Page 1


www.revistamulhermais.com.br

TODAS AS MULHERES ESTÃO LENDO. POR QUE A SUA MARCA AINDA NÃO ESTÁ AQUI?

AGOSTO/2013 22 | + FACE

Você contaria a sua melhor amiga que ela está sendo traída?

24 | + CAPA Alinne Rosa

+ MODA

32 A volta triunfal das T-Shirts 36 + Trend Mês dos Pais 60 Garimpo de verão

42 | + CARREIRA

A vida é o que fazemos dela

44 | + ENTRETENIMENTO

Comédias para a autoestima feminina

46 | + PERSPECTIVA por Lícia Silva

48 | + AMOR E SEXO

O que os homens querem na cama

52 | + BELEZA Make inspiração

R

E

V

I

S

T

A

56 | + CORPO E BEM-ESTAR Dieta - Mitos e Verdades

+ TESTES

62 Você sabe lidar com as emoções? 70 É namoro, amizade ou só sexo?

66 | + COMPORTAMENTO Fui traída, e agora?

Ligue para:

3021.6213

75

De Segunda à Sexta das 8h00 às 18h30. Aos Sábados das 09h00 às 13h00.

74 | + SAÚDE

Lúpus - Doença que atinge 10 mulheres para cada homem

78 | + CULINÁRIA Renove os sabores

80 | + VIAGEM

Conheça as belezas de Minas Gerais


colaboradores Madalena Braga e Nalvinha

Amigas e de férias, elas viajaram juntas para Minas Gerais e colaboraram com a editoria de Viagem, novidade desta edição da Mulher+. Madalena é jornalista, apresentadora e repórter da TV Subaé. Ela escreveu sobre as maravilhas de Minas, já sua amiga registrou, em fotos, os melhores momentos da viajem.

Sandro Lopez

Produtor e stylist tem como clientes o cantor Saulo Fernandes, as cantoras Alinne Rosa e Gilmelandia. Talento e alegria não faltam a ele, que é amante da música e sonha em ser pai, além de diretor de espetáculos. Não podemos esquecer do assistente de styling, Breno Sampaio. Agradecimentos especiais aos dois, que colaboraram com a produção de fotos da nossa capa, Alinne Rosa.

Lila Oliveira

A jornalista Lila Oliveira é a nossa colaboradora desta edição na editoria de saúde. Ele escreveu sobre Lúpus, uma doença desconhecida por muitos e que atinge, em sua maioria as mulheres. Informe-se!

16

revistamulhermais.com.br

Andrea Trindade

Apaixonada por filmes e livros, a jornalista, que é editora chefe do site Acorda Cidade, colaborou com a editoria Entretenimento. Ela selecionou três sugestões de filmes que abordam o universo feminino.

Almir Jr.

Atua profissionalmente há 9 anos. Fotografa principalmente moda, publicidade e gastronomia, e é apaixonado por filmes, quadrinhos e pelo universo fashion. Nesta edição ele foi o responsável pelos cliques da lindíssima, Alinne Rosa.

Roberth Almeida

A paixão pela maquiagem vem de muito tempo. Na profissão há 13 anos, já maquiou celebridades como a cantora Daniela Mercury e a própria Alinne Rosa.


17


DIRETO DA

REDAÇÃO Especial. Essa palavra mais do que nunca pode definir esta edição da Mulher+.

e x p e d i e n t e editora de redação daniela cardoso daniela@revistamulhermais.com.br design e arte andré mendes andre@revistamulhermais.com.br revisão de textos camila de jesus

A expectativa era grande. Assim que recebemos a confirmação que

relações públicas mariana mendonça stürken

mês de agosto, começamos a pensar em todos os detalhes: fotografia,

marketing marketing@revistamulhermais.com.br

Alinne Rosa, vocalista da banda Cheiro de Amor, seria a nossa capa do maquiagem, figurino, locação... Foram mais de cinco horas de produção e o resultado você confere nas páginas 26 à 31.

E esta edição da Mulher+ está especial também devido às novidades

elaboradas em nosso editorial. Entre elas, a editoria Corpo e BemEstar, que desvenda verdades e mentiras sobre dieta. Outra estreia é

da editoria Viagem, escrita pela jornalista Madalena Braga, que detalha as belezas e os pontos turísticos de Minas

Gerais. E a editoria Entretenimento, com

sugestões de filmes que abordam temas do universo feminino.

Saúde também merece destaque e o tema

da vez é Lúpus, uma doença ainda pouco

conhecida e que atinge na maioria das

vezes as mulheres. Nesta edição você ainda fica sabendo o que os homens querem na cama, como algumas mulheres agiram

após descobrir uma traição, dicas de moda,

financeiro administracao@revistamulhermais.com.br assistente comercial márcia cardoso anuncie@revistamulhermais.com.br colaboradores gabi dias, lu oliveira e lila oliveira (disse me disse), gernário borges, andré araujo, luana barbosa, anna paula calazans, licia silva e carla nunes todos os direitos reservados. fica expressamente proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo editorial. venda probida. a revista mulher+ é uma publicação bimestral.

revistamulhermais.com.br

maquiagem e muito mais!

A MULHER+ é uma publicação da editora Casa de Sapê Av. Adenil Falcão 1340, 75 3021.6213 CEP 44.060-000, Feira de Santana - BA

20

revistamulhermais.com.br


21


Quando o assunto é traição, a solidariedade feminina fala alto. Mas será que vale a pena alertar uma amiga e contar que ela está sendo traída? É uma situação delicada, que pode envolver muitos fatores, e ainda colocar a amizade em risco. Sobre a polêmica, veja o que respondeu a galera do Facebook. por Daniela Cardoso

hor amiga sim, “Para minha mel você ama uma contaria. Quando hor dela ser sua mel pessoa a ponto gosta de ver essa amiga, você não pra trás”. pessoa passada

Leila Souza, 28 estudante

“Contaria sim , acho traição uma falta de deixaria uma respeito e jam amiga minha ais ser feita de be independente sta eu sabend da atitude qu o, e ela fosse to do lado dela, mar, eu iria fic porém jamais ar esconderia um Emilly Suann a coisa assim ”. y

, 18 anos, es

anos,

tudante

iga! Melhores minha melhor am é a el ue rq po , com ele ou “Claro que sim decisão de ficar A a. tr ou da a amigas cuidam um ndicionalmente”. eu a apoiaria inco e , la de ria se o nã blicitária

Patrícia Suzarte,

36 anos, Pu

“Com certeza! Como melhor amiga eu não poderia fingir não ter visto, até porque me colocaria no lugar dela, sendo desre speitada publicament e. Eu sei que em briga de marido e mulher não se me te a colher, mas sendo minha melhor amiga , jur o qu e esqueceria esta regrin ha bem rápido! Quer trair, que faça be m feito”! Soraia

Oliveira, 34 anos, Pu

blicitária

22

revistamulhermais.com.br

“Sim. Pois se eu não abrisse o olho dela, não seria amiga. Acho que amizade é amizade. Tem que ter lealdade”!

