Page 1

CUTCSA RENOVA COM MARCOPOLO E MB

interbuss ANO 10 • Nº 469 • 10 DE NOVEMBRO DE 2019

MOBILIDADE

&

TRANSPORTE

PROBLEMAS SEGUEM

Mesmo com parte da frota ser zero quilômetro, população segue reclamando do serviço de transporte em Embu das Artes


8 ANOS 400 EDIÇÕES MAIS DE 10.000 PÁGINAS

SEMPRE EM

A Revista InterBuss completa mais um ano de vida e chega à 400ª edição, mais uma vez renovada. Sempre acompanhando as tendências do mercado, buscando as informações onde elas estão e levando aonde o público está. Por isso estamos sempre mudando, pois estamos em movimento, assim como o transporte e a mobilidade urbana.


MOVIMENTO

interbuss MOBILIDADE

&

TRANSPORTE


Edição 4 6 9

10 DE NOVEMBRO DE 2019

NESTA EDIÇÃO

NOSSOS CONTATOS 06 OEDITORIAL presentão da prefeitura de Campinas para a sua população: aumento /portalinterbuss

Uma publicação da InterBuss Comunicação Ltda. ARTE E DIAGRAMAÇÃO InterBuss Comunicação SOBRE A REVISTA INTERBUSS A Revista InterBuss é uma publicação semanal do site Portal InterBuss com distribuição on-line livre para todo o mundo. Todo o conteúdo da Revista InterBuss provenientes de fontes terceiras tem seu crédito dado sempre ao final de cada material. As fotos que ilustram todo o material da revista são de autoria própria e a reprodução também é autorizada apenas após um pedido formal via e-mail. As imagens de autoria terceira têm seu crédito disponibilizado na lateral da mesma e sua autorização de reprodução deve ser solicitada diretamente ao autor da foto, sem interferência da Revista InterBuss. A impressão da revista para fins particulares é previamente autorizada, sem necessidade de pedido. PARA ANUNCIAR Envie um e-mail para contato@portalinterbuss. com.br ou ligue para (19) 99483-2186 e converse com nosso setor de publicidade. Você poderá anunciar na Revista InterBuss, ou em qualquer um dos sites parceiros do grupo InterBuss, ou até em nosso site principal. CONTATO A Revista InterBuss é um espaço democrático onde todos têm voz ativa. Você pode enviar sua sugestão de pauta, ou até uma matéria completa, pode enviar também sua crítica, elogio, ou simplesmente conversar com qualquer pessoa de nossa equipe de colunistas ou de repórteres. Envie seu e-mail para revista@portalinterbuss. com.br ou contato@portalinterbuss.com.br. Procuramos atender a todos o mais rápido possível. A EQUIPE INTERBUSS A equipe do Portal InterBuss existe desde 2000, desde quando o primeiro site foi ao ar. De lá pra cá, tivemos grandes conquistas e conseguimos contatos com os mais importantes setores do transporte nacional, sempre para trazer tudo para você em primeira mão com responsabilidade e qualidade. Por conta disso, algumas pessoas usam de má fé, tentando ter acesso a pessoas e lugares utilizando o nome do Portal InterBuss, falando que é de nossa equipe. Por conta disso, instruímos a todos que os integrantes oficiais do Portal e Revista InterBuss são devidamente identificados com um crachá oficial, que informa o nome completo do integrante, mais o seu cargo dentro do site e da revista. Qualquer pessoa que disser ser da nossa equipe e não estiver devidamente identificada, não tem autorização para falar em nosso nome, e não nos responsabilizamos por informações passadas ou autorização de entradas dadas a essas pessoas. Qualquer dúvida, por favor entre em contato pelo e-mail contato@portalinterbuss. com.br ou pelo telefone (19) 99483.2186, sete dias por semana, vinte e quatro horas por dia.

da tarifa do transporte coletivo

07 A IMAGEM MARCANTE

Confiram a foto de transporte de maior destaque da semana

08 A GRANDE MATÉRIA

Os problemas no transporte urbano de Embu das Artes, na Grande São Paulo, continuam, mesmo com nova empresa

10 MOBILIDADE NO BRASIL

Marcopolo e Byd apresentam o primeiro ônibus rodoviário movido totalmente a eletricidade

