto da Eira Albergaria dos Fusos, Vila Ruiva, Cuba Tm: 96.540.5432 ou 967.786.663 www.altodaeira.com.pt Duplo a partir de €75 com pequeno-almoço

Corte Grande, Serra de Monchique Tel.: 282.911.290 www.wonderfulland.com/corte Duplo a partir de €80

Fiel à traça original, a recuperação da Casa do Alto da Eira manteve o interior com xistos e tijoleira de barro, com as paredes pintadas a jeitos de retratar fachadas caiadas de antigamente. Um turismo rural no alto de uma aldeia, à beira do campo, à qual os proprietários deram conforto, decoração a preceito, materiais dignos dos melhores tempos, uma piscina biológica amiga do ambiente, quatro quartos, cozinha equipada, sala ampla com lareira típica e zona de refeições. Ao pequeno-almoço conte com o verdadeiro pão alentejano, queijos, compotas... E, a combinar, pode marcar manjares de comida tradicional como Açorda Alentejana, Sopa de Cação e Cabrito Assado no Forno a Lenha da casa.

À

L A R E I R A

A L G A RV E

Helena Tapadinhas e José Rodrigues são os proprietários da Quinta da Corte – um segredo bem guardado no coração da serra de Monchique com cinco quartos (quatro com vista panorâmica e um deles com beliche para as crianças). Todos estão equipados com aquecimento central e têm mantas de lã sobre as camas para se embrulhar naqueles fins de tarde à varanda. Não há televisões, por isso os serões são passados em família a ouvir e contar histórias. A propriedade com dois hectares e meio convida a passear pela natureza envolvente.

Nada como aquecer os pés depois de um longo passeio pelo campo. Seja em Cuba, Alentejo, ou na Serra de Monchique há trilhos pedestres a descobrir, ar puro a respirar e lareiras a pedir descanso!

SESSÕES DE CONTOS A seguir ao jantar os hóspedes instalam-se em redor da lareira para ouvir os contos da autoria de Helena Tapadinhas, proprietária da Quinta da Corte, e de outros autores. As temáticas abordadas estão relacionadas com o território e seu espaço, tradições e memórias dos locais.

O DIA TODO À LAREIRA Acende-se de manhã e apaga-se apenas à noitinha já só com brasas a pedir grelhados. Eis 10 coisas bem familiares, a fazer à lareira típica da Casa do Alto da Eira: - torradas numa torradeira própria - grelhados - assar castanhas - café numa cafeteira de barro (há na casa!) - jantar (a mesa de refeições fica mesmo ao lado) - dormir uma sesta - brincar - jogar em família - ler - namorar

B L U E

T R A V E L

53


REP. PECKHAM:REP. TRAVEL 03 11/19/10 10:45 AM Page 54

peckham [

L O N D R E S

U M

]

R O T E I R O

A L T E R N A T I V O

DEPOIS DE BAIRRO PROBLEMÁTICO E MAL AFAMADO, Peckham torna-se lentamente na luz emergente do mapa londrino de artes visuais. A blue deu uma volta pela “promessa”, e conheceu o conjunto de artistas e galerias que o têm roubado ao escuro e desencanto. Uma sugestão para aproveitar na sua próxima ida aos saldos da capital britânica.

Texto e fotos J O A O N A U M A N


REP. PECKHAM:REP. TRAVEL 03 11/19/10 10:45 AM Page 55

CAMBRIA RESTAURANT


REP. PECKHAM:REP. TRAVEL 03 11/19/10 10:45 AM Page 56

Cidade de artistas e de vanguarda, Londres sempre deu ao mundo influências que perduraram. E como a cada regresso há algo de novo para descobrir, desta vez sugerimos-lhe o bairro de Peckhahm, onde se cozinham tendências de futuro longe do mainstream

S

horeditch era assim há dez anos atrás”. Assim, sem reservas, é o que ouvirá de grande parte dos intervenientes da cena artística de Peckham. Muitos deles com atelier nas redondezas, embora residentes desse mesmo Este que hoje se revela como epicentro cultural da metrópole, outros já com residência firmada no bairro, convencidos pelas rendas baratas, espírito de comunidade e uma liberdade de expressão (artística) que escasseia no circuito mainstream das galerias da outra margem do Thames – o bairro de Peckham situa-se no sul, uma zona residencial considerada mais problemática e conflituosa.

Prova dessa expressão (ou dessa possibilidade) são as fábricas e os muitos edifícios por ocupar na zona, utilizados com frequência para os mais diversos acontecimentos culturais e que mostram “o enorme quadro por pintar” que Peckham se revelou. A figura de estilo não é nossa, é de Peckham descrito por Hannah Barry, a mais importante galerista do bairro, a “ponta de lança” deste batalhão de gente nova que se estabeleceu no Parque Industrial Copeland, uma antiga fábrica de bastões de cricket partilhada pela Hannah Barry Gallery, um outro espaço expositivo, diversos estúdios individuais, um atelier de alfaiates africanos, camiões, e um par de empresas de transportes.

HANNAH é uma personagem incontornável. Se hoje estamos aqui a falar de Peckham muito se deve à sua energia e iniciativa. Em 2008, com apenas 25 anos, criou a primeira galeria do bairro ajudada por Sven Mundner. Um ano depois levou parte dos seus artistas a uma exposição à margem da Bienal de Veneza, e neste Verão passado o sucesso permitiu-lhe a abertura de uma filial na luxuosa Bond Street. Finalmente, as exposições de escultura no terraço de um velho e abandonado parque de estacionamento de Peckham tornaram-se cada vez mais um happening incontornável nos verões londrinos. QUANDO IR Em Janeiro, para aproveitar os saldos e fazer óptimas compras a preços mais em conta.

COMO IR Com a TAP (Tel.: 707.205.700, www.flytap.com), por cerca de €160 ida e volta. À chegada aos aeroportos de Heathrow ou Gatwick apanhe um comboio directo que o leva para o centro da cidade.

56

B L U E

T R A V E L

UMA VISITA OBRIGATÓRIA, estas exposições, não só pela arte mas pela vista sobre o horizonte de Londres. Cabe tudo na colecção, o giratório London Eye, St. Paul Cathedral, os longínquos edifícios de Canary Wharf. Uma visão especialmente bonita quando os néons da cidade despontam, ampliando esta estranha sensação de “sermos” Londres mas simultaneamente não fazermos parte dela, como se Peckham e a margem sul não fizesse parte dos planos – e a verdade é que não faz, para grande parte dos londrinos.


REP. PECKHAM:REP. TRAVEL 03 11/19/10 10:46 AM Page 57

BAIRRO RESIDENCIAL Peckham é, sobretudo, uma zona de pequenas experiências com os locais que deve aproveitar ao máximo. O Victoria Inn (canto superior esquerdo) é o sítio certo para a clássica pint, sobretudo nas tardes de Sábado e noites de fim-de-semana quando a esplanada e as salas se enchem de animação. Conjuge a visita à South London Gallery com os almoços light do No. 67 (em cima e nos cantos inferiores). A Review (em cima à direita), em frente ao Victoria Inn, é a típica livraria de bairro com pequenas edições de escritores emergentes. Finalmente o Story (à esquerda), o bar da classe artística que sai dos ateliers para ali se reunir ao final do dia. Têm pizzas e cocktails variados


REP. PECKHAM:REP. TRAVEL 03 11/19/10 10:48 AM Page 58

SOUTH LONDON GALLERY A acção das galerias de arte têm-se desenvolvido para lá dos domínios físicos das próprias galerias. A South London, a mais institucional de todas, é um bom exemplo disso, envolvendo a comunidade através de obras nas paredes dos prédios do bairro


REP. PECKHAM:REP. TRAVEL 03 11/19/10 10:48 AM Page 59

DESENVOLVER A COMUNIDADE LOCAL é um papel fundamental das galerias de Peckham que contribuem para apagar a fama negativa do bairro ATRAVÉS DA ARTE

EXPERIÊNCIA BRITISH Misto de pub e restaurante de charme, o Cambria recuperou a aura do passado com um toque na decoração e uma atenção muito especial pelo detalhe. Serve um pouco para tudo; namorar, conversar com os amigos, um jantar charmoso ou um jogo de dardos a saborear uma pint. Fica um pouco distante do centro do bairro mas a caminhada vale a pena


REP. PECKHAM:REP. TRAVEL 03 11/19/10 10:49 AM Page 60


REP. PECKHAM:REP. TRAVEL 03 11/19/10 10:50 AM Page 61

HOUSE GALLERY É um pequeno coffee shop gerido por Rebecca, especialista em pequenos-almoços ou almoços ligeiros. A ementa tem um toque biológico, razão pela qual é escolhido pelos estudantes da Camberwell College of Arts, que aproveitam o piso inferior para expor temporariamente o seu trabalho >>>

A ascensão e o reconhecimento da Hannah Barry Gallery foi meteórica, sem dúvida, mas de certa forma não espelha a totalidade dos seus pares – leia-se galerias. Nota-se uma mesma juventude, a genuína vontade pelo verbo “fazer”, a mesma tentativa de fugir a estereótipos, derrubar barreiras, mas foge a Hannah um certo recato e descontracção de quem faz as coisas apenas e simplesmente porque as tem de fazer. As simple as that!

