Issuu on Google+

quadrado] 01

ISSN 1984-4085

REVISTA

Mais conteúdo por M2

]

Mercado Imobiliário + Decoração + Arquitetura + Construção + Onde Morar + Investimento + Imóveis + Dicas

1

• EDIÇÃO ESP EC IAL EC

EDIÇÃO ESPEC IA

L• IA

EDIÇÃO ES P

revistam2.com.br | ano 1 nº 01 | R$10

LANÇAMEN TO IÇÃO ESPECIA ED L•

Perspectivas do presidente da Ademi A importância do corretor O cenário por Antonio Caramelo

Greenville O PARAÍSO É NO

Um conceito sofisticado e inovador que tira proveito da localização privilegiada, num bairro estritamente residencial

L•

O mercado imobiliário não para de crescer

especial

Patamares

Um panorama detalhado do novo bairro nobre de Salvador


e-metro quadrado Acesse

Muito mais interatividade por m²

Multi mídia

Nossos internautas terão a oportunidade de f azer par te do cotidiano da Revista Metro Quadrado. No portal www.revistam2.com.br será possível ler a versão on-line da revista, fazer comentários ou propor novos assuntos, e ver making of das matérias e vídeos. Além disso, dá para acessar outros conteúdos e promoções exclusivos. Aproveite para ficar por dentro de tudo que faz parte do mercado imobiliário.

Carta do leitor

Gostou da nossa revista? Quer tirar alguma dúvida? É muito importante para nós a oportunidade de compartilhar experiências com vocês, leitores. Entre em contato com a redação através do nosso portal revistam2.com.br, pois faremos questão de responder às solicitações, publicar opiniões e argumentações de interesse público.

360º

Redes

sociais Para que possamos estar cada vez mais presentes nas suas vidas, fizemos questão de estar presentes nas principais redes sociais (Facebook, Twitter, Orkut, Flickr, You Tube e ISSU). Todo o conteúdo do nosso portal será disponibilizado em cada uma delas. Assim, iremos atender diversos perfis de públicos que se interessem em conhecer o mercado imobiliário. Participe, interaja e ainda concorra às promoções, que só a Metro Quadrado pode lhe oferecer.

Entre no Greenville

Não deixe de ver o apartamento decorado do condomínio Lumno em 360º no nosso portal.

Siga-nos: @revistam2

ponto4ecoelho Bem-vinda @revistam2, novo portal de notícias e negócios imobiliários da Bahia. Seguimos juntos! bandaasadeaguia Em breve, tem lançamento de uma revista bacana, a @revistam2! Ela terá matéria com Durvalino, nosso arquiteto preferido. Parabéns à equipe da M²! antoniocaramelo Parabéns à M². A revista já é sucesso na área imobiliária na Bahia, e com certeza conquistará ainda mais parceiros da área. @revistam2

6

Hoje nós temos uma demanda forte, e precisamos saber produzir e oferecer condições para que as pessoas possam comprar” Confira no site o vídeo da entrevista concedida por Nilson Sarti, presidente da Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário, ADEMI-BA


Editorial

M de realizações! 2

O

mundo é feito de desafios e é superando limites que podemos crescer. O mercado imobiliário baiano vive um momento de ascensão, mas o formidável desse período é que cada prédio em construção representa a possibilidade da realização do sonho da casa própria. Em 2010, foram vendidas cerca de 15 mil unidades, e, em 2011, estima-se um crescimento de 10%. Como todos comentam: Salvador se transformou num verdadeiro canteiro de obras, ou seja, estamos cercados por todos os lados de expectativas e concretizações. E que sentimento mais bonito e positivo do que a esperança? Acredito que muito maior do que mover montanhas, a esperança possibilita encontros de pessoas que têm propósitos comuns. E foi assim que começou a Revista Metro Quadrado. Um projeto idealizado pelo experiente e generoso amigo e diretor de arte dessa publicação, Leandro Maia. Depois disso, uma sucessão de encontros positivos. Utilizando a frase do nosso maluco beleza, Raul Seixas,“sonho que se sonha só, é só um sonho que se sonha só. Mas sonho que se sonha junto é realidade”. Agradeço a cada um da equipe que contribuiu para esse grande empreendimento. As páginas a seguir são frutos da reunião de muita gente boa. E como nos propusemos no nosso slogan “Mais conteúdo por m² ”, espero que vocês possam apreciar cada página de nossa revista. Ver o tão grandioso bairro Greenville, que inaugura na cidade um novo conceito de viver bem; passear pelo bairro do futuro – Patamares e suas minúcias; se inspirar nos projetos dos renomados arquitetos Thiago Manarelli e Ana Paula Guimarães, e ainda saber como usar o FGTS para financiar o seu imóvel. Gostaria de agradecer ao presidente da ADEMI-BA, Nilson Sarti, ao presidente do Creci-BA, Samuel Prado, e aos nossos valiosos colaboradores Diogo Francischini e Antonio Caramelo. A Revista Metro Quadrado chega para ser parceira e fortalecer esse setor que tanto cresce e contribui para a concretização de sonhos! Aos incorporadores, construtores, arquitetos, decoradores, agências de publicidade e nosso querido povo baiano desejamos muitos m² de realizações e sucesso absoluto!

01

#

Projeto gráfico com design moderno e inovador aliado a um conteúdo bem apurado

A equipe da Revista Metro Quadrado em visita ao Greenville. Da esquerda para a direita: Fábio, Dayane, Rafael, Patrícia, Paulo, Patrick, Chris, Leandro, Rodrigo e Yêda

Patrícia Magalhães Editora

parceiros

]

Diretores Patrícia Magalhães Leandro Maia Paulo Medeiros

metro quadrado]

Repórteres Chris Sacramento chris@revistam2.com.br Rodrigo Marques rodrigo@revistam2.com.br

Comercial Diretor Comercial Paulo Medeiros paulo@revistam2.com.br

Redação Editora Patrícia Magalhães patricia@revistam2.com.br

Assistente de Arte Rafael Barcela rafael@revistam2.com.br

Executivos de Conta Dayane Host dayane@revistam2.com.br Fábio Veloso fabio@revistam2.com.br Valesca Ventin valesca@revistam2.com.br Yeda Nunes yeda.nunes@revistam2.com.br José Patrick patrick@revistam2.com.br

Publisher / Diretor de Arte Leandro Maia leandro@revistam2.com.br

Fotografia Ivan Baldivieso ivanerickfoto@gmail.com Nelson Neto nelson.linux@gmail.com Revisão Carlos Amorim jcbdeamorim@yahoo.com.br

Publicidade: Tel.: 71 3018-0433

Colaboradores Caramelo Arquitetura (Antônio Caramelo e Candra Martins), Remax (Diogo Francischini), Creci (Samuel Prado e Fernanda Fernandes), Caixa Econômica Federal (Ana Paula Costa Pinto e Agnelo Azevedo), PROPEG (Renata Dupuy, Isabel Aquino, Michele Estevez) e Grace Knoblauch Impressão

Distribuição

Revista Metro Quadrado M2 é uma publicação da Sempre Editora e Comunicação LTDA - Tel.: (71) 3018-0433. A Editora não se responsabiliza por informações, conceitos ou opiniões emitidos em artigos assinados, bem como pelo teor dos anúncios publicitários. Proibida a reprodução total ou parcial de textos e/ou fotos sem a prévia autorização da Editora


Sumário

26 72 12

12 Paraíso Verde

Conheça o Greenville: um novo conceito de morar bem Caderno Decoração

22 Casa de Praia

A antiga casa de Gal Costa recebeu decoração primorosa e, agora, é uma bela casa de veraneio

26 Vitrine

Uma seleção com melhores produtos para decorar a sua casa com muito estilo Caderno Mercado Imobiliário

30 Coluna Investimento

Nilson Sarti, presidente da ADEMI-BA, enfatiza o ótimo momento do cenário imobiliário baiano

40 Empreendimento destaque

Tivoli Ecoresidences: um projeto diferenciado, uma casa luxuosa numa praia paradisíaca

44 Coluna corretor

Samuel Prado,presidente do CRECI,fala da importância do corretor

46 Meu cantinho

O cantor e arquiteto Durval Lelys apresenta o seu cantinho

50 62

50 Meu bairro

O futuro já chegou a Patamares Caderno Arquitetura

62 Coluna Caramelo

O arquiteto Caramelo faz reflexões sobre o futuro do mercado imobiliário

64 Aconchego & Ousadia

De um sobradinho a um belo escritório. Depois de uma reforma radical, o escritório da MG Arquitetos Associados abre suas portas Caderno Construção

72 Construção

Evite o desperdício numa obra: aprendendo a calcular a quantidade certa de material

76 Classificados

Confira as melhores opções de imóveis prontinhos para morar


VIVER BEM É UMA QUESTÃO DE ESCOLHA.

Foto Ilustrativa

1/4, 2/4 E COBERTURAS EM ONDINA, COM A PRATICIDADE DA LOCALIZAÇÃO E DOS SERVIÇOS DO HOTEL VILA GALÉ*. Perspectiva Ilustrativa da Fachada

Perspectiva Ilustrativa da Piscina

• APARTAMENTOS DE 44 A 71M² E COBERTURAS DE 93 A 149M² • EXCLUSIVA PLANTA DOUBLE CHOICE • REVESTIMENTO TOTAL EM PASTILHA

• Quadra • Piscina • Salão de festas • Academia • Sauna • Mall de lojas • Restaurante • Áreas comuns entregues equipadas e decoradas sem custo adicional

LOCALIZAÇÃO SUPERPRIVILEGIADA NA OPINIÃO DE GENTE DO MUNDO INTEIRO. Visite stand de vendas no local: Rua Morro Escravo Miguel, Ondina.

Vendas:

Parceria:

Realização:

3351-2484

www.ondinachoice.com.br Em conformidade com a Lei nº. 4491/64, as imagens desta peça têm caráter meramente ilustrativo. Brito e Amoedo CRECI PJ 1063. Imobplan CRECI PJ 1070. Responsável técnico: Clóvis José B. Garcez CREA 27762 BA, Letícia Rêgo Bahia (Alvarez Arquitetos) CREA 22911 BA. Matrícula 18141 do 1º Ofício do Cartório de Imóveis. *Serviço pay-per-use de responsabilidade do Hotel Vila Galé. Consulte protocolo de intenções.


Capa

Paraíso verde Greenville se destaca pela preservação ambiental aliada a um novo conceito de moradia por Rodrigo Marques

Fotos: divulgação

M

ovimentos milimetr icamente coreografados e requintados, elementos que f azem o balé transcender a perfeição. Talvez, por isso, por enxergar essa mesma magnificência no empreendimento, que a empresár ia e bailarina, Rosana Abubakir, dona de uma das mais tradicionais escolas de dança de Salvador, foi uma das primeiras pessoas a investir no Greenville, mas especificamente no Lumno. “É um conceito de moradia diferenciado. Estou muito encantada, pois é um empreendimento inovador”, conta. O Greenville é a verdadeira expressão da excelência. Situado entre Patamares e o Parque de Pituaçu, o empreendimento inaugura um novo bairro na cidade, um lugar melhor para se viver.

12


Com os olhos voltados em direção ao futuro, cada detalhe foi minuciosamente estudado e planejado. A começar pela união da natureza com a modernidade, o bairro foi projetado para que todas as fiações e cabeamentos fossem subterrâneos. “O Greenville foi pensado para atender às necessidades de um público exigente, que terá um condomínio exclusivo com toda a beleza que a integração com a natureza pode trazer”, explica o diretor da Agre no Nordeste, Ricardo Telles. O bairro terá 350 mil m² de área verde preservada dos seus 900 mil m² de área total, além de uma admirável vista mar. Foram lançados quatro condomínios: Etco, Atmos, Lumno e Ludco, sendo que o Greenville vai se diferenciar de outros empreendimentos por evitar o adensamento na sua área. A arquiteta da Agre, Gabriela Tourinho, explica: “A média de outros projetos similares é de 2 mil m² por torre. O tamanho do nosso terreno nos permitiu projetar 6 mil m² por torre, dando maior tranquilidade para os moradores.

Um projeto único Os quatro condomínios encontram-se integrados entre si por jardins e canteiros que receberam mudas de bromélias, dentre outras plantas nativas da região. “Na preparação para a implantação do novo bairro, construímos um viveiro de mudas para preservar as espécies locais e reaproveitá-las no projeto paisagístico do empreendimento e em outros jardins da cidade”, afirma a bióloga Carleci Silva, coordenadora de gestão ambiental do empreendimento. Empresas com repercussão nacional foram contratadas para desenvolver os projetos dos condomínios. “Dentro do Greenville, desenvolvemos três condomínios com fachadas

Ao lado, a vista aérea do novo bairro mostra a magnitude do projeto e sua localização privilegiada em meio à natureza

13


Capa

Detalhe da belíssima entrada que dá acesso ao novo bairro, que terá rede subterrânea de telefonia, eletricidade, água, esgoto e iluminação pública Na foto ao lado , o croqui do Ludco, produzido pelo renomado escritório de arquitetura MCAA Arquitetos. Abaixo, César Gomes e esposa já imaginando como será a qualidade de vida no novo bairro

sofisticadas: Etco, Ludco e Atmos. Estes, já nasceram em perfeita concordância com a concepção do bairro planejado, através de uma arquitetura de qualidade inovadora e sustentável, capaz de criar um novo marco visual na cidade e se integrar na urbanização primorosa do Greenville”, explica o arquiteto, Carlos de Azevedo Antunes, um dos diretores da MCAA Arquitetos.

