Page 1


Editorial Caro Leitor! O mercado de água mineral tem mostrado sua força e importância nos últimos anos e mesmo com períodos de sazonalidade e as dificuldades no cenário político e econômico do país, permanece firme e forte. Tivemos um verão muito intenso, época em que, tradicionalmente, o consumo de água mineral aumenta, e as altas temperaturas se estenderam até o início do outono, mantendo o mercado aquecido por mais tempo, o que é motivo de comemoração para as empresas do setor. A equipe da revista Mercado de Águas também está comemorando o bom momento, no qual empresários permanecem otimistas e trabalhando como nunca, para lançar, manter e melhorar a posição dos seus produtos no mercado e trazer novidades, as quais mostraremos nesta edição. Nossa matéria principal sobre o mercado de águas minerais mostra um crescimento anual de 20%, e o desenvolvimento de duas marcas, do Sul do País, confirmando que o segmento não para de atrair e mobilizar empreendedores, empresas e concorrentes; falaremos, também, sobre uma operação da polícia federal, no Rio de Janeiro, sobre o sistema de fiscalização da produção de bebidas frias. Destacamos a Fonte Sarandi (RS), que está lançando uma embalagem para quem pratica atividade física e a água mineral Ingá (MG), que renovou os rótulos da linha Premium, entre outros assuntos. Boa leitura e ótimos negócios! Cláudia Queiroz Diretora

Sumário Mercado Mercado de água mineral cresce 20% ao ano e atrai empreendedores

6

Fiscalização

10

Operação motiva mudanças na fiscalização da produção de bebidas frias

Modernização - Fonte Sarandi lança embalagem para quem pratica atividade física

12

Renovação - Água mineral Ingá renova os rótulos da linha Premium

14

Saúde - Hidratação após a corrida: água mineral, água de coco e frutas

16

Embalagem - Tampa de garrafa aciona telões e dispara fogos de artifício

18


MERCADO

Geração E

Mercado de água mineral cresce 20% ao ano e atrai empreendedores

6

www.revistamercadodeaguas.com.br


U

m produto sem cor, sem gosto e sem cheiro, mas que só no Brasil gira R$ 10 bilhões ao

ano. É a água mineral, bem natural que não para de atrair e mobilizar empreendedores, empresas e concorrentes. O administrador Elias Riva, de 28 anos, é um dos mais novos nesse setor. Em junho passado, ele inaugurou a Água Mineral Bamboo, marca sediada em Antônio Prado, na Serra. A história começou três anos antes, quando a família Riva descobriu que parte da região onde moravam era abundante em água mineral. Ao enxergarem uma oportunidade de negócio, decidiram comprar uma propriedade e transformá-la na Hidromineradora São Roque, que hoje é responsável por envasar o produto. “O que acelerou nossa entrada no mercado foi o antigo dono (do terreno) já ter em mãos a autorização do DNPM (Departamento Nacional de Produção

Elias Riva, da Água Mineral Bamboo (à direita), junto com o diretor Junior Matzenbacher

Mineral) para comercializar a água”, explica Riva.

em 2014. No mesmo ano, os Estados Unidos regis-

Devido à burocracia e à complexidade das análises de

traram um avanço de 7% - o que foi suficiente para

autorização, uma empresa do setor pode levar mais

colocar o líquido no caminho de superar a indústria

de cinco anos para começar a operar.

de refrigerantes até 2017, conforme estimativa da

O mercado é pulverizado. Em 2001, havia 277 em-

Beverage Marketing Corp., que monitora o segmento.

presas desse tipo no País. Hoje, estima-se mais de 600.

Para ganhar espaço, Riva (à direita, na foto acima, junto com o diretor Junior Matzenbacher) investe em dois diferenciais. Primeiro, a composição da água -

Segmento recebe investimentos tradicionais nas etapas de envasamento e distribuição, mas também promove inovações

rica em silício proveniente das montanhas da região. “A maioria das águas não tem absolutamente nada desse mineral, que auxilia na produção de colágeno responsável pela maciez da pele, cabelos, dentes fortes, unhas e ossos resistentes”, destaca. O outro ponto é o perfil da empresa. “Nosso posicionamento é de uma marca voltada para um público mais jovem, administrada por pessoas jovens”, diz ele. A média de idade dos funcionários fica entre 28 e 30 anos. A Bamboo avança aos poucos no Rio Grande do Sul - estado que detém pouco mais de 4% da produção nacional de água mineral. Até o momento, o

