Page 1

interbuss

RELEMBREM AS FOTOS DA GALERIA DO INTERBUSS

PORQUE TRANSPORTE É VIDA | ANO 8 | N° 364 | 8 DE OUTUBRO DE 2017

BOM SONO E CONFORTO NO AR

Parceria da American Airlines garante aos seus clientes uma nova experiência de descanso no ar MARCOPOLO TORINO É HOMOLOGADO PARA SP


UMA REVISTA

PARA QUEM QUER

SABER TUDO SOBRE TRANSPORTE

NO BRASIL

E NO MUNDO. TODO DOMINGO,

UMA NOVA EDIÇÃO.

interbuss PORQUE TRANSPORTE É VIDA

CONTEÚDO DE QUALIDADE COM RESPONSABILIDADE


PEÇAS PARA

BUSSCAR

ANUNCIE NA

INTERBUSS

CONFIRA NOSSAS PROMOÇÕES!

E FIQUE PERTO DO SEU PÚBLICO E DOS SEUS POTENCIAIS 170,00 TORNEIRA SANITARIO BUSSCAR

CLIENTES

ESPELHO RETROVISOR EXTERNO LE BUSSCAR MARTE MANUAL R$

1309,73

R$

PORTA DIANTEIRA PANTOGRAFICA LD BUSSCAR JUMBUSS 360 R$

7419,00

Linha completa de CONTACTE-NOS E FAÇA BOM NEGÓCIO peças de UM reposição Busscar. revista@portalinterbuss.com.br Confiram em nossa loja virtual. Compre pela internet! www.apolloonibus.com.br LANTERNA PISCA AMARELA BUSSCAR >01 R$

interbuss

37,23

RUA MÁRIO JUNQUEIRA DA SILVA, 1580 JARDIM EULINA - CAMPINAS/SP

PORQUE TRANSPORTE É VIDA

FONE: (19) 3395-1668 NEXTEL: 55*113*14504


NESTA EDIÇÃO A GRANDE MATÉRIA

Uma experiência de sono d

Classes da American Airlines oferecem uma nova experiência par SUMÁRIO

6 NOSSA OPINIÃO

12 PÔSTER

7 A IMAGEM MARCANTE

14 DEU NA IMP

9 A GRANDE MATÉRIA

16 REDE SOCIA

Grande avanço na bilhetagem de Campinas

A foto que marcou a semana no setor de transportes

Marcopolo Torino é homologado pela SPTrans

10 ADAMO BAZANI

Chineses querem a linha 6 do metrô de São Paulo

Marcopolo Viale, por Gabr

As notas da imprensa espe

O seu espaço na InterBuss

18 O MELHOR D

As melhores fotos publica


ANO 8 | Nº 364 | DOMINGO, 8 DE OUTUBRO DE 2017 | 1ª EDIÇÃO | CONCLUÍDA ÀS 22h05 (6ª) EDIÇÃO COM 24 PÁGINAS

diferente

ra o seu sono

riel Dias

PRENSA ecializada

AL s

DA INTERBUSS

adas no Portal InterBuss

08

O MELHOR DA INTERBUSS

Confiram seleção de fotos que já foram publicadas na Galeria

Melhores fotos da Galeria do InterBuss estão de volta

18

A GRANDE MATÉRIA

Torino é homologado dentro das normas rígidas da SPTrans

Modelo da Marcopolo agora pode circular em São Paulo

09

DEU NA IMPRENSA

Brasil poderá desenvolver um novíssimo trem supersônico

Composição circularia à velocidade incrível de 1200 km/h

15

REDE SOCIAL

Confira as melhores fotos que foram publicadas no Facebook

As melhores fotos da semana saem aqui na Interbuss!