O gerente de vendas, César Gomes, é outro proprietário que demonstra satisfação ao falar da compra realizada:“É importante pensar no crescimento de Salvador. Hoje, o centro econômico da cidade já está consolidado muito próximo ao Greenville. Poder aliar isso à oportunidade de viver em um 14

Foto: Ivan Baldivieso

Localização privilegiada para quem gosta de viver melhor


lugar onde o meio ambiente é preservado, tendo bons acessos, como as avenidas Paralela, Pinto de Aguiar e orla, que realmente fez toda a diferença”.

Tecnologia a serviço da segurança Nos condomínios do Greenville, segurança e tecnologia andam lado a lado. Os quatro contam com um sistema integrado de câmeras, computadores e softwares, que gravam e monitoram áreas comuns do edifício. Outros dois recursos de segurança traduzem o tom inovador do empreendimento. São eles: o reconhecimento das placas no portão da garagem, realizado através do cadastramento de placas (SmartGate), assim como o acesso aos apartamentos por meio da impressão digital ou senha (Touchdoor). Essas ferramentas permitem que o proprietário tenha controle sobre acessos, ao passo que ele próprio pode programar, via celular ou computador, para destravar a porta, caso haja um usuário não cadastrado.

Um sonho de apartamento O Etco, primeiro condomínio a fazer parte Nas fotos do Greenville, terá três torres de 25 do decorado, pode-se pavimentos e apartamentos de três e perceber o amplo espaquarto quartos. Serão quatro opções ço dos amibientes, com de plantas para as unidades de 130m² detalhe para a varanda e seis para unidades de 172m². No gourmet integrada à cozinha, com vista para alto de cada torre, os clientes poderão o mar e a natureza optar ainda por cobertura horizontal (penthouse) de 287m² ou 342m². O segundo condomínio residencial, o Atmos, terá 4 torres e apartamentos de 88 m2 e 116 m2 e diversas opções de plantas.Todos os apartamentos terão varanda gourmet (integrada com a cozinha), vista permanente para o mar e dependência de empregada. O Ludco terá um total de 354 apartamentos, quatro por andar, em três torres com 29 pavimentos mais um penthouse. Possui também a maior área de terreno: moradores do Greenville. O serviço de automatização permite 22 mil m². As quatro torres, que irão compor o luxuoso que os usuários possam abrir a porta, acender as luzes, acionar o Lumno, terão 26 pavimentos mais uma cobertura dúplex. sistema de alarmes, e até mesmo preparar um banho ou controlar Esse condomínio terá 162 apartamentos, com quatro suítes, a temperatura da sauna, antes mesmo de chegar em casa. tendo um ou dois apartamentos por andar. Ao visitar os O Greenville ainda contará com a Central de Atendimento para decorados é possível ter a certeza de que o desejo do pay-per-use e deliveries. Isso significa que os moradores terão apartamento dos sonhos pode ser perfeitamente realizável. acesso rápido a diversos tipos de serviços no entorno do bairro, como entregas rápidas de farmácia, locadora, restaurantes, Novos conceitos criados para se pizzarias, floricultura e postagem. Também haverá fácil acesso à tornar referência padaria, lavanderia, sapataria, costura, manutenção e pequenos A Agre firmou uma associação com a empresa reparos (pedreiro, encanador, pintor, marceneiro e eletricista), iHouse, pioneira no País no que se refere à automação chaveiro, suporte técnico de computadores, pet shop e residencial, a fim de trazer soluções para os futuros veterinário, dentre outros. 15


Capa Etco

Atmos

Um luxo de preservação A Organização das Nações Unidas (ONU) recomenda que haja pelo menos 12 m² de área verde por habitante. Salvador possui em média 4m², enquanto o Greenville terá, em média, 25m². “Estamos monitorando a qualidade de água nos corpos hídricos, promovendo educação ambiental, treinamento e capacitação de mão de obra, além de acompanhar todas as atividades da obra, garantindo a sustentabilidade ambiental do empreendimento”, finaliza Carleci Silva.

�cha técnica Detalhe das fachadas que já nasceram em perfeita concordância com a concepção do bairro planejado, através de uma arquitetura de qualidade inovadora e sustentável

ÁREA PRIVATIVA 900 mil m² / 350 mil m² de área verde preservada ESPECIFICAÇÕES LUMNO - 4 suítes (225m2 e 276m2) LUDCO - 3 e 4/4 (134m2 e 172m2) ATMOS - 3 e 4/4 (88m2 e 116m2) ETCO - 3 e 4/4 (130m2 e 172m2) REALIZAÇÃO E INCORPORAÇÃO Agre VENDAS (71) 3205-2620 www.grupoagre.com.br PAISAGISMO Benedito Abbud ARQUITETURA Fernando Frank MCAA Arquitetos

Ludco

Lumno

Os condomínios Etco, Ludco e Atmos têm projetos assinados pela MCAA Arquitetos. O Lumno foi projetado pelo escritório do arquiteto Fernando Frank

Gostou do Greenville? Entre no nosso site (www.revistam2.com.br) e faça uma visita virtual ao belíssimo decorado do Lumno 16


17


Trio campeão Corretores especializados na área de Patamares têm conseguido ótimos resultados por Rodrigo Marques fotos Ivan Baldivieso

A

parceria firmada entre a imobiliária paulistana Coelho da Fonseca, uma das líderes do mercado nacional, e a corretora Ponto 4, que há 16 anos atua no segmento de alto padrão de Salvador, tem resultado em uma história de muito sucesso. Uma prova disso é o expressivo resultado que a empresa vem obtendo em grandes empreendimentos, como o Greenville, sempre focando na excelência do seu atendimento e no conhecimento dos seus colaboradores. Paulo Ivan, Edilucia Ferraz e Ivana Vilasboas, campeões de vendas do Greenville pela Ponto 4 & Coelho da Fonseca, atribuem os ótimos resultados a uma intensa busca a fim de entender os anseios dos clientes. “Nós sempre fazemos uma análise detalhada do perfil de cada pessoa com muita sensibilidade. Além de termos bons produtos em mãos, procuramos passar segurança. Isso depende de um conhecimento prévio”, declara Paulo Ivan. A abordagem correta para cada possível comprador é o principal diferencial defendido por Ivana Vilasboas. Para ela, “conhecer a área em questão, Patamares e os bairros circunvizinhos têm sido fundamental para buscar a tipologia de imóvel que cada cliente deseja”. Edilucia Ferraz ressalta a fidelização como um ponto importante a ser levado em consideração. “Sempre que um cliente fica satisfeito com um trabalho bem feito, sentindo que houve uma preocupação em encontrar o que ele realmente idealizava, é natural que acabe fazendo outras indicações. É preciso saber do assunto para poder argumentar”, diz ela. A aposta da Ponto 4 & Coelho da Fonseca em oferecer especialistas em determinadas áreas, como é o caso de Patamares, evidenciando o sucesso obtido no Greenville, certamente irá contribuir para os futuros empreendimentos que serão lançados nesse mesmo bairro. Procure quem entende do assunto.

18

Paulo Ivan- Creci 14.673 Tel.: 71 8892-8029 pivan@ponto4.com

Ivana Vilasboas – Creci 13.446 Tel.: 71 9239-4773 ivanavilasboas@ponto4.com

Ivan, Ivana e Edilucia apostam no conhecimento como um fator decisivo para o sucesso nas vendas

Edilucia Ferraz – Creci 11.469 Tel.: 71 8875-5198 ediluciaf@ponto4.com

www.ponto4.com www.blogdaponto4.com.br (71) 3333-8000


News_Decor por Grace Knoblauch*

Para decorar e encantar

As 500 fotos, dentre elas O beijo do Hôtel Deville revelam a o olhar lírico e incisivo do cotidiano. O livro Paris Doisneau reúne imagens da capital francesa feitas por Robert Doisneau (1912-1994). O volume mostra Paris e seus personagens em imagens e anotações extraídas de cadernos

Adesivos

Da Bélgica para o Brasil

pessoais do fotógrafo. Editora Cosac Naify editora.cosacnaify.com.br/loja

Chaise artesanal de Pedro Franco

O design sustentável busca oferecer peças que desafiem a capacidade de reprodução em massa, e esta também é uma das atitudes do designer Pedro Franco, na criação da Chaise Primavera, fabricada pela Ronconi, com pés de alumínio pintado e capa de fuxico. Ronconi by A Lot Of www.alotof.com.br

Nos braços da Trousseau com Amir Slama

Quando duas boas vibrações estão juntas, tudo tende a ficar harmônico. Assim foi entre o estilista Amir Slama e a qualidade da Trousseau, que, com a sua loja em Salvador, oferece produtos de altíssima qualidade. Vale a pena conferir. www.trousseau.com.br

Solução rápida e criativa ganha espaço na decoração Os adesivos surgiram na Bélgica, como uma arte de autosserviço para empresas e residências, até que designers europeus vestiram o Salone Internazionale del Mobile de Milão com sua arte em adesivos, e de lá para cá a ideia conquistou o mundo. Os adesivos são recortados em mais de 20 cores de vinil, sem falar nos desenhos que vão desde uma formiguinha até uma Torre Eiffel! É arte que não acaba mais, e artistas brasileiros participam desta tendência, como é o caso da Knoblauch Atelier de Arte, que atende também o mercado soteropolitano. www.knoblauch.com.br

Design

Boas lembranças dos anos 50

Refrigeradores e fogões Retrô são o primeiro lançamento da marca em 2011 Depois da grande aceitação do design Retrô do frigobar Brastemp, sua equipe, buscou levar a tendência vintage para outros eletrodomésticos. Foi um trabalho na busca do equilíbrio entre a imersão no passado pelos cantos arredondados, puxadores salientes e o logo do esquimó, com olhar no futuro por meio da tecnologia dos controles eletrônicos, e economia de consumo de energia na sua categoria. www.brastemp.com.br *Grace Knoblauch é artista plástica, possui um Ateliê de arte em São Paulo e escreve para a Revista Metro Quadrado


‘‘

Não saber tudo pode ser uma vantagem quando você está criando, porque você não está limitado ao que você acha impossível” (Jaime Hayon)

ilustração: Grace Knoblauch

Poltrona em couro e plástico inspirada nos musicais da MGM, criada pela referência no design mundial, o designer espanhol Jaime Hayon

CADERNO

]

]

decoração • DICAS • CASA DE PRAIA TOP • VITRINE


Decor

Compondo o belíssimo visual, espreguiçadeiras em fibra sintética da Galpão Básica e pastilhas Arte & Banho O azul-celeste compõe a decoração quando as persianas, Luxaflex com chales de linho branco (Diagrama), são abertas

chic tropical “Moro, num país tropical, abençoado por Deus, e bonito por natureza...”

por Chris Sacramento fotos Chico Sales

N

unca os versos de Jorge Ben cantaram tanta verdade. Para a seção “Decoração”, a Metro Quadrado abriu literalmente as portas de uma das residências mais charmosas de Salvador, no bairro do Rio Vermelho. Visitamos o antigo recanto de Gal Costa, no Morro da Paciência, que foi reprojetado pela dupla prodígio, Ana Paula Guimarães e Thiago Manarelli, da MG Arquitetos Associados. Da antiga residência restou pouco. Depois de quase um ano e meio de obras, o que se vê é uma casa deliciosamente “ancorada” no morro, com uma bela vista permanente para o mar e interior reluzente. Os amigos assumiram a segunda etapa do projeto arquitetônico e de volumetria, iniciado pelo escritório do também arquiteto Davi Bastos. Proposta aceita, o maior desafio foi vencer a falta de luminosidade, fruto do uso excessivo de madeira na estrutura anterior. Para reverter o processo, o pé direito foi aumentado, dando espaço às janelas em vidro que beneficiam a entrada da luz natural. A escolha dos revestimentos, móveis 22


Na ampla e bem iluminada sala de jantar, as cadeiras em couro com e pés de madeira (Básica Home) dão charme ao espaço. A mesa tem base em madeira e laca natural e tampo de vidro (Diagrama). Um toque rústico foi dado ao ambiente após a disposição da arca antiga (Nair Oliveira) e da poltrona em fibra natural (Toque da Casa). Ambos concedem ainda mais elegância ao espaço. Objetos de decoração também da Nair Oliveira

Chaise Floresta, em linho branco com pés de madeira, da Básica Home

A varanda parece estar ancorada sobre o mar O aparador Concha, esculpido em madeira, é da Toque da Casa. O cenário é composto por poltrona em linho, mesa lateral em laca branca e mesa em madeira Freijó (Home Design), além das luminárias (La Lampe) e Brumol em madeira com cinta de couro e linho (Diagrama)

23


Decor

O acesso à orla particular faz parte do projeto da paisagista Carla Oldemburg. Toda a iluminação externa é feita com lâmpadas de LED Os arquitetos utilizaram elementos que fazem referência ao mar

O aconchegante SPA de 50m2 tem cuba em corian e acessórios em metais (Arte & Banho)

e paredes, em tons claros, concluiu a empreitada. Como o mobiliário não poderia passar muita informação, eles abusaram de materiais, como fibras naturais e laca, além de tecidos nobres, como couro e linho, mantendo os ambientes claros. A escolha do mobiliário teve também outro motivo. “Como a casa fica muito tempo fechada, os proprietários vêm uma ou duas vezes ao ano, tivemos que escolher materiais resistentes à maresia”, detalha Thiago. Metais foram evitados – quando necessário eles usaram aço inox e alumínio eletrostático – e a madeira só aparece só nos detalhes, como na base da mesa e A casa se tornou no lounge, por exemplo, assinala Thiago. bastante iluminada e Leves toques de turquesa quebram a arejada por conta dos 6 neutralidade, remetendo ao mar. metros de pé direito, Para completar, o projeto paisagístico e está totalmente contemporâneo, que leva a assinatura posicionada para de Carla Oldemburg, pr ima pela o nascente originalidade, com leves toques tropicalistas, que se une perfeitamente à linguagem da casa. Tudo muito original, como vasos e esferas em cerâmica vietnamita e bacias com cactos. A volumetria da casa possui duas águas, telhado bem ao estilo colonial, com tesouras à mostra, valorizando os 1.200 m² de área construída (originalmente, eram pouco mais de 400m²). Para arrematar, obras de arte da Galeria Fábio Pena Cal, também em Salvador. Expressões temáticas do irreverente Bel Borba e Leonel fortalecem a identidade da casa clean e chic.

