Page 1

interbuss

RELEMBREM AS FOTOS DA GALERIA DO INTERBUSS

PORQUE TRANSPORTE É VIDA | ANO 8 | N° 382 | 25 DE FEVEREIRO DE 2018

VOLVO CONTRATA E PRODUÇÃO CRESCE

Novo turno para caminhões e aumento das exportações melhoram cenário da montadora COLUNA DE MARISA VANESSA ESTÁ DE VOLTA!


UMA REVISTA

PARA QUEM QUER

SABER TUDO SOBRE TRANSPORTE

NO BRASIL

E NO MUNDO. TODO DOMINGO,

UMA NOVA EDIÇÃO.

interbuss PORQUE TRANSPORTE É VIDA

CONTEÚDO DE QUALIDADE COM RESPONSABILIDADE


PEÇAS PARA

BUSSCAR

ANUNCIE NA

INTERBUSS

CONFIRA NOSSAS PROMOÇÕES!

E FIQUE PERTO DO SEU PÚBLICO E DOS SEUS POTENCIAIS 170,00 TORNEIRA SANITARIO BUSSCAR

CLIENTES

ESPELHO RETROVISOR EXTERNO LE BUSSCAR MARTE MANUAL R$

1309,73

R$

PORTA DIANTEIRA PANTOGRAFICA LD BUSSCAR JUMBUSS 360 R$

7419,00

Linha completa de CONTACTE-NOS E FAÇA BOM NEGÓCIO peças de UM reposição Busscar. revista@portalinterbuss.com.br Confiram em nossa loja virtual. Compre pela internet! www.apolloonibus.com.br LANTERNA PISCA AMARELA BUSSCAR >01 R$

interbuss

37,23

RUA MÁRIO JUNQUEIRA DA SILVA, 1580 JARDIM EULINA - CAMPINAS/SP

PORQUE TRANSPORTE É VIDA

FONE: (19) 3395-1668 NEXTEL: 55*113*14504


NESTA EDIÇÃO A GRANDE MATÉRIA

Volvo abre 2º turno para cam

Aumento das exportações e melhora do cenário interno é positivo par SUMÁRIO

6 NOSSA OPINIÃO

12 PÔSTER

7 A IMAGEM MARCANTE

14 DEU NA IMP

8 A GRANDE MATÉRIA

16 REDE SOCIA

11 ADAMO BAZANI

18 O MELHOR D

A crise do transporte em São Carlos/SP

A foto que marcou a semana no setor de transportes

Exposição mostra vários olhares da mobilidade urbana

Rio de Janeiro tinha sistema de propina para judiciário

Marcopolo Viale, por Gabr

As notas da imprensa espe

O seu espaço na InterBuss

As melhores fotos publica


ANO 8 | Nº 382 | DOMINGO, 25 DE FEVEREIRO DE 2018 | 1ª EDIÇÃO | CONCLUÍDA ÀS 21h21 (4ª) EDIÇÃO COM 24 PÁGINAS

minhões

ra a montadora

riel Dias

PRENSA ecializada

AL s

DA INTERBUSS

adas no Portal InterBuss

09

O MELHOR DA INTERBUSS

Confiram seleção de fotos que já foram publicadas na Galeria

Melhores fotos da Galeria do InterBuss estão de volta

18

A GRANDE MATÉRIA

Exposição mostra várias faces da mobilidade urbana no mundo

Fotos e vídeos podem ser conferidas na exposição em S. Paulo

08

DEU NA IMPRENSA

Iveco vende 555 caminhões e ônibus para a Costa do Marfim

Todos os ônibus vendidos são movidos a gás natural

14

REDE SOCIAL

Confira as melhores fotos que foram publicadas no Facebook

As melhores fotos da semana saem aqui na Interbuss!

