Page 1

ISSN 2446-8843 Ano XIII Nยบ 201

outubro de 2016 / II de primavera

E agora Alex?


EDITORIAL / outubro de 2016 / II de primavera / pág.02

Eco Comunicação Comunitária Editor Ivan Therra Projeto Pedagógico de Comunicação Lizzi Barbosa Colunistas Luli Luz Lizzi Barbosa Raquel Guedes Colaboradores Andréa Ritter Projeto Gráfico / Arte Ivan Therra Foto de Capa Jas Vasconcelos Fotografias (nesta edição) Pedro Gonçalves Vitor Hugo Oliveira Omar Luz

Vai começar... Estamos nos aproximando do final do ano. São apenas dois meses que nos separam de um provável começo bastante diferenciado, principalmente para nós que moramos na beira da praia de Cidreira. Estamos abandonando, depois de 12 anos, um modelo político administrativo que deixou marcas e acabou por ser rotundamente recusado nas urnas. Aparece uma nova figura, como protagonista de uma política de renovação. Um novo modo de fazer as coisas acontecerem em Cidreira. Uma das primeiras ações que demonstram claramente que realmente estamos diante de um novo entendimento do fazer político administrativo é a nominata dos secretários que foi apresentada até agora. Inegavelmente os nomes que assumirão as secretarias municipais são de profissionais da área. Não temos, até o momento, os costumeiros favorecidos políticos que assumiam cargos de primeiro escalão por imposição política e invariavelmente sem qualquer conhecimento de causa. Bom... Esses tempos parece que passaram. Agora é Alex Contini e sua equipe que comandarão Cidreira.

jornalomarisco@gmail.com Edição Digital - Ano XIII Nº201 25 de outubro de 2016 - II de primavera ISSN 2446-8843 Os textos assinados são de responsabilidade de seus autores Assinatura gratuita para associados e simpatizantes

/jornalomarisco /jornalomarisco

/jornalomarisco O Marisco é uma ferramenta de eco comunicação comunitária da Casa da Cultura do Litoral CNPJ: 03.671.776/0001-21 Inscrição Municipal Nº008/06 - Inscrição Estadual Isento Associação de Utilidade Pública - Lei N°1517/2007 Rua Caubi da Silveira, 286 - Casa da Mansarda Cidreira - CEP: 95.595-000 - RS - Brasil

51.3681.3456 51.9981.5593


TARRAFADAS / outubro de 2016 / II de primavera / pág.03

O Marisco bic

hos da praia

A Casa da Cultura do Litoral está lançando o Projeto Bichos da Praia que está unindo o artesanato local com a identidade praieira, para desenvolver elementos do artesanato identificados com a fauna e a flora da praia. Destacando a importância destes bichos para a nossa vida.

Os encontros do Boizinho da Praia acontecem todos os sábados a partir das 10h na Escola Herlita! É Chegar!

H

A Escola Herlita Teixeira está promovendo Oficinas de Libras e de Artesanato, todos os sábados, a partir das 9h da manhã direto na escola.

Estão Abertas as Inscrições para os cursos no IFRS Campus Osório. IFRS Inscrições de 06/10 a 08/11, e a Prova Osório acontecerá no dia 04/12. Participe! Vem aí o novembro azul para os homens, mês de conscientização a respeito do câncer de próstata. Vamos participar! A gauchada comemora os 50 anos do MTG - Movimento Tradicionalista Gaúcho. Entidade que congrega todos os CTG’s de dentro e de forqa do estado e do país! Parabéns! Em breve teremos Cinema ao ar livre no Ponto de Cultura Flor da Areia! É só o tempo dar uma folga que já vamos largar a programação! Participe!

Ressaca maior que essa só a de alguns tapados que perderam as eleições e ainda querem dar pitaco... sai daí!

Ressaca causa muitos prejuízos na praia. Muita gente ficou sem casa, as escadas, rampas de acesso à praia e quiosques foram destruídos com a força do mar. Governo Temer acaba com o projeto Mais Médicos e tira o médico de Cidreira. Dr Juan Idalgo e Dona Marita Garcia estão deixando Cidreira e voltando para Cuba. Os buracos da ERS 786 desde Tramandaí até Quintão, passando por Cidreira e Pinhal são assustadores. A situação é bem ruim e a cada dia fica pior. Restauração urgente! Alguns candidatos que amam Cidreira e morariam aqui para sempre, já voltaram para as suas cidades. A secretaria da educação esquece de manter legalizados os ônibus, dá um kaô nos motoristas e deixa os estudantes da cidade tudo no vento e na chuva. Os Três vereadores tão Fora! Essa foi a decisão por unanimidade do TRE. Maria Vicentina, Cestari e Claudião estão inelegíveis por 8 anos. Cabe recurso.