Esse crescimento de opções vem acompanhado do

empreendedor prefere atuar principalmente no eixo

aumento da sede pela água engarrafada. Segundo a

Serra-Capital. Dessa forma, vem registrando um

Associação Brasileira da Indústria de Águas Minerais,

crescimento de 10% a 15% ao mês. “Poderia ser mais,

a Abinam, o consumo do produto registra uma eleva-

mas por enquanto o custo logístico impede a gente

ção anual de 20% - foram quase 14 bilhões de litros

de colocar um preço competitivo nas cidades mais

www.revistamercadodeaguas.com.br

7


MERCADO Disposta a faturar com a descoberta, a família comprou uma propriedade de 10 hectares na região e projetou a fábrica. O investimento não foi revelado, mas Renner se diz contente com o negócio. “Já recebemos ofertas de compra que poderiam retornar 150% sobre o valor que investimos”, conta. “Não aceitamos, mas o fato de nos procurarem mostra que o negócio é promissor.” Jonathan Heckler / JC

Para agregar valor e se diferenciar,

Jorge Renner, da Água Mineral Versant, de Porto Alegre

a empresa segue a linha da “gourmetização” - tendência que deu origem às versões premium. Esse tipo de água mineral se destaca pelo PH neutro, quantidade de sais minerais, pureza e design da embalagem - com cores

e formatos diferentes. Na Versant, as garrafas de

distantes”, explica Riva, que espera uma expansão

330 mL, 510 mL e 1,25 L têm o formato de um pingo

natural a partir do amadurecimento da marca.

d’água. Já o PH, de 6,66, é neutro, próximo do PH do

É o que Jorge Renner, 55, conseguiu na Versant, empresa que em 2017 completa 10 anos no mercado. “Nós estamos em toda a rede Zaffari e em muitos restaurantes e cafeterias do Estado”, diz ele. A companhia envasa cerca de 50 mil garrafas de água mineral todos os dias. A produção na Versant foi planejada quando os pais de Renner se mudaram para uma área afastada do bairro Belém Velho, na Zona Sul de Porto Alegre. Lá, o desabastecimento de água encanada era frequente. Isso motivou a família a furar um poço artesiano. Ao analisar o teor da água, descobriram que o terreno era dotado de água mineral.

8

www.revistamercadodeaguas.com.br

sangue. “É uma água que não modifica o palato do consumidor”, afirma Renner.


FISCALIZAÇÃO

Cláudia Queiroz

Operação motiva mudanças na fiscalização da produção de bebidas frias A operação Esfinge, da Polícia Federal, prendeu três suspeitos de fraude no início de junho, no Rio de Janeiro, e motivou a realização de mudanças no sistema de fiscalização da produção de bebidas frias, como refrigerantes, cervejas e águas minerais

10 www.revistamercadodeaguas.com.br


O

Sistema de Controle da Produção de

bebida produzida no País, mas a avaliação atual,

Bebida (SICOBE), foi alvo da operação

é de que além de não produzir o efeito esperado

que investigou o contrato da Casa da Moeda

nas receitas, ainda possibilitou a ocorrência de

para a instalação de equipamentos nas linhas de

fraudes.

produção dos fabricantes de bebidas.

Como o Sicobe possibilita medir as quantidades

O auditor fiscal e ex-chefe de fiscalização

fabricadas, identifica os tipos de bebidas, marcas

da Receita Marcelo Fisch foi preso na operação

e embalagens, e permite a codificação dos

por envolvimento na fraude da licitação da

produtos que saem da linha de produção, bastou a

empresa contratada pela Casa da Moeda para o

Receita cruzar estas informações com os valores

funcionamento do sistema.

de tributos recolhidos pelas empresas, para

Considerado caro pelos fabricantes de bebidas,

identificar os casos de sonegação.

o Sicobe foi criado em 2008, com a promessa de

Foi criado um grupo de trabalho para revisar o

eficiência na marcação dos vasilhames, por meio

modelo de controle, que poderá ser simplificado

de códigos seguros, como uma assinatura digital.

