Page 1


PORTAL SAÚDE

|

|

ÍNDICE

08

Ter qualidade de vida é também manter-se bem informado 08 | Editorial

O importante é dar o primeiro passo • Bryan Carvalho

10 | Dermatologia Bioestimuladores • Dra. Leandra Marques

12 | Cirurgia Plástica 14

16

Cirurgia íntima • Dr. Dalto Pastro

14 | Odontologia

Dentes muito amarelos, e agora? • Dr. Alynton Faidiga

16 | Endocrinologia Tireoide • Dra. Cristina Faidiga

18 | Baby & Kids

A valorização da infância. Fundamentos para uma educação humanista • Ana Luisa Bittencourt de Castro

20 | Odontologia 18

Ortodontia - Novas tecnologias • Dr. Ricardo Sampaio

22 | Otorrinolaringologia Rinoplastia • Dra. Luciana Peruzzo

24 | Curiosidades

Hipertensão arterial, o assassino silencioso • Dr. Antonio Monteiro

26 | Cirurgia Plástica Vibrolipoaspiração • Dr. Diego Rovaris

24

28 | Personalidade

Velocidade nas pistas, em casa, um pai de família • Cacá Bueno

32 | Pediatria 28

Meningites Bacterianas • Dr. Julio Ramos


34

Saúde e estética são sinônimos de bem-estar 42 34 | Especial Capa

A boa orientação integral transformando sua vida! DTM e Dor Orofacial A Psicoterapia na Dor Crônica • Dra. Suellen Cavalheiro • Dra. Larissa Cavalheiro

40 | Cirurgia Plástica Lipedema • Dr. Sócrates João de Oliveira

42 | Comportamento

A imagem profissional nos tempos atuais • Adriana Estivalet

44 | Odontologia

De Bona Odontologia, referência regional em proporcionar belos sorrisos • Dr. Celestino De Bona

46 | Moda & Beleza Tendências Outono/Inverno • Dimazzo Maison

48 | Perfil Regional

Legislativo mais próximo do povo: conheça Alécio Espinola, o novo presidente da Câmara de Vereadores de Cascavel • Alécio Espinola

48

52 | Reabilitação

A pedra descartada tornou-se Pedra Angular • Fazenda Esperança

54 | Turismo

Salar de Uyuni: um mar de sal e de belas paisagens

58 | Gastronomia

A saborosa Paella e suas variações

54

58


6

|

PORTAL SAÚDE

|

|

EXPEDIENTE

Revista Portal Saúde Cascavel/Toledo - PR

REVISTA PORTAL SAÚDE Joilson Lobato Silva - Eireli - ME CNPJ: 27.348.596/0001-71 Rua José Teixeira d’Ávila, 3400 CEP: 87.501-040 Tel.: 44 3362.1242

Revista Trimestral: Abril/2019 | Ano 1 | Edição 2 DIRETOR COMERCIAL:

Bryan Carvalho DIRETOR ADMINISTRATIVO:

Joilson Lobato

DIRETOR DE FRANCHISING

Junior Favoreto DIRETOR COMERCIAL E CONSELHO EDITORIAL

Henrique Attilio DIRETOR DE SOCIAL MEDIA

Rafael França

MATÉRIAS E ANÚNCIOS: Bryan Carvalho | 44 98818.7655 cascavel@revistaportalsaude.com.br toledo@revistaportalsaude.com.br revistaportalsaude.com.br Sede: SÃO PAULO - SP E-Tower - Rua Funchal, 418 - 35º andar Vila Olímpia - CEP: 04551-060 Tel: 11 3521.7318

GESTORA DE CONTEÚDO

Gabriella Sandim DIRETORA DE ARTE

Larissa Veiga

Franquias: CAMPO GRANDE - MS Diretor Comercial Henrique Attilio comercial@revistaportalsaude.com.br

GESTOR DE MÍDIAS SOCIAIS

Alexandre Kenji GESTORA DE MÍDIAS SOCIAIS

Michelle Lumy Akamine Yanai ESTAGIÁRIO

Anderson Lima ASSESSORA DE FRANCHISING E SUPORTE DE FRANQUIAS CAPA:

Instituto Cavalheiro A boa orientação integral transformando a sua vida Dra. Suellen Cavalheiro CRO/PR 17626 - Cirurgiã dentista Dra. Larissa Cavalheiro CRP 08/18215 - Psicóloga FOTO CAPA:

Jonny Faller e Márcio Ishizuka AGRADECIMENTO:

Wanessa Merel SUPORTE DE FRANQUIAS

Karla Arguelho ADMINISTRATIVO

Prisciela Pereira DIRETOR DE CRIAÇÃO

DIRETOR DE ARTE

Vitor Obede DIRETOR DE ARTE

Fernando Cabral

CABELO E MAQUIAGEM:

DIRETOR DE ARTE

FIGURINO:

Dimazzo Maison

Uimer Freire DEPARTAMENTO JURÍDICO

Nilton Giuliano Turetta REVISOR

Ricardo Joerke ATENDIMENTO AO LEITOR: PARTICIPE DA REVISTA:

O que você gostaria de ler na próxima edição? cascavel@revistaportalsaude.com.br toledo@revistaportalsaude.com.br TELEFONE DE CONTATO:

44 98818.7655 FACEBOOK:

Revista Portal Saude Costa OestePR INSTAGRAM:

portalsaudecostaoeste SITE:

revistaportalsaude.com.br BAIXE NOSSO APLICATIVO:

Portal Saúde App Store e Google Play

UMA NOVA EDIÇÃO, CRIADA ESPECIALMENTE PARA VOCÊ.

CUIABÁ - MT Franqueada Evelyn Kerr cuiaba@revistaportalsaude.com.br SINOP - MT Franqueados Achilles Parma e Fernando Parma Timidati nortemt@revistaportalsaude.com.br SORRISO E LUCAS DO RIO VERDE - MT Franqueados Achilles Parma e Fernando Parma Timidati nortemt@revistaportalsaude.com.br

Thiago Britez

Sr. Alécio Espinola, Mário Marcante, Jonny Faller e Márcio Ishizuka Solange Ribeiro beauty e Guilherme Bravo

DOURADOS - MS Diretor de Vendas Willian Rorato dourados@revistaportalsaude.com.br

FOTÓGRAFOS:

Bruno Terena / RF1 Carol Freire Delmar Carlos Lambrecht Francisca Perez Garcia Guilherme Molento Ivan Lenon Jonny Faller Mario Marcante Márcio Ishizuka Marcos Vollkopf Rodrigo Vipych JORNALISTA RESPONSÁVEL:

Eduardo Miranda - DRT 166 CIRCULAÇÃO:

Cascavel e Região PR COLABORARAM COM ESTA EDIÇÃO:

Dimazzo (Gabriel e Rafael) Guilherme Bravo Ivan Lenon Jonny Faller Priscila Rodrigues Garcia Tomé Mario Marcante Márcio Ishizuka Solange Ribeiro beauty BANCO DE IMAGENS:

Shutterstock, Inc.

CASCAVEL - PR Franqueados Bryan Carvalho e Joilson Lobato cascavel@revistaportalsaude.com.br UMUARAMA - PR Franqueado Joilson Lobato umuarama@revistaportalsaude.com.br LONDRINA - PR Franqueados Roberto Fogaça e Michele Martins londrina@revistaportalsaude.com.br MARINGÁ - PR Franqueado Allan Candido maringa@revistaportalsaude.com.br PONTA GROSSA - PR Franqueados Claudinéia Donha e Alessandro Donha pontagrossa@revistaportalsaude.com.br TOLEDO - PR Franqueados Bryan Carvalho e Joilson Lobato toledo@revistaportalsaude.com.br FLORIANÓPOLIS - SC florianopolis@revistaportalsaude.com.br MOGI DAS CRUZES - SP Franqueados Samuel Lóia, Leandro Lóia e Joilson Lobato mogidascruzes@revistaportalsaude.com.br

AS MATÉRIAS E IMAGENS VEICULADAS SÃO DE RESPONSABILIDADE DOS SEUS AUTORES. ARTIGOS ASSINADOS NÃO REPRESENTAM, NECESSARIAMENTE, A OPINIÃO DA REVISTA PORTAL SAÚDE.


8

|

PORTAL SAÚDE

|

|

EDITORIAL

O IMPORTANTE É

dar o primeiro passo É com muita alegria que inicio este editorial. Esta é a segunda edição da Revista Portal Saúde em Cascavel e Toledo, e ainda estou me sentindo realizado pelo sucesso de nossa primeira edição. Antes de lançar a revista, eu tinha grande expectativa quanto a nossa aceitação, mas confesso que me surpreendi. Por onde passei após o lançamento, foram vários os comentários positivos sobre a qualidade de nossa revista, desde o conteúdo, até o material impresso. E isso está sendo muito gratificante. Com isto, trago um pensamento reflexivo sobre a importância de ter uma visão otimista. Porque, no geral, a vida já é muito imprevisível. Todas as nossas ações têm duas possibilidades de consequências: acontecer como previmos ou acontecer diferentemente do que foi previsto ou pensado. Muitas vezes, acabamos, de forma antecipada, tendo uma visão pessimista, e a meta se torna, ao nosso ver, inalcançável. Um exemplo: se você tivesse que subir uma escadaria de mil degraus, acharia muito difícil, não acharia? No entanto, se você focasse em um por um, ao invés de pensar nos outros 999 degraus que teria para subir, ficaria um pouco menos martirizante, não é verdade? Concluo então que, para alcançar o alvo que temos, seja qual for, grande ou pequeno, principalmente os de longo prazo, o ideal seria estabelecer primeiramente planos menores, até chegar ao ponto final do que você deseja. Toda esta minha reflexão acima é para esclarecer que nós, da Revista Portal Saúde, temos pensado assim desde o início. Como todo projeto novo, ainda estamos ganhando nosso espaço. Todavia, temos a certeza de que, edição após outra, a revista irá crescer e ganhar fidelidade de quem até aqui nos deu apoio, e também conquistar a confiança de novos leitores, apoiadores e especialistas da área médica, que correspondem com a maior parte de nosso conteúdo. Eu gosto muito de um provérbio chinês que diz: “Até as torres mais altas começaram do chão”. Penso que é necessário ter esta visão para reconhecer de onde viemos, mas também a perseverança para saber aonde queremos chegar. Precisa-se ter paciência para alcançar, mas coragem para dar o primeiro passo. E aqui estamos, dando o segundo. Aproveite a leitura, todo o conteúdo foi pensado com muito carinho para você. Grande abraço.

Bryan Carvalho Diretor - Unidade Cascavel e Toledo - PR


PORTAL SAÚDE

Foto: Jonny Faller

|

9


10

|

PORTAL SAÚDE

|

|

DERMATOLOGIA

CO LÁ GE NO FIRMEZA E QUALIDADE DA PELE O tempo é inexorável, e seus efeitos no corpo chegam para todos. À medida que o tempo passa nem tudo faz o mesmo efeito para manter a qualidade e firmeza de uma pele jovem. Para atender tal necessidade, cada vez mais presente numa sociedade que preza beleza e jovialidade, encontramos os bioestimuladores, que são substâncias capazes de incitar nossas células a produzir colágeno e fazer a pele permanecer mais firme por mais tempo. Dentre os vários tipos de colágeno presentes no nosso corpo, na pele, uma de suas funções é dar sustentação e manter a coesão das fibras. A síntese dessa substância, que é produzida naturalmente pelo nosso corpo, está intimamente ligada a cuidados e rotina de vida (excesso de sol, tabaco, poluição e estresse provocam diminuição dos seus níveis) e ao tempo (envelhecimento fisiológico). Dessa forma, a pele vai ficando mais fina e sem elasticidade. Já a partir dos 30 anos, a produção começa a cair e sinais mais intensos desse processo costumam aparecer a partir dos 40, quando o uso dos bioestimuladores começa a ser uma alternativa interessante para estimular as fibras epiteliais e, consequentemente, atenuar a flacidez. A partir da terceira década de vida, os sinais de envelhecimento podem começar a ser mais evidentes, entretanto não há contraindicação de começar os cuidados antes, desde que acompanhados por médico dermatologista experiente. Contraindicações gerais à

realização do procedimento seriam gestação, presença de doença autoimune e infecção cutânea no local da aplicação. As duas substâncias reconhecidas no mercado, o ácido Poli-L-Láctico (Sculptra @) e a hidroxiapatita de cálcio (Radiesse @), podem ser usadas tanto no rosto como no corpo (barriga, parte interna de coxa e braços). A diferença entre os dois é que a hidroxiapatita de cálcio também tem efeito preenchedor, permitindo o uso também como volumizador, o que não acontece com o ácido Poli-L-Láctico. Os efeitos são vistos a médio prazo, geralmente a partir de 3 a 6 meses da primeira aplicação, com aumento da firmeza da área aplicada. São indicadas, em média, 3 sessões com intervalo entre cada protocolo de 3045 dias, mas esse número pode variar, dependendo do grau de flacidez do paciente. O uso de anestesia local minimiza o desconforto da aplicação e o uso de cânulas permite o depósito do produto nos locais indicados. Seus efeitos, depois de realizados todos os protocolos, são prolongados por aproximadamente 2 anos. É importante estar atento ao profissional médico que será escolhido para aplicação do produto e seguimento de tratamento, pois, apesar de ser um procedimento relativamente seguro, ele ainda é um procedimento invasivo e é preciso ter técnica e conhecimento específico para bons resultados.

