Issuu on Google+

Curtir e Comprar

Como funciona o social commerce

loCadora virtual

Avaliamos 11 serviços para ajudar na escolha

Guia teCh 40 produtos

testAdos pelo INFolAb

OUTUBRO 2012

★ ★iphone 5

R$ 11,90 / ed. 321 / outubro 2012

@_INFO

INFormAção | teNdêNCIAs | INovAção | CulturA dIgItAl

facebook.com/revistainfo

sexo na web / curtir e comprar / locadora virtual / guia tech / i phone 5

info.abril.com.br

enos peso m , la te is a M

sexo naweb depoIs dA músICA, A INdústrIA do sexo se reINveNtA. os velhos dvds dão lugAr A sItes de vídeo e webCAms. vejA o que eles oFereCem e quem está por trás dessA oNdA

Nº 321 IN321_Capabanca.indd 127

9/25/12 5:45:12 PM


957806-MICROSOFT INFORMATICA LTDA-2_1-1.indd 2

25/09/2012 18:10:44


957806-MICROSOFT INFORMATICA LTDA-2_1-1.indd 3

25/09/2012 18:10:45


/ Outubro de 2012 6 Carta do editor 12 WWW 14 Cartas EnTEr

16 UMA VIAGEM SUSTENTÁVEL / Dupla de aventureiros quer construir um avião movido a energia solar capaz de dar a volta ao mundo 18 EM CAMPO O CLÁSSICO DOS

GAMES / Os dois principais simuladores de futebol, Fifa e Pro Evolution Soccer, acabam de chegar às lojas

20 DAS REDES PARA AS RUAS / A tecnologia pode influenciar protestos, como se viu na onda de violência motivada por um vídeo no YouTube 22 O MAGO DA APPLE / Considerado o maior designer de produtos da atualidade, Jonathan Ive tem tanto poder quanto o presidente da empresa

24 MAIOR E MAIS LEVE / Com um chip duas vezes mais rápido e 20% menos peso que seu antecessor, o iPhone 5 desembarcou na INFO 30 UM LEGO PARA OS GEEKS /

Brinquedo para crianças e adultos, o littleBits permite usar blocos coloridos para construir circuitos eletrônicos

32 OS GEEKS VÃO PIRAR / uma série

de produtos divertidos que ainda não chegaram às lojas brasileiras

34 O CARRO qUE TUÍTA / O novo Punto, da Fiat, permite acessar as redes sociais enquanto o motorista faz aquilo que se espera dele: dirigir

InovAção

48 DA FÍSICA À TECNOLOGIA/ INFO foi conhecer o Cern, centro europeu de pesquisa que tenta descobrir a partícula de Deus

54 OS NOVOS DOMÍNIOS DO SEXO / Depois da música, é a indústria do sexo que se reinventa. Por trás da mudança estão programadores que faturam alto 64 LOCADORA VIROU PEÇA DE

MUSEU / INFO testou 12 serviços de streaming e download para acompanhar filmes e séries em casa

70 CURTIR COMPRAR AMAR /

IdEIAS

38 ALESSANDRA LARIU /

uma solução para a privacidade?

A mistura de comércio eletrônico e redes sociais ganha força. É a onda do social commerce, onde o que mais vale é a recomendação dos amigos

40 MANOEL LEMOS / Os robôs já estão entre nós

74 ESTOqUE DE IDEIAS / Descubra como a Netshoes se tornou a maior loja virtual de material esportivo do Brasil

42 DAGOMIR MARqUEZI /

80 DICAS / No Topo das Buscas.

O que esperar do novo pornô tecno?

44 TITO KAISER /

minha vida na Coreia do Sul

Com o Botão Direito. O Youtube é Nosso. O Celular Virou um Kinect

TESTE

102 RADAR / Os produtos de destaque que passaram pelo INFOlab

CTrL + z

122 O PRIMEIRO IPHONE? / Com

4 mB de memória, o iPhone da Infogear chegou ao mercado dez anos antes do smartphone lançado por Steve Jobs

83

ESPECIAL GUIA TECH

FOTO: jOene knaus

Smartphones. Tablets. Fones de Ouvido. Áudio e Vídeo. Notebooks. Câmeras. Acessórios. Para Gamers

PrODuçãO: melissa thOmé EDIçãO DE ImAgEm: artnet digital

/ TIrAgEm DA EDIçãO: 131 178 exemplares

IN321_Sumario.indd 4

9/27/12 9:30:10 PM


955506-CANON LATIN AMERICA-1_1-1.indd 5

27/09/2012 14:40:57


/

StartupS, Guia tech e muito maiS O empreeNdedOrISmO digital vive

um momento especial no país. Há um interesse crescente dos investidores e um desejo dos jovens de abrir seu próprio negócio. Para incentivar ainda mais essa onda, criamos o prêmio INFO Start, que elegerá as startups mais promissoras do país. A ideia é reconhecer o trabalho criativo dos jovens empreendedores em uma premiação que envolverá startups de diversas áreas de atuação, analisadas em duas categorias. Na categoria 8 Bits, o participante precisa ter protótipo plenamente funcional e plano de negócios elaborado, mas a startup não pode ter passado por nenhuma rodada de investimento. Na categoria 16 Bits, a startup já deve estar em funcionamento, podendo ou não ter recebido investimentos. Todas as empresas inscritas no INFO Start serão avaliadas por um time de jurados formado por investidores, especialistas de mercado e pelos jornalistas da INFO. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo nosso site (info.abril.com.br/infostart/), até o dia 30 de outubro. As empresas vencedoras serão tema de uma reportagem especial da INFO. Não perca essa chance de mostrar sua ideia!

O mês de setembro foi movimentado no INFOlab, o nosso laboratório de testes. Passaram pelas mãos do engenheiro Luiz Cruz e de sua equipe um batalhão de novidades. Coube a eles e ao editor Airton Lopes selecionar os 40 produtos bacanas que ganharam as páginas do Guia Tech. No meio da maratona de testes, uma rodinha ruidosa formou-se na Redação. Era o novíssimo iPhone 5 passando de mão em mão. Veja as primeiras impressões sobre o smartphone da Apple na página 24 e o vídeo no site e nas edições para iPad e Android. Em parceria com o editor Maurício Moraes, o INFOlab fez outro teste de peso. Analisou os 12 serviços de streaming e download de filmes e séries que surgiram na esteira da Netflix. Uma mãozinha e tanto para ajudá-lo a escolher qual a melhor forma (e a mais barata) de levar o cinema para a sala de casa. Destaco ainda o excelente trabalho do editor-assistente Fabiano Candido, que foi a Genebra, na Suíça, visitar o Cern (Centro Europeu de Pesquisa Nuclear), o instituto que ficou famoso por tentar provar a existência da partícula de Deus. Fabiano mostra como trabalham os brasileiros no Cern (sim, são mais de 100) e conta que de seus laboratórios saíram novidades que mudaram o mundo, como o mouse, a tela sensível ao toque e, acredite, a web. Está na página 48. Boa leitura!

Prêmio

Acompanhe INFO Start no Facebook facebook.com/ INFOStart2012 e no Twiter @INFOStart_12

2012

/ katiam@abril.com.br

6 / INFO Outubro 2012

IN321_Carta Editor.indd 6

9/27/12 9:49:03 PM


957815-HEWLETT-PACKARD BRASIL LTDA-1_1-1.indd 7

27/09/2012 14:43:35


956770-FCONTROL ANÁLISE DE RISCO LTDA.-2_1-1.indd 8

27/09/2012 14:44:19


956770-FCONTROL ANÁLISE DE RISCO LTDA.-2_1-1.indd 9

27/09/2012 14:44:20


VICTOR CIVITA (1907-1990)

fundador:

Roberto Civita Roberto Civita (Presidente), Thomaz Souto Corrêa (Vice-Presidente), Elda Müller, Fábio Colletti Barbosa, Giancarlo Civita, Jairo Mendes Leal, José Roberto Guzzo, Victor Civita Editor:

Conselho Editorial:

Presidente Executivo Abril Mídia:

Jairo Mendes Leal

Diretor de Assinaturas: Fernando Costa Diretor Geral Digital: Manoel Lemos Diretor financeiro e Administrativo: Fabio Petrossi Gallo Diretora-Geral de Publicidade: Thais Chede Soares Diretor de Planejamento Estratégico e novos negócios: Daniel de Andrade Diretora de Recursos Humanos: Paula Traldi Diretor de Serviços Editoriais: Alfredo Ogawa Diretora Superintendente:

Gomes

Cláudia Vassallo

Diretora de Redação: Katia

Militello

Redator-Chefe: Gustavo Poloni Editores: Airton Lopes, Juliano Barreto, Maria Isabel Moreira e Maurício Moraes Editor Assistente: Marcus Vinicius Brasil Repórter: Paula Rothman Estagiário: Thiago Tanji Diretor de Arte: Rafael Costa Editor de Arte: Oga Mendonça Designers: Wagner Rodrigues e Yana Parente Colaboradores: Alessandra Lariu, Dagomir Marquezi e Manoel Lemos Infolab: Luiz Cruz (engenheiro-chefe), Leonardo Veras (analista de qualidade), Filipe Mendonça Gonçalves e Roberto Baldrez Junior (estagiários) Gestora de Comunidades: Aline Monteiro Info online Editor: Felipe Zmoginski Editor-assistente: Fabiano Candido Repórteres: Cauã Taborda, Monica Campi e Vinicius Aguiari Estagiárias: Adeline Daniele e Vanessa Daraya Desenvolvedores Web: Maurício Pilão, Silvio Donegá e Leandro Caracciollo Produtor Multimídia: Cadu Silva www.info.abril.com.br SERVIÇoS EDIToRIAIS Apoio Editorial: Carlos Grassetti (Arte), Luiz Iria (Infografia) e Ricardo Corrêa (fotografia) Dedoc e Abril Press: Grace de Souza Pesquisa e Inteligência de Mercado: Andrea Costa Treinamento Editorial: Edward Pimenta

PUBLICIDADE CEnTRALIZADA Diretores: Ana Paula Teixeira, Marcia Soter e Robson Monte Executivos de negócios: Andrea Balsi, Caio Souza, Camila Folhas, Carla Andrade, Claudia Galdino, Cristiano Persona, Eliane Pinho, Marcello Almeida, Marcelo Cavalheiro, Marcio Bezerra, Maria Lucia Strotbek, Rodrigo Toledo e Selma Costa PUBLICIDADE DIGITAL Diretor: André Almeida Gerente: Virginia Any Gerente de Publicidade Digital - Unidades e Parcerias: Alexandra Mendonça Gerente Regionais: Luciana Menezes Executivos de negócios: André Bortolai, Camila Barcellos, Carolina Lopes, Deborah Burmeister de Vargas, Elaine Collaço, Fabio Santos, Fabíola Granja, Gabriela Marques, Guilherme Bruno de Luca, Guilherme Oliveira, Guilherme Poyart, Juliana Vicedomini, Julio Cesar da Cruz, Martha Naves Martins, Rafaela Lopes de Araújo Manhaes, Renata Carvalho e Renata Simões PUBLICIDADE REGIonAL Diretores: Marcos Peregrina Gomez e Paulo Renato Simões Gerentes: Andrea Veiga, Cristiano Rygaard, Edson Melo, Francisco Barbeiro Neto, Ivan Rizental, João Paulo Pizarro, Mauro Sannazzaro, Sonia Paula e Vania Passolongo Executivos de negócios: Adriano Freire, Ana Carolina Cassano, Ailze Cunha, Beatriz Ottino, Camila Jardim, Caroline Platilha, Celia Pyramo, Clea Chies, Daniel Empinotti, Henri Marques, José Castilho, Josi Lopes, Juliana Erthal, Juliane Ribeiro, Leda Costa, Luana Issa, Luciene Lima, Pamela Berri Manica, Paola Dornelles, Ricardo Menin e Samara S. O. Rejinders PUBLICIDADE InTERnACIonAL Diretor: Jacques Ricardo Gerente: Ricardo Mariani Executivos de negócios: Julio Tortorello PUBLICIDADE nÚCLEo nEGÓCIoS E TECnoLoGIA Diretora: Eliani Prado Gerente: Jussara Costa Executivos: André Cecci, Débora Manzano, Edvaldo Silva, Elaine Marini, Fernando Rodrigues, Sergio Dantas, Tatiana Castro Pinho e Vanda Fernandes Coordenador: Sérgio Augusto Oliveira (RJ) InTEGRAÇÃo CoMERCIAL Diretora: Sandra Sampaio CLASSIfICADoS Gerente: Angelica Hamar Coordenador: Willians Gomes PLAnEJAMEnTo, ConTRoLE E oPERAÇÕES Diretor: André Vasconcelos Gerente: Anderson Portela Consultores: Silvio Fontes e Silvio Rosa Processos: Agnaldo Gama, Clélio Antonio, Dreves Lemos e Valdir Bertholin MARKETInG E CIRCULAÇÃo Diretora de Marketing: Viviane Palladino Gerente de Marketing: Lilian Dutra Gerente de Publicações Leitor e Digital: Carolina Ubrig Analistas de Marketing: Giovana Campacci, Monise Tonoli e Rafael Cescon Estagiário: Bruno Diniz Gerente de Marketing Publicitário: Cristina Ventura Analista de Marketing Publicitário: Renata Lima Projetos Especiais: Carla Mayumi Leite, Edison Diniz, Elaine Campos Silva e Lygia Tamisari Estagiário: Kevin Cocchi Gerente de Eventos: Shirley Nakasone Analistas de Eventos: Bruna Fadini, Carolina Fioresi, Janaína Lima e Marcella Bognar Gerente de Circulação - Avulsas: Carmen Lúcia de Sá Gerente de Circulação - Assinaturas: Marcella Calfi ASSInATURAS Atendimento ao Cliente: Clayton Dick RECURSoS HUMAnoS Consultora: Camila Morena Redação e Correspondência: Av. das Nações Unidas, 7221, 2º andar, Pinheiros, São Paulo, SP, CEP 05425-902, tel. (11) 3037-2000, Publicidade São Paulo e informações sobre representantes de publicidade no Brasil e no Exterior: www.publiabril.com.br PUBLICAÇÕES DA EDIToRA ABRIL: Alfa, Almanaque Abril, Ana Maria, Arquitetura & Construção, Aventuras na História, Boa Forma, Bons Fluidos, Bravo! , Capricho, Casa Claudia, Claudia, Contigo! , Delícias da Calu,

Publicações Disney, Elle, Estilo, Exame, Exame PME, Gloss, Guia do Estudante, Guias Quatro Rodas, Info, Lola, Loveteen, Manequim, Máxima, Men’s Health, Minha Casa, Minha Novela, Mundo Estranho, National Geographic, Nova, Placar, Playboy, Quatro Rodas, Recreio, Revista A, Runner’s World, Saúde, Sou Mais Eu!, Superinteressante, Tititi, Veja, Veja Rio, Veja São Paulo, Vejas Regionais, Viagem e Turismo, Vida Simples, Vip, Viva! Mais, Você RH, Você S/A, Women’s Health fundação Victor Civita: Gestão Escolar, Nova Escola InTERnATIonAL ADVERTISInG SALES REPRESEnTATIVES Coordinator for International Advertising: Global Advertising, Inc., 218 Olive Hill Lane, Woodside, California 94062. UNITED STATES: CMP Worldwide Media Networks, 2800 Campus Drive, San Mateo, California 94403, tel. (650) 513-4200, fax (650) 513-4482. EUROPE: HZI International, Africa House, 64-78 Kingsway, London WC2B 6AH, tel. (20) 7242-6346, fax (20) 7404-4376. JAPAN: IMI Corporation, Matsuoka Bldg. 303, 18-25, Naka 1- chome, Kunitachi, Tokyo 186-0004, tel. (03) 3225-6866, fax (03) 3225-6877. TAIWAN: Lewis Int’l Media Services Co. Ltd., Floor 11-14 no 46, Sec 2, Tun Hua South Road, Taipei, tel. (02) 707-5519, fax (02) 709-8348 Info EXAME 321 (ISSN 1415-3270), ano 27, é uma publicação mensal da Editora Abril S.A. Edições anteriores: venda exclusiva em bancas, pelo preço da última edição em banca + despesa de remessa. Solicite ao seu jornaleiro. Distribuída em todo o país pela Dinap S.A. Distribuidora Nacional de Publicações, São Paulo Info EXAME não admite publicidade redacional

Serviço ao Assinante: Grande São Paulo: (11) 5087-2112 Demais localidades: 0800-775-2112 www.abrilsac.com Para assinar: Grande São Paulo: (11) 3347-2121 Demais localidades: 0800-775-2828 www.assineabril.com.br IMPRESSA nA ABRIL GRÁfICA

Av. Otaviano Alves de Lima, 4400, Freguesia do Ó, CEP 02909-900, São Paulo, SP

S.A. Conselho de Administração: Roberto Civita (Presidente),

Giancarlo Civita (Vice-Presidente), Esmaré Weideman, Hein Brand, Victor Civita Presidente Executivo: Fábio Colletti Barbosa www.abril.com.br

IN321_Expediente.indd 10

9/27/12 4:02:45 PM


957722-IBM BRASIL INDUSTRIA MAQUINAS E SERVICOS LTDA-1_1-1.indd 11

27/09/2012 14:45:22


/ Extras

info.abril.com.br extras twitter.com/_INFO

/ facebook.com/revistainfo / google.com/+info

A Siri aprende português

Inovação

Uma televisão sabichona Que tal uma TV que sintoniza o canal do seu programa favorito e mostra uma seleção de filmes do seu gosto apenas ao se aproximar dela? Essa é a proposta de um aplicativo que está sendo desenvolvido pelo engenheiro Aislan Foina, da Universidade de São Paulo. O software usa o Bluetooth para identificar o usuário pelo celular, verificar suas preferências televisivas e até trocar de canal. Quando as TVs tiverem câmeras, a ideia é que a tecnologia realize essas funções ao reconhecer o rosto do dono.

/ Um grupo de desenvolvedores brasileiros ensinou a Siri, assistente de voz da Apple, a falar português. André Grillo e Fabio Laurindo copiaram as funções do programa e o colocaram para rodar num servidor Linux conectado ao serviço do Google Speech. Dessa forma, a Siri não só entende comandos como também fala o português fluentemente.

Assista o teste de notebooks

A Nasa quer você! / Apesar de ser a profissão mais glamurosa da Nasa, a agência especial americana não vive apenas de astronautas. Engenheiros, físicos e matemáticos trabalham para enviar robôs a Marte e foguetes ao espaço. Ao contrário do que se imagina, conseguir uma vaga lá não é tão difícil. Saiba como encontrar as oportunidades e o que estudar para passar no processo seletivo da Nasa.

1 Abra o leitor QR Code em seu celular; 2 Foque o código com a câmera; 3 Clique em Ler Código para acessar os conteúdos Não tem o Leitor? Acesse www.leitor.abril.com.br. Caso seu celular não seja compatível, digite: abr.io/guiatechnotebooks

veja também / Galeria de fotos do Cern, onde pesquisadores criam tecnologias e tentam provar a existência da partícula de Deus / Tabela completa do teste das locadoras virtuais / Vídeos dos produtos que passaram pelo INFOlab

12 / INFO Outubro 2012

IN321_WWW.indd 12

FOTO ROGERIO ALONSO

9/27/12 4:01:57 PM


957142-VIVO S_A-1_1-1.indd 13

27/09/2012 14:46:18


/ O que os leitores falam no site e nas redes sociais inFO Online

Samsung provoca Apple em anúncio

É PRECISO REINVENTAR A RODA?

As patentes ajudam a proteger a inovação e a criação, mas também impedem a concorrência e acabam prejudicando o consumidor final. Acho ridículo esse sistema atual. Deveria haver uma revisão. José Matheus Cordeiro Neto / Campina Grande [PB]

Por que leio INFO

Adeus Chefe

Tenho de parabenizar a equipe da INFO pela edição de setembro. Está realmente ótima! A matéria sobre abrir o próprio negócio está ajudando a colocar meu projeto em prática. Mayara Abruceze / Caçapava (SP)

Fui roubado. E agora?

Só dei atenção à reportagem Fui roubado. E agora? (julho/2012) após ser furtada na chapelaria da casa de shows Via Funchal, em São Paulo. Além de não ter instalado nenhum aplicativo antifurto, não tinha senha de bloqueio de tela. Sofri todo aquele estresse de correr para trocar as senhas dos apps instalados no aparelho e perdi minhas fotos, meus contatos e arquivos. Agora serei mais cuidadosa. Kelly Pinheiro / São Paulo (SP)

Alguns motivos pelos quais sou assinante INFO. Porque a revista compra minha briga com o fornecedor. / Porque a INFO é a favor dos meus direitos / Porque os equipamentos são testados e posso ter um verdadeiro conhecimento do produto antes de comprá-lo. / Porque sou atendido com agilidade e eficiência. / Porque a INFO tem credibilidade. / Porque a leitura da revista ajuda em meu crescimento intelectual. Daniel Caminha / Jaboatão dos Guararapes (PE)

INFO@Vagas

A iniciativa de oferecer vagas de trabalho para profissionais de TI e permitir que empresas façam contratações é uma grande oportunidade para começar uma carreira de sucesso. Roberto Fonseca / Salvador (BA)

abr.io/SamsungvsApple Nos Estados Unidos faz sentido essa briguinha entre os fãs porque os aparelhos são bem baratinhos. No Brasil, o iPhone 5 custará 2,6 mil reais e não vai ter NFC e nem 4G. Rogério Costa

Brasileiro revela primeiras impressões do iPhone 5

abr.io/iphone5br As desculpas para as falhas no iPhone são sempre as mesmas. O padrão 4G não funciona? Então diremos que não há 4G no Brasil. A Apple resolveu ignorar mais uma vez o nosso mercado. Tobias Aguiar TwiTTer

@Bruno_Chagas

A edição saiu justamente quando estava deixando um emprego para ter melhores condições de empreender.

@pedrohbandeira

Sou estudante de engenharia da computação e a revista sempre me mantém antenado com as tecnologias que surgem.

@otavio_cardoso

Muito interessante o artigo “O segundo salto da web no Brasil”, da Fábia Juliasz.

@mariana_lelis

interessante a matéria sobre Tim Cook. Mas ele deve deixar de lado a sombra de Jobs e mostrar por que ocupa o cargo mais alto da Apple.

@luiscarlos_j

Das passarelas ao espaco. Quem diria que o designer da Victoria’s Secret iria ajudar nos trajes espaciais.

14 / INFO Outubro 2012

IN321_Cartas.indd 14

9/27/12 9:06:42 PM


BroncAS do MêS Linha cruzada

A NET tem me ligado umas cinco vezes ao dia para oferecer pacotes de assinatura. Sempre recuso com educação e peço que tirem meu número da lista. Eles dizem que vão tirar, mas passamse alguns minutos e recebo outro telefonema. Estou cansado de atender as ligações da NET. Entrei em contato com o Procon, mas não deu certo. André Teixeira / São Paulo (SP)

Fora do ar

Há mais de um ano tenho um serviço de revenda de hospedagem de sites contratado junto ao Uol Host. Alguns dias atrás a empresa resolveu bloquear um dos sites hospedados em minha revenda. Isso gerou prejuízos para meu cliente. Será que eles sabem que posso ser processado pelo cliente, já que tenho um contrato de prestação de serviços? Alex Marques de Souza / Brasília (DF)

RESPOSTA DA NET A NET pede desculpas pelos transtornos causados e esclarece que entrou em contato com o consumidor para informar que os números de telefone foram retirados de sua base de dados. A empresa permanece à disposição para quaisquer esclarecimentos.

RESPOSTA DO UOL HOST O Uol Host informa que o cliente foi comunicado a respeito do bloqueio do site, ocorrido por terem sido identificadas atividades fora do padrão de segurança. A equipe esclareceu que em tais casos os sites são reativados assim que o cliente soluciona os problemas.

Comentário do leitor A NET me enviou um e-mail dizendo que os números tinham sido retirados do cadastro. Fiquei feliz por um fim de semana. O problema é que na segundafeira seguinte pela manhã a empresa tornou a me ligar para oferecer pacotes. Parece que nada foi resolvido. Fico triste por saber que nem assim eles pararam.

Comentário do leitor O Uol Host entrou em contato comigo, mas apenas para dizer que o problema tinha sido encaminhado ao departamento de denúncias de fraude. Após um vaivém com atendentes da empresa, ninguém sabia como desbloqueá-lo. Foram mais de 120 horas com o site fora do ar, o que gerou prejuízo e transtorno.

As empresas mais citadas pelos leitores da INFO

Motorola 11% Vivo 7% TIM 7%

Outros 61%

FOTO RAFAEL EVANGELISTA

IN321_Cartas.indd 15

redação Comentários sobre o conteúdo editorial da INFO e reclamações para Broncas do Mês: contateinfo@abril.com.br. A correspondência pode ser publicada de forma reduzida. Envie seu nome completo e a cidade onde mora. comunidades Facebook / facebook.com/revistainfo Twitter / info.abril.com.br/twitter Google+/ abr.io/Googleplus Pinterest/ pinterest.com/revistainfo Instagram/ @revista_info assinaturas assineabril.com (11) 3347-2121 Grande São Paulo 0800-775-2828 Demais localidades serviço de atendimento ao cliente abrilsac.com (11) 5087-2112 Grande São Paulo 0800-775-2112 Demais localidades (11) 5087-2100 Fax loja InFo info.abril.com.br/loja / (11) 4003-8877 lojaabril@vendapontocom.com.br Publicidade Para anunciar na INFO, ligue: (11) 3037-2302 São Paulo (21) 2546-8100 Rio de Janeiro (11) 3037-5759 Outras praças (11) 3037-5679 Internacional (11) 3037-2300 Fax publiabril.com.br Permissões da INFO Para usar selos, logos e citar qualquer avaliação editorial da INFO, envie um e-mail para permissoesinfo@abril.com.br. Nenhum material pode ser reproduzido sem autorização por escrito. Venda de conteúdo Para licenciar o conteúdo editorial da INFO em qualquer mídia: atendimento@ conteudoexpresso.com.br / Para solicitar reprints das páginas: reprint.info@abril.com.br saiba que /A INFO não aceita doações de hardware e software nem viagens patrocinadas por fornecedores de tecnologia. / Os artigos assinados pelos colunistas da INFO não expressam necessariamente a opinião da revista.