16


EXPEDIENTE

Uma publicação da InterBuss Comunicação Ltda. DIRETORIA InterBuss Comunicação REVISÃO InterBuss Comunicação ARTE E DIAGRAMAÇÃO InterBuss Comunicação AGRADECIMENTOS DESTA EDIÇÃO Agradecemos à todos os colaboradores de todo o país pelas fotos enviadas esta semana para capa, matérias e pôster. SOBRE A REVISTA INTERBUSS A Revista InterBuss é uma publicação semanal do site Portal InterBuss com distribuição on-line livre para todo o mundo. Seu público-alvo são frotistas, empresários do setor de transportes, gerenciadores de trânsito e sistemas de transporte, poder público em geral e admiradores e entusiastas de ônibus de todo o Brasil e outros países. Todo o conteúdo da Revista InterBuss provenientes de fontes terceiras tem seu crédito dado sempre ao final de cada material. O material produzido pela nossa equipe é protegido pela lei de direitos autorais e sua reprodução é autorizada após um pedido feito por escrito, e enviado para o e-mail revista@ portalinterbuss.com.br. As fotos que ilustram todo o material da revista são de autoria própria e a reprodução também é autorizada apenas após um pedido formal via e-mail. As imagens de autoria terceira têm seu crédito disponibilizado na lateral da mesma e sua autorização de reprodução deve ser solicitada diretamente ao autor da foto, sem interferência da Revista InterBuss. A impressão da revista para fins particulares é previamente autorizada, sem necessidade de pedido. PARA ANUNCIAR Envie um e-mail para contato@portalinterbuss.com. br ou ligue para (19) 99483-2186 e converse com nosso setor de publicidade. Você poderá anunciar na Revista InterBuss, ou em qualquer um dos sites parceiros do grupo InterBuss, ou até em nosso site principal. Temos diversos planos e com certeza um deles se encaixa em seu orçamento. Consulte-nos! PARA ASSINAR Por enquanto, a Revista InterBuss está sendo disponibilizada livremente apenas pela internet, através do site www.revistainterbuss.com.br. Por esse motivo, não é possível fazer uma assinatura da mesma. Porém, você pode se inscrever para receber um alerta assim que a próxima edição sair. Basta enviar uma mensagem para revista@portalinterbuss.com.br e faremos o cadastro de seu e-mail ou telefone e você será avisado. CONTATO A Revista InterBuss é um espaço democrático onde todos têm voz ativa. Você pode enviar sua sugestão de pauta, ou até uma matéria completa, pode enviar também sua crítica, elogio, ou simplesmente conversar com qualquer pessoa de nossa equipe de colunistas ou de repórteres. Envie seu e-mail para revista@ portalinterbuss.com.br ou contato@portalinterbuss. com.br. Procuramos atender a todos o mais rápido possível. A EQUIPE INTERBUSS A equipe do Portal InterBuss existe desde 2000, desde quando o primeiro site foi ao ar. De lá pra cá, tivemos grandes conquistas e conseguimos contatos com os mais importantes setores do transporte nacional, sempre para trazer tudo para você em primeira mão com responsabilidade e qualidade. Por conta disso, algumas pessoas usam de má fé, tentando ter acesso a pessoas e lugares utilizando o nome do Portal InterBuss, falando que é de nossa equipe. Por conta disso, instruímos a todos que os integrantes oficiais do Portal e Revista InterBuss são devidamente identificados com um crachá oficial, que informa o nome completo do integrante, mais o seu cargo dentro do site e da revista. Qualquer pessoa que disser ser da nossa equipe e não estiver devidamente identificada, não tem autorização para falar em nosso nome, e não nos responsabilizamos por informações passadas ou autorização de entradas dadas a essas pessoas. Qualquer dúvida, por favor entre em contato pelo e-mail contato@portalinterbuss.com.br ou pelo telefone (19) 99483.2186, sete dias por semana, vinte e quatro horas por dia.

