Page 1

interbuss

VOLTAREMOS NO DIA 14/01/2018. BOAS FESTAS!

PORQUE TRANSPORTE É VIDA | ANO 8 | N° 375 | 24 DE DEZEMBRO DE 2017

PRÊMIO INTERBUSS 2017

N. S. PENHA, A MELHOR EMPRESA ANTT

Empresa vence categoria nacional pela primeira vez e se destaca; Confiram as outras vencedoras NESTA ÚLTIMA EDIÇÃO DO ANO, RETROSPECTIVA 2017


UMA REVISTA

PARA QUEM QUER

SABER TUDO SOBRE TRANSPORTE

NO BRASIL

E NO MUNDO. TODO DOMINGO,

UMA NOVA EDIÇÃO.

interbuss PORQUE TRANSPORTE É VIDA

CONTEÚDO DE QUALIDADE COM RESPONSABILIDADE


PEÇAS PARA

BUSSCAR

ANUNCIE NA

INTERBUSS

CONFIRA NOSSAS PROMOÇÕES!

E FIQUE PERTO DO SEU PÚBLICO E DOS SEUS POTENCIAIS 170,00 TORNEIRA SANITARIO BUSSCAR

CLIENTES

ESPELHO RETROVISOR EXTERNO LE BUSSCAR MARTE MANUAL R$

1309,73

R$

PORTA DIANTEIRA PANTOGRAFICA LD BUSSCAR JUMBUSS 360 R$

7419,00

Linha completa de CONTACTE-NOS E FAÇA BOM NEGÓCIO peças de UM reposição Busscar. revista@portalinterbuss.com.br Confiram em nossa loja virtual. Compre pela internet! www.apolloonibus.com.br LANTERNA PISCA AMARELA BUSSCAR >01 R$

interbuss

37,23

RUA MÁRIO JUNQUEIRA DA SILVA, 1580 JARDIM EULINA - CAMPINAS/SP

PORQUE TRANSPORTE É VIDA

FONE: (19) 3395-1668 NEXTEL: 55*113*14504


NESTA EDIÇÃO PRÊMIO INTERBUSS 2017

Viação N. S. Penha, a melhor

Empresa vence pela primeira vez a categoria Operador Nacional Inter SUMÁRIO

6 NOSSA OPINIÃO A crise das viações em 2017

7 A IMAGEM MARCANTE

A foto que marcou a semana no setor de transportes

8

A GRANDE MATÉRIA Pássaro Marron recebe novos ônibus executivos

10 RETROSPECTIVA 2017 Os principais fatos do ano nos transportes

16 ADAMO BAZANI Confusão na Itapemirim continua

18 PÔSTER 20 DEU NA IMP 22 PRÊMIO INT 28 REDE SOCIA 30 O MELHOR D 34 MARISA VAN

Marcopolo Paradiso G7, p

As notas da imprensa espe

Veja como foi a votação e

O seu espaço na InterBuss

As melhores fotos publica

Colunistas | Como andar n


ANO 8 | Nº 375 | DOMINGO, 24 DE DEZEMBRO DE 2017 | 1ª EDIÇÃO | CONCLUÍDA ÀS 21h59 (5ª) EDIÇÃO COM 36 PÁGINAS

or do país

restadual ANTT

22

por Gabriel Dias

PRENSA ecializada

TERBUSS 2017 as vencedoras

AL s

DA INTERBUSS

adas no Portal InterBuss

NESSA N. CRUZ

no VLT do Rio de Janeiro

RETROSPECTIVA 2017

O que foi notícia nas páginas e no site da Revista InterBuss

Confira o resumo do ano de 2017 no setor de transportes

10

A GRANDE MATÉRIA

Pássaro Marron recebe G7 com configuração exclusiva

Novos ônibus executivos possuem 14 metros e 42 assentos

08

DEU NA IMPRENSA

Chineses querem investir na infraestrutura de transporte

Dinheiro seria aplicado em melhorias no Mato Grosso

21

REDE SOCIAL

Confira as melhores fotos que foram publicadas no Facebook

As melhores fotos da semana saem aqui na Interbuss!

16


EXPEDIENTE

Uma publicação da InterBuss Comunicação Ltda. DIRETORIA InterBuss Comunicação REVISÃO InterBuss Comunicação ARTE E DIAGRAMAÇÃO InterBuss Comunicação AGRADECIMENTOS DESTA EDIÇÃO Agradecemos à todos os colaboradores de todo o país pelas fotos enviadas esta semana para capa, matérias e pôster. SOBRE A REVISTA INTERBUSS A Revista InterBuss é uma publicação semanal do site Portal InterBuss com distribuição on-line livre para todo o mundo. Seu público-alvo são frotistas, empresários do setor de transportes, gerenciadores de trânsito e sistemas de transporte, poder público em geral e admiradores e entusiastas de ônibus de todo o Brasil e outros países. Todo o conteúdo da Revista InterBuss provenientes de fontes terceiras tem seu crédito dado sempre ao final de cada material. O material produzido pela nossa equipe é protegido pela lei de direitos autorais e sua reprodução é autorizada após um pedido feito por escrito, e enviado para o e-mail revista@ portalinterbuss.com.br. As fotos que ilustram todo o material da revista são de autoria própria e a reprodução também é autorizada apenas após um pedido formal via e-mail. As imagens de autoria terceira têm seu crédito disponibilizado na lateral da mesma e sua autorização de reprodução deve ser solicitada diretamente ao autor da foto, sem interferência da Revista InterBuss. A impressão da revista para fins particulares é previamente autorizada, sem necessidade de pedido. PARA ANUNCIAR Envie um e-mail para contato@portalinterbuss.com. br ou ligue para (19) 99483-2186 e converse com nosso setor de publicidade. Você poderá anunciar na Revista InterBuss, ou em qualquer um dos sites parceiros do grupo InterBuss, ou até em nosso site principal. Temos diversos planos e com certeza um deles se encaixa em seu orçamento. Consulte-nos! PARA ASSINAR Por enquanto, a Revista InterBuss está sendo disponibilizada livremente apenas pela internet, através do site www.revistainterbuss.com.br. Por esse motivo, não é possível fazer uma assinatura da mesma. Porém, você pode se inscrever para receber um alerta assim que a próxima edição sair. Basta enviar uma mensagem para revista@portalinterbuss.com.br e faremos o cadastro de seu e-mail ou telefone e você será avisado. CONTATO A Revista InterBuss é um espaço democrático onde todos têm voz ativa. Você pode enviar sua sugestão de pauta, ou até uma matéria completa, pode enviar também sua crítica, elogio, ou simplesmente conversar com qualquer pessoa de nossa equipe de colunistas ou de repórteres. Envie seu e-mail para revista@ portalinterbuss.com.br ou contato@portalinterbuss. com.br. Procuramos atender a todos o mais rápido possível. A EQUIPE INTERBUSS A equipe do Portal InterBuss existe desde 2000, desde quando o primeiro site foi ao ar. De lá pra cá, tivemos grandes conquistas e conseguimos contatos com os mais importantes setores do transporte nacional, sempre para trazer tudo para você em primeira mão com responsabilidade e qualidade. Por conta disso, algumas pessoas usam de má fé, tentando ter acesso a pessoas e lugares utilizando o nome do Portal InterBuss, falando que é de nossa equipe. Por conta disso, instruímos a todos que os integrantes oficiais do Portal e Revista InterBuss são devidamente identificados com um crachá oficial, que informa o nome completo do integrante, mais o seu cargo dentro do site e da revista. Qualquer pessoa que disser ser da nossa equipe e não estiver devidamente identificada, não tem autorização para falar em nosso nome, e não nos responsabilizamos por informações passadas ou autorização de entradas dadas a essas pessoas. Qualquer dúvida, por favor entre em contato pelo e-mail contato@portalinterbuss.com.br ou pelo telefone (19) 99483.2186, sete dias por semana, vinte e quatro horas por dia.