11 MOBILIDADE NO MUNDO

Uruguai vai receber grande lote de ônibus urbanos encarroçados pela Marcopolo com chassis Mercedes-Benz

12 PÔSTER

Neobus Mega Plus, por Gabriel Dias

14 DEU NA IMPRENSA

As notícias que foram destaque na grande imprensa especializada em transportes na semana passada

16 ACERVO PORTAL INTERBUSS

Confiram fotos que foram enviadas desde 2006 para o Portal InterBuss e foram publicadas na antiga Galeria de Imagens do site

20 REDES SOCIAIS

As melhores fotos de ônibus publicadas em redes sociais na última semana, com destaque para o movimento do feriado

22 VIAGENS & MEMÓRIA

Confira a coluna quinzenal de Marisa Vanessa N. Cruz


interbuss MOBILIDADE

&

TRANSPORTE

08

Embu das Artes troca a empresa de ônibus mas reclamações continuam

14

10


Editorial

A prefeitura de Campinas e o reajuste da tarifa Os governantes dos municípios brasileiros acharam um artifício para enganar a população, até porque falta pouco tempo para as eleições municipais do ano que vem. Agora, o reajuste da tarifa do transporte urbano, que é algo que tem muita repercussão negativa entre os munícipes potenciais eleitores, é feito em datas diversas, e não mais apenas no começo do ano. Em Campinas, cidade que já passa por grandes problemas em diversas áreas, virou este ano com uma notícia que soou um tanto quanto curiosa: não vai ter reajuste da tarifa de ônibus em 2019. Oras, se todos os anos tem, por que neste não teria? A população campineira está de saco cheio com a péssima qualidade das obras do sistema BRT que está levando muitos problemas para os moradores das imediações das avenidas John Boyd Dunlop e das Amoreiras, então por esse motivo a prefeitura resolveu fazer o papel de boazinha e não conceder um reajuste de tarifa, mas o que aconteceu na semana retrasada? Publicou na surdina, no Diário Oficial da cidade, uma tabela com o reajuste dos valores da tarifa do

transporte público, mantendo o valor como o maior de todo o país. Campinas há muito tempo tem a tarifa de ônibus mais cara do Brasil, e o “ótimo” secretário de transportes da cidade, Carlos José Barreiro, está fazendo todos os esforços para que isso continue acontecendo mas sem nenhuma melhoria aparente para a população. Poucas coisas estão mudando e o usuário segue com vários problemas em diversas linhas. Mas voltando para a questão do BRT, todo mundo sabe que não há progresso sem que haja algum transtorno temporário, mas o problema é que alguns lotes das obras desses corredores estão tão mal feitos que deverão passar por novas obras em breve ou então vão ficar desse jeito mesmo, com rachaduras como acontece em um trecho da Via Perimetral, que sequer tem circulação de veículos mas já está caindo aos pedaços com rachaduras inclusive no solo. O artifício arrumado pela prefeitura de Campinas para reajustar a tarifa no meio do ano foi uma campanha mentirosa que está sendo feita na televisão e nos meios digitais. Foram

chamadas jornalistas demitidas da EPTV, emissora afiliada da Rede Globo na região, mas que possuem grande apelo popular junto aos espectadores, para falar sobre projetos que a prefeitura estaria fazendo, com investimentos em diversas áreas. Em uma das campanhas mentirosas, foi dito que estão sendo investidos milhões no setor da saúde, sendo que a prefeitura está sendo investigada por supostos desvios de verbas em um dos hospitais da cidade. O objetivo dessas propagandas fajutas é tentar levantar a popularidade do prefeito da cidade, que está bastante em baixa justamente por conta da bagunça das obras do sistema BRT. Como essas campanhas estão sendo bastante comentadas, em sua maioria de forma negativa, mas estão na boca do povo, aliado às férias escolares e ao feriado estadual que aconteceu em 9 de julho, a prefeitura aproveitou todo esse cenário e fez o lançamento do reajuste da tarifa, com informações sem pé e nem cabeça: que o valor é menor que a inflação do período e que a cidade estava há 18 meses sem reajuste. Bom artifício para enganar o povo.