para torná-lo mais barato ou até mesmo eliminado,

O sistema seria capaz de possibilitar o

podendo ser substituído com o reforço das notas

rastreamento individual em tempo real, de cada

fiscais eletrônicas.

www.revistamercadodeaguas.com.br

11


MODERNIZAÇÃO

Sérgio Henrique

Divulgação

Fonte Sarandi lança embalagem para quem pratica atividade física

Lincoln Seragini e o diretor da Fonte Sarandi, Jairo Zandoná

A garrafa PET da água mineral Floresta Ativa foi desenhada para facilitar o manuseio e oferecer conforto ao ser transportada

A

Fonte Sarandi, de Barra Funda (RS), aposta

alça que pode ser presa nos dedos durante o uso,

na renovação de suas embalagens para

uma solução conveniente, econômica e higiênica,

aumentar a receita em 20% neste ano, o dobro da

e assim como os outros rótulos da empresa,

média alcançada no segmento nacional de águas

também teve seu peso total reduzido. O designer

minerais.

Lincoln Seragini, da Seragini Consulting, foi o

A garrafa PET da água mineral Floresta Ativa

responsável pela modernização das embalagens

foi desenhada para facilitar o manuseio e oferecer

de toda a linha de água mineral e de refrigerantes

conforto ao ser transportada, projetada para

da Sarandi, que tem quase 70 anos de mercado.

quem pratica atividade física, como se fosse um

O plano, que contou com aportes em pesquisa e

“squeeze” descartável. Com formato anatômico,

desenvolvimento, maquinário e marketing, custou

nas cores cristal, azul, rosa e verde, possui uma

3,5 milhões de reais.

12 www.revistamercadodeaguas.com.br


RENOVAÇÃO

Cláudia Queiroz

Água mineral Ingá renova os rótulos da linha Premium

Para comemorar os 40 anos de mercado da água mineral Ingá, a empresa resolveu sofisticar a sua linha Premium das águas minerais com e sem gás

A

Hidrobrás Águas Minerais do Brasil

rótulo, sem mudar de forma expressiva a imagem

Ltda (MG), detentora das marcas Ingá e

do produto, para não gerar reação negativa do

Suiá é uma empresa de mineração fundada em

consumidor final.

1973, com o objetivo de pesquisa, prospecção,

O novo projeto gráfico manteve as cores

engarrafamento e comercialização de águas

vermelha (Água Mineral com Gás) e azul (para a

minerais.

Água Mineral Natural) com uma tonalidade mais

Para comemorar os 40 anos de mercado da

escura, concedendo requinte ao produto. O tom

água mineral Ingá, lançada em 1976, a empresa

dourado também foi incorporado à embalagem,

resolveu sofisticar a sua linha Premium das águas

tanto na tag que indica se o produto contém ou

minerais com e sem gás.

não gás, quanto no ícone de coroa desenvolvido

A agência escolhida para o desafio de redesenhar

exclusivamente para esta linha. Além do redesign,

o rótulo de uma água com grande aceitação no

também foi sugerido um novo tamanho para o

mercado varejista foi a Obah Design (MG), a qual

rótulo, gerando maior economia de impressão e

teve todo o cuidado para desenvolver um novo

precisão de rotulagem na fábrica.

14 www.revistamercadodeaguas.com.br


SAÚDE

Hidratação após a corrida: água mineral, água de coco e frutas

O grande segredo para reidratar e repor os nutrientes do organismo depois do exercício é consumir a quantidade correta 16 www.revistamercadodeaguas.com.br

Portal Novidade


D

epois de correr é muito importante cuidar da hidratação do corpo e repor os líquidos

e sais minerais perdidos durante a atividade física para evitar o surgimento de lesões, cãibras e fadigas. Água mineral, água de coco, frutas e isotônicos são os preferidos nesse caso e devem ser consumidos em quantidades adequadas para ajudar a reidratar o organismo de maneira saudável. “O ideal é se pesar após a corrida. O peso corporal perdido será a quantidade de líquido a ser ingerido. Inicie o consumo de líquidos imediatamente após o término da corrida. Vale ressaltar que o consumo de bebidas isotônicas só é necessário quando o tempo de atividade for maior do que 60 minutos”, explica a nutricionista do Oba Hortifruti, Letícia Amaral.

