Issuu on Google+


EDITORIAL

Conselho Gestor: Marcos Madaleno, Lázaro Carvalho, José Luiz Ovando, Erich Prates e Carlito Paes Editora: Mariana Ceruks Madaleno

Marchando, juntos

Coordenação Executiva: Erich Prates

Mariana Ceruks Madaleno Equipe Editorial

Editoria Executiva: House de Comunicação PIB SJC Projeto Gráfico e Editoração: Allan Marcel e Erich Prates Jornalista Responsável Talyta Grandchamp - MTB 57.760 Textos: Talyta Grandchamp Colaboraram nesta edição: Revisão de conteúdo: David Tiburcio e Aline Costa Fotos: Acervo de Fotografia FelizCidade Foto capa: Adriana Fernandes Designers: Lucas Anacleto, Gustavo Fernandes, Felipe Cavalcanti, Wagner Bonfim e Julio César Silva Impressão: Allcor Gráfica A Revista FelizCidade é uma publicação semanal da Editora Inspire em parceria com a PIB em São José dos Campos As publicidades contidas nesta edição são de única e exclusiva responsabilidade dos anunciantes, não tendo a Editora Inspire responsabilidade alguma sobre o conteúdo e veracidade de tais peças. Fica também a critério da Editora Inspire selecionar as propagandas que serão veiculadas E-mail: contato@felizcidade.net Para anunciar: Depto. Comercial Márcio Keske anuncie@felizcidade.net ou pelo telefone (12) 3911-2228 Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização prévia 3500 exemplares semanais Circulação: Caçapava, Jacareí, Jambeiro, Paraibuna, São José dos Campos e Taubaté Tiragem auditada por Supera Comunicação

facebook.com.br/mariceruks @mari_crks

P

elas ruas vazias daquele frio domingo, era perceptível que algo estava para acontecer. Com meu bebê a bordo, estacionamos o carro ao fim da Avenida JK. Aos mais atentos, as pistas eram óbvias. Outros carros estacionavam aqui e ali. Um cinegrafista montou seu equipamento e um utilitário parou ao lado de uma praça, onde pessoas de cabelos brancos retiravam caixas de copos descartáveis de água.  Em poucos minutos, não havia mais dúvida de que eles se aproximavam. Primeiro, chegaram os ciclistas e agentes de trânsito. Segundos depois, um verdadeiro exército colorido encheu a pista interditada da avenida: homens, mulheres, crianças, casais de mãos dadas, adolescentes em skates. Alguns transpiravam em bicas, com o olhar concentrado de um maratonista. Outros acenavam e aproveitavam para conversar com os vizinhos, que foram à porta para ver ‘a banda passar’. Aos poucos, tudo foi tomado pelo movimento. O trio elétrico parecia ser empurrado pela multidão, e a música tomou todos os ouvidos, com cantos alegres e sorrisos contagiantes..  É difícil descrever a emoção das cerca de 6.000 pessoas que participaram da Marcha da Conquista, que marcou a mudança da PIB SJC para sua nova casa. Mais do que os 7km percorridos, foram dez anos de muitos sonhos e muito trabalho. Mais do que uma construção, mostrou-se que uma igreja é feita de pessoas e para pessoas. É um pouco mais sobre o significado desse dia, e de todas as ações comemorativas dessa marcante semana, que você poderá conferir na matéria de capa dessa edição.  Nossa série da editoria Política prossegue, apresentando essa semana os candidatos à prefeitura da cidade de Taubaté, com um resumo de suas trajetórias e principais propostas. Conheça também um programa para a internação e tratamento de dependentes químicos, um problema que assola tantas famílias em nossa região. Apresentando ainda mais um desafio ao poder público e à sociedade civil, traçamos as principais características do novo perfil da terceira idade no Brasil conforme dados apresentados pelo último Censo do IBGE. Como os próprios voluntários da Marcha provaram, a melhor idade tem muito a contribuir, merecendo nosso cuidado e respeito. Para aqueles que estão agora desfrutando das férias escolares, a Revista FelizCidade preparou uma reportagem sobre as principais precauções a serem tomadas ao se escolher uma agência de viagens, de forma que você possa planejar seu passeio com tranquilidade e segurança. E, caso você já esteja fazendo suas malas, não deixe de ler nossa matéria sobre os casacos e qual o melhor modelo para o seu biotipo!  Concluo lembrando da forma como terminei meu percurso naquela tarde. Um tanto ofegante, com os pés cansados. De pé, em frente ao Campus Colina, sentia-me em casa. Não somente por me ver diante daquela bela construção, mas por estar lado a lado de todos aqueles que caminharam comigo. O que importa são as pessoas. Indico que esse seja o seu olhar ao ler nossa edição da semana, lembrando-se de que, por detrás de todas as ideias, problemas e desafios, há pessoas com quem aprender, ajudar ou, simplesmente, se alegrar.  Aproveite!

felizcidade.net | 3


Nós participamos! FALA LEITOR

Crescimento evangélico Queremos sua participação no conteúdo da revista Felizcidade. Envie suas sugestões de matérias e faça parte da revista. e-mail: revista@felizcidade.net Você também pode acessar as edições anteriores da revista FelizCidade pelo site www.felizcidade.net

Errata

Na edição passada, não esclarecemos as condições para divulgação dos candidatos à prefeitura. Confira na página 22 quais os requisitos para as informações publicadas. A assessoria do candidato Ernesto Gradella Neto (PSTU) de SJC optou por não usar todo espaço concedido a ele.

“Gostei muito da matéria sobre os dados divulgados do IBGE que mostraram o surpreendente aumento de evangélicos no Brasil, o que me fez refletir que, hoje mais do que nunca, devemos nos preocupar com nosso testemunho com o propósito de não deixarmos o evangelho se tornar muito ‘comum’ e ser banalizado.” Michele Almeida – Estudante de farmácia

Importância política

“Achei muito importante a participação da igreja na política. É bom conhecermos os políticos que concorrerem para prefeitura da cidade. Parabéns a revista pela prestação de serviço e imparcialidade.” Adilson Abílio – mestre de obras

SUMÁRIO

07 09 11 13 14 15 21

Entrevista Rachel Novaes Sociedade Assistência para dependentes químicos Universo Masculino Suelen Migowski Crer é Pensar... Jonas Raphael Kienitz Pais e Filhos Wellington Bega Plano Daniel Equacione calorias Cotidiano Cuidados para as férias

22 25 27 28 30 31 34

Política Candidatos de Taubaté ABAP Arranje tempo para o voluntariado

17

Marcha de 8 mil pessoas mobiliza cidade na conquista do Campus Colina

Moda Casaco certo para o inverno Desenvolvimento População envelhecida Economia Novidades no seguro-desemprego Aconteceu Novos atrativos em Paraibuna Pense Bem Carlito Paes

felizcidade.net | 5


Ganhe 1 hora de estacionamento nas compras acima de R$10,00 e concorra a um exclusivo kit de churrasco!

Comprando na Dispemec, além de ganhar uma hora no estacionamento, você ainda concorre a um exclusivo kit de churrasco! Basta preencher o cupom no balcão da loja e torcer. O resultado do sorteio será divulgado no site da Dispemec: www.dispemec.com.br, no dia 31 de maio de 2012.

www.dispemec.com.br


ENTREVISTA

“mesmo muito criança meu coração ansiava por Jesus”

Voz e composição juntas por um só motivo

N

ascida em Casa Branca - SP, desde criança, a menina chamava atenção pela facilidade no canto. Aos 18 anos se mudou para Ubatuba/SP para estudar psicologia. Mas o dom maior venceu a ciência. Em 2001 conseguiu se formar no curso de Canto Popular na Universidade Livre de Música Tom Jobim. No mesmo ano, se casou com Marcelo, também músico. E foi mesmo no Litoral Norte, onde sua vida começou um novo caminho, que as portas se abriram e, em Ubatuba, ela gravou 3 CDs: Rocha Eterna (2000), Adorado (2004) e Aviva (2004). De lá as músicas foram conhecidas em todo o Brasil e são cantadas até hoje em muitas igrejas. Assim não parou mais. Junto com o marido, acaba de lançar seu primeiro CD/DVD pela Alpha Produção: “Ao Rei”, uma homenagem ao Rei de nossas vidas. Conheça um pouco mais dessa voz que encanta tantas pessoas: Rachel Novaes!  Por que e quando escolheu usar seu dom para louvar a Deus? Aconteceu naturalmente. Lembro das muitas vezes em que dormi no banco da igreja enquanto minha mãe ensaiava com o coral. Cresci em meio a tudo isso. Aos 19 anos, deixei o primeiro ano da faculdade

