Page 1


VOCÊ VACINOU, O P

É a carne do Pará abrindo as porteiras de novos Livre. O Estado do Pará está livre da febre aftosa. O reconhecimento nacional vem do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e vale para todo o território paraense. Os produtores fizeram a sua parte, vacinando o rebanho. Os funcionários do Estado garantiram o apoio técnico. O esforço coletivo deu resultado. Com a certificação, o Estado pode comercializar seus produtos com todos os estados brasileiros, a um 4  NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

preço melhor. O nome d Dono do quarto maior com 20 milhões de c tural do Pará agora é O próximo grande certificação interna Mundial de Saúde A Por aqui, a união con do Estado e produtores qualidade da carne pro porteiras de cada vez OUTUBRO   2013


PARÁ CONSEGUIU.

s mercados.

Em Paragominas, o ministro da Agricultura Antônio Andrade entrega a certificação ao governador Simão Jatene e ao vice-governador Helenilson Pontes.

GRIFFO

disso é competitividade. rebanho bovino do país, cabeças, o caminho naé ampliar sua produção. e passo é conseguir a acional da Organização Animal (OIE), na França. ntinua. Juntos, Governo s trabalham para fazer a oduzida no Pará abrir as maisOUTUBRO novos  mercados. 2013

NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO  5

www.pa.gov.br


6

 NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

OUTUBRO  2013


OUTUBRO  2013

NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO  7


48 Capa

Devoção à Cozinha Paraense

Índice 16 20 22 25 43 53 56 58 76

16

20

Braga - Portugal: Cidade onde os jovens encontram estudo e diversão Como viver melhor no seu condomínio

O Pará no roteiro do mundo. A meta da Paratur é até 2020 fazer do estado líder em turismo.

22

25

Festa de Nazaré: O Círio é vivido em diferentes religiões Círio da Minha Lembrança

43

Dica pelo Mundo Um Jardim pra chamar de meu

Ator Pedro Neschiling fala sobre o sucesso de Joia Rara Guia Médico

Colunas Diário de Viagem................................ 34 Maniçoba lacto vegetariana............... 40 Coluna Decoração.............................. 60 Coluna Cult ........................................ 61 Estilo e Consumo kid´s e teen.............. 66 Atriz Ayumi.......................................... 69 Estilo e Consumo................................ 70 Saúde e bem estar.............................. 85 Automação: tecnologia e conforto...... 88

8

 NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

53

56 58

76 OUTUBRO  2013


Informe

PARA ANUNCIAR

Fale com a Nossa!

A revista Nossa! sabe como é bom uma conversa próxima e aberta. Por isso, convidamos você que mora nos condomínios de Belém, Ananindeua e Marituba a sugerir, comentar e contar pra nossa equipe sobre os assuntos que acontecem no dia a dia dos moradores, na vizinhança. Queremos saber também quais as notícias você gostaria de ler aqui na revista Nossa! E mais se você fez uma viagem inesquecível conte como foi no nosso Diário de Viagem.

rn_comercial2013@hotmail.com crisa_santos@hotmail.com (91) 3353-6268 (91) 8023-5876

DIRETORA EXECUTIVA

Christiane Araújo EDITORA CHEFE

Priscilla Castro Drt I Pa 1587 REPORTAGENS E PRODUÇÃO

Tylla Lima

FOTOGRAFIAS

Bianca Viégas EXECUTIVO DE CONTAS

Rui Leal

PROJETO GRÁFICO

Dheremi Vale

Com sua ajuda queremos estar mais perto de quem lê a Nossa!

IMPRESSÃO

Gráfica Harlley

Contamos com você! COLABORADORES:

Bianca Teixeira Christian Emanoel Mário Camarão

crisa_santos@htotmail.com (91) 3353-6268 (91) 8023-5876

Edição V OUT 2013 – Razão Social: Araújo e Pontes Comunicação e Marketing Ltda Editora Reinvente Comunicação e Marketing CNPJ 10.536.256.0001-71 R. dos Pariquis, 3001 sala 204 Ed. Village Medical Center – Cremação, Belém / Pará CEP: 66040-320

OUTUBRO  2013

Tiragem: 13 mil exemplares Publicação bimestral Distribuição gratuita É expressamente proibida a reprodução de qualquer conteúdo, seja texto ou imagem, desta publicação. A revista Nossa! não pode ser responsabilizada por informação incorreta eventualmente publicada em conteúdo de anunciante.

NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO  9


Nosso leitor Nosso Leitor, aqui está seu espaço onde vamos mostrar suas mensagens, e-mails e opiniões sobre a Nossa! A revista é feita para que os moradores dos condomínios de Belém e região metropolitana tenham um veículo de comunicação com informação de qualidade e entretenimento.

Edição / Julho 2013 Magda Abou El Hons - advogada “Muito boa a revista! Parabéns às super profissionais!” Edição / Julho 2013 Karina Machado - publicitária “Revista muito boa!!!! Parabéns!!!!”

Edição / Agosto e Setembro 2013 Flávia Pinto da Silva - empresária / Paris “Amigos de Belém hoje quero dar uma dica: “Revista NOSSA” : dinâmica, jovem e voltada para um público bem específico. Um espaço ideal para divulgar seu negócio.”

Edição / Agosto e Setembro 2013 Gina Soares “Agradeço o imenso carinho pelo convite para a matéria sobre Pets, na Revista NOSSA! Ficou maravilhosa! Meus agradecimentos a toda equipe que faz essa revista, que circula nos condomínios de Belém. Parabéns a todos!”


Carosleitores

Lazer

Christiane Araújo  crisa_santos@hotmail.com

A Revista Nossa! chega a quinta edição. A primeira Es-

novos editoriais: o Espaço Kids e o Guia Médico. Contamos

pecial, e não podia ser diferente, pois só os paraenses sa-

com a sua participação, envie perguntas sobre o assun-

bem o que o mês de outubro representa, analisando todos

to que mais lhe interessa e iremos publicá-la devidamente

os aspectos envolvidos, desde o cultural e religioso até o

respondida.

filosófico. A atmosfera da cidade torna-se mais leve, mais

Que essa energia maravilhosa contagie os lares de cada

envolvida de bons sentimentos. Esse é o movimento da

leitor durante todo esse mês, pois essa atmosfera do Círio

fé, a fé que move montanhas, que muda a rotina das pes-

atravessa horizontes, e perpetua naqueles que tem bom

soas, que traz esperança em cada olhar, em cada gesto e

coração e sentimentos nobres.

movimento.

Concluo citando um texto que considero fantástico:

Costumo dizer que esse sentimento transpõe qualquer

“Que lugar é esse? Em que todos os papagaios voam,

manifestação religiosa, seja na fé, no amor, nas palavras,

uns de pena outros de papel de seda colorido. Que lugar é

nos sentimentos, nas opiniões. Até nossas mesas ficam

esse? Onde apesar do calor de trinta e poucos graus nos

mais saborosas. Diga-se de passagem, muito mais sabo-

deliciamos com uma iguaria, chamada tacacá, servida

rosas!

fumegante pelas esquinas da cidade. Em que o açaí dito

E por falar nisso, a Nossa! Especial, chega à sua casa,

energético pelo Brasil inteiro nos faz desfalecer em uma

colorida, movimentada, estilosa e também muito gostosa.

preguiçosa sexta. Que lugar é esse? Onde aipim é maca-

A começar pela capa, onde os irmãos Castanho nos levam

xeira, a maniçoba é uma espécie de feijoada muito espe-

ao delírio com sua gastronomia exuberante, regional e con-

cial. Que faz o mês de outubro ser tão especial quanto de-

temporânea.

zembro por conta de uma pequena imagem. Que nos faz

Ah, e Nossa! também apresenta a chef de cozinha Is-

chorar por mover milhões, homens e mulheres, de raças,

tadeva D. Dasi ensinando a preparar uma deliciosa ma-

idades e credos diferentes. E que tem em comum apenas

niçoba lacto vegetariana, prato que rendeu o prêmio de

um enorme sentimento de esperança. É esse lugar, tão pe-

“Melhor PF do Brasil”, no restaurante que comanda com o

culiar, que nos orgulha de sermos o que somos. Aqui es-

marido Sridhara Dasa, Govinda.

tamos nós: Definitivamente PARAENSE. (Marcia Yamada)

Muitas matérias lhe aguardam para contemplar uma leitura de bom gosto e aprendizado. Estamos lançando dois Um Feliz e abençoado Círio!

QUE ESSA ENERGIA TÃO POSITIVA CHEGUE A CASA DE CADA UM DE VOCÊS! A Revista de condomínio é NOSSA!! Christiane Araújo Diretora Executiva

AGO/SET  2013

NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO  11


Lazer

CONDOMÍNIO PARCEIRO

O seu condomínio é parte indispensável na Revista Nossa! A revista é feita para informar e levar entretenimento de qualidade para nossos leitores. Você, síndico, é nosso grande parceiro nessa comunicação com os moradores dos condomínios de Belém, Ananindeua e Marituba. Contamos com você para nos informar e dar sugestões. Queremos ainda conhecer os funcionários do seu condomínio que se destacam, aqueles atenciosos que fazem a diferença pela competência e dedicação ao condomínio.

12

 NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

AGO/SET  2013


O Amor de Saramago Pilar del Río esteve em Belém para o lançamento de dois livros do marido, o escritor português José Saramago. Da Estátua à Pedra e Discursos de Estocolmo e Democracia e Universidade, inéditos no Brasil, tem coedição da Editora da UFPA com a Fundação José Saramago, que a jornalista preside. “Nossa

única

defesa

contra

a

morte

é o amor”, trecho escrito por José Saramago, uma figura imortal na literatura. Conheceu e recomeçou o amor em várias etapas da vida, mas foi após os 60 anos de idade, que encontrou a mulher a quem afirmou em entrevistas tanto confiar, como não confiaria em qualquer outra pessoa. E é esta mulher que desde 2008 preside a Fundação José Saramago. Jornalista espanhola, com nacionalidade portuguesa, Maria Del Pilar Del Río Sánchez é o grande amor da vida do autor. José Saramago morreu em 18 de junho de 2010, em sua casa, na ilha de Lanzarote, Espanha, mas não se foi totalmente.

OUTUBRO  2013

NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO  13


Lazer O amor entre os dois serviu de inspiração para muitas obras, para muitos casais, para muitos escritores. E é um sentimento forte que faz Pilar rodar por vários locais para eternizar a obra do seu amado. Aqui em Belém, a jornalista participou de uma sessão de lançamento de dois livros “Da Estátua à Pedra” e “Discursos de Estocolmo e Democracia e Universidade”, inéditos no Brasil. Pilar falou para uma plateia atenta a cada detalhe. Na primeira visita a capital paraense, a jornalista fez questão de conhecer um pouco da cidade e acompanhar apresentações musicais em Belém, como o Festival de Ópera. Pilar Del Rio, sempre foi apaixonada por livros. Ela conheceu Saramago após se debruçar na leitura de “Memorial do Convento”, obra do autor. Um tempo depois, em uma tarde de 1986, os dois marcaram de tomar um café para conversar. A pedido de Pilar, pois queria conhecê-lo pessoalmente. O que se diz é que por muito tempo, todos os relógios da casa de Saramago marcavam quatro horas da tarde, o horário em que viu a jornalista pela primeira vez. Pilar e Saramago viraram nomes de ruas que se cruzam em Azinhaga, aldeia ao sul de Portugal, cidade natal do autor. Se depender do amor de Pilar por Saramago, os amantes da leitura ainda terão uma voz que ecoa e eterniza o nome, as obras e

o talento do escritor.

Nossa única defesa contra a morte é o amor por José Saramago

14

 NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

AGO/SET  2013


LIVROS DE SARAMAGO LANÇADOS POR

PILAR

DEL

RIO

EM

BELÉM

“DA ESTÁTUA À PEDRA E DISCURSOS DE ESTOCOLMO”, reúne textos de José Saramago sobre a sua própria trajetória na literatura;

“DEMOCRACIA E UNIVERSIDADE”, são dois textos de Saramago sobre a democracia.

Espaçosa área cercada por uma natureza exuberante e muito verde.

CONFRATERNIZAÇÕES – ANIVERSÁRIOS – RETIROS – CASAMENTOS EVENTOS EMPRESARIAIS / ESCOLARES Piscina adulto e infantil Parquinho infantil

Campo de futebol Salão de festas

Chácara Amarílis Eventos

Quadra de vôlei(areia) Estacionamento privativo

Oferecemos também serviço de buffet de churrasco/ feijoada

Localizada em Ananindeua, pertinho de Belém, a Chácara Amarílis é a melhor opção para você realizar o seu evento. Informações e reservas: 8175-3334 / 3352-2863 • www.chacaraamarilis.com.br / chacaraamarilis@gmail.com


BRAGA um encanto de história e modernidade em pleno norte de Portugal.

A capital do minho reúne atrativos bem contrastantes. De um lado a história milenar e de outro a modernidade. Um casamento perfeito entre a história, a religião, tecnologia e conhecimento. São motivos mais do que especiais para conhecer Braga, a capital do Minho. Por Mário Camarão

Braga é uma cidade fofinha, cool, moderna

arte em ouro e prata. Andar pelo museu e pela Sé é

e ao mesmo tempo repleta de história por todo lado.

como revisitar a nossa história e voltar num passado da

A cidade mais antiga de Portugal é também um lugar

presença da corte real no Brasil e o poder da igreja.

que transpira modernidade, despojamento e descon-

Poder esse que é percebido no papel da igre-

tração. Difícil mesmo e não se apaixonar pela capital

ja católica no desenvolvimento da cidade. A religiosi-

do Minho. A cidade fundada há mais de dois mil anos

dade do Bracarense é predominantemente católica.

pelos romanos abriga verdadeiras relíquias históricas

Durante o ano a cidade recebe inúmeras manifesta-

espalhadas

ções de fé e homenagens aos santos protetores.

pela cidade e contrasta com o desen-

A

volvimento urbano, o cuidadoso trânsito, os mimos de

Semana Santa é uma ocasião especial para os mora-

jardins e uma população formada em sua maioria por

dores da cidade, que participam das procissões e ves-

jovens que vem de várias partes do país e do mundo

tem a cidade motivos que celebram a data religiosa.

em busca de conhecimento e formação acadêmica.

Os cortejos percorrem as principais ruas da

A capital do minho fica no norte de Portugal e perti-

cidade e recebe turistas de vários pontos do país e

nho do Porto, são pouco mais de 47 km até lá, cerca

das cidades espanholas vizinhas, da galícia.

de meia hora de carro particular e uma hora de trem. As ruas de Braga abrigam história, de um tempo que

Contemporaneidade e juventude

não se perdeu. Entre ruínas, museus, construções mi-

Braga foi eleita a Capital Europeia da Juventu-

lenares e igrejas. São quase 200 Igrejas espalhadas

de no ano passado. A cidade recebeu este título por

pelas ruas estreitas da cidade. Por este motivo Braga

abrigar na sua grande maioria uma população for-

é conhecida como a cidade dos arcebispos ou a

mada por jovens, que maioritariamente frequentam a

Roma do Minho, foi sede do arcebispado português e

Universidade do Minho. Uma das maiores instituições

capital religiosa do país até o século 18.

de ensino superior de Portugal.

