Issuu on Google+

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

MSN raggadrops@hotmail.com

Profissões Cinema

Página 3

Eu leitor O que nossos leitores andam produzindo

Página 8

Sexo Não há pergunta que não possa ser feita

Página 12

Jota Quest

CARLOS HAUCK/ESP. EM

E a pergunta que não quer calar: ¿Dónde está la plata? Páginas 6 e 7


ESTADO DE MINAS

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

www.raggadrops.com.br

GADGETS Gravando ligações

(por orkut) Lucas Ebaaaaaaaaaaa Saí em uma edição. A Ragga promete, a Ragga cumpre. Ebaaaaa... Amei. Rsrsrssr O pessoal da minha cidade, no Vale do Jequitinhonha, que não vejo há muito, todos me ligando e comentando. Abraços Resposta: Aê Lucas! Manda mais foto que sai mais, oras... Hehehe.Valeu! PROFISSÕES (por orkut) Matheus Fraga ^^ Oi, tudo bem? Aqui, queria pedir um favorzinho se não for muito incômodo... Hehehee Queria saber mais sobre a profissão de cineasta Brigadão. Até mais... Resposta: Matheus, a página 3 é toda sua. Valeu!!!

www.raggadrops.com.br MANDA O SEU:

raggadrops@hotmail.com agência de expedienteragga comunicação integrada (31) 3225-4400

DIRETOR GERAL Lucas Fonda DIRETOR DE MARKETING E PROJETOS ESPECIAIS Bruno Dib DIRETOR FINANCEIRO J. Antônio Toledo Pinto EDITORA Thaís Pacheco SUBEDITORA Sabrina Abreu DESIGNERS Maíra Miranda Filogônio,

Marina Teixeira e Maytê Lepesqueur ILUSTRADOR Rafael Quick ESTAGIÁRIOS DE REDAÇÃO Bernardo Biagioni e Daniel Ottoni FOTÓGRAFOS Bruno Senna e Carlos Hauck COLABORADORES Lucas Machado, Guilherme Torres e Sebah Rinaldi

Se você não tem um celular, smartphone ou Pocket PC com sistema operacional Windows Móbile, pode parar de ler aqui. Se tem, vá agora fazer o download do Vito Audio Notes, um aplicativo que faz com que seu celular grave áudio, tanto de ligações, quanto de voz. E o melhor: já pode ser em formato MP3. Ou WAV. A tecnologia do programinha faz com que a gravação filtre ruídos externos, o que deixa tudo mais limpo. Também rola de mandar o arquivo por e-mail ou mensagem. Pra baixar é preciso pagar U$ 6. vitotechnology.com

DIVULGAÇÃO

QUEM É DROPS POR E-MAIL (por orkut) Babi Oi, Vim pra poder falar que a Galera tá de parabéns! A melhor parte do EM, Ragga Drops, é nota 1.000. Muito “Mara’’ mesmo. Parabéns, está perfect! Qualquer dia mando uma outra fotinha aí. BeeijooO!** Resposta: Valeu Babi! Demorou pra mandar mais fotos, né? Bjs!

Divã

Ragga Drops

Odeio festa de fim de ano Para ouvir enquanto lê: Last Christmas, versão do Coldplay Embora muita gente espere – e muito – pelas festas de fim de ano, tem gente que não gosta. Natal e réveillon é hora de reunir a família, às vezes viajar, trocar presentes, ouvir música, orar... Cada um com suas tradições. Os motivos que fazem algumas pessoas amar essa época são os mesmos que fazem outros não curtirem nem um pouco. Mas, vamos combinar: a gente não tem muita opção. Temos que acompanhar a galera. A parte boa é que, daqui um tempo, quando você for suficientemente independente, poderá optar por não ir a esses eventos. Mas, acredite, você vai querer. E se, por enquanto, você é uma pessoa tão introspectiva a ponto de não curtir esses eventos, é sua chance de fazer algo que pessoas pouco sociáveis gostam muito: analisar os outros. Não quer ir à festa por causa do tio bêbado? Então fique observado bem ele e crie um personagem. Depois, dá pra criar uma história maravilhosa com isso e publicar no seu blog, por exemplo. Aliás, geralmente, a casa que recebe a família inteira tem outros atrativos, como uma TV, um computador ou um cachorro. Não precisa ficar o tempo todo no ambiente que o incomoda. Mas é bom fazer uma força. A família, mesmo com eventuais brigas e chateações, provavelmente, serão as pessoas que estarão ao nosso lado quando precisarmos. Então, não custa fazer uma forcinha. Além disso, vamos combinar, o rango sempre é bom... Imagine você, que tem gente que, em dias tão especiais pra nossa cultura, não tem nem casa, nem comida, nem parentes... Só mais um detalhe: vale a pena ir, nem que seja pra agradar uma única pessoa, que é aquela que recebe a família. Alguém que oferece a casa, libera a bagunça, arruma a mesa e ajuda em tudo, só

pelo prazer de ver todo mundo junto, confraternizando e, pelo menos uma vez por ano, trocando um pouco de amor e carinho. ATENÇÃO: O divã do Ragga Drops não é respondido por nenhum profissional da área! Isso aqui é um papo de amigos. Se conselho fosse bom, a gente vendia... Mas aqui a gente dá mesmo. Quer um? Manda a pergunta – raggadrops@hotmail.com.


