Page 1

11 anos da revista negócios.net empresas & empresários do NE

a su 8 a 1 e 20 b r os VO so ci SI a ó U fal eg CL ai m n EX del ru ó al f sc o s an co tr ar es m al p

www.portalnegocios.com.br

Natal - RN | Ano X | setembro e outubro de 2018 | R$ 6,00

Festa do boi

Sabores do brasil Espaço Terroir, do Sebrae, vai oferecer gastronomia de qualidade durante a 56ª edição da Festa do Boi, que será realizada de 12 a 20 de outubro, no Parque Aristófanes Fernandes, em Parnamirim/RN; expectativa da Anorc é de movimentar cerca de R$ 50 milhões em negócios

forumnegocios.com.br


Editorial

Festa do Boi com sabores do Brasil

Um espaço gastronômico, que reúne o melhor da cozinha regional. O Terroir (se pronuncia terruá, palavra de origem francesa sem tradução para o português, que indica produtos alimentares regionalizados) será uma das grandes atrações do Espaço Empreendedor Sebrae na Festa do Boi 2018. E esta edição da revista NEGÓCIOS.net conta um pouco de como será este ambiente de muitos sabores, que contará com chefes de cozinha, gastrólogos, estudiosos e pesquisadores da gastronomia durante os nove (12 a 20 de outubro) dias do maior evento agropecuário do Rio Grande do Norte. Os convidados vão desenvolver receitas, contar histórias e revelar tendências da diversidade gastronômica regional. O público, por sua vez, vai desfrutar dos deliciosos pratos, comendo, comprando e aprendendo. A tradicional Festa do Boi chega a 56ª edição com a perspectiva de superar os R$ 50 milhões em negócios de 2017. A chuva que aliviou os sete anos de seca braba no Estado foi muito comemorada pelos produtores, que confiam no sucesso ainda maior do evento realizado tradicionalmente no Parque Aristófanes Fernandes, em Parnamirim. No embalo

do agronegócio, a revista NEGÓCIOS.net traz nesta edição matérias sobre o setor leiteiro e revela os novos dados da fruticultura potiguar, além dos investimentos em irrigação no Baixo Assu. O personagem da entrevista nas páginas vermelhas é Marcos Scaldelai, empreendedor e palestrante, uma das atrações do Fórum Negócios, evento corporativo da revista NEGÓCIOS.net. Autor do best-seller ‘99% não é 100% você pode mais’, ele revela que vai explorar o tema ‘resultados nos negócios’ e fazer o público se emocionar. Uma matéria especial fala das novidades do evento que será realizado nos dias 9 e 10 de novembro, na Arena das Dunas, com a participação de 14 palestrantes: Sandro Magaldi, Martha Gabriel, Tathiane Deândhela, Caíto Maia, Fred Alecrim, João Kepler, Fábio Silva, Silva Patriani, Paulo Maranhão, Marcos Scaldelai, Rick Chester, Ricardo Karpat, Dirceu Simabucuru e Fernando Godoy.

Tenha uma boa leitura! Jean Valério Diretor Executivo

expediente

Fotografia demis roussos e JOÃO VITAL

Reportagem e edição George Fernandes

Direção Executiva Jean Valério

Diagramação Terceirize www.terceirize.com

Comercial (84) 98856-1662 (84) 99451-4577 E-mail: jeanvalerio@gmail.com

E-mails jeanvalerio@gmail.com jeanny.damasceno@gmail.com

6>

> Setembro/outubro de 2018

Unigráfica Tiragem 5 mil exemplares

As matérias assinadas não expressam necessariamente a opinião da Revista Negócios.Net

Endereço Av. Romualdo Galvão, 773, Sala 806 8º andar Edifício Sfax - Tirol - Natal-RN Fone: 84-3302-7212 - 988561662 Site: www.revistanegocios.net.br


Setembro/outubro de 2018 <

<7


Índice EXCLUSIVO A revista NEGÓCIOS. net entrevistou o empreendedor Marcos Scaldelai, um dos 14 palestrantes do Fórum Negócios

12 16

Palestrantres prometem transformar vidas durante a 3ª edição do Fórum Negócios.

FESTA DO BOI

22

Anorc espera movimentar cerca de R$ 50 milhões na 56ª edição do evento agropecuário potiguar. LEITE Núcleo de inovação e tecnologia (NITAL) fortalece o setor no Rio Grande do Norte.

Fruticultura Mamão, banana e cana-de-açucar lideram ranking de VPA no Rio Grande do Norte.

ESPAÇO TERROIR O melhor da gastronomia regional será disponibilizado pelo Sebrae, durante a 56ª edição da Festa do Boi, de 12 a 20 de outubro, em Parnamirim. 8>

> Setembro/outubro de 2018

20

26

30


Negócios em Pauta< jeanvalerio@gmail.com

Chapéu

Festa do Boi A volta das chuvas este ano, depois de um longo período de seca, e a legalização da produção de queijos artesanais animaram a Associação Norte-rio-grandense dos Criadores (Anorc), que projeta mais de R$ 50 milhões em negócios na 56ª edição da Festa do Boi. O maior evento agropecuário do Nordeste será realizado entre os dias 12 e 20 de outubro, no Parque Aristófanes Fernandes, em Parnamirim. E para garantir grandes atrações musicais, como Wesley Safadão e Luan Santana, estão sendo investidos cerca de R$ 1 milhão. Está prevista a exposição de 4 mil animais, sendo mil Puros de Origem (PO), que vão disputar prêmios e as mais

altas cotações nos leilões, segundo informa a Anorc, que tem a parceria do Governo do Estado e Sebrae/RN na promoção da festa do agronegócios potiguar.

Espaço Terroir

Queijo Artesanal Com apoio do Sebrae/RN e UFRN, a Escola Agrícola de Jundiaí desenvolveu o Núcleo de Inovação e Tecnologia do Leite e Valorização do Queijo Artesanal (NITAL). O objetivo é fomentar o desenvolvimento regional por meio do fortalecimento da cadeia produtiva do leite. A assinatura do acordo de cooperação técnica deve acontecer durante a Festa do Boi, que será realizada de 12 a 20 de outubro, no Parque Aristófanes Fernanes. “Essa será mais uma possibilidade de o produtor rural alavancar os negócios”, explica o gestor estadual do Projeto Leite e Genética do Sebrae no Rio Grande do Norte, engenheiro-agrônomo Acácio Brito.

10 >

> Setembro/outubro de 2018

O Sebrae Terroir volta a ser uma das grandes atrações da Festa do Boi, que este ano chega a sua 56ª edição. Situado no Espaço Empreendedor Sebrae/RN, o Terroir reúne o melhor da gastronomia regional. Produtores de diversas regiões do Rio Grande do Norte vão estar reunidos em um só espaço, com exposição, degustação e venda de produtos que se destacam pela qualidade e valorização da cultura local. Destaque para a palestra 'Shark Tank de Impacto', com a investidora-anjo Camila Farani, na terça-feira, dia 15. Na ocasião, serão apresentados 10 pitches, ferramenta usada pelos empreendedores para 'vender' um projeto inovador para potenciais investidores.


