Page 1


Editorial Caro Leitor! Após um verão de temperaturas bem mais amenas que 2016, entramos no outono, essa estação de transição para o inverno, quando a frequência da chuva diminui e aumenta a passagem de frentes frias. Todos sabemos que o consumo de água no verão é superior às outras estações do ano, porém, a diferença já não é tão grande como no passado. A conscientização da população em adquirir hábitos saudáveis faz com que o produto seja consumido, mesmo nos períodos em que a temperatura diminui, porém, ainda preocupa os médicos, que orientam a beber de 1,5 a 2 litros por dia, inclusive no inverno, para ajudar na digestão, manter a pele hidratada e evitar doenças renais. E não é só o consumo de água que traz benefícios à saúde, mas também, a utilização da água na prática de atividades físicas, principalmente as águas minerais e termais. Seguindo essa linha, mostraremos uma matéria na qual especialistas recomendam o uso da água mineral para curar doenças; destacamos o lançamento da água mineral AMA, a qual terá 100% do lucro revertido para levar água potável ao semiárido brasileiro, e o projeto de lei do deputado estadual no Piauí, Henrique Rebelo, o qual defende a diferenciação de cor dos galões de água engarrafada, entre outros assuntos. Boa leitura e ótimos negócios!

Cláudia Queiroz Diretora


Sumário Sumário Projeto - Henrique Rebelo defende diferenciação dos galões de água engarrafada

6 Saúde - Especialistas recomendam uso da água mineral para curar doenças

8 Solidariedade - Ambev lança água e reverte 100% do lucro para levar acesso à água potável à população do semiárido brasileiro

10

Mineração - Criada a Agência Nacional de Mineração (ANM)

14 Evento - Feira de turismo termal vai trazer a Foz do Iguaçu representantes de 40 países

16


Projeto

Fonte: Alepi

H E N R I Q U E R E B E LO defende diferenciação dos galões de água engarrafada

O

deputado estadual Henrique Rebelo

sanitária para venda todas são prontas

(PT) defendeu o projeto de lei se dua

para o consumo. “Contudo as águas en-

autoria que estabelece várias normas para

garrafadas podem ter diversas origens e

envazamernto e comercialização de água

processos de industrialização, devendo

natural, água mineral e água adicionada de

constar em seus rótulos informações quan-

sais minerais no Piauí. Rebelo ressaltou que

to as substâncias químicas adicionadas em

nem toda água engarrafada é mineral.

ordem decrescente de concentração com

“São três tipos de águas à venda no co-

as concentrações em miligramas por litro,

mércio no paíse e as normativas buscam

a origem da água utilizada para a produção

o constante aperfeiçoamento das ações

e os processos para sua purificação com-

de controle na área de alimentos materia-

plementar e desinfecção”.

lizados através do regulamento técnico e

O orador lembrou que as embalagens

condições higiênicas sanitárias e de boas

e rótulos dos garrafões precisam exibir

práticas de fabricação para estabeleci-

claramente as informações quanto à clas-

mentos produtores industrializadores de

sificação em se encontra, a fim de que o

alimentos ao qual a produção de água

cliente tenha certeza e o conhecimento do

adicionada de sais, a água mineral e água

produto que irá consumir.

natural se submetem”, disse.

6

“A importância de se regulamentar no

O projeto de lei, afirmou Rebelo, não tem

âmbito do Estado do Piauí ou envase de água

a pretensão de definir qual água é melhor

natural, de água mineral e da água adicionada

de ser consumido, pois se existe a licença

de sais consiste exatamente na diferenciação

www.revistamercadodeaguas.com.br


das embalagens. As águas adicionadas de

Pará, Pernambuco já adotaram legisla-

sais serão envasadas em embalagens com

ção sobre a matéria. “Esta casa possibilita

pigmentação vermelha, já que passam por

mais segurança na escolha do produto,

um processo de industrialização menos ri-

ratificando o compromisso e proposta na

goroso, como a água mineral passa por um

saúde do consumidor do Piauí.

processo muito mais rigoroso de inspeção e fiscalização da sua composição”.