Cineasta Trabalhar por trás das câmeras

Uma das tribos que tem mais adeptos e mais cresce todos os anos é a dos cinéfilos, os apaixonados por cinema. Na maioria das vezes, eles são incentivados desde pequenos pelos pais e, com o tempo, se acostumam tanto a ver filmes, seriados e curtas que aquilo se torna um hábito de vida. Mas uma coisa é gostar e outra é estudar cinema. Em Belo Horizonte, a única universidade que disponibiliza o curso é a UNA. A primeira turma está se formando agora, depois de quatro anos de muita labuta. As próximas turmas serão um pouco privilegiadas, já que a duração do curso vai cair pra três anos e meio. Mas nem por isso será mais fácil se tornar um cineasta, nome que se dá ao profissional formado na área: “O curso de cinema é muito difícil, laborioso. Todos os processos técnicos são bastante precisos e complexos, cheios de detalhes”, conta o coordenador do curso de cinema da UNA, Júlio Pessoa. Na maioria dos casos, a pessoa que opta pelo curso de cinema já tem uma história com a arte. Ou sempre gostou de cinema, ou vê filmes desde sempre, ou teve oportunidade de trabalhar com alguma área diretamente relacionada ao curso. Pra quem já tem ou teve vivência no meio, fica mais fácil. Muitos já chegam com alguma experiência. Mas qualquer um que se interesse de verdade e queira aprender, pode ficar tranqüilo, mesmo que nunca tenha trabalhado no ramo. “Não existe uma exigência prévia, mas se a pessoa já passou por uma experiência na área, é melhor. Quem assiste e gosta de filmes tem uma melhor formação pessoal e isso ajuda muito. Mas qualquer um que queira fazer o curso é bem-vindo. E aprenderá bastante sobre as diversas áreas do cinema”, relata o coordenador. Um dos aspectos mais enfatizados por Júlio é a necessidade de a pessoa estar ciente das dificuldades que vai encontrar: “Fazer cinema leva tempo e é necessário empenho. O curso é árduo e os alunos trabalham muito. Mas, com o tempo, eles vão se apaixonando e se envolvendo. Esse envolvimento é essencial pra que tudo seja feito com prazer, apesar das dificuldades que existem.” Fazer um filme, não é tarefa fácil. É necessário um planejamento prévio e adequado, além da contratação de uma equipe competente que envolve fotógrafos, editores, assistentes, diretor, maquiador, figurinista, cenógrafo etc. Muitas vezes, um planejamento leva alguns meses e se passam dias ou semanas filmando todas as cenas. Pra editar (selecionar as melhores partes que vão entrar no filme) esse período se multiplica por 10 ou 20. Tudo o que foi gravado deve ser visto e revisto, analisado e discutido antes de se definir se vai ou não para o ar. As várias horas de gravação vão se transformar em apenas alguns segundos de vídeo. Realmente, é necessária uma baita vontade pra coisa. “Mas tudo vale e muito a pena”, comemora o coordenador. O curso da UNA oferece um tripé de conhecimento. Primeiro, a parte técnica, como a montagem de um roteiro, passando pelo som, cenografia, figurino e fotografia. Em seguida, entra a parte filosófica, em que o aluno tem um contato direto com a área humanística e de reflexão da profissão. Finalizando, as teorias, como as do som e da imagem. “Apesar desse tripé, as matérias são

intercaladas e a idéia do curso é ofertar ao aluno um percurso em todas as possibilidades existentes. Tudo é muito importante e uma coisa tem ligação direta com todas as outras”, relata Júlio, ao explicar que não existe uma especialização na formação do aluno. Ele sai apto pra todas as cadeiras da área cinematográfica. Vale lembrar que todo o conteúdo é relacionado à parte de trás da câmera, ou seja, o curso não forma atores. No decorrer das aulas, o aluno pode optar por uma especialização em edição ou fotografia. Normalmente, depois da graduação o aluno é contratado como assistente e, aos poucos, vai ganhando experiência e crescendo na profissão. “É muito difícil se formar e ser contratado como diretor”, exemplifica Pessoa. Na turma que está se formando agora, mais da metade já trabalha na área, um sinal positivo da absorção do mercado. Segundo Júlio, a área de cinema é uma das que mais cresce nos dias de hoje: “Existem várias produtoras espalhadas. Além disso, não é tão difícil montar a sua própria, ainda mais com o suporte que a tecnologia oferece atualmente. É um investimento teoricamente barato e em constante mutação”. Pra se destacar no mercado, uma das características que o no profissional deve ter é a forma de se utilizar a reflexão da teoria ensinada na sala de aula. “Quando alguém vê um filme, o interessante é que aquilo não acaba na saída do cinema. A pessoa volta pra casa com o filme na cabeça e aquilo realmente deixa uma marca importante. Esta reflexão faz toda a diferença”, direciona Júlio. Pra quem tem interesse em atuar na área, todo o esforço vale a pena. Além do fato de, quando perguntado por alguém sobre o que faz na vida, responder com todo o estilo: “Sou cineasta” é coisa fina, pra poucos.

VESTIBULAR

Daniel Ottoni

QUANTO GANHA

POR

manda o seu!

Em BH, a UNA é a única universidade que oferece o curso de cinema. Mas, pela primeira vez, em 2009, a UFMG terá em seu vestibular a opção pelo curso de cinema de animação. Os aspirantes a diretores e cineastas já podem comemorar a existência de um curso gratuito.

Normalmente um profissional da área de cinema é contratado como free lancer, pra fazer um trabalho durante determinado período. Não existe, em Minas Gerais, uma tabela pra cada área de atuação, como fotógrafo, diretor ou assistente. Mas os valores praticados no Rio de Janeiro e São Paulo servem como base de remuneração. Mesmo assim, a negociação sempre está presente no momento de contratação de serviços.

Quero ser um cineasta? Gostaria de fazer o curso de cinema porque...

