Page 1

quinta-feira, 14 de maio de 2009

MSN raggadrops@hotmail.com

Ragga Wake World Series

FOTOS: CARLOS HAUCK/ESP. EM

Etapa do mundial de wakeboard chega ao Brasil, em Minas Páginas 4 e 5

Quer cursar ciências da saúde? Que tal terapia ocupacional? Página 2

Gloria O vocal Mi fala sobre o novo CD

Página 8


ESTADO DE MINAS

quinta-feira, 14 de maio de 2009

PROFISSÕES POR

Bruno Mateus

Terapeuta ocupacional

QUANTO GANHA

O curso é oferecido na UFMG, Fumec e Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais. Nesta última, a duração é de quatro anos. Fumec, quatro anos e meio e na UFMG são cinco anos de graduação.

De acordo com a Federação Nacional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Fenafito), o piso pra categoria é R$ 1.468 pra jornada de 30 horas semanais, que é determinada por lei.

Vou ser fera e me dar bem no mercado? São características de um bom terapeuta ocupacional: a) Saber trabalhar em grupo e ter habilidade no trato com as pessoas. b) Morena, alta e bonita. c) Ter poder de sedução. TESTE

Iza de Faria Fortini formou-se em 2004 e trabalha na área de reabilitação neurológica adulto e gerontologia. “Resolvi fazer o curso justamente pela proximidade com o paciente. Achei que era a profissão que mais se encaixa nisso”, diz. Pelo fato de o campo ser amplo, ela sugere que o aluno deve “fazer estágios em diferentes áreas e direcionar para o que ele quiser”. Iza de Faria, que também é professora da Universidade Fumec, dá uma dica: “Pra quem gosta de pesquisa, o campo acadêmico é um bom investimento”. Com relação ao mercado, a professora ressalta a importância da dedicação e de nunca parar de estudar. “O mercado está aberto para aqueles que estão dispostos a abrir os campos. A educação continuada é fundamental”, destaca. Flora Pereira Guerra, estudante do 8° período na UFMG, viu na terapia ocupacional a chance de mesclar música, uma de suas grandes paixões, e a prática profissional. Flora faz estágio curricular em um asilo, quatro vezes por semana. “Tem que correr atrás mesmo. O mercado está melhorando, mas ainda não é o ideal”, confessa. A estudante diz estar inclinada à gerontologia, mas não deixa a paixão de lado. “A música traz resultados muito bons, é um recurso importante. Se dá pra encaixar, ótimo. Depende do paciente também, tem que partir dele, não posso forçar nada.”

O profissional pode trabalhar nos seguintes locais: a) Logo ali na esquina. b) Confessionários, igrejas e afins. c) Hospitais, creches, asilos e na casa dos pacientes.

Sempre sonhei em seguir a carreira, pois... a) Quero auxiliar pessoas com dificuldades de desenvolvimento físico ou mental. b) Me falaram que ganho um cantinho no céu se sou bom com as pessoas. c) Quero me vestir de branco e mexer com a imaginação das pessoas. Se marcou a/c/a, você tem futuro.

