Page 1

interbuss

RELEMBREM AS FOTOS DA GALERIA DO INTERBUSS

PORQUE TRANSPORTE É VIDA | ANO 8 | N° 366 | 22 DE OUTUBRO DE 2017

SUSTENTABILIDADE ENTRA EM PAUTA

Órgãos do governo e montadoras começam a se mexer em prol da mobilidade sustentável CIDADE FRANCESA VAI TESTAR O ELÉTRICO DA VOLVO


UMA REVISTA

PARA QUEM QUER

SABER TUDO SOBRE TRANSPORTE

NO BRASIL

E NO MUNDO. TODO DOMINGO,

UMA NOVA EDIÇÃO.

interbuss PORQUE TRANSPORTE É VIDA

CONTEÚDO DE QUALIDADE COM RESPONSABILIDADE


PEÇAS PARA

BUSSCAR

ANUNCIE NA

INTERBUSS

CONFIRA NOSSAS PROMOÇÕES!

E FIQUE PERTO DO SEU PÚBLICO E DOS SEUS POTENCIAIS 170,00 TORNEIRA SANITARIO BUSSCAR

CLIENTES

ESPELHO RETROVISOR EXTERNO LE BUSSCAR MARTE MANUAL R$

1309,73

R$

PORTA DIANTEIRA PANTOGRAFICA LD BUSSCAR JUMBUSS 360 R$

7419,00

Linha completa de CONTACTE-NOS E FAÇA BOM NEGÓCIO peças de UM reposição Busscar. revista@portalinterbuss.com.br Confiram em nossa loja virtual. Compre pela internet! www.apolloonibus.com.br LANTERNA PISCA AMARELA BUSSCAR >01 R$

interbuss

37,23

RUA MÁRIO JUNQUEIRA DA SILVA, 1580 JARDIM EULINA - CAMPINAS/SP

PORQUE TRANSPORTE É VIDA

FONE: (19) 3395-1668 NEXTEL: 55*113*14504


NESTA EDIÇÃO A GRANDE MATÉRIA

Transporte sustentável entra e

Várias montadoras e órgãos governamentais começam a se mexer em SUMÁRIO

6 NOSSA OPINIÃO

12 PÔSTER

7 A IMAGEM MARCANTE

14 DEU NA IMP

8 A GRANDE MATÉRIA

16 REDE SOCIA

Os dramas no transporte curitibano

A foto que marcou a semana no setor de transportes

EMTU assume apoio à mobilidade sustentável

10 ADAMO BAZANI

Novidades para o transporte não poluente

Comil Svelto, por Gabriel D

As notas da imprensa espe

O seu espaço na InterBuss

18 O MELHOR D

As melhores fotos publica


ANO 8 | Nº 366 | DOMINGO, 22 DE OUTUBRO DE 2017 | 1ª EDIÇÃO | CONCLUÍDA ÀS 07h58 (6ª) EDIÇÃO COM 24 PÁGINAS

em pauta

m prol do elétrico

Dias

PRENSA ecializada

AL s

DA INTERBUSS

adas no Portal InterBuss

08

O MELHOR DA INTERBUSS

Confiram seleção de fotos que já foram publicadas na Galeria

Melhores fotos da Galeria do InterBuss estão de volta

18

A GRANDE MATÉRIA

Cidade francesa vai testar o elétrico da Volvo por 4 semanas

Testes serão feitos na cidade de Marselha, no interior

09

DEU NA IMPRENSA

Ford dá início à produção da EcoSport em sua fábrica romena

Fábrica da Ford fica localizada na cidade de Craiova

15

REDE SOCIAL

Confira as melhores fotos que foram publicadas no Facebook

As melhores fotos da semana saem aqui na Interbuss!