Vou colocar todo o meu lixo nas ruas e nos terrenos baldios, assim a nossa cidade fica mais bonita e saudável!

Camarão! O que tu tem na cabeça?!

Rua Arildo Pinto, 3312 - Centro - Cidreira/RS


CAFÉ DO LULI / outubro de 2016 / II de primavera / pág.04

AGORA É TARDE No mês de setembro de 2011, na Coluna do Luli do Jornal O Marisco, publiquei o texto abaixo, alertando sobre o que poderia vir. Estava absolutamente certo:

Senadores, estamos correndo o risco de haver uma tentativa de GOLPE na presidente. É preocupante o fato de que: Um Ministro indicado pelo PMDB é substituído por outro do PMDB e, principalmente, por indicação do Vice Presidente Temer, que indica o Deputado Mendes Ribeiro Filho, para o cargo e que assume sua Cadeira na Câmara federal é, nada mais, nada menos do que o Deputado Eliseu Padilha. Será que já não estão preparando a própria cama? Não quero ser fatalista nem “ver chifre em cabeça de cavalo”, mas, quem já passou pelo que passei, sempre está com um pé atrás! Na LEGALIDADE, eu estava lá; Na REDENTORA (Golpe Militar), eu estava lá; Nas lutas populares, eu estava lá; na luta pela UERGS, eu estava lá. E, como sempre digo: O diabo é sabido por ser velho e não por ser diabo. Portanto está na hora de se iniciar Uma grande manifestação de apoio à Presidente Dilma, antes que seja tarde”.

O marisco nº156 / setembro de 2011

“FAXINA ÉTICA Penso estar na hora de prestarmos mais atenção na FAXINA ÉTICA que a Presidente Dilma, está promovendo no Governo Brasileiro. É preocupante como as coisas estão acontecendo. Os “aliados”, ditos, da BASE ALIADA, estão, gradativamente atingidos e já ameaçando retirar o apoio do Governo. Se o POVO não tomar uma atitude de Apoio ao Governo, indo para as ruas, fazendo contato com seus Deputados Estaduais, Federais e

Legalidade 1961


CAFÉ DO LULI / outubro de 2016 / II de primavera / pág.05 ERA TARDE DEMAIS... Já naquela época, é claro o que o PMDB estava preparando um golpe de Estado contra a presidente eleita pela maioria dos brasileiros. Quando por indicação do vice presidente Temer, o deputado Mendes Ribeiro foi indicado para assumir um ministério e na sua vaga na câmara dos deputados, assumiu o deputado Eliseu Padilha, o PT e a presidente da república, eleita pelo povo, tinham que ter desconfiado, pois as coisas começavam a ficar bem claras. Era o início da preparação do golpe de Estado, o já conhecido golpe branco. Na década de sessenta, os militares apoiados ou até incitados, pelos americanos, deram um golpe no governo do presidente João Goulart.

Naquele golpe, para manter uma “farsa” de democracia, os gorilas golpistas caçaram os mandatos dos deputados que eram contra o golpe e mantiveram na câmara, os que eram a favor. Destes, alguns ainda foram também responsáveis pelo golpe atual, que somados a alguns filhos e netos dos deputados daquela época mais a bancada ruralista, alguns pastores e religiosos, atingiram o número necessário para caçar qualquer um. Claro que não eles próprios. Falo isto porque o Povo Brasileiro parece não ter memória. O Brasil é o país dos Golpes, até a princesa Isabel, foi deposta por um golpe dado pelos militares de sua confiança. Até agora eu não tinha certeza da motivação do golpe atual, mas bastou ver os primeiros atos do governo