O primeiro curso foi aberto há mais de 30 anos em Belo Horizonte, mas ainda tem muita gente que nem sabe que ele existe. Alguém da sua família precisou de atenção especializada e lá estava o profissional pra auxiliar, conversar, entender e ajudar a resolver problemas e dificuldades. Você já deve ter ouvido falar, mas não sabe muito sobre o cotidiano de quem trabalha na área. Desconhecimento e dúvidas ainda pairam sobre a terapia ocupacional, tema deste Profissões. Ajudar quem perdeu, temporária ou definitivamente, a capacidade de fazer coisas corriqueiras no trabalho ou no lazer. Essa é, basicamente, a função de um terapeuta ocupacional. Os profissionais trabalham com déficits físicos, mentais e sociais dos pacientes. Ou seja, tudo o que dificulta que a criança, o adulto ou o idoso se insiram na sociedade é objeto de estudo e cuidado do terapeuta. Com atividades específicas, o paciente é estimulado a superar traumas físicos, psíquicos ou neurológicos e alcançar seu nível máximo de funcionalidade. O terapeuta pode exercer sua função em hospitais, clínicas, asilos, creches e escolas, empresas e na própria residência do paciente. As áreas de desenvolvimento da profissão são amplas. Vão de atendimento de recém-nascidos à gerontologia, que é o auxílio na reabilitação física e mental de idosos. A regulamentação da profissão veio pelo Decreto Lei n° 938, de 13 de outubro de 1969. Capacidade de ouvir e entender o paciente e ter interesse em como o ser humano se desenvolve são, na opinião de Liliane Morais Amaral, professora e coordenadora do curso de terapia ocupacional da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), habilidades importantes pra quem se interessa pela área. A professora afirma que o profissional deve ter curiosidade de saber quem é a pessoa que ele vai tratar. Durante a graduação na UFMG, que tem duração de cinco anos, disciplinas de ciências humanas, biológicas e da área de saúde estão no currículo pra proporcionar uma formação generalista. Segundo Liliane Morais, a partir do 3° período, os alunos já começam a “ir a campo e conhecer os locais de atuação”. Ela explica, no entanto, que, apesar de estar sempre em contato com pacientes com algum tipo de trauma, a preocupação básica do terapeuta não é a doença. “Nosso foco não é o desempenho humano. Quando o indivíduo apresenta qualquer dificuldade pra se desenvolver, pra digitar, por exemplo, a gente ajuda. O terapeuta ocupacional não espera a doença chegar”, afirma. Conhecer a atuação profissional e saber em quais espaços se pode trabalhar são dicas da professora. Mesma opinião de Patrícia Chaves, terapeuta ocupacional e coordenadora do programa de humanização do Hospital das Clínicas. Patrícia escolheu a profissão por ter interesse em trabalhar com pessoas com deficiência mental. “Fiz vestibular, passei e me apaixonei pelo curso”, conta. Ela considera que saber atuar em equipe é fundamental. Pra se dar bem, a importância do estágio é lembrada e Patrícia avisa: “Tem que estudar muito, saber com clareza o que se vai fazer. Quanto mais experiência, melhor. O bom profissional é aquele que consegue aliar teoria e prática”.

VESTIBULAR

Auxiliando crianças, adultos e idosos


ESTADO DE MINAS

quinta-feira, 14 de maio de 2009

manda o seu!

FOTOS: ART FOCUS/ESP. EM

Kênia Parreiras (20)

Arthur Monteiro (18)

Renata Amaral (23)

Julia Amaral (14)

Vanessa Ribeiro (18)

Marcela Miraglia (18) e Manuela Relvinhas (18)

Lílian Bárbara (19)

Maíra Lacerda (20) e Débora de Sá (19)

QUER DAR AS CARAS POR A QUI?