NOSSA OPINIÃO

Editorial

A crise que se abateu sobre as empresas de ônibus em 2017 Mais um ciclo encerra-se com o fechamento das cortinas do ano de 2017. Apesar de ter sido um período um pouquinho mais tranquilo que o ano passado, 2017 foi difícil, sobretudo para o transporte público de passageiros. Em geral as empresas de ônibus urbanos registraram queda no número de clientes e consequentemente na quantidade de viagens realizadas. Esse é um problema que está acometendo as grandes, as médias e as pequenas empresas em todo o país. Mas será que tudo isso é mesmo por causa da crise? Será que as empresas não estão “largando o osso” e preferem perder ao invés de investir? A renovação das frotas urbanas de ônibus no Brasil está num patamar muito pequeno. Os empresários do setor justificam que houve uma diminuição muito grande no número de passageiros, que a crise do país dificultou os financiamentos e que é mais possível gerenciar as empresas como antes. Mas será que é isso mesmo? Os lucros dessas empresas será que também foram afetados? O setor de transporte público é algo bastante curioso e se assemelha a uma caixa-preta, onde poucas pessoas tem acesso aos reais números das empresas. Planilhas apresentadas para os governos geralmente não mostram os números reais, tentando influenciar os valores das tarifas cada vez mais para cima, e isso é uma constante pois em várias cidades acontece o mesmo. Se tudo fosse mais transparente será que ao menos metade das empresas que circulam hoje ainda existiriam? O modelo de governança no Brasil é bastante ultrapassado, levando as empresas à falência em uma época onde a modernidade se faz necessária. Cidades que mudaram para modelos mais modernos tiveram que mudar a empresa de ônibus pois a antiga não conseguiu sobreviver. A tendência é que isso aconteça cada vez mais e apenas grandes corporações modernas fiquem no mercado (isso se as prefeituras colaborarem com a população, pois se for para continuar com modelos antigos e corrupção ativa, tudo fica como está). Para o ano de 2018 o panorama que se vislumbra é um pouco melhor pois tem eleições à vista e com certeza os políticos acabarão pressionando as empresas de ônibus a abrirem o caixa para renovar frotas e implantar outras melhorias, mesmo com a crise do país ainda em andamento. O transporte público brasileiro precisa de um choque de gestão e de muito pulso firme dos políticos que não são influenciados pelo dinheiro que corre nas mãos deles. A população não pode mais ficar à mercê de viações irresponsáveis que prestam péssimos serviços públicos em troca de favores políticos. A esperança é que no próximo ano as coisas comecem a voltar ao normal para os passageiros, mesmo que haja substituição de empresas em um razoável número de cidades. A ânsia dos políticos em mostrar serviço ficará aflorada. Nós da Revista InterBuss esperamos que o ano de 2018 seja muito melhor que 2017, que o transporte público seja motivo de orgulho e não de raiva para todos e que todos tenham um novo ano cheio de alegria, felicidade, sucesso e grandes realizações. Voltaremos a circular no dia 14 de janeiro com as fotos e notícias do transporte. A todos, um Feliz Natal e um próspero 2018!


A IMAGEM MARCANTE

Presidente Prudente, SP

Quinta-Feira, 21 de Dezembro de 2017

A empresa PrudenExpress, vencedora da licitação do transporte coletivo urbano de Presidente Prudente, no norte de São Paulo, apresentou os novos ônibus que deverão entrar em circulação nos próximos dias. Os veículos receberam novo layout de pintura. A foto é de divulgação.


A GRANDE MATÉRIA

Novidade

Marron recebe G7 com configuração exclusiva

Da Marcopolo | assessoria A Marcopolo entregou 22 novos ônibus dos modelos Paradiso 1200 e Paradiso 1050 para a operadora de transporte Pássaro Marron. Os veículos começarão a circular no final deste mês. O grande diferencial deste novo fornecimento são as duas unidades do Paradiso 1200, com chassi Mercedes-Benz O-500 RS e capacidade para transportar 42 passageiros. Fabricados com configuração exclusiva, serão utilizados em um novo serviço que a operadora passará a oferecer no Estado de São Paulo, entre a capital paulista e a cidade de São José dos Campos. Entre outros diferenciais estão as poltronas semileito de couro ecológico

08 interbuss | 24.12.2017

com descansa-pernas; sistema de cromoterapia com luzes ao longo do interior, que aumentam o conforto visual; programação especial em vídeo que pode ser assistido em três monitores instalados no salão e carregadores individuais USB para celulares e notebooks. De acordo com Paulo Corso, diretor de operações comerciais e marketing da Marcopolo, veículos com configuração exclusiva como esses podem ser mais atrativos para quem está acostumado a utilizar o automóvel em viagens curtas. “Os Paradiso 1200, desenvolvidos para a Pássaro Marron, proporcionam mais conforto, segurança, comodidade e economia em comparação com as viagens de carro”, explica. Com 14 metros de comprimento,

os ônibus Paradiso 1200 da Pássaro Marron contam também com câmera de marcha-àré, sistema de ar-condicionado, piso amadeirado, geladeira e sanitário. As poltronas possuem acesso individual a dois canais de áudio e à internet com sistema Wi-Fi 4G. Os veículos oferecem ainda iluminação no piso para deslocamento noturno que serve também como rota de emergência. Os outros 20 ônibus são do modelo Paradiso 1050, também com 14 metros de comprimento, chassi Mercedes-Benz O-500 e capacidade para transportar 50 passageiros. Os veículos são equipados com sistema de ar-condicionado, poltronas Executiva revestidas em tecido e sistema audiovisual com monitores instalados no salão de passageiros.