Iza Ribeiro, 24 Anos, Supervisora administrativo

“Se fosse minha melhor amiga, contaria sim. Afinal de contas, amizade supõe confiança e lealdade. E se fosse comigo também gostaria que ela me contasse”.

Kalila Gama, 24 anos, Jornalista


“Como é minha melhor amiga e amizade é baseada em confiança, eu contaria sim. Não ia deixar uma amiga sendo enganada por um cara que por trás pega outras”.

Milena Feitosa, 23 anos, publicitária

“É uma situação difícil. Nunca aconteceu comig o, mas conheço histórias do tipo e que no final só troux e sofrimento pra todos os envolvidos, por isso não sei se contaria. Ia depender muito da situação”.

Ana Paula, 30 anos, vendedora

“Se for realmente minha melhor amiga, eu contaria. Tenho certeza que se acontecer comigo, ela irá me contar também. Amizades verdadeiras geralmente já conversaram sobre e já sabem qual atitude tomar nessas situações”.

Hanna Morine, 21 anos, Publicitária

homem é fiel, ho que nenhum “Contaria sim, ac r que faça bem e se tiver de faze qu ho Ac . te en m infeliz mundo veja, ito para que todo íc pl ex r ze fa as feito, m tregue mesmo. aí é querer ser en hora!” Conto na mesma

July

Publicitária Maltez, 36 anos,

Outra vez Eu já contei e perdi a amiga. grávida... contei e minha amiga estava se fosse que por Mas eu contaria sim, er. sab comigo, gostaria de

Maria Christina, 23 anos, estudante

23


CAPA

24

revistamulhermais.com.br


N

ascida na cidade de Itabuna,

interior da Bahia, aos 16 anos decidiu ir morar em Salvador. Cheia de coragem, fez do seu sonho uma realidade e há

10 anos comanda os vocais

da banda Cheiro de Amor. O interesse pela música surgiu ainda na adolescência, quando cantava no

coral da igreja. As bandas Araketu e Terra Samba

foram suas referências no Axé. Durante a infância e a

...meus pais e

irmãos estão sempre ao meu lado. Vim pra Salvador para passar o Carnaval e me apaixonei! Daí não voltei mais para o interior, ao contrário, acabei trazendo minha família pra cá.

adolescência, costumava ouvir Roberto Carlos, Legião Urbana e Renato Russo.

“Quando comecei no coral, percebi o quanto aquilo me fazia bem e não parei mais de cantar. A certeza de que queria ser cantora, veio assim que pisei no Carnaval

de Salvador pela primeira vez. Muitas vezes fui para o Carnaval para trabalhar, só para ver as bandas

Araketu e Terra Samba, pois sempre fui muito fã. Já cantores como Roberto Carlos e Renato Russo me deram referências boníssimas”, afirma.

Sair de Itabuna e morar em Salvador não foi nada

fácil. A falta de estrutura para morar na capital foi

um dos principais obstáculos. Para se manter, Alinne conta que trabalhou vendendo capeta (drink típico

da Bahia) no Carnaval, em lojas como vendedora, e

também fez algumas propagandas. “No início, quando estava tentando a carreira musical, trabalhei em

vários lugares, mas não ficava muito tempo em lugar nenhum. Foi uma época bem difícil”, lembra.

O apoio dos pais, também não foi imediato, afinal na

família não havia ninguém do meio musical, mas com o tempo a decisão de Alinne Rosa foi compreendida, e atualmente o apoio da família é total. “Hoje é

diferente, meus pais e irmãos estão sempre ao meu

lado. Vim pra Salvador para passar o Carnaval e me apaixonei! Daí não voltei mais para o interior, ao contrário, acabei trazendo minha família pra cá”.

26

revistamulhermais.com.br


Banda Cheiro de Amor Antes de integrar a

Recentemente surgiram

cantora foi vocalista das

saída de Alinne da banda

banda Cheiro de Amor, a bandas Flor de Maracujá, Filomena Bagaceira e

Trimetal, além de fazer trabalhos como backin vocal. O convite para

integrar a Cheiro de Amor surgiu após o empresário da banda assistir a um

show em que ela cantava, e se interessar pelo seu trabalho. Depois disso

foi negociado o primeiro contrato.

Com a banda Cheiro

de Amor, ela construiu uma história de

sucesso com muitos fãs espalhados por todo o Brasil e apresentações

internacionais com turnês na Europa e nos Estados Unidos. Nos vocais da

banda, Alinne conquistou diversos prêmios de melhor cantora em

micaretas e também no

alguns rumores sobre a

Cheiro de Amor. Sobre o assunto, a cantora disse que todo artista pensa nessa possibilidade, mas que não gosta

de especulações. Ela

ainda falou sobre suas

expectativas para 2014. “Um trabalho solo traz

mais autonomia ao artista para imprimir melhor sua verdade. A banda Cheiro

sempre foi uma segunda família pra mim. Não

gosto muito de notícias maldosas e inventadas,

isso só traz desarmonia.

Para 2014, tenho muitos projetos bons de CDs e DVDs, mas ainda estão

em fase de planejamento. Tenho muitos sonhos e acredito que 2014

será um ano de muitas

concretizações”, afirma.

Carnaval de Salvador.

27


28

revistamulhermais.com.br


A Mudança

Uma prova de que o visual diz muito

sobre a cantora, é a origem do seu nome artístico. “No início da minha carreira eu

pintava os cabelos de rosa, então os fãs me chamavam: Rosa, Rosinha... Daí tive a ideia de agregar ao meu primeiro nome, deu super certo!”, conta Alinne.

Hoje os cabelos rosas ficaram para trás. A mudança, segundo ela, aconteceu naturalmente, de acordo com seu

amadurecimento profissional e pessoal. “Depois de uns quatro anos acabei me

cansando um pouco do cabelo rosa e de

Depois de uns quatro anos acabei me cansando um pouco do cabelo rosa e de todo aquela trabalheira pra mantêlo, então decidi aderir ao loiro! Acordei e pensei: chega! Vou mudar meu visual”

todo aquela trabalheira pra mantê-lo,

então decidi aderir ao loiro! Acordei e

Rosa, principalmente, quando se aproxima

Alinne Atriz

e cuido muito da minha alimentação.

