Page 1

AS MELHORES FOTOS DO PORTAL INTERBUSS, CONFIRA

interbuss PORQUE TRANSPORTE É VIDA | ANO 7 | N° 333 | 26 DE FEVEREIRO DE 2017

CAMPINAS TEM A FROTA MAIS VELHA DA EMTU EM SP

Além disso, é uma das frotas com a menor acessibilidade de todas as regiões do Estado SCANIA APRESENTA NOVO PRESIDENTE COMERCIAL


UMA REVISTA

PARA QUEM QUER

SABER TUDO SOBRE TRANSPORTE

NO BRASIL

E NO MUNDO. TODO DOMINGO,

UMA NOVA EDIÇÃO.

interbuss PORQUE TRANSPORTE É VIDA

CONTEÚDO DE QUALIDADE COM RESPONSABILIDADE


PEÇAS PARA

BUSSCAR CONFIRA NOSSAS PROMOÇÕES!

TORNEIRA SANITARIO BUSSCAR ESPELHO RETROVISOR EXTERNO LE BUSSCAR MARTE MANUAL R$

1309,73

LANTERNA PISCA AMARELA BUSSCAR >01 R$

37,23

R$

170,00

PORTA DIANTEIRA PANTOGRAFICA LD BUSSCAR JUMBUSS 360 R$

7419,00

Linha completa de peças de reposição Busscar. Confiram em nossa loja virtual. Compre pela internet! www.apolloonibus.com.br

RUA MÁRIO JUNQUEIRA DA SILVA, 1580 JARDIM EULINA - CAMPINAS/SP

FONE: (19) 3395-1668 NEXTEL: 55*113*14504


NESTA EDIÇÃO ADAMO BAZANI

Frota mais velha da EMTU é

Frota tem idade média de mais de seis anos, enquanto em Santos é SUMÁRIO

6 NOSSA OPINIÃO

12 PÔSTER

7 A IMAGEM MARCANTE

14 DEU NA IMP

8 A GRANDE MATÉRIA

16 REDE SOCIA

Quando as prefeituras apóiam empresas ruins

A foto que marcou a semana no setor de transportes

Marcopolo entrega 30 novos ônibus para Manaus

10 ADAMO BAZANI

A economia de energia elétrica com os ônibus do ABC

Caio Mondego HA, por Sa

As notas da imprensa espe

O seu espaço na InterBuss

18 O MELHOR D

As melhores fotos publicad


ANO 7 | Nº 333 | DOMINGO, 26 DE FEVEREIRO DE 2017 | 1ª EDIÇÃO | CONCLUÍDA ÀS 19h33 (5ª) EDIÇÃO COM 24 PÁGINAS

é da RMC

é de dois anos

amuel Tuzi

PRENSA ecializada

AL s

DA INTERBUSS das no Portal InterBuss

11

O MELHOR DA INTERBUSS

Confira o que já saiu de melhor nas galerias do Portal InterBuss

As melhores fotos já publicadas no antigo Portal InterBuss

18

A GRANDE MATÉRIA

Scania anuncia novo presidente para a área comercia da AL

Novo presidente veio da unidade da empresa na França

08

DEU NA IMPRENSA

VLI renova malha ferroviária no trecho da FCA em São Paulo

Malha fica localizada entre cidades do interior paulista

15

REDE SOCIAL

Confira as melhores fotos que foram publicadas no Facebook

As melhores fotos da semana saem aqui na Interbuss!