NOSSA OPINIÃO

Editorial

O grande problema do transporte em São Carlos A situação do transporte público na cidade de São Carlos, região central do interior de São Paulo, é simplesmente caótica e mostra o total despreparo das prefeituras em gerenciar um sistema de mobilidade urbana. Após decretar intervenção na empresa Suzantur, que estava operando e já tinha anunciado que ia sair da cidade por não ter mais condições financeiras de prosseguir com os serviços, a prefeitura foi mais rápida e dias antes da saída fatídica, a intervenção foi decretada. Dessa forma, o poder público passou a ser responsável pelo sistema de transporte coletivo, gerenciamento da garagem e dos ônibus, manutenção e pagamento dos funcionários. Só que na primeira semana já faltou combustível, o que impediu que boa parte da frota fosse às ruas. Tudo isso porque a Suzantur já estava operando com frota reduzida e obviamente a prefeitura não repôs esses veículos. A população, de saco cheio de toda a presepada da prefeitura, foi às ruas e protestou contra esse desserviço, já que muita gente estava perdendo compromissos importantes já que não havia número de ônibus suficiente nas ruas. O mais curioso de tudo isso foi a empresa que foi retirada das ruas pela prefeitura, a Athenas Paulista, emprestar ônibus que estavam parados em sua garagem desde a chegada da Suzantur com seus veículos velhos (sim, veículos velhos, pois quando esta chegou à cidade levou um grande lote de ônibus usados advindos de várias partes do país, muitos deles em mau estado de conservação). A prefeitura diz que a Athenas Paulista emprestou os veículos de forma gratuita e de boa vontade. Muito estranho uma empresa que foi retirada pelo governo municipal depois de anos de serviços prestados emprestar ônibus (que são antigos mas estavam em bom estado de conservação, melhor que os da Suzantur) para o mesmo governo. A prefeitura diz que estava procurando vinte ônibus para alugar e repor a frota que faltava nas ruas, mas aí entrou a Athenas e fez esse empréstimo de forma totalmente gratuita. A Athenas Paulista operava na cidade de São Carlos há muitos anos, desde quando chamava-se Renascença. Apesar da frota ser relativamente antiga (alguns veículos tinham mais de 15 anos de uso), ela era bastante conservada e prestava um bom serviço à cidade. A prefeitura decidiu fazer a troca da viação, contratando emergencialmente a Suzantur, que nunca operou de forma correta. Sempre com ônibus a menos do que o contratado, a empresa alegava que o serviço dava prejuízo e reclamava de atrasos nos repasses de verbas do poder público. Tudo isso culminou no rompimento do contrato de forma unilateral por parte da Suzantur e por fim, logo depois veio a intervenção da prefeitura. Isso mostra que as prefeituras não tem a menor condição de operar um sistema de transporte público no Brasil, a não ser onde isso sempre foi feito ou já há um serviço do mesmo tipo há alguns anos. De imediato, a situação é bastante complicada e o melhor caminho é delegar o serviço a uma empresa especializada, desde que as exigências contratuais sejam benéficas para o usuário (apesar de quase nunca isso acontecer). A intervenção no serviço de transporte é apenas um paliativo e que não resolve o problema causado pela empresa operadora, e o exemplo de São Carlos está aí, diante de todos. Enquanto isso, o edital de licitação do transporte de lá não sai do papel e a população continua sofrendo as consequências da intervenção, até o momento, desastrosa.


A IMAGEM MARCANTE

Santa Rosa, RS

Terça-feira, 20 de Fevereiro de 2018

Uma pessoa morreu e outras três ficaram feridas vítimas de uma colisão frontal entre um automóvel e um ônibus, na BR 472 em Santa Rosa. As vítimas estavam em um automóvel Gol. No ônibus da empresa Sulserra ninguém ficou ferido. O automóvel era conduzido no sentido Santa Rosa-Três de Maio, e depois de cruzar por uma curva da rodovia por motivos desconhecidos invadiu a pista contrária ocasionando a colisão frontal contra o ônibus. O automóvel ficou no meio da rodovia, e o motorista morreu prensado nas ferragens. O ônibus saiu da pista a direita e bateu contra uma árvore, o que evitou que descesse um barranco. Os passageiros saíram pelas janelas do coletivo.As informações são do site O Empreendedor.


