Page 92

// carreira

O que te motivou para a política?

quer gestor não pode cair na visão da

Desde muito jovem, sempre fui mui-

rotina. A rotina deve ser um instrumen-

to articulado, fazia parte da juventude

to para a construção da estratégia. Um

da igreja. Quando vim de Itabuna para

segundo aspecto é a capacidade de en-

Salvador, para estudar no Colégio Presbiteriano, que é o 2 de Julho, um determinado dia, vi uma manifestação estudantil passando em frente ao colégio. Aquilo, aquele protesto, me deixou muito emocionado, entusiasmado com a força da juventude, com a necessidade de liberdade, pulei o muro do colégio para me juntar ao grupo e não voltei mais. Como você se define como gestor?

A maior motivação que a pessoa tem é sentir-se valorizada, dignificada e respeitada no trabalho”

volvimento, liderança e mobilização das pessoas. Em qualquer gestão, você está lidando com pessoas, que, por sua vez, precisam entender os objetivos estratégicos e, principalmente, estar motivadas a trabalharem em um ambiente destensionado. Mas, essa relação não pode ser uma motivação artificial, daquelas velhas políticas e palestras motivacionais. Esse tempo já passou. A maior motivação que a pessoa tem é sentir-se valorizada,

Trouxe para gestão o meu estilo da mi-

dignificada e respeitada no trabalho.

litância política, sendo que tenho como

Esse foi um dos esforços que fizemos na

característica ter visão estratégica. Qual-

Bahiagás. Criar um plano de carreira

92 Cidadelle

Revista Cidadelle - Ed.03  
Revista Cidadelle - Ed.03  

Publicação de luxo voltada para a classe A. 10.000 exemplares auditados são distribuídos em Ilhéus, Itabuna, Itacaré, Porto Seguro, Salvador...

Advertisement