Issuu on Google+

www.revistanegocios.net.br

Natal - RN | Ano VIII | Edição 49 | Fevereiro de 2014| R$ 6,00

Especial

Copa do Mundo estimula geração de trabalho

startups

Evento acelera novos negócios e ideias digitais

arena aquece economia e cria oportunidades Encravado no coração da capital, Arena das dunas é o novo centro de negócos

fevereiro de 2014 <

7

<1


Editorial Chapéu

Copa estimula novos negócios Chegamos a nossa edição de número 49. Não é tarefa das mais simples produzir uma publicação mensal especializada em economia. É o pulsar das nossas empresas e empresários que nos motiva a continuar relatando as melhores notícias e informações sobre negócios e empreendedorismo, sempre em primeira mão, como foi o caso da edição de janeiro, quando apresentamos o Vetor Norte, a nova “Meca” Imobiliária do Rio Grande do Norte. Difícil mesmo foi a tarefa de construir a mais bela arena da Copa do Mundo da Fifa Brasil 2014 em tempo recorde, enfrentar os ataques pessimistas, e inaugurar, em três anos, o maior centro de negócios do entretenimento do Estado. Reportagem principal narra essa história e apresenta as oportunidades do empreendimento. Também nesta edição, entrevista exclusiva com o diretor presidente da Arena das Dunas, Charles Maia, o mentor do projeto

desde o seu nascedouro e líder da equipe responsável por construir e administrar o empreendimento multiuso que está movimentando a economia e gerando empregos. Confira ainda como as pessoas estão se organizando para aproveitar as chances que a Copa oferece de empreender e desenvolver novos negócios. Já tem empreendedor ligado até nos países que jogarão em Natal. O desenvolvimento de novas ideias, principalmente no mundo digital, será tema do Startup Weekend, evento realizado pelo Sebrae-RN ente os dias 21 e 23 de fevereiro. A Negócios. Net conta ainda detalhes da ZPE de Macaíba, a primeira Zona de Processamento de Exportações do Estado, que será criada oficialmente no dia 21 de fevereiro. Tem ainda informações completas sobre o Fórum de Turismo Potiguar e a 13ª edição do Salão Imobiliário de Natal. E a estreia da coluna Jurisnews, trazendo as melhores notícias do mundo jurídico, com o jornalista João Ferreira. Tudo isso e muito mais. Boa leitura Jean Valério – Editor Executivo

7

expediente Direção Executiva Jean Valério jeanny damas

6>

7 7

Fotografia

demis roussos

Canindé Soares Diagramação - Terceirize www.terceirize.com E-mail jeanvalerio@gmail.com jeanny.damasceno@gmail.com

> fevereiro de 2014

Reportagens Lissa Solano, Jean Valério, Louise Aguiar Comercial (84) 8856-1662 (84) 9451-4577 Email: jeanvalerio@gmail.com Tiragem 6 mil exemplares

As matérias assinadas não expressam necessariamente a opinião da Revista Negócios.Net

Endereço Av. Romualdo Galvão, 773, Sala 806 8º andar Edifício Sfax - Tirol - Natal-RN Fone: 84-3302-7212 - 88561662 Site: www.revistanegocios.net.br


Índice

36 Turismo| Fórum chega a sua 5a edição promovendo o setor 8 Vetor Norte é aposta

Alphaville fecha negócio com Paulo de Paula e vai construir cidade em Natal

40 Startup Weekend

Evento acelera novos negócios e orienta líderes do mercado digital potiguar

33 Venda de Imóveis

Salão Imobiliário é um termômetro de vendas. Nova edição acontece em abril

22 Copa de oportunidade

Conheça a história de pessoas que estão se preparando para ganhar dinheiro com a Copa do Mundo em Natal. Sebrae/RN orienta e fomenta.

32 Mercado & Imóveis

No bairro de Lagoa Nova, a Escol Engenharia lançará o Solar José Vital

14 Arena de Negócios

Time que administra Arena das Dunas, o novo centro de negócios da capital

fevereiro de 2014 <

7

< 77


Charles maia, diretor presidente da arena das dunas

“Arena de negócios” por Jean valério

O Rio Grande do Norte agora poderá ser incluído definitivamente na rota dos maiores e melhores eventos nacionais e internacionais. E este é apenas um detalhe do que a Arena das Dunas, o gigante do entretenimento erguido no coração de Natal, representa para o Estado. Passada a euforia da inauguração, o equipamento desperta a atenção do mundo inteiro com sua imponente beleza e já começa a movimentar a economia local através do futebol e do mercado de eventos. Além dos jogos e shows musicais, a agenda da Arena está repleta de eventos corporativos, que podem ser realizados em diversos módulos e opções. Antes de chegar neste ponto, o primeiro grande obstáculo supera-

8>

7

> Fevereiro de 2014

do foi vencer a desconfiança e concluir a obra, no prazo exato anunciado. Agora o desafio é manter a casa movimentada. Para fazer toda esta engrenagem funcionar de forma extremamente produtiva, existe um time profissional de primeira linha comandado pelo executivo Charles Maia, diretor presidente da Arena. Antes que o projeto obtivesse êxito, primeiro foram necessários crença, planejamento, capacidade e viabilidade. Charles conseguiu trabalhar para unir estas características e transformá-las em atitudes. Em entrevista a Revista Negócios.Net, o “cérebro” da Arena das Dunas conta um pouco da trajetória vitoriosa e avalia as perspectivas para o futuro.


Entrevista NEGOCIOS.NET - O senhor está neste processo desde o início. Enfrentou descrença e críticas. Hoje é unanimidade o sucesso da empreitada. O que ela representa para os potiguares?

expressão, como México, Estados Unidos, Itália, Japão. Um público turista com poder aquisitivo que vai contribuir para movimentar a economia e divulgar nossa cidade.

CHARLES MAIA - Estamos neste processo há mais de três anos. Trabalhamos muito até chegar neste ponto atual. Vamos colocar Natal nas rotas dos grandes shows e grandes eventos. A Arena vai trazer visibilidade para os nossos jogos, para os nossos clubes. A Arena vai contribuir para o desenvolvimento dos times. Os clubes poderão, por exemplo, agregar e atrair patrocínios. Isso movimenta o futebol. Permite a contratação de melhores atletas. Contribui para a melhoria da eficiência do nosso futebol. Sobre a obra, posso afirmar que foi um projeto planejado desde o início. O êxito pode ser atribuído a uma sucessão de ações. E não posso deixar de citar o Governo, a Prefeitura de Natal, a governadora Rosalba, o secretário Demétrio Torres (Copa) entre tantos parceiros importantes. Todos trabalharam em conjunto querendo fazer sempre o melhor. Nos unimos para construir uma das melhores arenas do mundo

NEGOCIOS.NET - Como é a sensação de dever cumprido, após iniciar e terminar um projeto deste porte, passando por obstáculos de ordem burocrática, financeira e trabalhista? É apenas uma etapa. Valeu a pena todo o trabalho de planejamento de todos os envolvidos. Vencemos contra muitos. Vocês lembram que quantas vezes fomos personagem de reportagens negativas? Agora somos a primeira das seis sedes que faltavam a entregar a Arena. E começamos por ultimo. Isso é gratificante sim. Mas repito que só foi possível graças a um trabalho conjunto de muitos profissionais e dos Governos. NEGOCIOS.NET - Desde quando foi iniciado o trabalho para captar eventos e manter viva a Arena?

Essa fase começou lá atrás. Em 2013 já trabalhamos no calendário de 2014, com feiras, NEGOCIOS.NET - Quais os diferenciais desta obra? shows, nas áreas externa e interna. Até a Copa, estamos preservando ao máximo o gramado. Esta obra é muito diferenciada. Desde toda a sua Cuidando dele para atender a todos os padrões parte de sustentabilidade. de exigência. Padrões estes que Reaproveitamos muito maserão mantidos após o evento. "A Arena vai terial da antiga estrutura do Estamos ainda trabalhando a Machadão e Machadinho. parte de operação camarotes, Ela é toda sustentável. Os bebidas e comidas. Hoje, deequipamentos são de ponta. contribuir para o pois que inauguramos, é que Nossa tecnologia é bastante sentimos a operação rodando desenvolvida. Nossas câmebem. ras dispostas no equipamen- desenvolvimento to. Os telões especiais. O NEGOCIOS.NET - E como sistema de som ousado e está o calendário de eventos dos Clubes" inovador. O controle de depara este ano? tecção de incêndio. Após a Copa, vamos trabalhar para expandir ainda mais O calendário está cheio, a procura está aumentano projeto com muitas novidades. Vamos trabado também na medida em que as empresas e as lhar as áreas comerciais, por exemplo. pessoas tomam conhecimento que já estamos trabalhando com reservas e inclusive temos espaço NEGOCIOS.NET - O senhor acredita que a Copa para a realização de eventos dos mais diversos porterá influência positiva na nossa economia? tes, desde uma coletiva de imprensa ou conferência até uma feira de grandes proporções. Estamos aberA Copa dará sim uma grande contribuição para tos a receber propostas e parcerias. Temos um setor Natal. São oito seleções representando países de comercial de eventos trabalhando nisso. fevereiro de 2014 <

