Issuu on Google+

Esta é uma publicação gratuita da Pró-TV / Museu da TV Brasileira - www.museudatv.com.br

pró_tv

Grande festa marca os 63 anos da TV no Brasil

Outubro 2013 | Nº 117

revista


editorial

Vida Alves

O imenso valor da amizade Falo de mim.... Falo da Pró-TV.... Falo de todos. E quem pode duvidar?

2

Estou nesta vida há muitos anos. Tive dificuldades.... e quem não as teve? Algumas bem fortes, amargas, duras. Nasci em Minas Gerais, de pai engenheiro, diretor de colégio, e a mãe Amélia, filha de fazendeiros. Grande amor, rápido casamento e filhos chegado, chegando.... Cinco, ao todo, em oito anos de casamento. E veio o drama. Meu pai morreu, aos 36 anos. Minha mãe, aos trinta, cinco filhos e nem um tostão, pois até a casa que tínhamos foi vendida para as despesas da doença de meu pai. Aí veio a mudança: São Paulo, capital, avó materna, tios, mãe trabalhadora, heroína. De dia um emprego público, na prefeitura da capital e à noite e nos fins de semana a arte da costura, algum dinheirinho a mais.

diferente, necessária, em favor da memória da televisão, em favor daqueles que a fizeram desde o primeiro dia? Por que uma vontade de fazer um trabalho importante, necessário, mas pesado, bem pesado? E por que eu? Por que eu? Resposta simples, mas que se divide em duas. 1ª - Sou perseverante, teimosa e posso até dizer: tinhosa. Quando quero, quero. E eu quero que a memória da televisão e seus pioneiros seja preservada. Quero! E 2ª - Porque tenho amigos. Ah, tenho. São os que trabalham comigo, os que atendem meus convites... Ah, são tantos... Amigos, essa conversa toda é apenas para dizer: obrigada, a todos os que prestigiaram a festa dos 63 anos da televisão, que foi realizada no Salão de Atos, do Memorial da América Latina. E foi uma bela festa! Graças a Deus, é claro e a tantos amigos que tenho. Obrigada a todos. Muito obrigada! E assim vamos em frente....sempre!

Os filhos em escolas gratuitas, pois estudar era importante, para seguir o que queria meu pai. E o trabalho também veio logo. Aos doze anos, para mim os primeiros cachês pequeninos, em novelas de rádio, em papeis de criança, é claro. E depois um contrato, outro, em emissoras de rádio, e aí a televisão chegou. E a vida indo, correndo, o trabalho artístico, os amigos, os amigos...A carreira... os amigos... A família....marido... filhos... netos... Muitos e muitos anos depois, a Pró-TV. Por que a Pró-TV? Por que essa vontade de fazer uma coisa

Logo oficial das festividades dos 63 anos da televisão brasileira

Você sabia? O logo das festividades dos 63 anos da TV brasileira foi inspirado em um dos logos da TV Tupi de São Paulo, a pioneira. Apesar de ser um dos mais reconhecidos pelo grande público, essa logomarca foi usada somente a partir de 1972, com a formação da Rede Tupi e sobreviveu até 1978.


acervo 3

Atriz Edi Cerry, a primeira Narizinho do SĂ­tio do Pica Pau Amarelo (DĂŠcada de 1960)


Os 60 anos da TV Record A TV Record, canal 7 de São Paulo surgiu em 27 de setembro de 1953. Seu proprietário-fundador foi Paulo Machado de Carvalho, o Marechal da Vitória , presidente do recém organizado grupo de Emissoras de Rádio, conhecido como as Emissoras Unidas (Rádio Record, Rádio São Paulo e Rádio Panamericana).

