Page 1

4 Junho 2014

OS GRINGOS

DA BOLA

Esporte popular nos Estados Unidos, o futebol americano, é treinado em Campo Mourão e já deu bons resultados.

ESPECIAL Mercadão para todos os gostos.

ROTEIRO DA NOIVA

O mês das noivas passou. Mas, para quem sonha em casar, a dica é planejar.

Mães DE PRIMEIRA

VIAGEM

Conheça quatro mamães que estão, pela primeira vez, deliciando-se com as aventuras da maternidade.


OXY CREATIVE OXY CREATIVE OXY CREATIVE

Eu confio aos meus pacientes Eu confio aos meus pacientes Euaconfio aosAção. meus Fórmula Opacientes trabalho é a Fórmula Ação. O trabalho a Fórmula O trabalho é é realizadoAção. com muito profisrealizado muito profisrealizado comcom profissionalismo, amuito qualidade dos sionalismo, a qualidade sionalismo, a qualidade dosdos medicamentos manipulados medicamentos manipulados medicamentos são sempre namanipulados dosagem são sempre na dosagem sãocorreta. sempreÉ sempre na dosagem bom ter correta. É sempre bom correta. É sempre bom ter ter alguém a quem confiar. alguém a quem confiar. alguém a quem confiar. Dra.Amanda Lima Fisioterapeuta Pós-Graduada Dra.Amanda Limaem Fisioterapia Dra.Amanda Lima Dermato-Funcional IBRATE em Fisioterapia Fisioterapeuta Pós-Graduada

Fisioterapeuta Pós-Graduada em Fisioterapia Prêmio de MelhorIBRATE Fisioterapeuta Dermato-Funcional IBRATE 2010. Dermato-Funcional Docente nodeInstituto Dimensão Prêmio Melhor Fisioterapeuta Prêmio de Melhor Fisioterapeuta 2010.2010. Docente no Instituto Dimensão Docente no Instituto Dimensão

Visite nosso site: Visite nosso site: Visite nosso site: www.vitaformulacao.com.br www.vitaformulacao.com.br www.vitaformulacao.com.br Av Manoel Mendes Camargo, 1130 Av Manoel Mendes Camargo, 1130 Av Manoel Mendes 1130 Campo Mourão -Camargo, (44) 3523-6916 Campo Mourão - (44) 3523-6916 Campo Mourão - (44) 3523-6916


A Vida é um pouco de tudo: histórias, amizade, comprometimento, alegrias, tristezas, vitórias. Enfim, essas infindáveis premissas que envolvem nossos mourãoenses e que ilustram nossas páginas. A cada edição da nossa revista, pensamos em trazer o melhor para você, amigo leitor. Contamos com a sua participação para fazer a Vida cada vez melhor. Um abraço daqueles que fazem uma Vida melhor!

TEXTO Paula Fernandes

Anika Nogarolli

WEB Cássio Ceniz

Gracieli Polak

Aline Angeli

Edilson Alves

Ju Albuquerque

Desirée Georgia

Bruno Bassani

GENTE INTERESSANTE Amanda Helena

Rodrigo Schu

Rodrigo Relozi

João Gorri


DESIGN

Leticia Schon

Sergio Marques

FOTOGRAFIA Jenifer Yasoyama

Cleverson Lima

Jo達o Paulo Benassi

C R I AT I V I DA D E C

R

E

A

T

I

V

E


INDÍCE

08 ESTILO TRIBO URBANA 12 CIDADE LUGAR DE EX É NO VENDO MEUS USADOS 16 MUNDO INTERCÂMBIO: LONGE DE CASA, NOVAS EXPERIÊNCIAS 20 ESPORTE OS GRINGOS DA BOLA 24 CURTO FAZER O BEM UNICAMPO CONTRA A ACNE 28 ARTE DO HOBBY À PROFISSÃO 32 GENTE MÃES DE PRIMEIRA VIAGEM 37 ESPECIAL MERCADÃO PARA TODOS OS GOSTOS 44 HOBBY QUINTILHÕES DE COMBINAÇÕES, APENAS UMA SOLUÇÃO 48 GOURMET POIS ASSIM É A VIDA 52 ROTERIO GOURMET FRIO PEDE... 54 ROTERIO DA NOIVA 63 FOTOGRAFIA REVELAÇÃO MOURÃOENSE

EDITORA Paula Fernandes TEXTO Cássio Ceniz COLABORADORES DESTA EDIÇÃO Desirée Georgia Bruno Bassani Aline Angeli Juliana Albuquerque Rodrigo Schu Rodrigo Relozi João Gorri Gracieli Polak DESIGNERS Cleverson Lima Jenifer Yasoyama João Paulo Benassi Leticia Schon FOTOGRAFIA Cleverson Lima Paula Fernandes COMERCIAL Anika Nogarolli anika@oxycretive.com.br 44 3525-6410 44 9881-3292

66 SOCIAL FÁBIO E TENNI 75 TECNOLOGIA PAIS TECNOLÓGICOS 76 PIPOCA NAMORO + INVERNO = FILME

/REV.MAISVIDA Seu exemplar por apenas R$1,99 Na banca do Cafezinho.

78 ONDE ENCONTRAR Os artigos assinados não refletem necessáriamente a opinão da Revista Vida e são de responsabilidade de seus autores. Nós vendemos espaço não vendemos opinião. 6

revistamaisvida.com.br


ESTILO

TRIBO URBANA T E X TO E F OTO S D E S I R É E G E O R G I A

A M O DA É U M RE S ULTA D O D E VÁRIAS T RANS F O R MAÇ Õ E S , AC O M PANHANDO M UDANÇ A S F ÍS IC A S , S O C I A I S E COM PORTA M EN TA I S D E C ADA ÉPOC A . PE N S A N D O ASSIM , A REV IS TA V I DA , BAT EU NO TA M BO R DE VÁRIAS T RIBO S PAR A C OM PREEN D E R O “S T REET W EAR” E M OS T RA R PARA VO C Ê , A S TRA NS F O RM AÇ Õ E S D E S S E ESTILO.

8

revistamaisvida.com.br


e hoje percebemos a inspiração dos fashionistas para criação de suas roupas, nos Z-boys, os primeiros skatistas ilustrados pelo filme “Os Reis de Dogtown”; nas camisetas da banda “Sex Pistols” que os marcavam o peito dos meninos do movimento punk; e no sucesso da música “disco” nos grandes fones do filme “Saturday Night Fever”, é porque houve o acompanhamento do estilo da massa através da moda de rua. E assim, podemos descrever o “streetwear”, como “a moda das ruas”, que nasce intimamente ligado a movimentos jovens, associado a estilos musicais, arte, política e protestos sociais. O streetwear caracterizou-se por várias “tribos de rua” que se destacavam pelo seu estilo de vida e características peculiares de se vestir, sendo a maioria, formadas pelos contrastes sociais. Entre elas, podemos destacar o punk, que imprimia um jeito agressivo de se vestir para demonstrar a desigualdade social; a cultura street do hip hop, com elementos do grafite e de DJ’s; o estilo skatista que demonstra o conforto através do tênis; os esportistas americanos com a inspiração em suas jaquetas e blusões; e a cultura japonesa, com destaque nos animes. Atualmente, com o avanço das mídias, e a introdução da internet, informações chegam a todo instante, e assim a moda caminha, sendo absorvida e transmitida de diferentes modos na hora da produção de um look. Dessa forma, o streetwear não segue mais a segregação de cada tribo, mas sim a mistura delas, para assim, demonstrar a originalidade e personalidade de quem está vestindo e oferecer a oportunidade de inovar e ser diferente. As pessoas que aderem ao streetwear usam as roupas e acessórios à sua manei-

ra, criando seus próprios estilos. Podem-se agregar peças de alfaiataria ao look, bonés, jeans, cores fortes e vibrantes, nas estampas gráficas colocar elementos da música, arte e teatro, além das sobreposições de texturas e tecidos. Ainda podemos escutar ecos tribais dessas tribos nas roupas, impressos em características particulares, e estilos próprios que se diferenciam na multidão. Esse é um dos lemas que a estudante Beatriz Suguimoto, de 15 anos, busca ao compor um look. “Para decidir meu book para cada ambiente, eu procuro ser diferente. Essa é a palavra para tudo” – destaca ela. Beatriz, que gosta de roupas com uma pegada skater grunge, relata que a música revistamaisvida.com.br

9


ESTILO

influenciou bastante no seu estilo atual, pois antes ela acompanhava algumas revistas de moda, mas achava as roupas muito básicas ou exageradas. Mas a partir de quando começou a ouvir rap, mudou suas roupas e começou a compor o estilo que usa hoje. “Para me vestir busco inspiração nas mídias, como em blogs de moda e revistas” – destaca a estudante. Ela compra independente da marca ou da moda, mas sim de acordo com o seu estilo. “Às vezes o que faz parte do meu estilo está na moda, e então eu compro, como por exemplo, a camisa jeans que uso amarrada na cintura” – explica. Beatriz, usa gírias que remetem ao estilo de música que gosta, o rap. E sua originalidade usada para montar um look, remete ao streetwear, pois destaca a sua personalidade. Quando perguntada ao que veste, Suguimoto explica: No dia a dia, gosto de usar: um short detonado, boné, camiseta e algum tênis bem confortável, sem nunca dispensar o relógio, pulseiras, anéis de dedão e falange, colares alternativos e alguns acessórios com uma ‘pegada’ tribal. Ela brinca “é um largado chic”. 10 revistamaisvida.com.br

Para sair à tarde: calça de veludo ou short jeans, sandália gladiadora, cinto, bolsa e blusinha cropped. Para a noite ou em festa: Procuro colocar um vestido diferente, mesclar acessórios, ou fazer uma sobrepo-

sição que se adeque ao meu estilo. “Não dispenso um delineador forte, bastante rímel e o batom cor vinho”, comenta Beatriz. Esse são ecos de um novo streetwear. E você, já decidiu qual é a sua tribo?


CIDADE

LUGAR DE

É NO X E S U E M O D N E V

USADOS

D I V U LG AÇ Ã G I A F OT O S IRÉE GEOR T E X TO D E S

O

E X- C AM A; E X- CALÇADO E E XC ARRO. Q UAN DO AS CON TAS APE RTAM E SE T E M COI SAS COMO E S S AS S O B R AN DO, PAR A ON DE VO C Ê C O RR E R I A? N E S S A E D I ÇÃO, A R E VI STA VI DA M O S T RA UM G RUPO DE VE N DAS D O FAC E B OOK QUE VI ROU S U C E S S O E M CAMPO MOUR ÃO. E M RE S U MO, UM G RUPO E M QUE S E PRO C UR A, OF E RTA, VE N DE , D OA O U TROCA. CON F I R A!