A imagem marcante

São Roque, SP

Sábado, 02 de Novembro de 2019

Um carro bateu violentamente contra a lateral traseira de um ônibus que estava parado em frente a Rodoviária de São Roque. O ônibus é da Empresa Viação Piracicabana e estava aguardando o horário de saída do primeiro horário intermunicipal para Araçariguama. De acordo com testemunhas, no veículo Fiat Uno, placas de São Roque, havia quatro pessoas. O motorista teria perdido o controle da direção na curva e o automóvel foi parar debaixo do ônibus. Não havia ninguém no coletivo, apenas o motorista e o cobrador. Segundo funcionários da empresa, os quatro rapazes saíram do veículo e deixaram o local. As informações são do São Roque Notícias.


A grande matéria

EMBU DAS ARTES TR MAS PROBLEMAS CO

• Do O Taboanense <otaboanense.com.br>

A JTP Transportes Ltda completa hoje um mês que assumiu os serviços de transporte público em Embu das Artes. Apesar do anúncio de uma série de melhorias, como renovação da frota e ar-condicionado nos coletivos, os moradores ainda reclamam de problemas antigos como o tempo de espera, sucateamento dos ônibus e a falta de integração entre as linhas municipais. A demanda diária em Embu é de cerca de 23 mil passageiros. “Nesse mês de mudança o que chamou atenção foi a quantidade de ônibus quebrados. Temos um grupo de bairro, eu moro no Santa Clara e semanalmente os moradores colocam lá que algum ônibus quebrou e automaticamente a linha fica com menos coletivos e o tempo de espera é maior”, disse Sônia Fernandes de 43 anos. “Dizem que os ônibus são todos novos, mas não são. Se você for em bairros mais distantes, muitos continuam sucateados. Trocaram a empresa, mas os problemas continuam os

08 | www.portalinterbuss.com.br

mesmos”, disse o aposentado Carlos Alves de 75 anos e mora no Jardim Pinheirinho. Nos últimos meses, o transporte se tornou um dos principais motivos de reclamação dos moradores. Em abril deste ano, a tarifa do transporte público foi reajustada para R$ 4, período em que a responsável pelo transporte era a antiga empresa, a TransArtes. De lá para cá, o reajuste de R$ 0,20 não foi bem recebido. No dia 7 de outubro, a JTP assumiu os serviços na cidade. Na época, a prefeitura informou “que foram

adquiridos 75 novos ônibus, 20 são 0 km, com wi-fi, ar-condicionado, câmeras de monitoramentos, entrada USB e um aplicativo para acompanhar o horário e as linhas”. Mas, de acordo com os passageiros isso não aconteceu. “Os ônibus não passam no horário e quebram muito. Fora que o wi-fi não funciona. Prometeram uma coisa, mas na pratica não foi bem assim. Trocou seis por meia dúzia. Pedimos há muito tempo integração, já que existem bairros afastados aqui em Embu, mas até agora nada de sermos atendidos”, disse Manasses Santos, de 54 anos


ROCA EMPRESA ONTINUAM

Frota velha ainda é uma reclamação, mesmo com empresa trazendo ônibus zero quilômetro e parte semi-novos

que mora no Jardim Pinheirinho. “Uma coisa que podemos destacar de qualidade com essa mudança de empresa foi que os motoristas e cobradores passaram a usar uniforme e são educados. Eu gostava mais da antiga empresa, porque eles passavam no horário”, complementou Marina Nakasima, de 62 anos que mora na região central de Embu das Artes. A reportagem procurou a Prefeitura de Embu das Artes, mas a Administração não se manifestou em relação a atuação da nova empresa e nem sobre o aplicativo para acompanhar o horário e as linhas.

www.portalinterbuss.com.br | 09


Mobilidade no Brasil

Eletricidade chegou aos rodoviários

G7 ELÉTRICO • Da Marcopolo <marcopolo.com.br> Um dos principais fabricantes de carrocerias para ônibus e de soluções para o transporte coletivo em todo o mundo, a Marcopolo participa do Evento de Fretamento 2019, que será realizado, entre os dias 8 e 10 de novembro, pela ANTTUR – Associação Nacional dos Transportadores de Turismo e Fretamento e pela FRESP – Federação das Empresas de Transportes de Passageiros por Fretamento do Estado de São Paulo, no Tauá Resort & Convention, em Atibaia (SP). A empresa apresenta dois modelos de ônibus, o Paradiso 1800 Double Decker de 15 metros de comprimento e um Viaggio 1050 100% elétrico, desenvolvido em parceria com a chinesa BYD. “Nosso objetivo em participar deste evento, que fortalece a atuação dos operadores de transporte, é apresentar as soluções focadas nos segmentos de Turismo e Fretamento, sempre apresentando inovações que representam mais eficiência e benefícios para os nossos clientes. Para isso, levamos o