Galera da Izaura Rolim, de Araújos

Envie sua foto mandando um RAGGA para o e-mail

raggadrops@hotmail.com

Vitor e Indiara (3), que já são Ragga, em BH

Cesar Augusto (17) e Robson Costa (17), de Betim

ome + seu nsua idade + ade + sua cid


ESTADO DE MINAS

quinta-feira, 14 de maio de 2009

www.raggadrops.com.br

Preparar para Phillip Soven tem uma dessas carreiras precoces que a imprensa adora noticiar. Aos 11 anos, enquanto seus colegas de quarteirão se dedicavam aos livros de ciências sociais e apostavam corrida no fim da aula, o moleque já disputava grandes campeonatos com nomes de peso do wakeboard mundial. Embora pareça magnificamente esplêndido, trajetórias como essa já soam um tanto repetitivas no cenário de esportes radicais. Não ficaríamos nem um pouco surpresos com os passos de Phillip, mas a brincadeira do norte-americano não para por aqui. Duas vezes campeão mundial, títulos conquistados nos campeonatos King of Wake e Pro Tour, Phillip Soven ainda se consagrou como o único wakeboarder do mundo a vencer, em um único ano, as três principais competições relacionadas ao esporte. Em 2007, quando completava 18 anos, Phillip levou de uma vez o Pro Tour, King of Wake e o WWA World Series. Nessa idade, a maioria dos jovens com uma condição financeira estável está apenas começando a pensar no que vão fazer no futuro. O norte-americano já não tinha dúvidas sobre a profissão que iria seguir. Se você acompanha as atualizações do site do Ragga Drops, deve saber que amanhã é um grande dia para os mineiros entusiastas de esportes radicais. Pela primeira vez na história, Minas Gerais servirá de palco para o Ragga Wake World Series, etapa do campeonato mundial de wakeboard que vai trazer os principais atletas do esporte para o Brasil. A competição vai até domingo no Clube Serra da Moeda, em Nova Lima. Phillip Soven é apenas um dos nomes que desembarcam por aqui para o evento. Embora seja o grande favorito ao título, o norte-americano terá de enfrentar alguns companheiros com trajetórias nem tanto diferentes. Um deles atende pelo nome de JD Wedd. Natural da Flórida, nos Estados Unidos, o atleta ganhou em 2004 o título de “novato do ano” pelo excelente

Por Bernardo Biagioni

TONY ASHBY/AFP PHOTO

Ragga Wake World Series promete trazer principais atletas do esporte pra manobras alucinantes no Clube Serra da Moeda

desempenho nas competições que participou. Com apenas 22 anos, Dizzle, como é conhecido, já assina o recorde de maior pulo em distância em cima de um wakeboard. Durante as filmagens de um programa de TV, o atleta marcou 18 metros em um vão entre rampas, saltando sobre o chafariz do lago Eola, em Orlando. Sua facilidade em arriscadas manobras aéreas pode lhe garantir uma posição confortável na edição brasileira do circuito mundial. Andrew Adkison, também vindo direto da Flórida, é mais um atleta com grande facilidade na execução de aéreos agressivos. Um dos competidores mais velhos da disputa (Andrew tem 27 anos), o rider está entre os três maiores nomes do ranking mundial, perdendo apenas pra Soven e Dizzle. “AA” deve pressionar os primeiros colocados ao lado do norte-americano Trevor Hansen e do australiano Dean Smith, o Deano. O Brasil será representado por diversos atletas, com destaque para o brasiliense Marcelo Giardi. Conhecido como Marreco por conta dos caldos que tomava quando começou no wake, Marcelo deve mostrar por que levou a medalha de ouro nos jogos Pan-Americanos de 2007, no Rio de Janeiro. Quem põe peso no grupo brasileiro são os também bem-sucedidos Luciano Rondi Neto, o Deco, e Mário Manzolli, vice-presidente da Associação Brasileira de Wakeboard (ABW) e quatro vezes campeão brasileiro do esporte. O Ragga Wake World Series vai oferecer uma premiação de US$ 20 mil para os primeiros colocados desta etapa, o maior valor já destinado a uma competição de wakeboard no Brasil. Mais os US$ 5 mil da etapa. Além do mundial, será realizada simultaneamente a 1ª etapa do Circuito Brasileiro 2009, com as categorias Open, Avançado e Feminino Open. Isso sem falar no Bikini Contest, que escolherá qual garota se encaixa melhor dentro de um biquininho, e as duas festas que prometem agitar as noites de sexta e sábado. Não dá pra perder, né?

Se


TONY ASHBY/AFP PHOTO

a a decolagem

manda o seu!