< 99


Chapéu

NEGOCIOS.NET - A Arena vai abrir lojas externas após a Copa? Como isso funcionará? Temos uma parte direcionada para a área externa. Uma área comercial virada para fora da Arena, em cima da estrutura provisória criada para a Copa. Teremos uma academia esportiva dentro da Arena das Dunas. Além de restaurantes, bares, e muitas outras novidades. NEGOCIOS.NET - Como será a relação com os clubes de futebol locais? Com certeza vai render bem e será bom para todos. Iniciamos e temos que ajustar na medida em que fomos acumulando experiências. Estamos construindo uma parceria em conjunto. Vamos ajustar as necessidades de cada clube. Estamos operando isso no dia a dia. Conversando aplicando melhorias. Debatendo a cada jogo. A cada evento. NEGOCIOS.NET - Há preocupação em faltar público e inviabilizar a operação, principalmente em jogos de menor porte? Estamos avaliando, junto com os clubes, as demandas de cada jogo. Vamos dimensionar nossa estrutura de serviços de acordo com a situação de cada partida. Os times nos apresentam um estudo, expõem suas demandas. A partir daí abrimos mais ou menos espaço. Este refinamento vai melhorando a cada jogo após a experiência e o entrosamento. NEGOCIOS.NET - A Arena pode ser considerada um grande centro de negócios para o empresário potiguar? 10 >

7

> fevereiro de 2014

A Arena é voltada sempre para o entretenimento. Oferecemos vantagens. Temos um empreendimento com perfeita localização, acessibilidade, facilidade de transporte público ou privado. Somos sim uma arena para a troca de experiências e realização de negócios. Tornamos qualquer evento possível. Podemos modular de acordo com nossa capacidade multiuso e flexibilidade. Temos estacionamento adequado. A parte comercial nossa é muito focada e nosso objetivo é o entretenimento. NEGOCIOS.NET - O futebol representa a parcela mais importante do faturamento da Arena? Nos jogos da Arena, lembro que não há apenas a renda da partida. Movimenta-se uma série de segmentos. Temos serviços de restaurante, estacionamento, segurança e muitos outros agregados. Nosso carro chefe é sim o futebol. E há muita receita acessória ao futebol. A parte de entretenimentos e shows também é importante para nós. NEGOCIOS.NET - A Arena das Dunas pode mudar de nome? Há alguma negociação de aquisição de naming rights em curso? Existem empresas especializadas tratando deste assunto. Não podemos ainda nos manifestar pois há contrato de confidencialidade. Mas há possibilidade de negociação do naming rights, como ocorre em muitos outros Estados. Sobre o nome, dependerá das negociações. Não podemos e nem temos como antecipar esta informação. O que podemos dizer é que estamos sempre trabalhando para melhorar o equipamento, viabilizar a operação e ofertar o melhor serviço para o nosso público.


Negócios em Pauta< jeanvalerio@gmail.com

Vetor Norte: nova área nobre A Revista Negócios.Net apresentou, em primeira mão, na edição de janeiro de 2014, radiografia da expansão da área denominada “Vetor Norte”, em Natal. Destaca-se a construção de empreendimentos no litoral impulsionados por obras como o aeroporto de São Gonçalo e o Pró-Transporte. O Grupo Alphaville é uma das grifes que aporta para explorar a região. Além do Alphaville, que já assinou 22 contratos e vai construir a Cidade Alphaville, em parceria com o projeto Vista Mar (do empresário Paulo de Paula), outras grandes empresas trabalham forte na execução de projetos diversificados no segmento imobiliário e turístico. São condomínios fechados de casa, apartamentos, loteamentos, clubes de campo, áreas industriais, terrenos comerciais, entre outros. Destacam-se ainda no cenário condomínios de elevado padrão na região de praia e campo: o Palms Springs (da empresa Ritz Property) em Muriú, o Bosque da Praia (da Ecomax Engenharia) em Jacumã, o Reserva Lago das Garças Golf Club em Ceará-Mirim e o Extremoz Eco Brasil, da Phoenix Empreendimentos. Todos foram lançados e bem vendidos. Alguns estão prontos. Outras obras estão prestes a ser concluídas. O Valor Geral de Vendas (VGV) ultrapassa a soma dos R$ 3 bilhões.

UniFacex compra o cic

Os empresários José Maria Figueiredo e Oswaldo Figueiredo, do Centro de Ensino Facex, deram mais um passo importante na estratégia de expansão do grupo ao comprar o antigo Colégio Imaculada Conceição (CIC), uma das escolas mais tradicionais de Natal. Os empresários administram hoje o Colégio Facex e a Unifacex – Universidade e planejam expandir a atuação ofertando cursos técnicos profissionalizantes. O prédio do CIC possui 8.500 metros quadrados, em localização privilegiada, no centro da cidade. Na negociação, estimada em torno de R$ 8 milhoes, além da estrutura física, a Facex também adquiriu todo o mobiliário.

“Inércia” da CDL Muitos empresários do comércio e serviços estão na bronca com a Câmara de Lojistas de Natal, CDL Natal, criticando a “inércia e falta de apoio da entidade”. Referem-se aos constantes ataques sofridos por comerciantes feitos pelo PROCON estadual. Alegam perseguição e falta de fundamento legal. A insatisfação seria pela falta de empenho da CDL na defesa dos associados. Apontam ainda decisões políticas e financeiras concentradas nas mãos de pequenos grupos. 12 >

7

> fevereiro de 2014

Livraria na zona sul

Natal ganhará novo conceito de livraria. A SBS Livraria Internacional assinou contrato com o Praia Shopping, iniciou obras e em breve inaugura sua mais nova loja em formato franquia. Além dos atrativos que só a SBS possui, como os produtos literários infantis, dicionários e livros de idiomas, a SBS Natal inova no conceito Shopping Center com produtos como: Publicações Best Sellers exclusivas, presentes educativos, papelaria, revistaria e sistema para publicação própria de livro, tese, poesia, conto ou qualquer escrito. Os empresários sócios Edna Moraes e Gilberto Silva decidiram investir na franquia da SBS Livraria Internacional após a realização de pesquisa de mercado que apontava a necessidade de um empreendimento com estas características na região de Capim Macio e Ponta Negra. Em breve os franqueados divulgarão a data de inauguração da SBS Natal.


Anticorrupção Empresarial é lei

Feira do empreendedor

O Sebrae/RN inovará este ano. Realizará a Feira do Empreendedor, evento principal da entidade que acontece uma vez a cada dois anos, no pátio da Arena das Dunas, dia 13 de novembro, em Natal. Serão utilizados ainda os equipamentos internos da estrutura da Arena. A área externa também sofrerá intervenções e adaptações. O Sebrae acredita na “mudança de ares” para dar sacudida na Feira, que é um dos maiores eventos da economia local.

Já está em vigor a chamada Lei Anticorrupção Empresarial. A norma prevê que empresas e pessoas jurídicas respondam civil e administrativamente quando seus empregados ou representantes forem acusados de envolvimento com corrupção de agentes públicos, de fraude em licitações ou de dificultar investigações. Decreto presidencial fará regulamentação de aspectos como critérios para aplicação das multas, fatos agravantes da prática ilícita e quais os mecanismos corporativos de controle de irregularidades que podem servir de atenuantes à pena, caso alguma empresa ou entidade venha a ser denunciada.

aeroporto novo e muitas dúvidas

Ficamos curiosos e intrigados com algumas informações divulgadas por Alysson Barros Paolinelli, CEO do Consórcio Inframérica - “dono” do novo Aeroporto de São Gonçalo do Amarante. O experiente executivo afirma que a estratégia de conquistar novos vôos e ampliar fluxo de passageiros somente será bem sucedida com a redução do ICMS do querosene de aviação, solicitada insistentemente junto ao Governo do RN em reiteradas aparições na mídia. É quase uma exigência. E “exigem” a concessão do benefício fiscal até a inauguração, prevista para abril próximo. Paolinelli, que assumiu a função há pouco mais de cinco meses na Inframérica, declarou ainda que a localização do aeroporto de São Gonçalo “não é interessante para transformá-lo num ‘hub’ doméstico, por que ele está longe dos grandes centros”. O mais interessante é que foram justamente estes os dois argumentos que convenceram parte da opinião pública sobre a viabilidade de um novo aeroporto no Estado. Como, ainda mais de forma repentina, o hub e o número de vôos deixa de ser viáveis? Eis a pergunta que não quer calar.

R$ 1,2 milhão

Deve acabar na Justiça a licitação para contratação de agências de publicidade pelo direito de gerir a verba publicitária do SENAC/RN, entidade do Sistema S gerida no Rio Grande do Norte pelo executivo Hélder Cavalcanti. O resultado foi divulgado e a vencedora foi a Bora Propaganda. Mas as outras duas agências que ficaram de fora alegam o que seriam “vícios da concorrência”, prometem entrar na Justiça e tentar reverter o resultado. A verba é de R$ 1,2 milhão.