16


EXPEDIENTE

Uma publicação da InterBuss Comunicação Ltda. DIRETOR-PRESIDENTE / EDITOR-CHEFE Luciano de Angelo Roncolato JORNALISTA RESPONSÁVEL Luciano de Angelo Roncolato REVISÃO Luciano de Angelo Roncolato ARTE E DIAGRAMAÇÃO Luciano de Angelo Roncolato AGRADECIMENTOS DESTA EDIÇÃO Agradecemos à todos os colaboradores de todo o país pelas fotos enviadas esta semana para capa, matérias e pôster. SOBRE A REVISTA INTERBUSS A Revista InterBuss é uma publicação semanal do site Portal InterBuss com distribuição on-line livre para todo o mundo. Seu público-alvo são frotistas, empresários do setor de transportes, gerenciadores de trânsito e sistemas de transporte, poder público em geral e admiradores e entusiastas de ônibus de todo o Brasil e outros países. Todo o conteúdo da Revista InterBuss provenientes de fontes terceiras tem seu crédito dado sempre ao final de cada material. O material produzido pela nossa equipe é protegido pela lei de direitos autorais e sua reprodução é autorizada após um pedido feito por escrito, e enviado para o e-mail revista@ portalinterbuss.com.br. As fotos que ilustram todo o material da revista são de autoria própria e a reprodução também é autorizada apenas após um pedido formal via e-mail. As imagens de autoria terceira têm seu crédito disponibilizado na lateral da mesma e sua autorização de reprodução deve ser solicitada diretamente ao autor da foto, sem interferência da Revista InterBuss. A impressão da revista para fins particulares é previamente autorizada, sem necessidade de pedido. PARA ANUNCIAR Envie um e-mail para contato@portalinterbuss.com. br ou ligue para (19) 99483-2186 e converse com nosso setor de publicidade. Você poderá anunciar na Revista InterBuss, ou em qualquer um dos sites parceiros do grupo InterBuss, ou até em nosso site principal. Temos diversos planos e com certeza um deles se encaixa em seu orçamento. Consulte-nos! PARA ASSINAR Por enquanto, a Revista InterBuss está sendo disponibilizada livremente apenas pela internet, através do site www.revistainterbuss.com.br. Por esse motivo, não é possível fazer uma assinatura da mesma. Porém, você pode se inscrever para receber um alerta assim que a próxima edição sair. Basta enviar uma mensagem para revista@portalinterbuss.com.br e faremos o cadastro de seu e-mail ou telefone e você será avisado. CONTATO A Revista InterBuss é um espaço democrático onde todos têm voz ativa. Você pode enviar sua sugestão de pauta, ou até uma matéria completa, pode enviar também sua crítica, elogio, ou simplesmente conversar com qualquer pessoa de nossa equipe de colunistas ou de repórteres. Envie seu e-mail para revista@ portalinterbuss.com.br ou contato@portalinterbuss. com.br. Procuramos atender a todos o mais rápido possível. A EQUIPE INTERBUSS A equipe do Portal InterBuss existe desde 2000, desde quando o primeiro site foi ao ar. De lá pra cá, tivemos grandes conquistas e conseguimos contatos com os mais importantes setores do transporte nacional, sempre para trazer tudo para você em primeira mão com responsabilidade e qualidade. Por conta disso, algumas pessoas usam de má fé, tentando ter acesso a pessoas e lugares utilizando o nome do Portal InterBuss, falando que é de nossa equipe. Por conta disso, instruímos a todos que os integrantes oficiais do Portal e Revista InterBuss são devidamente identificados com um crachá oficial, que informa o nome completo do integrante, mais o seu cargo dentro do site e da revista. Qualquer pessoa que disser ser da nossa equipe e não estiver devidamente identificada, não tem autorização para falar em nosso nome, e não nos responsabilizamos por informações passadas ou autorização de entradas dadas a essas pessoas. Qualquer dúvida, por favor entre em contato pelo e-mail contato@portalinterbuss.com.br ou pelo telefone (19) 99483.2186, sete dias por semana, vinte e quatro horas por dia.

