Page 1


Editorial Caro Leitor! Então chegamos a 2015, depois de uma longa e feliz caminhada! Essa edição é muito especial para toda a equipe da Revista Mercado de Águas, pois completamos 15 anos de circulação ininterrupta, um grande feito para uma revista segmentada. Confesso que não foi fácil, mas o que é importante e fácil de conquistar? Agora é momento de relembrar uma trajetória que teve início em 2000, com uma revista de 16 páginas, lançada durante uma feira, a extinta Tecnobebida, e cuja matéria de capa foi com a então senadora Luiza Erundina, falando sobre um projeto de lei para mudança no código de águas minerais. Iniciamos no momento em que a internet era novidade para muitos, e criar um site era o desejo de empresas e profissionais de todos os setores, e foi o que fizemos, lançamos o guiamercadodeaguas.com.br com a publicação de notícias e publicidade de fornecedores, por meio de banners, e com o sucesso alcançado, em poucos meses agregamos a Revista Mercado de Águas. Por uma feliz coincidência, foi na mesma época em que o consumo de água mineral se popularizou, impulsionado pela entrada dos garrafões retornáveis de 10 e 20 litros, e o setor iniciou um processo de crescimento, que se mantém até hoje. Ao longo desses anos trabalhamos muito e nos mantivemos atentos às inovações. Fomos a primeira revista para o setor de água mineral a utilizar um visual colorido e moderno, com a utilização de ilustrações, inclusive na capa; criamos os Especiais: Aço Inox, Embalagens, Fontes, Máquinas etc.; o Calendário Anual, o Anuário, que é parte integrante da edição de fevereiro, e fomos os primeiros a disponibilizar todo o conteúdo da edição na internet, tornando nossa publicação acessível a dois públicos distintos, os leitores da revista impressa e os internautas; criamos um canal para divulgação de notícias e vídeos, o tvaguamineral.com.br, e pensamos todos os dias em algo de novo que ainda possa ser feito. Hoje, tudo pode parecer simples, mas há 15 anos, era impensável chegar até aqui, o que só foi possível porque mantivemos a mesma determinação do início e contamos com empresas parceiras desde a primeira edição, como é o caso da I.G Máquinas, que sempre acreditou e nos apoiou nesta caminhada. Não podemos citar o nome de todas as empresas e pessoas que contribuíram, mas uma palavra resume bem o que sentimos: gratidão! “Um sonho sonhado sozinho é um sonho. Um sonho sonhado junto é realidade e a possibilidade de realizarmos um sonho é o que torna a vida interessante”. Raul Seixas e Paulo Coelho. Boa Leitura!

Sérgio Henrique Diretor

Sumário

ICMS Sefaz do Estado da Bahia reduz alíquota da água mineral de 17% para 7%

4

Embalagem

6

Inclusão

8

Lançamento

10

DNPM

14

Evento

16

Máquinas

20

Mineração

22


ICMS

Sefaz do Estado da Bahia reduz alíquota da água mineral de 17% para 7% Por Cláudia Queiroz

A Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-BA) reduziu temporariamente a alíquota do ICMS relativa ao segmento de água mineral de 17% para 7%, com o objetivo de garantir a justiça fiscal. De acordo com a Sefaz, a livre concorrência no segmento vem sendo afetada devido às concessões de liminares pela justiça, o que tem permitido que um grupo de empresas obtenha o Selo Fiscal, mesmo apresentando débitos inscritos em dívida ativa. É interessante lembrar que o Selo foi criado para atestar a regularidade das empresas com relação ao pagamento dos tributos. Segundo o

4

www.revistamercadodeaguas.com.br

secretário da Fazenda, Manoel Vitório, a existência de débitos em dívida ativa constitui uma condição incompatível com as regras do decreto nº 15.352/14, que criou o selo Fiscal na Bahia para combater a atuação de marcas clandestinas e assim garantir que as empresas do setor, que atuam legalmente, tenham condições de igualdade. A Procuradoria Geral do Estado (PGE) está intensificando seus esforços no sentido de cassar as liminares, retirando o Selo Fiscal das empresas que não estejam adequadas. A medida, de acordo com a Sefaz-BA, será absorvida pelo crescimento da arrecadação no setor, da ordem de 70%, registrada desde que o Selo Fiscal passou a vigorar, em novembro de 2014. Além do selo Fiscal, o governo baiano vem atuando também na fiscalização da água mineral comercializada no estado, por intermédio da Vigilância Sanitária, a fim de verificar a qualidade do produto. Fonte consultada: site Sefaz-BA


