Page 1

lifestyle | business

turismo

Um Um roteiro roteiro completo completo pela pela Indochina Indochina

sustentabilidade Conheça Conheça o o aplicativo aplicativo que que premia premia quem quem usa usa meios meios de de transporte transporte sustentáveis. sustentáveis.

indústria 4.0 A A empresa empresa joinvilense joinvilense que que éé referência referência nesta nesta nova nova era era industrial industrial

revistapremier.com.br

1


2

revista PREMIER


revistapremier.com.br

3


Editorial Expediente Diretor executivo Douglas Hoffmann

lifestyle | business

douglas@revistapremier.com.br Jornalista Responsável # 132 - 2019 | R$ 18,00

Fabiane Lima Ribeiro (Mtb: 0005003/SC) jornalismo@revistapremier.com.br TURISMO

Fotografia e tratamento de imagens

Um Um roteiro roteiro completo completo pela pela Indochina Indochina

Revista Premier

SUSTENTABILIDADE Conheça Conheça o o aplicativo aplicativo que que premia premia quem quem usa usa meios meios de de transporte transporte sustentáveis. sustentáveis. w w w.revistapremier.com.br

Design gráfico

INDÚSTRIA 4.0

Revista Premier

A A empresa empresa joinvilense joinvilense que que éé referência referência nesta nesta nova nova era era industrial industrial

revistapremier.com.br

1

Publicidade comercial@revistapremier.com.br Revisão

Mais perto

Revista Premier

Durante este mês fomos questionados sobre as mudanças na Premier, com uma pegada mais leve e maior presença online estamos também nos reinventando. escutamos várias vezes que a internet e as redes sociais vão “matar” os meios impressos, e sabemos que tem um fundo de realidade, mas ainda levará algum tempo. Com a pegada Lifestyle e Business vamos continuar trazendo o mundo para os joinvilenses e levando nossa cidade para o mundo, através do meio impresso e também através de nossos meios digitais - site e redes sociais. Estamos cada vez mais perto de nossos leitores e conectando as empresas parceirs com os seus clientes através de anúncios e matérias. Continuamos com nosso DNA de inspirar você! Siga-nos e tenha uma dose diária de boas ideias.

Boa leitura e um excelente mês! Equipe Revista Premier

Anúncios e assinaturas: (47) 3227.4905 | 98801.8450 comercial@revistapremier.com.br

Colunistas Alessandra Lobo, Byanca Bell, Carlos Büst, Julio Franco, Marinaldo de Silva e Silva, Kurt Morriesen,, Dra Milena Zanella, Susane Raiter, Rejane Gambin Impressão TUICIAL

As matérias assinadas por colaboradores e colunistas não correspondem ao pensamento da direção e são de inteira responsabilidade de seus produtores, bem como as fotos utilizadas nas mesmas.

PREMIER JOINVILLE ISSN 2178-8928 É uma publicação mensal da Revista Premier Editoração Gráfica Ltda. CNPJ 15.429.203/0001-75 Joinville/SC Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução sem autorização. Todas as informações técnicas são de responsabilidade dos respectivos autores.


sumário

28 Sustentabilidade Joinville incentiva quem usa meios de transporte sustentáveis.

18 Comportamento 24 Negócios

08 Turismo

20 Tecnologia

30 Arte

34 Mr President 38 Mercado de Luxo 44 Bazar Cultural 46 Design Inside 52 HiTech 54 Questão de Pele 56 Moda 58 Contemporânea 60 Circuito Cidade 62 Societá 66 Social 72 Wish List 74 Negócios Sustentáveis

Um roteiro completo pela Indochina.

A internet das coisas.

Artista prepara exposição para estreiar na Câmara de Vereadores de Joinville.

LEITOR: Você tem um canal direto com a Premier. Envie sua opinião, sugestões e críticas para comercial@revistapremier.com.br


turismo

8

revista PREMIER


destino Indochina: um passeio exótico por uma das mais antigas civilizações do mundo. POR fabiane lima ribeiro | Fotos divulgação

A

Indochina é o destino certo para quem quer, literalmente, sair do “lugar comum”. Repleto de paisagens intocadas, culturas milenares, gastronomia exótica, templos e pagodas deslumbrantes, costumes diferentes e povo hospitaleiro, o destino exerce um verdadeiro fascínio em quem se permite aventurar. Embarque nesse roteiro pelas principais cidades da região e conheça cenários únicos e extraordinários, perfeitos para quem quer se perder e fugir do mundo ocidental.

revistapremier.com.br

9


Informações gerais A região do Sudeste asiático conhecida como Indochina engloba países como a Tailândia, o Vietnã, o Laos e o Camboja e envolve o misticismo e os hábitos de culturas orientais milenares. Em comum, todos eles apresentam um triste histórico de guerra, construções e templos grandiosos, exótica gastronomia e um enorme fascínio que só o oriente ainda é capaz de provocar. A terra é extremamente fértil e irrigada pelo lendário Rio Mekong, o maior e mais importante da região. Individualmente, cada um desses países revela suas magias e surpresas, como a bela Baía de Halong, no Vietnã ou as cachoeiras, passeios de elefantes, e as instigantes procissões dos monges que encantam os visitantes do Laos. O Camboja também surpreende. É este pequeno país que abriga o gigante complexo de Angkor, o sítio arqueológico que serviu como sede do império Khmer entre os séculos IX e XV, se tornando a maior cidade pré-industrial do mundo!

10

revista PREMIER

Roteiro e principais atrações: Bangkok: Cidade moderna e dinâmica, onde a visita ao Palácio Real e aos Templos Wat Trimitr; Wat Po e Buda Esmeralda é imperdível. A metrópole tailandesa pode ser, ao mesmo tempo, duas cidades em uma: se por um lado está o pulsante e efervescente lado moderno, no outro encontramos a cidade velha, com seus palácios, templos e tradicionais costumes. Com 95% da população budistas, abriga algumas das estátuas mais emblemáticas do Buda, como a do templo do Buda reclinado, o mais antigo de todos, do século XVI. Vale a visita ainda ao templo do Buda de Ouro, cuja imagem pesa 5 toneladas; ao Buda de Esmeralda, o mais venerado símbolo budista da Tailândia e ao monumental complexo do Palácio Real, antiga residência da monarquia, e uma grande vitrine da arte e arquitetura tailandesa; Fica a sugestão de passeio a visita aos mercados flutuantes de Damnoen Saduak, onde, ao longo do canal, os comerciantes vendem seus produtos em barcos típicos e coloridos, em uma mistura de euforia, cores, aromas e sabores.


Luang Prabang Roteiro de exotismo natural com passeio de barco pelo Rio Mekong para admirar as Grutas de Pak-Ou e o Templo Wat Xieng Thong. A antiga capital do Laos, Luang Prabang, tem como atrações principais seus belos templos de telhados dourados. Além disso, a cidade consegue mesclar harmoniosamente o exotismo natural, os vestígios da arquitetura francesa e suas dezenas de templos budistas. Daí a grande quantidade de monges e noviços com suas vestimentas cor de açafrão. Vale conhecer o Museu do Palácio Real e a história das dinastias laosianas e o Templo Wat Xieng Thong, construído no ano de 1560 e decorado com mosaicos e esculturas em madeira. Imperdível também é o passeio em barco típico ao longo do rio Mekong até as Grutas de Pak-Ou, para admirar um santuário escavado em cavernas de pedra, decoradas com centenas de esculturas de Buda. Se estiver ao amanhecer na cidade, não perca a oportunidade de presenciar o ritual “Cerimônia de entrega” – Tradição budista sagrada, praticada pelos monges todas as manhãs, onde alimentos são entregues por moradores locais e turistas. Outra boa pedida é conferir de perto as famosas cachoeiras de Kuang Si, é um complexo de quedas d’água que variam entre os tons de azul-turquesa e verde-esmeralda, proporcionando uma visão de grande beleza.

hanoi

Vale a pena conhecer a fascinante capital do Vietnã e visitar o Templo da Literatura, além do obrigatório passeio de Ciclo-Táxi. A velha “Dama do Oriente”, à primeira vista, pode aparentar um caos urbano, mas não se deixe enganar, a fascinante capital do Vietnã, é uma caixinha de surpresas. A cidade ainda guarda um ar colonial, pelos seus palácios e casarões tipicamente europeus; ruelas arborizadas, inúmeros templos, pagodas e igrejas; parques e lagos. Vale a visita pelo Mausoléu Ho Chi Minh, o grande herói e ídolo do Vietnã. Dentro deste complexo, admire a Pagoda de Um Só Pilar, um dos templos budistas mais famosos; e a residência do presidente Ho Chi Minh. Já o Templo da Literatura, construído em 1070, homenageia o filósofo chinês Confúcio, além de ter abrigado a primeira universidade do Vietnã de 1076 a 1779. Para relaxar, visite o Lago Hoan Kiem, cercado por árvores e porta de entrada para o Bairro Antigo, perfeito para o típico passeio em ciclo táxi. O lago também serviu de local para a construção do Templo Ngoc Son, construído no século XVIII.

revistapremier.com.br

11


Cruzeiro pela Baía de Halong Patrimônio Mundial pela UNESCO, devido à sua extraordinária beleza natural. No porto de Tuan Chau, embarque em um cruzeiro pela Baía de Halong, listada pela UNESCO como Patrimônio Mundial devido à sua extraordinária beleza natural. As belas e gigantescas ilhas parecem estátuas que emergem das águas verde-esmeralda da baía. São mais de duas mil ilhas e ilhotas, monólitos calcários cobertos por densa vegetação e inúmeras cavernas formadas ao longo dos anos pela ação dos ventos e ondas, são impressionantes.

12

revista PREMIER


Hoi An Conheça os recantos históricos e culturais da pequena cidade colorida e iluminada do Sudeste Asiático. Hoi An, cidade com grande riqueza histórica e artística, é calorosa, acolhedora e tradicional. Importante porto comercial do Sudeste Asiático, já abrigou muitos mercadores e marinheiros entre os séculos XVI e XVIII e ainda hoje, mantém preservada a sua grande herança arquitetônica em seus bens preservados edifícios históricos, templos, pagodas, residências e fontes. O colorido mercado local, abriga a antiga casa Tan Ky, o prédio da assembleia e a bela ponte japonesa coberta. Aproveite para se aventurar pelas ruazinhas da mais colonial das cidades vietnamitas. Durante o passeio, encontrará várias lojinhas com variado comércio, sem falar na decoração com as luminárias típicas, que deixa tudo ainda mais bonito.

revistapremier.com.br

13


turismo

danang A famosa e moderna cidade de Danang é a 3ª maior do Vietnã e também conhecida como a “Cidades das Pontes”. Passando pela costa, estão os antigos hangares, resquícios da Guerra do Vietnã, a praia da China e a baía de Danang. Nesta região, há uma grande quantidade de empreendimentos comerciais, campos de golfe, condomínios de luxo, cassinos e grandes complexos hoteleiros.

hue Vale a pena conhecer locais como a Cidadela Imperial, a Tumba Imperador Tu Duc e o Museu da Guerra. Através de um túnel de 6280 metros que atravessa a montanha chamada Passos das Nuvens já estaremos na Província de Hue. Chegada à capital imperial que foi parcialmente destruída durante a ofensiva Tet em 1968. Os seus principais monumentos que ainda estão sendo restaurados, como a tumba do Imperador Tu Duc, refletem a antiguidade vietnamita. Já a Cidadela Imperial é um complexo amuralhado que mantém em seu interior vestígios de palácios, pontes e lagos.

Ho Chi Minh (antiga Saigon A cidade histórica de Ho Chi Minh guarda as mais impressionantes memórias da guerra, como o famoso complexo de túneis de Cu Chi. A antiga Saigon é a maior metrópole e centro financeiro do país. A ocupação francesa durou décadas e isso pode ser visto refletido em sua arquitetura, como da Catedral de Notre Dame de Saigon, construída entre 1863 e 1880 e o prédio dos Correios, projeto do famoso arquiteto Gustave Eiffel. Outros locais imperdíveis são o Palácio Presidencial, o Templo Thien Hau e o Museu da Guerra. Se estiver com tempo, vale a ida até Cu Chi para conhecer parte da intrincada rede de túneis que os vietnamitas utilizaram durante as guerras e que começaram a ser construídos no final dos anos 40. Após a insurgência contra a colonização francesa, nos 25 anos seguintes, esses mesmos túneis foram ampliados e muito utilizados no período de combate contra a presença norte-americana. Hoje, foram transformados em ícone do impressionante testemunho da resistência humana no enfrentamento às adversidades.

14

revista PREMIER


Phnom Penh Uma das joias da Ásia, ainda relativamente desconhecida, possui atrações que são o melhor do Camboja, como o Palácio Real, Wat Phnom, Museu Nacional e aos templos magníficos do Parque Arqueológico de Angkor A histórica capital cambojana fica localizada na confluência do Rio Mekong e dois afluentes e é o principal centro financeiro, corporativo, econômico e político do Camboja. A cidade era conhecida como “Pérola da Ásia”, uma das cidades mais bonitas da Indochina Francesa, mas que sofreu muito com as guerras que afetaram a região. Porém, mesmo com toda a devastação sofrida, vem se reerguendo e o que mais se destaca é a cordialidade de seu povo. Durante a visita, conheça o Palácio Real, ainda hoje sede da monarquia cambojana; Wat Phnom, o Templo da Colina; a Pagoda de Prata e o Museu Nacional, cujo acervo abriga uma grande coleção de arte Khmer.

