Page 1

MERCADO DE CAMINHÕES CRESCE

interbuss ANO 9 • Nº 405 • 5 DE AGOSTO DE 2018

MOBILIDADE

&

TRANSPORTE

TRANSPÚBLICO 2018 Confira as novidades da tradicional feira que marcou a volta da Busscar ao mercado de carrocerias


8 ANOS 400 EDIÇÕES MAIS DE 10.000 PÁGINAS

SEMPRE EM

A Revista InterBuss completa mais um ano de vida e chega à 400ª edição, mais uma vez renovada. Sempre acompanhando as tendências do mercado, buscando as informações onde elas estão e levando aonde o público está. Por isso estamos sempre mudando, pois estamos em movimento, assim como o transporte e a mobilidade urbana.


MOVIMENTO

interbuss MOBILIDADE

&

TRANSPORTE


Edição 4 0 5

5 DE AGOSTO DE 2018

NESTA EDIÇÃO

NOSSOS CONTATOS 06 EDITORIAL Os problemas no transporte coletivo da cidade de Vitória da Conquista, /portalinterbuss

que está praticamente sem ônibus

Uma publicação da InterBuss Comunicação Ltda. ARTE E DIAGRAMAÇÃO InterBuss Comunicação SOBRE A REVISTA INTERBUSS A Revista InterBuss é uma publicação semanal do site Portal InterBuss com distribuição on-line livre para todo o mundo. Todo o conteúdo da Revista InterBuss provenientes de fontes terceiras tem seu crédito dado sempre ao final de cada material. As fotos que ilustram todo o material da revista são de autoria própria e a reprodução também é autorizada apenas após um pedido formal via e-mail. As imagens de autoria terceira têm seu crédito disponibilizado na lateral da mesma e sua autorização de reprodução deve ser solicitada diretamente ao autor da foto, sem interferência da Revista InterBuss. A impressão da revista para fins particulares é previamente autorizada, sem necessidade de pedido. PARA ANUNCIAR Envie um e-mail para contato@portalinterbuss. com.br ou ligue para (19) 99483-2186 e converse com nosso setor de publicidade. Você poderá anunciar na Revista InterBuss, ou em qualquer um dos sites parceiros do grupo InterBuss, ou até em nosso site principal. CONTATO A Revista InterBuss é um espaço democrático onde todos têm voz ativa. Você pode enviar sua sugestão de pauta, ou até uma matéria completa, pode enviar também sua crítica, elogio, ou simplesmente conversar com qualquer pessoa de nossa equipe de colunistas ou de repórteres. Envie seu e-mail para revista@portalinterbuss. com.br ou contato@portalinterbuss.com.br. Procuramos atender a todos o mais rápido possível. A EQUIPE INTERBUSS A equipe do Portal InterBuss existe desde 2000, desde quando o primeiro site foi ao ar. De lá pra cá, tivemos grandes conquistas e conseguimos contatos com os mais importantes setores do transporte nacional, sempre para trazer tudo para você em primeira mão com responsabilidade e qualidade. Por conta disso, algumas pessoas usam de má fé, tentando ter acesso a pessoas e lugares utilizando o nome do Portal InterBuss, falando que é de nossa equipe. Por conta disso, instruímos a todos que os integrantes oficiais do Portal e Revista InterBuss são devidamente identificados com um crachá oficial, que informa o nome completo do integrante, mais o seu cargo dentro do site e da revista. Qualquer pessoa que disser ser da nossa equipe e não estiver devidamente identificada, não tem autorização para falar em nosso nome, e não nos responsabilizamos por informações passadas ou autorização de entradas dadas a essas pessoas. Qualquer dúvida, por favor entre em contato pelo e-mail contato@portalinterbuss. com.br ou pelo telefone (19) 99483.2186, sete dias por semana, vinte e quatro horas por dia.

