Page 1

EMBU DAS ARTES/SP RECEBE NEW MEGA

interbuss ANO 10 • Nº 465 • 13 DE OUTUBRO DE 2019

MOBILIDADE

&

TRANSPORTE

BRs RUINS NO APP Aplicativo lançado pela Volvo mostra quais as rodovias federais mais perigosas para planejamento de viagens


8 ANOS 400 EDIÇÕES MAIS DE 10.000 PÁGINAS

SEMPRE EM

A Revista InterBuss completa mais um ano de vida e chega à 400ª edição, mais uma vez renovada. Sempre acompanhando as tendências do mercado, buscando as informações onde elas estão e levando aonde o público está. Por isso estamos sempre mudando, pois estamos em movimento, assim como o transporte e a mobilidade urbana.


MOVIMENTO

interbuss MOBILIDADE

&

TRANSPORTE


Edição 4 6 5

13 DE OUTUBRO DE 2019

NESTA EDIÇÃO

NOSSOS CONTATOS 06 OEDITORIAL presentão da prefeitura de Campinas para a sua população: aumento /portalinterbuss

Uma publicação da InterBuss Comunicação Ltda. ARTE E DIAGRAMAÇÃO InterBuss Comunicação SOBRE A REVISTA INTERBUSS A Revista InterBuss é uma publicação semanal do site Portal InterBuss com distribuição on-line livre para todo o mundo. Todo o conteúdo da Revista InterBuss provenientes de fontes terceiras tem seu crédito dado sempre ao final de cada material. As fotos que ilustram todo o material da revista são de autoria própria e a reprodução também é autorizada apenas após um pedido formal via e-mail. As imagens de autoria terceira têm seu crédito disponibilizado na lateral da mesma e sua autorização de reprodução deve ser solicitada diretamente ao autor da foto, sem interferência da Revista InterBuss. A impressão da revista para fins particulares é previamente autorizada, sem necessidade de pedido. PARA ANUNCIAR Envie um e-mail para contato@portalinterbuss. com.br ou ligue para (19) 99483-2186 e converse com nosso setor de publicidade. Você poderá anunciar na Revista InterBuss, ou em qualquer um dos sites parceiros do grupo InterBuss, ou até em nosso site principal. CONTATO A Revista InterBuss é um espaço democrático onde todos têm voz ativa. Você pode enviar sua sugestão de pauta, ou até uma matéria completa, pode enviar também sua crítica, elogio, ou simplesmente conversar com qualquer pessoa de nossa equipe de colunistas ou de repórteres. Envie seu e-mail para revista@portalinterbuss. com.br ou contato@portalinterbuss.com.br. Procuramos atender a todos o mais rápido possível. A EQUIPE INTERBUSS A equipe do Portal InterBuss existe desde 2000, desde quando o primeiro site foi ao ar. De lá pra cá, tivemos grandes conquistas e conseguimos contatos com os mais importantes setores do transporte nacional, sempre para trazer tudo para você em primeira mão com responsabilidade e qualidade. Por conta disso, algumas pessoas usam de má fé, tentando ter acesso a pessoas e lugares utilizando o nome do Portal InterBuss, falando que é de nossa equipe. Por conta disso, instruímos a todos que os integrantes oficiais do Portal e Revista InterBuss são devidamente identificados com um crachá oficial, que informa o nome completo do integrante, mais o seu cargo dentro do site e da revista. Qualquer pessoa que disser ser da nossa equipe e não estiver devidamente identificada, não tem autorização para falar em nosso nome, e não nos responsabilizamos por informações passadas ou autorização de entradas dadas a essas pessoas. Qualquer dúvida, por favor entre em contato pelo e-mail contato@portalinterbuss. com.br ou pelo telefone (19) 99483.2186, sete dias por semana, vinte e quatro horas por dia.

da tarifa do transporte coletivo

07 A IMAGEM MARCANTE

Confiram a foto de transporte de maior destaque da semana

08 A GRANDE MATÉRIA

Volvo lança aplicativo que mostra quais as rodovias federais mais perigosas do Brasil

