Issuu on Google+


Na Dispemec, comprou ganhou!

OlimpíaDix nas das o

Coleçã

Coleçã

o

OlimpíaDix nas das

Nas compras acima de mil reais você ganha uma camiseta exclusiva para torcer nas olimpíadas. São 5 modelos à sua escolha. Nas compras acima de R$700,00 você também pode levar uma camiseta, no valor de R$4,99 e nas compras acima de R$300,00 você leva uma camiseta por R$9,99. Em qualquer uma das opções você ganha o kit de imãs. E tem mais: você também pode comprar uma camiseta por apenas R$14,99! Siga a Dispemec no Facebook: www.facebook.com/Dispemec

www.dispemec.com.br Rua Paraibuna, 640 - Tel.: (12) 2139-5822


EDITORIAL

ISSN 1983760-7

www.felizcidade.net

Quem somos

FelizCidade é a única revista semanal da Região Metropolitana do Vale do Paraíba. Tem como objetivo veicular matérias das mais diversas que informe, sensibilize e traga satisfação aos leitores, especialmente os de nossa região. Nossa preocupação maior é a de levar boas notícias, qualidade editorial e excelência quanto à forma, linguagem e conteúdo.

Conselho Gestor

Carlito Paes - Erich Prates - José Luiz Ovando Lázaro Carvalho – Marcos Madaleno

Taturanas, caronas e memórias

Editores

Erich Prates - Mariana Madaleno

Mariana Madaleno Equipe Editorial

Coordenação Executiva Erich Prates

facebook.com.br/mariceruks @mari_crks

Jornalista responsável

Talyta Grandchamp – MTB 57.760

Revisores

Aline Costa - Wellington Bega

Direção de Arte Felipe Cavalcanti

Projeto Gráfico

Allan Marcel - Erich Prates

Designers

Lucas Anacleto - Júlio César Silva – Wagner Bonfim Fernando Lopes - Evelyn Ribeiro

Fotos

Acervo de fotografia Felizcidade

Foto Capa

Adriana Feranandes

Anuncie (12) 3911-2228

anuncie@felizcidade.net - Márcio Keske

Informações

(12) 3941-4108 contato@felizcidade.net Rua Euclides Miragaia, 548 - Centro – CEP: 12245-820 São José dos Campos - SP A Revista FelizCidade é uma publicação semanal da Editora Inspire em parceria com a PIB em São José dos Campos. As publicidades contidas nesta edição são de única e exclusiva responsabilidade dos anunciantes, não cabendo a Editora Inspire qualquer obrigação de responder sobre o conteúdo e veracidade de tais peças. Fica também a critério da Editora Inspire selecionar as propagandas que serão veiculadas. O conteúdo e informações contidos nas matérias e artigos assinados são de responsabilidade exclusiva dos articulistas.

Circulação

Caçapava, Jacareí, Jambeiro, Paraibuna, São José dos Campos e Taubaté

Impressão

Allcor Gráfica

Distribuição

3.500 exemplares Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização prévia. Para solicitar autorização envie e-mail para revista@felizcidade.net

Auditagem __________________________________________________

Diretor Executivo Márcio Keske

Diretora de Redação

Mariana Ceruks Madaleno

Coordenação Editorial Viviane Godoy

Gerente Financeiro Natália Albuquerque

H

istórias de família. Certo dia, quando meu irmão mais velho já dava seus primeiros passinhos, resolveu se aventurar pelo jardim da casa do meu avô. Nova Odessa, terra quente: criança era só de pés descalços. Tudo era calmaria, até que o pequeno irrompesse em um choro incontrolável. Pai e mãe sabem decifrar: era choro de dor. Ainda sem saber usar as palavras, restava ao pequeno gritar e chorar. Os adultos o cercaram, procurando um machucado, um sangramento, um inchaço. Nada. As lágrimas emolduravam a boca da criança, escancarada. Foi aí que surgiu a grande ideia. Meu pai tirou os sapatos, arregaçou a barra das calças e foi andar pelo jardim. Imagino a cena: um homem de um metro e noventa de altura, olhando para o chão e caminhando a passos miúdos. Minutos se passaram, até que a taturana finalmente também picasse o seu pé. Mistério resolvido! Foi só achar a picada e passar a pomadinha. Vinte anos depois. Eu, universitária no primeiro semestre letivo, aprendendo a me virar na cidade grande. Chego à rodoviária de São Paulo e me dou conta de que deixara o cartão de débito na república. Não tinha dinheiro nem para o metrô. Sem alternativas, liguei a cobrar para São José dos Campos, meu destino final. Quem atendeu? Meu pai. Uma hora depois, o encontrava no terminal de desembarque. Ele viera só para me buscar. São memórias simples à primeira vista, mas guardadas com apreço. Sei que você, leitor, tem as suas próprias: seja com o seu pai, ou com aquele que fez as vezes de pai, ou mesmo com os seus próprios filhos. Na matéria de capa desta edição, contaremos histórias assim: de sorrisos, de gestos e decisões que compõem esta inigualável relação entre os filhos e os seus pais. A edição desta semana também traz mais informações sobre a situação dos funcionários da GM em São José dos Campos frente ao fechamento do setor de MVA e o acordo que impactou cerca de 1.800 trabalhadores da fábrica. O setor deve ser totalmente fechado em novembro desse ano quando um novo capítulo da história da GM em nossa cidade se inicia. E, para quem se vê buscando uma recolocação no mercado de trabalho, destaco duas matérias de interesse. Quem procura um novo emprego, não raramente trilha um desses caminhos: busca mais qualificação e – por que não? – parte para a abertura do próprio negócio. Por isso, na editoria de Educação, saiba mais sobre o crescimento do Ensino à Distância, e como essa ferramenta pode auxiliá-lo a adquirir mais preparo e conhecimento. Na editoria de Economia, leia sobre o crescimento dos empreendedores individuais do Brasil e os desafios da formalização. Se você ainda não comprou um presente para o seu pai, não deixe de ler a editoria de Moda, que, nesta semana, dirige-se à elegância masculina. E, e de Tecnologia, que pode inspirar o leitor a uma opção mais high-tech. Mas a despeito de qualquer presente, aproveite o dia dos pais ao lado de quem você ama. E, quem sabe, com uma boa história e uma boa leitura para acompanhar. Aproveite!

Informações

(12) 3911 2228 contato@editorainspire.com.br www.editorainspire.com.br felizcidade.net | 3


Fala leitor! Desligue a crítica

“Gostei muito do artigo sobre ‘crítica quando desligar e quando ligar’, publicado na revista FelizCidade dessa semana. Essa matéria me ajudou muito na vida pessoal e profissional, esse tipo de palavra nos ajuda a continuar na direção e também a nos ajustar em algumas coisas durante nossa caminhada”. Levi S. dos Reis – projetista de eletrônica

Uma revista em vários lugares Queremos sua participação no conteúdo da revista Felizcidade. Envie suas sugestões de matérias e faça parte da revista. e-mail: revista@felizcidade.net ou comente no Facebook. Você pode estar na proxima edição.

“Queria parabenizar a toda equipe da Revista FelizCidade. Essa excelente ferramenta de comunicação, que através dela conseguimos levar diversas literaturas as pessoas, sendo elas membros da igreja ou não. Certo dia estava em um estabelecimento e vi sendo oferecidas diversas revistas da FelizCidade. Notei que um grande número de pessoas passavam por ali pegavam e logo começavam a ler, isso é muito gratificante”. Laís Melo de Toledo - Estudante de administração

Você também pode acessar as edições anteriores da revista FelizCidade pelo site www.felizcidade.net e conferir todo nosso conteúdo.