Internacional

Mercedes-Benz exporta Atego 1729 para o Chile

Caminhões serão usados para realizar a coleta de lixo urbano Da Mercedes-Benz | assessoria

A Mercedes-Benz do Brasil realizou a venda de 115 caminhões Atego 1729, com câmbio automático, para coleta de lixo nas empresas do Chile. São 75 unidades para a Starco Demarco, que utilizará os veículos em serviços urbanos em Antofagasta, Los Ángeles e Vitacura, além de 40 unidades para a Veolia, para operações em Maipú. “O excelente desempenho do Atego nas regiões montanhosas chilenas, com destaque para a sua capacidade de arrancada e subida e a facilidade de manobra, foi determinante para a escolha do caminhão da nossa marca pelas empresas locais, assim como o conforto da cabina e do câmbio automático”, ressalta Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil e CEO América Latina. “Além disso, pesaram muito o atendimento e a assistência especializada oferecidos pela Kaufmann, representante da Mercedes-Benz no Chile”. De acordo com o executivo, essa venda reafirma a importância do mercado chileno para as exportações de veículos comerciais da Mercedes-Benz do Brasil. “O Chile é o segundo principal comprador de caminhões e chassis de ônibus que produzimos aqui no País, atrás apenas da Argentina”, afirma Schiemer. “Na América Latina, atualmente também se destacam o Peru e o Equador”. Entre janeiro e novembro deste ano, a Mercedes-Benz do Brasil exportou 859 caminhões para o Chile, o que significa um crescimento de 44% em relação ao mesmo período de 2016. Nesses onze meses de 2017, também comercializou 1.261 chassis de ônibus, aproximadamente 18% a mais em comparação com o ano passado. O portfólio de caminhões produzidos no Brasil para o mercado chileno tem aumentado sistematicamente. Como exemplo, recentemente, o Atego 1726 também passou a ser oferecido a clientes locais na versão off-road 4x4, assim como o extrapesado Axor 2036 4x2. Exportações da Mercedes-Benz crescem 18% em 2017

A Mercedes-Benz do Brasil exporta seus veículos comerciais para cerca de 50 países de vários continentes. As vendas ao mercado externo cresceram 18% no acumulado de janeiro a novembro de 2017, considerando caminhões e ônibus. Foram exportados 13.220 veículos, enquanto no mesmo período do ano passado o volume atingido foi de 11.213 unidades. No segmento de caminhões, o aumento de vendas foi ainda mais significativo, com crescimento de 34%, comparando a exportação de 7.491 unidades nos primeiros onze meses deste ano com as 5.609 no mesmo período de 2016. Ao mesmo tempo, a Empresa aumentou em 2% as exportações de ônibus. O volume entregue em 2017 é de 5.729 unidades, ante as 5.604 exportadas no ano anterior. A mais completa linha de caminhões para coleta de lixo A Mercedes-Benz oferece ao mercado uma completa linha de caminhões para coleta de lixo. Os modelos Atego 1719 e 1726, ambos 4x2, permitem o uso de compactadores de 15 metros cúbicos. Com entreeixos de 3.600 mm, dão ao cliente a opção de escolha entre o motor OM 924 de 4 cilindros com 185 cv de potência e 700 Nm de torque (Atego 1719) ou o OM 926 LA de 6 cilindros com 256 cv de potência e 900 Nm de torque (Atego 1726).

O portfólio inclui ainda o Atego 1729 KO 4x2, que também pode ser convertido em 6x2 com terceiro eixo instalado por empresas implementadoras no mercado. Com entreeixos de 4.800 mm e motor OM 926 LA de 6 cilindros com 286 cv de potência e 1.120 Nm de torque, está apto para o uso de compactadores de 19 metros cúbicos. Oferece como diferencial uma versão equipada com transmissão automática Alisson. Caminhão resistente e com baixo custo operacional, o Atego para coleta de lixo destaca pelo chassi robusto e de fácil implementação, suspensão da cabina de quatro pontos para maior conforto e melhor isolamento de vibrações e absorção de impactos, escape vertical, freio a tambor com regulador automático de lonas, opção de banco central na cabina para um segundo acompanhante e tomada de força no motor ou no câmbio (apenas para o Atego 1729 com câmbio automático). O câmbio automático é altamente recomendável nas operações de coleta de lixo devido ao intenso “para e anda” do veículo, proporcionando mais conforto, segurança e menor custo de operação. A solução automática evita trancos na transmissão e as paradas frequentes para troca de embreagem. A fim de atender todas as demandas, o Atego 1729 é oferecido também na versão com câmbio mecânico. 24.12.2017 |

interbuss 09


RETROSPECTIVA 2017

2017: o ano em que Mais um ano se finda e o transporte brasileiro passou por muitas turbulências. Muitas coisas aconteceram ao longo de 2017 e outras deverão continuar repercutindo no ano que está chegando, como por exemplo a quase falência da que já foi a maior empresa de ônibus do país. A Viação Itapemirim ficou no centro de uma batalha jurídica que envolve os antigos e os novos administradores. Recentemente, o grupo que atualmente administra a empresa acusa a família de Camilo Colla de tentar tumultuar o processo de recuperação da empresa, além de querer retomar o controle de todo o grupo que está sob recuperação judicial. Porém o que todos viram ao longo do ano foi algo bastante diferente. Vários õnibus da empresa foram apreendidos, outros devolvidos e muitas linhas acabaram paralisadas ou foram repassadas à outras viações simplesmente por falta de condições de operar. Nas próximas páginas, acompanhem um resumo de como foi o ano de 2017 no transporte brasileiro através das capas da InterBuss.

10 interbuss | 24.12.2017


e a maior definhou Viação Itapemirim e Viação Kaissara quase desapareceram após uma briga homérica entre os antigos e os atuais administradores das empresas. Quem perde são os passageiros, que ficam nas rodoviárias aguardando os ônibus das duas que nunca chegam.