A cidade que é a

Não é para menos que Braga é um dos princi-

terceira maior do país oferece ensino de qualidade

pais destinos do turismo religioso. Uma das principais

para estudantes portugueses e de várias partes do

igrejas é a milenar Sé de Braga, erguida no século 12,

mundo, que buscam na instituição formação de qua-

antes mesmo do descobrimento do Brasil. A igreja é

lidade. Hoje um número considerável de paraenses

um espectáculo a parte e reúne estilos gótico, barro-

frequentam os cursos de graduação e principalmente

co e até o romântico. Hoje a igreja abriga um museu

pós graduação da Universidade do Minho. As áreas de

de arte sacra, com verdadeiros tesouros da época do

Comunicação Social, Biotecnologias, Direito e Psicolo-

Brasil colônia, dentre elas

gia são as mais procuradas.

a cruz da primeira missa

rezada no Brasil (1500) e uma infinidade de obras de

16

 NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

OUTUBRO   2013


Fora da universidade a vida acadêmica é bem badalada. Na noite Bracarense os jovens encontram diversão e facilidades em bares escondidos nas pequenas ruas estreitas da cidade, espécies de pubs. Bares que fecham as portas às duas da madrugada. Alguns deles oferecem facilidades nos preços para o público estudante. Como o Bar Acadêmico , um multiespaço com pista de dança e bar, onde só podem

Braga foi eleita a Capital Européia da Juventude no ano passado. A cidade recebeu este títulopor abrigar, na sua grande maioria, uma população formada por jovens, que maioritariamente frequentam a Universidade do Minho.

entrar estudantes universitários e os preços são relativamente baixos em comparação aos outros bares e casa noturnas. Mas é na rua histórica de Braga, em frente à Sé, que

fica o principal point da noite da

cidade Minhota. O espaço abriga bares e restaurantes tradicionais, frequentado por um público ávido por descontração ao ar livre ( nas esplanadas como se fala por lá), com música ao vivo e culinária do norte do país.

A culinária do Norte E por falar em comida, Braga é uma cidade que tem um dos paladares mais sui generis de Portugal. Os pratos típicos tem como base a carne de porco, pato e as sardinhas. Sem contar os doces, que são milhares, e deixam qualquer um com água na boca. O arroz de pato é uma iguaria que é vendido na maioria dos restaurantes da cidade. O prato é feito à moda antiga e leva temperos diversos e uma boa dose de pato desfiado. Como entrada o tradicional caldo verde, abre o serviço. Mas para os paladares mais exóticos tem as papas de sarrabulho, feita com sangue suíno. Uma curiosidade é que as papas de sarrabulho são feitas no Inverno, época em que há a matança do porco. Cerimônia tradicional nas aldeias. São servidas como sopa ou como acompanhamento para os

rojões à

moda do Minho. Um prato que é acompanhado por vinho verde tinto, típico da região. O mais curioso é que um vinho de boa qualidade pode ser encontrado nos supermercados

portugueses entre dez e quinze

reais a garrafa.

OUTUBRO  2013

NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO  17


O que visitar Sé Catedral No centro histórico da cidade próximo à entrada principal. Abriga o museu de arte sacra e a primeira cruz da missa realizada no Brasil. Santuário do Bom Jesus do Monte Considerado um dos santuários mais belos de Portugal. É formado por uma igreja neoclássica, rodeada por jardins, a escadaria barroca que leva até o santuário, com encantadoras fontes e estátuas ao longo do percurso. Os visitantes também podem optar por pegar uma espécie de bondinho movido à agua. Santuário do Sameiro Um outro santuário, perto do Bom Jesus. Templo, concluído no século XX, destaca-se no seu interior o altar-mor em granito branco polido, bem como o sacrário de prata. Este santuário é um dos centros de maior devoção mariana em Portugal. Citânia de Briteiros Um dos locais arqueológicos mais bem preservados da região do Minho. Por lá há vestígios de povos antepassados, os celto-ibérico que remonta a 300 a.C. O local é preservado e aberto à visitação. Igreja de Santa Cruz Conhecida como a Igreja dos Galos. A igreja de Santa Cruz foi construída no século XVII, exibe uma intrincada fachada de pedra em estilo barroco. O interior elaborado inclui um órgão e púlpitos dourados, uma nave muito alta e belíssimos painéis de azulejos. Há uma lenda em torno dos galos esculpidos na fachada da igreja. Aquela mulher solteira que encontrar três alos escondidos entre os relevos esculpidos na edificação poderá casar em breve.

18

 NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

Jardim de Santa Bárbara O Jardim é encantador. Um dos mais bonitos do país e cuidadosamente mantido ativo o ano inteiro. Com flores e plantas para cada estação do ano. Criado no século XVII, fica perto do antigo Palácio Episcopal. Ruínas romanas de Bracara Augusta As ruínas de Bracara Augusta podem se visitadas. A cidade fundada pelo Imperador Augusto entre 300 e 400 a.C., ainda tem vestígios. As ruinas são preservadas e as estruturas do complexo arqueológico ainda remanescentes. Museu dos Biscainhos Um antigo solar barroco, com mobiliário e jardins cuidadosamente preservados, mostra a vida quotidiana da aristocracia minhota.

OUTUBRO  2013


Nossa Senhora, cuida de Belém e do povo também. OUTUBRO teu  2013

NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO  19


REGRAS DE BOA CONVIVÊNCIA TRÂNSITO NO CONDOMÍNIO Respeite o limite de velocidade na área condominial. Você garante segurança para todos os moradores e principalmente para as crianças. Evite usar a buzina, o barulho pode perturbar um bebê ou alguém que esteja precisando descansar.

ÁREAS DE LAZER PARA TODOS As áreas comuns do condomínio são destinadas à qualidade de vida dos moradores. Cuide bem dos espaços e garanta que ele esteja sempre limpo.

PARTICIPE DA VIDA SOCIAL DO SEU CONDOMÍNIO Isso estreita as relações entre os moradores e a administração e ainda ajuda a convivência em comunidade. Ações coletivas aumentam a troca positiva e o bem estar de todos.


DIREITOS E DEVERES Não esqueça que o seu direito termina onde começa o do outro. Evite conflitos dentro do seu condomínio. Respeite as regras estabelecidas para conviver bem com todos os vizinhos.

BARULHO NO CONDOMÍNIO O volume do som pode trazer desconforto para a vizinhança. Gosto musical cada um tem o seu. Som com volume muito alto incomoda e vira só barulho.

ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO Recolha e jogue no lixo o coco do seu cachorro ou gato. Mesmo nas dependências do prédio ou ruas do condomínio a responsabilidade é sua. Não espere que alguém faça isso por você.


Entrevista

O PARÁ NO ROTEIRO DO MUNDO Voltar os olhos do turista para o Pará é a missão da Paratur que além do Círio divulga muitos outros potenciais do estado. A meta é tornar o Pará o destino líder em turismo até 2020. Marcelo, você assume a Paratur em um dos momentos mais significativos para nosso Estado. O momento de executar o Plano Ver -o-Pará visando tornar este o destino líder em turismo na Amazônia até 2020. Explique a importância dessa missão.

calypso, tecnobrega e tantos outros rimos fazem do povo um dos mais festivos do Brasil. A gastronomia é original, criativa, autêntica e marcada por grande diversidade. É mais que uma prática alimentar, é um ritual que mistura as heranças indígenas, africanas e européias que marcam a origem histórica e étnica dos habitantes locais. Soma-se a esse aspecto a

A Amazônia é, sem dúvida, um dos destinos

criatividade do paraense, seja para a literatura, artes

turísticos mais desejados do mundo. Em seu território

plásticas, artesanato, música e outras formas de ex-

brasileiro, na Região Norte do País, encontramos o

pressão, que tem grandes expoentes.

Pará, seu portão de entrada e o estado detentor de

Nossa participação nessas programações,

cerca de 50% de toda a sua riqueza natural. Con-

em países como Argentina, Portugal, França, Estados

siderado a obra-prima da Amazônia, encanta pelas

Unidos e em estados brasileiros com maior força no

ricas manifestações culturais, gastronomia exótica e

emissivo de visitantes, como São Paulo, Rio de Janeiro

belezas naturais. Tudo isso pode ser vivenciado nas

e alguns do Nordeste do Brasil é com um forte acervo

seis regiões turísticas que formam o estado: Belém,

de material e produtos promocionais do Pará. Esses

Marajó, Tapajós, Amazônia Atlântica, Araguaia Tocan-

produtos vão desde catálogos, mapas, vídeos até fitas

tins e Xingu. Ter em mãos todos esses mecanismos já

que simbolizam o Círio, Cheiro do Pará, bombons re-

torna a nossa missão mais fácil, mais simples. Cabe à

gionais, jóias amazônicas. Formas de atrair o turista,

nós intensificarmos a missão de promover e divulgar o Pará internamente e nos mercados internacionais para alcançarmos essa meta. De que forma a Companhia Paraense de Turismo – PARATUR trabalha ao longo do ano para apresentar o Pará nos mercados turísticos nacionais e internacionais? Nós levamos mensalmente às feiras, congressos, encontros, festivais e outros eventos do Brasil e do exterior a mensagem de que o Pará oferece hoje cinco principais segmentos turísticos: natureza, cultura, sol e praia, eventos e negócios. A cultura, por exemplo é refletida em inúmeros eventos nos 144 municípios do estado. Carimbó, siriá, lundu, retumbão,

22

 NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

MARCELO MENDES

PRESIDENTE DA PARATUR OUTUBRO  2013


Entrevista

operador ou agente ao Pará pelos sentidos diversos:

agências de receptivo local vai apresentar um pouco

audição, tato, paladar, visão, com objetivo de des-

do roteiro Pará: Obra-Prima da Amazônia 8 dias e 7

pertar mesmo o interesse do turista.

noites.

O Círio é uma grande festa religiosa que

Fale da relação da Paratur com o Círio de Nazaré.

movimenta o turismo no estado, qual a expectativa para o ano de 2013?

Vale ressaltar que todo ano a Paratur recebe a visita da Imagem Peregrina de Nossa Senhora de

A religiosidade do paraense é muito forte,

Nazaré. Essa visita faz parte do calendário oficial de

em especial a cristã, que tem no Círio de Nazaré sua

visitas da Imagem Peregrina a espaços públicos de

principal manifestação, traduzida todo mês de outu-

Belém mas é bem mais significativa tendo em vista

bro em procissões e romarias, a do segundo domingo,

a relação histórica do local com o Círio, afinal, foi o

por exemplo, envolvendo mais de dois milhões de ro-

ex-presidente da Paratur, jornalista Carlos Rocque, o

meiros tem mais de 220 anos. São esperadas para o

grande idealizador da Romaria Fluvial. É também a

Círio este ano 77,9 mil turistas que vão estar entre os

Paratur responsável pelo já tradicional Concurso de

2 milhões ou mais de romeiros. A Paratur integra, com

Ornamentações de Embarcações da Romaria Fluvial,

cerca de 100 profissionais, entre funcionários, estagi-

que anualmente premia seis embarcações partici-

ários e voluntários, o Programa Amigos do Turista, que

pantes da “Procissão das Águas”.

vai oferecer um receptivo 24 horas no aeroporto de

Ornamentação de Embarcações tem também a fina-

Belém de 7 a 11 deste mês, de 18 horas no Terminal

lidade de fortalecer o trabalho da Capitania dos Por-

Rodoviário e de 9 horas na sede da Paratur, onde fun-

tos quanto à segurança da Navegação.

O Concurso de

cionam os Postos de Informações Turísticas. A ideia é oferecer um receptivo especializado aos visitantes. Jornalistas especializados em turismo de vários es-

Essa divulgação acontece em outros países visando trazer novos visitantes ao Círio?

tados brasileiros, operadores de turismo, agentes de viagens e outros são esperados pela Paratur, através

A Paratur tem ainda, em sua missão de fortale-

do Programa de Press Trip e de Famtur que mantém

cer o Círio como produto turístico religioso e cultural,

com essa finalidade. Na ocasião, em parceria com as

a responsabilidade de conduzir a Imagem Peregrina

OUTUBRO  2013

NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO  23


Entrevista

a outros estados e países juntamente com a Diretoria do Círio. Em 2011 a Imagem Peregrina foi conduzida ao Rio Grande do Sul e apresentada publicamente nas cidades de Canela e de Gramado como símbolo da devoção mariana. A ação foi realizada durante o Festival de Turismo de Gramado. Em 2012 foi a vez das cidades de Lisboa e Nazaré, em Portugal, receberem a Imagem Peregrina, durante a Feira de Turismo de Lisboa. E em setembro deste ano a Imagem Peregri-

Pará oferece hoje cinco principais segmentos turísticos: natureza, cultura, sol e praia, eventos e negócios. A cultura, por exemplo é refletida em inúmeros eventos nos 144 municípios do estado.

na foi levada pela Paratur e Diretoria do Círio ao Rio de Janeiro, durante da Expocatólica 2013 e Jornada Mundial da Juventude. Apoio à produção de filme de produtora da Alemanha, visita de imagem de Nazaré à Portugal onde o Pará participa anualmente da Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), press trip envolvendo jornalistas da França e também participação em feira de turismo (Top Resa) entre outras ações estão sendo desenvolvidas pela Paratur visando divulgar o Pará. O Círio de Nazaré está sempre na pauta dessas ações como produto turístico.

* Perfil – Marcelo Mendes é formado em Comunicação Social com graduação em Publicidade, traz consigo experiências na área de comunicação, marketing e gestão pública. É especialista em Marketing pela Escola Superior de Propaganda e Marketing do RJ; Mestrando em Comunicação, Linguagens e Cultura pela UNAMA. Atua há 20 anos como Professor Universitário, Publicitário, Jornalista, Consultor e Palestrante nas áreas de Comunicação e Marketing. Na Universidade da Amazônia foi Coordenador da Rádio Unama FM e Agência Unama de Comunicação & Marketing; Supervisor de Produção da TV Unama. Também trabalhou na equipe de Comunicação e Marketing da CTBEL. Na Paratur Marcelo chega com o desafio de dá continuidade à execução dos macro programas, projetos e ações do Plano Ver-o-Pará, que tem como meta tornar o estado o destino líder em turismo até 2020, a partir dos segmentos de cultura, natureza, sol e praia, eventos e negócios representados nas regiões turísticas de Belém, Marajó, Tapajós, Amazônia Atlântica, Araguaia Tocantins e Xingu

24

 NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

OUTUBRO  2013


Fé e religião se encontram no Círio de Nazaré “O Círio não pertence à determinada religião, está acima disso. Ele pertence ao povo que o realiza e que o considera importante. É fé e emoção coletiva, que falam mais do que as dúvidas e a intolerância”, Elias Sassim Neto (fisiotepauta e espírita). Quem tem fé, ao longo do ano inteiro, é tempo de agradecer pelas conquistas e também pedir pelo que ainda não alcançou. Mas é no mês de outubro que muitos pedidos se unem em um só caminho: o percurso das romarias de Nossa Senhora de Nazaré. É tempo em que Belém respira a paz nos corações. Tempo em que as vozes se voltam para os pedidos, sacrifícios e muita fé. É o Círio! A maior festa religiosa do Brasil que por sua grandiosidade atrai olhares e participações de fiéis além dos católicos. Bem de longe, lá do Líbano, em 1947, depois de um mês de viagem de barco a caminho para o Brasil, mais precisamente, para Belém, o empresário muçulmano Nabih Abou El Hosn chegou à cidade das mangueiras no período do Círio. A segunda guerra mundial havia acabado de terminar e o Líbano estava devastado, sem luz e nenhuma estrutura. Da janela do avião, Nabih avistou Belém, e do alto passou por cima do Arraial de Nazaré muito iluminado. “Foi como ter chegado ao paraíso”, conta o empresário. Nessa época tinha apenas 16 anos e de lá pra cá, passou a conviver muito bem com o Círio. No domingo da grande procissão, a movimentação em sua casa sempre é intensa de filhos, netos, amigos e religiosos. É casado com uma libanesa, mas neste dia, a cozinha Nabih Abou El Hosn na MESQUITA DE MOHAMAD EL AMIN em Beirute, no momento das orações.