SUMÁRIO

07 09 11 13 14 15 21

Entrevista Renato Santiago Gastronomia Pão nosso de cada dia Universo Feminino Aos olhos do Pai Crer é Pensar... A mente em foco Pais e Filhos Recarregue suas baterias Plano Daniel Saúde do Homem Tecnologia Internet toma 25% do horário de trabalho

22 25 26 28 29 31 34

Cotidiano Caso GM: como fica a situação em SJC ABAP Nota Fiscal Paulista: ajuda ao próximo Saúde Sol pode ser tão prejudicial quanto cigarro Economia Empreendedores disparam no país Moda Blusas masculinas Educação Ensino a distância em crescimento Pense Bem Carlito Paes

17

Dia dos Pais Pais de amor conquistado e sonhado

felizcidade.net | 5


ENTREVISTA

A relação com o pai sempre foi forte através do futebol A bola esteve no dia a dia e os primeiros passeios foram ao estádio para ver futebol. Sem querer forçar a escolha dos filhos, Renato não esconde o desejo de que sigam seu caminho

F

ormado em Educação Física pela Universidade Federal de Juiz de Fora e pós-graduado em futebol, como bom mineiro, o menino Santiago conquistou aos poucos seu espaço. Nascido em meio a um campo de futebol e bolas, seu sonho foi nessa direção e encontrou uma bela história. Participou por seis temporadas na Águia do Vale e agora é gerente de futebol do São José e jogador do Atlético Joseense. Mas o currículo não para por aí, durante 13 anos passou pelo Fluminense/RJ, Figueirense/SC, Juventude/RS, São José/SP, Guaratinguetá/ SP, Taubaté/SP, Joseense/SP, Remo/PA, entre outros. É com essa propriedade de atleta, disciplinado e satisfeito com suas conquistas, que Renato Santiago nos fala como filho e pai. Como foi a infância? Tive uma infância maravilhosa. Morava em um bairro onde podíamos brincar na rua o dia todo, sem perigos, a não ser os que nós criávamos, subindo em árvores altas, escalando morros, pulando lá de cima. Lembro bem que fizemos um campinho em uma rua mais deserta e lá era o ponto de encontro da galera, ali que tudo valia a pena (rs). Posso afirmar que brinquei de tudo que uma criança pode brincar, foi muito bom. O que seu pai representa pra você? Meu pai é meu herói, homem simples que fez de tudo pra cuidar bem dos filhos. Nunca nos deixou faltar nada, exigia muito nos estudos, é exemplo de caráter e personalidade.

Você recebia incentivo para fazer esportes? Meu pai sempre jogou futebol, quis ser jogador profissional. Os amigos dizem que jogava muito, mas não realizou esse sonho. Então, apoiou os filhos na busca desse objetivo, me incentivou desde que me entendo por gente. Bola era o que não faltava lá em casa, ia me levar nas escolinhas, nos treinos e nos finais de semana sempre estava lá na arquibancada gritando, e como gritava, seu incentivo foi fundamental! E essa paixão pela bola nasceu como? Acho que nasceu porque lá em casa o que mais tinha era bola para brincar e, desde que eu era pequeno, meu pai me levava aos estádios para ver os jogos, os cinco iam para o campo, era uma novela, acontecia de tudo (rs). Como foi o menino Renato? Eu sempre fui muito levado, mas era esperto, só mexia com quem eu sabia que não ia me bater (rs), mas nunca desrespeitava ninguém. Gostava é de brincar com todo mundo, era muito espontâneo. Estudei bastante, de algumas matérias eu não gostava muito, mas era bom aluno, nunca fui reprovado. Fiz muitos amigos, que guardo até hoje, na infância. O que a palavra PAI representa para você? Pai representa proteção, abrigo, aquele que você pode contar sempre, independentemente de como, quando, onde ou por quê.

Como é ser pai? É maravilhoso, uma bênção de Deus, uma emoção que não conseguimos representar com palavras. É ser para alguém qualquer coisa que ela precisar, é assim que sou para o Raí e a Raphaela, ou, pelo menos, tento ser. Vê o futebol no futuro dos filhos? Acho que todo pai sonha, mas vou apoiar a decisão deles. Só não abro mão dos estudos e de que, principalmente, aprendam sobre Jesus. Mas, se o Raí quiser seguir meus passos, eu não reclamo, não (rs). O futebol é um esporte muito difícil, tem uma concorrência muito grande e, infelizmente, na maioria das vezes, desleal, é um meio complicado. Serei aberto, falarei sobre os prós e os contras, mas no final ele decide. Já pensou em adotar? Nunca pensei em adotar porque tivemos filhos pouco depois do casamento, mas acho um lindo gesto de amor. Agora estou com uma bebê de 8 meses e um garotão de 3 anos, mas, no futuro, se Deus me permitir, quem sabe. Acho que o amor é o mesmo, porque é você que está se dispondo a adotar e amar aquele filho, o sentimento não tem cor ou sexo, é simplesmente amor. Acha que atingiu as expectativas do seu pai? Me vejo um filho realizado, porque pude mostrar ao meu pai que ele fez um ótimo papel. Acho que serei um pai realizado quando meu filho disser isso pra mim. 

felizcidade.net | 7


GASTRONOMIA

Pão nosso de cada dia Chef Marco Antonio Pinheiro

Q

uem não gosta de comer um pãozinho quentinho com manteiga logo pela manhã? O pão é um alimento que faz parte da vida de todas as pessoas, em todos os países e de todas as classes sociais. Seu uso na alimentação humana é antiquíssimo. A história mais remota do pão se origina em milhares de anos a.C. quando era feito com carvalho e faia triturados, sendo, depois, lavado com água fervente para tirar o amargor. Em seguida, essa massa secava ao sol, e faziam broas com farinha. Conta ainda a história que, antes de servirem para fazer pão, as farinhas de diversos cereais eram usadas em sopas e mingaus. Posteriormente, se passou a misturar nas farinhas: mel, azeite doce, mosto de uva, tâmaras esmagadas, ovos e carne moída, formando uma espécie de bolo, que teria precedido o pão propriamente dito. Os bolos eram cozidos sobre pedras quentes ou sob cinzas. Os primeiros pães também foram assados sobre pedras quentes ou debaixo de cinzas. Datando a utilização de fornos de barro para cozimento de pães, ao que consta, do VII milênio a.C. Foram os egípcios os primeiros que usaram os fornos, sendo atribuída a eles também a descoberta do acréscimo de líquido fermentado à massa do pão para torná-la leve e macia. No Egito, também se pagavam salários com o pão: um dia de trabalho valia três pães e dois cântaros de cerveja. Os judeus também fabricavam seus pães na mesma época, porém não utilizavam fermentos por acreditarem que a fermentação era uma forma de putrefação e impureza. A Deus só ofereciam pão ázimo (sem fermento), o único que consomem até hoje na Páscoa. Na Europa, o pão chegou através dos gregos. O pão romano era feito em casa pelas mulheres tendo passado, posteriormente, a ser fabricado em padarias públicas, surgindo, então, os primeiros padeiros. No Brasil, o pão começou a ser popular a partir do Século XIX, apesar de ser conhecido desde os colonizadores. Os pães feitos no Brasil eram escuros, enquanto que os pães franceses tinham um miolo branco e casca dourada. O pão francês que tanto é consumido no Brasil não tem muito a ver com os pães produzidos na França, pois a receita do pão francês produzido no Brasil surgiu apenas no início do século

XX e difere do pão europeu por conter um pouco de açúcar e gordura na massa. Em nossa região do Vale do Paraíba, está surgindo uma nova concepção em fabricação e comercialização de pães. Na verdade, é um resgate da valorização do pão como alimento essencial ao ser humano. Essa proposta vem da VicPani, situada em Taubaté. O proprietário, Sr. Wanderlei, falou um pouco sobre a VicPani para a Revista Felizcidade: “Fazer pão não está ligado somente ao prazer, está muito acima do interesse financeiro, está ligado principalmente ao amor que o Senhor gerou em meu coração em produzir produtos que façam menção ao Seu nome ‘Eu sou o pão da vida’. Quem tem a oportunidade de conhecer uma de nossas lojas pode sentir algo de muito especial, não pelo que temos de diferente, mas, sim, pela mão do Senhor Jesus em nossa vida”. São 23 anos de experiência com pães, cursos, congressos, seminários e convenções por todo o Brasil, América do Sul e Europa. Através dessas oportunidades é que Wanderlei chegou aos produtos diferenciados que oferecem hoje. “Nossos clientes encontram 50 tipos de pães especiais e todos eles assados no mesmo dia e não utilizamos nenhum tipo de corante e nem conservante. Temos os que mais sobressaem: SuperVic (o mais vendido e mais crocante, tipo francês); Supervic Integral (riquíssimo em fibras e muito macio); VicLev (com centeio, sem açúcar e sem gorduras); Vic ervas finas; Vic cebolinha verde; Vic tomate seco e muitos outros. A satisfação é demonstrada pelos mais de 2.400 clientes que nos visitam diariamente”, conta Wanderlei. Taubaté conta com 4 lojas da VicPani e, em breve, São José dos Campos terá uma loja também. Você pode degustar os pães da VicPani na Rua Chiquinha de Matos, 113 - Centro Taubaté - Horário de funcionamento: 7h às 19h.

