Page 1

interbuss

RELEMBREM AS FOTOS DA GALERIA DO INTERBUSS

PORQUE TRANSPORTE É VIDA | ANO 8 | N° 357 | 20 DE AGOSTO DE 2017

SAMU RECEBERÁ NOVAS SPRINTER

Ministério da Saúde fez a compra de novos veículos para o serviço de emergência AUTOPASS FAZ INVESTIMENTO DE R$ 16 MILHÕES


UMA REVISTA

PARA QUEM QUER

SABER TUDO SOBRE TRANSPORTE

NO BRASIL

E NO MUNDO. TODO DOMINGO,

UMA NOVA EDIÇÃO.

interbuss PORQUE TRANSPORTE É VIDA

CONTEÚDO DE QUALIDADE COM RESPONSABILIDADE


PEÇAS PARA

BUSSCAR CONFIRA NOSSAS PROMOÇÕES!

TORNEIRA SANITARIO BUSSCAR ESPELHO RETROVISOR EXTERNO LE BUSSCAR MARTE MANUAL R$

1309,73

LANTERNA PISCA AMARELA BUSSCAR >01 R$

37,23

R$

170,00

PORTA DIANTEIRA PANTOGRAFICA LD BUSSCAR JUMBUSS 360 R$

7419,00

Linha completa de peças de reposição Busscar. Confiram em nossa loja virtual. Compre pela internet! www.apolloonibus.com.br

RUA MÁRIO JUNQUEIRA DA SILVA, 1580 JARDIM EULINA - CAMPINAS/SP

FONE: (19) 3395-1668 NEXTEL: 55*113*14504


NESTA EDIÇÃO DEU NA IMPRENSA

Novo lote de Sprinter para

Ministério da Saúde fez compra de novo lote de vans Sprinter pa SUMÁRIO

6 NOSSA OPINIÃO

12 PÔSTER

7 A IMAGEM MARCANTE

14 DEU NA IMP

9 A GRANDE MATÉRIA

16 REDE SOCIA

O caso curioso de Itapetininga

A foto que marcou a semana no setor de transportes

Marcopolo ende ônibus para o Catar

10 ADAMO BAZANI

Vereador paulistano diz que vilão da poluição é caminhão

Marcopolo Torino, por Adr

As notas da imprensa espe

O seu espaço na InterBuss

18 O MELHOR D

As melhores fotos publica


ANO 8 | Nº 357 | DOMINGO, 20 DE AGOSTO DE 2017 | 1ª EDIÇÃO | CONCLUÍDA ÀS 07h48 (6ª) EDIÇÃO COM 24 PÁGINAS

a o Samu

ara o serviço

riano Minervino

PRENSA ecializada

AL s

DA INTERBUSS

adas no Portal InterBuss

14

O MELHOR DA INTERBUSS

Confiram seleção de fotos que já foram publicadas na Galeria

Melhores fotos da Galeria do InterBuss estão de volta

18

ADAMO BAZANI

Vereador de São Paulo diz que ônibus não “poluem tanto”

Para ele, o maior vilão da poluição são os caminhões

10

DEU NA IMPRENSA

Passagens de ônibus podem sair até 80% mais baratas

Compras pela internet podem garantir grandes descontos

15

REDE SOCIAL

Confira as melhores fotos que foram publicadas no Facebook

As melhores fotos da semana saem aqui na Interbuss!

