Page 13

Arquivo: Fundação Getúlio Vargas

Nacional Libertadora Libertadora, que se dizia nacionalista e anti-imperialista. 1) Qual será o motivo desta concidência, publica-se a carta de Luiz Carlos Prestes declarando-se comunista e aceitando a chefia da Alliança Nacional Libertadora e, ao mesmo tempo, o cambio brasileiro baixa, alarmando a praça. 2) Desejaríamos saber se o “Imperialismo econômico” que a Alliança Nacional Libertadora diz combater, desejaríamos saber se ele é contra ou a favor do princípio de “propriedade”? 3) Qual a these que sustenta a Alliança Nacional Libertadora a respeito do princípio de propriedade? 4) A Internacional Comunista, pela sua directiva de 1930, publicaria, em quatro páginas, num boletim, em lingua hespanhola determina que na América do Sul se insufle o ódio dos negros contra os brancos, desejaríamos saber qual a orientação que a Alliança Nacional Libertadora, que se diz nacionalista, a este respeito: como encara o problema racial no Brasil? 5) Poderá a Alliança Nacional Libertadora nos informar porque motivo o Soviet mandou o Partido Comunista Francez cessar a Campanha das Ligas Anti-Guerreiras? As Ligas Anti-Guerreiras não são pela paz universal?

6) Poderá a Alliança Nacional Libertadora definir bem claramente os seguintes conceitos, isto é, dizer como se encara: as religiões, a constituição da família, o critério para os salários, aos operários, a propaganda militar no paiz, o governo soviético, a propriedade privada, a iniciativa particular, a educação familiar, o cinema, a questão da moda, o problema do câmbio? São questões importantes cuja definição clara e positiva será muito útil para a Alliança Nacional Libertadora. (Texto com a ortografia original)

Enquanto isso, o tradicional cinema Olympia em Belém exibia o clássico da Paramount, a história de uma menina que viveu horas num mundo de fantasia “Alice no País das Maravilhas”. Um filme no gênero de Peter Pan, com aventuras encantadoras. As reuniões da A.N.L aconteciam semanalmente e em diversos setores da sociedade como a reunião na sede da Bonde, Força e Luz, onde os aliancistas estiveram presentes na grande reunião dos graficos . Outra grande reunião da ANL em 08 de junho na Sede do Norte Brasileiro (Cremação), foi para discutir a instalação de um núcleo local. Em Belém houve a

13

Símbolo do Integralismo: Legião da Morte

instalação de vários núcleos, em sindicatos, em casa de operários e adeptos da A.N.L como a do operário Jorge Baptista de Moraes, na trav. Mauritri. A sede da A.N.L ficava na Frutuoso Guimarães, nº. 129 e estava a disposição dos srs. interessados pela doutrinanova das 10 horas da manhã às 12 h e das 4 horas da tarde às 6, com pessoas habiltadas para atender. O movimento da Aliança era até então legal e podia manifestar publicamente suas idéias, seu programa, suas ações. Um Comício monstro foi marcado para o dia 9/6/35, domingo, na Praça Floriano Peixoto frente do Mercado de São Brás (8 da manhã). Outros dois comícios, sendo

www.revistapzz.com.br

www revistapzz com br  

Edição Especial da Revista PZZ sobre a militância política de Dalcídio Jurandir

www revistapzz com br  

Edição Especial da Revista PZZ sobre a militância política de Dalcídio Jurandir

Advertisement