16


EXPEDIENTE

Uma publicação da InterBuss Comunicação Ltda. DIRETOR-PRESIDENTE / EDITOR-CHEFE Luciano de Angelo Roncolato JORNALISTA RESPONSÁVEL Luciano de Angelo Roncolato REVISÃO Luciano de Angelo Roncolato ARTE E DIAGRAMAÇÃO Luciano de Angelo Roncolato AGRADECIMENTOS DESTA EDIÇÃO Agradecemos à todos os colaboradores de todo o país pelas fotos enviadas esta semana para capa, matérias e pôster. SOBRE A REVISTA INTERBUSS A Revista InterBuss é uma publicação semanal do site Portal InterBuss com distribuição on-line livre para todo o mundo. Seu público-alvo são frotistas, empresários do setor de transportes, gerenciadores de trânsito e sistemas de transporte, poder público em geral e admiradores e entusiastas de ônibus de todo o Brasil e outros países. Todo o conteúdo da Revista InterBuss provenientes de fontes terceiras tem seu crédito dado sempre ao final de cada material. O material produzido pela nossa equipe é protegido pela lei de direitos autorais e sua reprodução é autorizada após um pedido feito por escrito, e enviado para o e-mail revista@ portalinterbuss.com.br. As fotos que ilustram todo o material da revista são de autoria própria e a reprodução também é autorizada apenas após um pedido formal via e-mail. As imagens de autoria terceira têm seu crédito disponibilizado na lateral da mesma e sua autorização de reprodução deve ser solicitada diretamente ao autor da foto, sem interferência da Revista InterBuss. A impressão da revista para fins particulares é previamente autorizada, sem necessidade de pedido. PARA ANUNCIAR Envie um e-mail para contato@portalinterbuss.com. br ou ligue para (19) 99483-2186 e converse com nosso setor de publicidade. Você poderá anunciar na Revista InterBuss, ou em qualquer um dos sites parceiros do grupo InterBuss, ou até em nosso site principal. Temos diversos planos e com certeza um deles se encaixa em seu orçamento. Consulte-nos! PARA ASSINAR Por enquanto, a Revista InterBuss está sendo disponibilizada livremente apenas pela internet, através do site www.revistainterbuss.com.br. Por esse motivo, não é possível fazer uma assinatura da mesma. Porém, você pode se inscrever para receber um alerta assim que a próxima edição sair. Basta enviar uma mensagem para revista@portalinterbuss.com.br e faremos o cadastro de seu e-mail ou telefone e você será avisado. CONTATO A Revista InterBuss é um espaço democrático onde todos têm voz ativa. Você pode enviar sua sugestão de pauta, ou até uma matéria completa, pode enviar também sua crítica, elogio, ou simplesmente conversar com qualquer pessoa de nossa equipe de colunistas ou de repórteres. Envie seu e-mail para revista@ portalinterbuss.com.br ou contato@portalinterbuss. com.br. Procuramos atender a todos o mais rápido possível. A EQUIPE INTERBUSS A equipe do Portal InterBuss existe desde 2000, desde quando o primeiro site foi ao ar. De lá pra cá, tivemos grandes conquistas e conseguimos contatos com os mais importantes setores do transporte nacional, sempre para trazer tudo para você em primeira mão com responsabilidade e qualidade. Por conta disso, algumas pessoas usam de má fé, tentando ter acesso a pessoas e lugares utilizando o nome do Portal InterBuss, falando que é de nossa equipe. Por conta disso, instruímos a todos que os integrantes oficiais do Portal e Revista InterBuss são devidamente identificados com um crachá oficial, que informa o nome completo do integrante, mais o seu cargo dentro do site e da revista. Qualquer pessoa que disser ser da nossa equipe e não estiver devidamente identificada, não tem autorização para falar em nosso nome, e não nos responsabilizamos por informações passadas ou autorização de entradas dadas a essas pessoas. Qualquer dúvida, por favor entre em contato pelo e-mail contato@portalinterbuss.com.br ou pelo telefone (19) 99483.2186, sete dias por semana, vinte e quatro horas por dia.