16


EXPEDIENTE

Uma publicação da InterBuss Comunicação Ltda. DIRETOR-PRESIDENTE / EDITOR-CHEFE Luciano de Angelo Roncolato JORNALISTA RESPONSÁVEL Luciano de Angelo Roncolato REVISÃO Luciano de Angelo Roncolato ARTE E DIAGRAMAÇÃO Luciano de Angelo Roncolato AGRADECIMENTOS DESTA EDIÇÃO Agradecemos à todos os colaboradores de todo o país pelas fotos enviadas esta semana para capa, matérias e pôster. SOBRE A REVISTA INTERBUSS A Revista InterBuss é uma publicação semanal do site Portal InterBuss com distribuição on-line livre para todo o mundo. Seu público-alvo são frotistas, empresários do setor de transportes, gerenciadores de trânsito e sistemas de transporte, poder público em geral e admiradores e entusiastas de ônibus de todo o Brasil e outros países. Todo o conteúdo da Revista InterBuss provenientes de fontes terceiras tem seu crédito dado sempre ao final de cada material. O material produzido pela nossa equipe é protegido pela lei de direitos autorais e sua reprodução é autorizada após um pedido feito por escrito, e enviado para o e-mail revista@ portalinterbuss.com.br. As fotos que ilustram todo o material da revista são de autoria própria e a reprodução também é autorizada apenas após um pedido formal via e-mail. As imagens de autoria terceira têm seu crédito disponibilizado na lateral da mesma e sua autorização de reprodução deve ser solicitada diretamente ao autor da foto, sem interferência da Revista InterBuss. A impressão da revista para fins particulares é previamente autorizada, sem necessidade de pedido. PARA ANUNCIAR Envie um e-mail para contato@portalinterbuss.com. br ou ligue para (19) 99483-2186 e converse com nosso setor de publicidade. Você poderá anunciar na Revista InterBuss, ou em qualquer um dos sites parceiros do grupo InterBuss, ou até em nosso site principal. Temos diversos planos e com certeza um deles se encaixa em seu orçamento. Consulte-nos! PARA ASSINAR Por enquanto, a Revista InterBuss está sendo disponibilizada livremente apenas pela internet, através do site www.revistainterbuss.com.br. Por esse motivo, não é possível fazer uma assinatura da mesma. Porém, você pode se inscrever para receber um alerta assim que a próxima edição sair. Basta enviar uma mensagem para revista@portalinterbuss.com.br e faremos o cadastro de seu e-mail ou telefone e você será avisado. CONTATO A Revista InterBuss é um espaço democrático onde todos têm voz ativa. Você pode enviar sua sugestão de pauta, ou até uma matéria completa, pode enviar também sua crítica, elogio, ou simplesmente conversar com qualquer pessoa de nossa equipe de colunistas ou de repórteres. Envie seu e-mail para revista@ portalinterbuss.com.br ou contato@portalinterbuss. com.br. Procuramos atender a todos o mais rápido possível. A EQUIPE INTERBUSS A equipe do Portal InterBuss existe desde 2000, desde quando o primeiro site foi ao ar. De lá pra cá, tivemos grandes conquistas e conseguimos contatos com os mais importantes setores do transporte nacional, sempre para trazer tudo para você em primeira mão com responsabilidade e qualidade. Por conta disso, algumas pessoas usam de má fé, tentando ter acesso a pessoas e lugares utilizando o nome do Portal InterBuss, falando que é de nossa equipe. Por conta disso, instruímos a todos que os integrantes oficiais do Portal e Revista InterBuss são devidamente identificados com um crachá oficial, que informa o nome completo do integrante, mais o seu cargo dentro do site e da revista. Qualquer pessoa que disser ser da nossa equipe e não estiver devidamente identificada, não tem autorização para falar em nosso nome, e não nos responsabilizamos por informações passadas ou autorização de entradas dadas a essas pessoas. Qualquer dúvida, por favor entre em contato pelo e-mail contato@portalinterbuss.com.br ou pelo telefone (19) 99483.2186, sete dias por semana, vinte e quatro horas por dia.