Chapéu

Go Unicórnio A revista NEGÓCIOS.net lançou uma iniciativa inédita no Fórum Negócios, que será realizado na Arena das Dunas, nos dias 9 e 10 de novembro. O concurso 'Go Unicórnio' tem como propósito avaliar os melhores pitchs e projetos de empreendedores inovadores. A ideia é incentivar investimentos e integrar agentes do ecossistema de startups. As

inscrições e o regulamento já estão disponíveis no site do Fórum: www.forumnegocios.com.br. Estaremos ao lado de nomes como Caíto Maia, João Kepler e Fred Alecrim, interagindo e avaliando as melhores ideias. Para participar, o representante da startup terá que se inscrever no Fórum Negócios nas categorias GOLD ou VIP EXCLUSIVE.

Fundo de Crédito

fUTEBOL no Facebook Depois de transmitir, ao vivo, a Champions League (através do canal Esporte Interativo) e outras competições esportivas, o Facebook anunciou que transmitirá a Copa Libertadores da América, a partir de 2019. O acordo foi fechado com a Conmebol, que concedeu parte dos direitos do maior torneio de clubes do continente durante quatro anos. A rede social, no entanto, não divulgou o valor do contrato que dá o direito exclusivo de 27 partidas das quintas-feiras, até a fase quartas-de-final. De acordo com informações da IstoÉ Dinheiro, a empresa de Mark Zuckerberg, que já havia lançado o serviço de vídeos Facebook Watch, também transmitirá outros 19 jogos de terça-feira e quarta-feira, menos para o Brasil.

Empresas de médio porte, com faturamento anual de até R$ 1,5 bilhão), receberam um incentivo extra neste início de outubro. Em parceria com outros bancos de fomento, fundos de pensão e investidores privados, o BNDES aportou R$ 1,2 bilhão num fundo de investimento em direitos creditórios (FDIC) na área de crédito corporativo. Gerido pelo Pátria, o objetivo do fundo é conceder crédito de até sete anos para estas empresas, que pode usar os recursos para investir em capital de giro.

Setembro/outubro de 2018 <

< 11


Marcos Scaldelai | Palestrante do Fórum Negócios

Chapéu

“Só não vence quem não quer ser um vencedor” por george fernandes

Formado em Comunicação Social (Propaganda & Marketing), pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), com MBA em Gestão de Negócios e Tecnologia no IPT/USP, Marcos Scaldelai é uma das celebridades do time de palestrantes que vai se apresentar no Fórum Negócios 2018, programado para os dias 9 e 10 de novembro, na Arena das Dunas. Nascido em Catanduva, ele mudou para a capital de São Paulo com o objetivo de estudar e ser um vencedor. Desde sempre, acreditou que poderia fazer as empresas pensarem diferente. Iniciou a sua carreira em 1997 na empresa de pesquisa de mercado ACNielsen. Depois atuou durante 10 anos na General Mills, terceira maior empresa dos EUA e quinta maior do mundo no setor alimentício, e ganhou destaque pelas ações de marketing com as marcas Frescarini, Forno de Minas, Nature Valley e Häagen-Dazs. Em 2008, assumiu o cargo de diretor de Marketing e P&D do Grupo Bertin, no qual cuidava das marcas Vigor, Leco, Faixa Azul e Danúbio. 12 >

> setembro/outubro Setembro/outubro de 2018

No início de 2010, assumiu o mesmo cargo na maior empresa de Solução de Limpeza do país, a Bombril. Scaldelai foi responsável por uma verdadeira transformação na comunicação da Bombril e no reposicionamento estratégico de marketing da marca. Afastou Carlos Moreno dos comerciais, garoto-propaganda da empresa por 30 anos, e propôs a premiada e um pouco controversa campanha ‘Mulheres Evoluídas’. Com isso, a Bombril rejuvenesceu e trouxe resultados positivos junto a retomada do seu crescimento. Em entrevista ao Portal NEGÓCIOS, o autor do best-seller ‘99,9% não é 100% - Você pode mais’ ele conta como resolveu deixar a Bombril, revela que já tem um novo livro no forno e diz que promete envolver o público em Natal, com uma palestra motivacional. “Quero deixar todos os presentes extasiados para buscarem seus melhores resultados. E eu sei fazer isso, pois acredito que só não vence quem não quer ser um vencedor”, afirma Scaldelai.


Entrevista Chapéu Como surgiu a ideia de deixar a Bombril para abrir sua própria empresa e empreender? Esta foi, com certeza, uma decisão muito difícil, mas eu precisava me refazer... Foi o momento certo para eu fortalecer ainda mais meu nome no mercado.

eu não prego conceitos (nas palestras) e falo

Aliás, como surgiu a ideia de lançar um livro com este tema? Resolvi escrever sobre isso porque eu simplesmente não aguentava mais ver profissionais “comemorando” quando atingiam percentuais apenas próximos a suas metas! Temos que superar as metas sempre, se quisermos crescer de maneira mais rápida que a maioria das pessoas.

O que você aprendeu e qual foi o com base no que já legado deixado na Presidência da Bombril? Já tem algum novo best-seller no O aprendizado foi gigante! Eu vivi. vai ter emoção forno? cresci muito e hoje me sinto ainda Sim, e ele será lançado na segunmais pronto para qualquer desafio. da quinzena de outubro de 2018. Fiz a Bombril renascer no mercado e se posicionar como uma das marcas mais modernas Como você se divide entre os vários serviços prese inovadoras que existem. tados pela sua empresa (palestra, mentoria, consulComo foi afastar Carlinhos Moreno, garoto-propa- toria e treinamento) e ainda conseguir tempo para ganda da Bombril por mais de 30 anos, para inves- escrever? Faço o que amo, então, sempre arrumo tempo. tir na campanha 'Mulheres Evoluídas", que impactou cerca de 28 milhões de pessoas? Eu afastei o Carlos Moreno estrategicamente Ainda vale a pena investir em Marketing? O que porque percebi que as consumidoras do produto, mudou na área de Comunicação Social, principalquando viam a imagem do “Garoto Bombril”, pen- mente, depois da popularização e democratização savam somente na lã de aço. Percebi, também, que da Internet? Todas as empresas, independentemente do seu ele estava “envelhecendo” a imagem da empresa na mídia justamente por estar tanto tempo aliado à tamanho, deveriam ter um planejamento estratégico marca. Ele continuou contratado pela empresa mas, direcionado por ações de Marketing. O Departamenno momento das novas campanhas, a gente iniciou to de Marketing de uma empresa é a área que “enum processo de rejuvenescimento da Bombril sem xerga” mais à frente e pode potencializar os diferenciais competitivas da companhia. a imagem dele. Como você recebeu o sucesso do livro “99,9% não é 100% - Você pode mais”? Já tinha a ideia de que seria um best-seller ou foi uma surpresa? Nunca imaginei que meu primeiro livro fosse se tornar um best seller! Minha linguagem foi aceita e fortaleceu ainda mais minha vontade de investir em ser escritor também. Foi uma surpresa maravilhosa! Você fala no livro que empreendedorismo, senso de urgência, excelência e brilho nos olhos são os diferenciais na formação de um grande líder. Por quê? Porque estas são atitudes de quem quer ser um vencedor! Tecnicamente, todos nós podemos ser iguais – o que nos diferencia uns dos outros são justamente as nossas atitudes perante à vida...