16


EXPEDIENTE

Uma publicação da InterBuss Comunicação Ltda. DIRETOR-PRESIDENTE / EDITOR-CHEFE Luciano de Angelo Roncolato JORNALISTA RESPONSÁVEL Luciano de Angelo Roncolato REVISÃO Luciano de Angelo Roncolato ARTE E DIAGRAMAÇÃO Luciano de Angelo Roncolato AGRADECIMENTOS DESTA EDIÇÃO Agradecemos à todos os colaboradores de todo o país pelas fotos enviadas esta semana para capa, matérias e pôster. SOBRE A REVISTA INTERBUSS A Revista InterBuss é uma publicação semanal do site Portal InterBuss com distribuição on-line livre para todo o mundo. Seu público-alvo são frotistas, empresários do setor de transportes, gerenciadores de trânsito e sistemas de transporte, poder público em geral e admiradores e entusiastas de ônibus de todo o Brasil e outros países. Todo o conteúdo da Revista InterBuss provenientes de fontes terceiras tem seu crédito dado sempre ao final de cada material. O material produzido pela nossa equipe é protegido pela lei de direitos autorais e sua reprodução é autorizada após um pedido feito por escrito, e enviado para o e-mail revista@ portalinterbuss.com.br. As fotos que ilustram todo o material da revista são de autoria própria e a reprodução também é autorizada apenas após um pedido formal via e-mail. As imagens de autoria terceira têm seu crédito disponibilizado na lateral da mesma e sua autorização de reprodução deve ser solicitada diretamente ao autor da foto, sem interferência da Revista InterBuss. A impressão da revista para fins particulares é previamente autorizada, sem necessidade de pedido. PARA ANUNCIAR Envie um e-mail para contato@portalinterbuss.com. br ou ligue para (19) 99483-2186 e converse com nosso setor de publicidade. Você poderá anunciar na Revista InterBuss, ou em qualquer um dos sites parceiros do grupo InterBuss, ou até em nosso site principal. Temos diversos planos e com certeza um deles se encaixa em seu orçamento. Consulte-nos! PARA ASSINAR Por enquanto, a Revista InterBuss está sendo disponibilizada livremente apenas pela internet, através do site www.revistainterbuss.com.br. Por esse motivo, não é possível fazer uma assinatura da mesma. Porém, você pode se inscrever para receber um alerta assim que a próxima edição sair. Basta enviar uma mensagem para revista@portalinterbuss.com.br e faremos o cadastro de seu e-mail ou telefone e você será avisado. CONTATO A Revista InterBuss é um espaço democrático onde todos têm voz ativa. Você pode enviar sua sugestão de pauta, ou até uma matéria completa, pode enviar também sua crítica, elogio, ou simplesmente conversar com qualquer pessoa de nossa equipe de colunistas ou de repórteres. Envie seu e-mail para revista@ portalinterbuss.com.br ou contato@portalinterbuss. com.br. Procuramos atender a todos o mais rápido possível. A EQUIPE INTERBUSS A equipe do Portal InterBuss existe desde 2000, desde quando o primeiro site foi ao ar. De lá pra cá, tivemos grandes conquistas e conseguimos contatos com os mais importantes setores do transporte nacional, sempre para trazer tudo para você em primeira mão com responsabilidade e qualidade. Por conta disso, algumas pessoas usam de má fé, tentando ter acesso a pessoas e lugares utilizando o nome do Portal InterBuss, falando que é de nossa equipe. Por conta disso, instruímos a todos que os integrantes oficiais do Portal e Revista InterBuss são devidamente identificados com um crachá oficial, que informa o nome completo do integrante, mais o seu cargo dentro do site e da revista. Qualquer pessoa que disser ser da nossa equipe e não estiver devidamente identificada, não tem autorização para falar em nosso nome, e não nos responsabilizamos por informações passadas ou autorização de entradas dadas a essas pessoas. Qualquer dúvida, por favor entre em contato pelo e-mail contato@portalinterbuss.com.br ou pelo telefone (19) 99483.2186, sete dias por semana, vinte e quatro horas por dia.