Dra. Leandra Ferreira Marques Nobre Dermatologista CRM PR 31776 | RQE 17566 Professora na Faculdade Assis Gurgacz Preceptora colaboradora na residência médica de Dermatologia do HUOP


12

|

PORTAL SAÚDE

|

|

CIRURGIA PLÁSTICA

CIRURGIA ÍNTIMA

FEMININA

Muitas mulheres sofrem caladas por medo ou vergonha da sua região íntima, sendo que a solução para o seu bem-estar físico e emocional pode ser mais simples de resolver do que se imagina. A cirurgia íntima feminina visa ao melhoramento estético da região genital e compreende diversos procedimentos como redução de pequenos lábios (ninfoplastia), simetrização de lábios vaginais, aumento ou diminuição do volume dos grandes lábios, diminuição do volume da região pubiana e rejuvenescimento vaginal. Dados da ISAPS (Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética), do último senso mundial de cirurgias, mostram que o Brasil é líder mundial em cirurgias íntimas, com quase 28.000 procedimentos realizados somente em 2017, com dados não oficiais de que este número foi ainda maior em 2018. Os motivos que levam uma paciente a procurar o cirurgião plástico para uma cirurgia íntima, na maioria dos casos, são a estética e o incômodo psicológico durante a exposição ao parceiro e o desconforto durante a relação sexual. Procedimentos não cirúrgicos também podem ser realizados para o rejuvenescimento vaginal, como lasers que atuam melhorando lubrificação vaginal, promovem clareamento da região e melhoram a flacidez vaginal. Não existe uma idade adequada para a realização da cirurgia íntima, pois depende muito dos motivos que afetam a paciente, porém a indicação é que a cirurgia seja realizada após o término do desenvolvimento da genitália, por volta dos 18 anos. Em casos selecionados, pacientes mais jovens podem fazer a cirurgia, porém consideradas como casos de exceção. Uma mesma paciente pode realizar mais de um procedimento íntimo de acordo com as necessidades, como, por exemplo, reduzir os pequenos lábios, aumentar os grandes lábios com enxertia de gordura e lipoaspirar a região pubiana para redução de volume. Também é uma cirurgia que pode ser associada a outras cirurgias plásticas em um mesmo tempo cirúrgico.

As cirurgias íntimas geralmente são realizadas em sistema de hospital dia, onde a paciente não tem necessidade de permanecer hospitalizada após o procedimento, e a anestesia preferida é a raqui ou peridural com sedação. O procedimento dura, em média, 40 minutos a 1 hora e meia. A recuperação da paciente exige alguns cuidados, como evitar roupas justas que possam machucar a região, evitar esforços físicos nos primeiros dias do procedimento e evitar relação sexual no primeiro mês. Caso não haja necessidade de esforço físico, a paciente pode retornar ao trabalho com 2 a 3 dias. Com as opções de tratamento apresentadas neste texto, o resgate da autoestima das mulheres pode se tornar uma realidade. Se a mulher está convencida de que há algo desproporcional com a sua genitália e isso incomodar, vale marcar uma consulta com um especialista. Após uma avaliação, o cirurgião plástico poderá indicar o procedimento adequado com o objetivo de amenizar o desconforto e promover melhor qualidade de vida.

Dr. Dalto Antonio Viganó Pastro Cirurgião Plástico CRM/PR 21879 | RQE 2084 Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica Membro da ISAPS (International Society of Aesthetic Plastic Surgery) Foto: Mario Marcante


14

|

PORTAL SAÚDE

|

|

ODONTOLOGIA

DENTES MUITO AMARELOS, E AGORA? Tudo que você precisa saber sobre clareamento dental O clareamento dental tem sido um dos procedimentos mais procurados no consultório odontológico, por ser uma das técnicas capazes de eliminar manchas e o aspecto amarelado dos dentes. Fato é que dentes bem alinhados, mais claros e saudáveis proporcionam um sorriso harmônico, favorecendo, assim, a estética do indivíduo. E quem não quer melhorar sua aparência? O clareamento dos dentes consiste em um procedimento odontológico que visa retomar a cor original dos dentes que, em algum momento da vida, foi perdida devido a hábitos, por exemplo, alimentares, como a ingestão de café, refrigerante, tabagismo, dentre outros. Esse procedimento também vai promover o clareamento daqueles dentes que naturalmente são mais escurecidos. Quais são as técnicas usadas para o clareamento dental? Existem duas técnicas: o clareamento caseiro e o clareamento de consultório. Ambos promovem resultados muito satisfatórios. O clareamento caseiro é realizado parcialmente no consultório odontológico, onde o cirurgião-dentista realiza a devida avaliação, os procedimentos pré-clareamento e disponibiliza uma moldeira individual e o gel clareador com o qual o paciente fará as aplicações em sua casa, todo o procedimento é supervisionado pelo dentista através das consultas periódicas. Já o clareamento de consultório é realizado integralmente pelo profissional no consultório odontológico, o mesmo consiste em menos sessões de aplicação e o seu uso diário não é necessário. O gel utilizado nessa técnica possui uma maior concentração e potência. Existem contraindicações? Assim como a maioria dos procedimentos que envolvem a saúde e estética, o clareamento também possui algumas contraindicações. Dentre elas, podem-se elencar dentes que possuem restaurações extensas, onde o gel clareador não consegue efeito, dentes implantados, próteses, entre outros fatores. Por isso é fundamental realizar a consulta com um profissional apto a fazer uma avaliação criteriosa a fim de obter sucesso no procedimento.

Sensibilidade dental X Clareamento dental Em alguns casos, a sensibilidade nos dentes é algo que incomoda os pacientes que passam pelo clareamento. Esse desconforto é causado devido ao produto gel clareador que é utilizado no processo de clareamento dental. Mas não se preocupe, este incômodo é temporário! E, em alguns casos, nem existe. Os graus de sensibilidade podem variar de indivíduo para indivíduo, e a técnica utilizada também pode influenciar. O seu dentista pode lançar mão de agentes dessensibilizantes, além do uso tópico de flúor, que auxilia na remineralização dos dentes, promovendo a redução do desconforto. Vale lembrar que a escolha de um profissional de qualidade influenciará no tratamento a fim de garantir segurança nos resultados. Procure o cirurgião-dentista e realize o seu sonho de dentes brancos e bonitos. O clareamento dental vai lhe proporcionar um belo sorriso, melhorar sua autoestima e bem-estar. Nada melhor do que sorrir sem medo de ser feliz!

Dr. Alynton M. Faidiga CRO/PR 10930 Implantodontia e Dentística (Estética Odontológica) Foto: Mário Marcante


16

|

PORTAL SAÚDE

|

|

ENDOCRINOLOGIA

TIREOIDE

A tireoide é uma glândula localizada na parte interior do pescoço, bem abaixo do “pomo-de-adão”. Ela produz hormônios (T3 e T4, triiodotironina e tiroxina respectivamente) que são essenciais para o funcionamento da maioria dos órgãos, incluindo coração, cérebro, fígado, rins, intestinos e pele. Existem várias doenças que afetam a tireoide, sendo que algumas levam ao hipertireoidismo, ou seja, hiperfunção da glândula, quando há produção excessiva de hormônios tireoidianos. Outras doenças levam ao hipotireoidismo, isto é, função diminuída da glândula tireoide, quando a tireoide está produzindo pouco hormônio. Ambas as situações citadas acima podem causar diversos problemas para a saúde. O hipotireoidismo é muito comum. É difícil estimar o número, pois muitas pessoas têm essa patologia e não sabem. Pesquisas revelam que cerca de 5 milhões de brasileiros têm hipotireoidismo e grande parte não diagnosticada. Muitos indivíduos apresentam sintomas vagos de cansaço, desânimo ou au-

mento de peso, e acabam atribuindo-os, de forma errônea, como sendo próprios da idade. O hipotireoidismo pode ser encontrado em homens e mulheres, principalmente após os 50 anos. A causa mais comum de hipotireoidismo é a doença de Hashimoto, que é uma doença autoimune na qual o próprio organismo produz anticorpos contra a tireoide, prejudicando o seu funcionamento. Algumas crianças nascem com hipotireoidismo por ausência da glândula tiroide ou por mau funcionamento. Essas crianças devem ser tratadas imediatamente e por toda a vida para que elas possam desenvolver-se normalmente. Os sinais e sintomas do hipotireoidismo são muito variados e podem incluir: cansaço, depressão, pele ressecada, cabelos ásperos, unhas quebradiças, constipação intestinal (prisão de ventre), anemia, fadiga, perda de apetite, aumento de peso, ciclos menstruais irregulares, inchaço, colesterol elevado, etc. Já o hipertireoidismo traz sintomas que são o inverso do hipotireoidismo, como: sudorese, nervosismo, pele quente e úmida, taquicardia, perda de peso, agitação, tremores nas mãos, pulso rápido e fraqueza muscular. São várias as causas de hipertireoidismo e a mais comum é a doença de Grave (que também é uma patologia autoimune). Nessa doença, além dos sintomas acima, pode haver exoftalmia (protusão ocular). Há outros problemas que podem acometer a tireoide, como: nódulos, inflamações ou câncer, o que é mais raro. O diagnóstico da hiper ou da hipofunção da glândula tireoidiana é feito por um simples exame de sangue. É indispensável tratar tanto o hipo quanto o hipertireoidismo, pois a falta de tratamento pode ocasionar sérios danos à saúde.