TESTE

PROFISSÕES

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

a) Aquela cadeirinha de diretor é superstyle e sempre tive vontade de ficar nela, só dando ordens pra galera. b) Sempre fui apaixonado pela sétima arte, desde criança. Ter a oportunidade de me formar, me dedicar pra saber mais sobre a área e trabalhar com isso seria um sonho. c) O mundo está cheio de diretores que não fazem quase nada e ganham milhões por ano. Se eles podem, por que eu não? Acho que posso me dar bem como cineasta porque...

a) Meu pai tem uma boa grana e seria superfácil montar uma produtora e botar a turma pra ralar. b) Vou ganhar um câmera de vídeo de última geração no Natal. Apesar de não saber nada sobre câmeras, pretendo fazer uns filminhos caseiros bem legais. c) Gostaria de saber mais sobre as técnicas de edição e montagem de roteiros. Já li muito sobre isso, mas ter a oportunidade de praticar seria o máximo. A minha maior vontade durante a faculdade é...

a) Tentar aprender o máximo e descolar um estágio bem bacana na área pra aprender ainda mais. Quem sabe depois não abro uma produtora? b) Tirar a maior onda com a turma, já que meu tio produziu a propaganda superfamosa das Pipocas Guri. c) Colar num colega que saca tudo de cinema e, com ele, tentar abrir uma produtora. Ele comanda tudo e eu só finjo que trabalho na área. Malandro é o gato! Se marcou b/c/a, você tem futuro.

ESTADO DE MINAS


ESTADO DE MINAS

conta aí!

www.raggadrops.com.br

LEONARDO FERNANDES/DIVULGAÇÃO

agenda agenda

Faça sua parte! Hoje é o último dia pra quem quiser apadrinhar as correspondências das crianças carentes do Brasil. Já viu como funciona? Você pega uma cartinha, anota o pedido, faz a compra e coloca nos Correios. O presente chega na casa da molecada bem no dia do Natal. Já imaginou a emoção? Então se liga e acesse agora o site correios.com.br e descubra qual agência da sua cidade está cole- Visita dos atletas da Seleção Brasileira de Natação à do Papai Noel dos Correios, em BH. O nadador tando as doações. É fácil e muito rápido. Vamos Casa Thiago Pereira apadrinhou algumas cartinhas. celebrar um Natal melhor este ano!

Personagens à solta

DIVULGAÇÃO

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Tem alguma coisa muito estranha acontecendo em Belo Horizonte. Outro dia, no Mercado Central, Darth Vader estava comprando azeitonas. Depois, ouvimos notícias de que Marylin Monroe estava brindando em um pub e que a Mulher Gato foi vista pegando um metrô na Praça da Estação, enquanto Charles Chaplin fazia uma caminhada na Savassi. Não, a gente não está pirando. Essa galera está, sim, andando por Belo Horizonte. Muita gente já viu, mas ninguém sabe por quê... Conseguimos encontrar um cinegrafista amador que fez algumas imagens e liberou os vídeos pra gente. Quer ver? Acessa aí: dzai.com.br/raggadrops

Pequeno príncipe repagina o layout Por Sebah Rinaldi

Um clássico da literatura há mais de 60 anos, O pequeno príncipe vai passar por uma troca de figurino. Sabe aquele menino trajando uma capa verde, gravata borboleta, com cabelos loiros bagunçados e uma bota roxa? Pois então, deram F5 no visual dele, que agora passa a ter olhos esbugalhados, uma cabeça maior (referência ao mangá), todo vestido de verde e com cachecol. Quem está à frente dessa mudança é o desenhista francês Joann Star, também autor de O gato de rabino. E não é só isso: a história do pequeno garoto passa a ser contada em forma de HQ. Depois de mais de 80 milhões de exemplares vendidos e edições traduzidas para as mais diversas línguas, a obra do francês Antoine de Saint-Exupéry passa pela primeira alteração na forma. No Brasil, o novo pequeno príncipe já chegou pela Editora Agir. Quer saber mais ou palpitar? Acesse babyboombh.blogspot.com e converse com a galera.

POR

Gui Torres

raggadrops@hotmail.com BH MUSIC STATION Última semana pra conferir BH Music Station, projeto que, neste mês, fez sucesso na capital e inovou a noite da galera com uma opção diferente. Fechando com chave de ouro, no sábado se apresentam Marina Machado, Erika Machado, Ana Cañas, o grupo Jack Tequila, além de Móveis Coloniais de Acaju. O evento já levou quase 10 mil pessoas ao metrô da cidade nesta edição. Os shows rolam a partir da meia-noite, os ingressos custam R$ 30 (meia), a entrada é obrigatória pela Estação Central e a classificação é 18 anos. bhmusicstation.com.br Praça da Estação – Centro

Esquema Light CIRCUITO BH DJ SESSIONS Até dia 31, BH recebe o Circuito BH DJ Sessions unindo música de qualidade, comida de primeira e diversão. O projeto promete dar um up nos bares da cidade na temporada do verão e rola em nove bares participantes. Hoje, quem recebe o projeto é o Artesanato do Japa, com o DJ Erich Monteiro trazendo o melhor do lounge e do deep house, e o Dj convidado, Nomira. As apresentações rolam entre 18h e 21h, o couvert varia entre R$ 1 e R$ 5 e a censura é livre. Pra saber onde mais o projeto passará acesse o blog. circuitobhdjsessions.blogspot.com Artesanato do Japa Rodovia MG 30, 16 – Seis Pistas Informações: (31) 3286-2825

