Page 1

interbuss

RELEMBREM AS FOTOS DA GALERIA DO INTERBUSS

PORQUE TRANSPORTE É VIDA | ANO 8 | N° 367 | 29 DE OUTUBRO DE 2017

A FENATRAN DA RETOMADA

Grande número de lançamentos e de visitantes levam entusiasmo à maior feira de transportes B. HORIZONTE APRESENTA NOVOS ÔNIBUS COM AR


UMA REVISTA

PARA QUEM QUER

SABER TUDO SOBRE TRANSPORTE

NO BRASIL

E NO MUNDO. TODO DOMINGO,

UMA NOVA EDIÇÃO.

interbuss PORQUE TRANSPORTE É VIDA

CONTEÚDO DE QUALIDADE COM RESPONSABILIDADE


PEÇAS PARA

BUSSCAR

ANUNCIE NA

INTERBUSS

CONFIRA NOSSAS PROMOÇÕES!

E FIQUE PERTO DO SEU PÚBLICO E DOS SEUS POTENCIAIS 170,00 TORNEIRA SANITARIO BUSSCAR

CLIENTES

ESPELHO RETROVISOR EXTERNO LE BUSSCAR MARTE MANUAL R$

1309,73

R$

PORTA DIANTEIRA PANTOGRAFICA LD BUSSCAR JUMBUSS 360 R$

7419,00

Linha completa de CONTACTE-NOS E FAÇA BOM NEGÓCIO peças de UM reposição Busscar. revista@portalinterbuss.com.br Confiram em nossa loja virtual. Compre pela internet! www.apolloonibus.com.br LANTERNA PISCA AMARELA BUSSCAR >01 R$

interbuss

37,23

RUA MÁRIO JUNQUEIRA DA SILVA, 1580 JARDIM EULINA - CAMPINAS/SP

PORQUE TRANSPORTE É VIDA

FONE: (19) 3395-1668 NEXTEL: 55*113*14504


NESTA EDIÇÃO DEU NA IMPRENSA

Uma Fenatran de enorme

Feira realizada em São Paulo mostrou as novidades do setor de transp SUMÁRIO

6 NOSSA OPINIÃO

12 PÔSTER

7 A IMAGEM MARCANTE

14 DEU NA IMP

8 A GRANDE MATÉRIA

16 REDE SOCIA

A escolha da empresa que adiantamos

A foto que marcou a semana no setor de transportes

Mercedes-Benz entrega ônibus para o Basquete brasileiro

10 ADAMO BAZANI

Belo Horizonte apresenta novos ônibus com ar

Marcopolo Paradiso G6, p

As notas da imprensa espe

O seu espaço na InterBuss

18 O MELHOR D

As melhores fotos publica


ANO 8 | Nº 367 | DOMINGO, 29 DE OUTUBRO DE 2017 | 1ª EDIÇÃO | CONCLUÍDA ÀS 21h56 (5ª) EDIÇÃO COM 24 PÁGINAS

e sucesso

porte de cargas

por Clemilton Rodrigues

PRENSA ecializada

AL s

DA INTERBUSS

adas no Portal InterBuss

14

O MELHOR DA INTERBUSS

Confiram seleção de fotos que já foram publicadas na Galeria

Melhores fotos da Galeria do InterBuss estão de volta

18

A GRANDE MATÉRIA

Mercedes-Benz entrega novo ônibus à Seleção de Basquete

Veículo ganhou a carroceria Marcopolo Paradiso G7 1200

08

ADAMO BAZANI

Belo Horizonte apresenta os seus primeiros ônibus com ar

Veículos com ar condicionado substituem mais antigos

10

REDE SOCIAL

Confira as melhores fotos que foram publicadas no Facebook

As melhores fotos da semana saem aqui na Interbuss!