de Psicologia e me mudei para São Paulo para me aprofundar no estudo musical e aperfeiçoar o dom que recebi. Desde então, tenho me dedicado ao ministério.  Como foi sua infância? Perdi meu pai muito cedo, isso fez com que minha mãe se envolvesse bastante com o Senhor e sua obra. Dependíamos muito de Deus, pois éramos uma família grande, de quatro filhos. Aos cinco anos de idade, entreguei minha vida a Jesus. Mesmo muito criança, meu coração ansiava por Jesus. Deus, desde cedo, já gerava isso em meu coração.   Como tem sido a carreira? Deus tem nos conduzido em tudo até aqui, abrindo portas e fazendo nosso ministério crescer a cada dia. Testemunhos têm chegado de cada parte desse país confirmando aquilo que Deus tem colocado em nossas mãos para fazer.    Como fica a família com os shows? Depois da chegada do nosso segundo filho (Samuel) em setembro do ano passado recebemos a direção de Deus em diminuir pela metade a quantidade de eventos dos quais participamos. Dessa forma temos conseguido conciliar melhor essa questão, saindo menos e ficando mais perto deles,

que são nossa prioridade maior. Quando saímos, nossos pequenos ficam com a vovó e o vovô, mas a saudade é muito grande.   Sonhos? Promover e cooperar com a expansão do Reino de Deus nessa geração até a volta do nosso Salvador.   Realizações? Dentre as muitas coisas que ainda pretendemos realizar, posso destacar: formar nossos filhos como verdadeiros servos de Deus, contribuir para o crescimento de nossa igreja local e expandir os limites do nosso ministério para alcançar ainda muitos corações para Jesus.   Futuro? Uma certeza apenas: viver com Cristo eternamente.   Carreira? Quero completar e guardar a nossa fé, para alcançarmos o prêmio da nossa soberana vocação. Por ele vivemos, nos movemos e existimos. Confira na íntegra: www.pibnet.com.br

felizcidade.net | 7


SOCIEDADE

Tratamento de dependentes químicos ampliado para adultos O SERVIÇO, ANTES OFERECIDO APENAS PARA ADOLESCENTES AGORA ABRANGE OS MAIS VELHOS. A INTERNAÇÃO PODE DURAR 6 MESES, COM UM CUSTO DE R$1.140 POR PACIENTE

S

omente na área onde era o acampamento do Pinheirinho, são mais de 30 usuários de crack. A praça Afonso Pena, no período da noite, também se torna abrigo para os dependentes e, assim, tantas áreas da cidade de São José dos Campos. O crescente número de usuários tem levado os órgãos públicos a buscarem novas saídas para a evolução cada vez mais rápida da droga. A Polícia Militar realiza rondas e tenta fazer sua parte. A Secretaria de Planejamento Urbano garante que com o Projeto Centro Vivo, com previsão para término em 10 anos, a região central deve ter mais movimento também a noite, inibindo o uso dos entorpecentes no local. Mas isso não é suficiente. Segundo especialistas, é necessário tratar essas pessoas. Em mais uma tentativa de reduzir os usuários pela cidade, a Secretaria de Saúde da cidade decidiu expandir o tratamento já oferecido a adolescentes e crianças. No ano passado, foram 45 internações de adolescentes na comunidade terapêutica Nova Esperança, no Parque Interlagos, região sul da cidade. No total, o município conta com 60 vagas para internação de dependentes.

A medida é adotada para adolescentes com guarda judicial, que só são internados depois de avaliação e ordem judicial da Vara da Infância e Juventude. A opção de internação pode ser compulsória (o médico decide pela internação) ou involuntária (determinação por ordem judicial). Nessa semana, a secretaria renovou o convênio com a Nova Esperança, válido até julho de 2013. Serão 10 vagas para adultos e 10 para adolescentes/ crianças. O contrato é de R$ 336 mil. Cada paciente custa ao município R$ 1.140.

Tratamento

A internação pode durar 6 meses, podendo passar por reavaliação. Depois que conclui o tratamento, a pessoa recebe uma bolsa de estudos no Senai/ Senac e uma bolsa auxílio de R$ 516/ mês durante um ano e meio. Essa opção é válida tanto para moradores de rua quanto para dependentes químicos que ainda moram com a família. Todos passam por entrevista com assistentes sociais e médicos. “Temos obtido bons resultados na internação compulsória dentro do que se espera de um dependente jovem, em razão da sua vulnerabilidade e do baixo autocontrole”, disse Patrícia Minari, coordenadora do Caps-Ad (Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas) de São José.

Justiça Terapêutica – Esse é o nome do projeto que deve entrar em vigor até o fim do ano, proposto pelo Ministério Público de São José, para beneficiar réus flagrados cometendo crimes de menor potencial ofensivo, como porte de drogas para consumo.

felizcidade.net | 9


UNIVERSO FEMININO

Um Lírio de Papel Suelen Migowski

Q

uantas são as maneiras de Deus nos cortejar, nos surpreender, nos revelar Seu amor e ternura através das coisas mais simples do nosso dia a dia? Infinitas são essas maneiras! Eu tenho algo muito particular com Deus desde pequena. Sempre fui uma menina que amava romance e ternura, gestos simples de carinho e atenção, palavras doces de afirmação... Fui criada por Ele assim! Não é preciso muito pra Deus me fazer sentir amada e querida. Às vezes basta um vento em meu rosto, um lindo pôr do sol, assistir ao sol nascer, ver crianças rindo e brincando, ouvir o canto de um passarinho, sentir o cheiro de uma flor, receber um abraço espontâneo e ‘sem motivo’, um sorriso, um olhar ou gesto de ternura, palavras doces de afirmação, um presente inesperado, uma mensagem no celular... ou até mesmo um lírio de papel. Certa vez cheguei à igreja, num dia daqueles em que a alma está meio abatida, coração carente, desejando um amparo especial de Deus. Ao chegar em minha mesa, me deparei com um papel diferente. Era o desenho de um lírio, feito por uma criança. Li o que estava escrito e me emocionei: “Oi você me disse que você gosta de lírio então eu tive a ideia de dar para você. De: Paula”. Lembrei que tinha mesmo contado para ela, numa conversa rápida de corredor, de que lírio era a minha flor favorita. Aliás, um dos significados de que derivou o meu nome (Suelen) é Lírio Gracioso. Eu havia me esquecido disso, mas ela não. Ela guardou o que eu disse e teve o carinho e atenção de fazer um lindo desenho de lírio pra mim! Meus olhos se encheram de lágrimas, pois senti que o próprio Deus estava me abraçando naquela manhã de segunda-feira, revelando Seu amor e ternura através dessa criança. Quantas vezes achamos que Deus se esquece de certas coisas que fazemos para Ele ou dizemos em nossas orações e canções, aquilo que desabafamos com lágrimas no secreto

do quarto (às vezes durante uma noite inteira). Achamos que Ele se esquece dos sonhos de criança ou não se importa com os mimos do nosso coração, como por exemplo um gosto especial por lírios. Mas, na verdade, Deus sabe de tudo isso e muito mais! Ele conhece muito bem o que nos deixa tristes ou felizes, o que nos faz sentir rejeitados ou amparados, o que sonhamos e ansiamos viver em nossa área profissional, ministerial, familiar, social ou sentimental. Ele sabe o que desejamos ser como pessoas. Ele conhece plenamente o que mais gosto de fazer nos tempos livres, qual o meu livro favorito, a canção que me faz chorar, minha cor preferida, o que faz o meu coração suspirar, o que me tranquiliza e o que me agita, o que me faz perder a paciência... Sim! Ele sabe. Ele conhece muito bem. E mais do que isso: Ele se importa! Eu aprendi algo muito precioso com Deus durante a minha caminhada com Ele até aqui. Descobri que Ele deixou vestígios de Seu amor e caráter por todo lado. Estamos cercados por revelações de Sua glória!!! Basta andarmos atentos, sensíveis à vida, às pessoas, à criação, a tudo o que acontece ao nosso redor... Veremos Sua mão em tudo! Os meus encontros mais preciosos e marcantes com a presença de Deus não foram em um culto na igreja, apesar de que certas revelações do Pai só acontecem quando Sua Igreja está reunida. Mas, o que me preenche e me dá razão de viver cada dia é quando estou lavando louça e escuto Jesus falar comigo; é quando estou dirigindo e começo a chorar por sentir Sua presença ali; é quando estou caminhando no supermercado, ou shopping, ou padaria, e vejo a mão e a bênção de Deus em tudo o que contemplo ao meu redor; é quando escuto as risadas da minha irmãzinha que brinca no quintal; é quando escuto uma canção que não conhecia e que veio no momento certo, trazendo o consolo de direção de que precisava; é quando canto, toco um instrumento, escrevo um texto ou um poema, jogo futebol ou pinto um quadro... coisas que gosto muito de fazer! É como costumo dizer: não há um centímetro quadrado sequer em todo o universo que esteja fora dos limites da presença de Deus! “... E eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos!” (Mt 28:20) Em todo o tempo, em tudo o que eu vejo, em tudo o que me acontece... Deus está, eu sei... Deus está! Até mesmo num lírio de papel.