LULI

golpista do Temer para entender de imediato a referida motivação. O Brasil no rumo que ia, em breve estaria se equiparando, como potência, aos Estados Unidos, em virtude do Pré-sal que seria utilizado principalmente na saúde, educação e programas sociais e isto atingiria os cinco cachorros grandes do Petróleo americano e era impossível, deles, os americanos, suportarem. Como pode, um país sub desenvolvido como o Brasil ter a pretensão de crescer sem a autorização dos poderosos? Vejam Iran, Iraque, Síria, Venezuela e tantos outros que com alguma desculpa esfarrapada e mentirosa, chegaram até a ser invadidos e bombardeados, pelos poderosos americanos. E, como tudo que vem do Temer é TEMERÁRIO, devemos ficar vigilantes, pois eles tem pouco tempo para fazer a vontade de seus patrões maiores e vão fazer tudo muito rápido, só terão dois anos para obedecer aos chefes americanos. O caso da reforma do ensino é bem sintomático, com a reforma proposta, e por medida provisória, estaremos voltando ao mesmo patamar de seis décadas atrás. Tudo agora é TEMERÁRIO. Vamos ter que voltar para a luta de sessenta anos atrás de O PETRÓLEO É NOSSO E YANKES GO HOME. Eu, como já fui chamado de louco em outras ocasiões e a história acabou provando que eu tinha razão, já estou preparando meu estilingue e fazendo pelotas de barro para, se chamado, DEFENDER A PÁTRIA! SOU BRASILEIRO E CIDREIRENSE E NÃO DESISTO NUNCA.


LIZZI BARBOSA / outubro de 2016 / II de primavera / pág.06

Seguimos com os. desgovernos... As notícias acerca de escolas, universidades e institutos públicos ocupados borbulham na internet e redes sociais, mas os discursos em favor da educação de qualidade e do Estado Democrático de Direito estão sendo abafados por prisões arbitrárias, por coerção e por um silêncio doloso por parte das mídias televisivas. Essas manifestações permanecem ocultas como se não estivessem ocorrendo, mas estão. Um pouco mais perto, em nossas escolas públicas continuamos a conviver com o descaso, com a falta de segurança, com a falta de recursos, e com os acomodados de plantão. Os servidores públicos, a quem prefiro chamar de trabalhadores, já que é isso que fazem em suas funções, estão recebendo seus salários defasados em pequenas parcelas humilhantes e ainda precisam ouvir e entender que precisam agradecer por estarem recebendo. Voltando o olhar para as ocupações e fazendo uma análise, bem simplista, da conjuntura geral e local, eu pergunto, afinal pra quê desocupar com truculência as escolas e prender os estudantes manifestantes? Esses já adquiriram consciência de que é necessário tomar uma atitude em favor dos direitos das crianças e jovens. Ou podemos esperar mortes e desaparecimentos? Muito interessante que nenhum governo ou juiz tenha interesse em desocupar as escolas que apenas garantem que o professor cumpra a função de carcereiro enquanto enjaula outras tantas crianças e as impede de aprender e de pensar. As escolas desocupadas é que deveriam ser alvos do governo e dos juízes, pois é nessas que se perpetuam os piores valores da sociedade prisional e carcerária. Isso mesmo, nossas escolas estão literalmente desocupadas. Desocupadas de educação, de compromisso com a competência, de pensamento livre, de afeto, de saber. Estamos

reforçando as noções de impunidade, de intolerância, de permissividade, não só com as crianças, mas também como com as famílias que passaram a acreditar que escola é depósito de crianças, que a escola é a tábua de salvação com duração de 4 horas onde podem esquecer que tem filhos, e seja lá o que ocorra nesse período é problema do professor. Estou certa de que essa é a meta de um governo que diariamente noticia que precisa construir mais presídios, mas deixa escolas ruírem. E os professores com isso? Tenho me sentido envergonhada por não estar na luta, por me deixar curvar por esse sistema, cansada é verdade, pois ainda que seja funcionária pública há pouco tempo, tenho estado ao lado das resistências contra esse tipo de política há muito tempo. E também aliviada por perceber que o rico trabalho de meus colegas de profissão está surtindo efeito, pois ver esses guris e gurias militando por um país melhor, por uma educação de qualidade e pelo direito de ter direitos, me emociona e me mostra que preciso ter coragem para continuar lecionando e buscando construir pontes de saber e de questionar com os estudantes.


COLHEREIRO / outubro de 2016 / II de primavera / pág.07

Colhereiro O Colhereiro é uma ave linda que tem um bico na forma de colher e volta e meia a gente vê ali na beira da praia. O nome se deve ao formato de colher que o bico dessas aves possui. Com ele, a ave revolve o fundo dos ambientes aquáticos em que vive, em busca de alimento. Vive em pequenos bandos e se alimenta de peixes, crustáceos, insetos e moluscos. Nome científico: Colhereirocomum, (Platalea leucorodia).