Siem Reap No local que abriga o mais importante sítio arqueológico do sudeste asiático, vá ao Complexo de Angkor, a maior cidade pré industrial do mundo! É o principal destino turístico do país, a porta de entrada para o Complexo dos Templos de Angkor, um parque arqueológico considerado patrimônio da humanidade pela Unesco. Angkor era a capital do Império Khmer entre os séculos 9 e 15. Inicie a visita pelo magnífico templo de Angkor Wat, de beleza incomparável e tão importante para o país que tem sua imagem estampada em sua bandeira. É o maior e mais bem preservado templo que integra o assentamento de Angkor, uma imensidão de construções impactantes. Angkor Wat foi construído no melhor estilo clássico Khmer e é o maior templo religioso do mundo. Já o Museu Nacional é o local para conhecer a história do Império Khmer, No Templo de Ta Prohm, onde árvores centenárias e templos se fundem criando uma visão sem igual, pise no mesmo solo que Angelina Jolie esteve durante as o gravações do filme Tomb Raider. No Templo de Bayon, cuja principal característica são as imensas faces esculpidas em pedra no topo de muitas torres, veja ainda a magnífica porta sul de Angkor Thom e o Terraço dos Elefantes, de onde o rei assistia as cerimônias. Se sobrar tempo, vale o divertido passeio de Tuk-tuk até o centro para compras e vivenciar o cotidiano local.

revistapremier.com.br

15


cingapura Finalize a viagem com a moderníssima e cativante cidade-Estado. A cidade-Estado do Sudeste Asiático é considerada uma das cidades mundiais de melhor padrão de vida e desenvolvimento humano. Para quem chega no final do dia, Cingapura tem como cartão de visita a bela iluminação cosmopolita noturna, que pode ser melhor apreciada a bordo de um barco típico chamado “Bumboat” pelo rio Cingapura até a animada área de Clarke Quay, com suas variadas opções gastronômicas e de entretenimentos. Durante o dia, aproveite para passear pelos bairros étnicos de Little India e Chinatown, os bairros elegantes e comerciais, que incluem o Orchard Road e o Jardim Botânico e principal área da baía de Cingapura, onde está o símbolo do país: a estátua de Merlion com cabeça de leão e corpo de peixe. O Monte Faber é perfeito para admirar todas essas belezas. Já o Gardens by the Bay, uma espécie de Jardins de Avatar, é perfeito para quem curte alta tecnologia, beleza e modernidade.

dicas úteis Documentos necessários para embarque: Passaporte com validade mínima de seis meses contados a partir da data de chegada no país, com mínimo de 3 folhas em branco lado a lado, para cada país. Vacinas necessárias: É obrigatória a apresentação do cartão de vacinação internacional contra a febre amarela. Vistos: Tailândia - Brasileiros não precisam de visto para visitar a Tailândia por até 90 dias. Laos - Brasileiros precisam de visto para entrar no país. Vietnã - Brasileiros precisam da obtenção de carta visto para o Vietnã, que pode ser obtido por conta própria através da embaixada em Brasília. Camboja - Brasileiros precisam de visto para entrar no país. Templos: para entrada nos templos não são permitidos vestidos e shorts curtos, chinelos de dedo e regatas. Opte por calças ou bermudas na altura dos joelhos, camisetas que cubram os ombros e não possuam grandes decotes e sapatos fechados.

16

revista PREMIER


TAILÂNDIA, CAMBOJA, VIETNÃ, LAOS E MAIS

A viagem desta edição foi desenhada pela Consultora de Viagens Gizeli Pereira Mattos. Ela contempla Bangkok, Luang Prabang, Hanói, Baía de Halong, Hoi An, Hue, Ho Chi Minh, Phnom Penh, Siem Reap, Cingapura e Londres em grupo brasileiro com guia falando português desde o embarque em São Paulo e operação da impecável Queensberry. Há saídas em setembro, outubro e novembro com duração de 25 dias de viagem, incluindo todos os serviços de voos, hospedagens com café da manhã (sempre em categoria primeira, primeira superior e luxo), maleteiro, traslados e passeios com ingresso e guia local, alguns com as refeições já previstas. O seguro de assistência ao viajante, importantíssimo, também já está incluso.

Rua Nove de Março, 734 - Centro |

Dentre os diferenciais deste roteiro estão um cruzeiro pela Baía de Halong e um passeio de barco pelo Rio Mekong, um day use em Londres para o maior conforto dos viajantes, tours em Bangkok, Hanói e pela antiga Saigon e a visita aos templos de Angkor no Camboja. O valor por pessoa em apartamento duplo fica a partir de R$ 36.103,68 para a saída de novembro (câmbio calculado em 01/02/2019 sujeito a variação). Fale conosco para receber a programação dia a dia desta viagem, que é super completa. Há ainda opções de roteiros mais econômicos com guia falando espanhol e de extensões.

turismo@olimpiatur.com.br |

Fone/Whatsapp: 47 3461 revistapremier.com.br

1777 17


comportamento

O queridinho da estação O Gin se consolida como a bebida do verão 2019. da redação | Fotos divulgação

A cada novo verão as novidades que o acompanham vão desde os modelos de trajes para curtir as tardes quentes, passando pelos hits e chegando aos drinks que marcam os espaços nas areias, piscinas e iates Brasil afora. E neste verão o Gin se consagrou como a bebida preferida das celebridades e influenciadores. As fotos dos diferentes coqueteis à base da bebida circulam nas redes sociais mais descoladas. Buscamos algumas das marcas preferidas para que você possa saber exatamente o que está degustando pelos copos gelados do verão.

Tanqueray

Uma das marcas mais conhecidas de gim, está no mercado desde a década de 1830, quando foi destilado pela primeira vez por Charles Tanqueray. Em sua composição, zimbro, angélica, alcaçuz e semente de coentro. Ao contrário da maioria das bebidas — tridestiladas —, é destilado quatro vezes.

Hendrick’s

Um dos responsáveis pela revolução na forma de servir gim-tônica. Lançado em 1999, é produzido com pétalas de rosa da Bulgária e pepino, que lhe dão um sabor característico.

18

revista PREMIER

Bombay Sapphire

Esta bebida inglesa tem um sabor único e agradável, resultado das 10 diferentes plantas utilizadas em sua produção, entre elas limão, alcaçuz, angélica, coentro e, claro, zimbro. Perfeito para preparar gimtônica.

london n1

Destilado quatro vezes, é produzido com cereais de qualidade e contém 13 plantas em sua composição. É possível perceber notas de limão, laranja e bergamota. É suave e elegante no paladar, com uma acidez refrescante.

bulldog

Um gim premium elaborado em Londres de maneira artesanal. Na fabricação, leva 12 ingredientes selecionados em quatro continentes. Tem textura suave e sabor com notas de cítricos. O final é fresco e equilibrado.

monkey 47

Produzida na Alemanha por um inglês apenas com ingredientes da Floresta Negra, esta bebida é um exemplar premium feito de forma artesanal. Como possui mais de 40 plantas em sua composição, é complexo e não precisa de drinks muito elaborados para realçar seu sabor.


UMA PARCERIA DE VALOR A solução para responder a uma pergunta crucial: QUANTO VALE? Quanto vale a sua empresa, o seu imóvel, os intangíveis do seu negócio? Conheça a Apsis, uma das maiores empresas de avaliação de negócios do país, com 40 anos de atuação. Consultoria Imobiliária Avaliação de Negócios Transações Corporativas Governança Corporativa Gestão de Imobilizado Sustentabilidade Hotelaria, Turismo e Lazer

Presente em Joinville através de uma joint venture com o Grupo Meta, com 27 anos de experiência em gestão.

47 3431-5700 apsis.com.br

grupometa.com

revistapremier.com.br

19


tecnologia

A Indústria

4.0

Confira o caminho para fazer sua empresa chegar no futuro da tecnologia industrial. POR FABIANE LIMA RIBEIRO | Fotos divulgação

V

ocê sabe o que é Indústria 4.0? E na Internet das Coisas, você já ouviu falar? Esses dois termos estão interconectados e se referem às mudanças pelas quais o sistema produtivo industrial tem passado com a evolução da tecnologia em prol de uma cadeia de produção mais inteligente e sustentável. Mas e como isso se encaixa na realidade da sua empresa? O conceito de Indústria 4.0 com certeza soa como algo futurístico e talvez distante do dia a dia das linhas de produção já estabelecidas, mas nada mais é do que uma definição da indústria germânica para a tomada de decisões no sentido de acelerar a produção e reduzir o custo de maneira inteligente e com o auxílio de sistemas virtuais. Melhorar o desempenho e reduzir custos no cenário atual do mercado parece algo bem atrativo, não? Para facilitar ainda mais esse processo e conectar o físico e o virtual, entra a chamada “Internet das coisas”, que busca “linkar” o que o sistema produtivo já utiliza em seu dia a dia com a facilidade de uso e comunicação da rede mundial de computadores e seus dispositivos móveis. Tudo isso é feito a partir de soluções automatizadas, pensadas por engenheiros e profissionais capacitados em sistemas de TI que identificam o que funciona melhor em cada indústria, inclusive na sua. Segundo José Rizzo, presidente da Associação Brasileira de Internet Industrial (ABII) e membro do Internet Industrial Consortium além de fundador e diretor-presidente da Pollux Automation, a Indústria 4.0 nasceu para aumentar o valor do produto e do serviço por meio da digitalização da fábrica. 20

revista PREMIER


revistapremier.com.br

21


A Indústria 4.0 nasceu para aumentar o valor do produto e do serviço por meio da digitalização da fábrica.” José Rizzo

Diretor-presidente da Pollux Automation, Presidente da Associação Brasileira de Internet Industrial (ABII) e membro do Internet Industrial Consortium

tecnologia avançada em joinville Contudo, traçar um paralelo com as necessidades de modernização que a sua empresa possui e as tecnologias disponíveis no mercado pode não ser exatamente uma tarefa fácil para se fazer sozinho. Em Joinville, a Pollux Automation, que é fabricante de equipamentos robóticos, possui excelentes exemplos de tecnologia para a Indústria 4.0, como braços robóticos inteligentes e robôs de transporte, que podem ser controlados pela internet através de uma VPN (Virtual Private Network ou, em português, Rede Virtual Privada). Ambos os equipamemtos emitem relatórios periódicos com informações de uso, do que fizeram, de deslocamento ou o que mais for possível.

Produtos com essa finalidade, o que inclui sistemas de automação, rastreabilidade e soluções em robótica, servem para aumentar a produtividade e reduzir o custo operacional das suas linhas de montagem. O processo

22

revista PREMIER

de digitalização do chão de fábrica ocorre com a inclusão de sensores acoplados aos maquinários, transportadores internos e prateleiras, que coletam as informações de consumo dos itens na linha e as transmitem em tempo real para uma central de monitoramento que, através de algoritmos de ressuprimento, define o insumo que está faltando e em qual linha. Então, os itens são selecionados e colocados em um robô colaborativo móvel conectado (novo tipo de AGV), que entrega os insumos na linha correspondente, na qual outro robô, que também pode trabalhar lado a lado de pessoas, efetua automaticamente o abastecimento dos itens. A conectividade na fábrica, entre fornecedores e clientes também é um processo da Indústria 4.0. “Utilizamos sensores que conseguem gerar dados facilmente acessados de qualquer lugar do mundo”. É neste caminho que está a Internet industrial, que faz uso da tecnologia e torna a fábrica mais flexível, com produtos customizados, mais próximos das pessoas. Aqui não é só manufatura, também funciona em áreas como a de energia, saúde, e agronegócio, tem um escopo maior”, afirma Rizzo. Primeira brasileira a integrar o Consórcio de Internet Industrial (IIC) e líder na Associação Brasileira de Internet Industrial (ABII), a Pollux Automation iniciou as atividades em 1996 e é uma das pioneiras na implantação da indústria 4.0 no País. Com atuação no ramo das soluções de manufatura avançada, robótica colaborativa e internet industrial, a Pollux implantou os primeiros sistemas de visão industriais e o negócio de robô como serviço, atualmente com 100 instalados no Brasil e em atividade para implantação dos primeiros robôs móveis.n


revistapremier.com.br

23


BERGERSON

55 Anos com brilho intacto Sob a batuta do primogênito da família, empresa se consolida como uma das maiores redes joalheiras do Sul do país. da redação | Fotos Bruna BurkatStudio Personal | divulgação

E

m 2019, a Bergerson entrará no seu ano 55 mirando fortalecer o tripé design autoral, qualidade e inovação que tem feito sua história e reputação há mais de meio século. Uma das maiores joalherias do Sul do Brasil, criada em Curitiba e com uma loja exclusiva no Garten Shopping, em Joinville, traz cravejada no DNA o trabalho árduo e persistente do imigrante polonês Moisés Bergerson, falecido em 2008. Atualmente, a empresa está sob a direção do primogênito, o economista Marcelo Bergerson, 61 anos, que começou a trabalhar no negócio da família aos 15 anos e hoje comanda com vigor uma holding que além da joalheria inclui Bergerson Presentes e a rede de joias e relógios Bigben. Com a experiência de quem viu o mercado se transformar, Marcelo Bergerson tem um olho nas raízes e o outro bem voltado para o futuro. Por meio de seu atual CEO, a Bergerson ganhou uma gestão moderna, que atravessou turbulências econômicas e avançou com foco no relacionamento com o cliente. Além da alta joalheria, a rede Bergerson comercializa relógios da marca própria e das principais grifes internacionais do setor relojoeiro transformando seus 7 endereços no Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul referência em consumo de luxo no Sul do país.

24

revista PREMIER


Encantar antes de tudo “Tudo o que é belo, desperta um sentimento no indivíduo. Uma joia, para ser deslumbrante, precisa de pedras de excelente qualidade, mas também de um design único e harmonioso, capaz de impactar emocionalmente”, diz Marcelo Bergerson. Ele observa que há meio século, quando não se falava em globalização, era como se o mundo fosse “menor”, poucas eram as pessoas que tinham acesso à grifes conceituadas ou marcas internacionais. Hoje, com todas as possibilidades de compra que são oferecidas ao consumidor em uma sociedade mais complexa e bem informada, o desafio é criar marcas fortes, que encantem de todas as maneiras. “Com o consumo cada vez mais movido por experiências de compra, o consumidor compra menos por necessidade e mais por desejo.”