Sinais da graça Em nossa caminhada, repleta de afazeres e responsabilidades, perdemos a habilidade de olhar para as pequenas coisas, de reconhecer sua beleza e importância. Também deixamos de notar o cuidado e ação divinos. Philip Yancey tem se dedicado a compreender Deus, o mundo e a fé, especialmente a forma como a graça se manifesta no dia a dia das pessoas. Ele sabe que em nossa caminhada passamos por momentos de sofrimento, nos

quais perdemos a esperança e ficamos cheios de dúvidas. O que você encontrará em Sinais da graça é uma seleção com 366 reflexões que trarão um novo ânimo para sua peregrinação diária, partindo do entendimento de como a graça de Deus se manifesta em sua vida. Ele nunca se esquece de você.

felizcidade.net | 11


CRER É PENSAR...

Liberdade: uma brevíssima reflexão Jonas Raphael Kienitz é estudante de Engeharia Elétrica na UNICAMP

R

ecentemente, ouvi a fala de Charlie Chaplin no filme “The Great Dictator”. Apesar de ser uma fala interessante como um todo, foi a seguinte frase (especificamente o final dela) que prendeu minha atenção de forma especial: “The hate of men will pass, and dictators die, and the power they took from the people will return to the people and so long as men die, liberty will never perish.” Uma ideia bastante difundida – e que é expressa na fala de Chaplin – é que a liberdade seja o oposto da opressão (de qualquer gênero). Portanto, se o problema é a opressão, perguntemo-nos: de onde vem a opressão? Vemos o pecado como um tipo de “opressão” (traz como consequência a morte: Romanos 6:23) para o nosso ser que também nos impulsiona a sermos opressores (Romanos 1:29-31). O interessante é que, para essa situação, a liberdade também é decorrente da morte. Mas, ao contrário do que está na fala de Chaplin, entendemos que não é a morte

de um opressor que nos liberta, e sim a morte de um soberano, através da qual nos é disponibilizada uma solução. Não confundamos liberdade com soberania, que é o que se nota frequentemente na opinião popular e é o que a sociedade como um todo busca como liberdade. Soberano é alguém que ocupa o primeiro lugar, é altivo, dominador, que impõe que se faça o que ele quer. Assim, vemos que Cristo teve de descer ao nível da humilhação e da separação do ser soberano para que a nossa liberdade da opressão fosse possível (João 19:10-11a). Nos é proposta, através da redenção oferecida por (pela morte de) Cristo (Romanos 5:17), a morte do nosso “velho homem” (Gálatas 2:20). No que diz respeito à liberdade que atingimos quando “morremos”, devemos nos dar conta de que, na realidade, estamos diante de duas liberdades. Uma é a liberdade do pecado, através da qual chegamos na segunda, que é a liberdade para levar uma vida de obediência a Deus. Talvez a questão da liberdade pela obediência e da obediência em decorrên-

cia da liberdade seja a mais complexa desse texto. Para tentar entendê-la, precisamos nos aproximar do amor. Propomos, então, um raciocínio baseado no seguinte pensamento de Ricardo B. de Sousa: “O Filho foi livre enquanto obedeceu e obedeceu, porque era livre. A sua vontade livre e soberana consistia em obedecer voluntária e amorosamente a vontade do seu Pai e realizar a sua obra. Obediência e liberdade coexistem na vida do Filho em virtude do amor que este nutre pelo Pai. É somente na experiência afetiva que o homem encontra-se livre para obedecer.” Concluímos o pensamento da seguinte forma: através da Lei, fomos constrangidos (Romanos 3:20) e podemos nos achegar aos pés de Cristo por meio de seu sacrifício (Colossenses 1:21-22). Uma vez libertos em Cristo, achamos, na Lei, o nosso alvo e no amor, os nossos propósitos (Gálatas 5:14) - de forma que teremos a liberdade conforme o texto a seguir: “[...] Se vocês permanecerem firmes na minha palavra, verdadeiramente serão meus discípulos. E conhecerão a verdade, e a verdade os libertará.” João 8.31-32

felizcidade.net | 13


PAIS E FILHOS

Conquiste o seu filho antes que o mundo o faça Conheça algumas estratégias para conquistar o seu filho Wellington Bega “A conquista é um jogo”, afirmam os conselheiros sentimentais. Mas, quando se trata de filhos, o assunto é muito mais sério. Para conquistar um filho, a vida nos ensina que é preciso saber jogar para conquistar a atenção, o respeito e o amor dele. Nessa conquist,a é preciso usar a inteligência, perspicácia, planejamento e, principalmente, amor e amor. Conquistar os nossos filhos inclui entre outras coisas, a capacidade de ouvir a nossa razão e não apenas o coração; esperar o momento ideal para instruir; criar ambientes favoráveis para criar a aliança entre pais e filhos; entre outras. Já que estamos em momento de conquistas, seguem algumas estratégias para conquistar o seu filho: Estratégia 1: Deixe o seu filho brilhar Façamos com que os nossos filhos se sintam confortavelmente reconhecidos. Não exageremos nos elogios ou poderemos conseguir o contrário – inspirar revolta, medo e insegurança. Estratégia 2: Aconteça o que acontecer, jamais perca o controle Manter a serenidade e o auto-controle é imprescindível. Quando os pais perdem a cabeça, os filhos ficam na defesa, se fechando completamente. Estratégia 3: Ao chamar a atenção, evite falar demais Para chamar a atenção de um adolescente, não podemos falar demais. Pessoas poderosas impressionam e intimidam falando pouco. Quanto mais falamos, maior a probabilidade de dizer o que não queremos ou o que não devemos.

14 | felizcidade.net

Estratégia 4: Seja atrativo ao seu filho Quem não é visto, não é lembrado. Não fiquemos longe do olhar dos nossos filhos. Devemos tomar cuidado para não ficarmos perdidos no meio dos amigos deles ou das coisas de que eles gostam. Precisamos nos destacar. Ficar visível aos olhos dos nossos filhos é atrair a sua atenção. Estratégia 5: Esteja disponível, sempre Quando demonstramos estar disponível, a probabilidade dos nossos filhos virem até nós é grande. Precisamos seduzi-los com a possibilidade de que estaremos sempre à disposição quando precisarem. Todos nós precisamos de um porto seguro, principalmente em situações de mar revolto. Estratégia 6: Atitude sim, discussão jamais Na educação, sabemos que qualquer vitória momentânea que alcançamos discutindo é, na verdade, uma vitória de engano; ou seja, o ressentimento e a má vontade que despertamos em nossos filhos por meio das discussões são mais fortes e permanentes do que qualquer mudança momentânea de opinião. Estratégia 7: Faça o seu filho sentir a sua falta Para que os nossos filhos sintam a nossa falta, devemos ser necessários e queridos. Quanto mais sentirem a nossa falta, mais acessíveis serão. Algumas vezes, devemos sair estrategicamente do circuito para que sintam a nossa falta. Os ensinamentos devem ser passados aos poucos, evitando assim que o discípulo se distancie do mestre antes da hora, pensando que pode se virar sozinho. Faça isso agora mesmo ou o mundo o fará!


PLANO DANIEL

Equacione as calorias Por Viviane Franco Jallais

O

frio se instalou e, com ele, aumentam nosso apetite alimentar e desânimo para realizar atividade física, sem falar que estamos em período de férias escolares e a rotina mais frouxa nos leva a relaxar também nos cuidados e exigências com o corpo. Para driblar essa armadilha, podemos nos atentar para alguns detalhes que resultem em ganhos significativos antes do verão chegar: • Abuse da grande variedade de ervas nacionais e importadas e, por vezes, prefira um gostoso chá (40Kcal se adoçado) em substituição ao delicioso cappuccino (100Kcal se adoçado). • Elimine as bebidas geladas (sucos e refrigerantes) das refeições (100-150kcal/copo) pois, além de serem calóricas, podem interferir no processo digestivo. • Inclua caldinhos e sopas nas refeições noturnas, atentando para o uso de vegetais coloridos nas formulações e abrindo mão do pãozinho (140Kcal) e do queijo (120Kcal/30g), que poderão ser substituídos por cheiro verde (20Kcal/30g) e sementes diversas (abóbora, gergelim, girassol, linhaça, etc. – 70Kcal/10g).

