Page 53

GAME OVER? A argentina Vostu chegou ao topo com games populares como MegaCity e Mini Fazenda. Mas, nos últimos dois anos, enfrentou acusações de plágio, fuga de usuários e brigas internas. Resultado: demissões e o fechamento de seu escritório no Brasil / Por juliano barreto

E

ilustração anna luiza aragão

m abril, quem visitasse o conjunto comercial do 11o andar do prédio Atrium V, na rua Fidêncio Ramos, no bairro hi-tech da Vila Olímpia, zona sul de São Paulo, encontraria dezenas de mesas vazias e pintores retocando as paredes. O cenário contrastava com o agito que poucos meses antes contagiava o ambiente. Era ali que funcionava a sede da operação brasileira da Vostu, empresa que há menos de dois anos figurava entre as mais promissoras criadoras de games sociais da internet e encantava investidores com o sucesso de seus games no Orkut.

Fundada na Argentina, no ano de 2007, por três estudantes de Harvard que enxergavam na América Latina uma grande oportunidade para as redes sociais, a startup cresceu na onda dos chamados games sociais. Com milhões de brasileiros registrados, em 2010 a Vostu alcançou o topo da lista de games mais jogados do Orkut, com o sucesso Mini Fazenda. Em pouco tempo, a empresa seria avaliada em 300 milhões de dólares pelo site americano TechCrunch e receberia investimentos de mais de 50 milhões de dólares. Mas como pode ser explicada a ascensão rápida e a queda meteórica da empresa no Brasil, o país em que mais teve sucesso?

Maio 2012 INFO

IN316_Vostu.indd 55

/ 55

4/24/12 7:37:00 PM

MAI-316  

Revista INFO 316, de MAIO de 2012

Advertisement