Page 1

quinta-feira, 26 de junho de 2008

MSN raggadrops@hotmail.com

Urbanóides Conheça um crew de grafiteiros Página 8

Especial Hoje é dia internacional contra o uso e tráfico de drogas

Páginas 2, 6 e 8

Do CQC direto pro Ragga Drops E mais: saiba tudo sobre comédia stand up

Danilo Gentili

ARQUIVO PESSOAL

Páginas 4 e 5


ESTADO DE MINAS

meio ambiente

Sabe aquelas garrafas pet que vão pro lixo da sua casa depois do final de semana? Elas levam cerca de 80 anos para se decompor! Elas têm muita utilidade. Mesmo vazias, podem servir de decoração pra sua casa. Basta usar a criatividade e botar fé que fica muito style. Outra opção é doá-las. Com certeza é uma maneira muito mais útil e consciente de usar o que seria lixo. Se quiser doar papel, metal ou plásticos, existe uma entidade que recebe com muito prazer esses materiais. É a Asmare, que fica aqui em BH. O telefone de lá é (31) 3271-4455. Não custa nada, né? Ainda mais quando se trata de preservar o meio ambiente.

Estilo:

Você na galera! CARLOS HAUCK/ESP. EM

manda o seu!

sábado, 11 de abril de 2009

Bruno Damásio tem 19 anos e está no 3º período de administração da PUC. Aproveitando que está sem namorada, ele foi curtir a festa junina do Colégio e Pré-vestibular Bernoulli/Elite que rolou sábado, no Mix Garden. Ex-aluno do Elite, Bruno garantiu que comprou um chapéu só pra curtir a festa e pediu: “Será que você pode falar da minha banda?”. Claro que podemos! Ele é vocalista da I-Tai, que você pode ouvir em palcomp3.com.br/i-tai.

Festa Junina Bernoulli/Elite

Curiosidades

super

(in)úteis

FOTOS:CARLOS HAUCK/ESP. EM

Na França só podem ser comercializados bonecos com rostos humanos. Nada de ET´s e monstros nas vitrines. 15% das mulheres americanas mandam flores para si mesmas no Dia dos Namorados. Que carência, hein? A formiga pode levantar até 50 vezes o seu próprio peso. Isso equivale a um homem adulto levantar cerca de 3,5 mil quilos! Daniel Lana

Felipe Stefanelli

Para ouvir enquanto lê:

Dado Viciado, Legião Urbana

Drogas? Melhor não.

Divã

Luana Ramos

Ragga Drops O Ragga Drops não é sua mãe. Por isso, a gente pode lançar a real: droga é um negócio que gera curiosidade mesmo. Por que todo mundo fala e usa tanto? Por que, mesmo sendo ilegal, continua existindo? Algum motivo tem, certo? Droga dá uma coisa que sua mãe chamava de ‘barato’. Ou seja, ao usar uma dessas substâncias, o organismo tem reações químicas que geram sensações diferentes, como alucinações, por exemplo. Se você pensa que isso é legal, está errado. Você pode até tentar se enganar e acreditar que uma ou duas vezes não vai fazer mal, ou não vai viciar, mas isso seria um grande erro da sua parte. Maconha, por exemplo, afeta

o pulmão e causa taquicardia. Ela também diminui a produção de testosterona, logo, homens que fumam têm menos capacidade de reprodução. Conforme o estado emocional do usuário, ela gera angústia, desespero e pânico, sem falar nos sérios problemas de memória, inclusive, a longo prazo. Cá entre nós, repare como seus amigos maconheiros são mais preguiçosos. Fala sério! O que será do futuro desse cara? E cocaína? Hemorragia cerebral é só uma conseqüência. Na melhor das hipóteses, ela causa ansiedade, náuseas, reações alérgicas e depressão. Na pior, ela mata. Já o viciado em heroína nunca poderá largar o vício sozinho. Sem acompanhamento médico, ele morre, porque o corpo não agüenta. Drogas causam dependência

química. Assim que você usar a primeira vez, estará propenso a querer mais e mais, até o dia em que sua vida acaba. A sua e a de todo mundo que está à sua volta. Poucas coisas são tão tristes quanto ser ou ter que conviver com um viciado. A pergunta que fica é: Vale mesmo a pena? No mais, saiba que através de artes e esportes, nosso organismo libera endorfina e outras substâncias altamente naturais, que nos causam sensações muito melhores. Confira o Conta Aí da página 6 pra saber mais. ATENÇÃO: O divã do Ragga Drops não é respondido por nenhum profissional da área! Isso aqui é um papo de amigos. Se conselho fosse bom, a gente vendia... Mas aqui a gente dá mesmo. Quer um? Manda a pergunta – raggadrops@hotmail.com.