Sem medo de enfrentar novos desafios,

máximo cair em tentação para manter a

Retumbante, exibida em 2012 pela

intensifico um pouco minha rotina de

foi maravilhoso e acrescenta que, caso

evitando excessos. Além disso, faço um

atrapalhasse sua agenda de shows,

otorrino”.

“Foi um desafio maravilhoso pra mim.

atenção especial da cantora, que afirmou

Globo para conciliar minha agenda de

acompanhar as tendências do momento,

com o resultado. Foi ótimo! Adorei e com

figurinos dos shows.

Sou assim... Me jogo”, afirma a cantora.

pensei: ‘chega! Vou mudar meu visual’”.

Os cuidados com o corpo, alimentação e com a voz são parte da rotina de Alinne do Carnaval. “Malho, corro bastante,

Apesar de gostar muito de doces, evito ao

Alinne participou da minissérie O Brado

forma. Quando se aproxima do Carnaval,

Rede Globo. Ela afirma que o desafio

treinos e cuido mais da alimentação,

recebesse um novo convite que não

acompanhamento, meses antes, com

aceitaria sim um novo trabalho como atriz.

Os figurinos dos shows, também recebem

Pude contar com a ajuda do pessoal da

amar moda e adorar assistir desfiles para

shows com as gravações. Fiquei muito feliz

se inspirar e acrescentar o gosta aos seus

certeza foi um aprendizado profissional.

29


30

revistamulhermais.com.br


31


MODA

32

revistamulhermais.com.br


DECORAÇÃO


35


moda

36

revistamulhermais.com.br


37


38

revistamulhermais.com.br


39


40

revistamulhermais.com.br


41


CARREIRA

“A VIDA É O QUE FAZEMOS DELA”

P

por Marta G. Moraes de Figueiredo

pessoas que tenham se adaptado em outros ara os que perguntam se países, superado dificuldades de trabalhar intercâmbio serve apenas ou estudar distante da família e amigos, são para aprender um idioma, indivíduos muito mais preparados para o minha resposta é um mercado corporativo e competitivo. sonoro NÃO! Intercâmbio Nunca é tarde para fazer um intercâmbio. Há significa troca: permuta programas tanto para adolescentes quanto de experiências culturais, para adultos. Por isso sociais e uma dica importante: educacionais. Através dele, como “E sabe por que as empresas muito antes de decidir se fosse uma varinha de condão, buscam profissionais com para onde ir, é preciso ter um novo mundo se abre. Só quem “intercâmbio” no currículo? Elas em mente os objetivos é ou já foi intercambista, sabe da acreditam que pessoas que com essa viagem, pois importância de um intercâmbio na quando se pensa nas tenham se adaptado em outros vida de um jovem. Viajando para países, superado dificuldades de metas pretendidas, o o exterior e trocando experiências, iniciadas aos 17 anos, entendi, trabalhar ou estudar distante da intercambista se mantém finalmente, o sentido da frase “A família e amigos, são indivíduos comprometido com o destino e ainda mais: com vida é o que fazemos dela”. muito mais preparados para o que deseja conquistar Vale salientar que programas de o mercado corporativo e nesse lugar. intercâmbio não são o mesmo que competitivo”. Atualmente, o intercâmbio excursões para Miami ou viagens é mais acessível do que para a Disney. O intercâmbio que muitos imaginam e combina de maneira impulsiona o currículo é aquele cujo foco está equilibrada e perfeita, o aprendizado com o voltado para estudo e execução de atividades turismo. Uma viagem para o exterior com um profissionais no país de destino. Alguns objetivo específico gera grandes benefícios, programas permitem que se alterne o estudo permite o indivíduo abrir a mente para o novo, em meio período com o trabalho na outra alcançar a maturidade em diversos aspectos, metade do dia. traz um enorme diferencial no currículo e Através do intercâmbio, normalmente os mais ainda é uma grande oportunidade de conhecer jovens – digo por mim– aprendem a valorizar diferentes países, costumes, idiomas e a família, os amigos e a cidade. E sabe por pessoas. Afinal, “A vida é o que fazemos dela”! que as empresas buscam profissionais com “intercâmbio” no currículo? Elas acreditam que

42

revistamulhermais.com.br


entretenimento

44

revistamulhermais.com.br


46

revistamulhermais.com.br


47


AMOR E SEXO

O que faz uma mulher

ser inesquecível, quando o assunto é sexo? Para

saber, a Mulher+ foi atrás

da opinião deles e ouviu o que 30 homens pensam sobre o assunto. Vale

muito a pena conferir! Por Daniela Cardoso

STOCKPHOTOS

48

revistamulhermais.com.br


Ela tem que está disposta a realizar a minhas fantasias, mas também a se satisfazer, porque não tem nada mais excitante do que ver que a mulher está gostando da transa”, Bruno.

“Ela tem que ser boa de cama, autêntica e não ter vergonha de nada”, definiu Cezar. Ter autoconfiança e saber o que quer, são quesitos indispensáveis para muitos homens, que afirmaram gostar de mulheres seguras. Mas também há quem prefira as mais tímidas. “A mulher quietinha muitas vezes surpreende, principalmente quando o assunto é sexo. Elas sabem seduzir e encantar. O ar de mistério me conquista”, afirmou Marcelo. A aparência da mulher, os cuidados íntimos e a escolha da lingerie, também estão entre as exigências masculinas. “Mulher pra mim tem que ser carinhosa, cheirosa e ousada na cama. Deve usar uma lingerie bem pequena, de renda, com uma boa camisola de seda. Isso faz qualquer homem ir à loucura. Mulher tem que ter pegada sim. E outra, tem quer fazer tudo que vale entre quatro paredes”, opinou Alan Santana. Eles também não deixaram de lado as fantasias sexuais. Para Caio, a mulher deve conversar com o parceiro e saber as fantasias, as coisas que ele tem vontade de fazer, e depois, claro, tentar realizar. “A mulher deve se esforçar do mesmo jeito

que pede para que o homem se esforce para satisfazê-la”, afirmou. Mas atenção meninas, carinho e companheirismo, também não podem ficar de fora. “Uma mulher deve ser companheira para ser interessante, e carinhosa também!”, ressaltou Carlos. É verdade que os tempos mudaram. As mulheres estão mais donas de si e mais ousadas, até mesmo quando o assunto é sexo. Elas, muitas vezes, tomam a iniciativa e não tem vergonha de assumirem seus desejos. Mas, e como saber de que modo o lado oposto – os homens – enxergam essa nova mulher. E mais ainda, o que eles querem e esperam da companheira nos momentos de maior intimidade? Nada melhor do que ouvir a opinião deles para descobrir!