Henrique Rebelo lembrou que uma lei anterior proposta por ele e aprovado pela

Henrique Rebelo argumentou que a lei

Assembleia obriga a data de validade nos

vai propiciar condições para que o consu-

produtos expostos em supermercados

midor tenha condições de perceber, pela cor

mercearias, bodegas e similares.

da embalagem do produto, que está consu-

Em aparte, Dr. Pessoas (PSD) destacou

mindo considerando que a água adicionada

a oportunidade da proposta, já que a água

de sais será engarrafada na embalagem

é um bem precioso, que deve ser olhado

com pigmentação vermelha, não gerando,

com cuidado, da forma como está sendo

portanto, qualquer semelhança com outro

proposto pelo deputado. Pessoa lembrou

produto. “Outro ponto importante refere-

que 60% da massa corporal é composta

-se a possível insuficiência de informações

de água. E antecipou o voto favorável a

importantes nas rotulagens das águas”.

matéria. www.revistamercadodeaguas.com.br

Clique e veja o conteúdo extra deste anúncio

7


Saúde

Divulgação

Fonte: saojoaquimonline.com.br

Especialistas recomendam uso da água mineral para curar doenças

C

8

onsideradas fontes de saúde, as

chegada do inverno. “Procuramos sempre

minas de águas minerais são mui-

oferecer o melhor para o nosso hóspede e

to procuradas principalmente pelos idosos.

com uma fonte de água mineral consegui-

A baixa nas temperaturas favorecem o

mos fornecer mais conforto a quem nos

aparecimento de doenças respiratórias

visita”, diz o diretor do resort, Fábio Sousa.

e cardíacas e, nada melhor do que remé-

A água do resort é classificada como

dios naturais para tratar e prevenir essas

Alcalina Bicarbonatada-Sulfatada e Sulfu-

doenças.

rosa, composta por minerais indicados no

Em São Carlos (SC), no Oeste do Estado

combate ao artritismo, gastrite e moléstias

um verdadeiro paraíso de águas minerais

de pele, por serem bastante alcalinas. A

pode ser encontrado. No Pratas Thermas

vazão é de 28,500 litros/hora, com tem-

Resort, as piscinas e todo o sistema do

peratura de 36º a 38º.

hotel é abastecido com água vinda direto

O uso de águas termais para curar os

da fonte o que torna o local ponto turístico

males do corpo faz parte dos registros da

e muito procurado principalmente com a

história do homem e, já era hábito na vida

www.revistamercadodeaguas.com.br


dos gregos e dos romanos, antes mesmo

reduz o nível de açúcar no sangue”, explica

do nascimento de Cristo.

Souza.

O Dr. Sizenando de Souza, é clínico geral com mais de 30 anos de experiência e

Serviços diferenciados garantem mais saúde e lazer ao idoso

afirma que imergir o corpo em águas termo

Com a chegada do inverno, aumentam a

minerais contribui com a melhora da circu-

procuram e hospedem de grupos de idosos

lação sanguínea, reduz a pressão arterial

no resort e, para atender esse público são

e ajuda também a melhorar os sintomas

oferecidos serviços diferenciados pensan-

de tosse e gripe. “Este é um ótimo sistema

do no bem estar e qualidade de vida da

para as pessoas cardíacas que tem que

terceira idade.

tomar cuidado com os picos de pressão.

O resort oferece pacotes com progra-

Mas, é importante ressaltar que é o médico

mação de recreação e serviços de mas-

deverá ser sempre consultado”, diz.

sagem e beleza direcionados. Entre os

Além disso, as águas do resort deixam

serviços estão hidromassagens, hidrogi-

a pele mais bela, aumentam o vigor físico

nástica, caminhadas e alongamentos que

e auxiliam na perda de peso. “Pessoas que

são realizados com acompanhamento de

sofrem de diabetes e mergulham regular-

profissionais qualificados. A gastronomia

mente o corpo em águas termo minerais,

também é balanceada. www.revistamercadodeaguas.com.br

9


Solidariedade

Fonte: Ambev

Ambev lança água e reverte 100% do lucro para levar acesso à água potável à população do semiárido brasileiro Água chamada AMA é uma inovação no mercado de bebidas nacional Graças ao produto, três cidades no interior do Ceará começam a receber água potável no dia (22), Dia Mundial da Água

A

Ambev acaba de lançar seu mais

estado que atualmente mais sofre com a

novo produto: a água mineral AMA,

seca no Brasil, vão inaugurar projetos de

uma grande inovação no mercado de bebi-

acesso à água potável na quarta-feira, Dia

das nacional. Isso porque 100% do lucro das

Mundial da Água. As comunidades ficam nas

garrafas de água vendidas serão revertidos

cidades de Aiuaba, Jaguaruana e Capistrano.

