Page 1

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

MSN raggadrops@hotmail.com

Conheça quem são os verdadeiros responsáveis pelo sucesso das festas sub-17

Páginas 4 e 5

Profissão

CARLOS HAUCK/ESP. EM

promoter

Mágico Renner Visitou a Ragga e desapareceu em um truque Página 2

Banda Cine Seria a revelação de 2009? Página 8


ESTADO DE MINAS

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

www.raggadrops.com.br

O PALHAÇO DA MÁGICA POR Daniel Ottoni

Para mim, o Drops é a melhor parte do Estado de Minas. Ele estimula os jovens que não têm o hábito da leitura, já que tem uma linguagem jovem e trata de assuntos que interessam à maioria dos adolescentes. Ana Carolina Pires Alves (18), de Contagem, pelo MSN É bom saber que estamos no caminho certo, Ana. Vamos juntos!

DO SUCESSO

O Drops não é um jornal qualquer. Ele é “aquele” jornal simplesmente perfeito e tem tudo que um jovem pode querer para se manter a par de tudo. Amo o Drops! Mariana Gonçalves (14), de Lagoa Formosa, pelo MSN Você também não é uma leitora qualquer, Mariana. (:

BANDA CINE

Ragga, vocês precisam falar sobre a banda Cine, lá do Rio de Janeiro. Os meninos estão mandando muito, fazendo show em todos os lugares da cidade. Garanto que essa é uma boa dica! Beijos!!! Luana Fragoso (16), de Belo Horizonte, pelo MSN Você pediu e a gente entrevistou, Ana! E o vocalista DH mandou falar: “Somos é de São Paulo”. Corre lá na página 8.

www.raggadrops.com.br MANDA O SEU:

raggadrops@hotmail.com agência de expedienteragga comunicação integrada (31) 3225-4400 Lucas Fonda DIRETOR DE MARKETING E PROJETOS ESPECIAIS Bruno Dib DIRETOR FINANCEIRO J. Antônio Toledo Pinto REPÓRTERES Bernardo Biagioni, Bruno Mateus e Sabrina Abreu DESIGNERS Anne Pattrice, Marina Teixeira e Maytê Lepesqueur ILUSTRADOR Matheus Dias ESTAGIÁRIOS DE REDAÇÃO Daniel Ottoni e Izabella Figueiredo FOTÓGRAFOS Bruno Senna e Carlos Hauck ARTICULISTA Lucas Machado DIRETOR GERAL

Mágico Renner conta para o Drops como a magia e a ilusão apareceram na sua vida. E garante que não é truque: ele vive de mágica Nunca foi tão bom ter um sogro. Pelo menos, esse foi o caso de Renier Alexandre e Silva, de 29 anos, ou simplesmente Mágico Renner. Sua história no mundo da mágica começou quando namorava uma colega de cursinho. O pai da garota era mágico profissional há 40 anos. “Custei a acreditar que alguém podia ganhar a vida fazendo mágica. Mas, depois que ele me mostrou um truque, vi que queria fazer aquilo para valer”, conta o recém-formado no curso de engenharia de minas. “Para mim, o cupido apareceu de cartola, varinha e gravata-borboleta”, brinca o cara, que sempre foi o palhaço das salas de aula, do colégio à faculdade. A progressão na carreira rolou a partir do curso do ex-sogro. “No final, todos os alunos faziam um número. No meu caso, consegui um espaço maior para uma apresentação. A partir dali, a coisa andou”, lembra. As maiores diferenças, desde o começo da carreira, estão na estrutura. “Hoje tenho dois assistentes, além de um microfone que uso durante o espetáculo e outro que fica na plateia. Ainda faço números do começo de carreira, mas, atualmente, eles são mais bem preparados, com luz, som etc. Hoje, realizo um verdadeiro espetáculo”, comemora, depois de quatro anos de ilusões e magias. Para realizar as cenas da apresentação, muita pesquisa, por meio de livros e vídeos. “De cada 20 números que procuro, escolho um para fazer”, aponta. Cada um deles exige muita preparação. “Estou prestes a realizar um número que estou estudando há dois anos. Mas outros ficam prontos em questão de dias”, diz. Os conhecidos efeitos de tocar com a varinha, soprar ou bater palmas são somente ilusionismos. “Uma das primeiras coisas que aprendi foi sempre mostrar esse lado da ilusão. Um mágico nunca deve abrir mão dessa coisa lúdica que envolve os números”, solta. O público de Renner varia bastante. “Fui contratado para o aniversário de 87 anos de uma senhora. Mas já me apresentei em festas de crianças de 3, 4 anos”. Para cada público, um tipo de espetáculo, com números, música e efeitos específicos.