Design autoral A Bergerson mantém uma equipe de criação - atualmente comandada pelo designer de joias Ricardo Sousa, que desenvolve e produz suas coleções em oficinas próprias onde o artesanal encontra a tecnologia para dar origem a belas joias. Há alguns anos, a marca passou a lançar coleções temáticas, que têm como base uma ampla pesquisa em tendências internacionais. “Nossas joias sempre têm uma história para contar”, afirma o CEO, que tem um orgulho especial pela qualidade dos diamantes Bergerson que encantam gerações. “Nossos diamantes se caracterizam por uma lapidação específica, que intensifica o brilho da pedra. Todos eles, a partir de 1 quilate, possuem certificado GIA, uma instituição internacional que classifica a pedra.”

revistapremier.com.br

25


Quando alguém olha para uma joia que marcou um instante de alegria, certamente poderá vivenciar um pouco daquele sentimento novamente.” Marcelo Bergerson CEO do grupo Bergerson

Felicidade materializada

O luxo da tradição A tradição não precisa vir com poeira de passado, ela pode ser atualizada e cultivada como um ativo da marca. Mesmo em tempos de tecnologia 3D, a delicadeza de uma joia merece o cuidado de mãos experientes. No ramo joalheiro, mão de obra vale ouro. “Felizmente, temos ourives com muitos anos de casa, alguns estão conosco desde o início da empresa, o que é um grande diferencial”, conta o CEO da Bergerson, mesmo reconhecendo que hoje a maior dificuldade é seguir repassando a tradição da joalheria para as novas gerações de profissionais. Algo semelhante acontece com o consumidor: proporcionar uma lufada de ar fresco a cada coleção é um desafio. “Por isso, dentro de uma mesma coleção sempre procuramos manter o equilíbrio entre o clássico e o contemporâneo. Há peças mais tradicionais e outras mais arrojadas, de acordo com o design e com a história que queremos contar”, afirma.

26

revista PREMIER

Marcelo Bergerson se define como um apaixonado por joias - especialmente diamantes - e relógios. Diamantes e pedras especiais passam invariavelmente pelo seu crivo. A paixão passou para a família - a mulher e os três filhos atuam no negócio. Mas a condução do estilo Bergerson não é apenas autorreferente. Como comprador e gestor, o CEO da marca está sempre atualizado seja em viagens, leituras ou, como gosta de dizer, “dedo no pulso” do cliente para perceber seus gostos e referências. Em se tratando de joia, a única coisa que não muda é que via de regra ela trata de sonhos e desejos. Uma peça preciosa marca momentos de alegria, passagens que merecem ser celebradas e lembradas para sempre. Uma pessoa compra joias para marcar um nascimento, noivado, casamento, aniversário. São momentos que estão sempre associados há uma expectativa de felicidade. “Quando alguém olha para uma joia que marcou um instante de alegria, certamente poderá vivenciar um pouco daquele sentimento novamente.”n


revistapremier.com.br

27


sustentabilidade

Mobilidade sustentável garante pontos e prêmios Em Joinville, agora é possível trocar pontos por prêmios ao usar modais mais sustentáveis, como bicicleta e transporte coletivo. da redação | Fotos divulgação

J

á pensou em ganhar pontos pelo simples fato de escolher fazer um trajeto de bicicleta, a pé ou usando transporte compartilhado? Melhor ainda: acumular esses pontos e trocar por recompensas, como comidas e bebidas, cupons de desconto, entre outros serviços e produtos do comércio local. Agora, moradores e visitantes de Joinville têm essa chance. O movimento #VaiDeZica traz a proposta para a cidade com o objetivo de promover uma mudança de hábito e, ainda, contribuir com uma mobilidade urbana mais sustentável. O lançamento oficial do projeto foi no dia 16 de fevereiro, com o primeiro desafio #VaiDeZica. Na primeira tarefa os participantes deveriam percorrer qualquer trajeto de no mínimo 5km a pé ou de bicicleta até o Pórtico Opa Bier, onde ocorreu uma confraternização e receberam uma recompensa. Em Joinville, o projeto-piloto conta com o patrocínio da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e da OPA Bier, além do apoio institucional da Prefeitura e da Embraco. O nome #VaiDeZica foi inspirado por Joinville ser considerada a “cidade das bicicletas”, conhecida localmente por Zica.

28

revista PREMIER


adesão O comitê de organização do projeto está com boas expectativas quanto à adesão de participantes. “Acreditamos muito na iniciativa e no potencial de mobilizar a comunidade de Joinville. Nossa expectativa é que teremos cerca de 5 mil usuários já no primeiro mês”, afirma a porta-voz do projeto, Tatiana Montero. O projeto no Brasil foi inspirado no case da cidade italiana de Bolonha, o Bella Mossa (nome escolhido na região). A iniciativa apresentou resultados impressionantes: em 2017 foram registrados mais de 3,7 milhões de quilômetros de deslocamentos sustentáveis, sendo distribuídas mais de 16 mil recompensas.

Como vai funcionar O primeiro passo é criar uma conta no aplicativo BetterPoints, que fará o controle e registro dos pontos acumulados. Você informa ao aplicativo sempre que for iniciar um trajeto e o modo de transporte escolhido naquele trecho. Ao final, você também precisa informar a conclusão da atividade. O GPS monitora o percurso realizado. Tudo isso para evitar trapaças e, ainda, gerar dados interessantes, como a quantidade de CO2 (dióxido de carbono) - um dos gases causadores do aquecimento global - que deixou de ser emitido. O sistema não recompensa a distância percorrida, mas o deslocamento em si. A pontuação varia de acordo com o modal escolhido e há uma distância mínima a ser percorrida. Os pontos podem ser trocados nos comércios parceiros e as recompensas, constantemente atualizadas, vão desde bebidas e comidas a atividades de lazer, artigos esportivos, entre outras. Quem quiser pontos extras consegue também, já que a dinâmica do aplicativo é semelhante a um game. Ou seja, são propostos desafios que, se cumpridos, geram pontos ou recompensas adicionais. O objetivo é estimular os participantes a usarem o meio de transporte mais limpo com mais frequência. O aplicativo BetterPoints já está disponível gratuitamente para download no App Store e Google Play.

Transporte em Joinville Em levantamento realizado em 2010 pela Prefeitura, o uso de bicicleta em Joinville representava 11% dos deslocamentos diários, com uma meta de chegar a 20% até 2025. No transporte coletivo, de acordo com dados de 2018, por mês são transportados 3,08 milhões de passageiros pagantes, que correspondem a aproximadamente 103 mil passageiros por dia. n

O aplicativo BetterPoints já está disponível gratuitamente para download no App Store e Google Play. revistapremier.com.br

29


ARTISTA VISUAL E ARQUITETO ESTREIA SUA 8ª EXPOSIÇÃO O arquiteto e artista visual Pedro Holderbaum estreia em março sua 8aa exposição, intitulada “BOATS - Ecos do Pensamento”, na Câmara de Vereadores de Joinville. por rodrigo domingos | Fotos divulgação

A

mostra é constituída por 55 obras, executadas com técnica mista, fotografias com tratamento digital, colagens, sobre canvas, ou papel fotográfico sobre fuan. Os anos que compõem a trajetória de Pedro como artista visual, a partir de “Torre de Babel”, sua primeira individual, são povoados de uma enorme quantidade de trilhas possíveis de serem seguidas, caminhos que acabaram se tornando temas dos seus projetos. Projetos, alguns já prontos, outros em construção e os incipientes. Os barcos foram aparecendo de mansinho, alguns textos, desenhos, pinturas, fotografias...e, finalmente o projeto concluído. Tema central desta exposição. Pedro Holderbaum é gaúcho, nascido na cidade de Porto Alegre (RS), formado em arquitetura pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul- UFRGS, possui em seu currículo, mais de 100 obras construídas. Além da arquitetura, outra grande paixão do artista são as orquídeas, como orquidófilo e enquanto presidente da Agremiação Joinvilense de Amadores de Orquídeas (AJAO), Pedro foi o responsável pelo projeto arquitetônico, montagem e desmontagem da Festa das Flores de Joinville por 10 anos consecutivos de 1995 a 2004

30

revista PREMIER

O arquiteto estreou na carreira das artes visuais com grande sucesso, em março de 2014 com a primeira parte da exposição “Torre de Babel” no Garten Shopping. Em 2015 consolidou o amadurecimento na carreira com a 2ª parte da exposição “Torre de Babel- Segmento Homo Sapiens”. Participou também da exposição “Códigos Corpóreos” no espaço expositivo Juarez Machado, exposição fotográfica da montagem do livro “Fragmentos da Dança”, coordenados pelo fotógrafo italiano Antonio Falzetti e Iandra Pavanati da Udesc Joinville, a exposição fotográfica “Rés do Chão” na Câmara de Vereadores de Joinville, “Processos Linha do Tempo”, de outubro de 2016, a exposição “O Voo” do ínicio de 2017, e “Distância Interior”, também em 2017. Já em 2018, no mês de maio, o artista visual, levou para a sede da Associação doa Artistas Plásticos de Jaraguá do Sul (AJAP), sua exposição “Rés do Chão”. No trabalho do Pedro, sempre é possível enxergar uma crítica social, e uma contextualização dos tempos na qual vive a sociedade mundial atualmente. A mostra fica aberta para visitação até o dia 15 de abril, segunda-feira, sempre de segunda a sexta, das 13h às 19h.


E LA NAVE VA Ergueu a cabeça diante da rajada de vento outonal, o olhar captando movimento de algo pequeno, uma folha desgarrada, amarelecida e avermelhada, incomum por ser exótica, folha de plátano que alguém um dia plantara por saudades de terras distantes. A folha planava, se erguia, rodopiava, por f im caiu nas águas do rio, sua curta existência passou de terrestre a aérea, e desta a aquática, navegava agora deslizando na superfície, imergia, voltava à tona numa sobrevida de turbilhoes criados pelas pedras submersas e detritos lançados às águas, tornara-se uma embarcação. De simples tronco de árvore escavado o homem construiu a piroga, depois fui além, queria mais, fez o bote, e a cada instante detalhes surgiram, especializou-se, a gôndola para os canais venezianos, o iole, com seu perf il af ilado e aerodinâmico para competir, o barco é a história da civilização. Barco de mil nomes, veleiro e clipper, saveiro e transatlântico teu destino é ser barco de sonho, qual Flying Dutchman navegando a bolina pela eternidade entre neblina e nuvens, sem aportar a lugar algum, pois chegar a destino é tolher a liberdade de inventar o mar, negar a invenção de sonhar. A arte digital ao criar obras de um espaço virtual constrói subjetividades, inquietações intimas de signif icações particulares, e, por isso mesmo não verif icáveis, são espaços de fantasia em que nos relacionávamos com o “outro”. Quando assim é proposta parte da expectativa de experiência de reconhecimento entre indivíduos, espera acolhimento e sustentação. O que Holderbaum propõe na sua série de barcos não é arte digital, ele reconstrói momentos captados em sua existência, parte de snapshots colhidos alguns como simples registros, outros em que a visão artística de sua formação predominou. Continuando agora seu processo criativo, pinça imagens, determina quais ferramentas irá empregar para enfatizar cores, acentuar contrastes, solorizar por inversão valores tonais. Se apenas se ativesse a isso faria o que inúmeros fotógrafos atuais o fazem, entretanto insuf iciente para seu sonho, tem que criar espaços virtuais, recorre à collage como foi usada por Picasso e Braque, depois por inúmeros outros, criando o inexistente como manipulador de símbolos visuais. É arte fotográf ica, é arte digital, é técnica mista, quando colagem em sua essência, é poesia, folha, barco, rio, mar, onírica como o ar, pois sonhos são feitos de ar, experiência do inconsciente ou desejo reprimido, realização de apelo universal uma vez soltas as amarras, e la nave va. Walter de Queiroz Guerreiro Crítico de Arte (ABCA- AICA)

BOATS - Ecos do Pensamento O cais antigo e maltratado, ao longe apenas uma linha indef inida separa o céu da água. No saveiro, levantando âncora, soltando as velas ... e, então simplesmente indo em frente ao sabor dos ventos que sopram e a expectativa de chegar a lugares inimagináveis bem longe das mesmices dos dias parados, sonolentos, de um planeta lotado, cheio de conflitos e atitudes indefensáveis. Na imensidão do espaço onde apenas algumas nuvens e pássaros, companheiros de momento, se vê. O pensamento voa, o inf inito está ali, a liberdade não é um conceito é uma ação. Aquele que é realmente livre age e se lança para sentir o vazio sob seus pés, o vento no rosto e o horizonte à sua frente!!! ...... e, nada mais! n Pedro Holderbaum Artista Visual

revistapremier.com.br

31


publieditorial

Churrasco com o toque de quem sabe

Para garantir o churrasco de qualidade nas casas catarinenses, a empresa joinvilense Mondini Churrasqueiras aposta no atendimento personalizado. por fabiane lima ribeiro | Fotos DIVULGAÇÃO

S

aber fazer que deu certo. É assim que Nilton Sergio Mondini define o negócio de sua empresa, a Mondini Churrasqueiras. “Começamos a empresa há 22 anos. Fomos aprendendo a fazer e acabou dando certo. Percebemos que esse segmento tinha uma necessidade de melhoria na qualidade do atendimento e foi aí que nós apostamos e nos aperfeiçoamos”, conta. Atuando desde 1997 em Joinville e região, no sul e no oeste do estado, além de outras cidades como Criciúma, Tubarão, Florianópolis, Blumenau, Curitiba, Ponta Grossa e São Paulo, a empresa oferece soluções de qualidade para a área social e gourmet das residências. “Temos um padrão de serviço que se adapta ao tamanho da churrasqueira que o cliente deseja e no projeto que ele apresenta. Se o cliente desejar algum tipo de personalização, fazemos também”, garante Mondini. Mondini vê a churrasqueira como um item que já se tornou essencial nas casas brasileiras, já que 48% das residências possuem uma em casa. “A churrasqueira se tornou tão 32

revista PREMIER

importante como uma geladeira, um fogão ou qualquer outro item que é indispensável numa residência, principalmente para quem gosta de reunir a família e os amigos. Acho que todo brasileiro gosta de um bom churrasco, então a churrasqueira já faz parte da casa”, argumenta. Ainda que o modelo tradicional de churrasqueira em aço inox seja procurado com mais frequência, Mondini assegura a execução de projetos diferenciados. “Somos focados em projetos residenciais e também trabalhamos com o auxílio a arquitetos e clientes que montam projetos especiais, como um painel, revestimento ou algo diferenciado, como uma tampa de guilhotina elétrica ou sobe e desce”. Outra opção oferecida pela a empresa é a finalização de projetos semi-acabados. “Se o cliente tiver uma churrasqueira ainda por finalizar e desejar concluir o projeto conosco, fazemos a colocação do material isolante térmico, acabamento em granito ou aço inox. Temos como entregar todos os materiais necessários prontos para facilitar a vida do cliente”, afirma.