a projetos de acesso à água potável no

Todas elas se localizam em áreas rurais de

semiárido brasileiro. A AMA já está à venda

grave escassez hídrica.

nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro

Os projetos receberam investimentos da

e online pelo Emporio.com. Até o fim do ano,

AMA para dar andamento a iniciativas locais

chegará em todo o país.

de abastecimento. A verba investida pela cer-

“Estamos muito felizes de lançar a AMA.

vejaria viabilizou obras para a perfuração de

Essa é uma inovação única no mercado

poços de água e a instalação de micro usinas

brasileiro porque, quando alguém compra

de energia solar que diminuem considera-

uma garrafa de AMA, 100% do lucro vai para

velmente o custo de distribuição da água.

projetos que ajudam quem mais precisa de

Depois que os projetos forem inaugurados,

água”, destaca Bernardo Paiva, presidente

eles serão geridos pela própria comunidade.

da Ambev. “A AMA é a tradução perfeita do

O parceiro local da Ambev, responsável

nosso sonho grande, de unir as pessoas por

por administrar a maioria dos sistemas de

um mundo melhor ”, completa Bernardo.

água rurais do Ceará e que coloca em prá-

Três comunidades, que reúnem juntas

tica os projetos nas três comunidades, é o

cerca de 3 mil pessoas no interior do Ceará,

SISAR – Sistema Integrado de Saneamento

10 www.revistamercadodeaguas.com.br


Rural. Equipes técnicas formadas por espe-

expandir seus programas de preservação

cialistas em recursos hídricos e assistentes

e uso consciente de água. Depois de reunir

sociais dão a essas comunidades todo o

diversas áreas da empresa e fazer uma par-

suporte necessário para que as iniciativas

ceria com o Yunus Corporate Action Tank,

se desenvolvam de forma sustentável. O

promovido pela Yunus Negócios Sociais,

trabalho é reconhecido pelo Banco Mundial

que estimula as empresas a pensarem em

como um dos melhores sistemas de gestão

negócios que já nascem para resolver um

de água rural existentes.

problema social, surgiu a ideia de criar uma

Com o apoio da Fundación Avina, ONG

água engarrafada que tivesse 100% dos

que trabalha em prol do desenvolvimento

lucros investidos no acesso à água potável.

sustentável na América Latina, a Ambev

Com o lançamento da AMA, a cervejaria

pretende ampliar o programa de apoio para

contribui para que o sexto Objetivo de De-

todo o semiárido brasileiro.

senvolvimento Sustentável (ODS) da ONU seja concretizado: garantir disponibilidade e

A história da AMA

manejo sustentável da água e saneamento

A AMA começou a nascer no fim de 2015,

para todos. A Ambev faz ainda parte do CEO

quando o time de sustentabilidade da Ambev

Water Mandate, que reúne empresas com-

deu início à busca por um novo projeto para

prometidas com o problema da escassez de

www.revistamercadodeaguas.com.br

11


Solidariedade Divulgação

água e da falta de saneamento em todo o mundo. “A AMA não vai só financiar projetos que aumentem o acesso à água potável, mas vai, também, ser uma forma de conscientizar mais pessoas, de trazer atenção para esse problema, de conectar as pessoas que vivem hoje em um mundo tão polarizado e

de água na produção de bebidas, a Ambev

individualizado”, diz Renato Biava, diretor de

trabalha constantemente para diminuir seu

sustentabilidade da Ambev.

impacto no meio ambiente com ações que tam-

De forma totalmente transparente, todas

bém contribuem para a perenidade do negócio.

as etapas do projeto AMA são apresentados

Atuando para recuperar e preservar as

por meio de uma plataforma digital (www.

principais bacias hidrográficas do Brasil, em

aguaama.com.br) com todas as informações

2010, a cervejaria lançou o Projeto Bacias.

do produto, prestação de contas periódicas

Em 2015, a Ambev ampliou esse trabalho e

sobre o lucro obtido com as vendas, investi-

anunciou a participação na Coalizão Cidades

mentos e andamento de cada projeto.

pela Água, uma iniciativa liderada pela ONG

Até o fim do ano, a AMA estará disponível nas redes varejistas de todo o país.