Acesso ao Sebrae/RN

Devido às interdições provocadas pelas obras de mobilidade para a Copa do Mundo, o acesso à sede do Sebrae em Natal será por trecho diferenciado no Viaduto do Quarto Centenário, conforme orientação do mapa. Para dar mais comodidade aos clientes, foi criado o estacionamento interno do prédio da instituição. O novo percurso está sinalizado com placas indicativas. Aliás, o acesso é apenas um detalhe. Vale a pena visitar a nova sede do Sebrae/RN, que está linda e funcional. Um verdadeiro gol de placa da atual diretoria.

Cartão BNB

As agências do Banco do Nordeste já estão emitindo o novo Cartão de Crédito Banco do Nordeste Internacional, que inclui programa de recompensas. Disponível em três categorias (Visa Classic, Visa Gold e Visa Platinum), ele é aceito em milhões de estabelecimentos no Brasil e no mundo. Todas as condições para ter acesso ao produto estão discriminadas na página do Banco na Internet (www.bnb.gov.br) fevereiro de 2014 <

7

< 13


Novos Neg贸cios

A Arena do entretenimento e dos neg贸cios Equipamento embala economia e abre oportunidades para neg贸cios corporativos, esportivos e culturais

14 >

7

> fevereiro de 2014


Encravada no coração de Natal, a Arena das Dunas já é a sede principal dos grandes eventos e negócios do Rio Grande do Norte. Embaixadora natalense da modernidade, miss beleza arquitetônica, gigante do entretenimento, orgulho potiguar. Há muitos anos que o Estado necessitava de um equipamento multiuso com estas características. Do ponto de vista desenvolvimentista, pode-se dizer que a economia local marcou um “verdadeiro gol de placa”. Mal foi inaugurada, e a Arena das Dunas já é a “meca” dos produtores culturais e esportivos, clubes de futebol, eventos e corporações. Todos querem conhecer e realizar seu evento na Arena. E assim, a engrenagem do empreendimento começa a girar, fechando contratos, preenchendo o calendário, criando uma agenda positiva repleta de eventos e viabilizando seu funcionamento pleno. Quem passa hoje e vê a Arena das Dunas, imponente, até mesmo os mais céticos e conservadores, não

têm dúvidas de que trata-se de um excelente investimento. Não desmerecendo a importância do antigo Machadão, cuja memória e história precisam ser preservadas. A nova arena, além de linda, é extremamente funcional e não deixa a desejar a nenhuma operação do gênero em todo o mundo. Ocupando área de 120 mil metros quadrados, em Lagoa Nova, entre as avenidas Presidente Prudente de Morais, Lima e Silva e BR 101, a Arena vai contribuir para catalisar ainda mais o crescimento do bairro agregando, além das antigas e tradicionais residências, áreas comerciais e administrativas. Neste círculo já estão sendo erguidos novos hotéis, apartamentos residenciais e shoppings. Não é apenas o entorno da Arena que está se desenvolvendo. A chegada do equipamento e a realização da Copa do Mundo impulsionam o desenvolvimento e a melhoria dos serviços diversos em Natal, entre eles os de hotéis, restaurantes, hospitais, transporte.

fevereiro de 2014 <

7

< 15


Time Campeão: Cláudio (Eventos), Edson (Engenharia), Charles (Direção), Caco (Marketing), Juliana (Comunicação), Arthur (Comercial)

Negócios antes, durante e após a Copa Para operar a Arena com profissionalismo e atender a exigência da clientela, o consórcio que administra a Arena das Dunas está fechando parcerias com empresas de expertise local, incentivando o surgimento de um novo mercado de oportunidades para os profissionais. O Pepper’s Hall, que atua no ramo de alimentação e eventos, é uma delas. A empresa criou a joint venture 4Food, junto com o grupo Praiamar, do empresário George Gosson, para fornecer alimentos e bebidas das arquibancadas. O grupo pretende administrar 36 quiosques de salgados, espetinhos, pipoca e cachorro-quente. Também está investindo, cerca de R$ 400 mil, na montagem e administração de bar temático que funcionará durante a semana, dentro da Arena. A operação terá início após os jogos da Copa do Mundo. 16 >

7

> fevereiro de 2014

O setor de eventos é o que deverá gerar maior movimentação e parcerias entre a Arena e as empresas natalenses. A Destaque Promoções, por exemplo, já garantiu a realização do Carnatal, maior carnaval fora de época do Brasil, na Arena das Dunas, na sua parte externa. Outra empresa que já é parceira do evento é a Viva Promoções, do empresário Jarbas Filho, que já reservou duas datas para realização de dois grandes eventos, um deles com a participação de shows de Ivete Sangalo, Bell Marques e Garota Safada. Além dos eventos, shows, jogos, a Arena das Dunas também poderá recepcionar seminários, convenções de empresas e congressos científicos. “Natal conta com um grande equipamento multiuso. Temos como adequar ao tamanho do evento, seja ele qual for. Estaremos prontos para atender”, afirma Arthur Couto, gerente comercial da Arena das Dunas.

O gerente de eventos da Arena, Cláudio Menezes, está com agenda cheia recebendo visitas e participando de reuniões. Já foram mais de 100 encontros, desde o início do ano, para tratar sobre realização de eventos dentro do espaço. O calendário, garante Cláudio, está sendo preenchido rapidamente. “Estamos abertos para receber eventos e parcerias nas melhores condições”, destaca. Na Arena das Dunas, uma outra oportunidade que pode ser explorada pelas empresas é a associação de marcas através das veiculações de VTs nos telões (intervalos dos jogos), nas TVs internas, nas fachadas, nas placas indicativas e nas ações diferenciadas. O gerente de marketing da Arena das Dunas, Carlos A lberto Medrado Filho, é o responsável por todas estas operações e está satisfeito com a procura e o retorno que as empresas estão obtendo com as parcerias.


Mais empregos temporários

Seleção

A CSM Catering, empresa de hospitalidade e gestão de eventos do grupo CSM Brasil, está selecionando 12 mil pessoas para atuar no setor de alimentos e bebidas dos estádios, durante a Copa do Mundo da FIFA 2014™. A expectativa é de criar 1 mil vagas em cada cidade sede dos jogos, incluindo a Arena das Dunas. As inscrições podem ser feitas pelo site www.querovestiracamisa.com até o dia 15 de março. Durante os jogos, é a CSM que vai gerir os bares e lanchonetes da arena. De acordo com a empresa, o processo seletivo oferece vagas no operacional dos bares e lanchonetes, em funções de supervisão e coordenação, caixas e vendedores. Não há exigências iniciais nem pré-requisitos, exceto ter mais de 18 anos.

O processo de seleção e contratação se dará entre os meses de março e abril. A documentação necessária está disponível no site. Em maio e junho, todos os selecionados passarão por três sessões de treinamento específico para o desempenho de cada função, com ênfase no atendimento ao cliente, manuseio e transporte de a limentos e operação dos bares. Os recrutados também participarão de sorteios realizados em todas as partidas e receberão certificado de participação, podendo registrar a experiência como atividade extracurricular, de acordo com a empresa.

O processo, além da triagem de cadastros, será feito por meio de entrevista presencial com os candidatos. Os selecionados terão três dias de treinamento remunerado para trabalhar nos dias de jogos. “Os participantes receberão diárias pelos dias trabalhados e pelos dias de treinamento”, informou a empresa. Há vagas em todas as sedes dos jogos (Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Porto Alegre, Salvador, Fortaleza, Recife, Natal, Cuiabá e Manaus). “É um dos maiores programas de recrutamento durante a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 e será uma grande chance de vivenciar essa magnitude em território brasileiro”, avalia Mauro Correa, sócio da CSM.

Novas vagas de trabalho serão abertas para profissionais da área de serviços e hospitalidade da Fifa na Arena das Dunas fevereiro de 2014 <

7

< 17


Empresas se vestem de Copa do Mundo Em 2014, o tema Copa do Mundo será um dos mais explorados pelas empresas nacionais e internacionais. Em Natal, cidade sede, não será diferente. Antecipando-se a esta tendência, o Shopping Cidade Jardim investiu forte na criação e produção de uma nova linha de comunicação com as cores brasileiras celebrando o maior evento mundial do esporte. A começar pela fachada do empreendimento, que foi “vestida” de verde e amarelo, projetando fotografias das belezas de Natal. Baseado no tema “É paixão pelo Brasil”, as demais peças gráficas, eletrônicas e de redes sociais seguirão o padrão.