• Varie no consumo das batatas e mandioca, com o uso de batata-doce, inhame, cará e mandioquinha salsa, bem comuns nessa época do ano. Esses itens não são menos calóricos, mas com certeza vão incrementar o aporte de nutrientes, fazendo com que nosso corpo funcione mais regulado. • Lembre-se também de incluir pimenta, canela, gengibre, noz moscada, açafrão, alho e cebola, temperos que irão contribuir para melhorar a nossa imunidade e aquecer o corpo. • Beba bastante água ao longo do dia, pois as estatísticas de desidratação no inverno chegam a ser maiores que no verão e, se lembrarmos bem, essa não possui nenhuma caloria, mas é essencial ao nosso organismo. • Aproveite os dias de céu azul e sol brilhante para curtir a natureza e realizar atividades físicas ao ar livre (passeio no parque, volta de bicicleta, caminhada na praça), onde a queima de calorias é maior e a síntese de vitaminas também. Dessa forma, a atividade física pode se tornar mais prazerosa. • Aproveite cada estação para desfrutar de tudo aquilo que ela oferece sem se deixar ser levado pelos excessos!

felizcidade.net | 15


CAPA

Uma nova casa para novas conquistas: marcha mobilizou quase 6 mil pessoas INAUGURAÇÃO DO CAMPUS COLINA, NOVA SEDE DA PRIMEIRA IGREJA BATISTA DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS, CONTOU COM A PRESENÇA DE MILHARES DE PESSOAS

C

ada passo no seu ritmo! Cada pessoa que movia os pés em direção à nova sede da PIB SJC levava consigo seus pedidos, agradecimentos e orações, mas em uma coisa todos estavam na mesma sintonia, subir à Colina, adorando a Deus! A movimentação de cerca de 8 mil pessoas na tarde de domingo, pelas ruas e avenidas de São José dos Campos chamou a atenção de muitos pela cidade. E, esse foi só o começo, a ‘Semana da Conquista’ teve participação dos 200 membros do coro e orquestra da PIB em uma apresentação emocionante do Hino Nacional. Mais convidados especiais vieram de várias partes do Brasil para celebrar, com as milhares de pessoas que estiveram presentes na Colina, o andamento da obra física e o crescimento da obra espiritual.

felizcidade.net | 17


CAPA

D

e tênis, sapatos, chinelos, sapatilhas ou descalços. “É esse o chamado que recebemos, subir à Colina com os pés no chão, como Jesus caminhou por tantas regiões. Vou seguir em frente sem olhar para trás”, disse Talita Leme, jornalista em meio às cerca de 8 mil pessoas que percorreram 7 km, pelas ruas de São José dos Campos. A cidade de mais de 600 mil habitantes nunca havia presenciado tamanha movimentação por uma conquista como essa. O trio-elétrico fazia frente com louvores. Tanta gente junta aproximou outras que nem sabiam do evento, mas sentiram desejo de participar. As que não se juntaram, ficaram na porta de suas casas e janelas cumprimentando e se alegrando com as palavras de amor. Pra. Leila, esposa do pastor Carlito Paes, - empreendedores dessa obra -, esteve o tempo todo no trio comandando a marcha, “foi uma das experiências mais especiais da minha vida inteira!  Ver a igreja se posicionando na cidade, foi mais que emocionante! Impactante e linda, a imagem do ‘mar de gente’ andando pelas ruas da cidade. Me trouxe à mente que o povo de Deus se fez presente, marcando as ruas da cidade com o amor - amor de Deus - e a gratidão pelo que Ele fez por nós! Louvar no Trio me fez

lembrar dos levitas que, em episódios do Velho Testamento, abriam caminho para os guerreiros, louvando ao Senhor, que luta pelo Seu Povo e lhe dá a vitória! Foi um privilégio imenso, uma alegria intensa, difícil de conter!”. O mar de gente era formado desde crianças a idosos. Muitos prepararam o corpo para aguentar essa maratona, “eu fiz caminhadas de duas horas durante três semanas para não perder esse dia histórico”, disse Jacira Batista da Silva Santos, professora de artesanato. Leila Brocco, dona de casa, treinou muito tempo, “desde que começamos a contagem de 120 dias já estou caminhando todos os dias para chegar lá com minha pedra e muita força”. A pedra nas mãos de cada um dos integrantes foi levada ao Campus para construção de um memorial, e teve quem usou a criatividade, para não ficar sem bater palmas. Levaram nas mochilas, em sacolas, no bolso e até na cabeça. José Carlos da Silva, funcionário público, chamava atenção em meio a tanta gente pela irreverência de trazer uma pedra de tamanho considerável na cabeça, “sou do Nordeste, estou acostumado a carregar latões d’água na cabeça, então achei que devia fazer essa homenagem à Deus e equilibrando ela vou chegar à Colina sem deixá-la cair, assim como minha fé”. Em meio a essa multidão durante grande parte do percurso o empreendedor dessa grande obra caminhava, “foi muito lindo ver e também acompanhar caminhando junto e ver tanta alegria, ordem, organização, envolvendo todas as faixas etárias e muitas crianças. Foi o dobro de pessoas que prevíamos inicialmente. Foi um marco espiritual para nossa igreja e cidade”, falou o pastor Carlito Paes. Foi de passo em passo, cansados ou não que a multidão chegou ao novo templo da Primeira Igreja Batista em São José dos Campos, nomeada de Campus Colina. Você pode se perguntar, porque Colina? Pois bem, a igreja estava na Av. José Longo, em nível geográfico abaixo do novo espaço, subiu para conquista de um lugar ainda melhor. A ‘Marcha da Conquista’ saiu da avenida Francisco José Longo, região central de São José e seguiu por ruas próximas ao Estádio Martins Pereira, pela av. Juscelino Kubitschek na Vila Industrial, e mais pareciam formigas seguindo os passos umas das outras pela passarela em uma fila única bem extensa. A caminhada marcou a abertura do complexo Colina, em uma área de 205 mil m², às margens da via Dutra, que passa pela sua segunda fase de obras, dentre as quatro. Cerca de 17 mil m² já estão construídos e conta com a força de 210 homens que fazem bonito para finalizar o templo principal até dezembro de 2013.


Celebração de inauguração

Nos dois horários, a regência de cerca de 200 pessoas do coro e orquestra PIB levantou os presentes com o ‘Hino Nacional’, exaltando nosso país. Celebrações acompanhadas de muito emoção, “muita gratidão afinal se trata de 10 anos de espera desde a primeira oração no local”, afirmou Carlito. Em pleno feriado estadual, as celebrações acolheram mais de 4 mil pessoas que lotaram o Auditório Celebração para conhecer mais de Deus e do local preparado por ele.


CAPA

Semana da Conquista Requerimentos

O Vereador João das Mercês Tampão (PTB), registrou em 9 de julho de 2012, requerimento nº 3016, na Câmara Municipal de São José dos Campos manifestando votos de felicidades referente a inauguração da nova sede no Campus Colina. Que os pastores e membros continuem, apoiar no amor em Cristo, a levar a Boa Nova. Carla Pimenta Gomes Ramalho, terceira promotora de Justiça enviou ofício nº 126/12 em 29 de junho de 2012, apresentando votos de pleno êxito na inauguração da nova sede da PIB, justificando sua ausência. O Deputado Estadual Hélio Nishimoto (PSDB) parabenizou através de carta oficial da Assembléia Legistlativa do Estado de São Paulo a conquista do Campus Colina. Cumprimentou ao pastor sênior Carlito Paes e a todos integrantes da igreja pela nova conquista.

Dias de lotação total! O espaço provisório para 1.600 pessoas ficou pequeno para tantas pessoas que subiram à Colina. No primeiro dia de convidados, foi Ricardo Robortella que se apresentou. Direto de Belo Horizonte para São José dos Campos, em sua quarta visita a PIB emocionou a todos. “Já tenho um carinho muito forte por essa igreja, é muito bom abrir essa semana de convidados, uma grande honra”, relatou Robortella com sorriso no rosto. O segundo dia contou com a presença de Paulo Cesar Baruk, que fez o pessoal tirar os pés do chão. “É um privilégio fazer parte dessa festa, desse momento tão especial”, disse Baruk emocionado. Na apresentação do Pr. Antônio Cirilo e Santa Geração não foi diferente, todas as cadeiras lotadas, pessoas emocionadas, “esse é um momento importante e muito especial, não só para igreja, mas para todos que estão ao redor”, afirmou Cirilo. Fechando a agenda de convidados Ministério Ipiranga e Rachel Novaes que juntos somaram mais de 5 mil pessoas. “Muito bom fazer parte disso tudo”, disse Peter Quintino, líder do ministério. No sábado finalizando a Semana da Conquista, a Banda Eleve, formada por jovens da PIB SJC, lotou o Auditório Celebração e fechou com chave de ouro o início das celebrações no Campus Colina. “A semana foi MARAVILHOSA, nossos objetivos foram cumpridos. De honrar e agradecer a Deus, festejar com muita alegria com nossa igreja e também comunicar para cidade este momento singular e histórico de mudança e crescimento dos evangélicos em nossa cidade”, finalizou o pastor Carlito Paes.