Finalização de projetos Para quem não tem tempo na hora de adquirir os materiais para a execução do projeto de churrasqueira, a Mondini também oferece essa facilidade. “O cliente muitas vezes não tem tempo para ir até a marmoraria comprar o granito, então a gente tenta agregar ao serviço e entregar o material específico que ele deseja, para que ele não precise se preocupar com cotação e insta-

lação da pedra. Pegamos a churrasqueira semi-pronta e entregamos ela acabada”, diz o proprietário. Segundo Mondini, o perfil de quem busca uma churrasqueira personalizada é de nível elevado. “Quem nos procura quer uma churrasqueira automatizada, um sistema elétrico embutido… Temos um nível maior de exigência em termos de qualidade, pois o cliente está disposto a investir um pouco mais no serviço”.

Variedade de soluções Por ter uma grande preocupação em entender as necessidades e os desejos do cliente, a Mondini oferece uma grande variedade de opções em materiais e modelos de churrasqueira. “Trabalhamos também com modelos em aço inox, produção de grelhas, revestimentos, coifas etc”. Confira os modelos disponíveis e escolha aquela churrasqueira que irá fazer do seu ambiente em um ponto de encontro, de reunião ou de festa, aconchegante e com muito estilo.

Espeto Giratório

Sistema fabricado com motor blindado e fiação resistente ao calor. É instalado na parede no fundo da churrasqueira, ficando o motor e as engrenagens totalmente embutidos, não gerando desta forma a perda de espaço interno. Sua tração é feita através de uma fenda onde se encaixa a ponta dos espetos, fazendo-os girar, apoiados em uma barra na parte frontal da boca da churrasqueira. Este sistema facilita o manuseio e contribui para que a carne asse por igual, mantendo-a macia e suculenta

Grelha Elevatória

Dispositivo que permite a regulagem da altura da grelha. Acionada através de uma manivela fixada na parte lateral (esquerda ou direita) ou frontal da churrasqueira. A manivela ativa o elevador interno que fará a grelha subir ou descer, conforme a necessidade, facilitando o controle da intensidade do calor da churrasqueira, bem como a reposição de carvão.

TAMBEM COM ACIONAMENTO ELETRICO POR INTERRUPTOR.

Suporte para Espetos

Frontal – tipo perfil em “U”, fabricado na medida da abertura, com três opções de altura; Interno – canaletas em “U” fixadas na horizontal no fundo da churrasqueira, proporcionando além da regulagem de altura um acabamento interno mais apropriado.

Gaveta para Carvão

Frontal – tipo perfil em “U”, fabricado na medida da abertura, com três opções de altura; Interno – canaletas em “U” fixadas na horizontal no fundo da churrasqueira, proporcionando além da regulagem de altura um acabamento interno mais apropriado

Moldura Boca da Churrasqueira

Acabamento em aço inox, tipo guarnição, revestindo as laterais e parte superior da boca, com o encaixe das barras para suporte de espetos conjugados na mesma peça.

Revestimento Interno

Feito em granito ou qualquer material similar, montado na parte interna, laterais e ao fundo da churrasqueira, iniciando-se logo acima da caixa de carvão. Proporciona um acabamento estético, facilitando a limpeza e manutenção da churrasqueira

Grelhas Especiais

Desenvolvidas com exclusividade para a necessidade do assador.n

Mondini Churrasqueiras

Rua Padre Bernardo, 466 - Nova Brasília | Joinville/SC | Fone: (47) 3467-9047

revistapremier.com.br

33


Mr. President

Ouse Am

Q

uando iniciei a escrita deste texto, depois de mais de cinquenta colunas assinadas para esta revista, fiquei pensando que tema abordar para começar 2019 lá em cima. Antes de tudo, pensei escrever algo mais leve nesse início de ano. Pensei então nas promessas que fizemos ano passado, mas senti que esse era tema batido. Pensei na nova representação e apresentação política que iniciou neste ano, mas admito terem outros muito mais preparados que eu para mexer neste vespeiro. Então lembrei de meus alunos que me pediram para eu escrever mais sobre o amor, por mais piegas que possa parecer depois de tão debatido, exposto, dissecado, popularizado, negligenciado e, inclusive, transformado em objeto Pop e por muitas vezes descartável. Valeria a pena porque nada poderia ser mais denso e mais infame e mais cheio de vírgulas e com mais excesso de polissíndetos do que o amor, esse conceito que de vez em quando tentam desfazê-lo, mas como nunca desfeito é, segue como matéria de tudo que envolve o momento em que baixamos a guarda, como elixir de tudo o que é tocado por nós, de tudo que aguarda o nosso olhar, nosso deleite. Porque o amor está na entrega do profissional ao seu ofício, está no início e no fim de tudo, está no grito do bebê que nasce e do sorriso dá mãe que a alguns segundos atrás estava, de dor, gritando. Ousei, se posso assim dizer, escrever sobre o amor porque ele é a base de todas as coisas. Está na oração, na dor ou no silêncio de quem transforma alguém em semente e o enterra para o cultivo da memória e para o florescer da possibilidade. O amor está na palavra que o jornalista escreve com afinco, e na defesa dos que ainda tem ideologia. O amor está no olhar da mãe, do pai, e também dos filhos. O amor está no amigo feito há menos de uma hora atrás, e naquele, que depois de cinquenta anos, ainda é chamado de menino. O amor está na professora que corrige provas

r

do aluno em seus dias de descanso. O amor está na determinação do atleta, no aplauso da torcida, no orgulho da bandeira hasteada, no sorriso de quem aprendeu a ler a primeira palavra, de quem acabou de dar de presente uma casa à sua família, de quem cuida da terra e rega com muito carinho as plantas no final das tardes. O amor está na oração das freiras que passam a vida longe da sociedade. Está nas descobertas científicas e no atravessamento dos espaços. Está na mão daquele que bebe a água no meio de muita sede, e mais ainda, do que reparte um copo em dois quando sua sede é a maior do mundo. Está no olhar do ateu que reconhece que a fé, nos dias de hoje, é quase um milagre. Está nos livros e nos ensinamentos, na passagem do ano, dos desejos de boas novas, no primeiro beijo e talvez no último, nos abraços de aniversário, nos pedidos de casamento, no reconhecimento, numa separação, de que o que se reparte de nós deixou muito da sua força e da sua delicadeza encrustado em cada poro. O amor está no ensinamento mais simples, e na formatação mais complexa. Está tanto no teto de palha quanto no interior luxuoso, está tanto na praia que se oferece inteira quanto nos pés que sentem o calor fascinante de suas areias. O amor está na superação, na submissão até, na lágrima de alegria, do reconhecimento das limitações e na superação delas. Por isso, nesse primeiro contato com os leitores do Jornal da Cidade, eu os convido a ousar, e também amar, porque o amor não cansa. O amor é como o narrado em Coríntios 13, é feito o fabulado nos contos de fadas, é o que sente quem está longe da Pátria, está nos que se ausentam por imposição, nos que obedecem por humildade, nos que cantam junto com seus ídolos, no grito apaixonado das torcidas, nos que se oferecem por desligamento, e nos que não confundem amor próprio com egoísmo. Ouse amar. Por todo 2019 ouse amar, porque o amor está em tudo. n

Marinaldo de Silva e Silva, é um escritor joinvilense. Escreve profissionalmente desde 2002, quando publicou seu primeiro livro, “O beijo de Mephisto”. Lançou masi recentemente o livro infantil “Respostas para tudo”. Formado em Letras, atualmente é mestrando em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina. 34

revista PREMIER


revistapremier.com.br

35


Levante o bumbum com Bioestimulação! Por Dr. Vitor Azulay | CRM 17494 RQE 9540 Dermatologista e Cirurgião Dermatológico Fotos: Divulgação

U

ma queixa muito constante das mulheres, principalmente daquelas que fazem atividade física como musculação, é a dificuldade de manter o bumbum empinado, duro e liso. O que muitas não sabem é que a Dermatologia pode ajudar! Graças a muitas pesquisas realizadas e tecnologias desenvolvidas na área da dermatologia, hoje é possível combater a celulite e a flacidez da região dos glúteos com a aplicação de bioestimulador, este, quando aplicado com a técnica certa, além de estimular colágeno, também repõe volume. Bioestimulador é um tipo de ácido (Ácido L-Poliláctico) que estimula colágeno de forma potente, proporcionando um rejuvenescimento real e significativo à nossa pele. Com isso a pele flácida e as depressões (celulites) dão lugar a uma pele nova, jovem, firme, lisa e bonita.

AZ | Azulay & Zanella

Dr. Vitor Azulay - Dermatologista CRM 17494 RQE 9540. Dra. Milena Zanella CRM SC 12586. Rua Expedicionário Holz, 26 | Joinville/SC 47 3207.1995 / 3207.1996 / 99617.8920

36

revista PREMIER

Sua aplicação é feita com agulha e apresenta resultados graduais, ou seja, que vão aumentando e melhorando a cada sessão. Ele nivela furinhos na pele e aumenta sua espessura. Tudo isso com um aspecto muito natural! O número de sessões varia de paciente para paciente, mas geralmente são indicadas de 2 a 3 sessões com intervalo de 30 a 40 dias entre elas, pois este é o tempo que as fibras precisam para se reorganizarem e produzirem mais colágeno. Como pós-procedimento é indicado não pegar sol no local da aplicação e fazer compressas geladas. A aplicação do produto é bem tranquila e não necessita de tempo de recuperação. Para você que não faz atividade física, ou que faz, mas ainda não está satisfeita com os resultados, procure um dermatologista de confiança e pergunte sobre este poderoso tratamento.

www.azulayezanella.com.br

Siga-nos nas redes sociais azulayezanelladermatologia

@clinicaazulayezanella | @azulayezanellaspa @dr.vitorazulay @dra.milenazanella


O Ensino Médio Integral do Colégio Positivo é tetracampeão entre as escolas particulares do Sul do Brasil no resultado do Enem. Aqui, seu filho sai preparado para conquistar resultados expressivos nos vestibulares mais concorridos.

revistapremier.com.br

37


mercado de luxo

Franke lança no Brasil a cuba Box Center

Única, exclusiva da marca suíça o novo modelo supera em conceito, funcionalidade, beleza, performance, design e conforto na preparação de alimentos. DA REDAÇÃO | Fotos DIVULGAÇÃO

A

Franke mais uma vez sai a frente e apresenta seu lançamento mundial em cubas para cozinhas e destaca a Box Center. Lançada na última Eurocuccina, o produto já está disponível no Brasil nas principais boutiques e KDS, e é exclusividade da marca suíça. A cuba Box Center é um produto inovador da categoria que atende às necessidades de um consumidor exigente que busca o melhor para sua cozinha unindo status, conforto, performance, design, funcionalidade e exclusividade. E a Franke conseguiu reunir todos estes conceitos em um único produto. A cuba Box Center é mais que uma cuba é uma solução completa para a preparação de alimentos e funcionalidade com tudo sempre a mão. É um workcenter totalmente integrado com acessórios exclusivos que proporcionam a preparação de alimentos de forma organizada e precisa, tornado este momento único e prazeroso. Acompanham a cuba Box Center duas tábuas, uma de madeira e outra plástica com proteção Sanitized, ou seja, reduz 99% da proliferação de bactérias, um kit facas em aço com cobertura antiaderente em três tamanhos para diferentes necessidades, um organizador suporte das facas, um cesto aramado e cesto escorredor em inox, além do acionador de válvulas e válvula e ladrão ocultos. A Box Center possui duas cubas uma maior e outra menor com acabamento impecável e profundidade adequada para grandes utensílios. A novidade tem performance modo Dia e modo Noite. No modo Dia todos os acessórios estão disponíveis para o uso na preparação dos alimentos e no modo Noite a cuba menor serve como armazenadora dos acessórios de forma limpa e ordenada, cada peça se encaixa uma a outra, mantendo o ambiente organizado e com melhor aproveitamento de espaço. Seu design retilíneo e toda sua performance valorizam o ambiente e permitem explorar as possibilidades sem abrir mão da beleza que garantem status ao local onde se prepara as refeições e se recebe amigos e a família.n 38

revista PREMIER


revistapremier.com.br

39


mercado de luxo

Moto aquática para pesca.

A Sea-Doo apresentou durante o Miami Boat Show a novidade para quem quer unir dois hobbies. A Sea-doo apresentou a primeira e única embarcação pessoal (PWC) construída especificamente de fábrica para a pesca esportiva. O Sea-Doo FISH PRO torna a pesca mais acessível, pois é menor do que os barcos tradicionais, facilitando o armazenamento, a facilidade de reboque, o lançamento e a carga, a limpeza e a manutenção. Chegar ao peixe vai ser mais divertido como o Sea-Doo FISH PRO155, uma experiência ao ar livre com velocidade máxima de 55 km / h.

40

revista PREMIER

A nova moto aquática promete injetar ainda mais emoção e modernidade na pesca. Projetada com recursos intuitivos que permitem explorar todos os locais de pesca, a embarcação promete fazer sucesso entre os praticantes da pesca. Uma das principais novidades do lançamento é um sistema de navegação e detector de peixes da Garmin. O Garmin ECHOMAP Plus 62cv Fish Finder conta com uma tela de 6 polegadas (15 cm) e transdutor no casco. Um dos sistemas mais modernos da navegação.n


revistapremier.com.br

41


mercado de luxo

42

revista PREMIER


FERRARI MONZA SP2

Esta edição especial já é considerada um dos carros mais elegantes de todos os tempos, pois é uma combinação de modernidade e nostalgia. O modelo lançado no final de 2018 tem a versão SP1 e SP2, que na prática trazem 1 ou 2 lugares como diferença. O motor V12 de 6.596 cm³ e um ângulo de 65° entre as bancadas de cilindros entrega 810 cv a 8.500 rpm e 73,3 mkgf de torque a 7.000 rpm, o que faz com que o modelo leve apenas 2,9s para chegar aos 100Km/h ou 7,9 para cravar 200Km/h.