10 | www.portalinterbuss.com.br

nosso modelo mais sofisticado, o Paradiso 1800 DD, e outro inédito em desenvolvimento com a BYD”, destaca Rodrigo Pikussa, diretor do Negócio Ônibus da Marcopolo.

com sistema de ar-condicionado, Dispositivo de Poltrona Móvel para total acessibilidade, sistemas de som e entretenimento, e tomadas USB em todas as poltronas.

Indicado para aplicação de fretamento e intermunicipal de curtas distâncias, o modelo Viaggio 1050 100% elétrico possui chassi BYD, com motores no eixo traseiro com 245 cv de potência, 12.900 mm de comprimento e capacidade para 44 passageiros. O modelo é equipado

O Paradiso 1800 DD tem aplicação rodoviária e capacidade para 57 passageiros, além do motorista e auxiliar. Possui sistema de ar-condicionado, Dispositivo de Poltrona Móvel, sistemas de som e entretenimento, e tomadas USB em todas as poltronas.


Mobilidade no Mundo

CUTCSA receberá 147 unidades com chassis MB

TORINOS NO URUGUAI • Da Marcopolo <marcopolo.com.br> A Marcopolo e a MercedesBenz fecharam a venda de 147 novos ônibus urbanos para a CUTCSA – Companhia Uruguaia de Transportes Coletivos S.A. –, principal empresa do segmento no Uruguai. Os novos veículos, os primeiros equipados com ar-condicionado, são do modelo Torino Low Entry, com chassi OH 1721LE Euro 5 e vão contribuir para elevar o padrão de qualidade do transporte coletivo urbano da capital uruguaia. “Participar das constantes renovações de frota da CUTCSA, cliente há mais de 20 anos, atesta a estreita parceria que possuímos e a sua satisfação com a qualidade dos nossos ônibus”, comenta José Luiz Moraes Goes, gerente executivo de Negócios Internacionais - Região Américas. A CUTCSA possui frota com mais de 1.100 veículos, todos com carroceria Marcopolo. Nos últimos anos foram cerca de 300 novas unidades entregues. Os 147 novos ônibus têm 11.800mm

de comprimento e capacidade para transportar 31 passageiros sentados em poltronas do modelo City. Possuem rampa de acesso para portadores de deficiência e mobilidade reduzida na porta entre-eixos do lado direito, cortinas, itinerário eletrônico, janelas de correr e assoalho em alumínio liso com revestimento de alta resistência.

A utilização de novos ônibus vai permitir a constante melhoria na qualidade do serviço oferecido nas linhas urbanas de transporte em Montevidéu. A CUTCSA é uma das mais tradicionais companhias de transporte urbano do Uruguai, tem mais de 80 anos de atividades e atua em cerca de 100 diferentes linhas intermunicipais e urbanas.

www.portalinterbuss.com.br | 11


interbuss MOBILIDADE

&

TRANSPORTE

GABRIEL DIAS

Expresso Fênix, em Cubatão/SP


Deu na imprensa

Grande número de caminhões será elétrico em 2030, inclusive no Brasil

30% DELES SERÃO ELÉTRICOS • Do Automotive Business <automotivebusiness.com.br>

leves ou rotas de longa distância com extrapesados.

ma o gás e ar em eletricidade, emitindo apenas vapor d’água na atmosfera.

Recente estudo The Future of Commercial Vehicles (O Futuro dos Veículos Comerciais) elaborado pelo Boston Consulting Group (BCG) conclui que até 2030 ao menos 30% dos caminhões novos no mundo vão usar eletricidade ou gás como fonte de energia alternativa ao diesel. Considerando veículos elétricos, a bateria ou com células de hidrogênio, e abastecidos com gás natural liquefeito (GNL), pela previsão da consultoria, as vendas desses modelos vão crescer ao ritmo constante de 2% ao ano na próxima década e a maior parte será vendida na China (33% de participação), Europa (31%) e Estados Unidos (25%).