Serviço: Luminárias: La Lampe (71) 3264 2464 - Mobiliário: Básica Home (71) 3342 9177; Casabella (71) 3342 5666; Diagrama (71) 3272 0990; Toque da casa (71) 3503 7474; Galpão Básica (71) 3342 8583, Home Design Casual (71) 3173 6381, Nair Oliveira (71) 3341 2953, Porto Belo (71) 2103 0532,Arte & Banho (71) 3272 9177, Bizancio (71) 3342 6081, Marcato (71) 3341 1555 24


Vitrine

Objetos exclusivos e com estilo para deixar o seu ambiente ainda mais sofisticado

Home Design Sofá Suez Tel.: 71 3503-5959

SUA CASA com estilo

Casabella Cômoda Bona – madeira moldada e laqueada Tel.: 71 3342-5666

Porto Bello Shop Porcelanato – Linha Ecowood reproduz madeira de demolição Tel.: 71 2103-0510

Arte & Banho Conjunto de acessórios linha Loft Tel: 71 3272-9177

Madeira Chic Cadeira Charles Eames Tel.: 71 3011-2300

26


Tok&Stok Mesa lateral em MDF Tel.: 71 3444-3000

Nair Oliveira Cama Las Vegas da Madeira Bonita Tel.: 71 3341-2953

Diagrama Poltrona Shangai em couro natural envelhecido Tel.: 71 3264-3570

Toque da Casa Poltrona Swan com tecido Again Tel.: 71 3503-7653

Bรกsica Home Sofรก Carbono 103 Tel.: 71 3342-9177

27


Fique por dentro

de olho nos

impostos IPTU Todo começo de ano é igual. Passadas as comemorações de Natal e ano novo, é chegado o momento de preparar o bolso para os impostos que estão por vir. O primeiro deles é o imposto sobre a propriedade predial e territorial urbana, o tão conhecido IPTU. Há a possibilidade de pagar o IPTU em uma parcela ou em até 10 prestações.Caso você opte por pagar de uma só vez,terá desconto de 10%. O pagamento pode ser feito em qualquer banco. Caso não receba ou perca os carnês, retire uma segunda via na sede da Secretaria da Fazenda ou no site da Sefaz – sefaz.ba.gov.br.

ITIV Você sabia que existe um imposto recolhido pela Prefeitura de Salvador e de outras cidades no caso de quem compra um imóvel? É o Imposto Sobre Transmissão Inter-Vivus (ITIV), que equivale a 3% do valor venal do imóvel. Essa taxa varia de acordo com a cidade na qual o imóvel se encontra e s e u re c o l h i m e n t o é d e responsabilidade do comprador. É preciso preparar o bolso.

Nos quatro últimos anos, mais de 32 mil baianos realizaram o sonho da casa própria. O programa Casa da Gente, implementado através da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur), tem sido o responsável por todas as ações voltadas para diminuir o déficit habitacional.“Temos quase 54 mil unidades em construção em diversos estágios de obras. A cada nova contratação de unidades temos a certeza de que estamos melhorando a qualidade de vida da nossa população. Vamos continuar empenhados para que possamos dar continuidade ao nosso trabalho”, disse o secretário de Desenvolvimento Urbano, Cícero Monteiro. 28

Foto: Jefferson Vieira/Ascom Sedur

Casa da gente: Milhares de baianos beneficiados


‘‘

Não sabendo que era impossível, ele foi lá e fez”

ilustração: Grace Knoblauch

(Jean Cocteau)

CADERNO

mercado imobiliário

]

• NILSON SARTI • COMUNICAÇÃO • CASAS LUXUOSAS • FGTS • CRECI • DURVAL LELYS

]


Entrevista

O cenário imobiliário baiano: crescimento sustentável a médio e longo prazo

30


O início do

ciclo Nilson Sarti, presidente da ADEMI-BA, fala sobre o ótimo cenário do mercado imobiliário por Rodrigo Marques fotos Ivan Baldivieso

c

om uma expectativa de crescimento de 10% em relação a 2010, o setor imobiliário promete se consolidar ainda mais neste ano. Em uma entrevista exclusiva concedida à Revista Metro Quadrado, Nilson Sarti, presidente da Associação dos Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário (ADEMI-BA), destacou a capacidade que a Bahia possui de ter um crescimento sustentável, evidenciando a necessidade de mostrar às pessoas que hoje é possível tornar realidade o sonho da casa própria. Ele defende que a ideia de um boom imobiliário é algo que já foi superado diante do potencial de crescimento que o estado possui.“Nós estamos no início do ciclo. A Bahia tinha um déficit habitacional de 600 mil unidades. Hoje, nós precisamos produzir entre 12 mil e 15 mil unidades por ano só para suprir o crescimento vegetativo da população da região metropolitana, que possui um déficit de 120 mil unidades. Temos uma demanda forte e precisamos saber produzir e oferecer condições para

31


Entrevista

que as pessoas possam comprar”, destaca Sarti. O sonho da primeira residência é almejado por um grande volume de pessoas. Nilson Sarti ressalta: “O nosso grande desafio é divulgar, para cada vez mais pessoas, que hoje isso é possível. Muita gente ainda fica presa aos problemas do passado ou acabam achando que não têm condições de arcar com uma prestação. Precisamos mostrar que existe uma grande oportunidade, com taxas de juros abaixo do que é praticado no mercado”,afirma Sarti. O presidente conclui que “nós temos um cenário extremamente favorável para que haja um crescimento sustentável a médio e longo prazo. Já tivemos problemas com os bancos no passado, mas, hoje, há um rigor muito maior nas análises, havendo todo um arcabouço jurídico que dá segurança para quem compra como para quem empresta. Isso contribui para que os juros sejam reduzidos. Vamos continuar nesse caminho”. Para ele, o FGTS, as cadernetas de poupança e o orçamento da União não são fontes de financiamentos suficientes para o crescimento do mercado. Os juros baixos aparecem como importantes agentes que permitem que haja captação de investimentos externos.

Nichos de mercado Na avaliação do presidente da ADEMI-BA, o mercado imobiliário baiano tem se caracterizado por uma diversidade de opções de empreendimentos voltados tanto para quem deseja morar ou mesmo investir. “Há que se destacar todos os imóveis situados na orla de Salvador, bem como os que estão

32

voltados para servi��os, como os apart hotéis e salas comerciais, sem esquecer os imóveis de luxo. Esse mix que existe nas áreas desenvolvidas da capital é somado com todo potencial que a Região Metropolitana de Salvador vem tendo em cidades como Lauro de Freitas, Candeias e Simões Filho”, explica Nilson Sarti. A interiorização, fomentando o mercado imobiliário, em cidades como Feira de Santana e Vitória da Conquista, também tem sido uma bandeira defendida pela ADEMI-BA.

Minha casa, Minha vida Tem se consolidado como uma tendência muito forte, desde 2009, um perfil de comprador que quer se beneficiar do Programa Minha Casa, Minha Vida. Nesses casos, há uma forte procura por imóveis de 2/4, com o valor de até R$ 150 mil. “É onde trabalhamos com o volume de vendas. No caso do Minha Casa, Minha Vida, existe um incentivo muito grande, com taxas de juros de 4% a 8% ao ano, sem necessidade de carência. Há nesse mesmo contexto a possibilidade de obtenção de subsídios para imóveis de até 70 mil”, afirma Nilson Sarti. A construção de mais de 11 mil unidades habitacionais foram autorizadas pelo governo federal em dezembro de 2010. Sarti acredita na continuidade e no fortalecimento do programa: “A presidente Dilma conhece bem a importância de resolver a questão do déficit habitacional por ter sido uma das formuladoras junto com várias “mãos”, como às dos empresários, trabalhadores e movimentos sociais, enfim de todas as esferas do governo e sindicatos”, completa.


Oportunidades em

trânsito

Publicidade em ônibus contribui para o ótimo momento do mercado imobiliário por Rodrigo Marques fotos Ivan Baldivieso

34

Ser visto para ser lembrado. Em tempos de Internet, redes sociais e todas as diversas possibilidades que a mídia oferece, cada vez mais, é preciso buscar meios de estar no imaginário das pessoas que desejam comprar algum bem. No meio imobiliário não é diferente. Diariamente, vemos muitos anúncios em sites, jornais, revistas, outdoors e mobilizações em sinaleiras, dentre outras ações de publicidade e marketing das construtoras e incorporadoras, que tentam despertar nas pessoas o desejo de realizar o sonho de ter um imóvel próprio. Uma mídia que vem sendo bastante explorada é o busdoor. A publicidade em ônibus, utilizada nas laterais e na parte traseira, tem se destacado pela relação custo-benefício oferecida aos anunciantes. Adriano Sampaio, diretor da Mídia Bus, que desde junho de 2006 se tornou a única empresa com 100% de cobertura em Salvador com um total de 2.400 ônibus em 20 empresas com 400 roteiros, acredita que um importante diferencial que esta forma de anunciar possui é justamente o seu caráter competitivo em relação às outras mídias exteriores.


Múltiplas vantagens Segundo pesquisa realizada pela empresa Ipsos Marplan, especializada em estudos de hábitos de mídia e consumo, a publicidade em ônibus, há vários anos consecutivos, vem oferecendo o maior índice de lembrança entre as mídias exteriores. “O período de exposição é de 30 dias, o que beneficia muito o anunciante. É muito fácil sentir a repercussão do busdoor devido ao aumento da procura pelos nossos serviços, sempre que temos painéis espalhados pela cidade”, ressalta Adriano. A fidelização dos anunciantes à Mídia Bus também é outro fator levado em consideração: “Temos clientes de segmentos variados que investem conosco todos os anos, o que mostra que eles estão tendo retorno”, acrescenta. O administrador Fábio Vilhena, 33 anos, formado com ênfase em marketing, defende a eficácia da publicidade feita em ônibus: “É um tipo de mídia muito boa porque tem grande ressonância. Funciona muito bem porque não é todo mundo que consegue parar na correria do dia a dia para se informar, lendo jornal ou ouvindo rádio”. Ele completa:“Também é um forma bastante flexível de divulgação. Se você é comerciante de um determinado bairro, pode escolher as linhas de ônibus que cobrem a região específica”. E finaliza destacando o público que a mídia atinge. “O busdoor alcança diretamente aquelas pessoas que estão dentro dos veículos e no trânsito, assim como os transeuntes que geralmente vêem os anúncios aplicados nas laterais dos ônibus”.

Casas e apartamentos Adriano Sampaio explica que a Mídia Bus tem acompanhado o crescimento do mercado imobiliário soteropolitano. “Acredito que as agências de publicidade, junto com as construtoras, estão mensurando o bom retorno do investimento aplicado na publicidade em busdoors e isso tem impulsionado o investimento do mercado imobiliário aqui na empresa”, ressalta ele. Somente em 2010, aproximadamente R$ 300 mil foram investidos pelo setor somente na Mídia Bus. A facilidade de acesso ao crédito bem como a melhoria no poder aquisitivo da população têm contribuído para que diferentes perfis de público comecem a planejar a compra do primeiro imóvel. Para quem deseja investir na casa própria, vale a pena ficar atento às novidades expostas nos ônibus e nada de dormir no ponto.