NOSSA OPINIÃO

Editorial

Transporte precário, e o poder público conivente Na semana passada publicamos uma matéria em nosso site que mostra a precariedade do transporte público da cidade de Franca, no interior de São Paulo. A empresa que atua lá é a Viação São José, que pertence ao mesmo grupo financeiro de outras grandes empresas muito conhecidas no Estado, como a Sambaíba e a VB Transportes. Franca sempre foi vista como uma das cidades que tinha o melhor sistema de transporte entre todas as atendidas pelo grupo, até porque sempre teve também a frota mais nova por exigência da prefeitura local. No ano passado a São José recebeu um enorme lote com 40 ônibus zero quilômetro, e seus ônibus desativados com o tempo passaram a ser distribuídos pelas outras cidades atendidas pelo mesmo grupo. Chamou muito a atenção a matéria, produzida pela EPTV Ribeirão, afiliada da Rede Globo na região, pois se Franca está com o transporte ruim, imaginem as demais cidades que já tinham um transporte mais relaxado. Pneus carecas e atrasos constantes foram as principais reclamações dos passageiros francanos. Mas afinal, o que está acontecendo com o grupo que ainda é um dos maiores do país em número de ônibus em circulação? Durante a semana passada nossa equipe fez pesquisas de processos judiciais e acabou encontrando alguns que dizem respeito à busca e apreensão de veículos desse grupo por falta de pagamento. Um grande lote de ônibus que está localizado na garagem de Avaré está sendo preparado para ser devolvido ao banco pois a empresa não conseguiu honrar com seus compromissos financeiros. Isso nunca havia acontecido em nenhuma empresa do grupo, que na semana retrasada já havia perdido um grande número de caminhões que faziam o transporte de combustíveis pelo mesmo motivo. Enquanto isso, as cidades que são atendidas pelas empresas desse grupo não recebem um ônibus novo sequer pelo menos desde 2015. A exceção é justamente Franca, e também a cidade de Guarulhos que recebeu um lote de dezenas de ônibus que deveriam ter ido para Campinas, mas acabou sendo redirecionado já que a prefeitura de lá fez uma exigência de renovação de frota, e como a legislação e a prefeitura campineiras são frouxas, por lá pode rodar frota caindo aos pedaços que o prefeito Jonas Donizette dá a bênção. O pior é que os ônibus desativados de Guarulhos, todos ano 2008, foram espalhados por várias cidades. São veículos sem elevador para cadeirantes e que estão em circulação com a pintura original ainda e que teve como objetivo enganar a população de Indaiatuba, por exemplo. O grupo assumiu a empresa que operava lá e prometeu vinte ônibus zero quilômetro para este mês. Os veículos não foram comprados, levaram um monte desses veículos que eram de Guarulhos e ainda enganaram a população dizendo que aquela pintura era pelo fato do ônibus ser “movido a biodiesel”. Oras, isso é um verdadeiro tapa na cara da população indaiatubana, que vai ficar sem ônibus zero e tudo ficará por isso mesmo. Vamos ver até quando essa situação se perdurará, se ainda haverá novas apreensões de veículos e até quando o poder público, agora recém-empossado, será conivente com essa situação que apenas prejudica o usuário do transporte coletivo. Uma verdadeira falta de respeito com o contribuinte usuário.


A IMAGEM MARCANTE

Codó, MA

Sábado, 18 de Fevereiro de 2017

Um ônibus da Empresa Satélite Norte de placas ONZ-2284, linha Teresina-PI para Peixoto de Azevedo-MT, pegou fogo completamente. Ninguém se feriu. O motorista informou que ouviu um barulho na roda traseira esquerda e ao descer para verificar viu as chamas. No ônibus tinha 12 passageiros mais os dois condutores. O motorista tentou apagar com ajuda de outros condutores que passavam no momento, com os extintores, mas foi em vão, pois, o fogo se alastrou rapidamente. As informações e a foto são do jornal Folha do Bico.


A GRANDE MATÉRIA

Mercado

Scania anuncia novo presidente comercial

Mats Gunnarsson vem da França para comandar a América Latina

Da Scania | assessoria A Scania, líder em soluções de transporte sustentável, nomeou Mats Gunnarsson como novo presidente para comandar as operações comerciais na região das Américas. O executivo será responsável pelas unidades de negócio da Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, México, Peru, Venezuela e Estados Unidos, países onde a Scania conta com mais de 600 pontos de serviços e ampla participação de mercado. Com vasta experiência internacional no setor de transporte, Gunnarsson iniciou a carreira na Scania no ano de 1992 na Suécia. No início dos anos 2000 foi diretor-geral da Scania em Luxemburgo e na Argentina. Entre 2003 e 2009 trabalhou no Grupo Volkswagen e no Banco de Investimento Europeu de Luxemburgo, até retornar para a Scania para ser vice-presidente sênior de Vendas de Veículos e Suporte Logístico na Suécia. Desde 2011, atuava como presidente da multinacional sueca na França, mercado que terminou o ano de 2016 como o terceiro maior do mundo em vendas de caminhões para a Scania. “Comandar a região das Américas será um grande e gratificante desafio. Aqui estão, entre outros, o maior mercado do mundo para a Scania, o Brasil, o principal de ônibus, o México, e um dos mais promissores a nível global, a Colômbia. Trabalharemos com foco em aumentar a rentabilidade de nossos clientes, melhorar o desempenho da rede de serviços na região, e posicionar a Scania como líder em soluções de transporte sustentável”, afirma Gunnarsson. Engenheiro Mecânico pelo KTH Royal Institute of Technology da Suécia com Mestrado em Economia pela Universidade de Estocolmo, Gunnarsson fala inglês, francês, espanhol e português. Desde São Bernardo do Campo, São Paulo, ele comandará a Scania Commercial Operations Americas a partir de 1º de março. Sueco, substitui nesta posição o compatriota Martin Ståhlberg, que assumiu a presidência da Scania Commercial Operations Europe

