Issuu on Google+

Reino Unido - Maio 2011 - nยบ 101

Exclusivo

Wagner: a fama e os bastidores do X Factor


Editorial

S

ão poucas as pessoas que, aos 55 anos, se mantém firmes em busca dos seus sonhos. A maioria sucumbe ao imediatismo. Ou ao comodismo. Este não é, certamente, o perfil de Wagner Fiuza Lima Carrilho. Ou somente Reino Wagner, como ele ficou conhecido no Mulher Turismo Unido Reino Unido em 2010, ao participar do As mudanças no Dicas de moda Rota italiana: X Factor, o programa de calouros mais visto de estudante para o verão a bela Florença famoso da TV britânica. De estilo controverso, o brasileiro caiu nas graças do público e durante oito semanas brilhou na telinha, se envolveu em 38 Mulher 7 polêmicas, arregimentou uma legião de fãs Painel dos leitores e se tornou uma das figuras mais carismáticas do programa. A fama conquis40 Turismo Reino Unido 8 tada lhe proporcionou a realização de um sonho antigo: viver somente de música, 46 Motores desejo acalentado durante anos no Brasil Brasil 20 e na Inglaterra e concretizado através de várias tours do X Factor que ele tem parti50 Esportes cipado desde então. Capa 26 Num bate-papo franco com a Real, o 54 Classificados ex-professor de karatê fala sobre o seu interesse pela carreira musical e conta Flash 32 a trajetória dos 19 anos em que vive no 56 Palavras cruzadas Reino Unido. E mais: revela tudo sobre os bastidores do X Factor, rebate as críticas Cultura 34 57 Mônica de jornais britânicos, que o acusaram de viver às custas de benefício, e se delicia com o sucesso alcançado, deixando uma Personalidades 58 Endereços 36 mensagem otimista aos conterrâneos: “Acredite no que você quer e lute mesmo que leve a vida inteira.” O leque de atrações da Real de maio Revista Real - nº 101 - Maio 2011 inclui também as mudanças no visto de 147 Jack Clow Road - London – E15 3AR Fone: 020 8534 6183 estudante, do ponto de vista de uma advogada de imigração, Carolina Uribe, e do Marketing e Comercial presidente da Associação de Brasileiros Adriana Martins vendas@revistareal.com Estudantes de Pós-Graduação e Pesquimarketing@revistareal.com sadores na Grã-Bretanha (Abep), Michael Mariana Elias Mohallem. Na Editoria Turismo, seguimos comercial@revistareal.com nossa rota pela Itália iniciada na edição de Redação abril. Depois de Pisa, a beleza de Florença. Bete Kiskissian (Reino Unido) Carine Vargas (Reino Unido) Entre outros assuntos, destacamos o Giovana Zilli (Reino Unido) maior Carnaval brasileiro no Reino Unido, Maria Oller (Reino Unido) o Brazilica, em Liverpool, de 15 a 17 de Colaboradores Editor-chefe Alberto Luiz Schneider (Brasil) Julho. A festa, que a Real tem o orgulho de Régis Querino Devaldo Gilini Júnior (Brasil) editor@revistareal.com ser parceira de mídia, vai promover a culRogério Fischer (Brasil) Diagramação e Finalização tura verde e amarela e o trabalho da Action Real na web: Raf Comunicação for Brazil Children’s Trust, que desenvolve www.revistareal.com Ilustração projetos que atendem crianças de rua e Distribuição Edvaldo Jacinto Correia BR Jet Delivery jovens em situação de risco no Brasil. distribuicao@brjet.co.uk Capa Boa leitura. E um ótimo mês.

38

40

Índice

10

Ken McKay/TalkbackThames/Rex Features

Régis Querino Editor-chefe

Fotógrafo Rafael Bastos (Reino Unido)

O conteúdo dos anúncios e informes publicitários são de responsabilidade dos anunciantes

maio 2011

3


4

maio 2011


maio 2011

5


6

maio 2011


Parabéns pela ótima revista, ótimo conteúdo com informações, curiosidades e notícias, tudo isso feito de uma maneira única.

Adoro receber as edições da revista via email, é tão mais prático!! Parabéns a todos que trabalham para que a revista forneça matérias interessantes e artigos que trazem informações e entretenimento!! Viviane R. Carvalho

via email

Jordano Borges

via email

Luciana Breda

via email

Adoro a revista Real, através dela me mantenho informada sobre os acontecimentos com a comunidade brasileira em Londres. Hellen Benedickter

via email

Nota do editor: Em nome da equipe Real, agradeço aos cumprimentos enviados por email. E na carona do recado da leitora Viviane Carvalho, para receber a newsletter mensal da Real é só se cadastrar diretamente no website www.revistareal.com Participe do painel. Mande o seu email para editor@revistareal.com

maio 2011

7

Cartas

Parabéns a toda a equipe que faz a revista ser verdadeiramente real para os leitores. Nota dez.


REINO UNIDO

Especialistas falam sobre vistos e mudanças

Reino Unido

Abras promove 1º Workshop sobre Imigração

Três oficiais do setor de combate aos crimes na imigração, London Immigration Crime Team, participaram no dia 19 de abril do 1° Worshop sobre Imigração, promovido pela Associação Brasileira no Reino Unido (Abras) e a UK Border Agency, em parceria com a Associação de Brasileiros Estudantes de Pós-Graduação e Pesquisadores na Grã-Bretanha (Abep-UK). Jon Bradbourne, Mark Simpson e Sophia Steward (foto) falaram sobre suas experiências profissionais e responderam às perguntas feitas pelo público. Jon Bradbourne salientou que os casamentos de conveniência,conhecidos como sham marriages, serão ainda mais investigados, já que agora não será mais exigida a aprovação prévia para casamento. Segundo Bradbourne, o histórico migratório fica registrado e pode ser investigado a qualquer hora, inclusive com visitas na casa do casal se faltar alguma evidência. (Carine Vargas) 8

maio 2011

Também palestrante no workshop, o advogado David O’Neill, da Cartwright Adams Solicitors, esclareceu as questões sobre cidadania versus visto permanente. Segundo O’Neill, a cidadania oferece mais oportunidades ao viver no Reino Unido, enquanto que com o visto permanente corre-se o risco de perdê-lo. A advogada de imigração Carolina Uribe e o presidente da Abep, Michael Freitas Mohallem, também participaram do evento (leia as entrevistas com os dois sobre as mudanças nas regras de concessão para visto de estudante nas páginas 10 a 12). Outras informações sobre as mudanças nas regras de imigração estão na página do Home Office, www.ukba.homeoffice.gov.uk. (Carine Vargas)

Bolsas de estudo na Europa

O programa Institutos Europeus para Estudos Avançados (Eurias) oferece 36 bolsas de pesquisas em diversas áreas do conhecimento, em instituições da Europa e de Israel, para o ano acadêmico 2012-2013. Candidatos de todo o mundo podem se inscrever pela internet até o dia 31 de maio. O Eurias é um consórcio de 14 institutos de estudos avançados coordenado pela Rede Francesa de Institutos de Estudos Avançados. As bolsas são oferecidas principalmente para as áreas de ciências humanas e sociais, mas candidatos das áreas de ciências exatas e naturais também podem ser contemplados. As bolsas totalizam 26 mil

euros para candidatos juniores e 38 mil euros para candidatos seniores. Mais informações: www.2012-2013.eurias-fp.eu

4º Encontro de Petistas no Exterior

O Núcleo do Partido dos Trabalhadores em Londres, criado em 1989, vai promover, de 27 a 29 de maio, o 4º Encontro de Petistas no Exterior no Unite The Union, Transport House (128 Theobald’s Road, London WC1 8TN). Segundo os organizadores, o partido quer ampliar o diálogo entre Estado e cidadãos, de forma a garantir a efetiva participação dos vários segmentos das crescentes comunidades no exterior na definição de uma agenda democrática das políticas públicas. As inscrições para o encontro são limitadas e devem ser feitas através do email eptex@ptlondres. org.uk. Mais informações no site www.ptlondres.org.uk.

GEB promove seminário dia 30 de junho

O Grupo de Estudos sobre Brasileiros no Reino Unido (GEB) promove no dia 30 de junho, às 18 horas, no Royal Holloway, University of London (Montague House, Montague Place, 11 Bedford Square, London WC1E 6DP) , o seminário “Vale do Amanhecer em Atlanta, Georgia: Negociando Gênero e Participação na Diáspora Brasileira”, com Manuel A.  Vasquez, do Departamento de Religião e América Latina da Universidade da Flórida, Gainesville. As vagas são limitadas e os pedidos de inscrições devem ser enviados para o email geb.anasouza@yahoo.co.uk.


maio 2011

9


Visto de estudante A Real ouviu a opinião de especialistas sobre as mudanças nas regras para quem já estuda no Reino Unido ou aos que planejam vir ao país para fazer um curso de inglês ou faculdade Carine Vargas

Reino Unido

A

s mudanças para a concessão de visto de estudante no Reino Unido afetarão os brasileiros que vem para aprender o idioma e absorver a cultura do país. De acordo com as novas regras, que entrarão em vigor em etapas, o candidato a fazer um curso de inglês precisa ter, no mínimo, nível intermediário da língua e fundos para

permanecer estudando sem trabalhar. A Real conversou com a advogada de imigração, Carolina Uribe, e com o presidente da Associação de Brasileiros Estudantes de Pós-Graduação e Pesquisadores na Grã-Bretanha (Abep), Michael Mohallem, sobre o que muda com as novas leis e como isso pode restringir a vinda de estudantes brasileiros ao país.

“O oficial de imigração poderá recusar a entrada de um estudante que requeira um intérprete para auxiliar na entrevista de imigração.” Carolina Uribe

Real - Quais os tipos de vistos para estudantes? Carolina Uribe - O visto de estudante atual chama-se Tier 4. É obtido através de um sistema de pontos aonde o estudante, para qualificar para 10

maio 2011

o visto, deve somar 40 pontos. Para somar os pontos necessários os estudantes devem apresentar a CAS (Confirmation of Acceptance), que é uma referência fornecida pela escola, assim como


uma database. Esse sistema indica o processo em que o estudante foi examinado pela escola, entre outras informações. Os estudantes também devem apresentar evidência de fundos para o pagamento do seu curso e para as suas despesas com moradia para somarem os pontos requeridos. Há um outro visto classificado na categoria Tier 1 (post study work) que também é muito requisitado por estudantes que concluíram curso superior na Inglaterra. Esse visto tem a previsão de ser abolido a partir de abril de 2012.  Real - Quais as principais mudanças na aplicação para esses vistos e na estada dos estudantes no Reino Unido? Carolina - As principais mudanças nas regras serão as horas de trabalho permitidas e a possibilidade de trazer dependentes. As novas regras restringem os estudantes neste sentido, além de restringir o nível das escolas. O objetivo do Home Office é melhorar a qualidade das escolas que oferecem cursos de inglês e cursos superiores.    Real - Qual o nível de inglês que será exigido para cada tipo de estudante? Como isso será comprovado? Carolina - O nivel de inglês inicial requerido para um estudante de curso de inglês é o B1, nível intermediário. Esse nível mínimo requerido já havia sido alterado no ano passado. As novas mudanças na lei agora exigem que estudantes universitários possuam o nível B2, que é um nível intermediário avançado. As escolas já realizavam testes de nível de inglês para o processo de aceitação do estudante. A CAS database fornecida pela escola deve especificar o tipo de teste realizado para examinar o nível do estudante. Estes testes eram muitas vezes testes mais informais, como por exemplo, via skype. As novas regras para vistos de estudantes exigem que as escolas agora requeiram testes específicos para a aceitação do aluno. O aluno continua tendo que apresentar certificado e mesmo depois de aceito pela escola e já com o visto concedido no país de origem, ele poderá ter o nível de inglês testado por oficias de imigração quando na entrada do país. O oficial de imigração poderá recusar a entrada de um estudante que requeira um intérprete para auxiliar na entrevista de imigração.    Real - Quanto às horas de trabalho, o que muda? Carolina - Até o momento, os estudantes de cursos de inglês podiam trabalhar no máximo 10 horas por semana e os estudantes universitários até 20 horas por semana durante o ano letivo. As novas mudanças na lei não autorizarão mais os estudantes de inglês a trabalhar. Contudo, os estudantes de cursos de nível superior mantêm o direito a trabalho. 

Real - Sobre o tempo de permanência no Reino Unido e a possibildade de renovação, quais as possibilidades para cada tipo de estudante? Carolina - O tempo de permanência com visto de estudante para curso de inglês é de três anos. Já para o tempo de estudo em cursos de nível superior, as novas regras de imigração impõem um limite de cinco anos. O estudante tem a possibilidade de trocar o seu visto para outras categorias de visto sem precisar sair da Inglaterra.O estudante com 10 anos de residência legal no país poderá requerer a residência permanente.    Real - O que muda para as escolas/universidades? Carolina - A partir de abril 2012, todas as escolas que desejarem trazer estudantes e oferecer cursos deverão ser classificadas como Highly Trusted Sponsor. Haverá um sistema rígido de inspeção das escolas. O novo sistema restringe especialmente as escolas de qualidade de ensino inferior que desejam patrocinar estudantes.    Real – Com as mudanças, a dificuldade de obter o visto e permanecer no país aumenta muito? Carolina - Eu penso que as novas regras de imigração dificultam muito a permanência do estudante no país. Principalmente pelo motivo da proibição de trabalho para estudantes de cursos de inglês. Para muitos, será muito difícil sustentar-se em Londres sem o direito a trabalhar e sustentar o seu curso. Para agravar ainda mais a situação, as novas regras de imigração extinguiram as possibilidades de troca de visto para a categoria Tier 1.   Real - Em quanto tempo serão feitas estas alterações? Carolina - As novas regras foram iniciadas no final de abril. Outras mudanças ocorrerão em julho de 2011 e a partir de abril de 2012.    Real - Qual o conselho para quem está no Brasil e deseja estudar no Reino Unido? Carolina - Preparar-se o máximo possível e informar-se corretamente sobre todos os requerimentos para a obtenção do visto de estudante. Basicamente, o estudante deverá ter um nível mínimo de inglês e fundos suficientes para se manter no país.  Real - E para quem está aqui e pretende renovar o visto? Carolina - Para aqueles que desejam permanecer no país após a finalização de um curso de nível superior, eu aconselho olhar a possibilidade de troca do visto para a categoria Tier 2, que é o visto de trabalho. O visto de trabalho, apesar de ter limitações, é mais estável em termos de mudanças do que o visto de estudante e a rota para a requisição do visto permanente é mais rápida. maio 2011

11


“O equívoco, porém, é imaginar que os problemas de imigração serão resolvidos com o endurecimento das regras de emissão de visto para estudantes.”