A ENTREVISTA E SESSÃO FOTOGRÁFICA com os Sunday Painter decorreu no terraço abando nado da galeria, um primeiro andar mesmo ao lado da estação de Peckham Rye. O barulho dos comboios no meio da conversa, uma bola de futebol a rodar entre todos, uns truques de skate. Eles têm nome de banda rock, mas são só dois “putos” recém-graduados da vizinha faculdade de Camberwell College of Arts (o terceiro vem da Chelsea School of Art) que, tal como os outros, decidiram criar um espaço para expor os seus próprios trabalhos, os de outros colegas de faculdade, e ainda criar uma dúzia de estúdios para artistas, constituindo dessa forma uma pequena comunidade que, segundo os próprios, se revele fecunda em ideias e projectos. O espaço expositivo da Sunday Painter é fantástico, labiríntico – longe da definição de White Box, estendendo-se por diversos pisos e salas, uma delas especialmente dedicada ao programa de educação da galeria e que envolve uma rede com escolas locais, instituições de caridade e grupos de jovens. William Jarvis, um dos três elementos, diz-me que se trata de um projecto fundamental que pretende aproximar e integrar a galeria na comunidade.

eat! .

Nº. 67 (inserido na South London Gallery) 65 Peckham Road Tel.: 7252.7649 www.southlondongallery.org

.

Bar Story 213 Blenheim Grove Tel.: 7635.6643

.

Cambria Restaurant 40 Kemerton Road Camberwell Tel.: 7737.3676 www.thecambrialondon.com

.

House Gallery and Café 70 Camberwell Church Street Tel.: 7358.4475 www.house-gallery.co.uk

.

Victoria Inn 72-79 Choumert Road Tel.: 7639.5052

AS INFLUÊNCIAS DA AMÉRICA LATINA marcam os interiores do Church Street Hotel muito charme e óptima localização, DORMIR A PREÇO BUDGET

2 ONDE DORMIR EE

Church Street Hotel 29-33 Camberwell Church Street Tel.: +44.20.7703.5984 www.churchstreethotel.com Duplo a partir de €140

B L U E

T R A V E L

61


REP. PECKHAM:REP. TRAVEL 03 11/19/10 10:51 AM Page 62

LOJAS DE BAIRRO O mundo parece caber nas duas salas da Review (131 Bellenden Road, www.reviewbookshop.co.uk), uma livraria especialmente dirigida para a comunidade de Peckham. Duas a três vezes por mês há apresentações de livros e conversas com escritores, alguns deles vizinhos da livraria. Na Melange (184 Bellenden Road, www.themelange.com, em baixo), provam-se outras “obras”, as que saem directamente da cozinha da artesã francesa que trocou a sua Paris por Londres. Está no bairro há dois anos, e os seus chocolates (e simpatia) não param de ganhar fama


REP. PECKHAM:REP. TRAVEL 03 11/19/10 10:52 AM Page 63

UM BAIRRO DE DUAS IDADES Depois de dezenas de anos a trabalhar na industria da moda, Chris Morris decidiu ausentar-se há cerca de um ano atrás para abrir a sua pequena “oficina” de roupa. Escolheu Peckham pelo descanso e pelo tempo que lhe oferece para pensar na sua arte. A Area 10, por seu turno, foi a primeira instituição artística do bairro. Criada há cerca de dez anos, tem desenvolvido um enorme trabalho sobretudo nas artes performativas. Fica mesmo ao lado da Biblioteca de Peckham, obra de arquitectura premiada, outra visita obrigatória


REP. PECKHAM:REP. TRAVEL 03 11/19/10 10:53 AM Page 64

art! UMA VOLTA PELAS GALERIAS

.

Area 10 Project Space, Eagle Wharf Hill Street; www.area10.info

.

Hannah Barry Gallery Unit 9i, Copeland Road Industrial Estate 133 Copeland Road www.hannahbarry.com

.

Peckham Space 89 Peckham High Street www.peckhamspace.com

.

Sassoon Gallery 213 Blenheim Grove www.thesassoongallery.co.uk

.

Son Gallery Unit 9c, Copeland Road Industrial Estate 133 Copeland Road www.songallery.co.uk

.

South London Gallery 65 Peckham Road www.southlondongallery.org

.

Sunday Painter 1st Floor,12-16 Blenheim Grove www.thesundaypainter.co.uk


REP. PECKHAM:REP. TRAVEL 03 11/19/10 10:53 AM Page 65

“A partir das exposições envolvemos as crianças em actividades lúdicas para uma melhor compreensão da arte contemporânea. E ao visitar-nos, as crianças ganham novos hábitos e estabelecem uma relação muito próxima com a galeria”. É, sem dúvida, um projecto meritório, sobretudo vindo de artistas que não ultrapassam os 25 anos. Mas não é único na zona de Peckham. Na Son Gallery, o curador Guy Robertson e o fotógrafo Tom Saunderson investem algumas tardes com grupos de jovens interessados em fotografia, a especialidade desta galeria. O Peckham Space, a escassos cem metros dali, trabalha unicamente com artistas cujo trabalho pessoal se centre em redor das comunidades. A South Art Gallery, por sua vez, dedica grande parte da sua atenção a actividades educativas orientadas para os grupos desfavorecidos de Peckham e Camberwell.

A ZONA EMERGE COMO DESTINO CULTURAL. As reportagens do “The New York Times” e do “The Guardian”, ambas no ano passado, apontam nesse sentido. Mas por baixo dessa layer de criatividade, Peckham continua a ser uma enorme mistura de gente, etnias com raízes na longínqua África, britânicos de classes sociais desfavorecidas e jovens artistas, com um mundo inteiro lá dentro. E estes programas de envolvimento tocam na ferida que escorre em Peckham na genuína esperança de uma comunidade “mais saudável, cooperante entre si e, porque não, com outras oportunidades que não o crime ou o tráfego de droga”. PECKHAM TEM FAMA DE BAIRRO PERIGOSO. Chegar pela primeira vez de comboio a Peckham Rye, por exemplo, é entrar directamente no coração de Lagos, na Nigéria, ou na imensa confusão de Kinshasa. Ruas repletas de gente, pequenas bancadas de comércio, gritos, regateio, um enorme “sururu”. Uma experiência forte demais que certamente fará recuar todos os que imaginariam um bairro de casinhas pequenas, simétricas, de cores alegres e flores nas ombreiras das portas – um amigo que vive no bairro vizinho, em Cross Sharing, nunca lá pôs os pés em 20 anos. B L U E

T R A V E L

65


REP. PECKHAM:REP. TRAVEL 03 11/19/10 10:53 AM Page 66

OS NOMES INCONTORNÁVEIS... Area 10 (em cima, à esquerda), Hannah Barry (em cima, à direita) e Art Space (em baixo) são nomes já firmados no panorama artístico de Peckham. Dominados por jovens artistas, optaram por espaços pouco comuns para exibição. A dimensão da Art Space, por exemplo, não ultrapassa um contentor de mercadorias. A Hannah Barry, por sua vez, aproveitou um velho barracão enquanto a Area 10, o mais grandioso, tomou de assalto um enorme armazém de madeiras devoluto


REP. PECKHAM:REP. TRAVEL 03 11/19/10 10:55 AM Page 67

... E OS NOMES EMERGENTES As curadoras Burn Sisters (em cima, à esquerda) inauguraram há meio ano a Sassoon Gallery, um armazém debaixo do caminho de ferro. Com vista para a mesma estação, a Sunday Painter (em baixo) transformou um edifício numa galeria e estúdios de trabalho. A Son, dedicada exclusivamente à fotografia, assentou no armazém contíguo à Hannah Barry. São tudo nomes emergentes mas que, com tempo e qualidade no trabalho apresentado, têm oferecido substância e continuidade às galerias já existentes