Dra. Cristina Fernanda Magro Faidiga CRM/PR 15863 Endocrinologia e Metabologia - RQE 10690 Membro da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM) Foto: Mario Marcante


18

|

PORTAL SAÚDE

|

|

BABY & KIDS

A VALORIZAÇÃO DA INFÂNCIA Fundamentos para uma educação humanista Vivemos em um mundo acelerado, permeado pela importância das aparências compartilhadas em redes sociais e pela ansiedade das pessoas por mostrar aos outros o quão melhores e mais belas são suas vidas e, por consequência, as dos seus filhos. No impulso de competir por atributos, muitos se esquecem de se perguntar, afinal, que dimensão determinados comportamentos e escolhas têm de fato para si e para os outros. Em muitos casos, a competitividade por desempenho escolar em crianças muito pequenas é estimulada a um custo psíquico e emocional altíssimo. Fases de desenvolvimento são aceleradas, inúmeras atividades dirigidas são acrescidas à vivência dos pequenos sem o conhecimento de que a estimulação muito precoce cria patologias e desajustes. É preciso estar atento a essa educação neurótica que ignora o desenvolvimento emocional e afetivo, bem como os comprometimentos que isso pode causar. É urgente conscientizar pais, professores e instituições de ensino sobre a delicadeza dos primeiros anos, em que o ambiente acaba por interferir na maturação neurológica e emocional. A primeira infância, que engloba os seis primeiros anos de vida, é a fase mais delicada do desenvolvimento do indivíduo. Em especial nos três primeiros anos, há um extraordinário aumento no número de sinapses no cérebro dos bebês e crianças pequenas. Estímulos motores e cognitivos são importantes para o desenvolvimento neurológico, mas a química cerebral é fundamentalmente estimulada por afetos. É a qualidade da relação estabelecida entre os pequenos e seus cuidadores que permitirá o avanço cognitivo, e não o contrário. Uma educação que se pretende humanista deve estar conectada com essa necessidade de bons vínculos que a criança deve estabelecer, bem como com a preparação de um ambiente que permita exploração e muitas descobertas por parte dos pequenos. Atividades que são oferecidas devem promover a curiosidade, o pensamento lógico, o levantamento de hipóteses sobre o mundo e as coisas, a busca de soluções, a construção de conclusões a partir do

que é proposto e vivido. A vivência entre pares também deve promover discussões que façam crescer o grupo do ponto de vista social e emocional. A escola deve, sobretudo, evitar excessos que perturbem os pequenos. Estimulação precoce, sobrecarga de atividades, tarefas inadequadas à faixa etária geram crianças nervosas, hiperativas, ansiosas que se tornam amedrontadas em excesso, temendo qualquer novidade, como se perdessem a curiosidade da infância. A exposição a muitos estímulos provoca um estresse acumulado que obriga as crianças a desenvolver estratégias para se sentirem mais seguras e confortáveis. Na verdade, tais crianças acabam expostas a um fluxo constante de informações que não são capazes de processar. São pressionadas a um crescimento rápido, já que os adultos acabam por colocar muitas expectativas sobre elas, forçando-as a assumir papéis que não condizem com a realidade infantil. Assim, o cérebro imaturo e ainda em formação é incapaz de acompanhar esse ritmo, com óbvias consequências negativas à saúde emocional dos pequenos. É preciso estar atento às necessidades infantis e não cair na tentação da hiperestimulação que tanto agrada a alguns leigos. É preciso respeitar os ritmos e o tempo dos pequenos, sem esquecer que a infância é um período a ser vivenciado de forma qualitativa e plena. Até que se tornem adultos, as crianças têm uma vida inteira pela frente.

Ana Luisa Bittencourt de Castro Foto: Marcos Vollkopf


20

|

PORTAL SAÚDE

|

|

ODONTOLOGIA

ORTODONTIA: NOVAS TECNOLOGIAS DISPONÍVEIS Nos últimos anos, a ortodontia tem recebido novidades tecnológicas que melhoram a qualidade do diagnóstico e do tratamento ortodôntico. O Dr. Ricardo Sampaio de Souza, mestre e doutor em Ortodontia, explica algumas dessas novidades disponíveis em sua clínica. Com 25 anos de experiência em ortodontia, relata que essas tecnologias elevaram o conforto que o paciente tem durante o tratamento ortodôntico. Scanner digital de boca O scanner digital serve para digitalizar a boca do paciente, e possui as seguintes vantagens ao paciente: • Substitui a moldagem da boca com alginato, aquela massinha que endurece na boca; • É fundamental para realizar o tratamento ortodôntico com o alinhador transparente; • Antes mesmo de iniciar o tratamento ortodôntico, é possível fazer uma simulação do resultado final, ajudando o paciente a entender como provavelmente ficará sua mordida ao término do tratamento; • Pode-se escanear a boca do paciente em várias fases do tratamento. Com a sobreposição de imagens, é possível observar o resultado de cada etapa do tratamento. Alinhadores transparentes (aparelho invisível) O alinhador transparente é um aparelho ortodôntico que substitui o aparelho fixo na movimentação dos dentes, utilizando tecnologia digital 3D. Dr. Ricardo alerta que este tipo de tratamento não serve para todos os tipos de correção, mas resolve a maioria dos casos. Entre as vantagens dessa tecnologia estão: • Mais confortável - Não tem fios nem metal na boca; • Mais estético - Por ser transparente, poucos vão notar que você está usando aparelho; • Mais higiênico - É removível: você se alimenta, escova os dentes e passa o fio dental sem o aparelho; • Menor tempo de tratamento - Na maioria dos casos, o tratamento é mais rápido; • Menos dolorido - Estudos mostram que, com o alinhador, o desconforto causado durante a alimentação é menor se comparado com o aparelho fixo.

Como desvantagem, o ortodontista alerta que, por ser removível, o paciente tem que ter disciplina para usar o aparelho, sendo necessário o uso por 22 horas por dia para ter efetividade.

Dr. Ricardo Sampaio Souza CRO/PR 13.396 Ortodontista Foto: Carol Freire

Rua Minas Gerais, 2061 - Edifício Day Saude - Sala 501 Cascavel - PR 45 3037.1664 | 99122.1666 Dr Ricardo Sampaio de Souza ricardosampaiosouza.com.br


22

|

PORTAL SAÚDE

|

|

OTORRINOLARINGOLOGIA

Rinoplastia A rinoplastia é a cirurgia estética para correção de deformidades do nariz. A filosofia da cirurgia corretiva e estética nasal evoluiu nas últimas décadas. Historicamente, os cirurgiões tinham uma compreensão limitada da estrutura nasal e dos efeitos em longo prazo da cicatrização de feridas. Muitas vezes, os resultados pós-operatórios imediatos eram cosmeticamente agradáveis, mas a integridade estrutural do nariz era perdida com o tempo. Em alguns casos, os narizes estruturalmente comprometidos, ao longo dos anos, colapsavam com a inspiração, levando ao bloqueio nasal. Nas últimas décadas, cirurgiões faciais alavancaram avanços na compreensão da cicatrização de feridas e da estrutura nasal para desenvolver técnicas aperfeiçoadas de rearranjo tecidual. Quando combinadas com reforço estrutural, estas técnicas podem ser usadas para manter ou melhorar a função respiratória nasal, garantir estabilidade estrutural duradoura e obter um resultado estético mais agradável. Este novo conceito da rinoplastia, que foi chamado “rinoplastia estruturada”, usa enxertos de preferência cartilaginosos para dar sustentação e estabilidade ao nariz, que podem ser obtidos do próprio septo do nariz, ou de cartilagem da orelha ou costela do paciente (quando a cartilagem do septo já foi retirada previamente ou não é suficiente). Conforme as diferentes alterações estéticas e/ou funcionais do paciente, os passos realizados na rinoplastia podem diferir em muitos aspectos, embora existam basicamente dois métodos de acesso ao dorso do nariz, a abordagem “aberta” e a “fechada”. Na primeira, é realizada uma pequena incisão na pele na região da columela do nariz. Com a elevação da pele e subcutâneo, tem-se a exposição de toda a anatomia do nariz, sendo possível uma ampla abordagem para correção das alterações da ponta e do dorso. Na técnica fechada, por não haver incisão da pele na região da columela, há menor exposição da anatomia nasal. O dorso é acessado através de uma incisão por dentro do nariz, com posterior descolamento da pele e subcutâneo. Desta forma, não existem cicatrizes aparentes, porém, a compreensão e consequentemente a melhor correção do formato da ponta são limitadas. Por este motivo, atualmente a abordagem fechada tem sido menos utilizada, porém é ainda válida em alguns tipos de narizes. Dra. Luciana C Peruzzo Kokubo CRM 28655 | RQE 22689 Otorrinolaringologista Fellowship Plástica Facial Foto: Mario Marcante

Está insatisfeito com o formato do seu nariz e/ou com a respiração? Quer saber mais sobre rinoplastia? Agende uma consulta.


24

|

PORTAL SAÚDE

|

|

CURIOSIDADES

HIPERTENSÃO ARTERIAL, O ASSASSINO SILENCIOSO The silent killer, ou o assassino silencioso, é como os americanos se referem à hipertensão arterial. A denominação se deve ao fato de a hipertensão se manifestar, em geral, de forma silenciosa, podendo causar graves problemas, como acidentes vasculares cerebrais (AVCs) e infartos agudos do miocárdio (IAMs) de forma inesperada. Os dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) são impressionantes: 30% das mortes no mundo são causadas por doenças cardiovasculares (DCVs): infartos e AVCs. A hipertensão é um fator de risco muito relevante para estas mortes; apesar de sua importância neste quadro, seu manejo e controle são frequentemente inadequados. A seguir, elencamos algumas das razões para isto.

1º A hipertensão arterial é frequente e potencialmente grave, mas tratada de forma insuficiente. Dados da Inglaterra, que tem um dos sistemas de atenção básica mais eficientes do mundo, mostram que 30% das mulheres e 32% dos homens ingleses adultos apresentam hipertensão arterial (16 milhões de pessoas). Um terço dos pacientes não sabe que apresenta hipertensão arterial, e mais de 50% dos pacientes não têm a pressão bem controlada (menor de 140/90). 2º A hipertensão arterial é geralmente pouco sintomática. A pressão alta pode ser grave, mas, em geral, não apresenta sinais de alarme. Além disso, os níveis da pressão arterial têm uma correlação fraca com os sintomas: a pessoa pode ter a pressão bastante elevada (60/110) e descobrir ao acaso, numa consulta por outra coisa não relacionada, sem apresentar nenhum sintoma de pressão alta. A única forma de saber se há o problema é medir a pressão arterial. Isto deve ser feito no mínimo anualmente após os 30 anos. 3º A hipertensão arterial pode ser mascarada, ou seja, não ser detectada na consulta médica usual. Na maioria das pessoas, a pressão arterial tem um comportamento variável segundo as horas do dia: diminuindo à noite e se elevando quando a pessoa está desperta. Recentemente, as evidências científicas têm se acumulado no sentido de que uma medida isolada em consultório médico é frequentemente insuficiente para se avaliar o resultado do tratamento para a hipertensão arterial. O exame de mo-

nitorização ambulatorial da pressão arterial (Mapa) mede a pressão durante 24 horas e pode descobrir estes casos. Como se defender do assassino silencioso 1. Se você tem 30 anos ou mais, deve medir a pressão arterial no mínimo uma vez ao ano. Se estiver acima de ou igual a 140/90, procure avaliação médica. 2. Se você é hipertenso, não deixe de tomar seus medicamentos de forma regular, mesmo que a pressão esteja normalizada. Siga os conselhos de seu médico, mantenha uma dieta saudável e pratique exercícios físicos regularmente. Controle o sal e o álcool. Evite engordar. Evite o fumo. 3. Faça avaliações laboratoriais periódicas. Peça a seu médico que cheque a função dos rins e do coração.

Dr. Antonio Monteiro Nefrologia CRM/MS 6624


PORTAL SAÚDE

| 25


26

|

PORTAL SAÚDE

|

|

CIRURGIA PLÁSTICA

VIBROLIPOASPIRAÇÃO A lipoaspiração é uma cirurgia indicada para a remoção de depósitos de gordura localizados em áreas específicas do corpo, tais como pescoço, membros superiores, inferiores, dorso, abdome, flancos, culotes e coxas. A lipoaspiração não é indicada para emagrecimento, mas sim para a remoção de depósitos de gordura localizada que não respondem a dieta e a exercícios físicos. Os melhores candidatos a uma lipoaspiração são aqueles indivíduos que estão relativamente dentro do peso normal e que têm excesso de gordura em determinadas áreas do corpo. O que é vibrolipoaspiração e quais são as vantagens? A vibrolipoaspiração consiste em um procedimento cirúrgico que produz movimentos vibratórios, os quais desprendem a gordura, que é aspirada por uma cânula acoplada. O profissional movimenta a cânula em direção às áreas tratadas. Diferentemente da lipoaspiração convencional, os movimentos não necessitam de força. Isso porque o vibrolipoaspirador realiza os movimentos de forma mecânica e padronizada.

TEM COMO VANTAGENS: 1. Deixar a superfície mais uniforme; 2. Ser menos traumática, com menor sangramento, inchaço e hematomas e, assim, ter uma recuperação mais rápida no pós-operatório; 3. Menos cansativo para o cirurgião, que não precisa fazer os movimentos bruscos com o braço; 4. A gordura coletada poderá ser utilizada para a lipoescultura e para o preenchimento de algumas regiões na face; 5. Tem um sistema de travamento dos movimentos da cânula quando estiver em um tecido que não seja gordura, ou seja, quando houver resistência, o aparelho trava, impedindo que o cirurgião perfure alguma região inadvertidamente (maior SEGURANÇA durante o procedimento).