CARLOS HAUCK/ESP. EM

A RECEITA

Uma questão que sempre rodeia o mundo dos mágicos é o sigilo. “Quando vou contratar um assistente, bato um papo sério sobre a importância do sigilo e da fidelidade. Graças a Deus, tive poucos assistentes até hoje. Quanto menos gente souber, melhor”. Em relação ao famoso Mister M, Renner tem uma opinião sincera. “Para mim, acabou sendo bom. Ele popularizou a mágica ainda mais, despertou a atenção das pessoas. Mas ele também foi um baita traidor”, contrapõe. Seu ídolo-mor não poderia ser outro: David Copperfield. Para a turma que pretende viver de mágica, ele aconselha a procura por cursos especializados. “Existem algumas associações de mágicos na cidade (Belo Horizonte). Sempre vale a pena procurar uma entidade que tem mais tempo na área e que pode dar um suporte”, aconselha. Para ver mais de perto o trabalho do cara, anota aí: HUMOR MÁGICO Onde: Bar Canapé – Rua Major Lopes, 470, São Pedro, Belo Horizonte Quando: Toda segunda-feira, às 20h Quanto: R$ 5 (couvert) Contato: (31) 8453-9961 / 3225-1919

magicorenner.blogspot.com


ESTADO DE MINAS

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

manda o seu!

NA PISTA DE SKATE DO PARQUE DAS MANGABEIRAS

Hugo Blender (13) e Fernando Veloso (11)

Marden Matheus (15) e Gabriel Costa (15)

Galera FOTOS: CARLOS HAUCK/ESP. EM

Theo Lacerda (11), Christian Emerson (13) e Maria Lacerda (10)

Max Ballesteros (19)

Luis Felipe (14) e Pedro Figueiredo (10)

Thiago Luis (22) e Gabriel Eloi (15)

Galera

Alef Teixeira (16), de Coronel Fabriciano

DJ Jhoni Math’s (16), de BH

Pablo Lages (15), Rhayssa Ferreira (18) e Aline Alencar (18), de Novo Cruzeiro


ESTADO DE MINAS

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

www.raggadrops.com.br

Empreendedores da tarde Por Izabella Figueiredo

Bem antes de pensar na faculdade, jovens entre 12 e 17 anos já se divertem trabalhando com o que mais gostam: festa

É domingo, o dia mais preguiçoso da semana. Na parte da tarde, em vez de descansar e se preparar para ver o Faustão, grupos animados de jovens se aglomeram na porta da boate Voice Mystical Club, na Savassi. Mas o que provoca tanto alvoroço nesse dia, a essa hora? Fácil! Mais uma festa sub-17 está prestes a começar e a galera parece estar muito empolgada. Mas, espera! Não há algo de errado aí? Jovens menores de idade frequentando boates? A dúvida é rapidamente solucionada quando o flyer do evento mostra que, lá dentro, não há nada de bebidas alcoólicas, só refrigerante e frozen sem álcool. Em meio a meninos de boné e roupas de skatista e meninas superproduzidas com cabelo e maquiagem impecáveis, destaca-se um pequeno grupo uniformizado com uma camiseta com os dizeres “promoter” bem estilizados. Sim, as festas do gênero já contam com promotores de eventos, pequenos empreendedo-