“Leio a INFO porque gosto de saber das novidades que irão impactar as nossas vidas e os negócios. Tenho acesso a informações de qualidade de forma clara e agradável”

líderes da bronca

Samsung 14%

fale com a

Por que leio info

Paulo Bonucci / Country Manager da Red Hat Brasil

Outubro 2012 INFO

/ 15

9/27/12 9:06:45 PM


PaINéIs

Cerca de 11,5 mil células de silício foram instaladas para capturar a energia solar

PlaNO de vOO 8500 8500 1500

leve

Durante a noite, o HB-SIA voa em uma altitude de 1,5 mil metros, com velocidade de 45 quilômetros por hora para economizar a energia armazenada em baterias

Com 1,6 mil quilos, o peso do avião se compara ao de um carro

16 / INFO Outubro 2012

IN321_ENTER_Abre.indd 16

9/27/12 1:38:27 PM


uma viagem sustentável Terceira geração de uma família de avenTureiros, o suíço BerTrand Piccard quer dar a volTa ao mundo num avião movido a energia solar

A paixão por invenções e aventura está no sangue do

suíço Bertrand Piccard. O avô Auguste projetava balões capazes de atingir grandes altitudes e o pai Jacques tornou-se um dos primeiros homens a explorar as partes mais profundas do oceano. Em pleno século XXI, o representante da terceira geração da família se interessou por uma nova conquista. Ele deseja projetar uma aeronave integralmente abastecida por energia solar, capaz de dar a volta ao mundo. Ao lado do engenheiro e piloto alemão André Borschberg, Bertrand Piccard lançou o projeto Solar Impulse, em 2003, e desde então estabeleceu parcerias com a Escola Politécnica de Lausanne, na França, a Agência Espacial Europeia e a fabricante francesa de aviões civis e militares Dassault. Após alguns anos de muitas pesquisas, a dupla projetou o HB-SIA, um avião que realizou seu primeiro voo em abril de 2010. A prova de fogo aconteceu em julho daquele ano, quando Borschberg conduziu a aeronave durante a noite. Após 26 horas, 10 minutos e 19 segundos no ar, o avião abastecido por placas solares conseguiu completar seu primeiro voo noturno com sucesso. Agora, a Solar Impulse inicia a construção de sua segunda aeronave, a HB-SIB, que planeja completar a volta ao mundo sustentável em 2014. A conferir!

AveNtureIrOs

o suíço Bertrand Piccard e o alemão andré Borschberg lideram o projeto do avião sustentável

fotos Fred Merz, Jean revillard/rezo/divulgação edição de imagem artnet digital ilustração evandro bertol

IN321_ENTER_Abre.indd 17

eNvergAdurA

com 63,4 metros, as asas têm tamanho semelhante às de um airbus a340

Outubro 2012 INFO

/ 17

9/27/12 1:38:31 PM


/ Gol de Placa fifa 13

pes 2013

Gráficos

a novidade fica por conta da presença do treinador à beira do campo

o rosto dos jogadores é bem semelhante ao dos craques da vida real

JoGabilidade

o sistema defensivo continua impecável e os passes são bem realistas

o game é divertido e permite construir jogadas repletas de dribles

a dinâmica do jogo parece a de uma partida verdadeira de futebol

apesar das melhorias, as partidas não fluem de maneira tão natural

Times licenciados

as principais ligas europeias têm todos os times registrados

Presença de 20 times brasileiros, com camisas e escudos oficiais

modo online

os amistosos e as temporadas ainda são os destaques

Conectado ao Facebook, o myPes continua a exibir as estatísticas do jogador

os globais Tiago Leifert e Caio ribeiro darão voz às disputas virtuais

silvio Luiz e mauro Beting formam a dupla do Pes. olho no lance!

em camPo o clássico dos Games a rivalidade entre Fifa e Pro evolution soccer (Pes) é digna de um clássico Brasil x argentina. disputando há mais de uma década a preferência dos fãs de futebol, os dois games acabam de chegar às lojas e prometem dribles, jogadas bonitas e muitos gols. Conheça as novidades e escolha em qual campo você desfilará sua habilidade com a bola virtual

/ Por thiaGo tanji

fifa 13 Produtora/ ea sports comPatível/ PC, Ps3 e XBoX 360 Pes 2013 Produtora/ Konami comPatível/ PC, Ps3 e XBoX 360

realismo

narração

Um brasileiro de 20 mm² demorou quase três anos para ficar pronto, tem o tamanho de uma moeda de 10 centavos (20 mm2) e não vai ser visto diretamente pelos consumidores quando chegar ao mercado no fim deste ano. mesmo assim, os 30 engenheiros do Instituto de Pesquisas eldorado e da Idea! sistemas eletrônicos apostam que o chip de TV digital desenvolvido por eles vai encher os brasileiros de orgulho. “o projeto é

18 / INFO Outubro 2012

IN321_ENTER_Games.indd 18

100% nacional e prova que o Brasil é capaz de criar um processador com características competitivas”, diz arthur Catto, superintendente do Instituto eldorado. segundo ele, os fabricantes de TVs, tablets e notebooks que optarem por usar o chip brasileiro economizarão 30%, sem abrir mão de qualidade, já que o modelo de 65 nanômetros é menor e mais eficiente que a média da concorrência.

FoTos divulGação

9/27/12 9:26:57 PM


949574-SAMSUNG ELETRONICA DA AMAZONIA LTDA-1_1-1.indd 19

27/09/2012 14:47:12


/ Protestos

Da reDe para as ruas A mais recente onda de revoltas no mundo islâmico foi motivada por um vídeo postado no YouTube. Mas ela não é o único exemplo de como a tecnologia pode influenciar protestos e revoluções

Com pouco menos de 14 minutos de duração,

o trailer de uma produção semiamadora desencadeou uma sequência de protestos violentos no mundo islâmico. As manifestações deixaram uma série de mortos, como o embaixador americano na Líbia, Christopher Stevens. Postado no YouTube com o nome de Inocência dos Muçulmanos, o vídeo foi considerado uma grave ofensa por ridicularizar Maomé, principal profeta do Islã. Não se sabe ao certo as motivações dos autores do filme, mas o Google anunciou que não vai retirar o conteúdo do ar, apesar de restringir o acesso em alguns países de maioria muçulmana, como Indonésia, Egito e Líbia. Em retaliação, o Irã anunciou o bloqueio ao Google em todo o país.

estratégIa De OcupaçãO

revOlta pOr BBM

Mobilização social

Nova York / setembro de 2011

Londres / agosto de 2011

Egito / janeiro de 2011

Criado há pouco mais de um ano em Nova York, o movimento Occupy Wall street ganhou as ruas graças à mobilização iniciada na web. Hoje, os ativistas contam com uma rede social própria, chamada N-1, em que é possível criar grupos de discussão e divulgar fotos e notícias.

A morte do inglês Mark Duggan durante uma ação policial foi o estopim para os protestos registrados em vários bairros de Londres. Para as autoridades, o Twitter e o serviço de mensagens BlackBerry Messenger foram as ferramentas responsáveis por coordenar a ação dos jovens.

Batizada de Primavera Árabe, a onda de revoluções populares em países da África e do Oriente Médio contra os regimes ditatoriais teve a internet como uma de suas principais aliadas. No Twitter, Facebook e YouTube, os manifestantes driblaram a repressão e se organizaram para conquistar as ruas.

20 / INFO Outubro 2012

IN321_ENTER_Redes sociais.indd 20

FOTOs Mario TaMa/GeTTy iMaGes/aFP, LeFTeris PiTarakis/ aP PhoTo e MahMUD haMs/aFP PhoTo

9/27/12 7:52:04 PM


958362-LOCAWEB SERVICOS DE INTERNET S.A.-1_1-2.indd 21

27/09/2012 11:04:22


/ Design

22 / INFO Outubro 2012

IN321_ENTER_Jony Ive.indd 22

9/27/12 3:54:00 PM


O mago da Apple JOnaThan Ive é cOnsIderadO O gênIO dO desIgn. crIadOr dO IphOne e dO Ipad, ele Tem TanTO pOder na apple quanTO O presIdenTe. nO que será que esTá TrabalhandO agOra?

/ pOr shane richmond O inglês Jonathan Ive é provavelmente o mais importante designer de produtos da atualidade. Seus projetos são reconhecidos até por pessoas que têm aversão a gadgets. Entre os mais famosos estão o iPod e o iPhone, que ajudaram a definir a indústria da música e o mercado de smartphones. Você pode até não ser um usuário da Apple, mas se o seu PC não é uma caixa bege sem graça, agradeça a Ive por isso. “O que o consumidor pensa sobre um produto define sua opinião a respeito da marca”, disse Ive em entrevista à revista inglesa T3, numa loja da Apple em Londres. Nascido em 1967 na Inglaterra, Jonathan Ive estudou desenho industrial em Newcastle. Após se formar, montou um estúdio de design chamado Tangerine, e conquistou a conta da Apple. Em 1992, mudou-se para a sede da empresa, na Califórnia, numa época em que a companhia de Steve Jobs enfrentava sua pior crise. Os primeiros projetos sob sua responsabilidade incluíam o MessagePad 110, tablet que nunca decolou. “Foi doloroso e educativo trabalhar numa empresa perto da falência”, afirma Ive. O que aconteceu depois, com o retorno de Jobs e o lançamento de um hit atrás do outro, é outra história. Ive é tranquilo, afável e dedicado ao trabalho. Parece fascinado por aquilo que faz e fala com reverência sobre FOTO patrick fraser @ corbis outline

IN321_ENTER_Jony Ive.indd 23

a importância de proteger as ideias, desde as primeiras etapas da criação até o desenvolvimento dos produtos. “Nossos consumidores valorizam a simplicidade e a clareza”, afirma Ive. É exatamente isso que ele e sua equipe se esforçam para fazer no desenvolvimento de cada produto, como o iPhone 5 (veja reportagem na pág. 24). Mas o trabalho do designer não se resume a projetar gadgets atraentes. Com a ajuda de especialistas, Ive precisa pensar em soluções também funcionais, como o desenvolvimento do sistema de ventilação do novo MacBook Pro Retina, que produz menos ruído. Ive não gosta de falar sobre projetos que foram para a lata do lixo, mas admite que isso aconteceu algumas vezes na Apple. “Você tem de ser muito corajoso para dizer: ‘Isso não é bom o suficiente, vamos parar’.” Estar disposto a descartar uma ideia que foi acompanhada desde o início não é nada fácil. “Mas é parte importante do nosso trabalho”. O laboratório do designer na Apple é envolvido em segredo. As janelas são pintadas e a maioria dos funcionários da empresa não é autorizada a entrar na sua sala. O que está sendo feito por lá agora? Ive não revela, mas atiça a curiosidade. “Estamos trabalhando em algo que parece ser o mais importante e melhor produto que já desenvolvemos.”

Os hIts de Ive cOnheça alguns dOs sucessOs crIadOs pelO desIgner-cheFe da apple

iMac G3, 1998

iPod, 2001

iMac G4, 2002

iPhone 3G, 2007

iPad, 2010

Outubro 2012 INFO

/ 23

9/27/12 3:54:05 PM


/ iPhone 5

Maior e mais leve Com tela de quatro polegadas, chip com o dobro da velocidade e corpo mais fino, o iPhone 5 chega ao Brasil até dezembro, mas sem 4g. Conheça nossas primeiras impressões sobre o aparelho

/ Por airton loPes

ACESSÓRIOS PARA AMAR E ODIAR O fOne é bOM, Mas O adaPtadOr Para O cOnectOr antigO é uM Mal necessáriO

24 / INFO Outubro 2012

IN321_ENTER_iPhone5.indd 24

Quem compra o iPhone 5 recebe um fone de ouvido redesenhado. Mas é obrigado a gastar 30 dólares em um adaptador, se quiser conectar o aparelho a docks e produtos feitos para os modelos anteriores

Fino e comprido

ao contrário da maioria dos androids com tela de 4 ou mais polegadas, o encaixe do iPhone 5 na mão não se tornou desconfortável. ele ficou mais comprido, mas a boa pegada não foi afetada. a espessura do iPhone 5 foi reduzida em 18% e o peso em 20%

iPhone 4S

iPhone 5

5,9 cm

5,9 cm

12,4 cm

loja em Washington, nos Estados Unidos, o iPhone 5 desembarcou no INFOlab. Mais do que ver, era preciso segurar e sentir o aparelho. Só assim para acreditar que, mesmo com o aumento da tela, o smartphone da Apple ficou mais fino e leve. E isso sem tornar-se desajeitado. Apesar do crescimento do LCD de 3,5 para 4 polegadas, o design do aparelho melhorou. A operação com uma mão continua precisa. O polegar varre quase toda a tela sem esforço. Só é preciso esticá-lo para atingir o ícone na extremidade da fileira extra de atalhos, no alto da tela inicial. Com 112 gramas, o iPhone 5 está mais alto e 20% mais leve. O perfil com 76 milímetros de espessura é 18% mais estreito que o do iPhone 4S, mas a largura é a mesma. A tela alongada é ótima para a visualização de filmes em 16:9 e, na vertical, apresenta mais itens em listas. Não dá para notar um ganho excelente nas tarefas básicas. A força do processador A6 fica

evidente em ferramentas para medir desempenho e em games mais exigentes. As outras novidades do iPhone 5 são bem legais (confira as principais na página ao lado), mas não há grandes surpresas. A câmera de 8 MP continua a mesma. A assistente Siri ainda não aprendeu a falar português. NFC? Quem sabe na próxima geração. O aparelho estreou com a atualização do sistema iOS para a versão 6, que traz algumas mudanças relevantes. Uma bacana é a produção de fotos panorâmicas. A mais criticada é a troca dos mapas do Google pelos da Apple, que apresentam erros grotescos, como cidades em continentes errados. Para os brasileiros, é bom saber que o recurso de navegação por GPS com orientação curva a curva não funciona. Mas a limitação mais frustrante do iPhone 5 é a incompatibilidade em relação às nossas futuras redes 4G com tecnologia LTE. Clique no QR code ao lado para ver o vídeo do INFOlab com o iPhone 5. O teste completo você confere na próxima INFO.

11,5 cm

Apenas dois dias após sair de uma

Fone de ouvido

0,9 cm

0,8 cm

Adaptador

edição de imagem artnet digital FoToS diVUlgaÇão iluSTração eVandro bertol

9/27/12 8:27:54 PM


Traseira de alumínio

O metal substitui o revestimento de vidro. A traseira do modelo branco é prateada. No preto, a cor é chumbo

FaceTime em HD

A câmera principal é a mesma do 4S, mas a frontal melhorou. Ela faz videoconferência em 720p por Wi-Fi ou pela rede celular

Novo motor

O processador A6 foi desenvolvido pela própria Apple. Segundo a empresa, o chip é duas vezes mais veloz que o A5

Display alongado

Com 4 polegadas e 640 por 1 136 pixels, a tela está 0,9 centímetro mais alta e exibe cores com maior saturação

NanoSIM card

O iPhone 5 é o primeiro a adotar um chip de celular ainda menor que o microSIM card. A Vivo já vende o chip no Brasil

A porta encolheu

O conector Lightning possui oito pinos e ocupa um terço do espaço do anterior. A troca de dados com o PC é feita pela USB 2.0

IN321_ENTER_iPhone5.indd 25

9/27/12 8:27:56 PM


/ Apps que valem a pena

AplicAtivos do mês / POR fAbiANo cANdido

iphONe

ipad

BlackBerry

StereOMOOd Um serviço de streaming de música com uma discoteca cheia de estilos. As playlists oferecem músicas para os dias da semana e para cada tipo de emoção. Para iOS 4.0 ou superior. / Grátis

the SIMpSONS: tapped Out A missão deste game, desenhado pelos criadores do desenho, é construir uma cidade e ajudar Homer em missões, como encontrar seus familiares. Viciante. Para iOS 4.0 ou superior. / Grátis

FlIGht tracker o App mostrA em tempo real a localização de aviões de qualquer companhia aérea, mostrando a roda. Alerta sobre atrasos de pouso e decolagem. Para BlackBerry 2.0.0 ou superior. / Grátis

Super hexaGON No gAme, o jogador controla um triângulo que flutua num campo hexagonal. A missão? Não deixar o triângulo ser capturado. Visual simples e psicodélico. Para iOS 4.0 ou superior. / 0,99 dólar

VeVO hd iNdispeNsável para quem gosta de música. Tem catálogo de 11 mil artistas e 50 mil videoclipes de vários estilos. Boa parte dos vídeos em alta definição. Para iOS 3.2 ou superior. / Grátis

prOFIle chaNGer o softwAre usa dados do GPS para identificar onde o usuário está. Se o local exigir silêncio, como o cinema, ele desliga o som e os alertas do celular. Para BlackBerry 7.1.0. / 2,99 dólares

30/30 o App AjUdA a realizar as tarefas do dia a dia. Ele monta uma lista de atividades e o tempo que elas demoram. Quando o prazo acaba, toca um alarme. Para iOS 4.2 ou superior. / Grátis

SlOprO o App coNfigUrA a câmera do iPad para captar até 60 frames por segundo e deixar o vídeo em câmera lenta. Aplica o efeito em vídeos já gravados. Para iOS 5.0 ou superior. / 4,99 dólares

IBackupS o App fAz um backup completo dos dados do celular (agenda, mensagens e fotos) no cartão de memória. Oferece criptografia e senhas para os arquivos. Para BlackBerry 5.0.0. / 0,99 dólar

aNdrOId / celular

aNdrOId / tablet

WINdOWS phONe

WaBBerS odeiA trâNsito? Este app é uma rede para compartilhar dados sobre congestionamentos. Funciona em São Paulo, Rio de Janeiro e outras capitais. Para Android 2.2 ou superior. / Grátis

app lOck o progrAmA tem função útil para quem se preocupa com privacidade, pois bloqueia os apps do Android com senha. Protege também e-mails e fotos. Para Android 1.6 ou superior. / Grátis

caMera 3d como o Nome diz, o software captura imagens com a câmera do celular e as transforma em 3D. As fotos podem ser compartilhadas com os amigos. Para Windows Phone 7 ou superior. / 0,99 dólar

hOra dO reMédIO UsANdo siNAis sonoros, o app alerta em relação a horários para quem precisa tomar remédio. Mostra ainda a dosagem correta que deve ser ingerida. Para Android 2.1 ou superior. / 1,99 dólar

VIrtua teNNIS UmA simUlAção realista dos jogos de tênis. Reúne 50 jogadores famosos do circuito mundial, que podem duelar em cenários conhecidos. Para Android 2.3 ou superior. / 4,99 dólares

FhOtOrOOM tUrbiNA a câmera do celular. Ele aumenta a capacidade do zoom, estabiliza os cliques para as imagens não ficarem tremidas e oferece filtros. Para Windows Phone 7.5 ou superior. / Grátis

aGeNt daSh Neste gAme alucinante, o jogador deve ajudar um grupo de detetives a desviar de obstáculos e aniquilar inimigos. Os gráficos são muito bonitos. Para Android 2.3.3 ou superior. / Grátis

FacelOOk segUrANçA reforçada no tablet. O software permite a utilização do Android e dos programas instalados só depois de reconhecer a face do usuário. Para Android 2.3 ou superior. / 2,49 dólar

paINt Um App para fazer desenhos e passar o tempo. Oferece recursos para colocar mensagens e efeitos em fotos capturadas com o smartphone. Para Windows Phone 7.5 ou superior. / Grátis

26 / INFO Outubro 2012

IN321_ENTER_APPS.indd 26

9/27/12 1:27:51 PM


943624-GLOBAL VILLAGE TELECOM LTDA-1_1-1.indd 27

27/09/2012 14:48:02


/ 3,14159265

Números do mês 17 anos

foi o tempo que o eBay levou para modernizar seu logotipo. E a mudança não foi tão radical

ANtES

90%

dos apps baixados em iPhones e iPads são grátis. Até dezembro, 45 bilhões serão grátis e 5 bilhões pagos

DEPOIS

46%

dos usuários postam fotos e vídeos originais na web. Segundo o Pew Institute, o restante curte ou compartilha

500 milhões

250 milionésimos

200 mil

toneladas de óleo e gás natural foram consumidas em cinco meses por uma bactéria usada para limpar o oceano após a explosão de plataforma de petróleo no Golfo do México (EUA) 28 / INFO Outubro 2012

IN321_ENTER_Numeros.indd 28

de segundo. É quanto dura a “picada” de uma injeção a laser em fase de testes na Universidade Nacional de Seul, na Coreia do Sul. Sua função é acabar com a dor na vacina das crianças

de aparelhos rodam Android, o que dá ao Google a liderança, com 68,1% do total, contra 16,9% da Apple Com média de 209 buscas para cada internauta ao mês, o Peru é o país que mais utiliza mecanismos de pesquisa no mundo. O dado é da comScore. Entre os brasileiros, a média fica em 145 consultas/mês

ilustrações

EVANDRO BERtOl

9/27/12 2:10:13 PM


957777-DIGIBRAS INDUSTRIA DO BRASIL S_A-1_1-1.indd 29

27/09/2012 14:48:43


/ Brincadeira

um Lego Para geeks

O littleBits é um brinquedo de armar que permite fazer vários tipos de circuitos eletrônicos / POr vanessa daraya

Os pais nerds vão adorar. No lugar de carrinhos ou Barbies, eles já

podem dar aos filhos um legítimo brinquedo geek. O littleBits é um kit que lembra os tijolinhos coloridos Lego. Mas em vez de casas ou naves ele permite construir circuitos elétricos com os blocos, que se unem por meio de ímãs. Cada kit vem com uma bateria de 9 volts e blocos de quatro cores. O azul converte a energia recebida para 12 volts e é o ponto de partida da brincadeira. O rosa é responsável pelo controle do circuito, como um botão liga/desliga. As peças verdes são escolhidas de acordo com a ação desejada: acender uma luz, imitar a vibração de um celular. Já o laranja funciona como um extensor. Uma minichave de fenda ajusta funções, como a intensidade da luz. Ao montar as peças, conectando os blocos, a criança aprende conceitos de física e lógica. “A ideia é explicar de maneira simples como os gadgets funcionam”, diz a canadense Ayah Bdeir, 30 anos, criadora do littleBits. O kit é recomendado para crianças a partir de 8 anos. São várias as combinações disponíveis no site littlebits.cc, com preços a partir de 29 dólares. É possível adquirir módulos avulsos, para montar circuitos complexos e usar esses circuitos em objetos mais elaborados. A intenção agora é que o kit ganhe novas funções e seja usado em escolas. Por isso, ele tem o código aberto. Kit colorido

Vários tipos de circuitos podem ser montados e usados em objetos mais elaborados 30 / INFO Outubro 2012

IN321_ENTER_LittleBit.indd 30

Pequeno engenheiro Formada em engenharia da computação e sociologia, ayah Bdeir criou o littleBits e uma startup que toca o projeto

Como surgiu o littleBits? A inspiração veio do Lego. Mas o littleBits foi criado para adultos. Queria mostrar que não é preciso ser um engenheiro para criar e inovar. E quando foi que ele se voltou para as crianças? Demorei quatro anos para desenvolver

o littleBits. Vi como as crianças faziam movimentos naturais para montar os circuitos. Decidi focar, para que as crianças possam explorar o mundo da ciência e da tecnologia. Por que montar uma startup? A startup

surgiu em 2011, para ajudar a vender o brinquedo. Temos dez funcionários e uma parceria com um fabricante de eletrônicos que permite a fabricação em larga escala.

FOTO rafael evangelista ediçãO de imagem artnet digital

9/27/12 7:44:11 PM


957712-NODES TECNOLOGIA E SISTEMAS LTDA-1_1-1.indd 31

27/09/2012 14:49:44


/ Objetos de desejo

lá fora

Os nerds vãO pirar

Red5 Spy Hawk Este aeromodelo surpreende por um item especial: uma câmera de 5 megapixels que fornece imagens em tempo real para a tela do controle remoto. 398 dólares

De uma Ferrari controlada pelo iPhone a um guarda-chuva hi-tech, conheça alguns produtos que ainda não chegaram ao Brasil, mas que caberiam na sua lista de presentes

Pacific Cycles iF Urban 700C Bom para quem tem dificuldades em achar um local adequado para guardar sua bicicleta, este modelo dobrável pode ser carregado em uma mochila especial. 1 945 dólares

Dr Who Sonic Screwdriver Universal Remote A réplica da chave de fenda sônica do seriado Doctor Who funciona como um controle remoto universal e ainda emite os mesmos sons da ficção. 97 dólares

Ferrari Enzo RC Car Além de ser uma réplica fiel do carrão criado pela escuderia italiana, o brinquedo pode ser controlado pelo iPhone, por meio de conexão Bluetooth. Acelera! 129 dólares

32 / INFO Outubro 2012

IN321_ENTER_ProdutosT3.indd 32

9/27/12 2:21:06 PM


Ella-Ella LED Umbrella Nos dias de chuva, este guarda-chuva que mais parece um sabre de luz de Star Wars inova. Basta apertar um botão para iluminá-lo. 40 dólares Personalised Facebook Cards Quem está cansado de jogar cartas com as mesmas figuras pode selecionar 54 fotos pessoais do Facebook e receber um baralho com os cliques. 26 dólares

Option VIU2 Com design elegante, esta câmera transmite vídeos de alta qualidade em tempo real para smartphones Android ou iOs por meio de conexão 3G. Preço sob consulta

Breffo Spiderpodium Tablet As garras deste suporte com visual descolado seguram o tablet enquanto o usuário navega. Flexível, ele permite fixar o aparelho em diferentes posições. 40 dólares

Bug Light Decorar a mesa do escritório com uma luminária em forma de inseto pode ser legal. De visual simples, a luminária atrai pela proposta curiosa e divertida. 30 dólares

Apptoyz Appquiz Este console transforma o tablet em um daqueles programas de TV de perguntas e respostas, com quase mil questões para até quatro jogadores. 48 dólares

FOTOs divulgação

IN321_ENTER_ProdutosT3.indd 33

Outubro 2012 INFO

/ 33

9/27/12 2:21:11 PM


/ Bit no Carro

O carrO que tuíta

O Novo Punto, da Fiat, lê posts do Facebook e do Twitter enquanto o motorista faz o que se espera dele: dirige / POr Juliano Barreto Como funCiona?

o serviço é bom?

depois de cadastrar o chassi do carro e um número de celular no site Fiat social drive, o motorista conecta sua conta aos perfis do Twitter, Facebook e Foursquare. Configuração terminada, basta usar o celular e ligar para o número do social drive, que funciona como uma caixa postal. a leitura é feita pela voz do sistema Blue&me, que é operado por comandos de voz e joga o áudio do telefone nos alto-falantes do carro por Bluetooth.

a parte online é muito bem resolvida. são oito tipos de conteúdo para seguir, como status de relacionamentos, check-ins, eventos e aniversários. Nesses casos, a voz robótica do social drive dá conta do recado. Já quando o sistema precisa ler mensagens escritas pelos amigos, a coisa muda. Como nas redes ninguém se preocupa muito com acentos e pontuação, muitas vezes fica difícil entender as sílabas disparadas pelo serviço.

Quanto Custa o serviço? modelos com o sistema Blue&me podem usar o social drive sem pagar taxa. Quando o motorista liga para conferir tuítes e posts, paga o valor de chamada local pelo tempo da leitura, não importa a cidade ou operadora de origem. O carro custa 48,7 mil reais.

Trânsito sem surpresa Um novo app do mapLink permite sair de casa pela manhã sabendo qual será o tamanho do congestionamento no fim do expediente

/

POr Paula rothman

34 / INFO Outubro 2012

IN321_ENTER_Punto_Transito.indd 34

Que tal saber como estará o trânsito no fim da tarde antes de sair de casa, de manhã? Após três anos monitorando o tráfego em 23 cidades, o MapLink lança aplicativo gratuito cujas atualizações apontam para o futuro. “A previsão é feita combinando as condições daquele dia com informações de banco de dados”, diz Frederico Hohagen, diretor do MapLink. Se houver um evento, o algoritmo calcula o trânsito baseado em fato similar. No caso de um imprevisto, o app envia um alerta. Os dados vêm do GPS de mais de 800 mil carros, táxis e veículos de entrega. Para iOS, Android e Windows Phone.