ESTADO DE MINAS

sexta-feira, 30 de julho de 2010

FOTOS:CARLOS HAUCK/ESP. EM

manda o seu!

NA FESTA JUNINA DO COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR BERNOULLI / ELITE Lorena Fiorini (18) e Almerinda Xavier (23)

Amanda Saraiva (18) e Ana Carolina Saraiva (17)

aDalila Faria (20), Catarina Mil gres (21) e Bárbara Lara (18)

Thiago Lemos (20) e Gabriel Romero (19)

Galera do Bernoulli

Meninas na festa junina Igor Márcio (19), Beatriz Matos (17) e Luana Azevedo (17)

Ricardo (24) e Fred (20), de Contagem - via e-mail

Wanderleia (19), de Guanhães - via e-mail

Caio Sabido (20) e André Tomich (20)

Diego Ribeiro (12), de BH via e-mail


ESTADO DE MINAS

terça-feira, 15 de março de 2011

manda o seu!

Os gigantes da comédia Por Thaís Pacheco

Há alguns anos, a comédia conhecida como stand up tem feito bastante sucesso nos palcos brasileiros. Somando o profissionalismo dos atores à uma bela ajuda do youtube, os humoristas do gênero no Brasil estão bombando! Fazendo teatro como nunca, abusando da internet, fazendo programas de TV e entrevistas no Ragga Drops. Convidamos Danilo Gentili pra bater um papo e também fomos atrás de outros dois atores citados por ele. Há aqui dois detalhes que você não pode ver, mas a gente precisa te contar: além de baita profissionais, nossos três entrevistados têm mais de 1,80m de altura. E, enquanto davam a entrevista, contaram as histórias mais engraçadas como se fosse sério, sem rir. Vale a diversão! DANILO GENTILI Do alto de seus 1,92m, aos 28 anos, ele é um dos mais assistidos na internet, pelo quadro Repórter inexperiente, exibido no programa CQC, da TV Bandeirantes. No quadro, se passa por um repórter que não sabe nada de TV e de como entrevistar alguém e deixa os convidados em maus lençóis. Recentemente, o quadro foi tirado do ar porque os entrevistados iam sacar a brincadeira, né?

Ragga Drops – Como você foi parar no CQC?

Danilo – Saí do bar. Isso é muito típico da

comédia stand up. Fiz um texto em casa e fui pro bar e de lá pra TV. O diretor do programa me viu e chamou pra fazer um teste, que foi uma entrevista com o Agnaldo Timóteo. Foi um teste pro CQC que acabou indo pro ar como matéria pronta. Você criou o personagem? Ele existe em todos os CQC´s, que é um programa argentino, exibido em outros países, como Chile e Espanha. Ele é meio um tapa-buraco, que dura pouco e não tem muita repercussão. O que meu diretor disse é que no Brasil foi um sucesso como em nenhum outro país. Mas eu não procurei seguir nada do que existia. Tentei fazer do meu jeito.

Qual foi a coisa mais engraçada que rolou no repórter? Na entrevista com o Jerry Adriani, pedi pra ir ao banheiro e, quando voltasse, queria ter um papel higiênico colado no sapato. Quando estava no banheiro, tentando colar o papel, o assessor dele entrou pra tentar cancelar a entrevista. Aí, comecei a disfarçar e fingir que estava limpando a sola. Como é a rotina de um humorista do CQC que também faz outros trabalhos? Cansativa. Abro mão de muitos shows por causa do programa, estamos sempre viajando. Fora as viagens, é cansativo ter que se renovar, estar sempre atento pra dar uma resposta de improviso. Mas o resultado é muito compensador. Aos domingos me apresento no Clube da comédia e às segundas-feiras faço um show que se chama Comédia ao vivo, ambos em São Paulo. O ruim é não ter tempo pra sentar e escrever piada nova. Sinto falta disso. Como começou sua carreira? Sou formado em publicidade pela Uni

ABC, mas n é mó lixo vergonha de e persegui e Cresci vend va fascinado conta piada, e fazendo to caralho”. Sem eu tentava fa trabalho. De comédia est texto e eles aí outro bar c a viajar, larg só vivo disso

Que igreja é Eu era católic a ler a Bíblia pra ser cató envolvi e pe pra ser evan ser pastor, m “Ah, vou vir

Como é o c Brasil? O nome co Vasconcelos considerado que contar adereço. Ag no Brasil int Clube da c lo Mansfield Bastos.