res da tarde que têm como objetivo oferecer descontos para os frequentadores e levar o maior número de jovens possível para a festa. “A cortesia que distribuímos dá direito a um desconto de R$5 no valor total do ingresso”, explica a promoter Carolina Vasconcelos, de 15 anos, que já chegou a levar 14 pessoas para a festa em uma tarde. A estratégia é boa, já que os jovens promoters são pessoas simpáticas, bem-relacionadas, e conhecem bastante gente. Além de entrar na faixa no evento, a turma recebe R$1,50 para cada pessoa que leva. A contabilização de pagantes que cada promoter levou é feita por meio da cortesia apresentada na portaria, que vem com o nome do promoter escrito no verso do ingresso. Matheus Henrique, de 16, afirma ter levado até 38 pessoas em uma só tarde. “Geralmente, gastamos o dinheiro ganho em pizzarias ou lanchonetes depois que a festa acaba”, aponta, dando a entender que tudo

não passa de uma grande diversão. Quem gerencia a equipe de jovens promotores é Rafael Martins, de 16. Apaixonado pelo que faz, Rafa declara que, embora seja um tanto trabalhoso gerenciar as festas, o trabalho não gera tanto lucro assim. O máximo que ele faturou foi R$120, mas já chegou a ganhar apenas R$30. “É bom organizar festas e pretendo continuar mexendo com eventos”, conta o garoto, que trabalhava como promoter antes de ter sido elevado à posição de produtor, assim que a Voice inaugurou uma tarde destinada aos jovens. Nos dias de festa, Rafael fica na porta do local bem compenetrado, controlando quem entra e sai. De vez em quando, o garoto enfrenta alguns problemas, como a moçada que não leva documento ou aqueles que insistem em vandalizar o local. “É chato pôr pra fora, mas às vezes é inevitável. Uma vez, uns garotos colocaram pedaços de papel no serviço de câmera interna e não


CARLOS HAUCK/ESP. EM

manda o seu!

Fique por dentro ONDE IR? Power Club

Voice Mystical Club

:: Rua Major Lopes, 719 São Pedro – Belo Horizonte :: Contato: (31) 3282-2925

:: Rua dos Inconfidentes, 1.141 Savassi – Belo Horizonte :: Contato: (31) 3262-0688

QUANTO CUSTA? Power Club

Voice Mystical Club

:: Masculino - R$12 Feminino - R$8 (na entrada) :: Masculino - R$10 Feminino - R$5 (com cortesia)

:: Masculino - R$20 Feminino - R$15 (na entrada) :: Masculino - R$15 Feminino - R$10 (com cortesia)

PERMITIDO :: Refrigerante, frozen sem álcool, água e pulseiras de néon

PROIBIDO Davi Caran, Lucas Domingues, Wanderson Barros, Matheus Henrique, Fred Coacci, Carolina Vasconcelos, Felipe Caetano, Fabiano Santos e Wemerson Barros

teve como, tive que expulsá-los.” Para ser um promoter, o processo de seleção é criterioso e só ocorre mediante um pré-cadastro feito no site da boate. “Depois da análise do cadastro, a pessoa é avaliada em relação a amigos e popularidade. Se aprovados, os promoters são chamados para participar de uma reunião obrigatória no fim do mês, onde é transmitido o regulamento”, esclarece Rafael. Quando questionados se pretendem continuar no segmento de eventos por mais tempo, as opiniões dos promoters se dividem. Uns dizem que pretendem permanecer na área e, quem sabe, até fazer faculdades relacionadas, como, por exemplo, relações públicas. Já outros descartam a possibilidade, dizendo que quando se fala do setor profissional, a conversa é diferente. O que todos concordam é que ser um promoter é uma ótima maneira de conhecer novas pessoas, ficar fora de casa e, o melhor: receber por isso!

