Issuu on Google+


Editorial Diego Campos Raffide

Na edição de fevereiro, destacaremos o trabalho austero que o atual Legislativo de Quatis vem realizando na cidade. Conheceremos o presidente Celso Pineschi (PSDB), que ficou à frente da reforma do plenário da Câmara trazendo muito mais conforto para a população e para a execução dos trabalhos da Casa. Um fato histórico no município que merece registro. Daremos sequência às matérias de análises dos grupos da Copa do Mundo. Neste mês, o convidado especial é o conceituado jornalista Roberto Assaf, do qual eu tive a honra de ser aluno. Sem modéstia considero um dos maiores jornalistas esportivos da atualidade e uma enciclopédia viva do futebol. Traremos também o crescimento do comércio em Itatiaia, uma possível aproximação entre as Associações de Aposentados de Barra Mansa e Volta Redonda e a repercussão da votação das contas do ex-prefeito de Barra Mansa Zé Renato (PMDB). Teremos também a coluna social de Fábio Soares, a coluna de moda de Renata Liporaci e a coluna de saúde com a bela Ana Luiza Raffide, que é fisioterapeuta e Rainha de Bateria de Escola de Samba. O colunista convidado desta edição é o arquiteto e urbanista Ronaldo Alves, que falará sobre os princípios de urbanismo para a região do Médio Paraíba. A Por Aqui é a primeira revista política e de entretenimento do Sul do Estado e é especializada na elaboração de revistas e jornais de eventos corporativos, culturais e feiras, como as edições especiais da FLUMISUL (Feira Internacional de Negócios do Sul Fluminense), FECONSTRUSUL (Feira da Construção do Sul Fluminense) e do Piraí Fest Paladar (Festival de Gastronomia). Entre em contato com nosso departamento comercial e anuncie em nosso periódico mensal. Boa leitura!

Revista Por Aqui - CNPJ: 17.460.134/0001-98 www.revistaporaqui.com.br Redes Sociais:

revistaporaqui

poraquirevista

revistaporaqui

Diretor Geral / Jornalista Responsável: Diego Campos Raffide - MTB 0032199/RJ

E-mail: contato@revistaporaqui.com.br / diego@revistaporaqui.com.br Telefone: (24) 3323-3613 / (24) 9-9218-1530 / 7836-3387 / ID: 12*8190

Presidente de Honra: Dr. Gabriel Altino Campos – gabriel@revistaporaqui.com.br Diretor de Arte: Eduardo Ávila – eduardo@revistaporaqui.com.br Revisora: Sadda Raffide – sadda.2011@hotmail.com

04

Legislativo de Quatis inicia atividades com novo plenário

05

Grandes redes do comércio varejista chegam à Itatiaia gerando empregos e atraindo consumidores

06

Brasil pode pegar a atual campeã, Espanha, ou a vice, Holanda, logo nas oitavas de final e pagar mico no Mundial em casa

07

Tudo novo e organizado

08

Coluna Social “Você Por Aqui”

10

Princípios de urbanismo para a região do Médio Paraíba

12

Sambar é um ótimo exercício físico

13

Com 16 votos a favor, Câmara Municipal de Barra Mansa aprova contas do ex-prefeito Zé Renato

14

ACIAP de Barra Mansa se reúne com a AAP de Volta Redonda e encontro pode fortalecer o relacionamento com a AAP de Barra Mansa

Colunista de Moda: Renata Liporaci – reliporaci@revistaporaqui.com.br Colunista Social: Fábio Soares – fabiosoares@revistaporaqui.com.br Contato Comercial: Débora Alice – debora@revistaporaqui.com.br Colaboradores: Ana Luiza Raffide – anaraffide@hotmail.com Ronaldo Alves - ronaldoalves@raralves.com.br A revista Por Aqui não se responsabiliza por conceitos e opiniões expressos nos artigos, colunas e reportagens assinadas. O conteúdo é de responsabilidade de seus autores.

• • • PARA ANUNCIAR NA REVISTA POR AQUI • • • Ligue: (24) 3323-3613 | (24) 9-9218-1530 | 7836-3387 / ID: 12*8190 ou mande e-mail: contato@revistaporaqui.com.br


4

Legislativo de Quatis inicia atividades com novo plenário Projeto elaborado com base na Lei Federal de acessibilidade dará mais conforto para a população Por Diego Raffide – diego@revistaporaqui.com.br

O

presidente da Câmara Municipal de Quatis, vereador Celso Pineschi de Sá (PSDB), em um bate-papo exclusivo com a revista Por Aqui, fez um balanço de seu primeiro ano na presidência do Legislativo, falou das perspectivas para 2014 e das obras realizadas no plenário da Câmara, que abrigou sua primeira sessão na terça-feira, 18. O plenário recebeu nova bancada e cadeiras para os vereadores e também cadeiras mais confortáveis, tipo universitário, para a população. Fotos: André Matheus

Edevaldo Silva (PR), Celso Pineschi de Sá (PSDB) e Hélio Ricardo Pereira Baptista (PMDB)