NOSSA OPINIÃO

Editorial

Um enorme avanço na bilhetagem em Campinas A cidade de Campinas deu um gigantesco avanço no sistema de bilhetagem eletrônica do transporte coletivo urbano. Há algumas semanas criticamos neste mesmo espaço a ineficiência da Transurc, empresa que representa as viações que operam no sistema campineiro, em estabelecer uma sistemática que tira efetivamente a cobrança de tarifa em dinheiro dentro dos ônibus. Dissemos que havia uma má vontade em implantar uma lógica, por mais simples que poderia ser, para que os motoristas não cobrem mais tarifas. Na semana passada já constava como liberado um novo aplicativo que gera automaticamente o QR Code na tela do aparelho celular após o pagamento da tarifa. É um avanço jamais visto na história dos sistemas de bilhetagem em Campinas e merece todo nosso elogio. Tal sistema já pode ser comparado aos melhores sistemas do mundo, mas há uma ressalva a ser feita: precisa funcionar, e muito bem, até porque o número de pontos de venda do QR Code é extremamente ridículo, principalmente pelo porte da cidade. Qualquer comércio, por mais simples que seja, necessita ter a máquina para a venda do bilhete avulso ou recarga do bilhete único, mas infelizmente a coisa não é bem assim. Até o posto do bilhete único aberto na Avenida Anchieta, no centro da cidade, foi fechado sem muito alarde. A Transurc, já que é a responsável pela implantação dos sistemas de bilhetagem e recolhimento das verbas que vem dos usuários, tem a obrigação de criar alternativas e facilidades para que todos tenham facilidade na hora de pagar a tarifa, incluindo o bem estar dos motoristas que correm um grande risco ao cobrar tarifa com os ônibus em movimento, e outros já cumprem a ordem de parar o veículo para fazer a cobrança porém isso atrasa a viagem e irrita ainda mais os já estressados usuários que ficam à mercê de um péssimo sistema. A questão da lógica do sistema de transporte passa um pouco longe da Transurc já que essa responsabilidade é da EMDEC, que gerencia tudo muito mal e porcamente. O péssimo secretário de transportes Carlos José Barreiro é uma verdadeira afronta ao bom senso e à lógica. Há anos está prometendo a licitação do transporte campineiro e está enrolando o máximo que pode, mesmo com a determinação judicial para que isso fosse feito imediatamente. A impressão que dá é que vão tentar enrolar isso o máximo que conseguirem para fazer apenas no final do mandato do péssimo prefeito Jonas Donizette e como está condicionado à entrega de novos ônibus, o prefeito fará isso com todas as pompas e propagandas possíveis para tentar eleger seu sucessor. Esperamos que a população veja o quanto a cidade está parada e sofrendo com os desmandos de um governo entupido de comissionados que não fazem nada em prol da municipalidade, apenas estão lá para mamar nas tetas da prefeitura. Mais uma vez reforçamos nossos votos de parabéns à Transurc pela iniciativa da bilhetagem via telefone celular, mesmo que extremamente tardia, e esperamos que tudo seja um grande sucesso e que não pare no meio, assim como aconteceu com os bilhetes unitários e duplos que simplesmente desapareceram após a população já estar acostumada com os novos procedimentos.


A IMAGEM MARCANTE

Ariquemes, RO

Segunda-Feira, 2 de Outubro de 2017

Um acidente de transito envolvendo um ônibus e um caminhão deixou feridos na segunda-feira. O fato aconteceu na BR-421 próximo ao Frigorifico Zaltana em Ariquemes. Foram deslocados todo o aparato de primeiros socorros, incluindo os equipamentos de desencarceramento do Corpo de Bombeiros. A foto e as informações são do site Rondônia 24 Horas.


A GRANDE MATÉRIA

Aéreo

American Airlines oferta experiência de descanso Da American Airlines | assessoria

A American Airlines anunciou durante o Media & Investor Day que firmou uma parceria com a Casper, inovadora empresa especialista em sono, para oferecer a melhor experiência de descanso aos seus clientes. A partir de dezembro, os passageiros das classes Premium Economy, Executiva e da Primeira Classe em voos internacionais e transcontinentais de longa distância vão desfrutar de opções avançadas para o sono desenvolvidas pela premiada equipe de engenharia da Casper. A linha de produtos da Casper inclui mattress pad, edredons, travesseiros, cobertores diurnos, travesseiros para a lombar, pijamas e pantufas. Os itens disponíveis variam de acordo com a rota. A Casper estudou o ambiente de viagem por meses para entender melhor os desafios de descansar a bordo. Os engenheiros do sono, então, aplicaram seu vasto conhecimento e conceitos da ciência do sono para desenvolver produtos inovadores para viagens aéreas. A produção é exclusiva para a American Airlines. A Casper pesquisou mais de uma dúzia de versões do travesseiro de bordo e fez testes com diversos tipos de fibras para encontrar o equilíbrio ideal entre apoio e respirabilidade. Inspirado nos casacos de alto desempenho, o edredom exclusivo da empresa e sua versão de bordo foram concebidos para proporcionar conforto a qualquer altitude. Sua costura dupla cria pequenas câmaras retangulares que garantem uma melhor distribuição do preenchimento, para que ele se mantenha sempre macio e no lugar. A American testou esses designs com clientes de alguns dos seus voos mais longos, como os da rota Los Angeles – Auckland, Nova Zelândia. A companhia aérea também contou com a experiência de seus passageiros mais frequentes: seus comissários de bordo. Eles deram sugestões sobre ajuste, durabilidade e conforto. “Os clientes e os membros da tripulação que testaram os produtos da Casper adoraram as opções”, diz Kurt Stache, vicepresidente sênior de marketing, fidelidade e vendas da American Airlines. “A Casper estabeleceu novos parâmetros de referência