24.12.2017 |

interbuss 11


RETROSPECTIVA 2017

Janeiro

Fevereiro

Itapemirim e Dalçoquio: Volvo diz que Latina a salv começa a confusão • Anunciada a venda da Itapemirim e novos donos são ligados à Dalçoquio, que desmente o fato • Aumento das tarifas da EMTU SP é suspenso pela justiça

Abril

• Viação Cidade de Pedra anuncia que deixará Rondonópolis

Maio

Atibaia/SP ganha nova Marcopolo la empresa de transporte simplória do • Sancetur, do político Marquinho Chedid, tira a tradicional Atibaia SP da cidade • Viação mexicana ADO renova frota com chassis MAN e Volks

12 interbuss | 24.12.2017

• BRT do Panamá recebe mais de 200 chassis de piso baixo da sueca Volvo


Março

o

e América Scania completa 60 vou no Brasil anos de mercado Brasil

• Marca histórica é comemorada com o lançamento de linha exclusiva de caminhão

• Crise financeira do país afetou duramente os negócios da montadora sueca e outros negócios a salvaram

• Discussões sobre trânsito chegam ao pedágio urbano

• Frota da EMTU de Campinas é a mais velha de São Paulo • Marcopolo entrega 30 novos ônibus para a cidade de Manaus

Junho

• Exame toxicológico pode passar a ser obrigatório para todos os motoristas

ança versão Metra completa vinte o Torino, o S anos de operação • Com peças mais baratas, o Torino S chega para abocanhar nova fatia do mercado de urbanos • Utilitário Volare Cinco completa um ano com razoável sucesso • Niterói recebe 25 novas unidades do Neobus Mega Plus

• Melhor empresa da região metropolitana de São Paulo celebra novo aniversário • Projeto de ônibus elevado chinês fracassa e vira enorme sucata • Brasil inicia testes com caminhão autônomo da Volvo em colheita de grãos 24.12.2017 |

interbuss 13


RETROSPECTIVA 2017

Julho

Viação Cometa amplia frota com Mercedes

Agosto

Volvo aprese mais novo ch

• Tradicional empresa paulista também renovou frota com ônibus Scania. • Scania anuncia que cresceu no Brasil em todos os segmentos

Outubro

• BRT da Cidade da Guatemala recebe 30 novos ônibus Volvo, inclusive biarticulados

Fenatran é sucesso e marca retomada • Tradicional feira do transporte de cargas em São Paulo marcou retomada dos negócios no setor de pesados • Viação Garcia apresenta sua nova frota suburbana em Londrina

14 interbuss | 24.12.2017

• Marcopolo Torino é homologado em SP

Novembr

BRT dianteiro é levado para


Setembro

Itapemirim fracassa e enta o seu hassi urbano “devolve” a Passaredo • B8R com 250cv de potência é apresentado para substituir o B290R • Marcopolo vende 32 novos ônibus para o Catar, todos da linha G7 • Scania anuncia concurso de fotos de ônibus como parte da comemoração dos seus 60 anos de Brasil

ro

• Anunciada com pompa, a compra da Passaredo aérea teve que ser desfeita por falta de pagamento • Jundiaí inicia cobrança de tarifa de ônibus urbano com cartão bancário de débito • Peugeot lança novo furgão na Fenatran

Dezembro

o da Scania Justiça tira Itapemirim ra Curitiba da adm. da Marajó • Biarticulado com motor dianteiro é apresentado ao prefeito Rafael Greca e faz testes • Indaiatuba fica sob suspeita após contratar nova empresa de ônibus sem lisura • Scania é a marca mais lembrada no segmento de caminhões pesados

• Decisão eleva tensão na administração da Viação Itapemirim, que segue com graves dificuldades financeiras • São Paulo coloca nas ruas seus ônibus com enfeites natalinos • Primeiros Torino S são entregues aos novos donos 24.12.2017 |

interbuss 15


COLUNAS

NOSSO TRANSPORTE ADAMO BAZANI | adamobus@gmail.com

Justiça destitui atuais sócios da Viação Itapemirim até audiência de conciliação Os imbróglios jurídicos em torno da Viação Itapemirim, que chegou a ser uma das maiores empresas de transportes rodoviários do País, ganharam hoje um capítulo importante. O juiz Leonardo Mannarino Teixeira Lopes, do Tribunal de Justiça do Espírito Santo, atendeu parcialmente pedido da defesa do ex-proprietário e fundador da empresa, Camilo Cola, e destituiu até realização de uma audiência de conciliação, os empresários Camila de Souza Valdívia e Sidnei Piva de Jesus, atuais donos da companhia, juntamente com as empresas SSG incorporação e assessoria – EIRELI e CSV incorporação e assessoria empresarial EIRELI, das quais são sócios. “ O agora admitido assistente litisconsorcial, o Sr. Camilo Cola, pleiteia às fls. 17.861/17.903 o afastamento da SSG INCORPORAÇÃO E ASSESSORIA – EIRELI e CSV INCORPORAÇÃO E ASSESSORIA EMPRESARIAL EIRELI da administração das recuperandas, com a imediata recondução dos legítimos acionistas, e a consequente expedição de ofício à JUCEES para que promova as devidas alterações contratuais… …. Ante o exposto, dada a gravidade dos atos informados às fls. 17.861/17.903 e pelos documentos apresentados pelo Administrador Judicial às fls. 14.451/14.482 a serem juntados em autos sigilosos em apartado, na forma dos incisos IV, alíneas “b” e “c”, e V, do art. 64, da lei n. 11.101/2005, DEFIRO EM PARTE o requerimento do assistente litisconsorcial para DETERMINAR A DESTITUIÇÃO DOS ADMINISTRADORES DAS RECUPERANDAS, AS EMPRESAS SSG INCORPORAÇÃO E ASSESSORIA – EIRELI e CSV INCORPORAÇÃO E ASSESSORIA EMPRESARIAL EIRELI, bem como de seus sócios CAMILA DE SOUZA VALDIVIA e SIDNEI PIVA DE JESUS.” – diz o despacho da tarde desta terça-feira, 19. O juiz, entretanto, não reconduziu a família Cola ao controle do gripo de empresas da Itapemirim que está em recuperação judicial. “Entendo não ser possível, no bojo dos presentes autos, a modificação do quadro societário e do controle das empresas recuperandas, sob pena de tumultuar o processo e desnaturar o seu objeto, devendo os terceiros interessados discutirem a pretensão de recondução ao quadro societário em ação própria.”