16


EXPEDIENTE

Uma publicação da InterBuss Comunicação Ltda. DIRETOR-PRESIDENTE / EDITOR-CHEFE Luciano de Angelo Roncolato JORNALISTA RESPONSÁVEL Luciano de Angelo Roncolato REVISÃO Luciano de Angelo Roncolato ARTE E DIAGRAMAÇÃO Luciano de Angelo Roncolato AGRADECIMENTOS DESTA EDIÇÃO Agradecemos à todos os colaboradores de todo o país pelas fotos enviadas esta semana para capa, matérias e pôster. SOBRE A REVISTA INTERBUSS A Revista InterBuss é uma publicação semanal do site Portal InterBuss com distribuição on-line livre para todo o mundo. Seu público-alvo são frotistas, empresários do setor de transportes, gerenciadores de trânsito e sistemas de transporte, poder público em geral e admiradores e entusiastas de ônibus de todo o Brasil e outros países. Todo o conteúdo da Revista InterBuss provenientes de fontes terceiras tem seu crédito dado sempre ao final de cada material. O material produzido pela nossa equipe é protegido pela lei de direitos autorais e sua reprodução é autorizada após um pedido feito por escrito, e enviado para o e-mail revista@ portalinterbuss.com.br. As fotos que ilustram todo o material da revista são de autoria própria e a reprodução também é autorizada apenas após um pedido formal via e-mail. As imagens de autoria terceira têm seu crédito disponibilizado na lateral da mesma e sua autorização de reprodução deve ser solicitada diretamente ao autor da foto, sem interferência da Revista InterBuss. A impressão da revista para fins particulares é previamente autorizada, sem necessidade de pedido. PARA ANUNCIAR Envie um e-mail para contato@portalinterbuss.com. br ou ligue para (19) 99483-2186 e converse com nosso setor de publicidade. Você poderá anunciar na Revista InterBuss, ou em qualquer um dos sites parceiros do grupo InterBuss, ou até em nosso site principal. Temos diversos planos e com certeza um deles se encaixa em seu orçamento. Consulte-nos! PARA ASSINAR Por enquanto, a Revista InterBuss está sendo disponibilizada livremente apenas pela internet, através do site www.revistainterbuss.com.br. Por esse motivo, não é possível fazer uma assinatura da mesma. Porém, você pode se inscrever para receber um alerta assim que a próxima edição sair. Basta enviar uma mensagem para revista@portalinterbuss.com.br e faremos o cadastro de seu e-mail ou telefone e você será avisado. CONTATO A Revista InterBuss é um espaço democrático onde todos têm voz ativa. Você pode enviar sua sugestão de pauta, ou até uma matéria completa, pode enviar também sua crítica, elogio, ou simplesmente conversar com qualquer pessoa de nossa equipe de colunistas ou de repórteres. Envie seu e-mail para revista@ portalinterbuss.com.br ou contato@portalinterbuss. com.br. Procuramos atender a todos o mais rápido possível. A EQUIPE INTERBUSS A equipe do Portal InterBuss existe desde 2000, desde quando o primeiro site foi ao ar. De lá pra cá, tivemos grandes conquistas e conseguimos contatos com os mais importantes setores do transporte nacional, sempre para trazer tudo para você em primeira mão com responsabilidade e qualidade. Por conta disso, algumas pessoas usam de má fé, tentando ter acesso a pessoas e lugares utilizando o nome do Portal InterBuss, falando que é de nossa equipe. Por conta disso, instruímos a todos que os integrantes oficiais do Portal e Revista InterBuss são devidamente identificados com um crachá oficial, que informa o nome completo do integrante, mais o seu cargo dentro do site e da revista. Qualquer pessoa que disser ser da nossa equipe e não estiver devidamente identificada, não tem autorização para falar em nosso nome, e não nos responsabilizamos por informações passadas ou autorização de entradas dadas a essas pessoas. Qualquer dúvida, por favor entre em contato pelo e-mail contato@portalinterbuss.com.br ou pelo telefone (19) 99483.2186, sete dias por semana, vinte e quatro horas por dia.

NOSSA OPINIÃO

Editorial

Americana: A escolha da empresa que adiantamos O transporte público no interior de São Paulo continua dando o que falar. Na semana passada a prefeitura de Americana fez uma nova lambança e contratou duas novas empresas para operar no lugar da Viação Princesa Tecelã. Uma delas é a Viação Piracicabana, do empresário Nenê Constantino, e a outra é a Sancetur, do Marco Abi Chedid. A chegada da Piracicabana de certa forma foi uma surpresa mas a da Sancetur já havíamos adiantado aqui neste mesmo espaço há algumas semanas. Em um editorial, nós da InterBuss adiantamos que a Sancetur estaria chegando na cidade de Americana em alguns dias, e ainda comentamos como seria o esquema armado pela prefeitura de Americana: a Viação Princesa Tecelã assumiria as linhas da Viação Cidade de Americana e ficaria com todas as linhas, e logo depois tudo seria repassado para a Sancetur. Na época o negócio não teria dado certo mas no fim foi o que aconteceu. O que chamou a atenção foi a entrada da Princesa Tecelã na Justiça contra essa troca de empresas. Ela conseguiu uma liminar no mesmo dia que foi anunciada a substituição dela pela Piracicabana e pela Sancetur. O avanço da Sancetur interior afora é bastante curioso. É público e notório que o empresário Marco Chedid é parente do Jesus Chedid, prefeito de Bragança Paulista, e de Edmir Chedid, deputado estadual e dono do Expresso Fênix, entre outras empresas. Inclusive em Bragança desde a chegada de Jesus Chedid ao poder no começo deste ano, a empresa Nossa Senhora de Fátima, do empresário Belarmino Marta, tem sofrido diversas sanções da municipalidade. Convenhamos que a situação da Fátima não é das melhores, já que a frota está bastante precária e não é renovada com veículos novos há algum tempo, mas por que isso não foi feito antes, pelos governos anteriores? A prefeitura não está errada em exigir melhorias no transporte mas tudo é muito curioso, ainda mais com o avanço da Sancetur pelas cidades do interior paulista. Inclusive no dia em que a nova frota de Atibaia foi apresentada à população, a carreata cortou o centro de Bragança para mostrar à população que a cidade vizinha estava recebendo ônibus zero quilômetro. Voltando ao caso de Americana, tudo continua bastante obscuro mas nada diferente do que já estava sendo ventilado por especialistas do setor. Um lote de novos carros equipados com ar condicionado já está sendo finalizado na fábrica da encarroçadora Caio, localizada em Botucatu. O mais curioso ainda é que esses ônibus que estão saindo não levam o nome da cidade onde irão circular, o que indica que deverão ir para alguma nova operação. A primeira especulação que saiu foi Indaiatuba, onde a atual operadora Rápido Sumaré teve o seu contrato caducado pela prefeitura local e deverá operar até o final do mês que vem. Agora, com a chegada do contrato de Americana, a conversa no setor é que esses veículos vão operar por lá. Mas como que uma empresa faz um pedido de veículos novos sem ser anunciada como a escolhida para operar? Isso é bastante obscuro e deixa no ar que tudo já era um jogo de cartas marcadas. Agora vamos ficar de olho na ocorrência dos fatos que vão se desenrolar na cidade de Indaiatuba para saber se será a Sancetur a substituta da Rápido Sumaré. Se for, já sabem.