NOSSA OPINIÃO

Editorial

O curioso caso do transporte na cidade de Itapetininga/SP A cidade de Itapetininga, localizada no interior de São Paulo, vive um momento no mínimo curioso no seu setor de transporte coletivo urbano por ônibus. Na semana passada a prefeitura municipal local anunciou a substituição da empresa de ônibus que opera por lá. Até agora, o transporte é realizado pela Empresa de Transportes Rosa, que ganhou o processo licitatório há alguns anos, e iniciou sua operação com uma frota totalmente nova, substituindo a Viação Nossa Senhora Aparecida, pequena empresa local que tinha uma frota relativamente antiga, e que estava fazendo a compra de alguns ônibus mais novos. A chegada da Rosa na cidade foi uma grande sensação, pois houve muita pompa na época já que se tratava de novidade nas ruas. No início tudo funcionou perfeitamente, com os ônibus novos circulando na maior normalidade possível, os horários sendo cumpridos, mas isso não durou muito tempo. Com o passar do tempo a Rosa foi apresentando um quadro de insolvência financeira. Os veículos mais novos foram retirados das ruas e remanejados para outras operações da empresa, e apenas parte foi reposta por ônibus mais antigos. Os horários já não eram mais cumpridos à risca e o atraso nos salários dos funcionários culminavam em sucessivas greves. A paciência da população foi se esgotando até que a prefeitura fez uma audiência pública para discutir os problemas no setor de transporte. A empresa Rosa se pronunciou e prometeu melhorias, o que não aconteceu desde então. Os problemas foram se acumulando e nenhuma solução a curto prazo estava em vista. Apesar de todos esses problemas, a saída da empresa Rosa da cidade acabou pegando todos de surpresa pois como se tratava de algo já licitado, dentro da lei, mesmo se houvesse uma declaração de desistência das linhas ou até a contratação de uma empresa em caráter emergencial, mas a prefeitura simplesmente anunciou que uma nova empresa vai operar as linhas da Rosa, e quem é ela? A Nossa Senhora Aparecida! Em um histórico recente não nos lembramos de um fato como esse nas histórias dos sistemas de transporte coletivo municipal no Brasil. Geralmente as empresas que não agradam o poder público são retiradas de circulação por intermédio de licitações (em sua grande maioria fajutas e viciadas), cassações de contratos e chamamentos emergenciais através de cartas-convite enviadas para empresas que são do agrado do prefeito ou de algum secretário. Agora, uma antiga empresa voltar a operar em uma cidade, particulamente nunca foi visto. Inclusive se alguém souber de alguma história similar à esta, por favor, deixe seu recado em nossa página no Facebook para que possamos fazer a retratação neste mesmo espaço. A Rosa já enfrenta uma crise financeira há algum tempo e parece que suas operações estão enfrentando dificuldades por todo canto. Para focar em operações mais rentáveis, a empresa está abrindo mão de outras que dão prejuízo, como a de Itapetininga, que tem uma forte concorrência com os táxis (os taxistas fazem preços mais baratos para viagens em grupo), inclusive foi esse o motivo que levou a Nossa Senhora Aparecida a deixar a cidade. Vamos ver o desfecho desse curioso caso.


A IMAGEM MARCANTE

Londrina, PR

Terça-feira, 15 de Agosto de 2017

O motorista do transporte coletivo, da empresa TIL, sofreu um mau súbito, perdeu o controle da direção, derrubou o radar vídeo vigia, bateu em um carro estacionado e quase invadiu um depósito de materiais de construção em Londrina. Como no momento do acidente chovia no local, não havia presença de pedestres. Ninguém ficou ferido. A foto é do site Portal 21.


A GRANDE MATÉRIA

Bilhetagem

Autopass faz migração de dados para a nuvem Gestora do cartão BOM fez investimento de R$ 16 milhões Da Autopass | assessoria Responsável pela gestão e operação do BOM, o Cartão de Transporte da Região Metropolitana de São Paulo, a Autopass, empresa de tecnologia, meios de pagamento e soluções para a mobilidade urbana, inicia a migração de suas aplicações para a solução de nuvem privada por meio do UOLDIVEO. Com este movimento, a empresa se torna a primeira empresa de soluções para o transporte público no Brasil a adotar o processamento de dados para a nuvem. O valor investido em tecnologia será de mais de 16 milhões de reais em cinco anos, sendo que, no primeiro ano, o aporte será de 6 milhões de reais. “Como uma empresa de tecnologia, estamos constantemente pensando em inovação e aprimoramento de nossa operação que possam trazer benefícios tanto aos usuários do transporte coletivo quanto aos gestores como os órgãos públicos e empresas privadas”, afirma Rubens Fernandes Gil Filho, CEO da Autopass. A empresa opera 3,3 milhões de transações diárias do cartão BOM, dos mais de 8 milhões de cartões emitidos. O BOM é aceito diariamente em uma frota de 6 mil ônibus nos 39 municípios da Região Metropolitana de São Paulo, além da integração com Metrô, CPTM e EMTU. A companhia oferece ainda ATMs para recarga do BOM e do Bilhete Único em mais de 150 estações do Metrô e da CPTM. Nuvem expande capacidade de atendimento para eventual aumento de demanda ou lançamento de novos serviços Além de suportar toda esta operação, trazer inovação, alta capacidade e agilidade, a migração para a nuvem permite que a Autopass expanda sua capacidade de atendimento rapidamente a um eventual aumento de demanda ou lançamento de novos serviços como os projetos de aceitação de pagamentos via celular, cartão de crédito e débito no transporte coletivo (já testado na região do ABC- SP e em Porto Alegre- RS) e o uso do QR Code para pagamento de transporte em rodas e trilhos, tam-