felizcidade.net | 9


UNIVERSO FEMININO

Aos olhos do pai Por Viviam Ribeiro

S

ejam bem-vindas ao universo feminino. Este pequeno espaço traz profundos, delicados e gostosos momentos para as mulheres que dele se apropriam, não só da letra, mas da vivência, da leitura. Hoje é dia dos pais e talvez, amada, você nunca se deparou com a ideia de que seu pai, seja ele presente ou ausente, participa de sua vida e norteia todas suas ações e reações. Ele foi o primeiro homem com quem conviveu e, mesmo que não o tenha por perto, de alguma maneira, ele vai impactar sua vida. Há DNA dele em você. Mas gostaria de caminhar, ainda um pouco mais, com você que não tem de fato a figura do pai. Sabe, existem homens que Deus colocou em sua vida para exercer esse papel. Relacionamentos saudáveis e que têm marcado você. Dê uma olhadinha para os lados, perceba, olhe com olhos do coração e veja pais. E vai sentir o quão amada é. Esses homens que verdadeiramente vestem o traje de gala chamado PAI, possuem olhos que vão nutrir e nos amar sem preconceitos e segundas intenções. Você pode até estar muito machucada para não acreditar nisso, mas decida dar uma atenção a essa possibilidade que hoje estou lhe mostrando. “Aos olhos do Pai, você é uma obra prima que Ele planejou...” Conhecemos e cantamos essa canção, linda e inspirativa, pois nos convida a ter um relacionamento com Deus, o transcendente que nos fez, nos ama e cuida de nós. Mas esse mesmo Deus diz que quando tivermos um papel de amor e cuidado para com qualquer pessoa o faremos por ELE, então, quando recebemos esse relacionamento o recebemos DELE.

É possível, sim, esperar cuidado e amor de pai, sejam de nossos pais ou de homens que ELE coloca para suprir todas nossas necessidades. Tive um pai de sangue que me ensinou muitas coisas, mas tive pais que me ensinaram outras coisas, como honrar pessoas, fazer download no computador. Pais que me ensinaram a usar a furadeira, outros que me ensinaram até uma receita, sem contar os mais importantes, os pais espirituais, eles me empurraram para frente, mostraram uma direção e oraram por mim. Talvez, nunca saibam o que representaram em minha vida, mas eu sei, e Deus está me ajudando a entender e me sentir filha através deles. Feliz dia dos PAIS, sendo e experimentando a identidade de FILHA amada.

Retomaremos as atividades das mulheres que oram, nesta próxima segunda, às 18h30, Campus Betânia. Próximos encontro feminina, dia 28 de Agosto às 19h, Campus Betânia.

DICAS FEMININAS Educando meninas James Dobson

Quando nasce uma menina, os pais olham para ela e começam a imaginar como será sua vida no futuro. Quais são os sonhos que você tem para a sua garotinha? Está cada vez mais difícil educar os filhos, com toda a carga que eles recebem da TV, internet, influência dos amigos e pressões da sociedade. Por isso, pais e mães de meninas precisam conhecer em detalhes quais são as ameaças à conquista dos sonhos de sua garota. O livro prepara você para vencer o desafio de transformar sua filha em uma mulher forte, saudável e confiante.

felizcidade.net | 11


CRER É PENSAR...

A mente em foco

E

dison não conseguia se concentrar de jeito nenhum. Tinha sempre dois ou três empregos e passava o dia indo de um para outro. Adorava trocar mensagens e se acostumou a escrever recados curtos e constantes, às vezes, para mais de uma pessoa ao mesmo tempo. Apesar de ser um cara mais inteligente do que a média, sofria quando precisava ler um livro inteiro. Para completar, comia rápido e dormia pouco – e não conseguia se dedicar ao casamento conturbado, por falta de tempo. Se identificou? Claro. Quem não tem alguns desses problemas? Passar horas no twitter ou no celular, correr de um lado para outro e ter pouco tempo disponível para tantas coisas que você tem que fazer são dramas que todo mundo enfrenta hoje em dia. Mas, para que vocês saibam, o rapaz da história aí em cima era ninguém menos que THOMAS EDISON, o inventor da lâmpada. A década era de 1870 e o aparelho que ele usava para mandar e receber mensagens era um telégrafo. Quando Edison finalmente percebeu que seu problema era a falta de concentração, parou tudo. E ficou em seu escritório e se focou em um problema de cada vez. Mediante essa breve história de uma pessoa tão importante no mundo das invenções e que nos trouxe tantos benefícios, podemos refletir: o quanto estamos usando nossa mente? Será que usufruímos o melhor que ela pode oferecer? O fato é que nosso cérebro não foi moldado para ser rápido demais e atento a tudo o que acontece à nossa volta. Assim como outros traços de personalidade, a habilidade de se concentrar varia de uma pessoa para

outra. Isso acontece porque alguns têm um controle melhor do cérebro. Mas lembre-se: as habilidades são desenvolvidas, basta você decidir por querer ser mais focado e usar sua mente ao seu favor! Um grande começo para provar sua concentração é você ler este artigo agora! (Ou você já não está mais aí?!?!) Hoje em dia, o grande empecilho para não focarmos naquilo que precisamos fazer, é o excesso de informações que recebemos no decorrer do nosso dia. Esses ruídos vêm através de várias fontes como: barulho de carro, latido de cachorro, telefone do vizinho, o som do Skype te chamando para conversar, mensagens de celular, atualizações do Facebook, enfim, todos esses ruídos fazem com que seu cérebro se encha de lixo tóxico, matando seus pensamentos e mais, matando as conclusões desses pensamentos! Faça agora um breve feedback da última vez que você tentou escrever um texto, estudar ou ler uma revista? Você conseguiu chegar até o fim? Quais foram suas distrações?  Facebook, celular, Twitter, TV? É muito importante que você responda essas perguntas para si mesmo! Assim, você toma consciência do quanto você perde tempo, permitindo-se vagar em atividades nada produtivas. A concentração é uma capacidade que pode sempre ser aprimorada. Deus nos orienta que devemos renovar a nossa mente diariamente para que possamos experimentar o melhor. Portanto, precisamos esvaziar a nossa mente de tudo aquilo que nos impede de concluirmos algo! Se o que te impede são os fatores citados acima, talvez hoje seja o melhor momento para você

Luciana Martins Evangelista Master Coach Analista Comportamental pela UFMG luciana@coachingalliance.com.br

“OS SONHOS QUE ANTES ESTAVAM SENDO ESQUECIDOS VOLTAM À TONA PARA QUE O SEU CONSCIENTE OS REALIZE! colocar horários específicos para entrar no Facebook, ou presentear-se com algumas entradas no Twitter quando você conseguir concluir alguma meta diária. Organize e reserve horários para resolver cada coisa de uma vez, assim como fez Thomas Edison. Tenho a plena convicção de que, quando você decidir usufruir desta máquina perfeita que Deus te deu, sua mente, você vai viver dias melhores, menos estressantes e mais produtivos. Os sonhos que antes estavam sendo esquecidos voltam à tona para que o seu consciente os realize! Então, aí fica a dica: concentre-se e foque em uma coisa de cada vez!

felizcidade.net | 13


PAIS E FILHOS

Recarregue suas baterias Por Douglas Santos

V

ocê já notou que toda bateria tem um tempo de uso? Há alguns dias, teclando em meu computador, a bateria chegou a um nível crítico de uso. Um aviso pedindo que eu conectasse o cabo de energia apareceu, mas ignorei. Decidi continuar e minutos depois o computador desligou sozinho. Assim como em um computador, nossas baterias vão se esgotando conforme “nos usamos”. Lidar com as pressões do dia a dia e com as tarefas diárias do nosso lar nos leva a um esgotamento. Muitos decidem não dar atenção ao aviso que o corpo e a família dão a respeito do esgotamento físico, espiritual e emocional. Um computador por si só não consegue se ligar na tomada. Você não consegue se recarregar sozinho! Todos precisamos de ajuda. Existem quatro sinais que podem ser percebidos quando sua bateria estiver no “nível crítico”: 1. Cansaço físico 2. Irritabilidade 3. Falta de - ou nenhuma - paciência com outros 4. Afastamento de amigos ou familiares Talvez você se identifique com um, dois ou todos. O fato é que, como pais, o equilíbrio em todas as áreas de nossa vida deve fazer parte do cotidiano. Nossos filhos estão de olho em tudo. Eles aprendem com a linguagem verbal e não verbal. Será que aprendem com você o que realmente é importante? Lembre-se de viver uma vida equilibrada! Respeite seu descanso e pratique esportes! Ainda temos alguns meses para acabar o ano. Decida mudar algumas atitudes para seu próprio crescimento. Todo filho deseja ter pais equilibrados, afinal de contas, uma árvore sem raízes perde o equilíbrio e vai para o chão.