12 revistamaisvida.com.br


m bom estado, s e m riscos, seminovo” – essas são as observações feitas sobre um produto que está sem uso e aparentemente não possui mais tanto valor. Mas em poucos minutos, vários comentários solicitando a compra do produto aparecem. Estamos falando de um grupo no Facebook que entende seus problemas: o sapato era novo, mas apertado demais; o celular ficou fora de uso; ou a família cresceu e você precisou trocar o carro. “Vendo meu usado em Campo Mourão e Região!”, possui aproximadamente 26 mil membros. Nele, são vendidos desde objetos comuns, como eletrônicos e móveis, e até alguns mais inusitados, como gaiola para pássaros, babá eletrônica, suplementos, rádio para aeromodelismo e aplique para cabelos. O idealizador é o estudante Eduardo Vale de Noronha, que criou o grupo em 2012, quando ingressou na faculdade. A ideia era

revistavida.com.br 26 revistamaisvida.com.br 13


CIDADE

simples: “todo semestre alunos se formavam e precisavam se desfazer das coisas, enquanto ao mesmo tempo, outros ingressam, e esses precisam das mercadorias que os outros não precisam mais” relata ele sobre o surgimento do grupo. Com isso, no começo, o público alvo eram os alunos da faculdade, pois os principais produtos vendidos eram móveis, e a divulgação era “boca a boca” entre os amigos da faculdade. Mas com o tempo, o grupo acabou abrangendo toda população de Campo Mourão, as pessoas foram se interessando e participando do grupo sem nenhuma divulgação, e atualmente já não possuem produtos mais anunciados que outros. “O que você imaginar, tem no grupo para vender” brinca Noronha. Para ele, o importante é

14 revistamaisvida.com.br

também pensar numa economia alternativa, onde há possibilidade de trocas. “No grupo sempre aparecem pessoas querendo trocar ao invés de vender. Eu pensei em um grupo que ajudasse as pessoas a se desfazerem de produtos que não utilizavam mais, porém que outras pessoas aproveitassem”, explica. E isso funcionou, pois segundo o dono do grupo, ele constantemente recebe mensagens agradecendo pela iniciativa da criação do grupo, e pessoas contando sobre bons resultados de negócios fechados. Mas como todo grupo precisa de regras de organização e normas de boa conduta para postagem, houve a necessidade de quatro mediadores para controlar alguns produtos proibidos que as pessoas tentam vender. Eduardo comenta as

principais regras que caso não seguidas, podem resultar na expulsão do membro: proibido a publicação de anúncio sem valor no produto, a não ser que seja uma doação; proibido comentários que ridicularizam ou desprezam postagens alheias; proibido anunciar o mesmo produto várias vezes ao dia. O estudante de Engenharia Ambiental e artista, Evandro Castro, tem 19 anos e é um dos membros do grupo. Ele conta que começou a participar há mais de um ano, através de um convite feito por um amigo. E desde então, já comprou roupas e vendeu dois fogões elétricos, um fogão a lenha, um microondas e uma esteira. Responsabilidade social e sustentabilidade


Atualmente, muitas pessoas compram o tempo todo, e alguns produtos elas nem chegam a utilizar, ou simplesmente, enjoam. Pensando nisso, esse tipo de grupo é, nos dias de hoje, uma fatia de mercado expressiva em

razão da facilidade entre os meio de comunicação e a necessidade de venda. Evandro comenta sobre esse tipo de mercado paralelo: “ Eu vejo essa ‘nova onda’ como um forte aliado da sustentabilidade e economia. A

ideia é brilhante, pois muitas vezes temos roupas ou móveis que estão ocupando lugar e gerando bagunça em casa, mas que podem ser úteis para outras pessoas”. Segundo ele, em grupos como “Vendo meu usado em Campo Mourão e Região”, além de práticos e fazer as pessoas economizarem, são uma forma de incentivar os usuários a adotarem a sustentabilidade em suas vidas, pois mesmo sem saber, acabam gerando um consumismo em teia, e aquilo que muitas vezes seria depositado em lixões, ou mesmo em um canto qualquer da cidade, como terrenos baldios, agora pode ser trocado, vendido ou doado, em apenas um click. “Posso vender aquilo que não uso mais, e além de praticar o desapego, gero lucro, e aumento a vida útil do bem material”, explica.

revistamaisvida.com.br 15


MUNDO

INTERCÂMBIO:

LONGE DE longe de CASA, caSa, NOVAS novaS EXPERIÊNCIAS experiênciaS T E X TO C Á S S I O C E N I Z F OTO S A R Q U I V O P E S S O A L

prender uma língua estrangeira parece, para alguns, mais uma das obrigações do mundo globalizado. Se falarmos em língua inglesa, mais ainda. Há quem diga que ter domínio do idioma é possibilitar a inclusão e abertura de novas 16 revistamaisvida.com.br

portas. Foi acreditando nisso que Paulo Henrique Xavier Hipoliti, iniciou, em 2006, o cursinho. “Quando procurei um curso de inglês foi, justamente, para poder viajar. Sempre pensei isso”, diz. Primeiro veio o curso de língua inglesa. Depois, em 2009, o início da graduação em Letras na Universidade Estadual do Paraná


“Descobri, pesquisando, o intercâmbio chamado de work and travel que podemos trabalhar e viajar. Fui sozinho, sem conhecer ninguém”

(Unespar), campus de campo Mourão. no mesmo ano, com o aprendizado acumulado, começou a lecionar em escolas de idioma. Uma coisa levou a outra. o foco em descobrir novos lugares, a dedicação, a pesquisa e a economia resultaram na primeira oportunidade de viagem. desanimado com o rumo na universidade,

se planejou e, no final de 2011, embarcou para os estados Unidos. “descobri, pesquisando, o intercâmbio chamado de work and travel que podemos trabalhar e viajar. Fui sozinho, sem conhecer ninguém”, conta paulo. Durante quatro meses ficou no país. viveu por 3 meses e meio em Sheridan, Wyoming. no período conheceu os locais mais próximos. Nos 15 dias restantes, viajou para Hollywood, las vegas, los angeles, Santa Monica, venice e denver. Mais do que realizar o sonho de viajar para outro país, paulo comenta que foi uma oportunidade para aperfeiçoar o inglês. “Morava em uma casa com outros brasileiros, peruanos e uma russa. como a maioria era de brasileiro, combinamos de conversar em inglês, mas não deu certo. então, durante o dia ia para o centro, comprava alguma coisa para poder conversar com as pessoas e a noite trabalhava”, lembra. Em 2012, após o período de intercâmbio, voltou animado. retomou os estudos na universidade, o trabalho e já começou a planejar a segunda viagem. A vez do espanhol entre as opções e mesmo odiando espanhol, como ele próprio descreve, decidiu pelo peru. aproveitou, novamente, as férias de verão e no final do ano passado foi para arequipa. os amigos conquistados na primeira viagem serviram de incentivo para a escolha. paulo comenta que achava impossível aprender espanhol. no entanto, antes mesmo de embarcar para o país, dedicou-se um pouco à língua. por meio da internet, estudou com ajuda dos amigos. diferente dos estados Unidos onde foi trabalhar e viajar, no peru o professor se envolveu em projetos sociais. Foi um intercâmbio com outro propósito e que tem o envolvimento de um grupo de jovens liderado, em sua maioria, por universitários. a aiesec. no peru, morou na casa de três famílias. porém, o intercâmbio durou dois meses. no revistamaisvida.com.br 17


MUNDO período, lecionou em dois orfanatos e um albergue para crianças e adolescentes. o trabalho era basicamente acerca de temáticas como valores, meio ambiente e empreendedorismo, todo no idioma local. além disso, também deu aulas de português, inglês e artesanato. esse último, visando a comercialização dos produtos para melhorar a condição das famílias. Experiência única em cada país, uma experiência. essa é a impressão de paulo após as viagens. até chegar aos estados Unidos, o principal sentimento foi o medo. “Fui morrendo de medo, principalmente, por não conhecer ninguém. passei por três cidades antes de chegar no destino final”, mas confessa que não demonstrou e nem falou sobre com a família. no entanto, em pouco tempo se adaptou. a população, 17 mil habitantes, não o assustou. porém, na comparação, cita que o trânsito na área central da cidade norte-americana é mais agitado que o de campo Mourão que possui mais de 90 mil habitantes. “das experiências, tive que aprender a cuidar do meu dinheiro. Me virar sozinho e ter mais responsabilidade”, expõe. Às vésperas de embarcar para o peru, o medo voltou. a preocupação dessa 18 revistamaisvida.com.br

vez era a população: quase 1 milhão de pessoas. Apesar disso, salienta que em duas semanas já estava andando sozinho pela cidade. para ele, a experiência no país sul americano foi a que mais possibilitou crescer como pessoa e profissionalmente. “vi uma realidade totalmente diferente. passei a valorizar mais a mim e aos outros. era possível ver que as crianças e

até mesmo os adultos, valorizavam muito a gente que estava lá ajudando. o nosso trabalho voluntário mostrava que a gente se importava com eles”, exemplifica Paulo. Respirar diferentes culturas a vivência em três países permitiu ao intercambista estabelecer as diferenças e as similaridades


entre as realidades culturais. nos estados Unidos, destaca que adquirir o que deseja é barato, as pessoas são educadas e as paisagens são bonitas. “É o lugar de realizar sonhos”, define. por ser uma cidade localizada no velho oeste, cita que conheceu algumas histórias e a única saudade que sentiu foi da comida brasileira. por outro lado, aprendeu à fazer pratos diferentes. entretanto, considera que a cultura é mais rica e forte no Peru. As influências das viagens são evidentes, sobretudo, da última experiência não podem ser negadas. as pulseiras em barbante e a bolsa colorida, produzidas no país, tornaram-se acessórios diários de paulo. “os aspectos culturais foram perfeitos. Mesmo com os problemas sociais, que também caracterizam um pouco da cultura do país, o peru tem muita história. a população mantém muitos costumes e considero um país bastante conservador”, analisa paulo. para um vegetariano, como o é, lembra ainda que um fator marcante é o consumo de carne. Mesmo as comidas sendo classificadas como fantásticas, considera que os peruanos comem muita carne. “ver fotos não se compara ao que é viver essas viagens. Foram as duas melhores experiências da minha vida, só que uma di-

ferente da outra”, completa. Quase uma profissão acima e abaixo de qualquer outra experiência, o que paulo demonstra maior satisfação é com as amizades. Ele chega a afirmar que conseguiu estabelecer vínculos muito importantes. Mesmo depois do primeiro intercâmbio, há dois anos, o contato e os reencontros permanecem. em julho, vai para argentina rever duas amigas que conheceu nos estados Unidos e outra, alemã, conhecida no peru. Também aproveitará para aperfeiçoar o espanhol, o idioma que do ódio, se transformou em amor. e como bom intercambista já tem planos. para as próximas férias de verão, se conseguir, pretende fazer um novo intercâmbio. provavelmente, por um país da américa latina e repetindo a experiência de voluntário em projetos sociais. como o limite de idade para os programas de intercâmbios que conhece é 30 anos e a graduação facilita, Paulo finaliza lembrando o que sua mãe costuma dizer: “ela diz que é por isso que fico atrasando o término da faculdade.”

