Issuu on Google+

Roche Revista

Ano I | N潞 I

Macei贸

Capital Nacional da Moda

Agosto 2012


Da mesma forma que você está vendo isso aqui, milhares de pessoas também veem. Anuncie conosco!

rochegrafica@gmail.com


Index

Revista Roche é uma publicação da Roche Publicações Editor Patrick Rocha O envio de sugestões e matérias para a edição do próximo mês da Revista Roche devem ser enviadas até o dia 15 de cada mês. O material enviado não obriga, necessariamente, sua publicação, devendo o mesmo ser aprovado por nossa equipe editorial. A Revista Roche é uma publicação digital, sua distribuição é gratuita. Se alguém está comercializando-a, favor denunciar. Entre em contato conosco através do e-mail rochegrafica@gmail.com

Index | 04 Matéria de Capa | 05 Saúde | 08 Educação | 09


EDITORIAL

Inovar Patrick Rocha

Inovar. Talvez esse seja o grande objetivo do mundo. Com o desenvolvimento das tecnologias, ser inovador é uma árdua tarefa. O mundo vai se desenvolvendo e novas discussões vão surgindo. Como manter bilhões de pessoas sem agredir o seu ambiente. Inovando. Novas formas de pensar estão aparecendo. Pensar no meio ambiente. Pensar na igualdade. Inovar. Esse é o grande objetivo do mundo! Inovar para melhorar! Inovar para reconstruir uma sociedade! Inovar para desenvolver uma nação! Como inovar, então, a Comunicação? Com uma grande expansão de usuários, informação e propaganda, a Internet tem se tornado o meio de Comunicação mais eficiente. O que não se encontra na Internet? É a grande afirmação, eita, pergunta que os usuários têm feito. Há quem diga que o que não se acha na Internet, não existe. Talvez até seja verdade, já que todos com acesso podem colocar o que desejarem online para bilhões de pessoas poderem acessar. A Internet já conquistou seu espaço e ainda quer mais! Através das redes sociais as empresas nacionais e internacionais estão introduzindo seus conteúdos para agregar novos públicos. Por isso, a Revista Roche busca inovar juntando as grandes ferramentas de Comunicação. Uma publicação impressa ganhou o mercado brasileiro, tornando-se uma das principais fontes de informação e de investimento. Já a Internet, nem precisa falar mais! Agora, uma publicação que una essas duas ferramentas, mas seja exclusivamente para os usuários online ainda não havia surgido. Eis que você tem acesso ao conteúdo mais inovador! Uma revista totalmente eletrônica, para ser acessada onde você estiver, com a ferramenta que estiver em mãos. Inovar. Foi isso o que tentamos fazer e esperamos grande interação com você! Inovar. Não é nada fácil, mas não é impossível. Divirta-se com este novo conteúdo que tens em mãos. Este foi feito especialmente pensando em você. Pensando nas suas necessidades. Com a correria, ler informações ficou agora mais divertido e prático. Inovar!

04 | Agosto 2012

Revista Roche


CAPA

Maceió: Capital Nacional da Moda No dia 13 de Agosto, Maceió tornou-se a capital da Moda. Durante uma semana o mundo Fashion esteve com os seus olhos voltados para a capital alagoana. Tudo isso devido à sexta edição do Alagoas TrendHouse que acontece no espaço Vox Room no bairro histórico do Jaraguá. Centenas de pessoas pararam para ver os desfiles de marcas locais, nacionais e internacionais. Celebridades, como a ex-BBB Ariadna, marcou presença no primeiro dia da semana. A elite do Estado não ficou de fora. Empresários e políticos estiveram presentes. Ninguém gostaria de ficar de fora! A movimentação foi intensa nos espaços e nos desfiles. E tudo isso conta com a presença marcante da imprensa local. Mas o burburinho é tão grande que atraiu representantes da imprensa nacional. Apesar da forte chuva que caiu na terça-feira, 14 de Agosto, a Semana da Moda contou com um grande número de pessoas. Mais um exBBB se fez presente. Rodrigo Carvalho, da décima primeira edição do Reality, marcou presença e, para alegria da mulherada, ainda desfilou apenas de sunga. Muitas marcas e estilos desfilaram na passarela da TrendHouse 2012. O grande momento do dia foi o desfile da grife de Marcus Telles. Além de contar com a presença do ex-BBB Rodrigo desfilando só de Revista Roche