08 interbuss | 26.02.2017

depois de cinco anos e meio à frente da região Américas. Sobre a Scania A Scania é um dos principais fabricantes mundiais de caminhões pesados, de ônibus e de motores industriais e marítimos. Os serviços têm participação crescente nos negócios da empresa, assegurando aos clientes soluções de transporte econômicas e com alta disponibilidade operacional. Em 2017, a Scania completa

60 anos no Brasil e 126 anos de fundação e tem como objetivo ser líder em soluções de transporte sustentável. Com 44,4 mil colaboradores, a empresa está presente em mais de 100 países, com linhas de produção na Europa, Ásia e América Latina e com possibilidade de intercâmbio global de componentes e veículos completos. Em 2015, a receita líquida da Scania alcançou 94,89 bilhões de coroas suecas e o lucro líquido do exercício, após a dedução de impostos, foi de 6,7 bilhões de coroas suecas.


Economia

Marcopolo entrega 30 novos ônibus à Manaus Veículos com carroceria Torino foram para a empresa Prima

Da Marcopolo | assessoria A Prima Comércio e Locadora de Veículos Eireli, um dos principais operadores de transporte de Manaus, Amazonas, acaba de adquirir 30 ônibus da Marcopolo. Os veículos, do modelo Torino, fazem parte do programa de renovação de frota e serão utilizados no transporte urbano da cidade. A Prima tem como estratégia investir na aquisição de novos ônibus para oferecer ainda mais conforto e segurança aos seus passageiros. “Os

ônibus Torino, adquiridos pela operadora amazonense, possuem diversas inovações tecnológicas que ampliarão o conforto dos passageiros”, explica Paulo Corso, diretor de operações comerciais e marketing da Marcopolo. Com visual moderno e tecnologia aplicada a favor da funcionalidade, o Torino possui maior largura interna, o que garante amplo espaço para circulação e facilita a movimentação dos passageiros, e novos conjuntos ópticos traseiro e frontal que incluem luz diurna e proporcionam mais segurança no

trânsito urbano. Internamente, conta com iluminação em LED e poltronas City ergonômicas, que oferecem mais conforto e comodidade. O ônibus Marcopolo Torino proporciona menor custo operacional, maior valor de revenda e baixa manutenção, características fundamentais para os empresários do setor de transporte urbano de passageiros, além de mais conforto e segurança para os usuários. Os veículos fornecidos à Prima possuem chassi Volkswagen 17.230 OD. 26.02.2017 |

interbuss 09


COLUNAS

NOSSO TRANSPORTE ADAMO BAZANI | adamobus@gmail.com

Novos equipamentos e gestão fazem trólebus do ABC economizarem R$ 140 mil Novos equipamentos e gestão fazem trólebus do ABC em energia elétrica economizarem R$ 140 mil em energia elétrica

Os serviços de trólebus do Corredor Metropolitano ABD, operados pela Metra, estão mais econômicos. É o que mostra um relatório da Secretaria de Transportes Metropolitanos, publicado nesta terça-feira, 21 de fevereiro de 2017, no Diário Oficial do Estado de São Paulo. De acordo com a EMTU - Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos, a gerenciadora começou a monitorar o fornecimento de energia por um equipamento fornecido pela Eletropaulo. O dispositivo mostra oscilações e diminui, assim, a chances de sobrecarga e paralisação das operações. O Governo do Estado ainda diz que começou a melhorar a gestão do consumo das 40 subestações no corredor, o que permitiu uma economia de R$ 140 mil em 2016.

10 interbuss | 26.02.2017

Acompanhe: Corredor Metropolitano ABD (São Mateus - Jabaquara) e Extensão Diadema São Paulo (Morumbi) Acessibilidade - Em outubro foram concluídas as obras complementares de instalação de seis elevadores e duas plataformas elevatórias nos terminais Ferrazópolis, Piraporinha, Diadema, São Mateus e Santo André Oeste, com o objetivo de atender as normas de acessibilidade, incluindo também o Terminal Metropolitano Taboão de Guarulhos. Essa ação representa um investimento de R$ 1,3 milhão. Regularidade - A EMTU/SP passou a monitorar o fornecimento de energia por meio de equipamento fornecido pela Eletropaulo que alerta para oscilações, diminuindo as chances de sobrecarga e a paralisação. Também realizou um trabalho