Dr. Diego Antonio Rovaris Cirurgião Plástico CRM/PR 31944 | RQE 17706 (Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica)


28

|

PORTAL SAÚDE

|

|

PERSONALIDADE

O N E U B Á C A C .

UM CASA,

PA

ÍLIA M A F I DE

nsa. a exte r ir e r r a rrado ma c para u do nosso na Mas o s n e t ex nos. , filho nome s veias me, aos 12 a m a u n , e t o r Filh spo ostu rt, Bueno ceu com o e rde que de c o ã lv elo Ka a s a p t . a G a n is u s id a e o o r t é cor omeç em qu uco m s San rou na rdo do no, um hom pistas um po do o assunto obilismo. C esporte. Mo ora a u d E e no uan utom e ad ra as Carlos or Cacá Bu rou pa só importa q mante do a a referência ples, direto todos t p n e o , id o a c n e sim de e um Conhe Galvão Bue o, realment acá foi um ando-s é um homem om o apoio n r t o o C t o iv , il , t r c mo rreira este p espor ck Ca acá Bueno sse mobilis sua ca stava na Sto , para o o C t a . p u d s a nse. E , m o e e o io m e in n s íc ot r e já m in a , o 12 sm lug s fãs o Flu Desde dio e, em 20 dmiração do quistou seu ais seu cá ção é a r m o o c ó a n it p a o u a o uo uistou te da vida, c time d tornamos m idade para C q u n ganho e o s c eloc ina e aman nna e ória, e nos mo. V Argent família. Um . on Se t is t r il is y b h A o a su sa m sso autom viver e dever de ca ídolo o no m pouco da lo do o íd u u o e e e fez s re teve com ortal Saúde m dele ess e família. Semp tou para a P a que faze m paizão d a con de e carism ra delas, é u carioc fo ida pistas, implic pela s apenas nas é Bueno

DE

IDA VELOC

AS, EM T S I P NAS


“MEU PAI, O GALVÃO, ME LEVOU PARA O AUTÓDROMO DE JACAREPAGUÁ EM 1984 NA FÓRMULA 1 E FOI LÁ QUE EU CONHECI O AYRTON SENNA. ALI, EU, COM CERTEZA, ME APAIXONEI PELO AUTOMOBILISMO.”

Correr. Em 1995, em sua estreia pela Copa Fiat Uno, você já foi escolhido como melhor estreante. De onde essa paixão? Evidentemente essa paixão foi começando de pai para filho. Meu pai, o Galvão, me levou para o Autódromo de Jacarepaguá em 1984 na Fórmula 1 e foi lá que eu conheci o Ayrton Senna. Ali, eu, com certeza, me apaixonei pelo automobilismo. Kart aos 12 anos. Como foi sua evolução para Stock Car? Eu tive uma carreira diferente dos pilotos atuais. Eu comecei mais tarde do que os pilotos começam hoje. Eles iniciam no kart com 7 ou 8 anos e eu fui começar apenas com 12. Depois do kart, eu passei pela Copa Fiat, pela Stock Light e cheguei à Stock Car em 2002. Acredito que hoje eu possa ser até uma referência para as novas gerações de pilotos, já que, para chegar à Fórmula 1, é preciso muito dinheiro, talento e estar no lugar certo e na hora certa. Recorde de velocidade em Bonneville Salt Flats em 2010, 345 km/h, o que você sentiu nesse momento? Alcançar 345 km/h de velocidade é muito mais do que a gente esperava. Não foi um trabalho feito apenas nos dois dias em que ficamos, decerto. Foram meses de preparação. Foi uma adrenalina muito grande e saí com uma resposta pronta para quando me perguntam até quanto pode chegar, de velocidade, um Stock Car.

“SE EU NÃO TIVESSE UM MERCADO PARA CORRER AQUI NO BRASIL, EU TERIA QUE PROCURAR ME ESTABELECER NO AUTOMOBILISMO EM OUTROS PAÍSES.”

PORTAL SAÚDE

| 29

Qual seu melhor campeonato, melhor troféu? Qual não está na sua história? Acho que o primeiro título em qualquer categoria é sempre inesquecível, mas eu não acho que existiu algum campeonato em que eu tenha sido melhor em relação aos outros títulos. Eu procuro sempre ver as virtudes em todos eles. Acho que o melhor troféu é sempre o próximo que está por vir. Quem sabe nessa próxima etapa com a Cimed Racing. Automobilismo no Rio de Janeiro acabou mesmo? Eu fico na torcida para que a gente tenha um novo autódromo em breve. Sei que é muito difícil e o processo é longo, passa por muitas barreiras políticas e financeiras, mas tenho certeza de que é o sonho de todos que um dia pisaram no Autódromo de Jacarepaguá, uma pista que foi histórica para o automobilismo brasileiro. Você recebeu muitas propostas para correr fora do Brasil, participar de outros campeonatos, por que se manteve na Stock Car? Eu fiz várias corridas internacionais, morei alguns anos na Argentina, mas sempre gostei muito de morar no Brasil e ficar perto da minha família. As vitórias e títulos na Stock Car também ajudaram. Se eu não tivesse um mercado para correr aqui no Brasil, eu teria que procurar me estabelecer no automobilismo em outros países.


|

PORTAL SAÚDE

|

|

PERSONALIDADE

Andreas Mattheis, Rosinei Campos, o “Meinha”, Paulo Tarso, preparadores que mudaram sua vida, como foi fazer parte das melhores equipes do automobilismo? Todos eles são muito importantes e têm métodos diferentes de trabalhar. São grandes pessoas, gestores de pessoas e que sempre terão meu respeito. Atualmente, na Cimed Racing, eu trabalho com o William Lube, outro profissional de grande talento para gerenciar uma equipe de Stock Car. Tive o privilégio de trabalhar com eles e ajudaram muito na minha carreira. Campeão pela Copa Fiat em 2010, 2011 e 2012, carros com tração dianteira. Na Stock Car, os carros têm maior relação peso/potência e com tração traseira. Qual a diferença na pista e existe uma preferência ou facilidade dependendo da tração? Eu sempre gostei de carro em geral, não tenho muitas preferências, seja tração dianteira ou traseira - que têm estilos de tocada diferentes. Os carros de turismo sempre acabaram casando melhor com o meu estilo de pilotagem e vejo o Stock como um ótimo carro para competição, principalmente por causa do grande equilíbrio entre as equipes de maior e menor orçamento.

Como foi morar na Argentina? Você ganhou em segundo lugar no TC 2000 Racing Buenos Aires em 2012, podemos dizer que foi um marco na sua carreira? Qual a diferença do automobilismo no Brasil e na Argentina? Foi um marco na minha carreira morar na Argentina. É um país que respira futebol e também automobilismo. Eles são apaixonados por corrida e sou muito respeitado quando vou a Buenos Aires. Agradeço a todos os argentinos pelo carinho e tento sempre retribuir isso com o público. A TC 2000 é uma categoria extremamente equilibrada e de grandes pilotos, portanto é uma grande referência na modalidade para os argentinos, assim como é a Stock Car aqui no Brasil. O piloto mais completo. Frase do seu pai. Como é ser filho do Galvão e a emoção de ouvir a vibração… é tetra, é tetra…? Meu pai é uma grande figura e foi sempre um ótimo pai para mim. Tenho um grande orgulho de ser filho dele e aprendi muito com ele para construir minha própria carreira. Ele ajudou a mudar a comunicação esportiva no Brasil e está sempre atualizado, recebendo o carinho do público mais velho e também dos mais jovens no esporte.

Fotos: Bruno Terena/ RF1

30


PORTAL SAÚDE

Você é um campeão. Faz parte da sua essência vencer. Como é sua personalidade? Eu sempre entro na pista para buscar a vitória e sempre tive isso na minha personalidade. Sempre fui competitivo na pista, mas precisamos sempre saber que iremos ganhar e perder na pista, assim como nas corridas. Sou uma pessoa feliz, que está sempre trabalhando firme e que busca o melhor para o meu futuro e também o da minha família. Fora das pistas, quem é Cacá Bueno? Eu sou uma pessoa que gosta muito de ficar em família. Estou sempre com a Talita, minha esposa, e também o Cadu, meu filho. Tenho grandes amigos, gosto também de sair e, claro, tomar um vinho com os amigos de vez em quando. Sou uma pessoa que é realizada com o que conquistou nas pistas e fora delas.

| 31

O que a paternidade trouxe a mais em sua vida e carreira? Me trouxe muitas coisas boas. Quando você se torna pai, você precisa se tornar um grande exemplo para o seu filho e acaba se dedicando cada vez mais a sua família. A presença do Cadu me trouxe muitas alegrias. Ele é um garoto muito inteligente, alegre, brincalhão e que sempre está me acompanhando junto com a Tali nas viagens. Além do automobilismo, quais outras paixões? Além da minha família e do automobilismo, eu gosto muito também de outros esportes em geral. Sempre gostei de futebol, sou torcedor do Fluminense e tento ir aos jogos quando posso. Qual sua grande inspiração na vida? Acho que não existe uma única inspiração na minha vida, mas uma pessoa que sintetiza muito meus valores, com certeza, é o Ayrton Senna.

“MEU PAI É UMA GRANDE FIGURA E FOI SEMPRE UM ÓTIMO PAI PARA MIM. TENHO UM GRANDE ORGULHO DE SER FILHO DELE E APRENDI MUITO COM ELE PARA CONSTRUIR MINHA PRÓPRIA CARREIRA.”


32

|

PORTAL SAÚDE

|

|

PEDIATRIA

MENINGITES BACTERIANAS A meningite é um processo inflamatório das meninges, membranas que envolvem o cérebro. Trata-se de uma doença grave e endêmica que pode acometer indivíduos de qualquer idade e é causada por diversos agentes infecciosos como bactérias, vírus, parasitas e fungos. As meningites bacterianas são as mais graves e as bactérias mais frequentemente responsáveis são: Neisseria meningitidis, Haemophilus influenzae tipo b e o Streptococcus pneumoniae. A transmissão é de pessoa a pessoa, por via respiratória, através de gotículas e secreções do nariz e garganta, ao tossir, falar ou espirrar, havendo necessidade de contato íntimo e prolongado. Por isso, a convivência no mesmo ambiente com indivíduos doentes (residentes da mesma casa, colega de dormitório, creche, alojamento) é importante para a transmissão. A doença pode ocorrer em qualquer período do ano, sendo que tem maior incidência nos períodos de inverno. O grupo etário de maior risco são as crianças menores de 5 anos, mas as crianças menores de 1 ano são mais suscetíveis à doença. Quanto ao período de incubação, ele varia de 2 a 10 dias, com média de 3 a 4 dias. No diagnóstico em crianças acima de 1 ano de idade e adultos, os principais sintomas são: febre alta que começa abruptamente; dor de cabeça intensa e contínua; vômitos em jato; náuseas; rigidez de nuca; podem surgir pequenas manchas vermelhas na pele (se a meningite for causada pelo meningococo). Em crianças menores de um ano de idade, os sintomas acima podem não ser tão evidentes, devendo-se atentar para a presença de moleira tensa ou elevada, irritabilidade, inquietação com choro agudo e persistente e rigidez corporal com ou sem convulsões. Na suspeita de meningite, é obrigatório que se realize a coleta do líquido cefalorraquidiano (liquor), que permite a análise das células e das características bioquímicas (quimiocitologia) e a presença de bactérias vistas através da bacterioscopia e cultura, a fim de confirmar ou descartar o diagnóstico.