4

As origens da TV Record remontam a década de 20, quando em 1928, o empresário Álvaro Liberato de Macedo criou a Rádio Sociedade Record. Três anos depois, Paulo Machado de Carvalho adquire essa estação de rádio e a data de 11 de junho de 1931 é o grande marco dessa nova fase da Rádio Record. Com o advento da televisão em 1950 e o surgimento das duas primeiras emissoras no pais, além da sólida experiência radiofônica, Paulo Machado de Carvalho após 3 anos da publicação da concessão televisiva, consegue inaugurar na primavera de 1953, a sua Emissora de TV, o canal 7 de São Paulo. Logo em seu primeiro ano, a TV Record trouxe em seus programas artistas já conhecidos das Rádios Record (música), Panamericana (esporte) e São Paulo (rádio novelas e radio teatros) , bastante integrados a outros importantes profissionais vindos das rádios cariocas e do Teatro Moderno nascente. Grandes cartazes brasileiros compunham a lista de fundadores da TV Record como Dorival Caymmi, Isaurinha Garcia, Inezita Barroso e Silvio Caldas. Também é importante registrar a participação imprescindível dos três filhos do Dr Paulo Machado de Carvalho nessa gênese da TV Record: Paulinho Machado de Carvalho, como Diretor Geral, Alfredo Machado de Carvalho como Diretor Comercial e Antonio Augusto Amaral de Carvalho (o Tuta ) como Diretor de Externas. E logo começaram a despontar grandes revelações artísticas no teleteatro: Nilton Travesso e Maria Dilnah , no esporte Silvio Luiz, na música Maysa e na produção televisiva Gaetano Gherardi, Eduardo Moreira e Sylas Roberg. E no comando de programas, nomes inesquecíveis como Blota Junior, Randal Juliano e sempre auxiliados por conhecidas Garotas Propaganda, como Lucy Reis e Idalina de Oliveira. No esporte, as pioneiras transmissores interestaduais com Raul Tabajara, Leônidas da Silva, Paulo Planet Buarque e Reali Junior. No jornalismo, a elegante figura de Murilo Antunes Alves, juntamente com Marino Neto, Viegas Neto e Lahyr de Castro Cotti e Maria Elisa Soares, na Assessoria de Imprensa. E mais recentemente tem-se Telê Cardim, no Departamento de Reportagens da Emissora. E aos domingos, uma unanimidade para toda a família, o Circo do Arrelia encantava os telespectadores, com uma atração de grande qualidade e divertimento. Na década de 60, a música e o humor tornaram-se

pilares da Emissora do Aeroporto , sediada na Avenida Miruna, em São Paulo. Surge a equipe A, com Tuta Carvalho, Raul Duarte, Manoel Carlos e Nilton Travesso. Nascem programas icônicos, como A Família Trapo, onde Ronald Golias mostrava seu imenso talento, Corte Rayol Show, com Renato Corte Real e Agnaldo Rayol, Programa Hebe, com a Rainha da Televisão estreando no canal 7 gloriosamente em 1966, dentre outros. Os Festivais da Música Popular Brasileira e programas cancioneiros como Jovem Guarda (com Roberto Carlos, Erasmo Carlos e Wanderlea), Bossaudade (com Elizeth Cardoso e Cyro Monteiro) e O Fino da Bossa (com Jair Rodrigues e Elis Regina) levaram a Record a recordes de audiência e de aclamação. E grandes doses de riso com Consuelo Leandro, Zilda Cardoso, José Vasconcelos, Chico Anyiso, Renata Fronzi, Jô Soares, Carlos Alberto de Nóbrega, Manoel de Nóbrega, dentre muitos outros. Chega a década de 70, e grandes animadores de auditório passam a integrar o elenco da TV Record, como Silvio Santos (que se torna um de seus proprietários nessa década), Chacrinha, Raul Gil e Bolinha. Na década de 80, Fausto Silva, com seu inovador programa Perdidos na Noite, e Barros de Alencar, com seu programa musical aos sábados registra dois dígitos na audiência. Em 1990, Edir Macedo adquire a TV Record, e na Copa de 1998, a emissora garante sua transmissão com narração de Luis Alfredo. Nessa década tem-se também o apogeu da apresentadora Ana Maria Braga. No século XXI, a Record continua se destacando, com a consolidação de sua teledramaturgia e com destaque, passa a transmitir grandes eventos esportivos mundiais, como as Olimpíadas de Londres em 2012. Além da notável consolidação de Rodrigo Faro como um grande apresentador. Em 2013, a TV Record chega aos sessenta anos, com grande conceito qualitativo e muito admirada pelos telespectadores de varias gerações, que acompanharam essas seis décadas de muito pioneirismo e de muito trabalho de grandes profissionais que se dedicaram a esse nobre trabalho televisivo e artístico. Reprodução TV Record

história

Fábio Siqueira

Logo dos 60 anos da Record


*Reprodução Elmo Francfort

O alegre fim da MTV Brasil A MTV Brasil encerrou suas atividades, nas últimas horas do dia 30 de setembro - dando lugar à TV Ideal, do Grupo Abril - e devolveu a marca MTV à americana Viacom, que a estreou como TV paga em 01º de outubro, às 21h30. Naquele mesmo lugar, no mesmo prédio em que funcionava a MTV, em 1980 se despediu o canal 4 (sim, a MTV funcionou no antigo prédio da TV Tupi, de 1990 até o último dia 30). Em 1999 o Sumaré viu com tristeza também o apagar do sinal do canal 9, a Manchete, que deu lugar à Rede TV! só meses depois. Porém, o fim da MTV Brasil, foi diferente do da Tupi ou da Manchete ou da TV Rio ou da TV Excelsior. Foi um final feliz, literalmente.