:: Camisetas de time de futebol, basquete ou outros esportes :: Camiseta regata :: Óculos escuros

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS (um dos listados abaixo) :: Carteira de identidade original ou cópia autenticada :: Passaporte :: Carteira de trabalho :: Certidão de nascimento + carteira de estudante

CLASSIFICAÇÃO :: 12 a 17 anos

COMO SER UM PROMOTER Power sub-17

Voice teen

:: Entrar em contato com a empresa Xorei eventos por meio do site xoreieventos.com.br e aguardar uma vaga.

:: Fazer o pré-cadastro no site voiceteen.com.br e aguardar pela aprovação.


ESTADO DE MINAS

conta aí!

www.raggadrops.com.br

////////Telas

de Shape////////////////////////////

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

VEST

Primeira edição da Expo Tattoo Fine Art reúne skate, tatuadores e DJs em um restaurante perto de você POR Bernardo Biagioni

“Vamos contar com o trabalho do carioca Daniel Novais, que não é nem mais uma promessa, mas uma realidade no mundo da tatuagem. Tem 24 anos e já foi convidado para tatuar em um dos maiores estúdios da Alemanha”, conta o DJ. Além de Daniel, participam da exposição outros 12 tatuadores de Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo. Uma chance imperdível

Segundo semestre

A proposta do projeto é simples: “Música, tatuagem, arte contemporânea e skate”, lista o DJ e tatuador Marck Field, um dos idealizadores da exposição. “É uma miscelânea de tendências. Hoje isso tudo tá muito ligado”, aponta. Prova disso são as inúmeras mostras com o mesmo formato realizadas na capital paulista nos últimos meses. “Já virou tradição. Isso mostra que os tatuadores sabem criar além da pele. O shape é uma tela diferente, um conceito que já foi bem inusitado”, explica Marck.

para ver e conversar sobre arte, música e skate. Anota aí: INK - EXPO TATTOO FINE ART Abertura: Sábado, a partir das 19h. A exposição continua até 12 de setembro. Onde: Uzina Restaurante & Lounge (Rua Grão Mogol, 908 – Sion, BH) Quanto: R$3 (couvert) + R$7 (consumo) Contato: (31) 8868-8147 / 9941-6669 / 3221-2601

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Uma revista de skate descola alguns shapes, um amigo trabalha as peças gráficas do evento e uma amiga fica por conta da divulgação. Quando o assunto é “cultura independente”, qualquer ajuda é de fundamental importância. E é graças a esse esquema de cooperação que a Expo Tattoo Fine Art, uma mostra de shapes que visa reunir grandes tatuadores brasileiros, vai começar a sair do papel neste sábado, no Uzina Restaurante & Lounge.

coletânea Sacolão, da gravadora Deckdisc. São 11 bandas novas e/ou independentes, dos gaúchos do Pública aos baianos do Vivendo do Ócio; da tosqueira d’Os Pedrero à delicadeza do Terminal Guadalupe. Os novos roteiros musicais passam pelo nosso quintal, na ótima 1º de agosto, dos mineiros do Transmissor. Ouça em tinyurl.com/sacolao.

POR Rodrigo Ortega

DIVULGAÇÃO

de ver os mesmos nomes rodarem no Sacolão de Enjoado visor do seu mp3 player? Cansado de ouvir tio dizer que só rock antigo presta? Bote novidades seu as barbas do coroa de molho e corra atrás da