Programação Chegue cedo, prestigie o evento. Afinal, o próximo é só em 2010. Anota aí: HOJE:: Treinos livres (acesso só pra atletas) AMANHÃ:: 10h – Avançado – Semifinal 14h – Pro – 1º round: entre 20 e 30 atletas Top 10 avançam direto ao 3º round

O número 1, Phillip Soven, e Andrew Adkison, fera no big air. Os dois estarão no mundial de wakeboard

e liga: Você não tem nenhuma desculpa pra perder o Ragga Wake World Series que começa amanhã, no Clube Serra da Moeda, em Nova Lima. Além de prestigiar manobras alucinantes dos maiores nomes do wakeboard mundial, dá pra conferir, de quebra, um desfile interessante no Bikini contest e participar de duas festinhas especiais. Os ingressos estão à venda nas academias By Japão, Companhia Atlética, Fórmula, Rio Sport Center, nas lojas Osklen e no Ponto do Açaí.

SÁBADO:: 8h – Feminino – Semifinais 9h – Avançado – Finais 10h – Pro – Repescagem (todos que não passaram no 1º round) Top 10 avançam para o 3º round 12h – Open – Semifinal >> RAGGA WAKE WORLD SERIES QUANDO:: Amanhã, sábado e domingo ONDE:: Clube Serra da Moeda >> Como chegar: seguir em direção ao Rio de Janeiro pela rodovia BR-040 (passando pelo BH Shopping e Extra Belvedere). Passe pelo trevo de Ouro Preto e Alphaville e continue em direção ao Rio de Janeiro. Uma placa sinalizadora mais a frente, do seu lado direito mostrará o acesso para o condomínio Retiro do Chalé. Entre no acesso e, a partir daí, você já terá as placas indicando o caminho para o clube. QUANTO:: R$50 (passaporte para os três dias) ESTACIONAMENTO:: >> A organização do Ragga Wake World Series está pensando na segurança da galera e em consumo legal. Por isso, oferece o Estacionamento dos Amigos. Quem chegar de carro e tiver, no mínimo, dois caronas, não paga estacionamento. O Motorista da Vez também é bem-vindo. É só escolher quem vai ser o anjo da guarda da vez, que não vai beber e poderá levar os amigos pra casa em segurança.

14h30 – Pro – 3º round: 20 riders Top 10 avançam para a semifinal 18h – Festa oficial na beira da lagoa DJs Lara (house) + Juliano Mourão (percussão lvie) / DJ Spin Easy (NY – DJ do Snoop Dogg) e atração surpresa DOMINGO:: 11h – Feminino – Final 12h30 – Pro – Semifinal 14h30 – Open – Final 15h30 – Pro – Final 16h30 – Premiação Bikini constest Festa de encerramento: Camarim

raggawake.com.br


ESTADO DE MINAS

conta aí!

quinta-feira, 14 de maio de 2009

www.raggadrops.com.br

Extra! Extra! Pato Fu O Pato Fu acaba de lançar o conteúdo de um DVD disponível pra download/ streaming em um site criado exclusivamente pra isso. Um presente, na faixa, para os fãs. E só acessar o site e baixar os vídeos. A galera agradece, né? São mais de 150 minutos de material em alta qualidade. Inclui cenas que rolaram pelas turnês durante a produção de um álbum, viagens além-mar e projetos especiais. Tudo filmado entre 2007 e 2008. REPRODUÇÃO

Vai lá: patofu.com.br/extra

“Estava tendo relações com uma menina, mas não foi bem um sexo com penetração. Estava sem camisinha e, na hora que ejaculei, caiu na vagina dela. Ela menstruou depois. Será que tem risco de gravidez?” Uma coisa que pode ser feita pra evitar a gravidez é o uso da anticoncepção de emergência logo depois de uma relação sexual desprotegida. Essa pílula pode ser tomada até cinco dias depois da relação, mas, quanto mais demorar pra tomar, menor será o efeito do medicamento. O ideal é sempre usar preservativo pra evitar qualquer tipo de problema. É importante saber que dia foi a relação pra fazer o cálculo em relação ao período fértil da garota. Esse período depende de pessoa pra pessoa. Se ela estava no período fértil e você ejaculou próximo à vagina, existe sim a possibilidade de gravidez. Dúvidas sobre sexo? Pergunta pra gente no raggadrops@hotmail.com. A coluna é respondida pela psicóloga Claudia Marques. Ela tem especialização em sexualidade humana e sexologia clínica.