14 | felizcidade.net


PLANO DANIEL

Saúde do Homem Por Felipe Lobo

A

Organização Mundial da Saúde (OMS) define saúde da seguinte maneira: “É um bem estar físico, mental, social e não mera ausência de doenças ou moléstias”. Na agitação dos dias de hoje, o trabalho aumenta, o cansaço acumula, os compromissos se multiplicam e o resultado: fica difícil achar um tempinho para cuidar de você. O homem, há muito tempo, assume uma responsabilidade grande perante a sociedade e, até mesmo, perante si. Com isso, o nível de estresse e a falta de tempo têm deixado os homens cada vez mais sedentários, evidenciando mais as doenças associadas ao sedentarismo e ao aumento do nível de estresse. Outro detalhe muito importante é que com todas essas atividades atribuídas ao homem, notamos que a frequência em consultórios médicos é cada vez menor, tornando mais difícil o diagnóstico de doenças que podem ser prevenidas. E, com tudo isso, trago aos homens apenas uma pergunta, uma indagação para que a qualidade de vida seja cada vez melhor. Bom, a questão é: E OS PRÓXIMOS 30 DIAS? Você se lembra do que fez em fevereiro deste ano? E no mês passado? Segunda-feira Inicie seu dia desejando “bom dia” para pelo menos três pessoas que não conheça.

Terça-feira

Quarta-feira

Aposto que você, assim como eu, tem uma lista enorme de coisas que quer fazer. E que deixa para depois. Assim como eu, você deve saber que deixar para depois é uma roubada. Você jogaria R$ 100,00 no lixo? Eu também não. Por isso, às vezes, me pergunto: “Por que jogo meses inteiros no arquivo da minha memória?” Esquecidos. Irrelevantes. Aconselho você a olhar mais as pessoas, refletir sobre os acontecimentos do dia a dia, viver com mais emoção e calma e PERCEBER mais as maravilhas que Deus coloca diante de você todos os dias. Segue uma sugestão de como deixar seu dia, sua semana, seu mês, sua vida mais saudável e feliz.

Quinta-feira

Sexta-feira

Observe as maVá ao trabalho Ore pela sua ravilhas de Deus de condução Elogie as pessoas família, seu tranas paisagens de coletiva e exer- mais próximas balho e pelo seu seu caminho ao cite a terapia do com sinceridade. final de semana. ir e voltar do seu sorriso. trabalho.

PARA TODOS OS DIAS Alongue-se, “espreguice”, antes de se levantar; pratique atividades físicas moderadas com auxilio de um Educador Físico; alimente-se bem, seguindo as orientações de um Nutricionista; Ore para iniciar seu dia e agradeça pelo dia que se encerra.

Sábado

Domingo

Reserve esse dia Faça uma atipara conhecer vidade física novas atividades envolvendo sua de sua Igreja família. e fazer novos amigos.

Acrescente essas pitadas de saúde em sua semana e repita em ordem aleatória nos meses de sua vida. Pense nisso e seja um Homem sadio para dirigir sua vida e de sua família. Feliz Dia dos Pais.

felizcidade.net | 15


CAPA

Pai de sangue e de amor Do amor de uma filha surge a data comemorativa. E do amor dos pais nascem os filhos de coração

P

ara muitos, esse é o dia de almoçar em família, fazer uma sobremesa especial para agradar o paizão, levar um presente para mostrar que se lembrou dele e dar um bom abraço. Para outros, é uma data de lembrança do pai que já se foi, ou do pai que não esteve tão presente. E eles são de tantos jeitos: altos ou baixos; irreverentes; alegres; amigos; sonhadores ou realistas; presentes ou ausentes; que conversam ou brigam; confiam ou acusam; magros ou gordos. Seja como for, cada um tem sua particularidade que faz dele único, “ser seu pai”. Mas você já se perguntou como surgiu essa data comemorativa?


CAPA

O

amor de uma filha pelo pai é o que a história conta ser responsável pela criação da data. Em 1909, a jovem Sonora Louise Smart Dodd, de Washington, queria homenagear o pai, William Jackson Smart, veterano da Guerra Civil Americana. Um homem de grande fibra, que criou sozinho os seis filhos após o falecimento de sua esposa. Então, em 1919, ela enviou uma petição para a criação da data. O feriado só foi oficializado em 1972 pelo presidente Richard Nixon. No Brasil, a data foi comemorada pela primeira vez em 14 de agosto de 1953. Posteriormente, o Dia dos Pais foi alterado para o segundo domingo de agosto por motivos comerciais. A data é comemorada oficialmente por pelo menos onze países, mas cada um com sua singularidade. A data se tornou mais um dos objetos comerciais, sendo a quarta que mais movimenta a economia do comércio brasileiro, ficando atrás do Natal e do Dia das Mães. Na região, neste ano, os filhos se mostraram econômicos, afinal, 41% dos consumidores não compraram presentes. E, para quem comprou, o gasto foi bem menor do que os comerciantes esperavam.

História de amor

Uma data como essa não pode se resumir apenas em presentes e comércio. Neste dia, em especial, paramos para pensar na importância dessa figura: PAI. Luiz Fernando Madona, cinegrafista, sonhou e desejou muito ser chamado assim e não foi fácil chegar lá. Depois de muitos anos de tratamento e muito dinheiro investido, finalmente tinha chegado a hora dele e da esposa realizarem o sonho. “Tivemos a notícia de que poderíamos ter trigêmeos! Chegamos até a dar entrevista para jornais da região. Mas, em poucos meses, ela desmaiou e corremos para o hospital, ela estava com hemorragia interna. A notícia de que minha esposa corria risco de morte me abalou. Foi preciso fazer uma cesárea sem ter o prazer de receber um filho nos braços”, conta ele emocionado. Desistiram de ter um filho biológico e partiram para fila de adoção; durante esse processo, um teste de gravidez trouxe o resultado: POSITIVO! “Ficamos com receio, afinal, tínhamos passado por uma situação muito difícil. Mas, dessa vez, foi diferente, a gravidez dela foi perfeita, ela não teve problema algum e, mês passado, pudemos comemorar o aniversário de um ano da minha princesa Giovana. Finalmente vou poder ouvir o que sempre sonhei e, neste ano, vou receber a homenagem que tanto esperei, do dia dos pais!”, relata Luis com lágrima nos olhos. “Ainda não desistimos da adoção, mas, por enquanto, estamos curtindo a Gigi”, finaliza ele.

Gastos:

Presentes Dia dos Pais São José dos Campos – R$ 100 a R$ 200 Taubaté – R$ 85 Campos do Jordão – R$ 68 Caçapava – R$ 55 Ubatuba – R$ 47


Pais adotivos: um amor conquistado

São tantos pais de personalidades diferentes e histórias diferentes, que poderíamos escrever livros sobre eles. Mas existem os que não geraram o filho, mas que, em seus corações, o amor é de pai para filho, esses precisam de destaque também. Homens que cuidaram de netos, sobrinhos, primos, crianças deixadas por algum parente, como pais. E há também os pais que adotam, oferecem mais que um lar às diversas crianças que ficam em abrigos à espera de um lar, oferecem amor de pai. Não pense que é simples, porque a adoção exige muito empenho do casal, afinal, são muitos documentos e o processo de espera é longo. Segundo o Cadastro Nacional de Adoção (CNA), criado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), quase 40 mil crianças e adolescentes vivem em abrigos em todo o país. Destes, 5.240 estão aptos a serem adotados e esperam que a justiça defina seu destino: voltar para a família biológica ou ser encaminhados para adoção. Segundo levantamento do mês passado, o número de pretendentes a adoção continua cinco vezes maior do que o de crianças e adolescentes aptos a serem adotados, com um total 28.041 inscritos em todo o país. Nicolau Lupianhes, juiz auxiliar da Corregedoria Nacional de Justiça e coordenador do CNA, lembrou que o perfil exigido pelos inscritos no cadastro ainda é a principal barreira para a inserção das crianças e jovens em uma nova família. “A adoção no Brasil não é a ideal, mas é satisfatória. Precisamos estruturar melhor as varas da infância e juventude (responsáveis pelo procedimento), com mais equipes técnicas e interdisciplinares. Promover mais cursos com os pretendentes com vistas a conscientizá-los. O maior entrave para a adoção hoje é a exigência”, reforçou o juiz. Em meio a essas barreiras, depois de mais de três anos de espera, Paulo Ronildo da Silva Coimbra e sua esposa Sara dos Santos Coimbra conquistaram o sonho: o menino Lucas, que na época tinha dois anos. “Foi maravilhoso, no dia em que fomos buscá-lo no abrigo, ele estava na porta ansioso pela família que teria, foi amor ao primeiro abraço”, conta Paulo. Sara conta que, por não poder ter filhos, decidiram adotar e hoje se orgulha disso, “temos um amor por ele incondicional, nem me lembro desse pequeno detalhe, o amor que sentimos por ele é muito, muito grande”. O pai coruja se diverte brincando com o filho como se fossem duas crianças. Com tanto amor, o menino hoje, com sete anos, é o querido de todos, comunicativo e amigo. “Minha mãe trata ele com todo amor do mundo, ele é o netinho querido (rs)”, conta Paulo. A experiência foi tão boa que a família aguarda novamente na fila para mais uma adoção. “Já estamos há um ano na fila para dar um irmão a Lucas. Quero sentir de novo a emoção de ser chamado de pai, assim como Lucas fez nas primeiras semanas morando conosco”, finaliza Paulo, com emoção.