A IMAGEM MARCANTE

Belém, PA

Quarta-Feira, 25 de Outubro de 2017

Um acidente envolvendo dois ônibus e um carro de passeio deixou 13 pessoas feridas em Belém. Um ônibus da empresa Rio Guamá atingiu um segundo ônibus e um carro de passeio. Segundo o motorista o freio do ônibus teria falhado e com isso ele acabou atingindo os dois veículos. Segundo o Corpo de Bombeiros o caso deve ser investigado pois se trata de um veículo novo e talvez não tenha acontecido nenhuma falha no freio. Com o impacto da colisão cerca de 13 pessoas que estavam no ônibus ficaram feridas. A foto e as informações são do G1 Pará.


A GRANDE MATÉRIA

Mercado

Mercedes-Benz entrega ônibus para o Basquete Da Mercedes-Benz | assessoria

Num encontro realizado na semana passada no Espaço Mercedes, em sua fábrica de São Bernardo do Campo, SP, a Mercedes-Benz do Brasil entregou à CBB – Confederação Brasileira de Basketball, o novo ônibus oficial para uso pelos atletas e comissões técnicas das diversas categorias da modalidade. O modelo rodoviário O 500 RS, com customização especial na carroçaria, foi cedido em regime de comodato à entidade esportiva para uso até 31 de dezembro de 2019. O veículo foi entregue a Guy Peixoto, presidente da CBB, que estava acompanhado por atletas e diretores. A equipe da Mercedes-Benz que participou do evento foi liderada por Roberto Leoncini, vicepresidente de Vendas, Marketing e Peças & Serviços Caminhões e Ônibus da MercedesBenz do Brasil. “Com o ônibus rodoviário Mercedes-Benz, os atletas da seleção brasileira de basquete terão alto padrão de qualidade, tecnologia, conforto e segurança durante os campeonatos na temporada”, diz Roberto Leoncini. “Além disso, os veículos da marca se destacam por seus motores econômicos e pelo reduzido custo operacional”. Customização assegura comodidade para atletas e comissão técnica A bela e atrativa pintura do ônibus chama a atenção pelas cores verde e amarelo. Nas laterais, se destacam a estrela da Mercedes-Benz e o escudo da CBB. A carroçaria assegura conforto e praticidade para os atletas e a comissões técnicas da CBB. Entre seus itens e equipamentos incluem-se ar condicionado, janelas com vidros colados, monitores LCD de TV com DVD, Wi-Fi, rádio, toalete e geladeira. A configuração interior também engloba uma parede de separação entre o posto do motorista e o salão interno, poltronas semi-leito com descanso de pernas e cintos de segurança retráteis. Elevado padrão de tecnologia, conforto e segurança O chassi O 500 RS, com dois eixos, é indicado para o transporte rodoviário de

08 interbuss | 29.10.2017

passageiros em médias e longas distâncias. Permite a montagem de carroçarias de até 13,2 metros de comprimento (ou até 14 metros, sob consulta), o que é feito pelas empresas especializadas do setor. O motor OM 457 LA, de 12 litros de cilindrada, oferece potência de 354 cv a 2.000 rpm, com torque de 1.600 Nm a 1.100 rpm. O elevado torque se traduz em excelentes arrancadas e retomadas de velocidade e em agilidade nas ultrapassagens, resultando em velocidades médias elevadas. A força e o excelente desempenho do veículo são frutos da combinação do motor com o câmbio automatizado MercedesBenz GO 240 de 8 marchas, que assegura maior elasticidade de marchas e um menor consumo de combustível. A alavanca do tipo joystick com auxilio pneumático faz da troca uma operação suave e simples, com

conforto para o motorista. A suspensão pneumática integral dos chassis Mercedes-Benz O 500, com bolsões de ar, amortecedores telescópicos e barras estabilizadoras na dianteira e traseira, é reconhecida no mercado como um diferencial da marca. Este sistema assegura um elevado padrão de estabilidade ao veículo, que fica constantemente nivelado em relação ao solo, oferecendo maior conforto e segurança para os passageiros. Entre os itens de série do O 500 RS destacam-se o freio-motor Top Brake, limitador de velocidade, painel de instrumentos com diagnose “on board”, sensor de incêndio no compartimento do motor, conexão para extração de dados de telemetria (FMS), coluna de direção regulável, piloto automático, freio ABS+ASR e suspensão eletrônica ECAS com elevação e rebaixamento.