16 interbuss | 24.12.2017

O magistrado Leonardo Mannarino Teixeira Lopes determinou audiência de conciliação para o dia 09 de janeiro para ser definido um novo interventor no Grupo da Itapemirim até a assembleia dos credores. O grupo da Itapemirim tem dívidas em torno de R$ 330 milhões. “Designo audiência de conciliação entre os controladores das empresas destituídas da gestão das recuperandas e os assistentes litisconsorciais, em litígio em relação ao controle destas, para o dia 09 de janeiro de 2018, às 10:00 horas, visando a nomeação de interventor idôneo, com experiência profissional no ramo e de comum acordo entre as partes para gerir a empresa, possibilitando a recuperação desta, até que a assembleia geral de credores se manifeste de forma definitiva acerca do tema, conforme determina a legislação vigente (art. 65 da lei n. 11.101/2005). Intimem-se os patronos dos controladores das recuperandas e dos terceiros interessados em litígio pelo controle para comparecimento ao ato. Notifique-se o MP para comparecimento.” Para a decisão de destituir os atuais sócios, o juiz levou em conta as denúncias e indícios de desvio de dinheiro da Itapemirim e dilapidação dos recursos da empresa. O magistrado inclusive contesta o empréstimo requerido pelos atuais controladores da Itapemirim para a compra de aeronaves, sendo que faltam insumos básicos para a operação dos ônibus e os salários dos trabalhadores estão atrasados. Consoante consta de alegação das próprias recuperandas (fls. 17.828/17.840), estas estão com dificuldades financeiras para compra de matéria-prima indispensável ao desenvolvimento da atividade e pagamento de empregados, mas, de outra banda, segundo informação prestada pelo administrador judicial, devidamente cor-

roborada em documentos, fora realizada contrato de câmbio e pagamento de USD 1.500.000,00 para a aquisição de 15 aeronaves, em nítida prática de descapitalização da empresa de forma injustificada, comprometendo suas operações e regular funcionamento. Como as recuperandas podem alegar dificuldades para pagar matériaprima e funcionários para o regular funcionamento de suas atividades, e, de outra banda, gastar vultosa quantia para adquirir aeronaves, colocando em risco a realização de sua atividade-fim e a própria recuperação judicial das empresas? Mesmo que as aquisições sejam voltadas para reativação de empresa aérea pertencente ao grupo em recuperação, tal situação não pode colocar em risco a atividade-fim das recuperandas, conforme noticiado pelas próprias, que se encontram sem recursos financeiros para custearem suas atividades. O magistrado Juiz Leonardo Mannarino Teixeira Lopes ainda teme que por causa das paralisações de funcionários devido a atrasos nos salários e benefícios e pelo cancelamento de viagens, a ANTT – Agência Nacional de Transportes Terrestres possa até mesmo cassar a concessão das linhas da Itapemirim, o que arruinaria de vez o processo de recuperação judicial. “De acordo com o noticiado às fls. 17.894/17.902 há sério risco das atividades das recuperandas serem paralisadas, colocando em risco o resultado da recuperação judicial, prejudicando os credores. Inclusive, caso as atividades sejam descontinuadas, mesmo que provisoriamente, há risco da ANTT – agência reguladora da atividade fim das recuperandas – vir a cassar a concessão/ permissão/autorização para operação das linhas de transporte de passageiros, para garantia da continuidade do serviço público, colocando um fim em todo o esforço de


Juiz Leonardo Mannarino Teixeira Lopes defere parcialmente pedido de Camilo Cola para destituir os empresários Camila de Souza Valdívia e Sidnei Piva de Jesus

recuperação das empresas.” O QUE DIZ A ANTT A ANTT foi consultada pelo Diário do Transporte sobre o caso. Por meio da assessoria de imprensa, a agência informou que não houve pedidos por parte da Itapemirim e da Kaissara, empresas do mesmo grupo, para cancelar partidas. A ANTT acrescentou que está verificando a forma de prestação de serviço das empresas e confirmou que as companhias podem ser receber penas que vão desde multas até a perda de direito de exploração das linhas caso constatadas as irregularidades. A empresa está autorizada a operar de acordo com o quadro de horário cadastrado na Agência. Caso não esteja prestando o serviço no horário, poderá ser autuada. Não há registro de pedidos de cancelamento de linhas… Será verificada a prestação do serviço pelas empresas e caso a empresa não esteja prestando um serviço adequado, ela poderá ser apenada. – diz nota da ANTT. Em primeira mão, o Diário do Transporte noticiou o cancelamento de viagens por parte da Itapemirim/Kaissara e que depois da retomada de ônibus pelo Grupo JSL (Júlio Simões), com sede em Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo, começaram a faltar veículos para as linhas. A Itapemirim/ Kaissara passou a alugar ônibus de outras empresas. TRANSBRASILIANA Na decisão desta terça-feira, 19 de dezembro de 2017, o juiz Leonardo Mannarino Teixeira Lopes ainda considerou o imbróglio com o grupo Transbrasiliana. Por ordem da Justiça de Goiás, foram destituídos os sócios atuais da Itapemirim também da sociedade das empresas Transbrasiliana e Rápido Marajó. Há indícios de “transferên-

cia fraudulenta de valores para as empresas do grupo em recuperação”. Diferentemente do alegado pelo terceiro interessado, o administrador judicial informou a este juízo que os controladores das empresas recuperandas foram afastados da administração da sociedade empresarial Transbrasiliana Transportes e Turismo Ltda. (fls. 14.445/14.450). O motivo principal fora a transferência fraudulenta de valores para as empresas do grupo em recuperação, o que não fora noticiado, em nenhum momento, pelos atuais gestores das recuperandas, colocando em risco a credibilidade das empresas para a aprovação do plano de recuperação judicial junto a Assembleia Geral de Credores a ser convocada. JUIZ CONSIDERA DENÚNICAS GRAVES O magistrado na decisão desta terça-feira, 19, ainda determinou uma perícia por entender que não estão claras as transferências de recursos da Itapemirim para a empresa Delta X, de Camila e Sidnei. “Verifico, ainda, que até o presente momento não foram apresentadas justificativas e comprovação da prestação de serviços em relação às despesas realizadas junto a empresa “Delta X Tecnologia de Informação Ltda.” por parte das recuperandas, o que servira de escopo para a determinação deste juízo de realização de perícia contábil pugnada pelo administrador judicial, incidindo as recuperandas no disposto na alínea “b”, do inciso IV, do art. 64, da lei n. 11.101/2005.” O juiz ainda comprovou que os administradores judiciais da Itapemirim não recebem com facilidade informações dos atuais sócios da Itapemirim. Também atesto, segundo reclamação do administrador judicial, que as informações solicitadas pelo mesmo não vem sendo prestadas em sua totalidade