Reino Unido

Michael Freitas Mohallem Real - Por que tantos brasileiros escolhem estudar no Reino Unido? Michael Mohallem - Estudantes de inúmeros países desembarcam todos os anos no Reino Unido em busca do ensino de excelência, da experiência de vida agregada aos estudos e do prestígio proporcionado pelo diploma britânico. Estes fatores certamente motivam os brasileiros. O Reino Unido recebeu 21.534 estudantes brasileiros nos últimos cinco anos e o Brasil era, em 2008, a 12ª nacionalidade em número de vistos de estudantes emitidos. Em 2010, o Brasil caiu para a 17ª posição. Real - Por que muitos deles decidem ficar por aqui? Não seria mais interessante levar o conhecimento adquirido para o país de origem? Michael - Do ponto de vista de oportunidades de trabalho, me parece que o Brasil, atualmente, tem muito mais a oferecer ao recém-graduado que ingressa no mercado de trabalho do que o Reino Unido. Mas a pergunta abre a possibilidade de esclarecer uma generalização equivocada sobre o número de estudantes que permanecem ilegalmente no Reino Unido após expirado o visto. Uma recente pesquisa sobre imigração de estudantes no Reino Unido, de fevereiro de 2011, feita pelo ‘Institute for Public Policy Research’, conclui que um percentual relativamente pequeno de estudantes (em torno de 20%) ficam no Reino Unido por cinco anos ou mais e apenas 10%, aproximadamente, ficam definitivamente. Real - Qual a sua opinião sobre as mudanças no visto de estudante? Michael - As mudanças, de um modo geral, são equivocadas pois não devem contribuir significativamente para a redução dos números gerais de imigração no Reino Unido, além de impactar negativamente no número de estudantes estrangeiros e por consequência na economia britânica. Há uma incoerência 12

maio 2011

gritante entre propósitos e meios: não é possível atrair os ‘melhores e mais brilhantes’ estudantes do mundo ao mesmo tempo em que se restringem prerrogativas como a possibilidade de, ao final dos estudos, permanecer por mais dois anos no país ou se ampliam as exigências para comprovação de fundos. O processo de obtenção do visto é custoso e excessivamente formalista. Ademais, a classificação de brasileiros como ‘nacionalidade de alto risco’ do ponto de vista da imigração acrescenta dificuldades no processo de comprovação de documentos e fundos, além de exigir que o brasileiro, ao chegar e sempre que se mudar de endereço, se submeta a longas e humilhantes filas. Real - Na sua opinião, o que deveria mudar nas definições dos vistos? Michael - Compreendo a necessidade de que países que recebem muitos imigrantes adotem regras mais rígidas para evitar que os vistos de estudantes se tornem uma porta de entrada para imigrantes que permanecem ilegalmente. O equívoco, porém, é imaginar que os problemas de imigração serão resolvidos com o endurecimento das regras de emissão de visto para estudantes. O prejuízo que a comunidade acadêmica do Reino Unido arcará ao perder talentosos estudantes para outros países (sem falar nas elevadas tuition fees que engordam os orçamentos das universidades) não encontra contrapartida proporcional na insignificante redução de imigrantes que entram como estudantes e permanecem ilegalmente. As regras de vistos deveriam levar em conta a enorme contribuição que estudantes de ponta fazem ao conhecimento e à ciência produzidos no Reino Unido, ao invés de tratá-los como criminosos em potencial. Há uma relação de troca e não apenas um serviço prestado por instituições de ensino (particularmente no nível de mestrado e doutorado) e as leis de imigração deveriam ser capazes de diferenciar esse contexto peculiar do estudante.


maio 2011

13


Ilustres desconhecidos no conto de fadas real Texto e fotos: Bete Kiskissian

Reino Unido

Kate Middleton, ao lado do príncipe William, acena para a multidão na volta ao Palácio

S

ão cinco horas da manhã. O clima em Londres não poderia ser mais festivo. Bandeiras do Reino Unido cobrem o caminho de entrada para o Palácio de Buckingham, onde o príncipe William e Kate Middleton, bem como toda a família real e ilustres convidados irão passar para chegar na Abadia de Westminster, local onde será realizada a cerimônia do casamento. Dois telões localizados em pontos estratégicos da cidade, Trafalgar Square e Hyde Park, estão a postos para transmitir o que dois bilhões de pessoas ao redor do mundo estão ansiosas para ver: a consumação de um conto de fadas real. O cansaço da espera é regado à biscoitos, frutas e outras guloseimas que oferecemos uns aos outros. A expectativa de ver o casamento mais famoso do mundo nos torna cúmplices e íntimos, e dividir o que temos nos dá uma sensação de que, pelo menos entre nós, somos todos convidados de honra. Enquanto todos esperam pela chegada das personalidades, o som de diferentes sotaques tentam adivinhar como será o vestido da noiva, comentam sobre a benevolência do noivo em descer as escadarias do palácio na noite anterior ao seu grande

14

maio 2011

dia para cumprimentar as pessoas que acampavam por lá, entre outras coisas, obviamente relacionadas ao grande evento.

Está chegando a hora! A longa espera começa a render frutos. Às 8:00 horas, todos ouvem um comunicado importante: os noivos após descerem as escadarias da igreja não serão conhecidos pelo mundo apenas como William e Kate, mais sim como Duque e Duquesa de Cambridge. Há um grito de saudação geral e a certeza de que veremos um grande espetáculo, o qual em famoso estilo inglês já estava com o roteiro minuciosamente impresso nos principais jornais do país. Mãos ansiosas para ativar os cliques e flashes de suas câmeras em fotos memoráveis, todos controlam a euforia substituindo, por ora, fotos da realeza, pela dos policiais impecavelmente fardados contratados para fazer a segurança do evento, mas que não se importam de servir também de modelo neste dia. Sons de helicópteros e da fanfarra real abafam o burburinho da multidão. Sabíamos que a hora estava chegando! Carros pretos despontam a caminho da Abadia de Westminster, um a um, sem um


Adriana, Pedro, Paula e o filho assistiram ao casamento no telão da Trafalgar

minuto de atraso. Dentro deles os personagens que todos nós aguardávamos sorriam e acenavam para a multidão, como se nós é que fôssemos as estrelas do dia.  

Gran Finale

Casal curtiu o casamento real

“É um fato histórico que a gente não vai ver mais. Como estou para voltar ao Brasil, esse dia vai ficar marcado na minha memória para sempre”, disse Paula. “Foi algo que vamos contar para os nossos filhos e netos. Inesquecível!”, completou Adriana.

Auto-falantes espalhados pelas imediações do palácio transmitem a cerimônia ministrada pelo arcebispo da Cantuária. Na abadia 1900 convidados acompanhavam o enlace de William e Kate, pronunciados marido e mulher exatamente às 11h20. No entanto, o melhor ainda estava por vir! Após a cerimônia, homens vestidos a rigor em cavalos pretos abrem caminho para os noivos que voltam ao palácio, acenando para o público na deslumbrante carruagem aberta State Landau 1902. A mesma usada no casamento da princesa Diana e príncipe Charles em 1981. Mais atrás, em outra carruagem, vem a rainha. Tão sorridente quanto a noiva. Seu traje amarelo e a alegria estampada em seu rosto, ao cumprimentar a multidão, a tornam menos realeza. É mais uma avó feliz em ver o neto se casar com a garota dos seus sonhos. Depois do tradicional beijo na sacada do palácio, os noivos fecham as portas atrás de si e vão, finalmente, entreter seus convidados. A multidão se dispersa e de volta para casa, no meu trem, uma surpresa: encontro alguns conterrâneos: Adriana de Oliveira, Pedro Henrique, Paula Oliveira e seu filho. Eles assistiram ao casamento pelo telão da Trafalgar Square, porque chegaram muito tarde para pegar um lugarzinho melhor. Mas, como bom brasileiros, mesmo assim estavam felizes de ter a oportunidade de presenciar o famoso casamento entre um futuro rei e sua rainha, que desde já prometem marcar uma nova era na monarquia britânica. maio 2011

15


PRA VER EM LONDRES E POR AÍ

Visita à torre do Big Ben O Parlamento britânico e o Big Ben são, com certeza, os cartões postais mais visitados de Londres e, para quem mora por aqui, um lugar não exatamente original. Mas já pensou em visitar a torre do relógio mais famoso do mundo e ouvir de perto as tão famosas badaladas? Os interessados, dispostos a subir os 344 degraus que dão acesso à torre (cujo nome verdadeiro é St. Stephen’s Tower) e que sejam residentes no Reino Unido, podem entrar em contato com o MP (Member of Parliament) da sua zona eleitoral e solicitar ingressos. As visitas acontecem de segunda a sexta, às 10h30, 11h30 e 14h30. Entrada gratuita. Entre em contato com o seu MP e requisite ingressos na página www.parliament.uk

Maria Oller

Reino Unido

Visita noturna ao Churchill War Rooms Passe a noite em um dos típicos abrigos subterrâneos da Segunda Guerra no Churchill War Rooms, uma experiência única. Um lugar símbolo de Londres. O evento acontece no dia 13 de maio. Os destemidos visitantes terão a oportunidade de voltar no tempo, entrando nas salas que compunham o abrigo secreto do governo Churchill; localizado sob a Whitehall, a via pública que comunica a Praça do Parlamento com a Charing Cross, bem no coração de Westminster. The Churchill War Rooms, parte do Imperial War Museum, é um extenso local que já foi o centro de decisões britânicas durante o período da Segunda Guerra. O local, que preserva as mesmas características originais de 1945, foi revitalizado e contará com atividades temáticas dos anos 40. Para ajudar a entrar no clima da época, música da década e fashionistas especialis-

tas em anos 40 transformam os cabelos e maquiagem dos visitantes, que podem inclusive experimentar roupas e acessórios da época. Concluída a produção, o bacana é tirar uma foto em frente à porta original do número 10 da Downing Street, que está em exposição no local, ou em uma das 30 salas ocupada pela equipe de Churchill durante a Segunda Guerra. Para saber mais detalhes sobre Churchill, você pode se juntar a uma das visitas informais guiadas

Gordon’s Wine Bar Gordon’s é considerado o mais velho bar de vinhos do mundo e foi fundado em 1890. O bar é amado por idosos e jovens devido à sua atmosfera diferente, que parece ter sido mantida no decorrer dos anos. Assim que você entra no bar, se depara com com um salão de paredes de madeira revestidas por recortes de jornais antigos. Várias das mesas são posicionadas dentro de uma adega com pé direito bem baixo, em que é preciso se abaixar para se chegar a uma das mesas, iluminadas à luz de velas. Em dias ensolarados é possível se sentar do lado de fora, no Watergate Walk, e ver a multidão passar, chegando e saindo à estação de Embankment do metrô. Vinhos premiados são vendidos a preços razoáveis e encontra-se uma variedade enorme de sherries, 16

maio 2011

pelo local, que acontecerão durante a visita. O espaço também conta com loja de lembrancinhas e bar. Quando: 13 de maio, das 18h às22h (somente para adultos). Último horário de admissão: 21h. Entrada: £15.95, £12.80 (maiores de 60 anos e estudantes) e £9.60 (portadores de necessidades especiais, sendo que o acompanhante tem entrada gratuita). Endereço: King Charles Street, London SW1A 2AQ. Metrô: Westminster. Informações: cwr.iwm.org.uk

madeiras e ports servidos diretamente do barril. Os vinhos podem ser acompanhados por generosas porções, desde tortas caseiras a queijos curados.  Para os interessados em história, o prédio onde hoje é o bar foi previamente ocupado por Samuel Pepys, antigo membro do parlamento britânico e autor de um diário, que descreve grandes eventos presenciados por ele, como a Grande Praga e o Grande Incêndio de Londres (1666). Mais tarde foi utilizado como um depósito e foi invadido pelas águas do Tâmisa, antes da família Gordon comprá-lo, em 1890. Curiosamente, os atuais donos do local também são Gordon, mas não possuem nenhum parentesco com os Gordons que originalmente eram os donos do local. Gordon’s: 47 Villiers Street, London WC2N 6NE www.gordonswinebar.com


Grupo de teatro de rua Générik Vapeur

Brighton Festival 2011 Entre os dias 7 e 29 de maio, Brighton tera muita música, teatro, dança, literatura e eventos artísticos, em um dos maiores festivais do gênero na Inglaterra. A edição deste ano tem como convidada especial a diretora Aung San Suu Kyi, uma corajosa líder na luta pelos direitos humanos, ganhadora do prêmio Nobel da Paz em 1991. Aproveitando as influências de Kyi, o festival celebra a liberdade através das manifestações musicais, de dança, circo, teatro, arte, cinema e palestras. Haverá ainda uma série de eventos gratuitos ao ar livre para todas as idades, estrelados por artistas ingleses e estrangeiros. Os espetáculos são extremamente visuais e, não raro, acontecem em meio à movimentação rotineira da cidade. Um dos destaques é o grupo francês de teatro de rua, Générik Vapeur, que com mais de 24 anos, já se apresentou para mais de 3 milhões de espectadores.