revistamaisvida.com.br 19


ESPORTE

OS GRINGOS

DA BOLA E S P O RT E POP U L A R N OS ES TA D OS U N I D OS , O F U T EBOL A M ER I CA N O É T R EI N A D O E M CA M P O M OU R ÃO E JÁ D EU BON S R ES U LTA D OS

T E X TO PA U L A F E R N A N D E S | F OTO S R O D R I G O S H U

20 revistamaisvida.com.br


ma brincadeira entre amigos que começou em 2011 virou coisa séria. Hoje, cerca de 25 atletas se reúnem três vezes por semana para jogar um esporte pouco típico no nosso país: o futebol americano. “Começamos com dez pessoas. Dessas, apenas quatro continuam na equipe atual”, conta o técnico e presidente da equipe, Renildo Felipe Diogo. Foi no final de 2013 que o time tornou-se profissional e, neste ano, o primeiro jogo – e a primeira vitória! – foi realizado contra a equipe

Goioerê Terror: 29 pontos contra 6. Renildo conta que a ideia do futebol americano veio de paixões trazidas de pais para filhos. “E por alguns terem conhecido através de outras pessoas”, afirma. Apesar da fama de violento, o técnico assegura que não é como a maioria imagina. “O esporte é muito técnico, tático e físico”, garante. “E, nas ligas nacionais, poucos atletas se machucam gravemente, pelo esporte ser levado de forma um pouco menos rígida e até mesmo pela velocidade de jogo”, complementa. A velocidade de jogo, ensina Renildo, consiste na força física do atleta e na dos

outros jogadores. “É o que dita a velocidade que o atleta irá se comportar no campo”. O técnico explica que, no Brasil, muitas vezes os jogadores são leves e rápidos, diferente da NFL (National Football League, em livre tradução, Liga Nacional de Futebol Americano, nos Estados Unidos), onde os atletas são fortes e rápidos. “A diferença entre os níveis precisa ser levado em consideração”, continua. Os níveis são importantes até mesmo para definir a intensidade do treino. “Dificilmente atletas se machucaram sabendo que vão ter que trabalhar na segunda-feira pela manhã, após o jogo do domingo, os níveis de dedicação são diferentes”, completa Renildo. “Além do mais, qualquer esporte contém riscos, a questão é que o contato no futebol americano é mais presente que em outros esportes”, assegura. A equipe está em um momento de preparação para entrar em campeonatos. “Tentaremos ingressar futuramente em um campeonato nacional de flag*, para ganhar experiência”, comenta. É possível assistir aos treinos da equipe, às terças-feiras, a partir das 21h30min, na Praça do Fórum, às quintas-feiras, a partir das 18h10, na Assorevistamaisvida.com.br 21


ESPORTE

ciação dos Funcionários da Faculdade Integrado (AFIIN) e aos domingos, às 9 horas, no Parque Municipal Teodoro de Oliveira. Para quem deseja participar, os treinos de domingo são voltados à aprendizagem do jogo e para quem ainda não conhece o esporte. “Nós damos três treinos para quem quiser aprender, depois será necessário firmar um compromisso com a equipe”, afirma Renildo. E o esporte é permitido a qualquer pessoa. “Um time de futebol americano é composto por atletas de vários biotipos: gordos, magros, altos e baixos”, declara o técnico. Até mesmo um atleta com deficiência auditiva faz parte da atual equipe. “É apenas necessário um protetor bucal e chuteira de campo para poder treinar”, completa. *Flag é uma versão do futebol americano com regras similares às do jogo profissional, mas, ao invés de derrubar o jogador com a bola no chão, o defensor precisa retirar uma fita (flag, em inglês) para dar um down. O flag foi desenvolvido para minimizar as lesões que o esporte poderia trazer. 22 revistamaisvida.com.br


ENTENDENDO O FUTEBOL AMERICANO Objetivo: fazer mais pontos que o adversário. Duração: o jogo é dividido em quatro tempos (quartos) de 15 minutos cada. Jardas: cada jarda representa 0,914 metros. São 20 zonas de cinco jardas cada. Nos campos, as marcas de linha curta significam as cinco jardas e as linhas completas, de lateral a lateral, representam dez jardas. Down: uma tentativa de correr dez jardas no campo. De dez em dez jardas você chega à endzone do adversário. Endzone: área de proximidade do gol, com dez jardas em cada lado do campo.

COMO FAZER PONTOS Touchdown (6 pontos) – o jogador precisa entrar na ‘end zone’, uma espécie de grande área do adversário com o domínio da bola. Gol extra (1 ponto) – após um touchdown, um chute por cima da trave. Endzone (2 pontos) – também após um touchdown, uma nova tentativa de jogada. Field gol (3 pontos) – através de um chute de qualquer lugar do campo que deve passar entre as “pernas” da trave invertida. Safety (2 pontos) – Quando o dono da bola é nocauteado dentro da sua própria endzone.

revistamaisvida.com.br 23


CURTO FAZER O BEM

UNICAMPO CONTRA A ACNE T e x To R O D R I G O R E L O Z I F oTo S W E B E A S S E S S O R I A D E I M P R E N S A

assandra Bankson tinha 18 quando decidiu fazer um v í d e o mostrando o grave problema de pele que possuía. Seu objetivo era ajudar as pessoas que passavam pelo mesmo problema. Ela levou dois meses, para depois de fazer a gravação, ter coragem de postá-la nas redes sociais. O vídeo rapidamente ganhou repercussão. Em 2 meses cerca de 7.5 milhões de pessoas já haviam assistido sua publicação no canal do Youtube, que hoje possui mais de 23 milhões de visualizações. A velocidade com que a adolescente nascida em São Francisco ganhou projeção mundial está diretamente relacionada ao número de pessoas que se identificaramcom ela e sofrem com esse 24 revistamaisvida.com.br


problema, comum entre os adolescentes e negligenciado pela maioria dos pais, a acne. Segundo o Dr. Drauzio Varella, acne é uma doença dermatológica bastante comum entre os adolescentes, e está associada à produção dos hormônios sexuais. Ela afeta as glândulas pilossebáceas que passam a produzir uma quantidade maior de secreção gordurosa. Essa secreção não consegue ul-

e socialização do indivíduo. Para ajudar adolescentes de baixa renda, sem condições de obter um tratamento adequado contra a doença, as acadêmicas do curso de Estética e Cosmética da Faculdade Unicampo de Campo Mourão estão desenvolvendo o Projeto de Extensão “Acne nunca mais!”, junto às escolas públicas do município e da região. Trata-se de um projeto

trapassar a abertura do poro e ali se acumula formando comodões abertos (cravos pretos) que oxidam e escurecem em contato com o ar, ou comedões fechados (cravos

“Estes jovens receberão tratamento gratuito para esta afecção. ”

de estudo de casos, voltado para adolescentes com faixa etária entre 14 e 17 anos que apresentam acne ativa. Estes jovens receberão tratamento gratuito para esta afecção. Os acadêmicos realizarão os procedimentos para eliminar a acne e acompanharão os resultados. A importância desse aprendizado é não somente para a formação do alunos, mas também para orientação e cuidados

brancos). O acúmulo dessa substância favorece a infecção por bactérias. As regiões mais afetadas são o rosto, costas, peito e ombros, o agravamento da infecção pode deixar cicatrizes, manchas e ferimento. A acne, é mais que um problema estético, trata-se de uma doença agressiva, que leva não apenas a danos físicos como também psicológicos, afetando a autoestima

que devem tomar os jovens que sofrem do mesmo mal estético. Mais dois Projetos em Beneficio da População O público feminino será privilegiado ainda com outros dois Projetos de Extensão do curso de Estética e Cosmética: Beleza sem idade e Estresse, um mal desnecessário. Os projetos foram elarevistavida.com.br 26 revistamaisvida.com.br 25


borados pelas professoras Eliane Maria Vogel Branda, Vivian Taciany Bonassoli, Luani Bonjorno Cilla e pela coordenadora do curso, Michelle Macena Maioli. O projeto intitulado “Estresse um Mal Desnecessário – SIPAT 2014” será realizado em parceria com empresas de Campo Mourão que realizam a SIPAT - Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho. Nessa semana, as acadêmicas do curso de Estética e Cosmética realizarão procedimentos

A principal meta do projeto é elevar a autoestima dos cidadãos envolvidos, além de promover saúde, beleza e qualidade de vida, e aos acadêmicos, o contato com a profissão. antiestresse nos funcionários das empresas conveniadas e prestarão orientações de como evitar/minimizar o estresse do dia a dia e tem como objetivo a prática de terapias alternativas na área da estética, proporcionando às acadêmicas conhecimento e experiência com as técnicas aplicadas; e ao público atendido, orientações em questões relacionadas à área de estética. O projeto “Beleza sem Idade” tem como objetivo o atendimento da população 26 revistamaisvida.com.br

com higienização da face, SPA dos pés e mãos, maquiagem, massagens entre outros. A principal meta do projeto é elevar a autoestima dos cidadãos envolvidos, além de promover saúde, beleza e qualidade de vida, e aos acadêmicos, o contato com a profissão. A coordenadora do curso relatou que os trabalhos a serem desenvolvido além

de formar profissionais capazes de exercer as funções pertinentes e execução de tratamentos estéticos, contribuirá para o bem-estar físico e mental da comunidade mourãoense e da região da COMCAM” Mais informações: www.faculdadeunicampo.com.br 0800 600 5059


ARTE

Do hobby À PROFISSÃO T E X TO PA U L A F E R N A N D E S F OTO S D E S I R É E G E O R G I A

F OTÓGRAFA M OU RÃOE N S E R EGI S TRA S E U PRÓPRI O M U N DO EM I M AGE N S PRE M I ADAS

ascida e criada em Campo Mourão, Desirée Georgia Queiróz Pechefist, mesmo com apenas 19 anos, já levou o nome da nossa cidade além dos nossos limites. Campeã em alguns concursos de fotografia, a mourãoense conta que começou por hobby. “Sempre procurei demonstrar a maneira como eu via o mundo, seja por palavras, imagens ou até mesmo a fala oral”, lembra. Foi esse interesse de se expressar que fez a jovem ir morar, no 3º ano do Ensino Médio, em Ponta Grossa, para realizar o sonho de cursar Jornalismo na 28 revistamaisvida.com.br

Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). E foi na faculdade que iniciaram suas experiências com a fotografia. “Comecei a aprender mais sobre as regras e intenções”, explica. E aprendeu de tudo mesmo, desde a máquina analógica e a lata, que simula a câmara escura, até a profissional digital. “Acredito que esse processo de entender como cada segmento da câmera funciona e da magia que envolve a revelação me fez mais apaixonada ainda pela fotografia”, conclui. Motivada pela família e professores, Desirée começou a buscar concursos que envolviam sua paixão. “Já ganhei o Concurso Fotográfico do Dia das Crianças


revistamaisvida.com.br 29


do Paraná Supermercados, Foto Destaque 2013 no projeto extensionista, Foca Foto UEPG, Concurso Fotorreportagem da Semana da Resistência da UEPG e, atualmente, o Concurso Tugúrio para o lançamento do livro. Agora vou tentar concursos maiores, de âmbito nacional”, comemora a acadêmica. Por que fotografar? “A fotografia, através da configuração de cores, foco ou escolha do enquadramento que você vai investir permite que você passe uma informação ou simplesmente mostre o seu olhar”, sintetiza Desirée. Hoje, ela trabalha com isso, mas garante que busca sempre mostrar o conceito do fotojornalismo nas suas imagens. “Ou seja, o olhar diferente, uma visão de jornalista no evento que se desenlaça”, ensina. 30 revistamaisvida.com.br

Acima de tudo, ela acredita que fotografar envolve sentimento, expressão e criatividade, além da técnica: “tudo no mesmo clique”. Para Desirée, a câmera é um mundo à parte e único. “Você decide as cores, o que os ‘teus olhos’ querem ver, o que você quer que as pessoas sintam, é tua alma ali, os teus sentidos que poderão produzir diversas realidades, por isso costumo comparar a fotografia com a poesia, música e arte”, complementa. Para ela, é uma forma de libertar os próprios sentimentos. Além de CM Poder levar, consigo e com suas fotografias, o nome de Campo Mourão para outros lugares é gratificante, diz Desirée. “Sinto como se eu estivesse fazendo a coisa certa”, afirma. “Como se eu estivesse levando, de fato,

um pouquinho de mim para cada pessoa, um pouquinho do meu sentimento, da minha cidade, da minha linguagem, do meu modo de pensar, agir e sentir”, pontua. Desirée, por ela mesma Futuro: “Eu gosto muito de Moda, e futuramente quero fazer cursos específicos em fotografia nessa área.” Fotógrafa das ruas: “Gosto de tirar fotos na rua de pessoas que não teriam condições de contratar um fotógrafo. Então tiro, revelo a foto, e entrego para elas. É um sentimento único, você ganha sorrisos pela sua foto impressa. A pessoa se vê eternizada na impressão e o momento fica na lembrança.” Coleção: “Uso uma Nikon D7000, mas tenho uma paixão por fotografia analógica e coleciono máquinas antigas.”


GENTE

Viagem De primeira

T E X TO E F OTO S PA U L A F E R N A N D E S

SER M Ã E É PA DECE R N O PA R A Í S O, DIZ O DITA DO. A G E S TAÇ ÃO E AS P R IM EIRAS DE S C O B E RTA S NA V IDA C OM F IL H O S É U M M OMENTO DE M UDA N Ç A E AP RENDIZA DO C O N S TA N T E S . E QU EM JÁ PROVO U D E S S E GOST INHO G A RAN T E : N ÃO H Á AM OR M A IOR. C O N H E Ç A Q UAT RO M AM Ã ES DE C A MP O MO UR ÃO QUE ES TÃO, PELA P R I ME I R A VEZ , DELIC IANDO - S E C O M A S AVEN T U RA S DA M AT E R N I DA D E .

32 revistamaisvida.com.br


Fabiola Pimentel, 27 anos, vendedora Aos cinco meses, Sarah é um milagre na vida de Fabiola. “Pela medicina sou considerada estéril”, explica. Isso graças a um problema no útero e ovários. Por ser muito religiosa, começou a orar, juntamente com o esposo, pedindo por um filho. “No momento em que confirmei que estava grávida de um mês, senti uma alegria muito grande. Foi muito forte, pois vimos as mãos de Deus fazendo o milagre e colocando a Sarah dentro do meu útero”, conta, emocionada. E a gravidez não foi fácil. Com três meses de gestação, Fabiola teve que se submeter a uma cirurgia de apendicite. “Tive uma infecção que estava supurada, atrás do meu útero e quase o perfurando, com o intestino comprometido e correndo risco de morrer, mas venci isso também”, pontua. E, com a chegada da sua primeira filha, Fabiola aprendeu a ser mais paciente, mais forte e, garante, descobriu uma Fabiola bem melhor. “Ser mãe é a maior dádiva de Deus, é amar incondicionalmente, é tudo de melhor”, complementa.

revistamaisvida.com.br 33


Bruna Hermes de Castro, 21 anos, recepcionista e estudante Em novembro de 2012, Bruna levou um susto: descobriu que estava grávida. Como era muito nova e morava com os pais, foi esperando o pior para contar a eles. “E me surpreendi”, recorda. Hoje, não sabe o que faria se não tivesse a ajuda deles na criação da Julia, que já tem nove meses. Um bom exemplo é o relacionamento que seu pai tem com a bebê. “Ele não diz que ama nem a mim, mas à Julia, diz o tempo todo”, diz. Com o passar do tempo, ainda durante a gestação, estar grávida era o que Bruna mais amava, mas tinha uma contradição. “Queria demais saber como a Julia ia ser, vivia ansiosa”, comenta. E 34 revistamaisvida.com.br

a Julia chegou para virar a vida da estudante de cabeça para baixo. “Mas de uma maneira muito melhor: fez com que eu amasse mais, ensinou muita coisa a mim, mesmo sendo pequenininha”, comemora Bruna. Sua gravidez foi acompanhada – e muito curtida – pelo facebook. Bruna não entende o motivo do sucesso, acredita que seja por sempre ter assumido a gravidez, desde o início. “Acho que é porque normalmente se esconde a gravidez, ainda mais quando se é nova, e eu decidi mostrar”, completa. Assim que postou, na rede social, que estava grávida, teve mais de 300 curtidas. Desde então, suas postagens com a Julia são sucesso garantido. “Comecei a postar as coisas sobre a Julia no face e as pessoas gostam”, comenta.


Keity Gonçalves, 30 anos, secretária

Karinna Senger, 19 anos, coordenadora de eventos

Casada há seis anos, Keity e o marido tentavam engravidar há quatro. “Quando conseguimos, nem acreditei, porque foi tanta espera”, lembra. Mas, para ela, tudo tem hora certa para acontecer. “Acho que foi agora porque Deus sabe que estamos preparados”, justifica. “Essa gravidez significa um sonho realizado, uma felicidade sem tamanho”, conta a secretária. Tanto que, ao se lembrar do momento da descoberta da gestação, mal sabe como descrever. “Senti uma emoção incrível, uma mistura de surpresa com uma felicidade enorme, é algo inexplicável”, completa a futura mamãe. Aliás, sobre ser mãe, Keity já define: “é ser capaz de doar a própria vida”. O bebê, uma menina, já tem nome: Maria Antonia. E mudou muito – e para melhor – a vida da mamãe. “Tudo ao meu redor fica mais colorido e mais feliz ao saber que tem uma vida que depende de mim, que precisa de amor, me faz sentir especial e única”, comemora.

Ao final da gravidez, Karinna curte muito os últimos – e ansiosos! – momentos de barrigão. E o pequeno João Francisco vai ser o seu primeiro presente de dia das mães. Um presentão, ela sabe. Entretanto, um amor conquistado aos pouquinhos, dia a dia. “Eu sempre via todo mundo falanto ‘estou grávida e já é o amor da minha vida’, e sempre achei isso estranho. Com a minha gravidez, percebi que não é assim”, assegura. É claro que ela ficou feliz, mas assegurra que o amor vai acontecendo a cada dia. “Com o tempo, com as mudanças no corpo, com a barriga crescendo, com o primeiro ultrassom, os primeiros chutinhos. Você não descobre que está grávida e já ama incondicionalmente, você não tem muita noção do que está acontecendo no começo”, completa. Durante a gravidez, Karinna comenta que cada coisa que acontece parece extremo. “E depois a gente descobre que ainda tem muito mais por vir”, finaliza. revistamaisvida.com.br 35


AS CORES NÃO ESTÃO BATENDO?

MELHOR USAR A IMPRESSÃO DIGITAL

Cartão de visita - convites de casamento - ingressos - cartaz flyer - folder. E o melhor: todos personalizados e na quantidade que você precisar.

impressão digital

www.zazdigital.com.br - contato@zazdigital.com.br - (44) 3810 1717


Antigo Mercadão Municipal - Foto arquivo Ireneu Ricardo

Mercadão para todos os gostos Texto: Gracieli Polak Foto: Cleverson Lima

F

rutas e verduras frescas, carnes, sucos, material para artesanato e o produto prontinho, roupas, fantasias, utilidades para o lar, cereais e chás e café fresquinho, moído na hora. Onde encontrar tudo isso, em um só lugar? No Mercadão, é claro. O condomínio, que começou a ser erguido no fim da década de 1960, abriu suas portas no final do ano de 1971 marcando a passagem da Campo Mourão rural para o avanço que a nova década trazia. Hoje, mais de 40 anos depois, o Mercadão é ponto de encontro de conterrâneos e turistas que aproveitam as vantagens que o local traz para seus visitantes e clientes. Remodelado depois que um incêndio, em 2009, danificou a estrutura do local, ganhou estrutura mais moderna. O siste-

Basta colocar o pé para dentro do Mercadão para que todo o corpo sinta o cheiro confortante do café sendo moído na hora. ma de bancas, lembrança dos primeiros tempos, foi substituído por portas de blindex. O espaço, antes deficiente, ganhou em claridade e conforto. Desde 2004 o espaço não pertence mais ao poder público e passou a se chamar Condomínio Prefeito Horácio Amaral, administrado pelos proprietários e lojistas, mas a essência permanece. Visite o Mercadão com a gente!

revistamaisvida.com.br 37


Cheirinho de café fresco Basta colocar o pé para dentro do Mercadão para que todo o corpo sinta o cheiro confortante do café sendo moído na hora. O responsável por aquele que é o cheiro do condomínio está ali desde que as portas foram abertas. Cláudio Rosnoski inaugurou, junto com o mercado, sua loja de secos e molhados. “Mas os tempos estavam mudando, meu negócio não tinha mais muito futuro”, conta. Depois de quatro anos da bodega, vendeu todo o estoque e ficou com o balcão típico da venda e com a expectativa de vender café. E assim tem sido nos últimos 40 anos. Chega às 17 horas e meia cidade quer levar café fresquinho para casa, quase nem dá para conversar no seu box, porque a máquina de moer não tem descanso. “Acho que as pessoas não sabem que aqui fica aberto até mais tarde”, brinca. No banca do Rosnoski

não há placa, nem luxo. As pessoas chegam até ele pelo cheiro, não teria como ser de outra forma. Ele conta que só saiu do MerCláudio Rosnoski cadão quando fechou para reforma, depois do incêndio, mas que não vê jeito de levar seu comércio para outro lugar de novo. O café fresquinho ele compra na região, torra e vende com tranquilidade, moendo na frente dos clientes, que podem ser de Campo Mourão, da região ou do Brasil afora. “Tenho muito cliente que vem passear e não volta para casa sem levar alguns quilos de café”, relata.