08 interbuss | 20.08.2017

bém já testado na capital paulista. “Fomos a primeira empresa da América Latina a trazer estas novas modalidades de pagamento já utilizadas na Europa e Ásia. A migração para a nuvem facilita que, em um curto espaço de tempo, todas as cidades brasileiras possam oferecer aos seus cidadãos a possibilidade de escolher como querem pagar o transporte coletivo”, comenta. “Ganhamos muito em questão de agilidade, porque não precisaremos passar pelo processo tradicional de aquisição de servidores físicos. O processamento dos dados em nuvem traz elasticidade ao nosso ambiente computacional, permitindo aumento ou redução da capacidade dependendo da necessidade do negócio. A migração para a nuvem nos traz uma previsão de gastos, proporcionando mais eficiência de custo a nossa operação”, afirma. A companhia consultou o UOLDIVEO, empresa do grupo UOL, especializada em infraestrutura, multicloud, serviços gerenciados e aplicação, que fez uma análise sobre o melhor investimento para atualização tecnológica. De acordo com o perfil de seu negócio, a Autopass, cliente há mais

de oito anos e que atuava no ambiente de Colocation, passa agora a operar a maioria de suas aplicações na solução de nuvem privada do UOLDIVEO. O projeto conta ainda com um plano de Disaster Recovery e Compliance. O UOLDIVEO também passa a ser responsável pela gestão das aplicações de governança, infraestrutura e banco de dados, deixando a equipe de TI da Autopass mais focada no negócio da companhia. O projeto, iniciado em abril, tem previsão de conclusão em seis meses. “Atuando de forma agnóstica, nosso trabalho está em entender as necessidades do negócio e propor a melhor solução de acordo com a maturidade das aplicações até a implementação e a gestão da solução, com otimização contínua. O suporte ao nosso cliente é fundamental para que ele possa focar exclusivamente em seu negócio, sem se preocupar com a infraestrutura de TI. Com certeza, é um grande privilégio estar mais uma vez ao lado de uma empresa inovadora, que já passou por diversas transformações tecnológicas e vive agora mais uma etapa da sua jornada digital”, afirma Débora Bortolasi, Diretora Comercial do UOLDIVEO.


Exportação

Marcopolo vende 32 ônibus para o Catar

Veículos vão transportar os funcionários da Qatar Petroleum

Da Marcopolo | assessoria A Marcopolo fará a entrega de 32 novos ônibus Viaggio 900, que serão utilizados para o serviço de fretamento dos funcionários da Qatar Petroleum, uma das mais importantes empresas de petróleo de Doha, Catar, no Oriente Médio. O fornecimento será feito para QETCO, operador de transporte de serviços de fretamento naquele país. “Estamos muito felizes por fechar mais este negócio no Catar, resultado de muito trabalho de toda a nossa equipe de exportação. Nossa meta é dar continuidade ao bem-sucedido projeto Conquest

de exportação, que permitiu à Marcopolo reconquistar clientes e mercados nessa importante região”, explica Ricardo Portolan, gerente-executivo de Negócios Internacionais da Marcopolo. Equipados com 49 poltronas do tipo Executiva, os ônibus Marcopolo Viaggio 900 proporcionam mais conforto para os passageiros e contam com vidros colados, sistema de ar-condicionado de alta capacidade e itinerário eletrônico. Com 12.500 mm de comprimento, o modelo é montado em chassi Scania K410 e equipado com computador de bordo e sistema multiplex. Com moderno desenho, o modelo foi desenvolvido para oferecer o mais eleva-

do padrão disponível no mercado de ônibus intermunicipais. O Marcopolo Viaggio 900 possui tecnologia de alto padrão, oferece grande conforto aos usuários e possui o menor custo operacional e fácil manutenção, com componentes e peças disponíveis em toda a rede Marcopolo. Internamente, o Viaggio 900 conta com iluminação interna indireta mais forte e uniforme, sem perda do conforto visual. O projeto proporciona um ambiente aconchegante e ao mesmo tempo funcional, de acordo com a aplicação e o serviço. O veículo possui ainda luzes de leitura em LEDs, saídas individuais de ventilação e teclas dos porta-focus. 20.08.2017 |