NOSSA OPINIÃO

Editorial

O drama no transporte coletivo de Curitiba A ingerência política que paira sobre o Brasil e desanima cada vez mais as pessoas está causando graves problemas em vários sistemas de transporte, sobretudo em Curitiba, cidade tida como um exemplo na mobilidade urbana e que exportou o conceito de BRT (Bus Rapid Transit) para várias localidades pelo mundo. Há anos a cidade não recebe novos ônibus, os articulados e biarticulados já estão bastante antigos, as linhas não são otimizadas há muito tempo e há uma série de greves por falta de pagamento de salários. A crise no sistema curitibano de transportes começou na administração municipal passada, que resolveu travar uma verdadeira queda de braço com o governo estadual. Isso acabou com a integração entre as linhas municipais e metropolitanas, além de cortar grande parte do valor do subsídio que os governos davam para as empresas de ônibus manterem o serviço com o máximo de qualidade. Historicamente a cidade de Curitiba tinha uma grande renovação de sua frota, com a constante chegada de veículos articulados e biarticulados para as linhas mais importantes, mas depois de um tempo tudo isso acabou. Sem novos ônibus e com linhas que não comportam mais a quantidade de passageiros, o transporte de Curitiba acabou caindo no ostracismo e na mesmice de outras localidades brasileiras. É fundamental que haja um acordo entre as administrações municipais e estaduais para que as regiões metropolitanas tenham um transporte adequado à sua população. Regiões assim são muito densamente povoadas e precisam de meios de deslocamentos eficientes. Em países sérios, que se preocupam com o bem estar das pessoas, há sistemas complexos de transportes nas regiões mais povoadas que incluem redes integradas de ônibus, metrô, trens intermuniciais, bondes e até bicicletas. Já no Brasil tudo fica emperrado ou é corroído pela corrupção dos políticos. Lembram quando começaram a sair as primeiras obras de mobilidade para as cidades-sede da Copa do Mundo de 2014? A municipalidade de Curitiba pensou em fazer linhas de metrô já que considerava o BRT superado e que não era mais possível ampliar a sua capacidade em alguns itinerários. Já estamos três anos depois da passagem da Copa pelo nosso país e até agora não saiu nem metrô e nem corredor novo. As empresas de ônibus que operam por lá dizem estar em crise financeira e por isso não investem mais. Oras, a maior parte das empresas pertencem a poucos empresários que possuem outras operações espalhadas pelo país, inclusive que estão sob investigação por conta de irregularidades e dizem que estão em crise? Como que conseguem investir em outras cidades? Geralmente uma operação não tem influência sobre outras mas tudo isso é no mínimo estranho. Mas temos que também levar em consideração que houve uma redução drástica no valor do repasse do subsídio. Muitas empresas continuam reclamando que houve queda no número de passageiros por conta da crise no país. Mas será que a queda foi por isso mesmo? Será que não houve migração de passageiros para carros particulares e motoristas de aplicativos? Se o transporte fosse melhor, com certeza haveria uma alta no número de passageiros, independentemente de crise financeira já que as pessoas não deixam de se deslocar, apenas mudam de modal.


A IMAGEM MARCANTE

Patos de Minas, MG

Quarta-Feira, 18 de Outubro de 2017

Um ônibus desgovernado invadiu uma residência e acabou ferindo um idoso de 64 anos. Ele sofreu escoriações e foi socorrido. Segundo informações colhidas no local, o ônibus estava estacionado. Ele subiu na calçada, atravessou uma praça, quebrou o galho de uma árvore e invadiu uma residência. O ônibus ainda danificou uma picape e um carro antes de quebrar uma parede e invadir um dos cômodos, onde estava o idoso. As informações é do site Patos Agora.


A GRANDE MATÉRIA

Sustentabilidade

EMTU assume apoio à mobilidade sustentável Da EMTU | assessoria

A EMTU, junto com a SPtrans, ViaQuatro, Metrô da Bahia e várias empresas de transporte do mundo todo, assinou na semana passada manifesto em prol da mobilidade sustentável. A assinatura ocorreu durante a 15ª Assembleia Regional Latino Americana da UITP, realizada em Buenos Aires entre os dias 4 e 6 de Outubro. As empresas que assinaram o Manifesto comprometeram-se a: · Afirmarem o compromisso de colaborar com instituições locais, regionais, nacionais e internacionais para assegurar a implementação efetiva do Acordo de Paris sobre Mudanças Climáticas; · Apoiarem plenamente a implementação progressiva da Agenda Urbana Nova, bem como todos os objetivos de desenvolvimento sustentáveis ​​das Nações Unidas; · Empenharem-se em demonstrar inovação e liderança por meio de: ações de planejamento de políticas e estratégias de mobilidade; apoio para cidades na concepção de planos de mobilidade urbana sustentáveis; desenvolvimento e uso de dados, inovações tecnológicas e digitalização no setor de transportes públicos, entre outras ações. O núcleo de Parcerias + Inovação da EMTU participou do evento, apresentando a palestra “Inovação Metropolitana em Transportes - O público em movimento”, na qual mostrou aos participantes os trabalhos com enfoques tecnológicos realizados no Brasil, como a 1ª Hackatona Metropolitana, além dos projetos em desenvolvimento no [E] LAB – Experimentos em Transporte e o sistema de Dados Abertos. Inovação: Compromisso da EMTU A EMTU está alinhada ao processo de inovação mundial e acredita que por meio de ideias criativas poderá contribuir ainda mais para a melhoria do Transporte Público Metropolitano. Seguindo esta premissa, promove hackatonas - com o apoio da União Internacional do Transporte Público (UITP) , Funda-

08 interbuss | 22.10.2017

ção Youth for Public Transport (Y4PT) e da startups - dedicadas ao Transporte Público Metropolitano e focadas em sustentabilidade, acessibilidade e mobilidade intermodal. A empresa foi a primeira a realizar uma hackatona de transporte metropolitano na América Latina. O Núcleo de Parcerias + Inovação da EMTU, responsável pela construção e implantação de política corporativa de inova-

ção, atua dentro do conceito de gestão horizontal e conta com a participação do Colegiado de Inovação, formado por funcionários de diversas áreas da empresa. O dia a dia do LAB – Experimentos em Transportes, laboratório criado exclusivamente para pesquisas, prototipagens e desenvolvimento dos projetos apresentados em hackatonas, também é gerenciado pela área de inovação.