solta estas no intervalo! Um idoso planeja sua fuga do hospício. — Vou passar por cima do portão através de uma escada que encontrei no pátio. No dia seguinte, o idoso ainda está lá e o amigo pergunta: — Você não ia fugir? — Ia, mas o portão estava aberto, estragou meu plano.

A dona de casa no açougue. — Quanto está o quilo da carne de segunda? — R$ 8,90. — Que roubo! O senhor não tem coração? — Tenho sim. Custa R$ 7,50.

Dica de profissional

VEST Rotina saudável = aprendizagem eficiente = sucesso no vestibular por Flávia Barros Fialho Psicóloga do Colégio Santo Antônio Os vestibulandos desenvolvem a crença de que o vestibular demanda tão somente estudo, estudo e mais estudo. Esse é o primeiro e grande engano que inúmeros jovens, pais e professores cometem. É inegável que ele demanda tempo, investimento pessoal e muito estudo diário. No entanto, se o vestibulando não estabelecer uma rotina que assegure a ele uma alimentação saudável, sono de qualidade, prática de atividade física regular, tempo para o lazer e o descanso, certamente, não vai assegurar uma aprendizagem realmente eficiente. Cabe lembrar que ter rotina não é o mesmo que ter um conjunto de atividades. A realização desordenada ou a ausência de horários e regras para as atividades impede a implantação de uma rotina. Portanto, só haverá rotina mediante regras, princípios e horários determinados e seguidos, cotidianamente, de forma criteriosa. Planejar e organizar a semana é fundamental, pois gera no jovem o sentimento de segurança e controle das tarefas, o que é essencial para evitar o desenvolvimento de quadros de ansiedade, tão comuns no ano de preparação para o vestibular. Ao longo do ano de preparação para o vestibular, não deixe de organizar uma rotina saudável. Seja diariamente disciplinado, próativo e cultive uma atitude mental positiva. Se você fizer, dia a dia, o seu melhor, com certeza, estará bem preparado para os desafios do vestibular. Planejamento Atitude mental Qualidade do sono Lazer e descanso

AGENDA

Estudo diário Alimentação saudável Atividade física

Quer saber das melhores baladas de BH ps.com.br e interior de Minas? Acesse: raggadro


ESTADO DE MINAS

quinta-feira, 14 de maio de 2009

manda o seu!

você sabia? Vaca sagrada A vaca é um dos animais mais sagrados da Índia. Seu abate é proibido e textos sagrados relacionam o animal à fertilidade. A devoção parte de duas características sempre presentes: humildade e docilidade. Bom, apesar de ser difícil ver uma vaca supergentil por aí, é sempre bom respeitar a cultura alheia.

Paloma Oliveto Paloma Oliveto é jornalista do Correio Braziliense, jornal produzido em Brasília. Paloma dá várias dicas bacanas pra quem tem interesse em ingressar, em breve, em uma universidade. Além de sites e dicas, ela divulga pra galera as últimas novidades do “mundo-vestibular”. Não custa nada dar uma acompanhada no blog dela pra saber das últimas novidades. Vai que você está por fora de algum acontecimento importante que pode ser superdecisivo?

dzai.com.br/ palomaoliveto/ blog/blogdapaloma

Filmes de macho

Manifeste seu mundo. Publique um blog, notícia, vídeo, foto ou podcast no Dzaí. A gente está de olho lá, e quem sabe seu conteúdo não vem parar no jornal?