Uma programação especial de agosto para cá trouxe de volta à emissora todos os talentos que nasceram no 32 A última imagem da MTV Brasil UHF. Relembraram-se muitos que ali foram revelados como Zeca Camargo, Soninha, Márcio Garcia, Marcos Mion, Luiz Thunderbird, Dani Calabresa, Cazé, Marcelo Adnet, Cuca, Marina Person, Gastão, Edgar e grande time. No dia 26 de setembro, das 18h às 0h, a MTV Brasil apresentou seu último programa ao vivo: o Saidera MTV , com todos os funcionários, VJs e músicos, que fizeram parte da emissora. Câmeras foram instaladas por todo prédio (até nos elevadores!) para transmitir a grande festa. Até mesmo a Padaria Real entrou na festa. Este último programa foi reprisado constantemente, até às 23h do dia 30 de setembro. Depois entrou no ar um programa inédito, o debochado O Último Último Programa da MTV (sim, com último repetido). Daí Cuca Lazarotto - que em 1990 chamou o primeiro vídeo-clipe ( Garota de Ipanema , com Marina Lima) encerrou dizendo que o último clipe seria Maracatu Atômico (de Chico Science e Nação Zumbi). E para encerrar, veio Astrid, que abriu a programação do canal 23 anos antes. Para registrar na história, aí vai seu discurso final: Oi. Eu sou Astrid Fontenelle. E em clima de chegadas e partidas, eu tenho a honra de anunciar o fim da MTV Brasil. Eu fui a primeira a acender a luz e nada mais natural que eu chamasse na chincha essa 'responsa' para mim mesma: eu quero ser a última a apagar. Sem lamentos, com muito orgulho de ter feito parte desta incrível história de 23 anos de MTV Brasil. 23 anos tocando música para os olhos. 23 anos botando o dedo na ferida. 23 anos revelando talentos. 23 anos revolucionando, sim, a TV. 23 anos debochando da gente mesmo. 23 anos botando essa p....a pra funcionar direito sim!... Do nosso jeito. Viva a velha MTV Brasil. E vida longa, bem longa, pra nova MTV que começa amanhã. Sorte e sucesso pra quem segue. E pra que sofrer com despedidas? Porque quem partiu não leva nem o Sol, nem as trevas. E quem fica não esquece tudo que sonhou. Eu fui, até ali, nós fomos, juntos até algum lugar, galera. Valeu! Foi bom! Inté . Ela se despediu, fazendo um grande coração com os dedos e os funcionários aparecendo sorrindo, pulando, cantando, em diversos lugares do prédio e na frente da Real, ao som da música Orra Meu , de Rita Lee, em imagens em preto e banco. E surgiu na tela, pela última vez, a logomarca da MTV Brasil estampado com a bandeira do país. Pra cima, na história da TV, um primeiro final feliz. Valeu MTV Brasil.

Rápidas ... Fiquem tranquilos. O prédio da Tupi / MTV é tombado, com apoio da Pró-TV, Condephaat e Abril. Portanto, continua de pé, sem poderem mexer nem na fachadados tupiniquins. ... Ato de vandalismo na Paulista: picharam o grande painel de pedra da Gazeta. Como pode?

... No Fantástico, da Globo, sai Zeca Camargo e Renata Ceribelli. Entra Renata Vasconcellos. ... Vem aí, no dia 25 e 26 de outubro o Teleton 2013, no SBT e TV Cultura. ... Estreou na Record, a novela Pecado Mortal , a primeira de Carlos Lombardi no canal.

acontece

Elmo Francfort

5


especial

Vida Alves

63 anos com grande festa O aniversário foi no dia 18 de setembro, pois foi nessa data que a TV Tupi, a pioneira, foi inaugurada em São Paulo, em 1950. A festa foi realizada num sábado, dia 14, à tarde, para facilitar a ida dos pioneiros e demais convidados. O evento aconteceu no Salão de Atos, no espaço do Memorial da América Latina, na Barra Funda.