Midsummer, do grupo Traverse Theatre Company Foto: Euan Miles

Como chegar a Brighton Saindo de Londres, os ônibus são frequentes e saem da estação de Victoria.Trem: partem frequentemente das estações de Victoria e London Bridge. A viagem dura cerca de uma

hora. Carro: Brighton fica a cerca de 60 Km de Londres. Estradas A23/M23 e A27 e A24. Mais informações sobre preços das atrações pagas e toda a programação no portal www.brightonfestival.org/ maio 2011

17


Nome: Mariana Stela Camarotte Idade: 33 anos Local de origem: São Paulo - SP Por que você resolveu vir morar em Londres? Morava em Lisboa e achei que em Londres teríamos mais oportunidades de crescimento.

Reino Unido

Há quanto tempo você está aqui? Nove anos. Como foi a primeira reação ao chegar? O que você mais estranhou? Fiquei muito feliz, a primeira parte do meu sonho havia se realizado. Estranhei a individualidade das pessoas. Mesmo entre família, cada um tem a sua vida. O que mais gosta e o que não gosta na cidade? Adoro os museus e os parques, em Londres faz-se muito sem gastar quase nada. Não gosto do trânsito e acho o transporte caro. Qual o seu lugar predileto em Londres? As casas do Parlamento e o Big Ben. Cada vez que passo por lá me sinto feliz, vitoriosa. Fale da sua rotina. Trabalha? Estuda? Eu e meu marido, Marcos, temos um Café (Braziliana Café) em Crystal Palace, no sul de Londres. Trabalho sete dias na semana, tenho duas filhas, Beatriz, 4 anos, e Olivia, 11 meses. É uma rotina bem puxada, mas temos os anjos que estão sempre prontos a nos ajudar. Você já passou por alguma situação difícil, alguma “roubada” por aqui? Uma vez quando procurava trabalho de cleaner distribuindo papéis nas casas, um senhor me chamou para uma entrevista… Marcos foi comigo e disse: ”Qualquer coisa joga o que tiver na frente pela janela que eu entro.” Nem precisou, o senhor veio logo dizendo que não precisava limpar… ele queria companhia. Agradeci e saí de lá rapidinho… Logo depois encontrei uma ótima família e lá fiquei até entrar na faculdade. 18

maio 2011

Como conheceu a Real? Que seção ou assunto você mais gosta na revista? Através de uma loja brasileira. Me lembro da primeira edição, comentei com o Marcos: ‘até que enfim uma revista com matérias interessantes’. Desde então lemos todas as edições. Estou adorando a coluna dedicada às mulheres. Tem alguma sugestão ou tema de interesse que gostaria de ler nas páginas da Real? Acho que poderiam abordar mais sobre a vida dos brasileiros que se estabeleceram em Londres. Tem muita gente boa por aqui, desenvolvendo ótimos trabalhos e propagando a nossa cultura. Alguma dica para os recém-chegados em Londres? Perseverança. Quem sonha sempre alcança. A experiência está valendo a pena? Sim. Sou muito feliz aqui com minha família e meu negócio. O que você mais sente falta do Brasil? Da família, das frutas e do nosso calor humano. No Brasil, de uma estação de metrô a outra, a gente se transforma no melhor amigo de muita gente… Pretende voltar para o Brasil? No momento minha vida é aqui. O futuro, a Deus pertence.


maio 2011

19


BRASIL

Visão do Brasil

A

nova safra de dados do IBGE revela a complexidade e a pluralidade do país, cuja população atinge 190,7 milhões de habitantes, o que significa o maior contingente populacional da América Latina, o segundo das Américas – apenas atrás dos Estados Unidos – e a quinta maior população do mundo.

Brasil

Diversidade regional e étnica Desse total, 91.051.646 habitantes se declararam brancos, o que equivale a 47,7% da população brasileira. Os brancos brasileiros somam mais do dobro de toda população da Argentina, o país onde o percentual de brancos é o maior das Américas. Outros 99.697.545 de brasileiros apresentaram-se como pardos, pretos, amarelos e indígenas, o que representa 53,74% da população brasileira, logo a maioria da população do país. Esses quase cem milhões de brasileiros representam aproximadamente 16 vezes a população do Paraguai. Os pardos são 43,1% ou 82,2 milhões de pessoas. Já os pretos são 7,61% ou 14,5 milhões de brasileiros. Na Bahia, as pessoas que se declaram pretas correspondem a 17,10%, ou 2.397.249 habitantes, o que representa, em termos percentuais, o maior contingente nacional de afro-descendentes. Os amarelos, ou orientais, somam 1,09% ou 2,1 milhões de habitantes (concentrados sobretudo nos estados de São Paulo e do Paraná). Os indígenas são 0,4% da população e somam 817.900 habitantes. No Amazonas chegam a 168.680 moradores ou 4,84% da 20

maio 2011

Os núme

população do estado. Em termos percentuais, Roraima tem a maior fração indígena da federação: 11, 01% de sua população. O Norte do Brasil – que corresponde, grosso modo, à Amazônia – possui proporcionalmente o maior número de pardos no país, com 66,88% de habitantes que assim se consideram. No Pará os que se declaram pardos chegam a 69,51% da população, a mais alta porcentagem do país. Nas regiões Nordeste e Centro-Oeste, o número de pardos também supera o de brancos. Ao contrário do que ocorre no Sul do país, onde a percentagem de brancos atinge 78,47% dos habitantes. Em Santa Catarina os brancos chegam a 83,97%. No Sudeste, o número de brancos também supera o de pardos. São Paulo apresenta a maior população do Brasil: 41.262.199 de habitantes. No estado vive o maior contingente absoluto de brancos: 26.371.709; de pardos: 12.010.079; e de amarelos: 558.354. Os habitantes de São Paulo correspondem a duas vezes e meia a população do Chile.

Ritmo do crescimento O ritmo de crescimento da população brasileira é moderado e declinante. A explosão demográfica é coisa do passado, o que é uma boa notícia. O chamado bônus demográfico permitirá um aumento considerável da qualidade de vida, sobretudo se for acompanhado de políticas públicas adequadas. No Sul, os índices de crescimento populacionais são baixíssimos. O Rio Grande do Sul é o

estado que menos cresceu nos últimos dez anos, apenas 0,49% ao ano, bem abaixo da média nacional, de 1,17% ao ano. Em 2000 havia no estado 10.181.749 de habitantes, enquanto que em 2010 são 10.693.929. No Norte do país acontece exatamente o contrário. Entre os recenseamentos de 2000 e 2010, a região apresentou um crescimento populacional de 2,09% ao ano, quase o dobro da média nacional. Nesse período, a população aumentou em 2.963.750 de moradores. Apesar do crescimento, a população da região ainda é relativamente pequena, apenas 15.864.454 de habitantes, ou 8,3% da população brasileira. Pequena sobretudo se levarmos em conta que o Norte corresponde a mais da metade do território nacional.

Evolução histórica Em 1872 – antes da grande onda imigratória, quando o Brasil ainda era uma monarquia escravocrata – o país tinha 9,9 milhões de habitantes. Em 1900 – nos primórdios da industrialização, quando o país estava sob o domínio da oligarquia paulista – a população já chegava a 17,4 milhões. Em 1950 – o período democrático, com Getúlio Vargas eleito, quando se lutava pelo “petróleo é nosso” – a população brasileira já havia atingido 51,9 milhões. Em 1970 – tempo de rápido crescimento econômico, aprofundamento da desigualdade social, ditadura feroz e urbanização caótica – a população brasileira chegara a 91,1 milhões. Em 1990 – quando Fernando Collor de Mello, de triste


eros do Brasil Alberto Luiz Schneider

memória, administrava o Brasil – éramos 146,9 milhões de habitantes. Em 2010 chegamos 190,1 milhões de habitantes. As próximas décadas assistirão a um certo crescimento populacional, mas nada comparável com a intensidade verificada no século XX, quando a imigração estrangeira e a manutenção de altas taxas de natalidade, conjugadas à diminuição da mortalidade – em função da elevação das condições de vida – determinaram brutal crescimento populacional.

Para não se ufanar Entre os brasileiros com mais de 15 anos de idade, 13.940.729 não sabem nem ler nem escrever, o que corresponde a 9,6% da população, um dos piores índices da América Latina. No Nordeste, o analfabetismo chega 19,1% da população. Já no Distrito Federal, é de apenas 3,5%. A realidade, possivelmente, seja pior do que os números sugerem. Os dados, porém, mostram modesta evolução. No senso de 2000, os analfabetos correspondiam a 13,6% da população brasileira. Nossos quase 14 milhões de analfabetos equivalem a 4 vezes a população do Uruguai, o país da América Latina que apresenta os melhores indicadores educacionais da região.

Demofobia

Num país que precisa melhorar dramaticamente a educação, o governo do estado de São Paulo – o mais rico do país – cortou um programa de bolsas que permitiam aos alunos da rede estadual cursar inglês (ou outras línguas) na rede privada. No ano passado, esse programa beneficiou 80,8 mil estudantes, informou a Folha de S. Paulo (25/04/11). Os tucanos de alta plumagem mandam seus filhos estudar inglês no exterior. Londres por exemplo. Já os meninos pobres, cuja escola é ruim, agora não podem mais compartilhar aulas de inglês na rede privada, junto com a rapaziada mais bem aqui-

nhoada. Para que gastar dinheiro com gente pobre, se “nunca vão precisar disso”, parecem pensar os dirigentes paulistas. Há poucos dias, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, num acesso de admirável honestidade intelectual, afirmou que o PSDB perde tempo em disputar o “povão”, pois deveria se concentrar nas classes médias. É uma opção legítima numa sociedade pluriclassista, aberta e democrática. Vota num ou noutro partido quem se sentir representado pela agremiação. No entanto, faria bem aos tucanos compreenderem o vocábulo demofobia. Segundo o Aurélio: “De demo + fobia =  temor patológico a multidão”. De acordo com o Micaelis: “sf (demo+fobo+ia). Aversão, inimizade ao povo”. Por que não inglês para o “povão”? Alberto Luiz Schneider graduou-se em História pela UFPR, Mestrado na PUC-SP, Doutorado na Unicamp e pós-doutorado no King’s College London. Atualmente é pós-doutorando no Departamento de História da USP

maio 2011

21


OPINIÃO

A economia e o Brasil

Brasil

José Ricardo Aguilar

M

uitos economistas e profissionais reconhecem o desenvolvimento que o Brasil está passando, mas poucos têm expressado o que é necessário para continuar este crescendo econômico. Mesmo que o Brasil tenha um crescimento significativo a se esperar, a realidade é que a economia brasileira ainda não está lá. Todos os indicadores mostram que, eventualmente, o país se tornará uma “força desenvolvida”, e há pouca dúvida disso, mas antes que o país possa chegar nesse ponto, o Brasil terá que passar por uma fase de sustentabilidade. É extremamente crucial que o Brasil não só tenha como meta o crescimento econômico rápido, mas em primeiro lugar, o país tem que descobrir a fórmula para manter esse crescimento. A possibilidade de sustentar o crescimento econômico tornou-se realidade no final da presidência de Itamar Franco e após o sucesso do Plano Real, liderado por Fernando Henrique Cardoso em 1994. O sucesso do Plano Real iniciou o ciclo de desenvolvimento e estabilidade que o Brasil vive neste momento. Hoje, tanto a “estabilidade e continuidade” são as razões por trás da eleição da primeira mulher presidente de um país conhecido, também, por seu machismo. Dilma Rousseff agora lidera o país com as promessas de manter o crescimento econômico e a continuação da expansão da classe média. A presidente Dilma assumiu o governo em um momento confortável, mas ainda há muito trabalho a ser feito se ela quiser manter suas promessas. Além de continuar a melhorar certas áreas como 22

maio 2011

ampliação do crédito, criação de mais empregos e o envolvimento necessário do governo (porém limitado), a lista de tarefas a fazer ainda é longa. Para sustentar esse crescimento, é necessária a aprimoração de diversas áreas. Alguns setores que necessitam melhorias são a saúde pública, setor agropecuário, excesso burocrático e a necessidade de reforma tributária. Em meio a esta lista, dois fatores importantes se destacam: 1) o baixo nível de infra-estrutura e 2) o fraco sistema educacional no Brasil. A infra-estrutura no Brasil está bem abaixo do nível econômico. O país deve melhorar suas estradas, aeroportos, portos e muito mais se pretende acompanhar a crescente atividade econômica. O mesmo é verdade para o sistema educacional. O país precisa produzir mentes mais capazes e talentosas para que estes possam continuar a apoiar o crescimento e guiar o país a um desenvolvimento futuro. O Brasil demonstra promessa e caráter. Este é um lugar onde, hoje, os pobres começam a se sentir motivados para subir os degraus da classe econômica. Este é também o lugar onde a música é poderosa o suficiente para inspirar o povo com ou sem emprego. O mundo está ansioso para ver como o Brasil pode misturar o seu samba com uma economia política atraente, mas antes que o país possa chegar lá, o Brasil precisa tratar dos setores em decadência para manter e sustentar o crescimento econômico. José Ricardo Aguilar University of Bridgeport, EUA sites.google.com/site/joseaguilar113/home


maio 2011

23


NÚMERO 1

Brasil

Rogério Fischer

S

e as torres gêmeas do World Trade Center caíram de maneira espetacular no dia 11 de setembro de 2001, o troco se deu na mesma moeda: na noite de 1º de maio, quase dez anos depois do maior ataque terrorista da História, uma tropa de elite da Marinha norte-americana matou Osama Bin Laden, desde então inimigo público número 1 dos Estados Unidos. Em uma operação cinematográfica, agentes entraram pelo ar – foram utilizados dois helicópteros – em uma fortaleza que abrigava o líder da Al-Qaeda a menos de um quilômetro de distância de um regimento militar paquistanês em Abbotabad, ao norte da capital Islamabad. A diferença entre as duas ações é que o drama americano foi acompanhado em tempo real pelo mundo todo, desde que um

24

maio 2011

primeiro avião, dos quatro que foram sequestrados por agentes de Bin Laden em diferentes aeroportos do país, atingiu a torre sul em NY. Durante horas, ao vivo, foram exibidas imagens das torres atingidas e depois desmoronadas, a saga de um avião atirado contra o Pentágono e outro que, acredita-se, estava sendo dirigido à Casa Branca porém caiu antes, derrubado pelos passageiros rebeldes – estes, sim, grandes heróis. No Paquistão, a operação militar – desferida sem o conhecimento do governo local – durou 38 minutos e foi acompanhada apenas pelos agentes em ação e, remotamente, nos Estados Unidos, por alguns poucos graduadíssimos funcionários civis e militares. As poucas imagens da operação – a troca de tiros inicial, o avanço dos agentes até a sala de Bin Laden,

a execução do terrorista e o corpo dele supostamente sendo jogado no mar – manter-se-ão guardadas a sete chaves. Mesmo uma “simples” foto de Bin Laden morto, que muitos exigem para acreditar na morte do terrorista, deve ser negada ao mundo pelo presidente Barack Obama. Com razão: além de apenas saciar o desejo tétrico de milhões de indivíduos, uma imagem de Bin Laden estourado também teria o poder – não desprezível, nunca – de atiçar mais ódio e rancores contra os ianques imperialistas. Não foi por outro motivo que, embora alegando respeito a tradições islâmicas, o corpo teria sido jogado no mar. Enterrá-lo, fosse em qualquer solo, significaria criar na Terra um local de admiração e peregrinação para adeptos do fundamentalismo religioso. Ou seja, nitroglicerina pura.