interbuss 09


COLUNAS

NOSSO TRANSPORTE ADAMO BAZANI | adamobus@gmail.com

Entidades entendem que proposta de Milton Leite para ônibus é “manobra para não se fazer nada” Foi marcada por bastante tumulto e insatisfações de entidades ambientalistas e de técnicos a audiência pública na Câmara Municipal de São Paulo realizada nesta quinta-feira, 17 de agosto de 2017, para apresentação de um cronograma alternativo ao artigo 50 da Lei de Mudanças Climáticas, de 2009, que previa desde então troca de 10% dos ônibus a diesel por modelos com combustíveis menos poluentes, até que em 2018 nenhum ônibus da capital paulista dependesse exclusivamente de óleo diesel para se movimentar. Hoje, apenas 1,4% da frota de 14,7 mil ônibus atenderia à lei. O vereador chegou a apresentar um projeto de lei que foi amplamente criticado. A proposta inicial privilegiava o uso do biodiesel e contava com o início da tecnologia de redução de emissões para veículos a diesel Euro 6 (mais rigorosa que a atual Euro 5) a partir de 2022. Ocorre que nem a indústria nacional e o Governo Federal sabem ao certo quando serão produzidos e comercializados os modelos com esta tecnologia no Brasil, apesar dos indicativos para esta data. A nova proposta contempla metas de redução de poluição, quer reativar a inspeção veicular na cidade e inclui a frota de caminhões de lixo nas mesmas regras de restrição dos poluentes para os ônibus. As metas apresentadas por Milton Leite tiveram como base a frota proposta em seu projeto original, mas o substitutivo, segundo o vereador, permite a flexibilização das tecnologias de acordo com cada momento econômico. Até 2027, pelo substitutivo, haveria redução de 78% das emissões de MP – Materiais Particulados, passando das atuais 92 toneladas para 20 toneladas. A redução de Óxidos de Nitrogênio – NOx seria de 74%, passando das atuais 6013 toneladas para 1554, em 2027. O projeto prevê redução de 20% de CO2 – Dióxido de Carbono (Gás Carbônico) de hoje até 2027, indo de 1.094.428 toneladas para 872.280 em 2027. A proposta ainda prevê praticamente o fim do sistema de trólebus para a cidade de São Paulo. Na prática, pela composição ilustrativa proposta pelo presidente da Câmara, o total de trólebus seria reduzido já no ano que vem dos atuais 200 veículos para 50. Ocorre que existem trólebus comprados há quatro anos, sendo

10 interbuss | 20.08.2017

que a vida útil destes veículos pode ser de, em média, 20 anos. Em 2027, ainda pelo panorama, São Paulo teria apenas 250 ônibus elétricos com bateria para um cenário levando em conta as metas de redução. A proposta foi considerada inconsistente pelas entidades e associações que estiveram na audiência pública. “Esta proposta na prática não acrescenta nada para a cidade, é como não ter nenhuma legislação a respeito do assunto. Se for analisar as metas de redução de poluição apresentadas, são índices que se alcançam naturalmente com a renovação da frota a diesel. Anualmente, em média entram no sistema em torno de 1500 ônibus novos, em anos normais. Claro que com essa renovação, as emissões caem, mas num patamar natural, sem avanço nenhum. A ABVE defende o substitutivo do vereador Caio Miranda que leva em conta a possibilidade de entrada de todas as tecnologias limpas hoje disponíveis no mercado de forma gradual e compatível com a realidade econômica do sistema” – disse ao Diário do Transporte, por telefone, a vicepresidente de veículos pesados da ABVE – Associação Brasileira do Veículo Elétrico, Iêda Maria Alves de Oliveira. “O projeto original já era ruim, mas com este substitutivo, Milton Leite piorou a proposta. Há agora um tempo mais prolongado para transição de frota e cortes menores para redução de poluição. Na prática, quando se fala em sanção, não é contra as empresas que descumprirem, mas contra a prefeitura. Fora que nos de-

sagradou muito a postura do vereador que já veio com o substitutivo pronto, sem discussão, sem debate. Fomos surpreendidos com outro texto” – disse ao Diário do Transporte, também por telefone um dos representantes do Greenpeace na audiência, Davi Martins. “Insistir no Biodiesel e julgar o Euro V já vigente, Euro VI em alguns anos é um erro. Vai perpetuar a maneira de poluir e não fomentará a busca e inclusão de novas tecnologias energéticas que reduzam a emissão. Seria como deixar de escanteio outras matrizes, inclusive o transporte elétrico, que é o mais indicado em grandes cidades por possuir índices zero de emissão de poluentes.”, comentou ao Diário do Transporte, por aplicativo de mensagem o integrante do Movimento Respira São Paulo, Rodrigo Lopes. ÔNIBUS POLUI MUITO OU NÃO? Outro ponto que também levantou polêmica na audiência pública foi sobre os impactos no meio ambiente gerados pelos ônibus da frota municipal da capital paulista. Com base em dados do Detran, CET, Departamento de Trânsito e do Instituto L’Avis Eco Service, gráficos apresentados por Milton Leite mostram que os caminhões são os grandes vilões da poluição em São Paulo. Com mais de 165 mil unidades, os caminhões representam apenas 2% da frota registrada, mas seriam responsáveis por 64,5% das emissões de material particulado, 33% de óxidos de nitrogênio e