Internacional

Cidade francesa testará ônibus elétrico da Volvo

Veículo vai ser testado na cidade de Marselha por quatro semanas

Da Volvo | notícias A cidade de Marselha, na França, está iniciando um projeto piloto com um ônibus elétrico híbrido da Volvo. O piloto terá duração de quatro semanas e será conduzido pela RTM (Régie des Transports Metropolitains). A cidade é a primeira do país a testar o ônibus elétrico híbrido da Volvo, com o conceito de recarga rápida da bateria do motor elétrico nos pontos de embarque e desembarque e o uso de biocombustível (HVO). Os testes estão sendo realizados em

uma operação real, na linha 82 em frente ao Museu Etnográfico “Le MUCEM”, em parceria com a Volvo e a ABB. O Volvo Elétrico Híbrido opera silenciosamente e livre de emissões, no modo 100% elétrico, por cerca de 8 km. A bateria do motor elétrico é abastecida nas estações de recarga rápida, instaladas nos pontos finais dos ônibus em cooperação com a ABB, levando de 3 a 6 minutos . O sistema é baseado na interface de carga aberta OppCharge. Em comparação com um ônibus diesel convencional equivalente, o Volvo

Elétrico Híbrido consome 60% menos energia. O motor a diesel do veículo é abastecido com o biocombustível renovável HVO (óleo vegetal hidrogenado), reduzindo drasticamente as emissões quando o ônibus opera no modo híbrido, com os motores elétrico e a diesel operando de forma paralela. Recentemente, a Volvo vendeu 90 ônibus elétrico híbridos para a Bélgica. A empresa também tem pedidos dos Luxemburgo, Alemanha e Suécia. No total, a Volvo já vendeu mais 3.600 de ônibus eletrificados em todo mundo. 22.10.2017 |

interbuss 09


COLUNAS

NOSSO TRANSPORTE ADAMO BAZANI | adamobus@gmail.com

Cummins se une à Gillig para fazer ônibus 100% elétricos com tração dianteira

A gigante produtora de motores a diesel Cummins e a Gás Natural decidiu entrar definitivamente para eletromobilidade no transporte coletivo de passageiros. A empresa divulgou no final da tarde desta quinta-feira, 19 de outubro de 2017, à imprensa especializada brasileira, como o Diário do Transporte, que firmou uma parceria com a designer e fabricante americana de ônibus, Gillig. O objetivo é em breve lançar um modelo com baterias que conferem autonomia de, em média, 322 quilômetros, com uma única carga, e tração dianteira, como explica a empresa em nota. “O trabalho de desenvolvimento inicial para a nova bateria elétrica aos planos de produção de ônibus eletrificado da Gillig será com foco na faixa de operação de 200 milhas (322 km) com uma única carga. O ônibus contará com um motor de tração dianteira com torque de 3.500 Nm e utilizará a energia do sistema de frenagem regenerativo. Um pacote de acessórios será alimentado pelo sistema Cummins. A implantação inicial do ônibus usará um carregador plug-in.” Atualmente, a posição dos motores e a autonomia das baterias, juntamente com o preço, estão entre as maiores dúvidas para a ampliação da frota de ônibus elétricos. O anúncio da parceria foi feito na APTA EXPO, principal feira comercial da indústria de transporte público, que aconteceu em Atlanta, nos Estados Unidos, entre os dias 9 e 11 de outubro. Na mesma nota, o presidente da Gillig, Derek Maunus, disse que o aperfeiçoamento da eletrificação do transporte coletivo por ônibus é meta das duas empresas. “A Gillig tem uma relação comercial já bastante consolidada com a Cummins e agora, com esta nova parceria, vamos compartilhar nossas respectivas metas em tecnologias e desenvolver, com a vantagem de uma visão conjunta, para fornecer a mais avançada tecnologia em eletrificação do mercado de ônibus para nossos clientes” Já o vice-presidente de Vendas da Cummins para América do Norte, Amy Boerger, explica que o projeto consiste numa troca de experiências entras as duas