10 MOBILIDADE NO BRASIL

Embu das Artes recebe unidades do New Mega da Neobus, comprados pela JTP Transportes

11 MOBILIDADE NO MUNDO

Novas e fáceis modalidades de carros elétricos facilitam a mobilidade urbana em todo o mundo

12 PÔSTER

Outubro Rosa em Campinas, por Fernando Martins Antunes

14 DEU NA IMPRENSA

As notícias que foram destaque na grande imprensa especializada em transportes na semana passada

16 ACERVO PORTAL INTERBUSS

Confiram fotos que foram enviadas desde 2006 para o Portal InterBuss e foram publicadas na antiga Galeria de Imagens do site

20 REDES SOCIAIS

As melhores fotos de ônibus publicadas em redes sociais na última semana, com destaque para o movimento do feriado

22 VIAGENS & MEMÓRIA

Confira a coluna quinzenal de Marisa Vanessa N. Cruz


interbuss MOBILIDADE

TRANSPORTE

Agora é possível saber as rodovias com mau estado de conservação

08

10

&

15


Editorial

A prefeitura de Campinas e o reajuste da tarifa Os governantes dos municípios brasileiros acharam um artifício para enganar a população, até porque falta pouco tempo para as eleições municipais do ano que vem. Agora, o reajuste da tarifa do transporte urbano, que é algo que tem muita repercussão negativa entre os munícipes potenciais eleitores, é feito em datas diversas, e não mais apenas no começo do ano. Em Campinas, cidade que já passa por grandes problemas em diversas áreas, virou este ano com uma notícia que soou um tanto quanto curiosa: não vai ter reajuste da tarifa de ônibus em 2019. Oras, se todos os anos tem, por que neste não teria? A população campineira está de saco cheio com a péssima qualidade das obras do sistema BRT que está levando muitos problemas para os moradores das imediações das avenidas John Boyd Dunlop e das Amoreiras, então por esse motivo a prefeitura resolveu fazer o papel de boazinha e não conceder um reajuste de tarifa, mas o que aconteceu na semana retrasada? Publicou na surdina, no Diário Oficial da cidade, uma tabela com o reajuste dos valores da tarifa do

transporte público, mantendo o valor como o maior de todo o país. Campinas há muito tempo tem a tarifa de ônibus mais cara do Brasil, e o “ótimo” secretário de transportes da cidade, Carlos José Barreiro, está fazendo todos os esforços para que isso continue acontecendo mas sem nenhuma melhoria aparente para a população. Poucas coisas estão mudando e o usuário segue com vários problemas em diversas linhas. Mas voltando para a questão do BRT, todo mundo sabe que não há progresso sem que haja algum transtorno temporário, mas o problema é que alguns lotes das obras desses corredores estão tão mal feitos que deverão passar por novas obras em breve ou então vão ficar desse jeito mesmo, com rachaduras como acontece em um trecho da Via Perimetral, que sequer tem circulação de veículos mas já está caindo aos pedaços com rachaduras inclusive no solo. O artifício arrumado pela prefeitura de Campinas para reajustar a tarifa no meio do ano foi uma campanha mentirosa que está sendo feita na televisão e nos meios digitais. Foram

chamadas jornalistas demitidas da EPTV, emissora afiliada da Rede Globo na região, mas que possuem grande apelo popular junto aos espectadores, para falar sobre projetos que a prefeitura estaria fazendo, com investimentos em diversas áreas. Em uma das campanhas mentirosas, foi dito que estão sendo investidos milhões no setor da saúde, sendo que a prefeitura está sendo investigada por supostos desvios de verbas em um dos hospitais da cidade. O objetivo dessas propagandas fajutas é tentar levantar a popularidade do prefeito da cidade, que está bastante em baixa justamente por conta da bagunça das obras do sistema BRT. Como essas campanhas estão sendo bastante comentadas, em sua maioria de forma negativa, mas estão na boca do povo, aliado às férias escolares e ao feriado estadual que aconteceu em 9 de julho, a prefeitura aproveitou todo esse cenário e fez o lançamento do reajuste da tarifa, com informações sem pé e nem cabeça: que o valor é menor que a inflação do período e que a cidade estava há 18 meses sem reajuste. Bom artifício para enganar o povo.