07 A IMAGEM MARCANTE

Confiram a foto de transporte de maior destaque da semana

08 A GRANDE MATÉRIA

Confiram os destaques da feira Transpúblico, realizada na semana passada em São Paulo

12 PÔSTER

Busscar Urbanuss Pluss, por Fernando Martins Antunes

14 DEU NA IMPRENSA

As notícias que foram destaque na grande imprensa especializada em transportes na semana passada

16 ACERVO PORTAL INTERBUSS

Confiram fotos que foram enviadas desde 2006 para o Portal InterBuss e foram publicadas na antiga Galeria de Imagens do site

20 REDES SOCIAIS

As melhores fotos de ônibus publicadas em redes sociais na última semana, com destaque para o movimento do feriado

22 AVIAÇÃO

Resolução restringe embarque de armas em vôos


interbuss MOBILIDADE

&

TRANSPORTE

Feira Transpúblico reuniu as gigantes do setor em São Paulo

08

14

22


Editorial

A crise no transporte de Vitória da Conquista A situação dramática do transporte coletivo urbano da cidade de Vitória da Conquista, na Bahia, deixa a população à mercê de um sistema que apenas prejudica a base da pirâmide, que é justamente o usuário. A Viação Vitória, concessionária do transporte local há alguns anos, está com precárias condições financeiras, o que tem refletido na frota e na operação do serviço. O pior de tudo é que isso já é de conhecimento público há um certo tempo e mesmo assim quase nada foi feito. Na semana retrasada mais de 90% dos ônibus da empresa foram impedidos de deixar a garagem após uma vistoria da prefeitura. Todos os ônibus interditados tinham algum tipo de irregularidade, como documentação atrasada, pneus carecas, problemas mecânicos diversos e outros itens que representavam perigo para o usuário. O que mais causou espanto foi a atitude tardia da prefeitura. Ao realizar a interdição de quase toda a frota da Viação Vitória, obviamente a população acabou desassistida de transporte público. Apenas dias depois uma outra empresa foi chamada para cobrir os itinerários que estavam sem atendimento mas ainda sim permitiu que a Viação

Vitória fosse reassumindo suas linhas aos poucos na medida em que os veículos interditados fossem sendo reparados. Em um país sério, a empresa já teria sido cassada e uma outra seria convidada a operar em caráter emergencial até a realização de uma nova licitação. A empresa Cidade Verde, chamada para cobrir a Viação Vitória, enviou vários ônibus para Vitória da Conquista e em pouco tempo já terá que retirar todos pois a autorizada a operar as linhas informou que em até 30 dias tudo já estará regularizado, isso até a próxima quebra geral que vai novamente prejudicar a população. Por que a prefeitura já não tomou uma atitude mais enérgica? Se os veículos iam ser consertados de qualquer forma, não seria mais benéfico para a população um decreto de intervenção na garagem? Ao invés disso, foi decretada situação de emergência, o que permite a contratação de outras empresas sem a necessidade de licitação. Isso não é nem um pouco transparente pois o prefeito pode chamar qualquer um para operar as linhas, inclusive seus apadrinhados políticos. Essa questão de licitações em tudo que é público no Brasil deve ser revista o mais rápido

possível. A lei de licitações foi criada para dar mais transparência à contratação de serviços pelo poder público mas isso já não vale mais pois todas as brechas possíveis já foram descobertas pelos corruptos e sempre há manobras que beneficiam empresas interessadas em receber grandes volumes de dinheiros por obras e serviços superfaturados em troca de pagamento de propina aos políticos e aos partidos. A municipalização do serviço, mesmo que com um grande risco de nepotismo, é muito mais transparente e barato do que a contratação de empresas terceirizadas, e isso em qualquer campo de atuação. A impressão que se tem hoje em dia é que a lei de licitações foi feita justamente para aumentar a corrupção. É necessário lembrar que no caso de Vitória da Conquista não há nenhum indício de irregularidade nas atitudes da prefeitura local, o que critica-se é apenas a inércia do poder público diante de uma situação extrema, pois ações mais rápidas e eficientes poderiam ter sido tomadas, tudo de forma legal, mas preferiu-se um caminho mais tortuoso. Será que tudo vai se resolver em pouco tempo? É ver para crer.


A imagem marcante

Guarapari, ES

Segunda-feira, 30 de julho de 2018

Um ônibus da Itapemirim, que seguia do Rio de Janeiro para Vitória, pegou fogo na BR 101 em Guarapari. O incêndio começou por volta de 5 horas na parte traseira do ônibus. O motorista parou o veículo no acostamento e pediu para que os passageiros descessem. Depois que todos os passageiros saíram o fogo se alastrou. O ônibus ficou completamente destruído, mas ninguém se feriu. De acordo com a Policia Rodoviária Federal (PRF), havia 28 passageiros e o motorista. Todos foram realocados em outro veículo e seguiram viagem. As informações são do site Portal 27.