Para garantir o conforto dos ocupantes na ausência do para-brisa, a Ferrari desenvolveu um sistema (patenteado, como a companhia faz questão de reforçar) chamado Virtual Wind Shield (“Para-brisa Virtual”, em tradução literal) – na prática, um defletor de ar camuflado na moldura do painel de instrumentos (e na frente do carona, no caso da SP2) que desvia o fluxo de ar em alta velocidade para garantir o conforto do (s) ocupante(s). De acordo com a Ferrari serão feitos somente 500 exemplares, incluindo as duas variações - SP1 e SP2.n

revistapremier.com.br

43


Bazar cultural

a lógica do cisne negro

O que o sucesso do Google e o 11 de setembro têm em comum? Para Nassim Nicholas Taleb, ambos são exemplos claros de Cisnes Negros: eventos imprevisíveis e impactantes cuja natureza extraordinária está na base de quase tudo o que acontece no mundo, da ascensão das religiões à nossa vida pessoal. Em A lógica do Cisne Negro, um dos maiores especialistas de risco da atualidade propõe o mapeamento e a gestão do desconhecido, do pouco provável, do extremo. Para o autor, a fragilidade do conhecimento e a limitação do aprendizado baseado na observação e na experiência levam o ser humano a se defrontar com situações totalmente inesperadas. Nesta obra, o leitor aprenderá, com idéia simples, a tirar proveito de Cisnes Negros e ter outra visão de mundo. Editora: Best Seller Número de páginas: 464 Valor sugerido: R$ 59,90

rápido e devagar

Em Rápido e devagar: duas formas de pensar, Daniel Kahneman nos leva a uma viagem pela mente humana e explica as duas formas de pensar: uma é rápida, intuitiva e emocional; a outra, mais lenta, deliberativa e lógica. Kahneman expõe as capacidades extraordinárias - e também os defeitos e vícios - do pensamento rápido e revela a influência das impressões intuitivas nas nossas decisões. Comportamentos tais como a aversão à perda, o excesso de confiança no momento de escolhas estratégicas, a dificuldade de prever o que vai nos fazer felizes no futuro e os desafios de identificar corretamente os riscos no trabalho e em casa só podem ser compreendidos se soubermos como as duas formas de pensar moldam nossos julgamentos. As questões colocadas por Kahneman se revelam muitas vezes inquietantes: é verdade que o sucesso de um investidor é completamente aleatório e que sua habilidade no mercado financeiro é apenas uma ilusão? Por que o medo de perder é mais forte do que o prazer de ganhar? Kahneman revela quando podemos ou não confiar em nossa intuição. Oferece insights práticos e esclarecedores sobre como tomamos decisões nos negócios e na vida pessoal, e como podemos usar diferentes técnicas para nos proteger contra falhas mentais que muitas vezes nos colocam em apuros. Editora: Objetiva Número de páginas: 608 Valor sugerido: R$ 49,90

44

revista PREMIER

a história da airbnb

Esta é a notável história por trás da cúpula da criação e crescimento da Airbnb, a plataforma de hospedagem online que se tornou, em menos de uma década, o maior provedor de acomodações do mundo. Em primeiro lugar, apenas a estranha idéia dos cofundadores Brian Chesky, Joe Gebbia e Nathan Blecharczyk, a Airbnb interrompeu a indústria hoteleira de US $ 500 bilhões e sua avaliação de US $ 30 bilhões é agora maior do que a de Hilton e próxima da Marriott. A Airbnb é amada pelos milhões de membros em sua comunidade “anfitriã” e os viajantes que se abrigam todas as noites. No entanto, mesmo que a empresa tenha lançado um caminho tão inesperado, este é o primeiro livro dedicado exclusivamente ao fenômeno da Airbnb. Editora: Buzz Número de páginas: 261 Valor sugerido: R$ 49,90


Maria Bethânia e Zeca Pagodinho De Santo Amaro A Xerém

Tudo começou na gravação do CD/DVD “O Quintal do Pagodinho” em 2016, quando cantaram juntos “Sonho Meu”, de Dona Ivone Lara. A parceria progrediu e, dois anos depois, Maria Bethânia e Zeca Pagodinho dividiram o palco pela primeira vez na turnê “De Santo Amaro a Xerém”, que teve lotação esgotada nas seis capitais por onde passou no início do ano.). O projeto é uma referência à cidade natal de Bethânia e ao município fluminense onde Zeca tem seu sítio. “Quando marcamos os shows, conversamos, Zeca e eu, sobre o que nos une. O samba de roda da Bahia, o samba do Rio de Janeiro, a música, o gosto musical de cada um.”, diz Bethânia. O repertório, recheado de sucessos, assinado pelos dois e costurado pelo samba, veio cheio de referências de cada um. No show Bethânia e Zeca se alternam no palco e em duo em vários momentos e trazem surpresas como o “Você Não Entende Nada” (Caetano Veloso), com a divisão peculiar do Zeca, e Bethânia emenda com “Cotidiano” (Chico Buarque) Valor sugerido: R$ 57,90

Paul Simon - In The Blue Light

Aparecendo pela primeira vez no topo das paradas em 1965, Paul Simon é um cantor e compositor norte-americano visto por muitos como referência em folk e rock. Após fazer sucesso pela dupla Simon & Garfunkel, o artista começou carreira solo na década de 80, e alcançou grande sucesso com a faixa “You Can Call Me Al”, lançada em 1986. “In The Blue Light” possui uma compilação das 10 músicas favoritas de Paul dentre seu próprio repertório. O artista escolheu as músicas do álbum a dedo para dar foco às quais pensa que poderiam ter sido melhor aproveitadas no primeiro lançamento. O álbum possui novas interpretações das faixas e, para isso, Simon contou com a ajuda de diversos talentosos músicos, garantindo uma nova visão sobre as faixas. Valor sugerido: R$ 39,90

Gal Costa A Pele do Futuro

A Pele Do Futuro, novo álbum de Gal Costa, com lançamento para setembro, tem direção artística de Marcus Preto e produção musical de Pupillo. Inspirado pela black music dos anos 1970, o disco tem canções inéditas de Gilberto Gil, Adriana Calcanhotto, Emicida, Djavan, Hyldon, Nando Reis, Erasmo Carlos, Silva, Jorge Mautner e participações especiais das cantoras Maria Bethânia e Marília Mendonça. Gal completou 53 anos de carreira e, embora tenha seu espaço garantido entre os maiores nomes da história da cultura brasileira, nunca se aninhou no travesseiro das certezas conquistadas. Ao contrário, foi e voltou no tempo muitas vezes, vasculhando na própria história qual de suas cicatrizes poderia melhor contribuir à tradução daquele exato instante: o presente. Nesse disco, ela aprofundou essa investigação. Que vozes de sua voz precisariam ser acessadas, que outras teriam de ser criadas, inventadas, aprendidas. Valor sugerido: R$ 35,90 revistapremier.com.br

45


Por susane raiter Fotos Divulgação susanedesigninside@gmail.com

O ano de 2019 mal começou e no velho mundo já é tempo de mostrar as novidades do design. Menos famosas que o ISaloni (feira de italiana de design que acontecerá em abril), a Imm Cologne - Feira Alemã de Mobiliário e a Maison et Objet - feira de utilitários francesa são feiras voltadas para negócios, e portanto são menos “turísticas” o que me agrada muito. Stands mais vazios me permitiram interagir com as marcas e conferir as novidades com mais calma e profundidade. Visitei a feira com o arquiteto Tufi Mousse, a empresaria Cátia Schlickmann e a arquiteta Joziane Marques Pavinato. Foram dias muito enriquecedores, de aprendizados e trocas! Apresento a seguir o que mais chamou a atenção nas duas feiras e que promete repercutir ao longo de 2019.

FIBRAS NATURAIS Materiais naturais e o fazer manual ancestral ganham destaque entre o que há de mais sofisticado na decoração de ambientes.

46

revista PREMIER


tropicalismo

beleza da imperfeição

A floresta tropical invade as casas em forma de obras de arte, objetos decorativos, tapetes, tecidos e mobiliários. Representando a fauna e a flora de maneira contemporânea e estilizada o movimento é fruto da macrotendência “ecológica” que trouxe a natureza para dentro das casas.

Em reação à produção industrial na qual os produtos são perfeitamente idênticos, surge um movimento que valoriza as imperfeições dos processos de fabricação manual assim como dos materiais naturais.

tons terrosos avermelhados Em consequência ao anúncio da cor do ano de 2019 definida pela Pantone, ser o Living coral, já era esperado que as coleções trouxessem tonalidades avermelhas em seus lançamentos. O que me chamou a atenção foi que a quantidade de tons alaranjados e amarelados superou os tons avermelhados puros.

revistapremier.com.br

47


fundo do mar Quem de nós nunca desejou desbravar o fundo do mar? Que tal, então, ter esses mistérios revelados na decoração da casa? A estética marinha revelada em objetos decorativos, tapetes e tecidos é uma forte tendência inclusive em residências urbanas.

leveza As linhas minimalistas são o ponto de partida para móveis e objetos decorativos. Na contramão da tendência tropicalista aqui apresentada, a estética nórdica - ou escandinava, faz uso mínimo de cores, precisão em formas com linhas retas e finas e uso de materiais naturais aparentes.

design kids Quando as linhas minimalistas do design nórdico são utilizados no mobiliário infantil o resultado são peças que agradam às crianças e se inserem perfeitamente na decoração da casa! Simplicidade em linhas e materiais uso de madeira e fibras naturais em mobiliário infantil e em brinquedos. Amei!

48

revista PREMIER


bauhaus A fundação da escola alemã, criadora do que chamamos hoje de “design”, completa 100 anos nesse ano. E como não poderia deixar de ser, a data está sendo muito comemorada com relançamentos de peças desenvolvidas na escola, assim como lançamentos inspirados nas linhas defendidas por seus seguidores. Uma verdadeira aula de design.

Joinville na Imm As melhores sensações que eu tive na Imm Cologne foram os momentos em que eu me deparei com produtos que são comercializados aqui em Joinville. Saber que nossa cidade comercializa o que existe de melhor no mundo da Decor me deixa sempre muitíssimo feliz! Me animei ao ver as pedras sintéticas como o dekton e o neolith, que são comercializados aqui em Joinville nas pedras Kraisch como estrelas nos Stands, revestindo cozinhas inteiras. E papéis de parede comercializados na Exclusive revestindo as paredes dos Stands. Outro ponto alto foi visitar o Stand da Natuzzi Editions e ver lá na Alemanha os mesmos produtos que vemos aqui na nossa cidade!

revistapremier.com.br

49


As imagens da feira que se mantiveram na mente do arquiteto

Tufi Mousse

Não é toda feira que eu tenho como companhia alguém com o gabarito do arquiteto Tufi Mousse para, ao longo dos corredores, descobrir novidades e, entre um café e outro, discutir os rumos do design mundial. Um dos arquitetos mais conceituados da nossa cidade, Tufi faz o roteiro das feiras internacionais há mais de uma década. Como um grande apreciador de design autoral, Tufi se encantou principalmente pelos lançamentos comemorativos aos 100 anos da Bauhaus. As linhas curvas dos estofados, as texturas nos tecidos, a precisão da marcenaria e a volta dos perfis tubulares em mobiliários contemporâneos foram os pontos altos das feiras, segundo o arquiteto.

50

revista PREMIER


As escolhas da empresária

Cátia Schlickmann Com olhar apurado de quem trabalha há mais de 20 anos na área, Cátia, proprietária das lojas Promacal e Exclusive, nos direcionou o olhar para os tecidos, tapetes e papéis de parede. Dentre as inúmeras novidades vistas, ela destaca os tapetes, com muitas cores e relevos, geralmente sendo utilizado como destaque no ambiente. Outro aspecto notório foram os couros, revestindo estofados, mobiliários e até objetos decorativos em tonalidades amareladas e alaranjadas e a precisão de seus acabamentos.

revistapremier.com.br

51


Hi-tech

Por Eduardo Tristão hitechjoinville@hitechjoinville.com.br Fotos Divulgação

controlado pelo celular

O Spectra X é um skate elétrico com design futurista e que pode ser controlado de três formas: pelo movimento do corpo, por um controle remoto ou por meio de um aplicativo para celulares. O dispositivo foi uma das inovações que ganharam grande destaque durante a CES 2019, de Las Vegas, nos Estados Unidos. Além de leve e portátil, ele é a prova d’água, o que permite sua utilização em ambientes com piso molhado ou durante chuvas. O skate conta com um sistema 3D que analisa a postura do usuário para adequar-se melhor aos comandos do corpo. O dispositivo conta com sensores aprimorados e pesa menos que sua versão anterior - disponível para compra no site da fabricante. Sem previsão para lançamento por enquanto, o Spectra X pode custar até US$ 720 Para usar o skate, o usuário deve baixar o aplicativo eBoard Go, disponível para celulares Android e iPhone. A ferramenta, além de oferecer total controle sobre o dispositivo, possui uma plataforma de compartilhamento para pessoas interessadas em comprar uma unidade do produto. A ideia do sistema é de promover um ecossistema inteligente e evitar o desperdício e descarte de materiais tecnológicos no meio ambiente. Em relação ao visual, o Spectra X se assemelha a um skate comum, mas tem design inspirado em carros esportivos clássicos, os famosos veículos tunados. Ele traz luzes em neon nas cores vermelha e verde que, além de ajudar em ambientes escuros, funcionam como indicadores de movimento. Sob o chassi impermeável construído em fibras de plástico e ligas de alumínio, há um sistema com baterias recarregáveis e rolamentos com rodinhas substituíveis. Valor: U$ 720 | Mais informações: walnutt.com

Úteis e Divertidos

Tecnologias que deixarão os mais exigentes impressionados.