Itabirito - LIBRE CANTARE O coral juvenil da Academia Libre Cantare, formado por 35 jovens de Itabirito, entre 13 e 19 anos, lança seu primeiro CD na segunda-feira. O disco tem o patrocínio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Itabirito e tem seis faixas, entre músicas eruditas e populares. As músicas foram escolhidas pelo público, na turnê que o coral fez no primeiro semestre deste ano pelas cidades da Estrada Real. O evento rola às 20h30, no instituto Santo Antônio de Pádua. Os ingressos custam R$ 8 individual, ou R$ 15 um pacote com dois ingressos mais o CD. librecantare.mus.br Instituto Santo Antônio de Pádua Avenida Queiroz Júnior, 1.287 Informações: (31) 3561-0044 e 8811-0044 Lagoa Santa - MANITU Sábado, o Manitu chega a Lagoa Santa, com novo show. No repertório, cinco músicas novas do próximo CD, De tempos em tempos, incluindo a nova música Indiferente. Além dela, músicas que consagraram o Manitu não ficarão de fora, entre elas Estória, Fico a te esperar, Dez segundos, Enloucresça, Paz, a releitura de Bizarre love triangle, do New Order. O show rola no Albergue, a partir das 22h, os ingressos custam R$ 20 e a classificação é 18 anos. Menores entram acompanhados por responsáveis. manitu.com.br Albergue Lagoa Santa Rua Morro do Cruzeiro, 1.468 – Bairro Morro do Cruzeiro Informações: (31) 3681-3900


Nã o

eito, p o e n ção. n o a c sili oaspir ida, o lip a v uito: m h n iz n udar ástica. r te o ence i est rgiã pl ã n v colh ciru ra es ser a P u vo

aí. z d ou g e ão h t C l a t por m que U o t i u je você. e s do or p o t é fei

l porta o r i e prim stra o é e mo Dzaí u q as ativo As músic r o b e cola mundo. as qu s d a l a b show u s s a o , , r o se i ta time. a de i u ê gos r c e a t o s s v go do que ai ou ícias t v o ê n c vo , as o dade i c nteúd o a c u , s o d da erosa t l Além A TV , o da v i Drops s u a l g c g x a e Minas , a, R e d Ragg o ue tad , cliq ui, Es e q s A s l e Ac da um jorna ani. Cam r a u o.undo. G mo udedm te o i d a ifeste soesue. u e Rá de, ponhM an todo aí. z mu e t i s é no D o , l a Afin


ESTADO DE MINAS

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

www.raggadrops.com.br

Jota Quest:

Quanto vale o show

Rogério Flausino, PJ, Paulinho e Marco Túlio. Não, você não está louco. Faltou o tecladista Márcio Buzelin, que estava cuidando da filhinha

São mais de 15 anos de carreira e seis discos lançados, um a cada dois anos. Desta vez, a banda rompeu o padrão e fez um intervalo de três anos antes de lançar o sétimo trabalho, La plata. O motivo foi valioso: esperar a construção do próprio estúdio. Grana, novo ambiente de criação e novas bandas foram a pauta da conversa entre o Jota Quest e o Ragga Drops, que rolou no Minério de Ferro, estúdio próprio, que eles chamam de “nossa casa”. Plagiando uma frase da música de trabalho, digam: Grana fácil ou grana curta? PJ - Não existe grana fácil. Só se for por meios ilícitos. Aliás, acho que é a principal coisa do título deste CD: criticar o dinheiro. Não que seja ruim ganhá-lo, mas sim, o dinheiro ser fácil, mesquinho, mal empregado, especulado. E, além de tudo, colocá-lo como meio pras coisas e esquecer os valores pessoais. Marco Túlio - Essa letra foi o Rogério que escreveu, então, a interpretação é livre. Mas quando você coloca “Quanto vale?” quer dizer muito mais do que “Quanto custa?”. O que vale? Por que disso? Então, vejo La plata como um deboche do jeito Jota Quest, com irreverência, um toque de humor e até aquela latinidade da música. É uma crítica ao nosso momento, uma situação de valores que levam a uma série de coisas, inclusive esse caos financeiro. As moedinhas, as pratinhas não simbolizam dinheiro e, sim, a nossa loucura diante de tudo isso.

Quanto vale o show do Jota Quest? Marco Túlio - Quem vai dizer isso é o público que vai assistir: “Vale a minha noite?” “Ficar duas, três horas em pé?” A gente vai começar a sentir isso agora. Quanto tempo demorou pra produzir o disco? Rogério Flausino - A gente fez ele todinho em sete meses. A produção inteira, até a finalização e mixagem, que é uma coisa que a gente não conseguia antes. Tudo aqui no nosso estúdio, Minério de ferro. Mas começamos no ano passado. O PJ faz muita coisa na casa dele, a gente estava na casa do Márcio em uma outra frente de trabalho, o Paulinho fez as coisas dele aqui... Mas de Minério de Ferro mesmo, foi do começo de março até agora, quando entregamos o disco pra gravadora.