Tratamento é direcionado ao agente causal, utilizando-se antibióticos e medicações sintomáticas. A principal forma de prevenção é a detecção e o tratamento precoce dos casos, evitando-se, principalmente, que a doença seja transmitida a outras pessoas. Há vacinas para prevenir alguns tipos de meningite, como, por exemplo, as que estão disponíveis no calendário básico de vacinação da criança (vacina contra a meningite por Haemophilus influenzae tipo b, vacina contra Meningococo tipo C e a vacina para pneumococo). Outras formas de prevenção incluem: evitar aglomerações, manter os ambientes ventilados e a higiene ambiental. Em casos de contatos com pessoas com doença meningocócica e meningite por Haemophilus influenzae, está indicada a quimioprofilaxia, que é realizada através da ingestão de medicamentos prescritos pelos médicos ou pelas autoridades sanitárias. Fonte: Sociedade Brasileira de Infectologia e Sociedade Brasileira de Pediatria

Dr. Julio Ricardo Ramos CRM/PR 22440 Pediatra - RQE 1776 Foto: Mário Marcante


34

|

PORTAL SAÚDE

|

|

ESPECIAL CAPA

A boa orientação integral transformando sua vida! De uma parceria de vida de mais de 24 anos das irmãs Suellen e Larissa, surgiu o sonho de ter uma clínica conjunta, mas não só isso, uma equipe interdisciplinar focada no ser humano como um todo. Pensando em um ambiente aconchegante, em que o cliente se sentisse acolhido, respeitado e confiante, para de fato promover uma transformação em sua qualidade de vida, nasceu o Instituto Cavalheiro Saúde Integrada, que hoje completa 5 anos, com uma equipe cada vez mais completa. Hoje contamos com profissionais de diversas áreas: Cirurgiões-Dentistas de todas as Especialidades, Psicólogos, Psicopedagogo, Neuropediatra e Fisioterapeutas promovendo uma abordagem integral. “Ainda que eu conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, sem amor, eu nada seria” 1 Cor, 13:2

Rua Jorge Lacerda, 1165 - Claudete - Cascavel - PR 45 3035.3510 - 45 99926.4456 www.institutocavalheiro.com.br Instituto Cavalheiro


PORTAL SAÚDE

Suellen Cavalheiro é Cirurgiã Dentista formada pela UFPR em 2005, Especialista em Implantodontia, Mestra em Odontologia, Pós-graduada em DTM e Dor Orofacial, Odontologia do Sono, Periodontia, Próteses e Estética Dental. Apaixonada pelo indivíduo como um todo, entende a importância da abordagem integral nos tratamentos, desde o mais simples ao mais complexo. Há 13 anos atuante sempre em busca do melhor tratamento para o paciente.

Dra. Suellen Cavalheiro Cirurgiã-Dentista - CRO/PR 17626

Larissa Cavalheiro é Psicóloga formada pela UNIPAR em 2012, Especialista em Psicologia Hospitalar e da Saúde pelo Pequeno Príncipe e aperfeiçoamento em Neurociências pelo NeuroGenesis Institute (EUA). Atua há sete anos como psicóloga clínica e, há três anos, como psicóloga escolar. Apaixonada pela alma humana, pela arte de ouvir e conversar com crianças, adultos e adolescentes.

Dra. Larissa Cavalheiro Psicóloga - CRP - 08/18215

| 35


36

|

PORTAL SAÚDE

|

|

ESPECIAL CAPA

DTM e Dor Orofacial A Odontologia atuando em dores crônicas Apaixonada pela área de Dor Orofacial, fiz minha pós-graduação em Bauru, centro de referência no Brasil, e já participei de inúmeros congressos interdisciplinares, focados no tratamento da Dor, como: Congresso Brasileiro de Cefaleia (SBCe), Congresso Brasileiro de Dor (SBED), Congresso Brasileiro de Dor Orofacial (SBDOF), Meeting Internacional de DTM e Dor Orofacial, já fui membro da SBED e hoje sou membro da SBDOF. Em seguida, ao perceber o quanto a qualidade do sono e os distúrbios do sono são intrinsecamente ligados à dor e ao seu controle e o quanto os distúrbios respiratórios do sono são condições sobrepostas e relacionadas às DTM, fui mais uma vez em busca de me aperfeiçoar, agora em Odontologia do Sono, também concluída em Bauru, São Paulo. O paciente só tem a ganhar quando o profissional entende que o tratamento de uma condição pode agravar a outra, e sabe quando e como tratar cada uma. DTM e Dor Orofacial é uma área recente da Odontologia e ainda existe muita falta de informação e de assistência. Trata dores crônicas orofaciais, algumas dores neuropáticas, DTM, bruxismo. É necessário informar profissionais e pacientes, a fim de identificar o problema de forma precoce e orientar quanto à busca do profissional correto, possibilitando o controle adequado da dor, restabelecimento funcional e resgate da qualidade de vida.


PORTAL SAÚDE

“Sou muito emocionada em poder ajudar, pois eu sei o quanto esses pacientes de dor orofacial sofrem, passam por vários profissionais sem sucesso, às vezes até recebem tratamentos iatrogênicos ou desnecessários, pioram o prognóstico e ficam descrentes da sua melhora.” As disfunções temporomandibulares (DTM) são a principal causa de dor orofacial de origem não dentária e se referem a um grande grupo de desordens musculares (músculos mastigatórios) e articulares (articulação temporomandibular – ATM) com múltiplos diagnósticos. Portanto, nem toda DTM é uma disfunção da ATM. De origem multifatorial, podem provocar dor muscular ou articular, dificuldade para movimentar a mandíbula (abrir ou fechar) e barulhos articulares, sinais e sintomas que podem estar presentes em 33 a 75% da população. Outras condições são comuns: cefaleias (enxaqueca, cefaleia tipo tensão), cervicalgia (dor no pescoço/nuca), distúrbios do sono (insônia, apneia obstrutiva do sono), zumbido, fibromialgia, artrite reumatoide, síndrome do intestino irritável, refluxo gastroesofágico, depressão, ansiedade, bruxismo do sono ou da vigília, nesses casos, o tratamento é interdisciplinar. O diagnóstico das DTM é de competência do cirurgião-dentista capacitado em DTM e Dor Orofacial, é ele que saberá qual o melhor tratamento para cada caso, uma vez que as condições são individuais e os tratamentos não podem ser padronizados. No entanto, o conhecimento das DTM por parte dos profissionais de áreas relacionadas facilita o encaminhamento para o especialista.

É importante ressaltar que o tratamento de escolha primário é conservador e reversível e se inicia na educação do paciente sobre sua condição. O tratamento precoce e integral, além de promover melhores resultados, evita a cronificação da dor, situação em que ocorrem alterações neurofisiológicas e psicológicas que tornam o tratamento mais difícil e demorado. “O conhecimento sobre as DTM e DOF baseado em evidências científicas nos fez ver além dos dentes, em direção à compreensão do que são a dor e o sofrimento humanos.” Jefferey Okeson

Dra. Suellen Cavalheiro Cirurgiã-Dentista CRO/PR 17626 Especialista e Mestra em Implantodontia Pós-graduada em DTM e Dor Orofacial Odontologia do Sono, Periodontia e Prótese

Foto: Jonny Faller e Márcio Ishizuka

Rua Jorge Lacerda, 1165 - Claudete - Cascavel - PR 45 3035.3510 - 45 99926.4456 www.institutocavalheiro.com.br Instituto Cavalheiro

| 37


38

|

PORTAL SAÚDE

|

|

ESPECIAL CAPA

A psicoterapia

na dor crônica Dor é uma experiência sensorial e emocional desagradável, seu significado depende de interações psíquicas, ambientais e comportamentais do indivíduo. Quando crônica, ou seja, persistente por mais de 3 meses, com limites mal definidos, passando a fazer parte do dia a dia do indivíduo, torna-se um fator estressor, podendo ocasionar incapacidade temporária ou permanente para suas atividades diárias, como relacionamentos e produtividade laboral. Essa redução na qualidade de vida pode levar a depressão e ansiedade, que, por sua vez, pioram a qualidade do sono e aumentam a dor, permanecendo um círculo vicioso, no qual a dor persistente leva a depressão/ansiedade, e estas causam mais dor.


PORTAL SAÚDE

Essa tensão vivenciada pode levar a comportamentos disfuncionais, que podem manter o padrão doloroso. Indivíduos com níveis de cortisol muito alto, ou seja, estressados, quando enfrentam circunstâncias aversivas, podem desenvolver dor como resposta. Estudos recentes indicam um aumento de incidência de depressão e ansiedade em adultos e crianças, da mesma forma que houve um aumento de casos de Disfunções Temporomandibulares (DTM). Outros estudos mostram que os quadros em que não existe sucesso na remissão das dores são os mesmos nos quais não há mudança de padrão psicológico. Nesse cenário, o psicólogo surge como um suporte fundamental para o paciente, trabalhando o autoconhecimento e o manejo da dor, dando enfoque à extinção de respostas disfuncionais e aquisição de novas respostas comportamentais. A Terapia Comportamental e a Terapia Cognitiva Comportamental têm sido muito utilizadas, mostrando-se eficazes no tratamento e na modificação de comportamentos dolorosos, através de intervenções psicoeducativas em dor, estabelecimento de metas e de ritmo para as atividades, treino de estratégias de coping, técnicas de relaxamento, técnicas de resolução de problemas, entre outros.

Ainda que não exista a possibilidade de cura da dor crônica, é necessário estimular a capacidade do cliente para se adaptar de maneira positiva ao novo estilo de vida e assumir o controle do seu tratamento, impactando na melhora da qualidade de vida, abordando saúde e doença não como elementos opostos, mas como parte de um processo único. “Provamos tanto do doce quanto do amargo. Conhecemos o suficiente sobre o sofrimento para querermos mudar, todavia o sofrimento não é tão agudo a ponto de nada podermos fazer a respeito dele”. Chagdud T. Rinpoche

Dra. Larissa Cavalheiro Psicóloga - CRP - 08/18215 Especialista em Psicologia Hospitalar e da Saúde pelo Pequeno Príncipe Psicóloga clínica e escolar Foto: Jonny Faller e Márcio Ishizuka

Rua Jorge Lacerda, 1165 - Claudete - Cascavel - PR 45 3035.3510 - 45 99926.4456 www.institutocavalheiro.com.br Instituto Cavalheiro

| 39


40

|

PORTAL SAÚDE

|

|

CIRURGIA PLÁSTICA

LIPEDEMA O lipedema é uma doença caracterizada por aumento localizado de tecido adiposo subcutâneo, principalmente nos membros inferiores, como quadril, coxas e pernas. Acomete predominantemente o sexo feminino, manifestando-se no final da puberdade ou durante a gestação, o que reforça a hipótese da etiologia hormonal por grande parte dos especialistas. É uma doença pouco conhecida e estudada, mas muito prevalente. Segundo estatísticas, até 11% de todas as mulheres são afetadas pelo lipedema. Em geral, essas pacientes apresentam uma predisposição familiar. O lipedema pode ser confundido com o linfedema (elefantíase), doença que acomete os vasos linfáticos. Muitas vezes ele também é erroneamente diagnosticado como obesidade, tornando o diagnóstico e tratamento adequados tardios.

• • • • • • • • •

Sinais para detecção de lipedema: Sinal de Stemmer negativo; Inchaços simétricos; Dor ao toque e à pressão; Dor descrita como “deflagrante”; Frequentemente “ninhos de telangiectasias” na face lateral da coxa; Tendência para hematomas; Predisposição familiar; Pele suave, com nódulos e covas típicas; Em alguns casos, também afeta os braços.

Tratamento Nas fases prévias do lipedema, os tratamentos em centros de estética podem ser bem-sucedidos.

• • •

São indicados: Balancer: um tipo de terapia de compressão intermitente; Sistemas Bodyform: trabalho muscular por estímulos elétricos da musculatura da coxa e da barriga; Eletrolipólise: agulhas compridas, nas quais é aplicada ligeira tensão, são introduzidas nos tecidos adiposos subcutâneos.

Lipoaspiração - em alguns casos, a cirurgia é a melhor opção. Em casos mais avançados, a lipoaspiração consegue resultados muitos bons, para isso, é importante que não haja oscilações de peso nem um aumento súbito do peso. Caso contrário, corre-se o perigo de voltar a formar pregas de gordura, ao fim de algum tempo.