OUTUBRO  2013

só tem espaço para a comida paraense.

NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO  25


Da religião Drusa, Nabih destaca algumas semelhanças de devoção que permeiam o Círio. Em

Nós reunimos amigos e a família, convivemos muito bem com o Círio. Nós acreditamos nos milagres de Nossa Senhora de Nazaré”, revela o empresário Nabih Abu El Hosn da religião drusa.

suas crenças, acredita que há um só Deus e que ele tem o seu mensageiro em cada lugar, sem desvalorizar outros profetas. Também acredita no poder da oração e de sua frequência, da caridade, jejum e a peregrinação. Mesmo de tão longe, em solos paraenses, há semelhanças na devoção e é por isso que Nabih também vive o Círio como os paraenses católicos. “Nós reunimos amigos e a família, convivemos muito bem com o Círio. Nós acreditamos nos milagres de Nossa Senhora de Nazaré”, afirma.

Nabih Abou El Hosn com seuMASBAHA ( objeto para orações e terapia para desestressar).

As palavras não definem o alcance e o significado do Círio, é o que diz o espírita Elias Sassim Neto, fisioterapeuta, que acredita que esta manifestação de fé está acima de qualquer religião ou pensamento

religioso.

“Pertence

ao povo que o realiza e que o considera importante. É fé e emoção coletiva que falam mais do que as dúvidas e a intolerância”, diz.

26

 NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

Nabih Abou El Hosn e esposa Sania visitam a MESQUITA DE OMAYA em Damasco (a mais antiga do mundo)

OUTUBRO  2013


Ateu, espírita ou druso, a fé os leva ao Círio no segundo domingo de outubro em Belém do Pará. De uma família de católicos, Elias teve o primeiro contato com o espiritismo na infância, mas foi a partir de 2009 que passou a fazer parte dos mais de dois milhões de brasileiros adeptos à doutrina espírita. Nem por isso, Elias deixou de participar das romarias à Nossa Senhora de Nazaré. Nas palavras do espírita, seria superficial e injusto não considerar uma festa religiosa tradicional que reúne milhões de fiéis. “O sentimento é contagiante, verdadeiro e inexplicável. Para nós espíritas, há legiões do bem presente. Existe um envolvimento espiritual do bem em favor da cidade e dos romeiros.”, afirma. O almoço do Círio faz parte da tradição também e é o momento em que as famílias se harmonizam. “Fortalece os laços. O almoço é o símbolo de união da família em forma de alegria. O sentimento de bem estar é emocionante”, completa Elias. A afirmação de que tudo tem um motivo para acontecer, mesmo as tragédias, despertou a curiosidade de Fernando Pimentel, oficial de máquinas de marinha mercante, sobre a existência de Deus.

Elias Neto acredita que esta manifestação de fé está acima de qualquer religião ou pensamento religioso.

“Sempre fui um cara muito curioso e gosto das coisas muito bem explicadas e ao meu ver as religiões como um todo, contornam as perguntas e não as respondem diretamente”, explica.

OUTUBRO  2013

NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO  27


Fernando é ateu. Mas mesmo sem um pensamento religioso que justifique a sua presença no Círio, ele já participou da grande romaria. “Participo diretamente, mesmo depois da minha convicção religiosa formada. Eu já fui uma vez na corda da Trasladação e três vezes na corda do Círio, fui pela curiosidade”, diz. A harmonia que se vive em Belém é para Fernando um clima de amor, que deveria ser sentido no restante dos dias também. “O Círio na minha visão é a maior festa cultural do Pará, um dia de muita alegria. Eu conto os dias para chegar logo. Só que infelizmente para algumas pessoas, só há dias com harmonia assim no Círio”. Não há como não se render. É impossível não abrir bem os olhos quando a romaria está seguindo o percurso à Basílica, e a Santa está sendo levada pelos seus fiéis. Cada um com a sua fé, com a sua história, com o seu momento de sacrifício para alcançar alguma graça ou agradecer por ter sido atendido. Cada um com a sua religião, pensamento e crença religiosa, que no mês de outubro se permite viver e reviver o Círio de todos os

Fernando diz que participa diretamente do Círio, mesmo depois da convicção religiosa formada. “Eu já fui uma vez na corda da Trasladação e três vezes na corda do Círio, fui pela curiosidade”, conta com respeito.

anos.

28

 NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

OUTUBRO   2013


. e t n a c n e e s e a ç Conhe

ê sempre c o v e u q a ç n e segura e d a d r e b li , Todo conforto nos do que imagina. me ilidades c a f s a a r b sonhou custa u c res e des to e r r o c s o s s Consulte no nto. do financiame 4 OBRAS ACELERADAS 4 LOTES A PARTIR DE 512 M² 4 SEGURANÇA TOTAL 24H, TODOS OS DIAS 4 COMPLEXO ESPORTIVO E DE LAZER COMPLETO 4 MAIS DE 128,7 MIL M² DE ÁREAS VERDES 4 FINANCIAMENTO DIRETO COM A FGR EM ATÉ 144 MESES 4 UMA DAS MENORES TAXAS DO MERCADO: SÓ 0,49% AO MÊS + IPCA

(91)

3292.4512 - (91) 9227.2824 - WWW.JARDINSCOIMBRA.COM.BR

EMPREENDIMENTO E PLANTÃO DE VENDAS: BR 316, KM 18 - Marituba/PA. REALIzAÇÃO

*FINANCIAMENTO DIRETO COM A FGR EM ATÉ 144 MESES. FGR URBANISMO CJ 8016. IMAGENS MERAMENTE ILUSTRATIVAS. CONSULTE MEMORIAL DESCRITIVO. CADASTRO E CRÉDITO SUJEITOS A APROVAÇÃO. LOTES SUJEITOS A DISPONIBILIDADE. ENTRADA DE 10%. O REGISTRO MATRÍCULA É SOB O Nº DE ORDEM 192 DO LIVRO 2 DO 2º OFÍCIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS DE MARITUBA - PA - CARTÓRIO FELIPETTO MALTA.


Informe

PLAMAX GARANTE DESTINO CERTO E SEGURO PARA O LIXO HOSPITALAR

T

odos os dias, os grandes hospitais, clínicas, postos de saúde e até uni-

dades móveis acumulam enorme quantidade de lixo hospitalar. Materiais como agulhas, gases, lâminas de bisturi, sangue etc, todos os resíduos gerados por instituições de saúde são exemplos de lixos hospitalares. Objetos que representam grande fonte de contaminação de doenças se forem despejados em locais impróprios e que levariam de 100 até 500 anos para se decompor na natureza. É comum pensar que tudo o que não presta, deve ser jogado fora. Mas a consciência do des-

30

 NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

OUTUBRO  2013


Informe

tino adequado nem sempre é levada em conta. O lixo hospitalar, por exemplo, deve ser incinerado, que é a queima do lixo em fornos e usinas próprios e tem o objetivo de reduzir o volume dos resíduos, destruindo os microorganismos que podem causar alguma contaminação ao meio ambiente. O lixo que vem de hospitais, clínicas médicas e odontológicas, pet shop’s, distribuidoras de medicamentos, empresas privadas e órgãos públicos já tem destino certo na Região Metropolitana de Belém. A empresa Plamax faz a coleta dos resíduos e se responsabiliza pela incineração. A Plamax é pioneira nas regiões norte e nordeste do Brasil na transformação de resíduos. A empresa trabalha desde a coleta até a fabricação de novos produtos, com a reciclagem. Uma

O lixo que vem de hospitais, clínicas médicas e odontológicas, pet shop’s, distribuidoras de medicamentos, empresas privadas e órgãos públicos já tem destino certo na Região Metropolitana de Belém. A empresa Plamax faz a coleta dos resíduos e se responsabiliza pela incineração. A Plamax é pioneira nas regiões norte e nordeste do Brasil na transformação de resíduos

Plamax: 12 anos de experiência no mercado de coleta de resíduos.

OUTUBRO  2013

NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO  31


Informe

Material contaminado de resíduo hospitalar tem destino seguro com o serviço oferecido pela Plamax.

experiência de 12 anos no mercado, e que há dois passou também a coletar lixo hospitalar e levar para a incineração. Nas cerca de 20 unidades de saúde da 1ª regional da secretaria de saúde do Estado do Pará (SESPA), como do bairro do Telégrafo e Marituba, são exemplos de pontos onde os funcionários são orientados a separar o lixo comum, do lixo patológico. Duas vezes por semana, a Plamax recolhe o lixo hospitalar nestes locais. Atividade que resulta em reconhecimento do trabalho. “O lixo infectado não é recomendado que fique próximo às unidades de saúde, temos que evitar os riscos como com o sangue. Levar para um destino adequado traz um bem estar para a nossa natureza”, ressalta Francisco de Assis, diretor de serviços gerais da 1º região da Sespa.

32

 NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

OUTUBRO  2013


Informe

Em média, a Plamax coleta 800 kg por dia de resíduos hospitalares para a incineração. Uma equipe percorre os pontos de saúde para recolher os materiais, que em seguida são despejados em local próprio. “Sem a destinação adequada, todo e qualquer resíduo de uma sociedade iria parar em lixão ou depósito clandestino de lixo, de modo que não há aterro sanitário licenciado ambientalmente e que pudesse ser usado como alternativa”, afirma Pablo Diego Gouveia, diretor de meio ambiente da Plamax. Portanto, a Plamax tem a competência adequada para manter a saúde da nossa cidade com um serviço sério e de qualidade.

PLAMAX LTDA Rod BR-316, 100 km 7,5 - Guanabara www.plamaxcoletoraderesiduos.com.br Fone: (910 3235-0401

OUTUBRO  2013

NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO  33


io Diárd e

m e g a vi Alessandra Barros cirurgiã plástica

UM

MERGULHO NA RELIGIOSIDADE Amigas há 23 anos Alessandra Barros, Fernanda Pacheco e Eliene Santos fizeram juntas uma viagem que misturou cultura e religião.

34

 NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

OUTUBRO  2013


S

aí de Belém com duas amigas, Fernanda e

fundos da mesquita. E mesmo as turistas, não muçul-

Eliene. Nossa amizade tem 23 anos, nos co-

manas, são obrigadas a cobrir os ombros e a cabeça

nhecemos na Casa da Juventude (CAJU) um

com um lenço. Almoçamos em um dos charmosos res-

grupo católico. Então, nada mais interessante que

taurantes do bairro. Provei o Ayran, bebida semelhan-

partilhar de momentos especiais de cultura e religião

te a um iogurte salgado, muito tradicional. Estranho

juntas. Programamos nossa viagem com mais ou me-

para o nosso paladar, mas gostoso.

nos 3 meses de antecedência. O trajeto: Belém – Rio

Passeamos pelas ruas e lojinhas e fomos to-

– Londres – Istambul – Tel Aviv – Jerusalém. Na volta

mar o famoso chá de maçã verde em um lugar que

Londres – Rio – Belém.

só serve chá e onde os homens fumam o Narguilé.

Fernanda já conhecia Istambul e por ter ami-

As pessoas foram extremamente acolhedoras, educa-

gos lá, optamos por permanecer na casa desses ami-

das, gentis e ao mesmo tempo com um extremo res-

gos em comum.

peito. Como diz minha amiga Fernanda: “quero levar

Já começamos a viagem cheias de adrena-

a Turquia na bolsa”.

lina. A chegada a Londres foi em cima do horário de

Assistimos um show dos Dervixes rodopiantes

embarque para Istambul e devido ao imenso aero-

(uma espécie de dança, uma cerimônia do “Sema”,

porto de Heathrow, e alguns contratempos, perdemos

um ritual místico de ascensão espiritual) em um res-

nossa conexão para Istambul. Dormimos em Londres e

taurante ao ar livre entre as mesquitas. Às oito horas

no dia seguinte embarcamos para a Turquia.

da noite o sol estava se pondo, o que tornou as mes-

Em Istambul nossos anfitriões, Gokhan e Mecit, estavam nos esperando no aeroporto. Nossos no-

quitas ainda mais belas. Em toda cidade se ouve o som de chamada para a oração nas Mesquitas.

vos amigos turcos falam inglês e a partir daí essa se

Nossa casa ficava no lado asiático, que é

tornou nossa língua oficial. Em minutos, tivemos que

bem diferente do lado europeu. Muito menos turístico,

destravar nosso inglês que já estava bem “enferruja-

moderno, com um calçadão maravilhoso que mar-

do”. Muito gentis e atenciosos, eles foram anfitriões

geia o mar e onde famílias inteiras se reúnem para

maravilhosos. Nos revelaram alguns mistérios de um

fazer piqueniques até tarde da noite com segurança,

país muçulmano com muitos contrastes e diferenças

nada de violência. Vimos as mulheres na beira do mar

em relação à cultura brasileira.

completamente cobertas e de lenço na cabeça , já

Como já chegamos um dia depois do previs-

que a maioria é muçulmana.

to, resolvemos iniciar logo a descoberta da Turquia.

Mais um dia começa e com um café da ma-

Percebemos que os turcos fumam muito e tomam chá

nhã tipicamente turco: pão, queijo branco, geléia,

frequentemente. O chá pra eles é como se fosse o

azeitonas, pepino, tomate cereja e chá preto. Fomos

nosso cafezinho.

a ilha de Buyukada ou Ilha dos Príncipes. A paisagem

Fomos à Sultanahmet, bairro turístico, no lado europeu de Istambul.

é belíssima. O mar azul então nem se fala! A ilha é

Que lugar encantador! Além

muito charmosa, mansões, ruas estreitas e muitos res-

das ruas estreitas com pequenos restaurantes muito

taurantes de frutos do mar compõem a beleza do lu-

charmosos, lá estão algumas das mesquitas mais co-

gar. Andamos de charrete até um certo ponto e de lá

nhecidas: a Mesquita Azul e a Santa Sofia. Entramos

subimos um morro andando por cerca de 4km. A vista

na Mesquita Azul: deslumbrante! Azulejos coloridos,

do alto compensa o esforço da caminhada. Istambul

enorme tapete turco, luminárias de tirar o fôlego e o

é ainda mais linda vista de cima. Comemos no restau-

som das orações me inebriaram. A energia do lugar

rante do topo da ilha, muito gostoso. É o único por lá.

