Issuu on Google+

>> quinta-feira, 27 de janeiro de 2011 CARLOS HAUCK/ESP. EM

raggadrops.com.br MSN >> raggadrops@hotmail.com

Videogames >> Os mortos-vivos >> Elle Fanning >> Esquentados do BBB

Leonardo Silveira, de 14 anos, goleiro do América: pouca idade, mas responsabilidade de gente grande

Passar os dias jogando futebol parece ser a vida ideal para muitos jovens, mas quem já chegou lá conta as dificuldades dessa vida de profissional aos 14 anos Páginas 4 e 5


Ragga agência de comunicação integrada

POR Ricardo Tokumoto

POR Guilherme Torres

Camarim de verão 

EM 140 ELUVEITIE Amanhã, o Music Hall recebe a banda Suíça Eluveitie. O show de abertura será do grupo Sacrificed. Mais: musichallbh.com

Depois de um ano repleto de festas com gostinho de quero mais, a Camarim começa bem o ano de 2011. A primeira edição da festa itinerante mais badalada da cidade vai contemplar a estação mais gostosa do ano, incendiando a tarde deste sábado, que promete ser ensolarada, na Hípica Chevals, com show de um dos maiores ícones da nossa música brasileira: o grupo KID ABELHA. O trio, impecavelmente comandado por Paula Toller, irá relembrar os hits que fazem sucesso desde o início da carreira da banda, no comecinho dos anos 1980, até hoje. O grupo, que tem mais de nove milhões de cópias de disco vendidas, também irá dividir o palco com os DJs Motoca e o carioca Jota P, que comandarão a pista com sets recheados de batidas originais, sem distinções de estilo. E, pra finalizar o line-up, Cacá de Brito com sua conhecida house music contagiante. Apesar da previsão de muito sol, o evento é à prova de chuva para garantir a diversão sem transtornos. Além disso, apresenta um serviço de open bar completo pra amenizar o calorão das típicas tardes de verão. A Camarim de Verão também terá ação social: receberá donativos durante a festa para ajudar as vítimas da Região Serrana do Rio de Janeiro e qualquer outro tipo de ajuda será bem-vinda! Onde: Hípica Chevals // Rua Atlas, 464 – Vale do Sol Nova Lima Quando: Sábado, das 16h à 1h Outras informações: (31) 3568-8362 Classificação: 18 anos

FOLIA UNIVERSITÁRIA Tem aquecimento do carnaval de Pompéu na Jockey Club em todas as sextas-feiras. Quem anima a noite é o grupo Samba Brother, Ricardo & Daniel e do DJ Rudah. Mais: jockeyclubbh.com.br CASA DE VERÃO Todos os sábados, até o fim de fevereiro, o Clube Chalezinho está com o projeto Casa de Verão. Nesta semana, quem anima a festa, dedicada à nova vodka Belvedere IX, é o DJ paulista Mário Fischetti. Mais: clubechalezinho.com.br Interior TC FANTASY – Três Corações Sábado, rola a 13ª edição da TC Fantasy, em Três Corações. A micareta mais esperada do ano terá como traje obrigatório fantasia. No palco, a banda Cheiro de amor e outras 10 atrações. Mais: tcfantasy.com.br

DIVULGAÇÃO

raggadrops@hotmail.com

(31) 3225-4400

DIRETOR GERAL Lucas Fonda . DIRETOR DE MARKETING E PROJETOS ESPECIAIS Bruno Dib . DIRETOR FINANCEIRO J. Antônio Toledo Pinto . GERENTE DE COMERCIALIZAÇÃO E MARKETING Rodrigo Fonseca . EDITORA Flávia Denise de Magalhães . JORNALISMO Sabrina Abreu e Bruno Mateus . ESTAGIÁRIAS DE JORNALISMO Izabella Figueiredo e Brenda Linhares . DESIGN Marina Teixeira, Anne Pattrice, Isabela Daguer e Bruno Teodoro . FOTÓGRAFOS Bruno Senna, Carlos Hauck e Ana Slika . NÚCLEO WEB estagiários Lucas Oliveira e Ricardo Lima . ARTICULISTA Lucas Machado. COLABORADORES Glauco Bertú, Tomaz de Alvarenga e Guilherme Torres