intensivo de gestão para verificar o consumo das 40 subestações e economia de R$ 140 mil Já em outubro do ano passado, a empresa concessionária do corredor, Metra apresentou dez novos trólebus. Os investimentos foram de R$ 15 milhões. Os veículos já estão operação e possuem 18 metros de comprimento com capacidade para 120 passageiros. Mais modernos, com wi-fi, sistema de anúncio de paradas por áudio e letreiro interno, e carregadores de USB para celulares, notebooks e outros dispositivos; os veículos também podem ajudar a economizar energia. O Corredor ABD conta com uma frota de 275 veículos, sendo 95 ambientalmente corretos, dos quais, 82 são trólebus.


Ônibus do sistema EMTU de três das cinco regiões metropolitanas de São Paulo têm idade média de É o que mostra relatório da Secretaria de Transportes frota acima de seis anos Metropolitanos. Licitação na Grande São Paulo ainda vai

ser lançada. Campinas é onde estão os ônibus mais velhos

Se na capital paulista os ônibus estão “envelhecendo” diante da indefinição do processo de licitação, com o sistema de concessão (viações) tendo idade média de 5,9 anos e o de permissão (ex cooperativas) de cinco anos, a situação dos ônibus metropolitanos é mais grave ainda. É o que mostra relatório da Secretaria de Transportes Metropolitanos do Estado de São Paulo. Segundo o documento, das cinco regiões metropolitanas, em três delas os ônibus têm idade média acima de seis anos. A região metropolitana de Campinas é o local onde os ônibus são mais velhos: 6,5 anos de idade média, de acordo com dados de novembro de 2016. A região metropolitana de Sorocaba é a segunda com ônibus mais velhos: 6,4 anos. Em terceiro lugar, aparece a

Região Metropolitana de São Paulo, com a idade média de 6,3 anos. No caso da Grande São Paulo, eleva a idade dos veículos a Área 5, do ABC Paulista, que nunca foi licitada. Desde 2006, a EMTU tenta sem sucesso a licitação. Os empresários que esvaziaram as seis tentativas de certame não concordaram com as exigências impostas pela EMTU e dizem que os custos da região são maiores que das outras quatro áreas da Grande São Paulo. A operação é por contratos de permissão precária com ônibus mais antigos e linhas desatualizadas. A idade média dos ônibus metropolitanos do ABC é em torno de 9 anos. Está em fase de consulta pública a nova licitação dos ônibus da Grande São Paulo, que deve incluir o ABC Paulista. O edital deve ser lançado até o mês

de março, segundo a EMTU -Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos, o que pode fazer com que a idade média caia e o índice de acessibilidade nos veículos seja ampliado. Na região metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte, a idade média dos ônibus é de 5,2 anos. Os ônibus mais novos, de acordo com o relatório, são da região metropolitana da Baixada Santista, com 2,8 anos de idade média. O índice de acessibilidade também é maior. A Secretaria de Transportes Metropolitanos ainda informa o número de veículos inspecionados até novembro de 2016: Nas cinco regiões metropolitanas, em 2016 (até novembro) foram inspecionados mais de 9,7 mil veículos dos dois sistemas, sendo 6.226 na RMSP, 1.043 na RMBS, 1.656 na RMC, 783 na RMVPLN e 33 na RMS. 26.02.2017 |

interbuss 11


interbuss

SAMUEL TUZI

Caio Mondego HA Viação Campo Belo, em São Paulo/SP


DEU NA IMPRENSA

Transpo Online

RESUMO DAS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DA IMPRENSA ESPECIALIZADA

Airbus Defense and Space fecha contrato milionário

Do site | notícias A Airbus Defence and Space, segunda maior empresa espacial do mundo, assinou um novo contrato com a Agência Espacial Europeia (ESA, em inglês) para a construção do segundo módulo de serviço europeu (ESM), que fará parte da nave espacial Orion, da NASA. O contrato vale cerca de 200 milhões de euros. O ESM é um elementochave da Orion, a nave espacial da nova geração que levará, pela primeira vez desde o fim do programa Apollo, os astronautas para além da órbita baixa terrestre. O módulo fornece propulsão, potência e controle térmico, além de garantir aos astronautas água e oxigênio para suas missões mais distantes, como para Marte. O ESM é instalado embaixo do módulo da tripulação. A ESA selecionou a Airbus Defence and Space como principal fabricante para o desenvolvimento e construção do primeiro ESM, em novembro de 2014. “Com este contrato de fabricação, estamos muito motivados para continuar a apoiar a missão espacial pioneira da NASA. Isso confirma a confiança que os nossos clientes ESA e NASA, bem como nosso parceiro industrial Lockheed Martin Space Systems, têm em nossa experiência e competência – a confiança que eles já colocaram em nós para o desenvolvimento e a construção do módulo de serviço europeu”, afirma Nicolas Chamussy, chefe de Sistemas Espaciais. “Nós