REP. PECKHAM:REP. TRAVEL 03 11/19/10 10:56 AM Page 68

Mas o bairro é obviamente muito mais do que isso. Essa fama, ainda que a espaços continuem a decorrer alguns problemas nocturnos, advém muito mais do dramatismo fácil das notas de imprensa do que da realidade dos factos. E a minha experiência mostrou-me precisamente isso, com aquele receio inicial a transformar-se cumulativamente em passeios de enorme prazer, descobrindo as galerias em primeiro lugar e, por inerência, uma mão cheia de pequenos segredos que decorrem em redor destas. A chocolateira Melange é disso um belíssimo exemplo. Com dois anos de vida, é uma típica loja de bairro, com chocolates artesanais e um púcaro de chá sempre pronto a servir. Em frente, a pequena livraria Review, tem duas salas cheias de livros escolhidos pela proprietária e eventos onde participam escritores que vivem em Peckham. O Story é um bar onde encontrará muitos artistas, assim como o Victoria Inn, aberto até horas tardias. Para uma refeição mais romântica e sofisticada, rume ao Cumbria, uma mistura de decoração contemporânea e um edifício vitoriano. O menu é diverso e o serviço imaculado, feito de imensos sorrisos para lembrar, quem sabe, que os tempos de outrora são coisa do passado. E que cada regresso a Londres nos traz sempre algo de novo. E

4 dias a partir de

VAMOS A CONTAS

LONDRES

PECKHAM

voos

160€

Comboio ida e volta para Londres

30€

3 noites no Church Street Hotel

210€

Refeições

200€

600€

{ Total por pessoa } * Os valores indicados estão sujeitos a alterações conforme a época do ano

68

B L U E

T R A V E L


REP. PECKHAM:REP. TRAVEL 03 11/19/10 10:56 AM Page 69

Uma Londres alternativa Vale a pena esperar pelas noites de Verão em Peckham, famosas pela exposição de escultura no topo do parque de estacionamento abandonado, mas também pelas vistas largas de todo o horizonte da cidade. Aproveite e fique para jantar e uma bebida pela noite dentro no Frank’s Café & Campari Bar.


BT84-LONDRES SHOPPING.qxd:BT83-ISTOÉBLUE.qxd 11/18/10 5:38 PM Page 70

T E X T O S Patrícia cabral

ISTO É BLUE

70

B L U E

T R A V E L


BT84-LONDRES SHOPPING.qxd:BT83-ISTOÉBLUE.qxd 11/18/10 5:38 PM Page 71

{ F I N S - DE -S E MANA B LU E NA E U RO PA }

LONDRES S H O P P I N G

A

B O M

P R E Ç O

Depois de visitar as galerias alternativas do bairro de Peckham, que lhe mostramos em reportagem no final desta edição, aproveite a época dos saldos na capital britânica para refrescar o seu guarda-roupa. Deixamos-lhe aqui um roteiro de compras originais, desde as últimas novidades da moda às roupas vintage, sempre in. Saiba que há vários museus e actividades de entrada livre, e tire o melhor partido da visita em tempo de crise. E com voos a bom preço, o fim-de-semana acaba por sair muito em conta...

T E X T O Rosário Sá Coutinho

[ EM CHELSEA ]

. SIGN OF THE TIMES DRESS AGENCY

. POTASSIUM

O MELHOR DO VINTAGE

17 Elystan Street | Metro: South Kensington www.signofthetimesdressagency.com

2, Seymour Place | Metro: Marble Arch www.potassiumstore.co.uk

Dois pisos repletos de vestidos, casados, sapatos e malas de marcas como Chanel, Hermes, Louis Vuitton, Prada, Balenciaga ou Christian Louboutin. A colecção muda com frequência e a cada visita vai encontrar algo novo... em segunda mão.

Móveis e acessórios para a casa que são peças únicas e originais, numa loja que aposta em dar a conhecer novos designers. Já foi considerada como uma das “100 melhores coisas do Mundo” pela revista GQ, e preocupa-se em vender peças que provém de comércio justo, fabricadas segundo normas éticas e amigas do ambiente.

[ ENTRE BRICKLANE E O WEST END ]

[ EM COVENT GARDEN & SOHO ]

. OLD HAT VINTAGE

COMPRAS ECO

SHOPPING ALTERNATIVO

66 Fulham High Street | Metro: Putney Bridge

. JUNKY

. ORLA KIELY

Dedicada aos homens, que aqui podem encontrar alternativas com muito estilo às marcas mais conhecidas. Vendem desde fatos vintage, calças originais ou blazers únicos, tudo a preços convidativos.

91-95 Brick Lane, The Old Truman Brewery Metro: Shoreditch; www.junkystyling.co.uk

31, Monmouth Street | Metro: Covent Garden www.orlakiely.com

Pioneiras do conceito “wardrobe surgery”, Annika Sanders e Kerry Seager lançaram esta loja de roupa de roupa em segunda mão em que clientes podem trazer roupa que não usem e transformá-la numa peça inteiramente nova. A preocupação com o meio ambiente e materiais usados é a principal fonte de inspiração.

Vestidos e casacos inspirados nos anos 70, com tecidos de padrões que são a imagem de marca desta designer irlandesa e que lhes conferem um toque de romantismo, para combinar com uma selecção de acessórios, carteiras, malas e sacos. >>>

. BUTLER & WILSON 189-191 Fulham Road | Metro: South Kensington www.butlerandwilson.co.uk Uma perdição para as mais coquettes, que vão perder a cabeça entre a grande variedade de colares, brincos, pulseiras e outra peças de joalharia, bem como roupa, sapatos e malas vintage.

. THE SHOP AT BLUEBIRD 350 King’s Road | Metro: Sloane Street www.theshopatbluebird.com Deixe-se surpreender, não só com o interior desta antiga garagem de carros de colecção, num edifício art déco, como com a variedade de produtos de design, objectos para a casa, móveis, livros, discos e peças de roupas exclusivas de várias marcas. Tem também uma zona de spa e beleza.

. EQUA 28, Camden Passage | Metro: Angel www.equaclothing.com Peças de roupa de algodão orgânico, fibra de bambu ou soja, sapatos feitos de cabedal reciclado e tintas amigas do ambiente... Uma loja que se certifica que tudo o vende provém de comércio justo e é produzido segundo princípios éticos e de sustentabilidade. Apoie esta ideia!

Green!


BT84-LONDRES SHOPPING.qxd:BT83-ISTOÉBLUE.qxd 11/18/10 5:39 PM Page 72

>>>

Go!

. MAGMA

. PETTICOAT LANE MARKET

117-119, Clerkenwell Road | Metro: Chancery Lane ou Farrington. www.magmabooks.com

Metro: Liverpool Street

Uma pequena loja de livros, DVD, gadjets, T-shirts, produtos ecológicos e acessórios, onde vai encontrar um atendimento personalizado.

. GROSVENOR PRINTS 19, Shelton Street | Metro: Covent Garden www.grosvenorprints.com Um verdadeiro achado para coleccionadores de gravuras. Perca-se entre centenas de exemplars entre os séculos XVII a inícios do século XX.

. ERIC SNOOK’S Mercado de Covent Garden, piso térreo Metro: Covent Garden. www.ericsnook.co.uk Miúdos e graúdos vão adorar esta loja. Brinquedos de madeira, os clássicos de sempre, bonecos articulados e mil e uma brincadeiras para surpreender os mais novos e trazer um pouco de alegria à sua vida.

+7 MERCADOS A NÃO PERDER . GREENWICH Metro: Greenwich; Sábados e domingos, das 9h às 17h

DICA BLUE Se gosta de rock&roll dos anos 50 e 60 passe pelo lendário Dublin Castle num domingo à noite, em Camden Town. Saiba mais em www.bugbearbookings.com

APROVEITE O THE LONDON PASS Compre online e com antecedência em www.londonpass.com, e evite as filas de espera nas bilheteiras. O passe dá-lhe acesso gratuito a mais de 50 atracções londrinas bem como viagens nos transportes públicos, e é uma boa forma de poupar nos preços. Adultos, 1 dia, €45, 3 dias, €80.