A grande matéria

T U

Empresas voltadas para o transporte público se encontraram na Lat.Bus, tradicional feira de negócios que aconteceu em São Paulo. Vejam os destaques deste ano • Da Redação <portalinterbuss@gmail.com>

A Feira Transpúblico 2018 foi um grande sucesso. Além da enorme área de exposição, muito maior que edições anteriores, os expositores estavam mais confiantes em fechar bons negócios. A apresentação de novos modelos tanto de chassis como de carroceria também chamou a atenção dos potenciais clientes que visitaram o evento, realizado entre os dias 31 de julho e 2 de agosto em São Paulo. A grandiosidade da feira deste ano deve-se à não realização da Fetransrio, tradicional evento realizado intercaladamente com a Transpúblico (em um ano é realizado uma das feiras e no seguinte, a outra), e por isso todos os envolvidos no assunto transporte público concentraram seus esforços no evento da capital paulista. MARCOPOLO A Marcopolo, maior encarroçadora do país, estava presente com o maior stand da feira. Reuniu em um mesmo espaço a Volare, a Neobus e a própria Marcopolo, com seus novos produtos: a nova linha New G7, as novas nomenclaturas dos micros Volare, além

08 | www.portalinterbuss.com.br

do New Mega e do novo Spectrum, direcionado ao mercado de fretamento. O que mais chamou a atenção novo facelift da linha G7 foram os acabamentos, muito mais refinados inclusive com partes de metal, algo que tem sido deixado de lado nos últimos tempos para a entrada do plástico. CAIO INDUSCAR Na primeira feira que marcou a volta da Busscar, agora nas mãos da Caio, o stand ficou um pouco escondido, com os destaques ficando do lado de fora do pavilhão juntamente com vários outros modelos das concorrentes. Ouvia-se muitas reclamações em relação aos novos produtos da Busscar, sobretudo em relação ao DD, que estaria pecando em acabamento. As informações foram colhidas juntamente a frotistas que visitaram a feira, mas os mesmos gostaram dos Vissta Buss mais baixos. Em relação aos produtos da Caio, sem maiores novidades. COMIL Bastante tímida, com um stand menor, a Comil teve como destaque o

DD da Auto Viação 1001, apresentado no evento. DEMAIS ENCARROÇADORAS A Mascarello também estava presente, com um stand mais simples e deslocada das concorrentes e apresentou o seu novo Gran Micro, agora com janelas mais altas. A Irizar não esteve presente com stand mas, por intermédio da Volksbus chamou a atenção com a apresentação do novo ônibus do Palmeiras, um modelo i6s, novidade no Brasil. MONTADORAS Entre as montadoras, todas estiveram presentes A Mercedes-Benz presente com o maior stand entre elas, proporcionou uma série de experiências para os visitantes. Na Volvo o destaque era um chassi B270F que teve sua nomenclatura parcialmente alterada para MTX O chassi tem um terceiro eixo direcional adaptado pela Multieixo, cujo nome mudou para MTX, por isso o nome. Já na Scania o consumo comparado com as concorrentes foi o grande filão. Em paineis foram colocados dados comparativos que mostram o


TRANSPÚBLICO 2018: UM GRANDE SUCESSO

rendimento de seus chassis rodoviários e urbanos em alguns de seus maiores clientes. A Volksbus apresentou seus chassis e destacou os de motor traseiro, que ainda enfrentam certa resistência no mercado. A BYD esteve presente também e em seu stand mostrou as versões de seus chassis para ônibus elétricos movidos a bateria, inclusive com piso alto, o que é uma novidade no Brasil já que até então a montadora chinesa tinha apresentado e testado apenas os com piso baixo. Um dos chassis de piso alto estava exposto com a carroceria Caio Millennium IV, algo que era bastante solicitado pelos empresários do setor: carroceria nacional. SERVIÇOS Entre os stands de serviços os destaques ficaram para as empresas de bilhetagem eletrônica. Sem grandes diferenciais entre elas, o que mais chamou a atenção foi a evolução de todas elas, com a implantação de sistemas de cobrança, com QRCode, cartões de crédito e débito e uso de tecnologias alternativas como chips em relógios e até anéis. Por conta disso também estavam presentes a