Na sua opinião, as mídias sociais digitais, popularmente conhecidas como redes sociais, têm “roubado” verba publicitária das mídias tradicionais (off) como TV, jornal e rádio? Sim, e isso faz parte do novo momento em que vivemos, por isso deve ser visto de maneira “normal”. Qual é a mensagem que você pretende trazer a Natal durante o Fórum Negócios? O que o empreendedor nordestino que vai estar na plateia pode esperar de Marcos Scaldelai? Quero deixar todos os presentes extasiados para buscarem seus melhores resultados. E eu sei fazer isso, pois acredito que só não vence quem não quer ser um vencedor. Eu não prego conceitos e falo com base no que vivi – vai rolar muita emoção, pode ter certeza! Setembro/outubro Setembro/outubro de 2018 <

< 13


Setembro/outubro de 2018 <

< 15


Fórum Negócios

Transformar vidas é meta de palestrantes no Fórum Negócios Megaevento corporativo, que será realizado nos dias 9 e 10 de novembro, na Arena das Dunas, contará com 12 dos maiores palestrantes do Brasil; os ingressos do terceiro lote já estão à venda pelo website do Fórum: www.forumnegocios.com.br. "Quero deixar todos os presentes extasiados para buscarem seus melhores resultados. E eu sei fazer isso, pois acredito que só não vence quem não quer ser um vencedor". A declaração forte e emocional do empreendedor e palestrante Marcos Scaldelai é apenas um aperitivo do que promete ser o Fórum Negócios 2018. O megaevento corporativo vai reunir um timaço de palestrantes, reconhecidos nacional e internacionalmente, nos dias 9 e 10 de novembro, na Arena das Dunas. E quem quiser comprar ingressos com o preço do segundo lote deve correr. A virada para o terceiro lote acontece neste domingo (30/09). Mais informações no website do evento: http://www. forumnegocios.com.br. A meta do evento é transformar pessoas, que possam alcançar alta performance na vida pessoal e profissional. A palestra de Scaldelai, autor do best-saller “99,9% não é 100% - Você pode mais”, por exemplo, tem essa pretensão. E ele já avisou que pretende, também, emocionar o seleto público do Fórum com a sua história de vida. "Eu não prego conceitos e falo com base no que vivi – vai rolar muita emoção, pode ter 16 >

certeza!", afirma Marcos. Outro palestrante renomado e confirmado no Fórum, Fernando Godoy diz que para empreender com sucesso não basta entender as tecnologias, mas, principalmente, as pessoas. "Precisamos entender não apenas as tecnologias, mas também às pessoas, para empreender cada vez melhor e sustentável", diz o fundador da Gaya Hyper Group e CEO da Flex Interativa, que vai falar muito sobre as novas tecnologias

> setembro/outubro de 2018

em sua palestra. "Outro ponto importante é entender o mercado consumidor, essa nova geração, a geração Z, identificar e compreender os seus hábitos e seus valores", ensina Fernando. Na seleção de palestrantes também foram convocados: Caíto Maia, do Shark Tank Brasil, Sandro Magaldi, do MeuSucesso.Com, Martha Gabriel, João Kepler, Fábio Silva, Fred Alecrim, Thatiane Deandhela, Silva Patriani, Paulo Maranhão e o irreverente Rick Chester.


Fórum Negócios Espaço Networking O Fórum Negócios vai oferecer um ambiente propício para network e uma estrutura segura e confortável na arquibancada da Arena das Dunas para quem vai acompanhar as 12 palestras já confirmadas sobre temas variados: gestão, produtividade, foco em resultado, marketing digital, vendas, alta performance, inovação, realidade virtual, inteligência artificial, tecnologia, criatividade e empreendedorismo. Só o fato de ser realizado numa arena de Copa do Mundo já dá uma dimensão superlativa ao evento, que terá um palco no gramado virado para o setor leste de arquibancada da arena multiuso, com um super-telão de LED de cada lado. No espaço de hospitalidade da Arena das Dunas, setor que antecede às arquibancadas, será montada uma grande Feira de Oportunidades e Investimentos, com direito a coffe station, happy hour, sessão de autógrafos, ativação de marcas, lançamento de livros e networking. No auditório da arena, mesmo setor onde foi realizado o Summit Negócios, em abril, está sendo preparado um outro ambiente de troca de conhecimentos para realização de palestras temáticas, que só devem ser divulgados no início do mês de outubro.

Espaço Kids E as novidade não param por aí. Aos pais que não tiverem com quem deixar seus filhos de até 10 anos de idade será oferecido o Espaço Kids. O ‘TimTim por TimTim Buffet’, um dos parceiros do evento, vai oferecer um serviço VIP para a criançada. Acompanhada dos pais ou responsável, a criança tem entrada gratuita no Fórum Negócios, mas para usufruir os serviços que serão oferecidos no Espaço Kids terá que investir R$ 40,00, por dia. O Fórum Negócios 2018 é um oferecimento da ACarta Comunicação e Revista/Portal Negócios - www.portalnegocios.com.br - e tem o apoio da Arena das Dunas, Grand Nordeste Planejamento, Espacial Veículos e Fala Síndico Brasil. Setembro/Outubro de 2018 <

< 17


Feira

ABCC promove Fenacam

no Centro de Convenções de Natal

Evento técnico-científico e empresarial mais importante da Aquicultura e da Carcinicultura Brasileira e da América Latina será realizado de 13 a 16 de novembro Os eventos Fenacam, ao longo dos últimos 15 anos, se constituíram no acontecimento técnico-científico e empresarial mais importante da Aquicultura e da Carcinicultura Brasileira e da América Latina. A Fenacam 18 será realizada entre os dias 13 e 16 de novembro, no Centro de Convenções de Natal, e o lançamen18 >

to oficial se dará na próxima quarta-feira (17/10), a partir das 8h30, na sede do Sebrae/RN. A Associação Brasileira de Criadores de Camarão - ABCC, promotora oficial dos Eventos Fenacam, informa que as inscrições já estão abertas e podem ser feitas até o dia 30 de outubro no site www.fenacam.com.br.

> Setembro/outubro de 2018

“Na presente edição, a Fenacam estará comemorando 15 anos, motivo pelo qual a Comissão Organizadora considera como seu maior desafio a repetição do sucesso das edições anteriores, mantendo a tradição do evento que melhor representa os estratégicos segmentos da carcinicultura, piscicultura e malacocultura do Rio Grande do Norte, do


Feira

Itamar Rocha, presidente da ABCC, durante a abertura da Fenacam 2017

Palestras

Nordeste e do Brasil", destaca Itamar Rocha, presidente da Fenacam 18. Ainda segundo o dirigente, a programação técnica das palestras de especialistas nacionais e internacionais procurou atender as expectativas e os interesses de toda a cadeia produtiva da carcinicultura marinha e da aquicultura brasileira. "Em realidade, mantemos o compromisso de continuar envidando o mesmo empenho organizacional que caracterizaram as quatorze edições anteriores", afirma Itamar Rocha. O evento tem como foco principal proporcionar uma maior interação entre carcinicultores, aquicultores, palestrantes, congressistas e expositores (pós-larvas, rações, insumos, aeradores, equipamentos, serviços e demais componentes da cadeia produtiva).