Artigo

O uso da telemetria no transporte urbano

As melhoras são tanto para os passageiros quanto para as empresas Da MiX Telematics | Bruno Santos

Um a cada quatro brasileiros usa o transporte urbano, mais especificamente ônibus para as atividades do dia a dia, ou seja, ir ao trabalho ou à escola, de acordo com dados da Confederação Nacional da Indústria (CNI). Diante da importância que esse meio de transporte tem em nosso país - afinal são quase 50 milhões de pessoas que dependem dele diariamente-, esse segmento hoje passa por uma grande evolução. Nos últimos anos, a qualidade da vida urbana tem sido pauta para muitas discussões e motivo de preocupação para os empresários do setor, que têm como objetivo agregar mais eficiência, segurança e qualidade nos serviços prestados ao usuário. Porém, a grande pergunta é como fazer isso em tempo de crise, quando os recursos para investimento são escassos e todos estão em busca de redução dos gastos. A resposta é simples e nitidamente perceptível no mercado de transporte urbano, no qual empresários e respectivos times estão empenhados na busca de tecnologias para aumentar a eficiência do serviço, para que haja uma combinação de redução de custos com aumento na qualidade dos serviços prestados. De norte a sul do Brasil, noto claramente que as empresas de ônibus buscam soluções cada vez mais eficazes para gerir melhor sua frota e a principal aliada para isso é a telemetria. É por meio dessa tecnologia tão brilhante é possível monitorar em tempo real todos os indicadores de cada veículo de uma frota, além do controle de consumo de combustível, jornada de trabalho, gestão do tempo de viagens, controle de paradas, cumprimentos de metas, entre outros. Evolução A tecnologia vem evoluindo a cada dia e acompanhando a necessidade das empresas de ônibus, adaptando soluções compatíveis para cada tipo de operação. Caso os ônibus sejam equipados com barramento CAN (rede de dados do veículo), a telemetria possibilita a leitura de dados reais com maior precisão das informações. Um exemplo de

informação extraída do barramento CAN é a leitura do consumo de combustível, que associada a outros eventos possibilita ao empresário uma gestão online de seus gastos e até mesmo desenvolvimento de planos de ação para redução do consumo. Atualmente há grandes empresas no mercado usufruindo de tal solução e que conseguiram otimizar processos, reduzir consumo de combustível, melhorar a forma de gestão e condução por parte do motorista, entre outros pontos. Temos divulgados indicadores de empresas que reduziram em até 25% dos gastos gerais com combustível, até 40% nos custos com manutenção e redução de 80% no número de acidentes de trânsito. Resumidamente o empresário ganhou ou “deixou de perder” e o usuário ganhou um transporte com maior controle, qualidade e segurança. Benefícios Além de redução de custos, há uma preocupação em gerir melhor as operações, monitorar em tempo real todos os indicadores de cada veículo da frota, controlar a emissão de gases poluentes na atmosfera, controlar de acelerações e freadas bruscas e gerir viagens e tempo de parada, entre outros. Também é importante ressaltar que temos indicadores indiretos e importantes que aparecem com o tempo, e um exemplo é a satisfação do usuário, pois o motorista está dirigindo dentro de um padrão da empresa, o que evita, por exemplo, perdas com o veículo ligado sem movimentação. Assim, as empresas podem fazer a gestão das viagens realizadas pelos veículos de acordo com as tabelas de horários fornecidas pelos órgãos gestores locais, além de acompanhar a utilização da frota nos itinerários.

Tendências A tendência da telemetria é cada vez mais acompanhar o dinamismo desse mercado, além do crescimento das empresas de ônibus, ao mesmo tempo em que auxilia os gestores de frota a controlarem todos os pontos que já citei. Ainda é possível ter as respostas para perguntas como: qual velocidade o ônibus entra e sai de um quebra-molas? Quanto tempo o veículo fica parado e com motor ligado em um terminal? Qual o motorista que dirigia o veículo no momento de uma reclamação de usuário? Qual é o chassis mais econômico da minha frota? Qual chassis é recomendado para uma determinada linha no ponto de vista “consumo”? Ainda associadas à telemetria, existem soluções que possuem inteligência para auditar em tempo real a forma de direção do motorista, que é o caso do Rotograma Falado, que possibilita notificar e interagir com o motorista em tempo real, identificando e corrigindo erros, por meio de alertas sonoros, visuais e alertas de regiões controlada por georreferenciamento. Outra solução que é importante ressaltar é o uso de câmeras, com o uso de duas internas e duas externas, que combinam eventos críticos com vídeo, veículo e motorista para uso em análise de incidentes, possibilitando melhor análise de sinistros para seguradoras e propagando iniciativas de saúde e segurança para o colaborador da empresa. Não podemos esquecer também da telemetria para o controle da Jornada de Trabalho, pois ela permite ao gestor da frota total controle sobre as horas trabalhadas de cada motorista, atendendo as exigências de Leis trabalhistas, como por exemplo a Lei 13103, também evitando acidentes por conta de fadiga e sonolência do motorista. * Bruno Santos, Engenheiro e Gerente de Vendas e Serviços, é responsável pelas áreas de serviços, vendas e marketing da MiX Telematics no Brasil e LATAM Sul desde 2013. Sua principal atribuição é tornar acessível ao mercado às soluções globais da MiX Telematics no que tange a gestão eficiente de frotas. 29.10.2017 |

interbuss 09


COLUNAS

NOSSO TRANSPORTE ADAMO BAZANI | adamobus@gmail.com

Belo Horizonte recebe 70 ônibus zero quilômetro com arcondicionado e suspensão a ar