UM DOMINGO COM AS CRIANÇAS Aos domingos é dia da família na National Gallery. Os menores de 5 anos podem ouvir contar histórias, e as crianças do 5 aos 11 podem participar em workshops de arte gratuitos. Actividades temáticas para fazerem juntos, das 10h às 18h. Saiba mais em www.nationalgallery.org.uk

DE ENTRADA LIVRE Saiba que os principais museus da cidade, como o Victoria and Albert, a National Portrait Gallery, a Tate Britain, a Tate Modern ou The National Gallery são de entrada gratuita, excepto para as exposições temporárias. Além destes, há vários eventos de entrada livre a que pode assistir em Londres. Saiba mais em www.visitlondon.com.

72

B L U E

T R A V E L

Antiguidades, roupa retro, bric-à-brac, discos de vinil, alfarrábios. Uma boa alternativa dominical aos enxames de turistas de Portobello e Camden, com um jardim onde pode aproveitar um passeio tranquilo.

. SPITAFIELDS MARKET Commercial Street | Metro: Liverpool Street Domingos das 11h às 15h Fica na zona sul de Shoreditch High Street, em direcção à City via Bishopgate, para lá de um portão de ferro centenário. Vende um pouco de tudo, roupa, livros, pinturas, comida orgânica, jóias, velharias, botões, chapéus, xailes, tapetes, brinquedos, roupa e mobília de bebé.

Também aos domingos e nas ruas das redondezas do mercado de Spitafields – basta seguir a turba. Menos afamado do que o seu vizinho, mas bem fornecido de casacos de cabedal (novos), imitações de roupas de marca, joalharia e bens de proveniência duvidosa. Apesar de se poder encontrar um achado, a tendência é de agulha em palheiro. Vale a pena pelo ambiente entusiástico.

. BRICKLANE Metro: Liverpool Street Domingos, das 7h às 13h Corre paralelo à Commercial Street – domínio do Spitafields Market – e é conhecido por “Bangla Town”. Não tem estrutura fixa e nasceu do improviso da comunidade local. Bancas de rua sem lugar cativo onde se vendem objectos usados, roupa, bric-à-brac, livros, discos e móveis.

. CAMDEN PASSAGE 7, Pierrepoint Row (Upper Street), Islington Metro: London Bridge; Sábados das 8h às 16h Vale pela diversidade de objectos de ouro e prata e antiguidades e os preços mais moderados. Na zona norte encontra jóias, pratas e brinquedos, enquanto a sul as bancas vendem pintura e serigrafias, entre tudo o resto.

. CAMDEN MARKET Camden High Street | Metro: Camden Town Sábados e domingos das 9h às 17h É talvez o mercado mais visitado de Londres, estendo-se, numa amálgama de bancas, entre Camden Town e Camden Lock. Aqui vai encontrar um pouco de tudo, entre roupa, casacos de cabedal, T-shirts e muito mais.

. CAMDEN LOCK MARKET Camden High Street | Metro: Camden Town de terça a sábado, das 10h às 18h Roupas de assinatura, joalharia, livros e artesanato, estendendo-se ao Stables Market (depois da Chalk Farm Road na junção com a Hartland Road), onde encontra móveis originais e bric-à-brac.


BT84-LONDRES SHOPPING.qxd:BT83-ISTOÉBLUE.qxd 11/18/10 5:39 PM Page 73


REP. TUNISIA:REP. TRAVEL 03 11/19/10 11:25 AM Page 74

Tunisia

C O S M O P O L I T A T U N I S

C A R T A G O

S I D I

B O U

O The Residence é, provavelmente, o melhor hotel de Tunis. Em Djerba e Hammamet a outros caberá o epíteto. Aqui, porém, na capital deste Magreb com um gostinho a Europa, esta é uma localização privilegiada para quem quer praia, monumentos, aldeias que pararam no tempo e incursões na labiríntica medina. Todo o exotismo das arábias com o sofisticado carimbo da The Leading Hotels Of The World, numa escapadela para fazer em qualquer época do ano.

Texto e fotos

NUNO MIGUEL DIAS

S A Ï D


REP. TUNISIA:REP. TRAVEL 03 11/19/10 11:46 AM Page 75


REP. TUNISIA:REP. TRAVEL 03 11/19/10 11:26 AM Page 76

“Ó minaretes, tão belos acima dos souks, gritos de pedra erguendo-se do coração do Oriente, sentinelas místicas contra um céu sorridente, torres brancas deitadas aguardando por arrepios de esperança.” in Poèms d’Orient, Mario Scalesi, 1935

J QUANDO IR Até 26 de Fevereiro, quando o hotel The Residence pratica preços de época baixa. Depois disso, de Abril a Setembro é pouco provável que o tempo pregue partidas, mas evite os meses de Julho e Agosto quando as temperaturas andam bem acima dos 30 ºC. COMO IR A Tunisair (www.tunisair.com) é a melhor opção. Com três partidas semanais para Tunis a partir do aeroporto de Figo Maduro, o custo ronda os €200 para ida e volta, já com taxas incluídas.

76

B L U E

T R A V E L

á andava Portugal nas Descobertas quando os reis católicos de Espanha conseguiram a rendição do reino Islâmico de al-Andalus, sediado em Granada. Ao abandonar a cidade para sul, a comitiva de Muhammad XII, mais conhecido por Rei Boabdil (o melhor vocábulo que nuestros hermanos conseguiram para o seu verdadeiro nome, Abu Abdullah), parou num monte sobranceiro à Alhambra e à paisagem verdejante que os separava. Lançando-lhe um último olhar, não conseguiu conter as lágrimas. A sua mãe assoma e sussurra-lhe: "Choras como uma mulher a perda de um reino que não soubeste defender como um homem". Este episódio é tão lendário que o local onde decorreu se chama, hoje, El Último Suspiro del Moro, um miradouro como poucos no mundo. O soberano e os seus familiares directos tomaram a direcção de Fez, em Marrocos. Mas foram muitos os andaluzes que fizeram da Tunísia a sua nova casa. Este é um país alicerçado na vontade de voltar a vencer. Há coisas que se sentem à chegada. A frase proferida pela mãe do sultão está na boca do Islão. No coração está essa ferida do exílio forçado, roubado que lhes foi um reino que, de tão próspero, assume contornos quase míticos. É um sebastianismo muito próprio, patente em pequenos pormenores que são imagens de marca das arábias. Na arquitectura, por exemplo (à qual o norte de África se refere como andaluza), a fonte que é uma constante dos pátios centrais representa as lágrimas do sultão. "Um homem não chora" é, também, uma "frase feita" há quinhentos e poucos anos. Há, ainda, a vingança feminina, apoiada na frase da mãe do soberano como uma alavanca para a emancipação: depois de tantos séculos sem lhes ser permitido o acesso ao pátio central (ou à vida quotidiana), o qual só podiam mirar pelo postigo de uma divisão que lhes era destinada, as mulheres reclamaram para si o poder do lar. Hoje, mesmo na Tunísia, que é um exemplo de tolerância, não é raro ver os homens sentados nos degraus exteriores da casa, conversando. No interior sociabilizam as mulheres. É o espaço que reivindicaram.


REP. TUNISIA:REP. TRAVEL 03 11/19/10 11:26 AM Page 77

MEDINA DE TUNIS Pronuncia-se “Médina” e escreve-se a tinta de tatuagem na memória. Visita-se com tempo, uma demorada incursão a todo o exotismo das arábias com algumas características muito próprias. Também há artesanato para turistas, mas é bem mais difícil de encontrar que toda a parafernália de produtos que fazem o quotidiano desta gente afável e hospitaleira


REP. TUNISIA:REP. TRAVEL 03 11/19/10 11:27 AM Page 78

3 THE RESIDENCE TUNIS EEE

Les Côtes de Carthage Tel. +216.7191.0101 www.theresidence.com/tunis 155 quartos 9 suites inseridos numa arquitectura exóctica e grandiosa. A ambiência é cosmopolita e moderna, e o conjunto de serviços é de um nível raro. Quatro restaurantes de qualidade superior, o mesmo número de bares e um Spa-Thalasso de topo. Duplo a partir de €323. Grátis para crianças com menos de 15 anos no quarto dos pais


REP. TUNISIA:REP. TRAVEL 03 11/19/10 11:28 AM Page 79

TUNIS Tudo isto e muito mais me explica Youssef, o guia perfeito, enquanto me perco (literalmente, não fora Youssef), pela Medina da capital. Não vale a pena negar o fascínio que as medinas do Magreb exercem sobre os ocidentais. Mesmo para nós, portugueses, familiarizados com as labirínticas mourarias ou centros históricos que remontam à idade média, há algo de mágico num lugar como este. A Medina de Tunis não é um mero centro histórico, tornado pedonal para garantir a sua preservação e feito assim prazenteiro aos magotes de turistas. Antes pulula de vida, que continua a decorrer como se os seus treze séculos de existência não tivessem passado. Os olhares continuam a estranhar as feições mais exóticas e, curiosamente, espantam-se mais com os calções masculinos do que com os ombros femininos descobertos, como poderia ser de esperar. Há gente que lava a entrada da sua casa e, ao lado, uma casa de chá com dezenas de gaiolas com canários. Há barbearias e oficinas de ferreiros. O cheiro a especiarias domina o ar e mistura-se com o de pão ázimo, cuja feitura não obedece à lógica da "fornada", como por cá.