Estão programadas 39 palestras durante os Simpósios Internacionais de Carcinicultura e Aquicultura, com a presença de renomados profissionais nacionais e internacionais, que vão proporcionar informações técnicas e científicas, bem como, oportunidades de realização de negócios, afora o festival gastronômico de frutos do mar. Na Feira de Aquicultura, estarão presentes 200 expositores, com enfoque especial para atender as demandas das cadeias produtivas da carcinicultura marinha, piscicultura de água doce, marinha e maricultura. As palestras em inglês e espanhol contarão com tradução simultânea para o português. "Nas sessões técnicas serão apresentados centenas de trabalhos técnicos e científicos (oral e pôsteres), na-

cionais e internacionais, levando sempre em conta, as demandas dos aquicultores e carcinicultores e dos demais congressistas, sobre as atualizações e avanços da aqüicultura e da carcinicultura, obtidos nas diversas regiões do Brasil e nos principais países latino-americanos e asiáticos, que se destacam na exploração dessas atividades, contribuindo para a atualização sobre o emprego de novas tecnologias", revela Itamar. Nesse contexto, a Fenacam 18 representa uma oportunidade ímpar para os produtores de camarão, peixes e moluscos realizarem negócios e promoverem intercâmbios com empresas produtoras de pós-larvas, rações e demais insumos, produtos e serviços relacionados às suas cadeias produtivas".

EVENTOS 15º Simpósio Internacional de Carcinicultura 12º Simpósio Internacional de Aqüicultura 15º Sessões Técnicas e Científicas (Aquicultura e Carcinicultura) 15ª Feira Internacional de Serviços e Produtos para Aquicultura 15º Festival Gastronômico de Frutos do Mar Setembro/outubro de 2018 <

< 19


Espaço Sebrae

Mistura de sabores

no Espaço Terroir Sebrae Ambiente gastronômico reúne o melhor do Brasil no Espaço do Empreendedor, durante a 56ª edição da Festa do Boi, no RN 20 >

> Setembro/outubro de 2018


Espaço Sebrae Palavra de origem francesa sem tradução para o português, que indica produtos alimentares regionalizados, 'Terroir' é um ambiente com apelo gastronômico, que reúne sabores de todo Brasil. Disponível no Espaço do Empreendedor Sebrae, durante a 56ª Festa do Boi, o ‘Espaço Terroir’ vai reunir o melhor da gastronomia nacional, com direito a degustação, cursos, palestras e negócios. O maior evento agropecuário do Nordeste será realizado este ano será entre 12 e 20 de outubro, no Parque Aristófanes Fernandes, em Parnamirim. Chefes de cozinha, gastrólogos, estudiosos e pesquisadores da gastronomia foram convidados para desenvolver receitas, histórias e tendências da diversidade gastronômica regional no espaço com características para comer, comprar e aprender. "Foram selecionados produtos de todas as regiões do estado, que se destacam pela regionalidade e diferenciação, seja pelo elevado padrão de qualidade, identificação de origem, valor agregado, certificação orgânica, sustentabilidade ou saudabilidade", destaca Mona Nóbrega, gestora de projetos do Sebrae/RN. Ainda segundo ela, devem ser notados no Sebrae Terroir Potiguar produtos como queijos artesanais, como

coalho e manteiga, à Flor de Sal e cervejas artesanais de Mossoró, passando pelas ostras e camarões orgânicos do litoral do Rio grande do Norte e a castanha de Apodi. Além da exposição, estão sendo programados degustação e venda de produtos que se destacam pela qualidade e valorização da cultura gastronômica potiguar. Chefs de renome nacional como Irana Cordeiro, Raquel Novaes e Timóteo Domingos vão oferecer oficinas. O Espaço Empreendedor Sebrae/ RN vai contar também com maratonas sociais, seminários técnicos, Fazenda Sebrae e exposição de queijos artesanais. Destaque para o Shark Tank Impacto, com a investidora-anjo e integrante do Shark Tank Brasil, programa do canal Sony, Camila Farani. Ela vai ministrar uma palestra no dia 15 de outubro (segunda-feira), sobre finanças sociais e investidores anjos, além de avaliar 10 pitchs (apresentação de projetos para startups) locais. Na Fazenda Sebrae haverá apresentação dos animais do Empório, orientação técnica 'Inova, Pecuária e Leite & Genética', unidade demonstrativa orgânica da Feltrin, unidade demonstrativa da Tropical Estufas, orientação técnica de orgânicos, bode móvel e unidade demonstrativa do aviário caipira.

TERROIR (lê-se TERRUÁR) é a re gião demarcada com ca racterísticas próp rias do lugar (natureza, geografia, clima) qu e resulta num alim ento peculiar. In te ra ção entre o lugar, os povos e as técnic as ut ilizadas, proporcion ando característic as próprias dos produt os originários de ss e espaço. É um produto alimentar feito de fo rma específica que dá identidade cultur al a um povo e a seu espa ço de produção. Setembro/outubro de 2018 < < 21


Agronegócio

Festa do Boi:

mais de R$ 50 milhões em negócios Maior evento agropecuário do Rio Grande do Norte acontece entre 12 e 20 de outubro, no Parque Aristófanes Fernandes, em Parnamirim

Mais de R$ 50 milhões em negócios, investimento da ordem de R$ 1 milhão em shows culturais, com atrações nacionais do nível de Wesley Safadão e Luan Santana, e exposição de 4 mil animais, sendo mil Puros de Origem (PO), que vão disputar prêmios e as mais altas cotações nos leilões. As expectativas para a 56ª edição da Festa do Boi, lançada oficialmente na quinta-feira (20/09), pelo Governo do Rio Grande do Norte e Associação Norte-rio-grandense dos Criadores (Anorc), são as melhores possíveis. O maior evento agropecuário do Rio Grande do Norte será realizado de 12 a 20 de outubro, no Parque Aris22 >

tófanes Fernandes, em Parnamirim. A volta das chuvas este ano, depois de um longo período de seca, e a legalização da produção de queijos artesanais são motivos de comemoração para a direção da Anorc, que aposta muito no mercado de queijo e na consequente geração de negócios durante a Festa do Boi. “Precisamos dar chance para que a produção queijeira possa assumir o seu papel no agronegócio potiguar”, sugere Marcelo Passos, presidente da Anorc, que terá, mais uma vez, como grande parceiro o Sebrae/ RN. "A Festa do Boi é um importante evento para a economia do

> Setembro/outubro de 2018


Agronegócio

Estado", lembra Zeca Melo, superintendente do Sebrae/RN. A Festa do Boi é um dos eventos mais antigos do Rio Grande do Norte. A cada novo ano o evento cresce, conquistando novos expositores e visitantes que se encantam com a diversidade de opções. E a expectativa da Anorc é para que a meta dos R$ 50 milhões em negócios para este ano - a mesma do ano passado - seja superada. Além da boa gastronomia oferecida no Espaço Terroir Sebrae, o evento contará com a já tradicional exposição de animais, leilões, shows musicais, praça de alimentação e parque de diversão. Setembro/outubro de 2018 <