No Brasil, o senador paranaense Roberto Requião está anos-luz à frente de qualquer rival na disputa pelo posto de inimigo número 1 dos repórteres brasileiros. Há alguns anos, então governador, Requião – jornalista formado em Curitiba – coroou a truculência com que sempre tratou a imprensa e, durante uma coletiva, torceu o dedo do repórter Fábio Silveira, do Jornal de Londrina. Há alguns dias, agora no Senado, tomou o gravador das mãos de Victor Boyadjian, repórter da rádio Bandeirantes que lhe havia feito uma pergunta sobre a aposentadoria que recebe como ex-governador do Paraná. O gabinete de Requião devolveu o aparelho ao jornalista – mas sem o cartão de memória.

No Congresso, duas matérias disputam o posto de “número 1” das prioridades nacionais. Uma está no fim – o novo Código Florestal. A outra, apenas começando – a reforma política. A revisão do Código Florestal está para ser votada a qualquer momento, depois de muita discussão e polêmica. O relator do projeto, Aldo Rebelo (PCdoB-SP), é estigmatizado como um defensor do agronegócio. A votação que se avizinha

vai opor fortemente ambientalistas contra a bancada ruralista. O novo código introduz mudanças como a redução de 30 metros para 15 metros (chega-se a falar em 7,5 metros) da área de mata ciliar em margens de rios. Outras polêmicas são a isenção a pequenos produtores de cumprir os percentuais de reserva legal e a anistia a produtores que desmataram até julho de 2008. A presidente Dilma Rousseff já sinalizou que cumprirá compromisso assumido em campanha e vetará pontos do projeto que afrouxem regras de proteção ambiental e anistie crimes. Já a reforma política começa finalmente a sair das discussões acadêmicas. Foram criadas comissões na Câmara e no Senado. Paralelamente aos trabalhos parlamentares, partidos enviaram suas propostas para apreciação. A comissão do Senado aprovou recentemente suas primeiras propostas. Entre os principais pontos, dão fim à reeleição e às coligações partidárias nas eleições proporcionais. Aprovam o financiamento público de campanhas, reforçam a fidelidade partidária e adotam a candidatura avulsa. Com o fim da reeleição, é provável que o mandato presidencial passe a ser de cinco anos. maio 2011

25


ELE TEM X FACTOR!

CAPA Em entrevista exclusiva à Real, Wagner Carrilho fala sobre os bastidores do programa de calouros mais famoso da TV britânica, da fama e do sonho realizado de viver de música

Papai fazia shows no Teatro Santa Rosa de João Pessoa (PB), onde quem podia pagar ia lá assisti-lo e quem não podia, ouvia-o pelo rádio. Além disso, meu bisavô era maestro de orquestras e todos os meus primos são músicos. Eu sempre gostei de cantar, mas achava que ser cantor no Brasil era uma dificuldade danada, aí vim para a Inglaterra e constatei que aqui acontece o mesmo.

Bete Kiskissian

Real - Foi a música então que o trouxe ao Reino Unido? Wagner - Como nasci em 1956 e os Beatles e os Rolling Stones surgiram nos anos 60 e eu sempre gostei deles desde pequenininho, isso me influenciou sim, mas... ah, na verdade sempre quis vir para a Inglaterra. Cheguei aqui em 1992.

Capa

Q

uem não se lembra de Wagner? Ele foi uma das figuras mais marcantes e polêmicas do famoso programa de calouros britânico X Factor 2010. Com um visual único, uma presença de palco inusitada e um repertório para lá de controverso, Wagner Fiuza Lima Carrilho, 55 anos, para surpresa de muitos, e até dele mesmo, se manteve firme no programa durante oito semanas e atraiu uma legião de fãs. Apesar das duras críticas dos jurados do X Factor e dos ataques dos tablóides britânicos, o professor de Educação Física e karatê, paraibano de nascimento e carioca de coração, não abandonou a batalha e hoje tem colhido os frutos de sua aparição na telinha britânica. Num papo franco com a Real, Wagner conta as lutas que enfrentou em seus 19 anos no Reino Unido, como chegou ao X Factor e driblou as duras críticas e, sobretudo, porque vale a pena acreditar nos sonhos. Real - Como surgiu o seu interesse pela carreira musical? Wagner - Eu sempre gostei de cantar, mas no Rio se você não tem fama, você ganha uma miséria para cantar. Além disso, é uma grande dificuldade encontrar músicos que querem seguir um cantor sem fama. Como eu dava aulas de Educação Física em escolas durante o dia, e karatê à noite, eu cantava apenas por prazer. Não via a possibilidade de me tornar um cantor profissional no Brasil. Quando vim para a Inglaterra, reparei que os cantores de pub não têm palco, eles se espremem num canto do pub e ganham às vezes apenas 30, 100 e até 150 libras, não mais do que isso. Sendo assim pensei: ‘eu não vou cantar aqui também, é melhor trabalhar durante o dia.’ Mas não quis desistir porque a música está no meu sangue. Meu pai, Pascoal Carrilho, era chamado de Príncipe dos Auditórios, uma vez que foi o pioneiro como cantor na Rádio Tabajara antes da TV ser o maior veículo de comunicação no país.

26

maio 2011

Real - Quais foram os seus primeiros empregos em terras britânicas? Wagner - Trabalhei como instrutor de academia, depois virei gerente de academia, e mais tarde vendedor de double glazing, o que se pagava uma fortuna na época, mas só quem era do meio sabia disso. Eu era funcionário de uma firma nacional que pagava muito bem. As vendas me ajudaram muito a desenvolver o meu vocabulário e melhorar o meu inglês. Depois de um tempo, comecei a trabalhar em escolas como professor e, a partir daí montei a minha academia de karatê. Real - Se você era dono de escola de karatê, como explica os comentários na época do X Factor a respeito de você viver de benefícios? Wagner - Quando você é jogador de futebol acaba tendo um problema no joelho, quando é tenista, no cotovelo; e eu como professor de karatê, adquiri um (problema) nos ombros. Me submeti a minha primeira cirurgia em 2008 e assim fiquei vivendo de benefícios do governo a partir desta data. Nessa época, ao mesmo tempo me separei da minha esposa e mãe do meu filho. Fiquei sozinho vivendo de benefícios depois de ter morado numa casa bonita com três quartos. Eu não quis pedir a minha parte na casa, achava que a minha esposa não ia ter o dinheiro para me pagar, aí acabei indo morar num bangalô do council. Entre 2008 e 2010 me submeti a três cirurgias nos ombros, o que quer dizer que o braço esquerdo ficou na tipoia duas vezes e o direito uma, durante seis semanas e mais um tempo de fisioterapia. Por causa disso não tive mais como dar aulas, fechei a minha academia e fiquei só nos benefícios. Eu que sempre tive Jaguar, cheguei uma vez a ter


Wagner em ação no X Factor, programa que o lançou à fama no Reino Unido Foto: Ken McKay/TalkbackThames/Rex Features

maio 2011

27


um Porsche dourado, de repente me vejo andando quilômetros na chuva para economizar o dinheiro do ônibus, indo ao supermercado depois das 7 da noite para comprar comida mais barata e voltar embaixo de chuva com as sacolas de plástico cortando os dedos. E, foi diante de tudo isso que eu pensei: ‘se a vida inteira eu não cantei porque eu tinha que trabalhar, agora que eu não posso trabalhar, eu vou cantar.’ A partir daí, fiz um ensaio com um pianista, montei um repertório dos três tenores, inclui algumas músicas em inglês que eu gostava, fiz seis shows em pubs e disse: ‘isso não é para mim não, cantar espremido num canto, sem um palco, carregando equipamento e ganhando pouco dinheiro, eu vou no X Factor, porque lá eu chego a algum lugar, não sei aonde, mas em algum lugar eu chego.’

do Boot Camp, fui para a casa dos jurados, no meu caso a do Louis Walsh, que era meu mentor, onde cantei “You Got the Love” e não fui selecionado. Mas este ano eles tiveram aquele negócio de wild card (onde um candidato a mais de cada categoria teve a chance de ser escolhido para se apresentar nos shows ao vivo). De repente já podia estar tudo premeditado antes, porque o show é altamente organizado e quem sabe eu não teria nem passado pela repescagem, talvez o plano era esse, não sei... Mas eles sabiam que eu gostava de cantar músicas bonitas, mas quando o Louis me disse que eu ia cantar “She Bangs / Love Shack”, eu disse: ‘ok?!’ Real - Você gostou quando soube que o Louis seria o seu mentor? Wagner - Outra pergunta... O Louis é mentor mesmo ou tem alguém encarregado de organizar os repertórios e os esteriótipos? Eu não sei, mas gosto do Louis, ele é engraçado.

Capa

Real - O que aconteceu quando você se apresentou no X Factor pela primeira vez? Wagner - Eu cantei “O Sole Mio” e ganhei sim dos quaReal - Mas tro jurados. você preferia A partir daí que o seu eu fui para o mentor tivesse Boot Camp sido outro, (lugar onde os como o Simon participantes Cowell, por aprovados exemplo? passam por Wagner - Eu uma repescaacho que eu gem para ver preferia o quem vai fazer Simon sim. uma audição Eu gosto dele na Casa dos porque uma Jurados e Popular, Wagner posa com os motoristas da produção coisa ele tem depois ser em comum comigo. Quando eu chego no estúdio escolhido para os shows ao vivo). Lá no Boot Camp converso com os faxineiros, o pessoal da cozinha, o todos os candidatos tiveram que cantar “Poker pessoal que arma o palco, os motoristas de ônibus, Face”, da Lady Gaga, e eu fiz um blues da música. caminhão, e o Simon é assim também, ele conversa Os jurados gostaram e depois eu cantei “Footprints com todo mundo. Ele é super legal. in the Sand”, da Leona Lewis. Quando terminei, o Dermont, apresentador do programa, disse: ‘WagReal - Como era a maratona musical? ner, você fez a Nicole Scherzinger (uma das juradas) chorar, o que você tem a dizer sobre isso?’ Eu disse: Wagner - Na segunda-feira eles te davam a música, estabeleciam o tom, mas tudo numa pressa danada. ‘ela chorou?’ Porque com a luzes eu não vi e isso Às vezes eu não cantava tão bem porque a música nunca foi mostrado na TV. não era no meu tom. Mas de repente na terça ou quarta, eles mudavam a canção e não dava tempo Real - Como era feita a escolha do repertório? de ensaiar durante a semana, porque tínhamos que Wagner - As únicas canções que eu escolhi foram filmar aqui e ali, ir a vários eventos, etc. Na quarta, nós “O Sole Mio” e “Footprints in the Sand”, todas as ensaiávamos na academia sem cantar praticamente, outras foram impostas a mim. Eu só sabia dois dias antes do show ao vivo que música eu ia cantar. Eram apenas íamos até lá para entender qual seria a coreografia, e na quinta a gente cantava, mas quando chesomente dois dias para aprender a letra para cantar gava nesse dia eu nunca sabia a letra. Eu só aprendia na frente de um milhão de pessoas. Depois que sai 28

maio 2011


a canção no último minuto, atrás do palco eu ainda estava com a letra tentando aprender, porque eram músicas que eu nunca tinha prestado atenção, porque não gostava delas. Real - Você acha que eles davam preferência para outros candidatos? Tinha tratamento diferenciado? Wagner - Bom, qualquer um pode observar a verdade porque não se pode esconder o sol com a peneira. Eles sabiam que o que eu gostava de cantar eram músicas bonitas, as quais eu podia mostrar a minha voz. No entanto, eu tinha canções faladas, com letras tão rápidas que às vezes eu errava na nota porque estava preocupado em não esquecer a danada da letra. Enquanto outros candidatos cantavam canções lentas, eu tinha que cantar músicas rápidas que não mostravam a minha voz. Eu pensava: ‘espera aí, isso é que nem carioca querer fazer desafio repentista na Paraíba, não dá!’ Porém, Deus sempre me dava forças e eu conseguia chegar até o final da apresentação. Eu acho que como todos os outros eram nativos e tinham canções mais lentas, e eu tinha canções tão rápidas, eu tive um trabalho duro pela frente.