ALLAN

Deve inovar sempre e satisfazer seu parceiro. Todo homem gosta de uma mulher que não tenha frescuras na cama. Literalmente!

JOSÉ*

Tem que mostrar que está sentindo com a alma, se entregar com a alma. Sussurrar no ouvido, pedir, mandar, tudo com bastante sensualidade e sem vulgaridade. Isso resume, em minha opinião, o conceito de fazer amor.

RICARDO

Ser sempre direta, não ficar esperando o parceiro tomar toda iniciativa. Também tem que surpreender sempre, procurar obter e nos passar qualquer novidade, ou qualquer situação.

49


RÔMULO

Uma lingerie bem sexy é um bom começo. Não tem coisa pior do que tirar a roupa de uma mulher e perceber que ela está com peças íntimas velhas, rasgadas. Isso faz qualquer um desanimar.

GALEGUINHO

Ela não tem que ter vergonha de fazer nada. Acho que a mulher tem que estar bem à vontade e sempre inovar, surpreender seu homem em todos os sentidos.

ADÍLIO

Ela deve vir de corpo e alma, sem restrições. O carinho é essencial!

JEFERSON

O beijo tem que ser quente. Então pra começar uma mulher boa de cama tem ter um beijo bom, que ascenda o corpo inteiro.

CLÁUDIO

LUCIANO

O sexo com a pessoa que a gente gosta tem que ser totalmente liberal. Calcinha pequena e preta, mulher cheirosa, são coisas boas demais.

A mulher tem que ter atitude e saber o que quer. Não adianta ser bonitinha e não saber fazer o bê-á-bá. Uma mulher com atitude sabe deixar o clima quente e aconchegante ao mesmo tempo.

LUCIANO

Várias coisas influenciam para que uma mulher seja inesquecível, principalmente quando o assunto é sexo. Não acredito que exista uma fórmula ou uma receita, mas está com uma pessoa bacana, que a gente curte, é garantia pra bons momentos.

50

revistamulhermais.com.br

ROGER

A mulher tem que ter iniciativa e fazer amor com carinho.

ROGÉRIO

Em minha opinião a mulher deve ser limpa, cheirosa. A higiene deixa o homem mais a vontade e faz a transa rolar numa boa.


WAGNER

PEDRO

DIEGO*

IVAN

Ela deve realizar as fantasias eróticas para deixar o clima alucinante e o sexo inesquecível.

Gosto de mulher quente, que tope tudo quando o assunto é sexo. Sem essa de ‘eu não gosto disso’ ou ‘não gosto daquilo’. Tem que se entregar ao prazer e aproveitar o momento.

LEANDRO

A mulher tem que saber o que quer e tem que pedir mesmo. Tem mulher que espera o homem fazer tudo. Não tem a atitude de dizer e fazer o que quer. Ela tem que ser ousada e decidida, até mesmo para dizer um não, caso não curta fazer certos tipos de coisas.

CARLOS

Na hora H ela não pode ser tímida, calada. Tem que expressar o que está sentido, mostrar que está gostando e pedir o que quer que eu faça. Isso é o que mais me excita.

ANDRÉ

Mulher tem que ser surpreendente e saber lançar seu charme na hora certa. Tem que fazer o homem perder o fôlego.

MAURÍCIO

Gosto quando vejo que a mulher está a vontade em estar comigo. Não gosto de mulher que fica com vergonha do corpo, fica preocupada se está aparecendo uma gordurinha, essas coisas... homem gosta de mulher e esses lances com o corpo são encanações apenas delas. Acho que a maioria dos homens não fica reparando nisso.

Se rolar aquela química, aquela atração, não precisa de muita coisa a mais para uma noite inesquecível.

Gosto de simplicidade. Acho que quando a mulher inventa mil e uma coisas perde um pouco a graça e fica até um pouco vulgar. Então a mulher tem que ser carinhosa, fazer as coisas com calma e delicadeza. Tem mulher que quer imitar cenas de filmes pornôs e não acho isso legal.

BETO*

A mulher tem que saber fazer a cama pegar fogo. Trazer novidades pra cama, brinquedinhos e uma calcinha bem pequena são ingredientes importantes. Gosto de mulher bem feminina, que gosta de se cuidar. Um batom vermelho, salto alto...

FERNANDO

Gosto de mulher sem vergonha, que faça uma dança sensual, use lingeries ousadas, de preferência preta ou vermelha.

JÚNIOR

Atitude é tudo. Se tem uma coisa que eu detesto é a mulher pedir para deixar a luz apagada. Qual é a graça disso?

51


BELEZA

52

revistamulhermais.com.br

Mais dicas acesse: www.suzzanerodrigues.com


56

revistamulhermais.com.br

STOCKPHOTOS

CORPO E BEM-ESTAR


1. BEBER ÁGUA AJUDA NO EMAGRACIMENTO?

A água não está muito relacionada ao emagrecimento. Ela está relacionada a hidratação do corpo. As pessoas que consomem muita água reduzem o peso, porque a água reduz a fome. A água não é calórica, na verdade ela contribui e muito para hidratação do corpo.

2. ALIMENTOS COMO PIMENTA, GENGIBRE E CHÁ VERDE QUEIMAM CALORIAS?

O que queima caloria é a atividade física. A pimenta, o gengibre e o chá verde são chamados alimentos termogênicos, que aumentam um pouco a temperatura do corpo. Se o alimento faz isso, a tendência é queimar um pouco mais de caloria, mas isso não quer dizer, necessariamente, que eles vão fazer com que a pessoa emagreça.

3. O EXCESSO DE SAL PODE CONTRIBUIR PARA AUMENTAR PESO?

Não em tecido gorduroso, mas em retenção de água no corpo. O excesso de sódio faz um bloqueio da saída de água, ele retém a água para fazer a manutenção da pressão arterial. Se a pessoa come muito sal e bebe pouca água, a tendência é o sal reter a água, e com isso a pessoa fica um pouco mais pesada, refletindo na balança. Mas não significa que comer sódio vai ganhar peso em gordura.

