Page 15

Intercâmbio

Busca-vida

Aonde quer que você vá, estará sempre levando junto você mesmo

Q

uando você, leitor, se deparar com este texto, estarei cruzando o Atlântico em direção ao mais intrigante e saboroso desafio da minha vida. A Irlanda, de longe, nunca fora minha primeira escolha. Antes, tentei Inglaterra e Canadá. Mas, por conta da profissão e dos empecilhos financeiros destes dois países, a sugestão de meu agente de viagem de mudar o destino pareceu-me interessante. Todavia, lá estavam os jornais e suas manchetes alarmantes sobre a crise que ainda desnorteava os europeus. Entre os mais afetados, justamente o destino que tinha escolhido. Enquanto a Irlanda pedia paciência e compreensão aos credores, o resto do mundo também se mobilizava para amenizar os efeitos da crise de 2008 e evitar o que parece ser inevitável: uma drástica mudança nos padrões de vida dos países do bloco europeu.

28 NewsBRazil

Fato que desencadeou protestos e conflitos homéricos nas ruas de Londres (Inglaterra) e uma espécie de anarquia tão nova para os ingleses que mesmo as forças policiais não tinham ideia de como reagir. Espanha e Grécia ainda tentam acalmar suas populações, mas, assim como na terra do chá-das-cinco, a constatação de que nada será como antes ainda responderá por centenas de carros queimados e milhares de pedras e paus arremessados em direção da polícia e das forças de segurança que, querendo ou não, representam governos e, por conseguinte, são convertidos em alvos retumbantes e óbvios das frustrações de seus povos. Analisando racionalmente este cenário, talvez deixar o Brasil seja loucura. Mas, considerando o aspecto efêmero da vida e lembrando dos tempos líquidos de incertezas e frivolidades que desnorteiam toda a sociedade – conforme Zygmunt Bauman –, nunca haverá um momento perfeito para se viver plenamente, sem contratempos. Pensando justamente nisso e usando de minha “expertise” em crescer em um

país em que a ordem e progresso nunca foram prioridades, o receio das crises (financeiras ou emocionais) passou longe. Feitas as contas, entre cursos e o custo geral de vida – muito aquém dos demais países da Europa – Dublin me soou

Agosto 2011

muito atrativa. A burocracia referente ao país foi facilmente driblada. Me bastou comprar um curso de inglês, juntar os três mil euros necessários para garantir o visto e pronto. Penso também que a Irlanda tenha um perfil mais receptivo com os estrangeiros, já que, recentemente, não tomei nota de nenhuma notícia que indicasse racismo ou qualquer espécie de hostilidade aos brasileiros e latinos; cenário imensamente distinto de outros países da Europa. Quanto ao Brasil, deixo um país afundado em crises políticas, cujo mote, como sempre, é a corrupção endêmica, característica lamentável que ainda não conseguiu ser extirpada de nosso traço moral, mesmo com todo o crescimento econômico e avanços sociais dos últimos anos. Em Brasília, o Governo da promissora Dilma Rousseff vê cair um ministro atrás do outro, em uma sequência inédita de denúncias e devassas da Polícia Federal. Para se ter uma ideia do quadro político, na última semana (15/08), mais de 30

www.revistanewsbrazil.com

funcionários ligados ao Ministério do avião, não se deixa apenas o aconchego Turismo foram presos – sim, presos! – por de um lar ou a familiaridade de amigos e suspeitas de desvio de recursos públicos e parentes. corrupção. Por mais que uma experiência no exterior Pensando à frente, os brasileiros não fosse, há muito, um objetivo claro e certo estão certos de que a Copa de 2014 e os em minha vida, o curso natural desse Jogos Olímpicos de 2016 sairão do papel. entretempo seguiu e oportunidades e Por ora, nada de expressivo foi feito por sentimentos valiosos surgiram. estes dois eventos. O primeiro sintoma Mas, confesso. Dizer que não receio de nossa incapacidade de organização - de certa forma – deixar no passado resultou na retirada de São Paulo da Copa preciosidades de minha vida atual das Confederações, em 2013, cuja função seria uma ode à mentira. Nos dias em é “testar” a infraestrutura para a Copa do que pesava minhas perdas e ganhos da Mundo. Até lá, o estádio Itaquerão, do partida, li algo de Ernest Hemingway que Corinthians, não ficará pronto, segundo o me servirá de bússola e consolo, e espero próprio governo do estado. . que também a todos vocês: “Aonde quer Enquanto arrumava minha mala e batia que você vá, estará sempre levando junto este texto, me deparei com um sentimento você mesmo”. que julgo ser comum entre aqueles que deixam seu país; sua zona de conforto: o Eduardo Neco Jornalista vazio do desamparo. Nada comparado ao medo, pois o desafio do desconhecido é http://espacovadio.wordpress.com edificante. Mas, quando se entra em um

NewsBRazil 

29 

NewsBrazil - Agosto/2011  

Edição de agosto de 2011 da revista NewsBrazil. www.revistanewsbrazil.com

NewsBrazil - Agosto/2011  

Edição de agosto de 2011 da revista NewsBrazil. www.revistanewsbrazil.com

Advertisement