Agosto 2012 | 05


CAPA

sunga, como já foi dito, ainda contou com um cantor voltado mais para o estilo de ópera dando a ideia das modelos estarem desfilando lugubremente. A junção musical, penteado e os trajes prendeu a atenção da plateia, que ficou atônita. Em apenas dois dias a Semana de Moda Alagoas TrendHouse 2012 já estampou os principais portais de Comunicação de Alagoas. A grande homenagem da festa foi a estilista alagoana Vera Arruda, que faleceu em 2004. A organização apresentou uma exposição com alguns modelos criados pela estilista, como, também, um desfile em sua homenagem. Vera Arruda nasceu em Palmeira dos Índios, foi eleita Miss Alagoas em 1986 com apenas 20 anos. Foi vítima de câncer, mas seu legado continua eternizado. Em seu terceiro dia, a TrendHouse já começou dando o que falar. A quarta-feira, 15 de Agosto, reuniu grande público. As pessoas circulavam, tiravam foto, conversavam. A sexta edição do maior evento de moda de Alagoas levou as pessoas a disputarem ingressos. Mesmo a forte chuva que vinha caindo no fim da tarde não afastou a alta sociedade alagoana. O grande momento foi o último 06 | Agosto 2012

Revista Roche

desfile da quara-feira. A marca Brasaimara, do empresário italiano Grabiele Beneditti, contou com a presença da ex-BBB Ariadna. A participante fechou o desfile da grife do seu namorado, o que atraiu os olhares mais atentos e curiosos. O casal demonstrou bastante simpatia pelo público e, ainda, tirou foto com fãs e concedeu entrevista. Assistindo ao desfile da Brasaimara estava o casal Felipe Dylon e Aparecida Petrowky, que trajavam vestes da marca. Além de causar um grande alvoroço por parte da plateia, o casal retribuiu os pedidos do público. Todos ficaram encantados com simpatia do casal; principalmente por parte da Aparecida Petrowky, que acenava e conversava com aqueles que lhe abordavam. A TrendHouse 2012 reuniu as maiores marcas do estado de Alagoas, assim como nacionais e internacionais. O evento já marcou a moda alagoana. Com esta semana de moda, o cenário local ganhou destaque na mídia nacional, atraindo novos investidores para o Estado. Passarela armada, estandes arrumados. A quinta-feira, 16 de Agosto, já começou animada. Não sendo diferente dos demais dias, a Vox

Room, local onde estava acontecendo a TrendHouse, foi invadida por um bom número de pessoas; talvez o dia mais cheio, em comparação com os dias anteriores. O desfile mais aguardado pela maioria aconteceu nesta quintafeira. O da marca Colcci. Mas antes de falarmos dele, falemos um pouco sobre a festa. Os sites especializados em participar dos eventos e fotografar tudo o que veem não ficaram de fora da Semana. Circulando por todo o espaço, os cliques e flash eram disparados constantemente; alguns até eram convidados para assim fazerem. Com a explosão dos celulares com acesso a Internet, a quantidade de fotos tiradas e postadas na hora foi recorde para o evento. Na sala do desfile a atualização era constante, antes, durante e depois de cada desfile. A Semana de Moda tornou-se o assunto mais falado e comentado nas principais redes sociais da Internet. Criança, jovem ou adulto. Todos estavam com seus celulares e tablets à mão, prontos para registrar qualquer instante. Como foi falado anteriormente, a quinta-feira foi palco do desfile mais aguardado. A expectativa era grande, por parte do público,