MasterCard, que já investe nisso há alguns anos, e a Visa, que tenta abocanhar uma parcela desse mercado. O que mais chamou a atenção foi uma máquina de “encerrantes”. Nessa máquina o funcionário da empresa faz o encerramento do serviço do dia de forma toda automatizada, inclusive com a colocação do dinheiro em um compartimento específico, o que em teoria acaba com a papelada característica desse tipo de serviço e poupa a empresa e os funcionários de possíveis erros de preenchimento. Também estiveram presentes instituições financeiras, desenvolvedores de aplicativos de transporte, fornecedores de combustíveis, vendedoras de peças e acessórios, distribuidoras de cartões chipados e outros serviços. VISITA TÉCNICA No último dia foi realizada uma visita técnica no Corredor ABD, mostrando os trabalhos de conservação e circulação da empresa Metra. Um ônibus articulado que circula movido a bateria mas que tem os equipamentos para trólebus levou os convidados a conhecer também o Terminal Jabaquara e o corredor Berrini. Foram mostrados aos empresários do setor os modelos

de gestão privatizada e os números que indicam a evolução da qualidade do serviço prestado pela Metra ao longo dos anos. CONGRESSO Paralelamente à feira foram realizadas várias palestras e workshops relacionados ao transporte público. No primeiro dia, presidenciáveis convidados pela Folha de S. Paulo estiveram presentes no evento para mostrar suas propostas na área de mobilidade urbana, porém houve mais frustação do que propostas. Além de nenhum ter planos concretos para a mobilidade, o que foi visto foram discursos vazios, sem grande repercussão ou que tenha algo concreto com possibilidade de implantação no país onde a mobilidade é bastante precária e carente de investimentos de qualidade. E mais uma vez, como tem sido a tônica em outros eventos que envolve políticos no país, os discursos de um lado e de outro acabou causando reações adversas da platéia, em sua maioria de desaprovação. Nas próximas páginas, confiram algumas imagens do evento

www.portalinterbuss.com.br | 09


A grande matéria

Algumas das fotos da feira: Acima, o stand único da Marcopolo, Volare e Neobus, com os produtos sendo expostos juntos, mas c rodoviários, mostrando comparativos. A Volvo com a pegada ecológica reforçou a robustez de seus produtos. O Irizar i6s apresen Corredor ABD, operado pela Metra. Máquina de encerrantes promete acabar com a papelada na hora de fechar os serviços nas g

10 | www.portalinterbuss.com.br


com atendimentos diferentes. A Scania focou na rentabilidade e no consumo de combustível de seus chassis urbanos e ntado no último dia como novo ônibus do Palmeiras. A visita técnica a um sistema de transporte mostrou como funciona o garagens. E por fim, o stand da Volkswagen, reforçando seus produtos de motorização traseira urbana e rodoviária.

www.portalinterbuss.com.br | 11


interbuss MOBILIDADE

&

TRANSPORTE

FERNANDO MARTINS ANTUNES Viação Boa Vista, em Hortolândia/SP


Deu na imprensa

CONTRA A BARBEIRAGEM

Volvo disponibiliza novo sistema de assistência de estabilidade • Da Transporte Mundial <www.transportemunidial.com.br> A Volvo já oferecia, como opcional no Brasil, a direção dinâmica com assistência elétrica que torna a direção extremamente leve e precisa. Agora, o sistema ganha mais tecnologia para melhorar a segurança. Trata-se da assistência de estabilidade que atua em conjunto com a direção do caminhão. “Imagine que você está dirigindo em uma estrada molhada e escorregadia e de repente você percebe que a traseira do caminhão está começando a perder aderência sobre o asfalto. Antes que isso se transforme em uma derrapagem, você, suavemente, gira o volante na direção oposta até o perigo acabar. É exatamente assim que a nova Direção Dinâmica da Volvo com Assistência de Estabilidade funciona. A grande diferença é que o sistema pode descobrir o risco e ajudar a estabilizar o veículo antes que o motorista tenha notado que algo está prestes a acontecer”, explica Carl Johan Almqvist, diretor de segurança de produtos Volvo Trucks. O objetivo, além de melhor estabilidade