The Nature Conservancy, que pretende aumentar a disponibilidade de água para mais de 60 milhões de brasileiros.

A Ambev e a água Referência internacional em gestão do uso

12 www.revistamercadodeaguas.com.br

Para compartilhar conhecimento e também ajudar micro e pequenas empresas a


economizarem água, a cervejaria lançou

busca sempre novos sabores e formas de

recentemente o SAVEh – Sistema de Autoa-

surpreender seus consumidores. Além das

valiação de Eficiência Hídrica. Fruto de uma

melhores cervejas, o portfólio conta ainda

parceria com as ONGs Fundación Avina e

com refrigerantes, chás, isotônicos, energé-

Carbon Trust e com o Pacto Global da ONU,

ticos e sucos, de marcas como Antarctica,

o programa é desenvolvido por meio de uma

Brahma, Skol, Budweiser, Wäls, Colorado,

plataforma online totalmente gratuita, na qual

Guaraná Antarctica e Do Bem.

qualquer empresa pode ter acesso ao sistema de gerenciamento hídrico da cervejaria.

Só em 2016, a cervejaria investiu cerca de R$2 bilhões no país. Mas também quer deixar um legado além dos investimentos.

Sobre a Ambev

Para isso, conta com uma ampla plataforma

Unir as pessoas por um mundo melhor.

de sustentabilidade. Esse compromisso in-

Esse é o sonho da Ambev, empresa brasileira,

clui metas claras, divulgadas publicamente,

com sede em São Paulo, e presente em 18

e se traduz em quatro pilares: consumo

países. No Brasil, mais de 32 mil pessoas

inteligente, água, resíduo zero e desenvolvi-

dividem a mesma paixão por produzir cerveja

mento. Esse trabalho é feito com uma rede

e trabalham juntas para garantir momentos

de parceiros, pois a Ambev acredita que a

de celebração e diversão.

construção de um mundo melhor se torna

A Ambev é uma cervejaria inovadora, que

mais rica quando feita em conjunto. www.revistamercadodeaguas.com.br 13


Legislação

Fonte: DNPM

Criada a Agência Nacional de Mineração – ANM Em cerimônia realizada no Palácio do Planalto, na data de 25/07/2017, o presidente da República, Michel Temer, lançou o Programa de Revitalização da Indústria Mineral Brasileira, que conta com um conjunto de três medidas provisórias para atualizar, dar mais competitividade e ampliar investimentos no setor mineral. Uma delas cria a Agência nacional de Mineração – ANM.

E

Divulgação

m cerimônia realizada no Palácio do Planalto, na data de

25/07/2017, o presidente da República, Michel Temer, lançou o Programa de Revitalização da Indústria Mineral Brasileira, que conta com um conjunto de três medidas provisórias para atualizar, dar mais competitividade e ampliar investimentos no setor mineral. Uma delas cria a Agência nacional de Mineração – ANM. Tornar a indústria mais competitiva,

Presidente Michel temer no ato da assinatura da MP que cria a Agência Nacional de Mineração

inovadora e sustentável, com a possibi-

modernizar leis e instituições do setor

lidade de geração de novos investimentos

mineral, para atrair novos investimentos”,

e aumento de participação no Produto

afirmou o presidente. “Naturalmente fala-

Interno Bruto (PIB). Para o presidente da

mos, e queremos falar, de uma indústria

República, Michel Temer, esses serão o

mineral competitiva, inovadora e susten-

resultado das três medidas provisórias

tável, que requer um marco regulatório

de modernização do setor de mineração

atualizado”, completou.

assinadas nesta terça-feira (25), durante solenidade no Palácio do Planalto. “Nós damos um passo decisivo para

14 www.revistamercadodeaguas.com.br

Na visão do presidente, o novo marco legal leva o Brasil para o século 21. As três medidas provisórias integram o Programa


de Revitalização da Indústria Brasileira, a

os valores pegos pelo direito de exploração

mais completa atualização desde os anos

do minério no País – serão simplificados e

1990. O objetivo é aumentar a segurança

atualizados. A alíquota paga pelo minério

jurídica, trazer mais investimentos e des-

de ferro vai variar conforme os preços inter-

travar a atividade mineradora.

nacionais até um teto de 4%, enquanto os

“Damos um passo decisivo para modernizar leis e instituições do setor mineral para

royalties dos minerais de uso da construção civil serão reduzidos de 2% para 1,5%.

atrair novos investimentos que, como foi

Participaram da cerimônia, pelo DNPM,

dito aqui, há mais de 20 anos não tinha uma

todo o corpo diretivo, os Superintenden-

mudança de legislação dessa magnitude

tes, grade parte dos servidores da Sede.

para a mineração do Brasil”, disse Temer.