< 23


Entrevista | Marcelo Passos Sales

"A Festa do Boi é um marco importantíssimo para o agronegócio potiguar" Presidente da Associação Norte-rio-grandense de Criadores (Anorc), Marcelo Passos tem boas perspectivas para a 56ª edição da Festa do Boi, que acontece de 12 a 20 de outubro, no Parque Aristófanes Fernandes, em Parnamirim. Segundo ele, a expectativa é de superar os R$ 50 milhões em negócios movimentados no ano passado. "Certamente, deveremos ter números bem melhores, além de uma melhor qualidade dos animais em exposição, de todos os tipos. Toda a cadeia 24 >

> Setembro/outubro de 2018

agropecuária deverá ter uma presença bem mais consistente", avalia. A empolgação com a edição 2018 vem do bom período de chuva, depois de sete anos de seca braba na região. "A chuva é uma das matérias-primas do Agronegócio. E este ano tivemos um período chuvoso bem melhor, aliás, o melhor dos últimos sete anos", destaca. Nesta entrevista à revista NEGÓCIOS.net, ele fala um pouco mais sobre as novidades da Festa do Boi 2018:


Entrevista | Marcelo Passos Sales Qual a expectativa para a 56ª edição da Festa do Boi? A melhor possível. Este ano tivemos um período chuvoso bem melhor, aliás, o melhor dos últimos sete anos, e isso muda a nossa empolgação com o evento. A chuva é uma das matérias-primas do Agronegócio. Certamente, deveremos ter números bem melhores, além de uma melhor qualidade dos animais em exposição, de todos os tipos. Toda a cadeia agropecuária deverá ter uma presença bem mais consistente. A Festa do Boi, por sua tradição e sua envergadura, é um marco importantíssimo para o agronegócio potiguar e até do Nordeste. Quais as novidades no evento deste ano? Teremos um número maior de animais nas chamadas argolas, os Puros de Origem (P.O). Serão 2.500 deles e mais de 300 expositores de praticamente todo o Nordeste. Os leilões são sempre uma atração à parte. No sábado, 13, começam os concursos e leilões, além da exposição de animais puros e mestiços. Bovinos, Equinos Caprinos e Ovinos fazem parte do rebanho que estará no parque ao longo da festa. Serão realizados seis leilões nas noites de sábado, 13 (Nuleite); domingo, 14 (Leilão Emparn e Convidados); terça, 16 (ANQM – Cavalos Quarto de Milha 29 anos); quarta, 17 (3º Leilão Nelore Montana Potiguar); quinta, 18, (Leilão Sindi Estrelas); e sexta-feira, 19 (Leilão Pérolas do Nordeste) e Grande Leilão Boer e Convidados de Ovinos, no Espaço da Associação Norteriograndense de Caprinos e Ovinos (Ancoc). Somente nos leilões estima-se que sejam movimentados entre R$ 4,5 milhões e R$ 5 milhões em negócios. Também iremos inaugurar o novo espaço e o novo estacionamento do sócio da

Estima-se que sejam movimentados nos leilões entre R$ 4,5 milhões e R$ 5 milhões em negócios nesta edição da festa do boi

Anorc; novas carregadeiras de animais; uma nova pista de julgamento e nova iluminação (toda em LED) nas argolas. Também faremos uma justa homenagem ao ex-governador Silvio Pedroza, que em 2018 completaria 100 anos, inaugurando uma estátua sua na entrada do Parque, no dia 18. Foi ele, enquanto governador, que, em 1953, começou a criar o Parque Aristófanes Fernandes e quem o inaugurou oficialmente, já em 1956. Quantos empregos são gerados na feira? Algo entre 5 mil e 5.500, entre diretos e indiretos. A volta das chuvas, depois de um longo período de seca, e a legalização da produção de queijos artesanais deixa o evento ainda mais atrativo? Sim, como eu disse: a chuva é uma das principais matérias primas do

Agronegócio. Com ela, o ânimo do campo é outro, assim como a nossa produtividade e até a qualidade do que produzimos. Como vai ser a oferta de crédito na Festa do Boi deste ano? Teremos, este ano, como de praxe, o Banco do Brasil, o Banco do Nordeste e a AGN atuando fortemente na Festa. Tivemos várias conversas com os bancos para que fossem simplificadas ao máximo as linhas a serem oferecidas de maneira a propiciar o maior volume possível de crédito aos produtores. Mas temos feito questão de cobrar linhas de crédito viáveis. Vai haver nova edição da Copa Potiguar de Três Tambores – modalidade de montaria de exibição? Sim. Será a terceira edição da Copa e ela acontecerá nos dias 12 e 13 de outubro, a partir das 15h. Serão mais de R$ 20 mil em prêmios. Por começar no dia 12 (Dia das Crianças), teremos uma programação especial para as crianças? Claro. Esta também já é uma tradição da Festa. O Parque Aristófanes Fernandes abre ao público às 8h do dia 12, com uma programação especial voltada às crianças, com parque de diversões, passeio de pônei, fazendinha e espaço aventura - uma das novidades deste ano, que contará com escalada kids, parque de arvorismo e tirolesa, entre outras atrações. Haverá ainda, na Arena de Shows, o “Show da criançada”, com alguns dos principais personagens infantis dos desenhos da Pixar e da Disney, além de um show da Larissa Manoela Cover.

Setembro/outubro de 2018 <

< 25


Pecuária

Núcleo de inovação e tecnologia fortalece

setor leiteiro do RN

NITAL tem como objetivo facilitar o acesso à pesquisa e à inovação aos empreendedores da cadeia produtiva do leite

Fomentar o desenvolvimento regional por meio do fortalecimento da cadeia produtiva do leite. Esse é o principal objetivo do Núcleo de Inovação e Tecnologia do Leite e Valorização do Queijo Artesanal – NITAL lançado pelo Laboratório de Qualidade do Leite (Laboleite), na Escola Agrícola de Jundiaí, em Macaíba. A parceria 26 >

conta com o apoio do Sebrae no Rio Grande do Norte e da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). A expectativa é de que em outubro próximo o Sebrae e a UFRN assinem um acordo de cooperação técnica no Espaço Empreendedor do Sebrae durante a Festa do Boi, no Parque de Exposições Aristó-

> Setembro/outubro de 2018

fanes Fernandes, em Parnamirim. Com a oficialização do termo de cooperação, o NITAL deverá facilitar o acesso à pesquisa, ao desenvolvimento e à inovação aos empreendedores da cadeia produtiva do leite atendidos pela instituição de apoio às micro e pequenas empresas. “Essa será mais uma possibilidade de o produtor


Pecuária Vendas impulsionadas Proprietário da Queijeira Serra de Santana, no município de Tenente Laurentino, na região do Seridó, Lucenildo Firmino acredita que as ações de impacto que serão proporcionadas brevemente pelo Núcleo de Inovação e Tecnologia do Leite e Valorização do Queijo Artesanal poderão impulsionar as vendas nas demais regiões. “Tudo que vem para somar agrega valor aos produtos, cria mais oportunidades e gera novos negócios”, reconhece o produtor de leite e queijo artesanal. Além de contribuir com o trabalho de produtores de pequeno, médio e grande portes, o Núcleo será um facilitador para a comunidade acadêmico-técnico-profissional, segundo o coordenador do Laboleite, professor Adriano Rangel. “Fortalecendo a cadeia produtiva do leite, contribuiremos com a produção científica, que ganhará novas pesquisas sobre a temática em questão e que poderão, por exemplo, apontar rural alavancar os negócios”, explica o gestor estadual do Projeto Leite e Genética do Sebrae no Rio Grande do Norte, engenheiro-agrônomo Acácio Brito. Dentre as atividades planejadas pelo Núcleo e que poderão facilitar o trabalho do produtor, estão o apoio as ações voltadas para o resgate histórico, para a produção e para o consumo do queijo artesanal; fortalecer ações em prol do melhoramento genético dos rebanhos; valorizar a produção e conservação de forragens e incentivar o desenvolvimento de sistemas de produtos orgânicos.