Ele deu uma atrasada, não? Rogério Flausino - De dois em dois anos, a gente sempre lançou um disco. Não que isso tenha que ser assim, mas coincidentemente sempre foi. A gente até tentou começar no estúdio antigo, mas achamos que não estava rolando o clima e a concentração, então, decidimos partir pra casa própria. A gente já namora há tanto tempo, então, resolvemos morar juntos e viemos pra casa que é esse estúdio. Isso demora muito. A construção do estúdio atrasou e deu uma diferençazinha de um ano. É uma situação normal e acho que valeu a pena. Foi bom fazer aqui e poder comparar o som. A galera que manja de som anda dizendo

que o Minério de Ferro é o melhor estúdio que Belo Horizonte já teve... Paulinho - Esse estúdio é um sonho nosso que demorou a concretizar. Viemos montando aos poucos. A gente tinha um com um porte menor e conseguimos dar um upgrade, construindo toda a estrutura do zero. Agora, temos uma sala bem legal que dá condições da banda tocar um ao vivo inteiro, separado em vários ambientes, um equipamento de primeira linha mesmo. E se eu tiver uma banda e quiser gravar aqui? Paulinho - Agora que a gente terminou o nosso, né? Vamos formatar o que realmente vamos fazer com ele comercialmente. Mas vejo como um estúdio voltado pra projetos mesmo. Não aquele tipo que o cara vem e grava uma horinha ou uma música só. Serão coisas que a gente tem uma certa empatia. Afinal de contas, é a nossa casa, né? Queremos participar de tudo. Essa parte mais comercial, não sei, Marco Túlio, o que você pensa? Marco Túlio - ¿Dónde está la plata? Rs Rogério Flausino - Rs. Mas, por exemplo, a gente está trabalhando com o Rubinho de Souza, que é um produtor legal, produz muita gente bacana e acabamos conhecendo. Tem muita gente que sai de outros lugares pra vir gravar com ele em BH e a gente conhece. É o que o Paulinho falou de rolar uma empatia, até pra ser uma coisa séria e não projetos muito efêmeros. A gente também está na guerra pelas bandas novas, projetos alternativos, pra poder facilitar as coisas. Também


FOTOS: CARLOS HAUCK/ESP. EM

manda o seu!

Jota Quest + Ragga Drops = Dzaí A entrevista com o Jota Quest não pára por aí. Ou você acha que a gente só falou de música? Então acesse raggadrops.com.br e confira o conteúdo que colocamos no ar, via Dzaí. O papo falava de fãs, situações inusitadas entre a banda e jornalistas, paranóias, histórias da adolescência e o clipe. Só tem coisa engraçada. Vale o clique.

A mesa de som do Minério de Ferro. Só pra você ter idéia de quanto o negócio é profissa.

w?

Show domingo!

Por Thaís Pacheco

tivemos dificuldade de juntar todo dinheiro que tinha pra gravar demo, sabemos dessa luta. A gente quer acompanhar, não só dizer “me dá a grana aí”. É disso que estamos falando no disco. Essa é a nossa casa, pra gente fazer nossas coisas e ver bons projetos realizados. E quais são essas bandas novas que vocês acreditam agora? Rogério Flausino - O Gleison Túlio, Glauco Nastácia e o Danilo, do Falcatrua, montaram o Power Trio. Meu Deus do céu! O que é aqueles caras tocando? O negócio é de outro planeta. Marco Túlio - Como a gente não tem praia e surfe, BH é uma cidade cheia de madeira, a galera não tem tantas opções. Então, toda hora tem uma molecada fazendo um som. Temos vários bares pra ter um cara tocando um violão, uma bandinha, então, não é à toa que tem essa turma fazendo barulho. E, agora, tem o Minério de Ferro pra abrigar todas essas vertentes. Paulinho - Uma coisa legal é que essa região onde o estúdio está, no Belvedere, é um lugar que era meu sonho gravar, no estúdio do JG, onde gravavam todos os discos da Cogumelo, de heavy metal. Agora, a gente está aqui do lado, com nosso estúdio, tantos anos depois. Voltando um pouco ao disco, como é a filosofia la plata? Tem a ver com a atual crise? Marco Túlio - La plata não é uma crítica a uma crise financeira. É uma maneira do Jota Quest expor um questionamento, uma maneira de ver certas coisas das quais a gente faz parte também, de um mundo maluco em busca de uma coisa

que a gente nem sabe o que é. Essa crise é algo que vem muito em torno dessa loucura do ser humano pelo dinheiro, é uma mistura de carência, loucura e uma corrida sem linha de chegada. É um questionamento, mas da nossa maneira. Rogério Flausino - Se a gente tivesse se programado muito, moldado, se já tivesse definido um tema, seria legal contar. Mas não foi assim. Na verdade, a gente se reuniu e tínhamos mais de 45 demos e muitas idéias. Ficamos meses em cima de tudo isso, filtrando o que cada um mais gostava. A gente sabia que, no final, ia decantar e o que ficasse mais legal ficaria. Assim como outras coisas se perderiam no caminho. Esse é o processo natural. A gente tem que pensar o que colocar ali pra carregar o resto da vida. O tema la plata é universal e pra sempre. Até a forma como a música foi feita demonstra essa espontaneidade. Como? Rogério Flausino - Saiu de uma grande brincadeira. Cada um trouxe uma batida, todo mundo achou legal e estava meio mexicano. Aí, fiquei pensando qual letra ficaria boa. Era uma que já tinha escrito há uns quatro anos. Porque tinha assistido um filme chamado La plata, que tinha uma coisa de jogatina, e pensei que o tema era legal. Escrevi a letra e ficou lá guardado. Aí, foram colocando detalhes e acabou sendo uma música feita a 10 mãos, que tem funk, rock, é pra cima, tem um tema, aponta pra algum lugar. Isso é Jota Quest, é brasileiro, América Latina, é mundial... Nada foi programado. E arte é uma coisa que a gente não pode ficar tentando moldar, pra não tirar a essência.