Loja nova no mercado Ronise é faixa preta em caratê, mas também é fera em artesanato e adora decoração. Quando pensou em abrir seu negócio, logo pensou no Mercado Municipal. “Quando vou para uma cidade, procuro sempre o mercado público, porque é onde você encontra de tudo. É um lugar onde todo mundo entra”, afirma. Há seis meses ela abriu sua lojinha, que hoje está pequena para tantas novidades, 38 revistamaisvida.com.br

com muita satisfação com o ambiente que escolheu. “Sempre tem um fluxo grande de pessoas, principalmente da região. É um lugar muito bom”, defende.

Ronise Cleia Galdino


Denise Carla Minozzo

Chá para todo mundo Denise Carla Minozzo atende em uma loja também cheirosa, em um dos cantos do mercado. Ali você encontra uma infinidade de sabores e aromas, sempre com orientação. Irmã de Ronise, Denise já está há quinze anos no Mercadão. Começou como vendedora, abriu uma loja, depois outra, e vê no condomínio uma ótima locação para seu ramo. “Fui para o centro, mas não gostei. É aqui o meu lugar”, reforça.

A Casa do Chá, ela conta, começou com público muito grande de idosos, mas hoje tem muitos jovens na clientela. Vendendo chás, cereais, extratos e encapsulados, ela tem concorrência até mesmo dentro do próprio mercado, mas acredita que há espaço para todo mundo.

Quer conhecer mais lojas? De acordo com o síndico do Mercadão, Rodrigo Ribeiro Ramalho, os 60 boxes abrigam cerca de 40 lojas, com toda a variedade possível em produ tos. Acompanhe o roteiro preparado pela Revista Mais Vida, especialmente para você!

revistamaisvida.com.br 39


Visite-nos

Cantinho do Suco natural

Um suco perfeito e um excelente pastel para alegrar o seu dia.

Essência Modas

Moda feminina e masculina com qualidade, conforto e bom preço.

40 revistamaisvida.com.br

Milena Confecções

Os melhores tecidos, costura sob medida e consertos em geral você encontra aqui.

Tucano Eletrônicos

Tudo em jogos e acessórios para celulares e eletrônicos.


Frutimax O ponto da cidade para encontrar frutas e verduras frescas e de qualidade!

WG celulares

Assistência técnica e acessórios.

Maria Flores

Artesanato que dá um toque especial e exclusivo para todo o tipo de decoração.

Bem Me Quer

Moda infantil para seus filhos estarem bem vestidos o ano todo.


Visite-nos

Pet Center

Seu pet merece o melhor cuidado e os melhores produtos.

Famatex Confecções

Especialista na confecção de uniformes escolares e similares.

Aviamar

Artigos para festas, acessórios e aviamentos para personalizar tudo ao seu gosto.

Arte Mania

Aviamentos e acessórios para seus trabalhos, casa e roupas se destacarem.


Água Viva

Produtos naturais e especiarias com qualidade e preços acessíveis para seu bem estar.

Maria Arteira

Variedades em artesanatos, objetos de decoração e personalização.

Vila Café

Para um cafezinho quente, um bom lanche e um atendimento espetacular:

Visite-nos!

revistamaisvida.com.br 43


Quintilhões de combinações apenas uma solução

H

á 40 anos o mundo se diverte e se sente desafiado com o cubo mágico. A criação do húngaro Ernõ Rubik ganhou popularidade na década de 80 e até hoje mexe com a cabeça de muita gente. Enquanto para uns seja impossível solucionar a montagem da peça, há quem comprove a possibilidade. Em Campo Mourão, por exemplo, existe um grupo de jovens que já dominam o segredo da engenhoca.

44 revistamaisvida.com.br


TEXTO E

Texto e fotos: Cássio Ceniz

Apesar dos 43 quintilhões de combinações possíveis, Felipe Borino Giroldo e Victor Hugo Celoni, 18 anos, são alguns mourãoenses que aprenderam as estratégias que resolvem o quebra-cabeça. Por meio do amigo Guilherme (que não pode participar da entrevista), tiveram no Ensino Médio os primeiros contatos com o cubo mágico. Já se passam aproximadamente quatro anos e as “fórmulas” ainda não foram esquecidas. Como argumenta Victor, a falta de prática atrapalha na superação do tempo de resolução. A rotina acadêmica influência um pou-

co na prática. Os três são estudantes de Engenharia Eletrônica, no campus de Campo Mourão da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). Foi, inclusive, somente na instituição que conseguimos um tempo para a entrevista. Antes do período universitário, eram mais comuns os encontros para a “disputa”. Segundo Felipe, não era bem uma disputa, mas uma brincadeira em que os amigos verificavam o desempenho entre si. Hoje, alguns segredos foram compartilhados com os amigos de turma e quando sobra um tempo, nos intervalos, se entretém. A estimativa é de que, pelo menos, uns 10 da turma já saibam fazer o encaixe perfeito das peças. Eles lembram que no Ensino Médio, eram muitos os amigos que também dominavam as estratégicas. No entanto, o reencontro se tornou mais difícil. Todos podem Na entrevista, os jovens reforçaram que

“Montar todos conseguem. Os limites é cada um quem dá” qualquer um pode fazer a montagem. Para Victor é mais uma questão de dedicação. “Os quatro anos que temos de contato não definem agilidade e perfeição. Montar, todos conseguem. Os limites é cada um quem dá”, comenta. Entretanto, Felipe acrescenta que a frequência estimula o espírito competitivo.


Competições Enquanto para Felipe, Victor e Guilherme a montagem seja mais entretenimento, existem mundo afora, competidores que buscam superar os próprios limites e dos adversários. Tem disputa de velocidade, de movimento, com olhos vendados e até com os pés. A participação é livre, depende mais do interesse de cada um. No Brasil, Renan Cerpe é o atual campeão com 9 segundos. Em nível mundial, o destaque fica com os asiáticos, depois aparecem os australianos e húngaros. Felipe comenta que o recorde, seu e o de Guilherme, é 16 segundos. Mas o tempo 46 revistamaisvida.com.br

médio, em ocasiões normais, é de 26 segundos. Já Victor lembra que o menor tempo atingido foi 30 segundos. Para campeonatos oficiais, eles explicam, é necessário um cronômetro profissional que é sensível ao toque tanto de início, como de término. Após retirar o cubo da mesa o competidor tem cinco segundos para analisar a posição das peças e iniciar a montagem. O quarentão O primeiro protótipo do cubo mágico data da primavera de 1974. Mas, a burocracia para iniciar a fabricação foi concluída apenas em 1977. De início, foram produzidas 12 mil unidades que

chegaram às lojas da Hungria. Alguns registros dizem que o inventor, o arquiteto Ernõ Rubik, demorou mais de um mês pra conseguir resolver o problema. A versão inicial foi elaborada em 2x2x2. Porém, o formato 3x3x3 é o mais conhecido, composto por 6 faces de 6 cores diferentes e arestas de aproximadamente 5,5 cm. Há uma previsão de que 350 milhões de unidades já foram vendidas no mundo. Em recente encontro com o criador do cubo, o presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, disse que o cubo se transformou nas últimas quatro décadas no “ícone da engenhosidade europeia”.


Construa Posicione Destaque

SUA MARCA

MAKRO

A MAIOR EMPRESA DE Mテ好IA EXTERIOR DE CAMPO MOURテグ

(44) 3529 1089


GOURMET

a vida POIS ASSIM É

T E X TO E F OTO S C L E V E R S O N L I M A

A VI DA É ASSI M. DE TE MPOS E M TE MPOS SOMOS LE VADOS A MUDAN ÇAS. ALG UMAS VE ZE S SÃO B OAS, E M OUTR AS, RUI N S. MAS COMO SE R E S MUTÁVE I S E CR I AT I VOS, DE SE N VOLVE MOS A CAPACI DADE DE CON TOR N AR OB STÁCULOS E MUDAR , SE PR E CI SO, O RUMO DE N OSSAS VI DAS OU R E TOMAR AN T I G OS CAMI N H OS.


oi aí que as nossas histórias se cruzaram: a de Gabriela Cristófoli Pereira e a de quem vos escreve. Em 2010 tínhamos sonhos. O meu, desenvolver uma das primeiras revistas voltada a gastronomia mourãoense. Que contasse as histórias dos verdadeiros mourãoenses, aqueles “que botam a mão na massa”, quase que literalmente. Por coincidência, a Gabi (como

é carinhosamente chamada por todos) tinha iniciado os estudos em tecnologia em gastronomia, afinal, tinha na arte de cozinhar a união de sonho e paixão. Havia um início para nossas histórias. A revista: Uma Xícara e Meia (que ficou pronta, mas infelizmente não foi veiculada). E a nossa primeira matéria: “Os primeiros passos de uma futura gastróloga”. A estudante de tecnologia em gastronomia iria revelar a receita de seu próprio macarrão, o

modo de preparo do prato e algumas curiosidades. Tudo organizado e pronto! Fomos entrevistar a Gabriela. A pouca idade que tinha, por vezes, não condizia com os cuidados e conhecimentos que possuía na cozinha. Antes de iniciar o preparo do macarrão, Gabi falou do curso, contou as experiências vividas em sala de aula e apresentou algumas curiosidades culinárias. “Os restaurantes surgiram na guerra. Os franceses precisavam comer, então se reuniam em estabelecimentos para comer caldos que os sustentassem”, citou. Mas nesse início, nem eu nem a Gabi estávamos sozinhos. “Gabi, posso ir cortando os tomates para adiantar?”, perguntou a mãe, Juci Cristófoli. “Pode, mas bem pequenininho”, advertiu a cozinheira. A Jucy cuidava dos mínimos detalhes tal como Gabi e passou a intitular-se “auxiliar da filha”, cortando os tomates, escorrendo a gordura do bacon, lavando a louça ou ajudando na composição das fotos, preparando o ambiente. Sempre com aquele brilho no olhar e um sorriso contagiante. Pensei nesse trabalho e na dedicação de todos a esse projeto, e me incluo nesses atributos. Não era certo deirevistamaisvida.com.br 49


GOURMET

xar a história esquecida em layouts, enterrados em pastas, subjulgadas pelo HD de backup do tempo. Por isso, apresentamos na íntegra, a “Macarronada à Gabriela”. Deixarei uma grande aspa aqui, para incluir o texto original, que merece ser lido, assim como foi concebido. Nossos “Eus” do passado talvez assim o queiram.