novos caminhos na maneira como trabalha o profissional zootecnista”, explica o professor. Para contribuir com a ciência, o Núcleo de Inovação e Tecnologia do Leite e Valorização do Queijo Artesanal pretende desenvolver várias ações de impacto. São elas: estimular projetos de inovação tecnológica no âmbito da cadeia produtiva do leite, por meio de atividades de ensino, pesquisa e extensão voltadas para valorização dos lácteos e do queijo artesanal; prospectar parcerias com outros núcleos de pesquisa, desenvolvimento e inovação, instituições de estudos e organizações públicas ou privadas nacionais e internacionais; propor e executar projetos que desenvolvam e adaptem tecnologias para a produção do leite, derivados e melhoria da sua qualidade, reunindo conhecimentos amparados pela ciência para a promoção da saúde humana e qualidade de vida.

Cursos de treinamento O NITAL pretende ainda promover cursos de treinamento e aperfeiçoamento para estudantes e profissionais; proporcionar a vivência prática da produção de queijo artesanal e outros produtos derivados do leite; incentivar ações voltadas às mensurações zootécnicas; promover ações técnicos-científicas de apoio aos sistemas de produção, além de produzir e divulgar conhecimento e tecnologias sobre o leite, boas práticas de fabricação, segurança alimentar e tecnologia de alimentos.

Para o processo de fabricação e desenvolvimento de atividades de pesquisa de queijos artesanais e outros derivados, o Núcleo utilizará a infraestrutura de um mini-laticínio composto por uma unidade de beneficiamento de leite, acompanhada de laboratório para análises físico-químicas e microbiológicas de leite e queijo no Laboleite, situado na Escola Agrícola de Jundiaí. A estrutura contará ainda com sistema de maturação e refrigeração para os produtos. (Fonte: SEBRAE/RN)

Setembro/outubro de 2018 <

< 27


Giro da NEGÓCIOS

Salmonela doente

Fórum Negócios Maior evento corporativo do Norte-Nordeste, o Fórum Negócios 2018, que será realizado nos dias 9 e 10 de novembro, na Arena das Dunas, em Natal, contará com um espaço networking especial: o 'lounge café negócios'. Patrocinado pelo CAFÉ SANTA CLARA, o ambiente vai oferecer, gratuitamente, café expresso, café com leite e cappucino, e tem como

objetivo promover a troca de contatos e incentivar a realização de negócios entre os participantes. E as novidades do Fórum não param por aí. O ‘TimTim por TimTim Buffet’, outro parceiro do evento, vai oferecer um serviço vip para a criançada. Para usufruir os serviços que serão oferecidos no Espaço Kids o pai ou responsável terá que investir R$ 40,00, por dia.

Seu Cupom Um serviço consolidado no mercado norte-americano e que aos poucos vai conquistando o Brasil chegou ao Rio Grande do Norte. A partir de janeiro, o SEU CUPOM, dos empresários potiguares Raphael Cobe e Rodrigo Lopes, vai oferecer aos consumidores da RedeMAIS Supermercado descontos ofertados por empresas conveniadas. Os descontos variam entre 15% e 75% e as marcas das empresas parceiras vão estar à mostra no verso das notas fiscais que são impressas no ato da compra, no caixa. De posse do cupom, o consumidor pode se dirigir até o estabelecimento que oferece a promoção para fazer a troca. Do lado empresarial, a ação de marketing tem como objetivo fidelizar o cliente, que pode transformar a nota fiscal em dinheiro. Ganha a empresa parceira, que pode ampliar o portfólio de clientes e dar mais visibilidade ao seu negócio, o supermercado, que fideliza o consumidor, que, por sua vez, recebe um benefício extra. 28 >

> Setembro/outubro de 2018

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) informou que a JBS está fazendo recall dos produtos de carne bovina crua, incluindo carne moída, que foram acondicionados entre 26 de julho e 7 de setembro e enviados para varejistas do país. O lote possivelmente infectado tem o número "EST 267". De 5 de agosto a 6 de setembro, 57 pacientes norte-americanos foram identificados com a doença. A agência classificou o recall da JBS como "Nível 1", quando há uma “probabilidade razoável” de que o uso do produto cause consequências sérias e adversas à saúde ou até mesmo a morte. Fonte: LINKEDIN.


Giro da NEGÓCIOS

PIB em queda

Tecnologia colaborativa "Ou você muda ou você morre!". Esta frase é da presidente da Microsoft no Brasil, Paula Belliza, durante um evento sobre inteligência virtual. A executiva integrou um dos painéis do Lide Next, realizado em São Paulo, com o objetivo de abordar os avanços da IA. A tendência, segundo ela, é o mundo ser cada vez mais aberto ao compartilhamento de dados e à formação de parcerias em nome de um desenvolvimento em grande escala (com informações da Época Negócios). O futuro já chegou!

O Banco Mundial reduziu pela metade a previsão de crescimento da economia brasileira para este ano. No relatório regional semianual “Sobre Incertezas e Cisnes Negros: Como Gerenciar Riscos na América Latina e Caribe”, a previsão para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB), a soma de todos os bens e serviços produzidos no país, caiu de 2,4% de 1,2%. De acordo com informações divulgadas pela Agência Brasil, para 2019, também houve diminuição na estimativa para o crescimento do PIB: de 2,5% para 2,2%.

Seleção de palestrantes Celebridades do mundo das palestras corporativas, como Sandro Magaldi, Martha Gabriel, Tathiane Deândhela, Caíto Maia e Fred Alecrim já confirmaram participação no Fórum Negócios 2018. Também fazem parte da seleção que vai entrar em campo na Arena das Dunas nos

dias 9 e 10 de novembro: João Kepler, Fábio Silva, Silva Patriani, Paulo Maranhão, Marcos Scaldelai, Rick Chester e Fernando Godoy. As palestras vão girar em torno de várias temáticas: gestão, produtividade, foco em resultado, marketing digital, vendas, alta performance, inovação, realidade

virtual e aumentada, tecnologia, criatividade e empreendedorismo. O Fórum Negócios tem o oferecimento da ACarta Comunicação e Revista Negócios e tem o apoio da Arena das Dunas, Grand Nordeste Planejamento, Espacial Veículos e Fala Síndico Brasil. www.forumnegocios.com.br.