Além disso, eles inventaram que eu entrei no quarto da Mary quando ela estava nua e me recusei a sair. O que mais? Ah, eu nunca fui expulso da casa... Real - Você pediu para sair? Wagner - Sim, porque aquilo era um pesadelo. Tinha um monte de gente e quatro banheiros, imagina a desgraça (risos) e a imundície na cozinha. ‘Ah, tá sujo, não fui eu que sujei,’ então suja mais um pouco. Eu pedi para ir para um hotel porque eu não aguentava mais ficar naquela casa, e foi ótimo. E a imprensa inglesa disse que eu fui expulso! Real - E o rumor de que você dormiu com a canditada Chloe Máfia, é ou não verdadeiro? Wagner - Não, de forma alguma. Nunca, jamais. Real - E o de que você usa drogas?

Wagner - Eu acho que a gente vive num mundo um pouco hipócrita. Arnold Schwarzenegger liberou a maconha na Califórnia e os impostos da sua venda pagaram a divida do país, na Holanda a maconha é livre. Dessa forma lá não Real - Você tem guerra de acha que foi polícia e banWagner com o apresentador do X Factor, Dormet O’Leary discriminadido como no do de alguma forma, por causa do sotaque, por Rio. A maconha sempre foi vista de forma negativa, exemplo? mas eu não conheço nenhum cantor, músico ou Wagner - A Dannii Minogue, na primeira vez que eu surfista que não fume maconha. Ela tem um sabor cantei, disse que não entendeu nada que eu havia muito gostoso, mas eu sou contra cocaína, pílulas, cantado. Eu disse a ela: ‘me perdoa, mas eu não heroína e beber demais eu também acho horrível. tenho como esconder o meu sotaque.’ Mas mesmo assim eu não diria que fui discriminado pelos jurados Real - E aquele pequeno incidente ao vivo que e pelos outros candidatos, especialmente na Tour do aconteceu entre você e a Cheryl Cole (cantora e uma X Factor. Nós fizemos 57 shows pelo Reino Unido e das juradas do programa)? eu me apaixonei por todos os funcionários, as moças, Wagner - Haviam alguns repórteres que se aproximaas senhoras e os rapazes que passaram pelo meu ca- vam de mim fingindo ser fãs e um deles me perguntou minho. Foi uma experiência maravilhosa. Eu acho que o que eu achava da Cheryl. Eu disse que ela é uma a discriminação veio mesmo dos tablóides ingleses. moça muito bonita, talentosa, que saiu de um council Eles me chamavam ‘The Brazilian’, mas não me chaestate, tipo uma rosa que nasce na favela, e o cara mariam the ‘Black Man’ ou ‘The Muslim’. Como na deturpou tudo. Ele escreveu que eu a havia chamado legislação não existe nada que diz que não se pode de chav (esteriótipo de adolescente agressiva de baixa chamar o cara de ‘The Brazilian’, então eles abusaram classe social), e que ela havia tido sorte em se dar bem disso. Eles nunca me chamaram de ‘British Brazilian’. no show business. Disse isso porque é tão difícil, eu maio 2011

29


também tive sorte. O fato dela ter reclamado em frente às câmeras fez com que muita gente achasse que não ficou bem para ela. Mas eu entendo, ela disse o que disse porque achou que o que o repórter havia escrito, era o que eu havia dito a ele, o que não era verdade.

Wagner - Não, não, minha atitude sempre foi: sai da minha frente que eu quero passar, abre a porta que eu quero o palco, me dá o palco!

Capa

Real - Você acha que foi essa atitude que lhe rendeu muitos fãs? Real - O que você acha da Cheryl como cantora? Wagner - Eu não sei o que me trouxe tantos fãs... Wagner - Eu acho que ela é belíssima, ela tem uma porque se você for no Youtube você vai ver Wagner combinação de cor de cabelo, pele e olhos que... em Liverpool, Wagner aqui e acolá... eu fiz tantos shows, as pessoas me adoram, é incrível. Acho que as Real - E como profissional? pessoas gostaram de mim em primeiro lugar porque Wagner - Eu vi uma performance dela e achei todo mundo morria de medo dos jurados, mas eu não, fantástica. Ela é tão bonitinha, ela canta direitinho e porque como meu pai era uma celebridade, eu cresé muito linda. ci com muitos músicos e pessoas famosas à minha volta. Em segundo lugar porque eu sempre deixei claro Real - No programa, apesar das críticas, você estaque para mim era importante participar e ser visto, não va sempre sorrindo. Isso irritou alguns, mas também vencer. Enquanto todo mundo chorou quando saiu do atraiu uma legião de fãs. Essa foi a maneira que você programa, eu fiquei muito alegre quando isso aconteescolheu para driblar a situação ou você é desse jeito ceu comigo, pois estava cansado daquela rotina. Eu mesmo? já estava lá há Wagner - Quanoito semanas, do eu estou no numa escravidão palco eu sou o que ia das 7 da homem mais manhã à 1 da feliz do mundo. madrugada. O Eu adoro pegar dia inteiro traonda no mar, balhando, filma principalmente isso, filma aquino Nordeste, lo... Vencer não onde a água é é importante, se morna, mas eu eles quisessem acho que eu sou que eu ganhasmais feliz ainda se, eles teriam no palco. Então, me dado canquando eu termições bonitas. Eu no uma canção, estava ali para eu estou tão atrair a audiência feliz quanto um e o que eu tinha motociclista que que fazer eu já chega ao seu tinha feito. Além Ao lado de Hayley, uma das dançarinas do programa destino sem ter disso, eu sempre caído. E eu sorria de felicidade de ter acabado a mútive uma atitude de samurai por causa da minha edusica. Quanto ao comentário dos jurados, eu sabia que cação católica e japonesa (risos). Como sempre treinei aquilo era um script e que eles jamais iriam me fazer judô e karatê, a filosofia japonesa ajuda. O samurai muitos elogios... mas é engraçado como isso mudou, quando vai lutar tem que estar sempre preparado para porque quando eu cantei “She Bangs” e “Love Shaka”, a morte, e eu estava sempre preparado para ir embora o Simon disse que eu era o preferido dele, mas depois no domingo. Sendo assim, eu nunca estava nervoso. daquilo (risos), eles começaram a me criticar. Eu achaE no dia que eu deixei o programa, mantive a mesma va graça porque eles me escolheram para ser esse atitude, não chorei e saí feliz. tipo maluco e haviam coisas que eu até inventava e fazia coisas mais malucas ainda. Na minha vida normal Real - Existe alguma armação? Eles sabem quem eu posso ser mal humorado, mas quando estou no vai ganhar? palco sou uma outra pessoa, ou talvez quando estou Wagner - Eu deixo para vocês concluírem. Ao no palco eu sou eu, e quando não estou lá, sou uma observar os comentários dos jurados e a seleção sombra de quem sou. de músicas, você vê que o show é uma máquina de fazer dinheiro, então tudo é muito organizado, Real - As críticas chegaram a te incomodar alguma planejado, e sem dúvida é a Hollywood da música vez, a ponto de você não querer entrar no palco? britânica no momento. 30

maio 2011


Real - Você acha que se eles tivessem lhe dado um repertório mais condizente com a sua voz, você poderia ter ganhado a competição? Wagner – Olha, Stalin disse: ‘não é o povo quem decide quem ganha as eleições, mas os que contam os votos.’ Real - Você acha que seria inviável para os produtores do X Factor que um brasileiro ganhasse uma competição de música em um programa inglês? Wagner - Se eu dissesse algo, seria uma suposição. A única coisa que eu posso dizer é que a minha popularidade é imensa, e que meus fãs vão desde crianças pequenas a aposentados. Enquanto que o One Direction atrai apenas adolescentes. Real - Isso quer dizer que o programa abriu muitas portas para você? Wagner - Claro, eu tenho trabalhado muito. Acabei de voltar da Tour do X Factor, onde fizemos 57 shows ao redor do Reino Unido. Quando terminou eu passei quatro dias em casa, depois fui para a Escócia, de lá para a Itália, quando desci no aeroporto o motorista estava me esperando para me levar para Norwich. Já tenho mais 50 shows agendados para esse ano.

mas do Rolling Stones, entre outras. Real - E o reconhecimento do público nas ruas, continua sendo grande? Wagner - Com certeza. Para sair na rua tenho que colocar um gorro, óculos escuros e cobrir o bigode. A minha popularidade é imensa. Real - E o coração do Wagner, como está? Algum romance novo? Wagner - Neste momento eu estou me divorciando da minha esposa e estou lutando para ver meu filho. No entanto, eu tenho muitas amigas que gostam de mim, que tomam conta de mim... Real - O que faz nas horas de folga? Wagner - Treino karatê, malho ferro e corro. Real - Quais os planos para o futuro, há contrato com alguma gravadora? Wagner - Ainda não, porque o X Factor não me estabeleceu um estilo, então o trabalho que eu estou fazendo agora é tentar estabelecer o meu estilo, e assim gravar um single.

Real - Você tem planos de se apresentar no Brasil? Wagner - Tenho tanto trabalho aqui que nem sei por onde começar . Eu Real - Você já pode disou conhecido aqui, não zer que está vivendo da sei se seria sensato fazer música? algo lá. Por exemplo: a Wagner - Ah sim, desde Wagner em momento relax nos bastidores Adele é conhecida no que eu saí do show em Brasil, mas o Roberto Carlos não é aqui. dezembro, o dinheiro que eu fiz levaria anos para fazer com um trabalho normal e eu tenho muito traReal - Que mensagem deixaria para quem também balho pela frente. Eu não sei quanto tempo isso vai durar, porque nós vivemos em um mundo descartá- sonha em ingressar na carreira artística? Wagner - Se alguém é ateu e se esquece que o vel. Você joga fora a TV, o celular e também se joga universo funciona como um relógio perfeito, e não se fora artistas. encontra um relógio perfeito por acaso, então existe um Deus. Se você se ligar nele, tudo de bom aconReal - Você disse que as músicas que cantava no X tece, mas se se desligar dele irá abrir a porta para Factor não eram do seu agrado. Quais são, de fato, tudo de ruim começar a entrar na sua vida. Nunca é as suas influências musicais? tarde para recomeçar, eu estou engatinhando como Wagner - Gregório Barros, Vicente Celestino, um bebê no show business aos 55 anos. Acredite no Chico Buarque, Caetano, Sinatra, Beatles, Rolling que você quer e lute mesmo que leve a vida inteira. Stones, Luciano Pavarotti, Plácido Domingo, entre Eu sempre quis cantar, mas não por mixaria e esmuitos outros. condido num buraco. Esperei 54 anos e aconteceu! Nunca desista do que quer! Real - Qual é o repertório do seus shows? Wagner - Canto ópera, lambada, músicas como Fotos: arquivo pessoal do cantor “To Make You Feel My Love”, “Unforgetable”, algumaio 2011

31


Flash

FLASH

Os diversos ritmos brasileiros desfilam pelas casas noturnas e palcos londrinos todos os meses. E em abril não foi diferente. O Achei Londres promoveu no Walkabout um show de forró com a Banda Bicho de Pé e a JC Enterprise trouxe pela primeira vez à capital inglesa a banda Djavú e DJ Juninho Portugal, que se apresentaram no Guanabara. Fotos: Ludgero Castanho 32

maio 2011


As festas tomaram conta do Reino Unido no dia 29 de abril, em celebração ao casamento do príncipe William com a explebeia e agora duquesa de Cambridge, Kate Middleton. Em Londres, calcula-se que mais de meio milhão de pessoas se acotovelaram para ver o cortejo real, enquanto milhares festejaram nos parques e ruas da cidade. A Real capturou alguns momentos de uma das maiores festas na capital, no Hyde Park. Fotos: Luís Costa Pires maio 2011

33


CULTURA

Acuícavaironcar emLiverpool O maior Carnaval brasileiro do Reino Unido, o Brazilica, acontece em julho com parceria da Real Maria Oller

Cultura

O

e parece que é para maior evento você, é a sensação de Carnaval mais incrível. Toda brasileiro do aquela atmosfera Reino Uninos inspirou, porque do, o Brazilica, que era simplesmente acontece de 15 a 17 maravilhosa ” disse de julho em Liverpool, Maeve. terá parceria de mídia da Real. Promovido Em 2011, buspela Liverpool Carnival cando inspiração Company, em parcepara o Brazilica, eles ria com o Liverpool foram mais uma vez City Central Business conferir de perto o Improvement District Carnaval do Brasil. (BID), o festival é uma Em São Paulo, se extensão da grande encontraram com parada de Carnaval Dona Esther, a da Liverpool Carnival passista mais velha Company’s, que existe da capital paulista, desde que Liverpool e tiveram uma série foi a capital da cultura, de encontros com em 2008. Em 2010, a o autoridades gofesta atraiu mais de 30 vernamentais, com mil espectadores e a o Plataforma Brasil edição 2011 promete e com o Brazilian trazer um explosão Samba Union, a fim irresistível de ritmos, de estabelecer laços cor e brilho à cidade entre o Brazilica e a dos Beatles. cidade de LiverpoAs pessoas que ol com São Paulo, estão por trás do discutindo possíveis festival garantem que alianças culturais. Liverpool tem um espírito mais brasileiro Programação do que se possa à do Brazilica primeira vista imaginar. A cidade compartilha, Na sexta-feira, por exemplo, nossa dia 15 de julho, nas paixão pelo futebol e O colorido das fantasias tomará conta das ruas de Liverpool em julho lojas e bares da área também tem um sencentral de Liverpool organizar algo em Liverpool depois so muito forte de vida acontecerá o ‘Samde participarem do Carnaval do em comunidade. Os diretores do ba in the City’, um tiragosto para Milênio no Rio, em 2000, acomLiverpool Carnival Company, Maeos eventos que virão a seguir no panhando de perto seus coloridos ve e Roger Morris, sempre sonhafestival . No sábado, dia 16 de jucarros alegóricos e fantasias. “São lho, o espírito de latinidade toma ram em criar um Carnaval de estilo brasileiro na cidade, mas decidiram mais de 100 mil pessoas gritando definitivamente conta da cidade,

34

maio 2011


que terá dança, barracas com comidas e bebidas latino-americanas, além de, claro, muito entretenimento, artesanato , workshpos e atividades esportivas, que acontecerão durante todo o dia, na Williamson Square. Durante o dia, os participantes poderão sacudir o esqueleto em uma das aulas de dança ou em alguma atividade esportiva e vão curtir várias bandas brasileiras e latino-americanas, além de DJs e exposições . Mas é à noite que o Carnaval pega fogo com a chegada de mais de 500 passistas, carros alegóricos, músicos e marionetes à Williamson Square. Partindo da praça, os passistas invadirão Liverpool, provando que não é só do som dos Beatles que se faz a musicalidade da cidade. Ao final da parada, a praça será tomada por cores e uma série de outras apresentações, fechando o festival com chave de ouro. No domingo, dia 17 de julho, o festival terá muitas atividades culturais e esportivas, com a apresen-

tação de filmes e eventos artísticos acontecendo por toda a cidade.