Av. Tancredo Neves, nº 2421, 4º andar Edf. Empresarial Redenção – Caminho das Árvores – Salvador Tel.: 71 3349-1999 – e-mail: midiabus@midiabus.com

35


Investimento por Diogo Francischini *

HORAde

INVESTIR Não é novidade que o mercado imobiliário baiano vem passando por um movimento bastante interessante, animando compradores, construtores e imobiliárias mais valorizaram foram a avenida Paralela, com destaque para Alphaville, e bairros mais consolidados, como Horto Florestal, Pituba e região da Barra, onde a oferta de terrenos é mais escassa. Entre 2006 e 2007, o preço médio do m2 girava em

Diversificadas construções marcam o aquecimento do mercado imobiliário baiano

S

egundo a ADEMI-BA, no ano de 2010, só na Região Metropolitana de Salvador, foram vendidas cerca de 15 mil unidades, e espera-se um crescimento de 10% para 2011. E a bola da vez no mercado de lançamentos são os segmentos econômicos, impulsionados pelo fortalecimento da economia, a ampliação do crédito a prazo e o crescimento das classes C e D, além do programa Minha Casa, Minha Vida, do governo federal. Devido ao aquecimento do mercado, os preços dos terrenos começaram a subir, impactando diretamente nos preços dos imóveis lançados, e contribuindo para a valorização dos imóveis já prontos em seu entorno. Contribuiu também para a valorização de algumas regiões a melhoria da infraestrutura, com a construção de vias de acesso e melhoria de tráfego, implantação de novos shoppings e integração de áreas empresariais com residenciais. Nos últimos três anos, algumas regiões de Salvador chegaram a experimentar uma valorização de 30% ao ano no preço do metro quadrado. As regiões que 36

torno de R$ 3.500 mil. Hoje, já atingiu a casa dos R$ 5 mil Já em Alphaville, onde no mesmo período o metro quadrado custava em média R$ 2.300 mil, hoje o preço gira entre R$ 3.700 mil e R$ 4.200 mil. Quem quer investir em imóveis em 2011 deve observar alguns fatores importantes.O mercado está recebendo uma quantidade grande de unidades prontas para morar e muitas delas serão colocadas para a revenda. Assim a máxima valorização do imóvel adquirido agora pode não vir no curto prazo. Porém, investir em imóvel ainda é uma das opções mais seguras e rentáveis de fazer o seu dinheiro trabalhar para você. Especialmente se optar por imóveis-conceito, de médio a alto padrão, para compensar as correções e custos que terá no momento de realizar a sua revenda. Outro aspecto importante para se levar em consideração na hora de investir em imóvel é a sua localização.Localizações exclusivas,com boa infraestrutura, em bairros com poucos terrenos disponíveis, e, se possível, com vista privilegiada, tendem a valorizar mais. Enfim, é sempre um bom momento para se investir em imóveis.

*Diogo Francischini é publicitário, escritor e diretor-executivo da RE/MAX Bahia-Sergipe.


Eu quero

CASA!

uma

Cada vez mais, ter o imóvel dos sonhos requer ajuda de profissionais preparados para atender desejos por Rodrigo Marques fotos Ivan Baldivieso

C

omprar um imóvel, definitivamente, não é algo fácil. Muitas são as dúvidas daqueles que resolvem ter o seu tão sonhado e desejado cantinho. Um dos principais questionamentos está na decisão entre morar em um apartamento ou em uma casa. Para garantir a satisfação depois do negócio fechado, cada vez mais o setor imobiliário tem se especializado em entender os anseios de cada cliente. “Ao invés de apenas oferecer produtos de maneira superficial, é preciso assumir o compromisso de acompanhar cada cliente, para entender o que ele está sonhando e poder transformar isso em realidade”, explica Cristina Tamar, proprietária da MTP Imóveis, única imobiliária em Salvador e Região Metropolitana totalmente focada na comercialização de casas. “Esta especialização faz com que nós tenhamos uma melhor capacidade de intermediar vendas. A concentração de bairros que se caracterizam pela construção e comercialização de casas e condomínios horizontais faz com que a nossa expertise aumente”, conta Tamar.

Entender o cliente e ajudá-lo na escolha certa Dr. Cleverson Pires, 33 anos, optou por morar em uma casa, no bairro de Stella Maris, e está muito satisfeito com a escolha feita.“Na verdade, é um sonho que eu consegui realizar. Vim de Vitória da Conquista e lá sempre morei em casa. A oportunidade de criar um cão, fazer minha horta e ter uma área de lazer exclusiva para minha família e amigos, fez com que eu optasse por esta casa”, explica ele. A escolha da casa, onde o Dr. Cleverson Pires mora há sete meses, partiu de uma investigação da MTP Imóveis em oferecê-lo exatamente o que fazia parte das suas expectativas. Ele ressalta que “a empresa teve o cuidado em fazer uma entrevista e ter uma noção detalhada do 38

Bairros como Stella Maris e Villas do Atlântico são bastantes procurados por quem deseja viver em uma casa

A privacidade aparece como um fator decisivo no momento em que se opta por este tipo de residência que eu estava buscando. Foi um trabalho diferenciado, porque eles não ficaram atirando para todos os lados,me oferecendo casas sem critério”. Com o aquecimento do mercado imobiliário, esta tem sido a fórmula de sucesso da MTP Imóveis, que só no ano de 2010 conseguiu comercializar mais de 200 casas. “O nosso foco está no cliente. Não é um simples jargão. Embora a MTP tenha ligação com as incorporadoras, construtoras, ou mesmo as pessoas que querem vender um imóvel avulso, nós não procuramos apenas vender a casa, mas, sim, atender o cliente”, explica Cristina Tamar.

www.mtpimoveis.com.br Tel.: 71 9991-7077 / 9925-1346 / 8894-1843


O ENDEREÇO MAIS DESEJADO DE SALVADOR ACABA DE FICAR AINDA MAIS DESEJADO. Cloc Marina Residence. Obras aceleradas e novas condições de pagamento.

Perspectiva ilustrada do empreendimento

APARTAMENTOS SINGLE E DUPLEX, LOFTS E COBERTURAS DE ALTO PADRÃO. LAZER E SERVIÇOS EXCLUSIVOS EM UM DOS ENDEREÇOS MAIS DESEJADOS DE SALVADOR: A AV. CONTORNO.

UNIDADES A PARTIR DE R$ 290.000,00* P O U PA N Ç A FA C I L I TA D A E F I N A N C I A M E N T O D A PA R C E L A D E C H A V E S P E L O S F H .

• PISCINA COM BORDA INFINITA E RAIA • PISCINA INFANTIL • DECK SOLARIUM • BAR TROPICAL • LOUNGE DE FESTAS • SALÃO DE JOGOS • ESPAÇO INFANTIL • ESPAÇO GOURMET • FITNESS • SPA • OFURÔ • SAUNA • QUADRA DE SQUASH. INFORMAÇÕES:

VENDAS:

OBRAS ACELERADAS APARTAMENTOS DE 49M2 A 93M2 REALIZAÇÃO:

3321-7771 clocmarinaresidence.com.br

Em conformidade com a lei nº 4.591/64, as perspectivas ilustradas deste material têm caráter meramente promocional. A metragem total das unidades se refere à área privativa. Responsável técnico: Clóvis José Batista Garcez – Crea 27762-D. Projeto arquitetônico e de ambientação: Kiki Meirelles – Crea 27660-D. Ponto 4 Creci PJ-1195. Brito e Amoedo Creci PJ-1063. Alvará de licença: nº 14711. Registro de incorporação: 14.112 do 5º ofício de registro de imóveis. *Apartamento 203 - Ed. Casarão.


Ecoresidences

O design inovador, com a área social - inclusive a piscina - no andar superior e os telhados de sapê, conferem ao empreendimento um ar chique e integrado à paisagem

viver O

Um lugar lindo de

A Bahia abriga um megaempreendimento, que pode ser comparado às famosas ilhas artificiais The Pearl ou às Palms Islands, nos Emirados Árabes Unidos. Conhecidos investimentos imobiliários que buscam oferecer aos proprietários um pedaço do paraíso com todo requinte e conforto por Patrícia Magalhães 40

Tivoli Ecoresidences Praia do Forte abrigará um luxuoso condomínio que combina arquitetura inovadora com completa infraestrutura de lazer, serviço de hotel cinco estrelas – Tivoli Ecoresort Praia do Forte –, além de um SPA com produtos diferenciados – o Thalasso. Tudo isso ainda está integrado à beleza inenarrável da Praia do Forte, éden localizado no Litoral Norte da Bahia, com enorme potencial turístico e praias paradisíacas, próximo ao aeroporto de Salvador. O projeto será o primeiro condomínio horizontal residencial turístico do Brasil.

Um sonho de residência A área total do empreendimento é de 153 mil m2, onde serão construídas apenas 42 unidades residenciais de alto padrão, de três ou quatro quartos, que têm 320 e 650 m2 de área privativa. As casas, desenhadas por um dos escritórios de arquitetura de maior prestígio do Brasil, Bernardes & Jacobsen e projeto paisagístico desenvolvido por Fernando Chacel, são verdadeiros palácios litorâneos.


Apenas 42 felizardos poderão desfrutar de todo conforto e requinte do Tivoli Ecoresidences e viver dias de verdadeiros reis, envolto à beleza paradisíaca de Praia do Forte De características e traços inovadores, o projeto coloca a área social – inclusive a piscina – no piso superior e as suítes no andar térreo, privilegiando a paisagem e permitindo uma belíssima vista panorâmica. Além disso, possibilitará uma sensação térmica agradável por conta de um melhor sistema natural de circulação de ar das áreas comuns. Os telhados de sapê, além de charmoso, ajudam a manter o clima ameno, ao integrar-se perfeita e naturalmente à paisagem. O ilustre morador contará com amplos serviços, que garantirá a estada perfeita, podendo usufruir de todo bem estar e lazer do Tivoli Ecoresort Praia do Forte. Na chegada, o prazer de encontrar tudo em harmonia, tendo opções para uma entrada triunfal por terra de carro ou pelo ar de helicóptero. Todo o transporte dentro do condomínio será feito com carrinhos elétricos, não sendo permitida a circulação de outros veículos. Puro luxo.

Luxo sustentável O luxo está presente em todas as vertentes,desde o acabamento à preocupação com a sustentabilidade. Privilegiando o verde, o Tivoli Ecoresidences Praia do Forte terá apenas 10% ocupado pelas edificações das residências. O restante deverá ser de mata nativa. O projeto é direcionado para o uso eficiente de energia e água e para a utilização de materiais ecologicamente corretos nas construções. A madeira de reflorestamento certificada também deverá ser utilizada. “É um conceito eco, inovador, de que as pessoas tenham uma residência requintada dentro de um habitat natural”, relata o presidente do Conselho de Administração da rede Tivoli Hotels & Resorts, Miguel Rugeroni. Para tornar esse sonho realidade, basta desembolsar entre R$ 1,39 milhão a R$ 2,35 milhões. O Valor Geral de Vendas (VGV) está estimado em R$ 70 milhões, e a previsão é que as obras tenham início em junho deste ano e entrega em julho de 2012. Miguel coloca o condomínio como opções de uma segunda moradia, podendo as casas do Ecoresidences serem incluídas

no pool de locação de vagas do Ecoresort, gerando renda direta para seus proprietários. Também os donos dos imóveis terão direito a fazer a locação diretamente. Um empreendimento, simplesmente, lindo de viver!

Dica Confira no site da Revista Metro Quadrado, em primeira mão, as fotos da casa decorada do Tivoli Ecoresidences. Vale a pena conhecer, a casa está linda! www.revistam2.com.br

FICHA TÉCNICA 42 UNIDADES (2 de 361,37m² ; 7 de 234,85m² e 33 de 193,10m²) ÁREAS PRIVATIVAS, amplo living com ilha gastronômica integrada à sala de jantar; • deck exterior com piscina privativa; • 3 ou 4 espaçosas suítes; • banheiros com vista para o paisagismo exterior. • 3 restaurantes • Vôlei de praia • Segurança patrimonial • 4 bares • 4 quadras de tênis iluminadas • Serviço de concierge • 8 piscinas (climatizada) • Campo de futebol iluminado • Manutenção e limpeza das áreas e paisagismo • Clube infantil • Anfiteatro comuns • Fitness center • Coleta seletiva de lixo • Baby Copa • Joalheria • Base náutica • Enfermaria • Serviço de transporte rotativo • Base ambiental • Pista de cooper em carrinhos de golfe • Salão de beleza • Serviço de lavanderia e limpeza (na ausência do morador) • Estética fácil e corporal • Salas de talassoterapia • 3 saunas • Transfer em carrinhos de golfe

41


Investimento

fgts

fazendo a grana trazer segurança

A utilização de recursos do FGTS vale a pena para quem deseja construir ou comprar um imóvel

Foto: Ivan Baldivieso

por Rodrigo Marques fotos Ivan Baldivieso

42


d

‘‘

inheiro não traz felicidade, mas

quando acaba leva a tranquilidade

junto. Por mais que façamos um planejamento financeiro para

investir em um imóvel,seja quando adquirimos um

ou quando queremos construir, há momentos em

O FGTS pode ser usado na compra ou construção de um imóvel. A Caixa disponiliza todas as informações sobre o assunto no site ou na agência mais próxima

que tudo que conseguimos economizar fica longe

do que realmente precisamos. Quem trabalha

regido pela Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), com carteira assinada e tudo que tem direito, nota que, mensalmente, 8% do salário é

depositado pelo empregador em uma conta na Caixa Econômica Federal. É assim que se forma o

Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), criado na década de 60, com o intuito de ajudar, dentre outras coisas, a constituir um patrimônio por meio da compra da casa própria. “Os recursos do FGTS de qualquer um dos seus beneficiários poderão ser utilizados para aquisição da casa própria, desde que atendidos aos critérios fixados pelo Conselho Curador do FGTS”, afirma o gerente da CEF, Agnelo Azevedo. No caso de quem pensa em comprar um imóvel pronto, ele explica que os recursos podem ser utilizados para o pagamento parcial ou total do preço de aquisição do imóvel. A segunda opção nesse caso, segundo Azevedo, é “efetuar o pagamento de lance para a obtenção da Carta de Crédito de Consórcio Imobiliário, ou como complementação do valor da Carta para pagar a parcela de recursos próprios”, acrescenta. Para quem pensa em construir, o FGTS também é uma mão na roda. Pode ser usado para o financiamento da construção de um imóvel residencial urbano, assim como parte ou valor total dos recursos próprios de quem deseja obtê-

Os recursos do FGTS de qualquer um dos seus beneficiários poderão ser utilizados para aquisição da casa própria, desde que atendidos aos critérios fixados pelo Conselho Curador do FGTS”

lo. A segunda possibilidade só é realizada caso haja uma vinculação a um financiamento ou a um programa de autofinanciamento contratado com construtora, cooperativa habitacional ou construtor pessoa física. Vale a pena procurar uma agência da CEF e buscar mais informações sobre o assunto.