14 interbuss | 26.02.2017

entregamos produtos confiáveis e de última geração devido a esse programa e aos nossos investimentos contínuos. Nós podemos garantir uma vantagem tecnológica”. Mais de duas mil peças e componentes serão instalados no modelo de voo ESM, desde equipamentos elétricos a motores de foguetes, painéis solares, tanques de combustível e materiais de suporte de vida, bem como centenas de metros de cabos e tubos. A integração do primeiro modelo de voo está em pleno andamento desde maio de 2016, enquanto a integração do segundo está prevista para meados do próximo ano. O segundo voo de teste da nave espacial Orion e o primeiro voo com o foguete Space Launch System, da NASA, são conhecidos como Exploration Mission 1. Essa missão levará o veículo espacial não tripulado a mais de 64 mil quilômetros além da Lua, a fim de demonstrar o desempenho da nave espacial. A primeira missão com tripulação – Exploration MIssion 2 – terá lugar já em 2021. O projeto da nave espacial Orion permite que os astronautas sejam transportados para lugares no espaço mais distantes do que nunca. A espaçonave transporta a tripulação para o espaço, possui ejeção da capsula de emergência, que permite um suporte de vida para a tripulação durante o voo e um retorno mais seguro para a atmosfera terrestre, mesmo em velocidade extremamente alta. Com missões planejadas para

além da Lua, incluindo para um asteroide redirecionado para a órbita lunar, a NASA está se capacitando a enviar humanos à Marte, e inaugurar uma nova era de pesquisa espacial que está começando. O ESM é um cilindro com uma altura e diâmetro de cerca de quatro metros. Como o Veículo de Transferência Automatizado (ATV) tem um painel solar de quatro asas distintas (19 metros de diâmetro quando abertas), que gera energia suficiente para iluminar duas casas. As 8,6 toneladas de combustível do módulo de serviço podem alimentar um motor principal e 32 propulsores menores. No total, o ESM pesa pouco mais de 13 toneladas. Além de sua função como o principal sistema de propulsão para a espaçonave Orion, o ESM será responsável pela manobra orbital e controle de posição. Ele também fornece à tripulação elementos centrais de suporte à vida, como água e oxigênio, além de regular o controle térmico enquanto ele está ancorado para o módulo de tripulação. O módulo de serviço não pressurizado também pode ser usado para transportar carga adicional. Para o desenvolvimento e construção do ESM, a Airbus Defence and Space pode contar com sua vasta experiência como fabricante principal do ATV não tripulado da ESA, que forneceu à tripulação a bordo da Estação Espacial Internacional entregas regulares de equipamentos de teste, peças, comida, água, assim como combustível.


Transpo Online

VLI realiza melhorias na malha paulista da FCA

Do site | notícias A VLI, empresa que administra a Ferrovia Centro Atlântica (FCA), realiza desde janeiro uma série de reformas e melhorias no trecho da linha férrea que passa pela cidade de Aguaí, em São Paulo, num investimento que gira em torno de R$ 12 milhões. As obras consistem na correção geométrica na via, na troca dos trilhos, que agora possuem espessura e resistência maiores, na substituição de 100% dos dormentes, que eram de madeira e agora são de concreto, e na renovação do lastro, que consiste na colocação de brita nova ao longo da ferrovia. Ao todo, foram utilizados aproximadamente 20 mil metros de trilhos e mais de 16 mil dormentes na reforma. Os novos

dormentes se destacam pela durabilidade e podem ser utilizados por até 40 anos com as devidas manutenções, enquanto os antigos, de madeira, precisavam ser trocados a cada sete anos. Além da troca de material, será realizada também a correção geométrica da ferrovia, que consiste no nivelamento e alinhamento dos trilhos, com a utilização de equipamentos de alta tecnologia. Estão mobilizadas cerca de 90 pessoas para realizar as melhorias, previstas para serem finalizadas em meados de março. Esse trecho faz parte do Corredor Centro-Sudeste da VLI, importante rota de exportação do país de produtos como fertilizantes, combustíveis, fosfatos, soja e açúcar. O corredor interliga, através da ferrovia,