Convidados especiais O clima de ansiedade é grande, uma vez que a famosa escolar de samba paulista Nenê de Vila Matilde virá ao Reino Unido especialmente para o evento. Eles se apresentarão junto com a Paraíso School of Samba, de Londres, e com outros grupos locais, como o Liverpool Samba School e o Batala Liverpool. A lista completa com a programação será divulgada em breve. “Nós estamos animadísssimos com com a chegada do Brazilica 2011. É maravilhoso que estejamos envolvidos na organização do maior evento de Carnaval brasileiro do Reino Unido. O evento promote ser ‘sambástico’!”, promete Roger Morris.

Roger Morris samba com Dona Esther, a passista mais velha de Sampa

Mais informações sobre o festival na página www.brazilicafestival.com

maio 2011

35


PERSONALIDADES tico e estamos aqui para apoiar. Muito legal ver essas crianças felizes, brincando, em uma comunidade que agora está tranquila, sem violência, sem tráfico de drogas”.

Foto: Nick Warner

Kate Middleton vai virar dona de casa, diz jornal

Personalidades

Marrone sofre acidente de helicóptero O cantor Marrone, da dupla sertaneja Bruno e Marrone, passou por um grande susto no início de maio, quando sofreu um acidente de helicóptero em São José do Rio Preto, interior de São Paulo. O helicóptero, que é de Marrone, tinha saído de Curitiba (PR), seguia para São Paulo e parou na cidade para reabastecer. Após a decolagem, o motor do helicóptero perdeu potência, bateu em uma árvore e caiu no recinto de exposições do município, a cerca de 1 km do aeroporto. O cantor chegou a ser internado na UTI, mas foi liberado apenas com escoriações leves do hospital. O primo e secretário do cantor, Jardel Alves Borges, 33, estava internado em estado grave no dia 3 e o piloto Almir Carlos Bezerra passou por uma cirurgia e teve o pé esquerdo amputado.

Ronaldo é atração em torneio de futebol no morro O ex-jogador Ronaldo foi a atração de crianças e adolescentes durante um torneio de futebol promovido no início do mês pelo Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) nos morros da Mineira e São Carlos, no Rio. O 2º Torneio da Pacificação teve o objetivo de promover a integração entre as comunidades. “Estou aqui para prestigiar, porque esse projeto está funcionando muito bem, é fantás36

maio 2011

no Twitter, Latino tascou: “Mandaram para o saco o Bin Laden? Adoro! Quando se mata o líder da Okaida, acredito que desequilibra todos os outros. A CIA americana confirmou a execução. Enfim, superamos a ficção”. A troca de Al Qaeda por Okaida não foi perdoada pelos usuários do microblog. “Okaida? É alguma máfia japonesa?”, brincou um. O cantor se defendeu dizendo que cometeu o erro porque era pobre e não tinha dinheiro para estudar...

Vida de Paulo Coelho vai para a telona

Depois de protagonizar o “casamento da década” com o príncipe William, a ex-plebeia Kate Middleton, agora duquesa de Cambridge, vai dedicar os próximos dois anos apenas à sua vida doméstica e familiar, segundo o jornal ‘Daily Mail’. Fontes do jornal afirmam que Kate se inspira em Camila Parker Bowles, mulher do príncipe Charles, que não tem um papel muito ativo, apenas de apoio, nos eventos da realeza. Amigos de Kate contam que ela quer aproveitar ao máximo o tempo que tem para ser “apenas a mulher de um soldado da Força Aérea Real”. Como o príncipe William serve em Anglesey, no norte do País de Gales, o casal vai ficar recluso em uma fazenda próxima à unidade de William.

Para Latino, Bin Laden era da “Okaida” O cantor Latino deu uma escorregada ao comentar a morte de Osama Bin Laden, anunciada pelo governo norte-americano no início de maio. Ao escrever sobre o tema

A vida do escritor Paulo Coelho vai para as telas de cinema. A produção do filme queria um ator de Hollywood para interpretá-lo na telona, mas o autor de “Diário de um Mago”e “Brida”, entre outros, insiste que um ator brasileiro o intérprete na telona. Segundo a coluna de Bruno Astuto, publicada no jornal ‘O Dia’, do Rio de Janeiro, Rodrigo Santoro, Wagner Moura e Selton Mello são os mais cotados para o papel. A escolha do ator deve ser feita até o final deste mês. A produção também está à procura de alguém para o papel de Raul Seixas, parceiro de Paulo Coelho em músicas como ‘Gita’ e ‘Al Capone’.


maio 2011

37


MULHER

Mulher

Moda inglesa para brasileira usar e abusar Em consultoria à Real, o designer Rocco Nahas dá dicas às leitoras de como ressaltar a beleza natural na moda do verão inglês Carine Vargas

L

ondres é uma das capitais mundiais da moda e apesar de ditar tendências, a cidade respeita todos os estilos, além das tradições do próprio país. Porém, tem muita roupa e acessório que não é para qualquer mulher vestir. Certas peças e estampas parecem que foram produzidas para exaltar o charme e a beleza da mulher brasileira. Leia abaixo as dicas do designer de moda Rocco Nahas e siga às compras. Com um baixo investimento, você poderá dar só um ajuste no guardaroupa e sair esbanjando alegria na próxima estação, que já tem um prenúncio de bom tempo com os belos dias de sol que vem fazendo nesta primavera.  

Estampas

A onda revival dos anos 70 combina com a personalidade das garotas do Brasil. As vitrines da Oxford Street estão cheias delas a preços acessíveis. Batas e vestidos soltinhos e coloridos caem muito bem para qualquer tipo de corpo. “Grandes 38

maio 2011

estampas coloridas, sobretudo florais ou orgânicas com um toque psicodélico modernizado estão de volta, e isso é um prato cheio para o excelente tropical flair da brasileira”, sugere Rocco.  

Cabelos Longos e acessórios

A dica aqui é simples e fácil de encontrar, numa variedade de preços bons para todos os bolsos. “O verão na terra da rainha pode ser muito ventoso, então invista em chapéus e lenços, não para proteger-se do sol como seria no Brasil, mas para manter a beleza do cabelo longo, o favorito das nossas garotas e um dos seus pontos fortes”, indica Rocco. Bolsas retangulares e pequenas proporcionam


com muitas cores quentes pode ir muito bem com uma outra mais geométrica em escala menor”, afirma o designer.  Uma combinação destas não fica tão bem em inglesas, mas exalta e difere brasileiras tanto do sul, quanto do norte do país.  

Peças militares

“Outra dica é resgatar alguns clássicos britânicos que não saem nunca de moda, como as peças militares masculinas em tons vivos, como vermelhos e acabamentos dourados, que ficam muito bem em uma mulher e podem ser usadas como alternativa de segurança para aquela mudança de tempo inesperada, tão comum ao anoitecer na Grã-Bretanha. Charity shops e lojas vintage podem facilmente fornecer esse tipo de vestuário a ótimos preços”. Com esta sugestão, o visual da mulher brasileira pode ficar muito clássico e elegante. Uma outra dica: este tipo de roupa fica muito bem para quem trabalha em escritórios ou em eventos noturnos.  

Xadrez

à mulher um ar muito elegante. Como são fáceis de encontrar a bons preço bom, as mulheres podem adquiri-las em cores diferentes, combinando com a roupa escolhida.  

Sobreposições

As sobreposições de estampas e cores servem para as brasileiras mais ousadas que se permitem sair do tradicional e serem um pouco diferentes. Rocco avisa que o segredo para misturá-las é tentar coordenar o esquema de tons, cores e dimensões. “Faça com que uma estampa rebata as cores da outra. Também misture com sabedoria as suas proporções: uma estampa de padrões abstratos

Para finalizar, Rocco, respeitando a cultura inglesa, sugere o xadrez para aquelas brasileiras que cultivam a tradição desta terra. “Entra estação e sai estação e nunca deixamos de ver uma infinidade de xadrez pelas ruas. Faça uso deles, especialmente aqueles com combinação de cores menos tradicional, que estão com tudo.” Meninas que trabalham em bares e restaurantes, se possível, podem dar um toque na roupa preta com um acessório xadrez.

Consultoria: Rocco Nahas Rocco Nahas é um designer gaúcho, formado pela FAAP, em São Paulo, e professor universitário de Moda, atualmente radicado em Bournemouth, onde estuda Masters of Arts in Illustration. maio 2011

39


TURISMO

A bela Fl Ber莽o do Renascimento, a capital da Toscana encanta os visitantes com o seu rico patrim么nio cultural

Turismo

Ponte Vecchio vista da Piazzale Michelangelo

40

maio 2011


Florença Texto e fotos: Régis Querino

maio 2011

41


Turismo

Estátua na Piazza della Signoria

A

ndar pelas ruas de Florença é como voltar no tempo. Não fossem os carros na rua e alguns sinais de modernidade, a sensação é de retroceder centenas de anos na História, aterrissando no século 15, quando a cidade italiana era o maior pólo cultural e intelectual da Europa. Berço do Renascimento, Florença lançou para o mundo escritores como Dante, Petrarca e Maquiavel, e exibiu obras-primas de artistas do quilate de Michelangelo, Botticelli e Donatello. A beleza de Florença é descoberta em cada esquina e sua herança cultural pode ser apreciada em igrejas, museus, galerias e construções pela cidade. Florença está a apenas 80 quilômetros de distância de Pisa, onde chegam voos diários partindo de Londres e outras cidades do Reino Unido, pelas chamadas companhias áereas de baixo custo, Easyjet e Ryanair. Foi na pequenina cidade, famosa pela torre, que a Real começou, na edição de abril, o seu roteiro pela Itália, com a matéria “Um giro pela terra da Torre Pendente”. Depois de conhecer Pisa num dia inteiro de andanças por suas ruas estreitas, nada melhor do que relaxar pegando um trem até Florença. Por meros €5,80 e uma hora de viagem, você chega à capital da Toscana, região central italiana.

Batendo perna A melhor maneira de explorar Florença é a pé. Como a parte histórica da cidade é compacta, as atrações são próximas e de fácil acesso. Você pode começar o passeio pelo Duomo de Santa Maria del Fiore, visitando também o Campanário e o Batistério, no centro. Com seus portões de bronze, o Batistério chama a atenção dos visitantes. Florentinos famosos, como Dante, foram batizados neste que é considerado um dos edifícios mais antigos da cidade (especula-se que tenha sido construído no século 4). Com sua cúpula de telhas alaranjadas, o Duomo de Santa Maria del Fiori é a quarta maior igreja da Europa e o edifício mais alto de Florença. O topo da cúpula oferece uma vista panorâmica da cidade ao visitante que desembolsar €15. O acesso ao interior do Duomo, porém, é gratuito e você pode apreciar os belos e impressionantes afrescos do Juízo Final, de Giorgio Vasari e Federico Zuccari, que datam de 1572-9. Os amantes das artes vão se esbaldar no Museo dell’Opera del Duomo, que tem obras como a Pietà, de Michelangelo, e na galeria da Accademia di Belle Arti, a mais antiga escola de arte do mundo, fundada 42

maio 2011


Os afrescos do Duomo

em 1563. A famosa escultura de Davi, de Michelangelo, é uma das preciosidades expostas na galeria. Maior museu de arte da Itália, a Uffizi também é parada obrigatória para ver obras de Michelangelo, Ticiano e Giotto, entre outros.

Arte a céu aberto Nem só nos museus, igrejas e galerias estão exemplos da arte renascentista. Na Piazza della Signoria, coração da vida política de Florença, há diversas estátuas de imperadores romanos na Loggia dei Lanzi, a Fontana di Nettuno e uma réplica do Davi, de Michelangelo, na entrada do imponente Palazzo Vecchio, concluído em 1322, onde até hoje funciona a prefeitura. A bela construção medieval domina a cena e convida o visitante a momentos de contemplação. Difícil não se por a imaginar como seria a vida naquela cidade há 600, 700 anos. O Pallazo Vecchio fica nos arredores do rio Arno, que corta a cidade e reserva um outro tesouro arquitetônico de Florença: a Ponte Vecchio. Construída em 1345, a ponte era ocupada por ferreiros, açougueiros e curtidores. Como jogavam o lixo no rio e faziam muito barulho, eles foram expulsos do local e substituídos, em 1593, por joalheiros e ourives. Os negócios prosperaram e viraram a marca registrada da ponte, ocupada até hoje por dezenas de joalherias. O local também é ponto do burburinho dos turistas a passear de um lado a outro. maio 2011

43


Vista privilegiada

Como chegar e onde ficar

Se Florença tem várias outras igrejas, museus e galerias que merecem ser visitados, não deixe de conhecer a Piazzale Michelangelo. É um dos poucos passeios em que você precisa, necessariamente, pegar um ônibus. Em frente a estação de trem, um ônibus urbano (€1,50) sai para uma jornada de pouco mais de meia hora pelos arredores do município. No caminho, uma outra visão da cidade. Sem a oponência renascentista, mas bela, convidativa e aconchegante. No topo de uma colina fica a praça. Parada obrigatória para apreciar durante um bom tempo a vista espetacular e inesquecível de Florença.