Twitter: @raggadrops

ESTADO DE MINAS >> quinta-feira, 27 de janeiro de 2011


raggadrops.com.br MANDA O SEU

Confira estas e outras fotos de quem foi ao show: raggadrops.com.br FOTOS: CARLOS HAUCK/ESP. EM

NO SHOW DO ALL TIME LOW

................................... André Figueiredo (21) e Aline Neves (16) .......................................... Camila Frezar (17) e Aline Mazzeu (16) ................................................. Clarissa Ribeiro (18) e Mari Ribeiro (20)

................................ Luander Lennon (21) e Jennifer Aragão (18) ..................... Fernanda Holphman (17) e Anita Andreoni (18) .... Marina de Souza (15), Luiza Perez (15) e Marina Pierazzoli (15)

Letícia Barcelos (14), Bárbara Carmo (15) e Gustavo Henrique (14) ........................................ Marcela Chacur (21) e Maiara Chacur (21) ............... Briana Carvalho (20) e Marina de Almeida (19)

........................................ Juliana Vieira (18) e Bruno Vieira (16) ............... Victor Freitas (20), André Duarte (16) e Felipe Freitas (21) .......................... Carolinna Ribeiro (20) e Matheus Fonseca (20)


ESTADO DE MINAS >> quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

A VIDA EM

Garotos da base de Atlético, Cruzeiro e América podem se suas mãos. Mas poucos têm noção das dificuldades e do c

POR Dani Lembro-me de uma época em que era garoto com meus 12 anos. Passava os dias estudando, mas no fim de semana só pensava em bola. Ia para o clube pela manhã, acompanhado de meu irmão mais velho, e só saíamos de lá escurecendo. Nossa turma sempre chegava à tarde e, até lá, eu e meu irmão jogávamos as mais variadas modalidades futebolísticas. Desde gol a gol até disputa de faltas, passando por cruzamentos e gols perdidos. Eu achava o máximo. No sábado, não esperava a hora de chegar o domingo, santo dia de todo peladeiro. Nessa época, tinha uma certeza na minha cabeça: ser jogador de futebol deve ser a melhor coisa do mundo. Os caras jogam bola várias vezes na semana e ainda ganham para isso! Infelizmente, não tive sorte na vida no campo, mas para quem tem a oportunidade nas mãos, ela vale ouro. “Sei que a chance pode ser única pra mim. Não posso desperdiçar”, avalia Lucas Silva, de 16 anos, volante das categorias de base do Clube Atlético Mineiro. “Já parei para pensar em quantos gostariam de estar no meu lugar”, relata Leonardo Silveira, de 14, goleiro do América Futebol Clube. Os dois garotos estarão, em poucos anos, com idade para atuar em qualquer time profissional.

PRESSÃO E ISOLAMENTO São poucos os que chegam ao sucesso profissional no futebol, principalmente quando comparamos com os inúmeros aspirantes que ficaram pelo caminho, pelos mais diversos motivos. A pressão dentro e fora do campo pode ser demais para alguém em fase de formação pessoal, muito antes do tempo em que deveria pensar na vida profissional. “Passa muita coisa na cabeça, principalmente quando se é jovem. Definitivamente, não é fácil e é muito importante dar seu máximo a todo momento”, pontua Eurico Nicolau, 16 anos, volante do Cruzeiro Esporte Clube. “É sempre bom ter a cabeça no lugar. Muitos desistem no meio do caminho. Psicológico e físico devem estar em equilíbrio”, aconselha Lucas. “Já vi muito garoto da minha idade que tinha a oportunidade nas mãos,

mas não suportou e voltou para tentar o sucesso no mundo da bola perto dos pais. O apoio da minha família é fundamental para minha permanência e desenvolvimento no futebol”, coloca Léo. O peso que carregam é árduo. Para muitas famílias, o sucesso do jovem pode ser a salvação de uma situação desfavorável. Para chegar ao topo e ganhar os sonhados milhões de reais para jogar bola, os garotos têm que vencer barreiras. O primeiro confronto é a distância da família. Muitas vezes, as oportunidades aparecem bem longe de casa e a vontade do menino e o sonho da família falam mais alto. Eles se mudam para uma cidade grande, sem amigos ou familiares. “Saí de Uberlândia aos 12 anos, sozinho, para morar em república. No começo foi bem difícil, estava acostumado a ter minha mãe por perto, e do nada tive que me virar sem ela”, lembra Eurico.