Empresas de ônibus que prestam serviços municipais em Belo Horizonte entregaram nesta quinta-feira, 26 de outubro de 2017, de forma oficial, 30 novos veículos e, nos próximos dias, serão mais 40. Todos são dotados de ar-condicionado e suspensão pneumática. Os veículos fazem parte de um lote de 250 unidades que vão ser entregues até o final do ano. Em 2018, serão mais 500 ônibus novos, conforme promessa do prefeito Alexandre Kalil, em nota da assessoria de imprensa da administração. “Até dezembro deste ano, 250 novos ônibus já estarão rodando na periferia de Belo Horizonte. No ano que vem, serão mais 500, até completar toda a frota. Foi feito um grande investimento pelas concessionárias e nós estamos fazendo o recapeamento de vias para garantir a qualidade da viagem e isso é motivo de orgulho. Fico

10 interbuss | 29.10.2017

muito feliz em poder ajudar o povo a ter mais conforto” Todos estes ônibus que serão incluídos no sistema terão ar-condicionado. De acordo com decreto 16.568, de 02 de fevereiro de 2017, assinado por Kalil, todos os novos coletivos devem ter aparelho de refrigeração. Suspensão pneumática é outra obrigação. Ainda na nota, a prefeitura informa que os 30 primeiros veículos começam a circular imediatamente. Todos estão pintados de acordo com o novo padrão de design exigido pela prefeitura. Os novos ônibus da capital contam com visual exclusivo, nas cores azul e cinza, os 70 novos veículos já começam a circular em 23 linhas diferentes e irão atender a todas as regiões da cidade. “Nós estamos seguindo uma padronização nova e, ao longo do tempo, toda a frota terá esse padrão,

Até dezembro, serão 250 veículos e, em 2018, mais 500, anuncia prefeito

exceto para o MOVE.”, explicou o presidente da BHTrans, Célio Bouzada. Nesta quintafeira, 30 desses veículos já começaram a circular, e os outros 40 veículos começam a operar na próxima semana. Gradativamente, mais ônibus novos serão inseridos no sistema. Confira abaixo as primeiras linhas a circularem com os novos ônibus: 607 – Estação Vilarinho / Esplendor 615 – Estação Pampulha / Céu Azul B 617 – Estação Pampulha / Piratininga via Rio Branco 1404B – Estrela do Oriente / Jardim Inconfidência 4110 – Dom Cabral / Belvedere 4111 – Dom Cabral/ Anchieta 815 – Estação São Gabriel / Conjunto Paulo VI 4802A – Pindorama/ Boa Vista


Modelo de ônibus acessível da Neobus será apresentado a empresários de fretamento

A Neobus, empresa do grupo da Marcopolo, começa desde já a intensificar a divulgação dos modelos com um novo sistema de acessibilidade, que em vez das incômodas cadeiras de transbordos, apresenta plataformas elevatórias que facilitam o embarque e desembarque de pessoas com deficiência nos ônibus e ao mesmo tempo permite que a poltrona neste elevador possa ser usada por qualquer passageiro, caso não haja usuários com limitações severas de movimento. Na Brasil Fret – Encontro Nacional dos Transportadores de Fretamento e Turismo – e 18º Encontro das Empresas de Fretamento e Turismo (Fresp), a encarroçadora vai exibir o New Road N10 340 com plataforma elevatória. O evento, que ocorre no Guarujá, terá cobertura do Diário do Transporte. Alguns empresários ainda estão com dúvidas em relação à operação de tecnologias que substituirão as cadeiras de transbordos e, principalmente, sobre o custo/benefício dos equipamentos. Segundo o gerente de vendas da NEOBUS, Eurico Quin-

Cadeiras de transbordo devem ser proibidas em ônibus novos a partir de 1º de julho de 2018, se prazo não for postergado de novamente

tela, o evento será uma oportunidade de tirar estas dúvidas e apresentar o produto. “A Brasil Fret/Fresp é um dos principais eventos para operadores dos segmentos de Fretamento e Turismo e oportunidade para apresentarmos nossos veículos, reconhecidos pela tecnologia e as características de versatilidade, segurança, conforto e eficiência … Desenvolvemos um sistema, prático e seguro, para auxiliar o embarque e o desembarque de passageiros com mobilidade reduzida e oferecer total acessibilidade” A versão que será apresentada na feira e congresso é curta, 12,5 metros de comprimento, tem capacidade para 43 passageiros e é encaroçado sobre chassi 17.230 OD, da Volkswagen-MAN. Ônibus com padrão rodoviário, mas com motor dianteiro, como o modelo que será apresentado, estão entre os preferidos dos empresários do setor, em especial, para ligações de pequena distância e fretamento contínuo, como para fábricas, escritórios e estudantes. A partir de 1º de julho de 2018, todos os ônibus de padrão rodoviário terão de