Sobre seu primeiro ano à frente do Legislativo, Celso avaliou como um ano bastante produtivo, apesar de um início tumultuado para seis vereadores de primeiro mandato. “Tivemos dias de grande turbulência, mas com o apoio da população e a confiança na Justiça, a normalidade foi reestabelecida. Tivemos muito trabalho e aos poucos conseguimos colocar a Casa Legislativa para funcionar”, disse o presidente na expectativa de que o ano de 2014 seja melhor para todos. Celso também destacou o apoio incondicional da atual Mesa Diretora, que é composta pelos vereadores, Professor Hélio Baptista (PMDB), primeiro vice-presidente; Flávio Florentino (PV), segundo vice-presidente; Edevaldo Silva (PR), primeiro secretário e Edimilson do Forte (PMDB), segundo secretário e ainda o vereador Paulo Moreira (PR), que está sempre somando com a atual mesa. “Em conjunto, conseguimos promover uma política pública séria e eficaz, tanto que no final do ano passado devolvemos aos cofres do município a quantia de R$ 227.029,93 (Duzentos e vinte e sete mil, vinte e nove reais e noventa e três centavos)” destacou Pineschi, lembrando que uma das diversas ações do Legislativo foi a votação do reajuste dos salários dos servidores e a votação da adequação salarial dos professores. “O prefeito entendeu que temos que valorizar o servidor público e os professores, partindo dessa premissa enviou as referidas mensagens para a Câmara e, entendendo a necessidade dessa valorização e atendendo ao anseio desses profissionais, acreditamos que era o que poderia ser oferecido naquele momento, e aprovamos a mensagem do prefeito”, lembrou. Para o ano de 2014, Celso Pineschi, que também é membro do

está finalizando projetos que visam melhorias para a população.

“Estamos elaborando mais projetos para a população. Eles estão em fase final de estudos e elaboração, e na hora oportuna serão apresentados e colocados em votação”, revelou em tom de suspense o presidente. O que já tem de novidade este ano é o novo plenário, que acabou de ser inaugurado e atende à Lei 10.098, que trata da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida. “Aproveitamos que o antigo plenário estava muito danificado, devido ao tempo de uso, e como os móveis e as madeiras do piso estavam infestadas de cupim e algumas cadeiras quebradas, decidimos pela realização da obra visando essa adequação, inclusive com rampa de acesso ao plenário. Se nas próximas legislaturas tivermos um vereador cadeirante, ele já vai ter acesso a todas as dependências da Câmara, já que temos o elevador e na parte interna já existe uma rampa que, também facilitará esse acesso aos setores administrativos do Legislativo”, frisou. Outro ponto positivo da reforma no plenário, é que o espaço poderá ser mais bem aproveitado pela população. “As mesas são moveis, o que aumenta o espaço, por exemplo, para uma

Edimilson de Oliveira Silva (PMDB), Álvaro Luiz da Fonseca (PSD) e Paulo Moreira de Souza (PR)

apresentação de dança”, destacou reiterando, que a Câmara de Quatis está aberta para a população. “Desde que a realização dos eventos não coincida com o dia de sessão, encontros, palestras, fóruns, abertura para as escolas; sempre visando o bem coletivo, o espaço estará sempre aberto, e foi pensando nisso que realizamos essa obra de melhoria no plenário”, enfatizou. O presidente informou, ainda, que já foi aberto processo para a licitação visando a compra de ar condicionado para o plenário. “O processo já está em andamento e em breve estaremos licitando a compra de ar condicionado para climatizar o plenário” detalhou, revelando que está sendo estudada a possibilidade de implantar o sistema de transmissão online das sessões legislativas. “Estamos nos informando sobre esse processo, e se tudo correr bem até o final de março desse ano será feita a licitação”, encerrou o presidente, aproveitando a oportunidade para mais uma vez convidar a população a participar das sessões legislativas. “Nem que seja uma vez por semana, mas a presença da população é importante”, finalizou.

Vereadores Legislatura 2014/2016

Emerson Oliveira de Almeida (PPS), Francisco Antônio de Paula Franco (PSD) e Flávio Florentino (PV)

Comitê das Agulhas Negras, que luta contra a transposição do Rio Paraíba do Sul, pretende continuar com a política de desenvolvimento e elaborar projetos que possam beneficiar toda a população. “Nosso maior objetivo é engrenar, fazer acontecer, e com uma participação maior da população na Câmara” apontou Celso Pineschi, citando que

Álvaro Luiz da Fonseca (PSD) Celso Pineschi de Sá (PSDB) Edevaldo José da Silva (PR) Edimilson de Oliveira Silva (PMDB) Emerson Oliveira de Almeida (PPS) Flávio Florentino (PV) Francisco Antônio de Paula Franco (PSD) Hélio Ricardo Pereira Baptista (PMDB) Paulo Moreira de Souza (PR)


Grandes redes do comércio varejista chegam à Itatiaia gerando empregos e atraindo consumidores Por Diego Raffide – diego@revistaporaqui.com.br

A

simpática Maria José Garcia (77) é daquelas pessoas que são capazes de quase tudo para se sentir mais perto de seus entes queridos. E quando o neto foi parar do outro lado do mundo, a moradora do Centro de Itatiaia não pensou duas vezes para entrar de cabeça na modernidade tecnológica. “Eu comprei um ‘smartphone’ com ‘whatsapp’ para falar com meu neto que vai passar um ano na Austrália”, revela a aposentada referindose ao aplicativo (whatsapp) que permite aos telefones inteligentes (smartphones) trocarem mensagens instantâneas em qualquer parte do mundo. Fotos: Diego Raffide