Hyundai e seu UMV

Imagine um cenário do mais puro caos causado por algum desastre natural, de modo que seja necessário realizar evacuações o mais rápido o possível para salvar a maior quantidade de pessoas que o veículo utilizado pelas autoridades pode permitir. Não seria uma tarefa fácil, ainda mais se formos pensar nos obstáculos que as estradas e pontes podem se tornar em situações deste tipo. Pensando nisso, a montadora Hyundai desenvolveu o Veículo de Mobilidade Elevada Ultimate (UMV), da divisão CRADLE. Trata-se de um veículo que é uma espécie de mistura de carro, robô e de jipe das missões de Marte com “pernas” articuladas, que é capaz de engatinhar, escalar e cruzar facilmente obstáculos. Todas essas ações podem ser feitas em função das rodas do veículo serem encaixadas em pernas articuláveis e extensíveis. Este veículo poderá ser utilizado em situações de emergência variadas; não importa se um terremoto, um tornado ou uma avalanche estão ocorrendo: basta trocar a cabine do UMV e ele estará preparado para encarar as situações adversas que aparecerem. Caso haja dificuldade na locomoção, cada uma das rodas do veículo está equipada com seu próprio motor, para que seja possível manter o movimento mesmo que uma ou duas delas não consigam ter tração. No caso dos piores cenários, o veículo articulado poderá também travar suas rodas e simplesmente “caminhar” sobre o chão coberto de detritos. Mais informações: brecorder.com/hyundaiwalking-car 52

revista PREMIER


Video Wall

Relógio da moda high tech

A previsão de alguns anos atrás de que os relógios inteligentes substituiriam os smartphones ainda não está se concretizando, mas algumas importantes marcas de acessórios acreditam em seu potencial e estão investindo no produto. Um exemplo é da Kate Spade, grife voltada ao público feminino apaixonado por moda. O produto apresentado pela marca foi chamado de “Scallop” e terá um app que combina a tela do relógio de acordo com as vestimentas da pessoa, por meio de um questionário. Kate Spade é querida por mulheres ao redor de todo mundo e conhecida por cores vibrantes e design divertido e pop. Apresentou sua segunda geração do relógio rose gold-tone stainless steel scallop smartwatch 2 com funcionalidades mais conhecidas como: a opção de contar passos, calorias e distância percorrida via Google Fit, além de permitir o uso do Assistente do Google para ouvir música nos seus fones de ouvido, via Bluetooth. Valor U$335 | Mais informações: katespade.com

Fone de ouvido com ar condicionado

Como qualquer fone de ouvido para games, o HP Mindframe tem cabo USB, microfone e som 7.1. Sua diferença é a tecnologia FrostCap: dentro de cada concha do fone há um resfriador termoelétrico (uma plaquinha que gera frio usando a passagem de eletricidade por dois metais diferentes), que funciona como ar-condicionado para as orelhas. O sistema explora o efeito Peltier, descoberto em 1834 pelo físico francês Jean Charles Athanase Peltier. Ele constatou que, quando uma corrente elétrica passava por uma pastilha feita de bismuto e antimônio, o ponto de junção entre os metais absorvia calor do ambiente. O efeito Peltier é relativamente ineficiente: requer mais eletricidade para gerar determinada quantidade de resfriamento que o método de compressão e expansão de gás, usado em geladeiras. Mas ele pode ser útil dentro de equipamentos eletrônicos, onde há pouco espaço (e não é necessário gerar tanto resfriamento). Valor U$ 183 | Mais informações: hp.com/us

O Video Wall é um painel com múltiplas telas agrupadas, o que oferece uma experiência visual dinâmica e de forte impacto. Ultrafino, eficiente e de baixo consumo de energia, o painel é composto por LEDs de última geração, projetados para funcionar ininterruptamente. O Video Wall exibe imagens com excelente brilho e contraste dinâmico, alta definição, em Full HD de grandes e vários formatos. Com soluções personalizadas podendo ter acesso remoto para ajustar e mudar o vídeo em exibição de qualquer lugar, hora e de qualquer parte do mundo. Pode ser implantada em salas de reuniões, centros de controle operacionais e auditório, essa solução pode ser utilizada como ferramenta para videoconferência e ainda, pode estar presente em saguões de hotéis, recepções, universidades, atraindo a atenção do público externo. É uma eficiente e eficaz ferramenta de comunicação interna, comercial e de entretenimento de forma impactante, informando, entretendo e até exercendo um papel importante na tomada de decisões de compra! A Hi-Tech é uma empresa certificada tecnicamente para executar esse serviço, é possível ter um Videowall com a partir de dois monitores, incluindo um ultraPC, cabos de comunicação e suportes. Valor: R$15.000,00 Mais informações: hitechjoinville.com

revistapremier.com.br

53


questão de Pele Por Dra. Milena Zanella – CRM SC 12586 | Fotos divulgação

dramilena@azulayezanella.com.br | Instagram: @dra.milenazanella

CABELO VERDE APÓS A PISCINA! E AGORA?

As loiras precisam ter cuidado dobrado no verão, pois a água da piscina costuma deixar as madeixas verdes. Isso acontece porque o sulfato de cobre (utilizado para combater algas) gruda na haste dos fios que já estão porosos por conta da química, danificando ainda mais os mesmos. Siga as dicas abaixo para evitar essa situação: -Hidrate o cabelo 1x por semana; -Borrife água doce nos cabelos antes de entrar na piscina (assim eles absorvem menos a água tratada, diminuindo a entrada do sulfato de cobre); -Aplique protetor solar específico para cabelo. Se o seu cabelo já está verde você deve: -Aplicar shampoo anti resíduo 1x por semana; -Aplicar vinagre de maçã após o condicionador (1 colher de vinagre para 200ml de água) e deixar agir por 10 minutos; -Evitar pintar o cabelo enquanto ainda estiver verde. Siga essas dicas e tenha um “cabelo de Gisele Bündchen”!

preciso de tanto?

Na dúvida sempre pense: menos é mais! Um bom dermatologista vai tratar o paciente de modo que todos notem que ele melhorou, mas que não saibam o que foi que ele fez. Todo o trabalho deve ser feito com foco em evidenciar a beleza já existente no paciente, mas nunca em transforma-lo, pois assim perderá suas características. Os “antes e depois” das redes sociais fazem as pessoas se sentirem insatisfeitas com suas aparências, e o mais assustador, ao invés de chegarem ao consultório querendo apenas melhorar, chegam dizendo que “querem ficar igual fulana(o)”, caberá então ao dermatologista “clarear” suas visões e mostrar que o caminho não é este. Desconfie de profissionais que querem encher você de tratamentos. Lembre-se que você pode melhorar muito com pouco, até porque hoje existem muitas opções e tecnologias para isso. Comece aos poucos e construa um cronograma de tratamento junto com seu dermatologista. Assim você irá envelhecer com qualidade e beleza!


O CUIDADO COM A PELE EM CADA IDADE

Cada fase da sua vida demanda um cuidado diferente com a pele. Pensando nisso listei aqui o que fazer aos 20, 30, 40 e 50 anos. Confira!

Aos 20:

A ordem é: PREVENÇÃO! Quando os 20 chegam, junto chegam os primeiros sinais de expressão. As espinhas tendem a desaparecer e a pele vai ficando mais uniforme, porém, se nessa fase os cuidados não iniciarem, o envelhecimento precoce pode ter sua vez. Os cuidados que você terá aos 20 deverá ter para o resto da vida, limpar, tonificar, hidratar e proteger a pele, mas entenda, depois que os anos avançarem e os sinais do envelhecimento já estiverem dado as caras de vez, somente esses cuidados não darão conta de tudo, assim outros tratamentos e tecnologias deverão ser agregados.

Aos 30:

A fase em que um belo dia você se olha no espelho e pensa: “o que aconteceu com a minha pele?” ou ainda, “como foi que envelheci de ontem para hoje?”. Pois é, isso acontece para a maioria. O nosso querido colágeno já começa a ser produzido em menor quantidade, a pele vai perdendo a firmeza e as primeiras rugas vão aparecendo. Além disso, manchinhas resolvem surgir do nada e uma noite mal dormida já fica estampada na “cara”, mas aos 20 bastava poucas horas para recuperar um sono perdido que já estava tudo nos conformes. Todos nós estamos envelhecendo, exatamente nesse instante, e isso é inevitável, porém, a forma como escolhermos atravessar esse processo é o que determinará a qualidade da nossa pele, pois o envelhecimento pode e deve ser saudável, onde é possível sim manter uma pele sempre bonita e boa autoestima. Os cuidados serão os mesmos dos 20 anos, agora com uns ajustes a mais, como uma sustentação aqui, um pequeno preenchimento ali. Quanto mais a idade avançar, mais deverá aliar cuidados de casa com procedimentos realizados em clínicas dermatológicas.

Aos 40:

Nesta idade além de manchas, aparecem as rugas e a flacidez. Por conta disso deverá investir em produtos anti-idade certos, investir em vitaminas, fazer limpeza de pele 1x ao mês, aplicar Peelings e aderir a tratamentos como Expert Light (LIP- luz intensa pulsada poderosa para combater as manchas causadas pelo sol) e também contra flacidez como Ultherapy e Exílis Elite.

Aos 50:

Quando chega os 50 os cuidados com a pele devem ser ainda mais intensificados, esta é a única forma de conter grande parte dos sinais da idade. Nesta fase as manchas, vasinhos e rugas são bem mais evidentes, além de que a flacidez ganha proporção, então os cuidados devem ser redobrados. O ideal é utilizar produtos com ativos antioxidantes destinados a esta faixa etária como vitamina C e também os de ácido ferúlico e hialurônico, além de aliar tratamentos tecnológicos. Tratamentos como Toxina Botulínica, MD Codes, Ultherapy, Bioestimulação, DualDeep e Expert Light trazem ótimos benefícios pois diminuem consideravelmente as rugas e manchas da pele, estimulam a produção de colágeno, modelam e sustentam o rosto, papada e pescoço. Cada uma dessas tecnologias contribui maravilhosamente de alguma forma para o objetivo que é manter uma aparência jovem e bonita, pois deixam a pele com textura e tonalidade mais uniforme, firme e o rosto harmonioso. Os cuidados com a pele não podem parar!

PÉS RESSECADOS DE TANTA PRAIA?

Verão, praia, areia, mar e piscina são maravilhosos, mas também agridem a saúde da pele. Nossos pés sofrem bastante nessa época do ano, pois ficam muito ressecados, podendo até apresentar rachaduras. Listei aqui alguns cuidados simples, mas que ajudarão muito a evitar e até reverter este ressecamento: 1. Hidrate os pés diariamente. Existem cremes específicos para a região, mas o óleo de côco pode ser maravilhoso; 2. Esfolie os pés a cada 15 dias ou 1 semana para retirar a pele morta e melhorar a penetração dos cremes de tratamento, mas sempre de forma leve; 3. Aplique parafina. Este tratamento pode ser aplicado tanto em casa quanto com um podólogo; 4. Não ande descalço. Cuide de quem “aguenta essa barra” que é carregar você!


MODA

Por Byanca Bell Fotos Divulgação byancabelL@hotmail.com

valentino Ao final do desfile que levou Celine Dion às lágrimas, podemos perceber que Pierpaolo não desacelera nem cansa suas clientes. O que ele deseja é despertar sonhos mágicos e mostrar que tudo é possível.

HAUTE COUTURE SPRING 2019

O ano inicia e em Paris conseguimos acompanhar as belas e desejadas criações para a Alta Costura. Elegemos os quatro melhores desfiles da temporada.

Viktor & Rolf A banalidade das legendas do Instagram foi o ponto de partida para uma coleção excêntrica e digna de ser compartilhada. 56

revista PREMIER


chanel Se neva lá fora, a Chanel transporta seus convidados para uma vila de verão do século XVIII, ensolarada, com palmeiras e céu azul. Este foi o cenário escolhido para apresentar plumas, lantejoulas, bordados e uma noiva impactante.

Elie Saab Elie nunca decepciona. São criações dignas do Oscar que aparecem na passarela. Esperamos que cruzem o tapete vermelho em grande estilo e recebam suas estatuetas.

revistapremier.com.br

57


Contemporânea

Por júlio franco Fotos Divulgação francoeditor@hotmail.com

FRITZ & FRIDA ebner gonçalves

Meu amigo desde o primeiro dia em que cheguei em Joinville, lá em 1993, Ebner Gonçalves está lançando mais uma superprodução em curta metragem. Estreia este mês em Joinville, o filme “Receita de Amor”, com atores consagrados, como Flávio Galvão e Claudiane Carvalho, além de participações especiais como da comunicadora Fabíola Bernardes. O Ebner iniciou sua carreira como fotógrafo profissional, mas hoje é artista visual, filmmaker e roteirista. Trabalhou na mídia catarinense e em revistas nacionais. Tem experiência internacional, como documentarista de empresas catarinenses no exterior, produzindo banco de imagens corporativo. Em 2005 começou a atuar na área do audiovisual. Hoje, realiza a produção e direção do Programa “Rádio Universidade” na Udesc. Em 2013, roteirizou, produziu e dirigiu o filme de ficção, intitulado “A noiva de Tarantino”. Um craque! Um artista.

g Ran– Dkein sol a sol Janeiro

mente te da vida, segura en qu s ai m ês m o - Foi eu em Joinville que menos chov em ro! iro ne ja o i - Fo to – mas meio ca ômico, um bara on SC tr te as or G N al iv no st - Fe verão Chico, o point do o deste Sã or N em a, no a nh or ai - Pr novo, ag de r, ve o nd da an - Bandidagem m

Coluna vertebral • Fui conhecer o Blu Bar. O local tem estampa negra e o nome não tem qualquer referência ao azul (blue). A carta de drinks é gigante e os acepipes são especiais. Uma proposta diferente, para pessoas idem. •

58

Reabriu o Burn out, fechado em meados de dezembro, quando bares e restaurantes mais faturam. Não sei o que levou à atitude tão radical, mas acabou prejudicando quase todo mundo: os clientes, os funcionários e os empreendedores.

• Não tem a Estrada Motucas? Lá quem vai pra Rodovia do Arroz? É lá, desde o ano passado, que fica a Cervejaria GutBrau. Parece uma boa opção para os sábados calientes da Manchester. revista PREMIER

DECORO E o decote da deputada Ana Paula da Silva na cerimônia de posse da Assembleia Legislativa? Ganhou mais destaque que sua história, de duas gestões a frente da Prefeitura de Bombinhas, com bom índice de aprovação. O “atentado” ao dress code tornou Ana Paula mais conhecida do que seu polêmico projeto de pedágio de acesso à cidade-balneário. Como diz Nei Lisboa, compositor gaúcho, cada povo tem o novo que merece.

A SUCESSÃO Como trabalhei para a ACIJ por quase 23 anos, me perguntam se o atual presidente da Associação é candidato a prefeito. Obviamente não sei. Mas que leva jeito, leva. Vai ser páreo duro. Tem o Derian Campos, o Darci de Matos, o Rodrigo Coelho, o Fernando Krelling e outros nomes já sendo lembrados. Acho que é papo para 2020.