é algo indescritível. A força da religião muçulmana é

Segundo nosso amigo Gokhan, os ricos de Istambul se

sentida no ambiente. Religiosos se misturavam a uma

mudam para essa ilha quando se aposentam.

multidão de turistas. Só os homens podem rezar no

Ficamos sabendo dos protestos na cidade

grande tapete na área principal da mesquita. As mu-

para impedir que um parque fosse transformado em

lheres são renegadas a um lugar bem pequeno nos

shopping. A internet não funcionava. Parecia que o

OUTUBRO  2013

NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO  35


Diário de viagem

Delicioso e tudo feito pela anfitriã! Nada pode ser feito por outro integrante da casa. E os convidados também não fazem nada. Seria um desrespeito ao casal que está recebendo. Conversamos muito sobre a cultura e os costumes locais. Oportunidade única de descobrir mais diferenças principalmente em relação a religiosidade muçulmana. A religião permeia todas as relações no país, desde o trabalho até a família. Muito interessante! Em casa fizemos uma sessão de fotos com roupas turcas e lenços. Engraçadíssimo! No dia seguinte nos programamos para visitar o Topkap Palace, porém estava fechado. Então visitamos a San“Na Igreja Octagonal senti uma emoção muito forte. Uma sensação muito grande de fé invadiu meu coração... Chorei muito!”

governo não queria que o mundo soubesse dos protestos. Estávamos sem receber e dar notícias para nossa família. Nesses momentos, agradecíamos por viver num país livre. Tiramos um dia para nos aventurar sozinhas. Saímos sem nossos amigos turcos, com mapa e guia em mãos. Depois de um trem e um ferryboat chegamos ao lado europeu de Istambul. Uma viagem lindíssima! Visitamos a Mesquita Nova - muito parecida com a Mesquita Azul, porém menor. De lá fomos ao Bazar de Especiarias. Eu, como sou apaixonada por cores e sabores, fiquei encantada! Tirei fotos maravilhosas lá. Temperos de todos os tipos, sabonetes cheirosíssimos, narguilés de todos os tamanhos, tapetes turcos,

ta Sofia, mesquita que havia sido uma igreja católica, por isso, há imagens de santos neste templo. Estranho, mas muito bonito. Almoçamos num restaurante bem perto das Cisternas da Basílica e comemos um prato muito diferente. A carne e os legumes foram cozidos em um pote que é quebrado na hora de servir. Uma delícia! A visita as Cisternas da Basílica onde ficava o antigo reservatório de água da cidade se mostrou um lugar recheado de mistério. Em seguida, andamos pelas ruas estreitas e cheias de lojas interessantes até o porto. Hora de voltar para o lado asiático. Jantamos num restaurante muito requintado, na beira mar, provamos o RAKI e comemos o famoso peixe da Turquia. A vista linda e a comida deliciosa. Mais tarde, um amigo nos presenteou com a leitura da borra do café turco. É uma leitura sobre passado, presente e futuro.

luminárias coloridas, doces, quase enlouqueço! De lá seguimos para o Grand Bazaar. Outro mercado bem maior e lindíssimo. Além de vender as coisas típicas da Turquia, a arquitetura é muito bonita! Daria pra passar um dia inteiro ali… No restaurante bem perto do Grand Bazaar almoçamos e foi interessante ver a cara dos homens quando pedimos cerveja: assustados por sermos mulheres, sozinhas e bebendo álcool. Diferenças culturais que é impossível não notar. Em seguida, fomos ao tão famoso banho turco. Amamos! A sensação de relaxamento foi profunda. Nada como tirar férias! Enfim, tomamos um chá, fizemos muitas fotos e voltamos para casa. Fomos convidadas para um jantar turco na casa de Erdinç e Fátima, um casal de amigos turcos.

36

 NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

OUTUBRO  2013


Diário de viagem

Tive o privilégio de tocar na rocha que Jesus Cristo foi crucificado. Muitas lágrimas jorraram... É muito difícil descrever com palavras aquele momento. Muitos turistas de várias religiões estavam ali. Difícil conter as lágrimas, fiquei extasiada! Lembro até hoje do cheiro de rosas daquele lugar santo. Cansadas, sentamos na escadaria em frente à Igreja e partilhamos entre nós aquela oportunidade única de visitar aquele lugar. Como nos velhos tempos de Caju, após a partilha, o silêncio inebriante... Nossa alma estava plena! No dia seguinte fomos à cidade de Belém. Visitamos uma gruta onde Maria amamentou Jesus quando fugia para o Egito, a Gruta do Leite. Um lugar cheio de energia. Conta a lenda que pessoas com câncer e mulheres com dificuldade de enNo nosso último dia em Istambul, fomos ao shopping.

gravidar, após fazerem tratamento com o pó da rocha

Queríamos ver as maquiagens turcas. Almoçamos e

de lá, voltam depois ou mandam fotos comprovando

partimos para o aeroporto com destino a Tel Aviv. Amei

as graças alcançadas. Fiquei impressionada com a

Istambul! Cidade inesquecível! Tivemos dias muito feli-

quantidade de fotos numa sala reservada para isso e

zes na Turquia e certamente podemos dizer que temos

acabei trazendo o pó para uma tia que está em trata-

bons amigos neste país distante e diferente.

mento. “A fé move montanhas”.

ISRAEL

onde os pastores foram avisados pelos anjos que Je-

Começamos uma nova jornada rumo a Israel. Estava ansiosa pra chegar… Em Tel Aviv, nossa ami-

De lá, fomos no Campo dos Pastores. É o local sus havia nascido. Visitamos também a Igreja da Natividade, lugar onde Jesus Cristo nasceu. Como não se emocionar?

ga Eliene teve problemas na imigração. A polícia israelense é extremamente rigorosa. Depois que ela foi liberada e passado o nosso nervosismo, rimos muito desta situação. Ela, dentista, estaria “contrabandeando” pasta de dentes? Nem descansamos e fomos conhecer a noite israelense. Encontramos um pub muito bom e acabamos nossa noite por lá. Logo cedo, pegamos um ônibus e partimos para Jerusalém. No caminho, peguei meu guia de bolso e fiquei imaginando toda a emoção de conhecer a Terra Santa. A cidade onde Jesus realizou tantos prodígios. Era a realização de um grande sonho. Iniciamos um walktour por Jerusalém. Foram duas horas e trinta minutos de caminhada vendo os principais pontos turísticos e históricos. Vimos a cidade intra-muros, o Muro das lamentações, os bairros judeu, muçulmano e cristão ortodoxo, o Monte das Oliveiras e muitos outros lugares por onde Jesus caminhou. Ao final, o ponto alto deste primeiro contato com a cidade: a Igreja do Santo Sepulcro. Uma emoção imensa!

OUTUBRO  2013

NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO  37


Diário de viagem e onde ela recebeu a mensagem do Anjo Gabriel de que seria a mãe do Filho de Deus. Vimos também o local onde José morava. Saindo de lá, tivemos a bênção de ver uma procissão da Igreja Católica Indiana. Mais uma vez, a diferença convivendo em paz. Depois, passamos pelo Monte das Bem-Aventuranças, onde Jesus pregou o Sermão da Montanha. Almoçamos às margens do mar da Galileia, onde aconteceu o milagre da multiplicação dos peixes. Visitamos também a Igreja Octagonal, construída pela Rainha Helena (mãe de Constantino) em cima das ruínas da casa de Pedro, local que Jesus frequentemente ia após suas viagens e onde os primeiros cristãos se encontravam secretamente. Neste lugar, houve a cura do paralítico. Senti uma emoção muito forte neste luNo lugar exato onde Jesus nasceu, há uma estrela com 14 pontas que representa as 14 gerações entre Abraão e Davi e entre Davi e Jesus. E na capela ao lado há o lugar onde estava a manjedoura de Jesus. É forte e muito emocionante! Nesta mesma igreja, conhecemos as divisões das igrejas Grega, Armênia e Romana. Todas convivendo no mesmo ambiente. Mais uma vez a diversidade cultural e religiosa caminhando juntas. À tarde, fizemos um tour cristão e passamos por muitos lugares marcantes na caminhada de Jesus: Gólgota, Monte das Oliveiras, Via Sacra. E o melhor, com uma guia brasileira, a Ruth Laredo. Isso fez toda a diferença porque além do roteiro, pudemos enten-

gar. Uma sensação muito grande de fé invadiu meu coração...Chorei muito! Fomos nas ruínas do templo, onde Jesus pregava e ensinava as escrituras, passamos também pelo Monte Tabor, onde aconteceu a Ascensão de Jesus. E após tudo isso, a melhor parte do que já era maravilhoso! Fomos ao Rio Jordão, onde João Batista batizou Jesus. O lugar é belíssimo, perfeito! Lugar de contemplação e oração. Vimos algumas pessoas sendo batizadas e fizemos nosso próprio batismo. Cada uma de nós batizou a outra. Muita emoção! Foi muito bom viver este momento ao lado das minhas amigas do coração. Uma energia incrível...

der um pouco mais sobre essa mistura de culturas e religião em um lugar que abriga judeus, cristãos ortodoxos, muçulmanos e católicos. Além de algumas variações de algumas dessas religiões. A noite também foi muito especial. Tivemos um Shabbat Dinner no Hostel. Além do jantar judeu, eles reproduziram toda a cerimônia que as famílias fazem na entrada do sábado. Deliciosa mistura cultural. Ruth, nossa guia, ficou conosco para o jantar, e por ser judia, nos explicou todos os detalhes dessa cerimônia. Nossa experiência se tornou ainda mais rica. Enfim, foi um dia cheio de emoção, de lágrimas e gratidão. Estar em lugares com tanta energia e saber que Deus em forma de homem esteve neles foi forte demais. E o poder de Jesus ressoa no lugar.

É crer

para ver! Saímos de Jerusalém cedinho, às 6h, e fomos para Nazaré visitar a Igreja da Anunciação, que foi construída em cima da casa onde Maria morava

38

 NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

OUTUBRO  2013


Diário de viagem

“No Rio Jordão (foto) João Batista batizou Jesus. Lugar de contemplação e oração. Cada uma de nós batizou a outra. Muita emoção! Foi muito bom viver este momento ao lado das minhas amigas do coração. Uma energia incrível”

Só pude agradecer a Deus por essa experiência maravilhosa! Chegou o dia de despedida. Nossa viagem estava perto do fim. Eu voltei pra Londres e minhas amigas/irmãs foram se aventurar pelo deserto da Jordânia. Peguei um ônibus para Tel Aviv e depois de inúmeras revistas no aeroporto e ler várias entrevistas consegui chegar em Londres bem. Fui a London Eye. Muito bonita a iluminação noturna de lá. Também vi vários pontos turísticos iluminados à margem do Rio Tâmisa. Pela manhã resolvi fazer um tour com uma guia brasileira pelos principais lugares da cidade. Visitei a Abadia de Westminster, o Big Ben, a Torre de Londres, andei na London Eye, Picadilly Circus e para terminar o dia, fiz umas compras na Harrod’s. Andei bastante, mas como meu tempo em Londres era curto e a cidade muito grande, preferi ter uma visão geral de tudo. Último dia de viagem. O hotel que fiquei hospedada era muito bem localizado, então aproveitei para passar em frente ao Museu de História Natural, andei pelo Hyde Park e fui assistir à troca da guarda no Palácio de BucKinghan. Lá encontrei amigos de Belém: Leonardo Lima, Ana Carolina e Luna Almeida. Que bom ter amigos por perto! Almoçamos uma paella maravilhosa no Covent Garden ouvindo música e festejando o fim de uma viagem inesquecível! Voltei à noite pro Brasil com dois sentimentos muito fortes no meu coração e na minha alma: gratidão e felicidade! Além da certeza de que viajar é sempre sensacional!

OUTUBRO  2013

NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO  39


OUTUBRO  2013

NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO  41


A VALORIZAÇĂO DO SEU CONDOMÍNIO DEPENDE DE UMA BOA ADMINISTRAÇĂO O universo dos condomínios está

des de financiamento, busca por

lhora a sensação de segurança. E

se tornando maior a cada dia que

segurança e a melhoria do padrão

as famílias de baixa renda também

passa, e à medida que esse uni-

de vida do brasileiro vem fazendo

contam, hoje, com a ajuda de pro-

verso cresce, aumentam também

com que o número de condomínios

gramas do governo como o Minha

os problemas internos nesse espa-

se multiplique ano após ano. Num

Casa Minha Vida, que lhes possibili-

ço de convivência comunitária. A

passado não muito distante somen-

tam adquirir um imóvel numa comu-

palavra condomínio vem do latim,

te nas grandes cidades era comum

nidade condominial.

condominium, e é um termo com-

esse tipo de moradia, e, diga-se de

A lei do condominio (4.591/64)

posto de con (conjunto) e dominium

passagem, somente as famílias mais

possui 49 anos de idade, quando

(propriedade), portanto o condo-

abastadas financeiramente é que

foi sancionada em toda a Amazô-

minio nada mais é que um conjun-

residiam nesses locais. Hoje, com

nia existia apenas o Edifício Manuel

to de propriedades onde todos os

as inúmeras facilidades e com o

Pinto da Silva, inaugurado no ano

condôminos (proprietários) possuem

crescimento do poder aquisitivo, as

de 1958 tendo sido, na época, um

o mesmo direito. Em contraparti-

famílias estão buscando os condo-

marco histórico por tratar-se do pri-

da possuem os mesmos deveres. O

mínios que, por tratar-se de locais

meiro arranha-céu da Amazônia e

crescimento imobiliário, as facilida-

fechados e com acesso restrito, me-

um dos mais altos de todo Brasil.

42

 NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

OUTUBRO   2013


Informe

A CONVIVÊNCIA EM CONDOMINIOS. O stress da vida moderna, a correria nas grandes cidades, a busca incessante por resultados fez com que, aos poucos, o ser humano foi se tornando mais impaciente e hostil, e isso em geral reflete também na convivência dentro dos condomínios. É muito comum ocorrer brigas entre vizinhos, falta de respeito e bom senso. O respeito às regras internas do condominio é obrigatório a todos os moradores, entretanto, na maioria das situações isso não ocorre e cada um acha que deve fazer aquilo que lhe é conveniente, isso ocorre principalmente em condomínios com administração doméstica, ou seja, sem a presença de uma empresa administradora séria e que não tenha medo de fazer valer o Regimento Interno e a Convenção, bem como a lei 4.591/64 (dos condomínios). O condominio que é administrado pelos próprios moradores, via de regra, é cheio de vícios e problemas, a inadimplência muitas vezes transforma-se em algo indissolúvel, levando o condominio ao verdadeiro caos, pois quem administra não quer se indispor com seu vizinho que deve, levando-o à Justiça.

OUTUBRO  2013

NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO  43


Qualificação profissional é aposta para aquecer turismo em Belém Q ualificação profissional é aposta para

Para o coordenador municipal de Turismo, Maikken

aquecer turismo em Belém.

Souza, envolver ainda mais os turistas durante a quadra nazarena é um dos principais desafios. “Acredito

A capital paraense é repleta de atrativos que

que com a garra e a disposição dos nossos colabora-

encantam, principalmente, quem não é da terra. Gas-

dores, superaremos a previsão do Dieese, que aponta

tronomia, danças, músicas, feiras e construções cen-

a visita de 78 mil turistas na capital paraense durante

tenárias dão sons, cores, gostos e cheiros peculiares

o período do Círio”, destacou.

que atraem o interesse de visitantes à cidade que se prepara para completar 400 anos em 2016.