“Esse desenvolvimento, eu estou vendo com otimismo porque Itatiaia realmente não tinha nada...” Maria José Garcia

Dona Maria José não precisou ir muito longe para se sentir “mais perto do neto”, afinal a loja de eletroeletrônicos fica a poucos metros de onde ela mora, uma comodidade que beneficia milhares de moradores do município. “Esse desenvolvimento eu estou vendo com otimismo porque Itatiaia realmente não tinha nada, a gente dependia de Resende pra tudo e agora a gente já passa a utilizar mais nosso comércio”, explica. O crescimento do comércio que alegra dona Maria José também pode ser visto do outro lado do balcão. A loja de eletroeletrônicos, por exemplo, pertence a uma grande rede varejista que se instalou em Itatiaia no começo de dezembro do ano passado e já emprega 25 pessoas, sendo 22 moradoras do município, segundo informou o gerente da unidade, Leandro Carneiro Cruz. A história se repete em uma loja de utilidades, instalada há pouco mais de um ano no Centro. Por lá, todos os seis funcionários são moradores de Itatiaia, incluindo a jovem Shalon da Rosa Costa (19) que encontrou na expansão do comércio uma oportunidade de ingressar no mercado de trabalho. “Está sendo uma experiência muito boa, gosto muito daqui, as pessoas são muito legais, tanto as pessoas que trabalham aqui, quanto os clientes, são muito ‘gente

A expansão do comércio de Itatiaia abriu espaço para a jovem Shalon (esq.) no mercado de trabalho, mas é a fidelidade de clientes como Ana Paula (dir.) que ajuda a manter os postos de trabalho gerados pelo setor.

boa’”, diz a estudante, moradora da Vila Flórida. Outra jovem que está satisfeita com o crescimento do comércio de Itatiaia é a dona de casa Ana Paula Ferreira Dias (22). “Estou gostando porque antigamente a gente tinha que ir comprar em outros lugares. Que nem hoje: eu vim aqui comprar em vez de ir para outro município”. A fidelidade da moradora da Vila Niterói e de outros clientes ajuda não só a manter o emprego de Shalon e de seus colegas como também garante a própria permanência do estabelecimento na cidade. É o que avalia a gerente da loja, Cleuza Brauzenes de Souza: “Quando abrimos a loja aqui, achávamos que íamos fazer sucesso e não temos do que reclamar, os clientes são fiéis e a (filial da) loja veio para suprir as necessidades das pessoas, porque tudo era fora e até então não tinha uma loja do porte dessa aqui em Itatiaia, a expectativa está sendo cumprida”, comemora. A cliente Marcelina Ferreira (49) não só reforça as palavras de Cleuza, como resume um pouco do sentimento de muitos moradores com relação ao crescimento comercial da cidade. “É uma boa, precisa crescer e são oportunidades de emprego também. São muito bem-vindas”. E mesmo quando o assunto é a bacia de plástico que ela foi comprar na loja de utilidades no dia em que concedeu esta entrevista, Marcelina é taxativa: “Em outros tempos tinha que recorrer à outra cidade”.

“É uma boa, precisa crescer e são oportunidades de emprego também. São muito bem-vindas.” Marcelina Ferreira

Os números do desenvolvimento O prefeito Luis Carlos Ypê (PP) anunciou recentemente que a arrecadação prevista para o município este ano é de R$ 173 milhões, montante quase quatro vezes maior que os cerca de R$ 50 milhões registrados em 2009, quando ele assumiu a administração de Itatiaia. Segundo ele, foi preciso que o governo municipal atraísse mais empresas do setor industrial para que novos empregos surgissem em Itatiaia fazendo alavancar a economia local, em especial o comércio e a prestação de serviços. Já o secretário de Desenvolvimento Econômico, Denilson Sampaio, informou que somente em 2013 foram contabilizadas no município 60 novas empresas comerciais, as quais ele estimou terem gerado pelo menos 150 empregos dos 800 novos postos de trabalho abertos em Itatiaia em 2013. Denilson disse ainda que o comércio do município registrou um crescimento médio de 15% no ano passado e deixou escapar que já está praticamente acertada para este ano a instalação das Lojas Americanas na cidade, outra gigante do setor varejista, além de outras empresas.

5


Brasil pode pegar a atual campeã, Espanha, ou a vice, Holanda, logo nas oitavas de final e pagar mico no Mundial em casa Segundo o comentarista esportivo Roberto Assaf, Alemanha e Argentina preocupam mais que possíveis rivais do grupo B Por Diego Raffide – diego@revistaporaqui.com.br

Foto: Divulgação

Roberto Assaf

Formado em jornalismo nas Faculdades Integradas Hélio Alonso (FACHA), no Rio de Janeiro, onde também já deu aula, Roberto Assaf trabalhou em diversos jornais e canais de televisão como, Jornal do Brasil, Jornal dos Sports, ESPN Brasil e SporTV, se especializando em jornalismo esportivo. Atualmente trabalha no Jornal e TV Lance! Já escreveu dezenas de livros, principalmente sobre o Flamengo, seu time de coração.