Embalagem

Estudo mostra o desempenho da indústria de embalagem no Brasil Por Camila Silva A Associação Brasileira de Embalagem (Abre) apresentou, durante um evento em São Paulo, em 26 de agosto, os resultados do “Estudo Macroeconômico da Embalagem Abre/FGV: Retrospectiva do Primeiro Semestre e Perspectivas para o fechamento de 2015”. Os dados mostram um recuo de 2,59% na produção física de embalagem no primeiro semestre de 2015, com valor bruto de produção previsto para o ano, de R$ 57,5 bilhões, na comparação com o mesmo período do ano passado, devendo chegar a 3% até o final desse ano, segundo os números apurados pela Abre, sob a chancela do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV), que faz essa apuração há 18 anos. Na opinião do economista responsável pelo estudo, Salomão Quadros, os números simplesmente refletem o que estamos sentindo no cotidiano, uma diminuição do consumo rotineiro, que acaba impactando diretamente 6

www.revistamercadodeaguas.com.br

em diversos setores da indústria, e com a embalagem não é diferente. De acordo com a diretora executiva da Abre, Luciana Pellegrino, o estudo é um balizador para o mercado de embalagem. “O valor bruto da produção tem crescido, mas aqui entra a inflação industrial, entre outros custos, e em alguns casos, o maior valor e tecnologia da embalagem produzida. Por isso, medimos ao mesmo tempo a variação física da produção, ou seja, o que foi realmente produzido. Nosso objetivo é oferecer ao setor um termômetro do segmento e buscar um norte para ações na Indústria”, comenta. O estudo mostra ainda que o setor operou


com grau médio de utilização da capacidade de 80,7%, gerando 226.866 postos de trabalho no primeiro semestre de 2015. O segmento de plástico é o que mais postos de trabalho gerou no período, com 52,97% do total de empregos criados, mas se compararmos com o mesmo período de 2014, a segmento de vidros foi o que apresentou o maior crescimento, com um aumento de 4,04% no número de empregos ofertados. O estudo também aborda os números de importações e exportações, índices de confiança da indústria e do consumidor, além do consumo das famílias. “Estamos em um momento onde a inovação é mais que necessária, é uma questão de sobrevivência. Precisamos buscar alternativas fora da caixa para superar um momento atípico, mas com situações já esperadas por todo o mercado. Inteligência e

estratégia são duas palavras que devem ser incorporadas pelas empresas de todos os segmentos”, destaca Gisela Schulzinger, presidente da Abre. Fonte: DFreire Comunicação e Negócios / Centro de Informações Abre

www.revistamercadodeaguas.com.br

7


Inclusão

Água mineral na cesta básica do Rio Grande do Norte Por Camila Silva Com o objetivo de facilitar o controle do comércio de água mineral no Estado do Rio Grande do Norte, o deputado estadual Nelter Queiroz (PMDB), propôs durante um pronunciamento na Assembleia Legislativa, em 15/09, a criação de um selo fiscal para o setor. A medida proposta pelo deputado é uma reivindicação do Sindicato da Indústria de Cervejas, Refrigerantes, Águas Minerais e Bebidas em Geral do Estado do Rio Grande do Norte (SINCRAMIRN), e já é realidade em alguns estados do País, como a Bahia, que adotou o selo para dar 8

www.revistamercadodeaguas.com.br

mais credibilidade ao setor. Nelter considera a criação do selo importante para o setor de água mineral, e lembra