08 interbuss | 08.10.2017

para produtos premium para o sono. Nossa nova linha demonstra a atenção da empresa ao detalhe, design e seu compromisso com a oferta do melhor descanso possível para os passageiros da American”. A Casper foi fundada em 2014 com a missão de melhorar o sono e modernizar o setor dos colchões. Essa é a primeira vez que ela aplica seus conhecimentos ao mundo das viagens. “Nossa missão sempre foi criar produtos que ajudem as pessoas a ter uma vida melhor dormindo com mais qualidade”, diz Philip Krim, cofundador e CEO da Casper. “Em colaboração com a American, agora

podemos aplicar nossos conhecimentos em ciência do sono para redefinir o conforto e o descanso a bordo”. Os produtos da Casper estarão disponíveis nas tradicionais rotas internacionais e transcontinentais de longa distância e também nos seguintes trajetos selecionados: Boston (BOS) – Los Angeles (LAX) John F. Kennedy (JFK), Nova York – Seattle (SEA) Miami (MIA) – Seattle (SEA) Miami (MIA) – San Francisco (SFO) EUA – Havaí EUA – porção norte da América do Sul (MAR, MAO, BOG, CCS, CLO, GYE, LPB, MDE, UIO, VVI)


Mercado

Marcopolo Torino é homologado na SPTrans

Modelo agora está pronto para circular no transporte paulistano

Da Marcopolo | notícias A Marcopolo recebeu, recentemente, homologação para comercializar o ônibus Torino, de acordo com as normas e padrão SPTrans. Em conjunto com a entidade, a empresa desenvolveu um modelo inovador e específico que oferece os atributos de robustez, economia e conforto para atender o transporte na cidade de São Paulo. “O processo de homologação é bastante longo, com muitos detalhes e o padrão SPTrans representa um dos mais rígidos e importantes do Brasil. A cidade tem a maior frota do País, com cerca de

15 mil unidades, e esta homologação abre muitas oportunidades de negócio. Além do Torino, temos também o modelo de micro-ônibus Senior homologado”, explica Leandro Sodré, consultor de operações comerciais da Marcopolo. Com 9.600 mm de comprimento total, o Torino padrão SPTrans proporciona melhor equilíbrio operacional com relação à quantidade de passageiros transportados, e é um veículo ágil para aplicações em centros urbanos e em terrenos acidentados. O modelo conta com vidros colados, dispositivo para evitar a abertura da ventarola, tomadas para o carregamento de equipamentos ele-

trônicos em todas as poltronas e iluminação interna e externa em LED. Tem ainda um novo sistema de ar-condicionado, desenvolvido especialmente, que consiste em dutos de ar que propiciam equilíbrio térmico em todo o seu interior, inclusive para o motorista. Com capacidade para transportar 53 passageiros, o Torino possui espaço reservado para cadeirantes, sistema de bloqueio qu impede o deslocamento do veículo com as portas abertas, preparação para inclusão de elevador para cadeirantes e preparação para receber painéis eletrônicos, microcâmeras, rastreador e sistema de áudio para música ambiente. 08.10.2017 |

interbuss 09


COLUNAS

NOSSO TRANSPORTE ADAMO BAZANI | adamobus@gmail.com

São Carlos (SP) usará contratação emergencial para que nova empresa assuma sistema de ônibus

Atuando no município por meio de um contrato emergencial firmado no ano passado, a empresa Suzantur deixará de operar na cidade de São Carlos, no interior paulista. O contrato foi considerado irregular pela promotoria em maio deste ano, o que deixou a situação insustentável. A empresa de ônibus também opera em Mauá e em Santo André, no ABC Paulista. Segundo a Procuradoria Geral do município anunciou nesta quinta-feira (5), uma contratação emergencial será aberta para que uma nova empresa assuma o transporte público pelos próximos seis meses. Informações da prefeitura dão conta de que 10 empresas já teriam manifestado interesse pelo contrato emergen-

10 interbuss | 08.10.2017

Sem contrato desde o início do ano, a Suzantur opera no município em situação contestada pelo MP

cial. A empresa que ofertar a melhor proposta será contratada e terá um prazo para assumir o serviço. Em setembro, a Suzantur protocolou junto ao Sindicato dos Empregados em Transportes Rodoviários, Urbanos, Fretamento Intermunicipal e Suburbano de São Carlos, um comunicado de que paralisaria suas atividades caso a prefeitura não regularizasse o pagamento de subsídio, suspenso desde janeiro de 2017. O montante já chega à casa dos R$ 5,6 milhões. Em nota oficial a Suzantur garantiu que vai respeitar o processo de transição. “Por se tratar de serviço essencial, garantido na constituição, o processo de transição para uma possível nova empresa indicada pela prefeitura será amplamente respeitado, sem prejudicar a população”.