6

Com a presença do presidente do Memorial, o amigo João Batista de Andrade, ali estiveram inúmeros artistas. O público foi de 800 pessoas, entre artistas, familiares e fãs, naturalmente. Vida Alves, no palco, recebeu vários. Salientaram-se e foram homenageados: Juca de Oliveira, Lima Duarte, Sérgio Mamberti, Álvaro Moya, Eva Wilma, Ana Rosa, Lolita Rodrigues, Débora Duarte, Laura Cardoso, Elias Gleizer, Rubens Ewald Filho, Vicente Sesso, Jane Batista, Vininha de Moraes, João Restiffe, Rolando Boldrim, Dr. Anis Kfouri (OAB), Etty Fraser, Sonia Maria Dorce, Sérgio Tiezzi, e outros. Na apresentação também estavam as atrizes Patrícia Mayo e Lisa Negri.

E colaboraram ainda Solange Torelli, presidente da ABCD, instituição educacional, que compareceu levando uma orquestra de jovens e uma dúzia de garotas bailarinas, pois além do curso regular, a escola ensina artes em geral. Também a jovem Bianca enfeitou a festa. E Nelson Natalino, dirigiu o espetáculo. Como convidado especial esteve presente o cantor Gilbert, que entoou músicas, que gravou e que foram temas de novelas da Rede Globo. E em homenagem a data do Yom Kipur, dia do perdão para os judeus, Gilbert cantou uma música em iídiche. Além do coquetel, que foi servido a seguir, a todos os presentes, os escritores Mauro Gianfrancesco e Eurico Neiva ali estavam para autografar o livro Astros e Estrelas da TV Tupi SP: Arte e História na Teledramaturgia Brasileira , que eles presentearam aos artistas, que fizeram parte do teleteatro da TV Tupi. Belo gesto dos dois autores. A festa, que começou às 14 horas, estendeu-se até às 21 horas, pois, em verdade, foi uma grande confraternização, entre colegas e amigos, que aproveitaram a reunião para matar saudades. V.A.

Escritores Mauro Gianfrancesco e Eurico Neiva durante sessão de autógrafos de seu livro


especial Radialista César Monteclaro posa ao lado de logo da TV Tupi, em que foi Diretor

7

Paulo Figueiredo e Olívia Camargo

Ana Rosa e Flávio Galvão

João Signorelli com Lisa Negri

Ator Elias Gleizer sendo entrevistado por Monica Iozzi, do CQC


Cláudio Cavalcanti Morreu um grande ator... Saudade. Falo de Cláudio Cavalcanti, que nos deixou no dia 29 de setembro p.p. Sua enorme carreira como ator teve mais de 50 trabalhos.

Divulgação GNT

saudade

Vida Alves

Todos importantes, mas alguns memoráveis, como o de Irmãos Coragem , o de Malu Mulher , o do padre Albano, o do médico espírita, na novela A Viagem , de Água Viva . E de tantos, tantos outros. Não só na televisão, mas no teatro, no cinema. 8

E também em trabalhos públicos, pois foi vereador por duas vezes e ultimamente era secretário municipal de Proteção e Defesa dos Animais, no Rio de Janeiro. E era também escritor. Deixou dois livros. Casado há muitos anos com Maria Lúcia Frota Cavalcanti, o melhor de Cláudio Cavalcanti, pode ser resumido nessa frase que ele disse certa vez: Não quero ser cada vez um melhor ator. O que desejo sinceramente, de coração, é ser cada vez melhor ser humano . Cláudio Cavalcanti... todos nós sentiremos muita saudade. V.A.

Claudio Cavalcanti em foto de seu último trabalho, o seriado Sessão de Terapia, do GNT

Principais trabalhos na TV * 22-2000 Cidade Aberta (seriado Globo Rio, 1965) * O Retrato de Laura (novela TV Tupi, 1969) * Irmãos Coragem (novela TV Globo, 1970) * Dona Xepa (novela TV Globo, 1977) * Pai Herói (novela TV Globo, 1979) * Água Viva (novela TV Globo, 1980) * Roque Santeiro (novela TV Globo, 1985) * O Salvador da Pátria (novela TV Globo, 1989) * Mulheres de Areia (novela TV Globo, 1993) * A Viagem (novela TV Globo, 1994) * Chiquinha Gonzaga (minissérie TV Globo, 1999)