Previsão

Uma barra no alto do app mostra diversos horários. Basta clicar para ver qual será a situação das ruas

FOTOs divulgação ediçãO de imagem artnet digital

9/27/12 7:55:55 PM


/ Diversão ⁄

holofotes

Uma das celebridades do game Cidade dos Famosos, da Contigo!

No jet-set virtual Para aproveitar a onda dos games sociais, a revista Contigo! criou Cidade dos Famosos. O objetivo? Agenciar celebridades

/ POr ChristiaN Costa Já pensou em cuidar da carreira

de uma celebridade e viver entre artistas, frequentar os eventos mais badalados e ainda tirar uma lasquinha da fama? Isso já é possível em Cidade dos Famosos, primeiro jogo social criado pela Abril Mídia e que traz a marca da revista de celebridades Contigo!. No jogo para Facebook você é um empresário que gerencia a vida profissional de atores, cantores, apresentadores, modelos e jogadores de futebol.

Seu objetivo é fazer com que eles se tornem nomes cobiçados pela mídia. Além de permitir interação com os famosos criados por amigos, o aplicativo, que estará disponível na primeira semana de novembro, contará com a presença de celebridades do mundo real. Os melhores jogadores concorrerão a prêmios, que incluem eventos disputados da revista no Réveillon de Copacabana e no camarote do Carnaval em Salvador. Preparado para os holofotes?

Virei um vilão dos filmes de James Bond na vida real, com um roteiro escrito por Hollywood e pela Casa Branca / Kim Dotcom, fundador do site Megaupload, ao comentar o fato de as investigações apontarem que as autoridades dos Estados Unidos o espionaram ilegalmente

FOTO DivUlgação

IN321_ENTER_Contigo_Frase.indd 35

9/27/12 7:50:16 PM


959693-ABRIL S_A-2_1-1.indd 36

27/09/2012 15:02:51


959693-ABRIL S_A-2_1-1.indd 37

27/09/2012 15:02:52


/ Vivendo em Beta

Uma solução para a privacidade? Uma forma de preservar nossos dados na internet pode ser usar servidores pessoais. Isso já está sendo testado

O

cientista Stephen Wolfram é obcecado por dados. Ele vem analisando e-mails que enviou e r e c e b e u nu m período de 23 anos, com a intenção de descobrir coisas sobre seu comportamento. As aventuras de Wolfram (abr.io/personalanalytics) no mundo da personal analytics o ajudaram a descobrir quando ele é mais produtivo ou criativo. Cada vez mais pessoas, como eu e você, se transformam em Wolfram, ao compartilhar e mostrar ao mundo centenas de milhares de dados pessoais. Mas há uma diferença crucial. As informações que dividimos não pertencem apenas a nós. Os dados de Wolfram ficam armazenados no servidor dele. Os nossos permanecem nos servidores dos outros, de companhias que prometem cuidar da nossa privacidade, mas que oferecem poucas opções de controle para uma apropriação real de nossas conversas, dos lugares que frequentamos e do que compramos. Apesar de estarmos mais conectados, temos cada vez menos controle dos tipos de interação que fazemos. Há cinco anos, eu tinha em casa só um aparelho conectado à internet. Ano passado já eram cinco, ano que vem serão dez e da-

qui a cinco anos talvez 50. Cada um deles grava e faz upload de dados a serem armazenados por companhias que oferecem discretos opt-ins a seus usuários. Com exceção da nova versão do Internet Explorer, que tem a opção de não compartilhar dados como padrão, a maioria dos navegadores ou sites tem como default não proteger nossa privacidade. Diz o programador e empresário Daniel Siders: “Quanto mais conexões, menos privacidade. Muitos dispositivos estarão sempre enviando dados para a rede sem a nossa permissão. Esses são os chamados always on devices”. Armazenar dados em sites como Tumblr, Instagram ou Pinterest tem seu preço. Um preço que empresas de cartão de crédito estão dispostas a pagar.

AFrONtA à prIvAcIdAde As regras para as companhias usarem dados sobre uma pessoa ainda precisam ser devidamente reguladas. Quero que a Visa, por exemplo, saiba o que comprei para evitar uma fraude, mas não para mandar promoções não solicitadas. O que as companhias podem fazer com nossos dados pode ser útil ou uma afronta à privacidade. Precisamos repensar nossa relação com as empresas que armazenam dados. Temos que ter conhecimento

AlessAndrA lAriu

do que exatamente elas sabem a nosso respeito. Em cima disso, entender como controlar o tipo de informação que pode ser usado. Em 2012, surgiram startups com a intenção de controlar dados pessoais. Muitas inspiradas no projeto Diaspora (diasporaproject.org). Como nossos dados estão armazenados em servidores alheios, não há como registrar tudo o que o mundo sabe de nós. Mas Daniel Siders tem uma solução genial para isso: o uso de servidores pessoais. Ele trabalha em um projeto chamado Tent (tent.io), em que qualquer pessoa guarda suas informações no seu próprio servidor. Este filtra o que os sites ou as empresas podem saber. Assim, a Visa pode descobrir o que comprei, mas não mostrar a meus amigos. Projetos como o Tent e o Locker (lockerproject.org) botam o controle do tipo de dado a compartilhar nas mãos do usuário. A partir daí podemos negociar com a Apple, o Google ou a Visa como usar as informações que detêm. Afinal, a palavra personal, em personal analytics, quer dizer que os dados pertencem ao indivíduo. E não ao Twitter. ↙

Alessandra Lariu, 40 anos, é publicitária e cofundadora do site SheSays, que ajuda mulheres a entrar na carreira de criação digital. Empresária, ela mora em Nova York.

38 / INFO Outubro 2012

IN321_Coluna_Alessandra.indd 38

9/26/12 6:19:02 PM


958398-JVC KENWOOD DO BRASIL COMERCIO DE ELETRONICOS LTDA-1_1-1.indd 39

27/09/2012 14:54:08


/ BizTech

Os robôs já estão entre nós

Populares em aplicações militares e industriais, essas máquinas se preparam para entrar na nossa vida. O que isso significa?

D

esde que saíram da ficção científica e começaram a ser usados em maior escala, em aplicações industriais e militares, os robôs parecem estar se preparando para invadir, com a melhor das intenções, o nosso dia a dia. Antes que alguém pense que me refiro a robôs com aparência humanoide que estariam na espreita para tentar dar um golpe e iniciar uma revolução, aviso que falo de outros tipos de robô. Se você assistiu o último filme da série de ação O Legado Bourne vai se lembrar que um robô militar aparece na trama. Um veículo aéreo não tripulado (UAV, do inglês Unmanned Aerial Vehicle) aparece inicialmente fazendo uma entrega para os agentes secretos numa região distante e depois caçando os dois com armas letais. Esses robôs voadores, ou drones, já fazem parte das operações militares americanas. Estima-se que existam mais de 7 mil em operação. Além dos drones, vários outros tipos de robô realizam as mais diversas missões. Sondas submarinas procuram minas e realizam missões de salvamento, robôs desarmam bombas, coletam informações e até carregam carga e munição no campo de batalha.

As aplicações não param por aí. Equipamentos semelhantes realizam atividades na indústria que não são seguras para humanos, fazem cirurgias à distância e até exploram outros planetas. Com tantas aplicações que demandam robôs cada vez mais sofisticados e com enormes quantidades de capital sendo investido nas áreas de pesquisa, essa tecnologia começa a ficar cada vez mais disponível e econômica. Com isso, as aplicações mais mundanas começam a se popularizar.

usO crImINOsO Há hoje pelo menos meia dúzia de robôs aspiradores de pó que podem ser comprados em lojas de eletrodomésticos nos Estados Unidos por menos de 500 dólares. Eles chegarão aos montes e já começam a conquistar a cena em nossas casas e cidades. Mas é aí que podem aparecer os problemas. Se robôs, autônomos ou não, que antes estavam confinados a zonas de guerra e instalações industriais, começam a invadir nossas vidas, como devemos encarar as consequências desse contato? O mesmo drone que pode ser usado para transportar cargas nas cidades, substituindo os motoboys, pode levar drogas e armas. Um robô de limpeza de dutos de ar-condicionado pode ser usa-

Manoel leMos

do para espionar a vida alheia. Tudo isso sem falar em usos criminosos da tecnologia, já provada nas zonas de guerra. Ao olharmos por esse prisma, vemos emergirem questões complexas que precisarão ser equacionadas. Desde a regulação do uso desses equipamentos até problemas éticos de diversos tipos. Na ficção isso foi tratado com as famosas três leis da robótica, da obra Eu, robô, de Isaac Asimov. Com elas se estabelecia o princípio de robôs servirem humanos sem constituir nenhum risco para estes. Mas não é possível codificar esse tipo de comportamento em um programa de computador. Por isso vários centros de pesquisa e governos trabalham nessas questões e preparam leis para regular a tecnologia. Imagine agora que parte desses robôs será cada vez mais autônoma, dotada de inteligência artificial. Poderão ser possíveis situações como a do filme O Exterminador do Futuro, em que o sistema de defesa Skynet criou consciência e se rebelou? Vários cientistas acreditam que sim. E você? ↙

Manoel Lemos, 37 anos, é engenheiro da computação, especialista em supercomputação, empreendedor, investidor em tech startups e diretor-geral digital da Abril Mídia. É apaixonado por mergulho com tubarões.

40 / INFO Outubro 2012

IN321_Coluna_Manoel.indd 40

9/26/12 6:15:11 PM


957013-EDUCARE TECNOLOGIA DA INFORMACAO LTDA.-1_1-1.indd 41

27/09/2012 14:52:19


/ Cérebro Eletrônico

O que esperar do novo pornô tecno?

Em pouco tempo qualquer pessoa vai ter um app no celular que permite fazer sexo rápido, sem culpa e sem maiores consequências

M

inha primeira lembrança de um filme pornô tinha cheiro. Fui assistir Garganta Profunda, o clássico hardcore com Linda Lovelace. Era algum momento da década de 1970. Fui a um cinema decadente do centro de São Paulo, onde homens entravam constrangidos, sem contato visual. Lá dentro, no escuro, gemidos masculinos disfarçados se espalhavam no ar, junto com um cheiro nauseante. Antes disso havia o “traficante” mirando garotos adolescentes em chamas. De repente, ele – pst! – abria sua maleta cheia de livrinhos toscos. Eram os chamados catecismos. Reproduções em xerox da obra criada pelo poeta da pornografia brasileira, o imortal Carlos Zéfiro. Comprávamos meia dúzia, levávamos para casa, fingíamos que estávamos com dor de barriga. Escondido num bolso, o catecismo ia junto para o troninho. Era tudo o que a gente tinha. Pornografia sempre existiu. Mas deixou a clandestinidade e se tornou uma poderosa indústria quando inventaram o videocassete. O prazer solitário saía do cinema para a intimidade do quarto. Eu já me achava feliz com minha coleção de fitas VHS 42 / INFO Outubro 2012

IN321_Coluna_Dago.indd 42

de China Lee. Foi então que veio o computador pessoal. E depois a internet. E tudo que já existiu na história do erotismo ficou ingênuo perto do que nossos olhos passaram a ver.

POrNô em 3D Num oceano de taras e fetiches, é possível encontrar tudo o que se quiser. E provavelmente muito além do que se imaginava. Um dos meus achados favoritos é uma animação japonesa de computação. O desenho (realista e em 3D) mostra uma professorinha de seios monumentais saindo da penumbra para encontrar três de seus alunos adolescentes. Ela se submete ao que eles querem. Um de cada vez. Depois os três juntos. É uma historinha comum. Mas essa “atriz” criada por computador é fruto da imaginação humana. Essa professorinha age como um homem sonha que uma mulher deva se comportar. Os detalhes físicos da personagem são ligeiramente exagerados. É assim que funciona em nossos sonhos. A professorinha peituda é uma fantasia impossível. Ao mesmo tempo é realista. E essa combinação só piora nossa dependência. A professorinha não existe. E existe. O que está ainda por vir? Já comentei aqui na INFO sobre Brainstorm, um filme de 1983 com Christopher

Dagomir marquezi

Walken e Natalie Wood. Walken inventa um “gravador de pensamentos” (com fita magnética!). Ele transa com uma mulher e grava tudo. Quando repete o momento do orgasmo, tem outro orgasmo, real. E de novo. De novo. Chegaremos a isso? Não sei.

Games INteratIvOs Mas muitas novas tentações estão para acontecer. Como filmes pornôs em 3D. E games interativos de imersão com temas sexuais. Já estamos nessa era, mas ela ainda não se popularizou. Em breve qualquer um terá um aplicativo no celular que permite o sexo rápido, sem problema, sem culpa, sem maiores consequências. Dá para imaginar o potencial dessa nova fase da indústria pornô? Isso nunca substituirá o sexo real, corporal, pele roçando em pele, beijos, apertos, cheiros, visões, sentimentos, química emocional e pequenas mortes. Mas esse outro sexo, simulado e solitário, promete ficar cada vez melhor nos anos que estão por vir. Tudo isso é possível porque nosso principal órgão sexual é o cérebro. ↙

Dagomir Marquezi, 60 anos, dividiu sua vida entre o jornalismo e a ficção. Escreveu novelas, musicais e roteiros de cinema. Há 15 anos acompanha a tecnologia em sua coluna na INFO.

foto alExandrE battibugli

9/27/12 12:09:05 PM


955832-COMPUFOUR SOFTWARE LTDA-1_1-1.indd 43

27/09/2012 14:53:25


/ Inside Information

Minha vida na Coreia do Sul

Leitor da INFO conta o lado bom de viver em Seul e usar NFC, cartão contact less, smartphone com LTE e outras tecnologias

S

ou de uma pequena cidade da Serra Gaúcha próxima a Caxias do Sul e vim parar em Seul após casar com uma sulcoreana. Jamais pensei em morar numa cidade grande como São Paulo ou Nova York, mas cá estou. O fato de gostar de tecnologia, internet e dispositivos eletrônicos fez a minha adaptação na Coreia do Sul muito prazerosa. O país é rico e o consumismo é algo bastante presente. Compra-se de tudo por aqui, e é difícil não entrar nessa onda. Estou resistindo o quanto posso! Uma tecnologia comum por aqui é a NFC (Near Field Communication). Pagamos praticamente tudo com o celular ou o cartão de crédito com chip. Metrô, ônibus, as contas do restaurante, o supermercado. O NFC faz parte também do transporte público. Se você não tem um celular, cartão de crédito ou cartão recarregável específico não pode pegar metrô ou ônibus. Há dois anos, quando cheguei, fiquei impressionado, pois basta encostar o celular ou o cartão no leitor, e o valor é debitado automaticamente na conta, sem qualquer tipo de senha. Mas não uso muito o sistema NFC do celular. Prefiro o cartão de crédito, que aqui é diferente, pois tem taxas baixas e

é quase um cartão de débito. Funciona da mesma maneira que o NFC do celular: é só encostar o cartão na placa de leitura e o bilhete do ônibus é debitado no ato. Ao sair da condução encostamos novamente o cartão, para o cálculo do itinerário usado. O cartão de crédito gera milhas e, no geral, é mais usado do que o celular, porque aqui todos têm pavor de perder seu aparelho. Coreano sem celular não existe. Todos usam – e muito. Táxis, além de adotarem o NFC, possuem navegadores GPS enormes, alguns com perspectiva 3D da cidade.

PalI PalI Há pouco tempo fui a uma praia no sul do país, chamada Busan. Não desgrudei do meu Galaxy S III LTE, que funciona muito bem. Decidimos ir de trem, e em nenhum momento da viagem o sinal LTE foi perdido. A única vez que peguei o sinal 3G foi quando subi uma trilha num morro. Mas em todo o percurso o smartphone esteve ativo e funcionando sem perda de sinal. Que diferença do Brasil! Em Seul, a TV a cabo é de altíssima definição. Cadastramos um cartão de crédito para pagar por filmes e seriados, que custam entre 2 e 3 dólares. Existem vários canais de shopping e a compra é feita pelo controle remoto.

TiTo Kaiser

Como moramos na capital, os pedidos feitos pela TV ou pela internet chegam no dia seguinte. Pedidos de tele-entrega são na maioria das vezes pagos com cartão de crédito e o motoboy utiliza uma leitora/impressora minúscula. Os prestadores de serviço são especializados, pontuais e rápidos. Os coreanos chamam isso de cultura pali pali, que quer dizer “ligeiro, ligeiro”. As tarefas devem ser executadas de forma rápida e eficiente. Dois exemplos caseiros podem ilustrar essa cultura. Nosso fogão e o leitor de Blu-ray, comprados há cerca de um ano, deram problema. Nas duas ocasiões o conserto foi agendado pelo celular. O técnico desmontou o player de Blu-ray e em cinco minutos trocou o leitor óptico. O fogão foi desmontado na cozinha mesmo e em 15 minutos voltou a funcionar. Impressionante. A Samsung é o maior conglomerado coreano, com empresas de construção civil, lojas de departamento e até mesmo montadora de automóveis. Escrevi este texto para a INFO no meu Samsung Galaxy S III e confiei a autocorreção ao teclado SwiftKey, meu app preferido. ↙

Tito Kaiser, 39 anos, é leitor da INFO. Mora há dois anos em Seul, na Coreia do Sul, com a mulher e o filho de seis meses. Trabalha como chef de cozinha em restaurante italiano.

44 / INFO Outubro 2012

IN321_Coluna_Tito Kaiser.indd 44

9/27/12 1:00:03 PM


JORGE HARDWARE - 535965.indd 45

27/09/2012 16:40:45


O Prêmio iNFo Start vai eleger as startups mais prOmissOras dO país. Os vencedOres serãO tema de uma repOrtagem especial. inscreva-se até 30/10/2012. nãO perca essa chance de mOstrar sua ideia! veja cOmO em infO.abril.cOm.br/infOstart.

anuncio startup.indd 46

9/27/12 10:05:25 PM


48 Da Física à tecnologia

Conheça o Cern, instituto que ficou famoso por tentar provar a existência da partícula de Deus

Os Novos Domínios do Sexo / 54 Locadora Virou Peça de Museu / 64 Curtir Comprar Amar/ 70 Estoque de Ideias / 74 Dicas / 80

FOTO FABIANO CANdIdO

IN321_Inovac a o Menu.indd 47

Outubro 2012 INFO

/ 47

9/26/12 7:11:38 PM


/

da FísIca à tecNOlOgIa INFO viu de pertO cOmO funciOna O centrO eurOpeu de pesquisa nuclear (cern), famOsO pOr tentar prOvar a existência da partícula de deus. de seus labOratóriOs saíram inOvações cOmO a web, O mOuse e a tela sensível aO tOque / texto e fotos Fabiano Candido, de Genebra

48 / INFO Outubro 2012

IN321_Cern.indd 48

9/26/12 5:59:32 PM


entrada proibida

O acesso aos aceleradores de partículas do Cern é controlado, por causa do excesso de radiação

Outubro 2012 INFO

IN321_Cern.indd 49

/ 49

9/26/12 5:59:35 PM


Q Quem pousa no aeroporto de

Genebra, na Suíça, e pega a Route de Meyrin, uma das principais avenidas da cidade, demora dez minutos para chegar ao que parece um campus universitário. No meio de grandes espaços gramados, prédios de quatro andares e galpões metálicos estão instalados em ruas com nomes de cientistas famosos, como Isaac Newton. O ar bucólico do local, encravado na fronteira entre a França e a Suíça, só se dissipa quando o visitante depara com um globo de 27 metros de altura e um tubo cilíndrico azul com 10 metros de comprimento. Eles indicam que ali está uma das maiores obras do homem. A 100 metros de profundidade e fora do alcance dos olhos, uma máquina que faz colidirem partículas próximas à velocidade da luz para simular o começo do universo. Conhecido como LHC, o grande colisor de hádrons ocupa um túnel circular com 27 quilômetros e promove reações nucleares que atingem bilhões de graus centígrados. Foi com a ajuda do LHC que, em julho deste ano, cientistas encontraram evidências do bóson de Higgs, a partícula que explicaria o início do universo. O equipamento é uma das estrelas do Cern, o Centro Europeu de Pesquisa Nuclear, onde já foram criadas tecnologias hoje comuns no nosso dia a dia, como a tela sensível ao toque.

50 / INFO Outubro 2012

IN321_Cern.indd 50

Criado em 1954 pelos europeus para desenvolver a física básica de partículas, o Cern reúne especialistas em diversas áreas. São físicos, engenheiros, cientistas da computação, torneiros mecânicos e ferramenteiros, que ocupam os quase 200 prédios do complexo. De várias nacionalidades e trabalhando em projetos distintos, eles costumam se encontrar para trocar ideias no restaurante coletivo, onde um prato de carne de pato com arroz e salada custa 26 reais. A comida saborosa atrai gente importante do mundo científico. Ganhadores do Prêmio Nobel de Física, como Jack Steinberger, aparecem para tomar um café e almoçar. É no restaurante que os pesquisadores do Cern buscam soluções para comprovar suas teorias. “É nessa hora que pensamos em tecnologias que podem responder às questões da física”, diz o engenheiro

eletrônico brasileiro Denis Damazio, integrante do experimento Atlas, um dos detectores que acusaram a provável existência do bóson de Higgs. Damazio é um dos 100 brasileiros que fazem pesquisas no Cern. Chegou lá em 2000, por meio de um programa de pós-graduação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (URFJ). Fazendo a ponte-aérea Brasil-Suíça para terminar o doutorado com tema em energia liberada durante a colisão de partículas, ganhou visibilidade e um trabalho como pesquisador no Brookhaven National Laboratory, parte do Departamento de Energia dos Estados Unidos. Sua especialização lhe rendeu um convite para morar na Suíça e fazer pesquisas no Cern, onde participou de vários projetos. Programou o software que controla o fornecimento de energia para uma parte do LHC e

edição de imagem

artnet digital

9/26/12 5:59:42 PM


brincando de deus

Maquete simula como é o túnel onde partículas são aceleradas próximas à velocidade da luz (à esq.); bandeiras espalhadas pelo Cern representam as nacionalidades dos pesquisadores (à dir.); Denis Damazio, engenheiro brasileiro, projeta códigos para uma das máquinas que trabalham para descobrir o bosón de Higgs, que explicaria a origem do universo (abaixo)

CeNTrO de INOvaçãO a wEb E a TEla sENsívEl aO TOqUE sUrGiram NO CErN. CONhEça as iNOvaçõEs dO iNsTiTUTO Medipix Chip de detecção de partículas capaz de gerar imagens em alta definição. Usado em máquinas para exame de câncer

instalou peças no Atlas. Hoje, escreve um código para refinar as informações importantes em meio à grande quantidade de dados gerada quando uma partícula colide com outra no acelerador. O trabalho de Damazio ainda não ganhou o mundo, mas tem boas chances. O Cern é considerado um grande celeiro de inovação. A mais famosa novidade surgida ali foi a web, criada no começo da década de 1990 pelo físico e cientista da computação britânico Tim Berners-Lee. Ele pensou na rede como uma forma de ajudar a comunidade científica local a trocar dados com pesquisadores e universidades de

outros países. Em poucos anos, a tecnologia extrapolou o meio acadêmico. Berners-Lee não registrou a patente nem recebeu um centavo pela invenção, mas ganhou um lugar de destaque no Centro de Computação do Cern. Em uma vitrine na entrada do complexo encontra-se o computador NeXT, onde rodou o primeiro servidor web da história. Ele conserva até hoje um recado escrito à mão por Berners-Lee: “Esta máquina é um servidor. Não a desligue”. A popularização de smartphones e tablets também pode ser creditada ao Cern, pelo menos em parte. A tela sensível ao toque, o principal elemento

Tomografia Feita em parceria com um hospital de Genebra, a máquina conhecida como PET é um scanner que diagnostica tumores em órgãos Tela sensível ao toque Foi inventada para reduzir o número de botões de um console que controla um dos aceleradores de partículas Mouse O Cern fez um sistema com a mesma função: mover um cursor para ativar comandos em um computador World Wide Web No começo da década de 1990, o Cern precisava compartilhar documentos de forma rápida com outros cientistas

Outubro 2012 INFO

IN321_Cern.indd 51

/ 51

9/26/12 5:59:54 PM


desses gadgets, foi concebida no começo da década de 1970 por Bent Stumpe. Engenheiro eletrônico dinamarquês, Stumpe criou a tela para reduzir a quantidade de botões no console que seria montado no centro de controle de um acelerador. Foram poucos dias entre esboçar um projeto e criar o primeiro protótipo da tela, produzida e usada pelo Cern em vários projetos, antes de ser adotada pelos fabricantes de gadgets. Stumpe não ficou só nessa invenção. Ele esboçou um equipamento para mover um cursor nos monitores que mostravam dados do acelerador. Surgia ali uma espécie jurássica do mouse. Hoje, os pesquisadores do Cern mantêm uma espécie de viveiro nerd, com vários modelos. A brincadeira rendeu uma página na web que conta como os mouses são tratados (abr.io/mouse). O poder de inovação do Cern é um chamariz para as empresas de tecnologia. Grandes fabricantes de equipamentos cedem máquinas que ainda não chegaram ao mercado para o instituto testar. O Cern mantém, desde 2001, o OpenLAB, uma iniciativa que cria parcerias entre a instituição e empresas privadas com a finalidade de desenvolver novas tecnologias. Para ser aceito no projeto, o fabricante tem de colaborar com bolsas científicas.