Conheça e proteja os bichos da praia

A aprovação da PEC241 que reduz e congela os investimentos na educação do Brasil e prejudica diretamente os estudantes das universidades públicos e dos Institutos federais. Por conta disso os estudantes do litoral também estão aderindo aos movimentos de protesto contra a PEC241 e UFRGS do Litoral Ocupada!

estão ocupando os campus da UFRGS do Litoral Norte em Tramandaí e do IFRS em Osório. As reivindicações dos estudantes é principalmente para que o senado federal não aprove a PEC241, pois além do prejuízo nos investimentos, esta PEC241 ainda tira do estudante a possibilidade de acesso a matérias como sociologia e filosofia. IFRS do Litoral Ocupado!

As escolas estaduais também estão aderindo ao movimento, não só pelos malefícios que a PEC241 traz para a educação, mas também em razão do sucateamento das escolas do estado, pela falta de estrutura e pelo absurdo parcelamento do pagamento dos salários dos professores e funcionários.


RAQUEL GUEDES / outubro de 2016 / II de primavera / pág.08

Em virtude da minha profissão, tenho contato com adolescentes; aqueles seres que ainda estão em processo de formação. E lembrei de um aluno, aluno esse que foi apreendido. Quando soube disso fiquei chocada e comentando com o primo dele (que tem aquele um 1% de chance de não entrar para o crime) sobre isso, ele apenas respondeu: é do jogo! Essa frase ficou martelando na minha cabeça, então mudei um pouco o foco. Abri uma cerveja, acendi um cigarro e comecei a pensar sobre o que afinal faz parte do jogo, e a resposta estava no meu copo e no meu cinzeiro. Uma pesquisa recente apontou o álcool como porta de entrada para drogas mais pesadas e como é sabido e notório, o cigarro é responsável por muitos males, um deles é o temido câncer. Eu que não sou uma pessoa muito alheia às informações e fatos, continuo fumando e bebendo. Quando sou alertada sobre os malefícios respondo apenas: é do jogo! Então afinal, qual a diferença entre eu e aquele adolescente? Creio que o nível de consciência, talvez pela diferença nas esferas, ele tenha tanta consciência quanto eu de quanto é nocivo o nosso comportamento não seja esse ponto. Ai “especialistas”, aqueles especialistas que se baseiam em seu conhecimento empírico e muitas vezes restrito. Dirão: Mas assim tu prejudica apenas a ti. Será mesmo? Será que não deixarei sofrimento? Sigo procurando a diferença entre eu e aquele adolescente enquanto dou um gole na cerveja e uma tragada no cigarro.

É de Simone de Beauvoir uma frase celebre e polemica: (para aqueles mesmos especialistas acima, só que em ENEM). Disse ela: “Ninguém nasce mulher, torna-se mulher”. Creio que o mesmo serve para criminosos, ninguém nasce bandido, torna-se bandido. E após cometer um crime o caminho é a punição, porém isso não reverte o mal já feito. Mas dentro dessa lógica o desejado de fato é que o houvesse menos bandido e não mais punições. Esse “torna-se” é nossa chance, talvez a única, é ali que está a solução. O que pode ser feito para reverter isso? Enfim, aponta-se politicas públicas, que desde os primeiros anos de vida sejamos assistidos e orientados, afinal de contas muitas vezes não se tem referencia na base. Os criminosos não está mais lá em um morro carioca, esta do nosso lado, e ele não vem de lá, ele é criado aqui. Precisamos criar alternativas. Isso não virá de Brasília ou do Piratini, isso deve ser construído aqui, com atenção a primeira infância, acompanhamento e orientação na adolescência e oportunidades na vida adulta. E isso pode, e deve, ser feito aqui, aqui mesmo na nossa cidade. O governo não supre amor, mas pode auxiliar dando sentido a vida humana, não só a minha, ou do adolescente aquele, mas às vidas com as quais cruzamos. Precisamos valorizar e dar sentido a vida e isso precisa urgentemente ser feito aqui.