A imagem marcante

Rio Claro, SP

Sexta-feira, 11 de outubro de 2019

Um ônibus do transporte de Rio Claro foi roubado. O roubo foi registrado por volta das 11h50 desta sexta-feira (11) em trecho da Rua 14 com Avenida 13. Um indivíduo demonstrando estar armado invadiu o coletivo rendeu motorista e passageiros que estavam na linha Jardim Centenário. O criminoso anunciou o assalto, obrigou a todos descerem do ônibus e fugiu dirigindo o veículo. O circular possui câmeras de segurança e registrou a ação. As informações são do Diário de Rio Claro.


A grande matéria

AS RODOVIAS ESBUR NA PALMA DA MÃO

• Da Volvo <volvo.com.br>

O Programa Volvo de Segurança no Trânsito (PVST) está apresentando o aplicativo Eu Rodo Seguro, ferramenta de gestão de risco de acidentes nas rodovias federais brasileiras. O aplicativo é uma evolução do Portal Atlas da Acidentalidade no Transporte e tem como objetivo contribuir com a redução do número de mortos e feridos. O lançamento integra as ações que celebram os 40 Anos de atuação da Volvo no Brasil. O App Eu Rodo Seguro emite alertas sonoros quando o motorista estiver se aproximando dos trechos com maior risco de acidentes nas rodovias federais brasileiras. “É uma ferramenta que ajuda o motorista a adotar um estilo de direção preventivo e a chegar ao destino em segurança, uma vez que o sinal de alerta é um aviso para que redobre a atenção nos trechos de periculosidade alta e moderada. Agindo dessa forma, todos contribuem para evitar acidentes e salvar vidas”, diz Anaelse Oliveira, coordenadora do PVST. “As empresas que usarem o App terão mais uma importante

08 | www.portalinterbuss.com.br

ferramenta de gestão de riscos na mão. Poderão orientar os motoristas antecipadamente e, durante o trajeto, eles ainda receberão alertas para aumentar a atenção próximo aos trechos de maior risco”, assegura.

de nós, das nossas atitudes no trânsito. O aplicativo auxilia empresários do setor de transporte e motoristas a ter uma gestão mais segura da viagem”, argumenta Alexandre Parker, diretor de Responsabilidade Corporativa e Institucional da Volvo.

“O aplicativo é mais uma contribuição do PVST à sociedade”, destaca Carlos Ogliari, vice-presidente de RH e Assuntos Corporativos da Volvo na América Latina. “É uma forma de reforçar nosso compromisso social de gerar prosperidade, indo além de produtos e serviços, alinhado à Visão de Segurança do Grupo Volvo, de buscar um futuro com Zero Acidentes envolvendo veículos da marca”.

Os dados do Atlas apontam que os trechos das rodovias federais com o maior número de mortos e feridos do país encontram-se nos estados de Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo. Em comum, os trechos com maior índice de periculosidade são próximos a cidades e com fluxo de pedestres.

De acordo com dados da edição de 2019 do Atlas da Acidentalidade no Transporte, em 2018 foram registados 69.229 acidentes que deixaram 76.555 feridos e 5.271 mortos nas rodovias federais brasileiras. O número corresponde a um média de 14,4 por dia. “São números muitos altos. E baixar esses números depende de cada um

O pior trecho em número de acidentes e mortos do Brasil fica no município de São José, na Região Metropolitana de Florianópolis. A região está no topo da lista de acidentes graves desde que o Atlas da Acidentalidade no Transporte começou a ser editado, há cinco anos. Só em 2018, foram registrados no município 721 acidentes que deixaram 15 mortos e 754 feridos entre os quilômetros 204 e 213 da BR 101, e mais 283 acidentes com