PrédIOs atômIcOs As pesquisas do instituto são feitas em galpões que lembram os industriais. Nessas grandes salas um alerta chama a atenção. Ele exige o uso de um dosímetro, equipamento cuja função é medir e alertar se uma pessoa está em contato com elementos radioativos. “Provocamos reações nucleares nos aceleradores. A radioatividade é baixa, mas é preciso carregar o aparelho pendurado no pescoço”, afirma Damazio. 52 / INFO Outubro 2012

IN321_Cern.indd 52

9/26/12 6:00:11 PM


CAMPUS GEEK

No sentido antihorário: grafite destaca o prédio do Atlas, um dos detectores do colisor de partículas do Cern; o cientista da computação brasileiro Marko Petek acompanha os trabalhos do CNS, outro detector do LHC; corredor do centro de computação, onde os dados das pesquisas são processados; viveiro nerd exibe criação de mouses

Por causa do risco, o acesso a alguns dos galpões é controlado. No prédio do experimento Atlas, por exemplo, há uma passagem para o detector, que está a cerca de 90 metros abaixo da terra. Quando está em operação, se transforma em um lugar hostil: campo magnético elevadíssimo, radiação e temperatura de 270 graus negativos no interior. Computadores controlam os 11 aceleradores em funcionamento no Cern, em centros que funcionam sem parar. Todo pesquisador que passa uma temporada no Cern, não importa se graduando ou PhD, entra na escala de um centro de controle. A brasileira Andressa Sivolella, estudante de engenharia elétrica e computação da UFRJ, é um deles. “Temos de agir rápido, caso um equipamento falhe”, diz. Nas horas vagas, ela cuida de uma startup chamada Twist, que mantém com cinco sócios, também estudantes da UFRJ. Todos passaram pelo Cern. “Integramos todo tipo de banco de dados e usamos esse conhecimento para criar uma solução para o setor de logística”, afirma Andressa.

ilustrações

IN321_Cern.indd 53

evandro bertol

Muitas das invenções que surgem no Cern são concebidas em conjunto. “Juntamos histórias de vida, conhecimento e dividimos o trabalho”, diz o cientista brasileiro Marko Petek, integrante do experimento CMS, outro detector que pesquisa o bóson de Higgs. O trabalho no Cern começa oficialmente às 9 da manhã, mas não é incomum que pesquisadores estiquem no laboratório até a madrugada. Nas semanas que antecederam o anúncio do bóson de Higgs, a equipe do detector CMS varou muitas noites. “Ficamos pilhados, porque precisávamos revisar todos os dados e ter certeza do que seria anunciado ao mundo”, diz Petek. Nessa hora, a rotina dos pesquisadores é igual à de um médico. “Às vezes o celular toca de madrugada e preciso deixar minha esposa e meus dois filhos e correr para ver o que acontece”, diz Damazio. Em comum, os cientistas que passam pelos corredores do Cern têm um sonho: descobrir algo importante que deixe seu nome marcado na história da instituição e, quem sabe, virar placa de uma rua do campus. ↙

Os NúmerOs dO CerN CuriOsiDaDEs sObrE O CEntrO DE pEsquisa, COmO sua COnta DE Luz, DE us$ 30 miLHõEs aO anO

O calor gerado quando uma partícula bate em outra alcança cerca de 4 bilhões de graus centígrados

O LHC tem cerca de 150 milhões de sensores, para não deixar nada escapar quando uma partícula bate em outra

O Cern gasta 30 milhões de dólares ao ano com energia elétrica. É o equivalente a uma cidade de 1 milhão de habitantes

Em um ano, o Cern gera 15 petabytes de dados, equivalentes a uma pilha de CDs com 22 quilômetros de altura

Cerca de 10 mil pesquisadores de todo o mundo participam dos estudos do Cern. O complexo abriga 6 mil pessoas

Outubro 2012 INFO

/ 53

9/26/12 6:00:20 PM


/

s o v o n s o domínios o x e s o d que se reinventa. xo se Do a ri st Dú in a é , ca Depois Da músi cams. por trás eb w e o De ví De s te si a r os velhos DvDs Dão luga e faturam alto com qu s ze ri at e s re Do ma ra Deles estão prog lulares e reDes sociais ce , eb w ra pa to ul aD Do conteú n fotos joene knaus ma ifórnia, e paula roth

barros, Da cal / por fernanDo valeika De

54 / INFO Outubro 2012

IN321_Porno.indd 54

produção melissa thomé edição de imagem artnet digital

9/27/12 10:42:36 AM


IN321_Porno.indd 55

9/27/12 10:42:43 AM


o d a r e d i s n Co o rei do pornô, o ameriCano Steven Hirsch comandava em 2007 a produção de 60 filmes em DVD por ano, estrelados pelas mais belas atrizes do mercado. À frente do maior estúdio de conteúdo adulto do mundo, a Vivid Entertainment, Hirsch era o cara até ser engolido por uma nova concorrência. Uma onda de sites de sexo derrubou as vendas de seus DVDs e causou um baque tão grande nos negócios que alguns chegaram a declarar que a internet havia matado a indústria de filmes pornôs, assim como aconteceu com os CDs de música. Verdade, mas só para quem não soube se adaptar. Uma nova geração de empreendedores fatura alto criando conteúdo adulto para internet, tablets, smartphones e redes sociais. Na liderança desse grupo está Fabian Thylmann, um empresário alemão que controla algumas das maiores produtoras e sites do mercado de sexo. Sob o comando de sua empresa, a Manwin, estão nomes como Brazzers, Digital Playground, Xtube e Pornhub, para citar alguns. Se os donos da Vivid e da Playboy iniciaram a carreira em estúdios fechados, rodeados de belas mulheres, Thylmann entrou no mundo do sexo como programador. E a Manwin é, na sua própria definição, uma empresa de tecnologia. Sinal de que os tempos muda-

ram. “Não há mais volta”, afirmou a INFO Steven Hirsch, da Vivid. “Os DVDs, que há cinco anos somavam 70% do mercado, hoje são menos de um quinto e continuam em queda.” As produtoras de conteúdo adulto vivem a mesma crise que atingiu as gravadoras de música, com a queda das vendas dos CDs e sua substituição pela distribuição online. Além de pirateados em sites de torrents, os vídeos de sexo hoje inundam os chamados tubes, versões adultas que copiam o modelo de exibição e publicação do YouTube. Há ainda a explosão de páginas de webcams, a versão moderna do disk-sexo, na qual garotas tiram a roupa em troca de alguns dólares por minuto. Embora também vendam conteúdo online, os estúdios perdem feio para os tubes. Segundo a ferramenta de análise de tráfego Google DoubleClick Ad Planner, o site da Vivid tem 3,8 milhões de visualizações por mês. Já as páginas de tube do xHamster, por exemplo, são acessadas mais de 4,8 bilhões de vezes ao mês. “Há uma nova geração de internautas que não coloca sequer 1 dólar na mesa para ver sexo online”, afirma Peter Warren, editor-sênior da Adult Video News (AVN), publicação que há 27 anos cobre a indústria de filmes adultos. “Vivemos nosso pior momento.”

56 / INFO Outubro 2012

IN321_Porno.indd 56

9/27/12 10:42:52 AM


IN321_Porno.indd 57

9/27/12 10:42:58 AM


Fabian Thylmann, fundador da Manwin, discorda. “Crescemos 15% ao ano, sem contar as aquisições”, disse durante uma palestra na Internext Expo 2012, realizada em janeiro deste ano em Las Vegas. Juntos, os mais de 100 sites da empresa atraem cerca de 60 milhões de visitantes por dia, que equivalem a toda a população do Reino Unido. Embora não divulgue valores, estima-se que seu faturamento ultrapasse os 200 milhões de dólares ao ano, mais do que o dobro da Vivid em seus dias de glória. O segredo do sucesso? Entender as ferramentas de distribuição online dos novos tempos. Sua empresa possui páginas de cams, como a Webcams. com, e sete dos 20 maiores sites de tube da web, como Xtube e YouPorn. Neles, há uma mistura de conteúdo gratuito e pago, com imagens licenciadas de outras produtoras, cenas caseiras postadas por usuários e trechos de filmes da própria empresa. O grande tráfego desses sites os torna plataforma importante para divulgar lançamentos e observar tendências. Um exemplo? A Manwin sabe que os picos de acesso do Pornhub no Brasil acontecem às segundas-feiras, às 22 horas, e aos domingos à meia-noite, e que as estrelas mais buscadas no país são Lela Star e Sasha Grey. Essas informações são usadas para direcionar anúncios ou mesmo pautar suas produtoras que, juntas, gravam mais de 250 cenas de sexo por mês.

mArketing de AfiliAdoS Thylmann construiu um império baseado em aquisições. Com 17 anos, criava software para a coleta de dados de tráfego. Em 2006, começou a buscar oportunidades e adquiriu três pequenos sites europeus. Em menos de três meses, seu faturamento cresceu 50%. O truque é o mesmo usado pelos sites pornôs desde o início da década de 1990, uma técnica chamada marketing de afiliados. Consiste basicamente em pagar por publicidade a partir de resultados. Em vez de estabelecer um valor fixo por um banner em uma página, por exemplo, a remuneração é feita a partir do tráfego que ele gerar, ou dos

produtos e serviços comprados a partir daquele link. Isso significa que um usuário pode passar horas apenas nos vídeos gratuitos do Xtube, mas basta se interessar por um anúncio e clicar para dar dinheiro ao site. A Amazon foi uma das primeiras empresas de internet a usar a prática, na década de 1990, e tornou-se a gigante mundial das vendas online. A diferença é que a Manwin aperfeiçoou a técnica como poucas. “Temos duas equipes de vendas, com um total de 50 pessoas de TI e de design trabalhando para essas equipes”, diz Thylmann. A missão desses grupos é garantir o melhor resultado possível tanto para os anunciantes em suas páginas como para os banners que a empresa compra em outros sites. Uma das estratégias é mudar constantemente as páginas para as quais eles apontam, dando a sensação de novidade para o usuário e gerando dados para melhorar o posicionamento dos anúncios. A empresa desenvolveu um programa que permite aos próprios parceiros fazer essa rotatividade dentro de seus sites. Ele é uma variação de um software para controle de afiliados criado por Thylmann. Apelidado de Nats, tornou-se uma das mais utilizadas ferramentas da indústria.

mobilidAde e interAção Outra estratégia da Manwin é investir em múltiplas plataformas. A empresa controla o site e os canais de TV da marca Playboy e possui uma equipe de 30 pessoas dedicada a adaptar conteúdo a aparelhos conectados, como TVs, tablets e smartphones. Hoje, todas as suas páginas estão disponíveis na versão mobile, e são acessadas por mais de 4,5 milhões de pessoas diariamente em seus tablets ou smartphones. “Somente na América Latina, o mercado de conteúdo adulto mobile irá crescer de 54 milhões de dólares, neste ano, para 68 milhões em 2017”, disse a INFO Charlotte Miller, analista da empresa de pesquisa Juniper. O potencial é tão grande que já há quem foque o conteúdo quase que exclusivamente nessas plataformas.

AS peSSoAS que fAzem filme pArA ter SeuS 15 minutoS de fAmA São um problemA tão grAnde quAnto A pirAtAriA Mark SpIegler / Agente de atrizes do Vale de San Fernando

58 / INFO Outubro 2012

IN321_Porno.indd 58

9/27/12 10:43:06 AM


O REI DO SEXO O alemão Fabian Thylmann entrou para

o mundo do conteúdo adulto como programador. Fundou a Manwin, que classifica como uma empresa de TI. Seus mais de 100 sites têm 60 milhões de visitantes ao dia, a população do Reino Unido, e faturam 200 milhões de dólares ao ano

Autodenominada uma produtora geek, a americana Pink Visual aposta nas plataformas móveis. “Temos 2 milhões de acessos por mês e 50% do nosso tráfego é mobile”, disse a INFO Allison Vivas, a presidente da produtora. A Pink Visual também criou um serviço na nuvem que permite assistir filmes em múltiplas plataformas. O usuário desembolsa entre 3,99 e 5,99 dólares por uma cena curta que pode ser baixada e assistida quantas vezes quiser. A ideia de associar preço baixo a uma plataforma que permite o fácil acesso ao conteúdo foi justamente a fórmula encontrada pela Apple para ressuscitar a indústria fonográfica. O modelo de negócios do iTunes permite cobrar centavos ou apenas alguns dólares por uma música, o que fez o serviço estourar. O sucesso se repetiu na app store, que dá aos usuários a tranquilidade de comprar aplicativos sem medo de fraudes ou problemas de segurança. Copiada no modelo, a Apple mantém firme sua determinação de não aceitar conteúdo adulto em suas lojas. De olho nesse mercado, o inglês Stuart Lawley anunciou para 2013 o lançamento de uma grande loja virtual. Seu endereço? Milhares de sites que atuarem sob a chancela do domínio .xxx, o mais polêmico empreendimento

foto LLoyd “baddog” brown of www.PimPsPromo.com

IN321_Porno.indd 59

pornô dos últimos anos. Conhecido como “distrito da luz vermelha da web”, ele foi lançado ao público em dezembro do ano passado e funciona como um .com ou .net. A única diferença é que só entram sites de conteúdo adulto, como o www.porno.xxx. Mais de 225 mil endereços já foram registrados, a um custo anual de 60 dólares, contra 10 cobrados pelo .com. Alguns deles, considerados mais fortes, foram vendidos a preços especiais. Nomes como freeporn.xxx acabaram arrematados por valores entre 100 mil e 500 mil dólares. A ideia de Lawley é criar um sistema de micropagamento para diminuir os preços da pornografia. Ele unirá em um único processamento as compras de um mesmo cliente feitas em diferentes páginas do .xxx. É como se o domínio se tornasse uma grande loja, na qual todos os endereços diluem as taxas cobradas pelas operadoras de cartão. O sistema, inspirado no iTunes e na app store, garante que todas as informações pessoais fiquem com a ICM Registry, empresa de Lawley. “O usuário pode buscar pelos seus fetiches mais absurdos, porque o site não sabe quem ele é”, disse Lawley a INFO.

Search.xxx A ICM demorou cinco anos para obter a aprovação do .xxx na Icann (Internet Corporation for Assigned Names and Numbers), o órgão que regula a internet. Mas mesmo antes de ser lançado já era criticado pelos grandes nomes da indústria. As principais queixas dizem respeito ao preço e à insegurança que ele criou. Afinal, milhares de empresas se sentiram obrigadas a registrar um nome para defender suas marcas. Tanto que a Manwin move um processo contra a ICM e a Icann acusando o .xxx de antitruste. Lawley não nega que, do total de endereços, 80 mil tenham sido criados apenas de forma defensiva. Mas diz que as pessoas fazem acusações sem compreender direito o negócio. “Nós mesmos tiramos mais de 20 mil nomes de celebridades, sem nenhum custo, para evitar que alguém registrasse algo como bradpitt.xxx”, diz. A ICM também deu um prazo para que grandes marcas e países removessem seus nomes, evitando sites como Microsoft.xxx ou EUA.xxx. “Muitos governos enviaram centenas de combinações de palavras”, diz Lawley. Em tempo: o Brasil ainda não percebeu o constrangimento que o .xxx pode gerar e não se mexeu. Quanto ao custo, a explicação envolve o modelo de negócios do .xxx. Sua proposta é ser uma área onde o consumidor se sinta mais à vontade para buscar e comprar conteúdo adulto. Além de adotar critérios rigorosos contra imagens de menores de idade, a ICM fez uma

Outubro 2012 INFO

/ 59

9/27/12 10:43:10 AM


Pornô light Tudo começou na internet. Entediada com sua vida de produtora de TV, a inglesa Erika Leonard James, ou E. L. James, como assina, sentou na frente do computador e começou a escrever. Depois descobriu o fan fiction, sites em que fãs de um determinado livro (Crepúsculo, no seu caso) criam seus próprios contos ou histórias tendo o original como inspiração. Mas E. L. James estourou com o sexo apimentado entre o sádico Christian Grey e a estudante Anastasia Steele, sua parceira submissa, personagens centrais da trilogia erótica iniciada com Cinquenta Tons de Cinza. O livro tornou-se um fenômeno na web e no papel. Em seis semanas, foram vendidos 10 milhões de cópias em todo o mundo. No Brasil, vendeu 340 mil exemplares, entre julho e setembro. O livro foi o primeiro e-book a superar 1 milhão de downloads, e sua continuação, Cinquenta Tons Mais Escuros, segue no mesmo caminho. O ricaço Christian Grey, na faixa dos 28 anos, e a estudante Anastasia, 21, protagonizam cenas quentes de sadomasoquismo, descritas em pormenores por Erika. Ele usa e abusa de algemas, chicotes, vendas, surras e tudo o que causa dor e prazer. A trilogia pornô light agradou as mulheres, o maior público do livro, e agora vai virar filme.

IN321_Porno.indd 60

parceria com a empresa de segurança McAfee para escancear diariamente todas as páginas em busca de vulnerabilidades. Nada que grandes sites, como Playboy, Vivid ou as páginas da própria Manwin, não façam, mas o foco do domínio não está necessariamente nessas grandes empresas. Esperto, Stuart Lawley percebeu o potencial de unir pequenos sites para oferecer uma estrutura similar à dos grandes nomes. Filho de um motorista de ônibus e de uma dona de casa, ele tem tino para bons negócios. Após formarse em engenharia em Londres, Lawley fez uma fortuna considerável ao investir na internet no período da bolha. A empresa que criou, uma fornecedora de tecnologias para provedores, foi vendida por 240 milhões de dólares, em 2000. Com dinheiro de sobra, passou uma temporada à toa nas Bahamas e depois comprou a ICM e criou o domínio .xxx. Em setembro, sua empresa lançou o Search.xxx, um buscador tipo Google para as suas páginas. Hoje, como em todos os serviços web, ganha a briga quem está mais bem ranqueado nos sites de busca. Mais uma mudança que não tem nada a ver com o velho modelo de negócio dos filmes em DVD.

luz, câmera, ação Referência na produção de conteúdo adulto desde a época do cinema mudo, o Vale de San Fernando, na Califórnia, anda devagar. Até cinco anos atrás, centenas de estúdios disputavam atores e atrizes que ganhavam, por cena, algo em torno de 1 200 dólares. Estrelas como Briana Banks, uma quase sósia de Pamela Anderson, eram contratadas com exclusividade e faturavam até 100 mil dólares anuais. San Fernando, ao todo, lançava mais de 12 mil filmes em DVD por ano. Hoje, a região conhecida pelos apelidos de San Pornando ou Vale do Silicone tem menos de 40 estúdios que mal produzem 3 mil filmes por ano. Os contratos de longa duração são raros e atrizes desconhecidas podem ganhar míseros 400 dólares por cena, enquanto homens recebem 150. No Brasil não é diferente. Se em 2002 os filmes em DVD movimentaram 450 milhões de reais, em 2009 o valor não chegou a 100 milhões. Ironicamente, foi a própria indústria pornô que contribuiu para esse cenário. Desde o surgimento da web, os sites de conteúdo adulto estiveram na vanguarda da tecnologia. Das transmissões de streaming ao desenvolvimento de sistemas de pagamento online, essas páginas impulsionaram a evolução da internet e aumentaram a necessidade dos usuários de mais velocidade para o acesso. Uma pesquisa do Nielsen NetRatings aponta a pornografia e a pirataria como as responsáveis pelo aumen-

9/27/12 10:43:13 AM


bem na foto COm mIlhareS de SeGuIdOreS, aTrIzeS de fIlmeS adulTOS SaBem uSar aS redeS para Se prOmOver

Jenna Jameson 483 mil

Sasha Grey 352 mil

Twitter @SashaGrey

56 mil

Instagram sashagrey

Bree Olson 387 mil

Twitter @BreeOlson

Twitter @jennajameson

125 mil

Instagram jennajameson

25 mil

Instagram breeolsonverified

to da demanda por banda larga na Europa. Além disso, com mais velocidade, ficou mais fácil baixar e subir arquivos na rede, o que beneficiou todos os usuários e as empresas .com. Uma consequência direta desse novo cenário foi a entrada da concorrência pesada de conteúdo amador. Em sites como o Xtube, por exemplo, mais de mil novos vídeos são publicados todos os dias. A grande maioria caseiros. “A quantidade de gente que agora faz filmes para ter seus 15 minutos de fama é um problema tão grande para a indústria quanto a pirataria”, disse a INFO Mark Spiegler, considerado o mais ativo agente de atrizes do Vale de San Fernando. Nas três horas em que a INFO esteve em seu escritório, cinco garotas

Tori Black 205 mil

Twitter @misstoriblack

29 mil

Instagram misstoriblack

Jesse Jane 198 mil

Twitter @jessejane

30 mil

Instagram realjessejane

telefonaram procurando trabalho. Dado o cenário atual, a melhor opção para elas talvez seja iniciar uma carreira solo. A francesa Jessie Volt é uma das que pretende investir no mercado de apresentações por webcam. Loira, siliconada e já conhecida em San Fernando, ela fatura 17 mil dólares por 15 dias de trabalho. Mas, aos 22 anos, a atriz agenciada por Spiegler já traçou outros planos: quer montar seu próprio site, vender cenas de sexo por streaming e fortalecer o relacionamento com seus fãs nas redes sociais. Com 12 mil seguidores no Twitter, Jessie segue os passos de todas as atuais musas de filmes adultos. “Hoje quem não é famoso no mundo online não existe. É simples assim”, disse Jessie a INFO.

Outubro 2012 INFO

IN321_Porno.indd 61

/ 61

9/27/12 10:43:15 AM


Uma das mais conhecidas atrizes do momento é Jesse Jane, contratada com exclusividade pela produtora Digital Playground. Sua conta no Twitter é atualizada de hora em hora com novidades para seus mais de 197 mil seguidores. Na outra plataforma adorada pelas atrizes, o Instagram, Jesse divulga fotos e atrai visitantes para a sua página na web, a jessejane.com. “A internet ajudou muito a minha carreira, pois me tornou mais conhecida”, disse Jesse a INFO. As redes sociais aproximam as estrelas do público, que busca cada vez maior interação. Os cerca de 1 500 atores e atrizes mais assíduos no Twitter postam mais de 50 mil mensagens e 3 mil fotos por dia. Os números são da The Naughty Tweet Network, a primeira empresa dedicada à comunicação em mídias sociais do mundo pornô. Contando com outras personalidades, como garotas de webcam ou modelos, são mais de 4 mil os perfis monitorados. Com sede em Las Vegas, a empresa fornece consultoria para quem deseja fortalecer sua marca no mundo digital. Além disso, a Naughty Tweet Network fatura com 16 sites que agregam as postagens dos atores em uma única página. Basta acessar o Porn Star Tweet, por exemplo, para ler todas as mensagens publicadas pelas atrizes no microblog. “É um serviço que facilita a vida do usuário, já que ele não precisa necessariamente seguir as personalidades do mundo adulto”, disse a INFO Peter Housley, americano de 49 anos que criou o site em 2009. “Na época, as pessoas nem sabiam direito o que era Twitter, havia 17 atores e atrizes para seguir”, diz Housley. Com o sucesso da experiência, vieram outras páginas dedicadas a agregar conteúdo de perfis, como as de moças que se apresentam em webcams ou as das chamadas BBW, sigla em inglês para garotas grandes e bonitas.

Para quem quer ver apenas imagens, a empresa lançou o serviço Naughty Tweet, um grande painel parecido com o Pinterest que compila apenas as fotos tuitadas pelos atores e atrizes. As páginas atraem mais de 300 mil usuários únicos por mês e seu faturamento vem de patrocinadores e anunciantes. O projeto deu tão certo que foi expandido para fora do entretenimento adulto, com variações do agregador para o mundo dos esportes, por exemplo. “O grande diferencial da pornografia é a quantidade de conteúdo gerada constantemente”, diz Housley, que desenvolveu sozinho o código básico dos primeiros sites da empresa.

POr trás da weBcam O conhecimento de programação veio de experiências feitas na adolescência com um computador comprado pelo pai. Nascido no conservador estado americano da Geórgia, o guru dos tuítes adultos chegou a cursar alguns anos da faculdade de teologia até descobrir que não tinha vocação para padre. Arrumou emprego em uma empresa de software que acabou comprada pela IBM, onde trabalhou por 15 anos. Em 1998, largou tudo para se dedicar aos projetos adultos e, anos mais tarde, percebeu o potencial das redes sociais. “Hoje as atrizes ajudam na divulgação dos filmes. Com o Twitter conseguimos avisar todos os fãs da Briana Banks, por exemplo, que ela está em uma nova produção”, afirma Housley. Exibições na frente de webcams são outra forma de impulsionar a carreira dos famosos. Eles não são os únicos. O livejasmin.com, por exemplo, reúne mais de 40 mil moças e rapazes anônimos que cobram 1,99 dólares por minuto de performance. A partir de um índice de buscas, dá para selecionar aquelas que caem no gosto do público – baixas, gor-

Um bom legado a indústria do sexo teve pap

VIdeOcassete

lançado em 1976, foi boicotado pela indústria do cinema. os produtores de filmes pornôs viram como uma oportunidade 62 / INFO Outubro 2012

IN321_Porno.indd 62

mento de várias tecnologias el importante no desenvolvi

streamINg

em 1994, shows apimentados de um clube de amsterdã já eram transmitidos por streaming pelo site red light district

BaNda Larga

o desejo de baixar fotos e vídeos adultos foi um dos principais motivos para popularizar, em 2003, a conexão de alta velocidade na europa

PagameNtO eLetrôNIcO

na década de 1990, sistema da electronic card systems foi adotado pela indústria do sexo para a venda de conteúdo restrito

ilustrações wagner rodrigues

9/27/12 10:43:18 AM


Sexo virtual Seguro

dinhas, com unhas longas, de 18 anos Hirsch estima que os negócios online ou já avós. “Desde 2005, quando as já faturem 25 milhões de dólares anugrandes empresas começaram a comais, com potencial para triplicar com a UmA sérIE dE CUIdAdos dEvE prar esses sites, o esquema amador entrada de mais clientes e com a criasEr tomAdA Ao NAvEgAr Em sItEs dE CoNtEúdo AdUlto se profissionalizou”, diz um brasição de novos produtos, como aplicatileiro que prefere não se identificar e vos e games. que há 10 anos trabalha como agente BraSileirinhaS de modelos para sites de webcams. Clayton Nunes, dono da maior produEle começou por acaso, ajudanUsar o modo incógnito do tora adulta nacional, a Brasileirinhas, do uma ex-namorada. Hoje, é parnavegador para evitar que aposta em inovação para driblar a piceiro do site Flirt4Free e tem direito registros do acesso fiquem rataria. Em outubro deve colocar no a dez conexões de webcam. Em seu expostos. Para isso, os atalhos são Ctrl+Shift+N no ar um reality show transmitido na casting, trabalham apenas duas Chrome e Ctrl+Shift+P no web, A Casa das Brasileirinhas. Ele viu o brasileiras que seguem o mesmo Firefox e no IE número de acessos a seu site quadrupadrão de beleza das outras oito plicar nos últimos meses, fruto não moças do leste europeu. “Tem que só de investimentos em plataformas ser loira com peito grande. É isso o móveis, mas também do fechamento que os homens querem ver”, afirma. Antes de fazer um download, de um dos maiores sites de comparSeguindo seus conselhos, as moé prudente ativar o antivírus tilhamento de arquivos ilegais do ças chegam a fazer 5 mil reais por mês. para vasculhar o link mundo. “Após a prisão do dono do Isso considerando que é política do Megaupload [Kim Dotcom], os sites de site destinar às garotas apenas 30% tubes ficaram com medo e incluíram do dinheiro que geram. O restante ferramentas que facilitam a denúncia é dividido da seguinte forma: 50% Fornecer dados pessoais, e a retirada de vídeos do ar”, diz Nunes. para a página e 20% para o agente, como e-mail e o número de cartão de crédito, pode Mais de 10 mil filmes produzidos que usa o dinheiro para investir nas ser perigoso por sua produtora foram removidos meninas, comprando computadoem seis meses. “É um processo pareres, câmeras e pagando até cirurcido com a pirataria que inundava o gias plásticas. Além de cuidar do YouTube e hoje está controlada”, diz visual, as moças têm que garantir Nos smartphones e tablets Allison, da Pink Visual. Alvo de proa qualidade de acesso aos clientes. é preciso atenção com apps cessos, a Manwin afirma ter limpado Antes de serem liberadas para bateque prometem acesso grátis completamente seus tubes. A emprepapo, elas precisam comprovar que sa instalou um sistema que impede sua conexão de banda larga atingiu que material protegido seja postado o limite mínimo exigido pelo site. Diferentemente das atrizes pornôs, grande parte das em seus sites. Chamado de Vobile, ele rastreia as assinatugarotas das webcams não busca fama. Protegidas pe- ras digitais colocadas nos filmes pelas próprias produtoras. Na conferência em Las Vegas, Thylmann disse que a ação las paredes dos próprios quartos, elas têm como principal vantagem a distância dos clientes. No LiveJasmin e impactou a audiência, mas não o dinheiro. “A qualidade do no Webcams.com, por exemplo, quase 26% da audiência público que ficou é tão boa que, em termos de receita, comvêm dos Estados Unidos, onde há homens gastando mais pensou”. Aos que ainda duvidam que a pornografia tem fôde 100 mil dólares por ano com as performances virtuais. lego para dar mais uma guinada, vale colocar as coisas em Com números assim, não é de estranhar que os grandes perspectiva. A internet não matou a indústria da música, que estúdios tenham passado a investir nesse nicho. A Vivid se reinventou. O mesmo parece acontecer com a do sexo.↙ cobra entre 1 e 12 dólares o minuto de strip de mais de 1 800 garotas e oferece pacotes ilimitados de acesso a seus vídeos. LeIa maIs em www.INFO.abrIL.cOm.br/extras

1

2

3 4

Outubro 2012 INFO

IN321_Porno.indd 63

/ 63

9/27/12 10:43:20 AM


/

64 / INFO Outubro 2012

IN321_Locadoras.indd 64

9/26/12 11:13:31 PM


LOCADOrA virOu peçA De museu Disso você já desconfiava. A boa notícia: surgiram 12 serviços de streaming e download de filmes e programas de TV no Brasil, após a chegada da Netflix. Com preço e acervo variados, ficou difícil escolher a melhor opção. Para ajudá-lo, iNFO comparou a interface, a facilidade de uso e a qualidade de todos esses serviços que levam cinema e séries para a sua sala / Por Maurício Moraes e Luiz cruz / ilustração FeLipe Watanabe Outubro 2012 INFO

IN321_Locadoras.indd 65

/ 65

9/26/12 11:13:39 PM


Demorou.