Você leu na entrevista. Marco Túlio mandou avisar que quem decide quanto vale o show do Jota Quest é o público. Portanto, se quer dar seu lance, não perca o show dos caras que rola este domingo em Belo Horizonte, a partir das 19h30, no Chevrolet Hall. Os ingressos custam entre R$ 25 e R$ 80. Depende de qual lote você vai conseguir pegar. Vai até o quinto. Informações: (31) 2191-5700

La plata Além de ser o nome do novo disco, La plata é a primeira música de trabalho do novo CD. Acesse raggadrops.com.br, confira o clipe e se prepare pra cantar junto. A gente ajuda com a letra: Grana suja, grana justa, grana fácil, grana curta, grana pra você comprar ajuda Grana sexy, grana vídeo, grana moda, grana vício, grana pra você comprar destinos Pedágio, plágio, a grana do tráfico, suborno, conforto, a grana do jogo Grana pra você comprar o almoço Quanto vale o show? Quanto vale o amor? Quanto vale, então, fazer das tripas coração? Quanto vale o som? Quanto vale a dor? Quanto vale a culpa e um pouquinho de atenção?


ESTADO DE MINAS

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

www.raggadrops.com.br

MANDOU MANDOUBEM BEM Matt, leitor do Preta e Cléo Ragga Drops

POR Bernardo

Juntas, a cantora Preta Gil e a atriz Cléo Pires, conseguiram arrecadar R$ 10 mil pra ajudar as vítimas de Santa Catarina. Elas organizaram um bazar onde venderam roupas delas mesmas, do fotógrafo Fernando Torquatto e da mulher dele, Marina Morena.

O Aumenta o som desta semana está em festa. O vocalista do Blur, Damon Albarn, anunciou na semana passada a volta da banda em uma entrevista pra revista inglesa NME. O grupo se apresenta em julho de 2009 no Hyde Park, em Londres. Se você não sabe do que estamos falando, busque agora pela famosa música Song 2 na internet e relembre seus tempos de Fifa 98.

Por falar em Blur

Fenômeno

Outra que curte fazer um escândalo, agora resolveu que vai fazer um curso de chef de cozinha. Por que cargas d´água a herdeira de uma baita rede de hotéis chiques precisa aprender a cozinhar? E por que ela chama a imprensa pra dizer isso?

Quer se manifestar? Mande um e-mail pra

raggadrops@hotmail.com com seu nome completo, idade, cidade e, claro, o que você quer divulgar. Manda o seu!

Ronaldo (que já foi) fenomêno vive pagando mico fora do futebol e, agora, resolve causar no meio. O cara larga o futebol europeu pra entrar num time que acabou de sair da segunda divisão do futebol brasileiro? Será que era melhor ter se aposentado?

Parece que não foi só a gente que ficou empolgado com a volta de uma das maiores bandas de britpop de todos os tempos. Os integrantes do Kaiser Chiefs, responsáveis por um dos melhores shows do festival Planeta Terra, comunicaram que adorariam abrir o show do grupo de Damon Albarn. Quem mais deve aparecer?

Enquanto isso, em Seattle

O Pearl Jam anunciou que vai lançar no próximo ano quatro edições especiais para o clássico álbum Ten, de 1991. A galera vai poder escolher entre uma das seguintes opções extras: Um DVD acústico, de 1992; LP com o show Drop in the park, também de 92; faixas bônus ou uma cópia de uma antiga fita demo.

a arte, de Ressaquinh Du a in ist Cr ha ar M DE: s amigas pra todas as minha Essa mensagem é muitão, de paixão... Bandidas que amo r vocês, migas: Mary, Bruh, Não sei viver sem teidy, Tathy, Aninha. Lethy, Dih, Tamy, Le numa pingo d’água pra ir banem é at nó dá a id tra Band alquer coisa por ou balada! Enfrenta qu ta mais forte! Abaixar a cadida! Cai e se levan AIS! beça? NUNCA! JAM “bebezinhos”, se entedia Se diverte com os canta os bonitões, pega os com os bonzinhos,aixona pelos Bandidos. Semmais gatos e se ap ima vítima em mente... Tem pre tem uma próx Pega, mas não se apega... “memória seletiva”. , mas tem sempre um jogaNão pratica esporte passa despercebida. Adora dor ao lado. Nunca ca. Odeia as “inhas”. Boinhas, balada e beijo na bo has, certinhas, boaz in ac gr m se s, ha nitin has... perfeitinhas, chatin que é seu sonho de coném gu al e for, ela Tem sempr orar o tempo que sumo e pode dem í-lo”. Bandida não chora, consegue “consumde uma bandida é inimiga tem TPM. Inimiga ! Bandidas causam sempre! da quadrilha inteira de ser amiga! Bandida é sinônimo

ras do z, estudante de let DE: Natanael Dini io Unicerp, de Patrocín o nosso vocês divulgassem Olá, gostaria que e o início do ano estamos flog de letras. Desdternet. O endereço é: com o flogão na in nicerpletras

r/u www.flogao.com.b

LEITOR, ar no espaço EU Se puderem divulg. agradeço. Abraços Divinópolis ntos de Andrade, de Sa a ni gê Eu ia ar M DE: ndo. Amo este jornal tá arrasa Oi! Como sempre de paixão... de Baal. rem da banda Aldeia Agora, só falta fala ópolis, as letras são perfeitas e A banda é de Divin as músicas lindas! debaal.com.br Entre no site: aldeia fazendo sucesso!!! Divulguem, já está Bjos

FOTOS: MARIO ANZUONI/REUTERS, MAX NASH/AFP PHOTO E MARIO ANZUONI/REUTERS

Paris Hilton

Biagioni

Blur

MANDOU MAL MANDOU MAL

FOTOS: ROBERTO NEMANIS/SBT E FRED PROUSER/REUTERS

O cara criou um tópico na comunidade oficial do Drops no Orkut chamado “Lugar pra passar as férias”. Agora, só falta a galera participar. De lá deve sair uma matéria com altas dicas, aqui no caderno impresso. Valeu Matt!