4. BEBER ÁGUA MORNA COM LIMÃO AJUDA A EMAGRECER? Não, isso é mito e pode causar uma gastrite.

5. EVITAR JANTAR À NOITE OU PULAR REFEIÇÕES É UMA BOA TÁTICA PARA QUEM QUER EMAGRECER ? O correto é que a pessoa se alimente de três em três horas. Jantar não é proibido. O que a pessoa tem que saber é o alimento que vai escolher para comer à noite. Verduras e grelhados seriam as melhores opções, porque apesar de ter carboidrato na verdura, tem muita fibra associado a ela, então não é um carboidrato puro como o pão. A pessoa não pode eliminar a janta e nem pular refeições, pois isso pode criar o efeito rebote, que é aquele em que na próxima refeição o corpo compensa as perdas que teve na refeição anterior. E isso contribui para o aumento do peso.

6. COMER CARBOIDRATO APÓS ÀS 18 HORAS CONTRIBUI PARA O AUMENTO DO PESO? Só engorda se for uma quantidade excessiva. Se a pessoa comer uma quantidade permitida para o horário, não tem problema nenhum. O problema são os exageros.

7. SE ALIMENTAR DE 3 EM 3 HORAS AJUDA A EMAGRECER?

Emagrece, porque regulariza a entrada e a saída dos alimentos.


8. CUMPRIR A DIETA DURANTE A SEMANA E COMER A VONTADE AOS FINS DE SEMANA, É PERMITIDO ?

Em início de dieta não é bom fazer isso, porque a pessoa precisa criar o hábito, mas depois que ela já perdeu um pouco de peso e já aprendeu a se alimentar de maneira correta, pode ser permitido. O correto é a pessoa saber se comportar nessas fugidas. Não é errado sair para comer pizza, mas é proibido sair, comer a pizza e depois jantar quando chegar em casa. Então tem que ter um balanceamento

9. COMER SÓ ALIMENTOS DIET E LIGHT EMAGRECE? Não, isso aí é mito. O alimento diet significa que um dos componentes foi substituído. Pode ser diet substituindo o açúcar, mas pode ter uma quantidade grande de gordura, então muitas vezes ele é mais calórico que o similar comum. O alimento diet é indicado para pacientes que tem alguma restrição, a exemplo dos diabéticos ou hipertensos, e deve ser consumido moderadamente. O light, apesar de ter menor quantidade de algum nutriente, deve-se tomar cuidado, pois por estar comento alimento light, às vezes a pessoa exagera na quantidade e acaba sendo como o alimento convencional.

10. SALADA É A REFEIÇÃO IDEAL PARA QUEM ESTÁ DE REGIME? A melhor refeição para quem está de regime é uma refeição balanceada. Comer salada somente não vai fazer as compensações nutricionais que aquela pessoa está precisando. O ideal é que ela faça um planejamento, contendo todos os tipos de alimentos - carboidratos, lipídios, vitaminas e fibras - para dar a sensação de saciedade. Caso contrário, ela não vai conseguir um emagrecimento real.

58

revistamulhermais.com.br

11. COMER ALIMENTOS INTEGRAIS AJUDA NA DIETA?

Ajuda, porque os alimentos integrais tem uma maior quantidade de fibra e isso dar uma sensação de saciedade maior. Desse modo, a pessoa come um pouco menos e sente mais saciedade do que se tivesse comido um alimento comum.

12. CORTAR OS DOCES DA ALIMENTAÇÃO É UMA FORMA EFICAZ PARA EMAGRECER? Só se a pessoa for muito amante de doces. Mas o ideal é estipular uma quantidade que ela pode comer durante o dia. Até mesmo porque, se cortar tudo, a dieta fica com o sinônimo de tortura e não é esse o objetivo. É permitido a pessoa comer, mas em pouca quantidade, pois o excesso é que é prejudicial.

13. ALIMENTOS CRUS SÃO MAIS EFICIENTES QUE OS COZIDOS?

Para o emagrecimento sim, pois dão mais trabalho ao corpo para fazer o processo de digestão, além de dar mais saciedade.

14. REFRIGERANTE DAR CELULITE?

Isso é mito. Refrigerante engorda devido a grande quantidade de açúcar que ele tem. Já a celulite é a descordenação circulatória daquele local, são acúmulos de líquidos. Nada como uma dieta bem feita, livre de refrigerante para não engordar, e então resolver o problema.


59


MODA

60

revistamulhermais.com.br


STOCKPHOTOS

teste

62

revistamulhermais.com.br


1. TENTO ME OCUPAR OU ME DISTRAIR PORQUE NÃO SUPORTO FICAR PARADA ( ) Às vezes ( ) Nunca ( ) Muitas vezes 2. ACHO DIFÍCIL DIZER NÃO. TENHO MANIA DE AJUDAR TODO MUNDO ( ) Às vezes ( ) Nunca ( ) Muitas vezes 3. QUANDO ESTOU ZANGADA DEMAIS, FICO QUIETA ( ) Às vezes ( ) Nunca ( ) Muitas vezes 4. MEU PAVIO É CURTO. BRIGO NA FRENTE DE OUTRAS PESSOAS ( ) Às vezes ( ) Nunca ( ) Muitas vezes 5. VIVO PEDINDO DESCULPAS ( ) Às vezes ( ) Nunca ( ) Muitas vezes 6. SE ALGUÉM ME IRRITA OU ME DECEPCIONA, PENSO NISSO DURANTE DIAS ( ) Às vezes ( ) Nunca ( ) Muitas vezes 7. MEU HUMOR VARIA, VOU DA TRISTEZA À ALEGRIA EM CURTO ESPAÇO DE TEMPO ( ) Às vezes ( ) Nunca ( ) Muitas vezes 8. EU ME SINTO INJUSTIÇADA QUANDO ME CRITICAM ( ) Às vezes ( ) Nunca ( ) Muitas vezes 9. ACHO DIFÍCIL CONFIAR EM ALGUÉM A PONTO DE ABRIR MEU CORAÇÃO ( ) Às vezes ( ) Nunca ( ) Muitas vezes

10. DETESTO FICAR SOZINHA ( ) Às vezes ( ) Nunca ( ) Muitas vezes 11. DESCARREGO A TENSÃO NA COMIDA ( ) Às vezes ( ) Nunca ( ) Muitas vezes 12. MEU LEMA É BOLA PARA A FRENTE, NÃO TENHO TEMPO PARA PROBLEMAS ( ) Às vezes ( ) Nunca ( ) Muitas vezess