Mas agora parece que é para valer. Os serviços de streaming e download de vídeos multiplicaram-se no Brasil após a chegada da Netflix. Até a TV Globo resolveu investir nesse mercado. No final de setembro, a empresa começou a testar o Globo TV+, que disponibiliza por streaming os principais programas da emissora. São tantas as opções, com diferentes modelos e preços, que ficou difícil escolher o melhor. Para ajudá-lo a decidir, submetemos 12 locadoras virtuais a um teste intensivo no INFOlab. Mergulhamos em cada um dos serviços para comparar interface, facilidade de uso, preço e informações apresentadas. Assistimos filmes e séries para avaliar a qualidade da reprodução, privilegiando o streaming pela web. Também catalogamos mais de 8,5 mil filmes, séries, documentários e programas de TV, somando todos os acervos analisados. Depois, extraímos as avaliações fornecidas por internautas no site IMDB, especializado em cinema, para checar a qualidade dos títulos. Também analisamos a quantidade e verificamos quem tinha conteúdo mais recente. A nota média do acervo de todos os serviços avaliados variou de 5,9 a 7,8, o que indica que há ainda muito o que melhorar. Embora alguns dos serviços exijam apenas 500 Kbps para funcionar, assistir transmissões com uma qualidade razoável exige ter uma conexão de banda larga de 2 Mbps, no mínimo. Para ver conteúdo em alta definição de modo confortável são indicados 4 Mbps. Veja, a seguir, a avaliação de cada locadora para escolher aquela que mais se encaixa em suas necessidades, e pode preparar a pipoca.

↘ NetFlIx Achar um filme dentro de um acervo de milhares de títulos pode ser uma tarefa ingrata. Mas o sistema de recomendação da Netflix usa inteligência artificial para indicar o conteúdo que mais tem a ver com o gosto pessoal do assinante. As sugestões são bem precisas. O serviço também é o único a trazer integração com o Facebook, útil para saber o que os amigos têm visto. Outra vantagem está no funcionamento em múltiplos dispositivos, de TVs conectadas a smartphones. Mas o catálogo poderia ser mais amplo, além de trazer mais filmes recentes. Nos testes do INFOlab, alguns títulos apresentaram falha de sincronia nas legendas. A Netflix renova seu acervo periodicamente, mas só avisa que algo sairá do ar com 30 dias de antecedência, pouco tempo para terminar de ver uma série, por exemplo.

↘ ituNes stOre A loja virtual da Apple permite a compra ou o aluguel de filmes e tem um catálogo muito bom e atualizado. A maior parte do conteúdo é recente. Cerca de 85% do total disponível foi exibido no ci-

nema entre 2000 a 2012. Cada um dos títulos traz avaliação e comentários de usuários. Isso ajuda a identificar o que escolher. Boa parte do acervo conta com versões em SD (480p) e em alta definição (720p e 1 080p). Feita a aquisição, pode-se ver o filme no computador ou em dispositivos da Apple. Filmes alugados podem ser transferidos do computador para o iPhone ou o iPad, por cabo, ou Wi-Fi, desde que estejam na mesma rede, com Compartilhamento Familiar ativado. Tudo isso, no entanto, custa bem caro. A iTunes Store tem preços muito altos, cobrados em dólar.

↘ NetmOvIes O serviço oferece planos combinados que permitem tanto o streaming como o aluguel de DVDs e Blu-rays. São as opções que valem mais a pena, porque o acervo é bem extenso e traz lançamentos e clássicos. A desvantagem é ter de esperar pela entrega, que só está disponível em algumas regiões do país. Embora o streaming siga o modelo da Netflix, a Netmovies cobra o mesmo preço por um catálogo online cerca de 36% menor, com um monte de filmes

66 / INFO Outubro 2012

IN321_Locadoras.indd 66

9/26/12 11:13:40 PM


RAIO X DOS cINeclubeS VIRTuAIS VEJA O QUE CADA SERVIÇO DE STREAMING E DOWNLOAD DE VÍDEOS, VIA INTERNET OU LIMITADO A ASSINANTES DE TV A CABO, TEM A OFERECER E FAÇA A MELHOR ESCOLHA Diferencial

Netflix

www.netflix.com.br

ituNes store bit.ly/itunes-store

Netmovies

www.netmovies.com.br

suNdaYtv

sundaytv.terra.com.br

saraiva digital bit.ly/saraiva-digital

globo tv+

www.globotvmais.com

cracKle

www.crackle.com.br

muu

muu.globo.com

teleciNe PlaY telecineplay.com.br

Hbo go

www.hbogo.com.br

Now

bit.ly/net-now

Tem o segundo maior acervo, ótima interface e excelente compatibilidade Acervo grande, com filmes mais recentes, e muito conteúdo em 1 080p Planos com aluguel de DVD e Blu-ray complementam bem o fraco streaming Oferece uma boa seleção de shows e conteúdo adulto. O aluguel tem preços justos Possui o maior acervo. Traz programas da Globo e aulas para concursos públicos Traz conteúdo da TV Globo horas depois de ir ao ar, incluindo novelas e futebol Não cobra nenhum centavo pelo conteúdo e permite incorporar vídeos a sites Vasta seleção de programas de TV e séries nacionais de canais da Globosat Catálogo extenso de filmes, com vários lançamentos, e interface bacana Interface bonita e funcional e acervo com séries de TV bem populares Bom acervo, aluguel descomplicado de filmes e muito conteúdo gratuito

sKY oNliNe

www.skyonline.com.br

Preços competitivos para o aluguel e, em alguns planos, acesso ao HBO Go

Compatibilidade

Preço (em reais)

Nota (6)

14,99/mês(4)

Custo/Benefício (7)

371

PC e Mac, TVs, consoles, Apple TV, Android, iOS e outros

Séries e programas de TV

PC e Mac (via iTunes), Apple TV e iOS

Aluguel: 6,05 a 10,09(3); compra: 20,21 a 40,45 (3)

Custo/Benefício (7)

Séries e programas de TV

PC e Mac, TVs (limitado), Android e iOS

24,90/mês(2)

Custo/Benefício (7)

Séries e Programas de TV

PC e Mac, TVs (limitado), Android e iOS

Aluguel: 1,90 a 14,90; compra: 0,99 a 54,90; Clube: 19,90/mês (4)

Custo/Benefício (7)

Séries e programas de TV

PC e Mac, TVs (limitado) e iOS

Aluguel: 3,90 a 9,90; compra: 5,90 a 44,90

Custo/Benefício (7)

Séries e programas de TV

PC, Mac e iOS

12,90/mês

Custo/Benefício (7)

Séries e programas de TV

PC e Mac, TVs (limitado) e Android

Gratuito

6,5

Séries e programas de TV

PC e Mac, Android e iOS

Gratuito. Plano NET FÁCIL (5): 39,90/mês

Custo/Benefício (7)

Gratuito. Plano NET Mais HD Telecine (5): 139,90/mês

Custo/Benefício (7)

Não tem

PC e Mac e iOS. Alguns títulos estão disponíveis no Now.

Séries e programas de TV

PC e Mac

Gratuito; Plano SKY Fit + HBO Max(5): 92,80/mês

Custo/Benefício (7)

Séries e programas de TV

Restrito ao conversor digital NET HD

Aluguel: 3,90 a 9,90; Now Clube: 14,90/mês

Custo/Benefício (7)

PC e Mac

Aluguel: 4,90 a 6,90; compra: 4,90 a 34,90; Clube: 19,90/mês (4); Plano SKY Fit (5): 52,90/mês (4)

Custo/Benefício (7)

Conteúdo Filmes

1 337

Filmes

1 280

Filmes

1 050

(1)

Filmes

1 249

Filmes

1 473

Filmes

Não tem

Filmes

99

Filmes

71

Filmes

983

Filmes

81

Filmes

1 008

Filmes

361

Séries e programas de TV

Não tem

47

843

203

8,3 8,3

151

Séries e programas de TV

7,4

Séries e Programas de TV

59

7,1 6,9

6,9 7,0

6,8 7,6

171

1 215

7,4

7,4

63

7

7,7

7,2 7,0

7,1 6,7

7,0 6,6

6,4 6,3

6,4 6,4

Acesso limitado a assinantes de TV a cabo (1) Acervo disponível pelo serviço de streaming. Havia 15 510 títulos em DVD e 1 897 títulos em Blu-ray para aluguel | (2) O plano permite o aluguel de 4 DVDs ou Blu-rays | (3) Valores convertidos em reais pela cotação de 18/09 do dólar (2,02 reais) | (4) A mensalidade tem desconto temporário para novos assinantes | (5) Plano mais barato que dá direito a acessar o serviço | (6) Média ponderada considerando os seguintes itens e respectivos pesos: compatibilidade (25%), acervo (40%) e usabilidade (35%) | (7) Calculado a partir do custo anual de cada serviço, incluindo assinatura mensal, quatro aluguéis mensais de lançamentos (dois pelo preço mais alto e dois pelo preço mais baixo) e preço do plano mensal de TV a cabo, quando for o caso

IN321_Locadoras.indd 67

Outubro 2012 INFO

/ 67

9/26/12 11:13:42 PM


pouco conhecidos. Os trailers exibidos na ficha técnica de cada filme são vídeos publicados por usuários no YouTube. Ao rodar vários deles, surge a mensagem de que foram removidos por violarem direitos autorais. O sistema de busca, que poderia ajudar a garimpar títulos de interesse, não funciona bem.

↘ SundayTv O Sundaytv é um serviço que reúne locação, venda ou streaming de conteúdo com mensalidade. Sua maior vantagem são os preços do aluguel, em média de até 6,90 reais. O acervo de filmes traz lançamentos e uma seleção de shows. Destaca-se ainda o Nightclub, área que permite alugar títulos adultos ou que pode ser acessada com o pagamento de uma mensalidade. O Vídeo Clube decepcionou. Seus títulos são diferentes dos disponíveis para locação e compra. Além de ter um acervo fraco, com um terço dos filmes da Netflix, após seis meses passa a custar 4,91 reais mais. Nos testes, numa conexão de 10 Mbps, o streaming perdeu a sincronia de áudio em dois filmes. Foi preciso reiniciá-los e voltar manualmente ao ponto onde ocorreu a falha para retomar a reprodução.

↘ SaraIva dIgITal Com conteúdo digital disponível para aluguel ou compra, a Saraiva conta com uma seleção de programas antigos da TV Globo. Há episódios de Os Trapalhões, As Cariocas e Força-Tarefa, entre outros. O serviço oferece aulas para quem vai prestar concursos públicos ou fazer o exame da OAB, vendidas por 5,90 reais cada. Seu acervo de filmes é o maior, e o aluguel tem preços justos, similares aos do Sundaytv. Mas são poucos os títulos em alta definição (720p). A interface web é muito desorganizada, o que não aconteceu ao usar o aplicativo. Muitos dos filmes são antigos e a maioria dos lançamentos só está disponível para compra, por preços que vão de 24,90 a 44,90 reais.

↘ glObO Tv+ O serviço é recomendado para quem não pode perder a novela ou a última rodada do Brasileirão. Exibe os programas e novelas da TV Globo horas depois de irem ao ar, por streaming. Reúne também telejornais e alguns títulos mais antigos da emissora, como as séries Os Normais e A Cura. Mas o catálogo é o menor de todos os serviços testados.

O acesso, ainda experimental, é feito pela internet ou por meio de um aplicativo para iOS. Custa 12,90 reais por mês e dá direito a um e-mail grátis, com 10 GB de armazenamento. A interface é limitada e não conta com lista para assistir mais tarde. Também não mostra classificação indicativa, e comerciais podem aparecer no início ou fim de cada exibição.

↘ CraCkle O Crackle não cobra pelo conteúdo. Nada mesmo. Basta fazer um cadastro para assistir os filmes e séries disponíveis. Quem paga a conta são os anunciantes, que compram o espaço publicitário anterior a cada exibição. O site também permite que um título seja incorporado a qualquer site. Com isso, dá para transformar uma página pessoal ou um blog em sala de cinema. A desvantagem do Crackle está no tamanho bastante reduzido do catálogo, o menor entre a locadoras virtuais testadas. Há pouco mais de 100 títulos disponíveis. A interface é bem básica, mas funciona. Pela web, os vídeos não têm alta definição e atingem no máximo 480p. Em algumas áreas, a tradução do serviço, de origem americana, está malfeita.

Tela quenTe

os cinco mais bem votados filmes e séries nos serviços de streaming e download de vídeos, segundo avaliação dos internautas no site imdb

68 / InFO Outubro 2012

IN321_Locadoras.indd 68

planeta terra

a escuta

Ano/ 2006 Nota/ 9,6 Onde encontrar/ Hbo go, netmovies (dvd/blu-ray), netflix e now (clube)

Ano/ 2002 Nota/ 9,5 Onde encontrar/ Hbo go

GaMe OF tHrOnes Ano/ 2011 Nota/ 9,4 Onde encontrar/ Hbo go e netmovies (dvd/blu-ray)

liFe Ano/ 2009 Nota/ 9,4 Onde encontrar/ netflix e netmovies (dvd/blu-ray)

BreakinG Bad Ano/ 2011 Nota/ 9,4 Onde encontrar/ netflix e netmovies (dvd)

fotos divulgação

9/26/12 11:13:44 PM


↘ Muu Fãs de programas dos canais GNT, Multishow, Combate e SporTV vão gostar do Muu. Embora o serviço de streaming seja gratuito, só está liberado para assinantes de TV a cabo da NET ou da CTBC que tenham ao menos um canal Globosat no plano. Há muito conteúdo nacional. Não faltam séries de culinária, shows ou documentários. Cerca de um terço do conteúdo está em alta definição (720p), o que é ótimo. Como o HBO GO e o Crackle, o acervo inclui uma seleção de apenas 71 filmes. Também há conteúdo adulto, mas falta um controle para evitar o acesso de crianças. Quando um programa desse tipo é aberto, aparece apenas um alerta na tela. A interface é limitada e não indica o que já foi visto, nem faz lista de conteúdo para assistir mais tarde. Faltam também informações mais completas nas fichas técnicas de cada item.

↘ TelecINe Play O Telecine Play não cobra pelo conteúdo. Para acessá-lo, porém, é preciso ter um plano de TV a cabo da NET, GVT ou Vivo com seis canais Telecine. O acervo de filmes é amplo e reúne quase mil títulos de quatro grandes estúdios: MGM, Paramount, Fox e Universal. Todas as informações estão bem organizadas e é possível compartilhar o que está sendo visto pelo Facebook, Twitter e Google+. A interface, bem intuitiva, traz fichas completas. Embora haja muito conteúdo, a navegação é simples. Basta clicar em um botão para montar uma lista de interesse a ser assistida mais tarde. Pela interface web, contudo, não há nada em alta definição. Assinantes da NET podem ver uma pequena parte do acervo de filmes pelo serviço Now e, nesse caso, uma parte dos títulos está em HD (720p).

↘ NOw

Embora o funcionamento de alguns serviços exija 500 Kbps, para assistir as transmissões com uma qualidade razoável, o ideal é ter uma conexão de 2 Mbps, no mínimo. Para filmes em alta definição, são indicados pelo menos 4 Mbps

Apenas assinantes de planos HD da operadora NET têm acesso ao serviço, que mistura locadora digital e streaming online. A seleção de filmes para aluguel é boa, mas o catálogo podia ser mais amplo. A reprodução funciona sem engasgos. Ao retroceder e avançar, contudo, a imagem congelou algumas vezes. O Now traz muito conteúdo gratuito, especialmente documentários e programas de TV de canais como GNT, SporTV e Multishow. Como o serviço só funciona no conversor da NET, é o mais limitado em compatibilidade. O Clube, que requer assinatura, é irregular: traz um acervo diferente, com algumas séries incompletas. A interface, confusa, dificulta a navegação. O aluguel de um lançamento (9,90 reais) é caro.

↘ SKy ONlINe

↘ HBO GO A interface intuitiva é o grande destaque do HBO GO, serviço de streaming da HBO. Assim como o Telecine Play, não é preciso pagar. O conteúdo está disponível só para assinantes dos planos HBO/Max Digital da SKY. Embora seja pequeno, o acervo é bem organizado e traz filmes (muito poucos), documentários e séries. Sucessos de audiência como Game of Thrones e True Blood estão lá. Com poucos cliques, dá para adicionar os títulos a uma lista de interesse e assisti-los depois. O recurso Series Pass alerta quando surgir um novo episódio de uma série. O player ajusta a qualidade do vídeo, que pode chegar a 720p (alta definição), dependendo da conexão. Há ainda uma pequena seleção de conteúdo adulto. O serviço tem aplicativos para iOS e Android, mas não dá para baixá-los no Brasil.

Como locadora digital, a SKY Online – restrita a assinantes da SKY – tem preços competitivos, semelhantes aos do Sundaytv e da Saraiva Digital. Só que a quantidade de títulos para alugar é menor, e não há nada em alta definição. Para compra, os valores chegam a 34,90 reais. O serviço só funciona pela web, por isso, para ver um filme na TV é necessário conectá-la ao computador. A SKY Online também oferece o Clube, cobrando mensalidade. Mas o catálogo de filmes, que é diferente do de locação, tem títulos pouco conhecidos. Para piorar, há séries incompletas. A interface é confusa e os recursos, limitados. Falta conteúdo gratuito. O acesso é liberado para Watch ESPN e Campeonato Espanhol. Assinantes dos planos HBO/Max Digital podem entrar no HBO GO. O PremiereFC.com cobra mensalidade. ↙ leIa MaIS eM www.INFO.aBrIl.cOM. Br/exTraS

Outubro 2012 INFO

IN321_Locadoras.indd 69

/ 69

9/26/12 11:13:44 PM


/

70 / INFO Outubro 2012

IN321_Social Commerce.indd D.indd 70

9/26/12 3:22:28 PM


C u rt i r

NO sOCial COmmerCe, O pONtO de partida é Cativar

C Om pr a r

as redes sOCiais traNsfOrmam-se em lOjas virtuais

amar

a reCOmeNdaçãO dOs amigOs vale COmO publiCidade

/ Por Juliano Barreto

ilustração artnet digital

Outubro 2012 INFO

IN321_Social Commerce.indd D.indd 71

/ 71

9/26/12 3:22:30 PM


Um paletó da última cOleçãO armani cUsta 5 305 reais nO site Oficial da grife italiana. É para poucos. Mas não custa um centavo clicar na foto

do paletó e curtir ou compartilhar, quando a pessoa tem simpatia pela marca e quer indicá-la aos amigos. Baseado nessa lógica, tão simples quanto inexplorada, começa a surgir uma promissora geração de serviços híbridos formada por comércio eletrônico e rede social, o chamado social commerce. O paletó é caro demais e poucos vão compartilhar? Então imagine essa lógica aplicada a um tênis, uma capinha para smartphone ou um livro interessante com o qual você esbarrou ao ver os posts de seus amigos nos murais online. As duas primeiras startups a experimentar com sucesso o social commerce foram as redes Pinterest e The Fancy. Elas usam uma mistura bem-feita de álbum de fotos com loja virtual em que o público serve como curador, divulgador e cliente ao mesmo tempo. Após se cadastrar em um desses sites, o usuário clica nas fotos de que mais gostou entre várias imagens de produtos e, a partir daí, começa a ver sugestões de outros itens semelhantes. A mágica? Junto das belas imagens sempre há uma etiqueta com o preço e o link para comprar o produto. Está aí uma forma interessante de transformar a audiência gigantesca das redes sociais em dinheiro. O americano Joseph Einhorn, fundador e presidente da rede The Fancy, evita o rótulo Facebook de ofertas. “Para muitos o jeito mais fácil de entender nosso conceito é nos comparar com o Facebook”, disse Einhorn a INFO. “Mas somos um serviço de vendas. Essa comparação já não serve.” O mesmo vale para a rede baseada em fotos e recomendações Pinterest, transformado rapidamente em um mercado de produtos descolados que, mesmo quando não são vendidos diretamente pelo site, podem ser desejados por seus 10 milhões de usuários.

De acordo com a consultoria americana RichRelevance, que atende aos varejistas Walmart e Sears, as compras iniciadas no Pinterest têm valor médio de 179 dólares, contra 80 e 68 dólares de compras que começaram no Facebook e no Twitter, respectivamente. “O Pinterest está superando o Facebook em inovação no comércio eletrônico”, afirma Léo Cid Ferreira, CEO da agência AD.Dialeto, responsável pela presença virtual de marcas como Marisa, Etna e Vivara. “Nessa nova rede, as informações sobre produtos estão mais organizadas, e muita gente usa o site para criar uma pasta chamada Coisas que Quero”, afirma. Para grifes de luxo como Armani, Gucci e Stella McCartney, o modelo do social commerce tem mais a ver com cativar possíveis consumidores do que com vendas imediatas. No site da marca Oscar de la Renta, por exemplo, os produtos à venda são acompanhados de botões para serem compartilhados no Facebook, no Twitter, no Pinterest e no The Fancy. A diferença é que, usando essas duas últimas opções, o consumidor pode ir além do ato de curtir e dizer a seus amigos virtuais que deseja comprá-lo, procura produtos semelhantes ou mesmo já comprou o produto.

O FACEBOOK VEM AÍ Muitos apostam que em breve o Facebook anunciará os botões Querer e Tenho, para aproveitar a onda do comércio social. Isso não deve demorar a acontecer. O programador americano Tom Waddington descobriu que o site de Zuckerberg já tinha pronto um botão com a inscrição Querer no meio do código Javascript de um de seus plug-ins oficiais. Por isso, a pergunta mais adequada é quando o Facebook vai entrar no jogo e não se vai entrar. “As pessoas compartilham todas as coisas boas e ruins nas redes sociais. Por isso cada experiência é importante e a recomendação dos amigos é mais relevante que a propaganda”, afirma Luca Cavalcanti, diretor dos canais digitais do Bradesco Dia & Noite. O ShopFácil, braço de e-commerce do banco, apostou em um aplicativo dentro do Facebook que gera descontos. Funciona assim: o consumidor instala o aplicativo e escolhe o produto que vai curtir, compartilhar e talvez comprar. Quando aquele produto alcança o número preestabelecido de curtir é enviado um post, liberando o item para a venda. Para acelerar o processo, o usuário deve também compartilhar seu desejo de compra. Um contador ao lado do produto mostra quantas pessoas faltam curtir para alcançar o preço com desconto. “Dessa forma, também conseguimos adaptar melhor as ofertas ao público”, diz Cavalcanti.

72 / INFO Outubro 2012

IN321_Social Commerce.indd D.indd 72

9/26/12 3:22:30 PM


O modelo social de comércio eletrônico é também um bom negócio para os pequenos comerciantes e fabricantes, pois desempenha o papel de propaganda qualificada e gratuita. Qualquer empreendedor pode postar seus produtos nas redes sociais e esperar que sejam divulgados e comprados pelos amigos e os amigos dos amigos. “É uma porta de entrada para empresas pequenas e, principalmente, para o empreendedor individual. Temos muitos exemplos de pessoas que organizam festas ou promovem cursos e ganham cerca de 1 mil reais por mês”, afirma Ricardo Grandinetti, gerente de produto da LikeStore, empresa brasileira que permite a criação de lojas virtuais dentro do Facebook. A vantagem desse tipo de e-commerce é atingir um público que está genuinamente interessado em determinado produto, criando bazares online em vez de bombardear com propaganda os usuários de redes sociais. O Pinterest, por exemplo, tem uma população de usuários dominada por mulheres (79%) e as fotos mais compartilhadas são as das categorias joalheria, flores, presentes, cosméticos e perfumes. Outra tendência que começa a aparecer em nichos específicos são as lojas sociais, como a brasileira Elo7 (elo7.com.br) e a americana Etsy.com, que reúnem roupas e artesanato com um toque alternativo, e o Fab.com, um site americano que vende acessórios, móveis e brinquedos com design voltado a um público mais preocupado com sofisticação do que com preço. Nos três exemplos, além do clima de feira descolada, é possível ver por todos os lados os botões para compartilhar os produtos pelo Pinterest. Mais que concorrentes, lojas e redes sociais tornaram-se parceiras que fazem parte de um mesmo ciclo.

SEM MEDO DE COMPRAR Se a propaganda dentro das redes sociais é sempre tratada como tabu – veja a demora do Twitter em definir seu modelo de publicidade e a cobrança para que o Facebook adote políticas de privacidade mais transparentes –, essa nova geração de lojas sociais não sofre com a rejeição do público. “Usar a senha do Facebook para fazer compras num site novo aumenta as chances de conversão. Ninguém mais tem tempo de criar novas contas”, diz Léo Cid Ferreira, da agência AD.Dialeto. O ambiente da rede social, embora carregue toneladas de informações pessoais, parece ser mais acolhedor para o consumidor, que, afinal, passa boa parte de sua vida online dentro desse tipo de site. Luca Cavalcanti, do Bradesco, diz que segurança não é um problema dentro do Facebook. “Em nenhum momento as informações ficam armazenadas ou expostas”, afirma Cavalcanti. Esse amadurecimento é essencial para que as lojas sociais não percam a curva de crescimento que as redes sociais ainda terão no Brasil. De acordo com a empresa de pesquisas eMarketer, o Facebook atingirá 48% dos brasileiros online neste ano e chegará a 71% no ano de 2015. Isso se até lá um novo serviço social não atropelar o Facebook e conquistar seu espaço. Os especialistas em e-commerce ouvidos por INFO afirmam que será cada vez mais comum a decisão de compra ser tomada em várias etapas. Elas necessariamente vão envolver a internet, o celular, as redes sociais e também as lojas físicas. O fato novo é que terá cada vez menos peso a ordem dessas etapas. Quem comprar um paletó Armani poderá fazer a escolha após por ter visto a peça numa propaganda do Facebook, num board do Pinterest ou na vitrine de uma loja do shopping.