A GRANDE MATÉRIA

Exposição

Os vários olhares sobre a mobilidade pelo mundo Da Veja | notícias

Uma nova exposição que discute a mobilidade urbana em diversas cidades do mundo abre em São Paulo neste sábado (17). Passagens – Espaço de Transição para a Cidade do Século XXI reúne fotos, vídeos e instalações que abordam alguns dos principais problemas e soluções urbanísticas encontradas em metrópoles de vinte países. A exposição, idealizada pelo Instituto Cidade em Movimento (IVM, da sigla em francês), já passou por Paris, Pequim, Barcelona e Buenos Aires, e agora chega ao Museu da Casa Brasileira (MCB). Além de fotos, uma instalação multimídia permitirá aos visitantes “experimentarem” a mobilidade em vários contextos urbanos, como em Bangcoc, na Tailândia. Ainda serão exibidos os cinco curtas-metragens africanos selecionados a partir de um concurso do IVM para jovens diretores do continente em 2015, que mostram olhares e abordagens singulares sobre as passagens em diferentes países da África. A exposição ainda chegará ao mundo virtual. O público será convidado a postar fotos das barreiras e acessos que encontram em seu cotidiano nas redes sociais (Instagram, Facebook e Twitter) usando a hashtag #mostrapassagens. Algumas dessas imagens serão mostradas em um monitor localizado no espaço expositivo. Passagens ficará aberta entre os dias 17 de fevereiro e 8 de abril e pode ser visitada de terça a domingo, das 10h às 18h, na Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2705. Os ingressos custam 10 reais (inteira) e 5 reais (meia). Crianças até 10 anos e adultos maiores de 60 anos não pagam. Aos finais de semana e feriados, a entrada é gratuita para todos.

08 interbuss | 25.02.2018


Mercado

Volvo contrata 250, abre 2º turno e exporta mais Vendas de caminhões e ônibus melhoraram e Volvo investe Da Volvo LA | assessoria

O Grupo Volvo está aumentando a produção de caminhões em seu complexo industrial de Curitiba. A empresa contratou cerca de 100 funcionários no final do ano passado e já está empregando mais 150 pessoas no início de 2018. “A retomada da economia e uma expectativa de crescimento do mercado de caminhões acima de 30% este ano são os grandes motivadores para a expansão”, declara Wilson Lirmann, presidente do Grupo Volvo América Latina. As exportações de ônibus também aumentaram. As recontratações ocorrem depois de um dos períodos mais difíceis da história do setor de transporte no Brasil, quando em seu auge chegou a atingir uma queda de 70% nas vendas de caminhões. A previsão do Grupo Volvo é que a economia se recupere lentamente e que as vendas de caminhões acompanhem esse ritmo, também numa elevação gradativa. A Volvo terminou 2017 mais uma vez na liderança brasileira do segmento de caminhões pesados. Com 26,9% de participação, é a quarta vez consecutiva que a marca lidera este mercado, voltado principalmente para o transporte de longas distâncias. Além da liderança de mercado, outro destaque da Volvo foi o desempenho do FH, o caminhão pesado mais vendido do país em 2017. Foram emplacadas 4.505 unidades do modelo, um crescimento de 27% em relação aos volumes registrados no ano anterior. Exportações de ônibus Em ônibus a Volvo também teve bons resultados, principalmente na exportação. As vendas externas já alcançam 75% do total dos negócios. Com grandes negócios fora do Brasil, principalmente na região hispânica da América Latina, a Volvo entregou lotes de ônibus para muitos países, com destaque para o Panamá e a Guatemala, que renovaram ou ampliaram suas frotas de veículos urbanos. Foram vendidos 1.055 chassis de ônibus no ano passado, 791 deles

exportados. “Temos vocação exportadora”, diz Fabiano Todeschini, presidente da Volvo Buses Latin America. Serviços Financeiros Braço financeiro do Grupo, a Volvo Financial Services (VFS) também teve um bom ano. Em 2017, o Banco Volvo continuou sendo o principal responsável pelo financiamento aos clientes no Brasil, com uma participação em torno de 45% das vendas do Grupo Volvo nos segmentos