Cronograma descarta trólebus para São Paulo. Estudo diz que vilões da poluição são caminhões em São Paulo

16,7% das emissões de gás carbônico. Já os ônibus e micro-ônibus da frota municipal representam 0,2% do total de veículos registrados e, segundo a apresentação do vereador Milton Leite, são responsáveis hoje por 3,5% das emissões de materiais particulados, 2% das emissões de óxidos de nitrogênio e 1% de gás carbônico, sendo que os ônibus hoje são o único tipo de veículo inspecionado na cidade. Entretanto, outro estudo do IEMA – Instituto de Engenharia e Meio Ambiente do Estado de São Paulo, com base em números fechados de todo o ano passado,

mostra que as emissões de ônibus da frota paulistana são bem maiores. Os coletivos, ainda de acordo com este estudo, seriam responsáveis por 24% das emissões de gases de efeito estufa na cidade; 24% de materiais particulados totais, que inclui combustão, frenagem e pneus em desgaste, 80% do materiais particulados gerados só pela combustão e 79% de óxidos de nitrogênio. TARIFA A apresentação de Milton Leite mostra o custo da tarifa a cada tecnologia.

O vereador disse que hoje o diesel é mais barato que qualquer outro combustível para o sistema. Os dados também foram contestados pelas entidades ouvidas pelo Diário do Transporte porque, segundo elas, não foi levado em conta plenamente o custo operacional e de manutenção menor de modelos alternativos ao diesel e também foram ignoradas as externalidades por causa da poluição, como gastos com saúde pública. O Diário do Transporte procurou o vereador Milton Leite, mas não conseguiu contato na noite desta quinta-feira. 20.08.2017 |

interbuss 11


interbuss

ADRIANO MINERVINO Marcopolo Torino Real Auto Ônibus, no Rio de Janeiro/RJ


DEU NA IMPRENSA

Transpo Online

RESUMO DAS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DA IMPRENSA ESPECIALIZADA

Ministério da Saúde compra 800 Sprinter para o Samu

Do site | notícias O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência do Ministério da Saúde acaba de anunciar a compra de 800 furgões Mercedes-Benz Sprinter para transformação em UTI móvel para atendimento no SAMU. O primeiro lote de 220 ambulâncias será entregue até o mês de setembro. Posicionando o modelo como um dos mais versáteis do segmento, a Mercedes-Benz anunciou também a venda de 45 furgões Sprinter 313 CDI Street para a Locamerica, para uso no transporte de en-

14 interbuss | 20.08.2017

comendas da DHL, empresa líder mundial em serviços postais, expressos, e-commerce e logística. Com o crescente volume de vendas da Sprinter, a Mercedes-Benz vem registrando um aumento sistemático de participação de mercado no segmento de Large Vans (3,5 a 5 toneladas de PBT). Em apenas cinco anos, a montadora aumentou o market share domodelo em quase 20 pontos percentuais, saltando de 15% em 2012 para quase de 33% em 2017. Em 2017, no acumulado de janeiro a julho, foram emplacadas 3.201

unidades da Linha Sprinter, considerando todos os modelos de vans, furgões e chassis com cabina comercializados para o mercado brasileiro. Com isso, a MercedesBenz obteve a participação de 33%, representando 6,6 pontos percentuais a mais em relação aos 26,3% do mesmo período de 2016. Com esses resultados, a empresa é a única a obter crescimento em volume de vendas no segmento de Large Vans este ano no País, com 10% a mais em relação a idêntico período de 2016, enquanto o mercado como um todo teve uma queda de 12%.