ÀS VEZES Você está em contato com suas emoções e consegue expressá-las. Como não mantém uma visão idealizada das relações, admite, por exemplo, que é possível sentir raiva de pessoas que ama ou se decepcionar com elas. Já aprendeu a impor limites aos outros e não sente necessidade de controlar tudo, por isso tem jogo de cintura para enfrentar situações de pressão. NUNCA Você é capaz de grandes demonstrações de afeto, mas tende a jogar emoções difíceis para debaixo do tapete com medo de tanta intensidade. Para disfarçar esse temor, não raro adota uma atitude autoritária e até agressiva. Ou então banca a boazinha buscando agradar a todos. É importante aprender a revelar o que a incomoda. Experimente escrever para organizar as ideias. Depois, exponha seus sentimentos à pessoa que a ofendeu. Procure conversar e ouvir antes de acusar. MUITAS VEZES Você foge de suas emoções porque não aprendeu a lidar com elas. Acaba gastando muita energia para sustentar essa situação... mas ela é insustentável. Aí, das duas uma: ou você explode com as pessoas e contamina suas relações ou engole tudo e implode. No primeiro caso, corre o risco de ganhar fama de difícil e, no segundo, de adoecer. Procure perceber o que desperta sua fúria ou tristeza. E considere pedir ajuda profissional.

63


comportamento

“Prometo ser fiel na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, amando-lhe e respeitando-lhe até que a morte nos separe...”. Trecho famoso do juramento das cerimônias de casamentos, mas que nem sempre é vivido na realidade de alguns casais.

64

revistamulhermais.com.br

A

traição gera sensações de sofrimento, baixa autaestima, tristeza e até mesmo revolta. Eis então que surge um dilema: perdoar e continuar o relacionamento, ou seguir a vida sozinha? Para entender o que se passa na cabeça das mulheres até chegar a uma decisão, sobre perdoar ou não, ouvimos o relato de mulheres que foram traídas e também a opinião da Psicoterapeuta de Casal, Larissa Andrade. De acordo com ela, o perdão só é possível quando a pessoa traída supera

o trauma da interrupção. “Isto é possível somente reconhecendo e aceitando o fato de ter sido traído, sem renegá-lo”, afirma. Segundo a Psicoterapeuta, é sempre um desafio abordar sobre o tema traição. Ela afirma que apesar das apreciações negativas e carregadas de preconceitos, relações extraconjugais ocorrem com grande frequência. “As relações extraconjugais frutificam nos espaços dos desencontros, dos conflitos, dos distanciamentos ou das insatisfações conjugais e perduram em função da


STOCKPHOTOS


incapacidade dos cônjuges enfrentarem suas dificuldades e resolverem seu relacionamento por meio do diálogo construtivo”, explica. “Todo relacionamento extraconjugal quando chega ao conhecimento do cônjuge não envolvido, acarreta muitos sentimentos de tristeza”, acrescenta.

PERDOEI E HOJE ESTAMOS CASADOS

Patrícia, 24 anos, descobriu a traição ainda durante o namoro. Eles tinham cerca de dois anos juntos quando, por acaso, encontrou mensagens no celular do namorado, onde ele estava marcando encontros com outra pessoa. Ela conta que as declarações nas mensagens não deixavam dúvidas sobre a ‘pulada de cerca’. “As mensagens eram muito claras e não tive dúvidas. No momento que descobrir eu não acreditei no que estava acontecendo, pois confiava totalmente nele. Conversamos e resolvi pedir um tempo. Ele sempre me procurava, ligava, ia na minha casa pedindo perdão, e então dei uma segunda chance. O mais difícil foi perdoar, por mais que eu quisesse, não conseguia, era mais forte do que eu”, lembra. Após a traição, Patrícia diz que o relacionamento não foi mais o mesmo, mas depois de algum tempo, ela aprendeu a ter confiança nela mesma e vive bem com o marido. “O tempo passou, as coisas foram se ajeitando, voltando pros lugares e eu decidi tentar mais uma vez. Hoje estamos juntos e felizes. A confiança nunca mais foi a mesma, mas também não vivo cheia de paranóias e desconfianças, como já vivi um dia. Naquela época achava que jamais perdoaria uma traição”. Segundo a Larissa Andrade, quando um dos ‘nós’ é rompido, teme-se que todos os

66

revistamulhermais.com.br

A traição nos descobre vulneráveis, desnuda a nossa fragilidade. Confusão, desorientação, solidão, acompanham a imediata

consciência de abandono.

Ser traído quer dizer, antes de tudo, ser abandonado” Larissa Andrade, Terapeuta de Família.

outros, possam ruir. “A incerteza toma lugar de cada precedente certeza e tudo parece frágil, precário, ilusório, e por isso é tão difícil perdoar. Nesse sentido a traição é uma experiência traumática, que desestabiliza a identidade, porque, simultaneamente, foram colocadas em crise a confiança interpessoal e a confiança em si mesmo”, afirma.

RESOLVI TERMINAR

“Namorei por quatro anos e meio um cara que considerava perfeito. Nós nos dávamos super bem e nossas famílias também eram muito amigas. Nós estávamos começando a planejar o casamento, quando percebi que alguma coisa não estava bem. Ele estava diferente comigo, já não me dava tanta atenção e não parecia muito interessado com os preparativos do casório”, relatou Bruna, 31 anos. Apesar de toda desconfiança, foi o noivo que abriu o jogo e contou que estava saindo com uma colega de trabalho.


HOMEM X MULHER: QUEM TRAI MAIS? De acordo com a terapeuta de casais, Larissa Andrade, dados apontam que mais de 50%

dos indivíduos casados (60% dos homens e quase 50% das mulheres) se envolvem em

algum momento da vida, com alguma outra

pessoa fora do casamento. Segundo ela, essas relações, no entanto podem ser de natureza

muito diferente e cumprir objetivos diversos,

desde encontros transitórios, voltados apenas para o prazer sexual ocasional, até os casos amorosos longos e envolventes.

O relacionamento acabou e depois de alguns meses o rapaz a procurou pedindo perdão. Ela, por sua vez, não quis reatar o namoro, apesar de gostar dele, e seguiu a vida adiante. “Depois de um ano sozinha, conheci outra pessoa e com cinco meses decidimos morar juntos, já que ele teve que se mudar para outra cidade. O casamento já dura sete anos, temos um filho e uma vida feliz. Hoje sou uma mulher mais madura e consigo me sentir segura ao lado da minha família”, afirma.