A PALAVRA DO ESPECIALISTA

Segundo o convidado especial Roberto Assaf, a Copa de 2014 tem três favoritos evidentes: Brasil, Alemanha e Argentina. “O Brasil é favorito por todas as circunstâncias, joga em casa, tem um time titular de boa qualidade, é o único país que participou de todos os Mundiais e que mais ganhou títulos. A Alemanha porque seu futebol é apontado como o melhor da Europa em seleções e clubes, como mostram os resultados recentes. E a Argentina porque, além de também ter um grande time, é o mais tradicional rival do Brasil e o enfrenta lá se vão 100 anos, sabe vencê-lo dentro de casa, como já fez em várias ocasiões em tempos distintos. Itália e Holanda estão em um segundo escalão de favoritos.” Em relação à atual campeã Espanha, Assaf lembrou que a rival não demonstra mais tanto perigo.

“A Espanha está com o time campeão de 2010 quatro anos mais velho. E o seu estilo de futebol está manjado”

Em relação ao grupo B, Roberto Assaf acredita na classificação das favoritas Espanha e Holanda, mas sem tirar a importância do Chile e da “zebra” Austrália. “O Chile montou a segunda melhor seleção de sua história, atrás daquela de 1962, que foi terceira colocada, e fará o possível para derrubar Espanha e Holanda, que são as favoritas naturais do grupo. A Austrália é figurante, mas pode se tornar decisiva caso consiga, com a sua marcação forte e a tradicional retranca, arrancar um pontinho de algumas dessas seleções”. Já sobre a Holanda, seleção que eliminou o Brasil na última Copa, o jornalista elogiou o time que fez a melhor campanha

nas Eliminatórias da Europa, mas destacou o “histórico de fraquejar em momentos cruciais”. Perguntado sobre uma possível partida logo nas oitavas de final contra Espanha ou Holanda e uma eliminação precoce em casa, Assaf fez sua análise: “O provável encontro do Brasil com Espanha ou Holanda logo na segunda fase pode sim eliminar o time da casa. Tudo dependerá das circunstâncias do enfrentamento, principalmente das campanhas de cada um na etapa inicial da Copa, boas ou apenas razoáveis, que podem influir no aspecto psicológico. Parece que há uma maior possibilidade de cair diante da Holanda, se levarmos em conta a atuação pobre da Espanha na decisão da Copa das Confederações no ano passado, ressaltando que as equipes serão quase as mesmas daquela final”.

Análise de Roberto Assaf sobre o Grupo C

No Grupo C, a Costa do Marfim e, principalmente, a Colômbia parecem as favoritas, mas como a distância entre as outras duas seleções, Japão e Grécia, é pequena, todos os quatro são candidatos. A equipe africana apresenta vários veteranos de copas anteriores, o que pode atrapalhá-la. Além disso, e apesar de reunir jogadores de qualidade, alguns de clubes de ponta na Europa, costuma amarelar nas horas decisivas. Já o problema da Colômbia é a velha autossuficiência, ainda mais agora que é apontada pela imprensa de seu país como a melhor de todos os tempos, um exagero, pois não é de forma alguma superior àquela que reunia Higuita, Rincon, Valderrama, Alvarez, Redin e Asprilla, entre outros. O Japão fez um bom trabalho de renovação, foi o primeiro time que garantiu vaga no Mundial, mas sua capacidade foi posta em dúvida depois que perdeu as três partidas que disputou pela Copa das Confederações, em 2013, no Brasil, embora tenha realizado uma partida espetacular diante da Itália, sofrendo a derrota de 4 a 3 nos detalhes. A Grécia, no grupo, terá o mesmo papel da Austrália no B, embora seja mais consistente e apresente um sistema defensivo difícil de ser batido, semelhante ao que levou o país ao título europeu de 2004, embora a equipe seja outra. Mas a Grécia é a grande zebra. Rodada 01

Rodada 01

Rodada 02

Rodada 02

Rodada 03

Grupo C

O

brasileiro em sua grande maioria é um sujeito confiante, ainda mais se tratando de futebol e Copa do Mundo. Temos a seleção que mais vezes ganhou o torneio e este ano a competição é no Brasil, fatores de fácil convencimento para elevar a vibração do torcedor canarinho. O grupo que conta com Croácia, México e Camarões relativamente não é uma chave difícil. O perigo mora ao lado, no grupo B, adversários do grupo A (grupo do Brasil) nas oitavas de final. Caso o Brasil se classifique em primeiro lugar, enfrentará nas oitavas o segundo colocado do grupo B, caso fique na segunda colocação, pegará o líder do B, ou seja, a atual campeã mundial, Espanha, ou a atual vice-campeã mundial, Holanda. O grupo ainda tem o Chile, que tem um bom time, e a Austrália. Com possíveis adversários de tradição logo na primeira partida eliminatória da Copa, tem muito torcedor fazendo figa e na torcida para a seleção não pagar mais um mico em casa, vide a Copa do Mundo de 1950 no Brasil que dispensa comentários.

Grupo B

6

Rodada 03

Nas próximas edições continuaremos falando de Copa do Mundo faremos as análises dos outros grupos, com novos convidados especiais. Também traremos a tabela completa da Copa e sortearemos camisas comemorativas aos nossos leitores. Acesse nossas redes sociais e saiba como participar.