VENDAS SOCIAIS

Como funcionam os quatro principais sites

Pinterest Baseado em imagens, a rede lançou a tendência das vendas sociais. Seu valor de mercado passa de US$ 1 bilhão

TheFancy Semelhante ao Pinterest, traz como diferencial a opção de exibir aos amigos os itens já comprados

Fab.com Especializado em itens customizados, seu enfoque é a sofisticação e o design dos produtos

Facebook A maior rede do planeta deve entrar no social commerce em breve, usando o botão Querer junto ao Curtir

Outubro 2012 INFO

IN321_Social Commerce.indd D.indd 73

/ 73

9/26/12 3:22:31 PM


/

EstoquE dE idEias COm reCeita estimada em r$ 1 bilhãO, a NetshOes é uma das maiOres Operações de COmérCiO eletrôNiCO dO brasil. O segredO dO suCessO? uma fOrte Cultura de iNOvaçãO que estimula a geraçãO de ideias em tOdas as partes da empresa

Produtos customizados

/ Por Marcus Vinícius Brasil / foto alexandre BattiBugli 74 / INFO Outubro 2012

IN321_Netshoes.indd 74

9/26/12 5:16:47 PM


Robô no atendimento

Sistemas de gestão

Consultor especializado

Esteiras com sensores

NetshOes Fundação / Em 2000, como loja convencional Fundador e presidente / Marcio Kumruian Faturamento / 1 bilhão de reais em 2012 Onde atua / Brasil, Argentina e México Funcionários / 1 650 Centros de distribuição / 3

Outubro 2012 INFO

IN321_Netshoes.indd 75

/ 75

9/26/12 5:16:56 PM


setembro, quem chegava à recepção do edifício de 11 andares onde está instalada a sede da Netshoes, em São Paulo, encontrava uma placa retangular presa ao teto, sobre as duas catracas de acesso. Nela lia-se em letra garrafais: “Grandes ideias passam por aqui. Mande a sua para nós”. O convite para o 1º Prêmio de Inovação da empresa, uma das maiores no comércio eletrônico brasileiro, focada em itens esportivos e de lazer, tinha como objetivo estimular os funcionários a melhorar o negócio. Todo tipo de ideia era bem-vinda: um modelo mais econômico de copo plástico para os bebedouros, uma nova ferramenta que facilitasse a navegação ou sugestões para acelerar processos no departamento de recursos humanos. Os donos dos oito melhores projetos dividiriam 27,5 mil reais em dinheiro e mais 1 mil reais em vales-compras. Esse chamado à inovação podia ser encontrado em todas as instalações da Netshoes. No elevador da sede, um calendário fazia a contagem regressiva para a data limite de envio. Em corredores e murais de outro prédio da empresa, a poucos metros de distância

dali, pôsteres estampados com retratos de gênios como Steve Jobs, Albert Einstein e Santos Dumont promoviam o concurso. O mesmo acontecia com os protetores de tela dos computadores nas estações de personalização de camisas e chuteiras no centro de distribuição, em Barueri, na Grande São Paulo. O resultado? Mais de um terço dos 1 650 funcionários contribuíram com projetos. O prêmio não é uma ação isolada. Mas um retrato da cultura de inovação que permeia a Netshoes, como uma ferramenta essencial ao crescimento. Inovar é um verbo repetido como um mantra por integrantes da diretoria, instrutores da central de atendimento, supervisores de estoque e funcionários da comunicação. A cobrança

em relação a novas ideias começa no alto comando. O presidente e cofundador, Marcio Kumruian, é descrito pelos funcionários como um visionário extremamente atento aos detalhes. Da implementação de um novo sistema de troca de produtos à instalação de telhas transparentes e exaustores no centro de distribuição, ele acompanha e direciona as mudanças da empresa. Foi assim que a Netshoes criou e passou a usar algumas das tecnologias mais interessantes disponíveis no comércio eletrônico brasileiro. Um exemplo? O sistema Shoefitr, que mapeia o interior de calçados e compara seu tamanho com o de outros modelos do mesmo número. Ele funciona com uma placa de sensores sobre a qual o tênis é colocado. Há um braço mecânico com outro sensor na ponta. Um funcionário “pinta” a palmilha e a fôrma enquanto um software gera o modelo digital. Essa base serve para o cálculo do tamanho, que é cruzado com o de outras marcas, e para os moldes 3D exibidos no site. “Estamos na era do comério eletrônico 3.0, em que o consumidor é o rei”, diz José Rogério Luiz, vice-presidente de planejamento da Netshoes. Soluções tecnológicas também resolvem dúvidas de clientes. No atendimento online, um robô usa uma base de perguntas

Com foco em inovação, a Netshoes usa, para agilizar o atendimento, um sistema que compara tamanhos de tênis e um robô que analisa questões frequentes

76 / INFO Outubro 2012

IN321_Netshoes.indd 76

9/26/12 5:17:05 PM


produção criativa No sentido horário: funcionário registra produto no centro de distribuição da Netshoes em Barueri, na Grande São Paulo; mais cuidadosas, apenas mulheres trabalham no setor de embalagens de produtos; chuteiras e luvas de goleiro ganham bordados customizados a pedido dos clientes. No topo, detalhe da decoração da sede em São Paulo

Outubro 2012 INFO

IN321_Netshoes.indd 77

/ 77

9/26/12 5:17:29 PM


inspiração/ Pôsteres de gênios como o físico Albert Einstein convidam funcionários a sugerir ideias inovadoras para melhorar o negócio da empresa

Cerca de 250 funcionários atuam na área de tecnologia e inteligência da Netshoes. Isso representa 15% do quadro total da empresa

e respostas frequentes que pode ser acessada a partir de uma ferramenta de busca online. Cerca de 40% dos problemas dos consumidores são solucionados com o sistema. “Essas inovações diminuíram o tempo de atendimento. Ter um call center próprio também é um diferencial”, afirma Juliana Pires, gerente da central de relacionamento. Fundada no ano 2000 como um pequeno comércio de artigos esportivos na Rua Maria Antônia, no centro de São Paulo, a Netshoes decolou como foguete a partir de 2007, ano em que foram fechadas suas sete lojas físicas. De lá para cá, a empresa registra um crescimento de 136% ao ano. O faturamento também deu um salto, passando de 155,9 milhões de reais, em 2009, para

1 bilhão em 2012, já incluídas as operações de Brasil, Argentina e México. Dentro da empresa é tido como certo que esse espírito inovador é essencial para manter os bons resultados e um crescimento entre 25% e 30% até 2017.

PessOas e INvestImeNtO Questionado sobre estratégias para manter a qualidade do serviço de atendimento enquanto a operação se expande rapidamente, José Rogério Luiz escreveu numa folha em branco sobre a mesa uma única palavra: inovação. Mas uma cultura baseada no novo não nasce da noite para o dia. É preciso mão de obra especializada e, principalmente, investimento. Na área de tecnologia e inteligência da Netshoes, cerca

de 250 pessoas trabalham de forma dedicada. Representam 15% do quadro total de funcionários da empresa, ou o mesmo número de empregados de toda a Netshoes em janeiro de 2010. Esses profissionais são responsáveis pelo aperfeiçoamento da plataforma de venda online, pela melhoria da experiência do usuário e por uma integração mais eficiente entre os vários sistemas de informação que mantêm a logística de entrega funcionando. Um exemplo de como essa rede tecnológica funciona integrada é o centro de distribuição de Barueri, na Grande São Paulo. Instalado numa área de 20 mil metros quadrados nas proximidades da Rodovia Castelo Branco, à primeira vista o galpão mais parece um bunker. Na portaria, a comunicação com os funcionários da recepção é feita por um interfone instalado numa parede de concreto. Na passagem de veículos, pelo menos dois seguranças armados revistam os carros que entram e saem do pátio, onde se enfileiram dez docas de entrega e retirada de produtos. Três sistemas de gestão operam paralelamente no centro de distribuição. Eles são utilizados pelos aproximadamente 500 funcionários que se dividem em sete times, entre recebimento, armazenagem, faturamento e embalagem. O primeiro sistema é o software de administração de estoque, que cuida do registro dos produtos recebidos e de sua organização em cada setor do galpão, que tem dois andares e uma estrutura metálica que se projeta até o teto, dez metros acima do solo, com ruas e corredores. Funcionários equipados com

78 / INFO Outubro 2012

IN321_Netshoes.indd 78

9/26/12 5:17:35 PM


pistolas digitais, rodando esse mesmo programa, registram a posição de cada item em suas respectivas prateleiras. Assim fica fácil saber onde estão quando precisam ser retirados do estoque e enviados ao consumidor. Lotadas de tênis e camisas, caixas deslizam sobre um conjunto de 13 quilômetros de esteiras, que serpenteiam toda a central, organizada por um segundo software de controle de fluxo. Sensores liberam ou bloqueiam determinada linha para garantir que a área de embalagem não fique amontoada. Por último, os objetos são registrados no sistema de faturamento da Netshoes e, antes de despachados para os Correios e as transportadoras, são embalados por um time composto exclusivamente por mulheres. A meta é empacotar os pedidos em duas horas, após a confirmação do pagamento. Além desse centro de distribuição, existe outro em Itapevi, também na Grande São Paulo, onde são armazenados produtos maiores, como mesas de bilhar e bicicletas, e um terceiro começa a operar no Recife (PE). Melhorias na logística estão sempre na mesa de discussão, como o aumento do uso de esteiras nos galpões e atualizações de software para tornar mais eficiente a relação com as transportadoras. “Estamos sempre pensando em novas maneiras de tornar os processos mais práticos”, afirma Márcio Chammas, gerente de logística. Foi para gerir a expansão que chegou à empresa, em junho último, José Rogério Luiz, vindo da empresa de software Totvs. O objetivo de Luiz é manter a qualidade da operação à medida que ela cresce e, no longo prazo, fazer da Netshoes uma referência mundial na área de lazer e bem-estar. “Para que isso aconteça, inovação é fun-

ilustrações

evandro bertol

IN321_Netshoes.indd 79

Isso sIm é Inovar AlgumAs dAs novidAdes criAdAs pelA equipe dA netshoes que AjudAm nA horA dA comprA

shoefitr

tecnologia que compara o tamanho de diferentes modelos de tênis

damental”, diz. A Netshoes está anos à frente da concorrência graças ao foco digital que foi estabelecido em 2007. Enquanto uma loja tradicional precisa aumentar sua estrutura e o número de vendedores no mesmo ritmo de crescimento da clientela, uma empresa de e-commerce pode concentrar recursos na melhoria dos serviços de tecnologia, atendimento e logística. “Essa segunda geração do varejo online brasileiro vive em estado beta permanente”, diz Ludovino Lopes, presidente da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico. “Boa parte de seu trabalho está na área de pesquisa e desenvolvimento.”

cONsumIdOr exIgeNte

Vendedor ideal

consultores especializados, esportistas e educadores físicos auxiliam os clientes

atendimento automático

FAq com tecnologia semântica, que busca num banco de dados respostas às dúvidas dos clientes

Mas há desafios que precisam ser vencidos no mundo real, onde estradas ruins e infraestrutura precária não se resolvem com linhas de código. “Conforme a expansão se espalhar por regiões como Manaus, Rio Branco e Amapá surgirão problemas logísticos e gargalos que precisarão ser resolvidos”, afirma Lopes. O amadurecimento do consumidor deve ser outro foco de atenção, na opinião de Jorge Inafuco, consultor da PricewaterhouseCoopers. “A transformação digital chegou para valer e é democrática”, afirma Inafuco. “Esse consumidor está evoluindo e ficará mais exigente. Talvez algumas empresas ainda não tenham percebido isso.” As operações de e-commerce que entenderem essas novas necessidades e forem capazes de driblar de maneira criativa os problemas vão conquistar o sucesso sustentável. A equipe da Netshoes está segura de que se manter firme com respeito ao espírito inovador é o modo mais seguro para esse futuro. LeIa maIs em www.INFO. abrIL.cOm.br/extras

Outubro 2012 INFO

/ 79

9/26/12 5:17:36 PM


No topo das buscas Como melhorar a relevânCia dos blogs e sites nas páginas de pesquisa do google para ganhar mais tráfego e destaque

Mapa do site

Uma forma de facilitar o trabalho do Google é montar um mapa das páginas do site. Para blogs que usam o Wordpress, o plug-in Google Sitemap Generator (abr.io/sitemapgenerator) é perfeito. Ao criar um post, ele é adicionado ao mapa e notifica o Google, para que o blog seja marcado para indexação.

Ligado nas redes

O Google indexa links para sites em posts do Twitter e do Facebook, o que dá mais credibilidade ao conteúdo. Assim, é bom usar um plug-in ou barra para que os internautas enviem o conteúdo às redes.

80 / INFO Outubro 2012

IN321_Dicas.indd 80

Uma opção é o ShareThis (abr.io/sharethisweb). O site mostra como gerar um código HTML a ser adicionado às páginas ou ao blog, no serviço Blogger.

Capriche nos plug-ins

Além de plug-ins de uso geral, há opções voltadas às práticas de SEO. Um dos melhores para Wordpress é o All in One SEO Pack (abr.io/seopack). O plug-in gera as melhores metatags para busca de forma automática, além de mexer nos títulos dos posts para facilitar sua indexação. Ele se integra ao Google Analytics e ajusta as URLs para que fiquem mais legíveis e mais fáceis de serem indexadas.

ilustração

iamana

9/26/12 12:10:56 PM


com o botão direito ganhe produtividade no WindoWs usando o lado de lá do mouse para realizar tarefas diferentes

Domine a barra de tarefas

Vários aplicativos mostram atalhos para as funções mais comuns ao clicar com o botão direito do mouse em seu ícone na barra de tarefas. No Chrome, por exemplo, é possível visualizar os sites mais navegados. Se quiser os atalhos normais de janelas (ordenar, fechar, mover, entre outros), pressione junto Shift.

Para qualquer pasta

Ao clicar com o botão direito do mouse num arquivo no Windows Explorer surge a opção Enviar Para, que permite mover o item para outro drive ou pasta, ou abri-lo. É também possível personalizar esse menu. No campo de endereço do Windows Explorer, tecle shell:sendto. Clique com o botão direito numa área vazia ao lado direito da janela e acesse Novo > Atalho. Aí é só criar um atalho para um programa ou para a pasta escolhida.

Ajuda de um programa

Se os truques do Windows não são suficientes, o programa Right Click Enhancer (abr.io/rcenhancer) permite criar atalhos. Basta instalá-lo e escolher um dos itens da janela inicial. Clicando em Right Click Tweaker, por exemplo, é possível adicionar atalhos para editar o arquivo com o Bloco de Notas e criar uma lista em texto com todos os itens selecionados.

O YOuTube é NOssO

O celular virOu um Kinect É possível controlar funções de seu smartphone ou tablet com gestos. veja como fazer

Movimentos no Android

Um dos melhores programas para quem quer usar gestos no smartphone é o Flick Widgets (abr.io/flwidgets). Ele permite abrir uma lista com os contatos e reduzir o volume do som, por exemplo. O Tasker (abr.io/taskerandroid) é outro aplicativo que permite criar ações personalizadas por meio de gestos. Funciona só em celulares com Android.

Controle de iluminação

Há um programa para Android que ajuda a reduzir ou aumentar a iluminação da tela do celular com um gesto. Chama-se Brightness Motion (abr.io/ bmotion). Uma mexida no smartphone para a esquerda reduz a iluminação da tela. Para a direita aumenta. É gratuito.

Mande no som

O uso de gestos pode ser útil para alternar entre faixas de música quando se está dirigindo, por exemplo. Basta um toque no aparelho para passar à próxima música. Há vários programas para essa tarefa, como o Car Tunes (abr.io/ cartunes), no iOS, e o PlayerPro Music Player (abr.io/playerpro), para Android.

com pc ou smartphone dá para baixar vídeos de um canal, lista ou usuário e assistir quando quiser

O Direct YouTube Downloader (abr.io/dydownloader) permite baixar os vídeos de um canal ou de uma lista de reprodução. Depois de instalar, rode-o e cole a URL da lista de reprodução, canal ou usuário no primeiro campo. Pressione Load e espere que ele liste os vídeos. Daí pressione Download. Apesar de na maioria dos smartphones haver apps para ver o conteúdo do YouTube, há opções para quem quer acesso offline. No iOS, o melhor é o TubeBox (abr.io/tubebox). No Android, o TubeMate Downloader (abr.io/tubemate) tem os mesmos recursos do TubeBox.

ilustração

IN321_Dicas.indd 81

renato quirino e lucas gehre

Outubro 2012 INFO

/ 81

9/26/12 12:11:02 PM


PLANETA - 539096.indd 82

26/09/2012 10:25:01


Smartphones / 84 Tablets / 86 Fones de Ouvido / 88 テ「dio e Vテュdeo / 90 Notebooks / 92 Cテ「meras / 94 Acessテウrios / 96 Para Gamers / 98 / fotos Rafael evangelista

IN321_Teste_Menu.indd 83

9/26/12 11:13:33 AM


guia tech

|

es n o h smartp

Androids que cAbem no bolso Testamos cinco opções para quem busca um smartphone básico ou modelos de primeira linha que não custam mais do que 1 249 reais / Por AirTon Lopes, CAuã TAbordA e GiovAnA penATTi

ha EscOl

conteúdo poR wi-fi o aplicativo allShare facilita a reprodução de vídeo do S II Lite na tela da TV

1

2

ou

tubro 20

Galaxy S II Lite / SamSung A Samsung pode ser acusada de muitas coisas, menos de privar o consumidor de smartphones sofisticados de faixas de preço variadas. Por 899 reais, o Galaxy S II Lite está um degrau acima dos Androids intermediários e alguns abaixo de aparelhos como o Galaxy S II (1 699 reais) e o Galaxy S III (2 099 reais). Apesar disso, quem espera uma tela de boa qualidade, fluidez na transição de menus e força para rodar vários aplicativos simultaneamente sem engasgos ficará satisfeito com o LCD de quatro polegadas e o trabalho do processador de dois núcleos do S II Lite. O conjunto é bem afinado e, nos testes do INFOlab, não exigiu demais da bateria. A memória interna tem 8 GB, uma boa capacidade. Porém, apenas metade fica disponível para o usuário preencher com arquivos de vídeo, música e imagem. Outras diferenças do S II Lite para os Androids mais poderosos são a câmera mais modesta, a impossibilidade de aproveitar ao máximo a velocidade das redes HSPA+ e o sistema na versão 2.3, sem previsão no Brasil de upgrade para a 4 ou a 4.1. 3g / android 2.3 / Cortex a9 1 gHz dual core / 8 gB + microSD / Tela de 4” / Câmeras de 5 mP e 1,3 mP / 119 g / 9h19min de bateria(1) AvAliAção técnicA: 8,3 custo/benefício: 7,6

/ R$ 899(2)

84 / INFO Outubro 2012

IN321_Teste_Smartphones e celulares.indd 84

(1) Duração medida com o aparelho em chamada e com Wi-Fi e Bluetooth ativados (2) Preço do aparelho sem planos de voz e dados

9/25/12 5:56:29 PM


Galaxy Y / SamSung Básico e compacto, o Galaxy Y é um Android para quem prefere aproveitar o tempo no ônibus, em salas de espera ou no intervalo das aulas vendo TV no celular, em vez de navegar na web, jogar ou mexer em aplicativos. Só que o tamanho e a qualidade da tela estão longe do ideal para aproveitar da melhor forma a sintonia de TV digital. Uma virtude descoberta nos testes é a duração da bateria.

Xperia P / Sony Não é apenas o design classudo que agrada no Xperia P. O display de 4 polegadas e 540 por 960 pixels apresenta nitidez e brilho notáveis, proporcionando maior conforto na leitura de texto. Ele tem ainda processador veloz, câmera de 8 MP, saída microHDMI e conexão por NFC. Sua memória interna de 16 GB ameniza a falta da entrada para o leitor de cartão. Mas a autonomia da bateria ficou abaixo da média.

3g / android 2.3 / aRm 11 832 mHz / 180 mB + 2 gB (microSD) / Tela de 3,14” / Câmera de 3,2 mP / 109 g / 13h43min de bateria(1)

3g / android 2.3 / Cortex a9 1 gHz dual core / 16 gB / Tela de 4” / Câmeras de 8 mP e 0,3 mP / 120 g / 5h28min de bateria(1)

AvAliAção técnicA: 7,2 custo/benefício: 7,4

AvAliAção técnicA: 8,3 custo/benefício: 7,4

/ R$ 529

/ R$ 1 249(2)

Optimus L3 / lg A memória interna acima da média da categoria e a autonomia são as armas do Optimus L3 para enfrentar a concorrência entre os Android mais acessíveis. Ele tem 1 GB de memória e resistiu ligado quase 15 horas em modo de chamada. A qualidade da câmera e a tela de 3,2 polegadas com 240 por 320 pixels mostram que se trata de um aparelho para quem vive numa boa sem imagens bem definidas.

Defy Pro / moToRola O Defy Pro traz abaixo do LCD

3g / android 2.3 / Cortex a5 800 mHz / 1 gB + microSD / Tela de 3,2” / Câmera de 3,2 mP / 108 g / 14h51min de bateria(1)

3g / android 2.3 / Cortex a5 1 gHz / 1 gB + 2 gB (microSD) / Tela de 2,7” / Câmeras de 5 mP e 0,3 mP / 115 g / 12h29min de bateria(1)

AvAliAção técnicA: 7,0 custo/benefício: 7,4

AvAliAção técnicA: 7,5 custo/benefício: 7,2

/ R$ 469

/ R$ 819(2)

(2)

(2)

FOTOS rafael evangelista EDIçãO DE IMAGEM artnet digital

IN321_Teste_Smartphones e celulares.indd 85

touchscreen um teclado completo para quem prefere escrever apertando botões de verdade no smartphone. Não deveria ser o objetivo, mas as teclas acabam sendo ainda mais úteis diante do tamanho reduzido e da resposta ruim da tela de 2,7 polegadas. Outra boa característica é sua robustez. Ele resiste a quedas, arranhões, poeira e mergulhos em até um metro de profundidade.

Outubro 2012 INFO

/ 85

9/25/12 5:56:42 PM


guia tech

|

tablets

a mais nova geração

Espaço para folhear revistas e assistir vídeos com conforto não é problema para a segunda safra de modelos com tela grande da Positivo e da Samsung / POr Airton LoPES

MAIS BARATO O Galaxy Tab 2 teve redução de 400 reais no preço, em relação ao antecessor

ha Escol

ou

Ypy 10 Nova Geração

/ POsITIvO Apesar do nome, a tela do Ypy 10 tem 9,7 polegadas e as mesmas proporções do display do iPad. O formato 4:3 torna mais agradável a leitura de revistas e a navegação na web. Mas a sensibilidade do LCD e os tropeços do browser prejudicam a experiência. Nos testes, o navegador travou em todas as tentativas de manter mais de três páginas abertas. A bateria durou só duas horas e 40 minutos. Com o adaptador dá para plugar um pen drive no Ypy 10.

Galaxy Tab 2 10.1 / sAMsunG A segunda versão do tablet de 10,1 polegadas da Samsung traz poucos avanços. Além do Android 4, ele ganhou entrada para cartão microSD e um visual novo. A tela wide de 1 280 por 800 pixels favorece os vídeos. Arquivos em MPEG-4 e MKV com legendas rodaram de forma suave nos testes. Para ver o conteúdo na TV é preciso comprar um cabo especial ou fazer a conexão por Wi-Fi, usando DLNA. O modelo com slot para SIM card navega nas redes HSPA+ e também telefona.

Tela de 9,7” / Cortex A9 1 GHz / 16 GB + microsD / 3,5G / Wi-Fi / 609 g / Android 4 / 2h40min de bateria(1)

Tela de 10,1” / Cortex A9 1 GHz dual core / 16 GB + microsD / 3,5G / Wi-Fi / 587 g / Android 4 / 7h43min de bateria(1)

AvAlIAçãO TécnIcA: 7,3 cuSTO/BenefícIO: 6,9

AvAlIAçãO TécnIcA: 8,2 cuSTO/BenefícIO: 7,2

/ R$ 1 299

/ R$ 1 599

86 / INFo Outubro 2012

IN321_Teste_Tablets.indd 86

1

2

cOnecTAdO O Ypy tem saída miniHDMI e Android 4 personalizado com aplicativos nacionais

tubro 20

(1) Duração medida com o aparelho exibindo vídeo em 720p com Wi-Fi e Bluetooth ativados

9/25/12 6:11:09 PM


952344-HEWLETT-PACKARD BRASIL LTDA-1_1-1.indd 87

26/09/2012 10:27:18


guia tech

|

ido v u o fones de

Música coM estilo O visual descolado acompanha a qualidade do som nestes fones testados pelo INFOlab / por AIrtON LOpes, CAuã tAbOrdA e GIOvANA peNAttI

Zik by Starck / parrot Com ou sem fio, o Zik produz som de primeira. A conexão wireless é feita por Bluetooth. Para fazer o pareamento com smartphones por NFC, basta aproximar os dispositivos. Os comandos de reprodução e volume são feitos deslizando o dedo sobre a concha direita. Formato concha / headset / Conexão p2, microUSB, Bluetooth, nFC / Cabo de 1m03 / resposta de frequência: 10 – 20 000 hz / 326 g / 6h02min de bateria AvAliAção técnicA: 8,7 custo/benefício: 5,9

/ R$ 1 999

ha Escol

Purity HD Stereo WH-930 / nokia

Criado em parceria com a Monster especialmente para smartphones da linha Nokia Lumia, este fone colorido tem corpo dobrável e som decente. Mas as funções de headset não funcionam com todos os celulares. A compatibilidade não é garantida nem com modelos Nokia.

HD 419 / SennheiSer

tubro 20

Sem a pretensão de satisfazer audiófilos ou DJs, este modelo de fone de ouvido do fabricante alemão tem som de boa qualidade, mas os agudos poderiam ser mais destacados. Apesar de grandalhão, o fone é leve e permite movimentar as conchas. Mas não é possível dobrá-lo para o transporte.

1

2

ou

CitiScape Uptown SHL5905BK / philipS

Mais do que a qualidade de áudio satisfatória, o que mais se destaca neste fone é o conforto. A forração das conchas é macia e elas se acomodam suavemente sobre as orelhas. O único inconveniente é a posição do controle no cabo.