pelas recuperandas, conforme documentos e correspondências eletrônicas de fls. 14.451/14.482, ocorrendo a incidência da primeira parte do inciso V, do art. 64, da lei n. 11.101/2005, haja vista que a omissão tem o mesmo efeito que a negativa expressa. Ainda na decisão desta terça-feira, o juiz Leonardo Mannarino Teixeira Lopes considerou como graves as denúncias de desvio de dinheiro da Itapemirim, acusação que pesa sobre o atual grupo controlador. Apesar de ter determinado a destituição dos atuais controladores das recuperandas dos cargos de gestão das empresas (ocupavam o cargo de gestores da Viação Caiçara Ltda. de forma provisória em razão de decisão deste juízo), tal medida é excepcional, face a gravidade das condutas praticadas, que descapitalizaram as empresas ao ponto da atividade fim restar ameaçada de paralisação, conforme relatado pelas próprias recuperandas, devendo o judiciário evitar a intervenção, posto que não compete a função a administração de empresas. Deve o administrador judicial, quando da convocação da assembleia geral de credores, constar que a mesma também tem como objetivo deliberar sobre o nome do gestor judicial que assumirá a administração das atividades do devedor, na forma do art. 65 da lei n. 11.101/2005. AGORA, O OUTRO LADO O Diário do Transporte procurou um posicionamento da atual administração da Itapemirim. Por meio da assessoria de imprensa, a companhia informou que ainda está tomando conhecimento dos fatos e logo que estiver a par da decisão, enviará uma nota de posicionamento. (ATUALIZAÇÃO EM 20/12/2017). Após mais de 24 horas da matéria, os atuais controladores da Itapemirim, por meio da assessoria de imprensa, não responderam os pedidos de resposta e posicionamento à notícia da decisão do Tribunal de Justiça do Espírito Santo. A reportagem enviou e-mails para dois endereços e falou por telefone com uma assessora de imprensa. Não houve resposta, apesar da solicitação. Mas em seu Facebook Oficial, os gestores da Itapemirim que foram destituídos por ordem da justiça, escreveram um “direito de resposta”, negando as acusações e criticando a família Cola. 24.12.2017 |

interbuss 17


interbuss

GABRIEL GONÇALVES DIAS Marcopolo Paradiso G7 1200 Viação Jacareí, em Jacareí/SP


DEU NA IMPRENSA

Transpo Online

RESUMO DAS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DA IMPRENSA ESPECIALIZADA

Artigo: É competente para trabalhar com logística?

Do site | por Agustín Durán Seja pela crescente inserção de tecnologias em atividades rotineiras ou pela entrada das novas gerações no mercado de trabalho, escolher o profissional certo para sua equipe pode ser desafiador. Mais de 91% das empresas já apresentaram algum tipo de dificuldade na contratação, segundo estudo da Fundação Dom Cabral. Mesmo em tempo de recuperação lenta da economia e com muitos profissionais procurando recolocação, as companhias ainda almejam competências específicas para compor seus times. Na área de logística, que conta com diversas particularidades e que, assim como outros departamentos, está mudando devido à transformação digital no mundo corporativo, algumas características são essenciais para ter sucesso. Além das formações tradicionais e técnicas, ter conhecimento no mercado de forma mais ampla é um grande diferencial, como estudos de economia e administração. Além disso, engenharia e tecnologia da informação são habilidades importantes para compor o currículo, em virtude da crescente automatização das operações. As oportunidades do setor são muitas, porém é preciso levar em conta

20 interbuss | 24.12.2017

as constantes e rápidas mudanças no mercado. Se destacar em logística exige mais do que uma boa formação, é preciso desenvolver competências como flexibilidade e capacidade de adaptar-se a diferentes situações, atualizando-se frequentemente. Atenção às tendência e inovações tecnológicas Com recursos e ferramentas lançadas a todo instante, a automação de algumas atividades é iminente. As companhias terão à sua disposição uma série de soluções com potencial de gerar aumentos expressivos na produtividade e diminuição de falhas operacionais, como a troca ou falta de volumes de encomendas, no caso de logística. Para se destacar nesse cenário, os profissionais devem estar capacitados a incorporar tecnologias e metodologias ágeis para que sua atuação seja ainda mais estratégica. Atente-se à execução do planejamento, é preciso estar engajado para testar e implementar novos processos e ferramentas. A tecnologia pode ser uma grande aliada, afinal o sucesso do funcionário não é apenas julgado por seus resultados, mas também pela maneira como os mesmos foram atingidos.

Perspectivas de mercado O Brasil caminha lentamente ao encontro de uma melhora na economia, que por sua vez provoca desdobramentos nos demais setores. No último relatório bienal do Banco Mundial, o país subiu mais de dez posições no ranking de logística, porém ainda existe um grande espaço e potencial para crescimento e melhoria no desempenho desse setor no país. A evolução do e-commerce, por exemplo, tem contribuído para esse desenvolvimento, ampliando a aplicação de soluções mais modernas para atender às demandas que o segmento exige. Os próximos anos da área de logística serão desafiadores e o investimento em novas habilidades e na construção de um time capacitado é um importante diferencial competitivo para as empresas. Com um plano de carreira bem definido é possível formar profissionais qualificados e prontos para adaptar-se a qualquer mudança no cenário e construir uma trajetória de sucesso que beneficia o indivíduo, a companhia e o mercado, como um todo. • Agustín Durán é sócio-diretor da Nimbi, empresa especializada em tecnologia para gestão da cadeia de suprimentos


Transpo Online

Chineses querem investir em logística no Mato Grosso

Do site | notícias O Governo de Mato Grosso recebeu, na semana passada, mais uma comitiva de empresários chineses dispostos a investir nas áreas de produção e logística voltadas ao agronegócio no Estado. A maior companhia no setor de infraestrutura e logística daquele país, a empresa China Communications Construction Co (CCCC) demonstrou inter-

esse na implantação de ferrovias, hidrovias e portos que facilitem o transporte de produtos e grãos em Mato Grosso. “Queremos dar nossas contribuições para melhorar a infraestrutura logística do Brasil, incluindo o estado de Mato Grosso. Sabemos que os negócios que estamos fazendo entre a China e Brasil, estão aumentado bastante e queremos fortalecer a parceria”, explicou Lin Li, CEO da CCCC South America

Regional Company. “Nós montamos um grupo para discutir as questões de logística, e recentemente, também conversamos com o governador do Pará. Combinamos que faremos uma reunião no início do ano que vem no Norte Araguaia e a empresa CCCC. É um novo modelo construtivo, através de consórcios”, disse Pedro Taques, governador de Mato Grosso. 24.12.2017 |

interbuss 21


PRÊMIO INTERBUSS 2017

As melhores empre de ônibus do ano Melhor empresa empresa de de Melhor ônibus rodoviário rodoviário ônibus

INT

Empresa N. S

Durante dez dias os leitores da revista InterBuss tiveram a oportunidade de votar e escolher as melhores empresas de ônibus do país. E pela primeira vez a Viação Nossa Senhora da Penha foi escolhida a melhor viação nacional com linhas interestaduais. No ano passado a vencedora foi a Viação Cometa, que agora ficou em segundo lugar. Em outra oportunidade a Viação Itapemirim foi a vencedora, numa época em que as coisas já não estavam muito fáceis mas ainda havia renovação de frota. O transporte nacional passou por muitas dificuldades ao longo de 2017 e espera-se uma recuperação mais acentuada no ano que vem, o que poderá também influenciar na próxima