RACADAS

Volvo lança aplicativo com dados sobre rodovias federais em mau estado de conservação 4 mortos entre os km 0 ao 9 da BR 282 que também passa pela cidade. Outro trecho de alto risco fica em Guarulhos, entre os km 212 e 221 da BR 116. No ano passado, foram registrados no local 376 acidentes que resultaram em 20 mortos e 400 feridos. Dados sempre atualizados Os trechos mais perigosos apontados pelo APP Eu Rodo Seguro são atualizados a cada semestre e são estabelecidos a partir dos dados do Atlas da Acidentalidade no Transporte. O levantamento é feito pela Tecnométrica, empresa de engenharia da informação, com base nas estatísticas de acidentes da Polícia Rodoviária Federal. Foram incluídos no aplicativo os locais de periculosidade alta e moderada em todos os estados brasileiros, considerando o total de acidentes, mortos e feridos. “Este é um excelente exemplo de parceria público privada em benefício da sociedade. Qualquer atitude que venha para melhorar a segurança no trânsito é bem-vinda, e certamente o aplicativo será um in-

strumento que vai ajudar, especialmente as empresas de transporte, a orientar os motoristas a fazerem viagens mais seguras”, afirma Eder Rommel, da coordenação de comunicação da Polícia Rodoviária Federal. Acidentes com caminhões Santa Catarina e Minas Gerais são os estados com os trechos mais perigosos em acidentes envolvendo caminhões. O município de São José, na Região Metropolitana de Florianópolis também está no topo da lista de acidentes com caminhões. Entre os km 204 e 213, da BR 101, foram registrados 84 acidentes que resultaram em 5 mortos e 72 feridos. Em Minas, o trecho mais perigoso fica entre os km 469 e 478 da BR 251, próximo a Francisco Sá, onde ocorreram 25 acidentes que deixaram 11 mortos e 87 feridos. Sobre o Atlas da Acidentalidade no Transporte O Atlas é o mais completo diagnóstico dos acidentes nas rodovias federais brasileiras. Aponta os locais com maior número de mortos e feridos (leves ou graves), as princi-

pais causas, as mais letais, e os dias e horários da semana com maior índice de acidentes. De acordo com o Atlas, o comportamento inseguro é o principal motivo de acidentes nas rodovias. E a falta de atenção lidera disparado a causa de mortes e ferimentos em acidentes de trânsito. É, sozinha, responsável por cerca de 40% dos acidentes. As outras causas mais letais são excesso de velocidade e desobediência à sinalização. Para usar o App, antes de sair de viagem, o motorista deve indicar sua origem e destino e clicar na lupa para traçar a rota. Feito isso, o aplicativo vai apontar os trechos de risco grave e moderado, e emitir alertas sonoros toda vez que o veículo estiver se aproximando de um desses locais. O Eu Rodo Seguro é gratuito e está disponível para os sistemas Android e IOS, nas lojas Google Store e Apple Store. Trabalha em conjunto e paralelamente com o navegador GPS utilizado pelo motorista e funciona offline.

www.portalinterbuss.com.br | 09


Mobilidade no Brasil

NEOBUS EM EMBU DAS ARTES

JTP Transportes inicia operações na cidade e entrega frota nova • Da Neobus <Neobus.com.br> A JTP Transportes, de Barueri, na grande São Paulo, adquiriu 20 unidades do ônibus urbanos NEOBUS New Mega. Os novos veículos são os primeiros da marca adquiridos pela operadora e estão sendo incorporados à frota da empresa para utilização no sistema de transporte público coletivo de passageiros do município de Embu das Artes – SP. “Esta é a primeira aquisição de carrocerias da marca pela JTP Transportes e reforça as vantagens competitivas do modelo New MEGA”, enfatiza Douglas Cristiano Pessoa, supervisor de vendas da NEOBUS. Os 20 ônibus New MEGA fornecidos têm chassi Volkswagen 17.230 com suspensão pneumática, com 12.565mm de comprimento, três portas e capacidade para transportar 82 passageiros (29 sentados e 53 em pé), com poltronas City Confort com apoio de cabeça, elevador instalado na porta central para acessibilidade, posto de cobrador com catraca e vidros colados. Os veículos são equipados com sistema de ar-condicionado,

10 | www.portalinterbuss.com.br

tomadas USB para todas as poltronas, itinerários eletrônicos, preparação para Wi-Fi e para monitoramento interno por câmeras para garantir mais segurança aos usuários do transporte público. Os ônibus New Mega se destacam

pela sua extrema robustez, além de ser espaçoso, econômico e esteticamente atrativo. Foram projetados para atender às necessidades dos operadores de transportes de todo o País, aliando conforto e ótimo desempenho.