7

Tudo novo e organizado Por Renata Liporaci reliporaci@revistaporaqui.com.br

Mudança, essa é a palavra que resumiu meu mês de janeiro. Abandonei São Paulo e voltei para a cidade maravilhosa, meu Rio de Janeiro. A parte chata disso tudo? Minhas quatro portas de guarda roupa viraram duas e perdi minha sapateira. A parte boa? Ganhei um atelier novinho todo meu e coloquei em prática tudo que aprendi sobre como aproveitar bem cada espaço de armário... agora vou dividir tudo com vocês! Primeira dica: saco a vácuo, que faz milagre e garante a conservação de suas roupas sempre cheirosas e sem mofo. Eles diminuem consideravelmente o volume, foi a melhor solução no meu caso de falta de espaço. Coloquei as roupas de inverno, as de festa e os edredons dentro (mas não coloque peças que não podem amassar muito, pois quando saem do saco parecem que sairam da boca da vaca). Essas foram para a parte de cima do armário, no segundo andar dentro de uma mala, ótima opção para ganhar mais espaço e manter tudo organizado. Segunda dica: caixas organizadoras, comprei três médias e coloquei uma com cachecóis, outra com cintos e outra com meus biquinis. Os cachecóis poderiam ter ido para o saco também, mas gosto deles por perto, pois por ser acessório pode salvar um look de forma rápida e prática. Esses encaixei naquela prateleira grande que fica em cima do cabideiro (quase todo armário tem), assim fica ao alcance dos meus olhos e mãos. Outro tipo de caixa organizadora, mas essas eu já tinha, são as de maquiagem e bijoux, como eu tenho

muitos desses dois, tive que fazer uma seleção e colocar o que não uso todos os dias em outra caixa bem organizada que também foi para a prateleira de cima. O resto deixei pertinho do espelho e para quem tem espaço no banheiro a dica é deixar as makes por lá mesmo, mantendo em ordem e não fazendo bagunça. Dica três: como me virei com meus sapatos? Simples, comprei sapateira de chão que é um saco transparente de plástico grosso, com zíper, na horizontal e com divisórias. Coloquei duas rasteiras em cada buraquinho para ganhar espaço, e os outros cada um no seu buraco. Esse super saco foi para debaixo da cama, encaixa perfeitamente e é prático pois vem com uma alça para puxa-lo de lá. Essas foram as três soluções que me fizeram ganhar espaço e praticidade no dia a dia. Dentre tudo isso, como já disse em outras matérias “Por Aqui”, minhas roupas são separadas por cor e modelo, cada gaveta coloco um tipo de roupa, uma só para langerie, outra só para regatas, outra para roupa de ginástica e assim vai... minhas calças jeans e shorts ficam dobrados (como nas lojas), na prateleira que fica em cima das gavetas, assim visualizo todas e é fácil de retirálas para uso. Coloquei todas as gavetas forradas com tnt (assim se houver traça elas comerão primeiro o tnt), joguei folhas de louro atrás das gavetas também para evitar as traças (nada de naftalina que fede horrores) e coloquei aqueles potinhos de antimofo e outro de cheirinho, porque cheiro gostoso nas roupas é tudo de bom! No mais... os vestidos ficaram pendurados, as roupas de cama organizadas, os documentos em caixas bem guardados, tudo no seu devido lugar e de forma que facilite meu dia a dia sem perder espaço... afinal tem sempre uma roupa nova que pode surgir e precisar de um lugarzinho né? Bjs e até a próxima...


8

COLUNA SOCIAL >> VOCÊ POR AQUI PERSONALIDADE DO MÊS A personalidade do mês valoriza aquele profissional que está brilhando na região, mostrando um bom trabalho e ganhando destaque na boca do povo e nas principais mídias. Personalidade: Edilson Silva Profissão: Jornalista / Apresentador do Balanço Esportivo O fotógrafo Pedro Moraes e o Promoter Jabez Emmerich.

Julinho Marassi e Gutemberg.

- CanaVip – A famosa casa noturna Cana Café, realizou um coquetel especial somente para convidados, para apresentar seu novo portal e novidades que estão por vir nesse novo ano.

NOITES VIPS - Prêmio Olho Vivo – O Jornalista Cláudio Alcântara trouxe mais uma edição da premiação do seu Jornal online Olho Vivo, apresentando os vencedores das 30 categorias, que foi realizada no Gacemss em Volta Redonda.

As belas Ana Clara, Bruna, Nayla e Beatriz Carreiro.

A Modelo Josi Beckari entrega prêmio ao modelo Rafael Botelho.

Os jornalistas Simone Storino e Cláudio Alcântara.

Os fotógrafos Yuri Melo e Rafael Menezes.


Fábio Soares

ANOTA A NOTA Nany People no palco do Sesc Barra Mansa

- Tsunani e Comício Gargalhada – O Sesc Barra Mansa no mês de janeiro trouxe diversos espetáculos que foram apresentados no palco, como os ótimos stand up “Comício Gargalhada” com o Global Rodrigo Santana, e “Tsunani” com a famosa e divertida Nany People.

Rodrigo Santana e Alexandre.

O produtor Celso Carvalho e Rodrigo Santana.