sair de fábrica com plataformas elevatórias. Atualmente, com as desconfortáveis cadeiras de transbordo, a pessoa com deficiência é praticamente carregada no colo pelo motorista ou agente de terminal, que também nem sempre têm condições físicas de fazer este atendimento. A data é estipulada pela portaria 205, publicada em 19 de julho pelo Inmetro – Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia, no Diário Oficial da União, mas pode ser adiada de novo. Desde 2015, as normas estão para entrar em vigor, mas, principalmente as empresas, barraram alegando custos maiores e falta de disponibilidade tecnológica no mercado. A obrigatoriedade anteriormente era para entrar em vigor no dia 2 de junho de 2015, depois foi para 1º de julho de 2016, 1º de julho de 2017 e, agora, 1º de julho de 2018. Ônibus de dois andares poderão ter rampas de acesso ao primeiro piso. A portaria vale para ônibus 0 km, não afetando os fabricados até 30 de junho de 2018. 29.10.2017 |

interbuss 11


interbuss

CLEMILTON RODRIGUES Marcopolo Paradiso G6 Expresso Guanabara, em Teresina/PI


DEU NA IMPRENSA

Transpo Online

RESUMO DAS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DA IMPRENSA ESPECIALIZADA

Sucesso da Fenatran most transportes está retoman Do site | notícias O intenso movimento de visitantes com decisão de compra e os negócios fechados já durante os cinco dias da Fenatran – Salão Internacional de Transporte Rodoviário de Cargas, superaram as expectativas de expositores e da organização. A perspectiva desde o início era a de que a 21ª edição do Salão acompanharia os sinais positivos emitidos pela economia do país. “Pelo retorno que tivemos dos expositores, essa edição foi uma virada para o setor, e se consolida como a melhor plataforma de negócios em transportes de cargas e logística”, avaliou Gustavo Binardi, diretor de eventos da Reed Exhibitions Alcantara Machado, organizadora Salão. O setor de transporte e de logística é um dos principais sinalizadores de desempenho da economia e, considerando a movimentação registrada na Fenatran 2017, em sinergia com a Movimat 32ª edição do Salão Internacional da Logística Integrada, que se encerrou na quinta-feira, dia 19 de outubro, há fortes indícios da retomada do crescimento. O público, que superou os 50 mil visitantes esperados, pode ver as novidades em produtos e serviços preparadas pelos 350 expositores e especialmente pelos principais fabricantes de caminhões, implementos rodoviários, autopeças, empresas de gestão de frotas e postos de combustíveis. Todas as sete marcas de caminhões que estiveram presentes na Fenatran fecharam negócios, informou o presidente da Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), Antonio Megale. “O Salão foi um grande sucesso, tanto de público quanto no resultado comercial. As marcas estão aproveitando o momento de alavancagem da economia para retomarem a produção que estava parcialmente paralisada, e os frotistas estão aproveitando para renovar seus veícuas”, afirmou. Megale disse ainda que a avaliação dos fabricantes sobre a organização do evento e sobre a infraestrutura do pavilhão também foram muito positivas. Na avaliação da Anfir, Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários, o Salão também foi bastante

14 interbuss | 29.10.2017

positivo. “A Fenatran consolidou o movimento de recuperação que a indústria está experimentando nos últimos meses”, afirmou Alcides Braga, presidente da entidade. Durante o evento as empresas associadas realizaram negócios nos dois segmentos. No setor Leve (carroceria sobre chassis) foram negociadas em torno de 150 unidades e no segmento Pesado (reboque e semirreboque) aproximadamente dois mil produtos. Além disso, são esperados para os próximos meses a venda de cerca de 1.200 produtos, na sua maioria pesados. Braga também é diretor da Truckvan, que, de acordo com ele, acompanhou o forte movimento do Salão. “Abrimos muitas negociações novas e novos contatos com clientes, com isso, já fechamos várias encomendas”, adiantou. A palavra “sucesso” também integrou a avaliação do presidente da NTC&Logística, José Hélio Fernandes. Para ele, a Fenatran 2017 “superou as expectativas”. “Acredito que essa pode ser considerada a Fenatran da virada. Um marco na retomada da economia após uma crise sem precedentes. Estamos todos muito otimistas e esperançosos de que dias melhores virão”, disse. Fernandes afirmou ainda

que todos os segmentos envolvidos com o transporte rodoviário de cargas demonstraram a intenção de voltar a investir. Bastante entusiasmado com os resultados do Salão, o diretor da área comercial da Volvo Caminhões, Bernardo Fedalto, também afirmou que o evento foi um “marco”. “Calculamos a venda de cerca de R$ 600 milhões em veículos, por volta de 1500 unidades, que devem ser comercializados a partir dessa edição, fora os R$ 300 milhões em serviços. Destacamos também que a taxa de conversão dos atendimentos foi de mais de 50% em 2017, número inédito. Recebemos muitos clientes médios e grandes, com lotes de 20, 30, 40 veículos”, afirmou. Taxa de conversão de atendimentos é o volume de negócios efetivamente realizados. Na Scania, segundo seu diretorgeral Roberto Barral, desde o início do ano a marca vinha registrando bons resultados e na Fenatran a boa expectativa foi totalmente comprovada. “Percebemos o sentimento de otimismo em todos os clientes que vieram ao nosso estande”, ressaltou. Barral disse ter ficado surpreso com o índice de aceitação do serviço inédito de manutenção, apresentado no Salão, que acompanhou os veículos