Ainda na visão de Maikenn, tão importante quanto possibilitar ao turista a experiência de vivenciar o Círio

Empenhada em impulsionar o turismo na capi-

ao máximo, é estimulá-lo a trazer seus familiares e ami-

tal, a Prefeitura de Belém, por meio da Coordenadoria

gos para conhecer a cultura e tradições do município

Municipal de Turismo (Belemtur), desenvolve o projeto

nos próximos anos. “O turista fica em média cinco dias

“Amigo do Turista”, uma iniciativa criada há 17 anos

na nossa cidade, então temos esse curto período para

para preparar estudantes e profissionais para recebe-

oferecer as melhores condições a ele. Por isso, é im-

rem visitantes no período de Círio de Nazaré.

portante termos qualidade na mobilidade, informação e equipamentos turísticos, que são todos os pontos de

No final de setembro, a Belemtur realizou um ciclo de palestras e orientações. Cerca de 80 pessoas

visitação turística. Ficar na distribuição de panfleto é ultrapassado”, pontuou.

participaram da programação, que envolveu temas como qualidade no atendimento e etiqueta profissional. Ainda dentro do projeto, está sendo realizada a qualificação de 200 taxistas com o mesmo objetivo: recepcionar bem os turistas. A estudante do 5º semestre de Turismo, Caroliny Freitas, 21, está ansiosa para trabalhar. “Esta é minha primeira vez como voluntária e minha expectativa é atender turistas internacionais”, revelou.

44

 NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

OUTUBRO  2013


Infraestrutura Levantamentos da Belemtur demonstram o turismo de negócio e eventos como predominante em Belém, seguido do turismo religioso. Em 2012, a cidade recebeu aproximadamente 76 mil turistas. Destes, cerca de 10 mil foram atendidos pela Belemtur. O desafio agora é dobrar esse número e a Coordenadoria acredita que tem tudo para conseguir este feito nos festejos religiosos. O Círio de Nazaré acontece todo segundo domingo de outubro e reúne cerca de 2 milhões de pessoas nas ruas de Belém, somente na procissão principal. Porém, a programação incluiu outros dez eventos

sobre a importância do turista na economia regional

como a Trasladação, Romaria Rodoviária e Romaria

e atuarão como multiplicadores, distribuindo material

Fluvial, que atraem respectivamente 1,3 milhão, 200

informativo da cidade sobre histórico, cultura, pontos

mil e 50 mil pessoas.

turísticos, entre outras informações.

De acordo com Maikken, a administração municipal

O projeto “Amigo do Turista” conta com parceiros im-

já está se organizando para receber com qualidade

portantes, entre eles o Serviço Nacional de Apren-

esse público. A principal medida é distribuir estrategi-

dizagem Comercial (Senac), Serviço Nacional de

camente pela cidade doze Pontos de Informações Tu-

Aprendizagem de Transporte (Senat) e a Secretaria de

rísticas (PIT), que contarão com profissionais treinados

Estado de Turismo (Setur), engajados com a prefeitura

para deixar o turista bem informado sobre localização,

no fomento do turismo em Belém.

eventos, pontos turísticos. Além disso, a força tarefa inclui a participação dos profissionais taxistas do Aeroporto Internacional e Terminal Rodoviário de Belém. A categoria foi orientada

OUTUBRO  2013

Texto: Dandara de Almeida – NID/Comus Fotos: Orwaldo Forte

NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO  45


Círio da minha lembrança “Era o Círio de 1967. Meu esposo Evandro foi escolhido coordenador da Festa de Nazaré no tempo em que era um ano só. Carregado de emoção ele colocou a imagem dentro da berlinda. Você trabalha, você se dedica, segura a imagem em certas ocasiões, mas certos momentos a emoção parece forte. Aí eu acho que é a corrente de amor e fé que une os corações durante a trasladação e o Círio, que acontece com uma energia positiva, e toma conta do seu ser. Com 48 anos de idade Evandro foi para São Paulo e lá fez as três primeiras pontes de safena no coração. Assustou um pouco a equipe médica, pois o sangue logo ao sair do corte, coagulava... Depois da cirurgia ficou numa enfermaria, mas no dia da alta, o médico disse: ‘Se eu tivesse sabido que você é o homem que coloca a santa na Berlinda do Círio de Belém, não teria nem ficado preocupado.”

“Essa fotos e da década de 70. Foram tiradas da janela da casa de minha avó materna na Cidade Velha, na rua Marquês de Pombal, em frente a Praça do Relógio, onde hoje é uma loja. As lembranças que eu tenho do Círio é que tínhamos um domingo de muita festa. Começava desde cedo, às 06:30 minha avó preparava um bom café da manhã para filhos e netos, éramos muitos, umas 25 pessoas. Era de lá da casa dela que víamos a Berlinda passar, logo após a missa na Catedral de Belém. O Cirío até hoje representa muita fé e devoção a Virgem de Nazaré.”

46

 NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

OUTUBRO   2013


“Algumas vezes acompanhei a Trasladação e o Círio. Depois que casei, passei a assistir a passagem da Santa na casa dos pais do meu marido, na Avenida Nazaré. Minha sogra tem a tradição de receber todas as pessoas que por lá passam, ora pra ver a procissão, ora pra tomar um guaraná e prosseguir sua caminhada rumo a Basílica. O que mais me marcou foi o Círio de Nazaré do ano de 2001, quando meus dois filhos já estavam grandes e pude perceber que aquela tradição, que me foi passada pelos meus pais, iria ser transmitida a eles e que tudo iria se repetir como na minha infância. Que alegria saber que aqueles sentimentos e emoções que passamos neste período da Quadra Nazarena seriam perpetuados e seguidos por eles. O Círio chega e traz com ele uma simbologia que só a fé pode descrever. Haverá sempre um rio de gente caminhando nas ruas de Belém. Este é o Círio de Nazaré.”

OUTUBRO  2013

NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO  47


Devoção a cozinha paraense Os irmãos Castanho, Thiago e Felipe estão entre os nomes mais requisitados do mundo gastronômico. E os jovens chef´s só estão começando.


Felipe e Thiago Castanho: cozinha simples com origem nos costumes e ingredientes regionais os levou ao reconhecimento internacional.

Os irmãos Castanho, Thiago

Eles querem conhecer a fun-

cado do Ver-o-peso, cartão postal da

e Felipe estão entre os nomes mais

do o que chega a eles. A prova está

cidade, viraram temperos inusitados

requisitados do mundo gastronômico.

na variedade de ingredientes encon-

nas mãos de Thiago e Felipe. Sálvia

E os jovens chef´s só estão começan-

trado na cozinha. Óleos extraídos

do marajó, hortelã pimenta usadas

do.

de sementes e cascas dão sabor e

em chás digestivos agora estão nas

exploram paladares pelos cantos do

receitas dos Castanho. Também a

mundo.

oxalis, usada em decoração, lembra

Na adolescência Thiago e Felipe ajudavam o pai seu Francisco na entrega das encomendas pelos

Os peixes são as atrações

bairros de Belém. Eles deixavam na

dos restaurantes Remanso do Peixe

casa dos clientes a panela de bar-

e Remanso do Bosque. O filhote na

ro quente com a deliciosa caldeira-

brasa é um dos pratos mais pedidos

da capixaba e depois passavam no

no Remanso do Bosque, inaugurado

dia seguinte para pegar, já vazia. O

há um ano e meio. Vem acompanha-

trabalho pesado nunca intimidou e

do com macaxeira, salada de feijão

o gosto pela culinária cresceu com

manteiguinha e farofa de banana.

eles.

Uma viagem ao passado, de redesOs irmãos saíram de Belém

para estudar, aperfeiçoar a prática

cobertas da culinária local com requinte contemporâneo.

que conheceram dentro de casa.

Os irmãos Thiago e Felipe

O SENAC de Campos do Jordão em

buscam colocar a mesa a origem

São Paulo foi apenas o início des-

dos sabores paraenses. Os ingredien-

se aprendizado. Até hoje eles estão

tes vêm da base da alimentação de

mergulhados em pesquisas, testes

caboclos, ribeirinhos, índios e negros,

gastronômicos na infinita variedade

e se tornam desafios para a dupla na

da Amazônia.

cozinha. As ervas tão famosas no mer-

50

o sabor azedo da vinagreira.

 NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

OUTUBRO   2013


Mandioca, milho, babaçu, banana e pupunha viraram farinha. Entre as catalogadas está a de palmito desenvolvida em parceria com a chef Manu Buffara.

E a semente de cumaru que

está também a de palmito desen-

se aproxima do sabor de baunilha foi

volvida em parceria com a chef de

parar nas sobremesas. Quase 100%

Curitiba Manu Buffara. No restaurante

da cozinha da família têm ingredien-

da família Castanho uma horta com

tes regionais. A herança portuguesa

espécies de ervas no meio do salão

também está presente nas panelas.

é cenário para os clientes sentirem

É um mergulho na história do Pará.

que a riqueza da floresta amazônica

“Queremos colocar na cozinha o que

é a grande parceira do talento dos

fomos e o que somos”, diz Thiago

jovens chef´s.

Castanho. A pimenta de cheiro, bem Mandioca, milho, babaçu,

amarela, fica dentro de uma garrafa

banana e pupunha viraram farinha.

pegando sereno para que sabor e ar-

Entre as catalogadas no restaurante

dência apurem.

Queremos colocar na cozinha o que fomos e o que somos - Thiago Castanho

Para completar o cardápio a sobremesa vem da ilha do Combú localizada em frente a

Belém. O chocolate produzido por comunidades ribeirinhas enobrece o doce de cupuaçu com farofa de chocolate. A maestria com que comandam a cozinha rende prêmios internacionais. Ganharam o 1º prêmio da noite, a premiação honrosa como o restaurante com maior potencial de crescimento, uma indicação da revista inglesa... Na primeira edição do prêmio na América Latina. O empreendedorismo dos pais não só deu inspiração para os irmãos, como os levou ao reconhecimento internacional. E eles nem O chocolate produzido por comunidades ribeirinhas enobrece o doce de cupuaçu com farofa de chocolate

OUTUBRO  2013

pensam em parar. A inquietude da juventude é o combustível para novas conquistas.

NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO  51


52

 NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

OUTUBRO   2013


Dica pelo mundo

Dica pelo

Mund THAIS ZUMERO TOSCANO arquiteta

Vicenza, Itália YÁSKARA CAVALCANTE Jornalista

Londres

Mônica Torres Franco

design de interiores e cerimonialista

Lyon - França

Magda Abou El Hosn

advogada e professora universitária

Beirute - Líbano

OUTUBRO  2013

NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO  53


Dica pelo mundo

Absolut Ice Bar Esse bar gelado é in-crí-vel. Ele fica no coração de Londres e é lotado de gente do mundo inteiro todos os dias. Das duas vezes que estive na cidade, fui ao local e voltaria quantas vezes pudesse. Ao chegar, você compra o ticket com hora marcada, já que cada acesso permite que o visitante fique somente 45 minutos, pois a temperatura é cinco graus negativos. Antes de entrar, você recebe uma capa térmica e luvas para tentar se aquecer e não congelar, pois paredes, copos, bancos, balcão, tudo é de gelo. No bar, também todo de gelo, você tem direito a dois drinks Absolut dos mais diferentes e deliciosos sabores. Enquanto isso, a música eletrônica aquece todo mundo. Local maravilhoso, sem dúvida!

YÁSKARA CAVALCANTE

jornalista

Londres

Lyon A Catedral de Notre Dame de Fourvière fica na cidade de Lyon, no interior da França. Fourvière é dedicado a Virgem Maria, que salvou a cidade de Lyon a partir de uma epidemia de cólera arrebatadora na Europa em 1823 e durante a Guerra Franco-Prussiana (de 1870-1). Construída no alto de uma colina a vista é magnífica. São 04 igrejas dentro de um prédio só. Há arquitetura impressiona bastante, foi a igreja mais bonita que vi, pela riqueza de detalhes em seu interior, e as imagens. Uma imagem que me impressionou bastante foi a de Santa Terezinha.

Mônica Torres Franco

design de interiores e cerimonialista

Lyon - França

54

 NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

OUTUBRO   2013


Dica pelo mundo

BEIRUTE

Minha visita ao Líbano denominei de “Minha Viagem encantada no Oriente Médio”, terra natal de meu pai, me encantou com tanta beleza. Na orla tem restaurantes a beira mar com comidas típicas que não tem quem resista. Uma vida noturna colorida e alegre com shows de dança do ventre e dança da espada em qualquer resto que você entre. As Mesquitas e são belíssimas você só pode entrar vestida de burca e descalça e encontra as vestes na porta do Templo para os turistas visitarem. A decoração é toda brocada de ouro tapetes vermelhos e as orações acontecem as seis da tarde e devemos todos nos ajoelhar voltados em direção a “MECA” e pedir bênçãos a ALAH (Deus do Alcoorão) que é Bíblia Sagrada dos muçulmanos. O povo árabe é muito hospitaleiro, educado, não deixa as mulheres pagar a conta e gostam de

Magda Abou El Hosn

advogada e professora universitária

Beirute - Líbano

mostrar o que eles tem de melhor que é a culinária. O breakfast é um verdadeiro almoço de tanta comida que eles servem.

Vicenza Minha dica na cidade de Vicenza na Itália é fazer um tour de bicicleta pelas Villas Palladianas. Também é imperdível assistir a um conserto no Teatro Olímpico, na Piazza Matteotti. Esse teatro foi projetado por Palladio na Renascença Italiana e tem como cenário a cidade de Pompéia. Outro passeio é ver de perto a Basílica Palladiana, uma joia da arquitetura, na Piazza dei Signori.

THAIS ZUMERO TOSCANO arquiteta

Vicenza, Itália

OUTUBRO  2013

NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO  55


Um jardim pra

chamar de meu

Os centros urbanos necessitam de áreas verdes. Se eles estão em falta, que tal você criar um ambiente na sua casa ou apartamento? orar em um lugar com

em vasos, como acerola, sapoti e

daninhas e eventualmente algum

um

verde

jatobá. Desde criança sempre mo-

bichinho que aparece, tiro com a

certamente pode deixar o seu lar

rei em casa com muitas plantas

mão. Ou faço misturas para elimi-

mais bonito e harmônico. O cultivo

e bichos, pois o meu avô paterno

nar os bichos e borrifo nas folhas”,

vai além da estética, o espaço ver-

morava conosco, e ele plantava

diz Jarine.

de por menor que seja, pode servir

muitas espécies frutíferas, aí eu

também de oferta de ingredientes

cresci comendo frutas direto do

para sua cozinha. Que tal colher

pé. E me aventurava subindo nas

do pé uns temperos como o manje-

árvores e comia lá no alto mesmo”,

ricão ou hortelã, para usar na co-

lembra Jarine.

cantinho

mida... humm! Isso não é difícil de conseguir!