A projeção é que até 2030 pouco mais de 40% dos veículos comerciais leves novos que rodam nas cidades serão elétricos na China e na Europa. Essa taxa cai para 31% nos EUA, onde as distâncias para entregas são mais longas. No ambiente urbano, os pequenos caminhões e furgões rodam por distâncias curtas durante o dia e usualmente ficam parados à noite, quando suas baterias podem ser recarregadas. Por isso modelos 100% elétricos têm maior potencial de penetração para este tipo de aplicação.

Por sua facilidade de abastecimento, tecnologia dominada e autonomia similar ao diesel, o BCG estima que o GNL será a alternativa preferencial para cavalos mecânicos pesados vendidos nos EUA (13% em 2030 ) e na Europa (8%), mas apenas 7% na China, onde as células de hidrogênio deverão estar bem à frente do metano veicular, sendo a fonte energética escolhida para 20% desses veículos. Na Europa e nos EUA a eletrificação baseada no hidrogênio deverá ser introduzida em 6% e 7% dos pesados, respectivamente.

O cenário é oposto para a categoria de caminhões pesados acima de 15 toneladas de peso bruto total (PBT) usados em rodas longas. Para esses modelos a eletrificação por baterias é mais complicada por causa do peso excessivo e baixa autonomia. Nesses casos a preferência de propulsão alternativa recai sobre os motores a GNL ou elétricos alimentados por células de hidrogênio, uma usina eletroquímica que transfor-

O estudo do BCG também faz projeções sobre o mercado de veículos comerciais autônomos na próxima década. Segundo a consultoria, em média, 10% dos automóveis comerciais vendidos na China, Estados Unidos e Europa serão autônomos. Destes, a maior parte será de caminhões médios e pesados, que corresponderão a cerca de 20% do total das vendas dessa categoria nos três mercados.

O BCG ouviu mais de uma centena de fabricantes de veículos e seus fornecedores para elaborar o estudo. A divisão e o nível de adoção das novas tecnologias de propulsão adotadas dependem da região, tipos e tamanhos de veículos e principalmente sua aplicação, em entregas urbanas com caminhões

14 | www.portalinterbuss.com.br


30 eletropostos serão instalados em rodovia para ligar grandes cidades no Brasil

CORREDOR ELÉTRICO BRASILEIRO • Do Automotive Business <automotivebusiness.com.br> Sete empresas dos setores automotivo e elétrico se uniram em um consórcio para criar a primeira rede de recarga para carros elétricos em São Paulo. Liderado pela EDP, empresa do ramo de energia, o projeto prevê o investimento de R$ 32,9 milhões pelos próximos três anos para a instalação de 30 pontos de recarga (eletropostos) ao longo de rodovias do Estado. Do valor total anunciado, 80% serão aplicados pela própria EDP, enquanto os demais 20% serão aportes das demais parceiras. Enquanto a ABB, Electric Mobility e Siemens vão fornecer a tecnologia de carregamento, Audi, Porsche e Volkswagen vão realizar os testes com os seus veículos elétricos para fins de homologação da infraestrutura. O Gesel, Grupo de Estudos do Setor Elétrico da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) também participa do projeto. A EDP instalou um eletroposto para demonstração durante o evento de anúncio do projeto à imprensa, realizado

na terça-feira, 22, em São Paulo. Participaram do evento Andreas Marquardt, diretor presidente da Porsche Brasil; Johannes Roscheck, CEO e presidente da Audi; Eduardo Sousa, diretor da Eletric Mobility Brasil; Pablo Di Si, presidente e CEO da VW América Latina; Antonio Mexia, CEO global da EDP; André Clark, presidente e CEO da Siemens; Rafael Paniagua, presidente da ABB; e Miguel Setas, presidente da EDP Brasil. O presidente da EDP no Brasil Miguel Setas explica que o plano de trabalho começou há três anos e atende a uma chamada pública da Aneel, Agência Nacional de Energia Elétrica, para o tema mobilidade elétrica eficiente. No total, os projetos de mobilidade elétrica apresentados pela EDP na chamada pública da Aneel somam R$ 50 milhões, via Fundo de Pesquisa e Desenvolvimento da Aneel, recursos próprios e de parceiros. No projeto de recargas ultrarrápidas em São Paulo, serão instalados carregadores do tipo ultrarrápido, capazes de reabastecer 80% da bateria de um carro entre 25 e 30 minutos. Serão 29 eletropostos