ESTADO DE MINAS

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

manda o seu!

NO BH MUSIC STATION

Luisa Maciel (26) e) Enara Paiva (26 FOTOS: CARLOS HAUCK/ESP. EM

Andreas Kisser e Marina de la Riva

Felipe Canedo (20) e Henrique Duarte (21)

Diego Gonçalves (22), Rodrigo Gonçalves (19) e Lucas Mendes (18)

Galera

Rafael Poli (18) e Asley Oliveira (18)

Ana Paula Diniz (26), Luciana Araújo (25) e Paula Arantes (27)

Daniela Santos (26) e Arthur Corrêa (19)

Galera do Daniel na Festa do Peão de Pitangui - via e-mail

Priscila Thatian e sua tia - via e-mail

Roane e Brunna, de Coromandel - via e-mail


ESTADO DE MINAS

Estilo:

www.raggadrops.com.br

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Curiosidades super (in)úteis

FOTOS: CARLOS HAUCK/ESP. EM

Bolsa no BH Music Station

Juliana Peixoto

Caroline Lacerda

Nem todo jacaré é daquele tamanho que você imagina. Os da espécie jacaré-coroa medem entre 1,2m (fêmeas) e 1,5m (machos). Eles vivem no norte da América do Sul. A vicunha é a menor espécie de camelo do mundo. Mede 90cm de altura e pesa, no máximo, 50 quilos. Pode ser encontrada na Cordilheira dos Andes, em países com Argentina, Chile e Peru.

teste : :

Fonte: Guinness World Records 2008

Você na galera!

Sabrina Noronha

A aranha mais velha do mundo tinha entre 26 e 28 anos e era de uma espécie que adorava comer pássaros. Foi encontrada no México em 1935.

Você tem doem de Papai No l?

uma ano, o projeto Adote te es a pr m, ra ça lan já o, use Os Correios como funciona? Entã e nd te En a? su a ou a Drops ou carta. Já adot na página 4 deste Ragg as informações que leu pois, venha fazer o teste. e, de visite correios.com.br

1.

Correios? os d o ir te in e om n o é l a u Q eira de Correios e Telégrafos

a) Empresa Brasil ios do Brasil b) Empresa de Corre ou Correios c) Cartas brasileiras

2. Pra q?ue serve o Adote

3. b // 4. a

O estudante Raul Sampaio, de 20 anos, foi flagrado no meio da multidão que assistia ao show da Marina de la Riva, no BH Music Station do último sábado. O sujeito estava pertinho do palco com os olhos colados na cantora: “Gosto muito de música cubana e de vozes femininas. A Marina é uma das maiores artistas brasileiras de hoje”, indica. E olha que ele quase não saiu de casa: “Os amigos me ligaram chamando, mas não aceitei de cara. Tenho ficado mais tempo em casa. Tenho que estudar pra segunda etapa da UFMG”, explica.

RESPOSTAS: 1. a // 2. c //

FOTOS: CARLOS HAUCK/ESP. EM

uma carta

4.

ra o Papai Noel a) Pra dar presentes pasoa s tristes b) Pra escrever pra pes dando c) Pra ajudar crianças carentes presentes a elas

de Correios a) Procurando nas caixciaasdo s Correios a agên b) Solicitando em um endereço e me no c) Inventando um

judar?

a O que é preciso fazer pra

ios r o presente e enviá-lo via Corre pra com a, nh rti ca a um er olh a) Esc carteiro b) Dar uma grana patarabáosic a via Papai Noel c) Mandar uma ces


ESTADO DE MINAS

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

ENTÃO, É NATAL! Trocar presentes é sempre divertido, além de ser uma forma de demonstrar carinho. Difícil mesmo é escolher.

Por isso, vamos ajudar. Fizemos uma lista pra todas as idades, bolsos e cabeças. E lembre-se: você só tem mais sete dias.

TÔ SEM GRANA AMIGA IRMÃ PRIMA NAMORADA

MÃE TIA AVÓ AMIGA OCULTA

FOTOS: DIVULGAÇÃO

AMIGO IRMÃO PRIMO NAMORADO

PAI TIO AVÔ AMIGO OCULTO

Um jornalzinho que você pode fazer em casa, no word. Coloque lá um cabeçalho com uma data (de preferência a do Natal) e dê como notícia principal a reunião da família em que duas pessoas superimportantes vão se encontrar. Você e a pessoa que será presenteada. Pra ilustrar, use uma foto. Não gasta nada. Só um pouquinho de tinta e papel pra imprimir. Mas, se preferir, grave um CD ou mande por e-mail!

Uma flor do vizinho. Bata na porta do vizinho, faça sua cara mais simpática e diga: “Olá vizinho, tô meio sem grana neste Natal, mas preciso presentear minha mãe. Você poderia me conceder uma flor pra eu dar pra ela?”

Um vinil velho e empoeirado da sua casa. Com certeza uma das pessoas que você vai presentear gosta de música. E com certeza você tem um disco que ninguém usa em casa, ou conhece um sebo que tenha. Além de ser presente raro e valioso, pode apresentar um som novo pra alguém.

A história da família pode custar uns R$ 40. Compre um quadro de cortiça em uma loja de departamento e mande imprimir algumas fotos que lembram momentos importantes da família. Pronto. Até o velho vai se emocionar com essa...

VOU GASTAR UM POUQUINHO Vale-presente. Vamos falar a verdade: agradar uma mulher é um negócio complicado. Então, assuma logo que você não sabe o que escolher e que há uma renda determinada. Libere o vale-presente e saiba que sua presenteada vai adorar. Tem desses na Chilli-beans, pras mais descoladas, entre R$ 88 e R$ 198. Na C&A, pras mais clássicas, há vales entre R$ 20 e R$ 500.