Tudo tem sua hora. Inclusive no cinema. Muita gente adora ver longos filmes românticos, quase morrer de tanto chorar e sair da sala parecendo que tirou um peso de um piano das costas. Mas também tem as horas de ver outros tipos de filmes, daqueles “de macho” mesmo, cheios de porrada, correria e muita luta. Confira aí a seleção feita pelo site papodehomem.com.br.

Pelo leitor Ja 26 anos, de iro Augusto, Caetanópoli s

m tem uma in comunidade bé dicação? U no Orkut, enfim isso, basta m ... o que vocêmaclivro, um filme, um site, an um har que o resto com a sua indi dar uma foto, seu nom do mundo praecbanda no Myspace, uma e, ci de e id cação. Tá espera isa co ecer. In ade pra raggad ndo o quê? Mda dique! Pra rops@hotmainh anda o seu! l.com, obviam ente,

FOTOS: ARQUIVO PESSOAL E SEXTA NTE/DIVULGAÇÃ O

Olá, galera do R to, que criou agga Drops! Aqui é o Jairo Auguso tópico de ci de do Ragga Drops no Ork nema na comunidaut. Desde já demais pela agra pu uma edição p blicação da minha indicaç deço assada. Valeu ão em mesmo e obri Minha indicaç g adão. ão mônios, de D desta vez é o livro Anjo an Brown, q s e desimbologia, an ue conta a aventura de tes dos acon p R ri o meira b er t Langdon, u tecimentos d m professor O livro é fasc o fa m o so de livro O Códig in o da Vinci. dando os seg ante. A cada página vam redos da Cid o s d es venade do Vatic bert Langdon ano – encontrar um e uma bela cientista – com Roa q a Cidade do arma capaz de apagar do ue devem Vaticano e im mapa toda p tes do prazo final. Simplesm edir a sua detonação anestá chegand en o em breve ao te sensacional! O filme s cinemas. Mais assunto s sobre o film e e outras es tas, confiram trei o Ragga no Ork tópico de cinema na com as previsut. Valeu!!! U u m abraço a to nidade da dos. E você? Tam

NOTINHA Bikini Contest De amanhã até domingo, a Lagoa dos Ingleses vai receber a etapa do Ragga Wake World Series. Ainda vai rolar por lá o Bikini Contest, uma competição com várias gatas de biquíni, dando um rolê na passarela. A mais simpática, bonita e carismática leva o prêmio. Quem estiver a fim de conferir o campeonato pode saber tudo em:

www.raggawake.com.br

BIKINI CONTEST/DIVULGAÇÃO

Anjos e dem ônios

2. Wolverine, o filme 3. Triplo X 4. Striptease 5. Rocky

6. Conta comigo 7. Stallone Cobra 8. Velozes e furiosos 9. Braddock 10. Kill Bill

JAMES FISHE/REUTERS

Livro

1. 007


ESTADO DE MINAS

quinta-feira, 14 de maio de 2009

www.raggadrops.com.br

PRONTOS PRA

LABUTA

POR Bruno Mateus

Banda paulistana, agora em uma grande gravadora, lança CD sem medo dos novos desafios mado produtor que consolidou o CPM22 no cenário nacional e alavancou nomes como NX Zero e Hateen. “Com certeza, um dos melhores CDs das nossas vidas”, afirma. Mas a segurança da banda em relação à própria música não garantiu que eles ficassem imunes às críticas. “Rolou, até por parte de fãs, que nos chamaram de traidores do movimento. Mas temos que mudar, crescer na vida. No underground, chega uma hora que não se tem pra onde ir”, diz. A relação com os críticos também é vista com tranquilidade: “A gente tem que saber lidar, é a opinião do cara (crítico). Estamos preparados pra ouvir os outros”. Com influências de Slipknot, Linkin Park, Pantera, Sepultura e Guns n´Roses, o Gloria é “uma banda de rock pesado”, segundo o vocalista. Mas nem por isso ele se prende a só um estilo musical. “Escuto de tudo. Música romântica, bossa nova. Adoro Tom Jobim, 24 horas eu vivo música”, revela. A família de Mi e os amigos também têm papel importante em sua formação musical. “Meus pais escutaram muito rock, coisas antigas. Dos amigos, peguei as coisas mais atuais.” Para o vocalista, o incentivo da família é fundamental. “Minha