COTIDIANO

Programar as férias e tomar alguns cuidados pode prevenir de um pesadelo CRESCE EM 28% AS RECLAMAÇÕES CONTRA AGÊNCIAS DE VIAGENS NO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2012

F

érias escolares e pais a procura de momentos de lazer com os filhos. Esse é o cenário perfeito para programar uma viagem. Todo passeio deve ser bem planejado, se for de carro é preciso verificar como estão as condições do veículo, verificar a previsão do tempo para o local nos dias que vão passar por lá, levar nas malas somente o necessário e sempre reservar com antecedência a hospedagem, para não ter estresse desnecessário. Para quem vai viajar com pacotes de agências de vigem, a atenção também deve ser grande, nem sempre a compra de um pacote é a garantia de um passeio tranquilo. No semestre desse ano, de janeiro a junho, as reclamações feitas ao Procon-SP (Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor) contra as agências cresceu 28% em relação ao mesmo período do ano passado. Segundo o órgão, foram mais de 2 mil queixas, o que daria 11 reclamações diárias. As principais reclamações estão relacionadas a suspensão do roteiro momentos antes da hora do embarque e também problemas na hospedagem. Ano passado, Denise planejou sua lua de mel para as Serras Gaúchas, tranquila já que o pacote oferecia um hotel 5 estrelas e uma programação completa, foi feliz com o marido para o aeroporto. “A viagem foi boa, o hotel era o problema. Não tinha nada de ‘5 estrelas’, o quarto era bem simples, com mofo também no banheiro, apenas um ventilador no quarto que mais parecia uma máquina velha de lavar roupas. Como tenho rinite tivemos que ficar com o barulhento ligado e passei os 5 dias espirrando... atrapalhou e muito nossa viagem”. Relatos como este tem se tornado comum. Principalmente viagens internacionais, já que as empresas colocam os preços indicativos pelo real, com o valor do dólar do momento como referência. Como a moeda tem se valorizado o preço aumenta e assusta o cliente que muitas vezes cancela o contrato. Com tantos problemas ao redor, é bom ficar atento e registrar tudo que acertar com a empresa. De acordo com Sérgio Werneck, diretor do Procon/SP em São José dos Campos, “assim que fechar o pacote e detalhes com a agência, coloque

tudo no papel, registre, para que seus direitos sejam garantidos, caso haja problemas”. Mas aqui na região a maioria das agências estão respeitando os direitos do consumidor, quando há problemas com voos elas suprem de alguma forma o problema, sem prejudicar o cliente”, conclui o diretor.

PRESTE ATENÇÃO!

Agente deve ter referências • No caso de viagens internacionais, fique atento para as questões de câmbio de moeda, que afeta gastos de maneira geral. • Procure referências sobre agências com pessoas de confiança que tenham usado os serviços e acesse o site do Procon (www. procon.sp.gov.br). • Fechado o negócio, a agência deve fornecer os vouchers (comprovantes de reserva de hotéis, traslados), bem como recibos dos valores, bilhetes, passagens com datas de saída e chegada.

felizcidade.net | 21


POLÍTICA

Candidatos ao palácio executivo de Taubaté CONFIRA O QUE CADA UM DELES PROMETE FAZER PELA SUA CIDADE Nota: Todas as propostas são feitas pelos candidatos, todos tem o mesmo limite de caracteres e antes da publicação os textos passam por aprovação dos partidos. Ficando sob responsabilidade de cada um deles a legitimidade do conteúdo aqui reproduzido. A publicação é disposta na página a partir da chegada do material de cada um.

Ortiz Júnior (PSDB – Partido da Social Democracia Brasileira)

Taubateano, filho do ex-prefeito Bernardo Ortiz, que governou a cidade por três mandatos. Graduado em Ciências Jurídicas e Sociais e Licenciatura Plena em História (Unitau), pós-graduado em Direito Público (Instituto de Estudos Jurídicos Damásio Evangelista), Gestão Ambiental (USP), Direito Administrativo (Escola de Direito da Fundação Getúlio Vargas) e Gerente de Cidades (Fundação Armando Alvares Penteado). Principais Objetivos: • Segurança pública – fazer contratação remunerada de policiais que estão em folga para ajudarem na segurança da cidade. • Saúde – reorganizar o sistema de saúde que enfrenta sérios problemas estruturais e gerenciais. • Esporte Juventude – construir novas unidades em bairros da cidade para promover o esporte para jovens carentes. • Emprego – implementar cursos profissionalizantes para jovens e adultos. • Assistência Social – combater o consumo de drogas entre jovens e instituir políticas públicas para a recuperação de usuários. • Trânsito – planejar mudanças a partir de estudos técnicos e melhorar a prestação de serviços do transporte público. • Desenvolvimento – políticas públicas de incentivo à instalação de novas empresas e diálogo mais forte com o setor produtivo.

Antônio Mário Ortiz (PSB – Partido Socialista Brasileiro) Administrador com MBA em Gestão Empresarial pela FGV, foi Chefe de Gabinete da prefeitura de Taubaté 1993/1996, Prefeito de Taubaté 1997/2000, Diretor Administrativo da URBAM 2002/2004 e é Vereador da Câmara de Taubaté desde 2009. Principais propostas: • Segurança – Redução da violência com ações sociais de caráter inclusivo e conjuntas com as polícias civil e militar. • Saúde – Reorganização do sistema de atendimentos e exames. Construção do Hospital Municipal para aumentar o número de leitos no município. • Gestão Pública – Organização das finanças do município e uma administração participativa. • Emprego – Incentivo à capacitação de mão de obra e à formação de empresas. • Trânsito – Planejamento viário participativo em busca de soluções consensuais para a melhor fluidez do trânsito em Taubaté. • Educação – Estabelecimento de um Plano Municipal de Educação, qualificação dos professores, melhora na merenda escolar e a construção de creches e berçários. • Sustentabilidade – Busca de melhor qualidade de vida para o taubateano e do desenvolvimento sustentável do município, com base no programa Cidades Sustentáveis.

22 | felizcidade.net


Isaac do Carmo (PT – Partido dos Trabalhadores)

Nasceu em São Paulo, mas chegou a Taubaté ainda adolescente. Aos 15 anos já trabalhava no comércio da cidade. Tornou-se funcionário da Volkswagen em 1997 e logo virou liderança entre os trabalhadores. Formou-se em Direito e é pós-graduado em Direito do Trabalho, Processo do Trabalho, e Direito Previdenciário. Desde 2007 é presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté, licenciado agora para ser candidato a prefeito. Principais propostas: • Saúde - Reorganizar a gestão da saúde e buscar com o governo federal a Rede Cegonha e três Unidades de Pronto Atendimento 24 horas. • Educação - Suprir a falta de vagas de educação infantil e creche e ampliar a oferta de ensino integral. • Mobilidade Urbana - Reduzir o trânsito de passagem na área central e valorizar o uso de bicicleta com ciclovias e bicicletários públicos. Implantar o bilhete único e melhorar o atendimento do transporte urbano. • Desenvolvimento -  Equilibrar valor do ISS com demais cidades, atraindo empresas. Potencializar o Turismo Rural e Ecológico, Cultural e de Negócios, com a construção de um Centro de Convenções. • Segurança- Implantar políticas públicas de prevenção da violência, voltadas para a juventude e o combate ao tráfico de drogas.

Padre Afonso Lobato (PV - Partido Verde) Deputado estadual Padre Afonso Lobato, nasceu em 28 de fevereiro de 1960, em Redenção da Serra. Ordenou-se padre em 1988, Taubaté onde se destaca por sua atuação junto à população carente, motivo pelo qual funda a Obra Social Bom Pastor, na Paróquia Santíssima Trindade, na Vila das Graças, na paróquia Santíssima Trindade, onde atuava. Formado em Direito, dirige a Pastoral Carcerária, as experiências com as obras sociais o levam a procurar novos caminhos para ajudar melhor a população. Então se candidata pela primeira vez a deputado e se elege para uma vaga na Assembléia Legislativa de São Paulo, com 43 mil votos. Reelege-se em 2006 com quase 70 mil votos, sendo reeleito para o seu terceiro mandato, em 2010 com 87.674 votos. Principais propostas: • Saúde – construir o hospital municipal e melhorar o atendimento de urgência e emergência, além de atendimento à consultas, exames e diagnósticos. • Segurança Pública – Reestruturar a guarda municipal, ampliar o monitoramento por câmera e implantar políticas públicas de inclusão. • Transporte – Implantar transporte coletivo hierarquizado, com terminais nos bairros e linhas circulares. • Trânsito – Estimular o uso de bicicletas, transporte coletivo e melhorar o sistema viário. • Educação – Implantar centros de educação integrada, com escolas de tempo integral e atividades conjuntas com esportes e cultura.

Jênis de Andrade (PSOL – Partido Socialismo e Liberdade) Não tivemos o retorno da assessoria e do partido até o fechamento desta edição. Todos os candidatos tiveram o mesmo prazo estipulado para envio das informações.

felizcidade.net | 23


ABAP

Tempo e voluntariado

O

trabalho diário consome todo nosso tempo, acabamos vivendo para trabalhar, família, casa. Mas é preciso refletir sobre fazer mais. Servir a quem não tem opções e dinheiro para acessar serviços simples e necessários. Se você é uma destas pessoas que não tem tempo durante a semana, porque é muito corrida, a ABAP abre as portas também aos sábados. A Associação precisa de profissionais nas áreas odontológica, médica, farmácia comunitária, psicologia, entre outras. O Instituto de Beleza ABAP continua atendendo e você pode servir como manicure, cabeleireiro, além de poder utilizar os serviços de nossos profissionais, ajudando assim os projetos da ABAP. Outra opção é fazer um dia de ação social, certamente vai ser especial curtir um dia inteiro servindo e levando as pessoas à pratica do amor ao próximo.