o Terminal Integrador de Uberaba, no Triângulo Mineiro, o de Guará, em São Paulo, e o Tiplam (Terminal Integrador Portuário Luiz Antonio Mesquita), na Baixada Santista, que está com 96% das obras de ampliação concluídas. Segundo o gerente de manutenção de via permanente da VLI, Diógenes Segantini, “essas ações fazem parte de um plano para 2017 que visa a aumentar a capacidade de transporte de cargas pelo corredor, com expectativa de renovação de 40 km de linha férrea ao longo do ano”. Em Aguaí, já foram renovados 10 km de ferrovia, que abrangem os perímetros urbano e rural da cidade. Por esse trecho da FCA são transportados milho, soja, açúcar, bauxita e produtos siderúrgicos. 26.02.2017 |

interbuss 15


REDE SOCIAL

AS MELHORES FOTOS DA SEMANA NO FACEBOOK

Lucas Lima | Marcopolo Paradiso G7 Rafael Xarão | Irizar I6

Rafael Xarão | Neobus Spectrum

Heron Junior | Marcopolo Torino

Thiago Martins de Souza | Busscar Urbanuss

J C Barboza | Marcopolo Paradiso G7

16 interbuss | 26.02.2017


Patrick Luis Aifeld | Marcopolo Paradiso G7

Gilberto Costa Junior | Marcopolo Torino GV

Rodrigo Gomes | Marcopolo Torino

Rodrigo Gomes | Caio Apache Vip

Rafael XarĂŁo | Caio Apache Vip

Gilberto Costa Junior | Marcopolo Torino 26.02.2017 |

interbuss 17


O MELHOR DA INTERBUSS

UMA SELEÇÃO DAS MELHORES FOTOS PUBLICADAS NAS GALERIAS DO PORTA

Sandro Alves Caio Alpha MBB OF-1620 | Viação Itu-VITU

Sandro Alves Neobus Mega Volksbus 17 260 EOT | Viação Leme

Rogério Corradi Caio Millennium Scania L94UB | Santa Brígida

Sandro Alves Caio Apache S22 MBB OF-1418 | Transmetro

Rodrigo Ramos Marcopolo Paradiso GV 1150 MBB O-400RSD | São Geraldo

Rodrigo Ramos Caio Millennium Volvo B12M | Santa Brígida

18 interbuss | 26.02.2017


S JÁ TAL INTERBUSS

Sérgio Canuto Marcopolo Torino Volksbus 15 190 | Presidente

Sérgio Canuto Marcopolo Torino Volksbus 15 190 | Presidente

Rodrigo Padilha Rodrigues Caio Alpha Volvo B58 | Expresso de Prata

Rodrigo Padilha Rodrigues Caio Alpha Volvo B58 | Expresso de Prata

Rodrigo Padilha Rodrigues Caio Millennium Volksbus 17 260 EOT | Expresso Campibus

Rodrigo Padilha Rodrigues Irizar New Century Scania K380 | Viação Garcia 26.02.2017 |

interbuss 19


O MELHOR DA INTERBUSS

Rodrigo Gomes Marcopolo Viale MBB OF-1722M | Rápido Luxo Campinas

Rodrigo Gomes Marcopolo Viale MBB OF-1722M | Rápido Luxo Campinas

Rodrigo Emanuel Busscar Urbanuss Volvo B7R | Salvadora

Rodrigo Gomes Marcopolo Torino MBB OF-1722M | Litoral Rio

Rodolfo Rodrigues Marcopolo Viale MBB O-500M | Expresso Regional

Rodolfo Rodrigues Caio Apache Vip MBB OH-1628 | Viação Atibaia São Paulo

20 interbuss | 26.02.2017


Rodrigo Gomes Marcopolo Torino Volksbus 17 230 EOD | Fagundes

Rodrigo Gomes Marcopolo Torino Volksbus 17 230 EOD | Fagundes

Rodolpho Desto Marcopolo Paradiso GV 1150 MBB O-400RSE | Caprioli

Rodolpho Desto Marcopolo Paradiso GV 1150 MBB O-400RSE | Caprioli

Rodolfo Rodrigues Ciferal GLS Bus Scania F113 | Viação Riacho Grande

Rodolfo Rodrigues Caio Apache Vip Volksbus 17 230 EOD | Rigras Transportes 26.02.2017 |

interbuss 21


COLUNAS

VIAGENS & MEMÓRIA

NOVA INTERBUSS.