CAPA

devido a grande expectativa que a própria marca estava fazendo. A presença de alguma celebridade surpresa foi anunciada, o que aumentou ainda mais os comentários. Todos queriam saber quem passaria pela passarela da Colcci. Para decepção geral, nenhuma celebridade marcou presença. Alguns ficaram inconformados, outros nem se abalaram. Outra marca que pintou pela sala de desfile foi a Fios de Cabelo. Sua apresentação Black and White (Preto e Branco) foi, em poucas palavras, interessante. Interessante pelo fato de penteados serem terminados na hora. A TrendHouse 2012 chegou ao fim na sexta-feira 17 de Agosto. Tanto a sua abertura como o seu fechamento tiveram o mar como cenário. Contudo, os comentários ainda explodem pelos principais sites especializados em moda e por parte de cada pessoa que esteve presente em pelo menos um dia. A Semana de Moda trouxe representantes dos principais meios de Comunicação do assunto, colocando e transformando Maceió na capital nacional da moda.

Revista Roche

Agosto 2012 | 07


SAÚDE

Razões para Rejeitar o Alimento Cárneo Ellen White Os que se alimentam de carne não estão senão comendo cereais e verduras em segunda mão; pois o animal recebe destas coisas a nutrição que dá o crescimento. A vida que se achava no cereal e na verdura passa ao que os ingere. Nós a recebemos comendo a carne do animal. Quão melhor não é obtê-la diretamente, comendo aquilo que Deus proveu para nosso uso! A carne nunca foi o melhor alimento; seu uso agora é, todavia, duplamente objetável, visto as doenças nos animais estarem crescendo com tanta rapidez. Os que comem alimentos cárneos mal sabem o que estão ingerindo. Frequentemente, se pudessem ver os animais ainda vivos, e saber que espécies de carne estão comendo, iriam repelir enojados. O povo come continuamente carne cheia de germes de tuberculose e câncer. Assim são comunicadas essas e outras doenças. Pululam parasitas nos tecidos do porco. A carne do porco é imprópria para alimentação. Os porcos são limpadores públicos, e é esse o único emprego que lhes foi destinado. Nunca, sob nenhuma circunstância, devia sua carne ser ingerida por criaturas humanas. É 08 | Agosto 2012

Revista Roche

impossível que a carne de qualquer criatura viva seja saudável, quando a imundícia é o seu elemento natural, e quando se alimenta de tudo quanto é detestável. Muitas vezes são levados ao mercado e vendidos para alimento animais que se acham tão doentes que os donos receiam conservá-los por mais tempo. E alguns dos processos de engorda para venda produzem enfermidade. Excluídos da luz e do ar puro, respirando a atmosfera de imundos estábulos, engordando talvez com alimentos deteriorados, todo o organismo se acha contaminado com matéria imunda. Os animais são muitas vezes transportados a longas distâncias e sujeitos a grandes sofrimentos para chegar ao mercado. Tirados dos verdes pastos e viajando por fatigantes quilômetros sobre cálidos e poentos caminhos, ou aglomerados em carros sujos, febris e exaustos, muitas vezes privados por muitas horas de alimento e água, as pobres criaturas são conduzidas para a morte a fim de que seres humanos se banqueteiem com seu cadáver. Em muitos lugares os peixes ficam tão contaminados com a sujeira de que se nutrem que se tornam causa