Nota Fiscal Paulista

Se você não utiliza as vantagens da Nota Fiscal Paulista ao fazer suas compras, reverta o crédito para a nossa associação. Para isso entregue suas notas fiscais na ABAP (mês corrente e não contendo CPF) - Precisamos de voluntários para fazer o cadastramento das notas fiscais pela internet.

ABAP – Associação Beneficente de Ajuda ao Próximo Registro de Utilidade Pública Municipal: Lei n° 5.758 de 05 de outubro de 2000. Registro de Utilidade Pública Estadual: Lei nº 13.520 de 29 de abril de 2009. Avenida Deputado Benedito Matarazzo, 8333. Vila Betânia - São José dos Campos/SP.

Contato: (12) 3923-1544 www.abapsjc.org.br Contribua para a continuidade dos projetos. Banco Bradesco: Agência: 2858-4 Conta Corrente: 19780-7 CNPJ da ABAP 01.372.496/0001-97

felizcidade.net | 25


temos tudo pro seu Arraia!

Talheres Doces Típicos Roupas típicas Copos térmicos Cumbucas para Caldinho Uma variedade imensa em enfeites em geral Loja 1- Rua Bacabal, 820 - Parque Industrial - (12) 3933-5667 Loja 2- Rua Siqueira Campos, 109 - Centro - (12) 3911-9978 Loja 3- Av. Cassiopéia, 446 - Jardim Satélite - (12) 3931-9475

Temos nota eletrônica e faturamos pra empresa


MODA

Casacos: mais que aquecer um charme para o inverno ‘Com que roupa eu vou?’ Essa pergunta assombra as mulheres na hora de se vestir ou comprar as peças fundamentais para o inverno, como por exemplo os casacos. Os modelos com botões de metal ganharam destaque em 2011 e continuam nesse inverno, dão um ar retrô e podem ser usados em várias composições. A ‘calça skinny é a peça curinga da estação, combina com todos os looks e fica bem em qualquer corpo. O trench coat (casaco para chuva feito de algodão, couro ou outros materiais impermeáveis) além de ser elegante, protege você do frio e da chuva. Esse é um bom investimento, pois é clássico e nunca sai de moda. Os cortes são a marca da moda inverno 2012. Cortes retos, pregados, franzidos e rodados estão com tudo. Podem ser curtos, médios ou longos. Mas é preciso cuidado, os modelos longos podem envelhecer e prejudicar as baixinhas. A parka (casaco com capuz e impermeável) continua como peça democrática e complementa muito bem os looks do inverno. Pode ser usada com calças, vestidos e saias, esquentando produções casuais ou chiques! Para reforçar a moda da estação os cintos finos ganham destaque e podem ser tanto em couro liso, como em couro estampado. Os modelos trançados (tressê) dão toque esportivo e casual, assim como os com tachas levam o look para o lado rock and roll.

Cores - o preto fosco e verde são as principais cores deste inverno. As metálicas chegam para alegrar a estação fria. Já o laranja, vermelho e roxo não entram nos casacos, mas sim nos batons. A mistura de cores está em alta, usando tons mais sóbrios como o preto, marrom terra, nude, azul, bege e ocre em harmonia com verde, laranja e vermelho. O preto, marinho, cappuccino, nude e terrosos são as cores coringas deste inverno.

Detalhes - os babados continuam nas peças, com ar extre-

mamente feminino, aparecem nas barras, em palas de blusas de alças finas e vestidos ou ainda bolsos que tornam mais funcionais camisas e shorts. Os laços, pregas e drapeados de seda são boas opções para este inverno.

Couro - Sempre na moda inverno, são ótimos investimentos

para a estação. Elas só mudam de formas e recortes mais anatômicos. Se for fazer sua primeira compra, invista em um modelo mais liso, sem muitos detalhes para ser mais funcional.

Veludo - Esse é o tecido da estação. Aparecem em todas as peças, em saias, vestidos, casacos e calças. Mas cuidado, esse tecido pode engordar! Os tecidos de lã, fina ou grossa, conhecido como tweed, são outra aposta da estação! Aproveite as dicas. Aproveite o que tem e na hora das compras invista nas peças certas para não deixá-las esquecidas no guarda-roupas. Vale lembrar: se tiver alguma peça que não use mais, doe para campanha de agasalhos! Veja mais dicas: http://www.marinacanfield.com/ moda-inverno-2012

felizcidade.net | 27


DESENVOLVIMENTO

População brasileira envelhece junto com os desafios para Previdência Social DADOS DO IBGE MOSTRAM QUE A POPULAÇÃO EST�� MAIS VELHA, REFLEXO DO DESENVOLVIMENTO DO PAÍS. VIVENDO 25 ANOS A MAIS QUE MEIO SÉCULO ATRÁS, ALGUNS PRECONCEITOS CONTINUAM E A PREVIDÊNCIA SOCIAL COMEÇA A PENSAR NOS DESAFIOS DESSA LONGEVIDADE

A

população brasileira está envelhecendo, por um lado mostra que estamos mais desenvolvidos e com mais saúde. De acordo com a ministra da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, Maria do Rosário, “a sociedade e o governo têm que perceber que esse é um momento muito positivo que o país vive. O nosso desafio é para que o avanço da idade dos brasileiros agregue qualidade de vida com envelhecimento ativo e saudável”. Por outro, podemos ver o reflexo negativo que o desenvolvimento do país pode representar na vida de cada um de nós, como por exemplo, a Previdência Social que na década de 50 tinha 8 trabalhadores ativos para cada um inativo, já na década de 70 caiu para 4,2 ativos. Dados do Censo 2010, divulgados pelo IBGE, mostram que em meio século (1960-2010), a expectativa de vida do brasileiro passou de 48 para 73 anos. Por outro lado, o número médio de filhos por mulher caiu e muito, de 6 para 2 nesse período, um valor considerado abaixo do nível de reposição da população. Para o ministro da Previdência Social, Carlos Eduardo Gabas, “isso nos mostra que o Brasil está no meio de uma transição demográfica. Se fizermos uma projeção para 2020, veremos que vamos ter perda de 30 milhões de brasileiros, ou seja, são menos pessoas trabalhando e mais pessoas idosas. Teremos que dar conta não só da aposentadoria como das políticas públicas para essas pessoas”, explica Gabas.

Depósito Betânia Materiais para Construção

Tel: (12) 3907-6786 e-mail: depositobetania@gmail.com Estrada do Bairrinho, no 1.300 - Santa Hermínia - São José dos Campos-SP 28 | felizcidade.net

Segundo o ministro, esse novo quadro ainda demonstra que as mulheres estão ocupando cada vez mais espaço no mercado de trabalho. “Isso é muito positivo para o país, mas traz o reflexo no número de filhos”, avalia Gabas. “As pessoas estão se formando mais tarde, especializando-se mais e depois entrando no mercado de trabalho. Isso tem reflexo direto no crescimento da população”. Gabas destaca que se não houver prevenção por parte do Estado, a Previdência pode enfrentar problemas, “por enquanto temos uma Previdência equilibrada. É hora de conversar com a população para saber qual o tipo de Previdência ela quer no futuro. Esse é um debate que precisa ser colocado e é uma questão necessária”. Para o presidente do IBGE, Eduardo Nunes, em 2050 o Brasil vai apresentar uma estrutura etária muito semelhante à existente na França: “Temos 40 anos de prazo para pensar em soluções, porque o futuro sempre chega”, afirmou. Os desafios que essas mudanças impõem são inúmeros, inclusive no planejamento urbano das cidades e na mudança do equipamento urbano para atender a uma população que envelhece rapidamente. “Caminhamos para uma sociedade que vai parar de crescer, em que o estoque novo de brasileiros vai diminuir”, diz Nunes.

Urbanização - O Censo mostra a tímida continui-

dade do processo de urbanização do país, com aumento de 3,2%. Os dados revelam ainda que apenas 55,4% dos 57,3 milhões de domicílios estão ligados à rede geral de esgoto. O lixo é coletado em 87,4% dos lares e o abastecimento de água por meio de rede geral de distribuição atende a 82,9% dos domicílios.


Censo 2010 – (1960 -2010)

População brasileira totaliza mais de 190 milhões Taxa anual de crescimento baixou de 1,64% para 1,17% Expectativa de vida - de 25 anos para 73 anos Filhos/mulher – de 6 filhos para 2 filhos Idosos – de 2,7% para 7,4% População 15 aos 64 anos – 54,6% para 68,5% São José dos Campos 48 mil idosos - 37% da população Taubaté 31 mil idosos - 49% da população

Fonte: IBGE/ Censo 2010

Crescimento por região 42% - Sudeste 27,8% - Nordeste 14,4% - Sul 8,3% - Norte 7,4% - Centro-oeste Fonte: IBGE/ Censo 2010

Diferenças - Nossa mistura de cores e raças também

teve alteração, mostrando que mais da metade da população é parda ou preta, sendo que em 21 estados este percentual ficou acima da média nacional 50,7%. Em São Paulo são 63,9%. Essa diferença é notada no quesito educação em nosso país. Os classificados como brancos continuam no domínio do nível superior, já metade da população que deveria estar no ensino fundamental, ainda estão no ensino médio.