Quando voc Gerais?

Ah, estou d que eu vou e de Minas são fazer, mas ai pra me levar.

O que vem Tenho um l sem tempo bém e prete meu sonho escrever e d posso morre

ARQUIVO PESSOAL

Você faz Que mais? Hum... Eu fa

Pra ver no y por “Danilo procure tam pórter inexp


ESTADO DE MINAS

onsiderado pioneiro é o José s. Mas ainda não pode ser o puro stand up porque tinha uma piada, precisava de um gora, esse grande avivamento, nteiro, acredito que se deve ao comédia, iniciado pelo Marced, a Marcela Leal e o Rafinha

cê vem fazer show em Minas

doido pra ir. Porque nos lugares e pelo que ouço falar, as meninas o as mais bonitas. Queria muito inda não consegui um produtor .

por aí? livro infantil escrito, mas estou de ilustrar. Eu desenho tamendo lançá-lo em breve. Mas mesmo é fazer um filme. Ler, dirigir um filme. Se fizer isso já er, estarei satisfeito. humor, escreve, desenha...

aço... Hora! E é isso.

youtube, a dica dele é procurar Gentili – Stand up”. Se quiser, mbém por “Danilo Gentili - reperiente”.

pra conseguir unir humor e crítica? Ler jornal todo dia? Rafinha – Acho que todo mundo deve ler jornal todo dia, mas o meu quadro do CQC, por exemplo, Proteste já, me faz mergulhar em assuntos específicos durante uma semana. Tenho que saber das coisas pra fazer as piadas. Também é preciso olhar a realidade de uma maneira bem divertida.

E como virou comediante? Eu fazia produções de vídeo e coisas de comédia pra internet há muito tempo. Isso tomou certa força no momento em que a banda larga se popularizou. Descobri lá uma forma bacana de divulgar meus shows e aí, migrei definitivamente pra comédia.

O que vem por aí? Entro em cartaz, no rio de Janeiro, com meu solo A arte do insulto. Tenho muita vontade de fazer show em Belo Horizonte, recebo uma média de 10 e-mails por dia, de gente querendo me ver em BH, mas não tem ninguém que se habilite a levar meu espetáculo. Coloca isso no jornal! Não vejo a hora de ir. Mas os produtores são pessoas de teatro tradicional que não vêem, nesse novo formato, uma maneira interessante de fazer arte. Tem gente lotando teatro no Brasil inteiro com divulgação feita basicamente na internet, ela tem uma força enorme. Acho que esses produtores mais antigos não se ligam nesse tipo de coisa...

Então a net tem papel fundamental na sua carreira? Não fosse ela nem tinha saído de Porto Alegre! Eu tinha visibilidade e estava criando uma espécie de “meu canal de TV”. Tive um site que foi, durante muito tempo, o único de vídeo independente no Brasil. A partir daí, as oportunidades apareceram. Eu não seria nada sem a internet.

MARCELO MANSFIELD Com 23 anos de carreira, o menos alto dos três, com 1,86m, faz comédia desde sempre. Apontado como o responsável pela volta do stand up nos palcos brasileiros, ele explicou melhor essa história: Ragga Drops – O que é comédia

Quando você foi pra São Paulo? Em 2002. Fiz vários comerciais e conheci o Marcelo Mansfield, que me encorajou e convidou pra participar de um show dele, o Mundo cane. A gente fez bastante coisa, rolou uma parceria e agora eu o estou levando pra internet em São Paulo. O ruim é não ter tempo pra sentar e escrever piada nova. Sinto falta disso.

stand up?

Mansfield – É aquela de cara limpa, onde o comediante não usa nenhum efeito de sonoplastia, de luz, nem figurino especial. É o ator dando suas opiniões sobre o cotidiano de uma forma muito simples. É uma ótima comédia pra se fazer no rádio, por exemplo. Como rolou o stand up e o encontro com Rafinha e Danilo?