Zilka Salaberry e Cláudio Cavalcanti no TV de Vanguarda O Caso Maurizius (1960)

* Marcas da Paixão (novela TV Record, 2000) * Amor e Revolução (novela SBT, 2011) * Sessão de Terapia (seriado GNT, 2013)


encontro com os artistas

Sérgio Mamberti Falar sobre Sérgio Mamberti, é falar sobre um grande artista. Ele nasceu na cidade praiana de Santos, litoral Sul de São Paulo, em 1939. Formou-se pela EAD Escola de Arte Dramática de São Paulo. Mas não é só ator. É também dramaturgo. E sua carreira quase atinge os 50 anos.

9

Fez cinema, teatro e televisão. São incontáveis os seus filmes e são importantes. E inúmeros os seus papeis em televisão. Mas antes de um e de outro, fez teatro. Peças de gabarito, como Navalha na Carne , O Balcão , Calabar , Hamlet .

Fosse só isso, e já era tanto, mas Sérgio Mamberti dedicou-se ainda a colaborar para a melhoria da classe, exercendo diversos cargos, dentro do Ministério da Cultura. Foi Diretor da Secretaria de Artes Cênicas, Diretor da Secretaria de Música, Diretos da Secretaria da Identidade e da Diversidade Cultural, foi presidente da Funarte e Diretor da Secretaria de Políticas Culturais.

Divulgação Rede Globo

No teatro recebeu mais de 20 premiações, como: Prêmio Moliére , Saci , Governador do Estado , APCA , APETESP , Sharp , e o internacional Lumiére .

Sendo tudo isso, Mamberti é ainda um excelente ser humano.

Sérgio Mamberti em 2013, como Dionisio Albuquerque, de Flor do Caribe

Com a simplicidade do começo da carreira, ainda atualmente ele recebeu o papel de nazista, na novela Flor da Caribe e o desenrolou à perfeição. Nasceu empelicado , como dizíamos antigamente.

Divulgação TV Cultura

Nasceu com todos os dons, que Deus lhe deu, e com um a mais, o da humildade no coração. Conhecê-lo, conversar com ele, estar junto a ele numa novela, como dizem seus colegas, é aprender mais, sempre mais, é ser cada vez maior. V.A.

Caracterizado como o Doutor Victor, do Castelo Rá-Tim-Bum: personagem mais marcante na televisão


cidade da tv

Nova exposição invade São Bernado do Campo 3 de São Paulo (futuro canal 4). São 14 painéis ilustrados com textos explicativos e mais de 100 fotos. É possível ver artistas famosos na juventude, como Tony Ramos, Laura Cardoso, Eva Wilma, Lima Duarte, Antônio Fagundes e muitos outros que começaram a trabalhar em televisão na pioneira Rede Tupi. De 26 de setembro a 17 de novembro, a mostra estará presente no hall da Cidade da TV, em São Bernardo do Campo (ao lado da Cidade da Criança), de terça a domingo, das 9h às 17h.

10

Astros e Estrelas da TV Tupi : nova exposição na Cidade da TV Conheça a exposição Astros e Estrelas da TV Tupi-SP , que conta através de fotos a história dos atores e atrizes da primeira emissora da América Latina, a PRF-3 TV Tupi-Difusora, canal

Observação: a visitação permanente da Cidade da TV continuará aberta normalmente, pagando R$ 5,00 por pessoa ou gratuitamente ao adquirir o passaporte verde da Cidade da Criança, na entrada do parque. Visite a Cidade da TV e nossa exposição: Rua Tasman, 301 Jardim do Mar São Bernardo do Campo / SP.

Saudade: Fernando Pamplona Faleceu, aos 87 anos o carnavalesco Fernando Pamplona.

Fernando Pamplona foi casado por 63 anos com Zeni e eles tiveram duas filhas.

Conhecido mais como carnavalesco, pois é considerado o pai de todos os carnavalescos do Rio , tendo dirigido desfiles desde o ano de 1960, ele foi antes e sempre um grande cenógrafo.

Os carnavalescos, os moradores do Retiro dos Artistas e intelectuais em geral lamentaram muito seu falecimento. E disseram: Fernando Pamplona foi realmente o pai de todos . V.A.