Lista de adoção na região 1º trim/12

São José dos Campos – 8 (sendo três de 6 a 10 anos | cinco de 11 a 15 anos) Jacareí – 5 (sendo duas de 6 a 10 anos | duas de 11 a 15 anos | uma com mais de 15) Serra da Mantiqueira – 3 (sendo de 11 a 15 anos) Litoral Norte – 7 (sendo cinco de 11 a 15 anos | duas com mais de 15) *Crianças relacionadas no Cadastro Nacional de Adoção (CNJ.jus.br/CNA)

Dados de pais adotantes

88% - casados  32 a 37 anos – idade média 85% dos pais são brancos  72% renda de 3 a 30 salários mínimos mensais 57% profissões que não exigem primeiro grau 49% das famílias têm filhos biológicos 84% dos filhos biológicos foram gerados antes da adoção

Motivos

79,8% adotaram porque não podiam ter filhos 54% adotam apenas uma criança 71% adotam bebês com até três meses 1,8% adotam crianças com mais de 2 anos de idade 70,5% adotam criança de cor branca 5,3% adotam criança de cor negra 56,6% preferem meninas


TECNOLOGIA

Profissionais gastam cada vez mais tempo com internet PESQUISA REVELA QUE 25% DO TEMPO DE TRABALHO É GASTO COM E-MAILS

P

raticamente todas as profissões hoje funcionam à base de envio e recebimento de e-mails. Nessa era tecnológica, fica difícil não usar essa ferramenta. Uma pesquisa feita pela McKinsey Global Institute e pela International Data Corporation (IDC) revela algo que já se mostra claro todos os dias: mais de um quarto do tempo do trabalho é gasto com leitura e resposta dos e-mails. De acordo com as companhias, o e-mail é a segunda atividade com a qual os trabalhadores mais gastam tempo, atrás somente do desempenho de habilidades específicas para o cargo. A pesquisa aponta que esse “desperdício” poderia ser cortado em até 30% se as companhias adotassem as redes sociais como ferramentas de comunicação entre seus trabalhadores. Para ambas, cerca de 8% do tempo utilizado na leitura e resposta de e-mails pode ser direcionado para a execução de outras atividades. Para ilustrar as estatísticas, as consultorias fizeram uma comparação: para cada oito horas diárias de trabalho, o profissional perde duas horas e 14 minutos somente com as mensagens eletrônicas. De acordo com outro estudo conduzido pelo Radicati Group, um usuário corporativo envia e recebe, por dia, uma média de 150 e-mails.  Com celulares e iPad sempre a mão, possibilitando o acesso à internet, esse vínculo não se limita apenas ao horário de expediente, muitos acabam ligados 24 horas no e-mail.

Cuidado com uso particular

É sempre bom lembrar que, no trabalho, a internet deve ser uma ferramenta apenas profissional. O uso para fins pessoais da rede por funcionários tem obrigado líderes a programar medidas de monitoramento, que podem ter acesso a conversas de MSN, por exemplo. Por isso, quem acessa conteúdos não relacionados à empresa precisa tomar cuidado. O controle dos computadores é legal e, caso seja identificada utilização indevida dos equipamentos ou da web, a direção pode demitir alegando justa causa. De acordo com artigo da CLT, o funcionário pode ser despedido em decorrência de violação do código de conduta da empresa, por uso impróprio do equipamento profissional. Quando um ato ilícito é cometido a partir de computadores de uma empresa ou utilizando o e-mail corporativo, por exemplo, ela será judicialmente responsabilizada.

felizcidade.net | 21


COTIDIANO

Funcionários da GM ganham fôlego diante do fechamento do setor MVA A PROPOSTA NÃO AGRADOU AOS TRABALHADORES, QUE FICARAM SEM OPÇÃO. O SETOR AUTOMOBILÍSTICO REGISTROU CRESCIMENTO NAS VENDAS COM A REDUÇÃO DO IPI, QUE SE ENCERRA NO FIM DESTE MÊS

D

epois de semanas de tentativas de negociação, o caso General Motors de demissões chega ao fim da primeira etapa. A solução não foi bem o que os funcionários esperavam, mas foi a única opção. Nessa terça-feira, cerca de 4.000 funcionários aprovaram a proposta da GM de férias coletivas de 15 dias, suspensão temporária do contrato de trabalho de três meses e 10 dias - para 940 funcionários, além do Plano de Demissões Voluntárias.  Nesse período, os funcionários que estiverem no programa vão receber os salários integrais, pagos pelo governo do Estado por meio do FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador) e também pela empresa. Além disso, os operários devem participar de cursos de qualificação. “Vamos colocar como proposta o banco

22 | felizcidade.net

de hora, a negociação da grade salarial, jornadas mais flexíveis, entre outros. Há um cardápio imenso de possibilidades que podemos negociar. É importante ressaltar que não temos nenhum projeto que possa ser alocado na unidade, mas nos comprometemos em trazer uma negociação de investimento para a planta caso haja a possibilidade da vinda de um novo modelo para o Brasil”, explica Luiz Moan, diretor de assuntos institucionais da empresa. Caso não houvesse acordo, a previsão da empresa era de fechar 1.840 postos de trabalho.

Reunião

O destino dos 1.500 funcionários foi discutido em mais de 9 horas a portas fechadas no último sábado em São José dos Campos. Com participação de representantes da GM, do Sindicato dos Metalúrgicos, do secretário nacional de Relações do Trabalho, Manoel Messias Nascimento Melo, do secretário estadual de Relações do Trabalho, Carlos Andreu Ortiz, além do prefeito da cidade, Eduardo Cury (PSDB).


Em São José dos Campos, a indústria abriga oito fábricas, com uma média de 9.000 funcionários. Como a produção vai ser reduzida, o setor de MVA (Montagem de Veículos Automotores) não vai ter fabricação, causando a demissão de 1.500 pessoas. A montadora vai fechar até 30 de novembro a produção do Classic, assim como já encerrou a fabricação dos modelos Zafira e Meriva no último mês. Os modelos de Corsa Hatch e Sedan também deixaram de ser produzidos na semana passada. De acordo com representante da empresa, eles dão lugar a outros carros lançados pela montadora Chevrolet, que lançou nove novos modelos e renovou outros três. Apenas as novas gerações da picape S10 e da Blazer ficam em SJC. Na última sexta-feira, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse por meio de sua assessoria que “não vai ‘tolerar’ demissões em setores com IPI baixo”.

Manifestações

Além das greves de 24 horas, na semana passada, os trabalhadores bloquearam os dois sentidos da Via Dutra para protestar contra as possíveis demissões. Em

contra partida, a montadora fechou as portas durante um dia na área, alegando preocupação de mobilizações no setor. Para o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, Antônio Ferreira Barros, os próximos 60 dias serão de intensas negociações. “O acordo foi uma vitória dentro do que foi possível construir. O desafio agora é combinar o processo de negociação junto à empresa, a mobilização com os trabalhadores e a exigência política para garantir o emprego dessas pessoas”, explica.