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL www.caixa.gov.br 43


Entrevista Samuel Prado

Amigo

corretor Para acompanhar o crescimento do setor imobiliário, o Creci tem investido na qualificação e fiscalização dos profissionais por Rodrigo Marques fotos Nelson Neto

Samuel Prado, a frente da presidência do Creci, fiscaliza os 10.500 corretores que atuam no mercado baiano

44


‘‘

O Creci existe para a defesa da sociedade. Para garantir essa proteção, as pessoas devem exigir um profissional regularizado”

S

ó quem já fechou negócio, abriu champanhe e se emocionou com a compra de um imóvel, sabe como é singular este momento. Um personagem que entra nessa história e passa a fazer parte da vida de muitas pessoas, que realizam o sonho da casa própria, é o corretor de imóveis. É ele que tem a paciência em buscar exatamente o que o cliente deseja e que o ajuda nos trâmites burocráticos, dentre outras tantas atribuições. Hoje, na Bahia, 10.500 profissionais estão ativos e exercem a profissão com a situação regularizada junto ao Conselho Regional de Corretores de Imóveis: o Creci-BA. Para garantir que o sonho não se torne um pesadelo, a dica é sempre procurar um corretor. A certidão de regularidade para o exercício da profissão, obtida junto ao Creci, permite que o comprador tenha mais segurança, caso algum problema venha acontecer. “Qualquer cidadão ou corretor que se sentir lesado por um corretor pode procurar as delegacias do Creci para fazer uma representação sobre esse profissional. A partir daí, abre-se um processo para apurar o fato ocorrido”, explica o presidente do Conselho, Samuel Prado. É fácil entrar em contato com o Creci, caso haja alguma denúncia a ser feita. Atualmente, além da sede do Conselho, em Salvador, há delegacias nas cidades de Feira de Santana, Itabuna, Ilhéus, Vitória da Conquista, Juazeiro, Porto Seguro, Barreiras e Teixeira de Freitas. Prado acrescenta:“O processo de interiorização é uma demanda muito importante que nós temos e que estamos conseguindo superar. Além das oito cidades onde já possuímos delegacias, para acompanharmos o crescimento do setor imobiliário, há a

intenção de abrir mais duas, nas cidades de Santo Antônio de Jesus e Alagoinhas”. Profissionais preparados – Como em todas as áreas cada vez mais, a especialização e capacitação têm feito parte do cotidiano dos corretores de imóveis. Há uma migração muito grande de profissionais de outras áreas para exercer a profissão. Quem deseja se tornar um corretor, hoje, deve ter o segundo grau completo e realizar um dos cursos reconhecidos pelo Conselho Federal de Corretores de Imóveis – o Cofeci – autorizados pelo Conselho Estadual de Educação. Fiscalização – Os corretores de imóveis precisam ser, cada vez mais, qualificados. Para tanto, o Creci incentiva os profissionais a se especializarem e aprimorarem na profissão, através de eventos direcionados e cursos, dentre outras iniciativas. A entidade ainda atua em todo o estado na fiscalização contra aquelas pessoas que trabalham de maneira irregular, sem nenhum registro ou com situação pendente com o Conselho. Samuel Prado acredita que a Bahia tem se destacado no processo de fiscalização.“Esta é a principal atividade do Creci. Há fiscalizações de rotina. São 12 fiscais, um número que atende bem à demanda, sendo oito em Salvador e quatro no interior”, conta. É preciso saber com quem contar no momento de escolher o imóvel. O conhecimento de que o profissional está regularizado é o começo para uma relação de confiança, fundamental em qualquer negócio. Não abra mão de contar com o auxílio de quem pode, de fato, lhe ajudar a realizar o seu sonho.

Dica

Exija sempre o número de registro. Para saber se o corretor de imóveis está regularizado e apto a exercer a profissão, basta acessar www.creciba.org.br, clicar em Certidão de Regularidade e digitar a numeração dada pelo profissional. Serviço: Creci-BA - (71) 3444-1450 - Av. D. João VI, nº 289 – Brotas

45


Meu cantinho

Durval mostra o protótipo do seu trio Fênix, criado para comemorar os 25 anos do ASA

o

arquiteto da

Para inaugurar a seção “Meu Cantinho”, ninguém melhor do que um artista que, mesmo com grande sucesso musical, não conseguiu se afastar da sua paixão pela arquitetura por Chris Sacramento fotos Ivan Baldivieso 46


No Groove Studio, onde também busca inspiração para os seus projetos e design mais arrojado e mais agressivo). Todas são produzidas em parceria com a Mega Madeira, empresa que confecciona móveis a partir desse mesmo conceito: a reutilização de madeira.

M

Equilíbrio profissional

ais que cantor, Durval Lelys, arquiteto de formação, é u m a r t i s t a c o m p l e t o, q u e c o n t r i bu i p a r a o crescimento do mercado imobiliário baiano com seus projetos, esculturas, móveis e alegria. “A arquitetura me ajuda, principalmente, a pensar formatos inovadores, tanto para os palcos dos shows quanto para as festas”, conta. E qual seria o seu cantinho preferido? O local escolhido não poderia ser outro senão o Groove Stúdio, afinal de contas, além de ser o primeiro projeto arquitetônico de Durval, é onde ele passa grande parte do seu tempo. Foi lá que ele recebeu a equipe da Revista Metro Quadrado e falou sobre este grande reduto, da carreira de arquiteto, dos planos para o Carnaval, e, ainda, apresentou o Reiciclável – o seu novo personagem.

Projeto musical

‘‘

Diz que só com muita organização consegue administrar carreiras tão distintas. “Amo as duas carreiras e dá tempo para tudo, pois é só saber se organizar. Com a música você ganha antes de trabalhar, aí é ótimo... Já na arquitetura, tem que saber equilibrar, pois o pagamento geralmente vem parcelado”, ensina. Casado com Thiara e pai de dois filhos, Luma, 5, e Luca Bob, 2, Durvalino pratica yoga pelo menos duas vezes por semana para aguentar o tranco, conta gargalhando. Se não bastassem tantos afazeres,Durval está criando também na área de arquitetura o trio “Fênix”, para comemorar os 25 anos da banda Asa de Águia, em 2012. A principal mudança será um corpo fixo com duas abas externas, que deixa o som para fora,

A arquitetura me ajuda, principalmente, a pensar formatos inovadores tanto para os palcos dos shows quanto para as festas”

A i d e i a d o G ro ove S t u d i o s u rg i u quando Durval ainda era estudante de arquitetura. Para a realização do estúdio, que tem o mesmo estilo multifacetado do artista, ele contou com ajuda de peso. O projeto acústico foi assinado por John Patrick Sullivan, um dos maiores especialistas do ramo no Brasil. Durval montou esse espaço de gravação com equipamentos de ponta, onde foram gastos mais de R$ 2 milhões. Recentemente, o espaço passou por mais uma reforma. O artista está por todos os lados: nos projetos de arquitetura ou nos móveis idealizados e construídos com madeira reciclável, vindas de reflorestamento e sobras da construção de sua casa, que ele mesmo projetou.As peças desenvolvidas por Durval integram linhas que levam nomes de suas músicas, como Cocobambu, Cocobambu Beach e Padangue Padangue (linhas praia feitas com toras mais finas) e Gladiador (feita a partir de toras mais grossas

permitindo um veículo menos pesado e mais prático. “O trio vai ter que ficar mais leve para as longas viagens.Isso nos livra também de preocupações com manutenção”, revela.

Carnaval sustentável Pensando numa proposta mais ecológica para a fantasia do Carnaval 2011, o capitão do Asa se transformará no Reiciclável. Empolgado com a proximidade do Carnaval, ele garante que o personagem “vai contagiar o coração de todos os foliões. 47


Meu cantinho

Durante a entrevista, Durval esboça a sua mais recente criação como arquiteto: o Trio Fênix

48


Meu bairro

A hora e a vez de

PATAM Mesmo com toda modernidade de grande metrópole, em Salvador, ainda há aquele cantinho onde é possível morar cercado de verde, próximo ao mar, com muita tranquilidade. Assim é Patamares. A moradia dos sonhos... por Chris Sacramento e Rodrigo Marques fotos Ivan Baldivieso

50


ARES As fotos aéreas proporcionam a ideia da localização privilegiada do bairro. Em meio a um cinturão verde e a poucos metros do mar, Patamares permite aos seus moradores ter a sensação de estar fora do turbilhão da cidade, estando próxima a ele

51


Meu bairro

Panorama local Um lugar sossegado. Essa é a sensação de quem caminha pelas visceral avenida Paralela. No que se refere à localização, o ruas de um dos bairros mais promissores da cidade: Patamares. bairro ainda possui vias estratégicas, que permite fugir do caos Diversos fatores contribuem para formar o cenário daquele ocasionado pelo trânsito em áreas circunvizinhas. que já é considerado o mais novo bairro nobre de Salvador. Como a própria definição sugere, Patamares é um espaço A atual menina dos olhos do setor imobiliário é largo no topo da escada que se forma a partir margeada por imensas áreas verdes, que se das diversas colinas que dividem o lugar que O cruzam num abraço vistoso sobre as diversas segue a ordem das letras de A a E (há ainda bairro, que colinas que formam o seu entorno. Tudo uma subdivisão como, por exemplo, está completando isso com uma vista privilegiadíssima para as Colinas B1 e B2). Bairro de classe 40 anos, já nasceu de o mar. Mas, engana-se quem acha que média alta, situado na região leste da forma planejada, quando idealizado pelo renomado esta é a maior das virtudes de Patamares. capital baiana, entre os bairros de Piatã, arquiteto Burle Max. Esse Mesmo em meio a tanto atributo Pituaçu e Paralela e Oceano Atlântico, crescimento ordenado, o natural, o bairro encontra-se próximo o lugar está completando 40 anos, com diferencia da grande do atual centro comercial da cidade uma economia que gira em torno de maioria dos bairros (shoppings Iguatemi, Salvador e Paralela). elementos bastante diversificados, mas da capital De característica eminentemente residencial, com grandes possibilidades de crescimento. Patamares possui pouco fluxo de carro e Histórico – Com vários patamares para transporte público. Infraestrutura de comércio e o sucesso, assim o bairro nasceu! Idealizado pela serviços não existe de fato, mas a alguns metros se serve de parceria de peso entre a empresa Góes Cohabita e o renomado algumas das melhores escolas da cidade, faculdades, estádios, artista plástico, paisagista e arquiteto paulista Burle Max, na academias, supermercados, bares e restaurantes, permitindo década de 60. Nesse período, acredita-se que Patamares tinha a sensação de ter saído da cidade, estando próxima a ela. A uma área formada apenas por duas grandes fazendas: uma poucos minutos também estão o Aeroporto Internacional pertencia à família Gantois e a outra a Zezito Ferreira (genro de Salvador, o Centro de Convenções da Bahia, o Centro de D. Eunice Gantois). Administrativo de Salvador (CAB), o Parque de Pituaçu e da Vários fatores retardaram o processo de crescimento de 52


Patamares: os lançamentos do Shopping Iguatemi, em 1975, e do Loteamento Caminho das Árvores foram alguns deles, visto que aquele novo módulo residencial ficava mais próximo do centro comercial, que se apresentava em Salvador. Sem contar que os lotes do Caminho das Árvores eram bem mais acessíveis – o que significava também mais barato, já que se vivia naquele período uma crise no petróleo, que encarecia bastante o custo da gasolina. A partir da década de 60, o sonho de morar em casa foi ficando para trás por questões de segurança e dos altos custos de manutenção. Foi nessa época que a classe média passou a residir em prédios. Já na década de 70, começou a ser cobiçado como promessa de futuro imobiliário. Mas o principal fator que pode ter impelido o crescimento do bairro foi a mudança na Lei do Ordenamento no Uso do Solo de Salvador e o Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU), que permitiu a verticalização do bairro, gerando o crescimento acelerado dos empreendimentos locais. “Patamares passou por um vertiginoso desenvolvimento quando da liberação do gabarito da orla, e hoje aquela região é a segunda de maior crescimento imobiliário de Salvador”, explica José Azevedo Filho, diretor da ADEMI-BA

Palavra do arquiteto Formado em arquitetura pela UFBa, na década de 60, Heliodório Sampaio acompanhou o surgimento da região que, para ele, ainda está em constituição. Diz que só recentemente Patamares tomou ares de “bairro”, quando um lançamento imobiliário divulgou a ideia de“estar sendo construído um ‘bairro moderno’ com as comodidades necessárias a uma vida urbana menos atribulada”���. Da Patamares “antiga”, “virgem”, Sampaio crê que só restam a geografia física, ainda pouco modificada pelos loteamentos, e destaca as construções de condomínios fechados na última década.