10 interbuss | 22.10.2017

fabricantes para o mais breve possível vender os ônibus e que o motor elétrico apresentado no evento significa avanço para a indústria de veículos não poluentes. “O powertrain eletrificado da Cummins, exibido durante este evento, representa um grande avanço para a indústria. Estamos muito satisfeitos pelo fato de a Gillig ter o primeiro acesso a esta importante tecnologia de emissões zero. A parceria possibilita uma estreita colaboração técnica para que possamos acelerar a integração dos sistemas e o trabalho de otimização de desempenho para avançar em relação a outros setores”. “Além do trabalho de desenvolvimento em conjunto de ambas as engenharias, a parceria também vai abranger toda a gama de suporte de serviços, diagnósticos, conectividade, planos de garantia e programas de treinamentos. Na Cummins, os trabalhos dedicados por nossa rede de atendimento ao cliente são tão importantes

Objetivo é apresentar coletivo com autonomia de 322 quilômetros

quanto as tecnologias que oferecemos”, acrescentou Boerger. A Cummins fornece motores de ônibus e equipamentos para vários modelos da Gillig Bus desde 1950. A Cummins atualmente alimenta a série Gillig de ônibus Low Floor, BRT, BRTPlus, Comutador e Trolley, com um amplo portfólio de Diesel limpo, gás natural quase zero e energia Diesel-híbrida. –completa a nota. Na nota, não há referência sobre planos para a Cummins Inc. fornecer motores elétricos para ônibus no Brasil. No mercado nacional, modelos de ônibus a diesel da marca Volkswagen e Agrale, por exemplo, usam motor da Cummins. Em relação à tração 100% elétrica para ônibus, o Brasil conta com a empresa nacional Eletra, de São Bernardo do Campo, e a chinesa BYD, em Campinas. A Volvo, em Curitiba, faz ônibus híbridos, assim como a Eletra também no ABC Paulista.


Toyota revela como será seu novo ônibus a hidrogênio A fabricante japonesa Toyota divulgou imagens de como vai ser seu novo ônibus conceito movido com célula de combustível de hidrogênio. O veículo será um dos destaques do Salão de Tóquio 2017, conhecido mundialmente por revelar inovações no setor automotivo, que neste ano, em sua 45ª edição, ocorrerá entre os dias 25 de outubro e 5 de novembro. O modelo não emite nenhum tipo de poluente durante a operação e o projeto é oficialmente chamado de Toyota Sora Fuel Cell Concept. Sora forma as iniciais de ‘Sky, Ocean, River e Air’, ou, em português, Cora, para “Céu, Oceano, Rio e Ar”, fazendo uma referência ao ciclo da água. A célula de combustível é obtida por meio da eletrólise da água, que é um processo que separa o hidrogênio do oxigênio. As células de hidrogênio são armazenadas e convertidas em eletricidade que move o ônibus. Como subproduto, sai do escapamento deste ônibus, vapor d’água. O ônibus possui 10 tanques pressurizados com hidrogênio que ficam na parte superior do veículo. Cada ônibus terá dois motores que rendem 228kW de potência juntos. Com 10,5 metros de comprimento, aqui no Brasil seria considerado um veículo midi. A capacidade é para 79 ocupantes, sendo 22 passageiros sentados, 56 em pé e o motorista. O design interno é para transportar a maior parte das pessoas em pé, já que o modelo é pensado para rotas rápidas alimentadoras. O ônibus ainda possui um sistema de aproximação de parada, inédito no Japão, que detecta o alinhamento da via e permite que o ônibus pare a uma distância entre 3 centímetros e 6 centímetros da guia. Também há sistemas automáticos que desaceleram o ônibus quando o veículo se aproxima de qualquer obstáculo e permitem aceleração suave quando o caminho é desobstruído. Oito câmeras, entre externas e internas, com exibição das imagens em monitores no painel permitem que o motorista tenha melhor visão do que ocorre no trajeto. Segundo a Toyota, para os Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020, estarão em circulação ao menos cem unidades do modelo, em especial, na região metropolitana.