Mobilidade no Mundo

RECARGA INTELIGENTE • Da IstoÉ Dinheiro <istoedinheiro.com.br> O mercado mundial de eletropostos está em franca expansão e deve crescer ainda mais nos próximos anos. De acordo com um relatório da Grand View Research, o tamanho do mercado mundial de infraestrutura de carregamento de veículos elétricos foi avaliado em US$ 8,42 bilhões em 2018 e projeta, em termos de taxa de crescimento anual composta, uma alta de cerca de 32,6% de 2019 a 2025, o que representará um mercado de US$ 63,9 bilhões. A crescente adoção e venda de veículos elétricos, juntamente com a promulgação de leis e subsídios para estimular o setor, além do custo decrescente das baterias, são alguns dos principais fatores que impulsionarão o crescimento do mercado. As entregas globais de veículos plug-in atingiram 2,1 milhões de unidades em 2018, 64% acima de 2017, incluindo todas as vendas de carros elétricos e híbridos plug-in (recarregáveis), caminhonetes nos Estados Unidos e Canadá, e veículos comerciais leves na Europa e na China. Aqui no Brasil, apesar do ritmo ainda tímido de adoção à tecnologia, um

levantamento da CPFL Energia estima que o País precisará de cerca de 80 mil eletropostos públicos até 2030, como forma de acompanhar o ritmo de crescimento do mercado nacional de veículos elétricos. Até lá, a frota circulante de carros elétricos puros e híbridos plug-in deve alcançar 2 millhões de unidades. Nesse sentido, o desenvolvimento de um mercado de recarga pública, combinando eletropostos semi-rápidos e rápidos, é um dos principais desafios para a expansão da mobilidade elétrica no Brasil. A ANEEL aprovou em maio uma convocação para submissão de projetos de P&D na área de mobilidade elétrica a todas as empresas ligadas ao setor, com o objetivo de apresentar soluções de novos modelos de negócio, equipamentos, tecnologias e também soluções para eletropostos. A estatal recebeu 38 propostas de projetos, com expectativa de investimentos da ordem de R$ 616 milhões. Algumas concessionárias tiveram seus projetos aprovados recentemente. Uma questão importante neste contexto é que, considerando-se o crescimento significativo previsto, por volta do ano de 2025 / 2030,

Mudanças na mobilidade estão em avanço

os eletropostos impactarão na rede de distribuição de energia de forma determinante, em maior e menor intensidade. Carregadores domésticos — que serão a grande maioria e poderão ser utilizados em casa pelos próprios proprietários dos veículos elétricos — dispõem de uma potência de 3,7kVA a 7,4kVA e demoram cerca de 4 a 8 horas para carregar totalmente a bateria de um veículo. Já um carregador ultra-rápido, capaz de carregar um potente Porsche Taycan em poucos minutos, dispõe de uma potência de 175kW a 350kW. Carregadores de alta potência estarão disponíveis apenas nos eletropostos públicos, mas terão um impacto significativo na demanda sobre a rede. Uma das possibilidades para atenuar esse impacto é a recarga inteligente, quando o preço da energia consumida para carregar a bateria de um veículo elétrico pode variar conforme a disponibilidade da rede. Assim, haverá a necessidade das concessionárias de energia criarem soluções de monitoramento e de medição de energia, como já fazem habitualmente com a energia utilizada pelos consumidores em seus lares e empresas.

www.portalinterbuss.com.br | 11


interbuss MOBILIDADE

&

TRANSPORTE

FERNANDO MARTINS

Outubro Rosa, em Campinas/SP


Deu na imprensa

Marcopolo lança divisão para cuidar de inovações

INOVAÇÃO • Da Automotive Business <automotivebusiness.com.br> A Marcopolo anunciou a criação da divisão Next, área de inovação voltada ao futuro da mobilidade. Com a Marcopolo Next, a fabricante de ônibus pretende desenvolver serviços e sistemas que facilitem o deslocamento e a conexão com usuários. A área terá equipes dedicadas e multidisciplinares, além de contar com parceiras tecnológicas para o desenvolvimento de projetos. As equipes vão atuar em hubs em São Paulo (SP), Porto Alegre (RS) e Caxias do Sul (RS). A divisão também contará com postos avançados no exterior. Para acelerar as soluções desenvolvidas pela Marcopolo Next, a companhia criou a Marcopolo Ventures e Capital, que destinará recursos ao novo setor e também investirá em startups.