Transpo Online

Passagens de ônibus via internet até 80% menores

Do site | notícias A ClickBus, empresa especializada em vendas online de passagens rodoviárias, acaba de lançar uma campanha que oferece até 80% de desconto em passagens da viação Real Expresso para rotas entre São Paulo, Brasília e Uberaba. A promoção é válida somente para compras feitas no site ou plataforma para horários e rotas específicas e depende da disponibilidade do estoque. Com valores abaixo dos cobrados nas rodoviárias, passagens que custariam, por exemplo, mais de R$300, estão agora de

R$ 29,90 a R$ 49,90, com diversas opções de horário de saída e chegada, em diferentes dias da semana. “Brasília, São Paulo e Uberaba são três cidades grandes e com alto potencial turístico Todas oferecem uma boa infraestrutura para quem viaja a negócios ou a lazer. Aproveitamos isso e aliamos à nossa tecnologia e marketing que permitem essas ações de descontos que antes não existiam no mercado rodoviário”, comenta Fernando Prado, co-fundador e CEO da ClickBus. Os descontos fazem parte da missão da ClickBus de tornar o setor

rodoviário ainda mais atraente para o turismo. “O mercado rodoviário brasileiro cresceu e se modernizou. Hoje, viajar de ônibus é muito mais cômodo e a ClickBus traz todas as facilidades da compra online para oferecer aos clientes uma experiência completa. Além disso, o rodoviário brasileiro atualmente atende mais de 4600 cidades do país”, ressalta o executivo. Todos os destinos e valores podem ser conferidos no portal: http://www.clickbus.com.br para as rotas: Brasília – São Paulo, Uberaba – São Paulo, São Paulo – Brasília e São Paulo – Uberaba. 20.08.2017 |

interbuss 15


REDE SOCIAL

AS MELHORES FOTOS DA SEMANA NO FACEBOOK

Ariel Fiedler | Thamco Scorpion

Rodrigo Fonseca | Thamco Dinamus

Adailton J. Cruz | Neobus Spectrum

Ricardo de Oliveira Luiz | Marcopolo Torino

Alex Azevedo | Marcopolo Paradiso G7

Thiago M. de Souza | Ibrava Brasil

16 interbuss | 20.08.2017


Daniel Guardiola | Marcopolo Torino

JosĂŠ Geyvson da Silva | Caio Apache Vip

Daniel Guardiola | Marcopolo Torino GV

Carlos Bernardes | Marcopolo Audace

Railan Barbosa | Busscar Vissta Buss HI

Marcelo Lucas | Caio Apache Vip

20.08.2017 |

interbuss 17


O MELHOR DA INTERBUSS

UMA SELEÇÃO DAS MELHORES FOTOS PUBLICADAS NAS GALERIAS DO PORTA

Alex Miljcovic Marcopolo Paradiso GV Scania K113 | Reunidas Transportes

Giovani Alencar Busscar Urbanuss Pluss MBB OF-1721 | Princesa Tecelã

Igor Drumond Soares Busscar Vissta Buss MBB O-400RSD | Riodoce

Cosme Souza Oliveira Caio Millennium MBB O-500M Buggy | Vip Jabaquara

Rodrigo Correia Comil Svelto Midi Volksbus 15 190 | Benfica Diadema

Graciliano Passos Marcopolo Paradiso G7 1200 MBB O-500RSD | Teixeira

18 interbuss | 20.08.2017


S JÁ TAL INTERBUSS

Anderson Ribeiro de Paula Busscar Jum Buss 380 MBB O-400RSD | Viação Motta

Franz Hecher Marcopolo Ideale MBB OF-1722 | Auto Viação Jabour

Gabriel Guedes Barbosa Irizar PB Volvo B12R | Transnorte

Gustavo Bayde Caio Apache Vip Volksbus 17 210 | Rubanil

Gustavo Bayde Tecnobus Collabus | Viação Itapemirim

André Luiz Jorge Rodrigues Aguiar Comil Campione Scania K124IB | Transbrasiliana T. Turismo 20.08.2017 |

interbuss 19


O MELHOR DA INTERBUSS

Mateus Barbosa Monobloco MBB O-400RSD | Viação Itapemirim

Anderson Ribeiro de Paula Tecnobus Tribus IV | Viação Itapemirim

William Bispo Caio Millennium MBB O-500U | VIP

Rodrigo Correia Caio Mondego HA MBB O-500UA | VIP

André Luiz J. Rodrigues Aguiar Tecnobus Tribus III | Viação Itapemirim

Tiago de Grande Comil Svelto MBB OF-1722M | TCI Itatiba

20 interbuss | 20.08.2017


Alex Miljcovic Marcopolo Paradiso G7 1200 MBB O-500RSD | N. S. Penha

Gabriel Sobreira Caio Millennium Scania K270 Tr贸lebus | Himalaia

Tiago de Grande Caio Millennium Scania K270 Tr贸lebus | Himalaia

Tiago de Grande Caio Millennium Scania K270 Tr贸lebus | Himalaia

Alex Miljcovic Marcopolo Paradiso G6 1550LD MBB O-500RSD | Cattani Sul

Tiago de Grande Caio Millennium Scania K270 Tr贸lebus | Himalaia 20.08.2017 |

interbuss 21


COLUNAS

VIAGENS & MEMÓRIA

NOVA INTERBUSS.