tra que o setor de ndo a rota do crescimento

vendidos da marca. Apesar de ser optativo, 90% dos clientes que fecharam negócios na Scania compraram também esse serviço. Para o diretor de Vendas e Marketing para Caminhões da Mercedes-Benz Brasil, Ari Gomes de Carvalho, a Fenatran “foi melhor do que a encomenda”. “Recebemos um fluxo de clientes maior do que esperávamos. O mercado despertou, e o evento simboliza essa transformação. O que posso adiantar é que, muito provavelmente, zeramos nosso estoque de dois mil veículos que possuíamos antes do Salão”, comentou. Segundo Carvalho, os clientes vieram à Fenatran com a intenção de renovar a frota ou ampliá-la por conta de novos contratos. “E a Movimat, ao ser realizada simultaneamente, também atraiu para o pavilhão um público que não viria visitar os veículos”, afirmou. “Conseguimos realizar vendas efetivas e todos os pedidos feitos durante o Salão são de clientes com alto potencial de compra, e que certamente contribuirão para o crescimento das nossas operações no Brasil”, revelou o diretor Comercial da DAF Caminhões Brasil, Luis Gambim. A MAN também elogiou a qualidade dos visitantes e pelo poder de decisão de compra. “Teve um público muito grande

que veio querendo fechar negócio, o que ficou muito acima da nossa expectativa inicial. O nosso estande ficou lotado de segunda a sexta”, afirmou diretor de vendas de caminhões, Antonio Cammarosano Filho. Para a Iveco, a Fenatran deu uma boa injeção de ânimo no setor. “Esse Salão trouxe o que não víamos há um bom tempo: gente sentando para fazer negócios e, principalmente, falar de coisas positivas, otimistas. Nos deu uma grande esperança, a de que quem precisa dos nossos produtos está deixando a crise para trás”, disse o gerente de Marketing Mauricio Correa. Implementos e serviços – O movimento no estande da Sascar, empresa do Grupo Michelin, foi “além das expectativas” gerando ótimas oportunidades de negócios, segundo o diretor de Marketing, Bruno Portnoi. “Os novos relacionamentos e os contatos com os clientes feitos durante a feira nos dão a certeza de bons negócios a curto e médio prazo”. Portnoi considerou muito oportuna a realização da Fenatran em conjunto com a Movimat. “Conseguimos atender aos dois públicos. Para nós isso foi e é um agregador e intensifica nossos negócios”. O gerente de Marketing e Gestão de Rede da Randon Implementos, Claude

Padilha, afirmou que a participação da empresa na Fenatran foi planejada para trazer produtos inovadores e oportunidades de negócios para os clientes. “Ficamos muito satisfeitos com os resultados, iniciando negociações diretas para futuras vendas”, completou. A presença estrangeira na Fenatran foi destacada pelo assessor técnico da diretoria da Lavrita Vitor Mutton. “Além de um público muito interessado daqui do Brasil, recebemos muitos visitantes de toda América Latina, como Chile, Argentina, Uruguai, Peru, Costa Rica, Cuba, Guatemala, Bolívia, Panamá, entre outros países. O público é bem qualificado, e a realização junto da Movimat atrai um pessoal que não viria nos visitar”. Na Planalto, a presença do público também surpreendeu. Segundo o diretor comercial, Danillo Lisboa Mattos, houve uma visitação “maciça”, com “alta procura de clientes do Brasil e de fora”. De acordo com o supervisor regional de vendas da Zegla, Luiz Carlos Prigol, a empresa conseguiu comercializar entre R$ 120 mil e R$ 130 mil. “Recebemos aqui muitos compradores de fora: chilenos, colombianos, bolivianos, peruanos. O saldo é superpositivo”, destacou. 29.10.2017 |