A natureza permanece preservada no bairro 53


Meu bairro

Potencial imobiliário Além de todos os atrativos, a possibilidade de viver em um local com planejamento voltado para o crescimento transformou Patamares em um bairro muito bem quisto pelo mercado, atraindo investimentos de muitas incorporadoras. “A Bahia teve poucas chances de trabalhar um bairro de maneira tão planejada, principalmente no quesito ambiental, como está ocorrendo com Patamares. De maneira geral, os bairros foram se desenvolvendo e a infraestrutura muitas vezes não acompanham o ritmo do crescimento da população local, gerando problemas muitas vezes difíceis de resolver”, explica José Azevedo Filho, diretor de Habitação da ADEMI-BA, e prossegue “o cenário mudou quando passou a haver uma maior concentração de lançamentos. Houve a liberação de áreas para a construção e, no meu ponto de vista, Patamares tende a ser um dos melhores bairros que a Bahia pode ter pela sua infraestrutura, facilidade de acesso a vários serviços, além de empreendimentos diferenciados, como o Greenville”, acrescenta. Morador de Patamares há quase uma década, o professor Péricles Júnior sentiu na prática o que os especialistas presumiram. “Quando viemos morar em Patamares, essa era uma região quase deserta, e muitas pessoas receavam em fazer a compra. Hoje, o meu imóvel, adquirido por R$ 120 mil, está avaliado em quase R$ 700 mil”, revela.

Diversos empreendimentos de alto padrão encontram-se em construção no bairro. Ao lado, a Chroma ergue mais um dos seus condomínios residenciais 54


Bairro valorizado

Com construções de alto porte, os mais luxuosos imóveis da região chegam a custar mais de R$ 1 milhão. Os mais acessíveis podem ser encontrados por R$ 250 mil, em média

Imóveis Novos 1 : R$ 3.623,00 Usados 1 : R$ 2.946,00 Mais caro da região 2 : R$ 5.116,00 Mais barato da região 2 : R$ 947,00 Renda Familiar Média: R$ 5.911,00 1

Preço de m²: de R$ 3.000,00 a R$ 5.000,00 Quantidade de unidades vendidas em 2010: 867 Número de empreendimentos no local: 24 Perfis dos imóveis mais procurados (número de quartos): 3 quartos

preço médio do metro quadrado 2 preço do metro quadrado Fonte: Ibope Inteligência

Fonte: ADEMI - BA

Quer morar em Patamares? Então confira alguns empreendimentos da região: 1. GREENVILLE - AGRE Um novo bairro naturalmente planejado com 4 condomínios de luxo •LUDCO – 3 e 4/4 (134 e 172 m²) •LUMNO – 4 suítes (225 e 276 m²) •ATMOS – 3 e 4/4 (88 e 116 m²) •ETCO – 3 e 4/4 (130 e 172 m²) (71) 3205-2603 / grupoagre.com.br 2.YVES PALERMO RESIDENCIAL SILVEIRA EMPREENDIMENTOS 2/4 – 1 suíte – 70 m² – água, gás e energia independentes e infraestrutura completa. (71) 3248-9866 silveiraempreendimentos.com.br 3. RESIDENCIAL MÁRIO CRAVO LIZ CONSTRUÇÕES 2 e 3/4 (01 suíte) com varanda gourmet, 9 opções de planta e 57 itens de lazer. (71) 3450-2160 / residencialmariocravo.com.br 4. ALTA VISTA – RPH ENGENHARIA 38 unidades de 139m2 e 4 apartamentos dúplex de 190 m2. (71) 3264-8700 / altavistapatamares.com.br 6. BIARRITZ MAISON - CONCRETA Duas torres com 15 pavimentos cada e duas unidades por andar. Todos os apartamentos terão 149 m² e quatro suítes. (71)3372-3000 / concreta.com.br/biarritz

7. A CHROMA POSSUI CINCO EMPREENDIMENTOS NA REGIÃO Todos com infraestrutura completa e acabamento de alto padrão: • RESIDENZA ORIZZONTE REALE – 4/4 de alto padrão (194 m2 e 199m2) e duas varandas • RESIDENZA GIARDINO REALE – 2/4 (1 ou 2 suítes) de 85 m² em média • RESIDENZA COLLINA REALE – 3 tipos de apartamento (1/4, 2/4 e loft) • RESIDENZA PARADISO REALE – 4/4 (3 suítes) + dependência e área privativa de 155m2 • RESIDENZA VISTA REALE – Pronto para morar de 4/4 e 203 m². (71) 3367-3399 / chroma.com.br 8. MAR DE PATAMARES EVEREST CONSTRUMAR 3 suítes com varandas – 137 à 142m² e 4 vagas de garagem Tel.: (71) 3444-6262 / everestconstrumar.com.br 9. CONSTRUTORA GATTO • (PRONTO PARA MORAR) – GIARDINI NAXOS – 3 suítes + gabinete – 159m² • PALAZZO SANTA MARINELLA – 4/4 (2 suítes) – 164m² e infraestrutura completa (71) 3103-7100 / construtoragatto.com.br 11. RESERVA PATAMARES – RJ CONSTRUÇÃO Duas torres de 2 e 3/4 – 65 m² e 80 m² – empreendimento de alto padrão (71) 3362-0101 / rjconstrucao.com.br

12. VILLA TOSCANA - CONSIL Pronto para morar. Resta apenas uma unidade da cobertura dúplex – 3/4 (1 suíte) (71) 3535-0010 / consil.com.br 14. MIRANTE PATAMARES – VALOR EMPREENDIMENTOS Apartamentos de 4/4 com 2 suítes ou 3/4 com 3 suítes (71) 3272-1998 / (71) 9143-7141 / mirantepatamares.com.br 15. BAHIA DOS COQUEIROS – INOVA EMPREENDIMENTOS 1 ou 2/4 e lofts dúplex de alto luxo com piscina e bar na cobertura (71) 9167-3023 / bahiadoscoqueirosresidence.com 16. JARDIM MEDITERRANEO – ARC ENGENHARIA (Pronto para morar) 3/4 com até 3 suítes. Unidades dúplex ou tríplex – 122 e 180m² (71) 3367-4953 / jardimmediterraneo.com.br PREMIERE JAGUARIBE – VIA CÉLERE Lançamento de alto padrão à beira-mar. 3 suítes com gabinete e 4 suítes (166,70 m² / 187,02 m² / 212,56 m²) 71 3367-2662 / viacelere.com.br Infinity Ecologic Residence – Ecomundo Empreendimento localizado em Pituaçu – que leva o selo verde – chamados de green buildings. 1 e 2/4 com 60, 90 e 105 m². 71 3480-1100 / ecomundo.com.br/infinity 55


Meu bairro

Polo Educacional

O bairro abriga as melhores e mais conceituadas instituições de ensino, da educação infantil ao ensino superior. Abaixo, a fachada da Faculdade Unyahna

56

Com as vias da orla e Paralela facilitando o acesso, Patamares tornou-se também um polo educacional, com excelentes escolas públicas e particulares e faculdades. Lá, os alunos têm à disposição reconhecida qualidade no ensino. O engenheiro Leonardo Serfet Jr., 43 anos, percorre diariamente quase 15km entre Lauro de Freitas (onde mora) e uma reconhecida escola da região, para levar seu filho de apenas 2 anos. Além da comodidade, morar próximo a uma área que transpira informação pode render crescimento pessoal. É o caso da pequena Cecília Azevedo, 8 anos. Foi lá no bairro que ela entendeu o conceito de liberdade. “Eu adorava ir à escola a pé. Dava para correr e tudo porque na rua quase não passa carro”, recorda. Seguindo essa mesma linha de aprendizagem vivencial, o Colégio Pan Americano, também com sede no bairro, tem um projeto de conscientização ambiental. “Trabalhamos para que os nossos alunos reconheçam o privilégio e a importância de estudar em uma área rodeada de verde, em contato com a natureza e os animais”, garante Paula Oliveira, gerente de Desenvolvimento Institucional da unidade. Mas se a sua busca é por outras áreas de conhecimento há ainda uma enorme gama de cursos de graduação e pós-graduação, além de outros de extensão nas diversas áreas de conhecimento. Os cursos mantidos pelas instituições de ensino superior da Faculdade Unyahna são idealizados para formar profissionais empreendedores. “Nossos cursos são continuamente avaliados, ensejando a garantia de um padrão de qualidade e adequação às exigências do mercado de trabalho”, afirma Ana Luiza Fernandes Mendes, vice-diretora da instituição, em Salvador. O campus possui modernas instalações, acesso privilegiado e amplo estacionamento para a oferecer aos alunos as condições necessárias para sua formação. A estudante Aline Matos, 25 anos, revela porque escolheu a instituição, uma vez que foi aprovada em três vestibulares ao mesmo tempo. “A Unyahna tem um dos fatores mais importantes para a formação, que são as atividades complementares. Elas ajudam a unir teoria e prática”, finaliza.


57


Meu bairro

A tranquilidade da região possibilita aos seus moradores as mais diversas práticas esportivas. A família Azevedo é adepta do ciclismo em família

Boa forma de vi ver Atividade física é outro grande atrativo para os moradores de Patamares. Com ruas calmas e arborizadas e orla próxima, a prática de esportes atrai muitos seguidores. Dá para fazer uma boa caminhada e ainda aproveitar uma bela vista. É também muito comum ver na região adeptos do pedal. Independentemente da idade ou sexo, o importante é pedalar, suar a camisa e se divertir. “Eu, meu marido e minhas duas filhas pegamos nossas bikes e rodamos por toda região. É um programa que adoramos”, relata Veruza Azevedo, moradora de Patamares, sendo interrompida pelas filhas Cecília e Alice, 8 e 9 anos, respectivamente: “Quando estamos de férias é melhor porque podemos demorar mais para voltar para casa.” Mas o leque de alternativas é extenso. Dá para andar de skate, curtir uma partidinha de futevôlei, futebol de areia ou frescobol. Achou pouco? Para os mais radicais, vai aí umas aulinhas de kitesurf ou surf? Pois é essa a escolha do jornalista Franco Adailton. “Eu gosto de pegar onda em Patamares, principalmente no inverno, quando a ondulação quebra mais forte”, conta o surfista. João Luiz, coordenador do Salvamar, diz que a praia de Patamares é propicia para banhistas, mas lembra que atitudes preventivas garantem o sucesso do passeio. “É importante sempre acompanhar as crianças na ida até a água, além de evitar o consumo de bebidas alcoólicas para não desviar a atenção dos pequenos”, ensina. Durante todo o ano, inclusive no inverno, o órgão mantém três postos com equipes de salva-vidas na região, garantindo aos banhistas toda a segurança. Para os amantes da noite,principalmente no trecho próximo à orla,bares, restaurantes, casas de shows e boates complementam a diversão. 58

Perfil do morador Qualidade de vida e segurança. Esses são alguns dos principais fatores que levaram muitas pessoas a elegerem Patamares e seus condomínios fechados como a moradia ideal. Foi exatamente o que fez o casal Veruza Azevedo e Péricles Júnior. Há nove anos, eles deixaram um apartamento em busca de um local onde pudessem criar as filhas com a mesma liberdade e segurança de uma cidadezinha do interior. Hoje, eles residem no Colina de Patamares. “Queríamos continuar morando em uma casa. A melhor opção foi um condomínio fechado, que nos oferece tudo que precisamos”, esclarece Verusa Azevedo, analista de Sistemas. Em sinergia com a proposta da esposa, Péricles ressalta que a escolha de Patamares permitiu manter uma rotina de mais proximidade com as duas filhas, Alice e Cecília. “Fazemos questão de acompanhar o crescimento das crianças. Sempre que dá, almoçamos em casa, levamos elas para a escola ou passeamos de bicicleta. E isso só acontece porque não moramos muito distante do trabalho”, avalia. Para as meninas, a escolha rendeu belas farras. “Além de brincar, podemos até dormir na casa das nossas amigas, que são vizinhas também”, comemoram. Trabalhando no bairro do comércio, Veruza acredita que o aumento no número de estabelecimentos comerciais na região vai facilitar ainda mais a qualidade na vida da família.


Com localização privilegiada, o bairro possui vias estratégicas para fugir do trânsito intenso. Veruza, mesmo trabalhando no comércio, consegue almoçar em casa

Fuja do trânsito

Veruza, que trabalha no comércio, dá a dica do trajeto que faz para chegar ao trabalho: PATAMARES – COMÉRCIO: IDA Orla – Centro de Convenções – Ligação Iguatemi/Paralela (LIP) – Bonocô

COMÉRCIO – PATAMARES: VOLTA Sete Portas – Av. Luís Eduardo – Paralela. Obs.: Evite sair após as 18h, pois, durante o horário de pico, a Paralela e a orla costumam travar.

Para a criançada: Além do Parque de Pituaçu e dos shoppings, outra dica é o Museu da Criança (próximo ao Colégio Anglo). O lugar oferece uma proposta cultural e lúdica diferenciadas, com vários espaços para experimentos científicos e de contato com a natureza.

Parque Metropolitano de Pituaçu Vizinho do bairro, no Parque de Pituaçu, é possível caminhar, correr ou alugar uma bicileta para passear pelos 17 quilômetros de ciclovia que circundam a lagoa. O lugar também é propício para um gostoso piquenique...