PASSEATA DA PAZ - O jovem barramansense Marcell Castro organizou no dia 30 de janeiro a “Passeata da Paz”. Segundo Marcell, o evento surgiu como resposta aos crimes violentos que vêm acontecendo em Barra Mansa. Marcell Castro fazendo discurso na passeata REVISTA POR AQUI É HOMENAGEADA PELA CÂMARA DE BARRA MANSA A Câmara Municipal de Barra Mansa, através da indicação do presidente Marcelo Borges (PT), congratulou a revista Por Aqui “pela brilhante forma como vem se destacando na região, agradando a todos indistintamente e também elevando o município de Barra Mansa.” O presidente da CMBM Marcelo Borges e o diretor da revista Por Aqui Diego Raffide

- Aprovadas OAB - Na primeira entrega de carteiras do ano, as mulheres reinaram na subseção de Barra Mansa. Das sete carteiras entregues, nenhuma foi a um representante do sexo masculino. A cerimônia de entrega presidida pelo diretor geral da ESA, Dr. Luiz Amaral, ocorreu na terça-feira, dia 04 de fevereiro. A mesa foi composta ainda pelo vice- presidente da subseção, Dr. José Resende Alves, o conselheiro Dr. Mário Duque da Silva e pelo advogado e vereador Dr. Marcelo Borges. As novas advogadas de Barra Mansa são: Aline Marcelino Rodrigues, Raphaella de Paiva Regino, Yasmin Juventino Alves e Vanessa de Ávila. Receberam as carteiras, também três novas estagiárias: Cláudia Valéria Rosa, Manoela Riquieri e Raissa Lima Rabelo. - Dança & Magia - O Projeto Dança & Magia oferece 300 vagas para crianças e jovens de escolas públicas ingressarem em seu curso gratuito de ballet clássico. As aulas acontecem nos módulos de Resende e Barra Mansa do Projeto, onde as inscrições são feitas. Em Barra Mansa o curso acontece no SEST SENAT e em Resende, o módulo fica no bairro Cidade Alegria. As inscrições começam em fevereiro e duram enquanto tiver vagas, podendo permanecer até o mês de junho. Além das aulas gratuitas, o Projeto fornece aos alunos estrutura necessária para a realização do curso e das apresentações de dança, oferecendo uniformes, figurinos para as apresentações, lanche e transporte totalmente gratuitos. As aulas tiveram início no dia 10 de fevereiro. Para mais informações http://www.projetodancaemagia.org.br/ #ACONTECEU POR AQUI - CULTURAL #Coletivo Teatral Sala Preta foi indicado ao prêmio de cultura do Governo do Estado do Rio de Janeiro. #Cantora Taty Cruz de Volta Redonda faz sucesso com grupo Zoom Box por todo o país. #O modelo Giuliano Meneghin, que é natural de Barra Mansa, continua morando fora do país onde está fazendo diversos trabalhos como desfiles e campanhas publicitárias de marcas famosas.

9


10

Princípios de urbanismo para a região do Médio Paraíba Por Ronaldo Alves Arquiteto e Urbanista

O

Médio Paraíba Fluminense se caracteriza pela forte presença do setor industrial metalomecânico, fazendo com que o seu PIB represente 16,5% do PIB do Estado. Além disso, os constantes picos de novos investimentos ou expansão dos empreendimentos existentes fazem com que as necessidades ou demandas de infraestrutura, logística, capacitação de mão de obra, redução da carga tributária e outras afins estejam permanentemente na pauta de reivindicações das empresas, quer produtoras quer de serviços, pressionando os governos no sentido de superação das mesmas. Mas o que se vê são constantes preocupações dos governantes e da maioria dos militantes da classe política quase que exclusivamente com as obras voltadas para solução de questões menores do cotidiano das cidades, tais como pracinhas, quadras cobertas, calçamento de ruas, águas pluviais e esgotos, reforma de salas de aula e muitas outras da mesma natureza. Não que estas não sejam necessárias e também importantes, mas que, em vista da facilidade com que se expressam na hora do voto, assumem caráter prioritário, deixando de lado outras de idênticas prioridades, que influenciarão de forma mais determinante a vida dos cidadãos. Além daquelas demandas citadas no início, muitas delas de

caráter nacional ou estadual e por isso mesmo relegadas a um segundo plano na preocupação dos governantes locais, outras pouco ou quase nunca aparecem nas prioridades e programas dos governos. Nesse particular se incluem as questões do transporte público, do meio ambiente, da habitação de baixa renda e, principalmente, as de controle do uso do solo, todas capazes de definir o desenho das cidades, interferindo diretamente na qualidade de vida dos cidadãos e naquilo que podemos qualificar como “marca urbanística” da região. Já é tempo de se juntar as experiências das cidades da região para tentar salvar aquilo que ainda se tem de bom e reprimir com veemência a ocupação indiscriminada e predatória do solo urbano, tanto pelo descontrole das ocupações de lotes urbanos existentes, quanto pelo avanço de novas ocupações, sem critérios urbanísticos, sobre as áreas fora do perímetro urbano. Em todas as cidades da região veem-se ruas e avenidas de vital importância para o tecido urbano e, por isso mesmo precisando ser preservadas de ocupações no recuo frontal (gabarito mínimo frontal) para poderem ser duplicadas a qualquer tempo, com total inchamento de construções beirando a calçada, viabilizando comércios de grande movimentação pública, colocando em risco a segurança de transeuntes, provocando engarrafamentos de trânsito, inviabilizando paradas de ônibus e impossibilitando a duplicação da via. Da mesma forma a ocupação plena dos lotes (chegando a 100% em muitos casos) torna as construções insalubres e desprovidas de capacidade de atendimento de quesitos fundamentais nos dias de hoje, tais como garagens para veículos, áreas de recreação, vãos de ventilação de cômodos e muitos outros da mesma natureza. Voltando ao plano da macroeconomia, conforme surgem novos empreendimentos de expansão industrial na região, maiores são as possibilidades de atração de massas de trabalhadores em busca de emprego, somando-os aos desempregados que aqui já se encontram há um bom tempo. Não é necessário muito esforço para deduzir que com eles virão novamente os problemas de falta de habitação, ocupações de áreas públicas e aumento da demanda por transporte,