de caminhões, ônibus e equipamentos de construção. “Somos uma organização especializada em transportes e, mesmo num cenário econômico adverso, mantivemos e ampliamos a nossa oferta de soluções financeiras para atender as necessidades dos clientes”, afirma Ruy Meirelles, presidente da VFS Brasil. A instituição também atingiu um bom resultado na área de consórcio, com a comercialização de R$ 900 milhões em cartas de crédito. O volume de prêmios de seguros foi de R$ 80 milhões. 25.02.2018 |

interbuss 09


COLUNAS

NOSSO TRANSPORTE ADAMO BAZANI | adamobus@gmail.com

Ex-presidente do TCE-RJ confirma esquema de prop para “vista grossa” em favor de empresários de ôn O ex-presidente do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro, Jonas Lopes Carvalho, prestou depoimento na manhã desta quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018, ao juiz federal Marcelo Bretas, responsável pelos processos da Operação Lava-Jato no Estado, e confirmou que, por meio da Fetranspor – Federação das Empresas de Transportes do Estado do Rio de Janeiro, donos de empresas de ônibus pagavam propinas para ao menos cinco dos seis conselheiros do órgão para que o tribunal fizesse “vista grossa” em relação a irregularidades cometidas pelas companhias de transportes, entre as quais, do empresário Jacob Barata Filho. O depoimento ocorreu no âmbito da Operação Ponto Final, um desdobramento da Lava-Jato, que chegou no ano passado a prender duas vezes Jacob Barata Filho, conhecido como “Rei do Ônibus”, e o então presidente da Fetranspor, Lélis Marcos Teixeira, que foram beneficiados por três decisões do ministro do STF – Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, e respondem em liberdade. Jonas Lopes Carvalho chegou a falar de valores em torno de R$ 70 mil por mês. Ainda segundo o depoimento, a “mesada” foi acertada após uma reunião entre representantes das empresas de ônibus, como o então presidente do Conselho de Administração da Fetranspor, José Carlos Reis Lavouras, que também é dono de empresa de ônibus, e Jonas Lopes Carvalho. A reunião, de acordo com Jonas Lopes, foi intermediada pelo presidente da Alerj – Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro, Jorge Picciani (PMDB). A reunião foi na casa de Picciani, na Barra da Tijuca, área nobre da zona Oeste do Rio. Hoje, o parlamentar está preso na Cadeia Publica José Frederico Marques. O TCE detectou que em torno de R$ 90 milhões em créditos expirados do Bilhete Único do Rio estavam nas contas das empresas de ônibus. Trata-se de dinheiro recebido por serviço que não foi prestado. O pagamento da propina seria, segundo o depoimento, para o TCE não pedir a devolução deste dinheiro apropriado pelas empresas. Entretanto, o primeiro parecer da corte de contas pela devolução já

10 interbuss | 25.02.2018

tinha sido dado. “Passado um tempo, recebo ligação do presidente da Assembleia, Jorge Picciani me convidando para uma reunião na casa dele. Me informou que estaria na reunião o José Lavouras (ex-conselheiro da Fetranspor) … Eles ponderaram (sobre o pedido do TCE), e eu disse que não voltaria atrás na decisão. Ele, Lavouras, fez oferecimento com ajuda do Picciani, numa conversa a três, de pagar um valor ao Tribunal de Contas para que tivesse ‘boa vontade’ com os processos do setor de transportes. Falei que o acordo não implicava voltar atrás em alguma decisão”

O ex-presidente do TCE disse que o dinheiro era pago a seu filho, Jonas Lopes Carvalho Neto, e operado pelo ex-presidente da Fetranspor, Lélis Marcos Teixeira. Ainda no ano de 2015, Jonas Lopes Carvalho disse que houve outra reunião, desta vez com o governador Luiz Fernando Pezão, o então secretário de transportes e atual deputado estadual Carlos Roberto Osório e o então procurador Leonardo Espíndola. Segundo o depoimento desta quarta-feira, novamente o assunto foi o arquivamento da investigação do TCE sobre os créditos expirados do Bilhete Único. Pezão teria dito que o assunto