Formato concha / headset / Conexão p2 / Cabo de 1m23 / resposta de frequência: 20 – 20 000 hz / 208 g

Formato concha / Conexão p2 / Cabo de 1m40 / resposta de frequência: 20 – 20 000 hz / 200 g

Formato concha / headset / Conexão p2 / Cabo de 1m22 / Sensibilidade: 103 dB/mW / resposta de frequência: 13 – 23 500 hz / 270 g

AvAliAção técnicA: 8,0 custo/benefício: 6,5

AvAliAção técnicA: 8,0 custo/benefício: 7,7

AvAliAção técnicA: 7,9 custo/benefício: 7,7

/ R$ 549

/ R$ 299

/ R$ 299

88 / INFo Outubro 2012

IN321_Teste_Audio e video.indd 88

9/25/12 6:20:47 PM


958362-LOCAWEB SERVICOS DE INTERNET S.A.-1_1-1.indd 89

26/09/2012 10:27:51


guia tech

|

ídeo áudio e v

3D para ver e ouvir

Se a intenção é o máximo de realismo no cinema em casa, o melhor é ter um home theater 7.1 ao lado da TV 3D / por AirTon LopeS ha Escol

1

2

ou

tubro 20

Viera TC-L42ET5B / panasonic Apesar de todos os esforços da indústria, ainda são poucas as pessoas que fazem questão de assistir filmes em 3D na sala de casa. Para essa turma, além da beleza da imagem, das opções de conectividade, da variedade de aplicativos e do design, a escolha da TV deve levar em conta a tecnologia 3D adotada. Este modelo é um dos primeiros da Panasonic com o 3D do tipo passivo, cuja vantagem são óculos leves, sem bateria e bem mais baratos (35 reais cada) do que os similares do tipo ativo. De fato, ver conteúdo em 3D nesta TV por longos períodos é menos cansativo. Em compensação, nos testes em 3D foi perceptível a queda de qualidade de imagens que apresentam um ótimo aspecto no modo normal. A reprodução de arquivos de vídeo em diversos formatos usando pen drive é muito boa. O único detalhe que falta são os ajustes de tamanho e contorno para legendas. O cardápio de conexões só não é completo pela ausência de recursos avançados, como WiDi e Wi-Fi Direct, para a conexão sem fio de smartphones e notebooks sem a necessidade de usar um roteador Wi-Fi.

controle no smartphone Um aplicativo permite acionar os comandos e enviar sites da web para a TV

Tela de 42” / Full HD / LcD com LED / 3D passivo, vem com 4 óculos / Entradas: 4 HDMi, 1 vídeo componente, 1 composto, 1 D-sub / 3 UsB / Ethernet, Wi-Fi avaliação técnica: 8,0 custo/benefício: 7,5

/ r$ 2 599

90 / INFo Outubro 2012

IN321_Teste_Audio e video.indd 90

9/25/12 6:20:56 PM


Bravia KDL-40HX755 / Sony

A maior virtude desta TV é a qualidade de imagem, inclusive no modo 3D ativo. As cenas assistidas com os óculos têm brilho mais intenso do que na maioria dos aparelhos similares. Mas o modelo vem com apenas um par de óculos e cada unidade extra custa 199 reais. Quem não faz questão de 3D, mas baixa vídeos da internet para levá-los para a TV em pen drives ou HDs externos pode se decepcionar. Arquivos nos formatos MKV e DivX e legendas são ignorados por esta TV.

FALSO

Tela de 40” / Full HD / LCD com LED / 3D ativo, vem com 1 par de óculos / Entradas: 4 HDMI, 1 vídeo componente, 1 composto, 1 D-Sub / 2 USB / Ethernet, Wi-Fi AvAlIAçãO TéCNICA: 7,7 CuSTO/bENEfíCIO: 7,4

/ R$ 2 499

SOM INCANDESCENTE Um visor deixa à mostra as válvulas do amplificador em ação e ilumina o home theater

HX906TXW / LG Este home theater tem como uma de suas propostas acentuar a sensação de envolvimento sonoro usando falantes extras no topo das caixas em formato de torre. Funciona muito bem com filmes e surpreende na reprodução de música, que pode ser executada com o iPhone encaixado na dock que o acompanha. A boa potência dispensa exageros no volume. O subwoofer passivo não compromete, mas um modelo ativo tornaria a experiência mais impactante.

HT-E6750W / SAMSUnG Produzido por um amplifica-

Blu-ray 3D / 7.1 / 1 100 W / Saídas: 1 HDMI, 1 vídeo componente, 1 composto / Entradas: 2 HDMI, 1 áudio óptica, 1 RCA estéreo, 1 P2, 2 P10 / 1 USB / Dock para iPhone / Ethernet, Wi-Fi

Blu-ray 3D / 7.1 / 1 300 W / Saídas: 1 HDMI, 1 vídeo composto / Entradas: 2 HDMI, 1 óptica, 1 RCA estéreo, 1 P2 / 1 USB / Dock para iPhone / Ethernet, Wi-Fi / Bluetooth

AvAlIAçãO TéCNICA: 8,5 CuSTO/bENEfíCIO: 6,8

AvAlIAçãO TéCNICA: 8,5 CuSTO/bENEfíCIO: 6,7

/ R$ 3 599

/ R$ 3 899

dor valvulado, o som deste home theater da Samsung agrada pela profundidade sonora acima da média dos sistemas integrados. Mas com o nível de volume superior a 70%, os agudos soam muito afiados. Apesar do charme retrô, o modelo é bom de interatividade. Ele traz os mesmos aplicativos de smartTV das TVs Samsung, além de dock para iPhone. Tem Bluetooth e Wi-Fi Direct para receber o conteúdo de outros gadgets.

Outubro 2012 INFO

IN321_Teste_Audio e video.indd 91

/ 91

9/25/12 6:21:09 PM


guia tech

|

s notebook

Fininhos variados

A nova onda de ultrabooks não se limita a modelos levíssimos. As opções de 14 polegadas chegam às lojas com placa de vídeo e até gravador de DVD / Por Airton Lopes Série 9 900X3B / SamSung

telA foscA ajuda a visualização em ambientes abertos e poupa os olhos de reflexos

Com design elegante e ótima construção, o Série 9 é um ultrabook levíssimo equipado com memória flash de 128 GB. Mas o mesmo drive SSD que melhora o desempenho da máquina deixa o modelo com menos de 60 GB livres para o armazenamento de arquivos. A sofisticação e o conforto oferecidos pelo Série 9 são percebidos ao se trabalhar frente à tela de 13,3 polegadas com resolução de 1 600 por 900 pixels, a mais alta entre os ultrabooks já testados pelo INFOlab, e ao se usar o teclado com iluminação traseira.

Tela de 13,3” / Intel Core i5-2467m 1,6 gHz (Sandy Bridge) / 4 gB / SSD de 128 gB / Vídeo onboard / 1,2 kg / Windows 7 Home Premium / 1h53min de bateria(1) AvAliAção técnicA: 8,2 custo/benefício: 7,3

/ R$ 3 699

ha EscOl

ou

1

2

Aspire S5 / aCer Equipado com um Core i5 da linha Ivy Bridge, a mais moderna da Intel, o Aspire S5 mostra a força digna de um MacBook Air. O corpo do modelo é leve, com laterais limpas. Duas portas USB 3.0 e conexões Thunderbolt e HDMI ficam camufladas em um compartimento com acionamento semelhante ao de um trem de pouso. Aberto, ele suspende a traseira do ultrabook, libera o acesso às tomadas e melhora a refrigeração. O teclado poderia ser melhor.

tubro 20

Tela de 13,3” / Intel Core i5-3317u 1,7 gHz (Ivy Bridge) / 4 gB / SSD de 128 gB / Vídeo onboard / 1,2 kg / Windows 7 Home Premium / 1h27min de bateria(1) AvAliAção técnicA: 8,3 custo/benefício: 7,3

/ R$ 3 899

92 / INFO Outubro 2012

IN321_Teste_Notebooks.indd 92

(1) Duração de bateria medida com o software Battery Eater e o notebook com o Wi-Fi ligado, tela com o máximo de brilho e perfil de alto desempenho no Windows, sem permitir o desligamento de componentes

9/25/12 6:17:04 PM


ha EscOl

1

2

ou

tubro 20

XPS 14 / DEll Esta máquina da Dell destoa dos laptops de 14 polegadas pela configuração acima da média. Além de chip Core i7 de última geração e 8 GB de memória, ela traz um SSD de 128 GB que opera em harmonia com um HD de 500 GB e placa de vídeo dedicada. Nos testes, a combinação resultou em ótima performance, especialmente em tarefas com gráficos 3D, sem prejudicar a autonomia. O design tem revestimento interno emborrachado, mas o peso (2,1 quilos) assusta.

Z430 / lG Com apenas 1,5 quilo, este é o laptop de 14 pole-

Tela de 14” / Intel Core i7-3517U 1,9 GHz (Ivy Bridge) / 8 GB / SSD de 128 GB e HD de 500 GB / Geforce GT 630M 1 GB / 2,1 kg / Windows 7 Home Premium / 2h09min de bateria(1)

Tela de 14” / Intel Core i7-2637M 1,7 GHz (Sandy Bridge) / 4 GB / SSD de 128 GB e HD de 320 GB / Vídeo onboard / 1,5 kg / 1h29min de bateria(1)

AvAliAção técnicA: 8,6 custo/benefício: 7,7

AvAliAção técnicA: 7,9 custo/benefício: 7,4

/ R$ 3 999

/ R$ 3 599

gadas mais leve que já passou pelo INFOlab. A aparência também é boa. Fechado, o corpo tem 2,3 centímetros de espessura, com tampa de alumínio escovado. Na parte interna, o acabamento imita o da tampa, mas o material é plástico. Nas baterias de testes, o modelo equipado com SSD e HD provou estar entre os melhores da categoria na execução de tarefas comuns. A autonomia longe da tomada deixou a desejar.

Ultrabook F7 / CCE Info Se para alguns gravador de DVD é item imprescindível, esta máquina, entre os ultrabooks de 14 polegadas, se destaca. A gaveta para rodar CDs e DVDs fica na lateral. Outro ponto positivo é o desempenho proporcionado pelo Core i7 Ivy Bridge. O visual inspirado no MacBook Pro é atraente de longe. De perto nota-se um acabamento sem esmero. As bordas são afiadas e na unidade testada o touchpad estava desalinhado em relação à carcaça. Tela de 14” / Intel Core i7-3517U 1,9 GHz (Ivy Bridge) / 4 GB / SSD de 30 GB e HD de 500 GB / Vídeo onboard / DVD-RW / 1,9 kg / 1h31min de bateria(1) AvAliAção técnicA: 8,0 custo/benefício: 8,0

/ R$ 2 399

Outubro 2012 INFO

IN321_Teste_Notebooks.indd 93

/ 93

9/25/12 6:17:14 PM


guia tech

|

câmeras

clique para todos os gostos Testamos sete câmeras de diferentes estilos e preços, ótimas para agradar fotógrafos amadores, profissionais ou lúdicos. Uma delas até imprime o resultado na hora / POr MaUrício Moraes

ha EscOl

1

2

ou

tubro 20

flAsh pulA-pulA O mecanismo é engenhoso, mas frágil

NEX-7 / SONY Rapidez não é apelido. A NEX-7 responde a comandos de modo muito ágil, tanto durante a operação dos menus como na hora de clicar. É ao mesmo tempo compacta e robusta, por isso a câmera se encaixa muito bem nas mãos. Como se trata de um modelo híbrido, seu sensor é do mesmo tamanho do de uma reflex básica, mas o corpo tem a vantagem de ser bem menor do que o das concorrentes. As imagens produzidas pela NEX-7 têm excelente qualidade, com cores levemente saturadas apenas em algumas situações. O desempenho é ótimo mesmo em ambientes com baixa luminosidade. A máquina faz também fotos panorâmicas em 3D. Não possui um visor óptico, mas o eletrônico surpreende pela boa definição, o que é bem raro. O problema é a sua posição. Localizado no canto superior esquerdo, um lugar não muito comum, ele pode incomodar. Vários dos botões da NEX-7 têm função múltipla, o que tende a confundir os fotógrafos iniciantes. Em contrapartida, os menus são bem didáticos e há explicações para cada item. Não é preciso passar muito tempo com a câmera para entender sua lógica.

24,3 MP / Zoom de 3x (27 a 82,5 mm) / Filma em 1 080p / LCD de 3” / 539 g AvAliAção técnicA: 8,3 custo/benefício: 7,3

/ R$ 5 499

94 / INFO Outubro 2012

IN321_Teste_Cameras.indd 94

9/25/12 6:27:22 PM


DMC-G5K / PANASONIC Esta

X-Pro1 / FUJIFILM O design retrô

Coolpix P310 / NIKON Apesar

16,1 MP / Zoom de 3x (28 a 84 mm) / Filma em 1 080p / LCD de 3” / 568 g

16,3 MP / Lentes intercâmbiáveis, sem zoom / Filma em 1 080p / LCD de 3” / 445 g (sem a lente)

16,1 MP / Zoom de 4,2x (24 a 100 mm) / Filma em 1 080p / LCD de 3” / 192 g

AvAliAção técnicA: 7,7 custo/benefício: 7,1

AvAliAção técnicA: 8,3 custo/benefício: 7,1

AvAliAção técnicA: 8,1 custo/benefício: 7,0

/ R$ 3 999

/ R$ 7 999

/ R$ 1 799

Coolpix P510 / NIKON O zoom de 42 vezes impressiona por conseguir um nível de aproximação raro, mesmo em máquinas dessa categoria. Outro diferencial dessa câmera é o módulo GPS, que permite gravar a localização de cada uma das fotos. Nos testes do INFOlab, a qualidade das imagens foi razoável, semelhante à de uma câmera compacta.

ST200F

Instax Mini 7S / FUJIFILM Lembra da Polaroid? Esta câmera funciona da mesma forma. Ela não é digital: em vez de filmes, usa papel de revelação instantânea. Basta clicar e ver o resultado em minutos. Um pacote de 20 poses custa 39,90 reais. Pequenas, as fotos ficam escuras se a iluminação não for muito favorável.

16,1 MP / Zoom de 42x (24 a 1 000 mm) / Filma em 1 080p / LCD de 3” / 547 g

16,4 MP / Zoom de 10x (27 a 270 mm) / Filma em 720p / LCD de 3” / 163 g

Filme instantâneo de 8,6 x 5,4 cm (imagem de 6,2 x 4,6 cm) / Sem zoom / Visor óptico / 450 g

AvAliAção técnicA: 7,9 custo/benefício: 6,5

AvAliAção técnicA: 7,7 custo/benefício: 7,3

AvAliAção técnicA: 7,0 custo/benefício: 6,9

/ R$ 1 599

/ R$ 679

/ R$ 316 (1)

câmera inova por ser híbrida, com LCD sensível ao toque. Basta tocar na tela para focar. As imagens que ela produz têm boa definição e cores fiéis. Sua ergonomia é boa, mas a G5K é grande como uma reflex. Os controles são confusos e alguns têm dupla função, o que dificulta o uso. Parte dos menus está mal traduzida.

(1) Acompanha um pacote de 20 poses

IN321_Teste_Cameras.indd 95

é uma homenagem às clássicas câmeras do século 20. Por dentro, traz tecnologia de ponta e produz imagens de excelente qualidade. Isso porque usa novo tipo de sensor criado pela Fujifilm, que registra cores de modo semelhante ao de um filme de 35 mm. O foco podia ser mais veloz.

/ SAMSUNG Leve e compacta, esta câmera conta com Wi-Fi, recurso que permite enviar fotos e vídeos por e-mail ou compartilhar conteúdo via Facebook, Picasa, Photobucket e YouTube. Ela faz até backup na nuvem. As imagens têm qualidade média, com definição prejudicada quando há muitas sombras e áreas iluminadas na mesma cena.

de compacta, esta Coolpix esconde uma série de controles manuais. Por isso, é indicada para quem gosta de fotografar e procura um modelo que caiba no bolso. Nos testes, a câmera produziu boas imagens, mesmo em condições de pouca iluminação. No modo manual, falta um preview em tempo real de como vai ficar a foto.

Outubro 2012 INFO

/ 95

9/25/12 6:27:35 PM


guia tech

|

s acessório

Para ter na mochila

Testamos sete acessórios que ajudam a compartilhar dados com ultrabooks e tablets e ressuscitam a bateria do smartphone / por Leonardo Veras Optical Smart Hub / SamSung Que fazer com uma coleção de DVDs no mundo dos tablets e ultrabooks? Passar horas copiando os discos para HDs? Outra solução é usar o Optical Smart Hub. Ele é um drive que compartilha o conteúdo de CDs, DVDs e pen drives usando a conexão Wi-Fi. O equipamento também é útil para donos de ultrabook que precisam gravar dados em mídias ópticas. O ponto fraco é o Wi-Fi no padrão g, que prejudicou o streaming de vídeos no teste.

DVD-rW / Wi-Fi g / Ethernet / uSB e miniuSB / 425 g / Compatível com Windows, mac oS, android e ioS / Suporta até quatro conexões simultâneas AvAliAção técnicA: 7,0 custo/benefício: 7,2

/ R$ 299

Backup Plus for Mac / SEagatE Este HD externo foi projetado para os computadores da Apple, mas também funciona em máquinas com Windows graças a um software presente no próprio disco. Embora utilize como padrão uma porta USB 2.0, a fabricante Seagate vende separadamente vários adaptadores para outras entradas e conexões, como a USB 3.0 (70 reais) e a eSATA (46 reais). O adaptador para equipamentos com interface Thunderbolt existe, mas ainda não está à venda no Brasil.

My Passport / WEStErn Digital Com um preço

1 tB / uSB 2.0 (aceita adaptadores uSB 3.0, FireWire, eSata e thunderbolt) / Velocidade de gravação (real): 27,8 mB/s / 186 g

500 gB / uSB 3.0 / Velocidade de gravação (real): 62,3 mB/s / 154 g

AvAliAção técnicA: 7,6 custo/benefício: 7,5

AvAliAção técnicA: 7,7 custo/benefício: 8,4

/ R$ 519

/ R$ 269

atraente e interface USB 3.0, o disco de bolso My Passport facilita a cópia, o transporte e o gerenciamento de dados. Em função dos aplicativos que vêm instalados no drive, o backup, a formatação e a proteção dos dados com o uso de criptografia se tornam atividades mais simples e rápidas de executar. Nos testes do INFOlab, a transferência de um arquivo de 1 GB pela porta USB 3.0 de um notebook para o disco My Passport atingiu a marca de 16,4 segundos. Nada mau.

96 / INFO Outubro 2012

IN321_Teste_Acessorios.indd 96

9/25/12 6:30:27 PM


PocketCell / InnergIe Pequeno, prático e com design atraente,

este carregador portátil energiza qualquer aparelho que utiliza as conexões microUSB, miniUSB ou as de 30 pinos presentes nos gadgets da Apple. Durante os testes do INFOlab, ele conseguiu carregar 100% da bateria de 2 100 mA/h de um smartphone LG Optimus 4X, mas somente depois de quatro horas e 30 minutos de espera. Um LED indica o nível de carga.

3 000 mAh / entrada microUSB: 5 V/15,5 A / Saída USB: 5V/2,1A / 71 g AvAliAção técnicA: 8,1 custo/benefício: 7,5

/ R$ 199

Instant USB Charger / DUrAcell A forma compacta é um

trunfo do carregador da fabricante Duracell. A bateria em si não tem grande capacidade, mas foi suficiente para preencher um pouco mais do que a metade da carga de um smartphone LG Optimus 4X. O único cabo incluso é um com pontas USB e miniUSB, apesar de a maioria dos smartphones adotar atualmente a conexão microUSB para a sincronia e a carga de bateria.

1 150 mAh / entrada: miniUSB 5V/1A / Saída USB: 5V/1A / 43 g AvAliAção técnicA: 7,5 custo/benefício: 6,9

/ R$ 99

AP1201 / energIzer Se a ideia é diminuir a dependência que o iPhone 4 ou o 4S têm das tomadas, as capas com bateria embutida são uma solução bastante prática, apesar de deixarem o smartphone mais volumoso e pesado. O modelo da Energizer quase dobra a duração da carga de um iPhone 4. Sem ela, o aparelho suportou sete horas e 22 minutos em chamada. Com a capa, demorou 12 horas e 40 minutos para que o aparelho desligasse. 1 500 mAh / entrada: microUSB 5V/0,5A / Saída: 30 pinos 5V/1A / 78 g AvAliAção técnicA: 7,8 custo/benefício: 7,3

/ R$ 199

Wireless Charging System / PowermAt Carregar o iPho-

ne sem a inconveniência do cabo é a proposta deste produto. A mágica acontece graças à ação combinada de uma capa e uma base. Basta “vestir” o smartphone com a capa e deixar a base ligada na tomada. O iPhone é carregado sempre que os dois entram em contato. Durante os testes, o tempo de carga com a base foi 16% menor que o normal, com o cabo.

entrada: 110 V ou 220 V / Saída: 18 V/0,8 A / 30 pinos / microUSB AvAliAção técnicA: 6,5 custo/benefício: 6,4

/ R$ 299

Outubro 2012 INFO

IN321_Teste_Acessorios.indd 97

/ 97

9/25/12 6:30:40 PM


guia tech

|

ers para gam

EntrE no jogo

Conheça aqui equipamentos e acessórios para descobrir novas formas de jogar no smartphone e no console

ios e AndRoid A conexão dos aparelhos aos dois sistemas com a arma é feita por um cabo p2

Elite CommandAR / AppGeAr Para dar uma dose extra de realismo aos jogos de tiro no smartphone, este acessório alimentado por duas pilhas AA usa sensores de movimento e a tecnologia de realidade aumentada. Os movimentos do jogador que empunha a pistola comandam as ações e o campo de visão do personagem no game. O acessório funciona com iPhone e em aparelhos com Android. Mas só existe um jogo compatível. Nele, o desafio de proteger a humanidade exterminando alienígenas será grande no início, mas divertido. Como o game exige muitos movimentos, é mais fácil o jogador se cansar fisicamente antes de sentir algum incômodo por causa dos 241 gramas de peso da arma. AvAliAção técnicA: 7,6 custo/benefício: 7,4

/ R$ 120

Wireless Speed Wheel / Microsoft Até parece um manche de avião, mas este volante é um controle sem fio de games de corridas para o console Xbox 360. Os botões são fáceis de acionar e, nos testes, o acessório funcionou perfeitamente mesmo longe da TV. Usa duas pilhas AA e dispensa suporte, o que é prático para guardar e transportar. Mas essa característica cria dois problemas: depois de alguns minutos brincando, os braços ficam cansados e doloridos. Sem um eixo fixo, a precisão dos movimentos é prejudicada. Controlar os carros nos jogos mais realistas, como os das franquias Forza Motorsport e Need For Speed, não é fácil. O volante tem apenas 351 gramas. AvAliAção técnicA: 6,5 custo/benefício: 6,8

/ R$ 319

98 / INFO Outubro 2012

IN321_Teste_Inusitados.indd 98

9/25/12 6:19:09 PM


3DS XL / NiNteNdo Como o nome indica, o novo videogame portátil da Nintendo é uma versão mais larga do 3DS. A tela principal, onde são exibidos jogos em 3D, aumentou de 3,5 para 4,8 polegadas. O LCD touchscreen inferior também cresceu. Agora tem 4,2 polegadas e melhor precisão. Para a visualização perfeita em três dimensões, o console tem de estar exatamente em frente ao rosto na hora de jogar. O 3DS XL também faz fotos e vídeos em 3D, mas o efeito só é visível no aparelho. O conteúdo fica armazenado no cartão SD de 4 GB, junto com os jogos baixados por Wi-Fi. Nos testes, a bateria suportou sete horas e 51 minutos de jogo.

Cadeira Office de Massagem / Relaxmedic

AvAliAção técnicA: 8,2 custo/benefício: 7,7

AvAliAção técnicA: 8,0 custo/benefício: 7,7

/ R$ 1 199

/ R$ 599

Gametel / FRuctel aB A proposta deste joystick é contornar a falta de resposta tátil dos botões virtuais que ocupam parte da tela do smartphone durante os jogos. Com o iPhone ou um aparelho Android encaixado nele, muitos comandos realmente dispensam o toque na tela. Mas nos testes alguns jogos mostraram alertas que não puderam ser confirmados pelo controle, obrigando a intervenção com o uso do touchscreen. A lista de games compatíveis está no site do fabricante. Como a comunicação entre o joystick e o gadget é por Bluetooth, dá para aproveitá-lo ao jogar no tablet. Segundo o fabricante, a bateria aguenta até nove horas de uso.

Fighting Stick Wii / HoRi Todo fã de clássicos da

AvAliAção técnicA: 7,5 custo/benefício: 6,9

AvAliAção técnicA: 7,6 custo/benefício: 7,1

/ R$ 298

/ R$ 229

O arsenal mínimo para quem leva a jogatina no PC a sério inclui desktop com placa de vídeo poderosa, monitor decente e mouse preciso. Um bom complemento para suportar horas sentado diante do micro sem ficar com o corpo em frangalhos é uma cadeira massageadora como esta da Relaxmedic. Ela possui quatro motores responsáveis pelas vibrações, dois para a região lombar e dois para as as coxas. O controle promete três intensidades e nove ritmos de massagem, mas a diferença entre cada opção é bem sutil. O cabo de força curto restringe um pouco a movimentação da cadeira.

Nintendo se diverte com os games disponíveis na área Virtual Console, dentro da loja do Wii. Só que o Wii Remote está longe de ser o controle adequado para jogos de luta e plataforma. Ao imitar um controle do tipo arcade, o Fighting Stick completa a viagem de volta ao passado. O joystick tem a mesma base quadrada dos controles japoneses tradicionais e cada um dos nove botões pode funcionar em turbo individualmente. Pena que eles sejam resistentes demais. Outro ponto frustrante é a falta de opções de modificação. Ele não tem fios. Só precisa ser ligado ao Wii Remote para ser acionado.

Outubro 2012 INFO

IN321_Teste_Inusitados.indd 99

/ 99

9/25/12 6:19:24 PM


958803-EXAME NACIONAL-2_1-1.indd 100

25/09/2012 16:49:09


958803-EXAME NACIONAL-2_1-1.indd 101

25/09/2012 16:49:11


/ Radar Diversão

Notebooks

// Macbook Pro Retina Apple

// Tablet de bordo

O display de LCD de alta definição é o destaque do aparelho: no INFOlab, a qualidade da imagem superou a de todos os outros notebooks avaliados até hoje. Seus problemas são o preço e a dificuldade de fazer atualizações.

Fabricado pela Pósitron, o SP8990 Smart é um sistema multimídia que pode ser acoplado a qualquer veículo com um espaço livre de dois slots no painel. O Android 2.2 do aparelho permite ler e-mails, consultar o Facebook, utilizar o GPS e instalar aplicativos da Play Store.

// Envy 17 3D 3095-br HP

O chip, a memória farta e a placa de vídeo permitem que o notebook tenha potência para qualquer tarefa. A tela de 17,3 polegadas full HD pode ser aproveitada para games e filmes em três dimensões. O uso dos óculos 3D ativos ainda é desconfortável.

// Zenbook UX31E Asus

O aparelho tem todas as virtudes dos ultrabooks: é leve, com alto poder de processamento, partida rápida e longa duração de bateria. A principal limitação está nos 256 GB de capacidade do SSD. E no preço, que é bem elevado.