O auditório do Palácio do Planalto estava

Com as medidas, uma cobrança anual

completamente lotado com a presença de

feita aos empreendimentos do setor, que

representantes do setor mineral brasileiro.

vai variar de R$ 500 a R$ 5 mil, vai garantir

As três Medidas Provisórias estão

as atividades de regulação e fiscalização

disponíveis em http://www.dnpm.gov.

da nova agência.

br/acesso-a-informacao/legislacao/

Já os royalties da mineração – que são

medidas-provisorias/medidas-provisorias www.revistamercadodeaguas.com.br 15

Clique e veja o conteúdo extra deste anúncio


Evento

Fonte: Jornal de Itaipu Eletrônico

Feira de turismo termal vai trazer a Foz do Iguaçu representantes de 40 países

D

Divulgação

ados da Organização Mundial

do Turismo apontam que o turismo termal deve crescer 9% nos próximos cinco anos, o dobro do esperado para o turismo convencional. É de olho nesse mercado que Foz do Iguaçu (PR) vai sediar, no próximo ano, a 18ª edição da Feira Internacional de

Alejandro Rubín, diretor da Expourense, diz que turismo termal é o que mais cresce no mundo: o dobro do turismo convencional.

Turismo Termal, Saúde

Expourense Alejandro Rubín e o presidente

e Bem-Estar, a Termatalia 2018.

do Fundo Iguaçu, Carlos Silva. Também

A assinatura do termo de compromis-

estavam presentes o prefeito de Foz, Chi-

so para a realização do evento na cidade

co Brasileiro; o diretor-geral brasileiro de

ocorreu nesta quinta-feira (27), no Centro

Itaipu, Luiz Fernando Leone Vianna; e o

de Recepção de Visitantes da Itaipu Bi-

secretário municipal de Turismo, Indústria,

nacional, por representantes do Fundo de

Comércio e Projetos Estratégicos, Gilmar

Desenvolvimento e Promoção Turística do

Piolla – entre outras autoridades.

Iguaçu, o Fundo Iguaçu, e da direção da

Alejandro Rubín disse que a feira é reco-

Fundação Feiras e Exposições de Ourense,

nhecida como a mais importante do setor

a Expourense, da Espanha.

e deve atrair cerca de três mil profissionais

Participaram da cerimônia o diretor da 16 www.revistamercadodeaguas.com.br

do turismo de 40 países. Todos interessa-


Divulgação

dos no segmento turístico que mais cresce no mundo atualmente. “Estamos fazendo uma aposta e valorizando o que o turista do futuro vai querer: bem-estar, saúde, experiências distintas. Estamos convencidos de que Foz é um destino que trabalha nesta linha e que tem muitas potencialidades.” Ainda segundo ele, Foz do Iguaçu foi escolhida para sediar o evento por reunir uma série de atributos – a começar, pelo fato de

Diretor-geral brasileiro de Itaipu, Luiz Fernando Vianna lembra que turismo termal também eleva visitação em outros atrativos da cidade.

a cidade ser reconhecida como um destino

tornar um player importante para o turismo

ligado às águas. “Nós defendemos a cultura

termal, assim como ocorre hoje com os

da água. E Foz do Iguaçu é água”, afirmou,

Estados de Goiás e Santa Catarina.

referindo-se às Cataratas do Iguaçu. “Tam-

Ainda segundo ele, quanto maior o

bém valorizamos o cuidado com o meio

número de visitantes na cidade, maior

ambiente e a sustentabilidade. Além disso,

o número de pessoas que procuram os

o interesse pelo termalismo mostra que Foz

atrativos turísticos de Itaipu. “Hoje temos

é um destino inovador”, acrescentou.