Gabriela começa cortando a cebola, delicada e minuciosamente. Cebolas em pedaços pequenos, bem pequenos: 1 cebola média. Depois 3 dentes de alho, 3 tomates grandes e 2 tabletes de caldo de galinha. A futura gastróloga não queria usar os caldos de galinha industrializados, mas não teve tempo de fazê-los. De acordo com a Gabi, tudo deve ser feito pelo cozinheiro, nada de produtos industrializados. Sobre os caldos casei50 revistamaisvida.com.br

ros, explica que “os melhores restaurantes fazem o fundo com ossos de vaca”. “O shitake é um toque a mais” Além desses ingredientes, Gabi separa 250 gramas de tomate cereja, que deve ser cortado ao meio, e 20 gramas de shitake, um tipo

“O shitake é um toque a mais” de cogumelo, para incorporar ao molho do seu macarrão. Quanto ao shitake, a cozinheira diz que deve-se hidratá-los em água morna. Antes, é necessário cortar os cogumelos em pedaços e após a hidratação, acrescenta-os ao molho. “O shitake é um toque a mais”, afirma Gabi. Também tem o bacon. São necessários 200 gramas de bacon sem gordura. Pri-

meiramente, doura o bacon no azeite, depois coloca-os num recipiente. Na mesma panela que dourou o bacon, retira-se, com um guardanapo, o óleo do bacon, então se acrescenta a cebola, o alho e depois os tomates. Em seguida, despeja-se uma lata de massa de tomate e água do chitaque. Levantando fervura, o molho, quase pronto, vai impregnando o ambiente com seu cheiro saboroso. Ao fim, coloca-se o bacon, uma pitada de sal e outra de pimenta. “Eu gosto de colocar um pouquinho”, ressalta Gabi. Também, acrescenta-se o shitake e um pouco de açúcar para tirar a acidez. Cozinha-se em fogo baixo até incorporar. O molho está pronto. Enquanto o molho era feito, a água para receber a massa do macarrão era fervida. Ao contrário do que se aprende na cozinha popular, Gabriela afirma que não se


deve colocar nada de azeite ou óleo na água do macarrão e o sal é somente após levantar fervura. “Devemos alterar o menos possível a química da água”, alerta a gastróloga. Outra coisa que se evita é mexer a massa do macarrão enquanto o cozinha. Se mexer a massa pode se quebrar. São 10 minutos de cozimento. Molho pronto, massa

cozida. Gabi agora monta o seu primeiro prato. Escolhe um prato branco e médio para sua composição. Coloca a massa, o molho. Limpa as beiradas onde o molho respingou, rala o queijo para colocar por cima. “É bom ralar o queijo sempre na hora, assim libera o cheiro e o sabor”, destaca. Por último, a cozinheira escolhe o manjericão que vai compor o prato. Um toque aqui, outro ali. O macarrão à Gabriela está pronto. Aprovação de 100% dos presentes.

Esse fragmento do passado incluído no presente é apenas uma singela homenagem aos amigos que arriscaram empreender sonhos malucos, que por muitas vezes trouxeram realizações

sem lucros, apenas o prazer de criar coisas novas e boas. Da minha amiga Larissa Bortolli, que aceitou escrever uma revista inteira sozinha em horários inoportunos, (de quem a propósito, me apropriei indevidamente de alguns trechos da antiga reportagem), como também aos novos e velhos amigos que vão surgindo e se agarrando a essas novas mudanças e novas ideias. E é disso que é feita a nossa vida. Com eles e por eles, pude retomar um velho sonho, e agora com um novo objetivo. Hoje a Gabriela é formada em gastronomia, mas resolveu não seguir a profissão. Se aventurou no mundo da psicologia, pois é assim que somos, essa inconstância constante. E isso que torna nossa Vida interessante.

Ingredientes 500g de macarrão Molho 1 lata de massa de tomate 2 tabletes de caldo de galinha 1 cebola média 3 dentes de alho 3 tomates grandes 250g de tomate cereja 20g de chitaque 200g de bacon Rendimento 6 pessoas revistamaisvida.com.br 51


ROTEIRO GOURMET

Frio pede...

Para as tarde e noites de inverno a Revista Vida preparou uma dica para quem não quer sair de casa. Nesta edição, conheça as delícias do Pizzaria e Sfirraria do Roberto, é só ligar e pedir, a entrega é grátis. Mas se a disposição te fizer sair as ruas, o Mega Burguer está em novo endereço e novo visual, com ambiente aconchegante, atendimento de qualidade e os mega lanches deliciosos de sempre. Inovando sempre. Quando pensamos em esfirra aberta, já lembramos daquela massinha recheada de carne. Mas ele foi mais longe. Chegando aos seus 19 anos de profissionalismo, Robertinho Macedo, inovou! Apostou na mudança, e deu certo, sua esfirra mais parece um brotinho, com sabores exclusivos, e diversificados, ele conquistou sua clientela, com as deliciosas massas, mesmo seu forte sendo para pizza, ele quebrou“tabus” e provou que forno a lenha não tem comparação. Conhecedor do que fala, muda sua massa, levando em considerações, hora e clima para a preparação da mesma. Quem já comeu sabe, um profissional que busca proporcionar a seus clientes a satisfação de por na mesa uma refeição deliciosa com produtos de primeira qualidade.

Atendimento:

15h às 17h30 (combos de esfihas limitados por dia). 19h às 23h30 com pizzas e esfihas.

Apenas Delivery ou balcão 44. 3017-0588 | 3525-1212 Rua São josé 1420 - Centro - Campo Mourão 52 revistamaisvida.com.br


Tá com fome? Que tal um lanche mega? O Mega Burguer já fala tudo no nome, com lanches sem economia de recheios e sabores, tem o lanche do tamanho ideal para sua fome. Nossa indicação é o especial da casa Cheeseburguer Cheddar, com um suculento hamburguer ao molho barbecue, queijo prado, tomate, cheddar e molho Mega Burguer.

Atendimento:

18h às 03h00

44. 3525-3585 | 9879-1918

Rua Capitão Indio Bandeira 2081 - Centro - Campo Mourão

revistamaisvida.com.br 53


ROTEIRO DA NOIVA

Noiva Roteiro da

T E X TO A L I N E A N G E L I

MA IO, O M ÊS DA S N O IVAS , PAS S O U. ENTR ETA NTO, PA RA Q U E M VÊ N O C AS AM E N TO A RE A LI ZAÇÃO DE U M S O N H O, A D IC A DE ESP ECI A LI STA S É : PL AN E JAR. PARA TORNA R A V I DA A D O I S U MA RE AL IDAD E , A C E LEBR AÇÃO DA U N IÃO É O M O M E N TO ÚNICO, A CONF I R M AÇ ÃO D O AMO R MÚ T U O E DA CERT EZA DE Q U E RE R VIVE R U M A VI DA D O OUTRO, F O R M A ND O AS S IM U MA VI DA S Ó.

pós a decisão de trocar o sim, o primeiro passo do casal é escolher a data e a quantidade de convidados. Depois decidem o local e o estilo do casamento. A animação da festa, por exemplo, tem que ser analisada com carinho, pois de nada adianta você ter uma festa superluxuosa se não tiver uma boa música. Todo cuidado é pouco quando se trata da organização de um casamento. Sem contar que cada cerimônia tem uma particularidade. Por mais simples que seja, qualquer casamento pode ser bonito e perfeito. 54 revistamaisvida.com.br

Aline Angeli, cerimonialista

Os casais são diferentes e isso torna cada momento emocionante, gratificante, mágico e perfeito. O perfil dos noivos e as escolhas certas farão deste um importante acontecimento. Por isso, em cada casamento temos uma característica. Tudo isso pode parecer fácil, mas na verdade não é. Às vezes, o noivo quer uma coisa e a noiva outra. Então, é preciso muita conversa, paciência e uma boa assessoria. Para auxiliar nesse processo e não dar margens aos erros, a contratação de profissionais competentes é fundamental. Em sintonia com os noivos, os profissionais tra-

balham para que o casamento seja um dia especial. O cerimonialista supervisionará o serviço de todos os envolvidos desde a montagem até a desmontagem do evento. Assim, os noivos evitam preocupações e apenas aproveitam o dia mais esperado de suas vidas. Por falar em cerimonialista, é necessário quebrar um tabu de que esse profis-


sional seja alguém “chato”. Na verdade, ele é o apoio dos casais para a concretização perfeita do casamento. Por isso, precisa ser exigente e levar a risca tudo o que foi idealizado pelo casal. Para atuar na organização do casamento como um todo é necessário ter amplo conhecimento das etapas necessárias para o evento – antes, durante e depois –,

entender um pouco de cada área de uma festa (som, iluminação, buffet, etc.), ter contato de outros profissionais capazes de realizarem um trabalho perfeito, cuidar do cerimonial da igreja, entre outras competências. Ainda, é primordial que haja afinidade, confiança e muita troca de informação, entre os noivos e o profissional contratado. Após tudo

pensado, a execução é responsabilidade dos colaboradores. Fica para os noivos a expectativa de poder curtir o dia tão esperado com os familiares e amigos. A celebração é um momento que passa rápido, mas as lembranças permanecem. Assim, como sempre desejamos, a permanência do amor. Quer casar? Sonhe! O resto deixa comigo! revistamaisvida.com.br 55


ROTEIRO DA NOIVA

FOTOGRAFIA

ESTÚDIO HELLEN

O Estúdio Helen Silva presta serviços de fotografia para diversos eventos sociais: fotografia de casamento, festas de 15 anos, bodas, batizados e aniversários infantis. Também faz books fotográficos de gestantes, Newborn, acompanhamento de cresciemnto, book de pessoas e modelos. R. Araruna, 447 - Campo Mourão 44 9981-7657

SOM

BANDA SYNTONIA A Banda Syntonia leva alegria e descontração, em todos os eventos em que participa. A equipe se responsabiliza por toda a parte musical, desde a cerimônia até o baile. Além disso, fornece toda a estrutura necessária para a realização do evento. R. Pioneira Icleia Linhares Tupan, 46, Jardim Licce | Maringá-PR. contato@bandasyntonia.com.br www.bandasyntonia.com.br 44 3026-3923/9911-2384 56 revistamaisvida.com.br


SOM

AGENA SOM O Agena Som oferece soluções completas em som e iluminação, tudo para tornar seu evento inesquecível. Confira nossas opções e se surpreenda.

Lorem

R. São José, 1216 - Sl 5 44 3523-9831

DAF SOM E LUZ Vai promover uma festa de casamento, formatura, aniversário de 15 anos, coquetéis, bodas, convenções ou confraternizações? Uma nova opção para iluminar e sonorizar seus momentos especiais e marcantes! 44 9820-9500 - Ricardo 44 9709-5026 - Marcelo www.dafsomluz.com.br

SIGNUS SOM E LUZ A Signus oferece serviços de som e iluminação para seu evento. Consulte-nos e saiba como podemos fazer seu evento ainda melhor.