Especificações

Tela de 6,2” / DVD / Navegador GPS / Android 2.2 / Bluetooth / Adaptador Wi-Fi / MicroSD de 4 GB + cartão SD / 3 USB 2.0 / Player multimídia / Rádio FM e AM / 4 x 20 W / R$ 2 399 avalIaçãO INFOlab

// Série 7 Chronos

8,6

Samsung

Com HD de 1 TB, placa de vídeo boa e 2,1 quilos, o ultrabook é um dos modelos de 15 polegadas mais leves que testamos. A tela tem revestimento antirreflexo, uma boa pedida para o trabalho em ambientes abertos.

// Corrida tecnológica Desenvolvido em parceria com a TomTom, o relógio Nike+ Sport Watch GPS monitora distância, velocidade, tempo, ritmo e estimativa de calorias queimadas durante a atividade física. O dispositivo também faz a sincronia com satélites para registrar o percurso do treino.

// Z330 LG

Com apenas 1,2 quilo, o desempenho deste ultrabook está à altura das máquinas mais potentes da categoria, graças ao processador Core i7 de segunda geração e o drive SSD. Porém, o aparelho peca na autonomia da bateria, que não dura muito.

Especificações

Tela de 15,4” / Intel Core i7 36150M 2,3 GHz / 8 GB / SSD de 256 GB / Nvidia GT 650M 1 GB / 2 kg / Mac OS 10.8 Mountain Lion / 1h42min de bateria(2) / R$ 9 999 avalIaçãO INFOlab

9,0

Especificações

Tela de 17,3” / Intel Core i7-2670QM 2,2 GHz / 8 GB / HD de 1 TB / Radeon HD 7690M XT 1 GB / BD-ROM / DVD-RW / 3,4 kg / Windows 7 Professional / 1h39min de bateria(2) / R$ 9 999 avalIaçãO INFOlab

8,8

Especificações

Tela de 13,3” / Intel Core i7-2677M 1,8 GHz / 4 GB / SSD de 256 GB / Vídeo onboard / 1,4 kg / Windows 7 Home Premium / 2h53min de bateria(2) / R$ 5 999 avalIaçãO INFOlab

8,7

Especificações

Tela de 15” / Intel Core i5-2450M 2,5 GHz / 6 GB / 1 TB de HD / Radeon HD 6750M 1 GB / DVD-RW / 2,1 kg / Windows 7 Home Premium / 1h43min de bateria(2) / R$ 2 899 avalIaçãO INFOlab

8,4

Especificações

Tela de 13,3” / Intel Core i7-2637M 1,7 GHz / 4 GB / SSD de 256 GB / Vídeo onboard / 1,2 kg / Windows 7 Home Premium / 1h24min de bateria(1) / R$ 4 499 avalIaçãO INFOlab

8,1

Miniprojetores

// Joybee GP2 Benq

A qualidade da imagem do miniprojetor é boa, mostrando em tamanho gigante arquivos do Office e PDFs copiados para sua memória interna ou salvos em pen drive e em cartão SD. Se preferir exibir o conteúdo do laptop, as opções de conectividade são generosas.

// Qumi Q2-W Vivitek Especificações

Tela de 1,4” tapscreen / Memória para 8h de corrida / GPS / Receptor wireless de 2,4 GHz / USB / 8h (com o GPS ativado) ou até 70 dias de bateria (no modo relógio)(1) / R$ 750 avalIaçãO INFOlab

7,6

102 / INFO Outubro 2012

IN321_Radar.indd 102

Os menus bonitos e amigáveis deste projetor portátil de 495 gramas facilitam a execução dos arquivos do Office e de mídia armazenados em pen drive ou em cartão SD. A reprodução de vídeos em arquivos acima de 1,5 GB foi problemática.

Especificações

DLP LED / 200 lúmens / 1 280 x 800 pixels / Contraste: 2 400:1 / Entradas: miniHDMI, adaptadores D-Sub, vídeo composto e áudio RCA estéreo, P2 / USB, miniUSB, cartão SD / Compatível com iPod e iPhone / 569 g / R$ 1 812 avalIaçãO INFOlab

8,1

Especificações

DLP LED / 300 lúmens / 1 280 x 800 pixels / Contraste: 2 500:1 / Entradas: miniHDMI, múltipla (vem com adaptador D-Sub), P2 AV / USB, cartão SD / 495 g / R$ 2 099 avalIaçãO INFOlab

7,9

FOTOS RAfAeL eVAnGeLiStA (1) informações fornecidas pelo fabricante (2) Duração de bateria medida com o software Battery eater e o notebook com o Wi-fi ativado, tela com o máximo de brilho e perfil de alto desempenho selecionado no Windows, sem permitir o desligamento automático de componentes

9/25/12 6:01:27 PM


Tablets

// Novo iPad Apple

O novo iPad ficou melhor para quem devora e-books e joga no tablet. A tela com resolução de 2 048 por 1 536 pixels deixa os textos com uma nitidez notável. Mas o equipamento esquenta (chegou a 34,5 graus no INFOlab) e a bateria dura menos.

// Xoom 2 Motorola

Em sua segunda versão, o tablet com tela de 10,1 polegadas fez o upgrade necessário para figurar entre os modelos Android com as configurações mais poderosas. O design melhorou, mas a posição dos botões de força e volume na traseira é esquisita.

// Eee Pad Transformer TF101 Asus

Está entre os modelos que podem fazer frente ao iPad 2 e custam menos que o tablet da Apple. No INFOlab, se comportou bem na internet, em jogos e no uso de apps. Com a dock, vendida separadamente, ele vira um notebook.

// Tablet S Sony

A configuração do tablet é boa, principalmente pelo Android 4 Ice Cream Sandwich, uma das versões mais recentes do sistema do Google. Um recurso bacana do aparelho é o infravermelho para transformar o Tablet S em controle remoto universal.

// Galaxy Tab 2 7.0 Samsung

Uma das novidades do tablet é o botão virtual, que tira um screenshot da tela e permite fazer anotações com o dedo sobre a imagem. O processador tem bom desempenho, com atrasos raros. A duração da bateria ficou na média.

Especificações

Tela de 9,7” / A5X Cortex A9 1,2 GHz dual core / 32 GB / 4G (LTE) / Wi-Fi / 662 g / iOS 5.1 / 6h24min de bateria(3) / R$ 1 999 aValIaçãO INFOlaB

8,9

Especificações

Tela de 10,1” / OMAP 4430 1,2 GHz dual core / 32 GB + microSD / 3G / Wi-Fi / 607 g / Android 3.2 / 6h55min de bateria(3) / R$ 1 699 aValIaçãO INFOlaB

8,6

Especificações

Tela de 10,1” / Nvidia Tegra II 1 GHz dual core / 16 GB + microSD / Wi-Fi / 691 g / Android 3.1 / 5h44min de bateria(3) / R$ 1 199 aValIaçãO INFOlaB

8,4

Especificações

Tela de 9,4” / Nvidia Tegra 2 Cortex A9 1 GHz dual core / 32 GB + SD / Wi-Fi / 593 g / Android 4 / 5h11min de bateria(3) / R$ 1 649 aValIaçãO INFOlaB

8,4

Especificações

Tela de 7” / Exynos 4210 ARMv7 Cortex A9 1 GHz / 16 GB de memória / 3G / Wi-Fi / 346 g / Android 4 / 5h24min de bateria(3) / R$ 899 aValIaçãO INFOlaB

8,2

Monitores

// S23B550V Samsung

A conexão MHL, adotada por tablets e smartphones, é o maior diferencial deste monitor. Nos testes, o recurso funcionou bem, espelhando a tela de um Samsung Galaxy II em alta definição ao mesmo tempo em que fornecia eletricidade para o celular.

// M2550D-PS LG

Graças ao grande número de conexões, sintonizador digital e alto-falantes embutidos, este monitor pode ser usado como TV. Entretanto, para que os textos possam ser exibidos com qualidade, é necessário realizar ajustes no menu.

(3) Duração medida com a exibição de vídeo em 720p e com o Wi-Fi e o Bluetooth ativados

IN321_Radar.indd 103

Especificações

Tela de 23” / LCD com LED / 1 920 x 1 080 pixels / Contraste dinâmico: 5 000 000:1 / Tempo de resposta: 2 min / Entradas: 2 HDMI, 1 D-Sub / Saídas: 1P2 / R$ 599 aValIaçãO INFOlaB

7,9

Especificações

Tela de 25” / LCD com LED / 1 920 x 1 080 pixels / Contraste dinâmico: 5 000 000: 1 / Tempo de resposta: 5 min / Entradas: 2 HDMI, 1 D-Sub, 1 vídeo componente, 1 RCA, 1 P2 / Saídas: 1 P2, 1 áudio óptica, 2 coaxial / USB / R$ 899 aValIaçãO INFOlaB

7,9

Outubro 2012 INFO

/ 103

9/25/12 6:01:30 PM


/ Radar Smartphones

// Galaxy S III Samsung

O aparelho conta com configuração estelar: processador de quatro núcleos e uma exuberante tela de 4,8 polegadas. A rapidez para executar tarefas e a qualidade do display são incontestáveis, além da bateria com boa autonomia.

// Optimus 4X HD P880 LG

O passeio pelos menus e a execução de tarefas exigentes, como a reprodução de vídeos em 1 080p, ocorrem com fluidez. Utilizando o dedo, é possível rabiscar sobre o conteúdo exibido na tela ou em uma página em branco.

// Razr Maxx XT910 Motorola

Graças a uma bateria de 3 300 mAh (miliampere-hora), este modelo suportou 17 horas e 47 minutos ligado em chamada de voz no teste do INFOlab. Também tem saída microHDMI e cabo para conexão com TV.

// Xperia S Sony Ericsson

Configuração satisfatória, em especial pelos 32 GB de memória. O aparelho se destaca pela qualidade das imagens: a tela de 4,3 polegadas com resolução de 1 280 por 720 pixels exibe em cores intensas os retratos feitos com câmera de 12 MP.

// lumia 900 Nokia

Com o mesmo processador do Lumia 800, o aparelho ganhou tela maior, uma câmera com 8 MP de melhor qualidade e outra frontal para videochamadas. Apesar do bom conjunto, o aparelho não será atualizado para Windows Phone 8.

Especificações

4G (HSPA+) / Android 4 / Exynos 4212 Cortex A9 1,4 GHz quad core / 16 GB + microSD / Tela de 4,8” / Câmeras de 8 MP e 1,9 MP / NFC / 133 g / 8h23min de bateria(1) / R$ 2 099(3) avalIaçãO INFOlaB

9,4

Especificações

4G (HSPA +) / Android 4 / Tegra 3 Cortex A9 1,5 GHz quad core / 16 GB + microSD / Tela de 4,7” / Câmeras de 8 MP e 1,3 MP / 140 g / 8h36min de bateria(1) / R$ 1 999(3) avalIaçãO INFOlaB

8,8

Especificações

3G / Android 4 / Omap 4430 Cortex A9 1,2 GHz dual core / 16 GB + microSD / Tela de 4,3” / Câmeras de 8 MP e 1,3 MP / 145 g / 17h47min de bateria(1) / R$ 1 499(3) avalIaçãO INFOlaB

8,6

Especificações

3G / Android 2.3 / Qualcomm Snapdragon MSM8260 1,5 GHz dual core / 32 GB / Tela de 4,3” / Câmeras de 12 MP e 1,3 MP / NFC / 144 g / 7h36min de bateria(1) / R$ 1 799(3) avalIaçãO INFOlaB

8,6

Especificações

4G (HSPA+) / Windows Phone 7.5 / Snapdragon 1,4 GHz single core / 16 GB / Tela de 4,3” / Câmeras de 8 MP e 1 MP / 160 g / 12h18min de bateria(1) / R$ 1 799(3) avalIaçãO INFOlaB

8,4

Celulares

// Carisma QBQS Venko

O modelo aceita quatro linhas e possui um aplicativo para efetuar as chamadas pelo SIM card da mesma companhia de telefonia móvel do contato salvo na agenda. O teclado inspirado no dos BlackBerry é uma boa pedida para o envio de SMS.

// a290 LG

O aparelho conta com entrada para três chips e apresentou notável autonomia de bateria: nos testes do INFOlab, o A290 ficou nada menos que 51 horas e 26 minutos tocando músicas em MP3, até o término da energia.

104 / INFO Outubro 2012

IN321_Radar.indd 104

Especificações

EDGE / Sistema proprietário / 16 MB + 2 GB (microSD) / Tela de 2" / Câmeras de 1,3 MP e 0,3 MP / 95 g / 16h30min de bateria(2) / R$ 299(3) avalIaçãO INFOlaB

6,8

Especificações

EDGE / Sistema proprietário / 19 MB + 2 GB (microSD) / Tela de 2,2" / Câmeras de 1,3 MP / 89 g / 51h26min de bateria(2) / R$ 299(3) avalIaçãO INFOlaB

6,6

FOTOS RafaEL EVaNGELiSta (1) Duração medida com o aparelho em chamada e com o Wi-fi e Bluetooth ativados (2) Duração medida com o aparelho reproduzindo MP3 (3) Preço do aparelho sem plano de voz e dados

9/25/12 6:01:32 PM


Áudio e vídeo

// UN46ES8000 Samsung

Reconhece o rosto do dono para acessar serviços como Skype. Obedece a comandos de voz e gestos, dispensando o controle remoto tradicional. O nível de acerto na transformação da fala em frases é satisfatório.

// beolit 12 B&0 Play

As formas e a alça de couro dão a esta dock um ar de cesta de piquenique chique. O som de muito boa qualidade que sai dos dois falantes e do subwoofer da Beolit 12 pode vir de iPods, iPhones e iPads, além de aparelhos com conexão P2.

// bDv-E985W Sony

Os destaques do home theather são a reprodução de filmes em Blu-ray 3D e a boa qualidade do áudio, forte e com bom detalhamento. Ele peca nos agudos, que são ardidos. Um kit com receptor sem fio leva o som até as caixas traseiras.

// Fa166 LG

O mini-system é uma alternativa para aqueles que ainda não abandonaram os CDs. A qualidade de áudio do modelo é satisfatória e a potência, respeitável. A música que sai das caixas também pode estar localizada em dispositivos plugados nas entradas USB e P2.

Especificações

Tela de 46” / Full HD / LCD com LED / 3D ativo, vem com 4 óculos / Entradas: 3 HDMI, 1 vídeo componente, 1 composto / 3 USB / Ethernet, Wi-Fi, Bluetooth / R$ 5 902 avalIaçãO INFOlab

9,0

Especificações

120 W RMS / Entradas: P2, USB / Wi-Fi (AirPlay), Ethernet / Compatível com iPod, iPhone e iPad / 2,8 kg / 6h47min de bateria / R$ 2 490 avalIaçãO INFOlab

8,3

Especificações

Blu-ray 3D / 5.1 / 850 W / Saídas: 1 HDMI, 1 vídeo componente, 1 composto / Entradas: 2 HDMI, 1 áudio óptica, 1 RCA estéreo / 2 USB / Ethernet / R$ 1 906 avalIaçãO INFOlab

8,1

Especificações

160 W / CD, MP3, WMA / Rádio FM / Entradas: P2, USB / Saída: P2 / Compatível com iPod e iPhone / R$ 899 avalIaçãO INFOlab

7,7

Câmeras

// HD-SlR D800 Nikon

Nenhum detalhe escapa desta câmera profissional capaz de fotografar em 36,3 MP. O registro de imagens com resolução de até 7 360 por 4 912 pixels é possível graças ao sensor full-frame com formato FX, proporcionando fotos com excelente qualidade.

// Wb850F Samsung

A máquina tem um ótimo zoom de 21 vezes e produz imagens com boa qualidade. Como vem com Wi-Fi, não é preciso descarregar fotos e vídeos no PC para depois compartilhálos. Por meio do GPS, a localização fica registrada em cada foto.

// DSC-TX20 Sony

Bastante compacto, o modelo cabe no bolso. Nos testes do INFOlab, bateu fotos com ótima qualidade submersa, ajustando o foco automaticamente quando necessário. Fora d'água, o modelo produziu imagens com cores equilibradas e vivas.

Especificações

36,3 MP / Filmagem em 1 080p / LCD de 3,2” / 1 kg (só o corpo) / R$ 17 999 avalIaçãO INFOlab

9,0

Especificações

16,2 MP / Zoom de 21x (23 a 483 mm) / Filmagem em 1 080p / LCD de 3” / 250 g(1) / R$ 1 349 avalIaçãO INFOlab

8,1

Especificações

16,2 MP / Zoom de 4x (25 a 100 mm) / Filmagem em 1080p / LCD de 3” / 132 g / R$ 899 avalIaçãO INFOlab

7,9

Outubro 2012 INFO

IN321_Radar.indd 105

/ 105

9/25/12 6:01:35 PM


950621-DORIA ASSOCIADOS CONSULTORIA LTDA-1_1-1.indd 106

25/09/2012 18:20:27


OPORTUNIDADES E OFERTAS DE PRODUTOS E SERVIÇOS DE TECNOLOGIA

CADERNO

HARDWARE . SOFTWARE . SERVIÇOS . SUPRIMENTOS . CARREIRAS E CURSOS . AUTOMAÇÃO

NESTA EDIÇÃO ESPECIAL AUTOMAÇÃO RESIDENCIAL

PARA ANUNCIAR

(11) 3037.5868 / (11) 3037.2700 OUTRAS LOCALIDADES: 0800.701.2066 sergio.albino@abril.com.br classificados@abril.com.br PARA SABER MAIS INFORMAÇÕES, ACESSE O SITE http://info.abril.com.br/midiakit O conteúdo deste caderno é de inteira responsabilidade dos anunciantes.

CADERNO_01.indd Caderno i 321.indd 107 3

24/09/2012 18:16:32 9/24/12 2:54:46 PM


INFORME PUBLICITÁRIO

CADERNO

CASA CONTROLADA VIA INTERNET A DISSEMINAÇÃO DOS DISPOSITIVOS BASEADOS EM COMUNICAÇÃO IP PERMITE COMANDAR PELA WEB OS SISTEMAS DE AUTOMAÇÃO RESIDENCIAL

é

i

p

1

e

n

a

e

(

d

A

ntes de deixar o escritório, um recado para a rede social: “Saindo do trabalho. Casa em 45 minutos.

s

Sophia vem jantar às oito”. A mensagem ativa o sistema

p

de automação da casa, que coloca os eletrodomésticos em

v

ação: fogão, forno e micro-ondas ficam a postos para o preparo

i

do jantar e o aspirador de pó faz uma rápida faxina na sala,

t

deixando tudo em ordem para receber a visita. No caminho

s

para casa, mudança de planos: o jantar foi cancelado. Do

d

carro, um novo recado é enviado para o sistema, que desativa forno e fogão e prepara uma recepção calorosa para o morador solitário – com direito a lareira acesa, comida pronta e jogo de futebol na TV. As cenas fazem parte de um vídeo disponível no YouTube, sob o título The Social Web of Things (a rede social das coisas), e mostram como poderá ser a vida no futuro de quem mora em uma casa automatizada e conectada à internet. Na verdade, a tecnologia que torna isso viável já está disponível e vem sendo incorporada rapidamente a um número cada vez maior de dispositivos e aplicações: a comunicação IP, que tem como base o protocolo da internet. De acordo com a pesquisa Visual Networking Index da Cisco, divulgada em maio, o total de dispositivos (fixos e móveis) conectados via IP deve chegar perto de 19 bilhões no mundo, em 2016. O estudo também revela que, nesse período, as conexões sem fio baseadas na tecnologia Wi-Fi deverão ser responsáveis por cerca da metade de todo o tráfego IP global. Já o número de smartphones e

o

outros dispositivos móveis conectados poderá ultrapassar

a

a marca de 12 bilhões até 2020, segundo previsão da

d

Associação GSM, entidade que reúne operadoras de telefonia

d

móvel e fabricantes de todo o mundo.

M

CADERNO_0203.indd 108 Caderno i 321.indd 4-5

24/09/2012 18:41:43


A

L

A combinação – e disseminação – dessas tecnologias

dominaram a feira Predialtec, promovida anualmente pela

é fundamental para o crescimento do mercado de casas

Aureside. “Neste ano, a maioria das novidades teve como foco

inteligentes, equipadas com sistemas de automação que

os dispositivos Android”, acrescenta.

podem ser comandados via internet.

A grande novidade da feira, porém, foi um software para smartTV que permite controlar o sistema de automação da

1,5 MILHÃO DE RESIDÊNCIAS No Brasil, o mercado de automação residencial também

casa pela televisão, utilizando gestos ou comandos de voz. Desenvolvido por uma empresa brasileira especializada em

está em ritmo de expansão. “Os novos projetos aumentaram

automação residencial, o aplicativo será gratuito, mas precisará

na proporção de 30% a 35% ao ano, nos últimos três

de um hardware específico (uma pequena caixa controladora)

anos”, afirma o engenheiro José Roberto Muratori, diretor

para executar as funções.

executivo da Associação Brasileira de Automação Residencial

Outro lançamento recente no país mostra que a automação

(Aureside). “O mercado potencial é de, no mínimo, 1,5 milhão

residencial está despertando a atenção também das empresas

de residências até 2015”, acrescenta.

do setor de móveis e decoração. Trata-se de um sofá com

Segundo a entidade, os preços dos equipamentos e

abertura retrátil, que pode ser controlada a distância, por meio

soluções nessa área caíram pela metade, de cinco anos

do iPad ou iPhone. Assim, ao chegar a sua casa, além de

para cá. Em parte, isso se deve ao aumento da oferta, uma

encontrar a iluminação e o ar-condicionado na medida certa,

vez que o número de fornecedores no país (fabricantes e

o usuário ainda terá seu sofá na posição mais confortável.

importadores) triplicou desde 2008. Aliados à evolução da tecnologia, que reduziu também os custos de instalação dos sistemas, esses fatores explicam o crescimento do mercado de automação residencial no Brasil. Muratori diz que a expansão do uso de redes sem fio (Wi-Fi) domésticas e, principalmente, o surgimento do iPad foram fundamentais para isso. “Os tablets e, depois, os smartphones passaram a ser usados como interface entre os dispositivos da casa e o sistema de automação”, explica. “Por meio de alguns aplicativos que o próprio usuário pode baixar e de uma rede sem fio com boa cobertura e velocidade, é possível controlar tudo dentro e fora da casa”, afirma o diretor da Aureside. Além disso, a integração com o mundo IP é essencial para a comunicação dos dispositivos e sistemas via internet.

COMANDO PELA TV A mobilidade é uma das principais vantagens do uso de tablets e smartphones como painel de controle do sistema de automação residencial. Eles permitem, entre outras coisas, abrir portas, controlar o ar-condicionado, as persianas e a iluminação dos diversos ambientes, de qualquer lugar da casa – ou até mesmo antes de chegar a ela. Essa comodidade tem estimulado o aumento da oferta de aplicativos desse tipo para dispositivos móveis.

A VIDA CONECTADA Fabricantes de equipamentos, desenvolvedores de aplicativos e as próprias operadoras de telefonia móvel vêm investindo na ampliação da oferta de serviços e soluções voltados para a automação residencial. E o conceito de casa conectada vem ganhando cada vez mais espaço em diversos eventos em todo o mundo – inclusive no Brasil. No Mobile World Congress 2012, por exemplo, realizado no início do ano em Barcelona, na Espanha, a Associação GSM (GSMA) uniu-se a um grupo de empresas – entre elas, duas operadoras móveis – para apresentar essa tendência. A demonstração incluiu uma plataforma de monitoramento remoto e automação, que permitirá aos provedores de serviços oferecer aos usuários dispositivos como sensores e câmeras sem fio que se comunicam com um centro de controle doméstico e são comandados por intermédio de uma interface web. Na visão da GSMA, a casa inteligente é parte importante de um conceito mais amplo, projetado para 2020: a vida conectada. Nela sistemas de monitoramento permitem acompanhar a distância, via comunicação móvel, as informações sobre a saúde (mHealth) de idosos, crianças e pessoas doentes. Além disso, a vida conectada inclui soluções voltadas para a educação (mEducation), para veículos (mAutomotive) e diversos outros serviços baseados no uso da mobilidade.

Muratori observa que, em 2011, os aplicativos para iPad

CADERNO_0203.indd 109

24/09/2012 18:41:44 9/24/12 2:55:06 PM


CADERNO

CADERNO_0405.indd 110 Caderno i 321.indd 6-7

ESPECIAL AUTOMAÇÃO RESIDENCIAL | 4

24/09/2012 18:42:23

5


4

5 | ESPECIAL AUTOMAÇÃO RESIDENCIAL

CADERNO_0405.indd 111

24/09/2012 18:42:24 9/24/12 2:55:26 PM


CADERNO

CADERNO_0607.indd 112 Caderno i 321.indd 8-9

CARREIRAS & CURSOS | 6

24/09/2012 18:43:17

7


6

7 | CARREIRAS & CURSOS / HARDWARE

CADERNO_0607.indd 113

24/09/2012 18:43:17 9/24/12 3:08:55 PM


CADERNO

CADERNO_0809.indd 114 Caderno i 321.indd 10-11

HARDWARE | 8

24/09/2012 18:44:23

9


8

9 | HARDWARE

CADERNO_0809.indd 115

24/09/2012 18:44:24 9/24/12 2:56:03 PM


CADERNO

CADERNO_1011.indd 116 Caderno i 321.indd 12-13

serviรงos | 10

24/09/2012 18:47:29

1


0

11 | serviรงos

CADERNO_1011.indd 117

24/09/2012 18:47:29 9/24/12 2:56:34 PM


CADERNO

CADERNO_1213.indd 118 Caderno i 321.indd 14-15

software | 12

24/09/2012 18:45:22

1


2

13 | software

CADERNO_1213.indd 119

24/09/2012 18:45:22 9/24/12 2:56:54 PM


CADERNO

CADERNO_1415.indd 120 Caderno i 321.indd 16-17

software | 14

24/09/2012 18:18:20

1


4

15 | software

CADERNO_1415.indd 121

24/09/2012 18:18:20 9/24/12 2:57:07 PM


B M 4

ade antidiPhone u q Era amória dou ficiente e S de m foGear.rdar 200es n I a da ara gu e 40 sit p one s t ele f

O prImeIrO iphONe? Se no meio de uma conversa alguém disser que o iPhone foi lançado pela Apple em 2007, você pode interromper e corrigi-lo. Apesar de não ter feito um milésimo do barulho, o homônimo da InfoGear chegou ao mercado dez anos antes do smartphone lançado por Steve Jobs. Com tela touchscreen monocromática de 7,4 polegadas e um teclado físico, o telefone era capaz de acessar e-mails e surfar por páginas da web em conexão discada por meio de um modem de 56 Kbps. Equipado para se conectar a duas linhas telefônicas ao mesmo tempo, podia ser usado como telefone e como browser. Outro atrativo era a secretária eletrônica integrada. / Por juliano barreto ↙ veja mais: info.abril.com.br/blog/ctrlz

122 / INFO Outubro 2012

IN321_Ctrl+Z.indd 122

9/25/12 5:42:58 PM


958376-TOTVS S.A.-1_1-1.indd 123

26/09/2012 10:29:50


958847-MANDIC S.A.-1_1-1.indd 124

26/09/2012 10:29:02


OUT-321