de doenças. Isso se verifica especialmente onde o peixe está em contato com os esgotos de grandes cidades. Peixes que se alimentam dessas matérias podem passar a grandes distâncias, sendo apanhados em lugares em que as águas são puras e boas. De modo que, ao serem usados como alimento, ocasionam doença e morte naqueles que nada suspeitam do perigo. Os efeitos do regime cárneo podem não ser imediatamente experimentados; isto, porém, não é nenhuma prova de que não seja nocivo. Há poucas pessoas se pode fazer ver que é a carne que ingerem o que lhes tem envenenado o sangue e ocasionado os sofrimentos. Muitos morrem de doenças inteiramente devidas ao uso da carne, ao passo que a verdadeira causa não é suspeitada nem por eles nem pelos outros. Os males morais do regime cárneo não são menos assinalados do que os físicos. A comida de carne é prejudicial à saúde, e seja o que for que afete ao corpo tem seu efeito correspondente na mente e na alma. Pensai na crueldade que o regime cárneo envolve para com os animais, e seus efeitos sobre os que a infligem e nos que a observam.


EDUCAÇÃO

Ministério Público do Estado de Alagoas Debate Liberdade Religiosa em Parceria com Grupos Religiosos Alagoas entrou para a história na última segunda-feira, 20 de Agosto. O Ministério Público do Estado promoveu o I Fórum Alagoano de Liberdade Religiosa e Cidadania que juntou líderes religiosos das mais diferentes crenças. Os representantes dos diferentes grupos religiosos palestraram, no auditório do Ministério Público, seu ponto de vista quanto a Liberdade Religiosa que se tem visto no território nacional. A edição alagoana foi a primeira, também, no nordeste brasileiro. “O Ministério Público defende os Direitos Humanos com um todo e, lógico e evidente, que, dentro deste, está o direito a Liberdade e, dentre eles, um direito primário, o direito a liberdade de religião, que pode ser compreendido como direito a liberdade de crença, direito a liberdade de culto. E, por isso, nós estamos, hoje, mudando as atribuições de determinadas promotorias na capital para poder permitir que o Ministério Público, com especificidade, possa combater a intolerância religiosa”, disse Eduardo Tavares, procurador geral do Ministério

Público. A República Federativa do Brasil declara-se um país laico. O posicionamento judiciário e executivo foi discutido sobre os mais diferentes pontos de vista. “A liberdade ou é para todos, ou não é para ninguém”, disse Samuel Gomes, presidente da Associação Brasileira de Liberdade Religiosa e Cidadania (ABLIRC). A ABLIRC vem promovendo eventos semelhantes em outras regiões do país para alertar a sociedade quando aos seus direitos. O Fórum foi promovido pela parceria entre a ABLIRC, a IRLA (International Religious Liberty Association – Associação Internacional de Liberdade Religiosa) e do procurador do Ministério Público de Alagoas, Magno Alexandre. “A Liberdade Religiosa, como direito fundamental, não é absoluta, ao ponto de ser exigida sobre tudo, sobre todos. A Liberdade Religiosa está positivada tanto em diplomas internacionais, bem como no Brasil. A Constituição contém expressamente a Liberdade Religiosa como direito à pessoa humana”, disse o procurador Magno.

O pioneirismo do estado de Alagoas serve como exemplo para os demais estados a fim de colocar o assunto em discussão. Diversos países sofrem pela falta dessa liberdade. “A Liberdade Religiosa é inerente ao ser humano. Entendemos que a Liberdade Religiosa faz parte dos princípios de dignidade do ser humano. Sabemos que ela é muito frágil, extremamente frágil, aliás, todas as liberdades são vulneráveis; e a Liberdade Religiosa, particularmente, corre grande risco”, falou Edson Rosa, diretor executivo da IRLA. “A última coisa que alcançamos é a liberdade. A gente acaba alcançando, muitas vezes, o oposto daquilo que estávamos buscando, que seria, na verdade, uma paz. O que todos buscam, seja qual liberdade que estejamos buscando ou defendendo, é, efetivamente, essa paz, é a liberdade de eu poder ser eu e você poder ser você; e a gente poder ser o que somos hoje, uma humanidade”, finalizou Anna Cecília, advogada e membro da Comissão de Liberdade Religiosa da OAB de São Paulo.

Revista Roche

Agosto 2012 | 09


SKY 14


Revista Roche