“Estamos trabalhando para inovar e criar o melhor ambiente para os nossos clientes e colaboradores. A Copa é um evento que movimenta o planeta. Como cidade sede, Natal precisa celebrar. Esta é também a nossa contribuição”, destaca o empreendedor do Shopping Cidade Jardim, Fernando Veríssimo. O presidente da Associação dos Lojistas do Shopping Cidade Jardim (ASCIJA), Giovani Pinto, reforça a importância da iniciativa e diz acreditar no incremento das vendas e ampliação do fluxo no mall. “É também um incentivo para que os lojistas apostem no tema. A inovação constante é fundamental para conquistar e manter clientes”, destaca Giovani.

Shopping Cidade Jardim investe na fachada de oportunidade verde e amarela para agregar novos negócios 18 >

7

> Fevereiro de 2014


Comprimento: 271 m - Largura: 248 m Altura: Da praça de acesso até o topo da cobertura: 47,11m - Do gramado até o topo da cobertura: 50,50m (ponto mais alto da cobertura). à Área construída: 77.783,50 m² à Distâncias: entre linha do campo (lateral/ fundo) e arquibancadas: Atrás do gol: 15m - Nas laterais: 14,80m. à Dimensões do terreno onde a arena está inserida: Área 114.063 m² à Capacidade de público: Junho de 2014: 42.000 | Depois 31.375 à Acessos: 19 entradas, sendo 3 PNE (Portadores de necessidades especiais) e elevadores para o público. à Concreto Utilizado: 19.776m³ à Quantidade de Cimento: 7.910.400 Kg à Quantidade de aço utilizado: 1.584 toneladas à Consumo diário de cimento: 100 toneladas à Exploração da Arena: 20 anos – 03 de construção e 17 de operação à Quatro reservatórios de água a) Reservatório de Águas Pluviais: 846m³ b) Reservatório de Água Potável: 738,48m³ c) Reservatório de Água Tratada: 501,67m³ d) Reservatório de Água Irrigação: 180m³ fevereiro de 2014 <

7

< 19


NĂşmeros da Arena

20 >

7

> JANEIRO de 2014


vencer na copa e nos negĂłcios

Estrangeiros em Natal contam como pretendem ganhar dinheiro com o Mundial de futebol este ano. Expectativa ĂŠ que a capital receba nĂşmero expressivo de norte-americanos, italianos e mexicanos

22 >

7

> fevereiro de 2014


por Louise Aguiar

x x x x

Estados Unidos, México e Itália. Exatamente nessa ordem. São essas seleções que deverão trazer mais torcedores, e conseqüentemente mais possibilidades de lucro para os natalenses durante a Copa do Mundo de 2014. É nisso que passou a acreditar o Serviço Brasileiro de Apoio às Microempresas no RN (Sebrae), depois que a Fifa realizou o sorteio dos jogos e a capital potiguar foi contemplada com partidas entre Estados Unidos e Gana, México e Camarões, Uruguai e Itália e Japão e Grécia. Não se sabe ainda, porém, quanto em volume de negócios deve ser movimentado na capital potiguar durante o Mundial. O turismo e toda sua cadeia produtiva sai como a grande e primeira aposta da economia para lucrar no período da Copa. Na África do Sul, por exemplo, em 2010, a atividade registrou lucros de US$ 519,6 milhões para o país. A expectativa é que o Brasil repita o feito ou pelo menos ultrapasse o montante. Mas quem pensa que só se começa a ganhar dinheiro com a Copa entre junho e julho se engana. Em abril deste ano, vários empresários potiguares do turismo, levados pelo Sebrae e pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do RN (Fecomercio), estarão no Estados Unidos para rodadas de negócios com os atores do turismo norte-americano. Na ocasião serão mostradas as belezas do Rio Grande do Norte e negociados entre as agências, de lá e de cá, pacotes para visitar Natal durante a Copa. “Estamos negociando com a Câmara de Comércio de lá rodadas de negócios em abril reunindo Estados Unidos e México. Os EUA jogam duas vezes no Nordeste e o México joga aqui, em Fortaleza e em Recife. Acreditamos que temos boas chances de vender muitos pacotes turísticos lá”, pontua o diretor técnico do Sebrae, João Hélio Cavalcanti. Entre as oito seleções que virão jogar em Natal, o diretor do Sebrae acredita na presença maciça de americanos, mexicanos e italianos. No caso dos primeiros, a possibilidade é ainda maior devido ao relacionamento histórico que existe entre Natal e Estados Unidos, com a 2ª Guerra Mundial. A posição geográfica de Natal, a relativa proximidade com os EUA, e o fato deste país ser um dos maiores clientes do nosso melão, são outros pontos que contribuem para a crença do diretor. fevereiro de 2014 <

7

< 23


João Hélio, do Sebrae/RN: olho nos EUA

“Tem muita gente que vem assistir os jogos, mas outras tantas vêm buscar negócios e oportunidades. Há anos introduzimos o melão no mercado americano, já fizemos missões a feiras, fomos a Washington, conversamos com o governo americano e na próxima edição da Expofruit, depois da Copa, estaremos trabalhando o mercado americano”, explica. João Hélio Cavalcanti acredita que esta é uma ótima oportunidade para conseguir mudar a janela de importação do melão potiguar, algo que os fruticultores já lutam há algum tempo. “Queremos mudar a janela para a condição favorável para a época que estamos produzindo. Estamos buscando empresas americanas que venham conhecer o RN, o potencial na fruticultura e no agronegócio, para que essas empresas passem a comprar e importar nosso melão amarelo”, diz. No que diz respeito ao México, apesar das poucas relações existentes 24 >

7

>fevereiro de 2014

entre Natal e o país, o diretor do Sebrae acredita que é a nação que mais pode ter as relações estreitadas e realizar negócios futuros com a capital potiguar. O turismo aparece como principal atividade a ser explorada nessa relação. Uma das idéias da comitiva que irá até os Estados Unidos em abril é vender pacotes junto a Fortaleza e Recife para viabilizar a estada dos mexicanos nas três capitais, de forma a ter na cidade o maior número possível de torcedores do México. A relação com a Itália, entretanto, é forte e está consolidada. A colônia em Natal é grande e por isso mesmo deve atrair muitos italianos para assistir o jogo contra o Uruguai. Segundo Cavalcanti, os italianos já estão presentes em quase todas as cadeias que envolvem a atividade turística – desde bares de restaurantes até hotelaria. Japão e Grécia, entretanto, são os países que devem trazer menos nativos para a capital potiguar. Gana e Camarões, apesar de localizados no continente africano, também devem jogar com poucos ou quase nenhum torcedor. O diretor técnico do Sebrae diz

que todo mundo ainda está estudando o mercado, e por isso mesmo prefere não apostar em quanto a capital deve lucrar com a vinda dos estrangeiros. Mas o alto faturamento com certeza ficará com o turismo e toda sua indústria – hotéis, locadoras, artesanato, bugueiros, bares e restaurantes. Sem esquecer a economia criativa, em ascensão no Rio Grande do Norte. E não só o turismo de sol e mar irá faturar alto. O de aventura, o esportivo, o ecológico e até o religioso estão inclusos nas apostas do Sebrae. A entidade catalogou, capacitou e tornou competitivas empresas em lugares como Pium para criar o roteiro Caminhos de Pium, um guia com todas as possibilidades gastronômicas, artísticas e de artesanato da região. Assim como criou também o Caminhos do Agreste e do Seridó. A expectativa é que os turistas da Copa fiquem na cidade do evento por volta de sete dias, dando espaço a visitas a outros lugares. “O turismo será o grande beneficiário, apostamos muito. Fizemos muitas ações fortalecendo o litoral sul e abrindo o litora", concluiu João.

Italiano Domenico Giuseppe espera ampliar vendas para seus compatriotas na Copa


Kenji Matsunae foi capacitado pelo projeto do Sebrae/RN

Esposa de Kenji, orquidófila Gelza Matsunae quer vender mais

Não é só a Fifa que vai ganhar dinheiro com a Copa O italiano Domenico Di Giuseppe, 57 anos, pisou em Natal pela primeira vez em 2005. A idéia era passear, passar pouco tempo, no máximo um mês. Mas gostou tanto do clima, das pessoas e da atmosfera natalense que comprou uma casa e foi ficando por aqui. Vinha de tempos em tempos, quando tirava uma folga da administração de seu restaurante Maximum na comuna Cava de’ Tirreni, na Itália. Com dois restaurantes na Itália e uma experiência de 30 anos como pizzaiolo, o sonho de montar um restaurante em Natal era latente. E não tardou muito. Em 2011 ele abriu, ao lado da esposa brasileira Janeide Dantas, 31, o restaurante Maximum em Ponta Negra. “Sentia falta de restaurantes originalmente italianos em Natal”, diz. A culinária do estabelecimento acabou ficando mista para agradar também aos brasileiros. O restaurante abre para almoço no estilo self-service e a noite utiliza do menu mais voltado para as massas e pizzas. Metade do público é formada por italianos. Eles chegaram a ser 70% do público total do restaurante de Domenico, mas com

a queda no turismo internacional, o percentual também caiu. Apesar da crise que o país europeu vive, Domenico espera muitos italianos em Natal durante a Copa do Mundo. Tanto é que já pensa em dobrar o número de funcionários e trazer um sobrinho pizzaiolo da Itália para ajudá-lo nesse período. O cardápio também deve ser ampliado, com a inclusão de massas como a Tagliatela com zuchine e gamberi. Hoje o restaurante trabalha com todo tipo de massa, pizza e frutos do mar e expectativa é também dobrar o faturamento durante a Copa. A orquidófila Gelza Alves Matsunae, 66, também espera faturar com sua exposição de orquídeas e oficina de culinária japonesa durante a Copa. Ao lado do marido Kenji Matsunae, que chegou ao Rio Grande do Norte em 1956 junto à colônia japonesa, ela foi uma das pessoas capacitadas pelo Sebrae para integrar o roteiro Caminhos de Pium. Orquidófila desde 2011, ela cultiva as plantas em sua própria casa e realiza visitas pré-agendadas para expor as f lores e contar a história da colônia japonesa no RN.