Da parte da prefeitura a explicação para o repasse do subsídio não ter sido à Suzantur não é feito porque o Tribunal de Contas do Estado (TCE) considerou irregular o contrato emergencial firmado em agosto de 2016. SITUAÇÃO IRREGULAR Conforme noticiamos em maio deste ano, o Ministério Público do Estado de São Paulo (MP-SP), em São Carlos, moveu ação por improbidade administrativa contra o ex-prefeito Paulo Altomani (PSDB), o ex-secretário Márcio Marino, responsável pela área, e a Suzantur. O motivo: a promotoria considerou irregular o contrato emergencial firmado no ano passado entre a prefeitura e a empresa de ônibus.


Grupo asiático formaliza proposta para retomar obras da linha 6 do Metrô de São Paulo e assumir quer 100% das operações. China Railway Capital Co. Ltd, Chitoda a operação Consórcio na Railway First Group Ltd e Mitsui, gigantes do setor, estão no negócio A Secretaria de Transportes Metropolitanos, do Governo do Estado de São Paulo, informou que recebeu na tarde desta quarta-feira, 04 de outubro de 2017, proposta oficial de um consórcio de empresas asiáticas para adquirir 100% da concessão da linha 6-laranja do Metrô (São JoaquimVila Brasilândia). Com isso, as obras devem ser retomadas no início de 2018, após aprovação do BNDES. A proposta foi apresentada ao Consórcio Move SP, que desistiu de continuar na PPP – Parceria Público Privada, após problemas financeiros. Integram o Consórcio Move SP o Fundo de Investimento em Participações, com 47,7%, OM Linha 6, com 19,6%, Queiroz Galvão Desenvolvimento e Negócios, com 19,6% e UTC Particpações, com 13,1% A proposta é de empresas chinesas e de investidores japoneses que vão se associar. O Diário do Transporte recebeu da secretaria nota que explica quais devem ser os próximos passos: A Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos (STM) informa que recebeu nesta quarta-feira, 4 de outubro, da concessionária Move São Paulo a formalização de proposta de um consórcio de empresas asiáticas para aquisição de 100% da concessão da linha 6-Laranja de metrô de São Paulo. O grupo chinês formado pelas empresas China Railway Capital Co. Ltd. e China Railway First Group Ltd. se associarão a um grupo de investidores japoneses liderados pela Mitsui para assumir integralmente o contrato de concessão da linha 6. As empresas solicitaram prazo de 90 dias para apresentação de todos os documentos necessários para a transferência da concessão, tais como garantias para empréstimos de longo prazo junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), estruturação financeira, documentação societária e atestado de competência técnica. O contrato deve ser assinado ao fim desse período e a previsão é de que as obras possam ser retomadas em janeiro de 2018. “Estamos muito satisfeitos com o

êxito dessa negociação, com a perspectiva de retomar em breve as obras de implantação dessa linha de vital importância para a melhoria da mobilidade e da qualidade de vida, especialmente dos moradores das zona norte e oeste de São Paulo e de milhares de universitários das muitas instituições de ensino localizadas próximas ao trajeto”, afirma o secretário Clodoaldo Pelissioni. A implantação da linha 6-Laranja teve início em janeiro de 2015 e, em 2 de setembro do ano passado, por decisão unilateral, a Move São Paulo, atualmente única responsável pela implantação do trecho, informou a paralisação integral das obras civis, alegando dificuldades na obtenção de financiamento de longo prazo junto ao BNDES. Neste período, a STM tomou todas as medidas legais cabíveis para que a Move São Paulo retomasse e concluísse as obras da linha 6, que ligará Brasilândia, na zona norte da capital, à estação São Joaquim, na região central. Até o momento a pasta já aplicou multas que somam R$ 27,8 milhões. Nos termos do contrato de concessão, a concessionária é a única responsável pela obtenção dos financiamentos necessários ao desenvolvimento dos serviços delegados. Não há pendências do Governo do Estado junto à concessionária