ESCOLA Apesar de muitos dos jovens jogadores já estarem bem encaminhados para uma profissão no futebol, os estudos são levados a sério. “Pela manhã os treinos são entre 8h30 e 11h. Depois do almoço, treinamos na academia e só à noite é que vou para a escola”, detalha Lucas, que tem um desejo não muito comum entre jogadores: formar-se em educação física, tendo uma garantia caso algum imprevisto aconteça. O futuro goleiro Léo tem uma rotina parecida. “Vou para a escola de manhã e treino à tarde. À noite gosto de ficar em casa descansando, curtindo minha família”, admite. O garoto fará este mês sua primeira viagem com o time para o Espírito Santo.

ALIMENTAÇÃO E FESTAS Quando se depende do corpo para sobreviver – literalmente – não se pode brincar. Nada de baladas, festinhas, fast food e noites maldormidas. O corpo é instrumento de trabalho e deve ser feito um controle diário. As saídas costumam ser mais tranquilas, mas nunca dei-


raggadrops.com.br

M CAMPO

er considerados sortudos por ter a chance do futebol em caminho árduo para chegar ao sucesso no mundo da bola

Eurico saiu de Uberlândia aos 12 anos e teve que se virar sozinho. É alto o preço para ser atleta profissional. Abaixo, Léo ao lado da família, seu maior apoio em busca do sonho de ser um jogador de futebol

FOTOS: CARLOS HAUCK/ESP. EM

iel Ottoni xando de ser jovem e aproveitar a idade. “Quando não estou no Centro de Treinamento, gosto muito de ir para o shopping com meus amigos. Nos fins de semana, sempre procuro acompanhar minha tia, com quem moro, nas missas de domingo”, diz Lucas, que admite não gostar muito de internet e computadores, ao contrário da maioria de seus companheiros. “Prefiro o contato pessoal, conversar com os colegas, jogar um baralho e ver televisão”, garante. Tudo para amenizar um pouco a pesada rotina de treinamentos e jogos. Já Eurico prefere ficar mais concentrado, recolhido no quarto, sem muito de internet e games. “Se chegarmos atrasados, pagamos multa. Então, a disciplina é um fator importante que o clube nos impõe desde cedo”, destaca. Léo já é mais moderno e adora videogames e internet. Sempre que pode, acessa sites como Orkut e entra no MSN para conversar com os amigos. O jovem admite que sua rotina seja diferente da de garotos de sua idade, mas que o esforço vale a pena. “É um investimento que estou fazendo há alguns anos. E acredito que vai dar certo”, visualiza.

COMO SER UM JOGADOR JÚNIOR Entrar para um time exige esforço e determinação, mas, antes de tudo, exige que você passe pela peneirada, uma prova para avaliar quem são os futuros craques. AMÉRICA >> A prova rola em março:

americamineiro.com.br/contato.asp ou pelo 3498-3100

CRUZEIRO >> Fique atento para o teste na segunda quinzena de março:

cruzeiro.com.br

ATLÉTICO >> Para tentar a sorte, marque presença em março: 3629-2800 (tratar com Mauro César)


ESTADO DE MINAS >> quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

ALINE MIL/DIVULGAÇÃO

POR Tomaz de Alvarenga

myspace. com/ black drawing chalks

O FERNAND NHA DE NORO

ALTO E BOM SOM A munição necessária: 12 faixas, totalizando 43 minutos. É o tempo mais do que suficiente para você se render. Os fãs pediram e a banda atendeu. O Black Drawing Chalks, uma das maiores bandas da cena independente nacional, enfim lançou um CD ao vivo, Live in Goiânia. E se no estúdio a banda já era nervosa e quem ia aos shows se surpreendia com o peso das canções capazes de atordoar, existe agora um registro digno pra colocar no volume máximo e fazer seu estéreo gritar. Gravado na cidade natal dos integran-