pina nibus

Jonas Lopes Carvalho reiterou ainda informação que viações pagavam R$ 70 mil por mês para ao menos cinco dos seis ex-integrantes da corte para arquivar processo que apurava desvio de R$ 90 milhões em créditos do Bilhete Único

causava uma espécie de mal estar no governo. “Já fui prevenido com o que pudesse me ser solicitado. E aí o governador ponderou que (o processo) estava causando transtorno muito grande” – disse Jonas Lopes no depoimento. O ex-presidente do TCE disse que se sentiu pressionado e que propôs suspender o processo por 90 dias. Ou seja, a decisão não foi técnica, mas motivada pelo oferecimento da propina. Mas a ligação entre empresários de ônibus do Rio de Janeiro e a antiga corte do

TCE é anterior ao episódio dos créditos de bilhetagem. Houve, segundo o depoimento, contatos entre 2013 e 2014, inclusive com a participação do ex-governador do Rio, Sergio Cabral, preso em Curitiba. Jonas disse que o tribunal encontrou diversas irregularidades nos serviços de ônibus e que avisou, não institucionalmente, Cabral sobre o fato. “Informei porque sabia, vamos dizer assim, de sua amizade, ou melhor dizendo, do seu (de Cabral) relacionamento forte, com os empresários do setor de transportes”

O então governador Sérgio Cabral então pediu, ainda de acordo com o depoimento, que a auditoria fosse feita só depois das eleições. A verificação foi feita após o primeiro turno. O ex-presidente do TCE e o filho firmaram acordo de delação premiada. O MPF – Ministério Público Federal estima que o esquema de propina dos empresários de ônibus em dez anos movimentou para políticos e agentes públicos, em torno de R$ 500 milhões. As defesas dos citados ainda não se pronunciaram sobre o depoimento de hoje. 25.02.2018 |

interbuss 11


interbuss

GABRIEL DIAS

Marcopolo Viale Benfica BBTT, em São Paulo/SP


DEU NA IMPRENSA

Transpo Online

RESUMO DAS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DA IMPRENSA ESPECIALIZADA

Iveco vende 555 ônibus e caminhões para Abdijan

Do site | notícias A Iveco confirmou a venda de 555 veículos para Abidjan, capital financeira da República da Costa do Marfim, na África Ocidental. Ao todo, serão 30 Dailys, 21 Eurocargos e 54 Trakkers, além de 400 ônibus Crossway Low Entry e 50 ônibus urbanos Crealis, movidos a GNV.

14 interbuss | 25.02.2018

Tratam-se dos primeiros circulares a gás natural entregues na África com esse tipo de combustível. Os níveis de emissões referentes a partículas finas são próximos de zero e os de óxido de nitrogênio são reduzidos em 60%, em comparação com o atual limite regulamentar Euro VI. Os níveis de ruído também são reduzidos em 50%, proporcionando uma

operação mais silenciosa. Os caminhões serão aplicados nas operações de gestão de resíduos na cidade e os ônibus integrarão a frota de transporte público de Abidjan, por meio da SOTRA (Société des transports Abidjanais). O Moroccan Premium Group, concessionário da Iveco na África Ocidental, será o responsável pelo serviço de pós-venda dos produtos.


Transpo Online

Peterbilt 579 UltraLoft é só conforto ao motorista

Do site | notícias

A Peterbilt apresentou o modelo 579 UltraLoft para o mercado norte-americano. A nova cabine Premium oferece maior grau de conforto ao motorista. “O Modelo 579 tem sido um grande sucesso para nossos clientes rodoviários e, agora, a Peterbilt está levando este caminhão ao próximo nível”, disseafirmou Kyle Quinn, vice-presidente sênior da Paccar. A experiência do caminhoneiro foi o fator chave na concepção do novo UltraLoft. Ao otimizar o espaço disponível, foi possível proporcionar maior conforto e melhor acabamento ao modelo, incluindo novo modelo de beliche com colchões maiores, espaço para acomodar microondas área para a instalação de uma TV 32 polegadas de tela plana. O projeto do UltraLoft permitiu um ganho aerodinâmico estimado em 2%, melhorando a eficiência energética do caminhão. “Durante o desenvolvimento do projeto, perguntamos o que é melhor para os motoristas: conforto ou produtividade? Então aumentamos o espaço livre para maximizar a experiência do motorista”, informou Scott Newhouse, diretor de Engenharia da Peterbilt Motors Company.