14 | www.portalinterbuss.com.br


Para a ZF, o Etanol já é suficiente para neutralizar o CO2

BRASIL NÃO PRECISA DE ELÉTRICOS • Da Automotive Business <automotivebusiness.com.br> Entre as principais soluções tecnológicas que a ZF pretende fornecer aos fabricantes de veículos no mercado brasileiro nos próximos anos, a eletrificação do powertrain não faz parte dos planos. Para Wolf-Henning Scheider, CEO global da companhia alemã, o Brasil não precisa eletrificar sua frota para baixar os níveis de emissões, porque já faz grande uso de motores a etanol – biocombustível que tem balanço zero de gás de efeito estufa, pois quase toda a emissão de CO2 é reabsorvida nas plantações de cana. Com isso, segundo o executivo, a ZF vai focar seus esforços na região para elevar o fornecimento de seus sistemas de segurança veicular ativos e passivos. Em apresentação à imprensa internacional que antecedeu o ZF Global Technology Day 2019 em Dresden, Alemanha, o executivo fez um balanço das principais tecnologias que a empresa desenvolve para os próximos

anos e que serão demonstradas ao público no próximo Salão de Frankfurt, em setembro. Questionado sobre quais sistemas poderão ser introduzidos nos mercados brasileiro e sulamericanos, Scheider foi enfático em afirmar que não vê necessidade de o Brasil adotar o caminho tecnológico da eletrificação. “O Brasil já tem o etanol, que é neutro em emissões de CO2. Isso deve garantir na região o uso de motores a combustão por muito mais tempo. A eletrificação é mais cara e o País não precisa pular para essa rota”, disse Wolf-Henning Scheider. ESTÍMULOS À SEGURANÇA VEICULAR “Nosso foco na América do Sul será em atender ao aumento da demanda por sistemas de segurança veicular, para reduzir acidentes, pois a legislação local já aponta para esse caminho”, acrescentou Scheider. Nesse sentido, a ZF desenvolve atual-

mente para introdução nos próximos anos diversos sistemas de segurança ativa e passiva que poderão aportar nos mercados sul-americanos logo após sua adoção na Europa, América do Norte, Japão e China. Entre esses sistemas, os mais cotados para chegar primeiro à região onde está inserido o Brasil são frenagem automática de emergência e controles eletrônicos de chassi que atuam na estabilidade, tração e direção, com o objetivo de evitar acidentes ou mitigar seu efeito sobre os ocupantes do veículo. O programa Rota 2030 oferece estímulos para adoção desses dispositivos. O Rota 2030, aprovado ano passado para estimular o desenvolvimento da indústria automotiva brasileira, prevê a adoção obrigatória a partir de 2022 de dispositivos de assistência ao motorista para elevar os padrões de segurança, com oferta de desconto tributário de um ponto porcentual no IPI para fabricantes que introduzirem mais equipamentos do que obriga a legislação.