Redução do IPI

No fim deste mês, acaba a redução do IPI para o setor automotivo (que diminuiu a alíquota do tributo - no caso dos veículos 1.0, passou de 7% para zero). A Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores) pediu a prorrogação. Segundo o presidente, Flávio Meneghett, esse é um fator fundamental para que as vendas continuem aquecidas. Apesar de o ministro da Fazenda, Guido Mantega, descartar essa possibilidade, especialistas afirmam que a presidente Dilma Rousseff não tem escolha senão prorrogar o IPI, caso contrário, a

indústria automotiva vai sofrer quedas e mais demissões. Uma crise no setor, por outro lado, teria efeito imediato no PIB, trazendo dificuldades adicionais para que o governo confira novo fôlego à economia. A medida adotada em maio surtiu efeito. “As vendas de veículos passaram de 280 mil em maio, para 353 mil em junho. Já o mês de julho fechou com 340 mil carros vendidos, esse é o melhor julho da série histórica”, disse o ministro. Mantega disse que as empresas automobilísticas não deixaram de cumprir o acordo firmado com o governo, que incluía, além de não demitir funcionários, manter os investimentos. Segundo o ministro, de 2012 até 2015, o segmento deve investir R$ 22 bilhões. “Isso só vai ocorrer se o mercado de veículos estiver crescendo e se tivermos condições de competitividade. Para dar essa competitividade e dar impulso ao mercado, que tinha se contraído por causa da indústria internacional, tomamos essas medidas”, afirmou. A informação contraria levantamento feito pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), com base em dados do Ministério do Trabalho e Emprego, que apontou que a indústria automobilística demitiu 1.189 funcionários em um ano, dos quais 1.044 só em São José dos Campos.

felizcidade.net | 23


ABAP

Nota Fiscal Paulista mais que direito pode ser ajuda ao próximo OS CRÉDITOS PODEM CONTRIBUIR PARA PROJETOS SOCIAIS

A

Nota Fiscal Paulista pode ser pedida em todas as compras feitas, apenas é preciso incluir o CPF no cupom. Existem várias opções, uma delas é você pode receber 30% do ICMS recolhido pelos comércios. Mas é possível ajudar instituições com suas compras. Entenda quais são as formas de ajudar 1 - Doação pelo correio: Envie as notas sem CNPJ e/ou CPF para AV. Dep. Benedito Matarazzo, 8.333 – Vila Betânia, CEP: 12.245-615. 2 - Doação de notas: Entre no site www.nfp.fazenda.sp.gov. br e siga estes passos: • Clique em Acesso ao Sistema ou insira seu CPF e clique em Consultar. • O sistema gera uma página exclusiva para você colocar a sua senha de acesso. Se você não a tiver, siga as orientações para cadastrar seu CPF. Sem esse cadastro, a doação não acontece. • Clique em Entidades, doação de notas, nova doação. • Na área de Entidades Filantrópicas, busque no campo Razão Social, pela Associação Beneficente André Pusplatais como a entidade que deseja ajudar. • Para encerrar, clique em Salvar Nota. Sua doação será concluída.

ABAP – Associação Beneficente de Ajuda ao Próximo Registro de Utilidade Pública Municipal: Lei n° 5.758 de 05 de outubro de 2000. Registro de Utilidade Pública Estadual: Lei nº 13.520 de 29 de abril de 2009. Avenida Deputado Benedito Matarazzo, 8333. Vila Betânia - São José dos Campos/SP.

4 - Você pode também transferir os seus créditos para uma associação: Apenas acesse o sistema Nota Fiscal Paulista e faça a transferência do seu saldo diretamente para associação que escolher. Se optar pela ABAP, Associação Beneficente André Pusplatais, o CNPJ é 01.372.496/0001-97. O cadastro do documento fiscal só pode ser feito até o dia 20 do mês subsequente à data de emissão. Exemplo: cupom fiscal emitido em julho, deve ser cadastrado até o dia 20 de agosto. Os consumidores não podem fornecer o CNPJ da entidade na hora da compra, pois tal procedimento contraria a legislação.

Contato: (12) 3923-1544 www.abapsjc.org.br Contribua para a continuidade dos projetos. Banco Bradesco: Agência: 2858-4 Conta Corrente: 19780-7 CNPJ da ABAP 01.372.496/0001-97

felizcidade.net | 25


SAÚDE

O banho de sol, que todo brasileiro adora, pode ser tão arriscado como fumar O CÂNCER DE PELE, CAUSADO PRINCIPALMENTE PELO EXCESSO DE EXPOSIÇÃO AO SOL, TEM CRESCIDO A CADA ANO E SE APROXIMA DOS PROBLEMAS CAUSADOS PELO CIGARRO

P

arece terrorismo falar que o sol faz tão mal quanto o cigarro, mas especialistas em dermatologia alertam para o crescimento dos casos de câncer de pele. O aumento dos raios UV (ultravioleta) tem se tornado mais nocivo à pele do que se pensa. Um evento internacional reuniu profissionais para discutir o assunto. O médico argentino Fernando Stengel não acredita em bronzeamento saudável. Chefe do setor de dermatologia do Centro de Educação Médica e Investigação Clinica (CEMIC) da Argentina, além de presidente da Fundação Argentina de Câncer de Pele, ele diz que a população em geral não sabe como se proteger do sol, o que tem contribuído para o número cada vez maior de diagnósticos de melanoma, o tipo mais agressivo de câncer de pele. Stengel falou sobre a eficácia da fotoproteção feita hoje para a prevenção do câncer de pele. As pessoas não percebem o risco da exposição ao sol, e isso só vai mudar se houver investimento na fotoeducação. Não existe bronzeamento seguro e saudável. Muitos jovens se expõem ao sol para manter a cultura do brasileiro de ficar “moreno, com marquinha” sem a menor preocupação. No entanto, as pessoas de meia idade que são diagnosticadas com o melanoma relatam que tiveram queimaduras de sol durante a vida, um grande incentivo ao câncer. De acordo com o especialista, a cultura do banho de sol é como incentivar o uso de cigarros. É preciso se proteger dos

26 | felizcidade.net

efeitos do Sol sempre. Em São Paulo, por exemplo, a proteção deve começar em setembro e continuar até abril. Mas o fator mínimo deve ser de 50 UVA. “Defendo que isso seja ensinado nas escolas, junto com as aulas de geografia. As crianças precisam saber que podem evitar o câncer no futuro. É preciso apenas se proteger”, diz Stengel.

Dados alarmantes

A Agência Internacional para a Pesquisa do Câncer (AIPC), ligada à Organização Mundial da Saúde (OMS), aponta que o número de pessoas com câncer deve crescer mais de 75% até 2030. Um dos motivos apontados pelo estudo é a condição de vida precária, especialmente em países pobres. No Brasil, o câncer de pele é um dos mais incidentes em ambos os sexos. Perde para o câncer de pulmão causado, principalmente, pelo cigarro.

Protetor solar

O especialista lembra que, antes do surgimento do protetor solar, as pessoas se protegiam com roupas. Os produtos protegem sim, mas a maioria de nós não usa da forma correta. Para que o protetor tenha seu efeito conforme indicado no produto é preciso usar uma camada generosa do produto sobre a pele. Por isso, o ideal é sempre usar fatores acima do 50, principalmente no Brasil, onde o Sol é bem forte.


Uso do Protetor Solar:

60% na face (evitar rugas) 40% na altura dos seios (evitar marcas) 2% nas pernas (querem se bronzear)

É justamente nas pernas que registramos o maior número de melanomas em mulheres hoje em dia.

Como proteger

É preciso respeitar os horários em que o Sol está mais forte. Olhe para sua sombra. Quando ela estiver mais curta que sua estatura, isso significa que o Sol está sobre a sua cabeça, muito forte. Respeite essa hora. O dermatologista também orienta sobre as condições do Sol: “se ele estiver muito forte, cubra sua pele, proteja-se e use sempre o protetor solar”.  “A prevenção do câncer é muito difícil, não dá dinheiro. Quem faz escola de medicina, faz com a intenção de curar o doente. Um cirurgião vê o tumor, o corta fora e acabou. Na prevenção, você impede que o paciente fique doente. Não é excitante, o resultado pode demorar décadas para aparecer, por isso muitos médicos não se preocupam com os cuidados”, finaliza Fernando Stengel. 