Conectados para o Vestibular POR Júnia Batista Tavares Marcossi

Psicóloga :: Coordenadora da 3ª série integrada do Colégio Batista Mineiro

Segundo semestre. A rotina dos candidatos aos diversos processos seletivos tende a se intensificar: o tempo de estudo cada vez maior, o de lazer e descanso cada vez menor. Essa é a lógica do vestibulando. Não podemos negar, no entanto, que essa equação: estudo/lazer/descanso requer, nesta etapa final, uma adequação. A internet pode ser uma grande aliada na busca de informações e conhecimento, mas com ressalvas para não cair nas armadilhas da rede. Um minutinho para checar os recados no Orkut e Facebook, ou twittar um pouquinho para conversar com a galera, pode comprometer horas do dia. Isso sem contar se o MSN, logado, não abrir com dezenas de janelas saltando aos olhos. Comunicar-se com os amigos não precisa ser mais um dilema para este período. A questão é que, mais uma vez, a nossa escolha é determinante em relação às nossas metas, aonde queremos chegar. Agora é hora de reorganizar os tempos de lazer, descanso e utilizar com sabedoria os recursos tecnológicos disponíveis. Prepararse para os processos seletivos envolve vida. Vida essa vivida a cada dia com a definição de metas bem claras. O computador pode ser lazer, descanso, entretenimento, encontro e oportunidade para o estudo tão necessário nesta etapa. É saber se conectar e desconectar.

AGENDA

Quer saber das melhores baladas de BH e interior de Minas? Acesse: raggadrops.com.br


ESTADO DE MINAS

quinta-feira, 20 agosto 2009 4 dedejunho dede 2009

manda o seu!

Blog do Avelar “Culinária, cultura, turismo e entretenimento”. É assim que o chef Eduardo Avelar define seu blog, onde escreve sobre suas viagens em busca de novos sabores e as novas tendências da gastronomia mundial. Já visitou países onde a culinária é considerada um bem essencial, a exemplo da França. Nas postagens, ele conta ainda as histórias e receitas das cidades de Minas por onde passa, mostrando as delícias de cantos inesperados do estado.

Vai lá: dzai.com.br/eduardoavelar/blog/blogdoavelar Manifeste seu mundo. Publique um blog, notícia, vídeo, foto ou podcast no Dzaí. A gente está de olho, e quem sabe seu conteúdo não vem parar no jornal?

“Tenho 13 anos, sou virgem e encontrei uma espinha no meu pênis. O que pode ser isso?” Nesse caso, o ideal é que você procure um urologista para saber melhor do que se trata. Dúvidas sobre sexo? Pergunta pra gente no raggadrops@hotmail.com. A coluna é respondida pela psicóloga Claudia Marques, especializada em sexualidade humana e sexologia clínica.

PIPOCA

3 VÍDEOS QUE VOCÊ NÃO PODE DEIXAR DE ASSISTIR

Já está no site da MTV desde a semana passada a lista dos indicados para o VMB 2009, que rola em 1º de outubro. Só na categoria Web hit do ano foram levantados cinco nomes. O Ragga Drops selecionou os três melhores para você assistir. Olha aí:

Stephanie Crossfox

http://migre.me/5b3C

A grande favorita da categoria, Stephanie fez sucesso na internet com o hit No meu Crossfox, uma tradução nada literal de A thousand miles, da cantora Vanessa Carlton.

Funk do Joel Santana http://migre.me/5b2N

É nessas horas que percebemos o quanto é importante uma aulinha de inglês. Joel Santana, técnico da seleção de futebol da África do Sul, tentou dar uma entrevista e acabou se complicando. Acabou em funk, claro.

Um amor para recordar

POR Lorena Meirelles, 15 anos, de Presidente Kubitschek

O filme de Adam Shankman nos faz pensar o que é realmente o amor. Ele faz com que a gente deseje viver um amor sincero assim, sem interesses, mas, antes, buscar em realizar o melhor para a pessoa amada. É o amor incondicional!

Escolha já seu nerd – Os Seminovos http://migre.me/5b6f

Filmes de guerra, canções de amor – Engenheiros do Hawaii

“O nerd de hoje é o cara rico de amanhã”, diz a letra da música dos nerds que formam a banda Os Seminovos. Se o prêmio dependesse de boas notas, não seria difícil prever um vencedor.

POR Guilherme Aroeira, 19 anos, de BH

Peguei esse disco emprestado com meu tio e me apaixonei pelo antigo Engenheiros. As músicas são ótimas e contam com elementos de jazz, a participação de Wagner Tiso e da Orquestra Sinfônica Brasileira.

