Page 74

GIRO RURAL Percevejos podem inviabilizar até 20% da produção de soja

Vacina contra a Aftosa tem final declarado A proposta de parar de vacinar os rebanhos contra a aftosa, anunciada em fevereiro deste ano pelo ministro da Agricultura, Blairo Maggi, agitou o setor produtivo, que reivindica há tempos essas mudanças. O cronograma de suspensão deverá ter início em novembro de 2018 e até 2020 o governo quer estar com todo o território livre da doença, sem vacinação. Segundo o vice-presidente de Relações Internacionais do Conselho Nacional de Pecuária de Corte (CNPC) e presidente do Grupo Interamericano para Erradicação da Febre Aftosa (Giefa), Sebastião Guedes, a mudança já deveria ter ocorrido antes.

“Muitos países vizinhos ostentam este título. O Chile, Guiana e Peru estão com praticamente 100% do território livre, além do Sul da Argentina, mesmo tendo começado a erradicar a doença 20 anos depois do Brasil”. A continuidade da vacinação, segundo Guedes, prejudica o País porque onera o produtor, que fica com os custos do processo, e impede o Brasil de acessar mercados livres de aftosa, como o Japão, que chegam a pagar até 25% mais pelos cortes bovinos. “Cerca de 92 milhões de bovinos no Brasil estão em regiões nas quais não se registra a doença há mais de 20 anos”.

A soja compõe um dos setores agrícolas brasileiros com maior destaque no mundo e o Brasil é o segundo maior produtor mundial, perdendo apenas para os Estados Unidos. Somente entre 2015 e 2016, foram produzidos mais de 98 milhões de toneladas do grão, ocupando uma área de aproximadamente 33 milhões de hectares. Toda essa expressividade poderia ser ainda maior se não fossem alguns problemas, como o percevejo da soja, uma das principais pragas encontradas nesta cultura. O prejuízo causado por este inseto pode chegar a 20% da produção, sendo que a praga pode afetar o grão na lavoura e também nos depósitos. Por este motivo o setor tem investido em esforços para combater esta praga, investindo cada vez mais em programas que visem à proteção contra este inseto, além da contratação de mão de obra especializada.

JUNHO

MAIO

ABRIL

agenda RURAL

72

10 a 24/04 17 a 22/04 19 a 23/04 19 a 23/04 20 a 23/04 20 a 30/04 28/04 a 01/05 29/04 a 07/05 01 a 05/05 03/05 04 a 14/05 09 a 14/05 10 e 11/05 12 a 28/05 13 a 28/05 19 a 28/05 30/05 a 04/06 01 a 04/06 03 a 12/06 06 a 08/06 08 a 11/06 08 a 18/06 08 a 11/06 14 a 17/06 24/06 a 09/07 27 a 30/06 28/06 a 01/07 MARÇO 2017

Expofeira de Outono de Equinos, Gado Leiteiro e Terneiros (as) 14ª ExpoPérola e 25ª Festa do Peão 23ª Feira Agropecuária e Industrial de Palmital - FAPIP 44ª ExpoAraxá 16ª Exposição Agropecuária 52ª Expoagro de Bragança Paulista 17ª Exposol 83ª Expozebu 24ª AgriShow Encontro dos Apicultores e Meliponicultores 45ª Expoingá 11ª ExpoVale 7ª Expo Pet Food Nutrição Animal 48ª Expoagro Franca 50ª Festa da Uva de Louveira & 7° Expo Caqui de Louveira 72ª Exposição Agropecuária do Estado de Goiás - Goiania 57ª Exposição Agropecuária Estadual 15ª FEICAMPO - Feira de Animais e Equipamentos agrícolas 50ª Feira Agropecuária e Industrial de Ourinhos e Região 3° Beef Expo Expo Cachaça 27ª Expo Bento Gonçalves 27ª ExpoCachaça e 11° BrasilBier 9° Piauí Expo Show 34ª Festa do Morango 33ª Fispal Tecnologia-SupplySide Megaleite - 14ª Exposição Brasileira do Agronegócio do Leite

Santa Vitória do Palmar Pérola Palmital Araxá Maracás Bragança Paulista Soledade Uberaba Ribeirão Preto São Paulo Maringá Juazeiro Campinas Franca Louveira Goiânia Belo Horizonte Taubaté Ourinhos São Paulo Belo Horizonte Bento Gonçalves Belo Horizonte Bom Jesus Janiru São Paulo Belo Horizonte

RS PR SP MG BA SP RS MG SP SP PR BA SP SP SP GO MG SP SP SP MG RS MG PI SP SP MG

Revista Mercado Rural  
Revista Mercado Rural  

Edição de Março de 2017

Advertisement