tes e lançado nos primeiros dias do ano, o CD é composto pelas principais canções dos dois álbuns anteriores, o estreante Big deal (2007) e o Life is a big holiday for us, que deu projeção nacional ao quarteto. Não precisa ir atrás do hit My favorite way (que está lá ainda mais insano, com o público fazendo o coro no refrão), ou das pedradas My radio e Free from desire, as faixas vão se sucedendo. Se a banda tivesse honrado mais as raízes stoner rock e improvisado mais durante as músicas, o resultado seria ainda melhor, mas a catarse podia ter consequências imprevisíveis.

verão acabou? Quem disse que o opção para nha é uma ótima Fernando de Noro ajou! quem ainda não vi o arquipélago belezas naturais, as su r po o id ec Conh Hang Loose peonato de surfe m ca o ar ed sp ho i va fevereiro. os dias 15 e 20 de e tr en t es nt Co o Pr esentes, do surfe estarão pr es m no s de an gr Os lera! para a alegria da ga eras: turísticas são inúm minhada E, claro, as opções ca o, m no ergulho autô mergulho livre, m finho”, entre outras. ol histórica, trilha “g s uma rede oferece aos turista desde Noronha também r ta ru de se pode desf pratos de restaurantes on os é at mais simples para a culinária regional o, ar cl , com destaque mais requintados, os frutos do mar. itar durante o nha é para aprove Fernando de Noro as praias ou para curtir o sol e dia e à noite, seja rna. para diversão notu

m.br www.goodtogo.co

POR Glauco Bertú

MINECRAFT:

@carolcastroreal Ministério da Saúde informa: fazer o que precisa ser feito causa alívio imediato.

CRIANDO MUNDOS

REPRODUÇÃO

Jogos, assim como a publicidade, têm a capacidade de criar em uma pessoa uma necessidade que ela não tinha e fazer ela tomar gosto por atividades que jamais pensou em exercer, ainda que de maneira virtual. Aposto que quase nenhum de vocês leitores já se imaginou cavando uma mina, e por isso não sabe o quão divertido isso pode ser. Minecraft, um jogo independente lançado em 2009, oferece justamente isso: um mundo interativo no qual o jogador pode explorar, cavando e coletando materiais para construir coisas.

@sweetestpblog Mais do que aprender a bloquear o Farmville e os Give Hearts, como se faz pra bloquear os boy magia negra no Facebook?

Que tipo de coisas? Qualquer coisa, segundo o criador do jogo, Markus Persson. É uma premissa extremamente simples, mas executada de uma maneira tão singular que é difícil não se sentir atraído depois de alguns golpes de picareta. As mais de um milhão de pessoas que adquiriram o jogo concordam. Ainda em fase beta, Minecraft pode ser jogado gratuitamente no site oficial (www. minecraft.net) e também comprado no mesmo endereço por 15 euros. Aventuremse, vale a pena.

@ladygonga Todo mundo já teve uma amiga Lady Gaga (Esquisita); uma amiga Sandy (Sonsa); uma amiga Ke$ha (Bêbada) e um amigo Justin Bieber (Gay) #FATO @lucasfamapop Tenho certeza que o Gilberto Braga se inspirou em mim ao escrever o personagem para Déborah Secco, que faz Natalie, em Insensato coração. @alesie Me chamaram de racista ontem pq falei que o Lázaro é feio. Oi? Bota o Rocco Pitanga lá pra ver se a gente não acha ele um galã! @bomdiaporque O que mais me assusta na Campus Party é ainda chamarem aquilo ali de “party”. @RiotGab_ Mãe, Twitter não é bobeira. Bobeira é vc mandar eu arrumar a cama se eu vou dormir nela depois. @cafeoficial A situação em São Paulo tá tão caótica, que qdo a enchente não chega é pq a chuva ficou presa no trânsito.