R. Duque de Caxias,891 44 3016-2720 44 9979-2591 flaviocesar15@hotmail.com www.signuseventos.com.br revistamaisvida.com.br 57


ROTEIRO DA NOIVA

DECORAÇÃO

TÂNIA ALMEIDA DECORAÇÕES C as am en t o s, f o r ma tu ra s , ce le b ra ç õ es esp ec ia is d e bodas, 1 5 a n o s, a n i ve r s á r io s e eve n t o s em p r esa r ia is . R. Santa Catarina, 1521 cintia.adv@hotmail.com 44 3523 00374 / 44 9827 3100

VESTIDO

LISA NOIVAS A L is a No i v a s é esp e c ia liza d a e m al u gu el d e t ra j e s p a ra f e s ta s e casa men t o s. C o n ta c o m u m a cole çã o di ver si f i c ad a d e t ra je s macu l i n o s, f em i n i n o s , in f a n t is . Para qu em bu sc a exc lu s ivid a d e , traba l h a mo s c o m a ve n d a d e ve s tido s d e n o i v a s e t ra je s p a ra cas amen t o . Av. Manoel Mendes de Camargo, 1293 Campo Mourão 44 3523 3866

LE GUND A Le G u n d o f er ec e a lu g u e l e ve n d a de tra j es p a ra n o i v a s e f e s t a s . Ve nd a mo da m a sc ulin a - t e r n o s , blaz er s, c a m i sa s e g rava ta s .

R. Harrison José Borges, 715 legundmaison@hotmail.com 44 3524 9034 / 8404 2290 58 revistamaisvida.com.br


SALÃO

SALÃO PAULINA Somos a equipe Paulina Salão, atuamos no seguimento de beleza ha mais de 50 anos e apresentamos nesta longa trajetória a superação de desafios variados, para estar aqui nesta nova era de inovação tecnologia e oferecer a vocês o que há de melhor em técnicas e produtos para melhor atender.

Rua São Paulo, 1618 3523-3301 / 9919-0210 salaopaulina@hotmail.com

SEGURANÇA

GRESS SEGURANÇA Se u even t o p r ec i s a e s t a r s e g u r o , por i sso , o f er ec e m o s s e r viç o de segu ra n ç a p a ra c a s a m e n to s e fest a s em g era l . D is p o m o s d e e qui p e t r ei n a d a e c a p a c ita d a p a ra voc ê f i c a r desp r e o c u p a d o e c u r tir s e u even t o . R. São José, 2115 carlaogres@hotmail.com 44 9888 2221 / 44 9810 8257 revistamaisvida.com.br 59


ROTEIRO DA NOIVA

DOCES

FERNANDA DUARTE CAKE DESIGN A Fe r n a n d a Du a r t e C a ke D e s ig n traba l h a c o m bo l o s ve r d a d e ir o s e fals os, m i n i bo l o s, c u p c a ke s , m in i cup c a kes, c u p c a ke s in a ja r, c a ke p o p s , bolac h a s d ec o ra d a s e wh o o p ie s . R. Interventor Manoel Ribas, 1779 fernanda@fernandaduarte.net 44 99209844

NINA DOCES D oces p er so n a l i z ad o s , e s pel h a d o s, d o c es c o m trans f er s, o u r i ç o s, tr u f a s e bombo n s, t r o u x i nh a s , brigadei r o s go u r me t , b e m cas ad o s, ma ssa s c as e ira s e torta s. 3016-3032/9989-0202 contato@docesnina.com.br

BUFFET

SUPREMO SABOR “Do si m p l es a o so fis t ic a d o c o m a mesm a qu a l i da de”. O s n o s s o s cardáp i o s sã o el a bo ra d o s de aco r d o c o m o de s e jo e a ne cessi da de de c a d a c lie n te , pois c o n t a m o s c o m u m a e q u ip e altam en t e c a p a c i t a d a , t r e in a d a e qual i f i c a d a p a ra pr o p o r c io n a r o me l h o r p a ra su a f e s ta o u eve nt o . R. Santa Cruz, 1827 Campo Mourão 44 3523-6070 60 revistamaisvida.com.br


BUFFET

BUFFET MUNDIAL Re c eb er c o m u m m e n u s o f is tic a d o e s ab o r o so é u ma f o r m a d e d ize r a o s conv i d a do s o q u a n to s ã o e s p e c ia is e be m v i n do s. Po r is s o , o B u f f e t Mu n d ia l traba l h a d e m a n e ira p e r s o n a liza d a p a ra aten der c o m exelê n c ia e s te s m o m e n t o s e s p ec i a i s c o m a l m o ç o s , b r u n c h s , coc k t ei s e j a n t a r e s c o m to q u e e s a b o r p ara se t o r n a r em in e s q u e c íve is .

Av. Perimetral Tancredo de Almeida Neves, 3509 44 9907-4808 | 44 9992-4900 revistamaisvida.com.br 61


ROTEIRO DA NOIVA

ALIANÇAS E JÓIAS

VIZZANI A Viz z a n i – Ót i c a e R e lo jo a r ia f o i fundada em 1 9 7 5 p o r L u c in d o B a s s a n i (antiga Rel o j o a r i a C o n f ia n ç a ) , te ndo c o m o p i l a r es : m u ito tra b a lh o , de te r mi n a ç ã o , q u a lid a d e e g a ra n t ia dos s er v i ç o s p r est ad o s . A o f in a l d a dé cad a de 8 0 a di r e ç ã o d a e m p r e s a f o i transf er i d a p a ra o f ilh o D e n ils o n Jo s e Bas s a n i , qu e c o m m u it o d in a m is m o e com p r o met i m en t o , a lava n c o u o s ne gó c i o s e c o n qu i s to u d e m a n e ira durad o u ra a c o n f i a n ç a e a p r e f e r ê n c ia da co mu n i d a de m o u rã o e n s e e d e t o d a a re giã o . C ombi n a n d o a t ra d iç ã o c o m a in ova ç ã o , a Viz z a n i est á sem p r e a n t e n a d a c o m as últ i ma s t en dên c ia s e la n ç a m e n t o s das mel h o r es ma r ca s d o p a ís , n o s s e gm en t o s de j ó i a s , r e ló g io s e ó c u lo s , ofe rec en do p r eç o s ju s t o s e a s m e lh o r e s condi ç õ es de p a g a m e n t o .

“É gratificante atender um cliente e ouvir que ele foi indicado por um amigo ou parente, que fez negócios conosco e o deixou contente. Tenho clientes que compraram conosco as alianças de noivado e agora trazem os netos para a loja, são coisas assim que nos motivam a realizar sempre mais”. Visite-nos Rua Brasil, 1125 44 3523-3422 Filial no Hiper BIG 44 3523-3962 62 revistamaisvida.com.br

Denilson J. Bassani.

Par de alianças em ouro 16k com prata R$ 239,00


Fotografia

Revelação Mourãoense

N

avegando por pouco tempo na internet é possível ver que o numero de fotógrafos aumentou. Não somente em quantidade, mas em qualidade. Campo Mourão não se mostrou diferente. Novos fotográfos surgiram, uns buscando um novo hobby e outros vendo na fotografia um meio de vida. Para essa edição da Revista Mais Vida quisemos mostrar um pouco do talento mourãoense e escolhemos fotos de duas revelações dessa nossa nova geração. Para o seu deleite, as fotos de João Gorri e Desirée Georgia.

revistamaisvida.com.br 63


Não é tendencia. É a nova geração que veio com tudo!


Fotográfo:

João Gorri - 16 anos Modelos:

Giovanna Poyane Jhulia Francioli Mariana Veiga Ana Figueiredo

Acesse o site: www.invernei.com/ e conheça mais sobre o João.

revistamaisvida.com.br 65


SOCIAL

66 revistamaisvida.com.br


&

Fábio

Tenni O A MO R D E FÁ B I O E T E N N I FOI CON FI R M A D O E ABEN Ç OA D O E M C E R I MÔ N I A REA L I ZA DA N A PA RÓQU I A S ÃO JO S É D E C A MP O MO U R ÃO. FA M I L I A R ES E A M I G OS F O R A M C O N V I DA D O S A T E S T EM U N H A R EM O A M OR D O C A S A L Q UE V I V E M UMA R E L AÇÃO S U S T EN TA DA P ELO RES PE I TO, , C O MP R E E N S ÃO E C AR I N H O. V EJA O R EGI S T RO D E A LG U N S MO ME N TO S E S P ECI A I S DA U N I ÃO E S E E MO C I O N E TA M BÉM !

revistamaisvida.com.br 67


SOCIAL

68 revistamaisvida.com.br


revistamaisvida.com.br 69


SOCIAL


revistamaisvida.com.br 71


SOCIAL

F I C H A T É C N IC A

BUFFET MUNDIAL

BANDA SINTONIA

SIGNUS SOM

Av. Jorge Walter, 1879 (Espaço Unique) 44 9907-4808/9992-4900 mundialbuffet.com.br

contato@bandasyntonia.com.br www.bandasyntonia.com.br 44 3026-3923/9911-2384

R. Duque de Caxias, 891 44 9979-2591/3016-2720 flaviocesar15@hotmail.com

72 revistamaisvida.com.br

DECORAÇÃO TANIA ALMEIDA R. Santa Catarina, 1521 44 3523-0037 cintia.adv@hotmail.com


Doces Nina

DOCES NINA

SEGURANÇA GRESS

SALÃO PAULINA

FERNANDA DUARTE

44 3016-3032/9989-0202 contato@docesnina.com.br

R. São José, 2115 44 9888-2221 carlaogres@hotmail.com

R. São Paulo, 1618 44 3523-3301 salaopaulina@hotmail.com

R. interventor M. Ribas, 1779 44 9920-9844 fernanda@fernandaduarte.net

revistamaisvida.com.br 73


SOCIAL

JULIANA FAGAN FOTOGRAFIAS R. Santos Dumont, 106 Floraí-Pr | 44 9724-6084 jfaganfografias@hotmail.com

74 revistamaisvida.com.br

ALINE ANGELI PRODUÇÕES E EVENTOS 44 9917-7414 alineangeli.bf@hotmail.com


TECNOLOGIA

Bruno Leonardo Bassani É propietário da BLB Informática & Cloud Computing, e instrutor no Senac.