Ensino Superior 31,1% brancos 12,8% negros 13,4% pardos

Alfabetização dos deficientes

95,2% das crianças frequentam escola 81,7% dos jovens de 15 anos ou mais de idade, dife-

rença de 8,9 pontos percentuais em relação ao total da população na mesma faixa etária (90,6%) 88,2% da população na região Sudeste está alfabetizada, é a maior do país

Alfabetização da população

De 12,9% em 2000 para 9% em 2012 8% das 162 milhões pessoas com mais de 10 anos não sabem ler e escrever Fonte: IBGE/ Censo 2010

Emprego - Ainda é difícil conseguir um trabalho quando se apresenta alguma deficiência. Apenas 23,6% do total dessas pessoas estão empregadas, isso representa 20,4 milhões de brasileiros em busca do seu sustento.

Aumento nos relatos de alguma deficiência 26,5% mulheres (25,8 milhões) 21,2% homens (19,8 milhões) 7,5% crianças (10 a 14 anos) 24,9% pessoas de 15 a 64 anos 67,7% idosos de 65 anos ou mais

pessoas de 40 a 59 anos representam 17,4 milhões

Fonte: IBGE/ Censo 2010

Outro dado que chama a atenção é a crescente nas deficiências investigativas (mental, motora, visual e auditiva) na população, são cerca de 24% dos quase 46 milhões de brasileiros, a maioria, mulheres. Infelizmente mesmo com o desenvolvimento no país, os deficientes ainda sofrem com a desigualdade. Eles têm taxas de escolarização menores que a população sem deficiências. O mesmo ocorre em relação à ocupação e ao rendimento. Todos esses números se referem à soma dos três graus de severidade das deficiências investigados (alguma dificuldade, grande dificuldade, não consegue de modo algum).

Rendimento pessoas com deficiência (poucos tem a chance de renda)

46,4% das pessoas de 10 anos ou mais recebem 1 salário mínimo ou nada 29% def. visual 28,7% def. motora 28,4% def. auditiva 27,6% def. mentais Fonte: IBGE/ Censo 2010

felizcidade.net | 29


ECONOMIA

Ministério do Trabalho anuncia alteração no benefício do seguro-desemprego O pedido pela terceira vez do benefício em 10 anos vai exigir um curso

C

omeçou a valer nessa semana, na Grande São Paulo as novas alterações do seguro-desemprego e até agosto deve valer para todo país. A mudança é para os que solicitam o benefício pela terceira vez. Se esse pedido for feito no período de 10 anos, o beneficiado vai ter que fazer um curso de formação inicial e continuada ou de qualificação profissional para receber o seguro-desemprego. De acordo com o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), a implantação do Bolsa Trabalhador Seguro Desemprego é feita por etapas e já está funcionando em todas as capitais e suas regiões metropolitanas. Os postos do interior dos estados vão receber o serviço progressivamente. O projeto-piloto da nova regra foi implantando em abril em João Pessoa e em Campina Grande, na Paraíba. O decreto presidencial nº 7.721 foi publicado no «Diário Oficial da União» em abril. Ele regulamenta a lei nº 12.513 – que criou o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). O benefício é concedido em no máximo 5 parcelas, de forma contínua ou alternada, a cada período aquisitivo de 16 meses. O valor mínimo do seguro-desemprego é o salário mínimo, atualmente em R$ 622. Para se calcular o valor, é preciso aplicar um multiplicador ao salário médio dos três últimos meses trabalhados. Caso o trabalhador receba até R$ 1.026,77, o salário médio será multiplicado por 80%. Se o salário for de R$ 1.026,78 a R$ 1.711,45, o que exceder a R$ 1.026,77 multiplica-se por 50%, e soma-se R$ 821,41. Para salários acima de R$ 1.711,45, o valor da parcela será de R$ 1.163,76, invariavelmente.

Como isso vai funcionar na prática?

• Conforme citado acima, o trabalhador nesta situação precisa apresentar o comprovante de matrícula em um dos cursos

30 | felizcidade.net

habilitados pelo Ministério da Educação. Estes são disponibilizados no momento em que fizer o requerimento. Só assim o beneficiado vai continuar a receber o benefício. • Os curso são gratuitos e podem ser de formação inicial e continuada ou de qualificação profissional. A carga mínima é de 160 horas. São presenciais e oferecidos pela Rede Federal de Educação, como o Senac e o Senai. Eles são ministrados no período diurno, limitados a 4 horas diárias, e realizados sempre em dias úteis. • Cada região vai receber o curso conforme a necessidade e perfil do trabalhador. As secretarias estaduais e federais de trabalho enviam essas informações, para que o profissional faça um curso voltado para necessidade de cada região. • A pré-matrícula ou a recusa serão realizadas nas unidades do Ministério do Trabalho no momento da solicitação do seguro-desemprego. Se o trabalhador se recusar a fazer inscrição em algum curso, ou mesmo não frequentar as aulas, o benefício vai ser cancelado. • Caso não exista um curso compatível com a área de atuação e escolaridade do trabalhador na região de moradia o trabalhador não vai perder o seguro-desemprego. • Se optar por curso diferente da área que atue, o MTE vai incentivar a realização de outro curso. Quem estiver trabalhando por enquanto, não vai poder participar do projeto, mas com o tempo os cursos devem ser oferecidos para todos que se interessarem.


ACONTECEU

Paraibuna abre as portas para novos atrativos Igreja da Cidade chega ao município para acolher os jovens que buscam novas experiências

U

ma cidade que conserva boa parte de suas raízes, mas que abre espaço para o novo, Paraibuna abriga cerca de 17 mil habitantes em sua área de 810 km2. No município, o serviço é o carro chefe com participação de R$ 87 mil no PIB (Produto Interno Bruto), seguido das indústrias com R$ 37 mil e Agropecuária R$ 13 mil. Nessa semana a presidente do Fundo Social de Solidariedade, Lu Alckmin, inaugurou um Pólo Regional da Escola de Moda na cidade. Bananal também recebeu o mesmo investimento. “Cada pólo capacita os munícipes e cidadãos do entorno. Meu sonho é transformar o Estado de São Paulo no maior centro de costura do Brasil”, disse. Cada pólo recebe do Fussesp um Kit Costura (10 máquinas de costura, cadeiras, mesas, ferros e tábuas de passar); conteúdo didático (mídia com o conteúdo das apostilas e moldes); suporte/orientação das assistentes sociais e repasse para aquisição de insumos (destinado exclusivamente para aquisição de fitas métricas, réguas, tesouras, agulhas, botões, linhas, colchetes e tecidos). O município fica responsável pelo espaço físico e pagamento dos professores. As obras da duplicação da Rodovia dos Tamoios, também traz oportunidade para os que vivem na cidade. A chegada de coisas novas é importante para abrigar a população jovem, já que 66% deles estão no ensino fundamental e 20% no ensino médio, todos em busca de oportunidades de trabalho para se manter na cidade. É nesse cenário que a Igreja da Cidade chegou a Paraibuna na última semana de junho. Uma população carente de atrativos que viu uma oportunidade de fazer bons amigos em um ambiente saudável. A sede dos jovens é tão grande, que seis meninas entre 20 e 24 anos montaram um pequeno grupo para aproximar os outros jovens e já estão procurando informações para iniciar o Eleve (grupo de jovens) na cidade. Nessa semana, as ruas receberam a visita dos integrantes da igreja. O espaço de 70m2 , comporta até 70 pessoas sentadas e oferece espaço especial e conforto necessário para crianças de até 8 anos.

felizcidade.net | 31


PARA INSPIRAR

/// LIVRO As palavras de maria

“Uma mulher cheia de graça” Maria é uma das personagens bíblicas mais comentadas ao longo de toda a história do Cristianismo. Se trata de uma personagem reverenciada por muitos, venerada por outros e até mesmo adorada por alguns. Mas, o que de fato a sua história tem a ver conosco, passados mais de 2.000 anos de sua existência? É realmente importante falarmos sobre Maria? Conheça mais a respeito dessa extraordinária mulher: - O que a Bíblia diz sobre sua vida? - Quais foram as suas palavras? - O que podemos aprender com ela?

/// LIVRO Respostas para os grandes problemas da vida

Alguma vez você já se perguntou... Por que isto está acontecendo comigo? Como lidar com o estresse? Como superar o fracasso? Como derrotar a depressão? Como viver uma vida abundante? Como desfrutar de paz interior? Como vencer o desânimo? Como resolver meus problemas? Como permanecer confiante em meio à crise? Como mudar de vida? Todos sabem que a Bíblia Sagrada contém respostas para as difíceis perguntas da vida, contudo geralmente não conseguem encontrá-las. Neste livro, você vai descobrir ensinos bíblicos práticos para lidar com os problemas mais comuns, podendo ainda ajudar outras pessoas a se tornarem mais do que vencedoras!