Setembro/outubro de 2018 <

< 29


Chapéu Fruticultura

Melão, banana e cana de açúcar lideram ranking de VPA no RN Somados, os três produtos respondem por aproximadamente 60% do valor total: R$ 1.410.504.000 Fruticultura, especialmente melão e banana, e cana-de-açúcar lideram o ranking de Valor da Produção Agrícola do Rio Grande do Norte de 2017. Somados, os três produtos respondem por aproximadamente 60% do valor total gerado no ano passado, que foi de R$ 1.410.504.000, superior em 11,47% ao valor da produção do ano de 2016 (R$ 1.265.355.000). Os números do RN representam 0,4% da produção nacional. Os dados estão na Pesquisa Agrícola Municipal, divulgados no dia 13 de setembro de 2018, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O Estado continua sendo o maior produtor de melão (338.665 toneladas) do país, com destaques para os municípios de Mossoró, Tibau e Apodi. Mossoró destaca-se ainda 30 >

como um dos municípios que mais produz fruticultura do país (24º). Enquanto Mossoró, Apodi e Baraúnas também se destacam na produção de melancia (6º maior produtor do país com 199.192 toneladas); os municípios de Touros e Ielmo Marinho aparecem muito bem no ranking de produtores de abacaxi. Do valor total da produção agrícola potiguar, R$ 991.819.000 foram referentes a produtos das lavouras temporárias e R$ 418.685.000 das lavouras permanentes, segundo dados do IBGE. Os principais produtos das lavouras temporárias e permanentes com maior contribuição para o valor da produção no ano 2017 são: cana-de-açúcar (R$ 394.689.000), melão (R$ 256.710.000), banana (R$ 189.736.000), melancia (R$

> Setembro/outubro de 2018

102.863.000), abacaxi (R$ 74.303.000), mamão (R$ 72.744.000), mandioca (R$ 67. 2 9 9.0 0 0), bat at a do ce (R $ 50. 14 2 .0 0 0), coco - da-baía (R$ 43.805.000), maracujá (R$ 38.257.000), manga (R$ 34.950.000) e castanha de caju (R$ 33.377.000). O RN é o segundo maior produtor de castanha de caju (20.670 toneladas), mantendo-se o município de Serra do Mel como principal produtor. O estado foi superado em 2017 pelo Ceará (81.098 toneladas). Os dados destacam outros produtos da fruticultura: mamão – 4º maior produtor do país com 86.342 toneladas; maracujá – 5º, com 29.182 toneladas; manga – 6º, com 44.253 toneladas; coco-da-baía – 8º, com 69.076 toneladas; e banana – 9º, com 210.933 toneladas.


Chapéu PAM Nacional Em 2017, o país teve safra recorde de cereais, leguminosas e oleaginosas, chegando a 238,4 milhões de toneladas. O aumento foi de 28,2% na comparação com 2016, com crescimento da área colhida em 5,9%. Segundo o IBGE, a produtividade foi impulsionada pelas condições climáticas favoráveis, depois de um ano influenciado pelo fenômeno El Niño. A soja responde por 48,1% da produção do grupo, seguida do

milho, com 41%. Um dos destaques, segundo o gerente de agricultura do IBGE, Alfredo Guedes, é o avanço da soja sobre a Região Norte - com produção de 5 milhões de toneladas e atrás apenas do açaí. “A soja não entra direto sobre as áreas de floresta. Geralmente, essas áreas já deixaram de ser floresta há alguns anos, eram pastagens, e os produtores tiram a pastagem e colocam a soja”.

Fruticultura Os 23 produtos frutíferos pesquisados pelo IBGE somaram R$ 38,9 bilhões em 2017, um aumento de 4,6% em relação a 2016 e um novo recorde. O destaque é a laranja, com R$ 8,6 bilhões, 2% a mais do que no ano anterior. A área colhida de laranja foi de 631,7 mil hectares, sendo que 77,8% estão nos estados de São Paulo, Bahia e Minas Gerais. Guedes explica que o açaí foi incluído na pesquisa a partir da safra de 2016 e apresenta dados surpreendentes, alcançando o posto de terceiro lugar na produção de frutas. Na pesquisa, é levado em conta o açaí plantado, excluída a produção extrativista. “A gente já vinha monitorando, mas só incorporou ele em 2016, retroagindo os dados a 2015. A gente já vinha acompanhando o consumo do açaí pela população, que vinha aumentando bastante, e 2017 veio a confirmar que continua o cres-

cimento do consumo e produção do açaí, que se encontra principalmente na Região Norte”. A produção de açaí em 2017 foi de 1,3 milhão de toneladas, com valor total da produção de R$ 5,5 bilhões. Isso elevou o Pará ao posto de segundo estado produtor de frutas, com crescimento de 25,1% no valor de produção no ano, chegando a R$ 6,8 bilhões. O Pará também se destacou com o aumento de 49,9% na colheita de laranja, de 107,9% no limão e de 2.462,4% de tangerina. São Paulo é o principal produtor de frutas, com destaque para a laranja; e o Rio Grande do Sul vem em terceiro, tendo como principal produto a uva. Em 2017, o país produziu 17,5 milhões de toneladas de laranja, 6,7 milhões de toneladas de banana, 1,9 milhão de toneladas de uva e 1,5 milhão de toneladas de abacaxi.

Arroz e feijão A produção de arroz teve aumento de 17,4% e a de feijão 15,9%, o que resultou em queda no valor ao consumidor final, após o aumento de preço em 2016. O país produziu, em 2017, 12,5 milhões de toneladas de arroz e 3 milhões de toneladas de feijão. A redução no valor da produção de feijão foi de 56,9%, com R$ 6,9 bilhões no total. No arroz, o valor ficou em R$ 9,8 bilhões, aumento de 12,6% em relação ao ano anterior. Somados, os 14 produtos do grupo cereais, leguminosas e oleaginosas respondem por 77,4% da área colhida no país e 54,6% do valor de produção.

Milho A área plantada do milho cresceu 10,4%, o que elevou a produção em 52,3%, alcançado safra recorde de 97,7 milhões de toneladas. Porém, o crescimento não se refletiu no valor da produção, que somou R$ 32,9 bilhões, ante os R$ 37,7 bilhões de 2016. A explicação é a quebra de safra naquele ano, que elevou o valor da saca para R$ 29,15 em média. Com a volta das chuvas e da normalidade em 2017, o produtor recebeu R$ 13,89 por saca.

Setembro/outubro de 2018 <

< 31


Fruticultura

Ranking Rio Grande do Norte Fruticultura MAMÃO 4º maior produtor do país com

86.342 toneladas

MARACUJÁ 5º maior produtor do país com

29.182 toneladas

MANGA 6º maior produtor do país com

44.253 toneladas COCO-DA-BAÍA

8º maior produtor do país com

69.076 toneladas

BANANA 9º maior produtor do país com

210.933 toneladas

principais produtos com maior contribuição para o valor da produção em 2017 CANA-DE-AÇÚCAR (R$ 394.689.000)

MELANCIA (R$ 102.863.000)

MANDIOCA (R$ 67.299.000)

MARACUJÁ (R$ 38.257.000)

MELÃO (R$ 256.710.000)

ABACAXI (R$ 74.303.000)

BATATA DOCE (R$ 50.142.000)

MANGA (R$ 34.950.000)

BANANA (R$ 189.736.000)

MAMÃO (R$ 72.744.000)

COCO-DA-BAÍA (R$ 43.805.000)

CASTANHA DE CAJU (R$ 33.377.000)