Marca japonesa também privilegiou design e itens de segurança, como controle de frenagem e aproximação das paradas

Em nota, a Toyota detalhou algumas das características do veículo: Segurança aprimorada da função de monitoramento periférico de ônibus (inédito no Japão) Oito câmeras de alta definição instaladas dentro e fora do veículo detectam pedestres e bicicletas ao redor do ônibus, fornecendo uma função de monitoração periférica que avisa o motorista com som e imagens para melhorar a segurança. Segurança melhorada da função de controle de aceleração inédito no Japão) A função de controle de aceleração suprime a aceleração súbita e permite uma aceleração suave de paradas, em consideração a segurança dos passageiros em pé. Além disso, não há balanços porque não há mudança de marchas. Maior facilidade de embarque e saída por meio do controle automático de

chegada (inédito no Japão ) A adoção do controle automático de chegada detecta a linha de orientação na superfície da via e usa direção e desaceleração automáticas para parar o ônibus com aproximadamente 3 a 6 cm de distância da parada e dentro de um alcance de 10 cm antes ou depois do ponto de ônibus posição. Isso melhora o embarque e a saída para passageiros que usam carrinhos de criança ou cadeiras de rodas, por exemplo. Maior comodidade através do ITS Connect A capacidade de transporte de ônibus, velocidade, pontualidade e conveniência é impulsionada pelo ITS Connect, que utiliza comunicações veículo-veículo e veículo-garagem para permitir condução segura, juntamente com sistemas que suportam comboios de ônibus e que fornecem prioridade nos sinais de trânsito (PTPS ). 22.10.2017 |

interbuss 11


interbuss

GABRIEL DIAS

Comil Svelto Trans Lider, em CubatĂŁo/SP


DEU NA IMPRENSA

Transpo Online

RESUMO DAS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DA IMPRENSA ESPECIALIZADA

Artigo: A falta de controle de rastreio nas transportadoras

Do site | Por Fernando Alex Carvalho

Gerenciar riscos no transporte de cargas implica na adoção de um conjunto de ferramentas para compor medidas preventivas que visam minimizar os riscos existentes nessa atividade. O objetivo desta ação é garantir que o produto esteja no local desejado, dentro do prazo previsto e nas melhores condições sempre. Quando essas medidas dão resultado, ganham os clientes e a transportadora, o primeiro em satisfação, e o outro com uma operação que atinge melhores resultados. A malha rodoviária no Brasil é imensa: dados de 2015 divulgados pelo Ministério dos Transportes apontam 210,6 mil quilômetros de rodovias pavimentadas. O crescimento dessa malha é constante e os investimentos para melhoria da infraestrutura e segurança, também. No entanto, quem atua no segmento conhece os desafios enfrentados, como estradas esburacadas e pavimentação e segurança precárias e as dificuldades na busca de resultados satisfatórios no indicador de desempenho logístico. Com a quantidade de roubos e assaltos a caminhões e cargas teve alta de 42% no Brasil nos últimos quatro anos, o incremento dos valores das apólices de seguro devido ao alto valor agregado das cargas, o aumento do valor dos fretes, as exigências por parte das seguradoras, quanto ao gerenciamento de riscos logísticos das empresas transportadoras rodoviárias de carga são cada vez maiores. E para que se tenha uma gestão de riscos eficaz, o monitoramento logístico torna-se uma das ferramentas mais importantes empregadas na mitigação dos riscos no transporte. Todo caminhão que deixa sua transportadora e sai em viagem para fazer uma entrega necessita da autorização da área responsável pelo gerenciamento de riscos. Isso porque toda mercadoria precisa ser monitorada, por meio de tecnologia de rastreamento das cargas e dos veículos. Esses sistemas controlam toda a movimentação dos veículos durante o transporte da carga, visando aumentar a segurança e a eficiência na gestão da frota. Segurança, ao passo que inibe a

14 interbuss | 22.10.2017

ação de quadrilhas de roubo de cargas, haja visto o controle total e absoluto de todo o percurso e paradas realizadas pelo caminhão. É possível saber, em tempo real, se o veículo faz, por exemplo, uma parada não programada para a rota. A gestão da frota também se torna muito mais eficiente com sistemas de rastreamento, pois permitem que as empresas de transporte identifiquem as rotas mais econômicas ou mais rápidas para determinado percurso. Os sistemas de rastreamento buscam a localização dos veículos por direcionamento, triangulação de antenas, por meio de GPS ou pela rede celular, e fazem a comunicação dessas informações georeferenciadas para uma central de monitoramento logístico, que gerencia toda a frota de veículos da transportadora. Nessa central, a solução tecnológica controla as posições dos caminhões, faz a programação dos sensores, comando e mensagens a serem trocadas entre o veículo e a central de monitoramento. Dessa forma, a empresa tem sempre conhecimento do que acontece com sua frota: tempo e local de

parada, rota percorrida, velocidade, horários de início de término dos percursos, entre outros. O controle da informação e monitoramento em tempo real, com interação do motorista ou não, além da otimização da gestão, representa vantagem competitiva para empresas transportadoras de carga rodoviária ao evitar problemas, tais como: Alto número de roubos de veículos e carga; Motoristas que fazem paradas ou que passam em locais de maior risco; Alteração de rota sem autorização da empresa; Perda de controle dos prazos de entrega; Maior dificuldade na contratação de apólices de seguros. A importância do uso da tecnologia e sistemas de rastreamento no transporte de cargas é indiscutível, não só no sentido de evitar prejuízos, mas também atingir mais qualidade nos serviços prestados e zelar pela segurança dos motoristas da frota.