Foto: Divulgação

que o Estado é um dos poucos que ainda não o possui. O parlamentar também defende a proposta de inclusão do garrafão de 20 litros na cesta básica, pois considera que o sindicato, por meio dos associados e prestadores de serviço, desenvolve uma atividade fundamental para a saúde da população. Em São Paulo, a água mineral foi incluída na cesta básica, no início do ano, o que reduziu o imposto de 18% para 7%, sobre as embalagens retornáveis de 10 e 20 litros. Sobre o deputado O deputado Nelter Queiroz nasceu em 29 de agosto de 1956, na cidade de Jucurutu (RN). É casado, tem três filhos e está cumprindo seu sétimo mandato consecutivo. Integra atualmente os quadros do PMDB, mas já foi filiado ao PFL e o PL. No período de 1983 a 1988, foi prefeito de Jucurutu, e seu primeiro mandato foi em 1990. Nas eleições de 2002 obteve 37.354 votos. Foi também funcionário do

Deputado Nelter Queiroz

Senado Federal e Secretário para Assuntos Parlamentares da Prefeitura Municipal de Natal. Na Assembleia Legislativa, foi líder da bancada do PL, suplente na Comissão de Constituição, Justiça e Redação, Comissão de Finanças e Fiscalização, da qual foi presidente, Comissão de Ciência e Tecnologia, Desenvolvimento Econômico e Social. Ocupou os cargos de 2º vice-presidente e 3º Secretário da Mesa Diretora, e presidiu a Comissão Especial para a Legalização dos Transportes Alternativos. www.revistamercadodeaguas.com.br 9


Lançamento

Garrafa de água mineral na cor rosa para o público feminino Por Camila Silva A Bioleve, empresa do Grupo Flamin, está lançando uma embalagem para o público feminino, a garrafa PET de 510 ml, na cor rosa, que será utilizada para o envase de água mineral sem gás. A produção, o design e a concepção da embalagem foram desenvolvidos internamente, em seu parque industrial e o layout do rótulo é da Geodesign. O objetivo da empresa com o lançamento é homenagear as mulheres e causar impacto nos pontos de venda. A Bioleve produz também água com gás, refrigerantes, sucos, chás, isotônicos energéticos, entre outros produtos, todos elaborados com água mineral.

10 www.revistamercadodeaguas.com.br


DNPM

Diretor-Geral participa de Audiência Pública no Senado

Celso Garcia 2º D_E fazendo seu pronunciamento na Comissão de Serviços de Infraestrutura do Senado Federal.

Ministério de Minas e Energia; Reinaldo Dantas Sampaio, Presidente da Associação Brasileira da Indústria de Rochas Ornamentais (Abirochas); José Antônio Guidoni, Presidente do Centro Brasileiro dos Exportadores de Rochas Ornamentais (Centrorochas); Tales Pena Machado, Presidente do Sindicato da Indústria de Rochas Ornamentais, Cal e Calcários do Estado do Espírito Santo (Sindirochas). Celso Garcia, em sua apresentação, destacou a situação atual do DNPM, informou que tem uma agenda positiva para o órgão e que está com um plano em andamento para o Espírito Santo e que este Plano servirá para todo o Brasil. Este Plano vem dinamizar as ações da Superintendência do DNPM no ES e consequentemente as outras Superin-

14 www.revistamercadodeaguas.com.br

tendências espalhadas por todo o território nacional e que também está destacando nesse momento uma força tarefa para o Espírito Santo com o objetivo de diminuir o passivo processual naquele Estado. Ao final, Celso Garcia pediu aos parlamentares empenho para a aprovação do marco regulatório da mineração, que prevê a criação de uma agência reguladora. A proposta (PL 5807/2013), apresentada pelo Executivo, tramita na Câmara dos Deputados há dois anos. Por sugestão dos Senadores Ricardo Ferraço e Wilder Morais, deverá ser criado um grupo de trabalho formado por parlamentares, empresas e Executivo, para buscar soluções de curto prazo que desafoguem as demandas do setor. A iniciativa foi apoiada pelos senadores Lasier Martins (PDT-RS), Flexa Ribeiro (PSDB-PA) e Wellington Fagundes (PR-MT). Fonte: DNPM

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O Diretor-Geral do DNPM, Celso Luiz Garcia, participou de Audiência Pública no Senado Federal, na data de 02/09/2015, no âmbito da Comissão de Serviços de Infraestrutura, com o objetivo de debater a atual situação do DNPM: seu funcionamento, sua estrutura e capacidade de resposta às numerosas demandas do setor. Participaram também como convidados: Carlos Nogueira da Costa Júnior, Secretário de Geologia, Mineração e Transformação Mineral do

Foto: Divulgação

Por Sérgio Henrique

Paulo Ribeiro de Santana (Ouvidor do DNPM) e José Carlos Sales Campos (Diretor-Geral Substituto) durante a Audiência.