PERDOEI, MAS NÃO DEU CERTO

Fabyana tinha quase dois anos que estava casada e quatro de convivência, contando com o período do namoro. Ela conta que o relacionamento era tranquilo e feliz, e que não esperava ser traída. “Um dia depois de

uma data tão linda, o dia dos namorados, eu cheguei em nossa casa e o encontrei beijando a secretária dele. A traição foi a pior possível. Sem caráter algum, ele foi capaz de fazer isso em nossa própria casa. Levei um susto tão grande que eu simplesmente entrei em choque, não tive reação alguma. Passou um filme em minha cabeça e eu me questionei: ‘será que alguma coisa que vivemos foi real?’ Naquele momento vi que meu mundo havia caído”, lembra. De acordo com a Psicoterapeuta Larissa, esses questionamentos são naturais, pois após a traição, a pessoa é obrigada a abandonar a imagem que tem de si mesmo, construída juntamente com o outro. “Neste sentido, a traição é uma experiência devastadora porque obriga a redefinir-se, a interrogar-se sobre o outro e sobre si mesmo junto a ele”, explica. A decisão foi de perdoar e continuar o relacionamento, mas a convivência não foi fácil. Fabyana lembra que vivia uma tentativa de esquecimento e a busca pela felicidade e confiança, mas ela não conseguia esquecer o que havia acontecido. A dor causada pela traição era maior do que a felicidade que ela sentia ao lado do marido. O casamento resistiu mais quatro anos, até que acabou. “Eu reclamava de tudo. Cada coisa que ele fazia e que eu não aprovava, o culpava por não estar feliz. Sei que muitas pessoas acham que é capaz de perdoar, cheguei um dia a achar que eu também seria. Mas depois da experiência que eu tive, digo que jamais serei capaz de perdoar uma traição. Portanto se hoje eu for traída outra vez, jamais, por hipótese alguma, eu tentaria perdoar novamente. A dor da traição é a maior que uma pessoa é capaz de sentir. Parece que tudo morre dentro de você”, define.

67


STOCKPHOTOS

teste

68

revistamulhermais.com.br


70

revistamulhermais.com.br


71


SAĂšDE

72

revistamulhermais.com.br


O Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES) é uma doença rara, autoimune (quando o sistema imunológico agride o organismo), e manifesta-se mais frequentemente nas mulheres do que nos homens.

A

agressão ao corpo é provocada por um desequilíbrio do sistema imunológico, cuja função é fazer o inverso, ou seja, defender o corpo das agressões externas causadas por vírus, bactérias ou outros agentes patológicos que o ataca. Na mulher o índice de manifestação é maior - uma proporção de 10 mulheres para um homem - pois o Lúpus é mais comum quando há o aumento dos níveis de estrógeno, hormônio feminino que acontece no período menstrual. Embora a ciência não tenha descoberto a causa para o LES, estudos apontam fatores que fazem o lúpus surgir ou se agravar, como o já referido estrógeno, que é um imunoestimulante, por isso manifesta-se mais em mulheres em idade fértil e em pessoas com prédisposição genética. A excessiva exposição ao sol também é fator importante para desencadear o quadro. O sol pode precipitar lesões cutâneas, conhecidas como asas de borboleta, que caracterizam o início da doença.

Não há cura para o Lúpus, mas existe o tratamento que, quando realizado corretamente, permite que os portadores da doença tenham qualidade de vida. “É uma doença crônica, portanto necessita de acompanhamento médico e tratamento constante. A qualidade de vida depende da intensidade da doença e do diagnóstico precoce”, esclarece a médica reumatologista, Ana Tereza Amoedo Medrado.

O Lúpus é responsável por um processo inflamatório em vários tecidos, que leva a sintomas como: - Artrite (inflamação das juntas periféricas, com dor, inchaço ou fluído); - Serosite (inflamação dos revestimentos do pulmão e do coração); - Alterações renais (presença de proteínas e sedimentos na urina); - Alterações neurológicas (anormalidades sem explicações psicose ou depressão).

Segundo Ana Tereza, a doença acomete de um a dois indivíduos para cada 100 mil pessoas, e é quase desconhecida por grande parte da população. “Em Feira, temos uma frequência de diagnóstico maior, pois recebemos pacientes de outras regiões”, conta a médica. Ela afirma ainda que a intensidade do Lúpus varia, podendo manifestar-se através de lesões de pele e inflamação nas articulações, ou nas formas mais graves, atingindo o cérebro e outros órgãos vitais.


Apesar da baixa incidência no sexo masculino, o quadro chega a ser mais grave em pacientes desse grupo e a faixa etária mais atingida são os jovens, conforme explica a especialista. “A doença pode aparecer antes dos 15 anos até os 50; depois disso dizemos que se trata de lúpus do idoso”. Para conviver com a enfermidade, Suzane Oliveira, 28 anos, que cursa faculdade de Assistência Social, tenta estabelecer uma rotina normal, apesar das limitações causadas pelo Lúpus. “Os cuidados com a exposição ao sol e as várias medicações (principalmente), são coisas que acho bastante estressante”, desabafou. “Comecei a sentir os sintomas quando tinha 15 anos. Começaram com ferimentos no rosto (conhecidos como asa de

borboleta, que atingem a região da bochecha e do nariz) e depois surgiram as inflamações nas articulações”, lembrou. Suzane, tem complicações renais por causa do Lúpus e faz acompanhamento médico a cada seis meses. Esse acompanhamento inclui consultas com reumatologista, nefrologista, nutricionista e endocrinologista. Visitas ao oftalmologista e ao psicólogo também são frequentes. Segundo a jovem, o apoio familiar é indispensável. “Minha família me trata da melhor forma possível, pois o emocional influencia bastante. Para se ter uma ideia, toda vez em que tive uma crise foi devido a problemas emocionais”, contou.

LÚPUS NA MÍDIA

Astrid Fontenelle, apresentadora do Canal GNT, também luta contra o Lúpus. Recentemente, postou foto com cabelo curto devido à doença. “Lúpus não tem cura, mas vou estabilizar a doença”, afirmou a apresentadora em entrevista ao Portal R7. A cantora pop de carreira internacional, Lady Gaga, afirma ser portadora de Lúpus. Segundo a artista, apesar de não ter sintomas, se submete ao tratamento por ter feito exames e ter detectado a propensão genética de manifestar o LES. A novela da Rede Globo, “Amor à Vida”, também debate o tema. A personagem Paulinha, interpretada pela atriz Klara Castanho, foi diagnosticada com a enfermidade e teve que passar por um transplante de fígado. A rede social, Facebook reuni mais de 1.400 pessoas na comunidade “Vivendo Bem com o Lúpus”. O espaço compartilha experiências, depoimentos e informações sobre a doença.