Assim como o marido Kenji, Gelza diz que ao abrir a casa à visitação do orquidário não visa o dinheiro. “Faço mais por prazer”, emenda. A visita à coleção de orquídeas custa R$ 20 por pessoa e deve ser agendada com antecedência. Como acredita que alguns japoneses devem vir até Natal assistir o jogo, Gelza está se preparando para receber mais visitantes. Os turistas também devem procurar o curso de culinária japonesa, que custa R$ 50 por pessoa e tem duração de duas horas. Ao longo do último ano, Gelza e Kenji realizaram cinco oficinas para capacitar pessoas. “É uma boa oportunidade para os japoneses virem degustar sua comida típica, já que eles passarão muito tempo longe dos alimentos que costumam comer”, completa Gelza. Tudo isso só foi possível graças à capacitação oferecida pelo Sebrae ao casal japonês. Gelza e Kenji fizeram cursos, receberam orientação técnica, inclusive sobre como receber as pessoas em sua casa, se tornaram microempreendedores individuais e passaram a ser empresa perante a sociedade. Agora, eles querem colher os frutos que a Copa do Mundo dará. fevereiro de 2014 <

7

< 25


Negócios.net – Desde quando você conhece Natal? Por que veio para cá e o que achou da cidade? Daniel: Eu tenho um amigo brasileiro que cresceu nos EUA. Nós fizemos Ensino Médio juntos e temos ainda a mesma amizade daquele tempo. Ele me contou que tinha alguns parentes no Brasil e estava se mudando para cá para tentar algo novo em sua vida. A primeira vez que vim a Natal foi em julho de 2012 para passar um mês. Foi maravilhoso. Eu estava tão intrigado e ansioso para experimentar algo tão diferente da minha vida e como eu viva. Eu fiquei viciado desde então. Daniel Agosta quer ganhar ministrando aulas

Americano vem para Natal ensinar inglês Do mesmo jeito que há aqueles americanos que virão para torcer pela sua seleção durante a Copa do Mundo, há os que vão aproveitar o bom momento vivido pela capital potiguar para fixar residência e trabalhar. É o caso de Daniel Agosta, 29 anos, que vem para Natal nos próximos meses e planeja ganhar dinheiro dando aulas de inglês. O professor veio a Natal pela primeira vez em julho de 2012 para passar férias. O período devia ser de um mês, mas foi muito mais. Conforme ele mesmo diz nesta entrevista à Revista Negócios.net, gostou tanto que ficou viciado no estilo de vida desde então. Hoje está se preparando para voltar ao Brasil e dar aulas de inglês em Natal. Nesta entrevista feita por e-mail, Daniel conta como conheceu Natal, suas expectativas para trabalhar na cidade e como a capital pode lucrar com a Copa do Mundo. Revela, inclusive, seu desejo de montar um trailler durante o Mundial. Há apenas alguns meses na cidade – e neste momento em temporada nos EUA – ele identifica problemas como o transporte público e fala sobre como Natal pode aproveitar o Mundial para se desenvolver. 26 >

7

> fevereiro de 2014

Negócios.net – O que você acha da Copa do Mundo em Natal? Gosta de futebol? É torcedor da seleção norte-americana? A Copa em natal será maravilhosa para os turistas e para Natal. Eu amo futebol, costumava jogar quando era mais novo e ainda jogo vez por outra. Eu sou definitivamente um grande torcedor da seleção norte-americana, no entanto aprendi a torcer aqui pelo América. E eu planejo assistir o jogo contra Gana na Arena das Dunas. Negócios.net – E sobre trabalho? O que você acha de trabalhar em Natal? O trabalho em Natal e no Brasil é muito diferente dos Estados Unidos. Tenho sorte de ter um inglês nativo e ter um diploma no qual posso ensinar inglês e ganhar um salário decente. Trabalhar em Natal foi uma ótima experiência. Honestamente a pior parte foi pegar o ônibus para o trabalho. Os ônibus não são confiáveis, vivem lotados, é muito inconveniente. Eu realmente gostei muito de ensinar inglês aqui, os alunos são ótimos. Negócios.net – Você acha que pode ganhar dinheiro em Natal durante a Copa? Como isso poderia acontecer?

Para fazer dinheiro durante a Copa do Mundo você precisa ter algum negócio. Eu e um amigo estamos pensando em abrir um pequeno trailler durante as semanas de Copa do Mundo. Outro amigo meu é dono de um bar e eu estou muito entusiasmado por ele e seu negócio deve ser bem grande. Negócios.net – Que tipo de oportunidades pessoas como você podem ter em Natal? Para pessoas como eu há muitas oportunidades em Natal, mas primeiro as pessoas precisam entender que não vão ficar ricas se mudando para cá. Você se torna um viciado no estilo de vida, na praia, o clima, as pessoas amigáveis. Ser um estrangeiro fora do país é uma ótima experiência porque você aprende algo todos os dias. Há muitos meios de ganhar dinheiro aqui, mas claramente eu acredito que o meio mais fácil seria ensinando inglês. A demanda é muito alta. Negócios.net – Como você pensa em ganhar dinheiro na capital potiguar? Se você é um norte-americano nativo e fala inglês fluentemente, você é expert em sua área de atuação. o muitos sonhos e idéias para o futuro. Negócios.net – Fale um pouco sobre seus planos para 2014. O que você pensa em fazer? 2014 deve ser um ótimo ano. Estou muito empolgado para voltar a Natal e continuar aprendendo português. Tive ótimo começo na língua, mas não sou muito confiante em falar português e ainda faltam coisas para aprender. Eu quero realmente mergulhar nessa cultura e tirar proveito das situações em que estiver inserido. Eu gostaria de aumentar meu network em Natal e continuar conhecendo pessoas maravilhosas.


> Turismo & Viagens

airton bulhões (airton.bulhoes@gmail.com)

Natal Convention e a arte de Flávio Freitas

Natal começa a ser promovida também por meio da arte. Esse é o objetivo do Natal Convention Bureau ao firmar parceria com o artista plástico Flávio Freitas - que a partir de 2014 estará ilustrando, com suas aquarelas em papel, os principais pontos turísticos da cidade nas peças para promoção do destino e captação de eventos no Brasil e no exterior. Ecobags, camisetas, cadernos, blocos, entre outros itens, fazem parte do acervo de peças com o trabalho de Flávio Freitas.

GT Náutico do RN é oficializado

As políticas públicas destinadas ao desenvolvimento do turismo náutico no Rio Grande do Norte, agora estão oficializadas a partir do decreto estadual publicado no final do mês de janeiro, assinado pela governadora Rosalba Ciarlini no Diário Oficial, criando o Grupo de Turismo Náutico do Rio Grande do Norte (GT Náutico do RN). O decreto é uma conquista do trabalho desenvolvido pelo secretário municipal de Turismo e Desenvolvimento Econômico (Seturde), Fernando Bezerril que incentivou a sua criação com a realização de várias reuniões e na última com a participação da secretaria estadual de Turismo (Setur) e órgãos como IBAMA, IDEMA, Ministério Público Estadual, Patrimônio da União, Capitania dos Portos, Fecomercio, Codern e empresários da iniciativa privada, através da AMANAUTICA entre outros que exploram o turismo náutico, principalmente em Nata

Empresários franceses querem captar investidores

A arte de Flávio Freitas no material promocional de Natal

Os empresários franceses do grupo New Co Marine querem construir a Marina em mar aberto, na Via Costeira através de uma PPP, unindo empresários natalenses e nacionais no esforço para levantar capital para aquele investimento. Reuniões com a Fecomercio, secretaria de Turismo de Natal e outras entidades interessadas estão programadas com vistas à exposição das idéias que serão apresentadas pelos investidores franceses. A Marina em mar aberto da Via Costeira terá um investimento de R$ 150 milhões.