Câncer de pele

Estimativa de novos casos da doença em 2012 62.680 – homens 71.490 - mulheres Centro-Oeste (124/100 mil) Sul (80/100 mil) Norte (38/100 mil) Sudeste (73/100 mil) Nordeste (39/100 mil)

Câncer de pele (melanoma)

3.170 casos novos em homens 3.060 casos novos em mulheres Região Sul tem o maior registro

felizcidade.net | 27


ECONOMIA

Brasileiros com negócio próprio podem chegar a 4 milhões em 2014 DE ACORDO COM SEBRAE NACIONAL, OS EMPREENDEDORES INDIVIDUAIS CRESCEM CADA VEZ MAIS E JÁ SE APROXIMAM DAS MICROEMPRESAS

O

s brasileiros estão de olho no próprio negócio. Atualmente, são 2,5 milhões de empresários com faturamento bruto de até R$ 5 mil mensais no Brasil. E, de acordo com pesquisa realizada pelo Sebrae Nacional, em julho de 2014, esse número deve chegar a 4 milhões. Os conhecidos EI (Empreendedores Individuais) são homens e mulheres, com idade entre 25 e 39 anos e formação completa no ensino médio. A maioria vive na região Sudeste e trabalha em casa com prestação de serviços e comércio. Ainda segundo o estudo, os novos empreendedores pretendem crescer e faturar mais de 60 mil reais por ano. No estado de São Paulo, os empreendedores informais representam 50% a mais que os formais. De acordo com Luiz Barretto, presidente do Sebrae Nacional, a formalização é o primeiro passo para quem quer empreender. “O fato de a pessoa ser uma boa costureira não significa que ela é boa gestora. É muito importante ter gestão empresarial”, afirma. Mais de 90% dos entrevistados pela pesquisa recomendam a formalização. Segundo os empresários ouvidos, as principais vantagens são os benefícios como a emissão de nota fiscal, crescimento, facilidade de abertura do negócio, acesso ao crédito e venda de seus produtos a outras empresas. Microempresas 28% serviços 56% comércio 13% indústria 3% construção civil

Empreendedores Individuais 36% serviços 39% comércio 17% indústria 8% construção civil Fonte: Sebrae SP

Conectados na rede

Essa nova geração de empreendedores encontra na internet o terreno fértil para começar um negócio. E não é para menos. Já existem mais de 645 milhões de sites ativos no mundo, segundo dados da Netcraft. Segundo pesquisa do Ibope, no Brasil, o

Depósito Betânia Materiais para Construção

Tel: (12) 3907-6786 e-mail: depositobetania@gmail.com Estrada do Bairrinho, no 1.300 - Santa Hermínia - São José dos Campos-SP 28 | felizcidade.net

número de pessoas com acesso à rede chegou a 82,4 milhões no primeiro trimestre de 2012, ou seja, 43% dos brasileiros estão conectados. Quando se fala em rede social, os brasileiros também se mostram conectados, de acordo com o site de pesquisas Social Bakers, são 46 milhões de brasileiros curtindo, compartilhando e comentando no Facebook, o que coloca o Brasil como o segundo país com mais usuários da rede social. Além do número de usuários atrativos, os negócios na web costumam exigir pouco capital inicial, mas exige muito trabalho. Conectados 645 milhões de sites ativos no mundo 82,4 milhões de brasileiros acessam a rede 46 milhões de brasileiros curtem nas redes sociais Participação das mulheres no comércio 75% são responsáveis pelos negócios (venda de roupas) 46% Micro Empresas 10,4% Empreendedoras Empreendedores no Estado de São Paulo 2,6 milhões informais 1,3 milhões formais 49% deles tinha carteira assinada 1 em cada 5 paulistas, de 18 anos ou mais, tem um pequeno negócio ou planeja ter 29% Ensino Fundamental 26% Ensino Médio Empreendedores por região 1º – São Paulo – 488.209 2º - Rio de Janeiro – 255.616 3º - Minas Gerais – 207.052 Fonte: Sebrae SP


MODA

Moda masculina: Saiba como usar um suéter em qualquer ocasião Por Paula Talmelli

S

e até pouco tempo atrás, as blusas feitas com lã eram consideradas roupas de avô, atualmente, são usadas por jovens e adultos em combinações formais, casuais e esportivas. As blusas masculinas de lã - os suéteres e cardigans (suéteres com abotoamento frontal) - são uma ótima pedida para este fim de inverno, quando os dias começam e terminam mais frios – você fica aquecido, e depois, quando a temperatura aumenta, pode retirar o suéter e ficar à vontade. Montamos um quadro para lhe ajudar a entender como combinar o suéter conforme seu estilo ou ocasião. Veja que ele é uma peça muito prática e cai bem com diversos tipos de roupa. Com estas combinações você estará bem vestido para comemorar o dia dos pais, sair com a esposa ou namorada, se encontrar com os amigos, e até para encontrar aquela pessoa especial. Tipo de Suéter

Formal

Casual elegante

Com que usar:

gravata + camisa social + sapato de couro

calça de alfaiataria + camisa de manga longa + sapato

Suéter com gola “V”

sim

sim

sim

sim

sim

sim

sim

Suéter com zíper

sim

sim

Suéter com padronagem (ex: Losangos)

sim

sim

sim

sim

sim

sim

Suéter com gola careca

Cardigan (suéter com botão) liso Cardigan (suéter com botão) com padronagem Malha com capuz

sim

sim

Casual

Esportivo

calça de sarja + camisa casual ou polo + botina jeans + camiseta + tênis

sim *Para mais dicas sobre moda masculina, acesse: http://modamasculina.net

felizcidade.net | 29


temos tudo pro seu Arraia!

Talheres Doces Típicos Roupas típicas Copos térmicos Cumbucas para Caldinho Uma variedade imensa em enfeites em geral Loja 1- Rua Bacabal, 820 - Parque Industrial - (12) 3933-5667 Loja 2- Rua Siqueira Campos, 109 - Centro - (12) 3911-9978 Loja 3- Av. Cassiopéia, 446 - Jardim Satélite - (12) 3931-9475

Temos nota eletrônica e faturamos pra empresa


EDUCAÇÃO

Ensino a distância cai no gosto do brasileiro Em dez anos, as matrículas saltaram de 5 mil para quase 1 milhão

A

rotina das pessoas mudou muito com a vida moderna. O tempo fica cada vez mais curto para concluir tantas tarefas no mesmo dia. A tecnologia veio para ajudar nessa corrida contra o tempo e uma das ferramentas que mais têm beneficiado às pessoas é o ensino a distância (EAD). No início, esses cursos eram mal vistos pela academia brasileira. A regulamentação demorou a sair e, só em 1996, tal modalidade de ensino foi permitida. Nos países mais desenvolvidos, esse os mesmos já têm grande aceitação. Os brasileiros continuam presos à velha forma de aprender, em sala de aula, com quadro negro, giz e professor. É difícil substituir tudo isso por apenas alguns cliques no computador e professores on-line. Uma nova pesquisa, conduzida pela Fundação Victor Civita, mostra que há fragilidades, mas estamos no caminho certo. Durante cinco meses, os especialistas analisaram os cursos de oito faculdades (públicas e particulares) que oferecem graduação à distância em pedagogia, a área que, de longe, atrai mais alunos - quase 300 mil. Em alguns casos, eles já se comparam a tradicionais ilhas de excelência. Mas sempre há o que melhorar. Os melhores cursos souberam programar o mais básico. “Não dá para deixar o aluno por si só o tempo inteiro. É preciso usar constantemente a tecnologia para conectá-lo ao professor”, alerta a doutora em educação Elizabeth Almeida, coordenadora da pesquisa. Isso significa, por exemplo, usar a internet para envolver os estudantes em debates liderados por um mestre que, se bem treinado, pode alçar a turma a um novo patamar. Boas graduações a distância usam chats, fóruns, trabalhos colaborativos, incentivo à visita de bibliotecas e laboratórios. No Brasil, os cursos de graduação à distância eram oferecidos por instituições pequenas e pouco conhecidas até uma década atrás. Em 2008, o MEC desativou 1.337 polos de educação à distância no país, sendo que em 2009 já existiam mais de 5 mil. Hoje, os cursos são adotados pelas grandes, que já atendem 930 mil estudantes e vão absorver quase um terço dos universitários até 2015. Na região Metropolitana do Vale do Paraíba, existem diversas instituições que oferecem esse tipo de ensino, como, por exemplo: Sebrae, Univap, Unitau, Anhanguera e Senac.   Mas, se falta investimento por parte de muitas instituições, outras fornecem cursos de alta qualidade. Em 2007, o Enade (exame do Ministério da Educação que avalia universitários) revelou que alunos de cursos a distância se saíram melhor do que os de presenciais em 7 de 13 áreas em que houve a comparação. O que deve ser analisado é a qualidade desses cursos, procurar informações e referências antes de se inscrever, pois, se entrar é fácil, desistir também: a evasão chega a 70% em alguns casos.

Ensino a distância no Brasil 2015 – 1,7 milhão * projeção MEC 2012 – 930 mil 2009 – 800 mil 2000 – 5 mil Fonte: Ministério da Educação

felizcidade.net | 31


PARA INSPIRAR

/// LIVRO Macho e Fêmea

Estamos vivendo um período conhecido como pós-moderno. Neste tempo, percebemos claramente que na medida em que as mudanças acontecem à nossa volta, nossos desafios também aumentam, principalmente entre os relacionamentos. Homens e mulheres precisam considerar esse tempo de mudanças, descobertas e reflexão como uma oportunidade especial de superação das diferenças. Descubra a si mesmo, humanize e cresça.