MÁRIO CARDOSO/DIVULGAÇÃO

cenário de stand up hoje no

RAFINHA BASTOS O mais alto do clã, com 2 metros de altura e 31 anos, Rafinha também integra o CQC e o Clube da comédia. Jornalista, formado em Porto Alegre, o cara dá uma boa dica pra quem não sabe por onde começar: use a internet. Ragga Drops – O que é preciso Foi há alguns anos, quando eu, Rafinha e Marcela Leal começamos o espetáculo Mundo cane. Achamos bacana e resolvemos fazer o Clube da comédia stand up. Chamamos o Oscar Filho e começamos em um bar de São Paulo. Aos poucos, várias pessoas foram aparecendo e se apresentando em um microfone aberto a novos “calouros”. O Danilo começou a mandar textos e freqüentar o Clube, então o convidamos pra entrar.

O que você acha deles? O Rafinha é a pessoa que mais me faz rir, oficialmente. Ele é extremamente engraçado no dia-a-dia, cada vez que a gente vai jantar fora eu dou muita risada. O Danilo, eu tenho muito orgulho, porque ele começou trabalhando com a gente e hoje faz um baita sucesso no Brasil inteiro. É como se fossem meus filhos, minha própria cria. Rs Desde quando você faz comédia? Desde 1958. Comecei a fazer no dia que eu tinha 4 anos, minha mãe me deu uma bronca e caí na gargalhada. Rs Profissionalmente, desde 1985. Meu primeiro espetáculo foi de humor e, de lá pra cá, tudo que fiz que não fosse humor, virou fracasso de bilheteria. Na internet: Rafinha: rafinhabastos.com.br Mansfield: eutoputo.blogspot.com Os dois juntos, no youtube, procure por ‘papo furado’.

ARQUIVO PESSOAL

é essa? co, mas, com 14 anos, comecei a e falei: “Ah, meu, não dá mais ólico” e virei evangélico. Aí me ensei: “Ah, meu, não dá mais ngélico”. Na verdade eu queria mas cansei de palhaçada e falei: rar humorista”.

Eles também fazem MÁRIO CARDOSO/DIVULGAÇÃO

nem vale a pena citar, porque aquela faculdade e eu tenho e falar isso. Sempre quis fazer esse tipo de comédia stand up. do filme do Jerry Lewis e ficao, pensando “nossa, o cara não , está só com a roupa do corpo odo mundo rir, isso é muito do mpre que tinha a oportunidade azer na igreja, na faculdade, no epois, descobri que o Clube da tava no começo, apresentei um me chamaram. Fiz uma vez lá, chamou, depois outro, comecei guei os outros trabalhos e agora o.

segunda-feira, 27 de agosto de 2012


ESTADO DE MINAS manda o seu!

VOcê VIU isso? A mitologia grega em Lost POR Luiz Augusto Reis Almeida

Um dos mais antigos e intrigantes enigmas de Lost é sobre o “Monstro de Fumaça”. Também conhecido como Lostzilla, é uma fumaça que se move, destrói árvores, produz barulho próprio, assusta alguns e acaba com a vida de outros. Na série, a francesa Danielle Rousseau, que está na ilha há mais de 15 anos, o definiu como o sistema de segurança. Após a definição, os fãs mais perspicazes criaram uma teoria que explica a atuação do monstro: Existe, na escotilha Cisne, um mapa que, quando visualizado por meio de uma luz ultravioleta, representa partes da ilha, com a logo da Iniciativa Dharma. Entre as citações do mapa, há o Cérbero. Na teoria grega, Cérbero é um assustador cão de várias cabeças, responsável por guardar a porta do inferno, permitindo a entrada das almas, mas não permitindo a saída. Em Lost, o monstro é tratado como uma invenção da Dharma que não permite a saída dos moradores da ilha e comparado com a atuação do Cérbero. Em compensação, já foi comprovado que uma pessoa na ilha consegue manipular a ação do monstro, permitindo assim a segurança e manutenção do local. Segundo os produtores da série, a figura preta consegue ganhar formas humanas e os objetivos só serão desvendados no final da série. De qualquer forma, nada ainda foi confirmado, são apenas teorias dos fãs da série. Pra falar sobre Lost com o Luiz, acesse laugusto.zip.net.

solta essas no intervalo! O garoto apanhou da vizinha e a mãe, furiosa, foi tomar satisfação: - Por que a senhora bateu no meu filho? - Ele foi mal-educado e me chamou de gorda. - E a senhora acha que vai emagrecer batendo nele?