que impeçam a retomada das obras, cuja execução atingiu 15%. Foram aportados pelo Governo do Estado até o momento R$ 694 milhões para pagamento de obras civis e R$ 979 milhões para pagamento das desapropriações de 371 ações. HISTÓRICO A ligação entre a região de Brasilândia, na zona noroeste, e a estação São Joaquim, na região central de São Paulo, deve atender a mais de 630 mil pessoas por dia. Quando assinado em dezembro de 2013, a linha 6-Laranja foi comemorada por ser a primeira PPP – Parceria Público Privada plena do país. O consórcio Move faria a obra e seria também o responsável pela operação da linha por 25 anos. O custo total do empreendimento era de R$ 9,6 bilhões, sendo que deste valor R$ 8,9 bilhões seriam divididos entre governo e consórcio. A previsão inicial para inauguração da linha 6 era 2020. A data agora é uma incerteza. Considerada a linha das universidades, por atender regiões onde estão vários estabelecimentos de ensino, a linha 6-Laranja deve ter integração com a linha 1-Azul e 4-Amarela do metrô e 7-Rubi e 8-Diamante, da CPTM. Até o momento, foram gastos R$ 1,7 bilhão no empreendimento. 08.10.2017 |

interbuss 11


interbuss

GABRIEL DIAS

Marcopolo Viale Benfica BBTT, em Barueri/SP


DEU NA IMPRENSA

Transpo Online

RESUMO DAS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DA IMPRENSA ESPECIALIZADA

Transportadora Americana passa a usar energia solar

Do site | notícias A TA, Transportadora Americana, fechou parceria com a Sunew, maior fabricante de OPV orgânico do mundo, para que os semirreboques da empresa realizem todas as suas funções essenciais com alta performance sem depender da cabine. O projeto piloto, iniciado em agosto, tem por objetivo testar a nova tecnologia em energia solar orgânica para atingir desempenho máximo em segurança (GPS e sistema de exaustão) e economia de bateria e combustível. Para otimizar a performance o semi-reboque é adesivado com o filme orgânico, capaz de absorver luz solar de

14 interbuss | 08.10.2017

forma difusa. A energia é convertida por meio de um sistema eletrônico, que a distribui para os compartimentos necessários. Diferentemente das estruturas convencionais, que precisam estar conectadas à bateria para garantir a operação, os modelos com a tecnologia do filme possibilitam ao motorista uma viagem mais segura, confortável e econômica. Segundo Celso Luchiari, diretor da TA, a tecnologia apresenta custo baixo em relação aos benefícios. “Uma de nossas operações exige carretas cofre, com fechadura eletrônica. Com essa tecnologia a alimentação da energia acontece de forma independente ao cavalo, evitando

contra tempos como travamento das portas e perda de configuração do sistema. Ganhamos tempo e agilidade nos processos de transferência.” Luchiari acrescenta que espera aumentar em breve o projeto piloto, podendo chegar a dezenas de veículos. “Realmente é fácil imaginar um futuro próximo onde todos os nossos veículos possam ser sustentáveis e eficientes.” A tecnologia do OPV é a única adequada para esse tipo de aplicação por ser flexível como a borracha não sofre impacto com a movimentação do veículo nas estradas. Já os demais produtos disponíveis no mercado, por terem células rígidas, trincam com o atrito.


Transpo Online

Brasil pode desenvolver trem supersônico

Do site | notícias Imagine fazer o trajeto SP-RJ em menos de 30 minutos, viajando a 1.200 km/h dentro de uma cápsula. O futuro está mais próximo do que pensamos”, revela Guto Ferreira, Presidente da ABDI, Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial. O Hyperloop, sistema de transporte ultrarrápido de cargas e passageiros é atualmente o projeto de mobilidade para médias e longas distâncias mais arrojado do mundo. Através de um tubo de baixa pressão, uma cápsula semelhante a um trem-bala levita através de magnetismo, reduzindo o atrito a quase zero. Através de propulsão inicial elétrica de baixo consumo alimentado por painéis

solares, o Hyperloop pode alcançar velocidade de até 1.200 km/h, o que reduziria grandemente o tempo de qualquer trajeto hoje feito por carros, caminhões, barcos, trens e aviões. Os idealizadores do projeto, Elon Musk, CEO da Tesla, montadora de carros elétricos mais inovadora e valiosa dos EUA e Bipop Gresta, Co-Fundador da Hyperloop Transportation Technologies (HTT). O executivo Bipbop Gresta esteve no Brasil para participar de uma reunião com o Presidente da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial, Guto Ferreira. A ABDI, única agência de inteligência do governo federal para o setor produtivo será responsável por elaborar uma agenda de trabalho conjunta para a criação do primeiro centro de P&D para desenvolvimento do