MARIA FARINHA / outubro de 2016 / II de primavera / pág.09

Maria Farinha A Maria Farinha está protegida naqueles buraquinhos rodeados de areia que a gente vê na beira da praia ou próximo das dunas. Essa espécie tem olhos bem desenvolvidos e é através deles que geralmente localizam suas tocas. Aliás, o número de tocas do mariafarinha é um bioindicador e pode representar uma ferramenta para a análise de impactos ambientais (de que a praia é limpa, por exemplo). Nome Científico:Ocypode quadrata

Foi um grande sucesso a realização do Fest in Vento em Osório - RS. O Festival tem formato competitivo em duas categorias: estudante e amador. Todos os espetáculos propostos foram muito prestigiados pelas comunidades que tiveram a oportunidade de

Conheça e proteja os bichos da praia

acessar livremente os espaços e tiveram lotação esgotada. A coordenação do evento é da Viviane Dutra do Galpão das Artes e a realização é da Secretaria de Cultura de Osório, sob o olhar diferenciado, competente e talentoso da secretária da cultura de Osório, Adriana Sperandir.

Aconteceu em Tramandaí o Festival Sul Americano de Danças, contando com dançarinos, academias e corpos de danças de vários estados brasileiros além de equipes do Uruguai e Argentina. O Festival aconteceu no ginásio municipal e levou um bom público para o evento. A comunidade de Tramandaí teve a oportunidade de acessar este importante evento cultural que contou com o apoio da SedacRS.


LAGARTIXA DA AREIA / outubro de 2016 / II de primavera / pág.10

Lagartixa da Areia

Conheça e proteja os bichos da praia

A lagartixa da areia é nossa velha conhecida, sempre movimentando-se com muita agilidade pelas dunas, deixando aquelas pegadinhas em forma de estrelinhas pela areia da praia. A lagartixa de areia é um pequeno réptil de uns 8 cm que habita dunas e restingas. Ela se alimenta de insetos quando jovens e apenas quatro espécies de plantas da restinga que acumulam água quando adultas. Sua reprodução ocorre uma vez só na vida e cada casal produz apenas quatro ovos, o que torna o crescimento populacional dessa espécie muito lento. Nome Científico: Liolaemus lutzae.

Já no estertor, a administração pública de Cidreira deixa transparecer mais uma das suas grandes deficiências. Desta feita foi a Secretaria de Educação que voltou a falhar quando deixou todos os alunos da rede pública na chuva e no vento em pleno dia letivo. Os estudantes não foram avisados, os pais também não. E assim todos foram pegos de surpresa quando simplesmente os ônibus escolares não passaram para pegar a gurizada da

praia. O total desrespeito para com os estudantes de Cidreira ocorreu porque os motoristas foram avisados pela secretaria da educação que não receberiam pelas horas extras e nem adicional noturno, então os motoristas paralisaram. E para piorar a situação, foi denunciado que todos os ônibus estavam com o licenciamento vencido. A péssima administração da educação de Cidreira vai ficando cada vez pior.


GAIVOTA / outubro de 2016 / II de primavera / pág.11

Gaivota A gaivota é habitante permanente das areias das nossas praias. Sempre presente, emprestando a beleza de seu vôo para desenhar a suavidade na paisagem de cores aguadas e eternas lonjuras tão típicas do nosso litoral gaúcho. A gaivota é uma ave aquática encontrada em quase todo o mundo. Ela voa, nada e anda. É comum ouvir seus gritos e ver as gaivotas se precipitando sobre a água em litorais e lagos de diferentes países e regiões. são aves marinhas da família Laridae e sub-ordem Lari.

A situação da ERS 786 no trecho entre Tramandaí e Cidreira é absurda! Tem pedaços da estrada que foram recortados e nunca mais se viu um trabalhador ou máquina na estrada. Quando saímos de Cidreira para o Balneário Pinhal a situação fica catastrófica com trechos sem qualquer pavimentação. Um horror! Se continuarmos até o Quintão daí o bixo pega, porque não existe mais estrada. É só buraco... É só buraco... É só buraco!

Conheça e proteja os bichos da praia

O Prefeito eleito de Cidreira, Alex Contini, já se adiantando na sua gestão, foi fazer uma visita ao Secretário de Transportes do RS, Pedro Westphalen, levando reivindicações de nossas comunidades para que sejam resolvidos os graves problemas de pavimentação da ERS 786.