raggadrops.com.br MANDA O SEU

Os mortos-vivos POR Flávia Denise de Magalhães

REPRODUÇÃO

dzai.com.br/blog/livrolivre @bloglivrolivre

Uma doença terrível está transformando toda a humanidade em zumbi. Uma mordida ou arranhão são o bastante para garantir a morte e o retorno como um monstro. As poucas pessoas que continuam vivas fogem dos mortos-vivos e tentam se segurar à civilidade em uma situação em que podem acordar com um monstro comendo sua perna. É nesse mundo que Rick acorda depois de passar meses em coma. Sua mulher e filho desapareceram e ele não faz ideia do que aconteceu enquanto ele lutava para acordar. Desviando de zumbis e tentando chegar em casa, ele encontra um homem que vive escondido com

o seu filho. Ele explica que todos foram para Atlanta, onde o governo disse que haveria uma zona de quarentena. Sem saber para onde mais ir, o policial veste seu uniforme e sai em busca da sua família. Se você está achando essa história familiar, é porque ela é a inspiração da série The walking dead. O primeiro número do quadrinho é igual ao roteiro visto na TV, mas não demora muito para percebermos que o original é muito mais violento do que sua adaptação. INFO HQ Maniacs // 148 páginas // R$ 27,90

POR Izabella Figueiredo

O prazer do orgasmo Emoções, prazer, satisfação e desejo são necessários na hora da transa. Principalmente se você quiser se envolver totalmente, levando ao ápice do prazer sexual: o orgasmo. Ele parece uma coisa distante, difícil de alcançar, mas que pode ser atingido por meio da estimulação dos genitais. Mas essa descarga de tensão muscular acumulada não é nenhum bicho de sete cabeças. O processo é bem simples. Ele começa com estímulos, que levam à excitação sexual. Se o corpo continuar a ser estimulado – por assim dizer – chegará ao orgasmo. Uma descarga de tensão, acompanhada do aumento das contraturas vaginais na mulher e de ejaculação no homem e sentidas através da sensação de bem-estar físico, emocional e alívio da tensão. Depois do orgasmo ocorre um relaxamento de todo o corpo e um retorno do organismo ao estado de repouso anterior à excitação sexual. O homem entra no que chamamos de período refratário, fase de repouso, durante a qual não há possibilidade de excitação. Na mulher não ocorre esse período, podendo ficar novamente excitada caso deseje e seja estimulada sexualmente. A intensidade, a frequência e as sensações decorrentes do orgasmo são bem pessoais, de modo que as descrições do orgasmo variam de pessoa para pessoa. Cada uma sente o orgasmo de um jeito. E ele pode ser conquistado por meio de uma relação sexual, da masturbação ou de fantasias eróticas. Aprender a conhecer, cuidar e tocar o corpo são formas de descobrir as possibilidades e sensações que o corpo é capaz de nos dar.

A intensidade, a frequência e as sensações decorrentes do orgasmo são bem pessoais, de modo que as descrições do orgasmo variam de pessoa para pessoa. Cada uma sente de um jeito

MULHER IDEAL AOS 12 JEMAL COUNTESS/GETTY IMAGES/AFP

POR Claudia Marques – Psicóloga/Sexóloga – (31) 3225-0370

A pequena Elle Fanning já é ícone fashion apesar da pouca idade

Já ouviu falar da Elle, irmã mais nova de Dakota Fanning? A atriz de cinema, que até pouco tempo só interpretava papéis de garotinhas fofas e indefesas, se transformou em um furacão: estampa capas de revista, desfila roupas de alta-costura em tapetes vermelhos e é vista como uma das grandes promessas do showbiz. A alta exposição de Elle, entretanto, se dá não somente pela qualidade do seu trabalho, mas também por ser considerada ícone fashion que tem o protótipo de corpo almejado por nove entre 10 jovens americanas. Tudo isso seria bem natural se não fosse um único pesar: Elle tem apenas 12 anos. Sim, Elle é linda, alta e magérrima, mas seu corpo não pode (nem deve) ser visto como o corpo ideal de uma mulher, já que faltam alguns anos para que ela se torne uma. Em um mundo em que, supostamente, as curvas voltaram a ser valorizadas e a bandeira a favor da “beleza real” é levantada a todo momento, é incabível considerar o corpo de uma criança como arquétipo do que é belo. Analisando com carinho, a elevação da criança Elle a mulher feita e disputada a tapa por estilistas é compreensível. Tops como Kate Moss e Brooke Shields começaram suas carreiras igualmente novas, magras e bonitas, mas isso nos leva a crer que nossas cabeças não evoluíram tanto assim. Infelizmente.