Serviço: Villarejo 50 Shopping Acarajé Zé de Chica 71 8154-2456 Dois Corações Prod. da Fazenda 71 3367-3570 Farmácia Veredas 71 3367-2071; La Pastieira 71 3367-9424 / 0967; Loja Namaste 71 3367-3540; Padaria Pão, Pão, Queijo, Queijo 71 3367-7974 Revistaria NTB 71 3367-7028; Salão Auto Estima 71 3367-0801.

Museu da Criança: 71 3367-0790 / 9641-0810. Armazém Paulistano Pizzaria: 71 3367-5080. Probicho Clínica Veterinária: 71 3367-6302. Escolas Colégio Anglo Brasileiro 71 3367-2173; Colégio Marista 71 3114-6350; Escola AMA 71 3367-0909; Escola Panamericana 71 3368-8400; Faculdade Maurício de Nassau 71 3505-4500;

Faculdade Unyahna 71 3367-8400; Unirb 71 3368-8300; Universidade Católica 71 3206-7823. Bares/ Restaurantes Baita Tchê 71 3461-1084; Boteco do Caranguejo 71 3363-4777; Cabana do João: 71 3362-2889; Caranguejo do Sergipe 71 9611-1538; Sal e Brasa 71 3461-1999 59


News_Arquitetura

A favor do planeta

Quando pensamos no meio ambiente, um dos aspectos de maior atenção está o elevado consumo de energia pelas grande metrópoles. Salvador, uma cidade que cresce em grande escala, está no patamar ideal para se desenvolver de forma sustentável e uma delas é no uso de vidros em ambientes para a redução do consumo de energia e aquecimento geral, como no Alila Villas Musandam em Omã.

Cultura

Jazz e Lina Bo Bardi no MAM de Salvador

Arquiteta também projetou o MASP em São Paulo Todo sábado, a partir das 18h, é possível apreciar ao menos dois espetáculos no MAM, o pôr do sol com o charme do improviso da Jam Session e a escada caracol, feita de encaixes da arquiteta Lina Bo Bardi – já conhecida por projetar o MASP – digna de horas de um olhar contemplativo, pois a escada reflete o que dizia a arquiteta “que se quer significar com o termo arquitetura? ... arquitetura é quase implicitamente tudo o que é estrutura e representação, partindo da estrutura mesma das rochas, do esqueleto, da figura infinitesimal do átomo e até da aparência das esferas que compõem o sistema planetário.”

Livro

Brasília em fotos 

Em dois anos, os artistas, Lina Kim e Michael Wesely, vasculharam arquivos de mais de 10mil fotos em um trabalho de levantamento sobre a construção de Brasília. O resultado pode ser visto no livro Arquivo Brasília, que, além das fotos das primeiras expedições de Kubitschek ao terreno, também inclui uma entrevista com o arquiteto Lucio Costa.

Futurismo

Dubai e a arquitetura que transformou o país

Dubai está localizada nos Emirados Árabes Unidos e atualmente possui 2.262.000 habitantes. Atualmente, esta cidade é conhecida pelo boom vanguardista de sua arquitetura fascinante e talvez seja um dos cases mais explorados na mídia neste sentido, pois, se formos pensar, há 20 anos, poucos sabiam onde ficava Dubai, e hoje é uma das cidades mais famosas do mundo, mostrando que arquitetura associada aos altos investimentos puderam transformar o deserto em um oásis.

60


‘‘

A arquitetura é uma música petrificada”

ilustração: Grace Knoblauch

(Arthur Schopenhauer)

caderno

]

]

arquitetura dicas • coluna caramelo • antes e depois • envidraçamento


Arquitetura por Antônio Caramelo

REFLEXÕES sobre o futuro do mercado imobiliário Anos 50, 60, 70, 80... 2000, enfim 2011

.O que mudou nos últimos 10 anos na forma de ser das pessoas? Fazendo uma retrospectiva,temos,na década de 50,uma grande era de reconstrução pós-guerra mundial. Nos anos 60, temos um período de revolução com o surgimento da contracultura, que quebrou diversos paradigmas. Tivemos também a ditadura em 64 que, na contramão, gerou medo e censura na sociedade brasileira. A década de 70, foi marcada pela repressão e pela guerra fria. Na sequência, nos anos 80, tivemos o fim da ditadura, grande inflação, Plano Sarney, Plano Collor

Antonio Caramelo é arquiteto. Com 38 anos de estrada, seu escritório ganhou, em 2010, pela primeira vez na Bahia, o Prêmio Americas Property Awards


andar superior e os telhados de sapê conferem ao empreendimento um ar chique e integrado à paisagem

É para esse mercado imobiliário que iremos produzir, projetar e construir se quisermos e Plano Real. ficar vivos e saudáveis finan- opção quanto ao mundo para o Só em 2000, começamos a qual irão produzir e direcionar ceiramente, se desejarmos experimentar a estabilidade seus interesses e preocupações. continuar tendo sucesso econômica. O “caminho A” nos direciona para nos novos tempos, nos Concorrência, competência, o “catastrófico”, embalado pelo “tempos modercomunicação, tecnologia da informação, aquecimento global, tormentas, nos economia, capacitação, formação, meio enchentes, nevascas, degelo, incêndios ambiente, mercado, estilo, mídia, densidade demográfica, violência, segurança, transporte, alimentação, tempo, cultura, solidariedade, estabilidade, sedentarismo, produção, sustentabilidade, humanização, civilização, assistência, saúde, esperança, amor, moradia, recurso, paz, trabalho, lazer, esporte, família, empresa, estudo, emprego, marketing pessoal, sucesso, amigos...Você está atento a tudo? Com tanto o que se preocupar e tanto por fazer, quais serão os principais valores da vida atual? Como estaremos na segunda década do pós-2000? O que virá ou o que faremos a partir de 2011? Quais serão as ferramentas ou “armas” utilizadas para se enfrentar a concorrência nesses próximos anos dessa nova década que se avizinha? A aparência ou “imagem conceito” continuará chegando primeiro e vendendo sempre antes da competência? Como será nos próximos anos? Que referências a “comunicação” usará para essa sociedade tão multifacetada pelas mudanças de comportamento e valores na segunda década do século XXI? Qual a influência da evolução na Tecnologia da Informação sobre o comportamento humano? Como se comportará a economia com relação à produção e comercialização cada vez maior de bens insólitos, serviços virtuais e direitos de uso sem propriedade física? Quando você acha que sua “capacitação” ou formação será suficiente para encarar o “futuro” já que o mundo não pára? São muitas as perguntas que pairam no nosso inteligente coletivo. Em termos de meio ambiente, todos terão que fazer

florestais e terremotos, dentre outras. O“caminho B”nos sugere um mundo“ambientalista”, onde os homens e países se comprometam com a preservação, despoluição e recuperação do meio ambiente planetário. Então, fica a pergunta: quais serão suas atitudes neste ano que se inicia? Já pensou nisso ou vai fingir que não é com você? Para começar pela “transição” já em 2011, pergunta-se: com tantas mudanças de valores, o mercado refletirá apenas anseios e desejos impingidos aos consumidores ou os consumidores darão uma cara aos novos mercados? Estilo é uma invenção do mercado para vender ou é a necessidade do ser humano de se modificar e até tentar ser exclusivo ou único nessa grande aldeia? Com relação às mídias, a todo instante surge uma mídia nova que não substitui as existentes, mas as complementa. Porém, diante da aceleração da vida no cotidiano e da quase dispensa do objeto convencional que veicula a informação, vez que essa quase se materializa em som e imagem virtual, como você vê a comunicação na próxima década? É para esse “admirável mundo novo”, parodiando Audous Huxley, que estaremos trabalhando. É para esse mercado imobiliário, cuja face imaginamos e teremos que identificar dentre tantos nessa multidão de possibilidades, que iremos produzir, projetar e construir se quisermos ficar vivos e saudáveis financeiramente, se desejarmos continuar tendo sucesso nos novos tempos, nos “tempos modernos”, não os de Charles Chaplin, mas os que haverão de vir, graças a Deus!


arquitetura

bela mudança De um sobrado danificado a um belíssimo e requintado escritório de arquitetura. Uma transformação que evidencia a competência dos arquitetos Thiago Manarelli e Ana Paula Guimarães

V

iver é transformar. Tudo muda o tempo todo. A vida é movimento e por isso, para inaugurar a seção “Antes e Depois”, a Revista Metro Quadrado traz a dupla de arquitetos revelação Thiago Manarelli e Ana Paula Guimarães. Com três anos de estrada,os projetos dos jovens arquitetos vêm se destacando pela criatividade aliada ao bom gosto, funcionalidade e apuro estético. Em pauta, o próprio escritório da MG Arquitetos Associados! De um sobrado, com cerca de 150 m², localizado no ilustre e boêmio bairro do Rio Vermelho, em Salvador, surgiu um belíssimo e aconchegante 64

por Patrícia Magalhães fotos Chico Sales

Se a natureza é inspiradora. A sala de Thiago e Ana Paula conta com um belíssimo jardim à frente. O amplo espaço, onde recebem os clientes, conta com mesa Adresse em laca branca, nas cabeceiras, cadeiras em couro Charles Eames, ambos Toque da Casa, poltronas listradas, Básica Home e luminária Tolomeo, La Lampe


1 - Com um belíssimo projeto paisagístico, o jardim ganhou vida. A frondosa mangueira ficou ainda mais em evidência com o espelho d’água e pergolado. Todo o mobiliário, em madeira natural, é da Home Design 2 - Na primeira impressão, já é possível sentir a primazia do espaço. Materiais que possibilitam aquecer o local foram usados na recepção, com toques de requinte na escolha dos tecidos. A cortina de seda, a mesa de centro e as poltronas são da Básica Home. Já a cadeira de madeira curva Pantosh é da Diagrama. O espelho e o apoio são da Casabella escritório. “De cara, vi o potencial do espaço. Desejávamos algo com jeito de casa, com espaços convidativos, com calor, aconchego e praticidade no dia a dia. Ao final, foi exatamente isso que conseguimos. O projeto tem a nossa cara”, descreve Thiago, com orgulho que não é para menos. A sensação que se tem ao entrar no escritório é de um mix de beleza e conforto, elegância e bem estar. Arquitetura contemporânea, mobiliário limpo com formas retas, peças de design, obras de arte e objetos bacanas compõem o cenário. Todos os espaços contam com detalhes que são pequenos, apenas no sentido da palavra, mas que no contexto são extraordinários. A impressão de aconchego vem justamente, desses pormenores, mesclados entre objetos novos e a preservação da história do lugar, como as árvores e a parede de combogó na copa. Os sócios Thiago Manarelli e Ana Paula Guimarães 65


arquitetura

1

1 - Do ângulo da recepção que dá acesso à sala de reunião, a cadeira Panton, na cor laranja, da Básica Home, dá ainda mais brilho ao ambiente 2 - Destaque para o móvel Senzala, em madeira natura, da Casabella e para as cadeiras Kartell em acrílico transparente, Toque da Casa 3 - Na sala de reuniões interna, o branco prevalece, projetando um ambiente chique e tranquilo. Seja na mesa de Saarinem às cadeiras Meridiana, Básica Home, ou nas estantes Marcato 4 - Já na sala dos colaboradores, mesa central com poltronas de capas coloridas, Galpão Básica e cadeira Catifa, Toque da Casa, sob a luz pendente, La Lampe, possibilita reuniões rápidas com muito conforto e charme

Serviço:

Aconchego bom gosto e elegância são características encontradas no escritório - com jeitão de casa - da dupla de arquitetos Thiago e Ana Paula

Luminárias: La Lampe (71) 3264-2464 Mobiliário: Básica Home (71) 3342-9177; Casabella (71) 3342-5666;Diagrama (71) 3272-0990; Toque da Casa (71) 3503-7474; Galpão Básica (71) 3342-8583, Home Design Casual (71) 3173-6381, Nair Oliveira (71) 33412953,Porto Belo (71) 2103-0532, Arte & Banho (71) 32729177, Bizancio (71) 3342-6081, Marcato (71) 3341-1555

MG Arquitetos Associados Rua Jequié, nº 23 – Rio Vermelho – Salvador – BA Tel.: 71 3341-8744 tmanarelli@mgarquitetos.com www.mgarquitetos.com 4 2

3

66


Inspire-se por Ivan Erick Baldivieso

“Nenhum caminho é árduo demais quando um amigo nos acompanha” Demonstração de amizade após um dia de muito trabalho em obra da JC Sondagens


soluções

O vidro tem sido usado por milhares de anos para permitir a luz do dia nos edifícios. Praticamente, 100% das janelas, fachadas e clarabóias são do material por Patrícia Magalhães

valorização

transparEntE E ssa unanimidade tem bons motivos. Vamos lá! O vidro é um excelente isolante térmico e acústico, protege contra agentes climáticos (chuva, vento, poluição, raios solares, poeira), permite a entrada da iluminação natural, traz conforto, beleza estética, produz a sensação de amplitude ao ambiente e é de fácil limpeza, tendo um excelente custo-benefício.