CURICACA / outubro de 2016 / II de primavera / pág.12

Conheça e proteja os bichos da praia Essa ave com esse bico curvado é frequentemente encontrada aqui pela beira da praia, nas beiras da lagoas e nos campinhos das várzeas. A curicaca é uma ave ciconiiforme da família dos tresquiornitídeos que ocorre desde a Colômbia até a região da Terra do Fogo, bem como parte do Brasil. Nos Estados do Sul essa ave também é chamada de curucaca. Nome científico: Theristicus caudatus.

“Oi Vamo nos embora Aqui fica ninguém A Virgem do Rosário Vai com nós também” Depois de nos ensinar muito sobre fé, sobre devoção, sobre dedicação e sobre o amor para com as coisas da comunidade dos maçambiques, lá se foi com o vento a Rainha Dona Sibirina levando a sua fé para vibrar em outros planos. Em sua estada nos fez ver como se pode fortalecer a cultura de muitos trabalhando com muita fé e representando com muita dignidade a cultura ancestral. Ficamos com a alegria dos aprendizados e a gratidão pela vivência. A Festa dos Maçambiques que ocorre sempre na primeira quinzena de outubro na cidade de Osório é uma das manifestações do folclore religioso de origem africana mais importantes do estado, com mais de 400 anos de resistência. Por portar a coroa de Rainha Ginga na Festa dos Maçambiques e nos principais momentos das comunidades maçambiqueiras fica a nossa gratidão para a Rainha Dona Sibirina.


LAMBARI AZUL / outubro de 2016 / II de primavera / pág.13

Este lambarí raríssimo é encontrado nas quedas d´água, cachoeiras e corredeiras. Devido a ação destruidora do homem, esta espécie está ameaçada de extinção. Ainda é encontrado nas cachoeiras de Maquiné, Rio do Ouro e outras localidades da nossa s e r r a d o m a r. N o m e c i e n t í fi c o : Osteichthyes Characiformes Characidae

Conheça e proteja os bichos da praia

O Movimento Tradicionalista Gaúcho é um órgão que congrega todas os CTG’s do estado do RS, do país e do mundo. O MTG surgiu a partir da existência de muitos CTGs em tudo que é lugar e a princípio foi criado representar os CTG’s e para organizar e regrar algumas ações e alguns eventos. Em certos momentos, com posicionamentos muito polêmicos e radicais, o MTG é acusado de endurecer demais suas leis, impedindo o desenvolvimento das culturas do Estado do RS. Por outro lado, o MTG é tido como o principal responsável pela manutenção, divulgação e fortalecimento da cultura gaúcha, fazendo do nosso Estado um dos mais admirados pelo valor que é dado pelo povo aos aspectos culturais gaúchos. Passaram-se 50 anos, e entre avanços e tropeços o MTG vai escrevendo a sua história, sempre primando pela originalidade da cultura gaúcha.

Paixão Cortes é um dos idealizadores e fundadores do movimento tradicionalista gaúcho. O movimento é criado a partir da iniciativa de um grupo de estudantes que estudavam na Escola Júlio de Castilhos. Paixão Cortes


MAÇANICO / outubro de 2016 / II de primavera / pág.14

O Prefeito eleito Alex Contini foi recebido na Casa da Cultura do Litoral para uma entrevista exclusiva para O Marisco e para a nova TV O Marisco. Alex revela em uma boa conversa com Ivan Therra, quais são as suas pretensões enquanto prefeito eleito e como vão acontecer as ações e tomadas de decisão na sua gestão. O prefeito eleito fala das suas prioridades e de como vai tratar alguns assuntos e quais são os temas prioritários em sua gestão, que inicia já a partir do primeiro dia do ano de 2017. Venceu a eleição a proposta de Renovação, o povo de Cidreira escolheu Alex Contini e a renovação. Então o que vem de novo por aí? Nós usamos a palavra “Renovação” em nosso grupo e essa renovação tem que vir expontaneamente. Durante a campanha nós focamos muito no turismo e eu acredito que o turismo é que pode alavancar o desenvolvimento em nossa cidade. Para isso contaremos com a competência da Secretária de Turismo Tatiane Weisheimer. Uma das curiosidades que a nossa comunidade tem é quanto aos secretários que estarão contigo na tua gestão à frente da Prefeitura Municipal: Uma das coisas que sempre falamos para a nossa comunidade durante a campanha é que o nosso secretariado seria composto por pessoas com conhecimento e formação em cada área específica. O certo é que não teremos secretários colocados por imposição ou por interesses políticos partidários, todos os nossos secretários serão profissionais cada um em sua área de atuação.