O lipedema pode ser classificado, de acordo com a extensão de seu acometimento, em 4 graus:

Dr. Sócrates João de Oliveira Cirurgião Plástico CRM/PR 26.335 | RQE 20.335 Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica Foto: Arquivo Pessoal


42

|

PORTAL SAÚDE

|

|

COMPORTAMENTO

A IMAGEM PROFISSIONAL NOS TEMPOS ATUAIS No mundo pós-moderno, globalizado e altamente competitivo, a imagem que os profissionais e empresas transmitem torna-se cada vez mais fator de diferenciação. Estudos comprovam que a aparência e comportamento dos funcionários – do diretor ao recepcionista – transmitem a cultura, os valores e a personalidade da empresa, afetando diretamente os níveis de confiança, respeito e credibilidade que projetam no mercado. A identidade visual de uma clínica ou consultório não é criada e fixada apenas através de uma logomarca bem planejada, papelaria de qualidade, ótimo design de interior e fachada marcante. Funcionários com boa apresentação constroem a imagem da empresa e esta pode ser decisiva na hora de transmitir credibilidade e confiança. Clientes tendem a consumir e indicar mais as empresas que transmitem mensagens positivas e de sucesso. Podemos dizer que o cliente vive uma experiência – que pode ser positiva ou negativa – a partir do momento em que entra em contato com a empresa que irá atendê-lo. E não adianta pensar que possuir vários títulos na profissão irá garantir uma cartela de clientes enorme, lógico que é fundamental exercer com propriedade e aprimoramento técnico o trabalho. Mas, hoje em dia, o cliente quer mais que uma excelente técnica profissional. É preciso “seduzir” esse cliente, através de um excelente atendimento desde o primeiro contato, seja telefônico ou pessoal, e transmitir profissionalismo no modo de agir para com ele. Uma situação bastante recorrente nas clínicas e consultórios é o excesso de espera por parte dos

pacientes, é preciso administrar bem a agenda para que as pessoas possam usufruir do serviço sem que atrapalhe os seus compromissos, e a empresa acaba transmitindo desorganização. Não se esqueça de que um cliente-paciente é altamente crítico, se ele perceber algum tipo de desleixo do profissional ou da equipe que ele está contratando, com certeza irá pensar que o profissional não terá competência e dedicação para com ele, ou seja, sua credibilidade é abalada. São os tempos modernos, porém a antiga frase “A primeira impressão é a que fica” ainda é muito atual.

Adriana Estivalet Consultora de Imagem Pessoal e Corporativa AICI Member contato@adrianaestivalet.com.br Foto: Guilherme Molento


44

|

PORTAL SAÚDE

|

|

ODONTOLOGIA

De Bona Odontologia Referência regional em proporcionar belos sorrisos

Dr. Celestino, há quanto tempo está trabalhando na área odontológica? Tenho 51 anos de experiência e me atualizo com cursos, palestras, congressos, livros e revistas da área. O senhor é reconhecido em toda a região como um profissional de sucesso. O senhor se considera esse profissional exemplar de sucesso? A minha paixão pela Odontologia é o que mantém meu coração pulsando. Se você trabalha no que você ama fazer, com certeza será feliz profissionalmente. É assim que me sinto. A equipe da De Bona Odontologia é, em sua maioria, familiar. Como é trabalhar em família? Ninguém aqui trabalha onde não gosta de atuar. Meu filho, Dr. Giovani, por exemplo, atua em algumas áreas em que eu não trabalho, e vice-versa. Em outras áreas, como a parte de implantes, atuamos juntos, pois fizemos a especialização e outros cursos juntos, então o paciente é atendido pelos 2 profissionais na área. Minha esposa e nora também trabalham conosco. Todos amamos o que fazemos, como já comentei, e essa é a chave de tudo. O que a De Bona Odontologia tem que se diferencia tanto? A junção de profissionalismo, experiência, dedicação, honestidade, o bom humor e a felicidade do ambiente da De Bona Odontologia, esse é o diferencial. Qual sua perspectiva para o futuro da Odontologia? A Odontologia só se moderniza a cada dia, está em constante mudança, seja com equipamentos, materiais e/ou técnicas, sempre beneficiando o paciente. Estar por dentro disso tudo e proporcionar um melhor bem-estar, um sorriso mais bonito às pessoas, deixá-las mais felizes é para nós uma obrigação e satisfação!

Dr. Celestino De Bona CRO/PR 1383


46

|

PORTAL SAÚDE

by

|

|

MODA & BELEZA

DIMAZZO MAISON

O animal print vai dominar os seus looks do próximo inverno Ter uma peça ou acessório com estampa animal print é ter a certeza de que estará na moda em determinadas estações. A clássica estampa de onça marcou presença e segue firme na próxima estação.

Sapatos Seja um salto, um mule ou uma sapatilha, você vai ver que sua roupa mais básica vai dar um up! Com uma oncinha nos pés. Sair do básico e montar um look lindo e incrementado é o desejo de toda mulher. Todos os tipos de sapato podem vir estampados de oncinha. Desde os mais básicos, como rasteirinhas e sapatilhas, até os mais incrementados, como botas e scarpin. Cada um fica melhor em um estilo de look e de vida. Basta você escolher qual melhor combina com o seu momento e sair usando.

As tendências de moda masculina para 2019 estão bem variadas e versáteis!

O brilho do Lurex O brilho que marcou tendência no finalzinho dos anos 70 e se estendeu por toda a década de 80 é destaque na última temporada e reafirma presença garantida nesta estação com o lurex! A tendência brilho vem com os tecidos: lurex e lamê pra esta estação, e chega com força total pra usar já! Você pode até achar os tecidos com cara retrô, meio ultrapassados, mas, cá entre nós, o legal da moda é justamente essa brincadeira e capacidade de se reinventar. Certo?

Tem proposta de moda diferente para vários estilos e gostos, e você certamente vai conseguir adaptar uma dessas tendências ao seu vestuário! A padronagem dupla ou a divisão de estampas, xadrez é outra tendência de moda masculina para 2019! E por falar em xadrez, que promete ser o queridinho do inverno 2019. E na moda masculina não há de ser diferente, não. O xadrez apareceu em uma infinidade de coleções, em cores e padronagens diversas, das versões clássicas às mais moderninhas e despojadas. É pra apostar MESMO e sem medo, viu? Pensaram que só iriam aparecer jaquetas neste artigo, né. A estampa xadrez dominou o outono/inverno deste ano e dá sinais de que vai voltar para o ano que vem também. Este tipo de estampa está tão forte que até na primavera tinha quem a usasse.


48

|

PORTAL SAÚDE

|

|

PERFIL REGIONAL

LEGISLATIVO MAIS PRÓXIMO DO POVO: CONHEÇA ALÉCIO ESPÍNOLA, O NOVO PRESIDENTE DA CÂMARA DE VEREADORES DE CASCAVEL Nesta entrevista ele conta sua trajetória até a política, a amizade com o atual prefeito Paranhos, uma possível reeleição, planos para a cidade de Cascavel, e o que esperar dos dois últimos anos de seu mandato como vereador e presidente da Casa de Leis cascavelense. Confira. Alécio Espínola (48) é vereador de Cascavel eleito com 1635 votos em 2016. No ano passado, de forma unânime, foi eleito para ser presidente da Câmara de Vereadores da cidade. Seu envolvimento social e comunitário é destacável. Coordenou muitos projetos sociais, dentre eles, “Ser Feliz sem Drogas”, “Projeto Mutirão de Natal” e “Vida por Vidas”, de doação de sangue. É jornalista, formado em Cascavel mesmo, pela Univel, e enfatiza o amor pela área.“Escolhi a faculdade de jornalismo porque sou um apaixonado desde a

infância pela comunicação. A comunicação tem um poder muito grande e pode influenciar as pessoas,” — conta. Desde sempre a comunicação esteve presente em sua vida. Não somente nos estudos, mas também em sua carreira, na qual boa parte dela foi dedicada às vendas. Posteriormente, em 1996 foi convidado por um sócio de Leonaldo Paranhos, atual prefeito de Cascavel, para trabalhar na empresa de publicidade deles: a Paranhos Publicidade. Anos depois, Paranhos se candidatou para vereador, e ganhou. Com a vitória, Alécio foi promovido a seu assessor parlamentar, função na qual contribuiu com grandes projetos. Talvez Alécio ainda não tinha percebido, mas aqui começava o seu envolvimento com a comunidade e a política, que mais tarde o levariam até o seu cargo atual.

“TENHO TRABALHADO MUITO, LEVANTADO MUITO CEDO E DORMIDO MUITO TARDE PARA DEDICAR EXCLUSIVAMENTE TODO TEMPO QUE TENHO PARA PENSAR BOAS AÇÕES PARA A CIDADE.”


PORTAL SAÚDE

| 49

“QUERO OLHAR PARA TRÁS DAQUI A ALGUNS ANOS E TER A CONSCIÊNCIA DE QUE CUMPRI COM A MINHA OBRIGAÇÃO, COM SERIEDADE, COM HONRA E DEDICAÇÃO.”

Como surgiu o interesse de entrar para a política? Então não foi um planejamento do tipo “eu quero ser um político, eu tenho sonho de ser vereador”. Não foi assim, as coisas foram acontecendo naturalmente. No início dos anos 2000 morava num bairro que não tinha asfalto, e resolvi me envolver nesta causa. Ganhei a eleição de presidente de bairro e no fim do mesmo ano o bairro já estava asfaltado. Após isto, implementei outros projetos e foi muito bacana este período de liderança comunitária. Prefeito Paranhos e meu irmão, que já era vereador em outra cidade, também me incentivaram. Já que comentou sobre o prefeito Paranhos, como foi trabalhar juntamente com ele? Foi uma das melhores experiências da minha vida trabalhar ao lado do empresário Paranhos. Ele é empreendedor, dinâmico, grande publicitário e grande visionário. Foi e ainda é uma grande influência para mim. Um homem que trabalha muito, pensa muito rápido, pensa no futuro e quem está ao lado dele e consegue captar isso com certeza pode conquistar, avançar e crescer muito.

Quais os principais problemas de Cascavel e como tem sido a parceria com a prefeitura para resolvê-los? Como toda cidade, nós temos alguns problemas. No momento estamos passando por uma transição no transporte coletivo, projeto que envolve uma reestruturação na Avenida Brasil, com modelos novos de ônibus, um sistema totalmente diferente e terminais novos. O problema maior é o tempo até a população se adaptar a essa nova mudança. Outro grande problema é que durante gestões anteriores foi dada muita atenção para o centro e os bairros esquecidos. Agora o prefeito Paranhos vem avançando também nos bairros, com obras importantes e tudo isso com o apoio da Câmara de Vereadores de Cascavel. Mesmo sendo poderes diferentes, temos que viver em harmonia para o crescimento do município. O que os cascavelenses podem esperar da Câmara de Vereadores agora, tendo o Sr. como presidente? Podem esperar uma câmara transparente, dinâmica e aberta para os principais debates que envolvem o crescimento da cidade de Cascavel. Para isso contamos com uma câmara jovem, forte e atuante. Estamos promovendo o desenvolvimento da Câmara de Vereadores como um todo, sempre pautados pela abertura do espaço democrático, que é direito da população.

“FOI UMA DAS MELHORES EXPERIÊNCIAS DA MINHA VIDA TRABALHAR AO LADO DO EMPRESÁRIO PARANHOS” Fotos: Mário Marcante e Arquivo Pessoal


50

|

PORTAL SAÚDE

|

|

PERFIL REGIONAL

“O BRASIL ESTÁ SENDO PASSADO A LIMPO, O POVO BRASILEIRO VOLTOU A TER ESPERANÇA” No próximo ano acontecem eleições municipais. O Sr. pretende se reeleger ou tem pretensões de outros cargos na política? No próximo ano certamente nosso partido terá candidato a prefeito e eu estarei concorrendo simplesmente à reeleição. O que será possível fazer por Cascavel nesses dois anos de mandato que ainda cabem ao Sr. e aos outros vereadores? O Brasil está sendo passado a limpo, o povo brasileiro voltou a ter esperança e, dentro dessa esperança, que nós vamos conduzir nesses dois anos o destino da Câmara de Vereadores de Cascavel. Com pautas positivas, serão momentos em que teremos que pensar no crescimento da nossa cidade e no interesse público.

Na sua opinião, as pessoas devem continuar acreditando na política? A política é, sem dúvida, um grande instrumento de mudança e de esperança para a população. É importante continuarmos acreditando e limpando a política de pessoas que não têm compromisso com a sua cidade, com seu povo, com a sua gente. Como é a sua visão de Cascavel daqui a alguns anos? Eu acredito que, nos próximos 10 anos, a cidade de Cascavel será uma das maiores e melhores cidades para se viver. O desenvolvimento dela impressiona tanto o cidadão que mora e que acompanha o seu dia a dia, quanto as pessoas que vêm de fora. Grandes empresas estão se instalando aqui e grandes loteamentos estão expandindo o território urbano da cidade de Cascavel, que também possui uma agricultura muito forte.