32 >

> Setembro/outubro de 2018


Agropecuária

FAERN reforça assistência ao homem do campo Em parceria com o SENAR, órgão desenvolve vários projetos para produtores rurais do RN O inverno deste ano devolveu a alegria ao homem do campo, que sofreu nos últimos sete anos com um período de seca braba. Neste período, o produtor da zona rural potiguar foi

assistido pela Federação da Agricultura e Pecuária do Rio Grande do Norte (FAERN), órgão regional que auxiliou o agricultor e pecuarista do Estado em várias frentes como: assis-

tência técnica, formação profissional e cuidado à saúde. Numa tentativa de amenizar os prejuízos com a seca, A Faern elaborou uma capacitação para implantação de


Agropecuária um sistema integrado de reuso de águas cinzas na produção de forrageiras em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural - SENAR. A técnica constitui em aproveitar a água que sai da pia da cozinha, da lavanderia e do chuveiro, para, depois de ser processada, irrigar o alimento dos animais e outros tipos de plantações. Os produtores rurais que recebem, em média, oito mil litros distribuídos pelo caminhão-pipa, podem aproveitar cerca até 80% da água para irrigação. O programa já beneficiou mais de 70 produtores rurais de todo o RN, segundo informou José Vieira, presidente o sistema FAERN/SENAR. “Este ano, o convênio recomeça com toda a

Cursos

José Vieira, presidente da FAERN, acredita na força do produtor rural força e o resultado é uma produção e produtividade crescentes nas propriedades atendidas.

Em 2017, foram realizados 542 cursos de Formação Profissional Rural e 88 de Promoção Social, beneficiando mais de 8.500 produtores rurais. Comparado com 2016, houve um aumento de 105 cursos e também no portfólio da entidade, segundo informou José Vieira. Os resultados só foram possíveis graças ao sistema FAERN/ SENAR, que mantém parceria com os sindicatos rurais filiados e parcerias com entes como o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Sebrae e prefeituras dos municípios potiguares.


Agricultura Banco Mundial faz Acordo de Empréstimo para Projeto Piloto O desenvolvimento regional a partir da inclusão produtiva e do acesso aos mercados consumidores para os agricultores familiares do estado é um dos principais objetivos do RN, que vem sendo viabilizado pelo Acordo de Empréstimo com o Banco Mundial, por meio do Projeto Piloto de Agricultura Irrigada. Sempre visando a inclusão dos grupos prioritários – mulheres, indígenas, quilombolas e jovens – na cadeia produtiva, o Projeto Piloto de Agricultura Irrigada visa englobar uma linha que começa na produção, colheita, pós-colheita, logística, agroindústria, finalizando na comercialização, de modo que gere crescimento na renda das famílias dos agricultores familiares, a medida em que eles também poderão gerar empregos diretos e indiretos. Beneficiárias deste piloto, 17 famílias da Associação Comunitária Terra Prometida, localizada no Projeto de Assentamento Oziel Alves, através de investimento de cerca de R$ 1 milhão, estão recebendo o melhoramento da produção primária da matéria-prima por meio de equipamentos para irrigação, insumos, mudas, mão de obra e maquinário. Um dos beneficiados, o agricultor Toinho Silva disse que o projeto chegou numa hora em que ele não sabia mais o que fazer. “Veja bem, eu tinha o poço e não tinha como mecanizar, não tinha como fazer tudo isso que recebi. Essa foi a luz no fim do túnel e hoje já estou com minhas produções de goiaba e caju. E isso é só o começo”, contou Toinho, emocionado. Também nesta execução, o piloto entregou sistema de irrigação e microasperção e culturas de acerola, goiaba e caju ao agricultor familiar Lázaro Pedro Motta. “Isso aqui é a realização de nossos sonhos. Minha produção está no início porque plantamos já no final do inverno, mas já é real. Está aqui a nossa frente e agora é só crescer cada vez mais”, ratificou Seo Lázaro. Além da estrutura e equipamentos necessários, os insumos também foram adquiridos, e a associação ainda recebe um acompanhamento técnico. “Tudo isso com a meta de incrementar a produção regional e gerar renda para as famílias de forma sustentável, baseadas em ações socioambientais”, finalizou o secretário da Sethas e coordenador do Governo Cidadão, Vagner Araújo. (com informações do Governo do Rio Grande do Norte)

36 >

> Setembro/outubro de 2018


Agricultura

Associações de fruticultores recebem novos investimentos Oito associações de irrigantes do DIBA também estão recebendo investimentos do Governo do Estado por meio do Edital de Apoio a Subprojetos de Fruticultura Irrigada, que irá equipar os lotes de terras com kits de irrigação, sistema de filtragem, automação, tratores, veículos, bombeamento e novas tecnologias. Estão sendo

aplicados R$ 4,4 milhões por meio do acordo de empréstimo com o Banco Mundial com objetivo de mudar a realidade atual dos produtores, que trabalham com equipamentos de irrigação de 20 anos atrás. “Os dois investimentos vão alavancar ainda mais nossa produção. Estamos aqui há 20 anos

e nunca tivemos nada parecido. Daqui sai diariamente mercadorias para todo o RN, Ceará, Pernambuco, Paraíba e até Estados Unidos e Europa. Os novos equipamentos, junto às obras estruturantes, vão incrementar a produção de frutas e gerar mais emprego e renda para toda a região”, acrescenta Marcílio Torres.

Setembro/outubro de 2018 <

< 37


Cultura

Ações itinerantes

Memorial da Assembleia Legislativa do RN na internet Acervo está sendo digitalizado e deve ser totalmente disponibilizado para consulta no site da AL/RN até o fim deste ano O acervo do Memorial do Legislativo ficará com o acesso ainda mais fácil à população norte-riograndense. A Assembleia Legislativa está produzindo a digitalização de todo o material que terá um espaço no site da Assembleia onde todos poderão conseguir informações, documentos, fotos e imagens de objetos que compõem a história do Poder Legislativo potiguar. Além disso, o próprio Memorial terá um equipamento onde a população poderá fazer consultas sobre o acervo. De acordo com o diretor de Políti38 >

cas Complementares da Assembleia, Ricardo Fonseca, a medida tem o objetivo de contribuir com a propagação da história do Poder Legislativo e ampliar o acesso de estudantes ao acervo dos mais de 180 anos do Poder Legislativo potiguar. "É uma ação que vai dar mais visibilidade ao Memorial, que guarda um acervo sempre muito elogiado por todos que têm a oportunidade de conhecer. Com certeza, será uma enorme contribuição à sociedade", explicou Ricardo Fonseca.

> Setembro/outubro de 2018

Atualmente, o Memorial do Legislativo é sediado no Palácio José Augusto, onde é aberto à visitação e também promove ações itinerantes, montando estruturas em escolas e shoppings de Natal, com o acervo exposto e profissionais do Legislativo atuando para explicar a representatividade de cada objeto. Agora, o objetivo é que as pessoas possam fazer pesquisas sem precisar se deslocar. O Memorial Legislativo reúne peças e documentos sobre a criação de partidos políticos, títulos, urnas, dentre outros. "Estamos promovendo a digitalização do acervo, que é muito vasto, e tudo será disponibilizado na Internet. Além disso, esse material será atualizado constantemente, de acordo com novas doações que o Memorial receber", disse Ricardo Fonseca. A expectativa da Diretoria de Políticas Complementares da Assembleia é que o acervo já esteja digitalizado e à disposição da população até o fim deste ano. (Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa)


Negócios 75  
Negócios 75  
Advertisement