interbuss 15


REDE SOCIAL

AS MELHORES FOTOS DA SEMANA NO FACEBOOK

Gabriel Valladares | Marcopolo Paradiso G7

Diego Almeida | Marcopolo Paradiso G7

Fernando Lbm | Neobus Spectrum Road 330

Bruno Viajante Fla | Busscar Jum Buss 380

Rafael Xarão | Nielson Diplomata

Flavio Rafael Assumpção | Marcopolo Torino

16 interbuss | 29.10.2017


Adailton J. Cruz | Mascarello Gran Metro

Diego Almeida | Marcopolo Paradiso G7

Diego Almeida | Marcopolo Paradiso G6

Diego Almeida | Marcopolo Paradiso G7

Wallace Barcellos | Marcopolo Paradiso G7

Adailton J. Cruz | Marcopolo Paradiso GV 1150 29.10.2017 |

interbuss 17


O MELHOR DA INTERBUSS

UMA SELEÇÃO DAS MELHORES FOTOS PUBLICADAS NAS GALERIAS DO PORTA

Fabio Lima Comil Svelto Volksbus 17 230 EOD | Julio Simões

Rodrigo Gomes Caio Mondego L Volvo B290R | Auto Viação 1001

Eduardo Oliveira Marcopolo Paradiso G6 1200 Scania K124 | Auto V. 1001

Rodrigo Gomes Caio Mondego L Volvo B290R | Auto Viação 1001

Flávio Eduardo Busscar Elegance 360 Scania K380 | Trans Crateús

Igor Drumond Soares Comil Campione Scania K124IB | Riodoce

18 interbuss | 29.10.2017


S JÁ TAL INTERBUSS

Eduardo Oliveira Marcopolo Paradiso G6 1200 MBB O-500RS | Viação Cometa

Jorge Neto CMA Flecha Azul Scania K113CL | Viação Cometa

Janderson Miguel Busscar Micruss Volksbus 9 150 | Transmimo

Tiago de Grande Marcopolo Paradiso GV 1150 MBB O-400RSE | Santa Cruz

Allan Nunes Caio Apache Vip Volksbus 17 230 EOD | Expresso Campibus

Allan Nunes Caio Apache Vip Volksbus 17 230 EOD | Expresso Campibus 29.10.2017 |

interbuss 19


O MELHOR DA INTERBUSS

Marcos Martins Thamco Scorpion Volvo B58 | VICASA

Diego Almeida Comil Campione 3.45 | Transturismo

Diego Almeida Marcopolo Paradiso G6 1200 MBB O-400ESE | Lanine

Glauber Santana Irizar Inter Century Scania F-270 | Via Marte

Marcos Martins Thamco Scorpion Volvo B58 | VICASA

Sergio Alves Comil Condottiere MBB OF-1620 | Unida

20 interbuss | 29.10.2017


Anderson Ribeiro Marcopolo Paradiso GV 1150 Scania K113 | Itamarati

Tiago de Grande Marcopolo Paradiso G6 1800DD Scania K420 | Bitur

Sérgio Carvalho Marcopolo Paradiso G7 1050 Scania K340 | São Paulo São Pedro

Igor Drumond Soares Marcopolo Viaggio G7 900 MBB OF-1722M | Unida

Nicolas Sousa Maxibus Lince MBB O-500R | CosCob

Anderson Ribeiro Marcopolo Viaggio GV 1000 Volvo B58 | Bortolotto 29.10.2017 |

interbuss 21


COLUNAS

VIAGENS & MEMÓRIA

NOVA INTERBUSS.

MARISA VANESSA N. CRUZ | ideiaselembrancas@gmail.com

Carapicuíba: novos ônibus e novo terminal na divisa com Osasco Carapicuíba é um município que faz parte da Grande São Paulo, ao lado de Osasco. Duas empresas fazem parte do transporte público municipal, a Del Rey e a ETT Carapicuíba, e como maioria já sabe, vou comentar sobre dois acontecimentos importantes naquela cidade (ou próxima dela). Na divisa de Osasco com Carapicuíba, ao lado da estação de trem General Miguel Costa e próximo ao Rodoanel, foi inaugurado em agosto o novo terminal de ônibus metropolitano Luís Bortolosso. Ali faz ponto final algumas linhas municipais de Osasco e Carapicuíba, além da intermunicipal 581 que vai para o Km. 24 da Rodovia Raposo Tavares em Cotia, e outras de passagem para Itapevi, Jandira, Santana de Parnaíba, Pirapora do Bom Jesus, Barueri e Cotia, além para vários bairros da capital paulista. Visitei o terminal neste último dia 23 de setembro. Local com vários pontos de acessibilidade, como escadas rolantes, elevadores, faixas de pedestres com rampas para cadeirantes, além de sanitários. Este novo terminal fará parte do futuro corredor de ônibus Itapevi – São Paulo. A ETT Carapicuíba comprou 45 ônibus novos urbanos com suspensão pneumática. O modelo, encarroçado pela Caio, modelo Apache Vip IV e chassi Volkswagen 17.230 ODS, sendo que S atribui a suspensão pneumática. Seus prefixos pares são do 162 ao 250, e todos são ano 2017/2018. E para quem não comprou ônibus em 2015 e 2016, a renovação de frota foi bastante bem-vinda. Substituiu inúmeros Busscar Urbanuss Pluss anos 2006 e 2007, com chassis Mercedes-Benz e Volkswagen.

NOVO CONTEÚDO

NOVA VISÃO TUDO NOVO TUDO POR VOCÊ interbuss

22 interbuss | 22.10.2017

PORQUE TRANSPORTE É VIDA


ANUNCIE NA

INTERBUSS E FIQUE PERTO DO SEU PÚBLICO E DOS SEUS POTENCIAIS

CLIENTES CONTACTE-NOS E FAÇA UM BOM NEGÓCIO

revista@portalinterbuss.com.br

interbuss PORQUE TRANSPORTE É VIDA


NOVA INTERBUSS. NOVO CONTEÚDO

NOVA VISÃO TUDO NOVO TUDO POR VOCÊ interbuss PORQUE TRANSPORTE É VIDA

Revista InterBuss | Edição 367 | 29.10.2017  

Edição com 24 páginas | Concluída na quinta (25) | Confira nesta edição matéria sobre a Fenatran, tradicional feira do mercado de transporte...