LÚPUS X SUS

Por falta de leis específicas para o tratamento da doença, o portador tem poucos direitos garantidos. Na verdade os pacientes geralmente conseguem alguns benefícios por possuírem outras patologias associadas à enfermidade que possuem direitos garantidos em legislação específica; ou pelas sequelas da doença que os enquadram como pessoas com deficiência física ou mobilidade reduzida.

74

revistamulhermais.com.br


75


culinรกria

76

revistamulhermais.com.br


77


VIAGEM

Foi bão dimai da conta sô! por Madalena Braga

Ôba!!!! Depois de meses e meses de trabalho, férias, enfim! E aqui pra nós, férias combinam com viagem, é ou não é? Depois de mil e uma opções e outros tantos de sugestões de roteiros me decido finalmente: Minas Gerais por que não? Afinal tenho bons amigos mineiros que não se cansam de me falar das maravilhas da terra de gente ilustre como Carlos Drummond de Andrade, Otto Lara Rezende e Guimarães Rosa, escritores que sempre habitaram na minha cabeceira. Muito bem. Passagens nas mãos, resolvo levar a tiracolo Marinalva Rios, amiga de longa data e de todas as horas, principalmente as

78

revistamulhermais.com.br

difíceis. Nalvinha como todos a chamam carinhosamente, já tinha planos de visitar Belo Horizonte e por um motivo mais que justificável: o filho Thiago Rios, que há poucos meses se mudou para Belo Horizonte depois de passar num concurso público no estado mineiro. Desembarcamos no aeroporto Internacional Tancredo Neves, mais conhecido como Confins e logo na chegada descobri porque Belo Horizonte é a cidade que conquista. A explicação está na simpatia típica do seu povo. Os mineiros costumam receber os visitantes com muita alegria. E se satisfazem em ajudar uns aos outros, conterrâneos ou não.


Além da cortesia, me encantei também com aquele “jeitin” manso de falar bem peculiar do povo da terra das alterosas. E de tanto ouvir expressões como “cê” no lugar de “você”, “on cô tô” ao invés de “onde estou” e “pó pará” quando deveriam dizer “pode parar”, dei razão a Drummond quando disse em seu poema O Sotaque das Mineiras, de que os mineiros tem um ódio mortal das palavras completas. Mas que é gostoso de ouvir lá isso é. Em território mineiro ganhamos as ruas para conhecer seus pontos turísticos. Primeira parada Praça da Liberdade, point preferido de quem visita a cidade e por razões bem óbvias: situada no ponto mais alto da capital, a Praça foi feita para abrigar a sede do poder mineiro. Os prédios do Palácio do Governo e das primeiras secretarias de estado obedecem à tendência da época, estilo eclético com elementos neoclássicos. Foi ali numa das manhãs dos meus dias de férias que tivemos a grata satisfação de conhecer José Alberto Soares. Interrompemos a sua caminhada matinal para justamente obter informações do local e ganhamos um guia turístico. Com José Alberto visitamos os deliciosos e aconchegantes pontos de café (os mineiros adoram café), fomos no Mercado Municipal lugar onde tem de tudo e mais um “pouquin”, aprendemos muito no Museu da Vale. Situado no antigo Prédio da Secretária de Estado da Fazenda o memorial se propõe a fazer um contraste entre as Minas clássica e a Minas multicultural moderna. Por sugestão de José também visitamos algumas igrejas históricas de Belo Horizonte, entre elas a de São Francisco, situada na Lagoa da Pampulha. Com linhas arrojadas e inaugurado em 1943, o templo foi projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer. Foi por influência de José que também esticamos nossa viagem até Ouro Preto, antiga capital de Minas Gerais, apontada pelo Unesco como Patrimônio Cultural da Humanidade

Sou das Minas de ouro ,das montanhas Gerais. Eu sou filha dos montes, das estradas reais” Paula Fernandes

desde 1980. Sem dúvida foi mesmo gratificante passear naquelas ruas de pedras e construções típicas do Brasil colonia. Igual emoção sentimos ao visitar a mina da passagem, em Mariana, a primeira vila, cidade e capital do estado de Minas Gerais. No século XVII, Mariana foi uma das maiores produtoras de ouro para a coroa portuguesa. A viagem no interior da mina durou cerca de quarenta minutos e fomos a 120 metros de profundidade. Foi o nosso amigo José Alberto que também se incumbiu de nos apresentar a deliciosa comida mineira. Sem nenhuma preocupação com a balança experimentamos de tudo: o pão de queijo, o angu, os torresmos, a pururuca, o feijão tropeiro, o lombinho. Pratos elaborados com simplicidade em panelas de ferro que ajudam a evidenciar o aroma e o sabor dos seus ingredientes. Impossível deixar de fora os queijos, a cachaça artesanal e os doces que também fazem parte da rica gastronomia local.

79


Se há boa diversão em Belo Horizonte? Não duvide disso. Como sugestão indicamos o Soleá Tablao Flamenco, um restaurante dedicado à cultura espanhola que oferece aulas de dança, cozinha tradicional e apresentação de dança flamenca. À frente do espaço o Professor e Coreógrafo Reginaldo Jimenez que por certa época andou morando em Andaluzia. O ambiente nos encanta e nos atrai com sua magia. Logo na entrada nos deparamos com diversos elementos da cultura cigana e no seu interior a iluminação avermelhada e indireta nos transporta a um cabaré catalão. No cardápio do Soleá, tudo parece agradar aos mais requintados paladares. O principal prato é a tradicional paella valenciana, mas não deixe de experimentar as tortilhas espanholas da casa. Para beber se delicie, principalmente com a sangria servida em jarras. Nos finais de semana, nada mais especial do que apreciar a sensualidade da dança flamenca e do ventre. E se bater o cansaço, um espaço aconchegante foi recentemente montado numa área extra do Soleá para que você, depois de saciar a sua fome, possa alimentar sua alma e descansar o seu corpo. Final de férias. E o dever me chamou à realidade. No retorno trouxe na bagagem as muitas saudades de Belô e aquela

certeza de que um dia retornarei “cadiquê” adorei passear por suas ruas históricas com nomes de estado e de tribos indígenas. No retorno prometo comer um “pedacin” do seu pão de “qeijj””, levar um “dedin” de prozz” e tomar um “cafezin” com meu amigo José Alberto e curtir este “jeitin” manso de falar que só os “minerim” sabem ter, não é “messsssm”?


V i a d u to A v. J o ã o D u r v a l

Av. Getúlio Vargas Sentido Centro

Av. Getúlio Vargas Sentido Bairro SIM


Revista Mulher Mais - 4ª Edição  

Capa: Aline Rosa

Revista Mulher Mais - 4ª Edição  

Capa: Aline Rosa