Hoje, a bióloga tem vários tipos de planta em casa, desde as orna-

A bióloga Jarine Reis sem-

mentais às medicinais. São várias

pre fez questão de ter um espaço

frutíferas como açaí, tucumã, ace-

verde em casa. Ela mora há pouco

rola, abacaxi, que ainda não estão

mais de um mês em uma casa, que

produzindo frutos, pois demora um

apesar de ser pequena, tem um

pouco. Do restante, tem manjeri-

cantinho para as suas plantações.

cão, cebolinha, alecrim, boldo,

Antes disso, já morou em aparta-

capim santo, hortelã e até cac-

mentos e na varanda sempre era o

tos. Todas são tratadas com muita

espaço destinado para uma horta.

atenção. “Normalmente, cuido das

“Lá tinham até espécies arbóreas

minhas plantas eliminando ervas

Desde criança sempre morei em casa com muitas plantas e bichos, pois o meu avô paterno morava conosco, e ele plantava muitas espécies frutíferas, aí eu cresci comendo frutas direto do pé Jarine Reis, bióloga

ualquer pessoa que tenha

a qualquer ambiente.

um pouquinho de tempo li-

Nas hortas e jardins para ter plantas

E não é preciso gastar

vre em casa pode mesmo construir

bonitas e saudáveis é preciso um

muito para esse cultivo. Seja cons-

o seu próprio canto verde, uma

pouco mais de dedicação. Você

ciente com o meio ambiente, com

hortinha. A regra básica é escolher

precisa regar as plantas todos os

criatividade inove no plantio com o

um local com o mínimo de luz na-

dias. “Pelo menos duas vezes ao

reaproveitamento. Você pode usar

tural, mesmo que algumas espécies

dia, bem no início da manhã e no

qualquer embalagem que comprar

não necessitem de tanta claridade.

final do dia, quando a temperatura

no supermercado, por exemplo, la-

Depois você escolhe o que gostaria

está amena. Vez ou outra, acres-

tas de leite podem ser uma ótima

de ter na sua casa de fácil acesso.

cente composto orgânico para dar

opção para virarem vasos. Você

Você pode plantar orégano, man-

mais frescor”, explica Lia Paraense,

pode pintá-las ou cobrir com reta-

jerona e até tomilho. Eles são bem

publicitária que trabalha na área

lhos de pano. Além disso, embala-

fáceis de manter e ainda são aro-

de comunicação visual.

gens de margarina, pneus, e outros

matizantes. Se quiser apenas flores,

Lia complementa: “Isso proporcio-

materiais podem servir de vasos.

invista nas espécies interessantes

na a sensação de motivação para

Depois que o dono do espaço

como o cravo, a rosa menina e o

quem decide cuidar do ambiente.

se deparar com os resultados, vai

camarão, elas dão cor e perfume

É terapêutico. O espaço respira

ter uma boa recompensa. “Os be-

com os habitantes da casa, existe

nefícios são inúmeros, mas os que

56

 NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

uma troca muito saudável”.

OUTUBRO  2013


Isso proporciona a sensação de motivação para quem decide cuidar do ambiente. É terapêutico. O espaço respira com os habitantes da casa, existe uma troca muito saudável Lia Paraense, publicitária

saltam aos olhos é a beleza e aleciona. Sem falar, que no caso dos

Como construir o seu espaço verde

temperos, colher o que se planta e

• Escolha um espaço com luz natural;

ainda se alimentar faz bem para a

• Reserve alguns minutos do seu dia para regar sua planta, duas

alma e o corpo. Causa uma satisfa-

vezes ao dia, no início da manhã e no final da tarde, quando a tem-

gria que um espaço verde propor-

ção sem igual”, diz Lia. Se você mora em casa ou em apartamento, plante flores ou temperos, tanto faz, o mais importante é ganhar qualidade de vida.

peratura está mais amena; • Comece cultivando algumas espécies com plantio e cultivo mais rápidos, como os temperos; • O manjericão regional, hortelã, orégano, manjerona e o tomilho são bem fáceis de manter; • Se o espaço possibilitar cultivar flores, as espécies interessantes são o cravo, a rosa menina e o camarão, elas dão cor a qualquer ambiente.

OUTUBRO  2013

NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO  57


VIDA NA ARTE O ator está na novela Jóia Rara com o personagem Arlindinho, que trabalha em um cabaré com o pai e é apaixonado por Amélia (Bianca Bin), a protagonista da trama.

58

 NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

OUTUBRO  2013


Filho de pais artistas, Pedro Nechling optou pelo que conheceu na infância. Além de ator ele é roteirista e diretor de teatro e curtas-metragens.

Crescer em meio a camarins, palcos e câmeras é um convite a seguir a carreira artística. Impossível não se render. Foi assim com Pedro Neschling, de 31 anos, filho do maestro John Neschling e da atriz Lucélia Santos. Pedro é ator, roteirista e diretor de teatro e curtas-metragens. Começou a carreira profissional no teatro e fazendo curtas. Na TV, teve a primeira participação em 2003, no “Sítio do Picapau Amarelo”, como o Percival, na Rede Globo. Mas foi no ano seguinte que teve seu primeiro papel em novelas. Pedro deu vida a Dionísio Sardinha, em “Da Cor do Pecado”, personagem que o tornou conhecido do grande público. Desde

Dionísio Sardinha, em “Da Cor do Pecado” foi o personagem que tornou Pedro Neschling conhecido do grande público.

então, participou de várias peças, filmes, novelas nista da trama. O ator comemora o novo trabalho. “A e programas na TV como ator e diretor. expectativa é a melhor possível, a novela está linda. A Este ano, ele integra a equipe da novela das gente está trabalhando com muito carinho já há qua18h da Rede Globo “Joia Rara”, que estreou dia se quatro meses e o resultado é esse que vocês estão 16 de setembro. A trama tem a filosofia budista vendo agora no ar. As imagens são lindas, uma história como plano de fundo, fala de espiritualidade, cinematográfica no melhor sentido da palavra, e eu esamor platônico, liberdade e a prática do bem. A tou muito feliz”, diz o ator. história se passa no Nepal, um país paupérrimo. Pedro veio a Belém pela terceira vez na semana Pedro dá vida a Arlindinho, que trabalha em um da estreia da novela para participar do lançamento da cabaré com o pai e é apaixonado por Amélia, trama na capital paraense. Ele participou de um bate vivida pela atriz Bianca Bin, a protago papo com o público para falar um pouco sobre a no-

vela e o seu personagem. “Não podia ser melhor, o pú-

Pedro Neschling é ator, roteirista e diretor de teatro e curtas-metragens. Começou a carreira profissional no teatro e fazendo curtas.

OUTUBRO  2013

blico aqui é super caloroso, super receptivo. Eu fiquei muito feliz de estar aqui conversando com as pessoas. Eu adoraria ficar para conhecer a cidade, as pessoas, mas infelizmente não vai ser dessa vez porque eu tenho que voltar correndo para o Rio de novo, mas eu ainda fico aqui um pouquinho, se Deus quiser”, fala o ator. Essa é a segunda vez que Pedro participa de uma novela de época. Em 2007 ele interpretou Diogo Boticário em “Desejo Proibido” na Rede Globo.

NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO  59


60

 NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

OUTUBRO  2013


OUTUBRO   2013

nossA! A revista do seu condomínio  61


Vitrine

Taças As taças marcam a celebração de grandes momentos. Elas são sinônimo de elegância e sofisticação. As taças vermelhas deixam qualquer mesa fascinante! Faz a diferença na noite de Natal. Em cristal, elas podem ser usadas na decoração da sala. Para o licor ficar ainda mais saboroso, as taças delicadas e bonitas da Sarah Gold.

Cristaleiras Luxo!

Assim

pode

se

definir

a

cristaleira. Peça de extremo bom gosto que muda o ambiente.

Vaso Em porcelana a peça garante bom gosto a decoração. É

objeto

que

marcante

compensa

o

investimento.

Trav. Rui Barbosa, 2036 (91) 3224-6407 / 3212-0739 Batista Campos, Belém - Pará sarahgoldpresentes@gmail.com

62

 NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

OUTUBRO   2013


OUTUBRO  2013

NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO  63


Enquete

“O Bernardo é um grande presente de Deus e ao mesmo tempo um enorme desafio. Aprendemos com ele que precisamos

ter

uma

responsabilidade

muito

maior.

Quando vem aquele sorriso pleno de pureza, aí então, nos desmanchamos todinhos.” Alessandra Bastiani de Araújo - Pedagoga e José Luiz de Araújo - Engenheiro Civil pais do Bernardo

...................................................................................................................

“Além da minha filha ter um coração extremamente solidário, generoso e com necessidade de justiça, e por isso naturalmente já ensina muito, aprendi que as crianças são emocionalmente mais inteligentes que nós adultos! Aprendi a resgatar sentimentos puros perdidos pelos jogos amargos da vida! Sinto-me abençoada por ser mãe da Bruna!” Alessandra Arnaud - Cirurgiã Bucomaxilofacial Mãe da Bruna - 5 anos

........................................................................................................ “Aprendi com meu filho que... ser pai e mãe é algo divino, é a verdadeira felicidade e que não há amor maior do que aquele que sentimos, ainda na sala de parto, quando carregamos pela primeira vez esse serzinho, tão pequeno e indefeso, que a partir desse momento depende de nós...Com isso, aprendemos a compreender nossos pais e ficar mais próximos de Deus.” Roberto Freire - Empresário e Carla Luciana Freire - Advogada Filho: Rick Malan - Nasceu dia 12 de Setembro deste ano

......................................................................................................................

64

 NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

OUTUBRO  2013


Enquete “Com meus filhos vi acontecer o milagre da vida. Presenciei o desenvolvimento do ser. Contemplei o primeiro sorriso; ouvi as primeiras sílabas; acompanhei os primeiros passos. Vibrei com eles a alegria de cada conquista. Descobri a inocência e a sinceridade de uma criança. Reaprendi a brincar; angariei carinho. Aprendi que há razões sem limites para cuidar e querer bem; não medi esforços.” Anderson Araújo - Servidor Público Federal Pai de Pedro, 8 anos e Rafaela, 16 anos

....................................................................................................... “Os filhos são a dádiva que Deus nos deu para aprendermos o sentido da cariade, paciência e do amor. Estar com meus filhos representa o sentido para a minha existência neste plano espiritual. Aprendi com eles que vale a pena trabalhar todos os dias, procurar ser alguém melhor, e deixar de lado a minha zona de conforto para que todos possamos ser felizes. Tradução desse aprendizado para minha vida?: AMOR!” Sandra Maria Miranda Álvares, Mestre em Psicologia Marcelo Guimarães Caruso - Fiscal da Receita; Pais de: Juliana Álvares Caruso, 15 anos, faz intercambio em Indiana - EUA, e Pedro Henrique Álvares Caruso, 12 anos

............................................................................................................. “Com meus filhos aprendi o valor da vida, e que não sou mais o centro.Passei a falar mais “nós” e menos “eu”. O valor dos meus pais e como passar noites em claro, sem ser em uma balada. Aprendi a ter medo e realmente pedir a Deus por proteção e saúde. A me preocupar com a chuva, a data de validade e a hora de dormir. Aprendi a correr e rolar pela casa, também todos os contos de fadas e desenhos animados. A importância de um sorriso um carinho e um abraço sincero. Aprendi a diminuir a velocidade E que o trabalho é apenas uma parte da vida. Aprendi que as coisas mais valiosas são de graça, e que a espontaneidade é a verdadeira graça da vida. Com meus filhos aprendi o verdadeiro significado do amor infinito. Alex Viégas Bianca Viegas - Fotógrafa e Alex Viegas: Auditor Fiscal da Receita Federal PAIS DE: Ana Beatriz - 5 Aanos, Ana Clara - 6 anos, Alemar Netto- 13 anos

OUTUBRO  2013

NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO  65


Estilo & Consumo Kid’s Teen É MODA! Roupas cheias de estilo para a turma jovem, mas que sabe o que quer. A tendência é abusar da moda com cores e tecidos atuais.(foto 01) O bebês precisam de conforto. As malhas são

02

mais adequadas para que possam passear e se desenvolver com muitas brincadeiras.(foto 02)

01

03

ROMÂNTICA OU MODERNA Sapatilhas adoráveis da coleção Melissa. Para looks delicados e femininos a Trippy + Jason Wu. (foto 03) Com um aplique de pedrarias na forma de borboleta, a sapatilha tem muito estilo. As mais modernas podem ficar com a color feeling. Com aplique em forma de coração pixelado traduz as “web paixões”. São seis versões, com diversos acaba-

04

mentos: translúcido, bicolor e matte. (foto 04)

Tv. Benjamin Constant, 1493 (esquina com Av. Braz de Aguiar)

66

 NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

OUTUBRO   2013


Perfil

A DESCOBERTA

DE UM

TALENTO MIRIM

Com 12 anos, Ayumi Irie está no início de uma carreira promissora. Com apenas 12 anos a atriz Ayumi Irie, está na novela das 19h da Rede Globo, Sangue Bom. No papel da personagem Dorothy da Silva, uma das filhas adotadas de Barbara Helen (vivida por Giulia Gam). Ayumi esteve em Belém para a seleção de jovens atores, ela visitou escolas particulares e ainda conheceu um pouco da cidade. Além de ser uma excelente profissional, a atriz também é uma aluna dedicada. Nota boa pra ela tem que ser de 9 pra cima. A carreira da atriz começou com a seleção de talentos. Descoberta por um olheiro em 2012 na cidade de Vitória, no Espírito Santo. Mesmo com pouca idade tem experiência artística. Em pouco mais de um ano de carreira ela já foi vice-campeã do programa Ídolos (SBT) e logo depois foi contratada para estrear na novela das 19h da Rede Globo, onde vem mostrando muito talento. Ayumi já se prepara para lançar o primeiro disco da carreira por uma grande gravadora internacional. As gravações estão acontecendo no Rio de Janeiro, nos momentos de folga da novela e das aulas no colégio.

OUTUBRO  2013

NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO  67


Informe

ALESSANDRA LOURENÇO Para pegar dicas preciosas e saber de novidades em especial para as festas temáticas, Alessandra Lourenço é um dos primeiros nomes que surgem no cenário paraense e conta-nos que ao longo de quinze anos no mercado já viu de tudo...do extremo bom gosto e sofisticação ao completo equívoco e descaso. Alessandra menciona que para quem

corador contratado por exemplo. “É um verdadeiro privilégio trabalhar com festas, você atende o tempo todo pessoas que estão comemorando algo e por isso estão normalmente de bom humor.No momento estou amando ser contratada para as mini festas , essas não significam propriamente menor custo, mas por serem menos convidados tudo pode

Eu particularmente me identifiquei muitíssimo com essa nova fase do meu trabalho! O que é uma festa grifada?´

Acho que poderia definir como um conceito, para ser breve é uma festa toda coordenada , planejada desde o convite, até a lembrancinha dentro de um mesmo padrão ou conceito. Festa é coisa séria , o momento não vai se repetir mas os famosos “traumas” sim , eles sempre voltam pensa que ela simplesmente faz bolos e doces artísticos que não é bem assim, “Preciso estar super atualizada para propor as idéias e definir o conceito que vai permear todo o meu trabalho.” Dessa forma, de acordo com a ocasião para garantir o efeito esperado eu dependo da coordenação e harmonia em especial com o de-

68

ser feito com mais atenção aos detalhes que aparecem e predominam em cada cantinho. Quando esses clientes querem um diferencial, e se programam para que todos os profissionais envolvidos tenham tempo para tanto criar e sugerir novas possibilidades assim como executá-las então surge a proposta do que se conhece hoje como Festas Grifadas.

 NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

OUTUBRO   2013


Informe

DICAS ÚTEIS Planeje com antecedência e calma, o ideal e começar a pensar no evento pelo menos seis meses antes. Invista em forminhas para os docinhos temáticos , hoje achamos uma enorme variedade e uma mais linda que a outra! A festa não precisa ter um tema ou personagem, ela poderá ser definida apenas com cores coordenadas por exemplo. Aposte em itens personalizados em papelaria fina, você não sabe o efeito que dá e as possibilidades que existem! aos pensamentos!! Enfim...o que mais eu poderia dizer? Claro que tenho uns temas “queridinhos” mas o melhor é que não fica um trabalho repetitivo, envolve muita pesquisa e apesar de uma certa dificuldade para adquirir certos produtos, na grande maioria das vezes o resultado final fica dentro dos 90% esperado! Recentemente no mês de agosto tivemos uma excelente amostra de tudo que estou falando na exposição anual que realizo a Vitrine de Eventos. As parcerias 2013 renderam muitos elogios e trouxeram profissionais comprometidos que mostraram com toda a propriedade que aqui em Belém temos sim a competência e a qualidade aliadas a ideias inovadora para qualquer tipo de evento, seja ele em maior ou menor proporção. Na próxima vez que você pensar em festa , pense na possibilidade de fazer uma festa grifada, você não irá se arrepender!

OUTUBRO  2013

Para não correr riscos desnecessários certifique-se de contratar profissionais bem recomendados. Os bolinhos conhecidos como cupcakes vieram para ficar , eles são além de gostosos super versáteis. Não esqueça deles! Depois de tanto capricho só restarão as lembranças registradas em foto e filmagem, por isso muita conversa explicando de modo claro o que você deseja registrar.

NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO  69


Estilo & Consumo MODA NO CÍRIO O mês de outubro é pura religiosidade. A fé está na moda. Seja nas camisetas ou em acessórios. Com originalidade, autenticidade e criatividade as peças ganham as ruas nas principais procissões do Círio. As camisetas foram criadas pela EuBelém(01). (foto de Mauro Moreira) e da Papa Xibé(02). As biojóias são um detalhe a parte (03). Designers do Polo Joalheiro mantém produção de belas peças em homenagem a Virgem de Nazaré como a criada pela designer Helena Bezerra.

02

03 01

DO TEMPO DA ‘PHARMÁCIA’ A Granado acertou em cheio na loja com produtos que marcaram época. Desde 1870 no mercado, tinha clientela como o Imperador Dom Pedro II. A marca se renovou sem esquecer do ar retrô e ganhou novamente espaço nos banheiros e armários. A loja é uma espécie de imitação de ‘pharmácia’, com ‘ph’ mesmo! A decoração relembra as antigas lojas assim como o rótulo dos sabonetes, talcos... De lá pra cá muito tempo passou, mas os produtos continuam agradando em cheio, entre eles a linha Pink

70

 NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

OUTUBRO   2013


Estilo & Consumo LUXO E BEAUTÉ São Paulo tem dessas coisas para moradores e visitantes. Acabam de ser inaugurados dois salões de beleza para clientes que não tem problemas com gastos. O Glass Hair & Esthetic e o Square Hair &

Care . Em comum, o mesmo cabeleireiro, Beto Silva, que se revezará entre os dois estabelecimentos. O Glass está localizado nas proximidades do shopping Cidade Jardim. O sobrado de 650 m² data de 1962 tem até espaço externo com profissionais recreação de animais para que os pets fiquem à vontade enquanto suas donas cuidam da beleza. Já o Square fica no Jardim Europa, ao lado de outro salão do tipo, o ASH. Entre as inúmeras árvores do jardim do casarão de 1920, um café com

Anote aí: Glass Hair & Esthetic: Avenida dos Tajuras, 236 Tel. (11) 2645-9590 Square Hair & Care: Rua Colômbia, 217 Tel. (11) 3081-9977

cardápio inspirado no hotel londrino Claridge’s com comidinhas em versão de baixas calorias.

DEIXE TRANSPARECER A transparência sempre esteve ligada a sensualidade. Na medida certa causa impacto. Ela promete ser tendência na próxima estação. As coleções atuais vem com efeito sexy-chic que o tecido translúcido produz. E vem em partes como decotes acentuados, para revelar o abdômen ou ainda dar leveza em pontos estratégicos de peças feitas com matérias-primas mais pesadas. Aposte e não se arrependa!

MAIS CORES A queridinha marca dos brasileiros Tommy Hilfigher mergulha fundo na cartela de cores para o próximo verão. Variações de laranja e vermelho, tons pastel, azul do turquesa ao anis e até o branco. Ainda tem estampas florais e tecidos brilhosos que colaboraram para a alegria das roupas da coleção. A inspiração vem do clima da Califórnia. As peças vão se encaixar no clima tropical do Brasil. Vestidos de couro lembram as peças dos mergulhadores, enquanto o surf surgiu em formato de roupas sofisticadas de swimwear - leia-se maiôs, shorts e calças de neoprene com zíperes expostos.

OUTUBRO  2013

NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO  71


OLHAR FOTOGRÁFICO Círio de Nazaré Foto: Reinaldo Silva

72

 NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

OUTUBRO  2013


OLHAR FOTOGRÁFICO Círio de Nazaré

Foto: Gitano Lima

OUTUBRO  2013

NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO  73


OLHAR FOTOGRÁFICO Círio de Nazaré Foto: Alessandra Torres

74

 NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

OUTUBRO  2013


OLHAR FOTOGRÁFICO Círio de Nazaré

Foto: Aluisio Almeida

OUTUBRO  2013

NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO  75


76

 NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

OUTUBRO  2013


Cirurgia Plástica

Dr André Santana Melo CRM 6775  RQE 6775  asmelo19@gmail.com

CIRURGIA PLÁSTICA REPARADORA

1- O que é cirurgia plástica reparadora? Dr. André Melo: A plástica reparadora é aquela que busca corrigir deformações ou má formação nos seus portadores, como por exemplo, lábio fissurado, orelha em abano, pacientes com tumores, vítimas de traumas. 2- A partir de que idade pode ser feita a intervenção cirúrgica reparadora? Dr. André Melo: Isso depende da patologia e do estado de saúde do paciente, por exemplo, a cirurgia para correção de lábio fissurado pode ser realizada a partir de 6 meses de idade. Os casos como orelha em abano podem ser tratados a partir de 7 anos. 3- Quais os casos mais frequentes de cirurgia plástica corretiva? Dr. André Melo: Alguns exemplos de cirurgias realizadas com mais frequência são aquelas para pacientes que sofrem queimaduras, pacientes mastectomizadas, que retiraram a mama por causa de câncer. São indicadas em pós cirurgia bariátrica, a cirurgia de redução de estômago para tratamento da obesidade mórbida, o lábio/palato fissurado e pós acidentes que deixam marcas. 4- Qual o nível de correção e satisfação dos pacientes? Dr. André Melo: Em muitas dessas situações se consegue atingir um resultado muito satisfatório nas cirurgias reparadoras. 5- Como é o período de recuperação do paciente nesses casos? Dr. André Melo: A recuperação depende de cada caso, mas é sempre bom considerar algumas semanas para o período do pós-operatório. 6- Planos de saúde cobrem essas cirurgias? Dr. André Melo: Geralmente essas cirurgias são cobertas por planos de saúde. 7- Como identificar que não se trata de vaidade extrema e sim um defeito que incomoda a pessoa? Dr. André Melo: A maioria dos casos considerados como cirurgia reparadora já estão bem definidos, então não há dificuldade em estabelecer esse diagnóstico. Então situações como as comentadas acima se enquadrariam nesta definição de cirurgia reparadora.

OUTUBRO  2013

NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO  77


Entrevista

Dermatologia

Dra. Gleicy Pires CRM 6795-PA  gleicyraquel@gmail.com

TRATAMENTO

DE MĂOS, COLO E PESCO ÇO

O QUE PODE SER FEITO PARA MANTÊ-LOS JOVENS? Diversas vezes as mãos, pescoço e colo são áreas negligenciadas nos cuidados diários e acabam por denunciar os sinais da passagem dos anos. Nessas áreas a pele tem características distintas se comparadas a pele da face, onde a quantidade de unidades pilosebáceas é bem maior. As unidades pilosebáceas são ricas em células tronco o que confere a pele facial grande capacidade de regeneração, já nas mãos e pescoço por terem menos essas células à perda de elasticidade, brilho, hidratação é mais freqüente. Aliado a essa característica, as mãos são expostas constantemente a produtos químicos e o uso de protetor solar é muitas vezes esquecido.

78

 NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

OUTUBRO AGOSTO  2013


Entrevista

Dermatologia

No processo de envelhecimento o pescoço podem desenvolver manchas avermelhadas (poiquilodermia de Civatte) pelo efeito cumulativo do sol, rugas posturais e flacidez da pele que quase sempre está relacionada a flacidez muscular. Nas mãos é comum o surgimento de manchas escuras, perda de volume, acentuação dos vasos e flacidez tecidual. O colo frequentemente apresenta rugas relacionadas a postura para dormir e manchas. O ideal é o tratamento preventivo como o uso de protetor solar, ginástica facial e cremes específicos. Como tratar o problema: - alterações pigmentares: manchas escuras ou vermelhas tem excelente resposta ao uso da luz pulsada e peelings

- flacidez tecidual: peelings superficiais ou médios realizados em várias sessões, estimuladores de colágeno tipo ácido poliláctico e hidratante injetável. Carboxiterapia e radiofrequência também são bem indicados. Na flacidez tecidual o laser fracionado é muito eficiente, pois conseguimos atingir camadas mais profundas da pele sem maiores agressões da camada superficial, o que permite uma rápida recuperação. A resposta vai surgindo paulatinamente. - perda de volume nas mãos e vasos aparentes: aqui o objetivo é preencher, repor volume. Pode ser usado: ácido hialurônico mais denso, ácido poliláctico (Sculptra), preenchedor a base de hidroxiapatita de cálcio (Radiesse), enxerto de gordura. Essa última opção é uma boa escolha para quem já vai ser submetido a lipoaspiração. - desidratação ou asperezas: pee-

OUTUBRO  2013

lings de diamante, cristal e o hidratante injetável estimulam uma revitalização tecidual. - flacidez muscular do pescoço: existem exercícios que ajudam a tonificar a região, em casos mais graves é necessário tratamento cirúrgico. - hipertrofia muscular ou acentuação das bandas platismais: algumas pessoas desenvolvem verdadeiras traves longitudinais no pescoço pelo aumento muscular regional, essa condição pode ser suavizada com aplicação de toxina botulínica. No dia a dia os cuidados são uso de cremes a base de ácidos para renovação celular, substâncias de ação hidratante como aquaporine, ceramidas, ação tensoras com DMAE, tensine, antioxidantes como a vitamina c e principalmente o uso do protetor solar. Não esquecendo que prevenir é sempre melhor!

NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO  79


Neurocoach

Célia Macedo Neurocoach - www.espacoceliamacedo.com.br/  celiamacedo21@yahoo.com.br

VOCÊ SABE O QUE É

NEUROCOACH?

Neurocoach auxilia o cliente a estimular os recursos para realização do resultado que deseja, o que transforma a estrutura neural, podendo torna-la permanente através de treinamento, dada a propriedade de neuroplasticidade do cérebro. Essa característica cerebral viabiliza mudanças de comportamento, criando novos e enfraquecendo ou eliminando antigos. Mitos como os que os neurônios não se renovam com a idade, o que levava a crer que a aprendizagem ficava restrita aos mais jovens, caíram. A neurogênese ocorre em todas as idades, já tendo sido encontrada em pessoas com 80 anos, desde que exercitem o cérebro. Para quem é destinado o trata-

O que é o Neurocoaching com a Programação Neurolinguística (PNL)? É uma metodologia que utiliza conhecimentos recentes sobre o funcionamento do cérebro feitos pela Neurociência, e que beneficiam a aplicação das técnicas do Coaching associadas às técnicas de

80

Programação Neurolinguística-PNL. O Neurocoach orienta o cliente no sentido de fortalecer os recursos que necessita para obter os resultados que busca alcançar. E aplica a Programação Neurolinguística-PNL para criar as estratégias que asseguram o resultado. Então, com um objetivo definido, o

 NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

mento? Para todas as pessoas que queiram encontrar soluções para questões relativas a performance pessoal e/ ou profissional, e também para tratamento de problemas psicofisiológicos. Para exemplificar: - Pessoas que desejam alta performance, alto rendimento pessoal ou profissional, sejam executivos, profissionais que trabalham com metas, estudantes que visam resultados altamente competitivos, como vestibular e concurso público; pessoas que deixam para amanhã o que podem fazer hoje, empurram decisões para depois ou tem dificuldades de enfrentar a realidade, de se concentrar, com a memória, ou possuem crenças limitantes, acreditam que não podem conseguir, é impossível... o despertador toca e a pessoa negocia mais quinze minutinhos, depois mais dez, esses comportamentos não ajudam a pessoa a chegar aonde quer; aprender a lidar com ansiedade, OUTUBRO  2013


stress e emoções; desenvolver comunicação e relacionamentos adequados. O que é Biofeedback? É o processo por meio do qual um sinal psicofisiológico é captado e depois reapresentado (Feedback) à pessoa que o gerou de forma compreensível possibilitando assim seu controle voluntário. Há vários tipos de Biofeedback: O Feedback de Onda Cerebral- O eletroencefalógrafo (EEG) monitora atividade das ondas cerebrais a partir de sensores colocados no couro-cabeludo. Técnicas de Biofeedback de EEG (também conhecido como Neurofeedback) são utilizadas no tratamento do distúrbio de déficit de atenção em crianças (ADD), alcoolismo, dependência química e outros distúrbios devidos à drogadição, traumatismo craniano, desordens de sono e insônia, depressão e distúrbio do pânico e outros. A Neurometria – avalia o estado psicofisiológico utilizando a interface homem-máquina, e define protocolos de treinamento cerebral para diversos objetivos funcionais. O CardioEmotion é um sistema que utiliza sensor não invasivo, programas de computador e jogos interativos, com o objetivo de alcançar o estado de equilíbrio do sistema nervoso autônomo, ou seja o estado de Coerência Cardíaca, para obtenção de diversos resultados. Como funciona o Biofeedback? O processo de Biofeedback tem início quando o paciente é conectado a um instrumento sensível capaz de captar um sinal psicofisiológico. Esse sinal, que normalmente não é percebido conscientemente, é transformado em um som ou OUTUBRO  2013

imagem que o paciente aprende a controlar. Controlando o som ou imagem o paciente aprende a controlar o sinal que lhe deu origem, modificando assim profundamente seu funcionamento orgânico e atingindo uma vida mais saudável. Em que casos o Biofeedback é utilizado? Em ambientes educacionais e empresariais, o treinamento em biofeedback é uma ferramenta para o desenvolvimento de relaxamento profundo e gerenciamento do stress, processos que são importantes na prevenção das doenças relacionadas ao stress. Em ambientes clínicos, esses e outros processos de auto regulação, adquiridos através do treinamento em biofeedback, podem ser usados para reduzir ou eliminar desordens orgânicas ou relacionadas ao stress. O treinamento em biofeedback pode ser a modalidade terapêutica principal ou pode ser usado com outras intervenções terapêuticas tais como Neurocoaching com PNL. Em todas as aplicações a meta do treinamento em biofeedback é a auto-regulação. Aprendendo como controlar tanto os processos físicos quanto mentais, o organismo é levado a um funcionamento melhor e mais saudável. Posso fazer Biofeedback junto com tratamento médico? Sim! Por se tratar de técnica comportamental não invasiva, o Biofeedback é um valioso auxiliar para tratamentos médicos e psicoterápicos. Em alguns casos o tratamento simultâneo com Biofeedback ajudará a reduzir a necessidade de medicamentos ou o período de ingestão dos mesmos.