11 inflacionando as linhas existentes e congestionando mais as vias urbanas. E onde está o planejamento da expansão urbana? Onde estão os investimentos em saneamento, infraestrutura, transporte de massa, em habitação de baixa renda e em medidas de controle da agressão ambiental? Tais respostas deveriam estar nos Planos Diretores dos Municípios recentemente produzidos ou em fase de implantação. Mas alguns ainda se encontram dormindo nas prateleiras da ordem do dia das Câmaras Municipais e outros estacionados nas gavetas dos secretários ou diretores das Secretarias responsáveis em cada Prefeitura por sua implantação. Na verdade soltou-se muito foguete no anúncio da elaboração dos Planos Diretores, mas, por outro lado, falta muita vontade de assumi-los efetivamente. Com certeza as novas disposições sugeridas pelo Estatuto das Cidades, tais como direito de preempção, imposto progressivo, desapropriação mediante Títulos da Dívida Pública e outros capazes de provocar muita polêmica na sociedade constituíram-se em temas indesejados para serem enfrentados pelos

governantes. Deu-se uma acomodação generalizada Brasil afora. Poucos são os municípios que tiveram a coragem de assumir o novo Plano Diretor com determinação e coragem. O que denuncia que a elaboração, na maioria dos casos, deu-se por completa submissão aos discursos dos tecnocratas de plantão ou dos consultores contatados pelo Ministério das Cidades, fazendo da participação popular uma mera simulação e uma retórica necessária. Não é difícil encontrar perto de nós municípios com o Plano Diretor em vigência e seus gestores completamente “leigos” quanto aos postulados e instrumentos definidos nos mesmos. Assim, enquanto não for desenvolvida uma consciência coletiva sobre a efetiva adoção do Plano Diretor como base dos programas de governo e das prioridades de investimentos nos municípios, nada há que se pensar em princípios urbanísticos regionais, um passo a frente da questão interna de cada um deles e talvez objeto do programa de trabalho de uma AGÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL, entidade almejada nos dias de hoje e extremamente necessária para o avanço dos municípios de forma conjunta e integrada em sua região.


12

Por Ana Luiza Raffide Fisioterapeuta e Rainha de Bateria da União de Jacarepaguá Foto: Divulgação

Sambar é um ótimo exercício físico O período de Carnaval é uma excelente oportunidade para empregar a dança como uma atividade física prazerosa e eficaz. São vários passos, gestos e trejeitos, que gastam calorias e divertem. Dorival Caymmi já cantava: “quem não gosta de samba, bom sujeito não é, é ruim da cabeça ou doente do pé”. Um bom samba de enredo, como o da minha querida União de Jacarepaguá, além de empolgante e motivador, trabalha bastante as coxas, glúteos, cintura e de quebra pode queimar até 600 calorias por hora. Uma dádiva! A minha rotina de trabalho, como fisioterapeuta na Clínica do Exercício, em Niterói, facilita muito a preparação física para encarar o cargo de Rainha de Bateria da União. Faço musculação cinco vezes por semana (três vezes malho pernas e glúteos e o restante exercícios aeróbicos e de braços). Como amo sambar e tenho o dever de mandar bem na avenida, capricho nos ensaios com a Bateria “Ritmo União” todos os sábados há mais de quatro meses.


Aconteceu Por Aqui Com 16 votos a favor, Câmara Municipal de Barra Mansa aprova contas do ex-prefeito Zé Renato Revista Por Aqui escuta com exclusividade a versão de um vereador que votou a favor e outro que votou contra Por Diego Raffide – diego@revistaporaqui.com.br

A

Câmara Municipal de Barra Mansa rejeitou no dia 03 de fevereiro o parecer do Tribunal de Contas do Estado do Rio (TCE-RJ) que recomendava a rejeição das contas do ex-prefeito Zé Renato (PMDB). Dos dezenove vereadores da cidade, Marcelo Borges (PT) e Elias Silva de Andrade, o Lia Preto (PR), votaram pela manutenção do parecer do TCE e rejeição das contas do ex-prefeito. O vereador Vicente de Paula Ferreira Júnior, o Pissula (PT) faltou à sessão, mas explicou o motivo de sua ausência e declarou seu voto.