Água mineral – para atividades físicas leves, de até 45 minutos, ela é a melhor opção para reposição de líquidos corporais. Depois da corrida deve-se ingerir 1,5 L por cada kg perdido, após o exercício.

Água de coco – natural, refrescante, de baixo valor calórico e elevado teor nutricional. Contém sais minerais essenciais para repor todos os nutrientes perdidos durante a atividade física. Deve ser ingerida aos poucos e sempre intercalada com água. O consumo não deve ultrapassar 150 a 200 mL para cada 20 minutos de atividade física.

Frutas – de preferência as ricas em água, como melancia, melão e abacaxi são excelentes opções para ajudar a reidratar o organismo, mas não substituem o consumo de água. Após o exercício podem ser consumidas ao natural, em pequenas porções, ou em sucos.

www.revistamercadodeaguas.com.br 17


EMBALAGEM

Blog Fispal Tecnologia

Tampa de garrafa aciona telões e dispara fogos de artifício

Expediente

Diretoria Cláudia Queiroz claudia@revistamercadodeaguas.com.br Sérgio Henrique sergio@revistamercadodeaguas.com.br Jornalista Responsável Edna Simão - MTB 27073 redacao@revistamercadodeaguas.com.br Publicidade publicidade@revistamercadodeaguas.com.br (11) 2918-2280

A

marca inglesa de cidras StrongBow está testando novos usos para as tampas de suas garrafas comercializadas na Europa. Chamadas de StartCap e adaptadas com uma etiqueta RFID (Identificação por Rádio Frequência, em português), quando abertas elas acionam mecanismos que tocam música ou projetam imagem em telões, disparam fogos de artifício ou canhões de confetes, além de possibilitarem check-in virtuais em bares e restaurantes. A ideia ainda é um protótipo e não está à venda, sendo somente utilizada em eventos e como ferramenta de divulgação da marca. Para que funcionem são necessários uma antena, um transceptor para ler o sinal emitido e a transferência ao leitor, e, claro, a etiqueta com as informações que serão transmitidas via rádio frequência. A antena vai emitir um sinal para o adesivo contendo a informação/comando do que irá acontecer que responde ao transceptor. Todo esse sistema, no entanto, possui uma limitação: espaço. De acordo com a consultora da RF Consulting Renata Rampim o sistema RFID tem alcance de leitura entre o leitor e a etiqueta de até 10 centímetros. Opera na faixa de frequência de 13,56 MHz com taxa de transmissão de dados de 424 kpbs. Esse sistema RFID, baseado em acoplamento indutivo, também é chamado de NFC (Near Field Communication) e é normalmente usado em passaportes eletrônicos, cartões bancários e meios de pagamento. A campanha foi desenvolvida pelo grupo britânico Work Club, em momento de queda na venda de cerveja na Europa e que consumidores buscam outras opções. A agência já havia desenvolvido ações para outra marca de bebida, a Ballantine’s, em que uma fina tela de LED em uma camiseta branca mostrava fotos do Instagram ou mensagem de texto e um copo para beber uísque em ambientes de gravidade zero – a fim de que o líquido não saisse em bolhas de dentro do copo. 18 www.revistamercadodeaguas.com.br

Projeto Gráfico, Revisão e Diagramação Ativa Comunicação & Design www.ativacriacao.com.br Assinatura assinatura@revistamercadodeaguas.com.br

A revista é uma publicação da Ativa Comunicação & Design, com periodicidade trimestral e circulação nacional. Disponível nas versões, impressa e virtual, é dirigida à engarrafadoras de água e bebidas, distribuidoras, fornecedores de embalagens, máquinas, equipamentos, aço inox, aromas e essências, acessórios para distribuidoras, veículos utilitários, laboratórios de análises, prestadores de serviço em informática, geologia e consultoria, estâncias hidrominerais, e demais profissionais e empresas ligados ao setor de água mineral. O conteúdo dos anúncios, artigos e informes publicados é de responsabilidade dos autores e não refletem necessariamente a opinião da Editora.

Fone/fax: (11) 2918-2280 ativa@revistamercadodeaguas.com.br www.revistamercadodeaguas.com.br www.guiamercadodeaguas.com.br


Revista Mercado de Águas - Edição 64  

Publicação da Ativa Comunicação e Design dirigida ao segmento de Água Mineral, com Versão impressa e virtual. Muita informação e fornecedore...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you