Nísia Floresta quer fomentar turismo A secretária de Turismo de Nísia Floresta, jornalista Ana Cristina Felinto, reuniu nos últimos dias, empresários do segmento de turismo e lideranças comunitárias no 1º Seminário de Turismo, realizado no Praia Bonita Resort & Convention, na praia de Camurupim. O objetivo é abrir uma discussão sobre as atividades turísticas do município, caracterizada por suas belas praias, que tornam o setor, a principal atividade econômica da região. “São várias praias e 23 lagoas que fazem a beleza do município, que precisam ser mostradas aos visitantes”, enfatizou. fevereiro de 2014 <

7

< 27


fevereiro de 2014 <

7

< 29


Indústria

ZPE de Macaíba

será criada dia 21 de fevereiro Alguns Grupos internacionais já estão de olho no RN A Zona de Processamento de Exportação (ZPE) de Macaíba – condomínio industrial que abrigará empresas exportadoras com regime fiscal, cambial e tributário diferenciados – finalmente tem data marcada para nascer: 21 de fevereiro de 2014, quando será assinado o contrato de concessão oficial entre o Governo do Estado, Prefeitura de Macaíba e a Unihope Imobiliária, Administração e Construção Ltda., ganhadora do processo de licitação conduzido pelo município. A ZPE ainda nem foi oficializada e já existem grupos empresariais de diversos países, com destaque para China, Alemanha e Espanha, interessados em implantar fábricas no Estado. Idealizada em 1988 e criada através de decreto presidencial em 2010, o modelo atual proposto foi a forma encontrada para legalizar a operação pela Prefeitura de Macaíba, que administrava a ZPE junto com o Governo do RN e Federação das Indústrias do Estado do RN (Fiern). As obras de infraestrutura devem começar tão logo seja consolidada a assinatura do contrato e liberados os licenciamentos ambientais. O processo de captação de indústrias já pode ser iniciado. A vencedora da licitação deverá contratar parceiros locais para a realização das obras físicas. Além disso, vai terceirizar toda a parte de mão de obra. O investimento inicial será superior aos R$ 25 milhões. Uma fonte ligada ao grupo que venceu a licitação, consultada pela reportagem de O Jornal de Hoje, informou que três grandes grupos já demonstram interesse em instalar indústrias no Estado e usufruir dos benefícios tributários. O principal deles é uma fábrica de elevadores da China. Mas as negociações só devem mesmo ter continuidade após a assinatura do contrato, prevista para ser realizada no próximo dia 21 de fevereiro, na Escola de Governo, em solenidade que contará com a participação da governadora do Estado, Rosalba Ciarlini, do prefeito de Macaíba, Fernando Cunha, dos diretores da empresa vencedora e representantes do segmento empresarial e industrial do RN. 30 >

7

> fevereiro de 2014

Expectativa é de que novas indústrias se interessem pelo Rio Grande do Norte

PARA QUE SERVE UMA ZPE Entre os objetivos de uma ZPE, destacam-se: atração de investimentos estrangeiros, redução dos desequilíbrios regionais, promoção da difusão tecnológica; criação de empregos, promoção do desenvolvimento econômico e social do país e ampliação da competitividade das exportações brasileiras. As empresas instaladas podem receber incentivos fiscais de IPI, COFINS, PIS/PASEP (mercado interno) e IPI. E COFINS, PIS/PASEP – Importação e AFRMM (importação).


fevereiro de 2014 <

7

< 31


> Mercado & Imóveis

CHIARA TEIXEIRA (mercadoimoveisrn@gmail.com)

FUTURO

Em uma das áreas mais valorizadas da Av. Jaguarari, em Lagoa Nova, onde por muito tempo funcionou o Viveiro Marina, o Solar José Vital deve ser o próximo lançamento da Escol Engenharia. O projeto do residencial contempla unidades com 3 suítes, sendo uma com closet, sala para dois ambientes, ampla varanda gourmet, cozinha com área de serviço de dependência. Já há estande estruturado no local, mas ainda não está em funcionamento. As vendas devem ficar com a Imobiliária Aliança. É aguardar!

VISTA PARA O MAR A Habitacional tem unidades do Maria Elenir Residencial; empreendimento da CNH em Areia Preta. São unidades com 3 suítes mais dependência completa. Condomínio com piscina, quadra e 3 vagas por unidade. Preço médio do m² R$ 6.200,00. O projeto tem assinatura de Flávio Rogério Rocha de Goís.

CRESCIMENTO

Com o aumento da oferta de crédito das instituições financeiras privadas, o SECOVI/SP já registra alta nas transações imobiliárias da capital paulista, realizadas em Janeiro. A procura maior foi por unidades com 3 dormitórios. A expectativa é fechar o semestre com até 8% de aumento em relação ao mesmo período do ano passado. Números maiores já foram alcançados no final de 2013.

EM BREVE

Mais uma aposta da SDantas em Lagoa Nova. O Residencial Maria Emiliana Melo está em frase de pré-lançamento, será construído na Avenida Nascimento de Castro e oferece unidades de 3 dormitórios com 91 ou 112m². Empreendimento de torre única com 19 pavimentos e área de lazer que inclui piscina adulta e infantil, salão de jogos, academia e espaço para festas com pé direito duplo. --------------------------------------------------------------

EFEITO COPA

Os preços para locação de imóveis em Ponta Negra já subiram consideravelmente. Há casas com 3 quartos sendo anunciadas para locação, durante o período do mundial, a R$ 50.000,00. Isso com mobília básica; camas, geladeira e fogão e nenhuma estrutura de segurança ou lazer. 32 >

7

> fevereiro de 2014

OBRAS

A construtora Mendonça Júnior já deu início às obras do Spazzio Verdi Residencial; empreendimento de torre única, 54 unidades, localizado em Lagoa Nova. A empresa também iniciou as obras do Empresarial Mendonça Júnior, com 80 unidades, situado próximo à Arena das Dunas. São salas comercias entre 29,48 até 43,39 m². -----------------------------------------

ENTREGA

A Método Construtivo entregou em janeiro unidades do Idealle Jorge Amado; empreendimento de 2 dormitórios localizado em Parnamirim.

---------------------------------------------------

MCMV - 3

O ano de 2014 promete movimentações extraordinárias. A terceira fase do programa Minha Casa Minha Vida, grande bandeira eleitoral do atual governo, tem meta ousada: contratar a construção de 3,5 milhões de casas entre 2015 e 2018, contra 2,7 milhões da fase 2, que termina este ano. A verba prevista no Orçamento da União para o MCMV será cerca de R$ 1 bilhão a mais que em 2013. Segundo o Ministério do Planejamento, em 2014 haverá R$ 15,77 bilhões previstos no Orçamento. --------------------------------------------------

MILHÕES

O apartamento em Ipanema/RJ ofertado em um site estrangeiro a R$ 66 milhões, continua sem comprador. O imóvel localizado na Vieira Souto com 560m² no Ed. Cap Ferrat já é considerado um dos mais caros do país e custa quatro vezes mais o valor de uma casa em um dos endereços exclusivos de Miami. “É um prédio de grife, mas não já justificativa para esse preço a menos que tenha sido construído um palacete com piso de ouro ou diamante", afirma o Leonardo Schneider, vice-presidente do SECOVI RJ. Devido à repercussão o anúncio foi retirado do ar, mas aos interessados há outro apartamento no mesmo edifício ofertado a R$ 37 milhões.


Moradia

SALÃO IMOBILIÁRIO

dá start na venda de empreendimentos

Anualmente, o mercado de imóveis potiguar ganha vida após o Salão Imobiliário. O evento, que acontece sempre 30 dias após o carnaval, é o maior starter de vendas para os empresários deste ramo. Os números confirmam o seu sucesso: Apenas no ano passado, o volume de negócios gerado foi de cerca de 300 milhões. “O público que tem interesse em adquirir um imóvel aguarda o evento para comprar. Por que, o Salão tem o diferencial de apresentar todos os lançamentos do ano e de reunir em um só lugar as maiores construtoras”, comentou o idealizador do evento Ocimar Damásio. A 13° edição do Salão Imobiliário será realizada de 2 a 6 de abril, no centro de convenções, das 14h as 22h e a entrada é gratuita. No total, serão montados 200 stands com construtoras, imobiliárias e incorporadoras oferecendo preços e condições diferenciadas nos imóveis. Este ano, segundo Damásio, a expectativa é que o feirão receba mais de 30 mil visitantes, gerando um alto volume de vendas. “Serão oferecidos empreendimentos desde o que se enquadram no “Minha Casa, Minha Vida” até os condomínios de alto padrão. Ou seja, é um evento para todo o público, com oportunidades a partir de R$ 70 mil à R$ 5 milhões”, frisa Damásio. Segundo ele, um das tendências de mercado são os condomínios horizontais. “Vários empreendimentos deste tipo

serão apresentados no Salão e com ofertas do tipo médio e alto padrão”, detalha. Para aqueles que pensam em investir numa segunda residência para aproveitar o próximo verão, Ocimar Damásio diz que esse também é o momento para conhecer os lançamentos de grandes condomínios de praias tanto no litoral norte quanto sul, com preços e condições variadas. “O mercado imobiliário tem muito para crescer no solo potiguar. Porque o público que vai ao Salão Imobiliário não vai a passeio, pois não existe lazer lá. Que visita a feira está disposto a comprar, por isso não tem como afirmarmos que existe dificuldade para quem vende imóveis”, avalia Ocimar Damásio. Com mais de mil pessoas envolvidas diretamente na produção do Salão Imobiliário, o evento tem o cuidado de cadastrar todos os participantes e fazer anualmente uma pesquisa de mercado durante a feira. Essas informações são passadas para todas as imobiliárias e construtoras presentes. Esse grande banco de dados auxilia no planejamento das empresas, com informações substanciais para trabalhar durante o ano todo. “O volume maior de negócios é no pós Salão, pois quem tem interesse em comprar um empreendimento de alto valor, não decide no emocional. Já os imóveis de menor custo geralmente são adquiridos durante o evento. São vendidos cerca de 800 unidades do Minha Casa, Minha Vida para se ter uma ideia”, afirma o empresário.