Tendência arquitetônica Com a revolução arquitetônica, o vidro ganhou ainda mais vantagens. O envidraçamento de sacadas, varandas e ambiente é uma grande tendência. A iniciativa possibilita a abertura total ou parcial dos vidros, valorizando o ambiente de forma inacreditável, e promove a extensão da sala ou de qualquer outro ambiente, gerando condição de melhor aproveitamento dos espaços, cada vez menores nas modernas edificações. “A nova arquitetura brasileira e mundial preza a funcionalidade. Não há mais espaço para áreas subutilizadas, assim a varanda passou a se tornar uma extensão do apartamento”, explica o arquiteto José Medeiros. Ele enfatiza que a integração de ambientes – através do sistema de envidraçamento – possibilita a otimização do espaço e segurança, não alterando a f achada do edifício, e ainda é ajustável a 68

diversos formatos. Os imóveis que possuem o sistema acabam sendo mais valorizados no momento de decidir pela compra ou locação.

Garantia de segurança

A proteção, através do envidraçamento de varandas, dá segurança para as crianças, animais e idosos. O sistema funciona através de um único trilho, onde o conjunto de painéis desliza horizontalmente, como se fosse uma persiana de vidro, e gira em um ângulo de 90 graus, individualmente, sem a interferência de esquadrias verticais. O sistema pode também ser adaptado a qualquer espaço e aplicado em fechamento de sacadas, varandas e terraços, além de portas, janelas, jardins e ambientações internas. Na hora de escolher o profissional para envidraçar sua varanda, o ideal é procurar uma empresa especializada. Quanto ao preço do envidraçamento de varandas, trata-se de um serviço variável, custando a partir de R$ 200 o m2 de vidro temperado, porém, dependendo do tamanho da área a ser fechada, uma boa negociação pode fazer com que este valor se reduza em até 15%.

A valorização do imóvel é um importante diferencial do envidraçamento


News_Construção por Grace Knoblauch*

Banheira free standing provençal

Tecnologia e ergonomia em Quarrycast A linha de produtos da Doka, como esta banheira Provençal Marlborough, atende tanto ambientes clássicos como contemporâneos. Esta banheira foi moldada em um único bloco de Quarrycast, mix de rocha vulcânica e resina. Além disso, sua instalação pode ser feita em qualquer lugar, até mesmo na área externa. Este é o conceito free standing standing. www.dokabathworks.com.br

Visite a obra calçando uma Bota Timberland

Na obra,o foco na segurança do trabalho é total,e isso também envolve conforto no uso dos produtos verdes. A bota Timberland Earthkeepers Chelsea utiliza couro de curtume, classificação prata nas práticas ambientais.O solado “Green Rubber”traz 42% de borracha proveniente de pneus usados,e o forro interno é feito 100% de garrafas PET recicladas.  www.timberland.com.br

5s na construção civil

O livro tem o objetivo de ajudar o leitor a implementar o Programa 5S na construção civil, ajudando na gestão de canteiros de obra, pois a aplicação da metodologia desenvolvida pelo autor atinge resultados excelentes, com baixo custo e de forma rápida, preservando a saúde e segurança do trabalhador e alavancando os Sistemas de Gestão da Qualidade das empresas. O livro possui fotos e uma linguagem simples. www.editora.ufsc.br

Novidade

Manutenção de lençóis freáticos

O Drenac da marca Gyotoku é um piso antiderrapante de cerâmica que possui reduzida absorção de calor, superfície polida e regular, sendo possível caminhar até mesmo descalço, de salto alto, ou locomovendo carrinhos de bebê com tranquilidade. Além do conforto tátil, evita a formação de poças, já que sua eficiência de vazão drenante é de 82%, o que facilita o escoamento da água, contribuindo para a diminuição da impermeabilidade do solo e manutenção dos lençóis freáticos. www.gyotoku.com.br 70

Design

Torneira design A Linha Deca Touch traz torneiras eletrônicas que podem ser usadas tanto em locais públicos como em residências. Com acionamento em um toque, o produto economizador interrompe seu funcionamento após oito segundos, evitando o desperdício de água e garantindo maior durabilidade das peças. Reforçando o toque futurista e tecnológico da linha, um led de alta luminosidade mantém-se aceso, indicando que o produto está em funcionamento. www.deca.com.br


‘‘

Tudo que está no plano da realidade já foi sonho um dia”

ilustração: Grace Knoblauch

(Leonardo da Vinci)

Caderno

]

]

construção • dicas • inspire-se • economize na sua obra • qualificação profissional


Construção

Aprendendo a calcular

o material para a obra

Desperdício de material é algo comum em qualquer construção ou reforma. A dor de cabeça de ter que voltar à loja e correr o risco de não encontrar mais do mesmo produto, sem contar o gasto que essa situação acarreta, pode ser evitada com algumas medidas por Rodrigo Marques

N

uma obra, especialistas apontam uma margem de segurança de 10% de desperdício para tijolos, telhas e blocos de concreto. Outros produtos podem ter índices ainda mais elevados. Confira algumas dicas para economizar:

Telhas de barro Monte no chão 1 m² com as telhas e veja quantas foram necessárias. Depois de calcular o total para a área do telhado, faça a aplicação com a “folga” de 10%. Fique atento ao nível de inclinação do telhado. Quanto maior a inclinação, maior o número de telhas que você vai gastar.

Azulejos

Fonte: Casas Gomes; fotos: banco de imagens

É importante calcular a área real, descontando portas e janelas. A Associação Nacional dos Fab r i c a n t e s d e C e r â m i c a (Anfacer) recomenda que haja uma margem de 10% a mais no cálculo. Va l e l e m b r a r q u e a s peças estampadas têm perda maior, pois é preciso

72


encaixar os desenhos, o que não acontece com os azulejos lisos. Tendo em vista que os azulejos são comumente usados em áreas que geralmente sofrem algum tipo de manutenção, principalmente por causa de instalações hidráulicas, é bom calcular uma pequena sobra, de pelo menos uma caixa, para reparos futuros. Uma grande dor de cabeça é, justamente, encontrar peças com a mesma tonalidade de cores por muitos modelos saírem de linha facilmente.

Pisos Deve-se levar em consideração o tamanho das placas e da área. Especialistas apontam que quanto maior é a dimensão, maior também é a perda. Para peças de até 15cm, recomenda-se uma margem de segurança de 5%, enquanto para de 30cm ou mais, a margem sobe pra 10%. Assim como os azulejos, é melhor ampliar a margem de folga se as peças forem estampadas. Pisos em diagonal gastam mais. Isso ocorre porque têm mais recortes e, portanto, mais consumo. Para áreas com até 10 m², aconselha-se 20% a mais para a colocação reta, e 35% para a diagonal. O rodapé, se feito com o corte do piso, deve ser calculado separadamente.

Cimento Este é, sem dúvida, um dos materiais que causam mais dúvidas sobre como e quanto comprar. Como tem uma curta durabilidade, começando logo a empedrar, o principal fator a ser levado em consideração no cálculo da quantidade é o tempo. Não se deve comprar cimento para muitos dias. É melhor ter o suficiente para usar em 15 dias, já que nem sempre temos

Tijolos e blocos O cálculo depende do tamanho do tijolo ou do bloco e da largura da parede. É aconselhável seguir as instruções do fabricante ou fornecedor, aplicando sobre a área, tendo sempre 10% a mais como prevenção. A dica é levar em conta toda área da parede, ou seja, não dar desconto em portas, janelas e outros vãos.

as condições ideais de armazenamento.

Tinta Para evitar desperdícios, d e i xe a p i n t u r a p a r a a última etapa, quando não há mais nenhum serviço a ser executado. O rendimento varia de marca para marca, bem como do tipo utilizado (PVA, acrílica, elástica, dentre outras) e da quantidade de mãos necessárias para a cobertura perfeita da superfície. Consultar as instruções do fabricante e calcular a área a ser pintada (altura x largura), descontando os vãos, como portas e janelas, também são medidas que ajudam a economizar.

Siga a fórmula: Consumo de galões = metragem quadrada x número de demãos Rendimento por galão informado pelo fabricante

Planejamento é a principal dica em qualquer construção. Antes de começar a obra, tenha em mãos todos os materiais necessários e valores


Serviço

Já!

qualificação

O mercado da construção civil vive amplo crescimento e, ao que tudo indica, esse quadro continuará ascendente por um bom tempo. No entanto, a mão de obra, sobretudo qualificada, não tem acompanhado esse ritmo por Rodrigo Marques

H

oje, a escassez de profissionais na construção civil baiana é uma realidade, e mais do que nunca as empresas estão buscando iniciativas para suprir esta dificuldade. Faltam engenheiros, mestres de obra, pedreiros, carpinteiros, armadores, eletricistas, pintores e demais profissionais da área. Para 2011, o mercado da construção civil na Bahia precisará de 5 a 10 mil funcionários. E aí, o problema se agrava, pois não é necessário apenas quantidade. A equação quantidade x qualidade na construção civil é quem produz a matemática perfeita.

A falta de profissionais qualificados na construção civil encarece o preço da mão de obra

74

Seguindo a lógica da lei da oferta e da procura – nos períodos em que a oferta de um determinado produto excede muito a procura, seu preço tende a cair; já em períodos nos quais a demanda passa a superar a oferta, a tendência é o aumento do preço – dá para imaginar qual o rumo da história. “A falta de profissionais no mercado cria uma disputa nesta área por pessoas qualificadas, o que encarece o preço da força de trabalho”, descreve Ivan Leão, diretor de Responsabilidade Social da ADEMI-BA. “Há três anos, a mão de obra representava 30% do custo de uma construção. Hoje, chega a 50%”, acrescenta.


E no fim das contas, quem paga a conta é o consumidor final, para onde esse valor é repassado. Para Leão, o agravante, neste caso, será a dificuldade de comercializar esses empreendimentos. Para se ter uma ideia, o rendimento de um mestre de obras chega, atualmente, a R$ 5 mil. Um engenheiro pode a ganhar R$ 12 mil por mês, e o piso salarial de um pedreiro é de R$ 913. Nessa perspectiva, os órgãos públicos têm unido forças com empresas privadas, oferecendo cursos de qualificação profissional.

Parceria privada e pública O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), só no ano de 2010 foi responsável pela capacitação de

7 mil profissionais nas diversas modalidades de cursos de qualificação na área de construção civil. O SENAI-BA também oferece curso de técnico em edificações e técnico em desenho da construção civil para fortalecer e dar sustentação ao mercado. A mão de obra é o fator mais importante em qualquer construção civil, representa grande porcentagem do custo total. Assim, algumas construtoras buscam estimular e qualificar seus funcionários, oferecendo cursos e treinamentos.

Confira os cursos oferecidos no mercado: programas e cursos (Senai-BA)

Educação profissional Programas gerenciais • Supervisão de andaimes • Liderança para supervisores de obras • Auto Cad 2D aplicado à construção civil • Auto Cad 3D aplicado à construção civil • Leitura e interpretação de projetos de construção civil • MS Project como ferramenta de planejamento de obras • Interpretação da NBR ISO 9001:2000 para a construção civil • Gerenciamento de resíduos sólidos nos canteiros de obras • Formação de auditores internos da qualidade para a construção civil • Racionalização na construção civil • Construção enxuta: ênfase no planejamento e controle de obras

Programas operacionais • Pedreiro • Armador de ferragens •Carpinteiro de formas •Carpinteiro de esquadrias •Pintor de obras •Pinturas especiais •Assentador de piso e revestimento cerâmico •Pedreiro polivalente •Atualização para mestre de obras •Instalador hidrossanitário •Instalador polivalente •Montador de andaime •Sistema de construção a seco •Qualidade, produtividade e racionalização no canteiro •Aperfeiçoamento para pedreiro em alvenaria de bloco estrutura

75


MANSÃO À BEIRA-MAR Belíssima mansão à beira-mar em condomínio paradisíaco, com fundo para um lindo lago de águas límpidas e vegetação natural. Um pouco antes da famosa praia de Arembepe,  a casa tem 5 suítes extremamente confortáveis  com fino acabamento, 2 salas amplas e 1 das 3 varandas dá acesso a uma frondosa piscina com cascata. São 1.100m²  de muita tranquilidade e conforto. Contatos: Creci  - 13.116 (71) 9118-2125 / (71) 8622-9490 imoveis.facilita@gmail.com


Luxo

im贸veis


PJ 1234 (71) 3014-9900 580031049-9 ¾ , 2 suítes, nascente, 2 closets, 134m², cobertura dúplex, Vista mar total!. Imóvel Exclusivo!


22


Imagens meramente ilustrativas

O SONHO NÃO ACABOU. ÚLTIMAS UNIDADES.

UM DOS PONTOS MAIS NOBRES DA ORLA COM MENSAIS A PARTIR DE

R$

857,00

• 3 OPÇÕES DE PLANTA: 1/4 SINGLE, 2/4 CLASSIC E 3/4 MÁSTER • PISCINA INFANTIL E PISCINA C/RAIA, SUNDECK E DECK MOLHADO • VARANDA GOURMET • ESPAÇO GOURMET C/TERRAÇO • CHILL OUT • FITNESS • AUDITÓRIO PARA 50 PESSOAS • LOBBY COM PÉ-DIREITO DUPLO • SERVIÇOS PAY-PER-USE E MUITOS OUTROS ITENS DE CONFORTO E SEGURANÇA

Sucesso de vendas 90% vendido Obras iniciadas

REALIZAÇÃO

(71)

3111-3150 | www.leaoengenharia.com.br

VENDAS

(71)

3362-9890


Revista Metro Quadrado – Ed. 01