Você soube que alguns políticos derrotados querem atuar em empresas de Joinville? Sim, porque políticos atuam, enquanto nós trabalhamos” Frase ouvida na cidade.


Perguntas e respostas FERNANDO BADE O novo presidente da Ajorpeme é joinvilense ali do Floresta. Tem 40 anos e toca a Íntegra Assessoria Empresarial e Corretagem de Seguros. Há mais de 10 anos é professor dos cursos técnicos do Colégio Elias Moreira e Faculdade Cenecista de Joinville (FCJ). Também é “um pequeno colecionador” de carros antigos, seu grande hobby. Como foi sua gestão no Instituto Ajorpeme e nos demais cargos da entidade? Minha empresa é associada há muitos anos, mas comecei a participar ativamente em 2013. Logo após, assumi a presidência do Núcleo Jovem (2015), fui presidente do Instituto Ajorpeme (2016), diretor de Núcleos (2017) e vice-presidente de Núcleos e Negócios (2018). Presidir o Instituto Ajorpeme foi um privilégio. Acredito que somente pela educação é que vamos melhorar o nosso país. Participar dos projetos do Instituto, em parceria com a Jr. Achievement, foi realmente uma grande honra. Assumir a presidência da Ajorpeme é o caminho natural? Sim. A forma como acontecem as reuniões da diretoria executiva, o planejamento estratégico existente, a integração entre os conselhos, os núcleos, ou seja, toda a dinâmica da entidade é pensada visando o crescimento das novas lideranças, principalmente pelo mandato de apenas um ano, tão importante para nós que somos proprietários de pequenas empresas e tão desafiador nas ações. Quais as principais bandeiras das MPEs atualmente? - Acesso a linhas de crédito que tornem nossas empresas mais competitivas, o que para as pequenas empresas tempo tem sido um problema, principalmente nos últimos anos onde assistimos ao BNDES atender apenas as grandes corporações. Não podemos esquecer que 98% do total das empresas em Santa Catarina são micro ou pequenas. Precisamos fortalecer as cooperativas de crédito. - Tratamento igualitário entre as grandes e as pequenas empresas, cumprindo o disposto em nossa constituição federal. - A manutenção dos Bombeiros Voluntários, entidade modelo em todos os sentidos e que tanto nos enche de orgulho. Quais os principais projetos que pretende implementar como presidente? Cito os principais: - Reforçar os núcleos setoriais: foi nos núcleos que tracei toda

a minha trajetória dentro da Ajorpeme. Tenho um carinho muito grande por essa pasta, principalmente por saber que é de onde sairão as novas lideranças da casa. - Aumentar a utilização da Ajorpeme pelos associados; manter e reforçar a proximidade com os representantes políticos; ampliar a atuação regional: a “região” já está no nome da Ajorpeme (Associação de Joinville e Região da Micro e pequena empresa). Além disso, temos que pensar na “grande Joinville”. Afinal de contas, ela está realmente se tornando grande e se fundindo com as cidades ao redor, o que nos faz pensar em estratégias para que todas as empresas sejam beneficiadas pelas nossas ações. Qual a expectativa para este ano diante dos novos governos estadual e federal? Na minha posição de empreendedor, é necessário que eu seja uma pessoa otimista. Mas é preciso ser realista, analisar e planejar muito bem as nossas ações. É essa capacidade de planejamento que interfere diretamente nos resultados. Nosso planejamento empresarial e pessoal sofreu nos últimos anos grande interferência do mundo político. Quais os desafios da cidade de Joinville? E suas principais virtudes na sua visão? Joinville precisa voltar a figurar no cenário político estadual e federal. Precisamos que a nossa força econômica se traduza em força política, coisa que não conseguimos há alguns anos e na última eleição, mais uma vez, elegemos poucos deputados estaduais, se compararmos com outras regiões do Estado. Precisamos seguir na união das entidades empresariais (Conselho das Entidades) para que, organizados, tenhamos força para contribuir com a política. Entendo que posso contribuir fortemente com essa renovação. Na Ajorpeme, somos apartidários (não temos partido político), o que nos torna muito flexíveis. Gosto muito de discutir política, me sinto muito à vontade a frente da Ajorpeme, me sinto um grande empresário da pequena empresa, pronto para contribuir no crescimento de Santa Catarina. n revistapremier.com.br

59


Circuito cidade

Por rejane gambin regambin@hotmail.com

/regambin

verão quente

Que calor todo foi esse minha gente?! O ano começou com termômetros nas alturas e o joinvilense sofreu e chiou. E com razão! A sensação térmica, alguns dias, chegou a passar dos 50 graus. A parte engraçada, é que no meio disso, sobraram piadas sobre a situação. Como uma que me mandaram e que brincava com o fato de que nós joinvilenses, temos o hábito de reclamar da chuva, e por isso estávamos sendo de certa forma, castigados. Pelo sim, pelo não, eu a partir de agora não reclamo mais. Vai que ajuda?!

caipirinha à domicílio

Ele cumpre jornada numa indústria de Joinville, mas nas horas vagas gosta de fazer caipirinhas. E sempre foi assim. Nos encontros com amigos, almoços de fim de semana ou jantares, lá ia Geraldo Figur sempre com seu kit pra fazer bebidinhas especiais, pra alegria de todos. Foi aí que veio a ideia da Drinkeria Gormet, e a entrega das caipirinhas especiais em casa. De início eram 5 sabores. Hoje já são 20, inclusive com uma caipira inspirada no Festival de Cucas, a caipira cuca de banana. O mais legal é que ele desenvolveu uma técnica que permite congelar os drinques, e aí a gente pode deixar no freezer pra beber quando quiser, ou quando chegar aquela visita surpresa. Prático né?! Eu já sou cliente faz tempo e super indico. Pra conhecer, vale espiar o instagram dele: @drinkeriagourmet Divulgação

Divulgação

destaque internacional

Olha só que bacana! A cultura, a história e as belezas naturais de Joinville e de São Francisco do Sul ganharam destaque no programa Kilimangiaro, da emissora de televisão Rai – Radiotelevsione Italiana. As gravações foram feitas no ano passado, e mostram que a maior cidade do estado, também é cidade da dança, inclusive com a sede da única extensão do ballet Bolshoi fora da Rússia, a Escola do Teatro Bolshoi no Brasil. Também foi destaque na reportagem a beleza da nossa área rural. De dar orgulho né? 60

revista PREMIER

Juliano Cruz


bastidores

Divulgação

A vinda do jornalista Ivo Semeraro para Santa Catarina e sua visita a Joinville e São Francisco do Sul teve a articulação da Embratur, Instituto Brasileiro de Turismo, do Santa Catarina Convention & Visitors Bureau e do Joinville e Região Convention & Visitors Bureau. O programa Kilimangiaro é apresentado semanalmente pela emissora de TV italiana Rai e exibe destinos turísticos de diferentes lugares do mundo. Estima-se que a audiência seja de 4 milhões de telespectadores. A reportagem completa está disponível na fanpage do JCVB, no link http://bit.ly/2FWbcLp.

uma santa mistura

Costumo ir ao Santa Mistura desde que a casa abriu, e lá se vão muitos anos. E sempre que chego lá, me chama a atenção o capricho e o cuidado que as proprietárias Sandra e Ludmila tem com o lugar. O atendimento sempre é impecável, a casa está sempre limpa e bonita e a comida, muito saborosa. Outro detalhe que vale um elogio é a carta de vinhos, que sempre tem excelentes opções pra todos os gostos. Sem dúvida, um bom lugar de Joinville e que não perdeu qualidade ao longo do tempo. Então, vida longa ao Santa!

Rejane Gambin

Surpreendente Dia desses, um sábado muito quente por sinal, procurei no cardápio do Santa Mistura um prato mais leve, e que combinasse com o verão. Encontrei o “Congrio com alcaparras, salada de batatas com alho poró, camarão, lagosta e maionese” e olha, foi dos melhores pratos que já comi na vida. Visualmente bonito e incrivelmente saboroso. Parabéns ao chef Jonni Colin e toda equipe! Vocês me surpreenderam mais uma vez! Rejane Gambin

exemplo

Divulgação

As vezes noto que são poucos os elogios para pessoas ou empresas aqui de Joinville. Parece que o que é de fora, é sempre melhor. Na tentativa de valorizar o que é nosso, sempre vou abrir espaço aqui na coluna pra falar sobre isso. E o destaque desta vez é pra Milena Zanella, da Clinica Azulay&Zanella, uma profissional que sempre está em busca de mais conhecimento na área que atua. Ela acaba de voltar do Internacional Master Course on Aging Science em Paris, na França, congresso que apresentou as últimas novidades em aplicações de injetáveis, lasers, tratamentos genitais e restauração capilar, entre outros assuntos. No ano passado, a lista de participações em eventos foi grande: esteve no Annual Meeting Dermatology de San Diego, Califórnia, o Congresso Mundial de Medicina Anti-envelhecimento e Estética de Mônaco, o Congresso Merz Aesthetics e o curso Rejuvenescimento Global da face no Brasil, o Congresso Expert Summit na cidade do México e o Congresso Top100 Lasers em San Sebastien na Espanha. Ou seja, é gente daqui e que temos que valorizar! n revistapremier.com.br

61


societá

Por Alessandra Lobo Fotos Divulgação alessandraloboblog@gmail.com Divulgação

COACH DE ESTÉTICA

Esteticistas de diversos Estados do país estiveram reunidas em Joinville nos dias 02 e 03 de fevereiro para o curso “Personal Coach de Estética”, ministrado pela coach joinvilense Rosi Blunk. Com um formato de programa totalmente inovador no campo da estética, o curso ensinou formas diferenciadas de modificar a vida das clientes que procuram tratamentos estéticos e consequentemente aumentar os ganhos financeiros das profissionais da área. Depois dessa primeira edição Rosi Blunk e sua sócia Viviane Pamplona irão ministrar o curso Personal Coach de Estética para esteticistas de todo o país. Divulgação

influenciadores do bem Depois do sucesso do ano passado, tendo como beneficiado o Hospital Infantil de Joinville, o Garten Shopping está promovendo mais uma vez o Bazar dos Influenciadores do Bem, que terá como beneficiada a Fundação Pró-Rim. Com o apoio de um grupo de influenciadores e marcas da cidade, que estão arrecadando roupas, calçados e acessórios da comunidade, o evento acontecerá durante quatro dias (21, 22, 23 e 24 de março), numa loja montada no Garten Shopping. Em tempo: as peças serão vendidas a partir de R$ 20,00. Na foto, Flávio Janones (E), diretor da Unisociesc, Claire Juliani, madrinha da ação e Thiago Meira, marketing do JEC

patrocínio

Phellippe José/Prefeitura de Joinville

Divulgação

A Rôgga Empreendimentos vai patrocinar o Carnaval de Joinville em 2019, como forma de valorização da cultural local. O evento, realizado pela Liga das Escolas de Samba de Joinville (LIESJ), com apoio da Prefeitura, virá com novo formato. No dia 02 de março, na avenida Beira Rio, das 9h às 22h, haverá a realização dos eventos da “Folia de Joinville”, tendo atrações inéditas o “Stamm Folia” e o “Folia Atrás do Trio”, um trio elétrico com a presença das baterias de escolas de samba, além de baterias universitárias e DJs. Na foto, o Presidente da Liga das Escolas de Samba de Joinville, Deyvid da Silveira (E) e o diretor executivo da Secretaria de Turismo (Secult), Evandro Censi, durante coletiva de imprensa.

62

revista PREMIER

O arquiteto e artista plástico Rudi Dazzi, natural de Concórdia e morando atualmente em Balneário Camboriú, está expondo trabalhos em aquarela na Casa 97, até o dia 24 de março. Depois de Joinville, a mostra “Igrejas e Moinhos Catarina” seguirá para Florianópolis, Balneário Camboriú e Concórdia. A visitação vai até o dia 24 de março, sempre nos dias e horários de funcionamento da Casa 97 (aberta normalmente de quinta-feira a domingo, a partir das 19 horas).


societá

Por Alessandra Lobo Fotos divulgação alessandraloboblog@gmail.com

Entrevista

Ana paula peixer Tudo aquilo que você pensa; você cria. Tudo o que sente; atrai. O que você acredita torna-se realidade.” (Sidarta Gautama)

T

eóloga, com pós em Neuropsicopedagogia, Coach pela SBC (Sociedade Brasileira de Coaching), ex-radialista e hoje atuando como Terapeuta ThetaHealing® com Certificação Internacional, a joinvilense Ana Paula Peixer, que está sempre em constante evolução e em busca de melhoria e conhecimento, dividiu comigo nesta entrevista, um pouco de sua vida profissional e pessoal. Como foi o início de sua carreira profissional? Muito jovem, comecei a conhecer os bastidores dos veículos de comunicação. Aos cinco anos já “brincava” pelos corredores da Antiga RBS e aos 10 anos na Rádio Floresta Negra. Com 18 anos comecei minha carreira de locutora, passei pela coordenação artística e fui diretora de rádio por 10 anos. Nesta trajetória, fiz muitos eventos, promoções, entrevistas com personalidades, e fui locutora do Festival de Dança de Joinville em cinco edições. Com o tempo e o interesse pelo mundo da psicologia e do comportamento humano, busquei outros

64

revista PREMIER

campos de conhecimento e veio a paixão pela educação e terapias integrativas. Foi então que busquei a formação em Neuropsicopedagogia, fiz diversos cursos sobre gestão, liderança e comportamento com os maiores nomes mundiais do ramo e por fim, depois de 17 anos fazendo terapia e descobrindo o mundo do inconsciente, entrei num caminho de autoconhecimento profundo quando fui acometida por uma gravíssima depressão, que quase me matou e me prejudicou muito. Mas foi ela que me levou até o ThetaHealing®. Do que se trata a Terapia ThetaHealing? Como ela pode ajudar as pessoas? ThetaHealing® é a ferramenta mais poderosa para expandir a consciência e ativar o processo de divinização/ evolução/ascenção do ser humano. Nós sabemos, sentimos que nascemos para muito mais, só precisamos lembrar quem SOMOS e nos “reconectarmos” a fonte. Vivemos em tempos de crise. Crise porque a ciência, a alopatia, a medicina, a educação e as religiões, por excesso de fragmentação e falta de


interação, ainda estão caminhando para chegar ao status de união e interdisciplinaridade a ponto de ensinar o ser humano a ser feliz, livre e ter qualidade de vida. Somado a isto, a obsessão pelo TER que suprime o amor pelo SER, vem adoecendo as pessoas colocando-as em uma constante vibração na energia do medo, competitividade e escassez. RESULTADO? Doenças.

do?