www.portalinterbuss.com.br | 15


Acervo Portal InterBuss

As fotos publicadas na antiga Galeri

Norberto dos Santos Künzli

Pablo Ricardo Martin

Osmar Cordeiro

Patrick Brandão

Marcopolo Paradiso G6 1550LD Mercedes-Benz O-500RSD UTIL

Marcopolo Paradiso G6 1800DD Scania K380 Viação Garcia

16 | www.portalinterbuss.com.br

Monobloco Mercedes-Benz O-371 COPSA

Comil Svelto Volksbus 17 230 Serrana


ia de Imagens do Portal InterBuss

nez Marcote

Paulo Eduardo Peixoto Monobloco Mercedes-Benz O-400 Natal

Paulo Camillo Mendes Maria Marcopolo Paradiso G6 1350 Scania K380 Viação São Luiz

www.portalinterbuss.com.br | 17


Acervo Portal InterBuss

As fotos publicadas na antiga Galeria

Paulo Ernesto Barbaresco Fornari

Pedro Bonna

Paulo Gustavo Dias dos Santos

Paulo Henrique Marq

Monobloco Mercedes-Benz O-400 Itapemirim

Marcopolo Viaggio GV 1000 Volvo B58 Graciosa

18 | www.portalinterbuss.com.br

Marcopolo Viale Mercedes-Benz OF-1722M Intersul

Caio Alpha Mercedes-Benz OF-1721 Nova Alianรงa


a de Imagens do Portal InterBuss

ques

Pedro Henrique Rodrigues Marcopolo Viale Mercedes-Benz OF-1722M Benfica BBTT

Paulo Rafael Peixoto Marcopolo Torino Volksbus 17 210 Ecobus

www.portalinterbuss.com.br | 19


Rede Social

As melhores fotos de ônibus publicadas nas redes sociais

Thiago Crespo

Silvano Prado

Ricardo de Oliveira Luiz

Paulo Henrique Perei

Marcopolo Torino Araucária OCD Holding

Marcopolo Paradiso G7 1800DD Viação Garcia OCD Holding

20 | www.portalinterbuss.com.br

Comil Invictus DD Emtram OCD Holding

Caio 2400 Alcântara OCD Holding


ira Borges

José Franca Neto

Marcopolo Paradiso G7 1800DD Viação Águia Branca OCD Holding

Gabriel Henrique Lima Marcopolo Senior Campo Grande OCD Holding

www.portalinterbuss.com.br | 21


Viagens & Memória

MARISA VANESSA N. CRUZ Os novos prefixos interestaduais para o Grupo JCA

Desde os ônibus comprados em 2018 para linhas interestaduais, o grupo JCA está prefixando em seu novo formato XXXXXX, sendo o primeiro X é o nome da empresa determinada abaixo: Auto viação 1001 (2) Viação Cometa (7) Auto Viação Catarinense (3) Expresso do Sul (4) Os outros 5 dígitos variam conforme o fabricante e a configuração do chassi, tomando por base o que já está sendo aplicado na Viação Cometa desde 2002. Exemplo: 319301 – Auto Viação Catarinense, ano 2019, 3 é Scania 8x2 e 01 é o número de ordem. 719502 – Viação Cometa, ano 2019, 5 é Scania 4x2 e 02 é o número de ordem. 419304 – Expresso do Sul, ano 2019,

22 | www.portalinterbuss.com.br

3 é Scania 8x2 e 04 é o número de ordem. 218307 – 1001, ano 2018, 3 é Scania 8x2 e 07 é o número de ordem. As demais empresas Rápido Macaense, Rápido Ribeirão Preto e Op-

ção Fretamento e Turismo ainda não chegaram carros novos com o novo sistema de prefixação. Já a SIT Macaé Transportes será impossível convergir para os novos prefixos, pois são independentes daquela cidade.


A MOBILIDADE DEVE SER PARA TODOS. PARA QUEM ANDA NA RUA E NA CALÃ&#x2021;ADA.

interbuss MOBILIDADE

&

TRANSPORTE


A INTEGRAÇÃO DOS MODAIS NÃO É UMA UTOPIA. CIDADE SUSTENTÁVEL É CIDADE INTEGRADA.

interbuss MOBILIDADE

&

TRANSPORTE

Profile for Revista InterBuss

Revista InterBuss | Edição 465 | 13.10.2019  

Edição com 24 páginas | Confira nesta edição matéria sobre o aplicativo lançado pela Volvo mostrando as condições das rodovias federais bras...

Revista InterBuss | Edição 465 | 13.10.2019  

Edição com 24 páginas | Confira nesta edição matéria sobre o aplicativo lançado pela Volvo mostrando as condições das rodovias federais bras...

Advertisement