raggadrops.com.br

ESTADO DE MINAS >> quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

ANTENADOS

POR Flávia Denise de Magalhães

Quando Wanderson Frois tinha 17 anos, foi convidado para entrar na equipe que faria um documentário sobre o Bairro Jardim Teresópolis. Ele nunca tinha encostado em uma câmera e não fazia ideia de como um documentário era feito. Apesar disso, encarou o desafio e se dedicou completamente ao projeto. Pouco tempo depois ele viu pronto o que considera seu trabalho mais relevante, Crescendo com Terê. Hoje com 19 anos, Wanderson é instrutor de audiovisual no projeto Antenados, o mesmo que o ensinou a filmar o mundo. O projeto Jovens Comunicadores Antenados rola em Betim e começou em 2007, com 18 integrantes da zona rural betinense. O objetivo do projeto é ensinar jovens a buscar e repassar notícias utilizando filmadoras, câmeras fotográficas e toda a sua habilidade em apuração. O projeto tem dois focos principais, no jornalismo impresso e na televisão. Wanderson é quem ensina aos novos integrantes como é feito um filme, como usar a câmera. Além de projetos especiais, como o documentário, ele é responsável por coordenar a produção e filmagem de matérias para a TV Betim. Os Antenados são responsáveis por um quadro de cunho social no programa Rancho arte da pesca. Já na parte impressa, o instrutor é Henrique Oliveira, 21 anos. Ele entrou para o projeto no mesmo ano que Wanderson e depois de quatro anos de Antenados foi contratado para ajudar os novos partici-

LEANDRO DIAS/DIVULGAÇÃO

IMAGINE APRENDER A FAZER JORNALISMO ANTES MESMO DE SAIR DO COLÉGIO

Henrique, Wanderson e Samanta fazem textos e vídeos para o jornal Antenados

pantes a escrever. Eles publicam o Jornal Antenado seis vezes por ano, além de fazer o Fanzine Antenado. Tudo supervisionado pela Missão Ramacrisna, responsável pelo projeto, e com o patrocínio da Petrobras. O jornal é distribuído em todas as escolas públicas de Betim e algumas escolas particulares da área. O texto de que tem mais orgulho é um artigo sobre o fato de que não é necessário um diploma para exercer jornalismo. Apesar de aprovar a medida, Henrique pretende fazer o curso e trabalhar em um jornal impresso. Ao todo são 17 participantes no projeto, além de três profissionais que ajudam

na parte pedagógica e de edição. Uma das mais novas é Samanta Silva, 15 anos. Ela entrou no projeto há três meses e ainda está aprendendo como funciona o jornalismo. Para ela, a melhor parte do Antenados é o acolhimento aos membros. “Tem lugar que você entra e todo mundo fica longe, tipo você é novato! Aqui não, eles dão apoio. Podemos contar com eles”, comemora. Como está no projeto há pouco tempo, Samanta ainda não produziu muito conteúdo, mas seu trabalho preferido é um texto sobre uma exposição. “Foi só uma notinha, mas foi bem legal ir à exposição. Adoro museus”, explica.

Quem será o “esquentado” do BBB 11? O elenco bem escolhido talvez seja o principal ingrediente para que uma novela ou filme seja um  verdadeiro sucesso. No Big brother esse conceito não poderia ser diferente. Todos os anos os personagens seguem perfis básicos: tem sempre os bonitinhos, os fortões, o liberal, uma ou outra incógnita e, principalmente, os “esquentados”. Nesta edição do programa ainda não apareceu nenhum participante esquentado, ou até mesmo aquele que irá causar confusão dentro da casa. Ainda não apareceu, mas vai aparecer, tenha certeza!

Aposta em alguém como o esquentado da casa? Quem será o responsável pelas brigas do BBB 11? Comente no dzai.com.br/blog/analistadobbb


Ragga Drops #153