ENTÃO NÃO FOI UM PLANEJAMENTO DO TIPO “EU QUERO SER UM POLÍTICO, EU TENHO SONHO DE SER VEREADOR”


PORTAL SAÚDE

| 51

“EM POUCO TEMPO NÓS TEREMOS UM DOS MAIORES PARQUES

Fotos: Mário Marcante e Arquivo Pessoal

AQUÁTICOS DO BRASIL”

E quanto à parte econômica da cidade, o que o Sr. tem a dizer? O crescimento econômico da cidade é extraordinário. Os investimentos estão acontecendo. Eu recebi recentemente uma informação de que em pouco tempo teremos um dos maiores parques aquáticos do Brasil. É uma cidade que atrai investidores de vários estados do Brasil. Ela era a 50ª melhor cidade do Brasil para se viver e recentemente as pesquisas mostraram que agora está em 24ª no ranking.

Para finalizar, o que o Sr. gostaria de transmitir a toda a população de Cascavel? Quero dizer que dedicarei o meu tempo, meu talento e a minha esperança para que nós possamos mostrar para a população de Cascavel que é possível termos políticos corretos e sérios. Farei ações transparentes, tudo em conformidade com o anseio e dentro daquilo que a população espera de nós, que estamos de passagem nesses cargos políticos. Quero olhar para trás daqui a alguns anos e ter a consciência de que cumpri com a minha obrigação, com seriedade, com honra e dedicação. Tenho trabalhado muito, levantado muito cedo e dormido muito tarde para dedicar exclusivamente todo tempo que tenho para pensar boas ações para a cidade. O trabalho é imprescindível para fazermos a diferença na política.


52

|

PORTAL SAÚDE

|

|

REABILITAÇÃO

A PEDRA DESCARTADA TORNOU-SE

PEDRA ANGULAR .....................................................

Visitando uma das fazendas no norte do Brasil, precisamente em Manaus, um jovem colombiano, já bem próximo de concluir o seu processo de recuperação, solicitou um encontro pessoal. Queria colocar algumas questões pessoais. Mesmo já tendo notado diretamente os benefícios da abordagem da Fazenda da Esperança, ele quis aprofundar alguns aspectos ligados justamente a metodologia: terapia ocupacional, ressocialização e espiritualidade. Tive a oportunidade de dizer aquilo que eu conhecia a respeito do percurso feito pelos fundadores da Fazenda ao longo de mais de 30 anos. Antes de tudo, disse-lhe que não se tratava de uma comunidade terapêutica convencional, muito embora o foco nuclear da experiencia se concentre justamente na recuperação de toxicodependentes sem a utilização de recursos ou abordagem farmacológica.

Frei Hans, Nelson, Iraci e Luci viviam uma experiência dos efeitos da espiritualidade cristã posta em prática no dia a dia, impulsionados pela mística franciscana e pela espiritualidade da unidade depositada no coração de Chiara Lubich. E se deram conta dos efeitos, antes de tudo, em suas próprias vidas. Acontecia uma autêntica mudança de vida, uma profunda conversão que iluminava a vida cotidiana em todas as suas dimensões. Antes de tudo, com a experiencia pessoal de encontro com Deus Amor e os seus efeitos quando a descoberta é feita em conjunto. As próprias vidas dão um grande salto de qualidade na dimensão da Fé e, consequentemente, o Evangelho torna-se uma Luz que, mesmo sendo já conhecido antes, aqui tomava a dimensão de uma profunda conversão e renovação sobretudo da compreensão daquilo que produz colocar em prática cada palavra de Jesus.


PORTAL SAÚDE

E o “menor dos meus irmãos”, de que fala Jesus, se apresentou a eles especialmente no grande número de jovens e adultos, homens e mulheres que eram engolidos pela invasão maciça do consumo de drogas. Muitas famílias foram surpreendidas muitas vezes sem se darem conta de que o enfraquecimento dos vínculos familiares, as discórdias sutis ou flagrantes influenciavam fortemente o comportamento dos filhos ou filhas já não mais crianças, mas entrando em plena adolescência. Além do mais, o progresso rápido e os modelos de vida apresentados pelos meios de comunicação, a acidez das disputas ideológicas, as novas tecnologias, enfim, um conjunto de fatores aceleraram, com grandes perdas, o fenômeno das drogas e dos drogados. E aqui se inicia o grande desafio, ir ao encontro das vítimas deste flagelo, acolhendo-as e propondo um novo estilo de vida, justamente com o trabalho, a vida em grupos e a espiritualidade. Com grande surpresa e alegria, foram notando os efeitos extraordinários que esta proposta produzia em muitos jovens e adultos, rapazes e moças, arrancando dos grilhões terríveis das dependências. E sobretudo porque, recuperados, tornavam-se os melhores agentes de condução deste itinerário de volta à casa paterna. Os frutos foram tantos e tais, que ficou evidente que se tratava de uma Obra de Deus que mais uma vez demonstrava que jamais abandona o seu pacto com o seu povo e com cada pessoa humana, feita a sua imagem e semelhança.

| 53

A Obra foi aprovada pela Igreja e acolhida pela sociedade civil como um espaço de esperança, não só para quem se recuperava, mas envolvendo a própria família, a escola, a paróquia, a vida social, as instâncias políticas e institucionais. Quando o rapaz tomou consciência de tudo isto, acrescentou: “então foi o amor de Deus quem suscitou esta Obra?”. Tudo isto para dizer que, para compreender a metodologia da Fazenda, precisa conhecer bem a sua história. Disse-lhe então: “quem vem à Fazenda é chamado a reconstruir a própria vida, redesenhando o próprio projeto ou desígnio à Luz do que o próprio Deus espera de cada filho Seu”. E, mesmo os que não têm fé, na Fazenda são tratados como filhos de Deus e merecem todo amor e chance de reescreverem, com liberdade e consciência, sua nova história. Tudo isto tira o caráter policial da questão, dissolve as variáveis entrecruzadas de criminalidade, conscientiza o recuperando sobre a sua própria dignidade e lhe abre espaços para uma vida de plenitude que não é nem artificial, tampouco fugaz. É um amor exigente que abre as portas dos sonhos buscados ou dos grandes ideais que foram sepultados em uma vida cheia de riscos inúteis. No final, o jovem colombiano, reflexivo e cabisbaixo, entendeu que se tratava de uma conversão de vida, não só para ele, mas para toda a comunidade. Seria muito pouco ficar livre das drogas ou dos efeitos da abstinência, mas se tratava de um projeto de vida que o tornava um embaixador da Esperança onde ele estivesse. E tudo isto não acontece por um deficit de amor? E para tomar o caminho de volta, nada mais próprio do que colocar amor onde não existe amor. E, como dizia um notável psicólogo: “O amor cura”, principalmente se este amor tem raízes em quem é o Amor, em quem inventou o Amor.

CRISTO REI - Toledo-PR

Rodovia Toledo Ouro Verde KM 10 - Fazenda da Esperança Cristo Rei 45.32528152 | 43.998580039 toledo.m@fazenda.org.br


54

|

PORTAL SAÚDE

|

|

TURISMO


PORTAL SAÚDE

| 55

Um mar de sal

e de belas paisagens

Na vizinha Bolívia está uma das atrações mais procuradas por turistas do mundo inteiro: o Salar de Uyuni

Se sua intenção na próxima viagem é perder o fôlego (literalmente e em quase todos os sentidos), o seu destino está mais perto do que imagina, e já é uma das opções mais buscadas por turistas do mundo inteiro, sobretudo os que têm predileção por belas paisagens e experiências inesquecíveis. Estamos falando do Salar de Uyuni, o maior (e praticamente o único) deserto de sal do Planeta Terra, localizado na vizinha Bolívia, na região conhecida como Altiplano, muito perto da Cordilheira dos Andes, fronteira com o Chile. Quando se fala em lugares inóspitos da Bolívia, à sua mente vem aquela sensação de que passará por muitos “perrengues” para contemplar as belas paisagens. Pois a resposta que temos a você é que não. Isso mudou, e bastante. A capital La Paz, e mesmo a pequena Uyuni (de 10 mil habitantes), já contam com hotéis de conceito boutique e também boas e confortáveis pousadas. A parte boa disso tudo é que as mudanças para melhor não representaram grande acréscimo no preço da viagem. Então, chegou a hora de montar o roteiro e começar a imaginar as belas paisagens e – claro, estamos falando de um lugar frio e alto, muito alto – perder o fôlego com a paisagem.


56

|

PORTAL SAÚDE

|

|

TURISMO

Aonde ir Para conhecer o Salar de Uyuni, há rotas que partem da Bolívia e do Chile (o local é vizinho ao Deserto do Atacama), porém, aqui, daremos preferência aos roteiros que começam e terminam do lado boliviano, sobretudo porque são necessários pelo menos quatro dias para conhecer o Salar. Se você quiser conhecer o deserto junto (há opções), serão necessários pelo menos cinco outros dias. Nossa sugestão é partir da capital La Paz, cidade localizada a aproximadamente 600 km de Uyuni. Reserve pelo menos dois dias na maior cidade da Bolívia e inclua em seu roteiro o passeio de teleférico (o mais alto e mais longo do mundo) e também o Downhill (descida emocionante em estrada sinuosa na cordilheira). Os primeiros dias na capital boliviana também são importantes para se adaptar aos efeitos da altitude. Há voos diretos de La Paz para Uyuni. A via aérea, vale lembrar, é sempre a melhor opção. Também há, contudo, opções terrestres de deslocamento. Em Uyuni, dê preferência a hotéis mais confortáveis, nem que você pague um pouco mais (o preço é similar ou até menor que o de bons hotéis brasileiros).

Prefira os tours de 3 a 4 noites. Como se trata de ecoturismo, fique atento à reputação da agência. Não esqueça de checar se seu guia o levará para o cemitério de trens, ao vilarejo de Colchani e à Isla Incahuasi. Estas são as principais atrações. Os passeios são feitos normalmente em veículos 4x4. Nas versões sem perrengue, a um custo um pouco maior, é possível ter mais exclusividade no transporte e mais assistência por parte dos guias, que fornecem água e alimentos. Cá para nós: o lugar é tão exuberante, que não sobrará tempo para pensar em muitas coisas cotidianas. No cemitério de trens, você poderá sentir-se em um filme à la Mad Max, e em Colchani, talvez você pense estar em outro planeta. Na época de chuva, o reflexo do céu fica a todo tempo no solo. Falando nisso, equipes da Nasa já levaram seus astronautas ao Salar para testar a resistência de seus astronautas. Na Isla Incahuassi, você também tem a sensação de estar em um outro mundo. Os cactos da paisagem contrastam com um mar de sal ao redor.