Por que elefante não pega fogo? Porque ele já é cinza.

quarta-feira, 21 de maio de 2014

conta aí!

ESPECIAL ESPORTES

Hoje é um dia em que o mundo inteiro se mobiliza para lutar contra o abuso e tráfico ilícito de drogas, por isso, como a gente avisou lá no Divã, na página 2, vamos te dar algumas boas dicas de esportes. Afinal, ao praticar uma atividade física, seu organismo libera endorfina, uma substância que causa as seguintes conseqüências: - Bem-estar e sensação de prazer; - Diminui sensações de dor; - Estimula o coração e a circulação sangüínea; - Reduz estresse e ansiedade; - A endorfina é liberada com outros hormônios, entre eles o GH, que é o hormônio do crescimento. Se você não sabe por onde começar, a gente te dá algumas dicas de lugares bacanas:

Tirolesa

Trekking

Pra quem não sabe, tirolesa é um esporte radical, que não requer quase nenhum esforço de quem faz. O funcionamento é básico: prende-se um cabo de uma ponta a outra, pendura uma cadeirinha de alpinismo nele e se joga! Divertido e, convenhamos, quanto mais alto, melhor. Haja endorfina! Pra galera de BH e região, rola de praticar na Vale Verde Alambique e Parque Ecológico. Informações: valeverde.com.br (31) 3079-9171

Pra quem está perto de Mariana e Ouro Preto, a pedida é o Minas Radical. Por lá tem trekking, que é uma caminhada ecológica, arvorismo, em que você nada pelas copas das árvores, rapel, pra descer montanhas, paintball, praticado em três mil metros de área natural, canyonning, que é a descida de cânions e escalada. Informações: minasradical.com.br (31)3557-5278

LIGA O que tem dentro do lixo do hospício? Doido varrido.

Aproveitando essa onda, estréia hoje a sessão Dicas da Liga Ragga Drops. Essa galera vai te ensinar altas manobras, golpes e tudo mais que você precisa saber pra fazer bonito em vários esportes! É só se ligar nas dicas:

Quarteto fantástico Por Sebah Rinaldi

O que sairia da mistura de reality-shows, música pop, funk carioca, moda e humor? Saiu a Visco laicra, banda da ex-Big Brother Bianca Jahara, que segue a premissa acima. Ao lado dela, estão DJ Breno Ung, Lú Lima e Pedro Xaxá, irmão das SNZ e filho dos peixes grandes Baby do Brasil e Pepeu Gomes. O nome, que remete a um tipo de tecido, foi escolhido por meio de uma enquete no orkut. Já o lançamento do projeto rola com a regravação de Vou virar Zumbi, sucesso dos anos 1980, na voz de Neuzinha Brizola. O quarteto não pára um segundo e pretende ousar também no figurino, com direito a stylist particular e tudo o mais. Quer saber mais ou palpitar? Acesse babyboombh.blogspot.com e converse com o Sebah.

1. Coloque um pé atrás, no tail do skate. O outro pé você coloca um pouco pra frente do meio do shape.

2. Pise atrás e alivie o peso do pé da frente.

3. Quando o tail bater no chão, pule chutando com o pé pra frente. A lixa dá aderência ao tênis, fazendo assim o skate decolar.


ESTADO DE MINAS

domingo, 30 de outubro de 2016

URBANóides

manda o seu!

“Grafitar é arte, pixar faz parte” POR

Lucas Machado e Fabiana Ferrara

Tipo: bermudão manchado, mochilão, muitas latinhas, galão de tinta, um rap bem alto, muita atitude e coragem. Sacode tudo e vamos nessa!! Manifesto artístico ou pixação evoluída? Desenho ou grafia? De origem italiana, a palavra grafite significa letras feitas em carvão. Os romanos usavam o carvão para escrever palavras proféticas e divulgar acontecimentos públicos. Já nos anos 1960, jovens do antigo bairro do Bronx, em Nova York, estavam interessados em novas formas e locais pra se expressar. Cansados das escolas e lugares fechados, decidiram usar as ruas como palco de suas formas de expressão e arte. No Brasil, consta que os primeiros grafiteiros apareceram na Bienal Internacional de São Paulo, em 1985. Hoje, suas tags (assinaturas) estão espalhadas por all city (toda a cidade). É possível ver seus trabalhos em muros, ônibus, metrôs, monumentos públicos, casas, lojas, tênis e bonés. Até eletrodomésticos estão sendo decorados com arte.