UM CAFÉ NA MEDINA. É claro que, hoje, ao entrar pela Bab Bhar, ou Porta do Mar, imponente entrada oriental, já não significa pagar os direitos aduaneiros, como o faziam as caravanas de dromedários e jericos que palmilhavam léguas pelos desertos para comerciarem nos souks no interior das muralhas, em torno da mesquita Ez-Zitouna. Mas a História recria-se com mais facilidade num lugar como este. Mesmo nos pequenos rituais diários, que pretendo conhecer. Peço a Youssef para que escolha um ao qual o acesso me seja fácil. Entramos num café que, poderia jurar, continua inalterado desde os tempos em que a

PODERÁ SER DIFÍCIL DEIXAR as instalações do The Residence mas há-que tentar contrariar o ócio e fazer-se A EXPLORAÇÃO DAS PROXIMIDADES

L’OLIVIER Restaurante gourmet do hotel The Residence, oferece peixe, mariscos e pratos de carne de inspiração mediterrânica e apresentação cuidada. A carta de vinhos é digna de uma consulta, e aconselha-se a degustação de um ou outro néctar tunisino que lhe seja indicado pelo chefe de sala

B L U E

T R A V E L

79


REP. TUNISIA:REP. TRAVEL 03 11/19/10 11:29 AM Page 80

A MEDINA É MAIS QUE O CENTRO HISTÓRICO da cidade, é o centro nevrálgico onde tudo conflui, um testemunho de tempos idos que conviveu de perto COM A MÍTICA CARTAGO RESTAURANTES, CAFÉS E CHICHAS RESTAURANTES Le Mrabet No souk Ettrouk, oferece comida realmente tradicional tunisina em ambiente familiar.

.

. Bagdad Na Av. Habib Bourguiba. Comida tunisina numa ambiência luxuosa acompanhada por uma banda típica. É o mais famoso e mais bem frequentado restaurante da cidade. CAFÉS

. Café Chaouechin O mais antigo da cidade com decoração a condizer. É ponto de encontro obrigatório de locais mas também o de quem pretenda conhecer a way of life tunisina. Na encruzilhada do souk dos chapeleiros. CAFÉS COM CHICHAS

. Café Ezzitouna

Na Rue Jamaâ Ezzitouna, um pouco antes da Grande Mesquita. Paredes e assentos forrados de azulejo, ambiência descontraída e as melhores chichas.

. Café Dar Mnouchi Na esquina do souk el Leffa com o souk Kebabjia, a entrada não deixa adivinhar um átrio bem típico, com tijoleira e o melhor chá da cidade (preto com hortelã, claro).

80

B L U E

T R A V E L

Tunísia era um protectorado francês, da decoração ao “recipiente” do café, dos azulejos na parede à indumentária dos clientes. Ainda que fiquemos ao balcão, Youssef adverte-me para o facto da demora ser lei. Ou seja, beber o café em um ou dois tragos, "à portuguesa", é tido como ofensivo. Há que conversar, fumar um cigarro, sorrir: "Este é, tradicionalmente, um lugar de encontro de homens", diz. "Creio que, na Europa, também já foi assim mas, entretanto, deixaram de ter tempo para isto", ironiza, na mouche. Tomámos o tempo necessário e prosseguimos a incursão de quase duas horas pelas labirínticas e estreitas ruas da medina, por entre souks de chás, perfumes, tapetes, joalharia, frutos secos, especiarias e tecidos (a cada souk sua mercadoria), mesquitas, palácios (andaluzes) de nobreza mourisca, igrejas cristãs, medresas (instituições que hospedavam estudantes da mesquita), chicha cafés (onde podemos degustar o tradicional cachimbo de água), hammans (ou banhos turcos, uma verdadeira instituição por aqui), aromas de doçaria e música exótica no ar, um mundo aparte. Só no interior destas muralhas vive um terço da população de Tunis. A antiga e sábia capacidade de fazer uma habitação no recanto mais improvável. Se esta gente fosse realojada, a cidade teria de dobrar o seu tamanho.

A TUNÍSIA não é tida como destino de topo. O que não significa que não seja um país surpreendente, arrebatador e inesquecível. O guia Footprint destaca-a como sendo mais próxima de uma Grécia ou Portugal dos anos 70 do que de outros estados do Médio Oriente. Os tunisinos consideram-se os mais modernos do mundo árabe e isso é produto de algum europeísmo enraizado pela pioneira legislação que permitiu à sociedade tornarse tolerante com as mulheres, ter uma classe média forte e avançar, descontraidamente, em direcção ao modernismo. Transposto o “mito” que dá conta de uma oferta hoteleira com pouco glamour, de arredores direccionados para um turismo “pé de chinelo” e autocarros cheios de gente loira envergando camisas com estampagem de ibiscus, chegamos a Tunis e seus arrabaldes. Perde-se em “atracção turística” ao estilo de Hammamet ou Dejrba, ganha-se em autenticidade.


REP. TUNISIA:REP. TRAVEL 03 11/19/10 11:30 AM Page 81

ÀS COMPRAS Tente não comprar nos lugares mais turísticos, como Sidi Bou Saïd. O melhor lugar para obter produtos autênticos, os mesmos que os tunisinos compram, está dentro da Medina e nem em todos os souks. Os tagins (os não pintados, em barro cozido mas sem verniz) não servirão de decoração mas permitem recriar as receitas mais tradicionais em casa, para quando a saudade apertar. As gaiolas tradicionais são, também, uma hipótese, embora as maiores sejam difíceis de transportar no regresso. Especiarias, ervas aromáticas e frutos secos são obrigatórios


REP. TUNISIA:REP. TRAVEL 03 11/19/10 11:51 AM Page 82


REP. TUNISIA:REP. TRAVEL 03 11/19/10 11:52 AM Page 83

Os chicha cafés são um must e fazem parte de um ritual de confraternização magrebino. Em Tunis, as conversas decorrem melhor por entre o fumo com aroma a maçã, a saborear chá de menta fresca e deitado sobre as inúmeras almofadas espalhadas pelo chão. Não há como não amar as arábias!

Depois há Cartago (Carthage), a última das capitais romanas em África, Sidi Bou Said e a sua indelével ambiência, muitos quilómetros de praias de areia fina e ondulação ou corrente inexistentes e, por fim, o obrigatório museu do Bardo. Depois há o lugar de onde podemos partir, a cada manhã, à descoberta de tudo isso. Que não poderá ser outro que o The Residence.