Na parte de Estrutura destacamos também um trabalho que já está sendo feito em parceria com o meu partido, o PP, junto a Corsan para levantarmos as viabilidades de construção de uma ETE - Estação de Tratamento de Esgoto para garantir a sustentabilidade no uso da água em nossa cidade. No Meio Ambiente, sustentabilidade e proteção à natureza o que teremos de renovação em Cidreira? Na área do Meio Ambiente temos o Engenheiro e Professor Marcelo Plewinski que assumirá a Secretaria do Meio Ambiente tendo por compromisso a proteção e preservação dos nossos espaços naturais como dunas, lagoas e beira mar. Vamos ter um cuidado maior na fiscalização com o uso do meio ambiente para garantir a preservação da nossa fauna e flora original.


MIL RÉIS / outubro de 2016 / II de primavera / pág.15

Ivan Therra e Alex Contini gravando a entrevista para a TV Marisco E na Saúde, que é uma área tão delicada e de tantas carências para as nossas comunidades, qual a renovação que teremos? Na área da Saúde temos o Dr. Sergio Guimarães que vai assumir a Secretaria da Saúde, um dos pioneiros de nossa praia, que conhece muito bem Cidreira e tem muito conhecimento na área da saúde. Vamos priorizar o atendimento aos aposentados e crianças além de implantar a marcação de consultas por telefone e aplicativo, acabando com as filas de madrugada. Já estamos trabalhando no sentido de firmar parcerias com os hospitais da capital para sermos melhor atendidos, bem como estamos agilizando a aquisição de uma ambulância nova que vai muito melhor atender a comunidade.


TATUÍRA / outubro de 2016 / II de primavera / pág.16

O que as nossas comunidades podem esperar de novo para melhorar a Estrutura da cidade?

Uma das áreas mais importantes da cidade é a Educação, que renovação teremos para esta área?

Na parte de Estrutura da cidade estamos propondo uma revitalização da Avenida Mostardeiro e vamos fazer isso convidando todo o pessoal do comércio para uma participação direta. Vamos conversar com os comerciantes e identificar como ficaria melhor para eles. A idéia inicial é alargar o calçadão central da avenida, criando um ambiente de convívio muito mais humanizado e aprazível, com tratamento paisagístico e buscando priorizar a cidade mais para as pessoas e menos para os carros. Revitalizar o centro da cidade fazendo da avenida Mostardeiro um dos principais atrativos turísticos juntamente com o calçadão à beira mar que também é uma prioridade.

Na Educação teremos o Professor Adiel da Silva assumindo a Secretaria. Ele é especialista em Educação e altamente qualificado para assumir essa pasta. Adiel já está montando uma equipe com pessoas qualificadas para compor a secretaria da educação. Diretores, assessores e equipe das escolas, todos com pessoas com formação e qualificadas. Uma das idéias e criar o turno inverso onde os estudantes poderão além do horário de aula aproveitar as estruturas das escolas com cursos profissionalizantes e com esportes nos ginásios.


SAPINHO DA BARRIGA VERMELHA / outubro de 2016 / II de primavera / pág.17

Quanto a inclusão e acessibilidade o que poderemos esperar com a renovação em Cidreira?

Uma das áreas com maior potencial de nossa cidade é a Cultura, o que podemos esperar para a Cultura de Cidreira?

Uma de nossas prioridades na área da inclusão é a criação de um CAEE - Centro de Atendimento Educacional Especializado que será uma evolução do CAE que temos hoje. O nosso CAE é municipal e as verbas públicas que sustentam o projeto são unicamente da cidade, enquanto que com a implantação do CAEE poderemos acessar verbas federais e estaduais. O CAEE é uma política pública de inclusão vinculado as ações e políticas públicas do governo federal e governo estadual o que possibilita o aporte de verbas e ações mais qualificadas, proporcionando melhores resultados para todos. O Secretario de Educação, Professor Adiel, tem formação nesta área e está à frente da implantação deste projeto de acessibilidade em nossa cidade.