HELIO MARTINS/ESP. EM

Eles são divididos por crews (grupos), usam roupas largas, tipo moda skate. Junto ao rap e ao break, fazem parte do movimento hip hop. Fomos pro Bairro Belvedere, em Belo Horizonte, com o crew Arte Final pra ver os caras mandando um grafite no muro. Quer saber mais dessa Epdm (epidemia ou vida cabulosa)? Cola nesses sites:

fotolog.com/dalata flickr.com/gbl graffiti.org daimgallery.com O Crew Arte Final. De pé: Vinícius Bergamini e Luis Philipe Castro. Embaixo: Henrique Tarciano e Frederico Ferrara de setas, que quase cobrem o desenho. •Grafite 3D: São desenhos concebidos a partir de idéias •Bomber: São letras gordas, visuais de profundidade, sem que parecem vivas. Geralmente contornos. Exige domínio téc- feitas com duas ou três cores. nico na combinação de cores •Free style: Abstrato. Você é livre pra pintar o que der na e formas. •WildStile: Tem o formato de telha. letras distorcidas, em forma •Grafite artístico ou livre figu-

MODALIDADES:

ração: Nesse estilo vale tudo. Caricaturas, personagens de história em quadrinhos, figurações realistas e também elementos abstratos. •Grafites com máscaras e spray: facilita a rápida execução e disseminação de uma marca individual ou de grupo.

CINECLUBE CURTA CIRCUITO FESTA JUNINA FUMEC Pra quem está no pique das festas de Santo AntôQuem gosta de cinema vai curtir essa nio e São João, neste sábado, rola a festa junina da idéia. Rola, na próxima terça, a última Fumec, com shows com Fred & Paulinho, Diretucada, Tôca sessão do CineClube Curta Circuito. O na Janela e Dj´s. Também vão rolar comidas e bebida típicas, movimento é de graça e os ingressos touro mecânico e muito mais. O evento rola no clube Labare- são distribuídos meia hora antes da da, às 20h. A censura é 16 anos e os ingressos estão à venda sessão, que começa às 19h. na Central dos Eventos, Rua Fernandes Tourinho 470, Loja palaciodasartes.com.br – Avenida Afon12, na Savassi, a partir de R$ 20. so Pena, 1.537, Centro.Informações: (31) centraldoseventos.com.br – Avenida Portugal, 4.020, Pampu- 3236-7400 lha. Informações: (31) 3209-0505 9º FIT Começa hoje, em Belo Horizonte, o 9º Festival Internacional de Teatro, Palco & Rua, o FIT, que vai até 6 de julho. As peças rolam em vários locais e os ingressos custam a partir de R$ 10. Companhias de vários países, como Japão, Alemanha e Israel, Ipatinga - SPREE FEST prometem fazer o programa valer a pena. Censura e preços Rola, neste sábado, a primeira edição do Spree Fest, em Ipatinga. A festa terá podem variar, então, se liga no site. O festival ainda conta com como atrações a dupla Cristiano Oliveira & Júnior, a banda Swingaço e o DJ Lucas Fagundes. A festa será oficinas, workshops e fóruns. no Aciaria Hall, a partir das 21h. Os ingressos custam R$ 15 e a censura é livre. fitbh.com.br – Informações: (31) 3277-4366 / 3271-6580 Avenida Kiyoshi Tsunawaki, 700 – Cariru. Informações: (31) 9214-7778

agenda agenda

de comunicação integrada expedienteragga agência Lucas Fonda DIRETOR GERAL DESIGNERS

(31) 3297-2426

DIRETOR DE MARKETING E PROJETOS ESPECIAIS Bruno Dib DIRETOR FINANCEIRO José A. Toledo EDITORA Thaís Pacheco SUBEDITORA Sabrina Abreu Maíra Miranda Filogônio e Marina Teixeira ILUSTRADOR Rafael Quick ESTAGIÁRIO DE REDAÇÃO Bernardo Biagioni FOTÓGRAFOS Bruno Senna e Carlos Hauck COLABORADORES Lucas Machado, Fabiana Ferrara, Luiz Augusto Reis Almeida, Sebah Rinaldi e Hélio Martins


ESTADO DE MINAS

quinta-feira, 19 de julho de 2018

Ragga Drops #18  

Do CQC direto pro Drops. E mais: saiba tudo sobre comédia stand up.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you