Kit réveillon, que pode vir com acessórios que vão de portacelulares a sutiãs em diversas cores, bem confortáveis e com aplicações de amuletos pra trazerem sorte no próximo ano. Nas lojas Puket, por preços entre R$ 13,90 e R$ 69,90.

Camisa descolada. Homens, às vezes, têm alguma dificuldade em se vestir. Hoje em dia, na internet, tem várias camisetas bacanas, com estampas superlegais e de todos os tamanhos. Lugares como a camiseteria.com.br vendem em vários tamanhos e entregam pelos Correios por R$ 55.

Está pra nascer um homem que não gosta de um bom filme de ação. Descole um ou dois DVDs com bastante correria e alguns tiros. Duas boas pedidas são o clássico do faroeste Duelo de titãs e qualquer um do James Bond. No submarino.com.br, os dois, por R$ 43.

TÔ PODENDO Quem tá podendo, deve se dedicar a presentes exclusivos. No site elo7.com.br só tem produtos feitos à mão. Um pingente de prata, de Maneki Neko, o gatinho da fortuna, pode ser uma boa pedida por R$ 120.

Uma esteira de massagem corporal vai fazer sua mãe, tia e avó pirarem. Diga a ela que quer vê-la relaxada e entregue uma dessas esteiras que vem com 10 motores que vibram, função de aquecimento, cinco modos diferentes de massagem, intensidade de vibração ajustável e que massageia quatro regiões. No shoptime.com.br por R$ 329.

Bermuda. Não tem erro. A coleção de verão 2009 da MCD, inspirada no Japão Moderno, vem com estampa exclusiva da marca, pra seu amigo, irmão, primo ou namorado andar por aí fazendo bonito. R$ 195. mcdbrasil.net

Todo pai, avô, tio tem um dia de esportista. Se não tiver, está aí uma boa chance de induzi-lo a fazer, pelo menos, uma caminhada. Pra isso, vai bem um Mizuno Wave Creation 9, com tecnologia que minimiza o estresse no calcanhar durante as corridas ou caminhadas. R$ 560 na centauro.com.br.

Independentemente do que você escolher, nossos desejos são de um Feliz Natal, pra quem é Ragga Drops. (Pra quem não for, também) ;-)


quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

www.raggadrops.com.br

POR Thaís Pacheco

Qual é a relação do adolescente com o sexo?

SEM TABU

Ele está na descoberta do corpo, conhecendo o que é o relacionamento sexual. Essa etapa da vida é superimportante: conhecer, testar limites, descobrir o novo. É a primeira paixão, o primeiro namoro, o primeiro ficar. Tudo acontece pela primeira vez. Então, muitas vezes, essas experiências são vividas com ansiedade, desconhecimento e desinformação.

A partir da próxima semana, o Ragga Drops conta com uma colaboração superespecial: Claudia Marques. Ela é psicóloga, com especialização em sexualidade humana e sexologia clínica e trabalha com adolescentes desde 1993. A coluna Sexo, da página 4, será sempre respondida por ela. O esquema continua o mesmo: faça sua pergunta, a gente encaminha pra Claudia e ela responde. Sem tabu! Aqui, a gente vai ajudar a esclarecer qualquer coisa. Batemos um papo e tiramos umas fotos dela pra você conhecer melhor. Se liga:

Onde é possível buscar informação?

Saiba mais sobre sexo

O que são os direitos sexuais reprodutivos?

Toda pessoa tem direito a uma vida sexual saudável. Pra que tenha uma relação sexual usando algum método contraceptivo e evitando doenças sexualmente transmissíveis. Uma relação na qual você conheça e entenda seu corpo e entenda que a masturbação faz parte desse conhecimento. É direito ter uma relação sexual sem temor de gravidez não planejada, poder escolher o número de filhos, fazer o parto nas melhores condições e ter qualidade de atendimento em saúde. E que a pessoa não tenha uma relação sexual sendo vítima de uma violência sexual. Pra isso, é preciso informações adequadas, uma boa orientação e reflexão sobre essas informações.

Através das mídias. A internet, revistas, livros que falam sobre sexualidade e adolescência. Se a pessoa buscar, tem como se orientar. Procurar um professor de referência, um médico, uma assistente social, uma psicóloga... É muito importante a orientação de adultos. Podemos fazer qualquer pergunta?

Claro.

Tem alguma coisa que não pode ser dita ou que é feio falar?

De forma alguma. Se você tem uma pergunta, ela deve ser feita. Porque, às vezes, você tem um conceito sobre sexo, sexualidade, ou que perguntas sobre sexualidade não devem ser feitas, porque ainda existe muito tabu, por isso se torna feio. A mesma coisa acontece em relação às partes do corpo. As partes genitais, às vezes, tem uma denominação que não é adequada, então acham que é sujo ou feio, mas não. São partes do seu corpo, como os olhos, nariz, boca... Os genitais também. Então, toda pergunta é adequada quando há uma dúvida.

CARLOS HAUCK/ESP. EM

ESTADO DE MINAS

Claudia Marques explica tudo sobre sexo: “Se você tem uma pergunta, ela deve ser feita”

Pra mandar sua pergunta, faça contato com a gente no MSN, no e-mail raggadrops@hotmail.com ou no telefone (31) 3225-4764. Não se preocupe, porque, neste caso, a gente nem quer saber seu nome...

revista

RAGGA você não vai querer ficar sem ela acesse www. revista ragga.com.br

e saiba como garantir a sua


Ragga Drops #43