Saindo de Londres ou de outras cidades do Reino Unido, a maneira mais fácil para chegar a Florença é viajar até Pisa (www.ryanair.com e www.easyjet.com) que fica a apenas uma hora de trem da capital toscana. Os arredores da estação de trem de Florença estão repletos de hotéis e hostels para todos os gostos e bolsos. A área é a mais estratégica para se conhecer a cidade, pois dali para o centro, onde se concentram as principais atrações, a caminhada é de 5 a 15 minutos. Os sites www.booking.com e www.hostelworld.com são duas boas opções de buscas, mas você encontra dezenas de outros sites especializados na internet.

Turismo

Santa Maria del Fiori e o Campanário

44

maio 2011


maio 2011

45


MOTORES

Sonhos de consumo As novidades do mercado automobilístico que estão conquistando o público no Brasil e pelo mundo

Audi A4

Motores Turismo

Eleito o melhor carro no segmento de Luxo de 2011, o Audi A4 está em sua oitava geração. Seu design é marcado por contornos exteriores bem definidos, com superfícies esculpidas e linhas que destacam as laterais do modelo. É equipado com a tração quattro® como item de série, em sua versão mais completa, conta com luminosidade e espaços compatíveis com veículos de luxo. Os 908 milímetros para acomodar as pernas dos passageiros de trás posiciona o modelo no topo em termos de conforto relacionado ao espaço interno. Com motor 3.2 FSI de 265 hp, o carro acelera de 0 a 100 km/h em apenas 6,4 segundos.

R8 Spyder O potente Audi R8 Spyder foi eleito o melhor veículo da categoria carro Esportivo. Com design impressionante e performance extremamente esportiva, o Audi R8 Spyder 5.2 FSI quattro é uma interpretação fascinante e única do que existe de melhor em termos de dinamismo e sofisticação. O motor 5.2 46

maio 2011

FSI quattro possui dez cilindros em V, aspirado, que produz 525 cavalos de potência a 8.000 rpm e 530 Nm de torque, a 6.500 rpm. Tem cárter de alumínio e é montado artesanalmente, conforme reza a tradição Audi nas pistas de corrida. O conversível acelera de 0 a 100 km/h em apenas 4,1 segundos, e atinge a velocidade máxima de 313 km/h.


Novo Taurus 2013 A Ford apresentou no Salão de Nova York o novo Taurus 2013, com grandes avanços na economia de combustível, tecnologia, segurança e design dentro do segmento de sedãs grandes. O carro traz duas opções de motores: o novo EcoBoost 2.0 de quatro cilindros e o 3.5 V6 SHO, alinhados com o compromisso da marca de oferecer a maior economia de combustível em cada novo produto. O novo Taurus 2013 projeta o menor consumo de combustível da categoria, fazendo mais de 13 km por litro de gasolina com a mesma potência de um motor V6 aspirado naturalmente. É o primeiro carro da Ford na América do Norte com motor 2.0 EcoBoost, que combina turbo e injeção direta de gasolina e gera uma potência de cerca de 240 cv, com torque de 34,5 kgfm.

Pajero Dakar 2012 O Mitsubishi Pajero Dakar 2012, agora produzido na fábrica de Catalão (GO), chegou às concessionárias em abril. A sigla HPE (High Performance Equipment) foi incorporada ao modelo 2012, reforçando que o Pajero Dakar é um veículo completo com grande diferencial no mercado e proporciona mais segurança e conforto ao motorista e passageiros. Entre os destaques estão sistema multimídia com GPS com mais de 1250 cidades mapeadas, CD, DVD e MP3 Player e Bluetooth com viva-voz, sensor de chuva, acendimento automático dos faróis, volante com controle de áudio e piloto automático, sistema de tração Super Select 4WD, transmissão INVECS-II com Sports Mode, freio a disco nas quatro rodas com ABS e EBD, terceira fileira com bancos embutíveis no assoalho com mais espaço para o porta-malas e ar-condicionado independente na terceira fileira. maio 2011

47


Ford na China

Motores Turismo

A Ford e seus parceiros anunciaram no Salão de Xangai 2011 o plano de lançar 15 novos veículos na China até meados da década. O Mondeo 2011 com motor EcoBoost é a principal novidade da mostra que exibe também os elétricos e híbridos Focus Electric, C-MAX Energi e Fusion Hybrid, além do conceito Vertrek e do Edge V6. Os 15 novos veículos fazem parte do plano da Ford de introduzir 50 novos produtos e motorizações na região da Ásia Pacífico e África nos próximos quatro anos. A Ford também planeja mais do que dobrar o número de distribuidores na China até o meio da década. O Fiesta Sport+ também está no estande, com novas saias frontais e traseiras e a estreia da cor blush. Linhas tradicionais, como o Ford Focus e o S-Max, são outros produtos de destaque em Xangai, trazendo tecnologias inovadoras de conectividade com o motorista, como o SYNC com MyFord Touch.

Série Especial Itália O Fiat Idea 2012 acaba de chegar à rede de concessionárias Fiat trazendo duas grandes novidades: a Série Especial Itália para as versões Essence e Essence Dualogic e a inclusão do HSD (High Safety Drive) — composto dos itens air bag duplo mais freios ABS — como item de série para todas as versões Essence e Sporting. A Série Especial Itália será limitada a 580 veículos. Ela chega para comemorar o “Momento da Itália no Brasil”, o acordo feito para este ano entre os dois governos com o intuito de promover as relações culturais, sociais e comerciais entre os dois países. Esta série especial traz um 48

maio 2011

visual bem requintado, com rodas de liga leve 16” exclusivas, faróis e lanternas traseiras com máscara negra, faróis de neblina, spoiler na cor preto vesúvio, detalhes cromados laterais, além de frisos cromados na tampa do porta-malas e no parachoque dianteiro, mais adesivos High Gloss nas colunas das portas e sigla da série especial. Internamente ela vem com revestimento com tecido exclusivo, além de painel de instrumentos, painéis de portas e console central bicolores. Devaldo Gilini Júnior devaldojr@gmail.com londrina.odiario.com/blogs/sportcars/ Fotos: Divulgação - Pajero Dakar 2012: Fabio Bustamante


maio 2011

49


ESPORTE da equipe italiana e poderão fazer companhia a Robinho e Alexandre Pato na temporada 2011-2012. A cúpula milanesa tenta convencer a direção santista a baixar o valor da multa de Ganso, de 50 milhões de euros, para viabilizar o negócio. Quanto a Hulk, segundo o “Corriere dello Sport”, o centroavante é o “super-herói” tão procurado pelos rossoneros. O diário relata o histórico do atacante paraibano e ressalta sua notável média de gols pelos Dragões no Campeonato Português (22 em 25 partidas disputadas na atual edição).

Vanderlei Luxemburgo foi campeã antecipadamente. Em São Paulo, Santos e Corinthians decidem o título da temporada em dois jogos: o primeiro seria jogado no dia 8 de maio, no Pacaembu, após o fechamento desta edição, e a partida decisiva será no dia 15 de maio, na Vila Belmiro. O Timão eliminou o Palmeiras na semifinal, enquanto o Peixe despachou o São Paulo.

50

maio 2011

Foto: Bruno Cantini

Milan quer mais dois brasileiros: Ganso e Hulk

Fla é campeão, Santos e Timão decidem em SP

O Flamengo conquistou o seu 32º título carioca ao faturar a Taça Rio nos pênaltis, diante do Vasco (3 a 1), depois de empatar em 0 a 0 no tempo normal, no dia 1º de maio. Como já havia conquistador a Taça Guanabara, equivalente ao primeiro turno, a equipe de

São Paulo vai lançar o doc “Rogério Cem”

Foto: Vladimir Maiorov

A quarta-feira, dia 4 de maio, entrou para a história do futebol brasileiro na Taça Libertadores. No aspecto negativo. Nada menos do que quatro das cinco equipes brasileiras que disputavam a competição foram eliminadas no mesmo dia. As maiores supresas foram a queda do Cruzeiro, que perdeu por 2 a 0 para o Once Caldas, em Minas, após vencer por 2 a 1 na Colômbia. O Inter também decepcionou em casa, ao perder de virada por 2 a 1 para o Peñarol (depois de empatar em 1 a 1 no Uruguai). O Fluminense foi derrotado pelo Libertad, no Paraguai, por 3 a 0 (havia vencido o jogo de ida por 3 a 1) e o Grêmio perdeu pela segunda vez para o Universidad Católica, 1 a 0 no Chile (perdera em casa por 2 a 1). Somente o Santos, que eliminou o América do México, segue vivo no torneio e vai enfrentar, nas quartas-de-final, o Once Caldas.

Manchester United e Barcelona vão decidir a Copa dos Campeões da Europa no dia 28 de maio, no Estádio de Wembley, em Londres. Em duas semifinais polêmicas, o time catalão eliminou o Real Madrid, com vitória por 2 a 0 em Madrid e empate em 1 a 1 em Barcelona. Foi no mítico estádio de Wembley que o Barcelona venceu sua primeira Copa dos Campeões, em 1992. “É um êxito absoluto chegar a outra final da Copa dos Campeões”, falou Josep Guardiola, técnico vencedor do torneio em 2009 e que integrava o elenco campeão de 1992 como jogador. O adversário do Barcelona será o Manchester, que passou fácil pelo Schalke 04, com vitórias por 2 a 0 na Alemanha e 4 a 1 em casa.

Foto: Sergio Savarese

Esporte

Cruzeiro, Grêmio, Inter e Flu fora da Libertadores

Manchester x Barcelona em Wembley

O Milan sonha alto para a próxima janela de transferências do futebol europeu, em agosto. O meia Ganso, do Santos, e o atacante Hulk, do Porto, estão na mira

O São Paulo vai capitalizar os 100 gols de Rogério Ceni, recorde mundial para um goleiro (na verdade, ele já tinha 101 gols até o dia 4 de maio). Deve ser lançado até o final deste mês o documentário “Rogério Cem”, mostrando a trajetória do arqueiro são-paulino. O filme já estava praticamente concluído, mas a participação de um personagem famoso fez com que o marketing do clube adiasse o lançamento. Pelé topou deixar o seu depoimento, em trecho que será inserido no material. O DVD deve ter tiragem inicial de 100 mil cópias.


Torcida quer Maradona na nota de 10 pesos

o voleibol masculino, que contava com jogadores como Giovane e Marcelo Negrão e vinha de um modesto sexto lugar na Austrália. De maio de 2011 para cá, sob o comando de Bernardinho, os números impressionam. São 349 jogos, com 313 vitórias e só 36 derrotas, – um aproveitamento excepcional de 89,6% pela seleção. Ao todo foram 35 campeonatos disputados e 27 medalhas de ouro.

Os fãs de Maradona lançaram uma campanha inusitada no Facebook. Os argentinos querem colocar o rosto de Dieguito, maior ídolo do futebol do país, nas notas de dez pesos que circulam no país. A proposta tem até nome: “Para que um Diego seja UM DIEGO” e tinha mais de 6 mil seguidores no início de maio. A mudança desejada é a seguinte: a nota de 10 é estampada por Manuel Belgrano, criador da bandeira da Argentina. Belgrano iria para a nota de 2 pesos, e o ex-presidente Bartolomé Mitre deixaria de aparecer nas cédulas.

Brasileiros são atração no BAMMA 6

Foto: Victor Soares/ABr

Bernardinho: 10 anos à frente do vôlei masculino

O técnico Bernardinho completou 10 anos à frente da seleção brasileira masculina de vôlei no dia 4 de maio. Depois de conquistar a medalha de bronze com a equipe feminina nos Jogos Olímpicos de Sidney, em 2000, a Confederação Brasileira de Vôlei escolheu o técnico para reerguer

O Wembley Arena vai sediar no dia 21 de maio, às 16h30, o BAMMA 6, evento promovido pela British Association of Mixed Martial Arts e a Syfy, com lutas envolvendo quatro brasileiros. A principal atração da noite será o duelo entre Murilo “Ninja” Rua contra Tom “Kong” Watson, válido pelo cinturão dos pesos médios. Ninja, que é de Curitiba e tem no currículo 20 vitórias, 11 derrotas e um empate, terá pela frente nada menos do que o atual campeão da categoria. As outras lutas da programação que envolvem brasileiros são: Leonardo Santos x Jason “Daddy Cool” Ball (categoria leve), João Paulo de Souza x Valentino Petrescu (médio) e Márcio César x Che Mills (pesado). Os ingressos podem ser comprados pelo site bit.ly/fkHIlm. Mais informações sobre o evento no site www.bamma.com/.

City e Chelsea na briga para ter Kaká

O Manchester City vai fazer nova investida por Kaká. Segundo o jornal “Daily Mail”, o clube inglês pretende oferecer £22 milhões (cerca de R$ 58 milhões) ao Real Madrid, além do atacante Adebayor (emprestado aos merengues) pelo meia brasileiro. Em 2009, o City havia assediado Kaká com uma proposta de 100 milhões (R$ 226 milhões). O Milan aceitou a proposta, mas o brasileiro preferiu ficar na Itália à época até surgir uma proposta (de valor inferior - R$ 161 milhões) do Real Madrid. Ainda segundo o diário inglês, o Chelsea pretende entrar na briga e colocar £25 milhões (R$ 65 milhões) nos cofres do Real para contar com o camisa 8 merengue para a próxima temporada. Kaká trabalhou como o técnico Carlo Ancelotti, do Chelsea, quando jogava no Milan, mas o futuro do treinador na equipe inglesa ainda é incerto.