UM HOTEL DAS ARÁBIAS. Se a Tunísia não fosse um destino especial, o The Residence não teria escolhido Tunis como localização, a par com Zanzibar, Maurícias e, em 2012, Maldivas. Este é, de facto, o lugar que deita por terra todos e quaisquer preconceitos que pudessem ainda existir, relacionados com a “pobre” oferta hoteleira tunisina. Em Gammarth, a zona mais cara e exclusiva de Tunis, no Banlieu Nord (subúrbios do norte) este é o mais exclusivo e luxuoso hotel da capital. Uma marca escusaria quaisquer descrições: The Leading Hotels Of The World. Mas não é bem assim. As proporções do seu átrio central, que misturam o gigantismo romano com a arquitectura tradicional exercem o primeiro impacto sobre o visitante. Mesmo assim, talvez não se tenha a noção imediata de que, a partir desse momento, seremos tratados como um pachá! Isso vem depois. Nos dez minutos seguintes, por exemplo, ao chegar ao quarto, com vista mar, sobranceiro à piscina e de decoração luxuosa, típica, apetecível. Num simples pequeno almoço (incluído) no l’Olivier, escolhendo de entre os muitos mlaoui (pão ázimo tradicional) ou mil e um pecados da doçaria tradicional, sempre à base de mel, amêndoa, pistáchios, figos e citrinos. Num jantar em qualquer um dos quatro restaurantes: Li Bai e todo o exotismo da gastronomia chinesa imperial, El Dar e a sua cozinha típica tunisina com ambiência de “casa de amigos”, Néroli e as suas exclusivas saladas ou o The Club House, no campo de golf, o cosmopolita e moderno “poiso” exclusivista. B L U E

T R A V E L

83


REP. TUNISIA:REP. TRAVEL 03 11/19/10 11:34 AM Page 84

EL DAR, O TÍPICO TUNISINO DO THE RESIDENCE Tagins tradicionais (e generosamente servidos) acompanhados de chá de menta, por entre o aroma das chichas. Prove as “tábuas” de degustação se não ficar aqui hospedado o tempo suficiente para descobrir alguns dos pratos. Prepare-se para a irresistível doçura das sobremesas

Num dia inteiro passado entre as mil e uma terapias no spa, em boa hora baptizado de Les Thermes Marins De Carthage por ser inspirado no complexo dos Banhos Antonianos de Cartago, a poucos minutos desta localização. Chamada de atenção especial para os quatro mil metros quadrados deste luxuoso Spa-Thalasso com a fama (e o proveito de quem se propõe a experimentar) de ser o melhor de todo o mediterrâneo.

DIAS TRANQUILOS. Mas este colosso de hotel traduz-se, de forma surpreendente, em inúmeros espaços acolhedores, feitos de recantos aproveitados com todo o glamour oriental, como se passeássemos por uma medina e os tesouros se sucedessem. A partir da piscina, com um bar que convida a demorados snacks, há uma passadeira em madeira que transpõe as dunas e leva à praia, um areal do qual não se avista o fim. Difícil mesmo é sair deste mundo feito à medida do maior bom gosto, mesmo sabendo que, a poucos minutos, estão alguns dos mais ricos testemunhos históricos da presença romana, pequenas e encantadoras vilas sobranceiras ao Mediterrânico turquesa, aldeolas de ruas que fervilham de exotismo e minaretes que denunciam, ao longe, a sua proximidade.

LI BAI, O ORIENTE MAIS LONGÍNQUO Um design com pormenores preciosos decora este restaurante de inspiração asiática. Experimente os pratos regionais de Sichuan, os mais picantes mas manifestamente mais exóticos

84

B L U E

T R A V E L


REP. TUNISIA:REP. TRAVEL 03 11/19/10 11:34 AM Page 85

DIRIJA-SE A UMA BANCA com doces tradicionais e explore todo esse mundo amêndoas, pistachios, mel e tudo quase sem açúcar, mas DE UMA DOÇURA INIGUALÁVEL


REP. TUNISIA:REP. TRAVEL 03 11/19/10 11:36 AM Page 86

CARTAGE OU CARTAGO Roma, Alexandria e Cartago, por ordem de importância das cidades do Império Romano. Virgílio refere-a na Eneida, toda a antiguidade se prostrou diante da sua imponência e beleza, e hoje é desculpa que baste para uma viagem à capital tunisina. Uma vez aí, reserve um dia inteiro para andar de ruína em ruína, testemunhos grandiosos de um tempo áureo. Se, durante as invasões muçulmanas, não tivesse servido de pedreira para construir meia medina, era ainda melhor


REP. TUNISIA:REP. TRAVEL 03 11/19/10 11:38 AM Page 87

CARTAGO Youssef foi-me referenciado como "O Melhor" pelo Guest Experience Team. E, ao longo desta semana, não restarão disso dúvidas. Mas por agora ainda não o sei. A visita à Medina terá lugar já em vésperas de regresso e neste momento travo apenas conhecimento com um quarentão magro e envergando um fato de linho claro. Lembra um personagem saído do filme Casablanca ou mesmo do Tintin – Cigarros do Faraó, em jeito de caricatura. Saúda-me com um sabah el khir (bom dia) mas tem um inglês exímio (numa terra onde o francês é a língua do turismo) e é tão interessado em saber sobre o meu país como em explicar as especificidades do seu. Fica espantadíssimo que em português se diga “oxalá” ou que eu saiba o que é um moçárabe, musharab, em arábico, isto é, “falso árabe”. E é interrompendo abruptamente a conversa que me chama a atenção para as cisternas de Cartago. Não tendo qualquer inclinação para engenharia, não é contudo difícil imaginar a dimensão de uma cidade pelas cisternas que a abastecem.

A NAO PERDER EM CARTAGO Banhos Antoninos É um dos mais bem preservados sítios arqueológicos de toda a Tunísia. São bem visíveis os balneários, a sauna, o caldarium, o tepidarium e a piscina.

.

. Quartier Magon Um bairro residencial púnico, datando do Século V a.C., transformado num jardim. A estrada romana proporciona um cénico passeio ao longo do Mediterrâneo.

. Amphitheatre Sentava 35 mil espectadores durante, o reinado de Adriano, para ver os cristãos serem “vencidos” pelas feras. O seu tamanho e complexidade dão uma noção da dimensão de Cartago, que chegou a ter uma população de quinhentos mil.

POUCOS LOCAIS POSSIBILITAM UM PASSEIO por vinte e cinco séculos de História Cartage, ou Cartago, são 545 hectares DE UM MEMORÁVEL REGRESSO AO PASSADO A CAPITAL ROMANA DE ÁFRICA e a terceira mais importante do império é, hoje, um parque arqueológico nacional protegido pela UNESCO, um conjunto de ruínas que ocupa 545 hectares de regresso a um passado glorioso. Os portos púnicos, o anfiteatro (que sentava trinta e cinco mil pessoas), os banhos antoninos e a acrópole, no topo da inacreditável Colina Byrsa, uma elevação sobre o mar de onde se avista todo o golfo de Tunis, a capital, o Porto de La Goulette, Korbous, e a península de Cap Bon, do outro lado da qual está Hammamet. A lenda, imortalizada pelo poeta Virgílio na sua Eneida, diz que Cartago terá sido fundada por Dido, uma princesa fenícia, no ano de 814 a.C. Dido fugira do Mediterrâneo oriental, depois do seu irmão, Pygmalion, ter morto o seu marido. Negociou compra de terras com o regente local, Iarbas, prometendo-lhe que a área não ultrapassaria a de uma pele de touro. Pagou bom dinheiro por tão escassos terrenos mas, durante a noite, cortou o couro em tiras finas, unindo-as para depois desenhar a área total do que, afinal, havia comprado. B L U E

T R A V E L

87


REP. TUNISIA:REP. TRAVEL 03 11/19/10 11:38 AM Page 88

SIDI É O EQUIVALENTE A “SANTO” NO ISLÃO, Bou Saïd o nome do asceta que trazia aqui fiéis de toda a Tunísia e, agora, VIAJANTES DE TODOS OS QUADRANTES

Sidi Bou SaId Em Sidi Bou Saïd a coisa muda de figura. Youssef diz-me: “Este lugar não é para percorrer com um guia ao lado, confie em mim. Fico aqui no café (uma encantadora esplanada) e aqui estarei quando decidir que a sua visita está concluída”. Descubro, pouco depois, as razões de tal aconselhamento. Em 1207, o tunisino Abou Saïd Khalaf Ben Yahia el Béji regressava da sua peregrinação a Meca e subiu a esta colina, então chamada de Djebel el Manar, para comungar com o divino. Residiu, durante 20 anos, neste lugarejo, entre uma reduzida comunidade piscatória, a quem encantava o seu ascetismo. A sua fama depressa se espalhou a toda a Tunísia islâmica e, aquando da sua morte, já era o patrono da aldeia. O seu túmulo tornou-se lugar de peregrinação e o nome deste pequeno aglomerado acabou por mudar para o actual (“sidi” significa, em arábico, “santo”, muito embora as canonizações não existam no Islão). No século XVIII o túmulo foi ampliado, a mesquita remodelada e cada vez mais tunisinos mas, também, forasteiros em busca de inspiração (entre pintores, músicos e filósofos), começaram a assentar aqui arraiais, beneficiando de uma localização dramática e ambiência única. Esta é, talvez, uma das mais encantadoras aldeias mediterrânicas. Não fora a arquitectura andaluza e as suas fachadas brancas com janelas e portas de um azul vivo, que tende a fundir-se com o mar, lá em baixo, competiriam com Santorini, na Grécia. É um lugar tão original que, como seria de esperar, há magotes de turistas a disparar flashes em todas as direcções.