PORTAL SAÚDE

Quando ir Há duas épocas para viajar, e ambas são muito boas. Se você optar por viajar no inverno, no período compreendido entre abril e setembro, prepare-se para ver um solo extremamente branco (afinal, estamos falando de um mar de sal) e sem nenhum contratempo nos passeios. É o período de seca, o preferido dos turistas ocidentais. Também há o período de chuvas, e este é especialmente propício para os que gostam de tirar belas fotos. É nesta época que o solo fica com aquele fio d’água, que reflete o céu. Por adorarem fotos, os turistas asiáticos preferem viajar ao Salar neste período. O que levar Leve muita roupa de frio, independentemente de você viajar na época de chuva ou de estiagem. É que no altiplano (a mais de 3 mil metros de altitude) venta muito, e mesmo quando há manhãs um pouco mais amenas, as noites são sempre frias. Portanto: roupas impermeáveis, protetores labiais e lenços umedecidos. Sempre! Como ir Indicamos voar até La Paz e, na capital boliviana, procurar agências de turismo confiáveis para organizar todo o passeio em Uyuni. Há voos diretos para La Paz a partir de São Paulo, pela BOA, companhia boliviana. A brasileira Gol voa para Santa Cruz de la Sierra. A cidade é mais distante do Salar, mas de lá também é possível deslocar-se por vias aérea ou terrestre. Também há voos para a capital boliviana a partir de conexões em outras cidades como Lima, Buenos Aires e Santiago, operados por Latam e Avianca.

| 57


58

|

PORTAL SAÚDE

|

|

GASTRONOMIA

A saborosa Paella e suas variações

ESTA IGUARIA ESPANHOLA CERTAMENTE É O MELHOR PRETEXTO PARA REUNIR FAMILIARES E AMIGOS


PORTAL SAÚDE

| 59

Um dos pratos mais queridos da Espanha, típico das cidades mediterrâneas do país europeu e que conquistou os latino-americanos por sua consistência leve e pela praticidade e sofisticação, é uma das melhores opções gastronômicas para unir grupos de amigos ou familiares. A paella, que é praticamente impossível de ser preparada para apenas uma pessoa – o que favorece o congraçamento –, é ideal para ser consumida em dias quentes, normalmente na hora do almoço, conforme dita a tradição valenciana. O prato, que pode ser servido com um bom vinho ou uma cerveja clara e leve, ganha cada vez mais adeptos no Brasil. Nós vamos esclarecer algumas dúvidas sobre esta iguaria e, claro, dar algumas dicas de preparo desta tradição ibérica. Tipos de paella Em primeiro lugar é preciso contextualizar que a paella que talvez você esteja acostumado a saborear, ou que já tenha conhecido aqui no Brasil, não seja a receita original do prato – à base de arroz e outros ingredientes – que surgiu em Valência, cidade espanhola banhada pelo Mar Mediterrâneo. Saiba: a paella original não é feita com frutos do mar, e sim com carnes de frango e coelho, vagem e feijão-verde. Sempre com o toque de açafrão para manter a cor amarela. Mesmo este prato já é uma variação da receita registrada em 1513, na qual as proteínas deste alimento tinham origem nos caracóis (moluscos, como o escargot) e nas carnes de enguias. Você deve estar se perguntando: então aquele prato amarelado, feito com arroz, legumes, frutos do mar (polvo, lula e mexilhão) e – por algumas vezes – camarão, não é paella? Sim, claro que é, mas não se trata da autêntica. Esta forma de preparo com frutos do mar (e às vezes peixe, como o cação) é conhecida na Espanha como paella marinera, claro, por razões óbvias. É também a mais consumida no mundo. A terceira versão mais consumida é a paella vegetariana. Cabe esclarecer que se trata de uma deliciosa variação do prato espanhol, que pode ser consumida por todos, inclusive pelos mais ávidos fãs de uma boa carne. A explicação é que o elemento central de qualquer paella é a forma de preparo envolvendo o arroz, alguns legumes como vagem e pequenos tomates e o açafrão, responsável pela cor amarelada.

Na panela As paellas (na Espanha, fala-se paêia, o sotaque argentino leva muitos brasileiros a chamá-la de paeja) devem ser preparadas sempre em panela grande, porém, não muito profunda. Por estas características, cada receita serve, pelo menos, quatro pessoas. Mas o ideal é que se faça para mais gente. A forma de preparação – em todas as variações – lembra muito a dos risotos. Os caldos devem ser cozidos em uma panela à parte, e os outros ingredientes, refogados na panela principal, antes de se acrescentar o arroz e o caldo da outra panela. Além da vagem, cenoura, tomate, alho-poró, páprica, açafrão e (pouco) sal são essenciais e devem sempre ser os primeiros a ser refogados, com a opção de carne (que dará a característica da paella). Depois, o arroz é misturado aos ingredientes, até obter a consistência amarelada (resultante do açafrão). Na sequência, adiciona-se o caldo. O caldo normalmente é feito com temperos como carcaça de peixe, alecrim, pimenta-do-reino, sal e páprica. No mercado, é possível encontrar misturas específicas para paella. Depois que o caldo evaporar, a paella estará pronta. Tradicionalmente, ela é servida na panela mesmo. E lá que ela deixará os convidados com água na boca. Depois destas dicas, acreditamos que você já tem uma boa opção para reunir os familiares e amigos em breve. Que tal?


60

|

PORTAL SAÚDE

|

|

BREVES

Nos dias 10 a 12 de abril ocorreu o IV Congresso Brasileiro de Dor Orofacial na USP em São Paulo, onde a Dra. Suellen pôde aperfeiçoar seus conhecimentos.

No lago municipal de Cascavel, no dia 27 de abril, aconteceu o evento MOOVING FAG, onde a Dra. Leandra esteve junto com a Liga de Dermatologia da Fag orientando sobre a prevenção de câncer de pele.

A Dra. Tatiana esteve presente no Congresso Simasp em São Paulo no mês de fevereiro, um dos congressos mais requisitados na área da oftalmologia.

O Dr. Dalto pôde desfrutar de alguns dias de descanso ao lado de sua filha em São Paulo, aproveitando para assistir à belíssima apresentação do Cirque du Soleil.

A Dra. Cristina participou de mais uma Corrida da Mulher, realizada em Toledo no mês de março.

O Dr. Diego Rovaris atualizou seus conhecimentos em cirurgia plástica facial e corporal no 2º Simpósio Internacional de Cirurgia Plástica em São Paulo no mês de março.

A Dra. Luciana esteve aperfeiçoando seus conhecimentos de rinoplastia avançada entre os dias 28 de janeiro e 2 de fevereiro em Maringá, com o colega e Dr. Guilherme Scheibel.

O Professor e Dr. Ricardo com seus alunos do curso de pós-graduação em ortodontia da UNIPAR, março de 2019.


PORTAL SAÚDE

O Dr. Giovani De Bona esteve presente no Congresso Dental Press sobre Ortodontia em Maringá, realizado em abril.

| 61

O Dr. Guilherme é monitor do curso de especialização em prótese dentária pela faculdade Ilapeo.

A Dra. Kaohana participou do curso de formação Master Class no dia 26/01/2019, formação de professores que irão capacitar novos cirurgiões a utilizarem a tecnologia de Malhas 3d Mesh para enxerto.

O Dr. Sócrates participou, ao lado de sua noiva, Dra. Priscila Bobato, do congresso brasileiro realizado em Jurerê Internacional - SC.

A Dra. Poliana foi palestrante no 5º workshop latinoamericano de FUE, um evento sobre cirurgia de transplante capilar em Buenos Aires no mês de março.

Os empresários Bryan Carvalho e Joilson Lobato estiveram em um maravilhoso passeio pela Europa no mês de fevereiro.

A consultora Andressa Leonttino realizou um Workshop com muito estilo na Loja da Vivi Mees, em Ibirama-SC no mês de abril.

A Dra. Maira Frizon esteve aproveitando alguns dias de descanso ao lado de seu esposo no mês de março em Dubai.


62

|

PORTAL SAÚDE

|

|

PORTAL SOCIAL

Casamento da Dra. Maira Frizon e Eloi Piana Junior No dia 23 de fevereiro na Recepção Recanto Verde, foi celebrado com muita alegria e emoção, entre familiares e amigos, o casamento da Dra. Maira Frizon e seu noivo Eloi Piana Junior. Muitas felicidades ao casal. Fotos: Rodrigo Vipych


PORTAL SAÚDE

| 63


64

|

PORTAL SAÚDE

|

|

PORTAL SOCIAL

Prati Donaduzzi comemora 25 anos de muita dedicação e excelência! No dia 3 dezembro, a Prati Donaduzzi comemorou seu aniversário de 25 anos, onde também foi celebrada a parceria de 111 colaboradores presentes há 15 anos. Com uma grande festa, contou com o show da dupla Rio Negro e Solimões para finalizar a noite. Fotos: Delmar Carlos Lambrecht


PORTAL SAÚDE

Doctors in Concert

Com o intuito de arrecadar fundos para duas instituições, Fazenda da Esperança e Hospital Bom Jesus, no dia 3 de dezembro foi realizado o Doctors in Concert, no Pub Abbey Road em Toledo. O evento contou com a participação de diversos profissionais médicos, onde eles puderam mostrar que também são talentosos na música. Fotos: Francisca Perez Garcia

| 65


66

|

PORTAL SAÚDE

|

|

PORTAL MÉDICO

Dra. Cristina Fernanda Magro Faidiga

Dra. Leize Schiavini Rodrigues Dias

CRM/PR 15863 | RQE 10690 Endocrinologia e Metabologia

CRM/PR 18430 | RQE 13838 Ginecologia | Mastologia

Rua Independencia, 2564 Jardim La Salle - Toledo - PR 45 3278.1569

Centro Clínico Santé : Rua Dom Pedro II, 2714 Toledo - PR 45 3277.9394 pág. 18

Dra. Cristina Veronese Beffa

Dra. Leandra Ferreira Marques Nobre

CRM/PR 16558 | RQE 595 Cirurgia Vascular e Ecodoppler

CRM/PR 31776 | RQE 17566 Dermatologia

Centro Clínico Santé: Rua Dom Pedro II, 2714 Toledo - PR 45 3277.5269

Clínica Parfait: Rua Minas Gerais, 1932 - Salas 501 e 502 - Centro - Cascavel - PR 45 3037.3001 pág. 10

Dr. Dalto Antonio Viganó Pastro

Dra. Luciana C. Peruzzo Kokubo

CRM/PR 21879 | RQE 2084 Cirurgia Plástica

CRM/PR 28655 | RQE 22689 Otorrinolaringologia Fellowship Plástica Facial

Clínica Parfait

Clínica Inspirar Rua independência, 2564 (parte

Rua Minas Gerais, 1932 - Salas 501 e 502 - Centro - Cascavel - PR 45 3037.3001

interna da Biocentro, segundo andar)

Toledo - PR 45 99996 0804 | 45 3252 9090

pág. 12

Dr. Diego Antonio Rovaris CRM/PR 31944 | RQE 17706 Cirurgia Plástica

pág. 20

Dr. Sócrates João de Oliveira CRM/PR 26335 | RQE 20335 Cirurgia Plástica

Rua Minas Gerais,1932- sala 1206 Edifício UNIQUE - Centro Cascavel-PR 45 3035.1099 | 99818.8999

Dr. Sócrates João de Oliveira Rua Olavo Bilac, 1535 - Centro 45 99915.2612 | 45 3037.5885

pág. 40

Dr. Julio Ricardo Ramos CRM/PR 22440 | RQE 1776 Pediatria

pág. 22

Dra. Tatiana de Almeida Camargo CRM/PR 17248 | RQE 10814 Oftalmologia

Clínica de Pediatria Cascavel: Rua Minas Gerais, 1932 - Sala 704 Edifício UNIQUE - Centro Cascavel - PR 45 99970.0109 | 3039.2019

pág. 46

Rua Independencia, 2564 Jardim La Salle - Toledo - PR 45 3278.1569

pág. 17


PORTAL DOS PROFISSIONAIS

ODONTOLOGIA Dr. Alessandro Faidiga Rua Independência, 2564 - Jardim La Salle Toledo - PR Dr. Alynton Faidiga Rua Independência, 2564 Jardim La Salle Toledo - PR Dra. Denise De Carli Rua Guarani, 1595 - Centro - Toledo - PR

45 3252.9090

45 99973.8838

45 3552.0304

Dr. Celestino De Bona Rua General Estilac Leal, 1430 - Centro Toledo - PR

45 3252.1955

Dr. Giovani De Bona Rua General Estilac Leal, 1430 - Centro Toledo - PR

45 3055.3955

Dr. Guilherme Gasparovic Rua São Paulo, 2229 (entrada pela Rua Visconde do Rio Branco) - Centro Cascavel - PR Dra. Maira Frizon Rua Guarani, 1595 - Centro - Toledo - PR

45 3038.6510

45 3552.0304

Dr. Ricardo Sampaio de Souza Rua Minas Gerais, 2061 - Edifício Day Saúde Sala 501 - Cascavel - PR

45 3037.1664

Dra. Suellen Cavalheiro Rua Jorge Lacerda, 1165 - Claudete Cascavel - PR

45 3035.3510

PSICOLOGIA Dra. Larissa Cavalheiro Rua Jorge Lacerda, 1165 - Claudete Cascavel - PR

45 3035.3510


Profile for Revista Portal Saúde

REVISTA PORTAL SAÚDE 2ª EDIÇÃO CASCAVEL  

REVISTA PORTAL SAÚDE 2ª EDIÇÃO CASCAVEL  

Advertisement