MARISA VANESSA N. CRUZ | ideiaselembrancas@gmail.com

A operação comercial do VLT da Baixada Santista O VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) da Baixada Santista, administrada atualmente pelo consórcio BR Mobilidade, o mesmo que efetua quase todas as linhas de ônibus intermunicipais da Baixada, possui atualmente 15 estações, começando na Estação Barreiros, em São Vicente, e terminando na Estação Porto, em Santos. Finalmente existe transporte urbano sobre trilhos fora da Grande São Paulo! E a opção VLT foi pensando, assim como São Paulo, que permitiu a construção de outras opções como o metrô e BRT para suportar o crescimento da população, as cidades da Baixada também estão ficando cada vez mais populosos, e para isso é necessário um sistema de transporte mais robusto, de alta capacidade, substituindo inúmeros ônibus por uma linha de trem. Por incrível que pareça, esta linha de trem também tem número da linha EMTU, cujo número é a 953. Pesquisando no site da EMTU, você encontra os horários de partida e chegada. Funciona das 5h30 até 23h30, seu intervalo médio é de 15 minutos, sendo que no horário das 7 horas sentido Santos o intervalo é de 10 minutos, e no horário das 17 horas sentido São Vicente o intervalo é de 10 minutos. Mas o que o trem VLT tem a ver com o assunto ônibus? Primeiro, o VLT comporta mais que um ônibus biarticulado ou superarticulado, facilitando e muito a troncalização entre diversas linhas. Como todos sabem que a linha existe experimentalmente desde o final de 2014, e oficialmente no início deste ano, segue o meu breve relato: Finalmente pude experimentar a linha neste último dia 9 de agosto. Embarcando na estação Ana Costa, pagando a passagem de R$ 4,05, fui em direção até São Vicente. Na estação Antônio Emmerich havia obras de nivelamento de via, fazendo com que o trecho entre Emmerich e São Vicente operasse por uma única via. Chegando à estação Barreiros, resolvi voltar, acompanhamento o trajeto inteiro até a Estação Porto, cujo tempo de duração foi aproximadamente 45 minutos (cinco a mais devido a manutenção de trilhos relatado acima). Ao chegar à Estação Porto (destino final), em Santos, voltei ao sentido São Vicente embarcando em um outro trem, e desembarquei uma estação depois, em Conselheiro Nébias.

NOVO CONTEÚDO

NOVA VISÃO TUDO NOVO TUDO POR VOCÊ interbuss

22 interbuss | 13.08.2017

Daqui para frente será comum a criação de novas linhas ferroviárias em diversas metrópoles espalhadas pelo estado de São Paulo. Tentaram implantar em São José dos Campos, mas era do tipo interbairros, aí não iria dar certo. O interessante seria

fazer a ligação Jacareí – São José dos Campos – Caçapava – Taubaté, e que poderia ser controlada por ao menos duas empresas rodoviárias para evitar perdas financeiras. Ou seja, perde a receita no rodoviário, mas ganha no ferroviário.

PORQUE TRANSPORTE É VIDA


ANUNCIE NA

INTERBUSS E FIQUE PERTO DO SEU PÚBLICO E DOS SEUS POTENCIAIS

CLIENTES CONTACTE-NOS E FAÇA UM BOM NEGÓCIO

revista@portalinterbuss.com.br

interbuss PORQUE TRANSPORTE É VIDA


NOVA INTERBUSS. NOVO CONTEÚDO

NOVA VISÃO TUDO NOVO TUDO POR VOCÊ interbuss PORQUE TRANSPORTE É VIDA

Revista InterBuss | Edição 357 | 20.08.2017  

Edição com 24 páginas | Concluída sexta, 18/08 | Confira nesta edição matéria sobre a compra de novas Sprinter pelo governo federal para o S...