88

B L U E

T R A V E L


REP. TUNISIA:REP. TRAVEL 03 11/19/10 11:38 AM Page 89

SIDI BOU SAÏD É, segundo contam os locais, a aldeia onde se instalaram os “refugiados” andaluzes. Foi mais tarde que os governantes obrigaram as gentes a pintar todos os exteriores de azul e branco. Uma medida ditatorial que, não há como negar, tornou este lugar um dos mais cénicos de todo o Meditarrâneo


REP. TUNISIA:REP. TRAVEL 03 11/19/10 11:55 AM Page 90

A esplanada do El Dar pede demoradas degustações do melhor que a Tunísia tem para oferecer. Chás e doçaria, um copo de um vinho nacional suave e intenso, um prato com figos regados com um fio de azeite... simplicidades que são o reflexo de todas as culturas que oferecem tanto naquilo que julgamos ser pouco.

90

B L U E

T R A V E L


REP. TUNISIA:REP. TRAVEL 03 11/19/10 11:56 AM Page 91

Os habitantes locais não se parecem importar mas, à medida que as carantonas se agudizam, está-se a aceder às mais recônditas ruelas, onde o único som é o dos canários em gaiolas “das arábias” (não vale a pena pensar nisso, não se vendem), penduradas porta sim, porta não. Os gatos passeiam-se, pelo empedrado, com toda a calma do mundo, outros aproveitam as tréguas dadas por uma sombra de figueira em cima de um muro. As vistas são avassaladoras e o quotidiano incrivelmente distante da vida que decorre a duas ou três paralelas de distância. Nos estabelecimentos, o café é aromatizado com flor de laranjeira e o chá de menta leva pinhões. Ainda assim, o cheiro que paira no ar é o do jasmim. Há vendedores que passeiam, pelas ruas, cestos cheios destas flores, arranjados em pequenos bouquets, chamados mechmoums, ou rigueurs, desde que a Tunísia se tornou francófona. Os homens usam-nos atrás da orelha, para que o aroma os acompanhe (Na orelha esquerda os casados, na oposta os disponíveis). As mulheres usam colares das mesmas flores ao pescoço.

UM MOMENTO MÁGICO. Quando cheguei junto a Youssef, este lia o jornal (um enorme “lençol” impresso a caracteres arábicos) e ia no seu terceiro café. Tem estilo, o quarentão. Sentei-me e perguntou-me se podia voltar a ser o meu guia, agora que estávamos os dois à beira de degustar um chá de menta acompanhado de uma frugal taça de amêndoas frescas, dulcíssimas. “Gostava que víssemos daqui este pôr do Sol, para que percebesse a razão da opção de Saïd”. Não demora muito até que o Sol comece a desaparecer no mar em frente. Mas não são as trevas que se abatem sobre Sidi Bou Saïd. A ambiência transforma-se por completo à medida que os locais podem, agora, desfrutar das ruas sem turistas. Só eu destoo. Mas não estou preocupado com isso. Aliás, não tenho a certeza de estar a pensar em algo. E nem sequer procurei comungar com o divino. Só mesmo fazer parte, durante uns dias, de uma arábia com um encanto muito próprio. E

VAMOS A CONTAS

4 dias a partir de…

TUNÍSIA Voos

210€

3 noites no The Residence

485€

Refeições

150€

845€

{ Total por pessoa } * Os valores indicados estão sujeitos a alterações conforme a época do ano

B L U E

T R A V E L

91


BDayBT84.qxd:BDayBT78.qxd 11/19/10 9:57 AM Page 92

+ DE 1000 EXPERIÊNCIAS VOUCHERS PARA PARTILHAR COM QUEM MAIS GOSTA

EXPERIÊNCIAS | EM TODO O PAÍS

ODISSEIAS Estar, ser, ficar, experimentar, dentro ou fora de portas, sozinho ou acompanhado, Portugal fora – campo, cidade, montanha, mar. Be... Alive, In The City, Nature, Happy, Cool e My Love são algumas das novidades da empresa de experiências Odisseias para esta época. Lançamentos que vão fazer furor e que trazem ao mercado dos packs com “actividades mais baratas e mais variadas”, garantem! www.odisseias.com

BE ALIVE

BE IN THE CITY

. TEMA: Spa, Gourmet e Aventura.

. TEMA: Gourmet, Cultura e Lifestyle.

.

VIVÊNCIAS: Sinta-se um verdadeiro alfacinha com pronúncia do norte... Destacámos para si as experiências mais cool, fashion e trendy das cidades de Lisboa e do Porto. Encontre na Odisseias aquele amigo que conhece como a palma da mão a capital ou a Invicta e lhe mostra os melhores locais, os segredos mais bem guardados e lhe dá a conhecer “aquele” restaurante, “aquele” Spa e experiências realmente especiais, para que tenha a sensação de estar em casa, acompanhado e a desvendar os mistérios que parecem acessíveis apenas a algumas pessoas.

VIVÊNCIAS: Massagens, passeios de Segway, provas de vinho, degustações, aulas de maquilhagem, entre muitas outras experiências, é aquilo que é agora possível oferecer aos amigos e família com este novo pack que promete emoções mais zen, numa adega ou ao ar livre.

.

INCLUI: Mais de 150 experiências para escolha.

. VÁLIDO: Para 1 pessoa. Preço: €14,90 (o pack mais barato do mercado)

.

. INCLUI: Mais de 70 experiências de lazer à escolha em Lisboa e no Porto.

. VÁLIDO: Para 2 pessoas. Preço: €34,90

92

B L U E

T R A V E L


blue LINK (pub):Layout 1 12/14/10 4:08 PM Page 1

qlink

www.odisseias.com


BDayBT84.qxd:BDayBT78.qxd 11/19/10 9:58 AM Page 94

VOUCHERS

Be cool my love... Os nomes dos novos packs da Odisseias prometem momentos que apetecem. Com imensa energia ou super românticos, aproveite para partilhá-los com a sua cara-metade.

ODISSEIAS

10 % Desconto VOUCHERS BLUE Nº

05 E 06

VOUCHERS DISPONÍVEIS NA PÁG. 95

BE COOL

BE MY LOVE

. TEMA: Aventura e Energia.

. TEMA: Spa, Gourmet e Romance.

.

VIVÊNCIAS: Massagem nas costas e outros rituais de spa a dois, Sushi Experience, Kart Kross, BTT ou Buggy a dois, Prova de Vinhos, de Enchidos ou de Chocolate, Spa Experience em casal, City Break, Walking Tour, Degustações, Segway, Sushi ou Golf Experience, Rota dos Monumentos, são algumas das muitas ofertas que esta empresa de experiências tem para si e para a sua cara-metade no “Be my Love”. Todas as actividades são para casal. Único pack no mercado com mais experiências neste nível de preço com as temáticas de Spa e Gourmet sempre para duas pessoas.

VIVÊNCIAS: Baptismo de Mergulho, Baptismo de Moto 4, Bridge Jumping, Canoagem, Baptismo de Windsurf, Back Massage, Bob Cat Experience, Segway Discover, Aulas de Equitação, Surf, Kart ou Speed Boat são algumas das muitas ofertas para uma experiência única! Único pack no mercado neste nível de preço e tema, onde a maioria das experiências são marcadas sem ser necessária a existência de grupos mínimos de participantes.

.

INCLUI: Mais de 300 experiências à escolha.

. VÁLIDO: Para 1 ou 2 pessoas. Preço: €24,90

.

.

INCLUI: Mais de 150 experiências à escolha.

. VÁLIDO: Para 2 pessoas. Preço: €24,90

94

B L U E

T R A V E L


BDayBT84.qxd:BDayBT78.qxd 11/19/10 9:58 AM Page 95

Viva todos os dias um MOMENTO BLUE... ESCOLHA, MARQUE E APROVEITE ESTES VOUCHERS!

VOUCHER BLUE TRAVEL Nº 01

VOUCHER BLUE TRAVEL Nº 02

VOUCHER BLUE TRAVEL Nº 03

ODISSEIAS

ODISSEIAS

ODISSEIAS

BE ALIVE

BE IN THE CITY

BE NATURE

10%

10%

10%

. TEMA: Spa, Gourmet e Aventura.