Quanto tempo dura a terapia com Biofeedback? A terapia com Biofeedback terá duração variável dependendo do tipo de distúrbio que está sendo tratado. Tipicamente o tratamento se prolongará até o momento em que o paciente consiga dominar o sinal biológico que está sendo trabalhado. Em alguns casos é possível fazer o treinamento em casa, e fazer o retorno apenas para avaliação. O Neurocoaching com PNL estimulam um estilo de viver saudável, em razão dos resultados que proporcionam. O autoconhecimento impulsiona o autogerenciamento, com reflexos na autoestima e autoconfiança, auxiliando a dinâmica de mudanças, levando-o de onde está para onde deseja. E, com reforço do Biofeedback, a pessoa com consciência e qualidade nos comportamentos, elimina a insegurança, dirige sua vida e vai firme no que deseja.

Célia Macedo – Administradora de Empresas com Especialização em Recursos Humanos pela FGV/UFPA. Especialista em Comportamento Humano e T&D. MasterTrainer em Programação Neurolinguística -PNL. Master Coaching. Neurocoaching. Assessment Training. Especialista em Biofeedback. Exerceu cargos executivos no Banco da Amazônia S/A. Diretora da Master Treinamento. NeuroCoach Pessoal e Profissional. Instrutora de Aplicação da PNL associada à Educação e Comportamento Humano. Contatos: http://www.espacoceliamacedo.com.br/ E-Mail: celiamacedo21@yahoo.com.br Fones: (91) 8958-0480 // (91) 9146-4716 // (91) 8844-3383

NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO  81


Psicologia

DEPRESSĂO

Graciete Ferreira Souza Psicóloga Clínica CRP 0836  psi.graci@yahoo.com.br

Atualmente existe a crescente banalização dos termos que designam doenças e transtornos psicológicos, que acabam estigmatizando e até segregando crianças e adultos. Se uma criança é um pouco mais agitada e apresenta dificuldade em atender prontamente as regras ela é rotulada como Hiperativa. Se uma mulher apresenta uma oscilação de humor repentina já é “diagnosticada” pelos amigos como bipolar. Atitudes como estas, resultam do momento tecnológico no qual vivemos, com as informa-

82

ções veiculadas e disponíveis em tempo real. Com a Depressão não é diferente. É muito comum ouvirmos as pessoas afirmarem: “estou um pouco deprimida hoje...” definindo seu estado interno temporário com a terminologia que designa a doença. Costumo sempre falar em meus atendimentos que entre SER e ESTAR deprimido existe uma diferença significativa. SER designa algo contínuo, que se prolonga por um período de tempo significativo e envolve diversos sintomas e repertórios comportamentais, característicos do quadro depressivo. O ESTAR representa o momento, algo que repercute ao longo do dia em virtude de acontecimentos presentes, um estado de melancolia que pode ter como estímulo um desencadeante que dispara a sensação, como por exemplo o luto, podendo

 NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

ou não evoluir para a doença. A Depressão atinge duas vezes mais mulheres do que homens, por diversos fatores, no entanto verifica-se uma crescente demanda entre adolescentes. Enquanto sintoma, a depressão pode surgir nos mais variados quadros clínicos, entre os quais: transtorno de estresse pós-traumático, demência, esquizofrenia, alcoolismo, doenças clínicas, etc. Pode ainda ocorrer como resposta a situações estressantes, ou a circunstâncias sociais e econômicas adversas. Enquanto síndrome, a depressão inclui não apenas alterações do humor (tristeza, irritabilidade, falta da capacidade de sentir prazer, apatia), mas também uma gama de outros aspectos, incluindo alterações cognitivas, psicomotoras e vegetativas (sono, apetite). OUTUBRO   2013


Enquanto doença, a depressão tem sido classificada de várias formas, na dependência do período histórico, da preferência dos autores e do ponto de vista adotado. Entre os quadros mencionados na literatura atual encontram-se: transtorno depressivo maior, melancolia, distimia, depressão integrante do transtorno bipolar tipos I e II, depressão como parte da ciclotimia, etc. Os critérios do DSM-IV-TR especificam que pelo menos cinco

tico, é necessário que os sintomas durem pelo menos duas semanas e um deles seja, obrigatoriamente, humor deprimido ou perda de interesse ou prazer pelas atividades rotineiras. Embora não mencionados especificamente no DSM, há outros sintomas da depressão comumente observados: ruminação, expressões de desamparo, desesperança insatisfação crônica, raiva, abuso de substâncias, problemas de relacionamento social e pessoal, e dificuldades nos estudos/ trabalho.

dos nove sintomas que se seguem devem estar presentes para diagnosticar a Depressão. : humor deprimido, redução do interesse ou prazer em todas ou quase todas as atividades (anedonia), perda ou ganho de peso, insônia ou hipersonia, agitação ou redução geral do nível de atividade (retardo psicomotor) , fadiga ou perda de energia, sentimentos de desvalia ou culpa inapropriados, redução da concentração e idéias de morte ou de suicídio. Para o diagnós-

De acordo com Thompson (1989), as principais categorias de sintomas depressivos săo: C AT EGOR I A

SINT OM AS

HUMOR

Tristeza, perda de interesse e/ou prazer, crises de choro, variação diurna do humor (esta última, às vezes, classificada na categoria de sintomas vegetativos). Essa categoria de sintomas é essencial para o diagnóstico de depressão.

VEGETATIVO OU SOMÁTICO

Alterações no sono (insônia ou hipersonia), no apetite e no peso; há perda de libido, obstipação e fadiga

MOTORES

Inibição ou retardo, agitação (mais em idosos), inquietação.

SOCIAIS

Apatia, isolamento, incapacitação para o desempenho das tarefas cotidianas.

COGNITIVOS

desesperança, desamparo, ideias de culpa e de suicídio, indecisão, perda do reconhecimento de que está doente.

ANSIEDADE

Presente em todos os tipos com intensidade variada.

IRRITABILIDADE

Hostilidade, auto- e heterodirigida. A auto-agressão associa-se com o risco de suicídio.

A depressão é uma doença e deve ser encarada com seriedade, pois envolve risco de morte. A eficácia de uma intervenção está na adequada avaliação dos fatores de desenvolvimento e manutenção do problema. O tratamento envolve: • Tratamento farmacológico; • Terapia Cognitivo-Comportamental;

OUTUBRO  2013

• •

Terapia Ocupacional; Atividade física frequente. Diagnosticar precocemente é fundamental para prevenir o agravamento do quadro que pode levar a incapacidade para realizar as atividades mais simples e, em casos mais graves, até a morte. Ao perceber mudanças repentinas de comportamento, isolamento social, dé-

ficit comportamental procure ajuda profissional. Quanto mais precoce, maiores as chances de promover maior qualidade de vida, principalmente para os pacientes portadores de Depressão Crônica. Infelizmente ainda não existe cura, mas existem diversos recursos para enfrentar com eficácia este mal que atinge milhares de pessoas em todo mundo.

NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO  83


84

 NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

OUTUBRO   2013


o r t n e d Saúde nio í m o d n o do c

inimigo da assiduidade nas acade-

M

mias. É mais difícil ainda em horários anter o corpo em for-

de pico com o trânsito engarrafado

ma não é tarefa fácil.

em vários horários do dia. Mas alguns

Além de uma alimentação balance-

moradores já estão experimentando

ada, é preciso uma boa frequência

uma nova chance de manter a saúde

na academia e bastante disciplina. A

com comodidade.

dificuldade muitas vezes, é conseguir conciliar tudo isso com a agenda de

Marília Leite mora no condo-

trabalho. A falta de disposição depois

mínio Green Ville II, na Avenida Au-

de um dia cansativo e o desloca-

gusto Montenegro. Ela e os dois filhos

mento de casa para a academia são

praticam exercícios físicos na área de

muitas vezes motivos para desmotivar

lazer do local. A médica faz defesa

a prática de exercícios físicos.

pessoal, ginástica, dança de salão e pilates. E o melhor, todos os dias.

Em condomínios, por exem-

“Desde abril, eu e meus filhos esta-

plo, que geralmente ficam longe do

mos nos exercitando aqui no condo-

centro, o trânsito se torna o maior

mínio, é muito mais cômodo não ter

OUTUBRO  2013

NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO  85


que sair de casa, melhor ainda é não

A nova opção de se exerci-

precisar tirar o carro da garagem”,

tar dentro de um condomínio faz com

afirma a médica.

que um morador repasse a força de vontade para os seus vizinhos, é o

A facilidade de que Marília e

que ressalta o professor de educa-

os filhos estão desfrutando é ofereci-

ção física da empresa, Wander Oli-

da pela empresa AB Bem Estar, que

veira. “Pra quem já tem preguiça,

desde o início do ano leva qualidade

ter uma atividade física na área de

de vida e saúde, com toda a estrutura

lazer do condomínio faz com que ou-

de uma academia com profissionais

tros moradores também queiram se

formados para a área condominial.

exercitar. É mais cômodo e nós ainda

“Os principais objetivos da empresa:

levamos todos os equipamentos ne-

dar comodidade e boa estrutura aos

cessários para qualquer exercício”,

moradores, que não precisam mais

afirma.

enfrentar o estresse do trânsito para ir a uma academia. Agora, eles po-

86

O

síndico

do

condomínio

dem optar em fazer várias modalida-

Rio das Pedras, também na Avenida

des na área de lazer do seu próprio

Augusto Montenegro, Iran Ferreira,

condomínio.

que

cliente da AB Bem Estar está imple-

oferecemos dependem da realidade

mentando há um mês a nova prática

de cada residencial.”, explica Karla

de exercício. Ele ressalta a funciona-

Brito, proprietária da empresa.

lidade do serviço. “É favorável para

 NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

As

modalidades

OUTUBRO   2013


muitas situações, por exemplo, aos idosos que não têm muitas condições de se locomover para fora de suas casas, só precisam descer até a área de lazer para praticar um exercício físico. Para quem tem criança pequena em casa, também pode levá-lo para praticar exercícios infantis, até mesmo a babá pode acompanhá -lo”, diz satisfeito.

OUTUBRO  2013

NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO  87


Informe

Automação residencial

tecnologia e conforto num click

88

 nossa! a revista do seu condomínio

outuBro   2013


Informe

Acordar ao som da música preferida todos os dias? Ou saber qual é o cômodo da casa que mais consome energia? Controlar as luzes, a segurança da sua casa? A realidade tecnológica já permite esses e tantos outros benefícios para proporcionar conforto e seguranca. Isso se chama automação residencial. A casa inteira se torna inteligente e fica ao alcance das mãos do homem moderno. A instalação é possível em qualquer aparelho que tenha acesso a internet. A TELSAT Telecomunicações, é uma empresa QUE PLANEJA, PROJETA, FORNECE, INSTALA E FAZ MANUTENÇÃO em sistema radiante, cabeamento estruturado, estação satélite, rede HFC, fibra óptica, par metálico, execução de infra-estrutura de telecomunicações e tecnologias para automação. Fundada em 1998, comprometida com a qualidade, com equipes treinadas e equipamentos modernos, dando suporte às empresas mais exigentes no mercado. Por isso, objetivando a melhor prestação de serviços em telecomunicações a empresa segue com as vantagens oferecidas pela tecnologia para garantir o conforto e segurança do cliente, como a automação residencial. A TELSAT conta com clientes: EMBRATEL, NEC, COMSAT, NESIC, BULL, GTECH, NET e CLARO. O cliente pode optar em automatizar apenas um cômodo ou a casa inteira. As opções da TELSAT neste sentido são várias, entre elas: automação de eletrodomésticos (ligar e desligar os aparelhos), iluminação (acender e desligar as luzes), manipular a intensidade da luz, função GPS, saber qual o cômodo consome mais energia, segurança da casa e o sistema áudio-vídeo.

outuBro  2013

nossa! a revista do seu condomínio  89


Informe Com este sistema áudio-vídeo, a pessoa que gosta de uma determinada música e acorda sempre no mesmo horário, pode programar para que acorde todos os dias ouvindo o que mais lhe agradar. Assim como pode programar que as cortinas se abram em qualquer horário. O homem que gosta de assistir futebol todas as quartas, pode programar a televisão para ligar na hora do jogo. A automação residencial está cada vez mais facilitando a vida das pessoas. Com a tecnologia em constante avanço, já é possível ter o controle da casa de maneira mais segura. “Os principais objetivos da automação é oferecer conforto, economia e segurança

SERVIÇOS DE AUTOMAÇÃO RESIDENCIAL

aos moradores, porque ele tem como monitorar tudo

• automação de eletrodomésticos (ligar e desligar

pelo sistema instalado. Um filho que gasta mais energia

os aparelhos),

que o outro, por exemplo, também vai estar no controle.

• iluminação (acender e desligar as luzes),

O sistema é bem econômico, reduz os gastos com a

• controlar a intensidade da luz,

conta de luz. Com dois ou três toques o morador pode

• função GPS,

fazer tudo na sua casa”, ressalta o gerente comercial,

• identificar qual o cômodo consome mais energia,

Izan Júnior.

• segurança da casa, • sistema áudio-vídeo

Controle a sua residência. Garanta a segurança, conforto e poupe seus gastos com sistema de automação residencial. Convidamos clientes e profissionais interessados em fazer parte de nosso time! Gleice Pena. SERVIÇOS OFERECIDOS PELA TELSAT

• Levantamento de Campo, Planejamento e Projeto.

Pará

• Sistema Radiante.

Amapá

• Cabeamento Estruturado.

Amazonas

• Estação Satélite.

Roraima

• Rede HFC.

Rondônia

• Fibra Óptica.

Acre

Maranhão

• Par metálico.

Tocantins

Piauí

• Execução de Infra-Estrutura de Telecomunicações

Goiás

Ceará

TELSAT - Telecomunicações Av. Augusto Montenegro, Alameda das Palmeiras, 14 - Parque Guajará (91) 3342-5055

90

 NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

OUTUBRO   2013


TV A CABO, BANDA LARGA, TELEFONE E CELULAR. TUDO EM UM SÓ COMBO, NA MESMA FATURA

NET TV NET HD COM NOW, A MAIOR PROGRAMAÇÃO EM ALTA DEFINIÇÃO DA TV POR ASSINATURA.

OUTUBRO  2013

NET VÍRTUA INTERNET BANDA LARGA COM MEGAVELOCIDADES PARA NAVEGAR À VONTADE.

NET FONE FALE À VONTADE COM QUALQUER FIXO E CELULAR CLARO, LOCAL E DDD.

CELULAR FALE À VONTADE PARA QUALQUER CELULAR CLARO OU NET FONE, LOCAL E DDD.

NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO  91


Informe

92

 NOSSA! A REVISTA DO SEU CONDOMÍNIO

OUTUBRO  2013

Revista Nossa! 05  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you