/// LIVRO Homens comuns com potencial extraordinário

O autor T.D. Jakes expõe que, quando estivermos verdadeiramente libertos em nosso coração de todo o preconceito, libertos de nosso cativeiro emocional e em nossa habilidade de amar outros como Deus os ama. Aí, sim, o mundo vai começar a se voltar para Cristo em busca de perdão, libertação e cura. Libere esse homem dentro de você — e deixe que ele seja livre em Cristo Jesus!

/// DVD Corajosos

É um filme de Drama com duração de 129 minutos lançado no ano de 2011, muito bom para se assistir online. Diariamente, Adam Mitchell (Alex Kendrick) e Nathan Hayes (Ken Bevel) enfrentam desafios variados por conta da profissão em que escolheram: policiais. Mas para a tarefa de pai esta dupla não está preparada. Apesar do sucesso em cuidar da sociedade, eles não sabem como tomar conta das pessoas por quem mais têm afeto.

/// LIVRO Henrique Livre do Tique

Henrique Sputnik andou por algum tempo fantasiado de “Ser Mascarado”. O menino achava que teria um extrapoder se estivesse disfarçado, mas agora sem a supermáscara vai ter que enfrentar, com a cara e a coragem, um ser assombrado que o tormenta, dia e noite, dizendo que ele é um fracassado. Neste livro (agora com adesivos que completam a história) você é desafiado a dinamitar o fantasma da condenação, assumindo a identidade que o Rei já deu a todo o guerreiro desejoso em se tornar um campeão!

EM NOTA

Bienal Internacional em SP

A 22ª edição deste ano reúne 480 expositores. Dentre eles, quatro autores do Vale do Paraíba: Rita Elisa Seda, Cíntia Magalhães, Haroldo Barbosa Filho e Stefânia Andrade. A mostra vai até dia 19 de agosto, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, Santana, São Paulo. Ingressos: R$ 12 (inteira) e R$ 6 (meia).

RM com ônibus gratuito

Moradores da Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte que possuem deficiências físicas terão isenção nas tarifas dos ônibus intermunicipais. O projeto foi lançado essa semana pelo governo do Estado. O benefício deve valer nos 39 municípios da RM. A previsão é que se inicie em 2013.

Técnico novo na Águia

O São José anunciou nessa semana, o novo técnico do clube para sequência da Copa Paulista. Rúbio Alencar, de 45 anos, estava no Chunnam Dragons, da Coréia do Sul, e chega para substituir Wladimir Pereira, demitido na semana passada. Rúbio tem a missão de classificar o time do Vale do Paraíba para a próxima fase da competição.

Eleições limpas

A Justiça Eleitoral de SJC determinou a remoção de todas as placas com propagandas de candidatos fixadas em terrenos no entorno do Anel Viário. A notificação foi encaminhada pelo juiz eleitoral da 127º zona eleitoral, José Loureiro Sobrinho, às coligações dos candidatos. Eles têm um prazo de 48 horas para a retirada das placas a partir da notificação.

32 | felizcidade.net

Joseense de bronze

A pugilista Adriana Araújo garantiu a medalha de bronze para o Brasil, na categoria leve (até 60kg) do boxe feminino. Essa é a primeira do país em Olimpíadas na modalidade desde os Jogos da Cidade do México em 1968. Foi a 100ª medalha da história do país e a primeira medalha do boxe feminino na história.

O retorno da venda das sacolas

A partir de 15 de setembro, as sacolinhas plásticas devem voltar a ser cobradas nas principais redes de supermercado de São Paulo. A 1ª Vara Cível cassou a liminar obtida pela associação civil SOS Consumidor. O despacho determinou que as sacolas sejam vendidas pelo preço de R$ 0,59, pelo menos, até abril de 2013. O despacho determina também que as sacolas vendidas não tragam logomarca ou propaganda de qualquer espécie.


felizcidade.net | 33


PENSE BEM

Filhos de um Pai

V

ocê conheceu o seu pai? Quem foi o seu pai? Como ele foi para você? O segundo domingo de agosto lhe traz boas ou más lembranças? Neste dia dos pais, vou escrever aos filhos. Filhos que possam abençoar seus pais e serem canais da graça de Deus para novas famílias na Terra. Na semana passada, assisti a uma reportagem sobre crianças que foram vendidas ao exterior por máfias inescrupulosas de tráfico de crianças brasileiras nos anos 80. Segundo a matéria, cerca de 20.000 crianças brasileiras foram alvo desse crime, porém os números podem ser ainda maiores, mesmo por que os registros desses fatos não são totalmente confiáveis. Todavia o que mais me chamou atenção foi o depoimento de um rapaz que vive em Israel, dizendo que ele apenas gostaria de conhecer seus pais e que não queria julgar ninguém, pois não tem esse direito. Você já imaginou a situação? O coração do rapaz tinha um vazio enorme de paternidade, mas ele não reservou espaço para o ódio, remorso ou vingança por um dia ter sido vendido pelos seus pais. Creio que ele traz uma grande lição para todos nós filhos: a decisão de amar e perdoar nossos pais; a decisão de viver de forma positiva, grande, acima das circunstâncias da vida. Talvez você não tenha tido a graça de ter um grande pai, seja por ignorância ou por outros motivos ou, ainda, pela dureza da morte do pai como no meu caso, que o perdi quando tinha oito meses de vida. Mas você pode decidir se esforçar ao máximo para ser um bom pai para seus filhos! Eu realmente acredito que, com o amor de Deus no coração, podemos vencer e destruir todo mal dentro de nós e ao nosso

redor e, assim, deixarmos Deus escrever uma nova história para as próximas gerações. Precisamos quebrar qualquer ciclo de destruição familiar que o mal infiltrou em nossa família. Por isso, em homenagem aos homens pais, escrevo hoje aos filhos, dedicando esse humilde artigo na esperança de que ele seja instrumento de reflexão e mudança de vida. Infelizmente, existem muitos homens que não foram preparados ou não se preparam para viver esse grande papel em suas vidas; alguns por não ter tido um bom pai, outros porque não tiveram uma formação com valores cristãos de família e, naturalmente não podem dar o que nunca receberam. Excluindo os pais criminosos (e, mesmo assim, se for o caso de seu pai, você deve perdoá-lo), os pais que não foram os mais amigos, os mais presentes, os mais queridos, os mais simpáticos, os mais habilitados e os mais abertos, não faziam isso de forma intencional para fazer você sofrer; eles sofreram ou sofrem com isto. Muitos motivos podem não ter faltado para que eles tenham falhado nessa nobre missão, justamente com você. Mas existe um fato real: você foi gerado, está vivo e até pode ter vindo de uma gravidez não planejada pelos pais, mas não existe nascimento sem a permissão de Deus. A boa-nova é que você é filho e que já gerou filhos, ou ainda vai gerar pela graça de Deus, e pode fazer diferente neste tempo; você tem mais conhecimento, mais acesso à cultura e educação; pode estudar e se relacionar. A sociedade civil evoluiu e tem mais espaço para a troca de informações, os direitos estão cada vez mais universais e, provavelmente, você conhece muito mais do mundo e da vida que seu pai. Sua cosmovisão é

Carlito Paes Pastor Sênior da Primeira Igreja Batista em São José dos Campos/SP

maior, você já viajou e estudou mais do que ele e, na geração da internet, onde está todo mundo em rede, provavelmente você deve ter mais coisa em comum com jovens de sua idade do outro lado do mundo, do que com a realidade cultural em que viveu seu pai, mesmo sendo na mesma cidade na qual você vive hoje. Portanto você pode compreender melhor. Sobretudo você tem Deus, Sua palavra, recursos, livros, líderes espirituais e igrejas que podem lhe ajudar nesta nova jornada de sua vida. Entre em uma era de abundância com Deus, consigo mesmo e com seus familiares! Filho! Se você teve um grande pai, celebre. Siga seus passos, conte histórias, agradeça a Deus, ensine à nova geração sobre seu legado e ensinamentos, passe adiante tudo de bom que recebeu. Todavia, se você não teve um bom pai, resolva hoje perdoar, amar e entregar tudo para Deus. Seja uma pessoa e um filho melhor, bem como decida ser hoje e amanhã um pai melhor. É possível! Pense bem nisso!



Revista Felizcidade 32