22 interbuss | 24.12.2017

pesquisa, já que o pú ano a empresa escol tecimentos do setor. vendo a sua compos Nas próxima estão sendo prepara


esas

TERESTADUAL / NACIONAL

S. da Penha

úblico pauta seu voto basicamente na operação e na renovação de frota. Curiosamente, neste lhida no campo nacional não fez renovação de frota mas ficou um pouco à margem dos acon. A Viação Itapemirim quase fechou as portas e ainda está diante de um grande impasse envolsição societária, o que com certeza afetou o seu desempenho na pesquisa. as páginas, acompanhe os resultados de todas as categorias. No ano de 2018 várias novidades adas para a pesquisa anual. Fiquem ligados!

27,47%

dos votos válidos 1º|Penha - 27,47% 2º|Cometa - 15,69% 3º|V. Garcia - 9,8% 4º|Gontijo - 7,84% 5º|Satélite Norte, Expresso Nordeste, Auto Viação 1001 e Brasil Sul - 3,92% cada 6º|Unida Mansur, Cantelle Tur, Expresso Guanabara, Catarinense, Viação Itapemirim, Princesa dos Campos, Guerino Seiscento, MN Transportes, Rápido Luxo Campinas, Transpen, Águia Branca e Ouro e Prata - 1,96% cada 24.12.2017 |

interbuss 23


PRÊMIO INTERBUSS 2017

Melhor empresa de ônibus urbano

CAMPINAS

Itajaí Transportes 46,34%

dos votos válidos

1º|Itajaí - 46,34% 2º|VB1 Azul - 26,83% 3º|Onicamp - 12,20% 4º|Padova - 9,75% 5º|Campibus e VB3 Verde - 2,44% Melhor empresa de ônibus urbano

SÃO PAULO

V. Santa Brígida

24 interbuss | 24.12.2017

cada Sistema Estrutural

21,28%

dos votos válidos 1º|S. Brígida - 21,28% 2º|Sambaíba e Gato Preto 8 - 17,02% cada 3º|Campo Belo 12,77% 4º|Express - 10,64% 5º|MobiBrasil, Gatusa e Transppass 4,25% cada 6º|Cidade Dutra, Vip 3, Ambiental e Gato Preto 1 - 2,13% cada


Melhor empresa de ônibus metropolitano

CAMPINAS

A. V. Ouro Verde 22,50%

dos votos válidos

Melhor empresa de ônibus urbano

1º|Ouro Verde 22,50% 2º|Boa Vista, Fênix e Rápido Luxo Campinas - 15,00% 3º|Salamanca 12,50% 4º|Metrópolis e VB - 10% Sistema Local

SÃO PAULO

TransWolff - 6

18,92%

dos votos válidos 1º|TransWolff 6 18,92% 2º|Spencer e TransWolff 7 - 16,22% cada 3º|MoveSP, Pêssego e NorteBuss 2 - 8,11% cada 4º|Allianz, Qualibus, NorteBuss1, Alfa Rodobus e A2 - 5,4% cada 24.12.2017 |

interbuss 25


PRÊMIO INTERBUSS 2017

Melhor empresa de fretamento

ESTADO DE SP

Viação Cometa

Melhor empresa de ônibus rodoviário

dos votos válidos 1º|Cometa - 19,39% 2º|Style Bus - 16,13% 3º|Lirabus - 12,95% 4º|Breda - 6,45% 5º|Advance, Expresso Luxo, Ipojucatur, Expresso Maringá, JSL, RLC, Penha, Line Tour, Bozzato, Shift, Translabos, Transleo, Vesper e Viação Jacareí - 3,22% cada

ESTADO DE SP

Viação Cometa

26 interbuss | 24.12.2017

19,39%

55,56%

dos votos válidos 1º|Cometa - 55,56% 2º|Expresso de Prata - 13,89% 3º|N. S Penha - 8,33% 4º|Reunidas Paulista e Lirabus 5,55% cada 5º|Auto Viação 1001, Sta. Cruz, Andorinha e Expresso Adamantina - 2,78% cada


Melhor empresa de ônibus metropolitano

SÃO PAULO

A.V. Urubupungá 15,39%

dos votos válidos

Melhor empresa de ônibus suburbano

1º|Urubupungá 15,39% 2º|Metra - 13,47% 3º|Benfica - 11,55% 4º|Pássaro Marron e V. Osasco - 7,7% cada 5º|Raposo Tavares e V. Jacareí - 3,85% cada 6º|CS Brasil, EAOSA, Mairiporã, Guarulhos, EUSA, Expresso SBC, Guarulhos Transportes, Publix, Radial, Ralip, Rigras, Arujá, Caieiras, Imigrantes, Pirajuçara e ABC - 1,92% cada

ESTADO DE SP

Expresso de Prata 41,62%

dos votos válidos 1º|Expresso de Prata 41,62% 2º|Atibaia São Paulo, V. Cometa, Pássaro Marron, Fênix, Guerino Seiscento, Jandaia, Litorânea, N. S. Fátima, RLC, Trevisan, Danubio Azul, Salamanca, Reunidas Paulista e Transwolff - 4,17% cada 24.12.2017 |