de 150kW e uma unidade de 350kW. Segundo Setas, os eletropostos terão um raio médio de 100 a 150 quilômetros de distância e a tarifa de recarga (o preço da energia a ser paga) ainda não tem definição. “O preço da energia no posto de recarga é um assunto que permeia nosso plano de negócio, que está sendo desenhado. Ainda não temos uma tarifa definida”, afirma Setas. A nova rede de recarga ultrarrápida se unirá a outras já existentes, como o corredor elétrico da Rodovia Presidente Dutra, que conta com seis eletropostos entre São Paulo e Rio de Janeiro: inaugurada em julho do ano passado também é uma parceria da EDP com a BMW. Considerando outras redes, como uma que está sendo implementada também pela EDP no ES, com oito postos de recarga em fase de instalação, a empresa calcula que vai conectar um total de 64 pontos de carregamento que interligam São Paulo, Rio de Janeiro, Vitória (ES), Curitiba (PR) e Florianópolis (SC), formando um corredor de abastecimento de automóveis elétricos com mais de 2.500 km de extensão.

www.portalinterbuss.com.br | 15


Acervo Portal InterBuss

As fotos publicadas na antiga Galeri

Samantha Chaves

Sandro Alves

Samuel Rojas Larenas

Samuel Tuzi

Busscar Panorâmico DD Scania Cerradão Turismo

Caio Apache S22 Mercedes-Benz OF-1721 Internacional

16 | www.portalinterbuss.com.br

Caio Alpha Mercedes-Benz OF-1620 Expresso SBC

Caio Millennium Mercedes-Benz OH-1621 Via Sul


ia de Imagens do Portal InterBuss

Sérgio Carvalho

Busscar Urbanuss Mercedes-Benz OF-1620 Rápido Luxo Campinas

Sérgio Canuto

Busscar Urbanuss Mercedes-Benz OF-1417 Expresso Vissta Buss www.portalinterbuss.com.br | 17


Acervo Portal InterBuss

As fotos publicadas na antiga Galeria

Sydney Junior

Thales Alexandre

Thiago Russo

Thomas Souza

Caio Apache Vip Mercedes-Benz OF-1721 Santo Antonio

Ciferal Citmax Mercedes-Benz OF-1417 Viação Piracicabana

18 | www.portalinterbuss.com.br

Marcopolo Paradiso G7 1200 Mercedes-Benz O-500RS Expresso Brasileiro

Caio Millennium Volksbus 17 260 EOT Viação Gato Preto


a de Imagens do Portal InterBuss

Thiago Bonome

Caio Millennium Mercedes-Benz O-500MA SambaĂ­ba

Tiago de Grande

Marcopolo Torino Mercedes-Benz O-500M Expresso Itamarati www.portalinterbuss.com.br | 19


Rede Social

As melhores fotos de ônibus publicadas nas redes sociais

Sérgio Carvalho

Rafael Pavan

Kelvin Caovila

Marcos Pedrazzi

Caio Apache Vip Três Irmãos OCD Holding

Marcopolo Torino São Bento OCD Holding

20 | www.portalinterbuss.com.br

Marcopolo Paradiso G6 Itapemirim OCD Holding

Caio Apache Vip Caprichosa OCD Holding


José Franca Neto Comil Doppio BRT Auto Viação Ouro Verde OCD Holding

Wallace Silva

Marcopolo Paradiso G7 1800DD Kaissara OCD Holding www.portalinterbuss.com.br | 21


Viagens & Memória

MARISA VANESSA N. CRUZ Possível seccionamento de linhas EMTU?