Pais Tecnológicos

Estava numa roda de amigos dias atrás, onde um dos casais exibia com orgulho o novo membro integrante da família... Discutíamos a dificuldade de ser pai e mãe, no mais ou menos mundo moderno em que vivemos. Ao questiona-los sobre como reagiam nos momentos de inquietude da criança, ambos diziam, de certa forma orgulhosos, que seus problemas se resolviam com alguns toques na tela do smartphone. Observei curioso a reação da criança que parecia hipnotizada aos sons e movimentos de uma certa ave galinácea multicolorida. Simples assim, a atenção da criança passou a ser o telefone, e não voltaria a reclamar por algum tempo. Confesso que fique intrigado, imaginando os anos seguintes daquela criança. Se

com apenas alguns meses de vida, ela já está rodeada de dispositivos e gadgets tecnológicos, como serão os anos seguintes? Crianças tendem a gostar de computadores e celulares muito mais cedo do que deveriam. Deixam de praticar brincadeiras “saudáveis” que possibilitam a criança, coisas de crianças, ora... Correr, cair, chorar, subir, descer... Hoje ficam sentadas, vidradas com o que acontece numa tela de 5 polegadas. Veja, não estou organizando uma queima de dispositivos eletrônicos numa grande fogueira, mas devemos assumir com certa responsabilidade e receio, que as crianças de hoje poderiam conhecer um pouco mais do mundo em nós fomos criados. Tenho certeza que aquelas brincadeiras e tarefi-

nhas passadas pelas “Tias” do pré-zinho tinham algum objetivo, por mais bobo que fosse fazer colagem com bolinhas de papel crepom. Existem estudos que defendem a influência da tecnologia já nos primeiros anos de vida da criança. Justificam que o contato prematuro estimula o raciocínio e o desenvolvimento das funções cognitivas, ou seja, a criança aprende a “aprender” mais rápido. Por outro lado, alguns estudiosos acreditam que o uso intensivo da tecnologia acaba por atrofiar a mente, suprimindo o lado criativo, a socialização e a capacidade da criança de lidar com medo e frustrações. Estamos cruzando uma linha perigosa. Atingindo um limite não conhecido até então. Toda nova reação é novidade. Não sabemos qual será o resultado dessa influencia daqui 10 anos, quando nossas crianças, já adultas, tomarão as rédeas de diversas decisões. Devemos rever alguns conceitos e definir o momento do basta!

revistamaisvida.com.br 75


PIPOCA

NAMORO

=

+

INVERNO

Juliana Albuquerque Proprietária da Studio 2000 V í d e o Lo c a d o ra

AMOR (França 2013):

R

omânticos, dramáticos, melosos ou mesmo chorosos, aqui segue uma seleção de sugestões de filmes pra você e seu amor dividirem a pipoca, já que namorar e curtir um bom filme tem tudo a ver. Nós da Studio 2000 escolhemos com muito carinho e afeto especialmente para todos os tipos de casais e gostos, nesta data mais que especial.

76 revistamaisvida.com.br

Ganhador do Oscar de melhor filme estrangeiro em 2013, retrata de forma madura e realista o sentido da palavra que dá origem ao filme. Esta raridade francesa conta a história de um casal da terceira idade que tem sua rotina transformada logo após um acidente vascular, mudando a rotina a até mesmo sentimentos que há muitos anos não eram postos a prova.


LOVE STORY (EUA 1970): Um clássico e uma ótima dica para quem realmente gosta de um ótimo drama que envolve casais apaixonados com amores impossíveis. Em um rápido envolvimento entre dois jovens, que logo decidem se casar, no entanto, Oliver Barrett III (Ray Milland), o pai do jovem, que é um multimilionário, não aceita tal união e deserda o filho. Algum tempo depois de casados ela não consegue engravidar e, ao fazer alguns exames, se constata que Jenny está muito doente.

PARA SEMPRE (EUA 2012): É uma boa pedida para os casais que curtem um filme

mais doce, “light” e sem muitas preocupações. É uma história de amor que inclui muita paciência e aprendizado diário no mundo a dois, onde um grave acidente de carro provocou uma grande mudança. Afinal, mesmo estando casados, ela não consegue se recordar de nada e muito menos ter algum tipo de memória sobre o relacionamento deles, a reconquista é o ponto alto do filme.alto do filme.

SECRETÁRIA (E.U.A 2002): Embalado com cenas picantes e uma boa dose de sensualidade, este filme envolve um mix de paixão e sadomasoquismo. O casal protagonista foge do convencional “hollywoodiano” , e mesmo assim embarcam em uma relação mais pessoal atrás de portas e cruzam linhas de conduta da sexualidade humana, um caso de amor no qual os papéis de dominação e total submissão ambos desempenham perfeitamente.

FLORES RARAS (BRASIL 2013): Poderia ser mais um filme que fala sobre o amor entre duas mulheres, porém acaba sendo surpreendemente sutil, harmonioso e delicado ao se tratar do tema. Baseado em fatos reais o filme traz Glória Pires e Miranda Otto em papéis que exigem maturidade, seriedade e paixão. Ambientado no Brasil dos anos 50 e 60, quando a Bossa Nova explodia e Brasília era construída e inaugurada, o longa acompanha a história dessas duas grandes mulheres e suas trajetórias inversas.

MEU NAMORADO É UM ZUMBI: Divertida mistura de comédia romântica com zumbi.

Em um cenário pós-apocalíptico, o zumbi R (Nicholas Hoult) passa por uma crise existencial e cria laços de amizade com uma humana chamada Julie (Teresa Palmer), uma de suas vítimas por quem acaba se apaixonando. Vale a pena pela história surreal com toques de paixão.

revistavida.com.br 26


ONDE ENCONTRAR

BUFFET MUNDIAL Avenida Jorge Walter, 1879 Centro - Campo Mourão 44 9907-4808 / 9992-4900

CANTINHO DO SUCO NATURAL Av. Goioerê, 699 Centro - Campo mourão 44 9963-4659

VILA CAFÉ Av. Goioerê, 699 Centro - Campo Mourão 44 9876-0702 / 9978-9133

BANDA SINTONIA Rua Pioneira Icleia Linhares Tupan, 46 Jardim Licce - Maringá 44 3026-3923 / 9911-2384

ÁGUA VIVA PRODUTOS NATURAIS Av. Goioerê, 699 Centro - Campo Mourão 44 9929-7951

MARIA FLORES Av. Goioerê, 699 Centro - Campo Mourão 44 3523-1849 / 8412-8617

SIGNUS SOM Rua Duque de Caxias, 891 Jd. Lar Paraná - Campo Mourão 44 9979-2591 / 3016-2720

MILENA CONFECÇÕES Av. Goioerê, 699 Centro - Campo Mourão 44 3523-0673

COLÉGIO E FACULDADE INTEGRADO Av. José Custodio de Oliveira, 1325 Centro - Campo Mourão 44 3518-2500

TANIA ALMEIDA DECORAÇÃO Rua Santa Catarina, 1521 Centro – Campo Mourão 44 3523-0037

ART MANIA AVIAMENTOS Av. Goioerê, 699 Centro - Campo Mourão 44 9937-3988

MAKRO – MÍDIA EXTERIOR Rua Tiziu, 42 Jd. N. Sra. Aparecida - Campo Mourão 44 3529 1089

DOCES NINA Rua Santa Catarina, 1551 44 30163032 / 99890202

ESSÊNCIA MODAS Av. Goioerê, 699 Centro - Campo Mourão 44 9959-9009

PROGRAMA RICARDO BORGES Rua Aracaju, 302 Jardim Constantino - Campo Mourão 44 3016-3420

SEGURANÇA GRESS Rua São Jose, 2115 Centro – Campo Mourão 44 9888.2221 / 98108257 SALÃO PAULINA R São Paulo, 1618 Centro - Campo Mourão 44 3523-3301 FERNANDA DUARTE Rua Interventor Manoel Ribas, 1779 Centro - Campo Mourão 44 9920-9844 STUDIO HELLEN SILVA Rua Araruna, 447 Centro - Campo Mourão 44 9981-7657 D.A.F SOM E LUZ Travessa 13 de dezembro, 50 Centro - Campo Mourão 44 9820-9500 / 9709-5026 LISA NOIVAS Av. Manoel Mendes de Camargo, 1293 Centro – Campo Mourão 44 3523-3866 LE GUND MAISON Rua Harrison José Borges, 715 Centro – Campo Mourão 44 3524-9034 / 8404-2290 BUFFET SUPREMO SABOR Rua São Josafat, 1827 Centro - Campo Mourão 44 3523 6070

78 revistamaisvida.com.br

BEM ME QUER Av. Goioerê, 699 Centro - Campo Mourão 44 3016-4226

BOCA SANTA www.bocasanta.com.br 44 3523-1312

CASA DO CHÁ Av. Goioerê, 699 Centro - Campo Mourão 44 3523-0310

FACULDADE UNICAMPO Via Rosalina Maria dos Santos, 927 Campo Mourão 44 3016-7100 / 0800-600-5059

MARIA ARTEIRA Av. Goioerê, 699 Centro - Campo Mourão 44 3525-4534

VISION FOTOGRAFIAS Av. Manoel Mendes de Camargo, 730 Centro – Campo Mourão 44 3016-4272

TUCANO ELETRÔNICO Av. Goioerê, 699 Centro - Campo Mourão 44 3017-0811

LP FOTOGRAFIAS paulaassfer@gmail.com 44 9934-1405 / 9931-9222

FRUTIMAX Av. Goioerê, 699 Centro - Campo mourão 44 3523-2090 FAMATEX CONFECÇÕES Av. Goioerê, 699 Centro - Campo Mourão 44 9825-9190 / 3523-3783 PET CENTER Av. Goioerê, 699 Centro - Campo Mourão 44 3523-5516 GALDINO'S STORE Av. Goioerê, 699 Centro - Campo Mourão 44 9914-1811

ZAZ IMPRESSÃO DIGITAL Rua Araruna, Ed. Delta Centro – Campo Mourão 44 3810-1717 OXY CREATIVE Rua Araruna, Ed. Delta Centro – Campo Mourão 44 3525-6410 STUDIO 2000 VIDEO LOCADORA Rua Mato Grosso, 2139 COFFE WORKS Rua Peabiru, 287 44 3525-5694 / 9934-3252


Prof. Muriel Regina Vrecchi Prof. Andréa Avelar

Prof. Antonio Junior

VES

SE

TIB

ULA

INS AB CRI ~ ER ÇO TA ES S

US UC ES SO ÉA 08 w 00 NO w 6 w SS .fa 00 Cu AV cu 50 En rso 5 lda Es fer s: 9 ITÓ m t de Ge ét a un RIA Ge stã ica gem i e o c s Ps tã Co Co am . m sm S ic o d o viç log e Coerci éti op al ca o S ia er oc at ial iva s

er

RU

NIC

AM

PO

po

.co

m

.br


Programa Ricardo Borges AO VIVO

Segunda à Sexta

Das 06:30 às 08:00 Das 19:00 às 21:00

TV Carajás canal 2 UHF, canal 99 cabo. FIQUE BEM INFORMADO COM O PROGRAMA RICARDO BORGES!

www.facebook.com/programaricardoborges

Revista Mais Vida -Ed04  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you