Fernando Pamplona nasceu e morreu no Rio de Janeiro. (26/09/1926 - 29/09/2013)

Acervo Agência O Globo / Thiago Lontra

Trabalhou no Theatro Municipal do Rio, e foi o responsável pelas melhores decorações da cidade.


01 Laerte Braga Rodrigue 01 Claudionor Fernandes 02 Mércia Garção 02 Cléo Pires 03 Zé Ramalho 03 Adriana Calcanhoto 03 José Mayer 05 Mário Domingues 05 Tarcísio Meira 07 Tathiana Helena 07 Clélia Simone 07 Romeu Montresor 08 Karina Bacchi 08 Paulo Planet Buarque 08 Homero Silva Filho 09 Edi Cerri 09 Marina 10 Marina S. Daloubeix 11 Sílvia Cury 11 Tom Zé 12 Fúlvio Stefanini 12 Clarice Amaral 12 Kina de Oliveira

13 Fagner 14 Alexandre Frota 14 Carla Camurati 15 Edgard Ribeiro Amorim 15 Santo Morales 15 Bianca Rinaldi 15 Denise Fraga 15 Arlete Montenegro 16 Agnaldo Timóteo 16 Antonio Carlos Sartini 16 Helena Magalhães 16 Fernanda Montenegro 17 Nuno Leal Maia 18 Antonio Aguilar 18 Aroldo Teixeira 19 Glória Menezes 19 Abram Belinky 19 Domingos Mattei Neto 19 Anali Álvares 20 José Cândido da Silva 20 Maria Zilda 20 Magno Salerno 20 Jonas Melo

22 Rolando Boldrin 22 Walter Ferrari 22 Ana Beatriz Nogueira 22 Marcos Zago 23 Iracema Reis Moler 24 Francisco Ancona Lopes 24 Rosamaria Murtinho 25 Isa Berenice Elisabetisky 26 Salomão Ésper 26 Yara Pugielli 26 Belchior 26 Milton Nascimento 26 Idalina de Oliveira 27 José Moura 27 Heitor Gasparinetti 28 Zélia Duncan 28 Nelson Pereira dos Santos 29 Maria T. Brito 29 Claudete Troiano 29 Simone Spoladore 31 Felizardo Duarte 31 Thais Alves 31 Allan Thalles Galdino Costa

Destaque Um dos maiores galãs da história da televisão brasileira.

Nascido em Jaguaraçu, no estado de Minas Gerais, em 3 de outubro de 1949, ele acaba de completar 64 anos de vida. No cinema, já foram mais de 10 filmes, destaques para A Dama do Cine Shangai (1987), Perfume de Gardênia (1992), Ação entre Amigos (1998) e Diva (2009).

*Divulgação Rede Globo

É assim que podemos chamar o ator José Mayer Drumond, mais conhecido somente como José Mayer.

Também fez teatro, e obteve muito sucesso com a peça Um Violinista no Telhado , de 2011, musical da Broadway em que José Mayer atuava e cantava. Porém o grande destaque de sua carreira foi sempre a televisão. Na Globo, já foram mais de 30 participações em seriados, novelas e minisséries, desde 1979 até os dias de hoje. Fez trabalhos como Guerra dos Sexos (1983), Selva de Pedra (1986), Tieta (1989), A Indomada (1997), Laços de Família (2000) e Fina Estampa (2012) . Parabéns a ele!

aniversariantes

Outubro

11


A Pró-TV sobrevive graças ao apoio de parceiros Seja sempre uma importante parte desse time. Seja pró-tv.

A sua doação é muito importante para nós, pois garante a manutenção dos trabalhos de preservação da memória do rádio e da televisão brasileiros.

você é um deles

Faça uma doação no valor que desejar.

quem faz

Associação dos Pioneiros da TV Conta corrente: 76366-7 Bradesco - Agência: 0422

Expediente Direção: Vida Alves | Design: Elmo Francfort e Nelson Gonçalves Junior | Redação: Vida Alves, Elmo Francfort, Élida Alves, Fábio Siqueira e Nelson Gonçalves Jr. Fotos: Francisco Rosa e Acervo Pró-TV | Secretaria: Lú Bandeira Tel: (11) 3872.7743 | Site: www.museudatv.com.br | Twitter: @museudatv E-mail: protv.museudatv@gmail.com | Facebook: www.facebook.com/museudatelevisao.protv Expediente: Segunda a sexta - 10h/18h | Venha nos visitar. Agende sua visita!

Realização:

Parcerias:


Revista Pró-TV 117