A Cultura estará vinculada a pasta do Turismo, pois com o Turismo, a Cultura e o Esporte poderemos alavancar o desenvolvimento da nossa juventude e da nossa cidade. Os projetos de Cultura serão desenvolvidos junto com a nossa S e c r e t á r i a d e Tu r i s m o , Ta t i a n e Weisheimer. Nós temos convicção de que a Cultura tem como mostrar a nossa Cidreira para o país e além dele. Já fizemos filmes em Cidreira que foram exibidos em vários estados e até no exterior, então é com estes projetos que queremos dar visibilidade e mostrar a nossa cidade de um modo positivo, para um número cada vez maior de pessoas. Queremos que as pessoas conheçam a cultura, as maravilhas de Cidreira. Queremos que as pessoas vejam o que temos de melhor e queiram vir até a nossa cidade para desfrutar dos seus encantos.


TUCO TUCO / outubro de 2016 / II de primavera / pág.18

Tuco Tuco Os tuco-tucos (Ctenomys sp.), também chamados curus-curus e ratos-de-pentes, são um grupo de roedores sul-americanos que vivem em galerias subterrâneas superficiais por eles escavadas. Nos orifícios de saída das galerias, observa-se o depósito de areia, removido. "Tuco-tuco" originou-se do termo tupi para o animal, tuku'tuku, o qual é uma referência ao som[1] que o macho da espécie produz quando sente-se ameaçado.

Conheça e proteja os bichos da praia

O mar resolveu mandar um aviso sobre quem, de fato, tem a força. Uma ressaca como há muito tempo não se via, durou uns três dias, com muito vento, chuva e ondas enormes e fortes que fizeram uma limpa pela beira da praia. No calçadão Kanitã levou todas as escadas de concreto e simplesmente destruiu todas as rampas de acessibilidade, além de acabar com os quiosques que ficavam na beira da praia. Muitas casas da beira foram totalmente destruídas e muitas construções de beira de praia desapareceram.


CORUJINHA BURAQUEIRA / outubro de 2016 / II de PRIMAVERA / pág.19

Conheça e proteja os bichos da praia

Coruja Buraqueira Essa corujinha é muito famosa aqui pela praia, pois desencadeou um falatório bem grande e olhares de preservação e respeito aos bichos da praia. A coruja-buraqueira é uma ave strigiforme da família Strigidae. Com o nome científico cunicularia (“pequeno mineiro”) recebe esse nome, pois vive em buracos cavados no solo. Vivem no mínimo 9 anos em habitat selvagem. Costumam viver em campos, pastos, restingas, desertos, planícies e praias.

Nós que moramos na beira da praia estamos acostumados a ventos fortes e ondas altas, mas desta vez a ressaca realmente foi impressionante. É certo que muita coisa o mar botou a baixo, mas se não fosse a proteção natural das dunas o estrago, por certo, teria sido muito maior. Muitos são os que não respeitam a natureza e querem tirar as dunas da beira, dizendo que atrapalham o acesso, porém se não fosse a proteção das dunas teríamos muitas casas destruídas e muitas vidas em perigo. Um show o flagrante da ressaca na fotografia de Jas Vasconcelos, desde a força do mar no centro da cidade, passando pela contemplação solitária do mar, até um barco que sumia entre as ondas próximo a plataforma de pesca. Flagrante de barco na ressaca próximo a plataforma


O governo Temer acaba com o projeto Mais Médicos, e com isso tira o médico da nossa comunidade de Cidreira. Muitas pessoas deixarão de ser atendidas aqui em Cidreira pois o nosso médico Dr. Juan Idalgo e sua esposa Marita Garcia estão de malas prontas para voltar para Cuba. A nossa comunidade cidreirense agradece muito pelo carinho, pela atenção e pelo trabalho desenvolvido aqui junto a nossa comunidade da praia. Boa viagem!

Dr Juan e Marita

Ainda sem ter um local adequado para o depósito de resíduos sólidos em nossa cidade, a falta deste espaço está transformando a nossa praia em uma lixeira ao ar livre. Os espaços de dunas atrás do estádio é um imenso lixão, a entradas da cidade pela 040 é um lixão, e atrás de cada duna na beira do mar está escondido uma lixeira. A tomada de atitude é urgente porque isso vai explodir.

O MARISCO 201  

Entrevista exclusiva do prefeito eleito, Alex Contini / A maior ressaca dos últimos tempos / Lá se foi a Rainha Dona Sibirina / Governo Teme...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you