Hyperloop no país. “Vemos a ABDI como um parceiro estratégico no Brasil”, afirma Gresta. Até o momento, apenas oito países assinaram acordo para receberem um centro de estudos e tecnologia do projeto. Apesar da altíssima tecnologia, o valor da passagem será muito inferior a de um trem convencional, por exemplo, em função da capacidade de transporte em massa e reduzido custo operacional. “Imagine fazer o trajeto SP-RJ em menos de 30 minutos, viajando a 1.200 km/h dentro de uma cápsula. O futuro está mais próximo do que pensamos. A ABDI considera fundamental para o Brasil encampar esse projeto, que pode revolucionar o transporte de cargas e também de passageiros”, revela Guto Ferreira, Presidente da ABDI. 08.10.2017 |

interbuss 15


REDE SOCIAL

AS MELHORES FOTOS DA SEMANA NO FACEBOOK

Tôni Cristian | Mascarello Gran Via

Thiago Martins de Souza | Marcopolo Paradiso G6 1200

Rodrigo Gomes | Marcopolo Torino

Tôni Cristian | Neobus Mega

Adriano Minervino | Marcopolo Torino

João Silva | Mascarello Gran Via

16 interbuss | 08.10.2017


Mauro Ferraz | Neobus N10 New Road

Rayllander Almeida | Marcopolo Paradiso G7 1800DD

JosĂŠ Franca Neto | Marcopolo Torino

AndrĂŠ Luiz | Comil Campione

Adriano Minervino | Caio Apache Vip

Fernando Martins | Caio Apache Vip

08.10.2017 |

interbuss 17


O MELHOR DA INTERBUSS

UMA SELEÇÃO DAS MELHORES FOTOS PUBLICADAS NAS GALERIAS DO PORTA

Tiago de Grande Busscar Urbanuss Pluss Volksbus 17 260 EOT | Novo Horizonte

Tiago de Grande Marcopolo Paradiso G7 1050 MBB O-500R | Litorânea

Alex Miljcovic Marcopolo Paradiso G7 1200 Volvo B12R | Cantelletur

Diego Almeida Araujo Busscar Jum Buss 340 | Estrada Real

Anderson Ribeiro de Paula Mascarello Gran Via Volksbus 17 230 | Onicamp Transportes

Anderson Ribeiro de Paula Busscar Jum Buss 380 Volvo B12R | Viação Itapemirim

18 interbuss | 08.10.2017


S JÁ TAL INTERBUSS

Anderson Ribeiro de Paula Marcopolo Paradiso G6 1800DD Scania K124IB | Exp. Brasileiro

Franciel Souza Marcopolo Paradiso G6 1200 Scania K124IB | Pluma

Tiago de Grande Marcopolo Paradiso G7 1200 MBB O-500RSD | Viação Cometa

Anderson Ribeiro de Paula Busscar Jum Buss 360 Scania K124IB | Gontijo

Anderson Ribeiro de Paula Busscar Vissta Buss MBB O-400RSD | Viação Itapemirim

Gustavo Bayde Marcopolo Paradiso G6 1200 MBB O-500RSD | Viação Cometa 08.10.2017 |

interbuss 19


O MELHOR DA INTERBUSS

Victor Hugo Guedes Pereira Comil Campione HD Scania K124IB | Nacional Expresso

Mรกrcio Douglas R. Venino Marcopolo Paradiso G7 1200 MBB O-500RS | UTIL

Tiago de Grande Caio Apache Vip Volvo B270F | Novo Horizonte

Tiago de Grande Caio Apache Vip Volksbus 17 230 EOD | CS Brasil

Diego Almeida Araujo Busscar Jum Buss 360 Scania K124IB | Gontijo

Graciliano Passos Busscar Jum Buss 360 Scania K420 | Nacional

20 interbuss | 08.10.2017


Raphael Malacarne Marcopolo Paradiso G7 1050 MBB O-5000R | Breda

Franciel Souza Comil Campione HD Scania K420 | Pássaro Livre

Alex Miljcovic Marcopolo Paradiso G6 1550LD Volvo B12R | Eucatur

Igor Drumond Soares Busscar Jum Buss 380 Volo B10M | Transirmãos

Mauricio Alves Borges Caio Apache Vip | JWA Turismo

Thiago Vinicius Marcopolo Paradiso G6 1550LD MBB O-500RSD | Satélite Norte 08.10.2017 |