25.02.2018 |

interbuss 15


REDE SOCIAL

AS MELHORES FOTOS DA SEMANA NO FACEBOOK

Rayllander Almeida | Busscar Jum Buss 360

Wallace Barcellos | Marcopolo Paradiso G7

Rodrigo Gomes | Marcopolo Paradiso G7 1200

Silvano Prado Janjão | Marcopolo Paradiso G7

André Luiz | Comil Campione HD

Heron Junior | Marcopolo Torino

16 interbuss | 25.02.2018


Icaro Chagas | Marcopolo Paradiso G6 1800DD

Rafael Caldas | Comil Campione DD

Bernardo Faria | Comil Invictus 1200

Willian Schimitt | Marcopolo Paradiso G7 1800DD

Edcarlos Rodrigues | Neobus Spectrum City

JosĂŠ Geyvson da Silva | Comil Svelto Midi 25.02.2018 |

interbuss 17


O MELHOR DA INTERBUSS

UMA SELEÇÃO DAS MELHORES FOTOS PUBLICADAS NAS GALERIAS DO PORTA

Diego Almeida Marcopolo Paradiso G7 1200 Scania K340 | Progresso

Diego Almeida Marcopolo Paradiso G7 1200 MBB O-500RSD | Princ. do Agreste

Matheus Novacki Neobus Mega BRT Volo B7R | Transporte Coletivo Glória

Matheus Novacki Neobus Mega BRT Volo B7R | Transporte Coletivo Glória

Gabriel Sobreira Mascarello Gran Via Volksbus 17 230 | Transcooper Fênix

Gabriel Sobreira Caio Apache Vip MBB O-500M | Novo Horizonte

18 interbuss | 25.02.2018


S JÁ TAL INTERBUSS

Thiago Sione Silva Caio Apache Vip MBB OF-1418 | Litoral Rio

Victor Hugo Guedes Pereira Busscar Urbanuss Pluss MBB OH-1628 | Viação Garcia

Rogério Guezzi Marcopolo Paradiso G7 1200 MBB O-500RSD | Viação Motta

Sérgio Carvalho Caio Apache Vip MBB OF-1722M | Viação Osasco

Graciliano Passos Marcopolo Paradiso G6 1550LD MBB O-500RSD | Torres Turismo

Graciliano Passos Comil Campione MBB OF-1722M | Viação Sandra 25.02.2018 |

interbuss 19


O MELHOR DA INTERBUSS

Adriano Minervino Caio Apache Vip MBB OF-1721 | Tijuquinha

Adriano Minervino Marcopolo Viale MBB OF-1722 | Viação Ingá

César Castro Marcopolo Paradiso G6 1200 MBB O-500RS | Águia de Ferro

César Castro Monobloco MBB O-364 | Consfor

Felipe Pessoa de Albuquerque Caio Apache Vip MBB OF-1722M | Expresso Vitória

Felipe Pessoa de Albuquerque Marcopolo Paradiso G7 1200 MBB O-500RS | Camurujipe

20 interbuss | 25.02.2018


Chailander Borges Marcopolo Paradiso GV 1150 Scania K113TL | Salutaris

Franciel Souza Marcopolo Paradiso GV 1150 Scania K113TL | Braganรงa

Raphael Malacarne Marcopolo Paradiso G6 1200 MBB O-500RSD | Novo Horizonte

Raphael Malacarne Busscar El Buss 320 MBB OF-1620 | Metrรณpolis

Felipe Pessoa de Albuquerque Marcopolo Viaggio G6 1050 MBB O-400RSE | Aguia Branca