14 | www.portalinterbuss.com.br

direcional, manobras mais fáceis, é reduzir o risco de acidentes. O sistema também auxilia o motorista a manter o caminhão dentro das faixas de rodagem. Ao detectar que a roda vai em direção a faixa lateral, o assistente de manutenção em pista notifica com leve vibração do volante para chamar a atenção do motorista e faz o pequeno acerto para manter o veículo entre as faixas. A direção dinâmica Volvo permite se ajustar individualmente a cada condutor. “Cada motorista tem uma percepção diferente de quanto leve ou pesado o sistema de direção deve estar. Agora, cada motorista pode ajustar a resistência do volante exatamente como ele ou ela quer para uma condução confortável, relaxada e segura. Esta é uma característica muito prática, não menos importante para caminhões que muitas vezes têm condutores diferentes “, diz Carl. Fatos sobre as novas funções A direção dinâmica da Volvo foi desenvolvida para compensar automaticamente desnível na superfície da estrada e para eliminar a vibração e trancos na

direção ao rodar. Ao dirigir em baixa velocidade, a resistência do volante é reduzida – um benefício importante na em manobras de baixa velocidade. Nas velocidades mais altas, o caminhão mantém sua direção com confiança mesmo em situações com fortes ventos laterais. Esta tecnologia é baseada na direção hidráulica do caminhão assistida por um motor elétrico regulado eletronicamente que ajusta continuamente a direção e fornece força de esterço quando necessário. Direção dinâmica da Volvo com assistência de estabilidade funciona juntamente com o sistema eletrônico de controle de estabilidade do caminhão. Sensores no quadro monitora continuamente a velocidade do caminhão e quando a menor derrapagem detectada, o sistema é ativado e fornece assistência para ajudar o motorista girar o volante na direção oposta, estabilizando o veículo. Ela também funciona em conjunto com o sistema de manutenção na pista em velocidades superiores a 55 km/h. A tecnologia utiliza câmeras que fazem leituras das faixas de rodagem em ambos os lados.


Crescimento na venda de caminhões chega a quase 50% no primeiro semestre

MERCADO EM CRESCIMENTO • Da Transporte Mundial <www.transportemunidial.com.br> O segmento de caminhões continua em alta no mês de junho. Foram emplacadas 5,7 mil unidades, 1,4% a mais que as 5,6 mil comercializadas em maio. Em relação a junho de 2017, quando foram emplacados 4,2 mil caminhões, a alta foi de 35,2%. No acumulado do ano o licenciamento de caminhões ficou em 32 mil unidades, resultado 49,3% maior do que as 21,5 mil do ano passado. As exportações em junho ficaram em 2,5 mil unidades, número 39% superior às 1,8 mil de maio e menor em 11% quando comparado com as 2,8 mil de junho do ano passado. Entre janeiro e junho de 2018, 14,3 mil caminhões deixaram o País, acréscimo de 5,1% em relação as 13,6 mil de igual período do ano passado. A produção do segmento fechou junho deste ano com 8,6 mil caminhões, 16,3% acima das 7,4 mil de maio e de 27% no comparativo com as 6,8 mil de junho do ano passado.

No primeiro semestre 49,6 mil unidades saíram das linhas de montagem, expansão de 37,7% ante as 36 mil produzidas em 2017.

Os resultados foram divulgados recentemente pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, Anfavea.

www.portalinterbuss.com.br | 15


Acervo Portal InterBuss

As fotos publicadas na antiga Galeri

Laurelli Vieira da Silva

Leandro Melo

Leonardo Branco

Leonardo Luigi Maffei

Marcopolo Paradiso G7 1200 Mercedes-Benz O-500RS Expresso Guanabara

Marcopolo Torino Mercedes-Benz OF-1722M Viação Rio de Janeiro

16 | www.portalinterbuss.com.br

Marcopolo Paradiso G6 1200 Scania K124IB Viação Cometa

CMA Flecha Azul Scania K124IB Viação Cometa


ia de Imagens do Portal InterBuss

i

Leonardo Martin (in memorian) Marcopolo Paradiso G6 1200 Mercedes-Benz O-500RS Real Expresso