interbuss 21


COLUNAS

VIAGENS & MEMÓRIA

MARISA VANESSA N. CRUZ | ideiaselembrancas@gmail.com

Relembrando a frota da Mafersa na Grande São Paulo Durante o final dos anos 80 e começo dos anos 90, havia uma nova opção de ônibus Padron para diferenciar dos monoblocos urbanos da Mercedes-Benz. A Mafersa, antes localizada no bairro da Lapa em São Paulo com seu knowhow ferroviário, decidiu produzir chassis e carrocerias para ônibus, também com conceito de monoblocos. Eu vi o ônibus dessa empresa pela primeira vez no começo de 1987 como trólebus, operado pela CMTC na linha 6500. Eram os prefixos 7291 a 7368. Em 1989, a CMTC adquiriu 10 ônibus Padron da Mafersa, prefixos 5600 a 5609 e no decorrer dos dois anos adquiriu outros 134 veículos que deveriam ser entregues para empresas de Grande Curitiba e Grande Vitória, misturados entre cores amarelo, verde e vermelho, com prefixos 5610 a 5743. A antecessora da Metra (Consórcio Intertrês) adquiriu em 1989 cerca de 29 veículos para operar no corredor ABD, na época entre Piraporinha (Diadema) e São Mateus. Seus prefixos eram 7500 a 7509, 7600 a 7609, e 7700 a 7708. A Transleste II (sucessor da Viação Urbana Zona Sul) teve 12 veículos, sendo 11 ano 1991 e 1 ano 1988. Todos operando na linha 5178 (Jardim Miriam – São Francisco) e operou por pouco tempo, de 1991 a 1994. Em seguida, parte deles foi para o consórcio Intertrês, operando de 7715 a 7724 aproximadamente até o final dos anos 90. Não foi somente a CMTC e a Transleste II que operou veículos Mafersa dentre as empresas municipais de São Paulo. As empresas São Camilo, São Bento e Campo Limpo, do grupo Baltazar, operaram por pouquíssimo tempo entre 1992 e 1993 seus ônibus da Mafersa nas linhas municipais de São Paulo, e também nas linhas intermunicipais da Viação São Camilo e na Barão de Mauá. Em Diadema, a antiga estatal ETCD teve 40 ônibus Mafersa, e operou entre 1993 até o início dos anos 2000, sendo que por volta de 2008 um veículo foi totalmente reformado, operando até 2011. Em São Bernardo do Campo, a antiga estatal ETC também teve 50 ônibus Mafersa, operando entre 1994 e meados da década de 2000. Pela pintura verde diferenciada, eram mais conhecidos pela população como “Dorianas”, lembrando decoração daquele pote de margarina. A partir de 1995 não me lembro

22 interbuss | 08.10.2017

ter visto ônibus novos da montadora em nenhuma das empresas pois a empresa entrou em dificuldades financeiras, parando totalmente suas produções pois na época não recebeu nenhuma encomenda para produzir novos trens. E com o passar do tempo, frotistas que possuíam esses modelos da Mafersa eram obrigados a vender seus veículos antes do tempo ou contin-

uar a rodar em estado precário por falta de peças. Uma pena que o modelo mais vendido, o M210, além de outros modelos da linha M240 e M290 não houve continuidade do design dos ônibus para aquecer novamente as vendas. Em 1997 todo o prédio da Mafersa foi vendido, e assim a história da empresa se apaga definitivamente.


ANUNCIE NA

INTERBUSS E FIQUE PERTO DO SEU PÚBLICO E DOS SEUS POTENCIAIS

CLIENTES CONTACTE-NOS E FAÇA UM BOM NEGÓCIO

revista@portalinterbuss.com.br

interbuss PORQUE TRANSPORTE É VIDA


NOVA INTERBUSS. NOVO CONTEÚDO

NOVA VISÃO TUDO NOVO TUDO POR VOCÊ interbuss PORQUE TRANSPORTE É VIDA

Revista InterBuss | Edição 364 | 08.10.2017  

Edição com 24 páginas | Concluída na sexta (06) | Confira nesta edição matéria sobre a nova parceria da American Airlines para proporcionar...

Advertisement