MARISA VANESSA N. CRUZ | ideiaselembrancas@gmail.com

Os 10 anos do Expresso Tiradentes – parte I O Expresso Tiradentes é um sistema de transporte de média capacidade que liga o centro da cidade e os bairros de Sacomã e Vila Prudente, com extensão via faixa compartilhada de ônibus até São Mateus, e é operada pela Via Sul desde o início. A Via Sul foi fundada em 2001, a partir de união entre três empresas de ônibus: Taboão, Bristol e Tânia, e sua área de atuação fica na área 5 (verde escura), localizada na zona sudeste da cidade de São Paulo. No começo, a Via Sul teve de ampliar sua área de atuação, assumindo linhas deixadas por algumas empresas extintas, como as radiais 3141 e 3390, ambas São Mateus – Terminal Pq. D. Pedro II, e outras na região da Avenida Sapopemba. Hoje, uma de suas maiores receitas da empresa é a operação do Expresso Tiradentes. No dia 7 de março de 2007 foi inaugurado o Expresso Tiradentes, que liga o centro da cidade (Terminal Mercado, do lado do Terminal Parque Dom Pedro II) ao Terminal Sacomã por meio de corredores BRT exclusivos, e a Via Sul utilizou inicialmente veículos híbridos na linha 5105 (Terminal Mercado – Terminal Sacomã) como testes. Em 8 de março de 2007, foi o dia do início das operações daquele sistema. No início desses dias, vieram também os ônibus articulados (Caio Mondego HA encarroçado de MBB O-500 UA) e a velocidade máxima naquela época era de 40 km/h, ampliado para 50 km/h semanas após. Com a inauguração do Terminal Sacomã, diversas linhas radiais operadas por ônibus convencionais foram seccionadas a este terminal. Assim, o trajeto de ônibus é complementado até hoje com ônibus do Expresso Tiradentes, ligando Sacomã ao centro da cidade. Anos depois, um novo trecho do corredor Expresso Tiradentes foi inaugurado, ligando também o bairro da Vila Prudente em bifurcação com o trajeto existente até o Terminal Sacomã, com a inauguração da linha até o Terminal Vila Prudente, em 2009. Era a linha 5109. Já no final daquele ano, foi criada a linha 5109/51 que liga Terminal Mercado até o bairro de São Mateus, em horário de pico, rodando em faixas exclusivas de ônibus diferente do modelo de corredores BRT. Percebe-se que até os dias atuais, a reconstrução do Terminal Vila Prudente (in-

NOVO CONTEÚDO

NOVA VISÃO TUDO NOVO TUDO POR VOCÊ interbuss augurado em 1980) ainda não foi concluída, e seus pontos finais estão distribuídos ao longo de duas quadras próximo à estação de metrô. Em 2013, com a reorganização das linhas de ônibus na região de São Mateus e Cidade Tiradentes, a linha 5109/51 passou a chamar-se 5110/10, com direito a entrar no Terminal de São Mateus. Hoje, suas três

linhas do Expresso (5105, 5109 e 5110) são operadas por ônibus articulados e superarticulados de 23 metros. Hoje a linha 5110 é uma das três linhas de ônibus mais movimentadas da cidade. Daqui a duas edições farei uma análise mais profunda do que eu vi e vivi nesses dez anos do Expresso Tiradentes... e como passou rápido de lá pra cá.

PORQUE TRANSPORTE É VIDA

22 interbuss | 19.02.2017


ANUNCIE NA

INTERBUSS E FIQUE PERTO DO SEU PÚBLICO E DOS SEUS POTENCIAIS

CLIENTES CONTACTE-NOS E FAÇA UM BOM NEGÓCIO

revista@portalinterbuss.com.br

interbuss PORQUE TRANSPORTE É VIDA


NOVA INTERBUSS. NOVO CONTEÚDO

NOVA VISÃO TUDO NOVO TUDO POR VOCÊ interbuss PORQUE TRANSPORTE É VIDA

Revista InterBuss | Edição 333 | 26.02.2017  

Edição com 24 páginas | Concluída na quinta, 23/02 | Confira as melhores fotos de ônibus da semana e também mais um lote de fotos já publica...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you