interbuss 27


REDE SOCIAL

AS MELHORES FOTOS DA SEMANA NO FACEBOOK

Wallace Barcellos | Caio Apache Vip

Rayllander Almeida | Comil Campione

Danilo Vitorino | Busscar Vissta Buss HI

André Luiz | Marcopolo Paradiso G7

José Franca Neto | Marcopolo Paradiso G6

José Franca Neto | Marcopolo Paradiso G7

28 interbuss | 24.12.2017


Luan Santos | Comil Campione

Luan Santos | CMA Flecha Azul

Wallace Barcellos | Caio Apache Vip

Rodrigo Gomes | Mascarello Gran Midi

Rava Ogawa | Marcopolo Viaggio G6

Rafael XarĂŁo | Marcopolo Viaggio G7

24.12.2017 |

interbuss 29


O MELHOR DA INTERBUSS

UMA SELEÇÃO DAS MELHORES FOTOS PUBLICADAS NAS GALERIAS DO PORTA

Matheus Novacki Marcopolo Torino LS Volvo B10M | Viação Cristo Rei

Tiago de Grande Thamco Scorpion MBB OF-1318 | Viação Polaz

Rogério Guezzi Marcopolo Paradiso G7 1200 Volvo B12R | Nova Integração

Wesley Araujo Caio Apache Vip Scania F230 | Viação Teresópolis

Rodrigo Gomes Marcopolo Torino Volksbus 15 190 | Viação Modelo

Rodrigo Gomes Marcopolo Torino Volksbus 15 190 | Viação Modelo

30 interbuss | 24.12.2017


S JÁ TAL INTERBUSS

Thales Alexandre Irizar PB Volvo B12R | Expresso Nordeste

Douglas Andrez Marcopolo Paradiso G7 1200 MBB O-500RSD | Expresso Maia

Gabriel Gonçalves Dias Marcopolo Paradiso G6 1200 Scania K340 | Expresso Luxo

Thiago Sione Silva Marcopolo Paradiso G6 1200 Scania K420 | Gontijo

Rodrigo Gomes Marcopolo Torino Volksbus 15 190 | Viação Modelo

Rodrigo Gomes Marcopolo Torino Volksbus 15 190 | Viação Modelo 24.12.2017 |

interbuss 31


O MELHOR DA INTERBUSS

Adriano Minervino Caio Amélia MBB OF-1113 | VPL

Adriano Minervino Busscar Urbanuss MBB OF-1721 | Viação Progresso

Ricardo Barboza da Silva Jr. Marcopolo Torino Volksbus 17 230 | São Paulo

Ricardo Barboza da Silva Jr. Marcopolo Torino Volksbus 17 230 | São Paulo

Flávio Eduardo Monobloco MBB O-400RSD | Trans Brasil

Flávio Eduardo Comil Campione MBB O-400RSE | Real Maia

32 interbuss | 24.12.2017


Sergio Carvalho Caio Apache Vip Volksbus 17 230 | Nardelli

Josenilton Cavalcante da Cruz Marcopolo Viaggio G7 1050 MBB O-500RS | Viação Salutaris

Ricardo Moreira Correia Maonobloco MBB O-400R | Caieiras

Flávio Eduardo Comil Galleggiante 3.40 | Irmãos Coragem

Flávio Eduardo Marcopolo Viaggio G4 MBB O-371R | F. Cardoso

Igor Drumond Soares Marcopolo Viaggio GV 850 MBB OF-1318 | São Dimas 24.12.2017 |

interbuss 33


COLUNAS

VIAGENS & MEMÓRIA

MARISA VANESSA N. CRUZ | ideiaselembrancas@gmail.com

Rio de Janeiro: como andar de VLT Com a vinda dos eventos mundiais, como a Copa em 2014 e as Olimpíadas em 2016, a cidade maravilhosa recebeu inúmeras melhorias em relação ao transporte, como o BRT, novas estações de metrô, novos trens da Supervia, inclusive o VLT. O VLT é Veículo Leve sobre Trilhos, ou Tramway, é um trem de média capacidade e permite andar em vias públicas ao lado de automóveis, cujos trilhos remontam à época dos bondes, porém futurista. São três linhas do VLT, sendo que a última deverá ser concluída em 2018 e todas as linhas percorrem a região central da cidade, ligando rodoviária, zona portuária, Praça XV, Aeroporto Santos Dumont e Central do Brasil. Ao embarcar em um trem VLT, lembre-se que não há catracas, ou roletas como diz no RJ. Antes de entrar: - Nas paradas, procure o terminal de autoatendimento. - Compre o bilhete, pagando 3 reais pelo casco, e insira créditos válidos a pelo menos uma viagem. A tarifa atual é R$ 3,40. - O pagamento poderá ser feito em dinheiro (não devolve troco) ou cartão de débito. - Ao embarcar, procure o validador, encontrado próximo das portas de embarque/desembarque. Valide imediatamente e aguarde o sinal verde no validador. - Caso der sinal vermelho no validador, verifique a mensagem e saia imediatamente para sanar o ocorrido. Não fique aguardando as portas fecharem e perguntar a um agente quando o VLT em movimento que aí não haverá conversa. A multa de R$ 170 será emitida mesmo assim. - Caso queira desembarcar e embarcar em outra linha, deverá procurar o validador e validar mesmo assim. A transferência para outra linha é gratuita até 1 hora do primeiro embarque, caso contrário, pagará uma nova passagem. Parece pegadinha de programa de TV, mas um usuário que embarca em uma parada VLT sem a posse do bilhete e sem um agente em determinadas paradas, e após o embarque pergunta direto para os agentes dos trens, imediatamente em conjunto com o guarda civil é emitido uma notificação de multa de 170 reais. Reincidente? A multa aumenta para 255 reais. Primeiro, nós fomos educados a perguntar para alguém mais próximo, no caso a algum funcionário. Se não tiver funcionário nas paradas das estações, a ideia é

34 interbuss | 24.12.2017

perguntar para um funcionário dentro do trem. E é claro que nenhum turista ficará preparado para receber essa multa. Eu embarquei no último dia 9, da Rodoviária Novo Rio até o Aeroporto Santos Dumont. Uma usuária embarcou no meio do trajeto e já foi logo tirar dúvida com um agente do VLT. E o mesmo, imediatamente pediu o CPF daquela passageira para que o outro agente, de segurança, ficasse perto dos dois para impedir qualquer indício de desacato. A mulher alegou que não sabia de nada, mesmo o agente falando que tinha aviso em todas as paradas e mesmo emitin-

do uma notificação de multa. A notificação deverá ser consultada na Internet, com opção de imprimir o boleto para pagar a multa em bancos conveniados. Sinceramente, eu achei essa multa abusiva, reforçando o estereótipo negativo contra o turismo carioca. A multa poderia ser pelo menos dez tarifas de ônibus, no máximo. Para maiores informações, consulte o site http://www.prefeitura.rio/web/ vltcarioca. Desejo um feliz natal e um ótimo 2018 para todos nós!!


ANUNCIE NA

INTERBUSS E FIQUE PERTO DO SEU PÚBLICO E DOS SEUS POTENCIAIS

CLIENTES CONTACTE-NOS E FAÇA UM BOM NEGÓCIO

revista@portalinterbuss.com.br

interbuss PORQUE TRANSPORTE É VIDA


NOVA INTERBUSS. NOVO CONTEÚDO

NOVA VISÃO TUDO NOVO TUDO POR VOCÊ interbuss PORQUE TRANSPORTE É VIDA

Revista InterBuss | Edição 375 | 24.12.2017  
Revista InterBuss | Edição 375 | 24.12.2017  

Edição com 36 páginas | Concluída na quinta (21) | Confira nesta edição os resultados do Prêmio InterBuss 2017 onde foram escolhidas as melh...

Advertisement