Felipe Pessoa de Albuquerque Busscar Vissta Buss LO MBB O-500RS | Santana 25.02.2018 |

interbuss 21


COLUNAS

VIAGENS & MEMÓRIA

MARISA VANESSA N. CRUZ | ideiaselembrancas@gmail.com

Visitando Florianópolis, a capital catarinense Neste mês de Janeiro eu visitei Florianópolis e foi minha primeira visita à cidade. Aproveitei e conheci o sistema de transporte público da capital catarinense. Reparei que todos os seus ônibus estão em excelente estado, impecáveis. Os terminais urbanos organizados, com tabelas horárias afixadas, obedecendo rigorosamente os horários de partidas. Em Florianópolis, atualmente cinco empresas fazem parte do Consórcio Fênix, criado em 2014: 0xxx e 50xxx - Transol 1xxx e 11xxx - Canasvieiras 3xxx e 23xxx - Emflotur 4xxx e 34xxx - Estrela 5xxx e 45xxx - Insular (e ainda tem 44xxx exEstrela). Há esquema de ônibus executivos (pintura amarela) e estão distribuídos desta forma: 5xxx e 55xxx - Transol 6xxx e 16xxx - Canasvieiras 1xxx e 31xxx - Estrela 3xxx e 43xxx - Insular A partir de 2014, os ônibus novos receberam prefixos de 5 dígitos ao invés de 4, identificando realmente quem é a empresa detentora de seus ônibus, porém para veículos antes dessa data, seus respectivos prefixos permanecem em 4 dígitos. O que eu vi de interessante: A frota mais velha que eu encontrei é de 2002: Há articulados da Transol (Marcopolo Viale articulado sobre Volvo B10M) fabricados entre 2002 e 2003 que ainda circula na cidade. É difícil encontrar ônibus utilizando letreiro de lona: Encontrei um: a Canasvieiras possui ao menos um modelo, prefixo 1351, ano 2006 (Marcopolo Viale sobre MBB OF1722M). E além deste, há ônibus executivos (Marcopolo Senior Midi sobre chassi Agrale MA 15.0 ou VW 15-190) da Canasvieiras, de prefixos ímpares 604x e 605x também com letreiros de lona. Nem precisei adquirir o Cartão Turista, visto que no interior dos terminais há transferência gratuita entre ônibus, porém no Terminal Centro (TICEN), são várias plataformas que caso caminhe para outra, teria que sair do terminal e pagar de novo a passagem. Somente para ir ao Terminal Lagoa da Conceição (TILAG) direto é que sai em plataforma separada às linhas que vão para outros terminais, como o Canasvieiras, Santo Antônio, Rio Tavares e Trindade. Ou seja, do Terminal Centro ao Terminal Lagoa da Conceição, garantindo a

22 interbuss | 25.02.2018

integração, teria que pegar um ônibus que passa no Terminal Trindade, e de lá, pegar outro para o Terminal Lagoa da Conceição. E para terminar, repare que no letreiro dos ônibus estão a sigla dos terminais. Caso não lembrar, aqui vai um palpite:

TICEN - Terminal Centro TICAN - Terminal Canasvieiras TITRI - Terminal Trindade TILAG - Terminal Lagoa da Conceição TIRIO - Terminal Rio Tavares TISAN - Terminal Santo Antônio


ANUNCIE NA

INTERBUSS E FIQUE PERTO DO SEU PÚBLICO E DOS SEUS POTENCIAIS

CLIENTES CONTACTE-NOS E FAÇA UM BOM NEGÓCIO

revista@portalinterbuss.com.br

interbuss PORQUE TRANSPORTE É VIDA


NOVA INTERBUSS. NOVO CONTEÚDO

NOVA VISÃO TUDO NOVO TUDO POR VOCÊ interbuss PORQUE TRANSPORTE É VIDA

Revista InterBuss | Edição 382 | 25.02.2018  

Edição com 24 páginas | Concluída na quarta (21) | Confira nesta edição matéria sobre a retomada do crescimento da Volvo no Brasil. Vejam ta...

Revista InterBuss | Edição 382 | 25.02.2018  

Edição com 24 páginas | Concluída na quarta (21) | Confira nesta edição matéria sobre a retomada do crescimento da Volvo no Brasil. Vejam ta...

Advertisement