Escândalo no ciclismo ameaça a modalidade

Um escândalo no ciclismo brasileiro ameaça a modalidade olímpica. A Confederação Brasileira de Ciclismo é suspeita de falta de transparência em casos de doping e de não punir atletas que testaram positivo ao longo de 2010. A modalidade tinha o Banco do Brasil como seu principal patrocinador desde 2009, mas o contrato encerrou-se em outubro de 2010. Com as denúncias, o banco agora reavalia a continuidade do patrocínio. Segundo a Folha de São Paulo, pelo menos dois atletas que teriam testado positivo foram contemplados neste ano pelo programa Bolsa Atleta, do Ministério do Esporte. Receberam benefícios que rendem R$ 1.500 e R$ 750 mensais, respectivamente. O Comitê Olímpico Brasileiro não comentou o caso. maio 2011

51


52

maio 2011


Horóscopo dos ORIXÁS

Mãe Ejá (de Oxum)

M ãe de santo Ejá, de Oxum, do Terreiro de Candomblé Axé Dandaluna filha, pode transformar a sua vida através dos Orixás, consultas com búzios e trabalhos espirituais (ebós, banhos...), solucionando qualquer tipo de problema com sigilo absoluto.

www.maeeja.com

maeejaresponde@hotmail.com

AVISO: Mãe Ejá estará participando da May Fair no dia 14 de maio, em Richmond Park, em Londres, das 10 horas às 16 horas na barraca da Cola (Children of Latin America). Venha se divertir e participar conosco para ajudar as crianças da América Latina! A entrada para o evento, que será realizado no Richmond Green, The Green, Richmond, Surrey, TW9 1PB, é franca. Áries 21/03 a 20/04

Touro 21/04 a 20/05

Gêmeos 21/05 a 20/06 Orixá protetor: Exu Amor: A palavra de ordem este mês é a paciência, esta fase vai passar. Cuidado, pense bem nas palavras antes de falar e ser mal interpretado(a) por seu (sua) companheiro ( a). Trabalho: Lucros sempre são bem vindos, reserve suas economias extras para alguma despesa não programada que irá surgir. Dinheiro e Sorte: Sorte está a seu favor, aproveite esta ótima fase para você estabilizar suas finanças.

Câncer 21/06 a 21/07 Orixá protetor: Oxossi Amor: União e felicidade à vista, invista em sua relação a dois, faça seus momentos se tornarem inesquecíveis, aproveite. Trabalho: Você estando feliz no amor, o que vier será fácil de resolver, mantenha a tranquilidade. Dinheiro e Sorte: Cautela para não gastar além dos seus ganhos, pense no seu futuro.

Leão 22/07 a 22/08

Virgem 23/08 a 22/09

Libra 23/09 a 22/10 Orixá protetor: Logunodé Amor: Curta essa relação, mas não se entregue totalmente, não demonstre todo seu sentimento para que você tenha controle da situação. Trabalho: Dedique-se ao trabalho que você será reconhecido(a) profissionalmente. Dinheiro e Sorte: Dinheiro regrado, é melhor controlar para não fazer despesas desnecessárias. Um alerta: fique de olho na sua saúde, cuide mais de você.

Escorpião 23/10 a 21/11 Orixá protetor: Oxumaré Amor: Vão aparecer pessoas querendo dar opiniões no seu relacionamento, siga apenas sua intuição, é a melhor saída. Trabalho: As coisas estão a fluir melhor para você no trabalho, aproveite esta fase para mostrar que dá conta do recado aos seus superiores. Dinheiro e Sorte: Digamos que você tem que estar positivo (a) para que consiga vencer, deixe as negatividades fora da sua vida.

Sagitário 22/11 a 21/12 Orixá Protetor: Xangô Amor: Não corra atrás de relacionamento, deixe as coisas fluírem normalmente, ninguém gosta de estar só, mas tudo tem seu tempo certo. Trabalho: Aproveite para reorganizar sua vida profissionalmente, está faltando mais dedicação no trabalho. Dinheiro e Sorte: Dinheiro a caminho, fase positiva.

Capricórnio 22/12 a 20/01

Aquário 21/01 a 19/02 Orixá protetor: Inhançã Amor: Não se lamente de estar à procura de alguém que lhe entenda, ninguém é perfeito (a), portanto, seja mais compreensivo(a) para se manter num relacionamento. Trabalho: Você chega lá, não se preocupe, a sorte está ao seu lado.  Dinheiro e Sorte: Fase propícia para ganhar dinheiro, aproveite e faça uma poupança pensando no futuro.

Peixes 20/02 a 20/03

Orixá protetor: Ogun Amor: Manter o seu relacionamento firme e forte, aproveite que está favorável para você. Trabalho:  Mantenha seu nervosismo escondido, não adianta dizer tudo o que você pensa. Mantenha a calma. Dinheiro e Sorte: Boa fase para começar a fazer seus planos para o futuro.

Orixá protetor: Oxalá Amor: As coisas estão mais favoráveis para você no amor, aproveite para manter a paz e harmonia na sua relação. Trabalho: Profissão nova à vista, é hora de mudanças , a fase está positiva para isto, aproveite e tome a decisão de uma vez. Dinheiro e Sorte: Positividade é a palavra que deve estar na sua mente para atrair o sucesso até você, sorte muito boa.

Atendimento com hora marcada

077 4596 1213 / 079 5070 8652

Orixá protetor: Oxum Amor: União favorável, ótima fase para o amor, curta. Trabalho: Promoção à vista, sacrifícios e dedicação vão trazer para você a recompensa, acredite. Dinheiro e Sorte: Sorte á a palavra-chave para você neste mês. Por isso aproveite e use a seu favor. 

Orixá protetor: Ossain Amor: Confiança é preciso para crescer qualquer relacionamento, se dedique à pessoa amada. Trabalho: Você está naquela fase que tudo vem contra você, mantenha a calma no trabalho. Dinheiro e Sorte: Trabalhos extras à vista para diminuir suas dívidas.

Orixá protetor: Obá  Amor: Não vá com muita sede ao pote para não se decepcionar no futuro, não se entregue de corpo e alma. Trabalho: Lucros para você neste mês, continue se dedicando ao seu trabalho, você só tem a ganhar. Dinheiro e Sorte: Sorte e favorecimento no aspecto financeiro.

Orixá protetor: Iemanjá Amor: Continue lutando para manter seu relacionamento, os ventos irão correr a seu favor. Trabalho: Fase boa para ganhar prestígio e lucros, parte financeira boa.  Dinheiro e Sorte: Tudo positivo neste mês, aproveite a fase que a sorte está no seu caminho. Boa sorte e lucros à vista.

Terreiro localizado em Ascot, a 3 milhas de Windsor Atendimento em Londres uma vez pormaio semana. 53 2011


COSTURAS E REFORMAS

VICTORY DIVINE

Faz, reforma, ajusta, conserta, roupas etc; do social ao esportivo; cortinas e enxovais; alfaiataria em geral; faz remendos invisíveis, barra original em jeans... O melhor do Reino Unido em Londres para você

078 9678 0613 victorydivine@ymail.com

CLEANING e LIMPEZA

Pós-Construção; Limpeza de Casas e Empresas (leves e pesadas), Manutenção; Limpeza de Carpetes (Secagem de Carpetes); Remoção de Itens, Coleta de Doações (roupas, bolsas, calçados, bijuterias em geral…) Honestidade e bom preço

07906 966 288

victoryconservationandworks@yahoo.co.uk

TRANSFORME SUA SAÚDE Produtos 100% Aloe Vera Gel Suplementos Diversos

07817547488 - 07979355144 07737946792

DOCTOR COMPUTER APENAS £30

Manutenção e instalações em geral PC, LAPTOP & MAC

Fábio 07513 71 49 06

OPORTUNIDADE Classificados

Multi-Nacional com certificação 'Investors in People Gold' está expandindo e procura cinco pessoas para Franquia Pessoal. Visão empreendedora, ser motivado, interesse em aprender e desejo de crescer essencial.

Oferecemos treinamento e suporte. Horário flexível, trabalhe de casa Part-Time ou Full-Time.

Investimento total £200 (duzentos pounds). Centro de Distribuição Internacional, não é necessário investir em estoque. Margem mínima de lucro 30% + bônus de compra. Potencial para plano de carro, viagens e divisão de lucro. Para maiores informações agende uma entrevista (português ou inglês) em Londres SW6.

Ligue 020 7854 0551 (Referência 703R)

TRADUTORA ITALIANA  TRADUÇÃO JURAMENTADA, CERTIFICADA, SIMPLES, LEGALIZAÇÃO ITALIANO - INGLÊS - PORTUGUÊS ADRIANA FORESTI - 07960232529 - adrianaforesti@hotmail.co.uk

AKASHA REMOVAL Melhor preço e serviço de transporte em toda Londres

079 5816 9505

54

maio 2011

Anuncie aqui

020 8534 6183 vendas@revistareal.com


Brincar em português Curso de português e atividades lúdicas para filhos de brasileiros (crianças de 2 a 7 anos) Sábados, das 10h30 às 11h30, no Downham Health & Leisure Centre, 7-9 Moorside Road, Bromley, BR1 5EP Ônibus: 136, 181, 124, 284 e 336. Trem: Grove Park (zona 4 - South East)

Informações: Laísa - 079 4723 3393 ou brincaremportugues@hotmail.com

maio 2011

55


PALAVRAS CRUZADAS

A origem das palavras cruzadas

Palavras Cruzadas

A brincadeira que inspirou um dos passatempos mais populares de nossos tempos data do século IV a.C. Nos laterculus, como o jogo era conhecido, os antigos romanos tinham de formar palavras cruzandoas de maneiras que constituíssem palíndromos - isto é, podiam ser lidas tanto na vertical quanto na horizontal, ou de frente para trás e vice-versa. “As inscrições mais antigas desse jogo foram encontradas nas ruínas de Pompéia, a cidade italiana destruída no ano 79 pela erupção do Vesúvio”, afirma o designer de jogos Luiz Dal Monte Neto. Nos moldes atuais, porém, as palavras cruzadas apareceram pela primeira vez no jornal New York World, em 22 de dezembro de 1913. O inglês Arthur Wynne, responsável pela seção “Diversão” do jornal, recebeu a incumbência de inventar um jogo especialmente para a edição dominical. Wynne baseou-se em um passatempo que conhecera quando criança e que tinha regras semelhantes às dos laterculus romanos. Mas, em vez de fornecer as palavras que deveriam ser cruzadas, Wynne resolveu dar apenas dicas e criou um diagrama na forma de um losango. Uma década depois, a criação de Wynne já estava em jornais europeus, além de em todo o continente americano. 56

maio 2011


Mテエnica

Mテ年ICA

maio 2011

57


www.casadobrasil.org.uk info@casadobrasil.org.uk

LAWRS - Serviço pelos direitos da mulher latino-americana

Emergência: disque 999

Para contatar a polícia, bombeiros e ambulância. A chamada é gratuita

Embratel Ligações a cobrar para o Brasil. 0800 890 055

Consulado Brasileiro

3 Vere Street (quase esquina com Oxford Street) W1G 0DH Telefone: 020 7659 1550 Fax: 020 7659 1554 www.consbraslondres.com

Embaixada do Brasil

32 Green Street, W1 – Marble Arch 020 7499 0877 info@brazil.org.uk www.brazil.org.uk

Associação Brasileira no Reino Unido (ABRAS)

Assistência jurídica e psicológica, agendamento de consultas médicas e outros serviços à comunidade brasileira. 59 Station Road – NW10 4UX 020 8961 3377 www.abras.org.uk

Casa do Brasil em Londres A nova associação brasileira em Londres oferece, entre outros serviços, orientação jurídica e psicológica, serviços de intérpretes, tradução juramentada e convênios médicos e dentários. 21 Foley Street London W1W 6DR Tel: 020 7580 0133 Fax: 020 7637 1045

58

maio 2011

Ajuda mulheres que sofrem de maltratos e violência doméstica. 52-54 Feathrstone St. London EC1 8RT 0844 264 0682 - 020 7336 0888 lawrs@lawrs.org.uk www.lawrs.org.uk

Naz Vidas

A ONG oferece acesso gratuito às clínicas que cuidam da saúde sexual, onde os pacientes contam com o auxílio de intérpretes e podem fazer exames que incluem testes de HIV, HPV, sífilis, gonorréia, hepatites A, B e C e clamídia. Serviço gratuito de apoio, assistência e aconselhamento sobre Aids. 30 Blacks Road London W6 9DT 020 8834 0232 vidas@naz.org.uk www.naz.org.uk

Projeto LatinoAmericano para portadores de deficiência 020 7793 8399 www.ladpp.org.uk

Home Office

Immigration &Nationality Directorate Whitgift Centre Wellesdey Road – Croydon CR19 1AT Concessão e extensão de vistos: 087 0606 7766 Solicitação de formulário para extensão de visto: 087 0241 0645

Immigration Advisory Service (IAS)

Orientação jurídica em inglês sobre pedidos de vistos. County House: 190 Great Dover Street - 2º andar - London SE1 4YB 020 7967 1200 www.iasuk.org

UK Concil for International Student Affairs Informações para estudantes estrangeiros sobre vistos, cursos,bolsas de estudo e assuntos relacionados ao ensino no Reino Unido. 020 7107 9922 www.ukcosa.org.uk

Citizens Advice Bureau

ONG que oferece aconselhamento em diversas areas, com vários escritórios no Reino Unido. www.citizensadvice.org.uk

Gay Switchboard

Informações sobre acomodação, ‘civil partnership’, imigração e legislação, entre outros. 020 7837 7324 (24h)

Consumer Direct

O Consumer Direct funciona como uma espécie do nosso Procon (Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor) do Reno Unido, orientando em relação aos direitos e a quaisquer problemas que o consumidor possa vir a enfrentar. Saiba mais no www.consumerdirect. gov.uk/

Money Claim

Money claim é um serviço on-line que pode ser utilizado caso alguém lhe deve dinheiro. Você também pode receber orientações caso esteja sendo processado na justiça por débito. A página da Money claim na internet é www.moneyclaim.gov.uk

Legal Advice Centre

O Legal Advice Centre promove orientação e informações práticas legais gratuitas acessando-se o site www. legal-advice-centre.co.uk/askus/

Transport for London

Planejamento de jornada em metrôs, trens e ônibus. 020 7222 1234 www.tfl.gov.uk


maio 2011

59



Real - Maio 2011