NOTINHA

As crônicas de Nárnia, de C.S. Lewis

FESTIVAL DE COMÉDIA

A galera que curte Harry Potter e O Senhor dos anéis vai amar as histórias desses livros, em que o autor descreve os personagens e os lugares mágicos de Nárnia. Já foram feitos dois filmes: O leão, a feiticeira e o guardaroupa e Príncipe Caspian e no fim do ano que vem sai o terceiro: A viagem do peregrino da Alvorada. E você? Também tem uma indicação? Um livro, um filme, um site, uma banda no Myspace, uma comunidade no Orkut, enfim... o que você achar que o resto do mundo precisa conhecer. Indique! Pra isso, basta mandar uma foto, seu nome, cidade e idade pra raggadrops@hotmail.com, obviamente, com a sua indicação. Tá esperando o quê? Manda o seu!

FOTOS: ARQUIVO PESSOA L E REPRODUÇÃO

POR Bruno Braga, 19 anos, de Montes Claros

Belo Horizonte recebe a 1ª Mostra Brasileira de Stand Up Comedy. Nomes consagrados do gênero, como Nany People, Marcelo Mansfield e Bruno Motta, vão se apresentar apenas com microfone e pedestal, marcas registradas desse tipo de comédia. Os textos são de autoria dos próprios comediantes. A mostra começa amanhã, no Teatro Alterosa, e vai até domingo. Outras informações no site noderosa.com.br ou (31) 3264-2423.


ESTADO DE MINAS

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

www.raggadrops.com.br

Por Bernardo Biagioni

Roupas coloridas, franjinhas, “rock ‘n’ roll” e sucesso na internet. Em uma foto em preto e branco, a banda Cine parece só mais um nome no meio de tantos NX Zeros, Fresnos e Strikes. Porém, como as aparências podem enganar, os jovens paulistas, em cores, estão mais para uma versão brasileira dos Back Street Boys do que qualquer outra coisa. O vocalista DH, de 22 anos, nega: “Na época que montamos a banda, a gente só ouvia Daft Punk e uns grupos gringos dos anos 1980. Daí vimos que ninguém tava fazendo isso

no Brasil e resolvemos trazer esse som para cá”. Indicados (e favoritos) como Banda revelação no Prêmio Multishow de Música Brasileira e também no VMB, da MTV, a banda Cine ainda tráz no currículo o marco de já ter sido o segundo perfil mais acessado no MySpace Brasil. Uma trajetória que lembra muito os passos de Dih Ferrero. “NX Zero é uma grande banda. Ser comparado a eles significa que a galera está gostando”, aponta DH. O reconhecimento tem sido tanto que o Cine foi responsável

pela abertura dos shows do Jonas Brothers e do McFly no Brasil, no primeiro semestre deste ano. Hoje, apesar do pouco tempo de estrada, a banda de alguns anos atrás, que tocava Blink 182 nos recreios do colégio, parece ainda mais distante. “Agora estamos na rádio, viajando e tudo ficou mais viável”, conta o vocalista. Isso graças ao contrato com a gravadora Universal, que colocou nas ruas o primeiro CD da banda, o Flashback. E, enquanto rola uma campanha na internet para o Cine aparecer em Belo Horizonte, DH avisa: “Tem muita gente pedindo. A gente deve acertar, em breve, uma data para tocar aí”. Se quiser ir se preparando, é só clicar: myspace.com/bandacine.

Joãozinho vai reclamar para a professora: — Eu não mereço zero! — Concordo! Mas essa foi a menor nota que encontrei.

— Professora, alguém pode — Claro que não, Joãozinho! ser castigado por uma coisa — É que não fiz o dever de casa. que não fez?

DIVULGAÇÃO

FLASHBACKS OITENTISTAS

Banda Cine mistura rock, disco, visual new rave e desconversa essa história de “próximo NX Zero”

Ragga Drops #78  

Conheça quem são os verdadeiros resposáveis pelo sucesso das festas sub-17