mãe sempre me apoiou. Meu pai, no começo, fazia cara ruim, mas hoje ele gosta. O apoio deles é o que mais importa”, afirma. Os rótulos, que são tão comuns no universo pop, dados pela imprensa especializada e até mesmo por fãs, não o incomodam. “Pode falar que é emo, que é indie ou rock. Nunca liguei”, desdenha dos recorrentes gêneros que são colocados aos artistas. Mi, no entanto, faz uma ressalva quando o assunto é o polêmico estilo emocore: “O brasileiro tem uma visão errada sobre o emo. Até pagodeiro fala, critica. O emo morreu há muito tempo”. Sobre o nome da banda, se alguém estiver pensando que é para uma antiga namorada de algum dos integrantes ou uma homenagem à banda The Doors, que tem a música Gloria entre seus sucessos, está no caminho errado. Mi desvenda o mistério: “Sempre fui fã da banda norte-americana Mineral. É uma música deles”. Se você está curioso e ansioso quanto à chegada do Gloria a solo belo-horizontino, Mi, enquanto elogia a galera, também deixa os fãs na ansiedade: “Nada confirmado, mas espero que seja logo, pois adoramos o público de BH”.

LURINGA/GEE ROCHA/DIVULGAÇÃO

TIM CHONG/REUTERS

Tudo começou em 2002, quando o Gloria (isso, sem acento mesmo), com dois CDs independentes na bagagem, era um dos destaques da cena paulistana e os caras iam para as lojas da Galeria do Rock com os discos debaixo do braço. De lá pra cá, muita coisa mudou: desde os integrantes do grupo até o lançamento do novo CD e a assinatura de um contrato com uma grande gravadora, a Arsenal Music. A banda passou por várias formações para chegar à atual. Maurício Vieira, o Mi, vocalista, e o baixista João Bonafé estão desde o início. O baterista Fil e os guitarristas Elliot e Peres completam o time. Entrar para o mainstream não foi motivo de drama para o grupo, garante o vocalista Mi. “É um Gloria de cara nova, mais maduro. A responsabilidade, com certeza, é maior. É uma chance única.” Novos caminhos não o assustam. “Vamos ensaiar legal pra ter um show bacana. A gente não leva a música ‘nas coxas’”, brinca. O quinteto quer coroar essa nova fase com o lançamento do CD homônimo, com 14 faixas, 13 delas inéditas. A música de trabalho é Minha paz, que já tem até clipe na MTV. O álbum, lançado em abril, foi produzido por Rick Bonadio, reno-

agência de expedienteragga comunicação integrada (31) 3225-4400

raggadrops@hotmail.com

DIRETOR GERAL Lucas Fonda DIRETOR DE MARKETING E PROJETOS ESPECIAIS Bruno Dib DIRETOR FINANCEIRO J. Antônio Toledo Pinto EDITORA Thaís Pacheco SUBEDITORA Sabrina Abreu REPÓRTER Bruno Mateus DESIGNERS Anne Pattrice, Marina Teixeira e Maytê Lepesqueur ILUSTRADOR Matheus Dias ESTAGIÁRIOS DE REDAÇÃO Bernardo Biagioni e Daniel Ottoni FOTÓGRAFOS Bruno Senna e Carlos Hauck COLABORADORES Lucas Machado

Ragga Drops #64  

Etapa do mundial de wakeboard chega ao Brasil, em Minas.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you