. TEMA: Gourmet, Cultura e Lifestyle.

. TEMA: Estadias, Aventura e Natureza.

. INCLUI: Mais de 150 experiências para escolha.

. INCLUI: Mais de 70 experiências de lazer à escolha

. INCLUI: Mais de 150 experiências de natureza

em Lisboa e no Porto.

à escolha.

VALIDADE: 28 DE FEVEREIRO DE 2011

VALIDADE: 28 DE FEVEREIRO DE 2011

VALIDADE: 28 DE FEVEREIRO DE 2011

VOUCHER BLUE TRAVEL Nº 04

VOUCHER BLUE TRAVEL Nº 05

VOUCHER BLUE TRAVEL Nº 06

ODISSEIAS

ODISSEIAS

ODISSEIAS

BE HAPPY

BE COOL

BE MY LOVE

10%

10%

10%

. TEMA: Spa e Bem-estar.

. TEMA: Aventura e Energia.

. TEMA: Spa, Gourmet e Romance.

. INCLUI: Mais de 300 experiências à escolha.

. INCLUI: Mais de 300 experiências à escolha.

. INCLUI: Mais de 150 experiências à escolha.

VALIDADE: 28 DE FEVEREIRO DE 2011

VALIDADE: 31 DE OUTUBRO DE 2010

VALIDADE: 31 DE JULHO DE 2011

B L U E

T R A V E L

95


BDayBT84.qxd:BDayBT78.qxd 11/19/10 9:58 AM Page 96

R E G U L A M E N T O 1. Todos os meses seleccionamos os melhores locais para que desfrute ao máximo do espírito blue, podendo utilizar os vouchers que lhe proporcionamos!

4. Para utilizar os vouchers deverá apresentá-los no local que escolheu ou em caso de marcações por telefone mencioná-los na reserva e, depois, na chegada ao local.

2. Cada vouchers pode ser utilizado apenas uma vez e unicamente até à sua data-limite, indicada no respectivo cupão. Para que possa ser validado por cada entidade (hotel, spa, loja, etc.) aquando da sua utilização é imprescindível a sua entrega no local pretendido.

5. Os vouchers não são acumuláveis com outras promoções e dependem das vagas disponíveis.

3. Os vouchers poderão ter especificidades diferentes, pelo que deverá sempre consultar o cupão da oferta desejada.

96

V O U C H E R S

6. Os preços apresentados nas páginas da revista correspondem aos preços de balcão e em vigor, recaindo sobre os mesmos os descontos de cada voucher. Para mais informações contacte o Tel.: 217.203.340

VOUCHER BLUE TRAVEL Nº 03

VOUCHER BLUE TRAVEL Nº 02

VOUCHER BLUE TRAVEL Nº 01

ODISSEIAS

ODISSEIAS

ODISSEIAS

BE NATURE

BE IN THE CITY

BE ALIVE

– VÁLIDO: Para 1 ou 2 pessoas.

– VÁLIDO: Para 2 pessoas.

– VÁLIDO: Para 1 pessoa.

– PREÇO: €39,90

– PREÇO: €34,90

– PREÇO: €14,90

Rua Quinta das Palmeiras, Lj. 31A | Oeiras Tel.: 707.208.020 ou 214.589.800 (atendimento dias úteis, das 10h às 19h) www.odisseias.com

Rua Quinta das Palmeiras, Lj. 31A | Oeiras Tel.: 707.208.020 ou 214.589.800 (atendimento dias úteis, das 10h às 19h) www.odisseias.com

Rua Quinta das Palmeiras, Lj. 31A | Oeiras Tel.: 707.208.020 ou 214.589.800 (atendimento dias úteis, das 10h às 19h) www.odisseias.com

VOUCHER BLUE TRAVEL Nº 06

VOUCHER BLUE TRAVEL Nº 05

VOUCHER BLUE TRAVEL Nº 04

ODISSEIAS

ODISSEIAS

ODISSEIAS

BE MY LOVE

BE COOL

BE HAPPY

– VÁLIDO: Para 2 pessoas.

– VÁLIDO: Para 1 ou 2 pessoas.

– VÁLIDO: Para 1 ou 2 pessoas.

– PREÇO: €24,90

– PREÇO: €24,90

– PREÇO: €24,90

Rua Quinta das Palmeiras, Lj. 31A | Oeiras Tel.: 707.208.020 ou 214.589.800 (atendimento dias úteis, das 10h às 19h) www.odisseias.com

Rua Quinta das Palmeiras, Lj. 31A | Oeiras Tel.: 707.208.020 ou 214.589.800 (atendimento dias úteis, das 10h às 19h) www.odisseias.com

Rua Quinta das Palmeiras, Lj. 31A | Oeiras Tel.: 707.208.020 ou 214.589.800 (atendimento dias úteis, das 10h às 19h) www.odisseias.com

B L U E

T R A V E L


blue LINK (pub):Layout 1 12/14/10 4:33 PM Page 1

qlink

www.fluxograma.com


BT-FICHA TÉCNICA 2010:BT-FICHA TÉCNICA 2010 11/22/10 11:24 AM Page 98

OFEREÇA UMA ASSINATURA BLUE TRAVEL CONTACTOS PARA ASSINATURAS: Tel.: 214 142 909; Fax: 214 142 951; E-mail: assinaturas@jmtoscano.com

12 Edições

38€

12 X 3,95€ = 47,40€

24 Edições

POUPE 9,40€

70€

24 X 3,95€ = 94,80€ POUPE 24,80€ FOTOCOPIE ESTE CUPAO E ENVIE PARA: JMTOSCANO LDA; Rua Rodrigues Sampaio N.º 5; 2795-175 Linda-a-Velha; todos os preços incluem portes de correio. NOME: MORADA: LOCALIDADE: TEL. | TELEMÓVEL:

CÓDIGO POSTAL: IDADE: PROFISSAO:

E-MAIL: N.º DE CONTRIBUINTE

Cheque à ordem de: JMTOSCANO-Comunicação e Marketing Lda Transferência Bancária: N I B 0 0 4 5 4 0 6 0 4 0 1 0 2 9 7 2 0 7 3 1 9 , da Caixa Crédito Agricola

t BLUE MEDIA Rua Vera Lagoa, n .º 12, 1649 - 012 Lisboa, Tel.: 217 203 340 | Fax geral: 217 203 349 | Contribuinte n.º 508 420 237 DIRECTOR GERAL Paulo Ferreira | DIRECTOR DE ARTE E PROJECTO GRÁFICO Pedro Antunes, pantunes@blue.com.pt COORDENADORA Rosário Sá Coutinho, rcoutinho@blue.com.pt | EDITORA DE TEMAS NACIONAIS Rita do Amaral Dias, rdias@blue.com.pt REDACCAO Patrícia Cabral, pcabral@blue.com.pt | FOTOGRAFIA Ricardo Polónio, rpolonio@blue.com.pt | ARTE Susana Alcântara (colaboradora) DIRECTOR COMERCIAL Paulo Ferreira, pferreira@blue.com.pt | DEPARTAMENTO DE MARKETING & PUBLICIDADE Maria Reis, mreis@blue.com.pt; Fax publicidade: 217 203 349 PRÉ-IMPRESSÃO Nuno Barbosa, nbarbosa@blue.com.pt IMPRESSÃO União Europeia | DISTRIBUIÇÃO Logista | DEPÓSITO LEGAL n.º 194642/03; Registado no E. R. C. n.º 124216 PROPRIEDADE MBC Lazer, S.A. | Tiragem: 20.000 exemplares { INTERDITA A REPRODUÇÃO DE TEXTOS E IMAGENS POR QUAISQUER MEIOS }

O seu comentário é fundamental para melhorarmos a blue Travel a cada edição. Assim, criámos este e-mail para que nos possa apontar todos os defeitos que for encontrando na sua revista. Muito obrigado! qualidade@blue.com.pt


blue LINK (pub):Layout 1 12/14/10 4:38 PM Page 1

qlink

www.andorra.pt


blue LINK (pub):Layout 1 12/14/10 4:41 PM Page 1

qlink

www.rolex.com

blue travel 84  

Celebrar, o lado positivo da vida; Londres (Peckham); Tunísia (Tunis); Almancil; Viajantes (Angola)

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you