/// LIVRO Um mês para viver

“Um mês para viver é um modo excelente de descobrir a vida com propósitos, alegre e abundante que Deus criou para você desfrutar.” Rick Warren A expectativa da morte iminente é capaz de despertar reações surpreendentes. É verdade que alguns não resistem e se deixam levar pela tristeza e apatia, se perdendo no labirinto da depressão. Outros, porém, resistem e buscam novos caminhos. Aposentam a figura do impostor e passam a expressar o que realmente pensam; pedem perdão a quem magoaram e perdoam os que os decepcionaram; valorizam as coisas simples; se aproximam da família e dos verdadeiros amigos; reavaliam prioridades; valorizam a Deus e se preocupam com o legado que vão deixar; cada dia é uma nova aventura para ser vivida plenamente. E você? Se soubesse agora que tem apenas um mês de vida, que mudanças faria? Você se deixaria levar pela apatia ou ousadamente reorganizaria sua vida com base nas verdadeiras prioridades?

///LIVRO Pais responsáveis educam juntos

“Ter um filho muda para sempre a vida da futura mamãe e do futuro papai. Chegando no momento planejado, ou não, um filho é sempre um grande presente, mas que precisa ser orientado com a seriedade necessária. Partindo da premissa de que a responsabilidade de educar os filhos é dos pais, Cris Poli apresenta conselhos preciosos para que, trabalhando em equipe, pai e mãe se saiam bem nessa tarefa. Com exemplos próprios e de famílias que conheceu ao longo de sua carreira como educadora, a autora mostra de forma extremamente prática a melhor maneira de os pais agirem em diversas situações, desde a amamentação até a como impor limites e discipliná-los em amor. Você vai conhecer as fases da criança, as mudanças em suas atitudes e comportamentos e vai aprender a como controlar e usar as emoções a seu favor.

EM NOTA

Alimentação no Vale

O custo da cesta básica em todo Vale do Paraíba subiu 0,92% em junho. Dados do Nupes da Unitau revelam que o valor subiu de R$ 975,02 para R$ 983,97. Mesmo sendo a maior cidade São José ainda é a que registra menor custo com R$ 974,82 e Taubaté o maior custo R$ 992,53.

Gripe A

Remédio Tamiflu usado contra a gripe A não necessita mais de receita controlada. O medicamento passa a pertencer ao grupo de tarjas vermelhas, que precisam da apresentação da receita, porém não a retenção da mesma. Segundo o Ministério da Saúde a decisão visa facilitar o acesso da população ao medicamento.

Cursos profissionalizantes na região

Programa Via rápida Emprego, do governo do Estado oferece mais de 150 opções de cursos nas áreas da construção civil, comércio, indústria, transporte, agricultura e prestação de serviços na região. As inscrições para os cursos já estão abertas e podem ser feitas pelo site: www.viarapida.sp.gov.br.

32 | felizcidade.net

Livros caem no gosto dos brasileiros

De acordo com pesquisa da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), os brasileiros compraram cerca de 469,5 milhões de livros em 2011. Recorde no setor, com venda 7,2% superior a 2010. As vendas das editoras para igrejas e tempos também subiu de 1,26% para 4,03% do total de livros comercializados.

São José comemora 245 anos

O aniversário vai ter uma semana de comemoração, entre 22 a 29 de julho. O público estimado é de 100 mil pessoas. No sábado, 28, às 20h, tem caminhada e corrida pedestre do aniversário da cidade, com largada na avenida Teotônio Vilela, próximo ao Paço Municipal. Participe! Informações no site da prefeitura da cidade.

Uma história de crescimento e sucesso:

Depois de 11 anos e um mês, a PIB em SJC, entrega o imóvel que utilizava como sua sede provisória, na Av. Francisco José Longo, 1595, aos novos responsáveis. O evento contou com  participação do Sr. Júlio Paixão, proprietário do imóvel, os Srs. Celso e Roberto Marson, responsáveis pela empresa DICCICO, nova inquilino do imóvel, e representando a PIB em SJC, os pastores Carlito, Conrado, Douglas e Min. Andrei, juntamente com o advogado da igreja Dr. Ugeda. A igreja continua com um dos imóveis ao lado, situado Av. Francisco José Longo, 1195. Onde passará a funcionar a partir desta semana o Campus Betânia.


felizcidade.net | 33


PENSE BEM

Mudanças no maior país católico do mundo

E

xiste uma expressão no latim que diz: “Tempora mutantur et nos, mutamur in illis”= “Os tempos mudam e nós mudamos com eles.” E no Brasil esta realidade é muito perceptível, em especial no cenário religioso-cristão. O resultado consolidado do último senso do IBGE realizado em 2010 e divulgado recentemente causou muita repercussão na impressa nacional, em particular pelo item religião dos brasileiros. O senso 2010 apontou um crescimento de 65% do número de evangélicos e queda no número de católicos no país. Em matéria publicada no jornal O VALE em 30/06, a repórter me perguntou qual foi o motivo que levou os evangélicos crescerem de 15% para 22% da população do país em apenas 10 anos e a queda nos índices dos católicos. Na verdade não é uma pergunta difícil de responder, todavia não existe apenas uma resposta ou um ponto que expresse um único entendimento para o tema. Diante disto, refletindo sobre o assunto, arrisco alguns aspectos que podem revelar o movimento de fiéis dentro do cristianismo brasileiro. Todo movimento, seja religioso ou não, precisa de uma renovação naturalmente, ou vai se desgastando e perdendo força com o tempo. Para voltar a crescer precisa de reavaliação e inovação. No século XVI, depois de anos mergulhada na era das trevas, com o renascimento europeu, surgiu a Reforma Protestante na Alemanha, que levou a igreja romana a se reformar também, e agora, 500 anos depois, o movimento pentecostal e neopentecostal na igreja brasileira tem influenciado tremendamente a Renovação Carismática Católica (RCC) a mudanças litúrgicas na igreja católica institucional, em especial devido à influência da música Gospel. E se não fosse a força do movimento de

34 | felizcidade.net

renovação carismática dentro da igreja católica naturalmente este decréscimo apontado no senso seria ainda maior. A RCC tem feito um grande trabalho de levar os fiéis a uma busca do Espírito Santo com vivas orações, novas músicas na liturgia das celebrações, leitura da Bíblia Sagrada e participação nas reuniões em células de comunhão nos lares. O cristianismo católico brasileiro com seus com 512 anos e o cristianismo evangélico que completará 153 anos em agosto próximo, desde a chegada dos primeiros missionários presbiterianos na cidade do Rio de Janeiro em agosto de 1859, precisa sempre se reformar e se contextualizar para alcançar e servir o ser humano, como o evangelho ensina a todos; até por que o crescimento dos evangélicos brasileiros não é generalizado, ele está concentrado no ramo pentecostal e neopentecostal. A sociedade brasileira está cada vez mais informal e menos hierarquizada e o movimento evangélico é bastante livre neste sentido, tanto de forma local dentro da perspectiva de cada igreja local, como no âmbito das denominações evangélicas. Já o catolicismo por ser uma igreja-Estado, com centralização mundial, seus dogmas e grande patrimônio, tem muito mais dificuldades com estes movimentos de flexibilidade. Os elementos dogmáticos baseados na tradição da igreja católica e posicionamentos como não permitir o casamento de sacerdotes, não permitir mulheres ordenadas ao clero; ser contrário ao controle de natalidade e uso de preservativo nas relações sexuais, inclusive entre casais casados, são alguns elementos que distanciam a igreja católica da vida comum dos brasileiros. Contudo, um grande desafio apontando nos dados do senso para a fé cristã, independentemente de católicos

Carlito Paes Pastor Sênior da Primeira Igreja Batista em São José dos Campos/SP

ou evangélicos, é o crescente número de pessoas que se declaram ateus, chegando a 15 milhões. E neste sentido nós cristãos precisamos ser menos religiosos e mais cristãos verdadeiros, seguindo e vivendo o integral evangelho de Jesus Cristo, porque se por um lado temos a vergonha dos mercadores da fé através da TV brasileira, apresentado pelos “vendedores de sonhos” do mercado evangélico, temos a vergonha de saber que o estado do Piauí, mesmo sendo tão pequeno em população e o mais católico, é também o mais pobre do país. Sem dúvida que este dado deve ganhar a atenção da igreja católica brasileira em se unir e ajudar ainda mais a população fiel deste estado carente do Brasil, pois a demanda do evangelho não é apenas em se preocupar com a debandada de fiéis, mas sim de cuidar das ovelhas com o evangelho integral, levando a salvação e o pão de cada dia, porque os fiéis estão mais necessitados da prática do amor e da compaixão cristã do que da formação de bancadas religiosas nos poderes legislativos da federação. Pense bem nisto!



Revista FelizCidade - 28