E como você acha que tudo isto pode ser “tratável”, cura-

A resposta é simples, existem algumas - poucas coisas que podem ser resolvidas de forma simples. Mas 95% das nossas ações são resultado de escolhas ou programação do nosso subconsciente. Então, o fato é que soluções mais profundas requerem “tecnologias&quot” mais avançadas, para curas mais eficazes. Nós somos o que pensamos. Buda e Cristo já disseram isto há mais de 2.000 anos. Se somos feitos de energia e somos o que pensamos. Como então mudar o que somos, quem somos e nossa realidade? Nos tornando conscientes de que SIM SOMOS NÓS que CRIAMOS através de FORMAS-PENSAMENTO e crenças - a nossa própria realidade. E isto inclui TUDO em nossa vida, desde a maneira que nos relacionamos conosco mesmos (saúde mental, psíquica, espiritual, física), até nossos amigos e familiares, nossa alma gêmea e nossa maneira de olharmos e interagirmos com o mundo material, finanças, trabalho, estudos. O ThetaHealing® é a ferramenta absoluta, que une muitas terapias em uma só, atuando de forma profunda no subconsciente. Através das ondas Theta - estado de relaxamento do cérebro - 4 a 7hz ciclos por segundo - o terapeuta pode conduzir o paz (ciente) a ATIVAR O SEU PROCESSO PESSOAL DE DIVINIZAÇÃO. E isto inclui, basicamente: desprogramar crenças limitantes; baixar sentimentos positivos; manifestar realizações fantásticas na vida dos paz(cientes) - que vão desde prosperidade financeira até curas de vários transtornos psíquicos, emocionais e até físicos. Quais são os benefícios das ondas Theta? – Aliviam o estresse e produzem em longo prazo uma redução substancial da ansiedade; – Fornecem um profundo estado de relaxamento e clareza mental; – Aumentam a capacidade mental e QI; – Sincronizam os dois hemisférios do cérebro; – Estimulam a imaginação e o poder criativo; – Reduzem a dor; – Produzem um estado de bem-estar, pois estimulam a liberação de endorfinas, serotonina e GH.

Como foi sua experiência como radialista? Tem vontade de voltar para a Rádio? Muito boa. Uma história de muito aprendizado e crescimento. Erros e acertos. Sou grata a tudo que aprendi e às oportunidades que todos me deram. Mas não volto não...hehehe O que espera de 2019? Muita vida. Saúde. Divinização. Amor incondicional. Paz e a construção da minha família. Alguma novidade no ar? MUITAS. Ainda não dá pra contar. Mas logo conto.

CURTAS As pessoas se surpreenderiam se soubessem que eu: sou extremamente frágil e sensível, aprendi a cuidar e olhar para a minha criança interior. Sonho: Minha família, filhos, netos. Definição de Paraíso na Terra: Minha rotina sagrada com minha esposa e com minha espiritualidade. Hobby: Escrever/Ler. Livro de cabeceira:   ThetaHealing® Vianna Stibal.   Momento inesquecível: Quando vi meus antepassados numa sessão de apometria. Ídolo (a): O Criador de Tudo o que É. Não vive sem: Conexão absoluta com O Criador de Tudo o que É. O que te irrita: aprendi a paz(ciência) com o ThetaHealing, mas as vezes fico triste com a ignorância e a intolerância humana. Lugar preferido para férias: Curitiba. Saudade: Não tenho. Qual sua filosofia de vida? Divinização, evolução e ascendência. Desenvolver virtudes. Ser quem nasci para ser em plenitude, na luz e no amor incondicional do Criador de Tudo o que É. TOP 5 em Joinville: As cafeterias e delicatessens, Zona Rural, seus rios e beleza, Ale Lobo, Revista Premier, Clínica Fisiothera Frase: “Tudo aquilo que você pensa; você cria. Tudo o que sente; atrai. O que você acredita torna-se realidade.” (Sidarta Gautama) n

revistapremier.com.br

65


Social

66

revista PREMIER

Por carlos bust carlosbust@carlosbust.com.br


revistapremier.com.br

67


68

revista PREMIER


revistapremier.com.br

69


publisocial | vsk 01

Com mais de 10 anos de mercado, a VSK construtora e incorporadora entregou no dia 07/02 seu 10º empreendimento. O evento reuniu, clientes, fornecedores, corretores e amigos. O residencial Torre Ferrara construído no bairro costa e silva possui localização privilegiada, com vista para a Serra do Mar. São 28 apartamentos e 2 coberturas planas em única torre, um empreendimento diferenciado com planta flexível que valoriza o conforto e o bem estar. Mais um empreendimento que passou a fazer parte do portfólio de entregas da VSK Construtora. Ainda esse ano está previsto o lançamento do residencial Torre América, no bairro América, região nobre da cidade.

02

Foto 1: Gian Franco e Suzana, Katlin e Jader, Daniele e Yelson | 2: Runa e José Carlos | 3: Carla e Roberto e Ágata | 4: Daniela e Albertina | 5: Liandro e Michele | 6: Marcelo, Ana Paula, Marcio, Hugo | 7: Marcelo, Jair, Patrícia e Hugo | 8: Fabiano, Diógenes, Élio, Hugo, Marcelo, Tarcísio e Ilion. | 9: Marcelo, Solange, Orlando e Hugo | 10: Fabrício, Soraia, Rafael e Caroline

03

04

05

06

09

08

70

07

revista PREMIER

10


revistapremier.com.br

71


poltrona luisa

A característica única desta linha de produtos da Estudio Bola Design é o modelo de assento, que é unificado com o encosto, mantendo sua estrutura interna sem o uso de madeira. Técnica inspirada na fabricação de calçados e bolsas, que traz a leveza de um leque ao produto. Com estrutura em madeira maciça Jequitibá, a linha conta também com cadeira e banquetas.

WISH LIST Para quem quer estar no topo.

coleção metamorphosis bergerson

A inspiração tem a ver com o momento atual e com um desejo de mudança, a tal metamorfose que batiza a coleção. Uma transformação com delicadeza e suavidade. E que assim seja. Pétalas, folhas, asas de borboletas e gotas se desenham em anéis, brincos, colares e pulseiras em ouro e pedras preciosas. Algumas peças tem encaixes diferenciados e novas maneiras de serem usadas, como os anéis vazados e os brincos que contornam a orelha.

72

revista PREMIER


Quando a arte se junta ao tempo

Originais e coloridos, os novos relógios de pulso TAG Heuer Formula 1 e Carrera (foto ao lado) trazem o desenho do banqueiro “Monopi’’ usando uma bandana vermelha no rosto e jogando notas verdes de dinheiro ao longo do mostrador. A reconhecida assinatura de Alec Monopoly pode ser vista no fundo amarelo, azul e vermelho. O modelo 41mm Formula 1 vem com uma pulseira de borracha preta. A peça esportiva possui uma moldura unidirecional de aço inoxidável com um revestimento PVD preto gravado com uma escala de 60 minutos. O relógio com design em preto é o pano de fundo perfeito para o destaque da ilustração colorida no mostrador.

PREMIER McLaren 600LT

A família McLaren ganha um novo integrante no Brasil com a chegada do 600LT. O modelo inicia o próximo capítulo da história dos McLaren ‘Longtail’ (LT) e, ao mesmo tempo, estabelece uma nova referência como o mais rápido, mais potente e mais focado em pistas - mas ainda homologado para as ruas – dos McLaren Sports Series já criado. Movido por um motor V8 biturbo de 3,8 litros, chega a potência máxima de 600 HP, com torque máximo de 620 Nm e relação peso-potência de impressionantes 2,078 kg/HP.

revistapremier.com.br

73


negócios sustentáveis

Quando é que nossos líderes assumirão suas responsabilidades? Por Kurt Alois Morriesen

C

omo o Carnaval está chegando, ou até já passou quando você estiver lendo esta coluna; o ano, finalmente começou. Depois de uma batalha eleitoral sem paralelos, o Brasil finalmente começa a caminhar para uma direção oposta daquela de quase duas décadas passadas. O horizonte parece reluzente, a Bovespa ultrapassando barreiras, regimes déspotas de esquerda começam a ruir aqui e acolá, o medo do radicalismo de direita e das sombras do militarismo vem sendo apaziguado por ações e gestos de meritocracia, eficiência e transparência. Até mesmo os mais incrédulos ficaram surpresos de ver o notório Renan Calheiros ser dizimado pelos votos dos novos e até dos veteranos senadores da República. De fato, a República parece estar afinada com o século XXI. Mas como diz o poema de Vinícius de Moraes, “de repente, não mais que de repente” temos uma barragem que desaba. Mata centenas de pessoas. Morre gado atolado ou morre com tiros que vem de helicóptero, destroem-se lavouras, contaminam-se rios, terra e o habitat. O CEO da empresa vem a público e diz que tudo aquilo era imprevisível, diz que tinha tomado todas as cautelas para controlar riscos. Depois de algumas semanas se descobre que a empresa não tinha feito nada de concreto para a prevenção de barragens. Os diretores e, principalmente, o conselho da empresa, nada se responsabilizaram pelo ocorrido. Todos os “grandões da empresa” se calaram... Imaginem vocês, pessoas morreram e o CEO da empresa não vem a publico pedir desculpas, não vem ninguém dizer que a culpa é sua. Até parece coisa de escola primária quando um aluno quebra uma janela e diz que não sabe quem a quebrou. Quebrou também a gambiarra do ar-condicionado na área de treinamento do Flamengo, mais uma dúzia de jovens se despediram deste mundo. A direção do Flamengo disse que a culpa não foi dela, mas sim da chuva. Sim, foi a chuva que destruiu as vidas dos jovens jogadores, como também foi a chu74

revista PREMIER

va que destruiu, pela terceira vez, a ciclovia Tim Maia. Ainda bem que desta vez ninguém morreu. Foi a chuva a responsável, não foi a alta gerência do Flamengo, Vale ou outras tantas empresas brasileiras. Recentemente um helicóptero caiu numa das vias do Rodoanel de São Paulo. Um dos tripulantes querendo se salvar, pulou do helicóptero, chegou ao chão com vida, mas a aeronave caiu sobre ele. Um caso quase tragicômico se não fosse pelo fato que foi real. E lá se foi um dos jornalistas mais brilhantes e descolados do Brasil. Descobriu-se que o helicóptero estava irregular. Os donos da empresa ou representantes das agências de fiscalização nada se pronunciaram, nenhum disse algo remoto como “meus pêsames” ou “desculpa”. Para completar, o “novo” presidente do congresso, Rodrigo Maia, faz novela para aprovação do regime da previdência; e têm políticos dizendo que as medidas do Moro são duríssimas, senão desumanas, para combater o crime. Desumano é o índice de homicídio no Brasil, beira a 650.000 mortes por ano. Todos querendo tirar suas obrigações e responsabilidades dos holofotes. Brasil reluzente parece um pouco mais do mesmo. Percebe-se que mais de 50 milhões de pessoas votaram pela mudança, mas que parte da população, principalmente representantes políticos, diretores e gerentes sênior de empresas continuam empurrando seus negócios e suas responsabilidades com a barriga. São diretores que não assumem responsabilidades; são chefes e gerentes que sabem tudo de teoria, de gestão 4.0, de pensamento estratégico, mas nada sabem como colocar ideias em prática, ou de motivar e promover seus pares. São políticos que pensam em projetar um estado ou uma cidade para o ano 3030 mas se esquecem que no presente não existem serviços básicos de qualidade para população, como o transporte público que está desatualizado, mal tratado e caro. A vida segue com a barriga.

E se algo sai errado, vem diretor, gerente ou político cantar boleros e mais boleros sobre chuvas, imprevistos, ou usam frases de efeito como “a culpa não é minha”, “eu não sabia” (do legendário Lula), “está não é a minha assinatura” (um clássico de Maluf), mas raramente se vê um adulto assumindo suas responsabilidades como líder, como representante de uma empresa, de um estado ou de um município. A culpa, sempre é do outro. O que esses grandes lideres não sabem é que eles fazem mal a sociedade, e seus impactos são nocivos a economia. Por exemplo, se a Reforma da Previdência não for aprovada o Brasil quebra em 4 ou 5 anos; se o Brasil não aprovar as reformas contra o crime o nosso país entra em parafuso, e isto só no contexto interno. No contexto internacional temos outros tantos incautos, o impacto da crise comercial entre China e Estados Unidos é uma bomba relógio, assim como a extravagante ultradireita europeia que tem o poder de implodir o bloco da União Europeia. Enquanto os grandes líderes cantam seus boleros, uma grande crise financeira global se aproxima no horizonte, prevista para o final deste ou próximo ano – todos os meus colegas de investimentos estão se preparando para o choque que virá, mas ele não será tão forte como o de 2008. Senhores, o nosso céu pode parecer de Brigadeiro, mas como toda a turbulência é invisível, está na hora de apertarmos o cinto e reclamarmos as nossas responsabilidades e ações. Uma coisa voce pode ter certeza, as eleições passaram, mas o jogo apenas começou. Até a próxima.n Kurt Morriesen é gerente sênior para investimentos de Impacto da United Nation – Principles for Responsible Investiment (UNPRI), uma iniciativa da Organização das Nações Unidas (ONU) em conjunto com grandes investidores para um tornar o sistema financeiro global mais sustentável.


revistapremier.com.br

75


BERGERSON.COM

T A I N Á

O8OO6438999

M Ü L L E R

CURITIBA . SHOPPING PÁTIO BATEL . PARKSHOPPINGBARIGÜI | MARINGÁ . MARINGÁ PARK SHOPPING LONDRINA . SHOPPING PREMIER CATUAÍ LONDRINA | JOINVILLE . GARTEN SHOPPING JOINVILLE | PORTO ALEGRE . IGUATEMI PORTO ALEGRE 76 revista

Profile for Revista Premier

Revista Premier 132  

Premier - Lifestyle | Business - conteúdo para inspirar você!

Revista Premier 132  

Premier - Lifestyle | Business - conteúdo para inspirar você!

Advertisement