Page 51

Imagine um enorme outdoor exibindo uma loira bonita e sensual com um vestido justo de grande decote. A mulher em questão segura um copo de leite ao lado da mensagem “Beba leite, que o leite faz bem”. Esse é o motivo do conflito vivido pelo protagonista no filme As tentações do Dr. Antônio de Federico Fellini. O conservador Dr. Antônio faz de tudo para que o outdoor seja proibido, pois para ele, que vive na Itália nos anos 60, aquilo fere a moralidade e os bons costumes. Isso nos faz refletir sobre a grande responsabilidade social da publicidade e sobre os limites impostos que mudam de acordo com o país e o tempo. Segundo Washington Olivetto, em entrevista publicada no livro Publicitário, “a propaganda brasileira continua entre as três melhores do mundo. As outras duas são a norte-americana e a inglesa”. Como Olivetto existem outros publicitários brasileiros conhecidos mundialmente. Mas toda a criatividade publicitária veiculada no Brasil é acompanhada pelo Conar – Conselho Nacional de Auto-Regulamentação Publicitária. O conjunto de leis e normas que regulamentam o mercado publicitário brasileiro é amplo e organizado. Esse conjunto contribui para a harmonia e a ética entre anunciante, agência, veículo, fornecedor e consumidor. Tal código disciplina as normas éticas a serem obedecidas pelos Anunciantes e Agências de Publicidade na elaboração de seus

anúncios. Esse documento orienta toda a ação do Conar, que surgiu em 1978 no III Congresso Brasileiro de Propaganda. Qualquer pessoa que se sentir prejudicado ou ofendido por um anúncio pode apresentar queixa ao CONAR. A denúncia é analisadapelo Conselho de Ética formado por profissionais da área publicitária e representantes de consumidores. Então, o Conselho pode determinar a alteração do anúncio ou impedir sua veiculação. Caso nenhum problema seja verificado o processo pode ser arquivado. A Nissan e sua agência Lew’Lara\TBWA é um exemplo por adotarem tons provocativos e comparativos nos comerciais. A propaganda comparativa no Brasil é permitida dentro de algumas condições. Mas os últimos comerciais mostram a imagem das concorrentes — GM, Fiat e Honda ou dos veículos delas. Apesar da veiculação ter sido suspensa, essas campanhas fazem sucesso na internet porque são engraçadas e viralizaram. Não satisfeita, a montadora continuou provocando polêmica em outra publicação: “54% de crescimento nas vendas da Nissan. Este anúncio nem o Conar tira do ar”. Mas anunciante e agência estavam erradas, já que segundo o artigo 43 do Código Ético-publicitário, não é aceitável o uso símbolo e nome do Conar. Em alguns países não existe um órgão tão firme e aceito como o Conar. Mas, isso não impede que alguns anúncios sejam banidos. Na Grã-Bretanha, por exemplo, um anúncio dos cosméticos anti-rugas da Olay teve sua veiculação suspensa pela Advertising Standards Authority

Revista Placenta - 9ª ed.  

Nasce a 9ª edição da revista Placenta, feita por alunos de Comunicação Social de Brasília. Tema: Publicidade e cultura.

Revista Placenta - 9ª ed.  

Nasce a 9ª edição da revista Placenta, feita por alunos de Comunicação Social de Brasília. Tema: Publicidade e cultura.

Advertisement