O diferencial do Salão Imobiliário é que as empresas disponibilizam vendedores para acompanhar os clientes até os imóveis que estão interessados. Caso o negócio seja fechado, o cliente já sai da feira com a chave do novo lar na mão. Para auxiliar na compra do imóvel, a Caixa Econômica Federal também estará presente, como banco exclusivo do salão. A líder em financiamentos habitacionais no estado terá uma estrutura no local do evento para dar agilidade na realização de negócios. Com 13 anos de história e sempre inovando, o Salão Imobiliário é uma das maiores feiras do mercado brasileiro. “O melhor do mercado imobiliário está participando do Salão há 13 anos. Todos os anos as mesmas empresas sólidas, que vendem e entregam corretamente seus produtos, fazem parte desta feira constatando a credibilidade do evento, que ‘já já’ comemora a sua 20° edição”, comemora Ocimar Damásio. Serviço: Evento: 13º Salão Imobiliário do Rio Grande do Norte Local: Centro de Convenções, Natal-RN Data: 02 a 06 de abril Horário: 14h às 22h Entrada franca

fevereiro de 2014 <

7

< 33


34 >

7

> fevereiro de 2014


fevereiro de 2014 <

7

< 35


Turismo

Fórum de Turismo do RN chega a 5ª edição como um dos mais importantes eventos do segmento em Natal

Tendências para a malha aérea da capital potiguar, força do destino Natal, cases de sucessos e empreendedorismo no turismo são alguns dos temas a serem abordados no evento O Fórum de Turismo do RN, já considerado o maior e mais abrangente evento do Turismo potiguar, chega a sua 5ª edição mais cedo, neste ano, nos próximos dias 19 e 20 de fevereiro, no Centro de Convenções. “O evento é uma oportunidade de reunir toda a cadeia produtiva do turismo, instituições de fomento do setor, assim como o poder público para tratar de assuntos relevantes para o desenvolvimento da mais importante atividade econômica do Estado”, relata Gustavo Porpino, organizador do evento, ao lado do jornalista Antonio Roberto Rocha. Com previsão de circulação de cerca de mil pessoas em cada dia, o evento terá palestras e debates oportunos para o atual contexto do turismo no Estado e no Brasil. Um dos momentos mais esperados é o encontro dos representantes de todas as companhias aéreas (Gol, Tam, Avianca e Azul) para falar sobre tendências da malha aérea em Natal, especialmente neste ano de grande demanda. Os impactos do aeroporto de São Gonçalo do Amarante para a economia potiguar também serão discutidos na palestra de Alysson Paolinelli, presidente do Consórcio Inframérica, que administra o Aeroporto Aluísio Alves. Os debatedores serão o 36 >

7

> fevereiro de 2014

Fórum vai debater as principais temáticas do turismo do Nordeste e do Estado

presidente da Fecomércio-RN, Marcelo Queiroz; o superintendente do Sebrae-RN, Zeca Melo; o superintendente do Banco do Nordeste no RN, Francisco Cavalcanti; e o prefeito de São Gonçalo do Amarante, Jaime Calado. A força do destino Natal no Brasil será abordada pelo presidente da Flytour Viagens, Claiton Armelin e também na palestra do presidente da Associação das Agências de Viagem de São Paulo

(Aviesp), Marcelo Matera, que discorrerá sobre o fato de Natal ser, pela sexta vez consecutiva, o melhor destino do país para fazer turismo, segundo os associados da entidade. Ele falará por que a capital do RN fascina tanto os paulistas. Os casos bem-sucedidos no turismo do Sul, com criatividade e aposta nos eventos para o fomento da atividade, serão tratados por Marta Rossi, diretora do Festival do Turismo de Gramado-RS


e do Chocofest. Ela falará sobre a importância dos eventos para o turismo da Serra Gaúcha, que servem como exemplos para o Rio Grande do Norte. O empreendedorismo dos novos profissionais de turismo e as novas idéias dos estudantes deverão inspirar o empresariado do turismo na discussão entre os acadêmicos e a iniciativa privada. O 5º Fórum de Turismo do RN terá ainda duas atrações paralelas, neste ano: a 2ª Mostra de Destinos e Produtos do Turismo Potiguar e o 1º Encontro de Agentes de Viagem do RN. MOSTRA - A 2ª Mostra de Destinos e Produtos do Turismo Potiguar, que ocorre nos dois dias do evento, terá cerca de 40 estandes, entre municípios turísticos, instituições de fomento ao turismo, hotelaria, agências de receptivo, empresas de passeios e prestadores de serviços turísticos, entre outros segmentos. Haverá momentos deter-

minados para visitas à Mostra na própria programação do Fórum, além do fluxo natural de chegada e saída das pessoas. Entre os municípios já confirmados, estão Natal, Serra de São Bento, Monte das Gameleiras, Passa e Fica, Galinhos, Maxaranguape (Maracajaú), Parnamirim e São Gonçalo do Amarante. Os hotéis Thermas de Mossoró, Best Western Premier Majestic (Natal) e a rede Paradise serão alguns nomes da hotelaria. Entre os passeios turísticos confirmados, estão o Terra Molhada (quadriciclos) e a Marina Badauê. O Sebrae-RN também irá expor, assim como a operadora CVC e as Redes Santa Luzia. Do segmento gastronômico, a Fogo & Chama terá estande. Outros espaços estarão a cargo do café Santa Clara e da SterBom, que servirão seus produtos para os visitantes da Mostra.

AGENTES DE VIAGEM - O Encontro de Agentes de Viagens do RN, que acontece na manhã do segundo dia, quinta-feira, 20 de fevereiro, será realizado no auditório Fernando Paiva, que tem espaço para 120 pessoas. Trata-se de um evento exclusivo para o setor, que debaterá melhorias para a categoria junto a diretores e gerentes de empresas aéreas. O Encontro é uma parceria da Argus Eventos de Turismo, realizadora do Fórum, com a Abav-RN, presidida pela empresária Diassis Rosado. Promovido pela Argus Eventos, sob a coordenação do economista Gustavo Porpino e do jornalista Antonio Roberto Rocha, o 5º Fórum de Turismo conta com o apoio da Prefeitura de Natal, Senac-RN, Sebrae-RN, Banco do Nordeste, Natal Convention & Visitors Bureau, ABIH-RN, Coohotur, Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares, Praia Shopping e Tam.

“Turismo Criativo” será debatido por um dos maiores especialistas O perfil do turista está, cada vez mais, em transformação. Os viajantes já não se contentam em ser apenas um espectador de paisagens ou de patrimônios materializados em museus e monumentos. Por isso, cresce uma nova modalidade de turismo, o "turismo criativo", que busca as singularidades e autenticidades dos destinos, capazes de proporcionar vivências únicas, por meio de experiências de aprendizagem. Trata-se de uma nova maneira de viajar, em que a pessoa se sente parte do cotidia-

no de seus moradores. Para falar sobre o “Turismo Criativo em um cenário competitivo”, estará, em Natal, no 5º Fórum de Turismo do RN, no próximo dia 20 de fevereiro, às 14h, o palestrante Caio Luiz de Carvalho, um dos maiores especialistas no assunto, que é diretor da Rede Bandeirantes, foi ministro de Turismo, presidente da Embratur e secretário de Turismo de São Paulo. Debatem com ele: Enrico Fermi, presidente da ABIH Nacional; Sandro Pacheco,

presidente da Emprotur; Flávio Alexandre, presidente da Coohotur e Mário Barreto, diretor do hotel Vila do Mar. Também chamado de “a nova geração do Turismo”, esta vertente tem referências em cidades dos Estados Unidos, França, Espanha, Inglaterra, Holanda, Tailândia, entre outros. O primeiro município brasileiro a implantar um programa estruturado de Turismo Criativo foi Porto Alegre-RS, que realizou uma conferência sobre o tema, no ano passado. fevereiro de 2014 <

7

< 37


> Por João Ferreira

www.jurinews.com.br / e-mail: contato@jurinews.com.br

Notícias Jurídicas na Revista Negócios

O JURINEWS (www.jurinews.com.br) agora está presente na Revista Negócios.net. A partir desta edição tenho o prazer de dividir com você as notícias jurídicas, com o compromisso de informar os principais acontecimentos e bastidores da área e os profissionais que são destaques no mercado jurídico. Em especial, agradeço o convite de Jean Valério, diretor desta conceituada publicação.