Recentemente, eu li a matéria sobre um possível novo estudo de seccionamento de linhas intermunicipais, o que pegou muitos entusiastas de surpresa. “Estou começando um estudo para reavaliar todas as linhas intermunicipais que andam dentro da cidade, porque existe uma gama de linhas que rodam 500 metros dentro de outro município e o resto na cidade de São Paulo – o que é ilegal.”, disse o secretário municipal de mobilidade e transportes de São Paulo. Sinceramente, eu nunca mais vi ônibus intermunicipais pegando passageiros de um trecho da cidade paulistana a outra, já que desde 2004 temos o Bilhete Único, evitando praticamente pagar todas as passagens de ônibus em espécie, validando somente a passagem em ônibus vinculado à SPTrans. A não ser que aquele ônibus demora pra chegar e de repente pega um metropolitano até o Metrô Tucuruvi, por exemplo, pagando em dinheiro. Temos um caso clássico, na Av. Raimundo Pereira de Magalhães, que é a linha metropolitana 361, que parte do bairro Parque 120, em Francisco Morato, e vai até o Metrô Barra Funda. Aí eu pergunto: em toda a extensão da Raimundo, será que tem alguma linha que vai direto ao Metrô? Não tem. Na região de Taipas,

22 | www.portalinterbuss.com.br

temos a 848L que sai do bairro Perus, em Recanto dos Humildes, até o Terminal Pirituba. De lá, tem a 8500 até o Metrô Barra Funda, porém a 848L tem mais partidas que a intermunicipal 361. Aí você escolhe: Baldeação com rapidez, ou “sem pressa” e sem baldeação, pagando a tarifa com Cartão Bom ou Dinheiro? E um detalhe: pegando em qualquer trecho da cidade paulistana até a divisa com Caieiras, a tarifa da 361 tem desconto, pagando R$ 5,10 ao invés da tarifa cheia, que é R$ 7,50. E após o trecho de Perus, na Raimundo, até a divisa com Caieiras, não localizei alguma linha gerenciada pela SPTrans. Nesse caso, é melhor continuar a 361 até o Metrô Barra Funda, não atrapalhando usuários que pegam a partir de Caieiras, Franco da Rocha e Francisco Morato. Imagine o transtorno se um dia a mesma for seccionada em Perus, ou em qualquer trecho da Raimundo? Temos um caso recente da Metra, que comprou cerca de 15 ônibus rodoviários com abertura de porta no lado esquerdo, atendendo o corredor da Avenida Cupecê, que foi previamente aprovado até pela SPTrans para a compra desses novos ônibus, e com o recurso UBus, que permite embarcar no ônibus a partir do

aplicativo baixado em smartphones e pagar a passagem por meio de transferência bancária eletrônica. Passou pelo teste, e dias depois aprovado pela EMTU, rodando normalmente. Até que mais ou menos uma semana depois, a SPTrans inicia o processo de apreensão dos veículos, alegando ilegalidade. Quer dizer, a SPTrans dá o aval para depois cassar esse mesmo aval ? Onde está a concordância das palavras assim que a autarquia municipal garantiu que não haverá risco nenhum de apreensão na hora da compra, para em seguida apreender os mesmos, causando prejuízos à Metra? Se o novo Metra Class é um projeto inovador, com preço de tarifa premium, e por aplicativo, onde é que vai pegar passageiros de ônibus municipais, como a 607C, para pagar uma tarifa mais cara, se lá no corredor Cupecê roda a convencional 376 de Diadema até a Berrini, e também a seletiva 280, de Osasco a São Bernardo? Se partir para este princípio, realmente não era nem para existir os Airport Bus Service e a extinta linha executiva da Útil que cobrava acima de 23 reais com WC partindo da região da Paulista até a Rodoviária de Guarulhos, muito menos as linhas do corredor da Metra que atua dentro da cidade.


A MOBILIDADE DEVE SER PARA TODOS. PARA QUEM ANDA NA RUA E NA CALÃ&#x2021;ADA.

interbuss MOBILIDADE

&

TRANSPORTE


A INTEGRAÇÃO DOS MODAIS NÃO É UMA UTOPIA. CIDADE SUSTENTÁVEL É CIDADE INTEGRADA.

interbuss MOBILIDADE

&

TRANSPORTE

Profile for Revista InterBuss

Revista InterBuss | Edição 469 | 10.11.2019  

Edição com 24 páginas | Confira nesta edição matéria sobre o serviço de transporte urbano de Embu das Artes, que ainda segue em reclamação....

Revista InterBuss | Edição 469 | 10.11.2019  

Edição com 24 páginas | Confira nesta edição matéria sobre o serviço de transporte urbano de Embu das Artes, que ainda segue em reclamação....