Transpo Online

Ford começa a produzir a EcoSport na Romênia

Do site | notícias A Ford iniciou a produção do novo EcoSport em Craiova, na Romênia, para atender o mercado europeu, que até então era abastecido pela Índia. O objetivo é acompanhar o avanço dos utilitários esportivos compactos, o segmento que mais cresce no continente. A fábrica de Craiova será a única a fornecer o EcoSport para a Europa, exceto a Rússia, que produz o modelo para o seu próprio mercado. A linha vai atender 56 diferentes mercados em quatro continentes, como Reino Unido, Nova Caledônia na Oceania, Turcomenistão na Ásia Central e África do Sul. No total, a Ford investiu mais de 1 bilhão de euros na fábrica da Romênia des-

de a sua incorporação em março de 2008. A unidade também produz o motor EcoBoost 1.0, o único a vencer o prêmio de Motor Internacional do Ano quatro anos consecutivos. As vendas de utilitários esportivos cresceram 27% no ano passado nos 20 principais mercados europeus e responderam por mais de um quarto dos emplacamentos de automóveis de passageiros. Já as vendas de SUVs da Ford cresceram mais de 30% em 2016 e já avançaram 27% nos primeiros oito meses de 2017 na região. O presidente da Romênia, Klaus Iohannis, participou junto com outras autoridades e cerca de 4.000 empregados da Ford do evento de produção do primeiro EcoSport na fábrica. “O EcoSport é um exemplo de como a Ford está impulsionando os negó-

cios com base nos pontos fortes da marca – incluindo SUVs de classe mundial”, disse Steven Armstrong, presidente da Ford na Europa, Oriente Médio e África. “Com a procura crescente do EcoSport e SUVs compactos em geral, este é o momento certo de localizar a produção na Europa para atender às necessidades dos consumidores.” Como no Brasil e outros mercados, o novo EcoSport se destaca na Europa pela versatilidade, desempenho, tecnologia e design refinado, com controles ergonômicos, materiais de toque suave, novo console central e bancos confortáveis. Entre as novidades desenvolvidas especificamente para o continente estão o novo motor diesel 1.5 EcoBlue, com 125 cv, e a versão esportiva EcoSport ST-Line, inspirada na grife Ford Performance. 22.10.2017 |