Guia do Judiciário RN 2014 Repercute muito bem o lançamento do Guia do Judiciário Rio Grande do Norte 2014, editado pelo JURINEWS. A publicação anual traz uma radiografia completa do Tribunal de Justiça, Tribunal Regional do Trabalho, Tribunal Regional Eleitoral e Justiça Federal, com matérias, entrevistas, perfis, decisões e indicações de leitura dos magistrados de 2º grau e, no caso da JFRN, dos juízes titulares das Varas Federais. Em 122 páginas, também são destaques algumas das instituições que atuam no âmbito do Judiciário potiguar, como a OAB, Ministério Público, Procuradoria Geral do Estado e Defensoria Pública do Estado.

Conselheira CARF

A advogada Tatiana Mendes Cunha, do escritório Mendes Cunha Advogados, foi nomeada para exercer a função de conselheira suplente no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais do Ministério da Fazenda (CARF). O Conselho é a instância máxima de julgamentos de Recursos Fiscais do Ministério da Fazenda. Em outras palavras, é o órgão que dá a decisão definitiva,.

Cliente absolvido Defendido pelos advogados Rossana Fonseca e Mateus Pereira, do escritório Neves, De Rosso e Fonseca em Natal, o empresário Jeferson Witame Gomes, proprietário dos restaurantes Piazzale, foi absolvido pelo juiz Walter Nunes da Silva Júnior, da 2ª Vara Federal, da acusação de lavagem de dinheiro, proferida pelo Ministério Público Estadual, dentro das investigações da Operação Pecado Capital. Dentre todos os indiciados no processo, Witame foi o único sobre quem não recaiu nenhuma condenação. 38

>

7

> fevereiro de 2014

RN perde vagas de ministros

O Rio Grande do Norte perdeu a chance de ganhar de dois ministros de Tribunais superiores. Mesmo ocupando os primeiros lugares das listas tríplices, o desembargador do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, Luiz Alberto Gurgel de Faria, e a desembargadora do Tribunal Regional do Trabalho do RN, Maria do Perpétuo Wanderley, não foram escolhidos pela presidente Dilma Rousseff. Perde também o Superior Tribunal de Justiça (STJ) e o Tribunal Superior do Trabalho (TST) a oportunidade de ter em sua composição dois magistrados do nível de Luiz Alberto Gurgel de Faria e Maria do Perpétuo Wanderley. A influência política prevaleceu mais uma vez.

Multa por dano moral coletivo

A Indústria Alimentícia Maratá foi condenada a pagar R$ 500 mil de indenização por dano moral coletivo. A determinação foi fixada em sentença da 11ª Vara do Trabalho de Natal, como uma das obrigações resultantes de ação civil pública movida pelo Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Norte (MPT-RN). A ação teve como base denúncia feita através de formulário on-line disponível na página do MPT-RN, dando conta de que a empresa, no momento da contratação, oferecia vantagens aos empregados que acabavam não sendo observadas no decorrer do contrato de trabalho, dentre outras práticas irregulares.

Plantão

- O Tribunal de Justiça do Ceará lançou edital de concurso público para servidores. São oferecidas 238 vagas para os cargos de analista judiciário e técnico judiciário. Salários variam de R$ 4 mil a R$ 9 mil reais. Inscrições no www.cespe.unb.br - Acontece no dia 20 de março a primeira edição de 2014 do projeto CLT 70x70, promovido pelo TRT-RN. O tema da vez será “Responsabilidade Subsidiária” debatido pelo desembargador Carlos Newton Pinto e o advogado Mirocen Ferreira Júnior.


Trabalho

Mossoró ganhará

novo aeroporto por solicitação da Prefeitura O ministro da Secretaria Nacional de Aeroportos, Moreira Franco, confirmou a construção de dois novos aeroportos no Rio Grande do Norte, um em Caicó e outro em Mossoró. O anúncio foi feito no início de fevereiro, acompanhado de um relatório da Secretaria Nacional de Aviação Civil sobre a situação dos aeroportos dessas cidades. A cobrança por estes aeroportos entrou novamente na pauta através da iniciativa da Prefeitura de Mossoró. O prefeito em exercício da cidade, Silveira Júnior (PSD), foi a Brasília, onde se reuniu com o presidente da Câmara dos Deputados, deputado federal Henrique Eduardo Alves (PMDB), e com o parlamentar Fábio Faria (PSD), para

tratar do assunto. Silveira teve apoio dos parlamentares. As solicitações da Prefeitura de Mossoró surtiram efeito melhor que o esperado. Em vez da reforma do atual, Mossoró ganhará um novo equipamento. O ministro veio a público explicar que há empecilhos à expansão dos aeroportos existentes nos municípios e que estudos de viabilidade e a execução de projetos para os novos terminais já foram contratados. A previsão é que entre abril e junho deste ano, sejam feitas as prospecções para a definição dos novos locais. As licitações, dependendo das desapropriações e licenciamento ambiental, serão realizadas entre janeiro e abril de 2015. O ministro Mo-

Prefeito Silveira Júnior foi a Brasília pedir apoio da bancada federal

reira Franco informou que serão investidos R$ 218,2 milhoes, dentro do Programa de Aviação Regional do Rio Grande do Norte, nestes dois novos equipamentos. O consórcio Progen-Planway já foi contratado para desenvolver os projetos de viabilidade técnica, estudo preliminar, anteprojeto, ensaios e sondagens, projeto executivo de fundações e analise de projetos executivos. Outro consórcio, Cartografia Aeroportuária, contratado em novembro do ano passado, está fazendo o levantamento topográfico. A consultoria para o licenciamento ambiental está em fase de contratação, segundo o secretário de aeroportos, e será realizado pela empresa Bioma Consultoria Ambiental Ltda.

Mossoró deverá ganhar um novo aeroporto fevereiro de 2014 <

7

< 39


Desenvolvimento

STARTUP WEEKEND

Evento acelera desenvolvimento de ideias inovadoras no estado

Carlos Von Sohsten: Gestor do Sebrae/RN

40 >

7

> fevereiro de 2014

Cinquenta e quatro horas é o tempo que empreendedores digitais terão para transformar uma ideia em um novo negócio. Essa é a proposta do Startup Weekend, evento de renome internacional que será realizado em Natal e em outras 18 cidades do mundo, como Brasília, Nova Iorque (Estados Unidos), Bogotá (Colombia) e Veracruz (México). Na capital potiguar, o evento ocorre entre os dias 21 e 23 de fevereiro nas instalações do Instituto Metrópole Digital, no campus da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). As inscrições para a Startup Weekend podem ser feitas até o dia 16 no site http://natal.startupweekend.org/. O valor da inscrição é R$ 100. As informações são do Sebrae do Rio Grande do Norte, que apoia a iniciativa. Ainda de acordo com o Sebrae/RN, ao longo de três dias de competição os participantes são encorajados a ter boas ideias, validá-las, construir um modelo de negócios, desenvolver um protótipo e realizar uma apresentação para uma banca avaliadora. “A gente espera que o evento venha engrandecer o empreendedorismo digital no nosso estado”, afirma uma das organizadoras do evento, Rayanny Nunes. Além dela, os jovens Eduardo Augostinho, Leo Uchôa, Arnóbio Medeiros e Philipe Coutinho são os responsáveis pela realização da edição potiguar. O Startup Weekend começa na sexta-feira (21) com pitch de ideias de 60

segundos, em seguida são eleitas pelos participantes as melhores ideias e as equipes começam a se formar. As equipes passam sábado e domingo focados em desenvolver e validar suas ideias, constroem protótipos e são acompanhados por mentores experientes. No domingo (22), as equipes apresentam os produtos e recebem o feedback valioso dos jurados e especialistas. O evento é voltado para designers, profissionais de marketing, gerentes de produto e entusiastas empreendedores. Durante a inscrição, o participante deve indicar entre as opções de Não Técnico, Desenvolvedor e Design. “Dessa forma, todas as equipes poderão contar com um misto de participantes”, destaca o gestor do Projeto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Sebrae-R N (Protic), Carlos Von Sohsten. Além do apoio, o Sebrae participa de todas as etapas de mentoria e possui assento na banca de jurados. A competição já foi realizada em mais de 25 países, com 1.068 eventos realizados em 478 cidades, mais de 8 mil startups foram criadas e mais de 100 mil participantes envolvidos. A ideia pode se transformar em uma ótima oportunidade de investimento. “No evento podem ter pessoas que queiram apostar naquelas ideias. Há vários casos de empresas que surgiram a partir de eventos como esse”, comenta Carlos Von Sohsten.


ChapĂŠu

fevereiro de 2014 <

7

< 41



Revista Negócios 49