Luan Santos

Busscar Jum Buss 360 Scania K310 Progresso www.portalinterbuss.com.br | 17


Acervo Portal InterBuss

As fotos publicadas na antiga Galeri

Lucas Ribeiro

Luiz Fernando

Lucas Filipe da Silva de Paula

Luciano David

Marcopolo Paradiso G6 1200 Mercedes-Benz O-371 Viação Itapemirim

Mascarello Gran Via Mercedes-Benz OF-1418 Pevê-Tur

18 | www.portalinterbuss.com.br

Caio Millennium Mercedes-Benz O-500U Viação Santa Brígida

Caio Millennium Scania K270UB SBC Trans


ia de Imagens do Portal InterBuss

Luiz Henrique Ledo Santâ&#x20AC;&#x2122;Anna Busscar Urbanuss Mercedes-Benz OF-1417 Cidade de Ubatuba

Luiz Gustavo Alves Faria Marcopolo Paradiso GV 1150 Scania K113 Expresso de Prata

www.portalinterbuss.com.br | 19


Rede Social

As melhores fotos de ônibus publicadas nas redes sociais

Marcos Pedrazzi

Rodrigo Gomes

José Franca Neto

Danilo Vitorino

Caio Apache Vip Vera Cruz OCD Holding

Busscar Vissta Buss HI N. S. da Penha OCD Holding

20 | www.portalinterbuss.com.br

Mascarello Gran Micro Viação Alcantara OCD Holding

Marcopolo Torino Santa Maria OCD Holding


Wallace Barcellos Marcopolo Torino Viação Estrela OCD Holding

Fernando Martins Antunes Caio Millennium VB Transportes OCD Holding

www.portalinterbuss.com.br | 21


Aviação

Anac anuncia restrição de embarque de armas de fogo na cabine de aviões em vôos domésticos

RESTRIÇÃO NAS ALTURAS • por Panrotas <panrotas.com.br> A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) anunciou a restrição de embarque de armas de fogo na cabine de aeronaves em voos domésticos. A nova regra passa a valer dentro de duas semanas, a partir de 27 de julho, e serão autorizados apenas os agentes públicos que comprovem estar realizando atividades específicas, como escolta de autoridade, testemunha ou passageiro custodiado; que estejam em atividade investigatória; ou deslocamentos em que precisem estar armados para cumprir, logo ao desembarcar, missão para a qual foram convocados. A pessoa que se enquadrar nas condições acima deverá solicitar autorização junto à Polícia Federal (PF), sendo necessária a apresentação de documento da instituição na qual o agente atua, a fim de comprovar a atividade que será exercida. Os passageiros que não se encaixarem no perfil definido pela agência reguladora poderão transportar a arma e munições como bagagem despachada. Nesse caso, também é necessária a autorização da Polícia Federal, que deverá ser apresentada

22 | www.portalinterbuss.com.br

ao operador aeroportuário no momento do despacho. O intuito da mudança, de acordo com nota divulgada pela Anac, é aumentar o nível de segurança a bordo das aeronaves civis. “É competência da Anac regular a segurança da aviação civil e expedir regras sobre o porte e transporte de armamentos, explosivos, material bélico ou de quaisquer outros produtos, substâncias ou obje-

tos que possam pôr em risco os tripulantes ou passageiros, ou a própria aeronave”, afirma o documento. Ele também ressalta o fato de que a mudança leva o Brasil a seguir as melhores práticas internacionais sobre embarque de armas e munições (anexo 17 da Convenção de Chicago) e adere ao Programa Nacional de Segurança da Aviação Civil contra Atos de Interferência Ilícita (PNAVSEC).


A MOBILIDADE DEVE SER PARA TODOS. PARA QUEM ANDA NA RUA E NA CALÃ&#x2021;ADA.

interbuss MOBILIDADE

&

TRANSPORTE


A INTEGRAÇÃO DOS MODAIS NÃO É UMA UTOPIA. CIDADE SUSTENTÁVEL É CIDADE INTEGRADA.

interbuss MOBILIDADE

&

TRANSPORTE

Revista InterBuss | Edição 405 | 05.08.2018  

Edição com 24 páginas | Confira nesta edição a cobertura completa sobre a feira Transpublico 2018, realizada em São Paulo. Vejam também as f...

Revista InterBuss | Edição 405 | 05.08.2018  

Edição com 24 páginas | Confira nesta edição a cobertura completa sobre a feira Transpublico 2018, realizada em São Paulo. Vejam também as f...

Advertisement