cerca de 600 mil turistas que visitam a

Divulgação

usina todos os anos. Queremos aumentar esse número, para que mais pessoas tenham contato com essa fonte de geração de energia limpa e renovável.” O presidente do Fundo Iguaçu, Carlos Silva, avalia que a vinda da Termatalia a Foz do Iguaçu fortalece e consolida o trabalho de muitos empresários do setor. Ele cita Chico Brasileiro, prefeito de Foz: “Quando pensam que o turismo se esgotou, é o contrário: o turismo está só começando”.

hotéis e parques aquáticos da região que

Para o prefeito Chico Brasileiro, o even-

que o cliente venha para cá e tenha contem-

to abre um novo nicho para o turismo da

plação, hotelaria inigualável, gastronomia,

região. “Quando pensam que o turismo

compras e também as águas termais.”

estão investindo no segmento. “Queremos

se esgotou, é o contrário: o turismo está

“É uma nova oportunidade que surge

só começando. Porque sabemos que o

para a diversificação da oferta turística

mundo inteiro está procurando destinos

do Destino Iguaçu”, complementa Gilmar

com estrutura para o termalismo. Por

Piolla. “Temos um imenso potencial do

isso, apostar nesse caminho representa

Aquífero Guarani, que precisa ser aprovei-

inovação e perspectiva de futuro”, disse.

tado. E acredito que a vinda da Termatalia

O diretor-geral brasileiro de Itaipu, Luiz

a Foz vai despertar interesses, despertar in-

Fernando Vianna, acrescentou que a região

vestimentos, e vai tornar a região conhecida

tem todas as condições – recursos natu-

como um destino termal – não só nacional,

rais, infraestrutura e organização – para se

como internacionalmente”, completou. www.revistamercadodeaguas.com.br 17


Evento

Expediente

Escolha O anúncio da escolha de Foz como sede do evento foi feito oficialmente em abril pelo governo da Província de Ourense, que pertence à comunidade autônoma da Galícia, na Espanha. Além da Termatalia, serão realizados mais três eventos em Foz do Iguaçu em setembro do próximo

Diretoria Cláudia Queiroz claudia@revistamercadodeaguas.com.br

ano: o Fórum Água & Termalismo, em parceria com a Universidade de Vigo e universidades brasileiras; o

Sérgio Henrique sergio@revistamercadodeaguas.com.br

Concurso Mundial de Águas Minerais; e o Capítulo Extraordinário da Ordem do Caminho de Santiago, com

Jornalista Responsável Edna Simão - MTB 27073 redacao@revistamercadodeaguas.com.br

a investidura de cavaleiros e damas (defensores do Caminho e protetores dos peregrinos) de diversos países.

Publicidade publicidade@revistamercadodeaguas.com.br (11) 2918-2280

Foz das águas

Projeto Gráfico, Revisão, Criação de Anúncios e Diagramação Ativa Comunicação & Design www.ativacriacao.com.br

Foz do Iguaçu é uma cidade cujos principais recursos econômicos estão estreitamente vinculados à água: a usina de Itaipu, a maior do mundo

Assinatura assinatura@revistamercadodeaguas.com.br

em geração de energia, e as famosas Cataratas do Iguaçu. Além disso, a região da Bacia do Rio Paraná está assentada sobre o Aquífero Guarani, considerado o maior reservatório de água potável do mundo, utilizado por vários centros hidrotermais por suas

Divulgação

propriedades terapêuticas já reconhecidas.

Escolha de Foz do Iguaçu como sede da Termatalia foi anunciada em abril. Neste ano, feira ocorre na Espanha, em setembro.

18 www.revistamercadodeaguas.com.br

A revista é uma publicação da Ativa Comunicação & Design, com periodicidade trimestral e circulação nacional. Disponível nas versões, impressa e virtual, é dirigida à engarrafadoras de água e bebidas, distribuidoras, fornecedores de embalagens, máquinas, equipamentos, aço inox, aromas e essências, acessórios para distribuidoras, veículos utilitários, laboratórios de análises, prestadores de serviço em informática, geologia e consultoria, estâncias hidrominerais, e demais profissionais e empresas ligados ao setor de água mineral. O conteúdo dos anúncios, artigos e informes publicados é de responsabilidade dos autores e não refletem necessariamente a opinião da Editora.


Clique e veja o conteúdo extra deste anúncio


Revista Mercado de Águas - Edição 68  

Publicação dirigida ao segmento de água mineral e bebidas.

Revista Mercado de Águas - Edição 68  

Publicação dirigida ao segmento de água mineral e bebidas.

Advertisement