interbuss 15


REDE SOCIAL

AS MELHORES FOTOS DA SEMANA NO FACEBOOK

Adailton J. Cruz | Irizar i6

João Silva | Marcopolo Torino

Danilo Vitorino | Busscar Panorâmico DD

Adailton J. Cruz | Mascarello Gran Via

Weiller Alves | Marcopolo Paradiso G7 1200

Bruno Viajante Fla | Caio Millennium

16 interbuss | 22.10.2017


Adailton J. Cruz | Marcopolo Paradiso G7

Rava Ogawa | Marcopolo Paradiso G7 1800DD

Thiago Sione | Caio Apache Vip

Mateus C. Barbosa | Marcopolo Paradiso G7 1200

JoĂŁo Silva | Mafersa M210 Turbo

Paulo Henrique Pereira Borges | Neobus N10 New Road 22.10.2017 |

interbuss 17


O MELHOR DA INTERBUSS

UMA SELEÇÃO DAS MELHORES FOTOS PUBLICADAS NAS GALERIAS DO PORTA

Anderson Ribeiro Monobloco MBB O-400RSD | Viação Itapemirim

Nicolas Sousa Marcopolo Torino GV Volvo B58 Trólebus | Himalaia Transportes

Anderson Ribeiro Marcopolo Paradiso G6 1200 MBB O-400RSD | Salutaris

Giovani Alencar Marcopolo Paradiso G6 1200 Scania K400 | Gontijo

Pedro Linhares Ibrava Volksbus 9 150 | Transcooper Fênix

Pedro Linhares Neobus Thunder Agrale | Transcooper Fênix

18 interbuss | 22.10.2017


S JÁ TAL INTERBUSS

Diego Almeida Neobus Spectrum City MBB OF-1418 | Expresso Pégaso

Diego Batista Busscar Urbanus Volvo B58 | VB Transportes

Sérgio Carvalho Marcopolo Paradiso G6 1550LD Scania K380 | Transpen

Tiago de Grande Mascarello Gran Via Volvo B7R | Novo Horizonte

Nicolas Sousa Caio Apache S21 MBB OF-1721 | VIP

Anderson Ribeiro Comil Campione Volvo B12R | Rotas

22.10.2017 |

interbuss 19


O MELHOR DA INTERBUSS

Flavio Eduardo Marcopolo Paradiso G6 1550LD MBB O-500RSD | Satélite Norte

Sérgio Carvalho Irizar New Century Scania F270 | Imperial Turismo

Marcos Martins Marcopolo Torino MBB OF-1721 | Sogil

Jorge Neto Busscar Jum Buss 340 Scania K113 | Danubio Azul

Allan Nunes Neobus Mega Volksbus 17 210 | Itajaí Transportes

Cicero Junior Marcopolo Paradiso G6 1550LD MBB O-500RSD | UTIL

20 interbuss | 22.10.2017


Giovani Alencar Caio Vitória MBB OF-1318 | Viação Cidade Dutra

Diego Almeida Marcopolo Paradiso G7 1200 Scania K380 | CL Tour

Nicolas Sousa Busscar El Buss 340 Volvo B7R | Expresso Regional

Christian Tavares Caio Apache Vip MBB OF-1722M | Onicamp Transportes

Jorne Neto Marcopolo Paradiso G6 1200 MBB O-500R | Viação Cometa

Nicolas Sousa Caio Millennium Scania K270 | Himalaia Transportes 22.10.2017 |

interbuss 21


COLUNAS

VIAGENS & MEMÓRIA

MARISA VANESSA N. CRUZ | ideiaselembrancas@gmail.com

Carapicuíba: novos ônibus e novo terminal na divisa com Osasco Carapicuíba é um município que faz parte da Grande São Paulo, ao lado de Osasco. Duas empresas fazem parte do transporte público municipal, a Del Rey e a ETT Carapicuíba, e como maioria já sabe, vou comentar sobre dois acontecimentos importantes naquela cidade (ou próxima dela). Na divisa de Osasco com Carapicuíba, ao lado da estação de trem General Miguel Costa e próximo ao Rodoanel, foi inaugurado em agosto o novo terminal de ônibus metropolitano Luís Bortolosso. Ali faz ponto final algumas linhas municipais de Osasco e Carapicuíba, além da intermunicipal 581 que vai para o Km. 24 da Rodovia Raposo Tavares em Cotia, e outras de passagem para Itapevi, Jandira, Santana de Parnaíba, Pirapora do Bom Jesus, Barueri e Cotia, além para vários bairros da capital paulista. Visitei o terminal neste último dia 23 de setembro. Local com vários pontos de acessibilidade, como escadas rolantes, elevadores, faixas de pedestres com rampas para cadeirantes, além de sanitários. Este novo terminal fará parte do futuro corredor de ônibus Itapevi – São Paulo. A ETT Carapicuíba comprou 45 ônibus novos urbanos com suspensão pneumática. O modelo, encarroçado pela Caio, modelo Apache Vip IV e chassi Volkswagen 17.230 ODS, sendo que S atribui a suspensão pneumática. Seus prefixos pares são do 162 ao 250, e todos são ano 2017/2018. E para quem não comprou ônibus em 2015 e 2016, a renovação de frota foi bastante bem-vinda. Substituiu inúmeros Busscar Urbanuss Pluss anos 2006 e 2007, com chassis Mercedes-Benz e Volkswagen.

22 interbuss | 22.10.2017


ANUNCIE NA

INTERBUSS E FIQUE PERTO DO SEU PÚBLICO E DOS SEUS POTENCIAIS

CLIENTES CONTACTE-NOS E FAÇA UM BOM NEGÓCIO

revista@portalinterbuss.com.br

interbuss PORQUE TRANSPORTE É VIDA


NOVA INTERBUSS. NOVO CONTEÚDO

NOVA VISÃO TUDO NOVO TUDO POR VOCÊ interbuss PORQUE TRANSPORTE É VIDA

Revista InterBuss | Edição 366 | 22.10.2017  

Edição com 24 páginas | Concluída na sexta (20) | Confira nesta edição matéria sobre sustentabilidade no transporte público, assunto que est...

Revista InterBuss | Edição 366 | 22.10.2017  

Edição com 24 páginas | Concluída na sexta (20) | Confira nesta edição matéria sobre sustentabilidade no transporte público, assunto que est...

Advertisement