“Não fui à votação, pois meu pai estava em uma cirurgia do coração. Meu voto seria pela reprovação das contas de Zé Renato, juntamente com o meu colega de partido (Marcelo Borges). Mesmo sabendo que o meu voto não faria a diferença, não votaria contra a minha cidade”, declarou Pissula. A VOTAÇÃO Durante a sessão, o plenário estava lotado com a presença da população e de alguns movimentos. O presidente Marcelo Borges explicou as regras da votação para o público, dizendo que os vereadores que fossem contra a aprovação das contas do ex-prefeito Zé Renato ficassem de pé. O público retrucou e pediu que cada vereador desse seu voto individualmente, explicando suas razões. O presidente colocou a sugestão em votação, mas foi negado pela maioria dos vereadores. Em seguida, Marcelo abriu a votação e somente ele e o vereador Lia Preto se levantaram (votaram contra

a aprovação das contas de Zé Renato), o que causou uma série de protestos no plenário, principalmente de jovens militantes do PT por ser sido a minoria a votar contra. Votaram a favor da aprovação das contas do ex-prefeito os vereadores Rodrigo Drable (PMDB), Leiteiro (PSDB), Luis Antonio Cardoso (PMDB), Baianinho (PV), Roque (PSDC), Luiz Furlani (PSDC), Beleza (PSC), Vicentinho (PSB), Paulo Chuchu (PSL), Denilson Câmara (PROS), Ricardo Arbex (PROS), José Marques (PCdoB), Ivan de Rialto (PCdoB), Pedrinho (SDD), Uéslei da Farmácia (PROS) e Jaime Alves (PRB). Visando esclarecer os motivos dos votos e os pontos de vista dos dois lados, a revista Por Aqui entrou em contato com o vereador Luis Antonio Cardoso, representando os vereadores que votaram a favor da aprovação das contas do ex-prefeito e com o presidente Marcelo Borges, representando os vereadores que votaram contra a aprovação das contas de Zé Renato. Escutamos também a prefeitura de Barra Mansa e a FPL-BM (Frente Popular de Luta de Barra Mansa), que “repudiou a decisão do legislativo já que o TCE já tinha indicado a reprovação das contas do ex-prefeito”. Foto: Divulgação Luis Antonio Cardoso: “Devido aos feriados de fim de ano e de começo de ano, foi creditado um valor da saúde na conta da Prefeitura ainda no mandato do Zé Renato alguns dias depois do prazo, já nos primeiros dias de 2013. Devido a este atraso, foi feito todo esse alarde, mas não houve irregularidade, apenas atraso do prazo, devido aos feriados. Como no colegiado todos são amigos e isso já aconteceu outras vezes no passado, chegamos a este entendimento.”

13


14

Foto: Diego Raffide

Marcelo Borges: “Um dos motivos particulares por eu ter votado contra as contas foi porque eu acompanhei o governo do Zé Renato durante os quatro anos e por diversas vezes o alertei sobre o uso do dinheiro público, pois ele estava sendo usado de maneira irregular. Prova disso é o grupo CIAC, que foi o campeão de farra do dinheiro público. Teve muita inelegibilidade de licitação, esse grupo responde por vários atos de improbidade administrativa. Tem várias cidades da região que os prefeitos estão sendo punidos e eu achei coerente reprovar as contas do ex-prefeito porque o Tribunal de Contas é mais técnico e tem mais capacidade. Depois de ter acesso ao relatório do Tribunal de Contas, eu me orientei, me certifiquei, fiscalizei e fui a favor da decisão do Tribunal.” Prefeitura de Barra Mansa: “Respeitamos a decisão do Poder Legislativo, uma vez que adotamos sempre a postura de não interferir nos trabalhos dos vereadores. O TCE decidiu que as contas deveriam ser rejeitadas, mas a maioria dos vereadores achou por bem votar contra o parecer do Tribunal e nós respeitamos a decisão.

A Prefeitura não é uma instituição política, por isso, não cabe a ela aprovar ou reprovar as decisões do Legislativo. É importante manter uma relação republicana com a Câmara Municipal. Trata-se de obrigação elementar de todo governante.”

ACIAP de Barra Mansa se reúne com a AAP de Volta Redonda e encontro pode fortalecer o relacionamento com a AAP de Barra Mansa Foto: Diego Raffide

Os diretores da ACIAP-BM (Associação Comercial, Industrial, Agropastoril e Prestadora de Serviços de Barra Mansa), Gabriel Altino Campos e Manoel Duarte se reuniram no dia 29 de janeiro, na sede da AAP-VR (Associação dos Aposentados e Pensionistas de Volta Redonda), com o presidente Ubirajara Vaz e os diretores Hely de Carvalho e Rômulo de Carvalho. Foram discutidos na reunião vários assuntos em prol da melhor idade. O presidente Ubirajara se dispôs a ajudar Barra Mansa, mas ressaltou a ética: “gostaria de uma aproximação com a Associação de Barra Mansa antes de realizar algum projeto na cidade”. Vale ressaltar que a Associação de Volta Redonda, a maior da América Latina, conta com muitos associados moradores de Barra Mansa. Diante desta situação, a ACIAP de Barra Mansa se prontificou em ser uma intermediária entre as Associações de Barra Mansa e Volta Redonda, visando a aproximação, o fortalecimento e a melhoria da qualidade de vida também dos idosos da cidade de Barra Mansa. “Com as duas entidades unidas, lutando pelo mesmo ideal, quem tem a ganhar são os idosos de Barra Mansa e cidades vizinhas”, analisou o diretor Gabriel, que também é associado da AAP-VR.

Avenida Joaquim Leite  nº 279, Galeria das Flores 1º andar  /  salas 123, 125 e 127 Centro - Barra Mansa-RJ Tel - (24) 3323-3785 (24) 7813-6717 ID: 113*86493 www.jbcontabilbm.com.br joaobruno@jbcontabilbm.com.br


Fotos ilustrativas

15



Revista Por Aqui Fev/2014