Evento

Acquíssima será a água mineral oficial do Viva Design Por Camila silva A água mineral Acquíssima foi escolhida para ser a água oficial do 3º Viva Design, evento que acontece entre os dias 10 e 16 de agosto no Conjunto Nacional, em São Paulo (SP). A manifestação cultural integra a programação do Paulista Distrito de Design (PDD), responsável por reunir diversas iniciativas ligadas à área. O evento contará com a exposição “O design como inspiração e possibilidade para a economia solidária” composta por quatro eixos: Designers Artesãos, Economia Solidária, Artesanato Tradicional

16 www.revistamercadodeaguas.com.br


e Intervenções Urbanas. Entre os profissionais que participarão destacam-se Maurício Azeredo, Marcelo Suzuki, Pedro Petry, Ricardo Afiune, Mercedes Montero, Selma Calheira e Claudia Azeredo. A diretora de Marketing do Grupo Comexim, Rosana Hazan, explica que “Por conta do desenho moderno e inovador, a embalagem de Acquíssima está intrinsecamente ligada ao mundo do design. Por isso, participar dessa mostra é muito importante para consolidar a imagem do produto no mercado”. “Nossa embalagem, com uma proposta diferenciada para o segmento no País, foi inspirada nas garrafas das renomadas águas de mesa do mercado europeu”, completa a executiva. Para a curadora geral do Viva Design, Joice Joppert Leal, “a participação de Acquíssima é muito bem vinda não só pela qualidade, mas também pela excelência do design do produto”. A exposição será realizada pela Associação Objeto Brasil, entidade sem fins lucrativos que atua há 20 anos na promoção do Design no País. Sobre a Associação A entidade, que tem como presidente de honra o empresário José Mindlin – In Memoriam – e como diretora executiva Joice Joppert Leal, possui extensa rede de parceiros internacionais entre os quais a Prefeitura de

Seul e a IDSA – Industrial Designers Society of America, com quem realiza o IDEA/Brasil, há seis anos, edição nacional do IDEA Awards. Além de curadorias de exposições, a Associação Objeto Brasil tem contribuído de forma efetiva para a produção de conhecimento, por meio da organização de vários seminários e conferências, com a presença de profissionais de renome do design e áreas correlatas. Tem ainda em seu currículo, a edição e publicação de conteúdos editoriais, que traçam o estado da arte do design brasileiro, constituindo repositório de referência.

18 www.revistamercadodeaguas.com.br


Máquinas

1º Congresso Brasileiro da Indústria de Máquinas e Equipamentos Ministro Aldo Rebelo apresentará a palestra “A Reindustrialização do Brasil” Por Camila silva Acontecerá no dia 16 de setembro na Sede da ABIMAQ na cidade de São Paulo o 1º Congresso Brasileiro da Indústria de Máquinas e Equipamentos e terá na cerimônia de abertura a presença do ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Aldo Rebelo.

20 www.revistamercadodeaguas.com.br

O ministro, na ocasião, apresentará a palestra “A Reindustrialização do Brasil”. O congresso é realizado pela Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos


Foto: Divulgação

(Abimaq) e terá como tema “O Mercado em Debate”. O evento terá a participação de representantes do governo, economistas, bancos e empresários e também as principais personalidades do setor que irão abordar assuntos como: o cenário atual do mercado, algumas perspectivas de futuro e as ferramentas que promovem o desenvolvimento tecnológico e a inovação nas empresas. “A ideia de realizar o 1° Congresso Brasileiro da Indústria de Máquinas e Equipamentos surgiu depois de constatarmos que, apesar de organizarmos quatro feiras oficiais do setor (FEIMEC, Plástico Brasil, Expomafe e Agrishow) e apoiar, aproximadamente, 50 feiras no Brasil, não tínhamos um espaço para discutir os temas relevantes do setor”, explica José Velloso, presidente executivo da Abimaq. O objetivo do evento é de trazer os diversos profissionais e empresas envolvidas no segmento a fim de discutir o futuro da indústria brasileira, e tornar o congresso uma referência, ocorrendo anualmente. Além do ministro, o evento contará com a presença de renomados representantes do setor, como o ex-ministro da Fazenda, Delfim Netto, Luciano Coutinho, presidente do BNDES; Amir Khair, engenheiro e

Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação Aldo Rebelo

mestre em Finanças Públicas; Abrão Miguel Árabe Neto, secretário substituto de Comércio Exterior; Luis Fernandes, presidente da FINEP; Milton Luiz de Melo Santos, diretor presidente da Desenvolve SP; e Jorge Gerdau Johannpeter, presidente do Conselho de Administração da Gerdau, dentre outros participantes. Fonte: Abimaq www.revistamercadodeaguas.com.br 21


Mineração

Expediente

Belo Horizonte sedia eventos de Mineração O Congresso contou com cerca de 1.200 participantes e a Exposibram com 520 estandes, montados em uma área de 15 mil m², e recebeu 50 mil visitantes nos quatro dias de evento

Sérgio Henrique sergio@revistamercadodeaguas.com.br Jornalista Responsável Edna Simão - MTB 27073 redacao@revistamercadodeaguas.com.br Revisão Tania Moreira Publicidade publicidade@revistamercadodeaguas.com.br (11) 2918-2280

Por Camila Silva

Foto: Evandro Fiuza

Aconteceu na cidade de Belo Horizonte (MG), de 14 a 17 de setembro, a 16º Edição da Exposibram 2015 – Exposição Internacional de Mineração e Congresso Brasileiro de Mineração, realizada pelo Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM). O tema desta edição do Congresso foi “Mineração no mundo da inovação”. A abertura do evento teve a participação de algumas autoridades dos governos federais, estaduais e municipais, além de representantes do DNPM, como o diretor-geral Celso Garcia, Carlos Nogueira Júnior, secretário de Geologia, Mineração e Transformação Mineral, do Ministério de Minas e Energia. Representando o Governo de Minas Gerais, o vice-governador Antonio Andrade, e líderes do setor, como Olavo Machado Junior, presidente da Federação das Indústrias Diretor-Presidente do IBRAM, José Fernando Coura, discursa na de Minas Gerais (FIEMG). abertura da EXPOSIBRAM 2015. O Congresso contou com cerca de 1.200 participantes e foram realizadas dezenas de palestras, mesas redondas e painéis temáticos. Na ocasião, o diretor-geral do DNPM Celso Garcia falou da importância da pequena e média mineração e também respondeu a várias perguntas do público participante do painel. Já a Exposibram 2015 contou com 520 estandes montados em uma área de 15 mil m² e recebeu 50 mil visitantes nos quatro dias de evento. A próxima edição do evento está prevista para 2017. 26 www.revistamercadodeaguas.com.br

Diretoria Cláudia Queiroz claudia@revistamercadodeaguas.com.br

Projeto Gráfico e Diagramação Ativa Comunicação & Design www.ativacriacao.com.br Assinatura assinatura@revistamercadodeaguas.com.br

A revista é uma publicação da Ativa Comunicação & Design, com periodicidade trimestral e circulação nacional. Disponível nas versões, impressa e virtual, é dirigida à engarrafadoras de água e bebidas, distribuidoras, fornecedores de embalagens, máquinas, equipamentos, aço inox, aromas e essências, acessórios para distribuidoras, veículos utilitários, laboratórios de análises, prestadores de serviço em informática, geologia e consultoria, estâncias hidrominerais, e demais profissionais e empresas ligados ao setor de água mineral. O conteúdo dos anúncios, artigos e informes publicados é de responsabilidade dos autores e não refletem necessariamente a opinião da Editora.

Fone/fax: (11) 2918-2280 ativa@revistamercadodeaguas.com.br www.revistamercadodeaguas.com.br www.guiamercadodeaguas.com.br


Revista Mercado de Águas - Edição 61  

Publicação da Ativa Comunicação e Design dirigida ao segmento de Água Mineral, com versão impressa e virtual. Muita informação e fornecedore...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you